Você está na página 1de 4

Apelação 1013096-24.2017.8.26.

0405 DC (digital)
Origem 2ª Vara da Fazenda Pública do
Foro de Osasco-SP
Decisão Monocrática - Não-Conhecimento

DECISÃO MONOCRÁTICA Voto12507 (decisão monocrática) Apelação1013096-


24.2017.8.26.0405 DC (digital) Origem2ª Vara da Fazenda Pública do Foro de Osasco
ApelanteRegina dos Santos ApeladoEstado de São Paulo Juiz de Primeiro Grau Olavo Sá
Pereira da Silva Decisão/Sentença 27/7/2018 e 6/11/2018 PREVENÇÃO. APELAÇÃO.
SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL. DEMISSÃO A BEM DO SERVIÇO PÚBLICO.
REINTEGRAÇÃO A CARGO. CONEXÃO. MESMO PROCESSO ADMINISTRATIVO
DISCIPLINAR. C. 7ª Câmara de Direito Público que analisou recurso de apelação
interposto em ação de rito ordinário anterior ajuizada por outro servidor também demitido
no mesmo processo administrativo disciplinar.

Prevenção caracterizada. Inteligência do art. 105 do RITJSP. Precedentes.


RECURSO NÃO CONHECIDO, COM DETERMINAÇÃO. RELATÓRIO Trata-se de
apelação interposta por REGINA DOS SANTOS contra a sentença de fls. 2.756/8,
integrada a fls. 2.839, que, em ação de rito ordinário, ajuizada em face do ESTADO DE
SÃO PAULO, julgou improcedente o pedido de reintegração ao cargo de investigadora de
polícia, por não existirem os vícios apontados no processo administrativo disciplinar
apontados: "i) A ilegitimidade do Sr. Secretário de Segurança para o pedido de
reconsideração ao Sr. Governador do Estado; ii) A intempestividade daquele pedido de
reconsideração; iii) Ausência de prévio pronunciamento das acessórias técnicas do Sr.
Governador do Estado e do Sr. Secretário de Segurança Pública por ocasião da
reconsideração; iv) A ausência de abertura de prazo para oferecimento de contrarrazões;
v) A inexistência de fato novo para fundamentar o pedido de reconsideração."

FUNDAMENTAÇÃO. Não obstante tenha ocorrido a livre distribuição do recurso,


entendo haver prevenção em decorrência de anterior distribuição de recurso de apelação
à 7ª Câmara de Direito Público. O art. 105 do Regimento Interno deste e. TJSP dispõe
(g.n.): Art. 105.

1
A Câmara ou Grupo que primeiro conhecer de uma causa, ainda que não
apreciado o mérito, ou de qualquer incidente, terá a competência preventa para os feitos
originários conexos e para todos os recursos, na causa principal, cautelar ou acessória,
incidente, oriunda de outro, conexa ou continente, derivadas do mesmo ato, fato, contrato
ou relação jurídica, e nos processos de execução dos respectivos julgados, ressalvadas
as execuções individuais decorrentes de ações coletivas. § 1.º O afastamento dos juízes
que participaram do julgamento anterior não rompe a prevenção, sendo o novo processo
distribuído a quem os substituir ou assumir a cadeira vaga. § 2.º O Presidente da
respectiva Seção poderá apreciar as medidas de urgência, sempre que inviável a
distribuição e encaminhamento imediatos do processo ao desembargador sorteado. § 3.º

O relator do primeiro recurso protocolado no tribunal terá a competência preventa


para os recursos subsequentes no mesmo processo ou em processos conexos, enquanto
compuser ou auxiliar a Câmara ou o Grupo, segundo a cadeira do tempo da distribuição.

Na hipótese em exame, a C. 7ª Câmara de Direito Público julgou o recurso de


apelação nº 1012544-59.2017.8.26.0405, de relatoria do Eminente Des. FERNÃO BORBA
FRANCO, data de julgamento 20/09/2018, interposto nos autos da ação ordinária
decorrente do mesmo fato ou ato, questionando as mesmas irregularidades/ilegalidades
(nulidade do ato que determinou a demissão a bem do serviço público, necessidade de
suspensão do PAD até decisão final na ação penal 0065572-08.2007.8.26.0114,
ilegitimidade do Secretário de Segurança Pública para pleitear reconsideração do ato do
Governador), fls. 1/17, oriundas do mesmo processo administrativo disciplinar contra nove
servidores estaduais (DGP nº 10.667-07 SSP) da presente ação.

Assim restou ementado: Apelação. Servidor Público Estadual. Investigador de


Polícia. Processo Administrativo Disciplinar. Demissão a bem do serviço público. Pleito de
reintegração ao cargo. Ação penal movida contra o autor ainda não julgada.
Independência entre as esferas administrativa e judicial. Regularidade do processo
administrativo disciplinar. Sentença de improcedência mantida. Recurso desprovido. A
autora, ora apelante, busca concessão de provimento jurisdicional derivado do mesmo
fato ou ato, processo administrativo disciplinar (DGP nº 10.667-07 SSP).

2
Em consulta ao sistema SAJ, verifica-se que o processo nº 1012544-
59.2017.8.26.0405 foi distribuído ao Des. FERNÃO BORBA FRANCO em 30/07/2018.
Imprescindível o reconhecimento da prevenção da C. 7ª Câmara de Direito Público que
primeiro conheceu da causa. Nesse sentido: Apelação 1001046-28.2016.8.26.0428
Relator(a): Claudio Augusto Pedrassi Comarca: Paulínia Órgão julgador: 2ª Câmara de
Direito Público Data do julgamento: 15/08/2018 Ementa: COMPETÊNCIA. APELAÇÃO.

Ação ajuizada pela Municipalidade pretendendo o ressarcimento de danos


causados por ex-servidor, que teria praticado atos ímprobos, apurados em processo
administrativo disciplinar. Existência de ação anulatória ajuizada pelo servidor, tendo por
objeto referido processo administrativo disciplinar. Recurso de apelação anterior,
interposto naqueles autos, já distribuído e julgado pela C. 9ª Câmara de Direito Público.
Prevenção da Câmara que primeiro apreciou o recurso interposto na causa conexa a
presente demanda. Artigo 105 do Regimento Interno. Recurso não conhecido. Apelação
1001896-56.2017.8.26.0587 Relator(a): Osvaldo de Oliveira Comarca: São Sebastião
Órgão julgador: 12ª Câmara de Direito Público Data do julgamento: 20/02/2019

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. SERVIDOR PÚBLICO. MUNICÍPIO DE SÃO


SEBASTIÃO. AÇÃO ANULATÓRIA DE ATO ADMINISTRATIVO. PROCESSO
ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR. DEMISSÃO. PREVENÇÃO. 1. Ação ajuizada com o
objetivo de obter a declaração de nulidade dos procedimentos administrativos
disciplinares nºs 12.672/2011 e 4.368/2013, que culminaram com a pena de demissão,
alegando a instauração do Processo Administrativo de Revisão nº 11.104/2016, com
parecer de aplicação da pena de suspensão e reintegração ao cargo, que não foi acolhido
pelo Prefeito. 2. Anterior ação visando a anulação dos mesmos processos administrativos
disciplinares, com a consequente reintegração ao cargo, distribuída e julgada pela 8ª
Câmara de Direito Público (AC nº 1000713-55.2014.8.26.0587). 3. Prevenção, nos termos
do art. 105 do Regimento Interno do TJSP. Redistribuição determinada. 4. Recurso não
conhecido. Apelação 1009071-76.2016.8.26.0348 Relator(a): Ferraz de Arruda Comarca:
Mauá Órgão julgador: 13ª Câmara de Direito Público Data do julgamento: 03/04/2019
Ementa: COMPETÊNCIA PREVENÇÃO - ANULAÇÃO DE ATO ADMINISTRATIVO
DISCIPLINAR C/C REINTEGRAÇÃO EM CARGO E INDENIZAÇÃO SERVIDOR
MUNICIPAL EXONERADO POR MEIO DE PROCESSO ADMINISTRATIVO
COMPETÊNCIA RECURSAL DA 1ª CÂMARA DE DIREITO PÚBLICO, QUE JULGOU

3
AÇÃO AJUIZADA POR OUTRO SERVIDOR TAMBÉM DEMITIDO NO MESMO
PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR - HIPÓTESE DE PREVENÇÃO, NOS
TERMOS DO ART. 105 DO REGIMENTO INTERNO DESTE EGRÉGIO TRIBUNAL DE
JUSTIÇA RECURSO NÃO CONHECIDO, COM DETERMINAÇÃO DE
REDISTRIBUIÇÃO. Apelação 1016404-23.2018.8.26.0053 Relator(a): Maria Olívia Alves
Comarca: São Paulo Órgão julgador: 6ª Câmara de Direito Público Data do julgamento:
25/06/2019

Ementa: APELAÇÃO Ação anulatória de ato administrativo Ex- Investigador de


Polícia Demissão a bem do serviço público Improcedência do pedido Pretensão de
reforma Anterior distribuição à 3ª Câmara de Direito Público de apelação advinda de ação
anulatória conexa Possibilidade de julgamentos conflitantes Prevenção Inteligência do art.
105 do RITJSP Incompetência desta 6ª Câmara Remessa determinada Recurso não
conhecido, com determinação. DISPOSITIVO

Ante o exposto, por decisão monocrática, não conheço do recurso e determino a


remessa imediata dos autos, independentemente da intimação desta decisão, à C. 7ª
Câmara de Direito Público deste E. Tribunal, firmada a prevenção do Exmo. Des.
FERNÃO BORBA FRANCO, originariamente sorteado para relatar o recurso de apelação
nº 1012544-59.2017.8.26.0405, nos termos do art. 105 do Regimento Interno.