Você está na página 1de 19

Programa de Devolução Segura de

Medicamentos e o Gerenciamento
de Resíduos

Vanusa Barbosa Pinto


Divisão de Farmácia ICHCFMUSP
Cenário
 Preocupação com a segurança do paciente
 Uso racional do medicamento
 Responsabilidade sob todas as ações que
envolvem os medicamentos
 Demanda crescente e recursos escassos
 Farmacovigilância
 Gerenciamento de resíduos
 Responsabilidade socioambiental
Cenário
29.500 Rotatividade de
pacientes/mês 615 itens
no guichê

Assistência
Farmacêutica
Ambulatorial

18.450
pacientes/mês no
Programa
Medicamento em
20 funcionários Casa

32 estagiários
Programa de Devolucao Segura de
medicamentos
Segurança do
Paciente

Devolução
Gerenciamento Farmacovigilância
De
de Resíduos
Medicamentos

Medicamento Gerenciamento de
com validade recursos
expirada
Fundamentos do programa
 Recebimento de medicamentos devolvidos de forma
sistematizada
 Procedimento de análise dos motivos da devolução
 Parâmetros para avaliação técnica dos medicamentos
 Processo de descarte de medicamentos padronizado
Estrutura
 Supervisão farmacêutica
 Área física específica
 Equipamentos de proteção individual
 Procedimentos para as etapas do processo
Devolução segura de medicamento

Paciente Auxiliar Técnico de Saúde Farmacêutico

Fluxograma
Entrega os Entrevista o paciente para o
medicamentos preenchimento do Formulário para Análisa os motivos
no guiche 12 devolução dos medicamentos da devolução

do Processo Acondiciona os
medicamentos para
análise técnica em área
segregada
Encaminha o
formulário
preenchido para
análise farmacêutica
Identificar
possíveis eventos
Identifcar possível
não adereência ao
adversos(RAM,
tratamento
QT, e Erro)

Avalia os medicamentos conforme


requisitos para inspeção visual Encaminha o caso
Realizar
para área de
notificação de
atenção
evento adverso
farmacêutica

Medicamento
em condição
de uso?

Reintegra o
medicamento ao Descarta o Elabora relatório
estoque medicamento em dos motivos de
informatizado e coletor adequado devolução
físico

Encaminha o
coletor lacrado
para incineração
Elabora relatório
de análise
econômica da
devolução

Preenche planilha Preenche planilha


de medicamentos de medicamentos
reintegrados descartados

Encaminha as
planilhas para
análise
farmacêutica
Processo
 Recebimento dos medicamentos
 Cadastro
 Entrevista
 Acondicionamento dos medicamentos
Processo
 Análise dos motivos de devolução
 Identificação de possíveis eventos adversos
 Verificação de não aderência ao tratamento
Processo
 Avaliação Técnica dos medicamentos devolvidos
 Reintegração ou descarte ( Critérios para
inspeção visual da estabilidade)
Processo
 Reintegração dos medicamentos ao estoque
 Verificação qualitativa e quantitativa
 Armazenamento
 Entrada no sistema de controle de estoque
Processo
 Descarte dos medicamentos
 Acondicionamento dos resíduos em recipiente
próprio para o descarte
 Descaracterização do medicamento
 Encaminhamento para incineração
Processo
 Análise econômica da devolução de
medicamentos
 Elaboração de relatórios
Resultados 2009
 Quanto aos motivos de devolução:
 3740 devoluções
 1048 por mudança no tratamento
 1018 por término no tratamento
 755 por excesso de medicamentos em casa
 622 por possíveis eventos adversos
 260 por óbito
 39 por vencimento
Resultados 2009
 Quanto à análise econômica:
 Foram reintegrados ao estoque 849.397 unidades
de medicamentos gerando uma economia de R$
649.144,50
 Foram descartados e incinerados corretamente
128.831 unidades no valor de R$103.850,33
Análise dos Resultados - 2009
Reintegração ao Estoque da Farmácia

jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez

Meses

45.911 31.708 56.255 145.667 158.272 83.737 36.850 73.205 83.948 6.176 64.949 62.719

Unidades
Devolvidas

18.165,9
69.348,94 48.944,96 80.934,64 98.594,45 42.827,05 20.766,84 57.775,70 93.487,11 12.163,10 60.527,71 45.608,05
8

Valor R$

Total Unidades: 849.397 Valor Total R$: 649.144,53


Resultados 2009
 Quanto aos aspectos qualitativos:
 Promove a busca ativa de eventos adversos
 Dificulta a utilização indevida do medicamento
(prazo expirado ou automedicação)
 Evita desperdícios
 Gera ações para o uso racional do medicamento
 Reduz os impactos ambientais com o descarte
correto dos resíduos
“Hospital Amigo do Meio Ambiente
– 2008
“Promover ações pela
Assistência Farmacêutica
Ambulatorial para redução
dos impactos causados ao
meio ambiente”
Obrigada!

Vanusa Barbosa Pinto


Assistência Farmacêutica
Divisão de Farmácia ICHCFMUSP
Vanusa.barbosa@hcnet.usp.br