Você está na página 1de 64

Conceitos Gerais

Esqueleto
Articulações
Sistema Muscular
Vísceras

Profa.: Dra. Flávia G. Rodrigues


Funções do Sistema Esquelético

Sustentação e conformação do corpo.


Proteção de vários órgãos nobres.
Movimentação graças aos músculos que estão fixados nos
ossos.
Armazenamento de minerais (cálcio e o fósforo).
Produção de células do sangue, que ocorre na medula
óssea localizada no interior de alguns ossos, como os do
quadril e o fêmur.
O esqueleto humano

- É constituído por 206 ossos.

- Pode ser dividido em 2 partes:

Esqueleto Axial

Esqueleto Apendicular

A união do esqueleto axial com o apendicular se faz por meio


das cinturas escapular e pélvica.
Esqueleto axial e apendicular

Axial: Ossos
Cabeça
Pescoço
Tronco

Apendicular:
Ossos
Membros
superiores
Membros
inferiores
Classificação dos ossos

Osso curto Osso longo


Ex.: Ossos do Ex.: Fêmur
carpo

Osso chatos ou planos


vértebra e alguns
Ex.: Calota craniana e na
ossos da face
escápula
Classificação dos ossos

Osso pneumático

Possuem cavidades cheias de ar, seios

Ex.: osso frontal e nos maxilares


temporais

Osso Sesamoides

Pequenos ossos arredondados


(semente de sésamo)
Ex.: interior de tendões submetidos a
maior atrito e tensão
Estrutura de um Osso
Longo
Tipos de Ossos

- Esponjoso (Porção porosa que


reveste a cavidade medular).
Endósteo

- Compacto (Tec. ósseo denso da


superfície externa).
Estudo do esqueleto axial

Frontal

Esfenóide Parietal

Nasal

Occipital
Lacrimal
Temporal

Zigomático
Maxilar
Mandíbula

Crânio, visto lateralmente


Estudo do esqueleto axial
Frontal

Parietal

Temporal
Esfenoide
Etmóide
Palatino
Lacrimal
Zigomático
Maxilar

Concha nasal
Mandíbula
inferior

Crânio, visto anteriormente


Coluna vertebral

Funções:

Sustentação

Mobilidade e flexibilidade do tronco e da cabeça

Fixação das costelas e de diversos músculos

Proteção da medula espinhal


A Coluna vertebral é dividida em
regiões:
Cervical: 7 vértebras (no pescoço)

Torácica: 12 vértebras (no tórax)

Lombar: 5 vértebras (curvatura lombar)

Sacral: 5 vértebras (articulada com os


ossos do quadril)

Coccígea: 4 vértebras
Coluna vertebral

Discos intervertebrais

Protegem as vértebras de
impactos

Podem sofrer lesões diversas


(não necessariamente
simultâneas) que provocam
dores fortes, de difícil tratamento.
Caixa Torácica

Esterno

Cartilagens
Costelas costais

Coluna torácica
Divisão do Esterno Osso longo e achatado, localizado no
peito, função dar sustentação anterior
às costelas.

Manúbrio

Corpo
Processo
xifoide
Principais ossos do
Clavícula
Esqueleto
Costelas
Esterno

Úmero

Ulna

Crista ilíaca Rádio

Patela Fêmur

Fíbula
Tíbia
Reparação das fraturas ósseas
Ação dos macrófagos

Periósteo e endósteo:
céls.osteoprogenitoras

Hemorragia
(lesão dos vasos) Ossificação intramembranosa
Destruição e endocondral
da matriz
Morte de
células ósseas

CALO ÓSSEO
A importância da Radiação UV

Luz UV

na pele
7-Dehidrocolesterol

Colecalciferol (vitamina D3)

A síntese de vitamina D na pele é realizada quando 7-dehidrocolesterol


reage com luz ultravioleta UV.
10-15 minutos de exposição solar pelo menos duas vezes por semana
no rosto, braços, mãos, costas, sem protetor solar.
Deficiência de Vitamina D
Osteomalacia no adulto

Raquitismo em crianças
Doença do sistema esquelético
Redução progressiva da massa
Osteoporose óssea (aumento de porosidade –
reabsorção óssea maior que
formação).

Fatores hormonais (queda dos


estrogênios), história familiar,
alcoolismo, tabagismo e
sedentarismo.

Suplementação de cálcio e vitamina


D e principalmente reposição de
estrógenos.
Articulações
Função do Sistema Articular

Sistema formado por


estruturas que tem como
função unir os ossos do
esqueleto permitindo a
movimentação entre
alguns deles.
ARTICULAÇÃO OU JUNTURA

União entre quaisquer partes rígidas do esqueleto, ossos ou


cartilagem, tendo ou não mobilidade.

São divididas em 3 grupos:

Articulação fibrosas: Sinartrose (imóveis)

Articulações Cartilaginosas: Anfiartrose (semimóveis)

Sinoviais: Diartrose (movimento)


Tipos de Articulações
Articulações Fibrosas

Suturas: tecido conjuntivo fibroso, são


encontradas nos ossos do crânio com
nomes especiais.

Sutura
coronal Sutura sagital
(frontal)

Sutura
lambdoide
FONTANELAS
Anterior que se fecha entre 18 e 24 meses e
posterior, dois meses após o nascimento.

Fontanela anterior

Fontanela posterior

Fontanela anterior

Fontanela posterior
Canal vaginal
Articulações Fibrosas
Gonfoses: Localizando-se entre os dentes e os processos
alveolares da mandíbula e do maxilar.
Articulações Cartilaginosas

São unidas por meio de Cartilagem.

Sínfise Púbbica
Disco
intervertebral
HÉRNIA DE DISCO

Carga

Discos intervertebrais podem


romper-se prostrair-se para
dentro do canal vertebral e
comprimir a medula espinhal ou
os nervos que saem dela

Dor, perda de força muscular


ou de sensibilidade
Articulações Sinoviais
- Apresentam maior mobilidade

De acordo com o tipo de movimento e a forma são subdivididas em:


planas, condilares, elipsóides e esferoides
Planas: menos móvel, que permite somente o deslizamento
entre as partes ósseas.

Ex.: Articulações entre os ossos do carpo e entre os


ossos do tarso.
Dobradiços ou gínglimos: assemelha-se a
dobradiças da porta e permite o movimento
apenas em flexão e extensão.

Articulação
do cotovelo

Articulações interfalângicas e a articulação do


cotovelo, entre o úmero e a ulna.
Trocoides ou em pivô: fazem rotação em
torno de um eixo, têm em sua composição
alguma estrutura de formato
aproximadamente cilíndrico.

Articulação atlantoaxial que existe entre a


primeira e a segunda vértebras cervicais.
Condilares: apresentam superfícies convexas e arredondadas e
outras côncavas, geralmente em pares, permitindo movimentos de
flexão, extensão e sutil rotação.

Articulação temperomandibular e a articulação


do joelho.
Condilares

Fêmur
Articulação
do joelho

Tibia

Fíbula
Elipsóides: superfície convexa e
outra côncava, mas em forma de
elipse, o que permite movimento de
flexão e extensão, adução e
abdução.

Ex.: Articulação do punho ou


radiocárpica e as
metacarpofalangianas
ARTROSE

Alterações degenerativas das articulações, que perdem mobilidade e


tem suas formas modificadas (comum em pessoas idosas).
Popular reumatismo.
Sintomas: dor articular e inflamação crônica
Esferóides: superfície convexa e outra côncava,
em forma de esfera, permite amplos movimentos
em todas as direções e rotação.

Articulações escapuloumeral e coxofemoral


ARTRITE GOTOSA/GOTA
ARTRITE = inflamação das articulações

GOTOSA: Ela leva esse nome pelo acúmulo do ácido úrico que
fica localizado geralmente nas articulações das extremidades (mãos
e pés), ter um formato de uma gota.
Patogenia da Gota
Precipitação de cristais de
urato nas articulações

Ativação do
Complemento

Fagocitose por
Quimiotaxia de monócitos
neutrófilos
Liberação de Il-
1, TNF, IL-6
Liberação de
Fagocitose de cristais mediadores
Liberação de por neutrófilos cartilagem
inflamatórios
cristais
Sinóvia

Lise de neutrófilos

Liberação de enzimas Liberação de


lisossomais proteases
Lesão tecidual e
inflamação
Artrite Gotosa
Sistema Muscular
Músculos

São estruturas individualizadas que


cruzam uma ou mais articulações e
pela sua contração são capazes de
transmitir-lhes movimento.

Possuímos 3 tipos de músculo:


- Liso
- Estriado cardíaco
- Estriado esquelético
Tecido Muscular

Estriado Esquelético
Contração voluntária, massa muscular Estriado Cardíaco
corporal Contração involuntária, quase que
exclusivamente limitado ao coração

Liso
Contração involuntária, paredes dos vasos
sanguíneos e das vísceras, na derme da pele
Músculo Estriado Esquelético

400 Músculos (40 a 50% peso corporal)


Força para locomoção
Força para respiração
Força para sustentação postural
Produção de calor

PLASTICIDADE
Componentes anatômicos dos músculos
estriados esqueléticos

Ventre muscular: porção média (carne).

Tendão: extremidade (prender o


músculo ao esqueleto), é esbranquiçado e
brilhante, rico em tecido conjuntivo denso.
Classificação do músculo quanto à origem (parte fixa):

Bíceps: Duas Tríceps: Quadríceps:


origens Três origens Quatro origens

Bíceps braquial Tríceps braquial Quatríceps femoral

Inserção: parte móvel


Forma dos músculos

Músculo longo: comprimento Músculo Fusiforme: diâmetro do


ventre é maior que o diâmetro da
predomina sobre a largura
extremidade
Forma dos músculos

Músculo largo: comprimento e Músculo em leque: fibras de um


lado convergem para um tendão
largura equivalentes
Classificação do músculo quanto à função:

Agonista (principal)
Antagonista (opoõe ao trabalho do agonista)
Sinergista (auxilia o agonista)

m. braquial – flexão do antebraço (agonista)


m. tríceps – extensão, o m. braquial se opõe
a este movimento (antagonista)
E
x
F t
l e
e n
x s
o o
r r
e e
s s
Regiões de aplicação de injeções intramusculares

Glúteo máximo
(nádegas)

Deltóide (face lateral


do ombro) Vasto lateral (face
lateral da coxa)
Principais músculos do corpo humano
Esternocleidomastoide
Trapézio

Deltóide Deltóide
Serrátil Bíceps Tríceps braquial
anterior braquial Grande dorsal

Flexores do carpo
e dos dedos
Glúteo máximo

Quadríceps femoral
Sartório Músculos
Tendão patelar posteriores da
coxa

Músculos anteriores da Gastrocnêmio


perna

Tendão
calcâneo
TENOSSINOVITE
Inflamação de tendões e
membranas sinoviais que estão
junto a uma articulação.
Joseph Pilates manteve
seu corpo em forma
durante toda a vida (83
anos)
Vísceras
Bibliografia
Exercícios em grupo – Introdução à Anatomia
1. Descreva a posição anatômica.
2. Como se divide o corpo humano?
3. Cite os quadrantes abdominais e sua importância clínica.
4. Defina plano sagital mediano.
5. Escolha dois termos de comparação e explique.
6. Explique plano de secção Horizontal.
7. Explique o plano de secção Coronal.
8. Explique o plano de secção frontal.
9. Explique os termos proximal e distal.
10. Diferencie os termos superficial e profundo.
Exercícios em grupo – Esqueleto
1. Conceitue osso e cartilagem.
2. Cite 3 funções do sistema esquelético.
3. Como se divide o esqueleto? O que encontramos em cada parte?
4. Defina osso pneumático. Dê um exemplo.
5. Defina osso plano. Dê um exemplo.
6. Defina osso curto. Dê um exemplo.
7. Defina osso longo. Dê um exemplo.
8. Cite 3 funções da coluna vertebral.
9. Quantos ossos temos nas mãos? E nos pés?
10. Quantos ossos encontramos no membro superior? E no inferior?
Exercícios em grupo – Músculos
1. Conceitue músculos.
2. Qual a função dos músculos?
3. Defina músculos superficiais.
4. Diferencie músculos longos, curtos e largos.
5. Caracterize músculos estriados quanto à situação.
6. Caracterize músculos estriados quanto à disposição da fibra.
7. Cite e caracterize os tipos de músculos.
8. Qual a diferença entre ventre muscular e tendão?
9. Cite os músculos da região anterior do braço.
10. Cite 4 músculos que se inserem no úmero.