Você está na página 1de 4

Secretaria de

Educação

ESCOLA:____________________________________________________________________________________

PROFESSOR (A):______________________________________ SÉRIE/TURNO:________________________


ALUNO (A):______________________________________________________ DATA:______/______/__________

LINGUA PORTUGUESA - BLOCO III – 7º ANO


limitações. Vou formar uma unidade com meu
O SAPO companheiro, que também é um ser inteiro." Mas
depois que esses dois seres inteiros se encontravam,
Era uma vez um lindo príncipe por quem todas as moças
era comum fundirem-se, ficarem grudados
se apaixonavam. Por ele também se apaixonou a bruxa
num casamento fechado, tradicional. Anulavam-se
horrenda que o pediu em casamento. O príncipe nem ligou e a
mutuamente.
bruxa ficou muito brava. “Se não vai casar comigo não vai se
Com a revolução sexual e os movimentos
casar com ninguém mais!” Olhou fundo nos olhos dele e disse:
“Você vai virar um sapo!” Ao ouvir esta palavra o príncipe sentiu
de libertação feminina, o processo de individuação
estremeção. Teve medo. Acreditou. E ele virou aquilo que a
que vinha acontecendo se radicalizou. E a equação
palavra feitiço tinha dito. Sapo. Virou um sapo.
mudou de novo: 1 + 1 = 1 + 1.
Era o "cada um na sua". "Eu tenho que resolver os
meus problemas, cuidar da minha própria vida.
(ALVES, Rubem. A alegria de ensinar. Ars Poética, 1994.) Você deve fazer o mesmo.
QUESTÃO 01. No trecho “O príncipe NEM LIGOU Na minha independência total e auto-
e a bruxa ficou muito brava.”, a expressão suficiência absoluta, caso com você, que também é
destacada significa que assim." Em nome dessa independência, no entanto,
(A) não deu atenção ao pedido de casamento. faltou sintonia, cumplicidade e compromisso afetivo.
(B) não entendeu o pedido de casamento. É a segunda crise do casamento que
(C) não respondeu à bruxa. acompanhamos nas décadas de 70 e 80.
(D) não acreditou na bruxa. Atualmente, após todas essas experiências, eu sinto
as pessoas procurando outro tipo de equação: 1 + 1
Vínculos, as equações da matemática da vida = 3.
Para a aritmética ela pode não ter lógica,
Quando você forma um vínculo com alguém, mas faz sentido do ponto de vista emocional e
forma uma aliança. Não é à toa que o uso de existencial. Existe você, eu e a nossa relação. O
alianças é um dos símbolos mais antigos e vínculo entre nós é algo diferente de uma simples
universais do casamento. O círculo dá a noção de somatória de nós dois. Nessa proposta de
ligação, de fluxo, de continuidade. Quando se forma casamento, o que é meu é meu, o que é seu é seu e
um vínculo, a energia flui. E o vínculo só se mantém o que é nosso é nosso.
vivo se essa energia continuar fluindo. Essa é a idéia Talvez aí esteja a grande mágica que hoje
de mutualidade, de troca. buscamos, a de preservar a individualidade sem
Nessa caminhada da vida, ora andamos de destruir o vínculo afetivo. Tenho que preservar o meu
mãos dadas, em sintonia, deixando a energia fluir, eu, meu processo de descoberta, realização e
ora nos distanciamos. Desvios sempre existem. crescimento, sem destruir a relação. Por outro lado,
Podemos nos perder em um deles e nos reencontrar tenho que preservar o vínculo sem destruir a
logo adiante. individualidade, sem me anular.
A busca é permanente. O que não se pode é Acho que assim talvez possamos chegar aos
ficar constantemente fora de sintonia. anos 2000 um pouco menos divididos entre a sede
Antigamente, dizia-se que as pessoas de expressão individual e a fome de amor e de
procuravam se completar através do outro, buscando partilhar a vida. Um pouco mais inteiros e felizes.
sua metade no mundo. Para isso, temos que compartilhar com nossos
A equação era: 1/2 + 1/2 = 1. "Para eu ser feliz companheiros de uma verdadeira intimidade. Ser
para sempre na vida, tenho que ser a metade do íntimo é ser próximo, é estar estreitamente ligado por
outro." Naquela loteria do casamento, tirar a sorte laços de afeição e confiança.
grande era achar a sua cara-metade. (MATARAZZO, Maria Helena. Amar é preciso. 22. ed. São Paulo: Editora Gente,
1992. p. 19-21)
Com o passar do tempo, as pessoas foram
desenvolvendo um sentido de individualização maior QUESTÃO 02. O texto trata PRINCIPALMENTE
e a equação mudou. Ficou: 1 + 1 = 1. (A) da exatidão da matemática da vida.
(B) dos movimentos de libertação feminina.
"Eu tenho que ser eu, uma pessoa inteira, com todas
(C) da loteria do sucesso no casamento.
as minhas qualidades, meus defeitos, minhas
Em breve estaremos juntos novamente para construirmos conhecimentos e lindas histórias!
Secretaria de
Educação

(D) do casamento no passado e no presente. mangues e quase não nos deixou sardinhas para
QUESTÃO 03. No texto, no casamento, comer? Olha aí para o fundo e vê quanto cano e lixo
atualmente, defende-se a idéia de que essa cidade jogou aqui dentro!
(A) a felicidade está na somatória do casal. Acorda do encantamento, Piraia-guara! O Rio
(B) a unidade é igual à soma das partes. de Janeiro e a Baía de Guanabara foram bonitos sim,
(C) o ideal é preservar o “eu” e o vínculo afetivo. mas isso foi há muito tempo. Não adianta ficar
(D) o melhor é cada um cuidar de sua própria vida. suspirando pela beleza do Morro do Castelo, ou
pelas praias e pela mata que desapareceram. Olha
As Amazônias que, se continuar sonhando acordado, você vai
Esse tapete de florestas com rios azuis que os acabar sendo atropelado por um navio!
astronautas viram é a Amazônia. Ela cobre mais da O medo e a tristeza passavam por ele como um
metade do território brasileiro. Quem viaja pela arrepio de dor. Talvez nenhum outro boto sentisse
região não cansa de admirar as belezas da maior tanto a violência da destruição da Guanabara.
floresta tropical do mundo. No início era assim: Mas, certamente, ninguém conseguia enxergar tão
água e céu. É mata que não tem mais fim. Mata bem as belezas daquele lugar.
contínua, com árvores muito altas, cortada pelo Num instante, o arrepio passava, e a alegria brotava
Amazonas, o maior rio do planeta. São mais de mil de novo em seu coração.
rios desaguando no Amazonas. É água que não HETZEL, B. Piraiaguara. São Paulo: Ática, 2000.
p. 16 – 20.
acaba mais.
SALDANHA, P. As Amazônias. Rio de Janeiro:
Ediouro, 1995. QUESTÃO 07. Os outros botos zombavam de
Piraiaguara, porque ele
QUESTÃO 04. No texto, o uso da expressão (A) conhecia muito bem a história do Rio de Janeiro.
“água que não acaba mais” revela: (B) enxergava apenas o lado bonito do Rio de
(A) admiração pelo tamanho do rio. Janeiro.
(B) ambição pela riqueza da região. (C) julgava os botos mais importantes do que os
(C) medo da violência das águas. outros animais.
(D) surpresa pela localização do rio. (D) sentia tristeza pela destruição da Baía da
Guanabara.
QUESTÃO 05. O texto trata:
(A) da importância econômica do rio QUESTÃO 08. O fato que provoca a discussão
Amazonas. entre as personagens é
(B) das características da região Amazônica. (A) a escolha de nomes de botos para as ilhas.
(C) de um roteiro turístico da região do Amazonas. (B) a história da cidade do Rio de Janeiro.
(D) do levantamento da vegetação amazônica. (C) o orgulho do boto pela cidade do Rio de Janeiro.
(D) os perigos do Rio de Janeiro para os botos.
QUESTÃO 06. A frase que contém uma opinião é
(A) “cobre mais da metade do território brasileiro”. ATENÇÃO!
(B) “não cansa de admirar as belezas da maior
floresta”. Para a resolução das QUESTÕES 09, 10, 11 e 12,
(C) “...maior floresta tropical do mundo”. revise os conteúdos a seguir
(D) “Mata contínua [...] cortada pelo
Amazonas”. Os artigos definidos e indefinidos são tipos de artigos.
Lembre-se que os artigos são palavras que vêm antes do
O boto e a Baía da Guanabara substantivo, determinando seu número (singular ou plural)
Piraiaguara sentiu um grande orgulho de ser carioca. e seu gênero (feminino ou masculino).
Se o Atobá Maroto tinha dado nome para as ilhas, Artigo definido
ele e todos os outros botos eram muito mais Os artigos definidos (o, a, os, as) definem ou
individualizam, de forma precisa, os substantivos, seja
importantes. Eles eram o símbolo daquele lugar
uma pessoa, objeto ou lugar.
privilegiado: a cidade do Rio de Janeiro.
A “mui leal e heroica cidade de São Artigo Definido Gênero Número
Sebastião do Rio de Janeiro”. Piraiaguara fazia
o masculino singular
questão de lembrar do título, e também de toda a
história da cidade e da Baía de Guanabara. a feminino singular
Os outros botos zombavam dele: os masculino plural
Leal? Uma cidade que quase acabou
conosco, que poluiu a baía? Heroica? Uma as feminino plural
cidade que expulsou as baleias, destruiu os Exemplos:
O garoto foi jantar na casa dos pais.
Em breve estaremos juntos novamente para construirmos conhecimentos e lindas histórias!
Secretaria de
Educação

Ganhamos a bicicleta que esperávamos. na/nas (em + a/as). Exemplo: O colar está nas coisas da
Luísa aproveitou para rever os amigos. Sônia.
As meninas foram viajar. no/nos (em + o/os). Exemplo: Encontramos o
anel no corredor.
Em todos os exemplos, podemos notar a precisão de tais num/nuns (em + um/uns). Exemplo: Hoje
pessoas ou objetos pelo emprego correto do artigo estamos num congresso.
definido. Isso porque ele determina de maneira exata o numa/numas (em + uma/umas). Exemplo:
substantivo em questão: o garoto, a bicicleta, os amigos e Almocei numa lanchonete essa semana.
as meninas. dum/duns (de + um/uns). Exemplo: Os cadernos
encontrados são dum pesquisador.
Assim, fica claro que o artigo definido indica de modo
duma/dumas (de + uma/umas). Exemplo:
particular o substantivo já conhecido. Note que estes estão
Preciso dumas blusas para sair.
presentes no texto ou no pensamento do locutor (emissor,
autor) ou do interlocutor (receptor, ouvinte).
3. De acordo com sua posição na frase, os artigos podem
transformar qualquer tipo de palavra em substantivo,
Artigo indefinido independentemente de sua classe gramatical. Exemplos:
O andar de Elisa é muito sensual. (neste caso, o verbo
Artigo Indefinido Gênero Número “andar” foi transformado em substantivo).
um masculino singular O vermelho de seus olhos indicou sua tristeza. (neste
caso, o adjetivo “vermelho” foi transformado em
uma feminino singular substantivo).
uns masculino plural
4. Os artigos definidos podem ser empregados com o
umas feminino plural intuito de indicar um conjunto de seres ou uma espécie
Os artigos indefinidos (um, uma, uns, umas) determinam inteira. Dessa forma, o artigo é empregado no singular,
de maneira vaga, indeterminada ou imprecisa, uma entretanto, faz referência a uma pluralidade de seres.
pessoa, objeto ou lugar ao qual não se fez menção Exemplos:
anterior no texto. A alma é imortal. (refere-se ao conjunto de almas).
A goiaba é muito rica em vitamina C. (faz referência a
Exemplos: todas as goiabas).
Um dia iremos nos encontrar.
Uma certa tarde saímos para caminhar. 5. Na construção das frases a utilização dos artigos
Joana convidou para a festa uns amigos estrangeiros. indefinidos deve ser moderada, de modo que o excesso
Comprei umas camisas para seu aniversário. de seu uso no texto provoca um “inchaço” ou uma
“redundância” desnecessária, tornando-o, deselegante e
Note que em todos os exemplos acima, não está definindo “pesado”. Exemplos:
qual objeto, pessoa ou lugar. Nos dois primeiros Ter (uma) boa educação é fundamental.
exemplos, não está identificado “qual o dia” ou “qual a São detentores de (um) bom conhecimento.
tarde” em que o evento ocorre.
Da mesma maneira, Joana não especifica “quais amigos” 6. Para uma adequada coesão textual, antes de pronome
ela convidará para a festa. Por fim, “umas camisas” de sentido indefinido, utiliza-se as palavras como “tal,
corresponde a uma ideia vaga de “quais camisas” são certo (a), outro (a)”. Exemplos:
essas. Encontrei (uma) certa medalha na cômoda.
Natália não encontrou (um) outro casaco.
Cuidado para não confundir o artigo indefinido “um” com o
numeral “um”, pois o numeral é uma palavra utilizada para 7. O artigo indefinido é usado como recurso expressivo
indicar quantidade. para reforçar enunciados exclamativos. Exemplos:
Foi um presente te encontrar!
Emprego dos artigos A festa estava uma delícia!
1. Os artigos sempre devem concordar com o substantivo
em gênero (masculino e feminino) e número (singular e
plural). Exemplos: O que é Substantivo?
o garoto - os garotos. Substantivo é uma classe de palavras que nomeia seres,
a menina - as meninas. objetos, fenômenos, lugares, qualidades, ações, dentre
um mês - uns meses. outros.
uma mesa – umas mesas. Eles podem ser flexionados em gênero (masculino e
feminino), número (singular e plural) e grau (aumentativo
2. Os artigos podem ser combinados com preposições. e diminutivo).
ao/aos (a + o/os). Exemplo: O texto é dedicado aos pais. Tipos de Substantivos
à/às (a + a/as). Exemplo: Vou à escola todas as manhãs. Os substantivos são classificados em nove tipos: comum,
da/das (de + a/as). Exemplo: Ganhamos muitos próprio, simples, composto, concreto, abstrato, primitivo,
presentes da Inês. derivado e coletivo.
do/dos (de + o/os). Exemplo: Os móveis 1. Substantivo Comum
eram dos nossos avós.
Em breve estaremos juntos novamente para construirmos conhecimentos e lindas histórias!
Secretaria de
Educação

Os substantivos comuns são as palavras que designam os __________________________________________


seres da mesma espécie de forma genérica: __________________________________________
Exemplos: pessoa, gente, país. __________________________________________
2. Substantivo Próprio __________________________________________
Os substantivos próprios, grafados em letra maiúscula,
__________________________________________
são palavras que particularizam seres, entidades, países,
cidades, estados da mesma espécie. __________________________________________
Exemplos: Brasil, São Paulo, Maria.
3. Substantivo Simples QUESTÃO 11. Classifique os substantivos em
Os substantivos simples são formados por apenas uma destaque nas orações abaixo:
palavra.
Exemplos: casa, carro, camiseta. a) Esta é minha flor favorita.
4. Substantivo Composto __________________________
Os substantivos compostos são formados por mais de b) Dom Casmurro é um romance.
uma palavra. ___________________
Exemplos: guarda-chuva, guarda-roupa, beija-flor.
c) A honestidade é essencial nas relações
5. Substantivo Concreto
Os substantivos concretos designa as palavras reais, humanas. ________________
concretas, sejam elas pessoas, objetos, animais ou d) O cardume migrava para a desova.
lugares. _____________________
Exemplos: menina, homem, cachorro. e) O ferreiro ensinava-lhe o ofício.
6. Substantivo Abstrato _____________________
Os substantivos abstratos são aqueles relacionados aos
sentimentos, estados, qualidades e ações. QUESTÃO 12. Eis a seguir uma letra musical
Exemplos: beleza, alegria, bondade. bastante conhecida. Interprete-a e responda ao
7. Substantivo Primitivo que se pede:
Os substantivos primitivos, como o próprio nome indica,
A Paz
são aqueles que não derivam de outras palavras.
Exemplos: casa, folha, chuva. Composição: Gilberto Gil & João Donato
8. Substantivo Derivado A paz invadiu o meu coração
Os substantivos derivados são aquelas palavras que De repente, me encheu de paz
derivam de outras. Como se o vento de um tufão
Exemplos: casarão (derivado de casa), folhagem (derivado Arrancasse meus pés do chão
de folha), chuvarada (derivado de chuva). Onde eu já não me enterro mais
9. Substantivo Coletivo A paz fez um mar da revolução
Os substantivos coletivos são aqueles que se referem a Invadir meu destino; A paz
um conjunto de seres. Como aquela grande explosão
Exemplos: flora (conjunto de flores), álbum (conjunto de
Uma bomba sobre o Japão
fotos), colmeia (conjunto de abelhas).
Fez nascer o Japão da paz
Eu pensei em mim
QUESTÃO 09. Classifique as orações de acordo
Eu pensei em ti
com o código representado:
Eu chorei por nós
Que contradição
A – artigo definido
Só a guerra faz
B – artigo indefinido
Nosso amor em paz
[...]
a - Uns alunos chegaram mais cedo à escola (____).
a – Destaque todos os substantivos e aponte sua
b – O bem sempre vencerá o mal (____).
classificação.
c – Preciso de uma explicação para o fato (____).
__________________________________________
d – Chegaram as encomendas (___).
__________________________________________
e – Nesta loja vendem-se uns artigos importados
__________________________________________
(___).
__________________________________________
__________________________________________
QUESTÃO 10. Agora é com você. Elabore um
__________________________________________
pequeno diálogo utilizando-se dos artigos
__________________________________________
definidos e indefinidos.
__________________________________________
__________________________________________
__________________________________________
__________________________________________
__________________________________________
__________________________________________
__________________________________________
__________________________________________
__________________________________________
__________________________________________
__________________________________________
Em breve estaremos juntos novamente para construirmos conhecimentos e lindas histórias!

Você também pode gostar