Você está na página 1de 551

Manual do Faturamento

de Convênios e
Particulares - Versão
1.0.291
Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Sumário

Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291 7


Fluxos dos processos
................................................................................................................................... 8
Auditoria operacional ......................................................................................................................................................... 8
Conta particular ......................................................................................................................................................... 9
Criação e entrega de remessa ......................................................................................................................................................... 10
Envio do faturamento TISS 3.02
......................................................................................................................................................... 11
Faturamento de atendimento de retorno
......................................................................................................................................................... 12
Lançamento manual e automático em contas ambulatorial e hospitalar
......................................................................................................................................................... 13
Configurações ................................................................................................................................... 14
Preços do Brasíndice ......................................................................................................................................................... 14
Preços do estoque ......................................................................................................................................................... 17
Preços do Simpro ......................................................................................................................................................... 19
Preços do Ipasgo ......................................................................................................................................................... 21
Lançamento do estoque.........................................................................................................................................................
por grupo de faturamento 23
Lançamento de produtos do estoque
......................................................................................................................................................... 25
Lançamento de itens da.........................................................................................................................................................
prescrição 27
Procedimentos do atendimento ......................................................................................................................................................... 28
Kit por convênio e plano......................................................................................................................................................... 30
Procedimentos de fatura.........................................................................................................................................................
direta com o convênio 32
Geração de diárias automáticas
......................................................................................................................................................... 33
Geração de fatura em meio magnético
......................................................................................................................................................... 35
Envio .................................................................................................................................................. 35
Apresentações ........................................................................................................................................... 35
Tipos de acomodação ........................................................................................................................................... 37
Atividades médicas ........................................................................................................................................... 39
Tipos de internação ........................................................................................................................................... 41
Tipos de procedimento ........................................................................................................................................... 43
Tipos de setor ........................................................................................................................................... 45
Motivos de alta ........................................................................................................................................... 47
Especialidades ........................................................................................................................................... 49
Serviços ........................................................................................................................................... 51
Ficha obstétrica ........................................................................................................................................... 53
Faixa de notas ........................................................................................................................................... 55
Agrupamento de procedimentos
........................................................................................................................................... 57
Prestador ........................................................................................................................................... 59
Credenciamento ........................................................................................................................................... 60
Retorno .................................................................................................................................................. 61
Apresentações ........................................................................................................................................... 61
Motivos de glosa ........................................................................................................................................... 63
Parâmetros ......................................................................................................................................................... 64
Formulário da nota fiscal
......................................................................................................................................................... 73
Regra de procedimento.........................................................................................................................................................
por empresa 75
Configurações da TISS por convênio
......................................................................................................................................................... 78
Configurações detalhadas do TISS
.................................................................................................................................................. 85
Lote de Guia TISS ........................................................................................................................................... 89
SP/SADT ........................................................................................................................................... 90
Resumo de Internação ........................................................................................................................................... 104
Honorário Individual ........................................................................................................................................... 119
Consulta ........................................................................................................................................... 125
Procedimentos isentos.........................................................................................................................................................
de cobrança 129
Versões do TISS ......................................................................................................................................................... 131
Regras de cobertura p/.........................................................................................................................................................
refeições de acompanhantes 133
Faixa de fatores para tabela de faturamento
......................................................................................................................................................... 135

2 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Configuração de comunicação TISS v3


......................................................................................................................................................... 137
Configuração de certificado digital
......................................................................................................................................................... 139
Certificado digital .................................................................................................................................................. 141
Configuração de proxy.........................................................................................................................................................
TISS v3 143
Importações específicas - configurações
......................................................................................................................................................... 144
Tabelas ................................................................................................................................... 145
Cobranças e tabelas ......................................................................................................................................................... 145
Regras .................................................................................................................................................. 145
Percentual de serviço diagnóstico
........................................................................................................................................... 156
Índices .................................................................................................................................................. 158
Tabelas de faturamento .................................................................................................................................................. 161
Padrão de cobrança .................................................................................................................................................. 166
Metragem de filme .................................................................................................................................................. 168
Exceção de porte anestésico
.................................................................................................................................................. 170
Percentual de consignação.................................................................................................................................................. 172
Gabaritos .................................................................................................................................................. 175
Pacotes .................................................................................................................................................. 176
Formas de pagamento ........................................................................................................................................... 182
Motivo de descaracterização dos pacotes
.................................................................................................................................................. 184
Categorias de planos .................................................................................................................................................. 185
Franquias .................................................................................................................................................. 187
Por item ........................................................................................................................................... 187
Exceção de franquias ........................................................................................................................................... 189
Valor do ponto de franquia ........................................................................................................................................... 191
Regras de acoplamentos .................................................................................................................................................. 192
Regras por atendimento .................................................................................................................................................. 194
Regras de aparelhos/gases.................................................................................................................................................. 198
Regras de diferença de acomodação
.................................................................................................................................................. 200
Regras de ligação .................................................................................................................................................. 202
Regras de faixa de desconto
.................................................................................................................................................. 203
Regras de lançamento .................................................................................................................................................. 205
Regras de substituição de ..................................................................................................................................................
procedimentos 208
Stop Loss .................................................................................................................................................. 210
Copia tabelas de faturamento
.................................................................................................................................................. 212
Formas de apresentação
......................................................................................................................................................... 214
Cadastramento .................................................................................................................................................. 214
Grupos de faturamento .................................................................................................................................................. 216
Procedimentos na fatura .................................................................................................................................................. 218
Grupo de procedimentos na fatura
.................................................................................................................................................. 220
Impressão da fatura .................................................................................................................................................. 222
Setor .................................................................................................................................................. 227
Procedimentos TUSS .................................................................................................................................................. 228
TUSS (RN-305) .................................................................................................................................................. 230
TUSS (RN-305) - simplificada
.................................................................................................................................................. 236
Tabela de concorrência .................................................................................................................................................. 239
Gerais ......................................................................................................................................................... 241
Convênios e planos .................................................................................................................................................. 241
Exceções do retorno ........................................................................................................................................... 263
Prestadores liberados para ...........................................................................................................................................
o convênio 264
Diária faixa etária ........................................................................................................................................... 265
Taxa de observação ........................................................................................................................................... 267
Cadastro de validação da...........................................................................................................................................
carteira de convênio 268
Proibição por idade ........................................................................................................................................... 269
Desligamento de convênios..................................................................................................................................................
e planos 270
Faixa de guias por convênio/empresa
.................................................................................................................................................. 272
Deduções da nota fiscal por convênio
.................................................................................................................................................. 275
Procedimentos dispensados de auditoria
.................................................................................................................................................. 277
Atividades médicas .................................................................................................................................................. 278

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 3


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Grupos de procedimentos .................................................................................................................................................. 280


Horários especiais .................................................................................................................................................. 282
Operadoras .................................................................................................................................................. 283
Portes anestésicos .................................................................................................................................................. 284
Procedimentos .................................................................................................................................................. 285
Tipo de ligação .................................................................................................................................................. 290
Portes de ato médico .................................................................................................................................................. 291
Protocolos de pacote .................................................................................................................................................. 294
Classificação hierarquizada - CBHPM
.................................................................................................................................................. 297
Grupos ........................................................................................................................................... 297
Subgrupos ........................................................................................................................................... 298
Procedimentos ........................................................................................................................................... 299
Exceções de procedimentos ........................................................................................................................................... 301
Agrupamento .................................................................................................................................................. 303
Agenda de entrega de remessas
.................................................................................................................................................. 305
Valores dos produtos consignados por convênio
.................................................................................................................................................. 306
Permissão à competência do faturamento
.................................................................................................................................................. 307
Taxa de sala por convênio.................................................................................................................................................. 309
Tipo de documento .................................................................................................................................................. 311
Observações de desconto..................................................................................................................................................
para franquia 312
Detalhamento por regra de..................................................................................................................................................
faturamento 313
Valores dos procedimentos
......................................................................................................................................................... 315
Procedimentos .................................................................................................................................................. 315
Portes anestésicos .................................................................................................................................................. 317
Valores de portes de ato médico
.................................................................................................................................................. 319
Reajuste percentual .................................................................................................................................................. 322
Ativação e desativação de..................................................................................................................................................
valores 324
Exceções de convênios e planos
.................................................................................................................................................. 326
Motivo de mudança de.........................................................................................................................................................
atendimento 328
Lançamentos ................................................................................................................................... 329
Conta hospitalar ......................................................................................................................................................... 329
Conta do atendimento .................................................................................................................................................. 329
Impressão guia TISS ........................................................................................................................................... 341
Nota fiscal ........................................................................................................................................... 344
Transfere atendimento para ambulatorial
.................................................................................................................................................. 346
Distribuição de contas .................................................................................................................................................. 348
Pesquisa de atendimentos
...........................................................................................................................................
pelo RUT 352
Conta ambulatorial ......................................................................................................................................................... 354
Conta do atendimento .................................................................................................................................................. 354
Nota fiscal do convênio ........................................................................................................................................... 366
Conta extra .................................................................................................................................................. 370
Transferência entre remessas .................................................................................................................................................. 378
Transfere conta para hospitalar
.................................................................................................................................................. 380
Pré-remessa .................................................................................................................................................. 382
Distribuição de contas ambulatoriais
.................................................................................................................................................. 385
Auditoria in-loco ......................................................................................................................................................... 389
Distribuído ......................................................................................................................................................... 391
Contas .................................................................................................................................................. 391
Conta ambulatorial .................................................................................................................................................. 0
Conta ambulatorial ........................................................................................................................................... 0
Conta extra ........................................................................................................................................... 0
Competências de faturamento
......................................................................................................................................................... 396
Criação de remessa ......................................................................................................................................................... 397
Manutenção de remessa......................................................................................................................................................... 400
Faturas e remessas ......................................................................................................................................................... 404
Entrega de remessas ......................................................................................................................................................... 406
Arquivo magnético ......................................................................................................................................................... 409
Envio .................................................................................................................................................. 409

4 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Geral ........................................................................................................................................... 409


Validação ...................................................................................................................................... 409
Geração ...................................................................................................................................... 411
UNIMEDs ........................................................................................................................................... 413
Validação ...................................................................................................................................... 413
Geração ...................................................................................................................................... 415
IPERGS ........................................................................................................................................... 417
Monitoração de faturamento - TISS
......................................................................................................................................................... 419
Importação de recebimentos TISS
.................................................................................................................................................. 422
Guias ......................................................................................................................................................... 425
Configuração de guia .................................................................................................................................................. 434
Histórico de guias .................................................................................................................................................. 436
Autorização local de guias
......................................................................................................................................................... 437
Nota fiscal eletrônica ......................................................................................................................................................... 439
Layout TXT .................................................................................................................................................. 439
Envio ........................................................................................................................................... 439
Retorno ........................................................................................................................................... 441
Layout em XML .................................................................................................................................................. 443
Vínculo RPS X NFSE .................................................................................................................................................. 446
Solicitações ................................................................................................................................... 448
Nota fiscal avulsa ......................................................................................................................................................... 448
Reserva de nota fiscal ......................................................................................................................................................... 451
Autorização de guias ......................................................................................................................................................... 452
Dados complementares de..................................................................................................................................................
guia TISS 456
Monitoração de aparelhos/gases......................................................................................................................................................... 461
Liberação - avisos de alta administrativa
......................................................................................................................................................... 463
Nota fiscal de recebimento ......................................................................................................................................................... 465
Comercial ................................................................................................................................... 467
Regra de proibição por.........................................................................................................................................................
valor base 467
Importações ................................................................................................................................... 469
Importação de procedimentos/valores
......................................................................................................................................................... 469
Importação Simpro ......................................................................................................................................................... 471
Dados .................................................................................................................................................. 471
Valores .................................................................................................................................................. 473
Importação do Ipasgo ......................................................................................................................................................... 475
Dados .................................................................................................................................................. 475
Valores .................................................................................................................................................. 476
Importação Brasíndice ......................................................................................................................................................... 477
Dados .................................................................................................................................................. 477
Valores .................................................................................................................................................. 479
Importação do CBHPM ......................................................................................................................................................... 481
Importação de tabelas .........................................................................................................................................................
específicas 483
Importação do estoque......................................................................................................................................................... 484
Importação da TUSS ......................................................................................................................................................... 486
Importações específicas ......................................................................................................................................................... 488
Consultas ................................................................................................................................... 489
Guias ......................................................................................................................................................... 489
Guias vencidas ......................................................................................................................................................... 489
Procedimentos CBHPM......................................................................................................................................................... 490
Cobranças e valorizações ......................................................................................................................................................... 491
Regras .................................................................................................................................................. 491
Índices .................................................................................................................................................. 491
Tabelas de faturamento .................................................................................................................................................. 492
Convênios e planos .................................................................................................................................................. 0
Conta do paciente ......................................................................................................................................................... 494
Valores dos procedimentos
......................................................................................................................................................... 495
Brasíndice ......................................................................................................................................................... 497

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 5


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Contas a receber de convênios


......................................................................................................................................................... 498
Contas a receber de pacientes
......................................................................................................................................................... 499
Resumos ......................................................................................................................................................... 500
Resumo de situação das contas
.................................................................................................................................................. 500
Resumo semestral de faturamento
.................................................................................................................................................. 501
Orçamento de conta ......................................................................................................................................................... 502
Faturas e remessas ......................................................................................................................................................... 504
Notas fiscais ......................................................................................................................................................... 505
Notas geração IPERGS......................................................................................................................................................... 506
Ordens de Serviço ......................................................................................................................................................... 0
Agenda de entrega de .........................................................................................................................................................
remessas 507
Consulta log de produtos da cirurgia
......................................................................................................................................................... 508
Cirurgias com OPME ......................................................................................................................................................... 509
Conciliação OPME .................................................................................................................................................. 511
Consulta protocolo de pacote ......................................................................................................................................................... 0
Notificação de Internação/Alta - TISS
......................................................................................................................................................... 513
Relatórios ................................................................................................................................... 514
Operacionais ......................................................................................................................................................... 514
Notas fiscais emitidas/Canceladas
.................................................................................................................................................. 514
Faturado X Consumido .................................................................................................................................................. 516
Situação das contas .................................................................................................................................................. 518
Consumo não lançado .................................................................................................................................................. 520
Aviso de fechamento de contas parciais
.................................................................................................................................................. 522
Fatura ......................................................................................................................................................... 524
Individual .................................................................................................................................................. 524
Individual por data .................................................................................................................................................. 526
Administrativos ......................................................................................................................................................... 529
Remessas enviadas .................................................................................................................................................. 529
Contas apresentadas por convênio
.................................................................................................................................................. 531
Gerenciais ......................................................................................................................................................... 533
Análise evolutiva de receitas .................................................................................................................................................. 533
Por convênio ........................................................................................................................................... 533
Receita global .................................................................................................................................................. 535
Receita por grupo de faturamento
.................................................................................................................................................. 537
Receita por grupo de procedimento
.................................................................................................................................................. 539
Receita por centro de custo
.................................................................................................................................................. 541
Por origem ........................................................................................................................................... 541
Por grupo de faturamento........................................................................................................................................... 544
Por grupo de procedimento ........................................................................................................................................... 546
Receita por convênio .................................................................................................................................................. 548

6 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faturamento de Convênios e Particulares


Objetivo

O sistema de Faturamento de Convênios e Particulares possibilita o controle efetivo dos lançamentos


de procedimentos nas contas hospitalares e ambulatoriais, gerando contas a receber de convênios e
particulares.

Sistemas relacionados

Auditoria e Glosas;

Repasse Médico;

Movimentação de Documentos;

Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta a Receber);

Contabilidade;

Tesouraria;

Global;

Ambulatório;

Internação;

Internação Domiciliar (Home Care);

Centro Cirúrgico e Obstétrico;

Urgência e Emergência;

Laboratório de Análises Clínicas;

Diagnóstico por Imagem;

Gerenciamento de Unidades;

Almoxarifado;

Nutrição e Dietética;

Banco de Sangue;

Gestão de Usuários.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 7


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Fluxos dos processos


Auditoria operacional

8 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Conta particular

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 9


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Criação e entrega de remessa

10 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Envio do faturamento TISS 3.02

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 11


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faturamento de atendimento de retorno

12 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Lançamento manual e automático em contas ambulatorial e hospitalar

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 13


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Configurações
Preços do Brasíndice

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Preços do Brasíndice

Configurando os preços
Registro dos produtos similares

Módulos

M_BRASINDI

Função da tela

Efetuar o relacionamento De-Para dos procedimentos de faturamento com a tabela do Brasíndice,


possibilitando a importação dos preços dessa tabela Brasíndice para a tabela de faturamento indicada
no processo.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Tabela de Faturamento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos
Movimentações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Importações / Importação


Brasíndice / Dados

Como usar

Configurando os preços
Selecionar o código da tabela de faturamento, para a qual serão importados os procedimentos de
convênios e valores da tabela Brasíndice. o campo "Tabela de Faturamento" (descrição) será
automaticamente preenchido. O usuário tem a opção de deixar esse campo em branco, fazendo
com que a configuração seja válida para todas as tabelas. Nas situações em que ocorrerem
variações, é possível fazer um relacionamento diferente para um determinado procedimento, por
exemplo;

Selecionar o código do procedimento a ser relacionado à tabela de cobrança em referência. Os


campos "Procedimento" (descrição), "Unidade" e "Tipo do Preço" serão automaticamente
preenchidos;

Selecionar o código do laboratório responsável pela fabricação do procedimento em referência,


quando tratar-se de produto ou medicamento. O campo "Laboratório" (descrição) será
automaticamente preenchido, de acordo com as informações carregadas no momento da
importação do Brasíndice;

14 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Selecionar o código do medicamento, conforme cadastrado na tabela do Brasíndice, a ser


relacionado ao "Procedimento" em referência. O campo "Descrição" será automaticamente
preenchido;

Selecionar o código da apresentação (forma física, embalagem, unidade, quantidade) do produto do


Brasíndice em referência. O campo "Apresentação" (descrição) será automaticamente preenchido;

Informar o percentual de acréscimo que incidirá sobre o preço do produto em referência, o qual
será acrescido no ato da cobrança. O campo "% Acrésc." se apresentará habilitado, quando a
opção do campo "Tipo do Preço" for "Preço Fábrica", para que assim, seja cobrada a margem de
comercialização;

Informar a quantidade de divisão que será aplicada ao preço unitário do produto, de acordo com
sua apresentação. Exemplo: informada a quantidade 4, o valor importado do produto será dividido
por essa quantidade, para fins de cobrança;

Indicar o tipo de preço, correspondente ao medicamento em referência, dentre as opções:

Padrão - quando é cobrado para o procedimento seu preço registrado na revista do Brasíndice;
Menor Preço - ao faturar o procedimento, é feita uma análise de seus similares e o preço
cobrado é o menor;
Maior Preço - ao faturar o procedimento, é feita uma análise de seus similares e o preço
cobrado é o maior;
Preço Médio - ao faturar o procedimento, é feita uma análise dos valores cobrados nos últimos
três meses e o preço cobrado é uma média desses valores.
Informar o código TISS de relacionamento com o procedimento;

Informar o código TUSS de relacionamento com o procedimento;

Os campos "Tipo do Preço" e "Valor Importado" serão automaticamente preenchidos. O primeiro


apresenta o preço de fábrica ou o preço ao consumidor, enquanto que o segundo, apresenta o valor
a ser cobrado quando realizado o procedimento em referência, de acordo com a tabela do
Brasíndice da última edição importada.

Registro dos produtos similares


Para vincular produtos similares ao medicamento, clicar no botão < Similares >. Será apresentada a
tela "Registro dos Produtos Similares", na qual o usuário deve:

Selecionar o laboratório responsável pela fabricação do produto similar, a ser associado ao


procedimento em referência do Brasíndice. O campo "Laboratório" (descrição) será
automaticamente preenchido;

Selecionar o código do medicamento similar do Brasíndice, a ser associado ao procedimento em


referência, cujo preço será importado para a tabela de faturamento selecionada. O campo
"Descrição" será automaticamente preenchido;

Selecionar código da apresentação (forma física, embalagem, unidade, quantidade) do produto do


Brasíndice. O campo "Apresentação" (descrição) será automaticamente preenchido;

Informar o valor percentual de acréscimo que incidirá sobre o preço do produto em referência,

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 15


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

cadastrado na tabela Brasíndice. O campo "% Acrésc." se apresentará habilitado, quando a opção
do campo "Tipo do Preço" for "Preço Fábrica", para que assim, seja cobrada a margem de
comercialização;

Informar a quantidade de divisão que será aplicada ao preço do produto unitário de acordo com sua
apresentação. Por exemplo, se informada a quantidade 4, o valor importado do produto será
dividido por essa quantidade para fins de cobrança;

Os campos "Tipo do Preço" e "Valor Importado" serão automaticamente preenchidos. O primeiro


apresenta o preço de fábrica ou o preço do consumidor, enquanto que o segundo, apresenta o valor
a ser cobrado quando realizado o procedimento em referência, de acordo com a tabela do
Brasíndice;

Clicar no botão < 1 - Voltar > para retornar à tela "Configuração do Brasíndice";

Salvar.

A importação dos dados deve ser feita utilizando-se um arquivo TXT, gerado a partir de um
programa chamado "ROLAND", o qual é disponibilizado para todos os assinantes da Revista
Brasíndice. Para a realização correta da importação, é necessário seguir os seguintes passos:

1. Importar os dados do Brasíndice;

2. Fazer o relacionamento da tabela Brasíndice com os procedimentos de faturamento;

3. Realizar a importação dos valores.

Essa importação deve ser efetuada individualmente, por grupo de itens: "Materiais",
"Medicamentos" e "Soluções". Para que haja atualização automática de preço, por meio de
importação de dados, os procedimentos devem ser cadastrados e relacionados aos produtos
(materiais, medicamentos e soluções) da tabela Brasíndice, e/ou das tabelas de Estoque,
SIMPRO e Ipasgo.

Impactos

Nesta tela abaixo, é possível visualizar os preços cadastrados, correspondentes à tabela do


Brasíndice.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Consultas / Brasíndice


No relatório abaixo, é possível solicitar a emissão de dados de produtos relacionados com o
Brasíndice para análise.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Configuração /


Relacionamento Produtos-Brasíndice/Simpro/Estoque

16 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Preços do estoque

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Preços de Estoque

Tipo de custo b ase de importação

Módulos

M_MEDPRO

Função da tela

Efetuar o relacionamento De-Para entre procedimentos de faturamento e os produtos registrados no


estoque, possibilitando a importação de preços do sistema de Almoxarifado para a tabela de preços
de procedimentos do sistema de Faturamento de Convênios e Particulares. A importação de preços
do estoque pode ser baseada no "Custo Médio" ou no "Último Custo" (valor da última entrada) do
produto.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Tabela de Faturamento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos
Materiais e Logística / Almoxarifado / Tabelas / Classificação dos Produtos / Produtos

Como usar

Selecionar o código da tabela de faturamento, para a qual serão importados os procedimentos de


convênios e os respectivos valores da tabela de produtos do Estoque. Sua descrição será
apresentada automaticamente;

Selecionar o código do procedimento a ser relacionado à tabela em referência. Sua descrição será
apresentada automaticamente;

Indicar o código do produto do estoque, associado ao procedimento em referência, cujo valor será
importado para a tabela de faturamento selecionada;

Escolher o tipo de custo, no qual será baseada a importação do preço, se:

Custo médio - corresponde à média dos preços cadastrados para o produto nos últimos 3
meses;
Último custo - valor registrado para o produto, por ocasião do último registro de entrada no
estoque. O percentual de acréscimo incidirá no tipo de custo informado para fins de cobrança
ao consumidor.
Informar o percentual de acréscimo que incidirá sobre o preço do produto cadastrado na tabela do
estoque, para fins de cobrança ao consumidor;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 17


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Informar o fator de divisão, quantidade que será aplicada ao preço unitário do produto no momento
da importação. Por exemplo, se for informada a quantidade 4, o valor importado do produto será
dividido por essa quantidade (4) para fins de cobrança. O recomendável é informar 1 como fator de
divisão, mas isso fica a critério;

Salvar;

Para atualização automática de preço por meio de importação de dados, os procedimentos devem
ser cadastrados e relacionados aos produtos (materiais, medicamentos e soluções) da tabela
Brasíndice e/ou das tabelas de Estoque, Simpro ou Ipasgo.

É importante observar o relacionamento existente entre os procedimentos e os produtos,


percentuais de acréscimo e fatores divisores para cobrança. Informado um percentual de
acréscimo, ao dar entrada na nota fiscal de compra de um produto, seu preço sofrerá um
acréscimo, conforme a configuração realizada.

Impactos

Na tela abaixo, é possível realizar a importação dos valores dos produtos relacionados aos
procedimentos de faturamento para a tabela de faturamento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Importações / Importação do


Estoque
O relatório abaixo lista os produtos e seus respectivos vínculos com procedimentos de faturamento,
quando houver.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Configuração /


Produtos Relacionados a Procedimentos

18 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Preços do Simpro

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Preços do Simpro

Relacionamento de preços

Módulos

M_SIMPRO

Função da tela

Efetuar o relacionamento De-Para dos procedimentos de faturamento com a tabela do Simpro. Com
esse relacionamento, é possível efetuar a importação dos preços dessa tabela para a cadastrada no
sistema de Faturamento de Convênios e Particulares.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Tabela de Faturamento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos
Movimentações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Importações / Importação SIMPRO /


Dados
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Importações / Importação SIMPRO /
Valores

Como usar

Selecionar o código da tabela de faturamento, para a qual os valores da tabela Simpro serão
importados para os procedimentos de convênio. Sua descrição será apresentada
automaticamente;

Selecionar o código do procedimento, cujo preço será definido pela tabela Simpro. Sua descrição
será apresentada automaticamente;

Selecionado o código do medicamento, o campo "Laboratório" será preenchido, automaticamente,


com a descrição do laboratório responsável por sua fabricação e o campo "Valor Unitário" com o
valor do medicamento, conforme registrado na tabela do Simpro;

Informar o percentual de acréscimo que incidirá sobre o preço do produto cadastrado na tabela
Simpro, para fins de cobrança ao consumidor;

Informar o fator de divisão que será aplicado ao preço unitário do produto no momento da
importação. Por exemplo, se for informada a quantidade 4, o valor importado do produto será
dividido por essa quantidade para fins de cobrança;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 19


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Definir o tipo de valor a ser cobrando na realização do procedimento, se:

Unitário - é utilizada quando o valor cobrado do medicamento corresponder a um determinado


fracionado, por exemplo, comprimido ou cápsula;
Conjunto - indica que o lançamento na conta do paciente será do valor total de fornecimento do
medicamento, por exemplo, caixa ou envelope.
Informar o código TUSS do procedimento;

Salvar.

Impactos

Este relatório lista os produtos relacionados com o Simpro.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Configuração /


Relacionamento Produtos-Brasíndice/Simpro/Estoque

20 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Preços do Ipasgo

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Preços do Ipasgo

Configurando preços

Módulos

M_IPASGO

Função da tela

Efetuar o relacionamento De-Para dos procedimentos de faturamento com a tabela do Ipasgo,


possibilitando a importação dos preços dessa tabela para a tabela de faturamento do sistema de
Faturamento de Convênios e Particulares.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos


Movimentações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Importações / Importação Ipasgo /


Dados

Como usar

Selecionar o código do procedimento para o qual será associado o medicamento e o respectivo


preço da tabela Ipasgo. Sua descrição será apresentada automaticamente;

Selecionar o medicamento, importado da tabela Ipasgo. Os campos "Desc. Medicamento" e


"Unid." serão preenchidos automaticamente, correspondente às informações importadas para esse
medicamento;

Informar o percentual de acréscimo que incidirá sobre o preço do medicamento em referência, para
fins de cobrança ao consumidor;

Informar o fator de divisão que será aplicado ao preço unitário do produto no momento da
importação. Por exemplo, se informada a quantidade 4, o valor importado do produto será dividido
por essa quantidade para fins de cobrança;

Salvar;

Para que haja atualização automática de preço por meio da importação de dados, os
procedimentos devem ser cadastrados e relacionados aos produtos (materiais, medicamentos e
soluções) da tabela Brasíndice, e/ou das tabelas de Estoque, SIMPRO e Ipasgo.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 21


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Impactos

A configuração "Preços do Ipasgo" tem o intuito de relacionar os dados do produto do Ipasgo com o
procedimento de faturamento correspondente, possibilitando a importação dos valores para a tabela
de faturamento indicada no processo.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Importações / Importação do


Ipasgo / Dados

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Importações / Importação do


Ipasgo / Valores

22 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Lançamento do estoque por grupo de faturamento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Lançamento do Estoque por


Grupo de Faturamento

Lançamentos do estoque

Módulos

M_CONFIG_G_F

Função da tela

Configurar os grupos de faturamento que receberão os lançamentos automáticos, provenientes do


estoque por meio da rotina de integração, de acordo com cada setor, espécie e classe. Essa
configuração é uma exceção ao grupo de faturamento configurado como padrão.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /


Grupos de Faturamento
Materiais e Logística / Almoxarifado / Tabelas / Gerais / Estoques
Serviços de Apoio / Global / Globais / Centro de Custo
Materiais e Logística / Almoxarifado / Tabelas / Classificação do Produtos / Classificação

Como usar

Selecionar o grupo de faturamento, para o qual serão efetuados os lançamentos automáticos de


produtos dispensados pelo sistema de Almoxarifado;

Selecionar o estoque, cujos produtos dispensados serão lançados automaticamente no grupo de


faturamento selecionado. Nesse caso, a configuração será específica para o estoque selecionado.
Caso esse campo não seja informado, serão considerados todos os estoques;

Selecionar o setor que ao dispensar produtos, esses serão lançados no grupo de faturamento
indicado;

Selecionar a espécie a que pertencem os produtos, os quais quando dispensados serão lançados
no grupo de faturamento indicado. A descrição da espécie é exibida na parte inferior da tela;

Selecionar a classe a que pertencem os produtos, os quais quando dispensados serão lançados
no grupo de faturamento indicado. A descrição da classe é exibida na parte inferior da tela. Nesse
campo somente poderá ser inserida uma classe que esteja cadastrada para a espécie em
referência;

Salvar.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 23


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Impactos

Ao confirmar a saída de um determinado produto, caso ele seja pertencente a um estoque, espécie ou
classe configurada ou a saída tenha sido efetuada por um setor configurado, o procedimento a ele
vinculado será lançado na conta do paciente. Esse lançamento será efetuado no grupo de faturamento
indicado para o estoque, setor, espécie e/ou classe do produto em questão.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /


Conta do Atendimento

24 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Lançamento de produtos do estoque

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Lançamento de Produtos do


Estoque

Relacionamento automático
Relacionamento manual

Módulos

M_CONF_PRO

Função da tela

Efetuar o relacionamento de produtos do estoque com procedimentos de faturamento, possibilitando


a integração do processo de movimentação de produtos para paciente do sistema de Almoxarifado
com o processo de cobrança/fatura do sistema de Faturamento de Convênios e Particulares.

Pré-requisitos

Tabelas

Materiais e Logística / Almoxarifado / Tabelas / Classificação dos Produtos / Produtos


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos
Materiais e Logística / Almoxarifado / Tabelas / Classificação do Produtos / Classificação

Como usar

O relacionamento de produtos do estoque com procedimentos de faturamento pode ser realizado de


duas maneiras: manualmente pelo usuário ou automaticamente, conforme descrito a seguir.

Relacionamento automático
Para habilitação do relacionamento automático, é necessário que no momento do cadastro da
classificação do produto, a subclasse seja relacionada a um grupo de procedimento;

Além disso, é necessário que o campo "Produto Convênio" esteja configurado como "Sim" para
que no momento do cadastro do estoque, as informações sejam importadas automaticamente para
o faturamento na aba "Parâmetros da Importação Automática e Caixas Cirúrgicas" da tela
Funcionamento;

Desse modo, ao cadastrar um novo produto, ele será automaticamente relacionado a um


procedimento de faturamento. Esse relacionamento será exibido na tela de lançamento de
produtos do estoque.

Relacionamento manual
O usuário pode relacionar qualquer item de estoque com um procedimento de faturamento
correspondente;

Para tanto, é necessário pesquisar os itens de estoque cadastrados, por meio de filtros inseridos

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 25


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

no bloco "Opções de Pesquisa";

O usuário tem a opção de pesquisar pela espécie, classe e subclasse do produto. A espécie é o
parâmetro mais abrangente, enquanto a subclasse é o parâmetro mais restrito;

Os campos "Classe" e "Subclasse" possuem uma validação para que somente sejam exibidos os
dados que estejam relacionados ao grupo imediatamente superior. Por exemplo, ao informar a
espécie "Material de Informática", no campo "Classe", somente serão exibidas as classes
vinculadas à espécie indicada. Além disso, a classe somente poderá ser informada se a espécie
também tiver sido. O mesmo é válido para a subclasse;

Após informar os parâmetros desejados, clicar no botão < Pesquisar >;

Serão exibidos todos os produtos, de acordo com os parâmetros informados, bem como os
possíveis relacionamentos que já existam;

Relacionar os devidos procedimentos aos produtos desejados e salvar.

Impactos

Feito esse relacionamento de produtos do estoque com procedimentos de faturamento, ao confirmar a


saída do produto do estoque, o lançamento será realizado automaticamente na conta do paciente,
caso não haja nenhuma outra configuração impeditiva.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
O relatório abaixo lista os produtos de estoque relacionados a procedimentos de faturamento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Configuração /


Produtos Relacionados a Procedimentos

26 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Lançamento de itens da prescrição

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Lançamento de Itens da


Prescrição

Módulos

M_CONF_PRESC

Função da tela

Realizar o relacionamento entre itens de prescrição e procedimentos de faturamento, possibilitando a


integração entre o processo de prescrição, do sistema de Gerenciamento de Unidades, com o
processo de cobrança, do sistema de Faturamento de Convênios e Particulares.

Pré-requisitos

Tabelas

Clínica e Assistencial / Gerenciamento de Unidades / Configuração / Tabelas / Itens para


Prescrever
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Como usar

Consultar os relacionamentos já existentes, por meio do código do procedimento ou do item da


prescrição. Esse relacionamento é feito no momento do cadastro do item da prescrição na tela
"Itens para Prescrever";

Também é possível realizar esse relacionamento manualmente. Para isso, é necessário indicar o
item de prescrição e o procedimento de faturamento a ser vinculado.

Impactos

Ao realizar a impressão de uma prescrição médica, os itens de prescrição que estiverem vinculados a
um procedimento de faturamento serão lançados na conta do paciente, se não houver nenhum
impeditivo para isso.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 27


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Procedimentos do atendimento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Procedimentos do


Atendimento

Cadastrando os procedimentos

Módulos

M_IMPORT_ATEND

Função da tela

Efetuar a configuração prévia dos procedimentos que serão lançados automaticamente nas contas
dos pacientes no momento do registro do atendimento, com suas respectivas quantidades, de acordo
com cada convênio, plano, tipo de atendimento, origem e unidade de internação.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Serviços de Apoio / Global / Globais / Origens
Atendimento / Internação / Tabelas / Leitos
Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação / Grupos de
Faturamento
Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Como usar

Selecionar o convênio e o plano, que quando utilizados em algum atendimento, os procedimentos


configurados nessa tela, devam ser lançados automaticamente na conta do paciente;

Determinar o tipo de atendimento, que quando efetuado, os procedimentos configurados nessa


tela, devam ser lançados automaticamente na conta do paciente. O usuário pode escolher uma
das seguintes opções: "Todos", "Internação", "Ambulatório", "Externo", "Urgência/Emergência" ou
"Home Care";

Indicar a origem do atendimento, que quando utilizada, deverá efetuar os lançamentos automáticos
dos procedimentos configurados nessa tela, na conta do paciente;

Selecionar a unidade de internação, que quando utilizada no atendimento do paciente, deva efetuar
os lançamentos automáticos dos procedimentos configurados nessa tela.

Bloco "Procedimentos"
Selecionar o grupo de faturamento, cujos procedimentos serão lançados na conta do paciente,
caso seja efetuado um atendimento com as informações configuradas nessa tela;

28 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Indicar o procedimento que deverá ser lançado na conta do paciente, caso seja efetuado um
atendimento com as informações configuradas nessa tela;

Informar a quantidade a ser lançada na conta do paciente, correspondente ao procedimento em


referência;

Salvar.

Impactos

Nas telas de conta hospitalar e conta ambulatorial, os procedimentos de cobrança registrados na


configuração "Procedimento do Atendimento", serão lançados automaticamente, no momento em que
salvar o atendimento do paciente.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 29


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Kit por convênio e plano

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Kit por Convênio e Plano

Módulos

M_CONF_CON_PLA_KIT

Função da tela

Estabelecer uma regra, por convênios e planos, para definir a forma de lançamento dos procedimentos
dos kits do estoque na conta do paciente. A forma de lançamento pode ser "Aberto" (procedimentos
relacionados ao kit), "Fechado" (procedimentos relacionados ao produto kit) ou "Não Lança".

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Materiais e Logística / Almoxarifado / Tabelas / Kits

Como usar

Selecionar o convênio para o qual será associado um kit do estoque a ser lançado na conta do
paciente;

Selecionar o plano de convênio para o qual será associado um kit do estoque a ser lançado na
conta do paciente. Caso o plano não seja informado, será considerado todos os planos do
convênio em referência;

Selecionar o kit do estoque a ser associado ao convênio/plano em referência, cujos procedimentos


serão lançados na conta do paciente;

Indicar a forma de lançamento do kit na conta do paciente, dentre as opções:

"Aberto" - o usuário indica que serão lançados na conta do paciente todos os procedimentos
que compõem o kit;
"Fechado" - o usuário indica que será lançado na conta do paciente somente o procedimento
relacionado ao kit no momento do seu cadastro.
Indicar se itens pertencentes a pacotes deverão ser lançados na conta do paciente ou não;

Salvar.

Impactos

Nas telas de conta hospitalar e conta ambulatorial, a regra de kit interfere na forma de como os
procedimentos serão lançados automaticamente, de acordo com o lançamento do estoque.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /

30 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Conta do Atendimento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /


Conta do Atendimento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 31


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Procedimentos de fatura direta com o convênio

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configuração / Procedimentos de Fatura


Direta com o Convênio

Módulos

M_PROC_FAT_DIRETA

Função da tela

Determinar os procedimentos que serão faturados diretamente entre convênio e fornecedor. O


convênio selecionado efetuará o pagamento diretamente ao fornecedor, referente aos itens vinculados
para faturamento direto.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Como usar

Selecionar o convênio ao qual os procedimentos de fatura direta serão vinculados;

Determinar um ou mais procedimentos que serão faturados diretamente entre o fornecedor e o


convênio em referência;

Salvar.

Impactos

Ao realizar a autorização de guias, caso o convênio possua procedimentos configurados como de


fatura direta, o campo "Fatura Direta" apresenta-se marcado.

Faturamento / Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Guias


A regra de valores relacionados pode ser marcada como "Faturamento Direto". Dessa forma, o item
relacionado só será lançado na conta do paciente, se o procedimento principal trata-se de um item de
faturamento direto.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Regras / Botão < Valores Relacionados >

32 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Geração de diárias automáticas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Diárias


Automáticas

Configuração do JOB
Visualizando as importações realizadas

Módulos

O_DIARIA_AUTOMATICA

Função da tela

Programar os horários, dia a dia, para execução do JOB que lança as diárias (procedimento de
cobrança) automaticamente nas contas hospitalares dos pacientes, de acordo com o tipo de
acomodação, leito ocupado e com o registro de procedimentos por acomodação, configurado no
"Cadastro de Convênios". Somente o usuário administrador DBAMV poderá parametrizar esta rotina.

Pré-requisitos

Movimentações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento

Como usar

Caso já exista um JOB criado, será apresentada na tela a data e a hora da última execução.

Configuração do JOB
Para uma nova configuração:

Informar a data e a hora para a próxima execução do JOB;

Selecionar a opção correspondente ao status da configuração do JOB, se:

Ativo - o JOB será executado na data e na hora programadas;


Inativo - o JOB não será executado.
Clicar no botão < Salvar > para salvar a configuração;

Clicar no botão < Executar Agora > para processar o JOB imediatamente, independente da hora
pré-estabelecida;

Ao executar o JOB, o campo "Resultado do Cálculo" será apresentado, automaticamente,


preenchido com a informação do resultado da geração. Ocorrendo falhas na execução do JOB,
será apresentado o número de ocorrências no campo "Falhas Consec.".

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 33


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Importações realizadas

Nesse bloco serão exibidas as informações descritas a seguir:

O código do atendimento em que foram lançadas as diárias automaticamente, para fins de


cobrança;

O código da conta, vinculada ao atendimento em questão, na qual foram lançadas


automaticamente as diárias;

O código e descrição do procedimento de diária lançado na conta em referência, para fins de


cobrança;

A data de execução do JOB que lançou a diária na conta selecionada.

Impactos

Serão lançados os procedimentos de diária na contas hospitalares dos pacientes, de acordo com as
configurações estabelecidas para execução do JOB.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento

34 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Geração de fatura em meio magnético


Envio
Apresentações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração da Fatura em Meio


Magnético / Envio / Apresentações

Código da apresentação para o meio magnético

Módulos

M_APR_CONTA_MEIO_MAG

Função da tela

Efetuar o cadastro e a configuração das apresentações em meio magnético. A apresentação é um


padrão de geração ou retorno de comunicação, por meio magnético, entre o hospital e o convênio.

Pré-requisitos

Tabelas

Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /


Empresas
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Operadoras

Como usar

Criação de apresentações
Informar a descrição para a apresentação a ser utilizada no processo de geração do meio
magnético;

Informar a descrição da função (programa de geração do meio magnético fornecido pela MV) a ser
vinculada à apresentação em questão;

Determinar se o lote será gravado no nome do arquivo a ser enviado ao convênio.

Bloco "Convênios"
Selecionar a empresa que utilizará a respectiva apresentação/função no processo de geração do
meio magnético;

Selecionar o convênio que utilizará a respectiva apresentação/função no processo de geração do


meio magnético. Um determinado convênio só pode ser configurado para uma única apresentação;

Informar, se existir, o código de credenciamento do hospital junto à operadora;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 35


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Informar o código do convênio referente ao cadastro unificado, o qual trata-se de uma identificação
específica de algumas operadoras, fora o credenciamento. É um complemento de identificação.
Campo de preenchimento não obrigatório;

Informar o código da operadora, se existir;

Informar, se necessário, o sequencial de identificação de uma determinada remessa, mediante sua


geração no meio magnético. Esse campo será atualizado automaticamente, no entanto, é possível
fazer ajuste no valor, se necessário;

Informar o sequencial de identificação de um lote de contas de uma remessa na geração do meio


magnético. Esse campo será atualizado automaticamente, de acordo com a quantidade
determinada de contas de uma remessa a receber e pode realizar ajustes no valor, se necessário;

Caso deseje, o usuário pode indicar de qual empresa o número do lote deverá ser recuperado;

Caso deseje, o usuário pode indicar de qual convênio o número do lote deverá ser recuperado.
Esse campo só poderá ser preenchido, se o anterior correspondente à empresa tiver sido;

Salvar.

Exemplo para recuperar o número do lote:


O usuário configura os dados para um determinado convênio e empresa. Caso deseje recuperar o
mesmo lote para outra empresa e mesmo convênio, insere os mesmos dados, mudando apenas a
empresa, deixando o campo "Ult. Seq. Lote" sem informação e registrando os códigos da
empresa e do convênio que se deseja realizar a cópia. Ao salvar a operação, no campo "Ult. Seq.
Lote", será apresentada a mesma numeração correspondente à da empresa da qual se realizou a
cópia.

Impactos

De acordo com as apresentações/funções cadastradas, a geração e validação do arquivo magnético


serão realizadas por meio das telas abaixo. Cada tela validará sua função específica.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / Geral / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / Geral / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / IPERGS

36 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Tipos de acomodação

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração da Fatura em Meio


Magnético / Envio / Tipos de Acomodação

Módulos

M_TIP_ACO_MEIO_MAG

Função da tela

Cadastrar o De-Para do tipo de acomodação para geração do arquivo magnético. Por meio desse
cadastro, é possível atribuir um novo código para o tipo de acomodação para ser apresentado ao gerar
o arquivo magnético, de acordo com a apresentação vinculada.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Geração de Fatura em Meio


Magnético / Envio / Apresentações
Tabelas

Atendimento / Internação / Tabelas / Tipo de Acomodação

Como usar

Selecionar a apresentação que no momento da geração utilizará um novo código para o tipo de
acomodação a ser escolhido;

Selecionar o tipo de acomodação que terá o seu código modificado, quando for efetuada a geração
de arquivo magnético da apresentação vinculada;

Informar o novo código a ser atribuído ao tipo de acomodação, de acordo com a tabela de domínios
da ANS, o qual será utilizado na geração do arquivo magnético;

Salvar.

Impactos

Ao realizar a geração do arquivo magnético, caso haja configuração de tipo de acomodação para a
apresentação gerada, o código do tipo da acomodação será alterado automaticamente pelo código
configurado na guia TISS e no arquivo XML.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / Geral / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / Geral / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Validação

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 37


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faturamento / de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético / Envio /


UNIMEDs / Geração

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / IPERGS

38 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Atividades médicas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração da Fatura em Meio


Magnético / Envio / Atividades Médicas

Módulos

M_ATI_MED_MEIO_MAG

Função da tela

Cadastrar o De-Para da atividade médica para geração do arquivo magnético. Por meio desse
cadastro, será possível atribuir um novo código para a atividade médica no momento da geração do
arquivo magnético, de acordo com a apresentação.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura


em Meio Magnético / Envio / Apresentações
Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Atividades


Médicas

Como usar

Selecionar a apresentação que no momento da geração utilizará um novo código para a atividade
médica a ser escolhida;

Selecionar a atividade médica que terá o seu código modificado, quando efetuada a geração do
arquivo magnético da apresentação vinculada;

Informar o novo código a ser atribuído à atividade médica, de acordo com a tabela de domínios da
ANS, o qual será utilizado na geração do arquivo magnético;

Salvar.

Impactos

Ao realizar a geração do arquivo magnético, caso haja configuração de atividade médica para a
apresentação em questão, o código da atividade médica será alterado pelo código configurado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / Geral / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / Geral / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Validação

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 39


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / UNIMEDs / Geração

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / IPERGS

40 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Tipos de internação

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração da Fatura em Meio


Magnético / Envio / Tipos de Internação

Módulos

M_TIP_INT_MEIO_MAG

Função da tela

Cadastrar o De-Para do tipo de internação para geração do arquivo magnético. Por meio desse
cadastro, é possível atribuir um novo código para o tipo de internação no momento da geração do
arquivo magnético, de acordo com a apresentação vinculada.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura


em Meio Magnético / Envio / Apresentações
Tabelas

Atendimento / Internação / Tabelas / Tipo de Internação

Como usar

Selecionar a apresentação que no momento da geração utilizará um novo código para o tipo de
internação a ser escolhido;

Selecionar o tipo de internação que terá o seu código modificado, quando for efetuada a geração do
arquivo magnético da apresentação selecionada;

Informar o novo código a ser atribuído ao tipo de internação, de acordo com a tabela de domínios
da ANS, o qual será utilizado na geração do arquivo magnético;

Salvar.

Impactos

Ao realizar a geração do arquivo magnético, caso haja configuração de tipo de internação para a
apresentação gerada, o código do tipo de internação é modificado pelo código configurado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / Geral / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / Geral / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 41


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Envio / UNIMEDs / Geração

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / IPERGS

42 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Tipos de procedimento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração da Fatura em Meio


Magnético / Envio / Tipos de Procedimento

Módulos

M_TP_PRO_FAT_MEIO_MAG

Função da tela

Cadastrar o De-Para do procedimento para geração do arquivo magnético. Por meio desse cadastro,
será possível atribuir um novo código para o procedimento no momento da geração do arquivo
magnético, de acordo com a apresentação.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura


em Meio Magnético / Envio / Apresentações
Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Como usar

Selecionar a apresentação que no momento da geração utilizará um novo código para o


procedimento a ser escolhido;

Selecionar o procedimento que terá o seu código modificado, quando for efetuada a geração do
arquivo magnético da apresentação selecionada;

Informar o tipo de unidade para geração do meio magnético;

Informar o tipo de unidade para geração do meio magnético;

Informar o novo código a ser atribuído ao procedimento, o qual será utilizado na geração do arquivo
magnético;

Salvar.

Impactos

Ao realizar a geração do arquivo magnético, caso haja configuração de tipo de procedimento para a
apresentação gerada, o código do procedimento será alterado pelo código configurado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / Geral / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / Geral / Geração

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 43


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / UNIMEDs / Validação

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / UNIMEDs / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / IPERGS

44 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Tipos de setor

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração da Fatura em Meio


Magnético / Envio / Tipos de Setor

Módulos

M_TIP_SETOR_MEIO_MAG

Função da tela

Cadastrar o De-Para do tipo de setor para geração do arquivo magnético. Por meio desse cadastro, é
possível atribuir um novo código para o tipo de setor no momento da geração do arquivo magnético, de
acordo com a apresentação.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura


em Meio Magnético / Envio / Apresentações
Tabelas

Serviços de Apoio / Global / Globais / Centro de Custo

Como usar

Selecionar a apresentação que no momento da geração utilizará um novo código para o setor a ser
escolhido;

Selecionar o setor que terá o seu código modificado, quando for efetuada uma geração de arquivo
magnético da apresentação selecionada;

Informar o novo código a ser atribuído ao setor, o qual será utilizado na geração do arquivo
magnético;

Salvar.

Impactos

Ao realizar a geração do arquivo magnético, caso haja configuração de tipo de setor para a
apresentação gerada, o código do procedimento é modificado pelo código configurado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / Geral / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / Geral / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 45


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Envio / UNIMEDs / Geração

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / IPERGS

46 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Motivos de alta

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração da Fatura em Meio


Magnético / Envio / Motivos de Alta

Módulos

M_MOT_ALT_MEIO_MAG

Função da tela

Cadastrar o De-Para do motivo de alta para geração do arquivo magnético. Por meio desse cadastro,
é possível atribuir um novo código para o motivo de alta no momento da geração do arquivo magnético,
de acordo com a apresentação, exceto para a apresentação TISS, que utiliza outra configuração,
referente ao motivo de alta.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura


em Meio Magnético / Envio / Apresentações
Tabelas

Atendimento / Internação / Tabelas / Motivos de Alta

Como usar

Selecionar a apresentação que no momento da geração utilizará um novo código para o motivo
escolhido escolhido;

Selecionar o motivo de alta que terá o seu código modificado, quando for efetuada a geração do
arquivo magnético da apresentação selecionada;

Informar o novo código a ser atribuído ao motivo de alta, de acordo com a tabela de domínios da
ANS, o qual será utilizado na geração do arquivo magnético;

Salvar.

Impactos

Ao realizar a geração do arquivo magnético, caso haja configuração de motivo de alta para a
apresentação gerada, o código do procedimento será modificado pelo código configurado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / Geral / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / Geral / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Validação

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 47


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / UNIMEDs / Geração

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / IPERGS

48 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Especialidades

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração da Fatura em Meio


Magnético / Envio / Especialidades

Módulos

M_ESPECIALIDADE_MEIO_MAG

Função da tela

Cadastrar o De-Para das especialidades para geração do meio magnético. Esse cadastro, por
apresentação, permite atribuir um novo código à especialidade para ser utilizada na geração do
arquivo magnético.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura


em Meio Magnético / Envio / Apresentações
Tabelas

Serviços de apoio / Diretoria Clínica / Tabelas / Especialidades

Como usar

Selecionar a apresentação, para a qual será utilizado o novo código para a especialidade a ser
escolhida;

Selecionar a especialidade que terá o seu código modificado, quando for efetuada a geração do
arquivo magnético da apresentação selecionada;

Informar o novo código a ser atribuído à especialidade, de acordo com a tabela de domínios da
ANS, o qual será utilizado na geração do arquivo magnético;

Salvar.

Impactos

O meio magnético é um arquivo gerado para envio ao convênio, contendo informações de remessas
fechadas para fins de faturamento. Esse processo pode ser executado nos seguintes locais:

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / Geral / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / Geral / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 49


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Envio / UNIMEDs / Geração

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / IPERGS

50 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Serviços

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração da Fatura em Meio


Magnético / Envio / Serviços

Módulos

M_SERVICO_MEIO_MAG

Função da tela

Cadastrar o De-Para de serviços para geração do meio magnético. Esse cadastro, por apresentação,
permite atribuir um novo código aos serviços para ser utilizados na geração do arquivo magnético.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura


em Meio Magnético / Envio / Apresentações
Tabelas

Atendimento / Internação / Tabelas / Serviços Prestados

Como usar

Selecionar a apresentação, para a qual será utilizado o novo código para o serviços selecionado;

Selecionar o "Serviço" que terá o seu código modificado, quando for efetuada a geração do arquivo
magnético da apresentação vinculada;

Informar o novo código a ser atribuído ao serviço para utilização na geração do meio magnético;

Salvar.

Impactos

O meio magnético é um arquivo gerado para envio ao convênio, contendo informações de remessas
fechadas para fins de faturamento. Esse processo pode ser executado nos seguintes locais:

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / Geral / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / Geral / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 51


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Envio / IPERGS

52 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Ficha obstétrica

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração da Fatura em Meio


Magnético / Envio / Ficha Obstétrica

Módulos

M_FICHA_OBSTETRICA_MEIO_MAG

Função da tela

Preencher as informações obstétricas necessárias para a geração do meio magnético. Essa tela só
deverá ser utilizada, quando a funcionalidade "Ficha Obstétrica" no sistema do Centro Cirúrgico e
Obstetrício não for utilizada e o padrão de geração necessite desses dados.

Pré-requisitos

Movimentações

Atendimento / Internação / Atendimento / Internação


Atendimento / Urgência e Emergência / Atendimento / Atendimento
Atendimento / Ambulatório / Atendimentos / Não Agendados
Diagnóstico e Terapia / Laboratório de Análises Clínicas / Atendimento / Atendimento Externo
Diagnóstico e Terapia / Diagnóstico por Imagem / Atendimentos / Atendimento Externo
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Manutenção de
Remessa
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /
Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento

Como usar

Selecionar a remessa, cujo atendimento inserido receberá as informações obstétricas para


geração do meio magnético;

Selecionar o atendimento que receberá as informações obstétricas para geração do meio


magnético;

Selecionar a conta do atendimento, a qual será enviada ao convênio, por meio magnético, na
remessa especificada;

Indicar o tipo de parto, qual seja: "Normal" ou "Cesária";

Indicar informações sobre o recém-nascido, podendo ser: "Vivo Prematuro", "Vivo a Termo",
"Morto", "Gestação continua após internação" ou "Abortamento";

Indicar informações sobre a gravidez, qual seja: "Aborto", "Transtornos", "Complicação Puerpério"

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 53


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

ou "Óbito Materno";

Salvar.

Impactos

O meio magnético é um arquivo gerado para envio ao convênio, contendo informações de remessas
fechadas. O processo de geração do arquivo contendo informações de fichas obstetrícias, pode ser
realizado nas telas a seguir.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / Geral / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / Geral / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / IPERGS

54 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faixa de notas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração da Fatura em Meio


Magnético / Envio / Faixa de Notas

Módulos

M_FAIXA_NOTA_IPE

Função da tela

Configurar as faixas numéricas para notas que são enviadas pelo convênio para desmembramento da
remessa. Trata-se de um intervalo numérico dado pelo convênio por "Tipo de Nota" atribuído a uma
parte da remessa para geração do meio magnético. Isso não tem relacionamento nenhum com notas
fiscais.

A faixa de nota será utilizada apenas por alguns convênios que realizem o processo de geração
de meio magnético do tipo IPERGS (Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Sul).

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração da Fatura


em Meio Magnético / Envio / Apresentações

Como usar

Selecionar o código da apresentação, para a qual será utilizada a faixa de nota no processo de
geração de Meio Magnético;

Indicar o tipo de nota, dentre as opções:

35 - atendimento complementar (corresponde aos atendimentos externos);


55 - pronto atendimento (corresponde aos atendimentos de urgência);
75 - hospitalar (corresponde aos atendimentos de internação);
85 - ambulatorial (corresponde aos atendimentos ambulatoriais);
1.Fase;
2.Fase.
Informar o valor inicial da faixa numérica a ser utilizada para atribuir um valor numérico sequencial a
uma parte da remessa;

Informar o valor final da faixa numérica a ser utilizada para atribuir um valor numérico sequencial a
uma parte da remessa;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 55


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Salvar.

Impactos

O meio magnético é um arquivo gerado para envio ao convênio, contendo informações de remessas
fechadas. A "Faixa de Notas" é utilizada no processo de geração do tipo IPERGS.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / IPERGS

56 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Agrupamento de procedimentos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura em Meio


Magnético / Envio / Agrupamento de Procedimentos

Módulos

M_PROC_AGRUP_MEIO_MAG

Função da tela

Configurar, por apresentação, o agrupamento dos itens de uma remessa na geração do meio
magnético, de acordo com a regra, que pode ser por: "Tipo de Grupo de Procedimento", "Grupo de
Procedimento", "Procedimento" ou "Setor". Esse agrupamento de itens na remessa gerada pelo meio
magnético, também pode ser configurado por "Data/Dia" de lançamento do item ou por "Conta de
Faturamento".

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura


em Meio Magnético / Envio / Apresentações
Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de


Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos
Serviços de Apoio / Global / Globais / Centro de Custo

Como usar

Selecionar a apresentação, para a qual será utilizada a configuração de agrupamento de


procedimento no processo de geração do meio magnético;

Indicar o tipo de grupo de procedimento, o grupo de procedimento ou apenas o procedimento, para


o qual se deseja agrupar os itens de faturamento na geração do meio magnético. Só é permitido
configurar uma dessas opções;

Informar um convênio específico, se desejar, no caso de uma apresentação geral, como a do TISS
por exemplo;

Selecionar o setor, para o qual se deseja agrupar os itens de faturamento na geração do meio
magnético;

Informar o código do agrupamento, para o convênio e demais dados filtrados nessa configuração, o
qual será apresentado no meio magnético;

Informar a descrição do agrupamento, para ser apresentada no meio magnético, de acordo com
demais dados filtrados;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 57


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Indicar se o agrupamento será apresentado por "Data/Dia" ou "Conta" no meio magnético;

Indicar se ao realizar o agrupamento, a quantidade dos itens será somada ou se deverá ser igual a
1;

Definir o tipo de atendimento para o qual deverá ser aplicada essa configuração;

Salvar.

Impactos

O meio magnético é um arquivo gerado para envio ao convênio, contendo informações de remessas
fechadas.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / Geral / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / Geral / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / IPERGS

58 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Prestador

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura em Meio


Magnético / Envio / Prestador

Módulos

M_PREST_CART_MEIO_MAG

Função da tela

Efetuar o relacionamento De-Para entre os prestadores lançados na conta do paciente e os


prestadores que constarão no arquivo magnético gerado para envio ao convênio.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura


em Meio Magnético / Envio / Apresentações

Como usar

Selecionar a apresentação, para a qual será utilizada a configuração de prestador no processo de


geração do meio magnético;

Informar o prestador de entrada, ou seja, o prestador a ser lançado na conta do paciente. Essa
informação deverá ser inserida manualmente, direto no campo. Após salva a operação, essa
informação aparecerá na lista de opções do campo;

Indicar o prestador de saída, ou seja, aquele que no momento da geração do arquivo para envio ao
convênio, será apresentado, substituindo o prestador de entrada vinculado. Essa informação deverá
ser inserida manualmente, direto no campo. Após salva a operação, essa informação aparecerá na
lista de opções do campo.

Impactos

O XML apresentará os prestadores das contas, de acordo com o cadastro do "De-Para"


correspondente.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 59


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Credenciamento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura em Meio


Magnético / Envio / Credenciamento

Módulos

M_TP_CREDENCIADO_MEIOMAG

Função da tela

Definir os códigos do hospital para o De-Para, de acordo com o agrupamento da conta na remessa,
para geração do arquivo em meio magnético em extensão .TXT para o convênio IPERGS.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura


em Meio Magnético / Envio / Apresentações
Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Agrupamento

Como usar

Determinar o código da apresentação, para a qual será utilizada a configuração de credenciamento


no processo de geração do meio magnético;

Selecionar o agrupamento para aplicação do De-Para no processo de geração do meio magnético;

Indicar o código do hospital para o convênio correspondente ao agrupamento informado;

Inserir o código unificado, ou seja, o código que será conhecido tanto pelo convênio quanto pelo
hospital;

Salvar.

Impactos

No momento da geração do arquivo .TXT para envio ao convênio, será validado o De-Para cadastrado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Envio / IPERGS

60 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Retorno
Apresentações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura em Meio


Magnético / Retorno / Apresentações

Módulos

M_APR_RETORNO_MEIO_MAG

Função da tela

Efetuar o cadastro e a configuração da apresentação de remessas em meio magnético. Essa


apresentação consiste num padrão de geração ou retorno de comunicação, que ocorre entre o
hospital e o convênio. O meio magnético é um arquivo gerado, o qual contém informações referentes a
uma remessa fechada e é enviado pelo hospital ao convênio, por meio de um disquete ou via web.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Faturamento / Auditoria e Controle de Recursos de Glosas / Tabelas / Gerais / Motivo de Glosa
Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta. Receber, Bancos) / Tabelas / Contas
Correntes

Como usar

Apresentação
Informar a descrição da apresentação de retorno do meio magnético;

Informar a função, ou seja, o programa de retorno do meio magnético fornecido pela MV.

Convênios
Selecionar o convênio que utilizará a função para retorno do meio magnético;

Informar a descrição do contas a receber, gerado no momento do retorno do meio magnético, que
refletirá na movimentação quando ocorrer a baixa no financeiro;

Informar o código numérico a ser concatenado com o número da remessa para identificação do
contas a receber, gerado no momento do retorno do meio magnético;

Selecionar o motivo de glosa padrão a ser utilizado para identificação das glosas que não tiveram
seus motivos informados nos arquivos de retorno;

Selecionar a conta corrente a ser utilizada no contas a receber, gerado no momento do retorno do
meio magnético;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 61


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Determinar o tipo de retorno, podendo ser: "Glosa", "Recurso" ou "Ambos";

Indicar se a glosa deverá ser importada ou não;

Salvar.

Impactos

As operadoras de convênios geram um arquivo com informações referentes aos pagamentos das
remessas, incluindo as glosas, e envia ao hospital para ser importado pelo sistema. Esse processo
pode ser efetuado na tela abaixo:

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Monitoração de


Faturamento - TISS / Botão < Import. Pagtos. >

62 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Motivos de glosa

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração da Fatura em Meio


Magnético / Retorno / Motivos de Glosa

Módulos

M_MOT_GLOSA_MEIO_MAG

Função da tela

Cadastrar o De-Para do motivo de glosa para o retorno do meio magnético. Esse cadastro, por
apresentação, permite atribuir um novo código ao motivo de glosa para ser utilizado no retorno do
arquivo magnético.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura


em Meio Magnético / Retorno / Apresentações
Tabelas

Faturamento / Auditoria e Controle de Recursos de Glosas / Tabelas / Gerais / Motivo de Glosa

Como usar

Selecionar o código da apresentação, na qual será utilizado o novo código para a motivos de glosa;

Informar o novo código a ser atribuído ao motivo de glosa para utilização no retorno do meio
magnético;

Selecionar o motivo de glosa do convênio cadastrado;

Salvar.

Impactos

As operadoras de convênios geram um arquivo com informações referentes aos pagamentos das
remessas, incluindo as glosas, e envia ao hospital para ser importado pelo sistema. Esse processo
pode ser efetuado na tela abaixo:

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Monitoração de


Faturamento - TISS / Botão < Import. Pagtos. >

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 63


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Parâmetros

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Parâmetros

Lançamentos automáticos
Consumo não lançado
Alta de fechamento da conta

Módulos

M_CONFIGURA

Função da tela

Efetuar as configurações gerais de funcionamento do sistema de Faturamento de Convênios e


Particulares, referentes às regras de operacionalização.

Pré-requisitos

Tabelas

Serviços de Apoio / Diretoria Clínica / Tabelas / Prestadores


Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas / Tipos de
Documento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Atividades
Médicas
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos
Serviços de Apoio / Global / Globais / Centro de Custo

Como usar

Aba "Configurações"
Selecionar o prestador para o qual será repassado os valores referentes ao faturamento de sangue
e derivados, quando efetuado o registro ou a confirmação de uma cirurgia;

Selecionar o tipo de documento financeiro utilizado para registro de contas a receber de paciente,
geradas no faturamento e referentes aos serviços a ele prestados. A conta a receber de paciente é
registrada na tela de "Lançamento de Conta Hospitalar", por meio do botão < Recebe Conta > ou
na tela de "Lançamento de Conta Ambulatorial", por meio do botão < Recebe >;

Selecionar o tipo de documento financeiro utilizado para registro de contas a receber para
convênios;

Indicar se o prestador do atendimento será atualizado quando houver alteração dessa informação
na conta do paciente. Ao escolher a opção "Sim", ao alterar o prestador na conta do paciente,
automaticamente, essa informação sem seu atendimento será também alterada. Sendo escolhida
a opção "Não", somente o prestador da conta será modificado;

64 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

O campo "Especialidade" só será habilitado se o campo prestador também for "Sim". Dessa
forma, o usuário poderá definir se, ao modificar a especialidade do atendimento, essa informação
também deverá ser alterada na conta do paciente ou não;

Indicar se deverá ser exibido o valor original da conta do paciente nas telas de lançamentos de
faturamento, quando utilizado o processo de auditoria de convênio. Selecionando a opção "Sim",
será habilitada a auditoria de convênio, alterando a tela de conta hospitalar para exibir as colunas
"Vl. Fat." e "Total Conta". Selecionada a opção "Não", será exibida apenas a coluna "Total Conta";

Definir se será permitido auditar as contas hospitalares e ambulatoriais para um valor maior no
processo de auditoria de convênio. Selecionada a opção "Sim", será permitido informar um valor
maior para a liberação da fatura. Selecionada a opção "Não", ao alterar a quantidade realizada do
procedimento ou o seu valor unitário para maior, no sistema de Auditoria e Controle de Recursos
de Glosas, será exibida uma mensagem na tela, impedindo a operação;

Definir se os procedimentos deverão ser desagrupados na auditoria hospitalar ou não. Quando


existir mais de um lançamento na conta hospitalar do paciente de um mesmo procedimento, definir
como ele deverá ser apresentado na tela de auditoria de conta hospitalar, se em uma linha
totalizando sua quantidade de laçamento ou uma linha para cada lançamento do item;

Indicar se o preenchimento do campo "Observação" na auditoria de conta hospitalar deverá ser


obrigatório;

Indicar se o processo de auditoria operacional na conta hospitalar ou ambulatorial do paciente


poderá ou não ser utilizado. Se habilitado, conforme a conta do paciente esteja aberta, o usuário
poderá clicar no botão < Auditar > e proceder a auditoria no item selecionado;

Indicar se a tabela de preços dos procedimentos será liberada automaticamente. Selecionada a


opção "Sim", os preços serão atualizados automaticamente nas tabelas de faturamento.
Selecionada a opção "Não", é necessário que haja a liberação de preços manualmente, por meio
da tela" Ativação e Desativação de Valores";

Selecionar o código padrão para a atividade médica clínica correspondente a lançamentos


automáticos nas contas dos pacientes, provenientes de integrações do faturamento, oriundos dos
processos de Urgência e Emergência, Ambulatório, etc;

Selecionar o convênio e o plano, para os quais serão criadas as contas extras, que consistem em
contas criadas automaticamente, quando algum procedimento lançado para o paciente não é
coberto pelo seu convênio/plano. Quando ocorrerem situações como essa, será criada uma conta
particular automaticamente, para que o pagamento seja efetuado pelo paciente ou seu responsável
com aplicação da regra de faturamento correspondente ao convênio/plano aqui definido;

Indicar se serão habilitados nas telas de lançamentos, apenas os procedimentos que tiverem
valores cadastrados. Selecionada a opção "Sim", nas contas dos pacientes só serão habilitados
apenas os procedimentos valorizados, correspondentes à regra utilizada na respectiva conta.
Escolhendo a opção "Não", serão habilitados todos os procedimentos e, quando selecionado
algum que não possua valor cadastrado, será apresentada mensagem informativa ao usuário;

Indicar o tipo de impressão de faturas emitidas pelas telas de conta hospitalar e conta
ambulatorial, se: "Padrão" (impressão local) ou "Gerenciador" (impressão em outra máquina
controlada pelo sistema);

Informar se é permitido que um prestador apresente-se duplicado na mesma equipe médica

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 65


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

lançada na conta do paciente;

Definir se deverá ter uma quebra de página nas faturas emitidas por meio das contas hospitalares e
ambulatoriais após a impressão do resumo da fatura;

Indicar se o sistema será integrado com o R11 (sistema ERP da Oracle Aplications). Escolhendo a
opção "Sim", será possível importar arquivos em extensão .TXT, contendo dados registrados nesse
sistema;

Informar se deverão ser impressos os lançamentos de prestadores credenciados no relatório de


fatura emitido por meio da conta do paciente;

Indicar se deverá ser impresso o termo "Particular" na tela de lançamentos;

Indicar se a nota fiscal deverá ser impressa detalhada. Escolhendo a opção "Sim", a nota será
emitida por procedimento. Caso seja selecionada a opção "Não", a impressão será por grupo de
faturamento. É válido ressaltar que essa segunda configuração, somente é utilizada em alguns
modelos específicos de nota fiscal;

Indicar se será ou não permitido a reimpressão de notas fiscais;

Indicar se para o produto consignado deverá ser considerado apenas o valor da entrada da nota
fiscal. Caso o usuário indique a opção "Sim", será considerado exatamente o último valor da
entrada da nota fiscal no estoque, aplicando percentuais de consignação, se houver. Caso
selecione-se a opção "Não", será considerado o valor da última entrada de reposição ou de nota
fiscal de produto consignado no estoque, aplicando percentuais de consignação, se houver;

Indicar se será aplicada a regra de convênios para produtos consignados. Escolhendo a opção
"Sim", é necessário que o grupo de procedimento ao qual o procedimento encontre-se relacionado,
esteja vinculado a uma regra de convênio. Serão aplicadas as regras de negócio sobre o valor do
produto, considerando como base, o preço do estoque mais o percentual de consignação, se
houver;

Indicar se a conta deverá ser fechada após a impressão do relatório de fatura;

Indicar se será permitido realizar a geração de lançamento de extrato. Caso seja escolhida a
opção "Sim", a nota fiscal será detalhada no momento da entrega da remessa. Ela deverá ser
impressa e enviada ao convênio como espelho da conta. O convênio, por sua vez, fará uma análise
e informará ao hospital quanto será pago. A partir daí, será possível gerar notas fiscais avulsas
com os valores atualizados;

Indicar se o procedimento relacionado será calculado de acordo com o procedimento pai.

Aba "Lançamento Automático"

Lançamentos automáticos são procedimentos de cobrança lançados automaticamente na conta de


faturamento do paciente, por meio de processos realizados em outros sistemas. Nos casos em que a
opção configurada seja "Não Lança", todo o consumo será registrado no relatório de consumo não
lançado.

Indicar se o "Estoque" será integrado com o sistema de Faturamento de Convênios e Particulares


para realização de lançamentos automáticos nas contas: hospitalar e ambulatorial, só hospitalar,

66 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

só ambulatorial ou se não deverá ser lançado;

Se desejado, selecionar quais setores realizarão lançamentos automáticos por meio do estoque
nas contas dos pacientes. Para tanto, é necessário clicar no botão < Selecionar Setores > e
informar os setores desejados. Só serão considerados esses setores para a realização dos
lançamentos automáticos nas contas dos pacientes, pelo estoque. Se o usuário não informar
nenhum setor, todos os setores estão habilitados para a realização de lançamentos automáticos;

Indicar se deverá ser realizado um estorno automático da conta de faturamento, correspondente à


devolução de produtos realizada para o respectivo paciente;

Indicar se os itens pertencentes a kits, ao serem devolvidos, deverão ser retirados ou não da conta
de faturamento do paciente;

Indicar se o tipo de lançamento automático referente à importação do estoque para o faturamento,


será: no momento da "Saída para o Paciente" (saída direta para paciente, sem solicitação para o
estoque) ou na "Confirmação de Consumo" (atendimento das solicitações ao estoque para
paciente);

Indicar se o processo de "Prescrição" do sistema de Gerenciamento de Unidades será integrado


com o sistema de Faturamento de Convênios e Particulares para a realização de lançamentos
automáticos na conta hospitalar do paciente, no momento: da prescrição, da checagem do item ou
se não deverá ser realizado o lançamento;

Indicar se o sistema de Diagnóstico por Imagem será integrado com o de Faturamento de


Convênios e Particulares para o lançamento automático em contas: hospitalares e ambulatoriais,
só em contas hospitalares, só em contas ambulatoriais ou se não deverão ser lançados;

Indicar se a data/hora dos lançamentos de exames de imagem na conta, deverão ser


sincronizadas com a data/hora do laudo desse exame. Esse campo só será habilitado, se no
campo "Prestador do PSDI" for indicada a opção "Laudo" ou "Laudo/Agenda/Setor";

Indicar o prestador que deverá ser vinculado ao procedimento de imagem lançado automaticamente
na conta do paciente, se o do: "Setor" (do exame, "Laudo" (do exame) ou "Laudo/Setor/Agenda";

Indicar se o exame de imagem deverá ser lançado na conta do paciente, no momento do: "Pedido"
ou "Laudo" (resultado). Exceções de faturamento podem ser criadas para os setores. Para tanto, é
necessário clicar no botão < Selecionar Setores >, informar os setores desejados e os respectivos
tipos de faturamento. Os setores que não forem selecionados, utilizarão o tipo de faturamento
padrão, ou seja, definido no campo "Faturamento do PSDI";

Indicar se o Laboratório de Análises Clínicas será integrado com o sistema de Faturamento de


Convênios e Particulares para o lançamento automático em contas: hospitalares e ambulatoriais,
só em contas hospitalares, só em contas ambulatoriais ou se não deverão ser lançados;

Indicar o prestador que deverá ser vinculado ao procedimento de laboratório lançado


automaticamente na conta do paciente, se o do: "Setor" (do exame) ou "Laudo" (resultado). Nesse
segundo caso, se o item estiver para ser lançado na conta no momento do pedido, o prestador
desse pedido é quem aparecerá na conta. No entanto, ao laudar o exame, o prestador será
atualizado automaticamente na conta do paciente para o do laudo;

Indicar se o exame de laboratório deverá ser lançado na conta do paciente, no momento do:
"Pedido" ou "Laudo";

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 67


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Indicar se o sistema Centro Cirúrgico e Obstétrico será integrado com o de Faturamento de


Convênios e Particulares para realização de lançamentos automáticos nas contas: hospitalares e
ambulatoriais, só em contas hospitalares, só em contas ambulatoriais ou se não deverão ser
lançados;

Indicar se o procedimento principal do atendimento deverá ser lançado automaticamente nas


contas: hospitalares e ambulatoriais, só em contas hospitalares, só em contas ambulatoriais ou se
não deverá ser lançado;

Indicar se o Banco de Sangue será integrado com o Faturamento de Convênios e Particulares,


permitindo lançamentos automáticos, por meio: do "Banco de Sangue" (Confirmação de
solicitações do Banco de Sangue), do "Cadastro da Cirurgia" ou se não deverão ser lançados;

Indicar se o sistema de Nutrição e Dietética será integrado com o Faturamento de Convênios e


Particulares, permitindo lançamentos automáticos em contas hospitalares ou se não deverão ser
lançados;

Informar como será definido o lançamento de solicitações de cardápio para acompanhantes, se


pelo: "Usuário" ou "Sistema";

Indicar se o sistema de Ambulatório será integrado com o de Faturamento de Convênios e


Particulares, permitindo ou não lançamentos automáticos;

Determinar se os lançamentos automáticos provenientes de prestadores credenciados, aparecerão


ou não nos relatórios de fatura, emitidos pelas contas ambulatoriais e hospitalares dos pacientes;

Indicar se os procedimentos configurados na tela "Procedimentos do Atendimento" deverão ser


lançados automaticamente nas contas: hospitalares e ambulatoriais, só em contas hospitalares,
só em contas ambulatoriais ou se não deverá ser lançado;

Indicar se deverá ser verificada a existência de preço dos itens a serem lançados automaticamente
na conta do paciente. A opção "Sim" faz com que o preço do item seja checado no momento do
lançamento automático na conta do paciente e o processo não será concluído, caso não tenha
preço. A opção "Não", permite que o processo seja concluído, mesmo que seja lançado um
procedimento sem preço na conta do paciente. Ao escolher a opção "Sim", é necessário indicar os
tipos de atendimento que irão originar os lançamentos automáticos que sofrerão verificação de
preços;

Clicar no botão < Tipo Atendimento > , para indicar os tipos de atendimentos que se deseja fazer a
verificação de preço no momento do lançamento do item na conta. Esse botão só será habilitado
se o campo anterior for configurado como "Sim";

Indicar se deverá ser realizado um lançamento automático de diária na conta da mãe, referente a
estadia do recém-nascido;

Indicar se a diferença de acomodação deverá ter como base a diferença de valores entre a coberta
(indicada como padrão no cadastro do respectivo convênio e plano do atendimento e a optada
(acomodação informada no atendimento) ou se deverá ser calculada pela regra de diferença de
acomodação;

Indicar se o faturamento utilizará as regras de apropriação de diárias, validadas na rotina de


lançamento de diárias para pacientes que ocupem mais de um leito no mesmo dia.

68 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Aba "Consumo não Lançado"

Consumo não lançado consiste em procedimentos lançados automaticamente na conta do paciente


via integração, mas que ficaram pendentes por algum motivo. Exemplo: ao liberar um produto no
estoque para um paciente cuja conta do faturamento está fechada, o procedimento será lançado fora
da conta como consumo não lançado. Para evitar isso, o usuário pode utilizar a configuração de
proibição de consumo não lançado, a qual proíbe a movimentação causadora desse tipo.

Gerenciamento de estoque - MGES

Indicar se as movimentações do sistema de Almoxarifado deverão ser bloqueadas, afim de evitar o


lançamento automático de procedimentos vinculados a produtos na conta do paciente,
selecionando a opção: "Não Proíbe", "Requisições", "Devoluções" ou "Proíbe" (proíbe todas), ao:

Dar alta para o paciente;


Imprimir a conta (fatura) do paciente;
Fechar a conta (fatura) do paciente;
Desabilitar o lançamento automático na conta (fatura) do paciente;
Realizar auditoria in-loco na conta (fatura) do paciente.
Diagnóstico por imagem - PSDI
Indicar se as movimentações do sistema de Diagnóstico por Imagem deverão ser bloqueadas, afim
de evitar o lançamento automático de procedimentos vinculados a exames de imagem na conta do
paciente, selecionando a opção: "Proíbe" (proíbe todas) ou "Não Proíbe", ao:

Dar alta para o paciente;


Imprimir a conta (fatura) do paciente;
Fechar a conta (fatura) do paciente;
Desabilitar o lançamento automático na conta (fatura) do paciente;
Realizar auditoria in-loco na conta (fatura) do paciente.

Diagnóstico laboratorial - PSSD


Indicar se as movimentações do sistema de Laboratório de Análises Clínicas deverão ser
bloqueadas, afim de evitar o lançamento automático de procedimentos vinculados a exames
laboratoriais na conta do paciente, selecionando a opção: "Proíbe" (proíbe todas) ou "Não Proíbe",
ao:

Dar alta para o paciente;


Imprimir a conta (fatura) do paciente;
Fechar a conta (fatura) do paciente;
Desabilitar o lançamento automático na conta (fatura) do paciente;
Realizar auditoria in-loco na conta (fatura) do paciente.
Controle de gases
Indicar se as movimentações do controle de gases deverão ser bloqueadas, afim de evitar o
lançamento automático de procedimentos vinculados à gases na conta do paciente, selecionando
a opção: "Proíbe" (proíbe todas) ou "Não Proíbe", ao:

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 69


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Dar alta para o paciente;

Imprimir a conta (fatura) do paciente;


Fechar a conta (fatura) do paciente;
Desabilitar o lançamento automático na conta (fatura) do paciente;
Realizar auditoria in-loco na conta (fatura) do paciente.
Nutrição - PSND

Indicar se as movimentações do sistema de Nutrição e Dietética deverão ser bloqueadas, afim de


evitar o lançamento automático de procedimentos vinculados a itens de nutrição na conta do
paciente, selecionando a opção: "Proíbe" (proíbe todas) ou "Não Proíbe", ao:

Dar alta para o paciente;


Imprimir a conta (fatura) do paciente;
Fechar a conta (fatura) do paciente;
Desabilitar o lançamento automático na conta (fatura) do paciente;
Realizar auditoria in-loco na conta (fatura) do paciente.
Centro cirúrgico - FSCC
Indicar se as movimentações do sistema de Centro Cirúrgico e Obstétrico deverão ser bloqueadas,
afim de evitar o lançamento automático de procedimentos vinculados às cirurgias na conta do
paciente, selecionando a opção: "Proíbe" (proíbe todas) ou "Não Proíbe", ao:

Dar alta para o paciente;


Imprimir a conta (fatura) do paciente;
Fechar a conta (fatura) do paciente;
Desabilitar o lançamento automático na conta (fatura) do paciente;
Realizar auditoria in-loco na conta (fatura) do paciente.

Gerenciamento de unidades - PAGU


Indicar se as movimentações do sistema de Gerenciamento de Unidades deverão ser bloqueadas,
afim de evitar o lançamento automático de procedimentos vinculados aos itens de prescrições na
conta do paciente, selecionando a opção: "Não Proíbe", "Requisições", "Devoluções" ou
"Proíbe" (proíbe todas), ao:

Dar alta para o paciente;


Imprimir a conta (fatura) do paciente;
Fechar a conta (fatura) do paciente;
Desabilitar o lançamento automático na conta (fatura) do paciente;
Realizar auditoria in-loco na conta (fatura) do paciente.
Banco de sangue
Indicar se as movimentações do sistema de Banco de Sangue deverão ser bloqueadas, afim de
evitar o lançamento automático de procedimentos vinculados à componentes na conta do paciente,
selecionando a opção: "Proíbe" (proíbe todas) ou "Não Proíbe", ao:

70 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Dar alta para o paciente;

Imprimir a conta (fatura) do paciente;


Fechar a conta (fatura) do paciente;
Desabilitar o lançamento automático na conta (fatura) do paciente;
Realizar auditoria in-loco na conta (fatura) do paciente.
Permissão para excluir consumo não lançado

Por meio do botão < Selecionar Usuários >, é possível indicar usuários que terão permissão para
excluir registros no consumo não lançado, o qual é apresentado ao acessar os lançamentos da
conta do paciente - caso exista. Se selecionado um ou mais usuários, apenas esses terão essa
permissão. Caso não seja configurado nenhum, qualquer usuário poderá realizar essa operação.

Aba "Alta / Fechamento de Conta / Outros"


Parametrizar a rotina de checagem de pendências, geradas pelos lançamentos automáticos para as
contas de faturamento, podendo proibir o fechamento da conta, proibir a efetivação da alta do paciente
ou ainda cancelar as movimentações pendentes.

Indicar se a checagem de pendências será realizada nos processos de:

Solicitação e devolução de produtos do sistema de Almoxarifado;


Pedido e laudos de exames do sistema de Diagnóstico por Imagem;
Pedido e laudos de exames do sistema de Laboratório de Análises Clínicas;
Liga/desliga aparelhos e gases do sistema de Gerenciamento de Unidades;
Solicitação de nutrição do sistema de Nutrição e Dietética;
Cadastro e Confirmação de cirurgias do sistema de Centro Cirúrgico e Obstétrico;
Confirmação de consumo, prescrição médica, prescrição de enfermagem, transcrição do
sistema de Gerenciamento de Unidades;

Solicitação de componentes do sangue do sistema de Banco de Sangue.


Definir se deverá ser realizada a checagem do preenchimento do procedimento principal do
atendimento na conta (fatura) do paciente;

Indicar se deverá ser criada guia pendente para o lançamento automático de procedimentos. Caso
essa opção esteja indicada como "Não", o usuário terá que lançar a guia manualmente na tela de
controle de guias;

Determinar se o registro do atendimento ambulatorial deverá ser proibido, na falta de guias


necessárias;

Definir se as checagens dos lançamentos relacionados aos avisos de cirurgias, deverão estar
validadas no momento do fechamento da conta hospitalar;

Indicar se o lançamento automático de procedimentos vinculados a gases, deverão ser realizados


nas contas de pacientes no momento do registro na tela de monitoração de aparelhos/gases. Se
parametrizado "Não", os gases só serão lançados nas contas no momento da impressão da fatura;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 71


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Informar o local para armazenamento de arquivos (anexos) referentes às guias.

Aba "Empresas"
Ao acessar essa aba, são listadas todas as empresas cadastradas;

Marcar o campo "Relacionada?" para indicar as empresas que irão fazer parte dos processo de
faturamento distribuído. Essas empresas irão compartilhar o faturamento da empresa principal;

Salvar.

Impactos

A configuração de parâmetros envolve todo o sistema de Faturamento de Convênios e Particulares,


dentre muitas de suas rotinas. Abaixo estão informados alguns dos impactos provenientes dessa
configuração:

As contas a receber de convênio e de paciente são geradas de acordo com os tipos de documentos
configurados.

Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Controle Financeiro
/ Conta a Receber / Cadastros / Contas a Receber
De acordo com as configurações efetuadas, os seguintes processos serão alterados: "Cálculo da
Conta", "Auditoria da Conta", "Lançamento de Conta na Remessa", "Controle de Guias", "Impressão
da Fatura", "Auditoria Operacional", "Fechamento da Conta", "Criação de Contas Extras",
"Faturamento de Consignados". Esses processos ocorrem tanto em contas hospitalares quanto
ambulatorial.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /


Conta Extra
De acordo com as configurações estabelecidas, a geração de guias para procedimentos pode ser
automática, bem como será possível controlar o registro de atendimentos por falta da guia.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Guias

72 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Formulário da nota fiscal

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Formulário da Nota Fiscal

Criando o formulário
Cancelamento de NF

Módulos

M_FORMULARIO_NF

Função da tela

Configurar formulários de nota fiscal para efeito de impressão e cadastramento de usuários habilitados
a cancelar as notas fiscais emitidas.

Pré-requisitos

Antes do preenchimento da tela "Formulário da Nota Fiscal" é necessário encaminhar o layout da


nota fiscal utilizada pelo cliente à MV, por meio do pedido de atendimento (PDA), para que sejam
confeccionados os programas (reports) para impressão dos relatórios "Nota Fiscal de Convênio",
"Nota Fiscal de Paciente" e "Recibo do Paciente".

Como usar

Criação do formulário
Informar a descrição do formulário da nota fiscal a ser cadastrado;

Indicar se esse formulário pode ser utilizado no processo de emissão de nota fiscal avulsa;

Informar o caminho para acesso ao arquivo report de impressão da nota fiscal do convênio;

Informar o caminho para acesso ao arquivo report de impressão da nota fiscal de particular;

Informar o caminho para acesso ao arquivo report de impressão do recibo do paciente;

Informar o número sequencial da próxima nota fiscal a ser impressa, por exemplo: se o formulário
iniciar do 1(um), nesse campo deverá constar 0 (zero), se iniciar por 500 deverá conter o valor 499,
e assim por diante;

Selecionar o tipo de recibo provisório provisório a ser utilizado na geração de nota fiscal eletrônica,
dentre as opções: "Recibo Provisório de Serviços", "RPS Nota Fiscal Conjugada (Mista)" ou
"Cupom";

Informar um intervalo para emissão das notas fiscais. Caso o formulário seja impresso, a prefeitura
disponibilizará a informação referente a esse intervalo. Se o processo for de nota fiscal eletrônica,
esse número passará a ser um controle interno, será o número do RPS (o usuário informará
qualquer intervalo);

Informar a Série da próxima nota fiscal a ser impressa;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 73


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Informar, obrigatoriamente, o código AIDF da nota fiscal a ser impressa. Esse código indica que o
estabelecimento possui autorização para emitir documentos fiscais;

Informar a data de validade do formulário em questão. Campo de preenchimento obrigatório;

Descrever alguma observação que se faça necessária.

Cancelamento de nota fiscal

Os usuários habilitados a cancelar notas fiscais já emitidas, obrigatoriamente deverão ser


configurados, por meio do botão < Cancelamento de NF >. Apenas os usuários registrados poderão
realizar a rotina de cancelamento de notas fiscais.

Selecionar o usuário que estará habilitado a cancelar uma nota fiscal emitida, referente ao
formulário selecionado;

Clicar no botão < Sair > para retornar à tela anterior;

Salvar.

Impactos

Os formulários de notas fiscais cadastrados serão utilizados na emissão de NFs, para cobranças ao
convênio ou ao paciente, referentes aos serviços prestados.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Solicitações / Notas Fiscais Avulsas


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Solicitações / Reserva de Notas
Fiscal

74 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Regra de procedimento por empresa

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Regra de Procedimento por


Empresa

Configurando regras comb inadas

Módulos

M_REGRA_PRO_FAT_EMPRESA

Função da tela

Direcionar e transferir determinados lançamentos de procedimentos registrados em uma empresa


(origem) para empresas específicas (destino).

Após a transferência, os procedimentos estarão visíveis somente na empresa destino. Essa


transferência por empresa funciona somente para o processo de faturamento, pois todos os outros
processos relacionados ao atendimento ficam disponíveis, somente na empresa origem. Isso faz com
que o faturamento possa ser distribuído em empresas secundárias, pertencentes ou não ao hospital.

A distribuição desse faturamento obedece uma regra, que pode ser combinada por "Setor",
"Procedimento", "Grupo de Procedimento", "Convênio" e outros, de acordo com os dados registrados.
Quanto mais detalhada a regra, mais ela se torna restrita.

Pré-requisitos

Tabelas

Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /


Empresas
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos
Serviços de Apoio / Global / Globais / Centro de Custo
Serviços de Apoio / Diretoria Clínica / Tabelas / Prestadores
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Atividade Médica
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /
Grupo de Faturamento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de
Procedimentos

Como usar

Selecionar a empresa de origem, na qual serão lançados os procedimentos que serão


posteriormente distribuídos com as empresas relacionadas. O campo "Empresa
Origem" (descrição) será automaticamente preenchido com o nome correspondente;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 75


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Selecionar o convênio, para o qual será aplicada a regra de transferência. O campo


"Convênio" (descrição) será automaticamente preenchido com o nome correspondente;

Indicar se a regra será aplicada apenas para os atendimentos de recém-nascidos;

Selecionar o setor , se necessário, para o qual será aplicada a regra de transferência e o campo
"Setor" (descrição) será automaticamente preenchido com o nome correspondente;

Definir o prestador, se necessário, para o qual será aplicada a regra de transferência e o campo
"Prestador" (descrição) será automaticamente preenchido com o nome correspondente;

Selecionar a atividade médica, se necessário, para a qual será aplicada a regra de transferência e
o campo "Atividade Médica" (descrição) será automaticamente preenchido com o nome
correspondente;

Indicar o procedimento, para o qual será aplicada a regra de transferência e o campo


"Procedimento" (descrição) será automaticamente preenchido com o nome correspondente. Ao
indicar essa informação, os campos "Grupo Faturam.", "Grupo Proced." e "Tp. Gr. Proced." serão
desabilitados para navegação;

Selecionar o grupo de faturamento, para o qual será aplicada a regra de transferência e o campo
"Grupo de Faturamento" (descrição) será automaticamente preenchido com o nome
correspondente. Ao indicar essa informação, os campos "Ativ.Méd.", "Procedimento", "Grupo
Proced." e "Tp. Gr. Proced." serão desabilitados para navegação;

Indicar o grupo de procedimento, para o qual será aplicada a regra de transferência e o campo
"Grupo de Procedimento" (descrição) será automaticamente preenchido com o nome
correspondente. Ao indicar essa informação, os campos "Ativ.Méd.", "Procedimento", "Grupo
Faturam." e "Tp. Gr. Proced." serão desabilitados para navegação;

Selecionar a opção correspondente ao tipo de grupo de procedimento, para o qual será aplicada a
regra de transferência, dentre as opções:

SH - Serviços Hospitalares;

SP - Serviços Profissionais;
SD - Serviço Diagnóstico;
MT - Materiais;
MD - Medicamentos;
OP - Órteses e Próteses;
OU - Outros.
Indicar se o tipo de atendimento, para o qual será aplicada a regra de transferência será
"Internação". Se esse campo for deixado em branco, a regra será aplicada a todos os tipos de
atendimentos;

Escolher a empresa destino, para a qual serão transferidos os lançamentos registrados na


empresa origem selecionada e o campo "Empresa Destino" (descrição) será automaticamente
preenchido com o nome correspondente;

Marcar o campo "Regra Ativa?" para indicar que a regra em referência está ativa para aplicação;

76 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Salvar.

Impactos

Os procedimentos a serem lançados nas contas dos pacientes, serão transferidos da empresa origem
para a empresas destino, a qual realizará todo o processo de faturamento e cobrança ao convênio.
Isso ocorrerá, se os lançamentos estiverem de acordo com uma regra de procedimento cadastrada.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta Atendimento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 77


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Configurações da TISS por convênio

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Configurações do TISS por


Convênio

Selecionando o convênio
Configuração principal
Dados dos credenciados
Glosas
Serviços do convênio
Apresentações e procedimentos

Módulos

M_CONVENIO_CONF_TISS

Função da tela

Configurar o TISS por convênios, registrando o endereçamento de cada operadora para o envio de
arquivos XML, assim como, estabelecer o diretório em que serão guardados os arquivos gerados.
Além disso, o usuário define quais informações serão impressas em determinados campos das guias.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Versões do TISS


Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de


Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Tabelas de Faturamento
Serviços de Apoio / Diretoria Clínica / Tabelas / Prestadores
Serviços de Apoio / Global / Globais / Origens
Serviços de Apoio / Global / Globais / Centro de Custo
Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /
Empresas

Como usar

Selecionando o convênio
Informar o código do convênio cuja configuração TISS será realizada;

78 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

O campo "Sequencial de Transação" será atualizado automaticamente, a cada envio de XML


realizado para o convênio;

O registro da ANS do convênio em referência, será apresentado automaticamente, mediante


informação registrada no cadastro do convênio;

O campo "Padrão II" já apresenta-se marcado default.

Aba "Principal"

Determinar a versão TISS utilizada pelo convênio em questão (informação disponibilizada pela
operadora para recebimento das faturas);

O botão < Detalhamento >, só terá funcionalidade para convênios de versões a partir da 3.0 do
TISS;

Definir o número limite de guias por lote (o máximo e sugerido é 100);

Indicar se o convênio trabalha ou não com guias de consulta. Para emissão desse tipo de guia,
também faz-se necessário que no cadastro do procedimento, o campo: "Tipo de Consulta" esteja
informado como "Eletiva". E na conta do paciente só pode haver o lançamento desse item de
consulta apenas;

Selecionar se a identificação do hospital (origem) será feita por meio do CNPJ, configurado no
cadastro do hospital ou se pelo código do hospital, cadastrado na tela "Apresentações em Meio
Magnético" para o respectivo convênio;

Informar se a identificação do convênio (destino) será efetuada pelo CNPJ, configurado no cadastro
do hospital ou se pelo registro ANS, informado no cadastro do convênio;

Definir como a informação referente ao horário especial será impressa e gerada na guia TISS,
dentre as opções: "Sem Destaque", "Hora de Lançamento" ou "% de Acrésc. e Hr Lançamento";

Determinar se a guia de autorização específica deve ser gerada, dentre as opções: "Sim", "Não",
"Hospitalar Apenas" ou "Ambulatorial Apenas". A rotina de autorização específica fará com que
procedimentos que foram autorizados na tela de manutenção de guias e que estejam com as
respectivas numerações vinculadas aos itens na conta, esses, sejam impressos nessas guias
correspondentes;

Registrar um código de motivo de alta para as contas hospitalares parciais, de acordo com a
tabela de domínios da ANS. Sempre que for enviada uma conta parcial ao convênio, esse código
será apresentado na guia TISS como o motivo da alta do paciente. Em se tratando da conta final
(última conta do atendimento), o motivo da alta a ser apresentado automaticamente na guia TISS,
será o informado na tela "Alta Hospitalar de Paciente";

Informar, se necessário, o código a ser exibido para todos os prestadores não credenciados na
guia TISS;

Definir se guias sem valores informados, devem ser omitidas ou não. Ainda que essa guia seja a
principal do atendimento;

Informar se o profissional deverá ser apresentado na guia TISS como contratado solicitante no lugar
do hospital. Nesse caso, o campo (na guia) referente ao profissional, ficará sem preenchimento.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 79


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Essa configuração afetará apenas as guias de SP/SADT e de solicitação de internação;

Indicar como deverão ser exibidas as informações referentes aos descontos e acréscimos
existentes nas contas hospitalares e ambulatoriais dos paciente, se: "Não Exibe", "Apenas Casos
<> 100%", "Todos (informados na conta)" ou "Todos + Dif. Acomodação";

Determinar se a guia principal (internação - RI ou ambulatorial - SP/SADT), deverá apresentar o


mesmo número e senha que autorizaram a guia de solicitação;

Informar se a CID (IN-40) deverá ou não ser exibida na guia TISS;

Indicar se as guias ambulatoriais devem ser quebradas por prestadores;

Definir a ordem de exibição das guias TISS nos relatórios por remessa e nos arquivos XML, dentre
as opções: "Por Atendimento", "Alfabética Nome do Paciente", "Por Guia" ou "Data Inclusão da
Conta na Remessa";

Definir se deverá ser obrigatória a indicação da CID na alta do paciente.

Configuração do TISS 3.02


No caso da versão a ser selecionada for a partir da 3.0 do TISS, essa tela sofrerá alterações nos
parâmetros de configurações. Abaixo, estão descritas as informações referentes ao TISS 3.02.

Após atualização da versão do SOUL MV, os convênios que já estiverem usando alguma versão do
padrão III serão automaticamente modificados para a versão 3.02.00;

Para os convênios que estiverem usando alguma versão do padrão II, migrar a tela para o modo de
pesquisa e consultar o convênio a ser configurado. Na aba "Principal", campo "Versão TISS",
escolher a versão 3.02.00;

Todas as configurações dessa tela ficarão desabilitadas e, para configurar o convênio, devem ser
usadas as telas: "Configurações detalhadas do TISS", "TUSS" e "Configuração do convênio para
utilização do Sit-e". Nos tópicos seguintes, explicaremos cada configuração. Após concluí-las, é
preciso fazer uma homologação, por meio da emissão das novas guias, junto a uma equipe
multidisciplinar, com profissionais dos áreas de Faturamento, Enfermagem, Farmácia, TI, antes do
sistema entrar em produção.

Bloco "Agrupamentos"
Indicar se os itens de despesas e serviços devem ser agrupados nas guias TISS;

Selecionar se os itens de despesas deverão ser totalizados "Em um único dia" ou "Por dia de
consumo". Informação a ser apresentada nas guias TISS de outras despesas;

Determinar como os serviço deverão ser agrupados e totalizados nas guias de resumo de
internação, se: "Pela data de lançamento" ou "Em uma única data", de acordo com os
lançamentos na conta do paciente, seja hospitalar ou ambulatorial;

Não será possível detalhar a equipe médica se o serviço for do próprio hospital, tipo de pagamento
do prestador for diferente de "C" (Credenciado), o vínculo do prestador estiver configurado como PJ
(Pessoa Jurídica) e não for equipe médica. Com exceção do convênio GEAP (ANS 323080) e
quando o grupo de procedimento for de SP (Serviços Profissionais). Nessa situação, deve-se

80 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

alterar o tipo de vínculo no cadastro do prestador para Pessoa Física (PF).

Bloco "Dados de Credenciados"


Informar se deverá ser gerada informação para os prestadores credenciados ou não na guia TISS e
no XML;

Definir se os itens lançados na conta (hospitalar ou ambulatorial), vinculados a prestadores


credenciados, aparecerão com valores zerados na guia TISS e no XML, dentre as opções: "Sim",
"Não", "Apenas SADT" ou "Apenas Serviço Profissional";

Definir se as informações dos prestadores credenciados deverão aparecer na guia principal, dentre
as opções: "Sim", "Não", "Apenas SADT" ou "Apenas Serviço Profissional".

Bloco "Relatórios Impressos"


Definir se o verso da guia de SP/SADT deverá ser impresso ou não;

Indicar se a assinatura digitalizada do prestador deverá ser exibida ou não nas guias do
atendimento. Para ser exibida, a assinatura precisa estar devidamente configurada no cadastro do
prestador.

Bloco "Filme Desmembrado"


Informar o código e a descrição do filme, quando separado do exame, a ser apresentado na guia de
outras despesas;

Selecionar a tabela de faturamento que será exibida na guia de outras despesas para o respectivo
filme anteriormente indicado.

Aba "Glosas"
Relacionar o código da glosa na TISS com o código da glosa do convênio em referência. Esse
relacionamento De-Para é importante devido a alguns convênios não utilizarem os códigos padrões
da tabela TISS, de forma que possuem códigos próprios.

Aba "Contratado"
Selecionar o tipo de atendimento que fará parte dos critérios de configuração para apresentação,
na guia TISS e no XML, do código do prestador no convênio, dentre as opções: Todos,
Ambulatorial, Externo, Home Care, Internação ou Urgência/Emergência;

Selecionar a origem, o serviço, o centro de custo, o setor, o tipo de procedimento, o grupo de


procedimento e o procedimento, que se fizerem necessários para filtrar a configuração;

Informar o código do contratado que deverá ser exibido na guia TISS e no XML, como código do
prestador solicitante junto ao convênio;

Os campos "Tipo de Procedimento, "Grupo de Procedimentos" e "Procedimento", só aceitarão


valores referentes aos tipos de serviços de diagnóstico, serviço profissional e serviço hospitalar, e
neste último, não serão consideradas as diárias e taxas. Isso se dá devido ao fato de que a guia
de outras despesas sempre será impressa com o contratado solicitante da guia principal à qual
está vinculada. O mesmo ocorrerá na geração do arquivo XML.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 81


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Aba "Serviços do Convênio"

Indicar a versão TISS utilizada pelo convênio em referência;

Selecionar o serviço TISS para o convênio;

Informar o endereço virtual relacionado ao serviço para envio;

Definir se o processo de solicitação à operadora, quanto à elegibilidade (XML) da carteira, deverá


ser habilitado para atendimento de pacientes do convênio selecionado;

Elegibilidade trata-se de um processo em que o atendente pode consultar a operadora, sobre a


real situação do paciente perante o convênio, se está regular ou irregular.

Indicar se o processo de autorizações eletrônicas, envio e recebimento de solicitações de


autorização via webservice do TISS, deve ser habilitado;

Indicar se a leitura de cartão magnético deverá ser habilitada nas solicitações de autorização, no
momento de informar os dados da carteira do convênio do paciente. No caso de habilitar, os dados
lidos serão incluídos na transação eletrônica para validação da operadora durante o processo de
autorização;

Informar se deve ocorrer o faturamento, processo de envio eletrônico do faturamento TISS (XML) via
webservice, conforme padrão da ANS;

Definir se deve haver processo de importação de retorno;

Indicar se os itens não retornados devem ser considerados como pagos;

Determinar se o processo de reapresentação de glosa XML TISS deverá estar habilitado.

Aba "CNPJ/Razão Social"


Determinar a empresa vinculada ao convênio em referência, cuja razão social e CNPJ deverão
constar nas guias TISS e XML;

Informar o CNPJ da empresa indicada;

Descrever a razão social correspondente à empresa referenciada. Essa informação será


apresentada no XML, contemplando até 70 (setenta) caracteres para exibição no arquivo. Se
informado o CNPJ no campo anterior, esse será de preenchimento obrigatório.

Aba "Apresentação-Procedimentos"
Determinar a ativação ou não da configuração de terminologias para procedimentos. Se ativada,
todos os campos dessa aba serão habilitados para configuração das traduções disponíveis.

82 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Regras Combinadas

Neste bloco o usuário devera informar os grupos e procedimentos que, quando utilizados, deverão ser
traduzidos nos relatórios e XML, de acordo com a tradução indicada.

Selecionar para qual tipo de grupo de procedimentos as regras serão cadastradas, podendo ser:
"Serviços Hospitalares", "Serviços Profissionais", "Serviços Diagnósticos", "Medicamentos",
"Materiais", "Órteses e Próteses" ou "Outros Lançamentos". Campo de preenchimento obrigatório;

Informar o grupo de procedimento desejado. Caso não informe nada, serão considerados todos os
grupos do tipo anteriormente informado;

Determinar o procedimento cuja regra incidirá. Caso não informe nada, serão considerados todos
os procedimentos do grupo ou do tipo de grupo conforme anteriormente informado;

Se selecionado o tipo de grupo "Serviços Hospitalares", será necessário informar o tipo


relacionado, dentre as opções: "Diária", "Diária de UTI", "Diária de Acompanhante", "Taxa de
Sala", "Taxa de Gases Medicinais", "Taxa de Equipamento", "Taxa de Plantão" ou "Taxa de
Aluguéis";

Indicar se o procedimento pertence a pacote, conforme conste indicado em seu cadastro.

Tradução
Selecionar o tipo de tradução a ser utilizada para o procedimento em referência. Caso o item tenha
algum De-Para configurado, dentre as opções: "TUSS", "CBHPM", "Brasíndice" ou "Simpro";

Informar o tipo de tabela TISS da qual os dados serão utilizados. A ser verificado na tabela de
domínios da ANS, dentre as opções: "AMB-90", "AMB-92", "AMB-96", "AMB-99", "Brasíndice",
"CBHPM", "CIEFAS 93", "CIEFAS 2000", Rol ANS", "SIA-SUS", "SIH-SUS", "Simpro", "TUNEP",
"VRPO", "Intercambio Uniodonto", "TUSS", "TUSS-Odontologia", "TUSS-Taxas", "TUSS-
Materiais", "TUSS-Medicamentos", "TUSS-Outras Especialidades", "Própria Proc. Não Med.",
"Própria Pacote Odont.", "TUSS-Provisória", "TUSS-Odonto-Provisória", "TUSS-Prc Med.
Provisória", "Própria Procedimentos", Própria Materiais", "Própria Medicamentos", "Própria Taxas",
Própria Pacotes", Própria Gases" ou "Outras";

Clicar no botão para validar a tradução indicada;

Ativar ou não a tradução;

Salvar.

Aba "Impressão Direta"


Por meio dessa aba, o usuário pode determinar a emissão da guia TISS direto na impressora padrão.

Selecionar o tipo de atendimento para impressão direta, dentre as opções: Home Care, Internação,
Ambulatorial, Externo ou Urgência/Emergência;

Nessa rotina, a tela "Impressão Guias TISS" não será exibida e as guias a serem emitidas
diretamente na impressora padrão deverão ser indicadas para o tipo de atendimento anteriormente
selecionado, dentre as opções:

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 83


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

SP/SADT;

Outras Despesas;
Consulta;
Honorário individual;
Resumo de internação.
Vejamos os exemplos abaixo de configurações para melhor entendimento:

Se apenas o tipo de atendimento estiver configurado, sem nenhum check box marcado, serão
impressas todas as guias TISS disponíveis para os atendimentos do respectivo tipo no convênio
selecionado. Com essa configuração, o campo "Impressão TISS" da tela de lançamentos (conta
hospitalar ou ambulatorial do paciente) ficará marcado automaticamente, ao consultar o
atendimento;

Se configurado o tipo de atendimento e os checks boxes "SP/SADT", "Outras Despesas" e


"Consulta" estiverem marcados, só serão impressas essas guias TISS para o respectivo tipo no
convênio selecionado. Com esta configuração, o campo "Impressão TISS" da tela de lançamentos
(conta do paciente) ficará marcado automaticamente, ao consultar o atendimento;

Para os convênios que não estejam com esta aba preenchida, o campo "Impressão TISS" não será
marcado automaticamente na conta correspondente, podendo o usuário marcar ou não esse
campo de forma manual. Se optar por não marcar a impressão TISS direta, a tela "Impressão
Guias TISS" será exibida para escolha das guias a serem impressas e se em tela ou impressora.

Impactos

Ao solicitar a impressão das guias TISS por meio das contas dos pacientes, será possível emitir
diversos tipos de guias, de acordo com parametrização realizada. As informações serão exibidas de
acordo com os parâmetros pré-determinados nessa tela de configuração do TISS por convênio.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /


Conta do Atendimento / Botão < Rel. G. TISS >

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento / Botão < Rel. G. TISS >

84 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Configurações detalhadas do TISS

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Configurações do TISS por


Convênio / Botão < Detalhamento >

Módulos

M_TISS_CONFIGURACAO

Função da tela

Configurar as guias dos convênios que utilizam as versão 3.02.00 do TISS. Essas configurações irão
determinar as informações que irão constar nas guias TISS e, consequentemente, impactam na
estrutura do XML. Desse modo, essa tela deve ser configurada por alguém que tenha conhecimento
dessa estrutura.

Pré-requisitos

Configurações

Na tela "Configurações do TISS por Convênio", após pesquisar pelo convênio e informar a versão
3.02.00, clicar no botão < Detalhamento >.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Configurações do


TISS por Convênio

Como usar

Configuração das guias


Ao acessar a tela, os campos "Empresa" e "Convênio" são automaticamente preenchidos;

Selecionar o tipo de guia no campo "Serviço" e, no campo "Elemento do Serviço", o documento


que deseja configurar. Ao selecionar pela segunda vez o tipo da guia a ser configurada, o campo
"Elemento do Serviço" será automaticamente preenchido com a primeira opção cadastrada, mas o
usuário poderá alterar para o documento desejado;

Clicar no botão < Pesquisar > para que sejam listados todos os campos que compõem o
documento selecionado;

Ao mudar a versão do TISS para o padrão III, as guias estarão em branco. Antes de começar a
configurá-las, é possível aproveitar as configurações já feitas na versão anterior. Para isso, clique
no botão e os campos já configurados serão automaticamente atualizados. Caso as guias já
tenham sido configuradas, não será possível copiar as configurações;

A estrutura da tela é similar à estrutura e à sequência dos campos na guia, como podemos ver na
"Guia da Consulta". Vale ressaltar que, para que a guia de consulta seja gerada, é importante que
o campo "Gerar Guias de Consulta?" esteja marcado com o valor "Gerar";

No primeiro campo da coluna "Bloco", é exibido o nome da guia selecionada;

Depois, são exibidos os campos correspondentes aos campos da guia. Como exemplo, os

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 85


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

campos "1 - Registro da ANS" e "3 - Número da Guia Atribuído pela Operadora" referentes à guia
de consulta;

A tela também apresenta a descrição dos campos nos arquivos XML. Na coluna "Tag", é possível
identificar como o nome do campo é apresentado no arquivo. Além disso, pode ser identificado a
que campo aquela tag corresponde na guia, basta visualizar na mesma linha a informação
apresentada na coluna "Descrição";

Legenda

Descrição, no arquivo XML, do campo "7 - Número da Guia Atribuído pela Operadora";

Descrição, no arquivo XML, do campo "4 - Data da Autorização";

Descrição, no arquivo XML, do campo "5 - Senha".

Os campos definidos pela ANS como obrigatórios, apresentam o check box do campo "Obrig."
marcado;

Para consultar as informações que podem ser utilizadas para preencher os campos, o usuário
deverá clicar no botão , correspondente à coluna "LG". Será apresentada uma mensagem com
a legenda estabelecida para o campo, conforme descrição da ANS;

Essa legenda também exibe a terminologia para o campo em questão na tabela nova da TUSS,
facilitando a configuração dos relacionamentos. Por exemplo, o campo "52 - Conselho
Profissional", da Guia de SP/SADT, é referente à tabela de domínio 26;

Para que seja apresentada a descrição técnica, desenvolvida pela MV, o usuário deverá clicar no
mesmo botão , no entanto utilizando a coluna "NT";

Para alguns campos das guias, o usuário poderá selecionar outras opções de preenchimento, para
isso, deverá selecionar a opção desejada no campo de configuração. Caso não seja possível definir
outra ação ou ela não tenha sido configurada, os campos apresentarão a descrição "(Não
disponível)";

O usuário tem ainda a opção de configurar um preenchimento opcional para o campo selecionado.

86 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Nesse caso, deve ser informado no campo "Preencher (opcional) ..." uma das seguintes opções:

Não usar - a opção não será usada;


Valor fixo - valor sempre será esse definido pelo usuário;
Quando não preenchido - o sistema ira verificar, de acordo com o campo, sua informação.
Caso não encontre um valor, irá pegar o que for definido nesse campo.

Para alguns campos, como é o caso do CNES - Cadastro Nacional de Estabelecimentos de


Saúde, o número adotado será um valor fixo para todas as guias emitidas pelo estabelecimento.
Dessa forma, para que não seja necessário configurar esse campo manualmente para todos os
convênios existentes, o usuário tem a opção de informar, no campo "Convênio", o parâmetro
"%" (que equivale a todos os convênios). Com isso, ao informar um valor fixo para o campo
"CNES", caso do exemplo citado, esse campo será alterado e o valor fixo será adotado para
todos os convênios existentes.

Ao configurar uma tag de bloco, é importante saber que as configurações serão aplicadas para
todos os campos daquele bloco. Por exemplo, se na Guia de Resumo de Internação, for escolhida
a opção "0 - Não Utilizar" no campo "Tipo de Utilização" referente à tag de bloco Dados da
Internação, nenhum campo que faz parte desse bloco irá aparecer na guia, mesmo os que
estiverem configurados para utilizar. Esse funcionamento é similar em todas as tags de bloco que
são consideradas como "pai" dos nós no XML gerado;

Para que alguns campos sejam apresentados corretamente nas guias, é necessário fazer o
relacionamento com as tabelas "TUSS".

Campos obrigatórios
Alguns campos das guias poderão ou não ser utilizados. Basta definir no campo "Tipo de
Utilização", informando as opções "1 - Utilizar" ou "0 - Não Utilizar". Ainda que os campos sejam
obrigatórios, será possível configurá-los para que não sejam utilizados. No entanto, é importante
salientar que, nesses casos, utilizar tal opção implicará no comprometimento da estrutura do
arquivo XML, que será gerado com erro.

Campos condicionados
Os campos condicionados somente serão preenchidos caso atendam à condição à qual estão
vinculados. Por exemplo, o campo "Número da guia atribuído pela operadora" somente será
preenchido caso a operadora tenha atribuído outro número à guia, independente do número de
identificação dessa guia no prestador.

Utilização de valor fixo


Para todos os campos da tabela, é possível configurar um valor fixo para o seu preenchimento.
Essa configuração é prioritária em relação as demais, ou seja, primeiro será analisado se existe
um valor fixo definido para o campo, caso não exista, serão analisadas as demais configurações
cadastradas para o seu preenchimento.

Data de vigência das tabelas TUSS


É necessário estar atento à data de vigência informada para a tabela. Caso a conta que deseja

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 87


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

gerar possua data anterior à data de início de vigência da tabela, os dados não serão apresentados
na guia.

Configuração da query
Ao clicar no botão < Parâmetros? >, será exibida uma mensagem informativa sobre os parâmetros
que devem ser informados para a configuração da query. É possível cadastrar letras maiúsculas e
minúsculas para a query cadastrada;

Impactos

As guias de lote de envio de faturamento TISS que devem ser configuradas são:

Lote de Guia TISS;


SP/SADT;
Resumo de Internação;
Honorário Individual;
Consulta.

88 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Lote de Guia TISS

Lote de Guias TISS

No elemento do serviço "Lote de Guia TISS", é indicado como as guias de envio de faturamento
apresentam-se no lote. As guias são: SP/SADT, Resumo de Internação, Honorário Individual e Guia
de Consulta. Os campos que serão configurados para isso são:

Número de Lote de Guia TISS


Tipo de geração

Para esse campo da guia, no campo "Tipo geração Nr. Lote", o usuário deve selecionar se será
utilizado o sequencial automático ou o número de capa de lote. Caso seja selecionada a primeira
opção, sequencial do lote, serão buscadas as informações na tela "Apresentações em Meio
Magnético", campo "Último Número de sequência do Lote".

Já se optar por utilizar a opção "Número de capa de lote", as informações serão buscadas na tela
"Entrega de Remessas", campo "Nº Capa de Lote".

Limite guia por lote


Nesse campo, o usuário deverá indicar a quantidade máxima de guias contidas no XML, dentre as
opções: 1 guia, 10 guias, 30 guias, 50 guias, 80 guias ou 100 guias. Essa quantidade varia de acordo
com o tipo de atendimento.

Guias TISS do lote


Nesse campo, o usuário deverá selecionar se deseja que as guias dos credenciados sejam geradas
no mesmo lote da guia principal, dentre as opções: Não gera, Gera, Gera SP na guia principal, Gera
SD na guia principal ou Gera tudo na guia principal.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 89


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

SP/SADT

Guia de SP/SADT

Para as guias de SP/SADT, temos como opção configurar a forma como serão geradas as guias dos
prestadores credenciados, se na guia principal ambulatorial, se separadas da guia principal
ambulatorial ou se em guias separadas da guia principal hospitalar. Para isso, o usuário poderá
utilizar as seguintes opções em cada campo:

Não gera - as guias dos prestadores credenciados serão geradas em um lote distinto;

Gera - as guias dos prestadores credenciados serão geradas junto com as guias principais;

Somente SP (Serviços Profissionais) - apenas quando se tratar de serviços profissionais as guias


dos prestadores credenciados serão gerados junto às guias principais;

Somente SD (Serviços Diagnósticos) - apenas quando se tratar de serviços diagnósticos as guias


dos prestadores credenciados serão gerados junto às guias principais;

SP e SD (Somente PF) - apenas quando forem serviços profissionais e diagnósticos, prestados por
pessoas físicas, as guias de tais prestadores credenciados serão geradas junto ao lote de guias
principais.

Cabeçalho
Registro ANS
Trata-se de um campo obrigatório que é preenchido com o número de registro da operadora de plano
privado de assistência à saúde na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Esse campo
validará a informação existente na tela "Cadastro de Convênios", aba "Complemento".

Número da guia no prestador


Número que identifica a guia no prestador de serviços. Trata-se de um campo obrigatório e
configurável, podendo selecionar umas das opções para o seu preenchimento:

Atendimento;

Sequencial por tipo (faixa);

Sequencial TISS (interno do sistema, não repete).

Caso a opção selecionada seja "Sequencial por tipo (faixa)", esse número será configurado na tela
"Faixa de Guia por Convênio". Ao gerar a guia, será gerado automaticamente um número que esteja
dentro da faixa cadastrada.

O número da guia associado à conta será exibido se, na conta, for associada uma guia ao
procedimento e a configuração "Somente se guia autorizada (c/senha)?" estiver ativa no campo
"Dados da Autorização", na tela "Configurações detalhadas do TISS".

Número da guia principal


Campo condicionado e deve ser preenchido com o número da guia principal no prestador, quando se
tratar de solicitação de SADT em paciente internado ou na cobrança de honorário médico em

90 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

separado para procedimentos ambulatoriais. Ou seja, a primeira guia impressa, que é a principal,
apresentará esse campo em branco e, caso sejam emitidas outras guias de SP/SADT na sequência,
essas apresentarão o campo "Número Guia Principal" com a numeração correspondente ao número
guia no prestador.

Dados da autorização
Data da autorização
Data de autorização, concedida pela operadora, para realização do atendimento/procedimento. Esse
campo só deverá ser preenchido se a autorização tiver sido realizada pela operadora.

Senha
É a senha de autorização fornecida pela operadora. Campo obrigatório e configurável, podendo o
usuário selecionar, para preenchimento do campo, as opções:

Senha da autorização;

Número da guia de autorização.

Data de validade da senha


É a data de validade da senha de autorização do procedimento. Campo condicionado. Deve ser
preenchido nos casos em que a autorização ocorre pela operadora, com a emissão de senha com
prazo de validade.

Todas as informações para o preenchimento dos campos acima descritos podem ser encontradas na
tela "Guias".

Número da guia atribuído pela operadora


Número que identifica a guia, atribuído pela operadora. É condicionado e deve ser preenchido na tela
"Guias", caso a operadora atribua uma numeração à guia, independente do número que a identifica no
prestador.

Dados do beneficiário
Número da carteira
Trata-se de um campo obrigatório. Tanto o número da carteira como sua validade são informados no
momento do registro do atendimento do paciente, seja: ambulatorial, externo ou de urgência/
emergência.

Nome do beneficiário
Trata-se de um campo obrigatório que apresenta o nome do paciente, conforme o atendimento
estabelecido, seja: ambulatorial, externo ou de urgência/emergência.

Cartão Nacional de Saúde


Exibirá o número do Cartão Nacional de Saúde do beneficiário. Essa informação é indicada na tela
"Cadastro de Paciente", que pode ser acessada por várias localizações do sistema de Atendimento.

Atendimento a RN
Trata-se de um campo obrigatório que indica se o paciente é um recém-nato que está sendo atendido

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 91


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

no contrato do responsável. Conforme os termos do Art. 12, inciso III, alínea a, da Lei 9.656, de 03 de
junho de 1998.

Campo será preenchido de acordo com registro do atendimento.

Dados do contratado executante


Código na operadora
O código na operadora é identificador do prestador solicitante junto à operadora, conforme contrato
estabelecido. Se o prestador não possuir registro, por ser externo, o profissional executante deve
preencher o campo com "99999999999999", exceto se o solicitante e o executante forem o mesmo
prestador, pois essa informação já constará na tela "Cadastro de Prestadores", aba
"Credenciamento".

O preenchimento dos campos correspondentes ao código na operadora, CPF e CNPJ do contratado


obedece a uma hierarquia. Caso no campo "Tipo de Utilização", da tela "Configurações Detalhadas do
TISS", for selecionada a opção "Utilizar" para os três campos, será exibido na guia apenas o código
do prestador na operadora, validado da tela "Cadastro de Prestadores", aba "Credenciamento". Se não
houver esse registro, o campo será exibido sem informação.

Para configurar uma ordem para busca dessas informações, é necessário selecionar no campo "Tipo
de Utilização" a hierarquia a ser utilizada, definindo para a primeira opção o tipo de utilização "1 -
Utilizar", para a segunda "2 - 2º Opção" etc. Nesse caso, será exibida a informação que estiver
registrada e possuir maior grau de hierarquia.

As informações de CPF e CNPJ são registradas na tela "Cadastro de Prestadores", aba "Prestador",
dependendo do tipo de pessoa, física ou jurídica.

Nome do contratado
Trata-se de um campo obrigatório, que apresentará a descrição da razão social, nome fantasia ou
nome do contratado que solicitou o procedimento. Essas informações serão obtidas nas telas
"Cadastro de Empresas", aba "Empresa" ou "Cadastro de Prestadores", aba "Complemento".

Profissional solicitante
Nome do profissional solicitante
Nome do profissional que está solicitando o procedimento. É um campo condicionado e deve ser
preenchido quando o prestador contratado referido no campo "Nome do Contratado" dessa guia for
pessoa jurídica. Caso o profissional solicitante seja prestador do estabelecimento executante, o
campo validará esse dado pelo cadastro do prestador .

Esse campo ficará sem informação, se o prestador solicitante for pessoa jurídica, pois o nome do
profissional solicitante será exibido no campo "Nome do Contratado" dessa guia.

Conselho profissional
Código do conselho profissional do solicitante do procedimento, conforme tabela de domínio (tipo de
detalhamento) nº 26. É um campo obrigatório e configurável de acordo com vínculo realizado na tela

92 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

"TUSS".

Número no conselho
Campo obrigatório. É o número de registro do profissional solicitante no respectivo conselho
profissional. Essa numeração é informada na tela "Cadastro de Prestadores", aba "Complemento".

UF
Sigla da Unidade Federativa do conselho profissional solicitante do procedimento, conforme tabela de
domínio (tipo de detalhamento) nº 59. Campo obrigatório e configurável de acordo com vínculo
realizado na tela "TUSS".

Código CBO
Trata-se de um campo obrigatório. Código na Classificação Brasileira de Ocupações do profissional
solicitante do procedimento, conforme tabela de domínio (tipo de detalhamento) nº 24, configurável de
acordo com vínculo realizado na tela "TUSS". É necessário também, constar a informação da
especialidade principal, indicada no cadastro do prestador , aba "Especialidades".

Assinatura do profissional solicitante


Será exibido um campo para assinatura do profissional solicitante. Não é preciso parametrizar esse
campo.

Dados da solicitação / Procedimentos e exames solicitados


Caráter do atendimento
Campo obrigatório e configurável que apresentará o código do caráter do atendimento, conforme
registro do atendimento.

Data da solicitação
Data que o profissional solicitou os procedimentos ou itens assistenciais. O preenchimento desse
campo é obrigatório.

Indicação clínica
Indicação clínica do profissional embasando a solicitação. Deve ser preenchido pelo solicitante no
caso de pequena cirurgia, terapia, alta complexidade e procedimentos com diretriz de utilização.
Nessa casos, poderá ser preenchido com uma das seguintes opções:

Histórico de doenças anteriores;

Justificativa da tela de guias - informação encontrada na tela "Guias";

Informação da CID do atendimento - informação inserida no atendimento do paciente, seja


ambulatorial, externo, de urgência/emergência ou internação.

Tabela, código do procedimento, descrição, quantidade solicitada e quantidade autorizada


Só serão gerados dados nesses campos, se a guia for de solicitação de autorização, conforme dados
lançados na tela "Solicitação de Autorizações aos Convênios". Quando se tratar de guia de cobrança
de faturamento, esses dados não serão gerados, conforme estrutura da ANS.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 93


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Dados do contratado executante

Código na operadora
O código na operadora é identificador do prestador solicitante junto à operadora, conforme contrato
estabelecido.

O preenchimento desse campo obedece a uma hierarquia. Caso no campo "Tipo de Utilização" da
tela "Configurações Detalhadas do TISS", for selecionada a opção "Utilizar" para os três campos, será
exibido na guia apenas o código do prestador na operadora, validado da tela "Cadastro de
Prestadores", aba "Credenciamento". Se não houver esse registro, o campo será exibido sem
informação.

Para configurar uma ordem para busca dessas informações, é necessário selecionar no campo "Tipo
de Utilização" a hierarquia a ser utilizada, definindo para a primeira opção o tipo de utilização "1 -
Utilizar", para a segunda "2 - 2º Opção" etc. Nesse caso, será exibida a informação que estiver
registrada e possuir maior grau de hierarquia.

As informações de CPF e CNPJ são registradas na tela "Cadastro de Prestadores", aba "Prestador",
dependendo do tipo de pessoa, física ou jurídica.

Nome do contratado executante


Trata-se de um campo obrigatório, que apresentará a descrição da razão social, nome fantasia ou
nome do prestador contratado que executou o procedimento. Essas informações serão obtidas nas
telas "Cadastro de Empresas", aba "Empresa", ou "Cadastro de Prestadores", aba "Complemento".

Código CNES
Trata-se de um campo obrigatório e configurável, no qual será apresentado o código do prestador no
Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde do Ministério da Saúde (CNES/MS). Caso o
prestador não possua o código do CNES, o campo deverá ser preenchido com 9999999. O CNES é
informado na tela "Cadastro de Empresas", aba "Empresa".

Dados do atendimento

Tipo de atendimento
Campo obrigatório, indica o código do tipo de atendimento, conforme tabela de domínio nº 50, a
informação exibida é de acordo com a tela de atendimento.

Indicação de acidente
Campo obrigatório, indica se o atendimento é devido a acidente ocorrido com o beneficiário ou doença
relacionada, conforme tabela de domínio nº 36 da TUSS.

O campo "Indicação de Acidente" buscará as informações no atendimento do paciente em campo


específico ou por meio do botão < TISS >.

Tipo de consulta
Campo condicionado. Deve ser preenchido, caso o campo "Tipo de Atendimento" seja selecionada a
opção "Consulta" no atendimento do paciente, conforme imagem apresentada abaixo, exemplificando
um atendimento ambulatorial.

O código do tipo de consulta realizada atende à tabela de domínio nº 52 da TUSS.

94 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Motivo de encerramento do atendimento

Campo condicionado. Trata-se do código do motivo de encerramento do atendimento, conforme tabela


de domínio (tipo de detalhamento) nº 39, configurável na tela "TUSS". Deve ser preenchido em caso
de óbito do paciente e deve-se atentar para a data de vigência parametrizada. Caso a conta que
deseja gerar possua data anterior à data de início de vigência da tabela, os dados não serão
apresentados na guia.

Dados da execução/procedimentos e exames realizados

Os campos desse bloco são condicionados, desde que não exista nenhum item realizado. Caso
exista um item realizado, todos os campos passam a ser obrigatórios.

Data
Data em que o atendimento/procedimento foi realizado. Trata-se de um campo obrigatório e
configurável no campo "Tipo de Utilização" da tela "Configurações Detalhadas do TISS", selecionando
a opção "Utilizar" e no campo "Tipo da Geração da Data do Procedimento?", indicando a opção
desejada, dentre:

Data do lançamento do item (verificado na conta do paciente);

Data início do atendimento;

Data início da conta;

Data fim da conta;

Data da alta do atendimento.

Hora inicial
Horário inicial da realização do procedimento. Campo configurável que deve ser preenchido quando o
procedimento ocorrer em situações de urgência e emergência. Para o tipo de geração da hora início
do procedimento, é possível configurar utilizando as seguintes informações:

Hora do lançamento do item;

Hora início do atendimento;

Hora início da conta;

Hora fim da conta;

Hora da alta do atendimento.

Hora final
Campo para indicação do horário final da realização do procedimento. Campo configurável que deve
ser preenchido quando o procedimento ocorrer em situações de urgência e emergência. Para o tipo de

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 95


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

geração da hora de início do procedimento, é possível configurar utilizando as seguintes informações:

Hora do lançamento do item;

Hora início do atendimento;

Hora início da conta;

Hora fim da conta;

Hora da alta do atendimento.

Tabela
Código da tabela utilizada para identificar os procedimentos realizados ou itens assistenciais
utilizados. A tabela utilizada pode ser identificada na tela "TUSS". As tabelas de procedimento e itens
assistenciais são as de números "00", "98", "22", "20", "19" e "18".

Código do procedimento
Campo configurável que apresentará o código identificador do procedimento realizado pelo prestador.
Os relacionamentos entre os códigos dos procedimentos TUSS e os códigos dos procedimentos
cadastrados no hospital devem ser realizados na tela "TUSS", tabela de domínio (tipo de
detalhamento) nº 22. É possível também, personalizar as configurações por empresa, convênio,
procedimento e tipo de atendimento.

Descrição
Apresenta a descrição do procedimento realizado. Esse campo deve ser preenchido e configurável,
conforme o relacionamento realizado com o código do procedimento na tela "TUSS".

Quantidade
Indica a quantidade realizada do procedimento de acordo com a quantidade informada na conta do
paciente.

Via
Código da via de acesso utilizada para realização do procedimento, conforme tabela de domínio (tipo
de detalhamento) nº 61. Deve ser preenchido em caso de procedimento cirúrgico, cujo valor será de
acordo com o valor percentual que estiver informado na conta. O procedimento deve ter no seu
cadastro um número de auxiliares ou porte anestésico e os valores da guia (impressos) serão de
acordo com a regra abaixo:

Valor percentual 50% no procedimento será impresso na guia o valor do campo será 2;

Valor percentual 70% no procedimento será impresso na guia o valor do campo será 3;

Qualquer outro valor percentual no procedimento será impresso na guia o valor do campo será 1.

Técnica
Apresentará o código da técnica utilizada para realização do procedimento, conforme tabela de
domínio (tipo de detalhamento) nº 48. Esse campo será preenchido em caso de procedimento
cirúrgico. O procedimento deve ter no seu cadastro um número de auxiliares ou porte anestésico e os

96 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

valores da guia (impresso) serão de acordo com a regra abaixo:

Se a técnica utilizada for Vídeo será impresso na guia o valor do campo 2;

Se a técnica utilizada for Convencional e utilizar Robótica será impresso na guia o valor do campo
3;

Se a técnica utilizada não for Vídeo e não utilizar Robótica será impresso na guia o valor 1.

Fator redução / acréscimo


Campo para apresentação do fator de redução ou acréscimo sobre o valor do procedimento realizado
ou o item assistencial utilizado. Quando não houver redução ou acréscimo sobre o valor do
procedimento, o campo deve ser preenchido com 1,00.

Valor unitário
Campo preenchido de acordo com o valor unitário do item apresentado na conta do paciente. Nos
casos em que esse valor não possa ser definido previamente por força contratual, o campo deve ser
preenchido com zero.

Valor total
Apresentará o valor total do procedimento realizado, considerando a quantidade de procedimentos
realizados, o valor unitário e o fator de redução ou acréscimo. Nos casos em que esse valor não
possa ser definido previamente por força contratual, o campo deve ser preenchido com zero.

Quando a guia possuir mais de uma página, os valores somente serão aprestados na última página e
nas anteriores apresentará "*******". Nos casos em que o procedimento não estiver relacionado à guia,
seu valor não será considerado para compor os valores apresentados.

Identificação dos profissionais / Equipe


É possível configurar a apresentação das configurações de geração da equipe, podendo definir entre
as opções:

Não gera equipe;

Apenas cirurgias;

Cirurgias e serviços SP;

Cirurgias, SP e SD (PF);

Todos serviços com prestador.

Para o tipo de prestador para geração da equipe, é possível determinar se serão geradas guias para:

Todos os prestadores;

Somente prestador cobrança (P);

Somente prestador credenciado (C).

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 97


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Sequencial de referência

Número sequencial de referência (número da linha) do procedimento ou exame realizado, que se


refere à participação do profissional integrante da equipe.

Grau participação
Grau de participação do profissional na equipe executante do serviço, conforme tabela de domínio
(tipo de detalhamento) nº 35. Campo condicionado, que deve ser preenchido sempre que houver
honorários profissionais relativos aos procedimentos realizados e tratar-se de procedimento realizado
por equipe. Configurável de acordo com com vínculo que é feito na tela "TUSS".

Código do profissional
Código na operadora
Campo obrigatório que apresentará o código na operadora ou o CPF do profissional participante da
equipe de execução do procedimento. Há uma configuração na tela de detalhamento do TISS que
possibilita a exibição de 12 dígitos nesse campo. Para isso, é necessário na tela "Configurações
detalhadas do TISS", ao selecionar o tipo de guia "Solicitação de Autorização" e o elemento do
serviço "Guia de Solicitação SP-SADT", selecionar a opção "Tarja Magnética (BASE64) no campo
"Preenchimento do Id. do Beneficiário" para a tag "identificarBeneficiário".

Esses campos obedecerão a uma hierarquia para que sejam preenchidos. Em um primeiro momento,
o sistema irá buscar o código do prestador na operadora. Caso esse código não exista, buscará o
credenciamento do prestador, e ainda que esse dado não exista, buscará o CPF ou CNPJ.

Quando utilizada a opção "Credenciamento", é possível definir se o sistema usará ou não o código do
hospital para profissionais não credenciados. Essa configuração deve ser realizada na tela
"Configurações Detalhadas do TISS".

Nome do profissional
Nome do profissional participante da equipe de execução do procedimento. Trata-se de um campo de
preenchimento obrigatório.

Conselho profissional
Código do conselho profissional do executante do procedimento, conforme tabela de domínio (tipo de
detalhamento) nº 26. É um campo obrigatório e configurável de acordo com vínculo realizado na tela
"TUSS".

Número no conselho
Campo obrigatório. É o número de registro do profissional executante no respectivo conselho
profissional. Essa numeração é informada na tela "Cadastro de Prestadores", aba "Complemento".

UF
Sigla da Unidade Federativa do conselho do profissional executante do procedimento, conforme tabela
de domínio (tipo de detalhamento) nº 59. Campo obrigatório e configurável de acordo com vínculo
realizado na tela "TUSS".

Código CBO
Trata-se de um campo obrigatório. Código na Classificação Brasileira de Ocupações do profissional
executante do procedimento, conforme tabela de domínio (tipo de detalhamento) nº 24, configurável de

98 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

acordo com vínculo realizado na tela "TUSS". É necessário também, constar a informação da
especialidade principal, indicada no cadastro do prestador , aba "Especialidades".

Data de realização de procedimento em série e assinatura do beneficiário ou responsável


Campos para registros manuais da data e da assinatura do beneficiário/responsável que realizou o
procedimento em série. Exemplo: sessões de fisioterapia. A cada sessão, o paciente data e assina,
confirmando a realização do procedimento.

Totalizadores

Os campos "Total de procedimento", "Total de taxas e aluguéis", "Total de materiais", "Total de


OPME", "Total de medicamentos", "Total de gases medicinais" e "Total geral" só serão exibidos com
informação quando existirem itens de despesas lançados na conta do paciente. Mais informações
sobre esses campos serão apresentadas a seguir, no tópico "Totalizadores " dos anexos de outras
despesas.

Assinaturas
Campos para registro da assinatura manual do:

Responsável pela autorização;

Beneficiário ou responsável;

Contrato.

Anexos de Outras Despesas


No campo "Tipo de agrupamento das despesas", exibido na parte inferior da tela "Configurações
Detalhadas do TISS", são exibidas as seguintes opções:

Não agrupa;

Agrupa por dia de lançamento;

Agrupa em única data.

Despesas realizadas
Caso a operadora ainda não esteja utilizando a TUSS referente o TISS 3.02, as opções "Tipo tradução
Diárias/Taxas", "Tipo tradução Medicamentos" e "Tipo tradução Materiais/OPME" devem ser mudadas
para "Traduções TISS versão 2 (provisório, tabela 00)". É importante que essa opção somente seja
usada se a operadora não trabalhar com a tabela TUSS.

Código da despesa
Campo de preenchimento obrigatório, no qual é exibido o código da natureza da despesa, conforme a
tabela de domínio nº 25. O relacionamento deve ser realizado na tela "TUSS".

O relacionamento deve ser o seguinte: na tabela de domínio nº 25, no relacionamento de "Serv.


Hosp." deve ser informado o tipo de serviço hospitalar que consta no cadastro do procedimento.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 99


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Despesas

Data de realização
Refere-se à data de realização da despesa, o preenchimento é obrigatório no formato: DD/MM/AAAA.
No campo "Tipo da geração da data de outras despesas?", exibido na parte inferior da tela
"Configurações Detalhadas do TISS", são exibidas as seguintes opções:

Data do lançamento do item;

Data início do atendimento;

Data início da conta;

Data fim da conta;

Data da alta do atendimento.

Hora inicial
Refere-se ao horário inicial da realização da despesa. Deve ser preenchido quando o item de despesa
admitir cobrança mensurável em horas.

No campo "Tipo da Geração do Horário Inicial", selecionar uma das seguintes opções:

Hora do lançamento do item;

Hora início do atendimento;

Hora início da conta;

Hora fim da conta;

Hora da data do atendimento;

Não gera hora.

No campo "Tipo da Geração do Horário Inicial Complementar?", selecionar uma das seguintes
opções:

Não informar;

Horário do gás no lançamento do item.

Hora final
Campo referente ao horário final da realização da despesa. Deve ser preenchido quando o item de
despesa admitir cobrança mensurável em horas.

No campo "Tipo da Geração do Horário Final?", selecionar uma das seguintes opções:

Hora do lançamento do item;

100 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Hora início do atendimento;

Hora início da conta;

Hora fim da conta;

Hora da data do atendimento;

Não gera hora.

No campo "Tipo da Geração do Horário Final Complementar?", selecionar uma das seguintes opções:

Não informar;

Horário do gás (Final) no lançamento do item.

Tabela
Código da tabela utilizada para identificar os procedimentos realizados ou itens assistenciais
utilizados. A tabela utilizada pode ser identificada na tela "TUSS". As tabelas de procedimento e itens
assistenciais são as de números "00", "98", "22", "20", "19" e "18".

Código do item
Campo de preenchimento obrigatório, referente ao código do item assistencial das despesas
realizadas, conforme a tabela utilizada.

Quantidade
Quantidade realizada da despesa apresentada. Preenchimento obrigatório.

Unidade de medida
Campo de preenchimento condicionado no qual é exibido o código da unidade de medida e deve ser
preenchido quando o item cobrado possuir a unidade de medida cadastrada, conforme a tabela de
domínio nº 60. O relacionamento deve ser realizado na tela "TUSS".

Fator redução/acréscimo
Fator de redução ou acréscimo sobre o valor do procedimento realizado ou item assistencial utilizado.
Preenchimento obrigatório. Caso não haja acréscimo ou redução no valor do procedimento, preencher
o campo com 1,00.

Valor unitário
Campo de preenchimento obrigatório que exibe o valor unitário do item assistencial realizado. Nos
casos em que esse valor não puder ser definido previamente por força contratual, o campo será
preenchido com o valor 0 (zero).

Valor total
Valor total dos itens assistenciais utilizados, considerando a quantidade do item assistencial, o valor
unitário e o fator de redução ou acréscimo. Preenchimento obrigatório.

Quando a guia possuir mais de uma página, os valores somente serão aprestados na última página e

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 101


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

nas anteriores apresentará "*******". Nos casos em que o procedimento não estiver relacionado à guia,
seu valor não será considerado para compor os valores apresentados.

Registro ANVISA do material


Campo condicionado que exibe o número de registro do material na ANVISA e deve ser preenchido
quando houver a cobrança de itens de órteses, próteses e materiais especiais, nos casos em que for
utilizado um código de material ainda não cadastrado na TUSS.

Referência do material no fabricante

Código de referência do material no fabricante. Deve ser preenchido quando se tratar de órteses,
próteses e materiais especiais. Essa informação é buscada na coluna "Produto Fornecedor" da tela
"De Para Produto MV-Fornecedor".

Nº autorização de funcionamento da empresa


Número da autorização de funcionamento da empresa da qual o material está sendo comprado. Deve
ser preenchido em caso de cobrança itens de órteses, próteses e materiais especiais que foram
adquiridos pelo prestador solicitante. Essa informação é buscada no campo "Código da AFE" da tela
"Cadastro Fornecedor/Cliente".

Descrição
Campo de preenchimento obrigatório no qual é exibida a descrição do item assistencial utilizado. Para
o campo "Tipo da Geração Descrição?", o usuário poderá selecionar uma das opções:

Descrição da TUSS;

Descrição do cadastro do procedimento;

Descrição customizada UnimedBH;

Descr.Customizada UnimedVoltaRedonda.

Observação/justificativa
Campo utilizado para adicionar quaisquer observações sobre o atendimento ou justificativas que julgue
necessário. Preenchimento opcional. No campo "Tipo da Geração da Observação/Justificativa"
selecionar umas seguintes opções:

Observações da tela de "Guias";

Justificativa da tela de "Guias";

Informação/observação do atendimento.

Totalizadores
A configuração realizada para estes campos será utilizada tanto na Guia de SP/SADT quanto para a
Guia de Anexos de Outras Despesas, caso haja necessidade de emissão da segunda guia.

Total de procedimentos
Refere-se ao valor total de todos os procedimentos realizados e só deve ser preenchido caso haja

102 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

procedimento cobrado.

Total de taxas diversas e aluguéis


Refere-se ao valor total das taxas diversas e aluguéis, considerando o somatório de todas as taxas e
aluguéis cobrados e só deve ser preenchido caso haja taxa ou aluguel cobrados.

Total de materiais
Refere-se ao valor total dos materiais, considerando o valor unitário de cada material e a quantidade
utilizada. Para ser preenchido deve haver material sendo cobrado.

Total de OPME
Refere-se ao valor total das órteses, próteses e materiais especiais, considerando o valor unitário de
cada material e a quantidade utilizada. A condição para preenchimento é que haja órteses, próteses
ou materiais especiais sendo cobrados.

Total de medicamentos
Esse campo refere-se ao valor total dos medicamentos, considerando o valor unitário e a quantidade
de cada medicamento utilizado. A condição para preenchimento é que haja medicamento cobrado.

Total gases medicinais


Refere-se ao valor total dos gases medicinais, considerando o somatório de todos os itens de gases
medicinais utilizados. Deve ser preenchido caso haja gases medicinais cobrados.

Total geral
Refere-se ao somatório de todos os valores totais de procedimentos realizados e itens assistenciais
utilizados. Preenchimento obrigatório.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 103


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Resumo de Internação

Guia de Resumo de Internação

Para as Guias de Resumo de Internação temos como opção configurar a forma como serão geradas
as guias dos prestadores credenciados. Para isso, o usuário poderá utilizar as seguintes opções:

Não gera - as guias dos prestadores credenciados serão geradas em um lote distinto;

Gera - as guias dos prestadores credenciados serão geradas junto com as guias principais;

Somente SP (Serviços Profissionais) - apenas quando se tratar de serviços profissionais, as guias


dos prestadores credenciados serão gerados junto às guias principais;

Somente SD (Serviços Diagnósticos) - apenas quando se tratar de serviços diagnósticos, as guias


dos prestadores credenciados serão gerados junto às guias principais;

SP e SD (Somente PF) - apenas quando forem serviços profissionais e diagnósticos, prestados por
pessoas físicas, as guias de tais prestadores credenciados serão geradas junto ao lote de guias
principais.

Cabeçalho
Registro ANS
Trata-se de um campo obrigatório que é preenchido com o número de registro da operadora de plano
privado de assistência à saúde na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Esse campo
buscará as informações da tela "Cadastro de Convênios", acessando a aba "Complemento", campo
"Registro ANS da Operadora".

Número da guia no prestador


Número que identifica a guia no prestador de serviços. Trata-se de um campo obrigatório e
configurável, podendo selecionar umas das opções para o seu preenchimento:

Sequencial TISS (código interno do sistema, que não repete);

Conta;

Conta + Sequencial;

Sequencial por tipo (faixa).

Número da guia de solicitação de internação


Apresentará o número da guia de solicitação de internação. Trata-se de um campo obrigatório e
configurável, podendo selecionar umas das opções:

Não gera - o campo será apresentado em branco;

Da conta - caso seja selecionada essa opção, o campo "Guia Conta" deverá estar preenchido na
tela "Conta Hospitalar";

Do atendimento - caso seja selecionada essa opção, o campo "Guia Atendimento" deverá estar

104 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

preenchido na tela "Conta Hospitalar".

A numeração da guia de solicitação é gerada na tela "Guias", campo "Nr. Guia".

Dados da autorização
Não gera;

Guia da conta - buscará os dados da conta;

Guia do atendimento - buscará os dados do atendimento.

Número da guia atribuído pela operadora


Número que identifica a guia, atribuído pela operadora. É condicionado e deve ser preenchido caso a
operadora atribua outro número à guia, independente do número que a identifica no prestador.

Data da autorização
Data em que a autorização para realização do atendimento/procedimento foi concedida pela
operadora.

Senha
É a senha de autorização fornecida pela operadora, é obrigatório e configurável, podendo o usuário
selecionar, para preenchimento do campo, as opções:

Senha da autorização;

Número da guia de autorização.

Data de validade da senha


É a data de validade da senha de autorização do procedimento, é condicionado. Deve ser preenchido
nos casos em que a autorização ocorre pela operadora com emissão de senha com prazo de
validade.

Todas as informações para o preenchimento dos campos acima descritos podem ser encontradas na
tela "Guias".

Dados do beneficiário
Número da carteira
Trata-se de um campo obrigatório. O número da carteira é informado no momento do registro do
atendimento, na tela "Cadastro de Carteiras do Pacientes".

Atendimento a RN
Trata-se de um campo obrigatório que indica se o paciente é um recém-nato que está sendo atendido
no contrato do responsável. Conforme os termos do Art. 12, inciso III, alínea a, da Lei 9.656, de 03 de
junho de 1998.

Campo será preenchido de acordo com registro do atendimento.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 105


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Nome

Trata-se de um campo obrigatório que apresenta o nome do paciente, conforme o cadastro realizado
na tela "Cadastro de Paciente" para um atendimento ambulatorial, externo ou de urgência/
emergência.

Cartão Nacional de Saúde


Exibirá o número do Cartão Nacional de Saúde do beneficiário. Essa informação é indicada na tela
"Cadastro de Paciente".

Dados do contratado executante


Código na operadora
Campo obrigatório que apresentará o código na operadora ou o CPF do profissional participante da
equipe de execução do procedimento.

Esses campos obedecerão a uma hierarquia para que sejam preenchidos. Em um primeiro momento,
o sistema irá buscar o código do prestador na operadora. Caso esse código não exista, buscará o
credenciamento do prestador, e ainda que esse dado não exista, buscará o CPF ou o CNPJ.

Quando utilizada a opção "Credenciamento", é possível definir se o sistema usará ou não o código do
hospital para profissionais não credenciados. Essa configuração deve ser realizada na tela
"Configurações Detalhadas do TISS".

Credenciamento / CPF / CNPJ


O preenchimento desse campo obedece a uma hierarquia. Por exemplo, em um primeiro momento o
sistema irá analisar se existe código do prestador na operadora, caso não exista verificará se o
prestador é pessoa física e preencherá o campo com o número de seu CPF. No entanto, caso o
prestador seja pessoa jurídica, o campo será preenchido com o seu CNPJ. O CPF ou CNPJ do
prestador são informados na tela "Cadastro de Prestadores", aba "Prestador", campo "CPF/CGC".

Nesses casos, é necessário configurar a ordem para busca dessas informações. Para isso, o usuário
deverá selecionar no campo "Tipo de Utilização" a hierarquia a ser utilizada, definindo para a primeira
opção o tipo de utilização "1 - Utilizar", para a segunda "2 - 2º Opção" etc.

Caso seja definida a opção "1 - Utilizar" para todas as opções existentes para preenchimento do
campo, será realizada a busca pelas informações do primeiro campo e caso tais informações não
existam, o campo ficará em branco.

Nome do contratado
Trata-se de um campo obrigatório, que apresentará a descrição da razão social, nome fantasia ou
nome do contratado que executou o procedimento. Essas informações serão obtidas na tela
"Cadastro de Empresas", aba "Empresa", campos "Nome Fantasia" ou "Razão Social".

Código CNES
Trata-se de um campo obrigatório e configurável, no qual será apresentado o código do prestador no
Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde do Ministério da Saúde (CNES/MS). Caso o
prestador não possua o código do CNES, o campo deverá ser preenchido com 9999999. O CNES
deve ser informado no campo "CNES" da aba "Empresa" na tela "Cadastro de Empresas".

106 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Dados da internação

Caráter do atendimento
Campo obrigatório e configurável que apresentará o código do caráter do atendimento, conforme
registro do atendimento.

Tipo de faturamento
Campo obrigatório que apresentará o tipo do faturamento, onde será configurado o valor de acordo
com a conta, sendo:

Conta parcial - quando ainda não foi registrada a alta do paciente;

Final - última conta, nesse caso, a data final da conta é a mesma da data de alta do atendimento;

Total - conta única, a data inicial da conta é igual a data início do atendimento e a data final da
conta é igual à data de alta do atendimento.

O relacionamento deve ser realizado na tela "TUSS", conforme tabela de domínio nº 55.

Data do início do faturamento


Trata-se de um campo obrigatório que indica a data do início do faturamento. Quando o tipo de
faturamento for igual a "3 - Complementar", é necessário preencher o campo com a data do início do
faturamento da guia que está sendo complementada.

Hora do início do faturamento


Trata-se de um campo obrigatório que indica a hora de início do faturamento. Quando o tipo de
faturamento for igual a "3 - Complementar", é necessário preencher o campo com a hora de início do
faturamento da guia que está sendo complementada.

Data do fim do faturamento


Trata-se de um campo obrigatório que indica a data de fim do faturamento. Quando o tipo de
faturamento for igual a "3 - Complementar", é necessário preencher o campo com a data de fim do
faturamento da guia que está sendo complementada.

Hora do fim do faturamento


Trata-se de um campo obrigatório que indica a hora de fim do faturamento. Quando o tipo de
faturamento for igual a "3 - Complementar", é necessário preencher o campo com a hora de fim do
faturamento da guia que está sendo complementada.

Tipo de internação
Campo obrigatório que apresentará o código do tipo de internação, conforme tabela de domínio nº 57.

O relacionamento deverá ser realizado com as opções existentes na tela "Tipos de Atendimento".

Regime de internação
Campo obrigatório e configurável, que apresentará o regime de internação utilizado, de acordo com
tabela de domínio nº 41. O relacionamento poderá ser realizado na tela "TUSS".

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 107


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Para preenchimento desse campo, o usuário poderá selecionar uma das opções:

Unidade de internação (automático);

Acomodação da conta (TUSS).

Declarações
Número da declaração de nascido vivo

Número da declaração de nascido vivo, que é o documento-base do Sistema de Informações sobre


Nascidos Vivos do Ministério da Saúde (SINASC/MS). É um campo condicionado, que deve ser
preenchido em caso de internação obstétrica em que haja nascido vivo.

CID10 óbito
Esse é um campo opcional, que exibirá o código do diagnóstico de óbito do paciente de acordo com a
Classificação Internacional de Doenças e de Problemas Relacionados a Saúde – 10ª revisão.

Número da declaração de óbito


Campo condicionado que apresentará o número da declaração de óbito do paciente, que é o
documento-base do Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde (SIM/MS).
Deve ser preenchido quando o óbito for igual ao código 41 (Óbito com declaração de óbito fornecida
pelo médico assistente) ou quando for óbito do RN na guia de internação da mãe.

Indicador da declaração de óbito do RN


Indica se a declaração de óbito é do recém-nato durante a internação da mãe. Trata-se de um campo
condicionado, que deve ser preenchido quando o campo Número da Declaração de Óbito for
preenchido com "S" (Sim), caso a declaração de óbito informada seja do RN, e com "N"(Não), caso a
declaração de óbito informada seja da mãe.

Esses campos são informados na tela "Alta Hospitalar do Paciente".

Dados saída da internação

CID 10 (Principal, 2º, 3º, 4º)


Campo 37, opcional, código do diagnóstico principal de acordo com a Classificação Internacional
de Doenças e de Problemas Relacionados a Saúde - 10ª revisão;

Campo 38, opcional, código do diagnóstico secundário de acordo com a Classificação


Internacional de Doenças e de Problemas Relacionados a Saúde – 10ª revisão;

Campo 39, opcional, código do terceiro diagnóstico de acordo com a Classificação Internacional de
Doenças e de Problemas Relacionados a Saúde - 10ª revisão;

Campo 40, opcional, código do quarto diagnóstico de acordo com a Classificação Internacional de
Doenças e de Problemas Relacionados a Saúde - 10ª revisão.

Indicação de acidente
Campo obrigatório, indica se o atendimento é devido a acidente ocorrido com o beneficiário ou doença
relacionada. Esse campo buscará as informações da tela "Internação do Paciente".

108 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

As opções da TUSS para esse campo estão disponíveis na tela "TUSS", conforme tabela de domínio
nº 36.

Motivo de encerramento da internação


É um campo de preenchimento obrigatório que indica o motivo do encerramento da internação. O
relacionamento pode ser realizado na tela "TUSS", conforme a tabela de domínio nº 39.

Procedimentos e exames realizados

Para esse bloco, o usuário deverá configurar o agrupamento dos serviços, que pode ser:

Não agrupa;

Agrupa por dia de lançamento;

Agrupa em uma única data (data de início da conta).

O tipo de informação dos itens de pacote:

Não gera;

Gera todos os serviços (SP e SD);

Gera apenas serviços profissionais (SP).

Procedimento realizado
Data
Data em que o atendimento/procedimento foi realizado. Trata-se de um campo obrigatório e
configurável. Para o tipo da geração da data do procedimento, é possível selecionar:

Data de lançamento do item;

Data de início do atendimento;

Data de início da conta;

Data fim da conta;

Data da alta do atendimento.

Já para o tipo de geração da data (complementar), é possível configurar as opções:

Data da cirurgia;

Não informar.

Hora inicial
Horário inicial da realização do procedimento. Trata-se de um campo condicionado e configurável, que
deve ser preenchido quando o procedimento ocorrer em situações de urgência e emergência. Para o

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 109


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

tipo de geração da hora início do procedimento, é possível configurar utilizando as seguintes


informações:

Hora do lançamento do item;

Hora início do atendimento;

Hora início da conta;

Hora fim da conta;

Hora da alta do atendimento;

Não gera hora.

Já para o tipo de geração da hora início complementar, é possível selecionar entre as opções:

Hora inicial da cirurgia;

Horário especial;

Não informar.

Hora final
Campo para indicação do horário final da realização do procedimento. Trata-se de um campo
condicionado e configurável que deve ser preenchido quando o procedimento ocorrer em situações de
urgência e emergência. Para o tipo de geração da hora final do procedimento, é possível configurar as
seguintes informações:

Hora do lançamento do item;

Hora início do atendimento;

Hora início da conta;

Hora fim da conta;

Hora da alta do atendimento;

Não gera hora.

Já para o tipo de geração da hora final complementar, é possível selecionar entre as opções:

Hora inicial da cirurgia;

Horário especial;

Não informar.

110 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Procedimento

Tabela
Código da tabela utilizada para identificar os procedimentos realizados ou itens assistenciais
utilizados. A tabela utilizada pode ser identificada na tela "TUSS". As tabelas de procedimento e itens
assistenciais são as de números "00", "98", "22", "20", "19" e "18".

Código do procedimento
Trata-se de um campo obrigatório e configurável que apresentará o código identificador do
procedimento realizado pelo prestador. Os relacionamentos entre os códigos dos procedimentos
TUSS e os códigos dos procedimentos cadastrados no hospital devem ser realizados na tela "TUSS",
tabela de domínio nº 22. É possível também personalizar as configurações por empresa, convênio e
tipo de internação.

Descrição
Campo obrigatório e configurável que apresenta a descrição do procedimento realizado. O
relacionamento buscará a descrição conforme o relacionamento realizado com o código do
procedimento.

Quantidade
Campo obrigatório que indica a quantidade realizada do procedimento de acordo com a quantidade
informada na conta do paciente.

Via
Código da via de acesso utilizada para realização do procedimento, conforme a tabela de domínio nº
61. Trata-se de um campo condicionado que deve ser preenchido em caso de procedimento cirúrgico,
onde o valor será de acordo com o valor percentual que estiver informado na conta. O procedimento
deve ter, no seu cadastro, um número de auxiliares ou porte anestésico e os valores (impressos) da
guia serão de acordo com a regra abaixo:

Valor percentual 50% no procedimento será impresso na guia o valor do campo será 2;

Valor percentual 70% no procedimento será impresso na guia o valor do campo será 3;

Qualquer outro valor percentual no procedimento será impresso na guia o valor do campo será 1.

Técnica
Trata-se de um campo condicionado que apresentará o código da técnica utilizada para realização do
procedimento, conforme a tabela de domínio nº 48. Esse campo será preenchido se houver um
procedimento cirúrgico. O procedimento deve ter, no seu cadastro, um número de auxiliares ou porte
anestésico e os valores (impressos) da guia serão de acordo com a regra abaixo:

Se a técnica utilizada for Vídeo, será impresso na guia o valor do campo 2;

Se a técnica utilizada for Convencional e utilizar Robótica, será impresso na guia o valor do campo
3;

Se a técnica utilizada não for Vídeo e não utilizar Robótica, será impresso na guia o valor 1.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 111


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Fator redução / acréscimo

Campo obrigatório para apresentação do fator de redução ou acréscimo sobre o valor do procedimento
realizado ou o item assistencial utilizado. Quando não houver redução ou acréscimo sobre o valor do
procedimento, o campo deve ser preenchido com 1,00.

Valor unitário
Campo obrigatório de acordo com o valor unitário do procedimento realizado na conta do paciente.

Valor total
Trata-se de um campo obrigatório que apresentará o valor total do procedimento realizado,
considerando a quantidade de procedimentos realizados, o valor unitário e o fator de redução ou
acréscimo.

Quando a guia possuir mais de uma página, os valores serão apresentados apenas na última página,
exibindo asteriscos nas páginas anteriores, por exemplo, "*******". Além disso, nos casos em que o
procedimento não estiver relacionado à guia, seu valor não será considerado para compor os valores
apresentados.

Identificação da equipe
É possível configurar a apresentação das configurações de geração da equipe, podendo definir entre
as opções:

Não gera equipe;

Apenas cirurgias;

Cirurgias e serviços SP;

Cirurgias, SP e SD (PF);

Todos serviços com prestador.

Já para a configuração do tipo de geração da equipe, é possível definir entre as opções:

Equipe aberta;

Equipe fechada.

Para o tipo de prestador para geração da equipe, é possível determinar se serão geradas guias para:

Todos os prestadores;

Somente prestador cobrança (P);

Somente prestador credenciado (C).

Grau participação
Grau de participação do profissional na equipe executante do serviço, conforme tabela de domínio nº

112 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

35. Campo obrigatório e configurável de acordo com vínculo realizado na tela "TUSS". É necessário
estar atento à data da vigência.

Código na operadora
Credenciamento ou CPF
Campo obrigatório que apresentará o código na operadora ou o CPF do profissional participante da
equipe de execução do procedimento.

Esses campos obedecerão a uma hierarquia para que sejam preenchidos. Em um primeiro momento,
o sistema irá buscar o código do prestador na operadora. Caso esse código não exista, buscará o
credenciamento do prestador, e ainda que esse dado não exista, buscará o CPF ou CNPJ.

Quando utilizada a opção "Credenciamento", é possível definir se o sistema usará ou não o código do
hospital para profissionais não credenciados. Essa configuração deve ser realizada na tela
"Configurações Detalhadas do TISS".

Nome do profissional
Nome do profissional participante da equipe de execução do procedimento. Trata-se de um campo de
preenchimento obrigatório. Essas informações são cadastradas na aba "Prestador" da tela "Cadastro
de Prestadores".

Conselho do profissional
Código do conselho profissional do executante do procedimento ou item assistencial, conforme a
tabela de domínio nº 26. Trata-se de um campo obrigatório e configurável de acordo com o vínculo que
é feito na tela do "TUSS".

Número do conselho
Campo obrigatório para indicação do número de registro no respectivo conselho profissional. Essas
informações são cadastradas na tela "Cadastro de Prestadores". Basta acessar a aba
"Complemento".

UF
Trata-se de um campo obrigatório para apresentação da sigla da Unidade Federativa do Conselho
Profissional do executante do procedimento, conforme tabela de domínio nº 59.

Essa informação é cadastrada na aba "Prestador" da tela "Cadastro de Prestadores".

Código CBO
Trata-se de um campo obrigatório e configurável que apresenta o código, na Classificação Brasileira
de Ocupações, do profissional executante do procedimento, conforme tabela de domínio nº 24. O
relacionamento deve ser realizado na tela "TUSS".

Totais da guia
A configuração realizada para estes campos será utilizada tanto na Guia de Resumo de Internação
quanto para a Guia de Anexos de Outras Despesas, caso haja necessidade de emissão da segunda
guia.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 113


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Total de procedimentos

Trata-se de um campo obrigatório que apresenta o valor total de todos os procedimentos realizados.

Total de diárias
Campo condicionado que apresentará o valor total das diárias considerando o valor de cada diária e a
quantidade de diárias cobradas. Deve ser preenchido, caso existam diárias a serem cobradas e o
relacionamento com os procedimentos deve ser realizado na tela "TUSS". É necessário estar atento à
data de vigência da tabela de relacionamentos configurada, caso contrário, o valor não será exibido na
guia principal.

As diárias podem ser configuradas especificamente por empresas, convênios, procedimento, tipo de
atendimento e/ou setores.

Os registros sem informação de empresa e/ou convênio, terão efeito para todos os convênios e
empresas cadastrados, ou seja, a configuração de relacionamento será geral. No entanto, existem
casos em que, por necessidades específicas, serão adotadas opções diferentes para serem
relacionadas ao código TUSS apresentado. Nesses casos, existe a possibilidade de duplicar o
registro desejado e configurá-lo para um convênio ou mesmo empresa distintos. Dessa forma, sempre
que esse convênio for utilizado, o código TUSS será correspondente a uma opção divergente da opção
configurada para o mesmo código quando utilizados os demais convênios.

Total de taxas e aluguéis


Trata-se de um campo condicionado que será preenchido com o valor total das taxas e aluguéis,
considerando o somatório de todas as taxas e aluguéis cobrados. Os procedimentos devem ser
configurados de acordo com o vínculo que é feito na tela "TUSS". É necessário estar atento à data de
vigência da tabela de relacionamentos configurada, caso contrário, o valor não será exibido na guia
principal.

As diárias podem ser configuradas especificamente por empresas, convênios, procedimento, tipo de
atendimento e/ou setores.

Os registros sem informação de empresa e/ou convênio, terão efeito para todos os convênios e
empresas cadastrados, ou seja, a configuração de relacionamento será geral. No entanto, existem
casos em que, por necessidades específicas, serão adotadas opções diferentes para serem
relacionadas ao código TUSS apresentado. Nesses casos, existe a possibilidade de duplicar o
registro desejado e configurá-lo para um convênio ou mesmo empresa distintos. Dessa forma, sempre
que esse convênio for utilizado, o código TUSS será correspondente a uma opção divergente da opção
configurada para o mesmo código quando utilizados os demais convênios.

Total dos materiais


Campo condicionado que apresenta o valor total dos materiais, considerando o valor unitário de cada
material e quantidade utilizada. Será preenchido caso haja material cobrado para o paciente. Os
relacionamentos devem ser configurados de acordo com o vínculo que é feito na tela "TUSS", tabela
de relacionamento nº 19.

Total de medicamentos
Campo condicionado que apresentará o valor total dos medicamentos. Para isso, serão levados em
consideração a quantidade do medicamento utilizada e o seu valor unitário.

Os relacionamentos devem ser configurados de acordo com o vínculo que é feito na tela "TUSS",

114 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

tabela de relacionamento nº 20.

Total de OPME
Trata-se de um campo condicionado que apresentará o valor total dos OPMEs, considerando o valor
unitário e a quantidade de cada OPME utilizado. Deve ser preenchido caso haja órtese, prótese ou
material especial cobrado. Os procedimentos devem ser configurados de acordo com o vínculo que é
feito na tela "TUSS". É necessário estar atento à data da vigência da tabela. Caso a data seja
posterior à data da conta, por exemplo, o valor não será exibido na guia principal.

Total de gases medicinais


Campo condicionado para apresentação dos valores totais dos gases medicinais, considerando o
somatório de todos os itens de gases medicinais utilizados. Os procedimentos devem ser
relacionados na tela "TUSS".

Total geral
Somatório de todos os valores totais de procedimentos realizados e itens assistenciais utilizados.
Campo de preenchimento obrigatório.

Assinaturas
Campos para registro da assinatura manual do:

Responsável pela autorização;

Beneficiário ou responsável;

Contrato.

Anexos de Outras Despesas


Para esse bloco, o usuário deverá configurar o tipo de agrupamento das despesas em:

Não agrupa;

Agrupa por dia de lançamento;

Agrupa em única data (dt. início da conta).

Despesas realizadas
Caso a operadora ainda não esteja utilizando a TUSS referente o TISS 3.02, as opções "Tipo tradução
Diárias/Taxas", "Tipo tradução Medicamentos" e "Tipo tradução Materiais/OPME" devem ser mudadas
para "Traduções TISS versão 2 (provisório, tabela 00)". É importante que essa opção somente seja
usada se a operadora não trabalhar com a tabela TUSS.

Código da despesa
Campo de preenchimento obrigatório no qual é exibido o código da natureza da despesa, conforme a
tabela de domínio nº 25. O relacionamento deve ser realizado na tela "TUSS". Caso todas as
informações do código da despesa não estejam configuradas, as guias de despesas não serão
impressas.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 115


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

O relacionamento deve ser o seguinte: na tabela de domínio nº 25, no relacionamento de "Serv.


Hosp." deve ser informado o tipo de serviço hospitalar que consta no cadastro do procedimento.

Despesas
Data de realização
Campo obrigatório, será preenchido com a data de realização da despesa. Para o tipo da geração da
data de outras despesas, é possível selecionar:

Data de lançamento do item;

Data de início do atendimento;

Data de início da conta;

Data fim da conta;

Hora da alta do atendimento;

Não gera hora.

Hora inicial
Campo condicionado, preenchido com o horário inicial da realização da despesa. Esse campo deve
ser preenchido quando o item de despesa admitir cobrança mensurável em horas. Para o tipo da
geração do horário inicial, o usuário poderá selecionar uma das opções:

Hora do lançamento do item;

Hora de início do atendimento;

Hora de início da conta;

Hora fim da conta;

Hora da alta do atendimento;

Não gera hora.

Já para o tipo de geração da hora inicial complementar, é possível configurar as opções:

Horário do gás no lançamento do item;

Não informar.

Hora final
Campo condicionado, preenchido com o horário final da realização da despesa. Esse campo deve ser
preenchido quando o item de despesa admitir cobrança mensurável em horas. Para o tipo da geração
do horário final, o usuário poderá selecionar uma das opções:

Hora do lançamento do item;

116 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Hora de início do atendimento;

Hora de início da conta;

Hora fim da conta;

Hora da alta do atendimento.

Já para o tipo de geração do horário final complementar, é possível configurar as opções:

Horário do gás (final) no lançamento do item;

Não informar.

Tabela
Código da tabela utilizada para identificar os procedimentos realizados ou itens assistenciais
utilizados. A tabela utilizada pode ser identificada na tela "TUSS". As tabelas de procedimento e itens
assistenciais são as de números "00", "98", "22", "20", "19" e "18".

Código do item
Campo de preenchimento obrigatório no qual é exibido o código do item assistencial das despesas
realizadas, conforme tabela utilizada.

Quantidade
Campo de preenchimento obrigatório no qual é exibida a quantidade realizada da despesa
apresentada.

Unidade de medida
Campo de preenchimento condicionado no qual é exibido o código da unidade de medida e deve ser
preenchido quando o item cobrado possuir a unidade de medida cadastrada, conforme a tabela de
domínio nº 60. O relacionamento deve ser realizado de acordo com a terminologia 60 da "TUSS".

Fator de redução e acréscimo


Campo obrigatório para apresentação do fator de redução ou acréscimo sobre o valor do procedimento
realizado ou sobre o item assistencial utilizado. Quando não houver redução ou acréscimo sobre o
valor do procedimento, o campo deve ser preenchido com o valor 1,00.

Valor unitário
Campo de preenchimento obrigatório que exibe o valor unitário do item assistencial realizado. Nos
casos em que esse valor não puder ser definido previamente por força contratual, o campo será
preenchido com o valor 0 (zero).

Valor total
Campo de preenchimento obrigatório que exibe o valor total dos itens assistenciais utilizados,
considerando a quantidade do item assistencial, o valor unitário e o fator de redução ou acréscimo.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 117


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Registro ANVISA do material

Campo condicionado que exibe o número de registro do material na ANVISA e deve ser preenchido
quando houver a cobrança de itens de órteses, próteses e materiais especiais, nos casos em que for
utilizado um código de material ainda não cadastrado na TUSS.

Referência do material no fabricante


Campo condicionado no qual é exibido o código de referência do material no fabricante. Esse campo
deve ser preenchido quando os itens da cobrança referirem-se a itens de órteses, próteses e materiais
especiais.

Número da autorização de funcionamento da empresa


Campo no qual é exibido o número da autorização de funcionamento da empresa da qual o material
está sendo comprado. Esse campo deve ser preenchido, caso haja a cobrança de itens de órteses,
próteses e materiais especiais adquiridos pelo prestador solicitante.

Descrição
Campo de preenchimento obrigatório no qual é exibida a descrição do item assistencial utilizado. Para
o tipo da geração da descrição, o usuário poderá selecionar uma das opções:

Descrição da TUSS;

Descrição do cadastro do procedimento.

Observação/justificativa
Campo utilizado para adicionar quaisquer observações sobre o atendimento ou justificativas que o
usuário julgue necessárias. Para o tipo da geração da observação/justificativa, o usuário poderá
selecionar uma das opções:

Observação da tela de "Guias";

Justificativa da tela de "Guias";

Informação/observação do atendimento.

118 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Honorário Individual

Guia de Honorário Individual

Para as Guias de Honorário Individual, temos como opção configurar a forma como serão geradas as
guias dos prestadores credenciados. Para isso, o usuário poderá utilizar as seguintes opções:

SP (Serviços Profissionais) de credenciados - apenas quando se tratar de serviços profissionais,


as guias dos prestadores credenciados serão geradas junto às guias principais;

SP/SD (Serviço Profissionais/Diagnóstico) de credenciados - apenas quando forem serviços


profissionais e diagnósticos, as guias de tais prestadores credenciados serão geradas junto ao lote
de guias principais;

SP/SD (Serviço Profissionais/Diagnóstico) de credenciados (somente P.F.) - apenas quando forem


serviços profissionais e diagnósticos, prestados por pessoas físicas, as guias de tais prestadores
credenciados serão geradas junto ao lote de guias principais.

Cabeçalho
Registro ANS
Trata-se de um campo obrigatório que é preenchido com o número de registro da operadora de plano
privado de assistência à saúde na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Esse campo
buscará as informações da tela "Cadastro de Convênios", acessando a aba "Complemento", campo
"Registro ANS da Operadora".

Número da guia no prestador


Número que identifica a guia no prestador de serviços. Trata-se de um campo obrigatório e
configurável na tela "Faixa de Guia por Convênio". Ao gerar a guia, será gerado automaticamente um
número que esteja dentro da faixa cadastrada.

Número da guia solicitação internação


Número que identifica a guia principal de solicitação de internação atribuído pelo prestador. Trata-se
de um campo obrigatório e configurável. A numeração da guia de solicitação é gerada na tela "Guias",
campo "Nr. Guia".

Senha
É a senha de autorização fornecida pela operadora, é obrigatório e configurável. Deve ser preenchido
em caso de autorização pela operadora com emissão de senha.

Número da guia atribuído pela operadora


Número que identifica a guia, atribuído pela operadora. Deve ser preenchido na tela "Guias", caso a
operadora atribua outro número à guia, independente do número que a identifica no prestador.

Número da carteira
Trata-se de um campo obrigatório. Tanto o número da carteira como sua validade são informados no
momento do registro do atendimento do paciente, seja: ambulatorial, externo ou de urgência/
emergência.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 119


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Nome do beneficiário

Trata-se de um campo obrigatório que apresenta o nome do paciente, conforme o atendimento


estabelecido, seja: ambulatorial, externo ou de urgência/emergência.

Atendimento a RN
Trata-se de um campo obrigatório que indica se o paciente é um recém-nato que está sendo atendido
no contrato do responsável. Conforme os termos do Art. 12, inciso III, alínea a, da Lei 9.656, de 03 de
junho de 1998.

Campo será preenchido de acordo com registro do atendimento.

Dados do contratado: local contratado


Código na operadora
O preenchimento desse campo obedece a uma hierarquia. Primeiro será verificado se existe código
do prestador na operadora, aba "Credenciamento".

Caso não exista, verificará se o prestador é pessoa física ou jurídica, aba "Complemento".

Se pessoa física, preencherá o campo com o número de seu CPF. No entanto, caso o prestador seja
pessoa jurídica, o campo será preenchido com o seu CNPJ. A informação correspondente ao CPF/
CNPJ do prestador consta na tela "Cadastro de Prestadores", aba "Prestador".

Nome do hospital / local


Trata-se de um campo obrigatório. Razão social ou nome fantasia do prestador contratado da
operadora onde o procedimento foi realizado.

Código CNES
Trata-se de um campo obrigatório e configurável, no qual será apresentado o código do prestador no
Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde do Ministério da Saúde (CNES/MS). Caso o
prestador não possua o código do CNES, o campo deverá ser preenchido com 9999999. O CNES é
informado na tela "Cadastro de Empresas", aba "Empresa", campo "CNES".

Dados do contratado executante


Código do contrato na operadora
Trata-se de um campo obrigatório. Código identificador do prestador contratado executante junto a
operadora, conforme contrato estabelecido.

Nome do contratado
Trata-se de um campo obrigatório, que apresentará a descrição da razão social, nome fantasia ou
nome do contratado que executou o procedimento. Essas informações serão obtidas na tela
"Cadastro de Empresas", aba "Empresa".

Código CNES
Trata-se de um campo obrigatório e configurável, no qual será apresentado o código do prestador no
Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde do Ministério da Saúde (CNES/MS). Caso o
prestador não possua o código do CNES, o campo deverá ser preenchido com 9999999. O CNES é
informado na tela "Cadastro de Empresas", aba "Empresa", campo "CNES".

120 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Nome do profissional executante

Nome do profissional que executou o procedimento. É condicionado e deve ser preenchido quando o
contratado for pessoa jurídica, exemplo: hospital. O tipo de vínculo é registrado na tela "Cadastro de
Prestadores", aba "Complemento", como foi mencionado anteriormente. Se o tipo de vínculo for
pessoa física, deverá ser gerada a guia do tipo "Credenciada", e o próprio profissional executante será
o contratado.

Número no conselho

Campo obrigatório. É o número de registro do profissional executante no respectivo conselho


profissional. Essa numeração é informada na tela "Cadastro de Prestadores", aba "Complemento".

UF
Sigla da Unidade Federativa do conselho profissional do executante do procedimento, conforme tabela
de domínio (tipo de detalhamento) nº 59. Campo obrigatório e configurável de acordo com vínculo
realizado na tela "TUSS".

Código CBO
Trata-se de um campo obrigatório. Código na Classificação Brasileira de Ocupações do profissional
executante do procedimento, conforme tabela de domínio nº 24, configurável de acordo com vínculo
realizado na tela "TUSS". É necessário também, constar a informação da especialidade principal,
indicada no cadastro do prestador, aba "Especialidades".

Dados da internação
Data do início do faturamento
Trata-se de um campo obrigatório que indica a data do início do faturamento. Quando o tipo de
faturamento for igual a "3 - Complementar", preencher o campo com a data do início do faturamento
da guia que está sendo complementada.

Data do fim do faturamento


Trata-se de um campo obrigatório que indica a data de fim do faturamento. Quando o tipo de
faturamento for igual a "3 - Complementar", preencher o campo com a data de fim do faturamento da
guia que está sendo complementada.

Procedimento realizado
Grau participação
Trata-se de um campo obrigatório. Informar o grau de participação do profissional na equipe
executante do procedimento, conforme tabela de domínio nº 35.

Data
Data em que o atendimento/procedimento foi realizado. Trata-se de um campo obrigatório e
configurável. Para o tipo da geração da data do procedimento, é possível selecionar:

Data de lançamento do item;

Data de início do atendimento;

Data de início da conta;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 121


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Data fim da conta;

Data da alta do atendimento.

Já para o tipo de geração da data (complementar), é possível configurar as opções:

Data da cirurgia;

Não informar.

Hora inicial
Horário inicial da realização do procedimento. Trata-se de um campo condicionado e configurável, que
deve ser preenchido quando o procedimento ocorrer em situações de urgência e emergência. Para o
tipo de geração da hora de início do procedimento, é possível configurar utilizando as seguintes
informações:

Hora do lançamento do item;

Hora início do atendimento;

Hora início da conta;

Hora fim da conta;

Hora da alta do atendimento.

Já para o tipo de geração da hora início complementar, é possível selecionar entre as opções:

Hora inicial da cirurgia;

Horário especial;

Não informar.

Hora final
Campo para indicação do horário final da realização do procedimento. Trata-se de um campo
condicionado e configurável, que deve ser preenchido quando o procedimento ocorrer em situações de
urgência e emergência.

Hora do lançamento do item;

Hora início do atendimento;

Hora início da conta;

Hora fim da conta;

Hora da alta do atendimento.

122 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Já para o tipo de geração da hora início complementar, é possível selecionar entre as opções:

Hora inicial da cirurgia;

Horário especial;

Não informar.

Procedimentos

Tabela
Código da tabela utilizada para identificar os procedimentos realizados ou itens assistenciais
utilizados. A tabela utilizada pode ser identificada na tela "TUSS". As tabelas de procedimento e itens
assistenciais são as de números "00", "98", "22", "20", "19" e "18".

Código do procedimento
Código identificador do procedimento realizado pelo prestador. Caso nenhum procedimento seja
relacionado na tela "TUSS", o procedimento não será traduzido e não haverá tipo de tabela
estabelecida.

Descrição
Campo obrigatório e configurável para descrição do procedimento realizado. O relacionamento buscará
a descrição conforme o relacionamento realizado com o código do procedimento.

Quantidade
Campo obrigatório que indica a quantidade realizada do procedimento de acordo com a quantidade
informada na conta do paciente.

Via de acesso
Código da via de acesso utilizada para realização do procedimento, conforme tabela de domínio nº 61.
Trata-se de um campo condicionado que deve ser preenchido em caso de procedimento cirúrgico,
onde o valor será de acordo com o valor percentual que estiver informado na conta. O procedimento
deve ter no seu cadastro um número de auxiliares ou porte anestésico, onde os valores da guia
(impressos) serão de acordo com a regra abaixo:

Valor percentual 50% no procedimento será impresso na guia o valor do campo será 2;

Valor percentual 70% no procedimento será impresso na guia o valor do campo será 3;

Qualquer outro valor percentual no procedimento será impresso na guia o valor do campo será 1.

Técnica
Trata-se de um campo condicionado que apresentará o código da técnica utilizada para realização do
procedimento, conforme tabela de domínio nº 48. Esse campo será preenchido em caso de
procedimento cirúrgico. O procedimento deve ter no seu cadastro um numero de auxiliares ou porte
anestésico, onde os valores da guia (impresso) serão de acordo com a regra abaixo:

Se a técnica utilizada for Vídeo será impresso na guia o valor do campo 2;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 123


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Se a técnica utilizada for Convencional e utilizar Robótica será impresso na guia o valor do campo
3;

Se a técnica utilizada não for Vídeo e não utilizar Robótica será impresso na guia o valor 1.

Fator redução ou acréscimo


Campo obrigatório para apresentação do fator de redução ou acréscimo sobre o valor do procedimento
realizado ou o item assistencial utilizado. Quando não houver redução ou acréscimo sobre o valor do
procedimento, o campo deve ser preenchido com 1,00.

Valor unitário
Campo obrigatório de acordo com o valor unitário do item apresentado na conta do paciente. Nos
casos em que esse valor não possa ser definido previamente por força contratual, o campo será
preenchido com 0 (zero).

Valor total
Valor total do(s) procedimento(s) realizado(s), considerando a quantidade de procedimentos
realizados, o valor unitário e o fator de redução ou acréscimo. Campo obrigatório. Nos casos em que
esse valor não possa ser definido previamente por força contratual, o campo será preenchido com 0
(zero).

No campo "Zerar valor profissional credenciados" selecionar umas das opções:

Não gera;

Zera todos serviços (SP e SD);

Zera apenas SADT (SD);

Zera apenas serviços prof. (SP).

Valor total dos honorários


Trata-se de um campo obrigatório. Definir o valor final do honorário profissional considerando o
somatório dos valores totais dos procedimentos realizados. Nos casos em que esse valor não possa
ser definido previamente por força contratual, o campo será preenchido com 0 (zero).

Observação/Justificativa
Campo opcional, utilizado para adicionar quaisquer observações sobre o atendimento ou justificativas
que julgue necessário.

Data de emissão
Trata-se de um campo obrigatório. Informar a data de emissão da guia.

Assinatura do profissional executante


Assinatura do profissional que executou o procedimento. Trata-se de um campo obrigatório.

124 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Consulta

Guia de Consulta

Para que seja gerada uma guia de consulta, é necessário que na tela de "Configurações do TISS por
Convênio", o campo "Gerar Guia de Consulta?" esteja marcado com a opção "Sim" e que na tela
"Configurações Detalhadas do TISS", o campo "Gerar Guias de Consulta" esteja marcado com o valor
"Gerar".

A guia de consulta só será gerada se, na conta do paciente, estiver lançado apenas um procedimento
de consulta. O tipo do procedimento "Eletiva" ou "Urgência". O tipo de consulta do item é definido na
tela "Procedimentos de Convênio". Se existir qualquer outro lançamento na conta, a guia a ser gerada
será a de SP/SADT e não mais a de consulta.

Guia de Consulta
Além de informar se a empresa/convênio utiliza a "Guia de Consulta", deverá ser informado no campo
"Gerar guias de consulta?" se a guia será gerada ou não. No campo "Tipo da geração da guia de
consulta?", deve ser parametrizado em que momento a guia deve ser gerada: se quando o
procedimento da conta estiver vinculado a um prestador do tipo "P" (Produção) ou tipo
"C" (Credenciado) ou para ambos. A configuração para definir o tipo de vínculo do prestador deve ser
realizada na tela "Cadastro de Prestadores", aba "Complemento". Nos casos em que não gerar a
Guia de Consulta, será gerada a Guia de SP/SADT.

Cabeçalho
Registro ANS
Trata-se de um campo obrigatório que é preenchido com o número de registro da operadora de plano
privado de assistência à saúde na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Esse campo
validará a informação existente na tela "Cadastro de Convênios", aba "Complemento".

Número da guia no prestador


Número que identifica a guia no prestador de serviços. Trata-se de um campo obrigatório e
configurável na tela "Faixa de Guia por Convênio". Será gerado automaticamente um número que
esteja dentro da faixa cadastrada.

Número da guia atribuído pela operadora


Número que identifica a guia, atribuído pela operadora. É condicionado e deve ser preenchido na tela
"Guias", caso a operadora atribua uma numeração à guia, independente do número que a identifica no
prestador.

Dados do beneficiário
Número da carteira
Trata-se de um campo obrigatório. Tanto o número da carteira como sua validade são informados no
momento do registro do atendimento do paciente, seja: ambulatorial, externo ou de urgência/
emergência.

Atendimento a RN
Trata-se de um campo obrigatório que indica se o paciente é um recém-nato que está sendo atendido
no contrato do responsável. Conforme os termos do Art. 12, inciso III, alínea a, da Lei 9.656, de 03 de
junho de 1998.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 125


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Campo será preenchido de acordo com registro do atendimento.

Nome do beneficiário
Trata-se de um campo obrigatório que apresenta o nome do paciente, conforme o atendimento
estabelecido, seja: ambulatorial, externo ou de urgência/emergência.

Cartão Nacional de Saúde


Exibirá o número do Cartão Nacional de Saúde do beneficiário. Essa informação é indicada na tela
"Cadastro de Paciente", que pode ser acessada por várias localizações do sistema de Atendimento.

Dados do contratado
Código na operadora
O código na operadora é identificador do prestador solicitante junto à operadora, conforme contrato
estabelecido.

O preenchimento desse campo obedece a uma hierarquia. Caso no campo "Tipo de Utilização" da
tela "Configurações Detalhadas do TISS", for selecionada a opção "Utilizar" para os três campos, será
exibido na guia apenas o código do prestador na operadora, validado da tela "Cadastro de
Prestadores", aba "Credenciamento". Se não houver esse registro, o campo será exibido sem
informação.

Para configurar uma ordem para busca dessas informações, é necessário selecionar no campo "Tipo
de Utilização" a hierarquia a ser utilizada, definindo para a primeira opção o tipo de utilização "1 -
Utilizar", para a segunda "2 - 2º Opção" etc. Nesse caso, será exibida a informação que estiver
registrada e possuir maior grau de hierarquia.

As informações de CPF e CNPJ são registradas na tela "Cadastro de Prestadores", aba "Prestador",
dependendo do tipo de pessoa, física ou jurídica.

Nome do contratado
Trata-se de um campo obrigatório, que apresentará a descrição da razão social, nome fantasia ou
nome do prestador contratado que executou o procedimento. Essas informações serão obtidas nas
telas "Cadastro de Empresas", aba "Empresa" ou "Cadastro de Prestadores", aba "Complemento".

Código CNES
Trata-se de um campo obrigatório e configurável, no qual será apresentado o código do prestador no
Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde do Ministério da Saúde (CNES/MS). Caso o
prestador não possua o código do CNES, o campo deverá ser preenchido com 9999999. O CNES é
informado na tela "Cadastro de Empresas", aba "Empresa".

Dados do profissional executante


Nome do profissional executante
Nome do profissional que executou o procedimento. É um campo condicionado e deve ser preenchido
quando o prestador contratado for pessoa jurídica, exemplo: hospital. O tipo de vínculo é registrado na
tela "Cadastro de Prestadores", como foi mencionado anteriormente. Se o tipo de vínculo for pessoa
física, deverá ser gerada a guia do tipo "Credenciada", e o próprio profissional executante será o
contratado.

126 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Conselho profissional

Código do conselho profissional do executante do procedimento, conforme tabela de domínio (tipo de


detalhamento) nº 26. É um campo obrigatório e configurável de acordo com vínculo realizado na tela
"TUSS".

Número no conselho
Campo obrigatório. É o número de registro do profissional executante no respectivo conselho
profissional. Essa numeração é informada na tela "Cadastro de Prestadores", aba "Complemento".

UF
Sigla da Unidade Federativa do conselho profissional do executante do procedimento, conforme tabela
de domínio (tipo de detalhamento) nº 59. Campo obrigatório e configurável de acordo com vínculo
realizado na tela "TUSS".

Código CBO
Trata-se de um campo obrigatório. Código na Classificação Brasileira de Ocupações do profissional
executante do procedimento, conforme tabela de domínio nº 24, configurável de acordo com vínculo
realizado na tela "TUSS". É necessário também constar a informação da especialidade principal,
indicada no cadastro do prestador, aba "Especialidades".

Indicação de acidente
Campo obrigatório, indica se o atendimento é devido a acidente ocorrido com o beneficiário ou doença
relacionada, conforme tabela de domínio (tipo de detalhamento) nº 36, configurável de acordo com
vínculo realizado na tela "TUSS".

Dados do atendimento
Data do atendimento
Campo obrigatório. Data em que o atendimento/procedimento foi realizado.

Tipo de consulta

Código do tipo de consulta realizada, conforme tabela de domínio (tipo de detalhamento) nº 52. O
campo obrigatório e configurável de acordo com vínculo realizado na tela "TUSS".

Dados do procedimento realizado


Tabela
Código da tabela utilizada para identificar os procedimentos realizados ou itens assistenciais
utilizados. A tabela utilizada pode ser identificada na tela "TUSS". As tabelas de procedimento e itens
assistenciais são as de números "00", "98", "22", "20", "19" e "18".

Código do procedimento
Código identificador do procedimento realizado pelo prestador. Caso nenhum procedimento seja
relacionado na tela "TUSS", o procedimento não será traduzido e não haverá tipo de tabela
estabelecida.

Valor do procedimento
Valor unitário do procedimento realizado. Campo obrigatório. Nos casos em que esse valor não possa

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 127


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

ser definido previamente por força contratual, o campo deve ser preenchido com zero na tela "Valores
dos Procedimentos".

Observação/justificativa
Campo opcional, utilizado para adicionar quaisquer observações sobre o atendimento ou justificativas
necessárias. No campo "Tipo da geração da guia de consulta?", exibido na parte inferior da tela
"Configurações Detalhadas do TISS", deverá ser selecionada uma das opções:

Observações da tela de "Guias";

Justificativa da tela de "Guias";

Informação/observação do registrada na tela do atendimento.

Assinatura do profissional executante


Assinatura do profissional que executou o procedimento. Trata-se de um campo obrigatório.

128 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Procedimentos isentos de cobrança

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Procedimentos Isentos de


Cobrança

Módulos

M_CONV_PRO_FAT_ISENTO

Função da tela

Cadastrar os procedimentos que o convênio isenta o paciente de pagamento.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /
Empresas
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de
Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Como usar

Cadastrando os procedimentos
Selecionar o código do convênio que isentará o paciente da cobrança do procedimento a ser
configurado;

Informar a empresa para aplicação da regra em questão;

Determinar o grupo de procedimento isento de cobrança;

Especificar o procedimento do grupo selecionado que isentará o paciente da cobrança;

Indicar o tipo de atendimento que deverá ser aplicada à regra selecionada, dentre as opções:
"Todos", "Ambulatório" ou "Internação";

Inserir a data para vigência da regra;

Salvar.

Impactos

Na geração do contas a receber, os valores dos procedimentos isentos de cobrança, serão lançados
como desconto.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 129


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Controle Financeiro
/ Contas a Receber / Cadastros / Contas a Receber

130 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Versões do TISS

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Versões do TISS

Consulta das versões TISS


CBO-S da versão
Motivo da alta

Módulos

M_TISS_VERSAO

Função da tela

Exibir as informações referentes às versões do TISS inferiores à versão 3.0. Essa tela é alimentada
automaticamente, a medida que o sistema for atualizado.

Pré-requisitos

Atualização do sistema.

Como usar

Consultando as versões TISS


No campo "Versão", é possível consultar as versões TISS disponíveis;

Consulta da data de vigência da versão selecionada;

Indicar o nome do servidor de instalação TISS;

As observações correspondentes à versão selecionada, também serão apresentadas


automaticamente nesse campo "Observações". O usuário pode inserir mais dados, se necessário.

Abas da tela
As abas abaixo apresentadas são alimentadas automaticamente, conforme atualização do sistema.
Versões TISS a partir da 3.0, não possuem informações que alimentem essas abas.

Serviços da versão
Lista os serviços eletrônicos (web-services) presentes na versão TISS em questão.

CBO-S da versão
Apresenta informações dos CBO-S por especialidades TISS.

Motivos da alta
Exibe os dados referentes ao motivo de alta relacionado à versão em referência.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 131


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Impactos

As versões TISS serão listadas na tela abaixo para efetuar configurações específicas para cada
convênio.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Configurações do


TISS por Convênio

132 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Regras de cobertura p/ refeições de acompanhantes

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Regras de Cobertura p/


Refeições de Acompanhantes

Módulos

M_REGRA_CARDAPIO_ACOMPANHANTE

Função da tela

Configurar as coberturas para refeição de acompanhantes de pacientes para cada convênio.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Serviços de Apoio / Nutrição e Dietética / Tabelas / Tipo de Refeição

Como usar

Selecionar o convênio, para o qual se deseja configurar as regras para cobertura de refeições de
acompanhantes e executar a consulta;

Indicar se o convênio selecionado, autoriza ou não a cobertura para refeições de acompanhantes


de pacientes;

Indicar se o convênio requer uma solicitação de autorização para cobrir as refeições de


acompanhantes. Esse campo só se apresentará habilitado, se o convênio autorizar a cobertura de
refeições para acompanhantes de pacientes;

Informar se a refeição do acompanhante estará inclusa ou não na diária. Esse campo só se


apresentará habilitado, se o convênio autorizar a cobertura de refeições para acompanhantes de
pacientes;

Informar a faixa etária na qual deve estar a idade do acompanhante;

Indicar o tipo de refeição a ser oferecido para o paciente.

Impactos

Ao solicitar refeições para acompanhantes, serão validadas as regras existentes para o convênio do
paciente. De acordo com a cobertura, as refeições serão lançadas na conta do paciente ou numa
conta particular.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 133


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Conta Extra

134 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faixa de fatores para tabela de faturamento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Faixa de Fatores para


Tabela de Faturamento

Módulos

M_FAIXA_FATORES_TABFAT

Função da tela

Definir faixas para valorizar produtos do estoque no processo de "Importação do Estoque", atendendo
aos filtros de tipo de procedimento, grupo de procedimento ou procedimento, especificados nessa
configuração.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de


Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Como usar

Informar o tipo de procedimento (medicamentos, materiais ou órteses e próteses) ou um grupo de


procedimento ou um procedimento para aplicação da faixa a ser cadastrada. Lembrando que serão
disponibilizados apenas dados de procedimentos vinculados a produtos do estoque;

Indicar um valor inicial para definir a faixa que será utilizada na criação da vigência, mediante
realização do processo de importação do estoque;

Indicar um valor final para definir a faixa que será utilizada na criação da vigência, mediante
realização do processo de importação do estoque;

Informar o valor base, o qual substituirá o valor do estoque, quando utilizada a faixa indicada na
criação da vigência, mediante realização do processo de importação do estoque;

Informar o fator de multiplicação, a ser utilizado para definir o valor de vigência para a tabela de
faturamento indicada no processo de importação do estoque, quando utilizada essa faixa
configurada;

Salvar. Dessa forma, o código da empresa será apresentado, de acordo a empresa logada pelo
usuário nesse processo.

Impactos

Essa configuração será aplicada no processo de importação abaixo indicado para gerar os valores de
vigência a partir dos valores de estoque.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Importações / Importação do

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 135


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Estoque

A regra estabelecida na faixa de fatores para tabela de faturamento, substitui a configuração da tela
abaixo, caso seja selecionada a opção "Usa a Faixa de Fatores como base para cálculo do fator" na
tela de importação do estoque.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /


Conta Extra

136 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Configuração de comunicação TISS v3

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Configuração de


Comunicação TISS V3

Configurações para utilização do Sit-e

Módulos

M_SITE_INTEGRA_CONVENIO

Função da tela

Configurar o serviço de comunicação do TISS, parametrizando por: empresa, convênio, projeto,


serviço, evento, URL, usuário e senha.

Pré-requisitos

Tabelas

Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta A Receber, Bancos) / Tabelas /


Empresas
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos

Como usar

Selecionar a empresa, para a qual será configurado o serviço de comunicação do TISS;

Indicar o convênio, para o qual será configurado o serviço de comunicação do TISS;

Selecionar o código do projeto de comunicação do Sit-e, já disponibilizado na lista do campo. Para


a TISS 3.02.00, deve ser informado o código "481";

Informar o serviço, corresponde ao tipo de mensagem do TISS ou serviço que será utilizado dentro
do projeto de comunicação. Para a TISS 3.02, os serviços disponíveis são:

561 - envio de lote de guias. Envio de remessa/lote do faturamento para operadora;


601 - solicita status protocolo. Serviço de consulta, utilizado para identificar a situação de um
protocolo retornado pelo serviço de envio de lote de guias. Quando o convênio disponibiliza,
esse serviço retorna se o lote de guia foi recebido, se está em análise, se foi liberado para
pagamento entre outros. O link de acesso ao web service deve ser informado no campo "URL
webservice";
621 - recurso de glosa. Usado quando o convênio disponibiliza um serviço para envio de
recurso de glosa via web service. O link de acesso deve ser informado no campo "URL
webservice";
623 - cancelamento de guia. Possibilita o cancelamento do envio de um lote apresentado, seja
de glosa ou normal. O link de acesso ao web service deve ser informado no campo "URL Web
Service";

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 137


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

663 - solicitação de procedimentos. Usado quando o convênio disponibiliza um serviço para


solicitação de autorização de procedimentos via web service. O link de acesso deve ser
informado no campo "URL webservice";
701 - solicitação de status da autorização. Esse serviço é utilizado para verificar a situação de
procedimentos que precisam de análise por parte da operadora e que não são
automaticamente autorizados. O link de acesso ao web service deve ser informado no campo
"URL webservice";
741 - solicitação de demonstrativo de retorno. Possibilita a solicitação dos demonstrativos de
pagamento e análise de contas médicas para os todos os lotes enviados.
Definir o evento, o qual identificará o tipo de geração a ser realizado. Os eventos disponíveis são:

2 - geração de XML conforme serviço. Nesse serviço, o XML será gerado para que seja feito o
upload no site da operadora;
21 - transmissão de mensagem, está inclusa a geração/recepção de XML. Essa opção
somente deve ser usada, caso o convênio disponibilize o serviço de web service, possibilitando
o envio automático do XML.
Informar o endereço eletrônico do web service para envio do XML. Somente deve ser preenchida
para o evento 21;

Os dados referentes ao usuário e à senha só precisam ser preenchidos, se houver URL informada
e essa requisitar usuário e senha. Quem determina a necessidade ou não é a operadora.

Impactos

As configurações dessa tela, serão utilizadas nos processos de gerações de mensagens,


possibilitando aos convênios identificarem os serviços do TISS a partir da versão 3.0, utilizados pelo
hospital, como: solicitação de guias, envio de lote de faturamento, entrega de recursos de glosas,
elegibilidade.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Solicitações / Autorização de Guias


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Monitoração de
Faturamento - TISS
Atendimento / Internação / Atendimento / Internação / < 3 - Carteira >

138 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Configuração de certificado digital

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Configuração de Certificado


Digital

Módulos

M_SITE_CERTIFICADO_DIGITAL

Função da tela

Cadastrar o certificado digital para os serviços webservice que utilizam o procolo "https" como padrão
de comunicação. Esse tipo de protocolo requer uma autenticação de reconhecimento entre as partes
que vão se comunicar. No caso do TISS, é o hospital e a operadora.

Pré-requisitos

Obter o certificado digital. Para saber como obter o certificado digital, clique aqui.

Como usar

Informar o nome que deve ser atribuído ao certificado digital. Recomenda-se utilizar um nome que
facilite a identificação do certificado digital;

Identificar o tipo de certificado digital. O único tipo homologado é o "A1", cujo certificado digital é
um software;

Determinar a data de início e a final da validade do certificado digital;

Marcar o check box "Ativo" para indicar que o certificado digital está ativo e pode ser utilizado;

Se o certificado digital for a opção padrão, marcar o check box "Certificado Padrão";

Indicar o caminho onde o certificado digital se encontra. Esse caminho precisa ser no mesmo
computador onde está instalado o Tomcat que utilizará o Sit-e;

Indicar a senha para utilização do certificado digital. Essa senha é fornecida junto com o certificado
digital;

Indicar o caminho onde o KeyStore se encontra. Esse caminho precisa ser no mesmo computador
onde está instalado o Tomcat que utilizará o Sit-e. Recomenda-se colocar o certificado digital e o
KeyStore num mesmo local;

Informar a senha cadastrada na extração do KeyStore;

Informar o código do projeto de comunicação do Sit-e, que deverá utilizar o certificado digital. A
descrição do projeto de comunicação é automaticamente preenchida;

Identificar a empresa à qual o certificado digital está vinculado. Esse campo não é obrigatório,
tornando possível utilizar um mesmo certificado em mais de uma empresa, se for necessário;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 139


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Clicar em < Salvar > para salvar o certificado digital. Automaticamente é gerado um código que
identifica o certificado no sistema.

O certificado digital e o KeyStore precisam ser acessíveis ao Tomcat em que está instalado o
Sit-e. Dessa forma, é necessário que esses arquivos estejam no mesmo computador ou em
uma unidade de rede mapeada para esse computador. De forma geral, recomenda-se colocar os
certificados digitais próximos às configurações de acesso de banco e de log do sistema, cujo
padrão seria "C:\MV\apps\site\conf". Os arquivos poderiam ficar no diretório "C:\MV\apps\site
\certificados".

Impactos

Essas configurações serão utilizadas pelo Sit-e, quando o serviço de comunicação configurado utilizar
um endereço "https".

140 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Certificado digital

Necessidade do certificado digital

Alguns serviços webservice utilizam o procolo "https" como padrão de comunicação. Esse tipo de
protocolo requer uma autenticação de reconhecimento entre as partes que vão se comunicar. No caso
do TISS, é o hospital e a operadora.

Para realizar essa autenticação, o hospital precisa possuir um certificado digital, que irá prover, de
forma confiável, informações sobre o hospital, como por exemplo sua razão social e seu CNPJ.

O certificado digital é o mecanismo para reconhecimento do hospital. Para o reconhecimento da


operadora, é utilizado um arquivo "KeyStore", que armazena uma chave pública de identificação.

Dessa forma, a ferramenta precisa do certificado digital e do "KeySotre" para realizar a autenticação
das partes envolvidas e conseguir estabelecer a comunicação entre o hospital e a operadora.

Onde conseguir um certificado digital

Um certificado digital é emitido por uma Entidade Certificadora, atestando que as informações sobre o
titular do certificado digital são válidas. Dessa forma, uma Entidade Certificadora funciona de maneira
semelhante a um cartório que realiza um reconhecimento de firma. Existem várias empresas que
fornecem certificado digital, como por exemplo Serara, CertSign, Correios, Caixa Econômica, entre
outras.

O Sit-e utiliza Certificado Digital do tipo A1, que consiste num software com as informações do
responsável pelo certificado digital.

Onde conseguir o "KeyStore"

Serão listados abaixo, os passos necessários para obter um "KeyStore" de um endereço de


webservice. Esse processo somente é recomendado, caso o endereço de webservice utilize a porta
443, ou seja "https:\\" no endereço.

Baixar o arquivo de certificado público


Para baixar o arquivo de certificado, podem ser usados navegadores como Interne Explorer, Google
Chrome, Mozilla Firefox. Abaixo, será explicado o passo a passo para fazer isso no Internet Explorer.

1. Acessar o endereço de webservice pelo navegador Internet Explorer, se necessário escolher o


certificado. Exemplo: https://www.google.com.br;

2. Clicar no ícone na forma de um cadeado que ao lado do endereço para que seja exibida a
"Identificação do Site". Depois disso, clicar na opção "Exibir certificados";

3. Será aberta a janela “Certificado”. Clicar na aba “Detalhes” e depois no botão < Copiar para
Arquivo... >;

4. Será exibida a janela "Assistente para Exportação de Certificados" com informações sobre
certificados. Clicar no botão < Avançar> > dessa janela;

5. Na janela seguinte, marcar o check box do campo “X.509 codificado na base 64 (*.cer)” e clicar no

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 141


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

botão < Avançar> >;

6. Na janela seguinte, informar o caminho do arquivo em uma pasta com as permissões liberadas
(Exemplo: C:\\cert) com o nome cert (esse arquivo não existe e será criado);

7. Clicar no botão < Avançar> > e, em seguida, no botão concluir < Concluir >.

Geração do arquivo "KeyStore"

1. Abrir o prompt de comando (Iniciar > Executar > “cmd”);

2. Digitar “cd <caminho do Java JRE>/bin” e apertar “Enter”;

3. Digitar o comando abaixo, levando em consideração que "arquivo_keystore_a_gerar.keystore" deve


conter o caminho inteiro do novo arquivo e "arquivo_certificado_publico_webservice.cer" é o caminho
inteiro do arquivo baixado. Em seguida, clicar em "Enter":

keytool -import -alias tiss -keystore arquivo_keystore_a_gerar.keystore -file


arquivo_certificado_publico_webservice.cer
Exemplo: keytool -import -alias tiss -keystore c:\cert\key.keystore -file c:\cert\cert.cer
4. Informar uma senha qualquer (a sua escolha), clicar em “Enter”, redigitar senha e novamente clicar
em “Enter”.

Tela de certificado digital


Após obter o certificado digital, a tela "Cadastro do Certificado Digital" deve ser preenchida.

142 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Configuração de proxy TISS v3

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Configuração de Proxy TISS


V3

Módulos

M_SITE_PROXY

Função da tela

Cadastrar o proxy, caso o hospital faça uso (do proxy) para acesso à internet. Pelo menos um usuário
necessita ser cadastrado e, todos os demais usuários da rede ou que utilizem os serviços do TISS, já
conseguirão acesso à internet.

Pré-requisitos

N/A

Como usar

Informar o nome do proxy (texto livre), a ser utilizado para referenciar a respectiva regra;

Especificar o IP, número do servidor proxy, da máquina que realizará o controle de acesso à
internet;

Especificar a porta de comunicação o proxy, a ser utilizada para liberar o acesso à internet;

Informar o domínio que definirá a rede que o servidor do proxy estará vinculado;

Determinar o usuário que terá acesso ao proxy;

Inserir a senha de acesso desse usuário. Essa informação não será exibida na tela, ela ficará em
forma de caracter especial (*);

Indicar se essa configuração de proxy cadastrada, deve ser utilizada como padrão;

O código para a regra de proxy cadastrada será gerado automaticamente ao salvar.

Impactos

O usuário e a senha informados, serão utilizados pelo Sit-e para realizar a liberação de acesso à
internet, consequentemente, permitindo o acesso ao webservice.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 143


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Importações específicas - configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Importações Específicas -


Configurações

Módulos

M_ARQ_MAG_ESPEC

Função da tela

Configuração da rotina de importação de arquivos TXT, com ajuste para inclusão de código RAT nas
faturas.

Pré-requisitos

N/A

Como usar

Configuração da rotina de importação


Cadastrar uma descrição que identifique a rotina;

Cadastrar uma observação que será exibida na tela de importação;

Informar a rotina de importação, exemplo: PRC_FFCV_RAT_PLANSERV;

Salvar. Dessa forma, será gerado, automaticamente, o código da rotina.

Impactos

As configurações da rotina cadastradas nessa tela, poderão ser selecionadas na tela de importação.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Importações / Importações


Específicas

144 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Tabelas
Cobranças e tabelas
Regras

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Regras

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Consultas / Cobranças e Valorizações /


Regras

Cadastrando a regra
Tab elas de faturamentos associadas à regra
Acréscimos e descontos
Valores excedentes
Gab aritos
Consultando regras

Módulos

M_REGRA

Função da tela

Efetuar a manutenção e a consulta do cadastro de regras de cobrança, que engloba a maior parte da
regra de negócio estabelecida para cobranças aos convênios. Para cada regra de cobrança são
relacionadas as tabelas de faturamento, os índices, os acréscimos e descontos, os gabaritos, os
horários especiais, os tipos de acomodação e outros fatores determinantes de preços e formas de
lançamentos.

Pré-requisitos

Configurações

Serviços de Apoio / Global / Configurações / Cadastro Geral de Parâmetros


Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Tabelas de Faturamento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupo de
Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Horários Especiais
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Atividades
Médicas
Atendimento / Internação / Tabelas / Tipo de Acomodação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 145


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Como usar

Informar a descrição da regra de cobrança;

Informar o valor percentual a ser pago para a cirurgia realizada, quando na mesma via de acesso
(feito apenas um corte no paciente), representando o procedimento cirúrgico realizado;

Informar o valor percentual a ser pago para a cirurgia realizada, quando em vias de acesso
diferentes (feito mais de um corte no paciente para a cirurgia);

Selecionar a opção "Sim" ou "Não", indicando se a regra corresponde a horário especial para
cobrança ao convênio;

Selecionar a base de cálculo de via de acesso a ser considerada para cobrança ao convênio, se
"Cirurgia" ou "Prestador". Selecionada a opção "Cirurgia", serão considerados os percentuais
informados para cobrança das cirurgias subsequentes realizadas na mesma via de acesso ou por
vias de acesso diferentes, para o cálculo dos honorários, independente da equipe que realizou o
procedimento. Selecionada a opção "Prestador", será considerado 100% do valor do procedimento
para o cálculo dos honorários, caso a equipe médica das cirurgias subsequentes seja diferente da
principal;

Marcar os check boxes referentes aos tipos de atendimento, para os quais incidirá a regra de
cobrança em referência, quais sejam: "I" (Internação), "A" (Ambulatorial), "U" (Urgência/
Emergência), "E" (Externo) e "H" (Home Care);

Salvar.

Botão "Tabelas de Faturamento"


Clicar no botão < Tabelas de Faturamento > para registro dos grupos de procedimentos que estarão
associados à regra de cobrança em referência e suas respectivas tabelas de faturamento e horários
especiais.

Selecionar o grupo de procedimento que fará parte da regra de cobrança em referência, para o qual
serão relacionados a tabela de faturamento e o horário especial;

Selecionar a tabela de faturamento que será vinculada à regra em referência, quando utilizada em
contas de pacientes para fins de cobrança;

Informar o percentual que incidirá sobre os valores dos procedimentos da tabela de faturamento
selecionada para fins de cobrança;

Selecionar a opção correspondente ao valor base para aplicação do percentual pago nos
procedimentos que compõem o grupo de procedimento em referência, podendo ser: "Total",
"Operacional", "Honorários" ou "Honorário + PO" (Honorário + Porte do ato médico);

Selecionar o horário especial, se for o caso, para o qual será aplicado o percentual de acréscimo
sobre os valores dos procedimentos do grupo de procedimento da regra em referência;

Salvar;

Clicar no botão < Sair > para retornar à tela anterior.

146 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Botão "Horário Especial Diag."

Clicar no botão < Exceção Horário Especial > para que a regra de horário especial seja aplicada na
regra selecionada, apenas quando atender aos parâmetros configurados nessa exceção.

Selecionar o grupo de procedimentos para os quais será aplicada a configuração de horário


especial, para faturamento junto ao convênio.

A regra de exceção anula a regra geral, quando se trata de horário especial, ou seja, não funciona
como exceção e sim como regra geral.

Botão "Exceção Percentual de Cobrança"


Clicar no botão < Exceção Percentual de Cobrança > para registro de exceção a ser aplicada, quando
utilizada a regra, a tabela de faturamento e o grupo de procedimento selecionados. Lembrando que
essa funcionalidade apenas terá efeito sobre os procedimentos dos tipos de grupos: "Serviços
Profissionais", "Serviços Diagnósticos" e "Serviços Hospitalares".

Selecionar o procedimento, para o qual será aplicada a exceção da regra em referência. Para os
demais procedimentos desse grupo selecionado, será aplicada a regra inicial da tabela de
faturamento em questão;

Selecionar a atividade médica, para a qual será aplicada a exceção da regra no faturamento do
procedimento selecionado junto ao convênio;

Informar o percentual a ser pago para o procedimento selecionado na aplicação dessa exceção da
regra, no faturamento ao convênio.

A regra de exceção anula a regra geral, quando se tratar do item especificado na exceção, sendo
esses filtros mais forte para aplicação da regra.

Botão "Horário Especial por Procedimento"


Ao clicar no botão < Horário Especial por Procedimento >, será exibida uma tela para que o usuário
possa detalhar para um ou mais procedimentos de um determinado grupo, um horário especial
diferente do item da regra. Nela, já serão exibidos a regra e o grupo de procedimento selecionados
nas telas anteriores.

Indicar o procedimento desejado;

Selecionar o código do horário especial que será aplicado;

Marcar o check box do campo "Internação" para indicar que essa regra será aplicada nos
atendimentos de internação;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 147


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Marcar o check box do campo "Ambulatório" para indicar que essa regra será aplicada nos
atendimentos de ambulatório;

Marcar o check box do campo "UrgênciaEmergência" para indicar que essa regra será aplicada
nos atendimentos de urgência/emergência;

Marcar o check box do campo "Externo" para indicar que essa regra será aplicada nos
atendimentos externos;

Marcar o check box do campo "Home-Care" para indicar que essa regra será aplicada nos
atendimentos de home care;

Salvar.

Se a chave "SN_EXCESSAO_HOR_ESP" estiver configurada com o valor "S" na tela "Cadastro


Geral de Parâmetros", a exceção cadastrada para um horário especial, funcionará exatamente
como uma exceção e não como a única regra para o item.

Botão "Copiar Regra"


Ao clicar no botão < Copiar Regra >, será exibida uma janela com todas as regras cadastradas. O
usuário poderá selecionar a regra desejada para realizar uma cópia dos respectivos grupos de
procedimentos para a regra selecionada inicialmente na tela de cadastro de regras.

Botão "Tipo de Acomodação"


Clicar no botão < Tipo de Acomodação > para registro dos tipos de acomodação, os quais a regra de
cobrança em referência e seus respectivos percentuais pagos serão aplicados aos procedimentos do
tipo de grupo: "Serviço Profissional", " Serviço Diagnóstico" ou "Serviço Hospitalar".

Selecionar o tipo de acomodação, para o qual será aplicada a regra em referência, para cobrança
dos procedimentos realizados;

Informar o valor percentual que incidirá sobre os valores dos procedimentos realizados, vinculados
a um grupo do tipo serviços profissionais, quando o atendimento for realizado para o tipo de
acomodação em referência;

Informar o valor percentual que incidirá sobre os valores dos procedimentos realizados, vinculados
a um grupo do tipo serviços de diagnósticos, quando o atendimento for realizado para o tipo de
acomodação em referência;

Informar o valor percentual que incidirá sobre os valores dos procedimentos realizados, vinculados
a um grupo do tipo serviços hospitalares, quando o atendimento for realizado para o tipo de
acomodação em referência.

Botão "Exceção de Procedimentos"


Clicar no botão < Exceção de Procedimentos > para registrar os procedimentos ou grupos de
procedimentos, cujos valores serão diferenciados, quando o atendimento for realizado para o tipo de

148 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

acomodação parametrizado. Serão exibidas as seguintes abas:

Aba "Procedimento"
Selecionar o procedimento, cujo percentual diferenciado incidirá, quando aplicada a regra de
cobrança em referência e desde que o atendimento tenha sido realizado para o tipo de
acomodação selecionado;

Selecionar o tipo de acomodação, para o qual será aplicada essa exceção da regra, quando
realizado o procedimento em referência. Campo de preenchimento não obrigatório, se não for
informado, a exceção será aplicada para todas as acomodações;

Informar o percentual que incidirá sobre o valor pago do procedimento selecionado, quando
aplicada essa exceção da regra;

Salvar;

Clicar no botão < Sair > para retornar à tela anterior.

Aba "Grupo de Procedimento"


Selecionar o grupo de procedimento, cujo percentual diferenciado incidirá, quando aplicada a regra
de cobrança em referência e desde que o atendimento tenha sido realizado para o tipo de
acomodação selecionado;

Selecionar o tipo de acomodação, para o qual será aplicada essa exceção da regra, quando
realizado o procedimento em referência. Campo de preenchimento não obrigatório, se não for
informado, a exceção será aplicada para todas as acomodações;

Informar o percentual que incidirá sobre o valor a ser pago do procedimento selecionado, quando
aplicada essa exceção da regra;

Salvar;

Clicar no botão < Sair > para retornar à tela anterior.

Botão "Acréscimos e Descontos"


Clicar no botão < Acréscimos e Descontos > para registro dos percentuais que incidirão sobre os
valores dos procedimentos pertencentes ao grupo de procedimento parametrizado, referentes a
acréscimos e descontos a serem aplicados, quando utilizada a regra de cobrança em referência.

Determinar a data inicial para a validade dos acréscimos e descontos cadastrados;

Determinar a data final para a validade dos acréscimos e descontos cadastrados. Campo de
preenchimento não obrigatório;

Selecionar o grupo de procedimento, para o qual incidirão os acréscimos ou descontos nos valores
dos procedimentos, quando aplicada a regra de cobrança em referência;

Informar o valor percentual que incidirá como acréscimo sobre os valores dos procedimentos
componentes do grupo de procedimento em referência;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 149


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Definir a descrição do acréscimo a ser aplicado;

Informar o valor percentual que incidirá como desconto sobre os valores dos procedimentos
componentes do grupo de procedimento em referência;

Definir a descrição do desconto a ser aplicado;

Marcar o check box "Não Destacar", se desejado que os acréscimos/descontos não sejam
exibidos nas faturas dos pacientes. Essa ação faz com que os valores de descontos e acréscimos
sejam embutidos no valor do procedimento, permanecendo o valor original do item inalterado.

Tipos de atendimento do acréscimo/desconto


Marcar os check boxes, indicando os tipos de atendimentos para os quais será aplicada a regra de
acréscimo/desconto em referência, quais sejam: "Internação", "Ambulatorial", "Urgência/
Emergência" "Externo" e "Home Care".

Incidência do acréscimo/desconto
Marcar os check boxes, indicando os valores sobre os quais serão aplicados os acréscimos/
descontos, quando utilizada a regra de cobrança em referência, quais sejam: "Filme", "Valor
Operacional", "Valor Honorário" ou "Valor Total".

Botão "Exceção de Procedimentos"


Clicar no botão < Exceção de Procedimentos > para registro dos procedimentos, cujos valores de
acréscimos/descontos serão diferenciados, quando aplicada a regra de cobrança em referência.

Determinar a data inicial para a validade dos acréscimos/descontos diferenciados, cadastrados


para aplicação da regra em referência;

Determinar a data final para a validade dos acréscimos/descontos diferenciados, cadastrados para
aplicação da regra em referência;

Selecionar o procedimento, cujo valor incidirá um percentual de acréscimo/desconto diferenciado,


quando aplicada a regra de cobrança em referência;

Informar o valor percentual que incidirá como acréscimo diferenciado sobre o valor do procedimento
em referência;

Informar a descrição do acréscimo diferenciado aplicado;

Informar o valor percentual que incidirá como desconto diferenciado sobre o valor do procedimento
em referência;

Informar a descrição do desconto diferenciado aplicado;

Se necessário, informar um percentual de acréscimo específico para procedimentos de exame. A


aplicação desse percentual incidirá apenas em exames de imagem (validação interna da rotina);

Marcar o check box "Não Destacar", se desejado que os acréscimos/descontos diferenciados não
sejam exibidos nas faturas dos pacientes. Essa ação faz com que os valores de descontos e
acréscimos sejam embutidos no valor do procedimento, permanecendo o valor original do item

150 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

inalterado.

Tipos de atendimento do acréscimo/desconto


Marcar os check boxes, indicando os tipos de atendimentos para os quais será aplicada a regra de
acréscimos/descontos diferenciados em referência, quais sejam: "Internação", "Ambulatorial",
"Urgência/Emergência" "Externo" e "Home Care".

Incidência do acréscimo/desconto

Marcar os check boxes, indicando os valores sobre os quais serão aplicados os acréscimos/
descontos diferenciados, quando utilizada a regra de cobrança em referência, quais sejam:
"Filme", "Valor Operacional", "Valor Honorário" ou "Valor Total";

Salvar;

Clicar no botão < Sair > para retornar à tela anterior;

Para que o acréscimo configurado seja aplicado num procedimento vinculado a um exame de
imagem, ele deve estar com a informação "sim" no campo "Inc. Acr" na tela "Exames" e não pode
estar na exceção procedimento.

Botão "Horário Especial Diagnóstico"


Clicar no botão < Horário Especial Diag. > para indicação dos tipos de horário especial que incidirão
na realização dos procedimentos do grupo procedimento de serviços diagnósticos em referência.
Serão apresentados todos os grupos de procedimentos diagnósticos cadastrados.

Indicar o tipo de horário especial que será cobrado quando realizados procedimentos do grupo de
procedimentos de diagnóstico em referência, em horário especial, qual seja: "Valor Total", que
refere-se ao valor total do procedimento (valor honorário + valor operacional), "Valor Honorário", que
refere-se ao valor apenas do honorário e "Sem Horário Especial", que refere ao valor sem o horário
especial configurado na regra;

Salvar;

Clicar no botão < Sair > para retornar à tela anterior.

Botão "Valores Excedentes"


Clicar no botão < Valores Excedentes > para registro dos valores ou percentuais que serão cobrados
para execução de um procedimento, quando a quantidade realizada exceder o limite configurado na
regra de cobrança. A regra é aplicada da seguinte maneira: enquanto a quantidade lançada na conta
não ultrapassa a quantidade inicial configurada na regra, será considerado 100% do valor do
procedimento, de acordo com a regra do convênio. Para a quantidade excedente, ou seja, aquela que
ultrapassar a quantidade inicial configurada na regra, será aplicado o "% Subsequente" ou o "Valor
Subsequente" registrado nessa tela.

Selecionar o procedimento, para o qual serão lançadas as quantidades inicial e subsequente e o


valor ou percentual subsequente;

Informar a vigência dessa regra para o procedimento em referência;

Informar a quantidade máxima permitida (inicial) para do lançamento do procedimento selecionado

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 151


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

na conta do paciente sem que haja a incidência da regra;

Informar a quantidade subsequente, referente aos procedimentos excedentes;

Informar o valor a ser considerado para cobrança dos procedimentos subsequentes; ou

Informar o percentual a ser considerado para cobrança dos procedimentos subsequentes,


correspondente a um adicional sobre o valor do procedimento;

Salvar;

Clicar no botão < Sair > para retornar à tela anterior.

Cálculo de "Excedente":
Qtde. total procedimento - Qtde. inicial = Qtde. Excedente;

Em seguida, efetua o seguinte cálculo:

Qtde. excedente / Qtde. subsequente (registrada na regra) = X;

Valor procedimento = X x Valor subsequente, ou

Valor procedimento = X x % subsequente;

Para melhor compreensão do usuário, apresentamos o exemplo a seguir:

Procedimento configurado na regra = R$ 100,00;

Quantidade inicial = 2;

Quantidade subsequente = 3;

% subsequente = 20 (incide sobre o valor do procedimento configurado na regra do convênio);

Quantidade lançada na conta = 8.

Cálculo:
a) Quantidade lançada na conta - Quantidade inicial = Quantidade excedente (8 - 2 = 6);

b) Quantidade excedente / Quantidade subsequente = Quantidade de cobrança excedente (6 / 3 = 2);

c) Quantidade de cobrança excedente x % subsequente = Valor do excedente (2 x 20 = 40);

Valor do excedente = ((8 - 2) / 3) x 20 = 40.


Botão "Valores Relacionados"
Clicar no botão < Valores Relacionados > para registro dos procedimentos que serão vinculados a um
procedimento principal, de forma que, ao lançar o procedimento principal na conta do paciente, sejam
lançados, automaticamente, os procedimentos a ele relacionados. Esses procedimentos podem ter o

152 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

valor alterado por meio de um percentual para pagamento ou pelo fator multiplicador de quantidade,
tornando-se bastante flexível.

Selecionar o procedimento principal, para o qual serão relacionados os procedimentos a serem


lançados automaticamente na conta do paciente;

Selecionar o procedimento que será relacionado ao procedimento principal no lançamento da conta


do paciente;

Indicar a base para cálculo do valor do procedimento relacionado em referência, qual seja: "Valor"
ou "Percentual";

Informar o percentual a ser pago pelo procedimento, quando aplicada a regra de cobrança em
referência e o tipo de base para cálculo selecionado for "Percentual". Quando o tipo indicado for
"Valor", esse campo "Percentual" será desabilitado. Esse percentual será calculado sobre o valor
do procedimento principal, para aplicar no relacionado. Selecionada a opção "Valor", será
considerado o valor do procedimento na regra, multiplicado pelo fator de quantidade, para aplicar no
item relacionado;

Selecionar a opção correspondente ao tipo de lançamento do procedimento relacionado em


referência, se "Manual" ou "Automático";

Selecionada a opção "Manual", ao lançar o procedimento principal na conta do paciente, será


necessário lançar manualmente, o procedimento relacionado em referência;

Selecionada a opção "Automático", ao lançar o procedimento principal na conta do paciente, será


lançado automaticamente o procedimento relacionado em referência;

Informar a vigência para aplicação da regra de cobrança em referência;

Informar o fator multiplicador que será utilizado para calcular a quantidade a ser lançada do item na
conta do paciente. A quantidade do procedimento principal lançada será multiplicada por esse
fator. Se esse campo não for informado, será considerado o fator 1 para efetivação do cálculo;

Marcar os check boxes "Internação", "Ambulatorial", "Urgência/Emergência", "Externo" e/ou


"Home Care", indicando os tipos de atendimento, nos quais incidirá a regra de valores
relacionados;

Indicar se o procedimento deverá ser cobrado como incidência. O percentual/valor indicado será
aplicado sobre o valor do procedimento, incluindo o filme configurado para ele. Ver rotina de
cálculo;

Indicar se o lançamento do procedimento relacionado só deve ser realizado na conta do paciente,


se o procedimento principal for ligado à faturamento direto, ou seja, quando o convênio efetua o
pagamento do item diretamente ao fornecedor, a exemplo de OPME. O procedimento principal
deverá estar configurado na tela "Procedimentos de Fatura Direta com o Convênio".

Cópia de procedimentos já relacionados a outra regra de cobrança


Informar a regra da qual se deseja copiar os dados já relacionados. A cópia não pode ser efetivada
para a mesma regra;

Clicar no botão < Copiar Regra > e serão apresentados os dados relacionados correspondentes à

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 153


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

regra informada;

Salvar.

Replicar a regra de cobrança por grupo de procedimentos


Informar a regra da qual se deseja copiar os dados já relacionados. A cópia não pode ser efetivada
para a mesma regra;

Ao clicar no botão , será exibida uma janela com informações sobre a regra que será copiada
e o grupo de procedimento para o qual ela será copiada;

Ao clicar no botão < Replicar Regra >, será exibida uma janela questionando se o usuário
realmente deseja realizar a operação. Para confirmar, basta clicar na opção "Sim";

Após conformar a réplica da regra, será exibida uma mensagem confirmando os grupos de
procedimentos que foram replicados para a regra em questão.

Percentual diferenciado por faixa de valor

Ao clicar no botão , será exibida a janela "Faixa de Percentual". Nela, é possível cadastrar por
procedimento e faixa de valor, o percentual e o teto a ser cobrado;

Por exemplo, caso o valor do procedimento esteja entre R$ 120,00 e R$ 300,00 e tenha sido
configurado um percentual de 10% para o cálculo do valor do procedimento. Poderá ser definido um
teto para a cobrança sobre a faixa de valor informada. Nesse exemplo, a taxa é de 10% e os
valores estão entre R$ 120,00 e R$ 300,00. Quando o valor do procedimento for de R$ 200,00 ele
atingirá o teto para cobrança que é de R$ 20,00. Caso o valor do procedimento ultrapasse esse
valor, não será considerado o percentual, mas o valor estipulado como teto que foi de R$ 20,00.

Botão "Gabaritos"
Gabarito é uma relação de procedimentos configurados por regra de convênio para identificar os itens
lançados na conta que pertençam a um pacote, de acordo com um procedimento principal.

O pacote é um conjunto de itens lançados na conta do paciente, marcados para serem cobrados em
conjunto com um procedimento principal, cujo valor deverá prever o consumo total necessário para a
realização do procedimento. No momento do lançamento na conta do paciente, a rotina checará se o
procedimento está na relação do gabarito, de acordo com o procedimento principal do atendimento, a
regra do convênio e a quantidade informada no gabarito, marcando-o como pertencente ao pacote.
Caso a quantidade do procedimento lançado na conta ultrapasse a quantidade configurada na relação
do gabarito, a rotina checará se está marcado como pacote na relação, marcando também na conta.
Se estiver dentro da quantidade configurada, a rotina marcará na conta como "pacote", independente
de como esse procedimento esteja marcado no gabarito.

Clicar no botão < Gabarito > para:

Selecionar o procedimento a ser considerado como o principal do atendimento, para o qual será
registrado o gabarito da regra. Nesse campo só serão listados os procedimentos cadastrados na
tela "Gabarito";

Selecionar no bloco "Itens do Gabarito", os procedimentos que farão parte do gabarito;

154 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Informar a quantidade do procedimento permitida para cobrança em pacote na conta do paciente,


quando selecionado o gabarito em referência. É importante lembrar que até chegar na quantidade
estipulada para o procedimento no gabarito, o item será marcado na conta do paciente como
pertencente à pacote;

Marcar o check box, indicando que o procedimento será lançado como pacote na conta do
paciente, caso a quantidade realizada ultrapasse a que foi estipulada no gabarito;

Salvar;

Clicar no botão < Sair > para retornar à tela anterior.

Botão "% Serv. Diagnóstico"


Clicar no botão < % Serv. Diagnóstico >, o usuário será direcionado à tela "Regras de Cobrança" para
definir as configurações da regra de percentual diferenciado para os serviços de diagnósticos.

Consultando regras
Quando acessada por meio do menu de "Consultas", essa tela possui única e exclusivamente a
funcionalidade de pesquisa, não podendo o usuário inserir regras ou alterar as já existentes. Para
realização da consulta, os campos existentes podem ser utilizados como parâmetro.

Impactos

As regras vinculadas ao convênio do atendimento do paciente serão aplicadas na conta, seja


ambulatorial ou hospitalar, para faturamento ao convênio ou ao paciente, se particular.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta Extra
No cadastro dos convênios, cada plano estará vinculado a sua respectiva regra de cobrança.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Os relatórios abaixo apresentam informações sobre as regras cadastradas.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Cobranças e


Tabelas / Regras / Cobrança
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Cobranças e
Tabelas / Regras / Cobrança X Item
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Cobranças e
Tabelas / Regras / Cobrança X Acomodação

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 155


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Percentual de serviço diagnóstico

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Regras /


Botão < % Serv. Diagnóstico >

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Consultas / Cobranças e Valorizações /


Regras / Botão < % Serv. Diagnóstico >

Módulos

M_REGRA_PERC_SD

Função da tela

Definir, por grupo e/ou subgrupo, a configuração das regras de percentual diferenciado para os
serviços de diagnóstico.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de


Procedimentos
Movimentações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Regras

Como usar

Cadastrando percentual de serviço de diagnóstico


Selecionar o código do grupo de procedimento, podendo o usuário acrescentar manualmente os
dois dígitos seguintes referentes ao subgrupo, se desejar. Nesse caso, os subgrupos registrados
receberão um tratamento diferenciado e para os demais, serão considerados os percentuais
atribuídos ao grupo;

Informar a vigência para aplicação da regra, não podendo essa data ser inferior ou igual à data
atual;

Informar o tipo do valor base que será utilizado para o cálculo dos percentuais configurados, sendo:
"Todos", "Honorário" ou "Operacional";

Informar o percentual que será aplicado ao segundo lançamento na conta do paciente, referente a
um item do grupo/subgrupo selecionado. A rotina validará a ordem de data de lançamento e de
valor para aplicação desse percentual;

Indicar o percentual que será aplicado a partir do terceiro lançamento na conta do paciente,
referente a um item do grupo/subgrupo selecionado. A rotina validará a ordem de data de
lançamento e de valor para aplicação desse percentual.

156 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Botão "Confirmar"

Clicar no botão < Confirmar > para a confirmação dos dados parametrizados.

Botão "Retornar"
Por meio do botão < Retornar >, é possível voltar a tela "Regras" sem salvar alterações que
possam ter sido efetuadas;

Contas já fechadas não serão afetadas se houver alguma alteração ou exclusão nos registros dos
percentuais. Nas demais contas haverá alteração no momento em que forem recalculadas.

Botão "Exceção de Procedimentos"


Caso o usuário deseje cadastrar exceções de procedimentos para o grupo/subgrupo selecionado,
basta clicar no botão < Exceção de Procedimentos >.

Selecionar o procedimento desejado;

Informar o código do convênio sobre o qual a regra de exceção incidirá, essa informação é
obrigatória. Caso não seja informado, será exibida uma mensagem de alerta que impede o usuário
de continuar o processo sem preencher essa informação;

Indicar o percentual que será aplicado ao segundo lançamento na conta do paciente, referente ao
procedimento selecionado. A rotina validará a ordem de data de lançamento e de valor para
aplicação desse percentual;

Informar o percentual que será aplicado a partir do terceiro lançamento na conta do paciente,
referente ao procedimento selecionado. A rotina validará a ordem de data de lançamento e de valor
para aplicação desse percentual;

Salvar;

Clicar no botão < Sair > para retornar à tela principal.

Impactos

De acordo com as configurações definidas na tela de percentual diferenciado para serviço de


diagnóstico, as contas hospitalar e ambulatorial dos pacientes, considerarão esses percentuais
definidos no momento de seu lançamento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta Extra
A definição das regras de percentual diferenciado para os valores dos serviços de diagnóstico, anulam
qualquer configuração existente na tela de registro dos grupos de procedimento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Tabelas de Faturamento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 157


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Índices

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Índices

Cadastro dos índices


Valores dos índices
Valores dos índices X Tipo de atendimento
Valores dos índices X Grupo de procedimentos

Módulos

M_INDICE

Função da tela

Efetuar a manutenção do cadastro de índices de cobrança para cálculo dos valores dos
procedimentos. O índice corresponde ao valor de conversão que incidirá sobre uma determinada regra
por convênio, para fins de faturamento.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de


Procedimentos

Como usar

Índices
Informar a descrição do índice, para o qual serão cadastrados os respectivos valores individuais,
por "Tipo de Atendimento" e "Grupo de Procedimentos", para fins de faturamento. Os índices
poderão ser reajustados mensalmente, devendo obedecer a data de vigência definida pelos
convênios e hospitais;

Mediante o índice já criado, ao clicar no botão < Cópia >, o usuário poderá realizar uma cópia das
informações para um novo índice, o qual ainda não possua dados configurados.

Valores dos índices


Informar a data em que passará a vigorar os valores para o índice em referência;

Informar o valor monetário do índice em referência, a ser utilizado para cálculo do valor do
procedimento;

Definir o valor monetário do índice em referência, a ser utilizado para cálculo dos honorários
médicos do respectivo procedimento. Esse valor será multiplicado pela quantidade de CH
cadastrada para o procedimento;

Informar o valor monetário do índice em referência, a ser utilizado para cálculo do metro quadrado
do filme, quando realizado um procedimento que exija esse material;

158 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Informar o valor da UCO (Unidade de Cobrança Operacional) a ser aplicada sobre os procedimentos
cobrados por tabelas de faturamento de tipo "CBHPM", nos convênios vinculados a esse índice.
Será multiplicado o valor do custo operacional apresentado na tabela de faturamento por esse valor
da UCO.

Valores de índice X Tipo de atendimento


Nesse bloco, o usuário poderá registrar valores diferenciados dos índices para cálculo dos
procedimentos, honorários médicos, filmes (metro quadrado) e da UCO, de acordo com o tipo de
atendimento realizado.

Selecionar o tipo de atendimento, para o qual serão registrados os valores diferenciados para
cálculo dos procedimentos, honorários médicos, filmes (metro quadrado) e da UCO, quando
utilizado o índice em referência;

Informar o valor monetário do índice, a ser utilizado para cálculo do valor do procedimento
cadastrado na tabela de faturamento, quando realizado para o tipo de atendimento selecionado;

Informar o valor monetário do índice para cálculo dos honorários médicos, quando realizado um
procedimento para o tipo de atendimento selecionado;

Informar o valor monetário do índice, a ser utilizado para cálculo do metro quadrado do filme,
quando realizado um procedimento que exija esse material;

Informar o valor da UCO (Unidade de Cobrança Operacional) a ser aplicada sobre os procedimentos
cobrados por tabelas de faturamento de tipo "CBHPM", nos convênios vinculados a esse índice.
Será multiplicado o valor do custo operacional apresentado na tabela de faturamento por esse valor
da UCO.

Valores de índice X Grupo de procedimentos


Nesse bloco, o usuário poderá registrar valores diferenciados dos índices para cálculo dos
procedimentos, honorários médicos, filmes (metro quadrado) e da UCO, de acordo com o grupo de
procedimento utilizado.

Selecionar o grupo de procedimento, para o qual serão registrados os valores diferenciados para
cálculo dos procedimentos, honorários médicos, filmes (metro quadrado) e da UCO, quando
utilizado o índice em referência;

Selecionar o tipo de atendimento, para o qual serão aplicados os valores diferenciados, quando
executado um procedimento pertencente ao grupo de procedimento em referência;

Informar o valor monetário do índice, a ser utilizado para cálculo do valor do procedimento
pertencente ao grupo de procedimentos selecionado, conforme cadastrado na Tabela de
Faturamento (tabela de preço), quando realizado para o tipo de atendimento selecionado;

Informar o valor monetário do índice para cálculo dos honorários médicos, quando realizado um
procedimento pertencente ao grupo de procedimentos em referência, para o tipo de atendimento
selecionado;

Informar o valor monetário do índice, a ser utilizado para cálculo do metro quadrado do filme,
quando realizado um procedimento que exija este material;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 159


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Informar o valor da UCO (Unidade de Cobrança Operacional) a ser aplicada sobre os procedimentos
cobrados por tabelas de faturamento de tipo "CBHPM", nos convênios vinculados a esse índice.
Será multiplicado o valor do custo operacional apresentado na tabela de faturamento por esse valor
da UCO;

Salvar.

Cálculo do valor final


O cálculo do valor final do procedimento que utiliza filme é aplicado da seguinte maneira:

"Quantidade de incidências" multiplicada pela "Quantidade do filme" (ambas informações


configuradas na tela Metragem de Filme) multiplicado pelo "Valor do filme" somado ao "Valor
do Procedimento" (valor indicado na tabela de faturamento), lembrando que o preço do
procedimento vai depender das tabelas de valores aplicadas à regra do convênio.

Impactos

A fatura ambulatorial ou hospitalar, vinculada a um atendimento de paciente, aplicará a rotina de


índice no cálculo dos itens a serem cobrados ao convênio, atendendo à regra vinculada.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
O relatório abaixo, lista os índices e seus respectivos dados, cadastrados.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Cobranças e


Tabelas / Índices

160 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Tabelas de faturamento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Tabelas de


Faturamento

Cadastrando as tab elas de faturamento


Grupos de procedimentos
Procedimentos
Portes anestésicos
Porte de ato médico

Módulos

M_TABFAT

Função da tela

Efetuar a manutenção do cadastro de tabelas de faturamento para registro dos preços dos
procedimentos a serem faturados. Esses preços poderão variar de acordo com a tabela de
faturamento vinculada à regra do convênio.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupo de


Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Portes Anestésico
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Portes de Ato
Médico

Nas telas abaixo, são configurados o padrão de moeda utilizado pela empresa e a quantidade de
casas decimais utilizadas por esse padrão de moeda, respectivamente. Essas configurações têm
impacto direto nos valores exibidos nessa tela.

Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /


Empresas
Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas / Moedas

Como usar

Cadastrando as tabelas de faturamento


Informar a descrição da tabela de faturamento;

Selecionar a opção correspondente ao tipo de moeda a ser utilizada para cobrança, quando o
faturamento for realizado com base na tabela de faturamento em referência, qual seja:

Real - moeda corrente utilizada no Brasil;


CH - Coeficiente de Honorário. A rotina de cálculo multiplicará o valor do procedimento ou do

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 161


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

porte anestésico, vinculado à tabela de faturamento, pelo valor de índice do honorário,


cadastrado na tabela "Índice de Cobrança", para obter o valor do procedimento em "Real";

CBHPM - Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos. A rotina de


cálculo para obter o valor do procedimento em "Real", será aplicada de acordo com a regra
estabelecida pela CBHPM.
O campo "Tipo TISS" está em desuso e as definições referentes à TISS devem ser efetuadas pela
tela "Configurações do TISS por Convênio" para convênios abaixo da versão TISS 3.0. Para
convênios com versão TISS a partir da 3.0, será considerada a configuração TUSS;

Salvar.

Grupos de procedimentos
Clicar no botão < Grupos de Procedimentos > para acessar a tela de registro dos grupos de
procedimentos, para os quais serão estabelecidos os valores percentuais que incidirão no cálculo
dos procedimentos, quando utilizada a tabela de faturamento do tipo "CBHPM". Dessa forma, vale
salientar que esse botão apenas ficará habilitado para as tabelas de faturamento cadastradas, cujo
tipo seja "CBHPM";

Selecionar o grupo de procedimento referente aos serviços de diagnósticos, para o qual será
atribuído o valor de percentual para cálculo do procedimento CBHPM;

Informar o valor percentual, que incidirá sobre o valor operacional dos procedimentos pertencentes
ao grupo de procedimentos selecionado, para fins de cobrança, quando utilizada a tabela de
faturamento do tipo CBHPM em referência;

Salvar;

Clicar no botão < Sair > para retornar à tela correspondente às tabelas de faturamento.

Procedimentos
Clicar no botão < Procedimentos > para acessar a tela de registro dos procedimentos, para os
quais serão estabelecidos os valores de honorários e operacionais a serem cobrados, quando
utilizada a tabela de faturamento selecionada;

Informar a vigência para aplicação do preço registrado para o procedimento em referência, quando
utilizada a tabela de faturamento selecionada;

Selecionar o procedimento, para o qual serão registrados os valores a serem cobrados, quando
utilizada a tabela de faturamento em referência;

Informar o valor a ser cobrado, referente aos honorários dos prestadores, quando realizado o
respectivo procedimento e utilizada a tabela de faturamento selecionada;

Informar o valor operacional a ser cobrado, quando realizado o procedimento em referência e


utilizada a tabela de faturamento selecionada;

O campo "Vl. Total" será preenchido automaticamente com o valor total a ser pago pelo
procedimento em referência. Tal campo corresponde ao somatório dos campos de honorários e
gastos operacionais;

162 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

O campo "Ativo" é preenchido automaticamente, de acordo com a configuração de funcionamento


cadastrada na tela de "Parâmetros". Caso a configuração "Libera preços automaticamente?" esteja
marcada com o valor "Sim", indica que a tabela de preços será liberada automaticamente. Do
contrário, se a configuração estiver com a opção "Não", este preenchimento no campo "Ativo" será
realizado com o valor "Não". Neste caso, os preços da tabela, apenas estarão disponíveis após
liberação realizada por meio da tela "Liberação de Preços";

Salvar;

Clicar no botão < Sair > para retornar à tela correspondente às tabelas de faturamento.

Portes anestésicos
Clicar no botão < Portes Anestésicos > para acessar a tela de registro dos portes anestésicos e
seus respectivos valores de cobrança, quando utilizada a tabela de faturamento selecionada;

Informar a vigência para aplicação do preço registrado para o porte anestésico em referência,
quando utilizada a tabela de faturamento selecionada;

Selecionar o porte anestésico, para o qual será registrado o valor a ser cobrado, quando utilizada a
tabela de faturamento em referência;

Informar o valor do porte anestésico em referência, quando utilizada a tabela de faturamento


selecionada para fins de cobrança;

Salvar;

Clicar no botão < Sair > para retornar à tela correspondente às tabelas de faturamento.

Portes de ato médico


Clicar no botão < Portes de Ato Médico > para acessar a tela de registro dos portes de atos
médicos e seus respectivos valores de cobrança, quando utilizada a tabela de faturamento
selecionada;

Informar a vigência para aplicação do preço registrado para o porte de ato médico em referência,
quando utilizada a tabela de faturamento selecionada;

Selecionar o porte de ato médico, para o qual será registrado o valor a ser cobrado, quando
utilizada a tabela de faturamento em referência;

Informar o valor do porte de ato médico em referência, quando utilizada a tabela de faturamento
selecionada para fins de cobrança;

A tabela de portes de ato médico é utilizada para calcular o valor final de um procedimento
CBHPM. Dessa forma, vale salientar que esse botão apenas ficará habilitado para as tabelas de
faturamento cadastradas, cujo tipo seja "CBHPM";

Salvar;

Clicar no botão < Sair > para retornar à tela correspondente às tabelas de faturamento.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 163


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Cálculo do valor final do procedimento CBHPM

Abaixo serão apresentados três exemplos de cálculo, utilizando o porte de ato médico. Os preços
praticados são fictícios e tem o intuito de facilitar o entendimento do usuário.

Para um procedimento que tem porte de ato médico e custo operacional:

Procedimento: 20103174 - confecção de prótese provisória


Porte de ato médico:1B - custo operacional: 5.00

Valor do porte de ato médico: 100.00


Valor da UCO: 10.00
Cálculo:
a. Valor da UCO X Custo operacional¹
Valor do custo operacional: 10.00 x 5.00 = 50.00
¹ Esta informação consta na tabela de faturamento, opção "Procedimentos", coluna "Vl.
Operacional"
b. Valor do procedimento CBHPM = Valor porte + Valor custo operacional
Valor do procedimento CBHPM: 100.00 + 50.00 = 150.00
Para um procedimento que tem porte de ato médico e porte anestésico:

Procedimento: 30101018 - abrasão cirúrgica (por sessão)


Porte de ato médico:3C - porte anestésico: 2
Valor do porte de ato médico: 100.00
Valor do porte anestésico: 20.00
Cálculo:
a. Valor porte de ato médico + Valor porte anestésico²

Valor do procedimento CBHPM: 100.00 + 20.00 = 120.00


² Esta informação consta na tabela de faturamento, opção "Porte Anestésico"
Para um procedimento que tem porte de ato médico, auxiliar e porte anestésico:

Procedimento: 31101038 - adrenalectomia unilateral


Porte de ato médico:10a - Porte anestésico: 6 - Auxiliar: 2
Valor do porte de ato médico: 100.00
Valor do porte anestésico: 60.00
Cálculo:
a. Valor primeiro auxiliar = 30% valor porte de ato médico
Valor primeiro auxiliar = 30%*100.00 = 30.00
b. Valor segundo auxiliar = 20% valor porte de ato médico.
Valor segundo auxiliar = 20%*100.00 = 20.00

164 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

c. Valor da UCO X Custo operacional³

Valor custo operacional: 10.00 x 5.00 = 50.00


³ Esta informação consta na tabela de faturamento, opção "Procedimentos", coluna "Vl.
Operacional"
d. Valor do procedimento CBHPM = Valor porte de ato médico + Valor porte anestésico + Valor
primeiro auxiliar + Valor segundo auxiliar
Valor do procedimento CBHPM = 100 + 60 + 30 + 20 = 210.00

Impactos

As telas abaixo, apresentarão seus cálculos considerando os valores dos portes anestésicos,
cadastrados para cobrança dos honorários dos anestesistas.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
As regras dos convênios atuam na regra de negócio relacionada ao contrato entre convênio e hospital.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Regra
As metragens de filmes implicam na quantidade de filme a ser utilizada, quando da realização de um
determinado procedimento, de acordo com a tabela de faturamento selecionada.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Telas /


Metragem de Filme
As exceções contemplam diferentes portes anestésicos para determinados procedimentos, criando
uma exceção da regra padrão, por tabela de faturamento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Exceção de Porte Anestésico
Esta tela, relaciona os medicamentos do Brasíndice às tabelas de faturamento para atualização dos
valores dos procedimentos, quando da importação de dados.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configuração / Preços Brasíndice


Esta tela, relaciona os procedimentos de faturamento com a tabela "Produtos" para que seja efetuada
a importação dos preços do Estoque para as tabelas de faturamento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configuração / Preços do Estoque


Esta tela, relaciona os procedimentos de faturamento com a tabela Simpro, impactando no processo
de importação dos preços da tabela Simpro para as tabelas de faturamento selecionadas.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configuração / Preços do SIMPRO


O relatório abaixo lista as tabelas de faturamento cadastradas.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Tabela de


Valores / Tabelas de Faturamento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 165


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Padrão de cobrança

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Padrão de


Cobrança

Módulos

M_PADRAO_MAO

Função da tela

Cadastrar os kits de procedimentos para lançamento nas contas dos pacientes, quando necessário.
Esses kits têm por objetivo facilitar o processo de digitação, uma vez que os procedimentos que
compõem esses kits são lançados em conjunto nas telas de registro de conta ambulatorial e
hospitalar.

Pré-requisitos

Tabelas

Serviços de Apoio / Diretoria Clínica / Tabelas / Prestadores


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Como usar

Informar a descrição do kit, para o qual serão vinculados os procedimentos para a sua
composição;

Selecionar o prestador, para o qual será cadastrado o kit em referência. Ao informar um prestador,
o kit somente poderá ser lançado em contas, cujo atendimento tenha sido realizado por esse
profissional. Caso nenhum prestador seja informado, o kit será válido para todos os prestadores;

Selecionar os procedimentos que irão compor o kit a ser cadastrado;

Informar a quantidade do procedimento a ser lançado na conta do atendimento, quando vinculado


ao kit;

Salvar.

Impactos

Nas contas hospitalares e ambulatoriais, ao lançar o kit, automaticamente serão cobrados os


procedimentos vinculados ao kit lançado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
Esse relatório exibirá os kits cadastrados.

166 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Cobranças e


Tabelas / Padrão de Faturamento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 167


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Metragem de filme

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Metragem


de Filme

Cadastrando a metragem
Cálculo da apuração do valor final do procedimento

Módulos

M_FILME_TAB

Função da tela

Efetuar a manutenção do cadastro de metragem de filmes, utilizada na realização dos procedimentos


que exigem este material, para cada tipo de tabela de faturamento. Essa configuração já vem pré-
definida no sistema, com base nas tabelas dos honorários médicos. Exemplo: Tabela da AMB,
Ciefas, entre outras.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Tabelas de Faturamento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Como usar

Informar a metragem do filme


Selecionar a tabela de faturamento, para a qual será registrado o procedimento, cuja metragem do
filme utilizado será configurada;

Selecionar o procedimento a ser vinculado à tabela de faturamento em referência, para o qual será
configurada a metragem do filme necessário para sua execução;

Informar a vigência do cadastro de metragem do filme em referência;

Informar a quantidade de vezes que o filme poderá ser utilizado, quando realizado o procedimento
em referência, para efeito de cálculo do valor do procedimento;

Informar a quantidade do filme em m² (metros quadrados), a ser utilizada para execução do


procedimento, de acordo com padrão pago pelos convênios;

Salvar.

Cálculo da apuração do valor total


O cálculo para apuração do valor final do procedimento é efetuado da seguinte maneira:

Valor Procedimento = (("Qtde. Incidências" * "Qtde. Filme¹") * "Valor Filme²") + "Valor do


Procedimento³";

168 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

¹ A qtde. do filme é medida em m² (metros quadrados);

² O valor do filme é apresentado na tabela de "Índices";


³ O valor do procedimento é apresentado no tela "Tabelas de Faturamento".
Observação: O preço do procedimento vai depender das tabelas de valores aplicadas às regras
dos convênios.

Impactos

As definições estabelecidas para a metragem de filme, serão aplicadas ao respectivo item lançado na
conta hospitalar ou ambulatorial do paciente, para fins de cobrança.

Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar / Conta do


Atendimento
Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial / Conta do
Atendimento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 169


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Exceção de porte anestésico

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Exceção


de Porte Anestésico

Módulos

M_POR_ANE_TAB

Função da tela

Esse cadastro tem a finalidade de contemplar diferentes portes anestésicos para determinados
procedimentos, criando uma exceção da regra padrão, de acordo com a tabela de faturamento.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Tabelas de Faturamento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Portes
Anestésicos

Como usar

Selecionar a tabela de faturamento, para a qual será registrado o procedimento, cujo porte
anestésico será diferenciado da regra padrão;

Selecionar o procedimento, cujo porte anestésico será diferenciado da regra padrão,


caracterizando uma exceção;

Informar a vigência da regra de exceção cadastrada para o procedimento em referência;

Selecionar o porte anestésico, a ser associado ao procedimento em referência, correspondente à


exceção da regra;

Indicar o número de auxiliares permitidos, quando realizado o procedimento em referência,


correspondente à exceção da regra;

Salvar.

Impactos

Estas telas considerarão os valores dos portes anestésicos cadastrados para cobrança do honorário
do anestesista.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /

170 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Conta do Atendimento

Os relatórios abaixo apresentarão dados dos portes anestésicos cadastrados.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Tabelas de


Valores / Portes Anestésico
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Tabela de
Faturamento x Porte Anestésico
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Tabelas de
Valores / Convênio x Portes Anestésicos

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 171


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Percentual de consignação

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Percentual


de Consignação

Configurações de funcionamento da tela


Cadastrando o percentual de consignação

Módulos

M_PERCENTUAL_CONSIGNADO

Função da tela

Cadastrar o percentual a ser aplicado sobre o valor dos procedimentos de consignação - vinculados a
grupos de procedimentos do tipo "Órteses e Próteses" - para fins de cobrança aos convênios.

Pré-requisitos

Configurações

Na tela abaixo, o usuário tem a opção de definir se será considerado para a cobrança do convênio,
apenas o valor da entrada do produto conforme configurado na nota fiscal ou se serão consideradas as
regras de percentual de consignação cadastradas. Se apenas o valor de entrada na nota fiscal for
considerado, os procedimentos referentes a OPME serão lançados com o valor da nota fiscal de
entrada do produto no estoque. Nos casos em que não seja considerado apenas o valor de entrada da
nota fiscal, os procedimentos serão lançados com valor acrescido do percentual de consignação
configurado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Parâmetros


Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos

Como usar

Cadastrando o percentual de consignação


Selecionar a empresa, para a qual o percentual de consignação será cadastrado;

Selecionar o convênio, para o qual será cadastrado o percentual a ser aplicado sobre o valor dos
procedimentos de consignação;

Selecionar o procedimento (material consignado), sobre o qual incidirá o percentual de acréscimo


no preço de cobrança ao convênio informado. Somente estarão disponíveis para seleção, os
procedimentos pertencentes ao grupo de "Órteses e Próteses". Caso não seja informado nenhum
procedimento, o valor de consignação será aplicado sobre o preço de todos os procedimentos do
respectivo grupo;

172 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Informar o percentual de consignação geral que incidirá sobre o valor do procedimento ao registrar
a nota fiscal de entrada para a cobrança ao convênio em referência;

Salvar.

Editando uma faixa de valor para consignação


O usuário poderá editar um percentual de consignação diferenciado para um procedimento por faixa

de valor. Para isso, é necessário clicar no botão . Dessa forma, será exibida a janela "Faixa de
Percentual Consignado", na qual o usuário deverá:

Informar os valores das faixas 'Inicial" e "Final" do percentual consignado;

Determinar o percentual do valor a ser cobrado;

Definir o valor para o teto de cobrança;

Definir a data de vigência desse percentual;

Informar se a faixa de percentual consignado estará ativa, selecionando uma das opções "Sim" ou
"Não";

A partir da versão 1.0.288, as configurações realizadas nessa janela serão aplicadas


especificamente para o procedimento da linha selecionada. Por essa razão, o campo "Específico"
será preenchido automaticamente com o valor "Sim". Esse campo será exibido em branco para os
cadastros anteriores. As configurações realizadas antes dessa versão, eram aplicadas para todos
os procedimentos informados nessa tela. Ou seja, para que a faixa de percentual seja aplicada
especificamente para um determinado procedimento, o usuário poderá excluir o cadastro anterior e
configurar uma nova faixa para o procedimento em questão;

Clicar no botão < 1 - Retornar > para voltar à tela "Percentual de Consignação" ou no botão < 2 -
Excluir > para excluir a faixa configurada.

Entendendo melhor a aplicação do percentual de consignação

O valor da consignação de um determinado procedimento dependerá da configuração realizada


para a valorização a partir de um percentual geral ou por uma faixa de valor. Por exemplo: caso
tenha sido definido um percentual geral de 10% de consignação para o procedimento e um
percentual de 20% de consignação para uma determinada faixa de valor desse procedimento,
quando o procedimento estiver dentro da faixa de valor estabelecida, será aplicado o percentual de
20% e não 10% referente ao percentual geral. Só será considerado o percentual geral quando o
valor do procedimento estiver fora da faixa de valor estabelecida.

O valor da consignação ainda obedecerá à regra do teto de cobrança. Por tanto, ao aplicar o
percentual de 20% de consignação para uma faixa de valor, a valorização do procedimento
obedecerá o valor configurado como teto.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 173


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Impactos

De acordo com o percentual de consignação estabelecido, os procedimentos referentes a um grupo


do tipo "Órteses e Próteses", ao serem lançados na conta do paciente, terão seus valores
acrescidos. Além disso, ao recalcular uma conta ambulatorial ou hospitalar, caso o valor do
procedimento ultrapasse o valor definido como teto de cobrança, prevalecerá o valor definido como teto
de cobrança. Sendo menor, será considerado o percentual definido para a faixa de valor do
procedimento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
Faturamento/ Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta Extra

174 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Gabaritos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Gabaritos

Módulos

M_GABARITO

Função da tela

Efetuar a manutenção do cadastro de gabarito, o qual corresponde a uma relação de procedimentos


configurados por regra de convênio para identificar os itens lançados na conta do paciente,
pertencentes a pacotes e associados a um procedimento principal.

O pacote é corresponde a um conjunto de itens que são lançados automaticamente na conta do


paciente, quando é lançado um procedimento principal vinculado a um gabarito.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Como usar

Cadastrando os gabaritos
Informar a descrição do gabarito, ao qual será vinculado o procedimento principal;

Selecionar o procedimento principal do atendimento, o qual será utilizado para identificar o


gabarito, quando lançado na conta do paciente;

Salvar;

A relação de procedimentos associados ao procedimento principal do gabarito, bem como as


quantidades permitidas, são cadastradas na tela "Regra de Convênio". No momento do
lançamento, será verificado se a quantidade lançada atende à quantidade máxima permitida. Se
não atender, a rotina verificará se o procedimento foi checado como "Pacote". A validação dos
gabaritos somente será realizada, se a conta do paciente não estiver classificada como pacote.

Impactos

Ao cadastrar as regras do convênio, que consistem nos termos do negócio estabelecido entre o
convênio e a instituição de saúde, é possível determinar os gabaritos que irão compor essa regra.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Regras

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 175


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Pacotes

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Pacotes

Percentuais para pacotes secundários


Percentuais para cálculo
Descaracterização de pacotes

Módulos

M_PACOTE

Função da tela

Possibilitar a formalização, ou seja, o cadastro das regras de pacotes acordadas com os convênios
que serão cobradas pelo hospital aos respectivos convênios. Com valores pré-estabelecidos, o
convênio pagará pelo pacote de serviços e os serviços prestados pelo hospital. Ao lançar na conta um
procedimento configurado como pacote, os lançamentos realizados posteriormente dentro do período
coberto pelo pacote, serão lançados automaticamente na conta como procedimento do pacote, desde
que não estejam na exceção.

Pré-requisitos

Tabelas

Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /


Empresas
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais/ Convênios e
Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos
Serviços de Apoio / Global / Globais / Centro de Custo

Atendimento / Internação / Tabelas / Tipo de Acomodação


Atendimento / Internação / Tabelas / Tipo de Internação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de
Procedimentos

Como usar

Critérios de seleção
Selecionar a empresa que possui contrato de cobrança do pacote a ser cadastrado;

Selecionar o convênio que possui contrato com o hospital para a cobrança do pacote a ser
cadastrado. Caso o contrato seja para todos os convênios, este campo não deverá ser preenchido;

Selecionar o plano do convênio para o qual será cadastrado o pacote. Caso o contrato seja para
todos os planos do respectivo convênio, este campo não deverá ser preenchido;

Selecionar o procedimento base para lançamento do item corresponde ao pacote na conta do

176 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

paciente;

Selecionar o procedimento de conversão, ou seja, o que efetivamente será faturado ao convênio em


referência, quando lançado o procedimento base, anteriormente mencionado.

Aba "Geral"
Filtros
Selecionar o código do setor de realização do procedimento que possui contrato para cobrança do
pacote. Se o contrato for para todos os setores, deixar o campo sem preenchimento;

Selecionar o código da acomodação que possui contrato de cobrança para o pacote. Se o contrato
for para todas as acomodações, esse campo deve ser deixado em branco. A acomodação de
cobrança não deve ser necessariamente a do atendimento, mas sim a da conta;

Selecionar o tipo de internação do paciente que possui contrato de cobrança para o pacote. Se o
contrato for para todos os tipos, esse campo deve ser deixado sem preenchimento;

Informar o IMC (Índice de Massa Corporal) para descaracterização do pacote;

Selecionar o tipo de atendimento que possui contrato de cobrança para o pacote, quais sejam:
"Ambulatório", "Externo", "Internação", "Urgência", "Home Care" ou "Todos". Esse último deve ser
selecionado quando o contrato for para todos os tipos de atendimento;

Informar o período de vigência, ou seja, data de início e fim do contrato de cobrança, referente à
respectiva regra de pacote;

Informar a idade máxima para aplicação da regra de pacote, se for o caso. Esse campo não é de
preenchimento obrigatório.

Bloco "Configurações"
Informar a quantidade de dias para caracterização do pacote na conta do paciente, conforme
estabelecida no contrato, quando lançado o procedimento base da configuração. Essa informação
não pode ser "0" (zero), pois dessa forma, o pacote nunca será aplicado;

Definir se os itens que irão compor o pacote, caso necessitem de autorização, serão
caracterizados dentro do pacote ou não;

Definir, marcando o check box "Autom.", se os lançamentos dos procedimentos no pacote serão
automáticos (quando lançados de outros sistemas diferentes do Faturamento de Convênios e
Particulares) ou manual (quando lançados direto na conta do paciente, no momento da análise);

Definir, marcando o check box "Guia", se os procedimentos autorizados por guia também cairão
no pacote, na conta do paciente;

Definir se o pacote será "Day-Clinic", por meio do respectivo check box, visando a emissão da
informação na etiqueta de internação do paciente;

Marcar o check box do campo "Procedimentos?" para indicar se serão priorizados os pacotes que
possuírem ao menos um dos procedimentos listados da aba "Procedimentos". Esse processo é
realizado no fechamento da conta ambulatorial;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 177


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Marcar o check box do campo "Não Intervencionista" para indicar se serão verificados todos os
procedimentos da conta ambulatorial que pertencem a um pacote não intervencionista. Caso
pertença, será lançado um pacote não intervencionista. Se o procedimento estiver na aba
"Exceções", o pacote será lançado como intervencionista. Esse processo é realizado no
fechamento da conta ambulatorial;

Ao marcar o check box do campo "Lança no Fechamento", será possível configurar se o pacote
será tratado apenas no momento em que a conta ambulatorial for fechada e habilitará a utilização
dos campos "Procedimentos?", "Não Intervencionista" e "Descaracterizar Pacote". Caso esses
campos estejam marcados, mas o campo "Lança no Fechamento" não esteja marcado, não
haverá mudança alguma. É importante ressaltar que deve haver dois pacotes configurados para o
procedimento principal. Caso exista apenas um procedimento principal configurado, o pacote não
será lançado conforme as configurações dos campos "Procedimentos?", "Não Intervencionista" e
"Descaracterizar Pacote";

Definir, marcando o check box do campo "Descaracterizar Pacote", se um dos procedimentos


listados na aba "Procedimentos" estiver na conta do atendimento ambulatorial, o pacote não será
lançado. Ele será descaracterizado. Esse processo é realizado no fechamento da conta
ambulatorial.

Bloco "Percentuais para Pacotes Secundários"


Caso o procedimento base para lançamento do pacote na conta do paciente seja lançado mais de
uma vez, a partir do segundo lançamento, a rotina validará essa configuração, caracterizando o
lançamento como secundário e aplicando as regras pontuais.

Ao lançar o procedimento base após o primeiro lançamento na conta do paciente, a rotina validará
pelo tipo indicado para aplicar a regra de percentual secundário, dentre as opções:
"Especialidade", "Especialidade e Equipe - AMB", "Geral", "Procedimento" ou "Aviso de Cirurgia";

Informar o percentual de cobrança sobre os pacotes secundários, que correspondem àqueles com
o mesmo procedimento de realização lançados mais de uma vez na conta. A partir do segundo
será cobrado esse 1º percentual;

Informar o percentual de cobrança, a ser aplicado a partir do terceiro lançamento do mesmo


procedimento de realização, na conta, para aplicação desse 2º percentual;

Informar o percentual de cobrança, a ser aplicado a partir do quarto lançamento do mesmo


procedimento de realização, na conta, para aplicação desse 3º percentual;

Informar o percentual de cobrança, a ser aplicado a partir do quinto lançamento do mesmo


procedimento de realização, na conta, para aplicação desse 4º percentual.

Bloco "Percentuais para Cálculo"


Informar o percentual de acréscimo a ser aplicado sobre o valor do pacote, por recém-nascido
gemelar nascido vivo;

Informar o percentual de desconto no pacote, caso o respectivo procedimento esteja vinculado a


um atendimento de recém-nascido encaminhado para um leito de UTI.

Bloco "Financeiro"
Esse bloco só será habilitado para convênios do tipo "Particular", definido na aba "Convênio" da tela

178 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

"Convênios e Planos".

Informar a quantidade máxima de parcelas para pagamento do pacote, conforme contrato. Esse
campo é utilizado pelo controle de adiantamento do financeiro;

Ao clicar no botão < Parcelamento >, o usuário será direcionado à tela "Formas de Pagamento de
Adiantamentos".

Aba "Diária / Tipo Acom."

Informar o tipo de acomodação para a qual será destinada o pacote;

Informar a quantidade de diárias de cobertura do pacote, estabelecida no contrato, quando tratar-se


do tipo de acomodação selecionada. A quantidade a ser informada nessa aba, não pode ser
superior a quantidade informada na aba "Geral";

Quando a diária selecionada nessa configuração exceder a quantidade de lançamentos na conta


do paciente, o quantitativo excedente será cobrado à parte do pacote, de acordo com aplicação da
regra estabelecida na conta. A cobrança do pacote atenderá aos filtros parametrizados.

Aba "Observações"
Inserir observações necessárias referentes ao pacote selecionado. Essa informação não
influenciará na rotina de pacote, é apenas a nível informativo ao usuário.

Aba "Exceções"
Selecionar o grupo de procedimento, cujos itens lançados na conta do paciente não deverão ser
vinculados ao pacote em referência;

Selecionar o procedimento que não deverá ser vinculado ao pacote em referência. Nesse caso, ele
será faturado à parte, de acordo com a regra geral de faturamento estabelecida na conta;

Selecionar o setor de realização do procedimento. Quando o lançamento na conta do paciente


estiver vinculado ao setor em referência, o item não será vinculado ao pacote selecionado.

Bloco "Exceções por Procedimentos"


Caso existam itens do grupo especificado na exceção que devam fazer parte do pacote, estes
deverão ser indicados nesse bloco. Caso não seja selecionado nenhum procedimento, a exceção
será aplicada a todos os itens do grupo referenciado. O faturamento desses lançamentos da
exceção nas contas dos pacientes, serão faturados à parte do pacote, com aplicação da regra
geral de faturamento estabelecida na conta.

Sugere-se que não sejam configurados na exceção nem o procedimento base, nem o
procedimento pacote configurados, pois a regra aplicada será a principal e não a da exceção.

Aba "Grupos"
Selecionar o grupo de procedimento que deverá ser lançado sempre fechado no pacote;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 179


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Ao clicar no botão < Gabarito >, o usuário será direcionado à tela "Protocolos de Pacotes".

Aba "Tetos"
Selecionar o grupo de procedimento, o qual quando lançados itens correspondentes e que
atendam aos parâmetros seguintes, serão lançados no pacote em referência;

Informar a quantidade máxima de CH para que o procedimento do grupo selecionado seja lançado
na conta do paciente como pacote;

Informar o valor máximo para que o procedimento do grupo seja lançado na conta do paciente
como pacote.

Vejamos o exemplo abaixo para melhor entendimento:


Quando lançado automaticamente na conta o procedimento base e realizado o vínculo de pacote, os
itens, lançados na conta também automaticamente, que ainda não apresentem valores pelo fato da
conta ainda não ter sido recalculada, serão marcados como itens do pacote, se seu valor na tabela de
faturamento correspondente for superior ao valor configurado no teto.

Exemplo:

Na conta foi lançado, por meio de outro sistema, um item do grupo de procedimento 6 (grupo esse
que não está configurado no teto). O item cai na conta sem valor informado e a conta não deve ser
recalculada;

O usuário lança automaticamente o procedimento base configurado no pacote e realiza o vínculo

na conta por meio do botão ;

Os itens da conta que tenham valor na tabela de faturamento correspondente maior que o valor
configurado no teto, serão marcados no pacote.

Aba "Descaracterização"

Selecionar a acomodação que deverá ser lançada na conta do paciente sempre aberta no pacote,
ou seja, sua cobrança será a parte do pacote, calculada conforme aplicação da regra da conta;

Informar a quem será aplicada a regra de acomodação, dentre as opções: "Principal", "RN" ou
"Ambos";

Marcar o campo "Óbito", caso o paciente venha a falecer e o pacote deva ser descaracterizado na
conta, ou seja, os itens sejam desvinculados do pacote e faturados individualmente, atendendo à
regra da conta;

Marcar o campo "Gemelar", se o pacote tiver que ser descaracterizado na conta, em se tratando
de procedimento de parto de gêmeos;

Marcar o campo "Diária de Gabarito", se o pacote tiver que ser descaracterizado, caso o paciente
ultrapasse a quantidade estabelecida na regra de gabarito;

Selecionar os CIDs que deverão descaracterizar o pacote na conta do paciente;

180 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Para a marcação dos campos: "Óbito", "Gemelar" e "Diária Gabarito", faz-se necessário cadastrar
um motivo de descaracterização de pacote para esses tipos.

Aba "Procedimentos"
Nesta aba, são exibidos os procedimentos do tipo "Não Intervencionistas".

Impactos

As regra de pacotes configuradas serão aplicadas nas contas dos pacientes, seja hospitalar ou
ambulatorial, atendendo as parametrizações especificadas.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
Os pacotes cadastrados poderão ser visualizados nas telas abaixo que proporcionam a consulta
desses dados.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Protocolos de


Pacote
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Consultas / Consulta Protocolo de
Pacote
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Pacotes / Aba "Grupos" / Botão < Gabarito >
Atendimento / Internação / Consultas / Protocolos de Pacote
Neste relatório, é possível visualizar dados de pacotes que foram vinculados a contas de pacientes.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Gerenciais / Análise de


Pacote

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 181


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Formas de pagamento

Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas / Formas de
Pagamento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Pacotes /


Botão < Parcelamento >

Cadastrando as formas de pagamentos

Módulos

M_FORMA_PAGTO

Função da tela

Cadastrar as formas de pagamento para os contratos de adiantamento firmados pelo hospital. Nessa
tela será definida a multa pela rescisão do contrato, a quantidade de parcelas, os possíveis
descontos, se a forma de pagamento está associada a um pacote etc.

Pré-requisitos

Configurações

Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Configuração /


Financeiro
Tabelas

Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /


Descontos e Acréscimos
Faturamento / Faturamento de Convênio e Particular / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Pacotes

Como usar

Cadastrando as formas de pagamento


Descrever a forma de pagamento a ser cadastrada;

Informar o valor da taxa administrativa em percentual (%) a ser cobrada, caso haja rescisão do
contrato;

Informar o número de parcelas em que será efetuado o pagamento do contrato. A quantidade da


parcela não pode ser maior que a quantidade máxima do pacote;

Caso exista, selecionar um tipo de desconto para o pagamento;

Marcar o campo "Pacote?" caso a forma de pagamento esteja associada a algum pacote de
negociação;

182 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Se marcado como pacote, informar o código do pacote associado à forma de pagamento. Os


procedimentos disponíveis para a seleção são os cadastrados na tela de Pacotes;

Os campos referentes as informações de pacote já se apresentarão preenchidos, quando essa


tela for acessada pelo sistema Faturamento de Convênio e Particular, indicando os dados do
pacote selecionado.

Informar o valor de cada parcela a ser cobrada para a forma de pagamento em referência;

O valor total será calculado automaticamente, de acordo com o valor e a quantidade das parcelas
informados;

Salvar. Dessa forma, o código da forma de pagamento cadastrada será gerado.

Impactos

As formas de pagamento cadastradas são vinculadas aos contratos de adiantamento firmados pelo
hospital com pacientes, instituições financeiras etc.

Controladoria / Caixa / Caixa / Manutenção de Contrato de Adiantamento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 183


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Motivo de descaracterização dos pacotes

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Motivo de


Descaracterização dos Pacotes

Módulos

M_MOTIVO_DESCARACT_PAC

Função da tela

Cadastrar os motivos de descaracterização dos pacotes, a qual ficará ligada ao processo de log de
pacote. Se um pacote for descaracterizado da conta, será criado internamente no banco, um log que
proporcionará ao usuário a criação de um relatório para acompanhamento, se desejar.

Um exemplo de descaracterização de um pacote, é quando há um estouro de diárias na conta do


paciente e o respectivo procedimento esteja configurado no processo de gabarito. Logo, o pacote será
descaracterizado da conta, mediante cadastro do motivo com tipo "Acomodação Indevida". Esse
processo será salvo em uma tabela no banco de dados para o caso do usuário desejar um
acompanhamento das descaracterizações de pacotes efetivadas, por meio da criação de um relatório
personalizado.

Pré-requisitos

N/A

Como usar

Informar a descrição da descaracterização dos pacotes. O código será gerado automaticamente;

Selecionar o tipo do motivo da descaracterização, dentre as opções:

Manual: quando a descaracterização se estabelece no desvínculo manual nas telas de


lançamento (conta do paciente);
Acomodação Indevida: quando a descaracterização se estabelece pela entrada de um paciente
em acomodação indevida, por exemplo: CTI;
Óbito: quando a descaracterização se estabelece devido à alta por óbito do paciente durante o
período do pacote;
Estouro de Diárias: quando a descaracterização se dá pelo estouro de diária pré-estabelecida
no gabarito do pacote;
Gemelar: quando a descaracterização se dá por parto gemelar.
Os tipos diferentes de "Manual" só poderão ser cadastrados uma única vez, ou seja, não se repete
no cadastro de novos motivos.

Impactos

N/A

184 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Categorias de planos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Categorias


de Planos

Módulos

M_CATEGORIA_PLANO

Função da tela

Efetuar o cadastro e a manutenção das categorias de planos existentes no hospital. A categoria é


uma classificação qualitativa dos planos dos convênios, cujo objetivo é identificar, por convênio, uma
possível regra de acoplamento ou de franquia, que poderá ser utilizada em um atendimento.

Exemplo: Convênio A, Plano C, Categoria 1

Convênio A, Plano C, Categoria 2

Em uma regra de acoplamento ou de franquia, essa categoria definirá a qualidade dos planos dos
convênios.

Pré-requisitos

N/A

Como usar

Registrando as categorias dos convênios


Informar o código de identificação da categoria;

Informar a descrição da categoria;

Salvar;

A regra de franquia poderá ser identificada por meio da categoria informada na carteira do convênio,
no momento do registro do atendimento do paciente.

Impactos

Ao registrar o atendimento de um paciente, o usuário deverá informar a categoria do plano do convênio


informado, caso esteja parametrizado no cadastro desse convênio para informar a categoria.

Atendimento / Internação / Atendimento / Internação


Atendimento / Urgência e Emergência / Atendimento / Atendimento
Atendimento / Ambulatório / Atendimentos / Não Agendados
Diagnóstico e Terapia / Laboratório de Análises Clínicas / Atendimento / Atendimento Externo
A franquia por item possibilita a participação do paciente no pagamento da conta do atendimento. Ao

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 185


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

registrá-la, é necessário informar a categoria do plano do convênio em referência.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Franquias / Por Item
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Regras de Acoplamentos

186 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Franquias
Por item

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Franquias /


Por Item

Regras para titular


Procedimentos ou grupos de procedimentos
Pontuação para a franquia

Módulos

M_FRANQUIAS

Função da tela

Efetuar a manutenção do cadastro de franquias por item. A regra de franquia possibilita a participação
do paciente no pagamento da fatura. Será criada uma nova conta com o convênio do tipo "particular",
para a cobrança dos valores de participação do paciente, de acordo com a regra de franquia.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Categorias de Convênios
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de
Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Como usar

Cadastrando as franquias por item


Informar a descrição da franquia por item a ser cadastrada;

Selecionar o convênio, para o qual será aplicada a regra de franquia por item;

Selecionar o plano do convênio, para o qual será aplicada a regra de franquia por item;

Selecionar a categoria do convênio, para a qual será aplicada a regra de franquia por item em
referência. Vale salientar que, indicada uma categoria, a regra incidirá apenas sobre os
atendimentos realizados para o convênio/plano específicos dessa categoria;

Indicar o tipo de atendimento, para o qual será aplicada a regra de franquia por item, qual seja:
"Internação", "Ambulatorial", "Urgência/Emergência", "Externo", "Home Care";

Informar se o paciente, para o qual será aplicada a regra de franquia por item, é o titular do plano.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 187


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Caso seja selecionada a opção "Sim", tais regras irão impactar apenas sobre os atendimentos
realizados par o titular do convênio/plano/categoria informados. Se a opção "Não" tenha sido
selecionada, as regras incidirão sobre os atendimentos realizados para os dependentes do
convênio/plano/categoria indicados. Contudo, se a opção "Todos", tiver sido a escolhida, as regras
incidirão sobre os atendimentos realizados para todos os conveniados do plano informado, sejam
titulares ou dependentes;

Selecionar se o paciente do atendimento deverá ser pensionista para que seja aplicada a regra de
franquia por item se a regras incidirão em atendimentos. Se a opção "Sim" for indicada, a regra
incidirá apenas sobre os atendimentos realizados para os pacientes do tipo pensionista. Se
Selecionada a opção "Não", a regra incidirá apenas sobre os atendimentos realizados para os
pacientes não classificados como pensionistas. Porém, se a opção "Todos" for informada, a regra
incidirá sobre todos os atendimentos realizados para o convênio/plano/categoria selecionados,
sejam os pacientes pensionistas ou não;

Selecionar o procedimento ou o grupo de procedimento, sobre o qual será aplicada a regra de


franquia por item. Ao selecionar um procedimento, a regra incidirá apenas sobre o item em
questão, mesmo que hajam outros procedimentos relacionados na conta do paciente. Do mesmo
modo, ao selecionar um grupo de procedimento, a regra incidirá apenas sobre o grupo em questão.
O usuário deverá escolher se deseja informar um grupo ou um procedimento, uma vez que não é
permitido informá-los simultaneamente;

Informar o valor em percentual (%), correspondente à participação do paciente no pagamento da


fatura, quando aplicada a regra de franquia por item em referência;

Ou informar o valor, em moeda corrente (R$), correspondente à participação do paciente no


pagamento da fatura, quando aplicada a regra de franquia por item em referência;

Ou ainda, informar a quantidade de pontos, correspondente à participação do paciente no


pagamento da fatura, quando aplicada a regra de franquia em referência;

A regra de franquia poderá ser identificada por meio da categoria informada na carteira do convênio,
no momento do registro do atendimento do paciente.

Cálculo de pontos
A quantidade de pontos informada na regra por item será multiplicada pelo valor do ponto
configurado na tela "Valor do Ponto de Franquia". O resultado dessa multiplicação é o valor de
participação do paciente no pagamento da fatura;

Exemplo: A quantidade informada é de 10 pontos, multiplicando-se ao valor do ponto de franquia do


convênio do paciente no pagamento da fatura é de R$ 2,00, então, será 10 pontos x R$ 2,00 = R$
20,00 a participação do paciente.

Impactos

De acordo com as regras de franquia criadas, uma conta extra será criada automaticamente para o
paciente, de forma que parte do valor seja pago pelo próprio paciente (particular).

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /


Conta Extra
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /
Conta do Atendimento

188 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Exceção de franquias

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Franquias /


Exceção de Franquias

Módulos

M_FRANQUIAS_EXCECAO

Função da tela

Efetuar a manutenção do cadastro de regras de exceção de franquias. Essa regra impede que a
franquia seja aplicada sobre a conta do paciente, que pertença a um determinado convênio/plano, tipo
de atendimento ou especialidade, configurados como exceção da regra de franquia.

No processo de franquia, será criada uma nova conta com o convênio do tipo "particular", para
cobrança dos valores de participação do paciente, de acordo com a regra de franquia, considerando
também suas exceções.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Serviços de apoio / Diretoria Clínica / Tabelas / Especialidades

Como usar

Cadastrando as exceções de franquias


Selecionar o convênio, para o qual será aplicada a regra de exceção de franquia;

Selecionar o plano do convênio, para o qual será aplicada a regra de exceção de franquia;

Selecionar a especialidade, para a qual será aplicada a regra de exceção de franquia;

Indicar o tipo de atendimento, para o qual será aplicada a regra de exceção de franquia, qual seja:
"Internação", "Ambulatorial", "Urgência/Emergência", "Externo", "Home Care" ou "Todos";

Informar se o paciente, para o qual será aplicada a regra de franquia por item, é o titular do plano.
Caso seja selecionada a opção "Sim", tais regras impactarão apenas sobre os atendimentos
realizados para o titular do convênio/plano/categoria informados. Se a opção "Não" tiver sido
selecionada, as regras incidirão sobre os atendimentos realizados para os dependentes do
convênio/plano/categoria indicados. Contudo, se a opção "Todos", tiver sido a escolhida, as regras
incidirão sobre os atendimentos realizados para todos os conveniados do plano informado, sejam
titulares ou dependentes;

Selecionar se o paciente do atendimento deverá ser pensionista para que seja aplicada a regra de
franquia por item. Se a opção "Sim" for indicada, a regra incidirá apenas sobre os atendimentos
realizados para os pacientes do tipo pensionista. Se selecionada a opção "Não", a regra incidirá
apenas sobre os atendimentos realizados para os pacientes não classificados como pensionistas.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 189


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Porém, se a opção "Todos" for informada, a regra incidirá sobre todos os atendimentos realizados
para o convênio/plano/categoria selecionados, cujos pacientes sejam pensionistas ou não;

Salvar.

Impactos

De acordo com as regras de franquias criadas, os lançamentos serão efetuados nas faturas
ambulatorial e hospitalar.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento

190 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Valor do ponto de franquia

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Franquias /


Valor do Ponto de Franquia

Módulos

M_VAL_PONTO_FRANQUIA

Função da tela

Efetuar a manutenção do cadastro de valores dos pontos de franquia por convênio. O valor do ponto
será multiplicado pela quantidade de pontos informada na regra da franquia. O resultado dessa
multiplicação corresponde ao valor de participação do paciente no pagamento da fatura.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos

Como usar

Selecionar o convênio, para o qual será cadastrado o valor do ponto de franquia;

Informar a vigência do valor do ponto de franquia para o convênio selecionando;

Informar o valor do ponto de franquia para o convênio selecionado, o qual será multiplicado pela
quantidade de pontos da regra de franquia, para determinar o valor de participação do paciente no
pagamento da fatura;

Salvar.

Impactos

De acordo com os pontos de franquia estabelecidos, os lançamentos serão efetuados nas contas do
convênio e na conta particular do paciente.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta Extra

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 191


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Regras de acoplamentos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Regras de


Acoplamentos

Módulos

M_REGRA_ACOPLAMENTO

Função da tela

Efetuar a manutenção do cadastro de regras de acoplamento de convênios para cobrança do valor


correspondente à diferença entre o valor de cobertura de um convênio principal e o valor total da conta
do paciente. Apurado o valor excedente, será criada uma segunda conta para o atendimento, para
cobrança dos valores não cobertos pelo plano principal, ao convênio secundário.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de
Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Categorias de Planos

Como usar

Selecionar o convênio principal da cobertura do atendimento, para o qual serão cadastrados os


convênios do acoplamento;

Selecionar o plano de convênio da cobertura do atendimento, para o qual serão cadastrados os


convênios do acoplamento;

Selecionar o convênio secundário, permitido para acoplamento com o convênio principal em


referência. Será apresentada sua descrição no campo "Nome". Vale salientar que o convênio
secundário, quando acoplado a um convênio principal na conta do paciente, será responsável pelas
despesas que excederem o valor da cobertura do convênio principal;

Selecionar o plano do convênio secundário, permitido para acoplamento com o convênio principal
em referência. Será apresentada sua descrição no campo "Descrição do Plano";

Indicar o tipo de atendimento, para o qual será permitida a regra de acoplamento, qual seja:
"Todos", "Internação", "Ambulatorial", "Externo", Urgência/Emergência" ou "Home Care";

Informar se o paciente, para o qual será aplicada a regra de acoplamento, é o titular do plano. Caso
seja selecionada a opção "Sim", tal regra impactará apenas sobre os atendimentos realizados para
o titular do convênio/plano/categoria informados. Se a opção "Não" for selecionada, a regra incidirá
sobre os atendimentos realizados para os dependentes do convênio/plano/categoria indicados.

192 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Contudo, se a opção "Todos" tiver sido a escolhida, a regra incidirá sobre os atendimentos
realizados para todos os conveniados do plano informado, sejam titulares ou dependentes;

Selecionar se o paciente do atendimento deverá ser pensionista para que seja aplicada a regra de
acoplamento. Se a opção "Sim" for indicada, a regra incidirá apenas sobre os atendimentos
realizados para os pacientes do tipo pensionista. Se selecionada a opção "Não", a regra incidirá
apenas sobre os atendimentos realizados para os pacientes não classificados como pensionistas.
Porém, se a opção "Todos" for informada, a regra incidirá sobre todos os atendimentos realizados
para o convênio/plano/categoria selecionados, sendo os pacientes pensionistas ou não;

Selecionar a categoria do convênio, para a qual será aplicada a regra de acoplamento. Será
apresentada sua descrição no campo "Descrição da Categoria". Após a seleção da categoria, a
regra incidirá apenas sobre os atendimentos realizados para o convênio/plano específicos da
categoria informada;

Selecionar o procedimento, sobre o qual será aplicada a regra de acoplamento. Será apresentada
sua descrição no campo "Descrição do Procedimento";

Informar o grupo de procedimentos, sobre o qual será aplicada a regra de acoplamento. Ao fazer
isso, será exibida a descrição no campo "Descrição do Grupo". Ao selecionar um procedimento, a
regra de acoplamento incidirá apenas sobre ele, ainda que existam outros procedimentos
relacionados na conta do paciente, e não será permitida a escolha de um grupo de procedimento.
Do mesmo modo que, ao selecionar um grupo de procedimento, a regra incidirá sobre todos os
procedimentos que estejam relacionados ao grupo e não será permitida que seja selecionado
também um procedimento;

Informar o percentual (%), correspondente à participação do convênio secundário no pagamento da


fatura, quando aplicada a regra de acoplamento;

Informar o valor, em moeda corrente, correspondente à participação do convênio secundário no


pagamento da fatura, quando aplicada a regra de acoplamento;

Salvar.

Impactos

Nesta tela será habilitado o processo de acoplamento de convênio para um atendimento. Será criada
automaticamente uma segunda conta, fazendo com que os lançamentos sejam divididos entre o
convênio principal e o secundário, de acordo com a regra estabelecida.

Atendimento / Internação / Atendimento / Acoplamento de Convênio


Nas contas hospitalar e ambulatorial, são lançados os procedimentos para faturamento. Caso exista
alguma regra de acoplamento associada ao convênio da conta, os respectivos lançamentos
obedecerão a essa regra.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 193


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Regras por atendimento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Regras por


Atendimento

Cadastrando as regras
Selecionando os tipos de procedimentos
Procedimentos/grupos

Módulos

M_REGRA_ATENDIMENTO

Função da tela

Definir uma regra de cobrança exclusiva para um determinado atendimento, de acordo com os grupos
e tipos de procedimento realizados.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupo de
Procedimentos
Movimentações

Atendimento / Internação / Atendimento / Internação

Atendimento / Urgência e Emergência / Atendimento / Atendimento


Atendimento / Ambulatório / Atendimentos / Confirmação e Consultas
Diagnóstico e Terapia / Diagnóstico por Imagem / Atendimento / Pedidos de Exames Imagem
Diagnóstico e Terapia / Laboratório de Análises Clínicas / Atendimento / Pedidos de Exames
Laboratório

Como usar

Consulta de atendimento
A tela será apresentada no modo pesquisa, para seleção do atendimento, cuja regra de cobrança será
registrada. O usuário deverá informar ou selecionar um dos seguintes parâmetros de pesquisa:
número do atendimento, código de identificação ou nome do paciente, data, horário, convênio ou
convênio secundário (se houver) do registro do atendimento. Selecionado um ou mais parâmetros de
pesquisa o usuário deve:

Ao executar a pesquisa, os seguintes campos serão apresentados automaticamente preenchidos:

Número do atendimento do paciente, para o qual serão registradas as regras específicas;

194 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Código e nome de identificação do paciente, para o qual foi realizado o atendimento em


referência;

Data em que foi efetuado o registro do atendimento selecionado;


Horário em que foi efetuado o registro do atendimento selecionado;
Código e nome do convênio, para o qual será emitida a fatura para cobrança do atendimento
em referência;
Código e nome do convênio secundário, se houver, para o qual será emitida a fatura para
cobrança do valor excedente, referente ao atendimento selecionado.
Botão "Tipo de Procedimento"
Possibilita ao usuário cadastrar regras para tipos de procedimentos, específicas para o atendimento
selecionado. Para tanto, o usuário deve clicar no botão < Tipo de Procedimento > para cadastrar
regras por "Tipo de Procedimento", conforme descrito a seguir:

Informar a senha de autorização do convênio para a regra especial, por tipo de procedimento, para
o atendimento selecionado;

Informar a data de início da vigência da autorização do convênio para a regra especial, por tipo de
procedimento, a ser aplicada para o atendimento selecionado;

Informar a data final da vigência da autorização do convênio para a regra especial, por tipo de
procedimento, a ser aplicada para o atendimento selecionado;

Informar o valor em percentual, a ser pago, referente aos serviços profissionais (SP) realizados no
atendimento selecionado;

Informar o valor em percentual, a ser pago para serviços hospitalares (SH) realizados no
atendimento selecionado;

Informar o valor percentual pago, referente aos serviços diagnósticos (SD) realizados no
atendimento selecionado;

Informar o valor em percentual, a ser pago, referente aos materiais (MT) utilizados no atendimento
selecionado;

Informar o valor em percentual, a ser pago, referente aos medicamentos (MD) utilizados no
atendimento selecionado;

Informar o valor em percentual, a ser pago, referente a outros lançamentos (OL) efetuados no
atendimento selecionado;

Informar o valor em percentual, a ser pago, referente às Órteses e Próteses (OP) utilizadas no
atendimento selecionado;

Selecionar a opção "Desconto", "Acoplado" ou "Particular", indicando o responsável pelo


pagamento do valor excedente, correspondente à diferença entre o valor total da fatura e o valor
total autorizado pelo convênio principal:

Selecionada a opção "Particular", será criada uma conta extra do tipo "Particular" para a
cobrança do valor correspondente à diferença, direto ao paciente;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 195


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Selecionada a opção "Acoplado", será criada uma conta extra para cobrança do valor
correspondente à diferença, no convênio secundário;

Selecionada a opção "Desconto", será considerado o valor correspondente à diferença, como


um desconto a ser concedido na conta do paciente.
Botão "Procedimentos/Grupos"
Ao clicar no botão < Procedimentos/Grupos >, será exibido o bloco "Regras do Atendimento por
Grupo de Procedimento/Procedimento", no qual o usuário poderá cadastrar regras por "Grupo de
Procedimentos".

Informar a senha de autorização do convênio para a regra especial, por grupo de procedimento,
para o atendimento selecionado;

Informar a data de início da vigência de autorização do convênio para a regra especial, por grupo de
procedimento, a ser aplicada para o atendimento selecionado;

Informar a data final da vigência de autorização do convênio para a regra especial, por grupo de
procedimento, a ser aplicada para o atendimento selecionado;

Selecionar o procedimento, para o qual será aplicada a regra de cobrança em referência. Sua
descrição será exibida automaticamente no campo "Descrição do Procedimentos". O
procedimento somente deverá ser selecionado quando a regra for específica pra ele;

Selecionar o grupo de procedimento, para o qual será aplicada a regra de cobrança em referência,
Sua descrição será exibida automaticamente no campo "Descrição do Grupo". Ao indicar o grupo,
a regra será aplicada a todos os procedimentos pertencentes a ele;

É válido ressaltar que só será permitida a seleção de um procedimento ou de um grupo de


procedimentos. Caso o usuário selecione um procedimento e um grupo de procedimento ao
salvar, será exibida uma mensagem de alerta ao usuário, impeditiva à finalização do processo.

Informar o valor de co-participação a ser pago pelo paciente, referente ao procedimento indicado ou
procedimentos vinculados ao grupo selecionado, quando utilizada a regra de cobrança em
referência;

Ou informar o valor percentual, a ser pago pelo procedimento indicado ou pelos procedimentos
vinculados ao grupo selecionado, quando utilizada a regra de cobrança em referência;

Selecionar a opção "Desconto", "Acoplado" ou "Particular", indicando o responsável pelo


pagamento do valor excedente, correspondente à diferença entre o valor total da fatura e o valor
total autorizado pelo convênio principal;

Salvar.

Impactos

Nas contas ambulatoriais e hospitalares, o lançamento de procedimentos obedecerá as regras

196 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

cadastradas.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
Criação automática de conta extra, no caso de aplicação da rega para os tipos de pagamento:
"Acoplado" e "Particular".

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /


Conta Extra

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 197


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Regras de aparelhos/gases

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Regras de


Aparelhos/Gases

Cadastrando a regra

Módulos

M_REGRA_GASES

Função da tela

Efetuar o cadastro e manutenção de regras de cobrança para monitoração de aparelhos e gases.


Esse cadastro será válido apenas para a empresa logada e será utilizado em um processo de
cobrança específico na tela "Monitoração de Aparelhos e Gases", na qual serão lançados os
procedimentos na conta do paciente, de acordo com o tempo de utilização.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Como usar

Selecionar o convênio, para o qual será aplicada a regra específica de cobrança de aparelhos e
gases. O campo "Convênio" será preenchido automaticamente com sua descrição;

Selecionar o plano do convênio, para o qual será aplicada a regra específica de cobrança de
aparelhos e gases. O campo "Plano" será preenchido automaticamente com sua descrição;

Selecionar o procedimento principal, para o qual será aplicada a regra específica de cobrança de
aparelhos e gases. O campo "Procedimento" será preenchido automaticamente com sua
descrição;

Indicar o tipo da unidade de cobrança para faturamento do procedimento em referência, qual seja:
"Hora", "Minuto", "Hora/Minuto", "Ato", "Diária", "1ª hora/minuto", "1ª hora/hora", "1ª hora/½hora"
ou "Intervalo de Horas";

O campo "Procedimento Auxiliar" só deve ser preenchido, caso a unidade selecionada seja "Hora/
Minuto", para cobrança em minutos do tempo restante de utilização. Nesse caso, será lançado um
procedimento na conta do paciente, para cobrança da quantidade inteira em horas e outro
procedimento para cobrança da quantidade fracionada restante, em minutos. Se selecionado um
procedimento auxiliar e, em seguida, seja alterado o tipo de unidade para outro diferente de "Hora/
Minuto", será exibida ao usuário uma mensagem com o erro, a causa e a ação que deve ser
realizada pelo usuário;

Selecionar o procedimento auxiliar, para o qual será aplicada a regra de cobrança de aparelhos e

198 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

gases, quando o tipo de unidade de cobrança for "Hora/Minuto", para cobrança da quantidade
fracionada restante, em minutos. O campo "Procedimento Auxiliar" será preenchido
automaticamente com sua descrição;

Informar a quantidade de tempo que exceder o tempo padrão para utilização de aparelhos e gases,
a ser considerado como tolerância para cobrança do procedimento. Essa quantidade de tolerância
é medida de acordo com a unidade do procedimento principal e estabelece um limite de tempo, o
qual não será realizado o processo de cobrança.

Botão "Uso Simultâneo"


A rotina permite que sejam cadastrados outros procedimentos, referentes à monitoração de aparelhos
e gases, a serem utilizados simultaneamente com o procedimento principal em referência. Para isso,
é necessário que o item para prescrever esteja relacionado ao procedimento de faturamento esteja
ligado. Ao clicar no botão < Uso Simultâneo >, será apresentada a janela "Regra para gases em uso
simultâneo", na qual o usuário deve:

Selecionar o procedimento a ser utilizado simultaneamente (uso em paralelo) no processo de


utilização de aparelhos ou gases;

Informar o percentual para cobrança do procedimento, quando em uso simultâneo, selecionado na


respectiva regra;

Clicar no botão para inserção de novos dados;

Clicar no botão , caso deseje excluir algum dado;

Clicar no botão para salvar;

Clicar no botão para retornar à tela anterior.

Impactos

A tela abaixo serve para lançar os procedimentos provenientes do uso de aparelhos e gases.

Faturamento / Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Solicitações /


Monitoração de Aparelhos/Gases
As regras definidas nessa tela irão determinar como serão efetuados os lançamentos de
procedimentos referentes a aparelhos e gases.

Faturamento / Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta


Hospitalar / Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta
Ambulatorial / Conta do Atendimento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 199


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Regras de diferença de acomodação

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Regras de


Diferença de Acomodação

Módulos

M_DIFER_ACOMOD

Função da tela

Efetuar a manutenção do cadastro de regras de diferença de acomodação. Essa regra permite


selecionar um tipo de acomodação superior a que é coberta pelo convênio, por ocasião da internação
de um paciente. Nesse caso, será criada uma conta extra (particular), para efetuar a cobrança da
diferença apurada entre o valor da diária e o valor coberto pelo convênio, diretamente ao paciente.
Exemplo: a internação pode ser registrada para um convênio que só cobre os custos para
acomodação do tipo "Enfermaria", e o paciente poderá escolher um "Apartamento" para sua
permanência. Feito isso, será criada automaticamente uma conta extra para cobrança da diferença da
diária.

A regra de diferença de acomodação pode ser aplicada a uma regra de cobrança já cadastrada ou
incidir sobre os atendimentos de um determinado convênio, com o qual o hospital mantenha contrato.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Regras
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Atendimento / Internação / Tabelas / Tipo de Acomodação

Como usar

Registrando as regras de diferença de acomodação


Selecionar a regra de convênio, para a qual será aplicada a regra de diferença de acomodação.
Após esta seleção o campo "Regra" será automaticamente preenchido com a descrição da regra
informada. Selecionada a Regra de Convênio, será desabilitado o campo "Convênio";

Caso o usuário prefira informar o convênio, ao qual será aplicada a regra de diferença de
acomodação, o campo referente ao "Convênio" será preenchido automaticamente com a descrição
do convênio informado e desabilitará o campo "Regra";

Selecionar a acomodação coberta pelo convênio do atendimento. Exemplo: Enfermaria,


Apartamento, Apartamento Standard, entre outros;

Selecionar a acomodação escolhida pelo paciente para internação;

200 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Selecionar o procedimento a ser lançado na conta particular do paciente, como diferença de


acomodação, para cobrança da diária. O procedimento a ser lançado como diferença da diária,
deve ter o seu preço cadastrado possibilitando efetivação da cobrança;

A descrição da regra ou do convênio selecionado é exibida na parte inferior da tela;

Salvar.

Impactos

Ao utilizar um tipo de acomodação superior à acomodação coberta pelo plano do paciente, será
criada uma conta extra para a cobrança da diferença, de acordo com a regra de diferença de
acomodação cadastrada.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /


Conta Extra

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 201


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Regras de ligação

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Regras de


Ligação

Módulos

M_REGRA_LIGACAO

Função da tela

Efetuar a manutenção do cadastro de regras de ligações telefônicas. Essa regra define, por tipo de
ligação, os procedimentos de cobrança das horas e/ou minutos de utilização da linha telefônica, por
parte do paciente. Serão lançados os procedimentos na conta do paciente, de acordo com o processo
de importação dos dados de um sistema externo. Esses dados são gerados por meio da utilização do
telefone por parte do paciente.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Tipo de Ligação

Como usar

Cadastrando as regras para ligações telefônicas


Selecionar a empresa, para a qual serão cadastradas as regras de ligações;

Indicar o procedimento, para o qual será efetuada a cobrança da ligação telefônica, em minutos;

Selecionar o procedimento, para o qual será efetuada a cobrança da ligação telefônica, em


segundos;

Informar o tipo de ligação, a ser utilizado para o cálculo do valor dos procedimentos em minutos e
segundos, que corresponde ao tipo de tarifa telefônica;

Salvar.

Impactos

Após o processo de importação dos dados referentes às ligações efetuadas pelo paciente, os
procedimentos concernentes às ligações realizadas são lançados na conta do faturamento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento

202 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Regras de faixa de desconto

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Regras de


Faixa de Desconto

Módulos

M_REGRAS_FFCV

Função da tela

Possibilitar ao usuário realizar o cadastro de faixas para definir valores ou percentuais de desconto a
serem aplicados no valor final da conta, bem como consultar as regras cadastradas.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /


Grupos de Faturamento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de
Procedimentos
Serviços de Apoio / Global / Globais / Centro de Custo

Como usar

Cadastrando as faixas
Informar a descrição da regra de faixa de desconto na fatura;

Determinar o valor inicial da faixa a ser cadastrada;

Determinar o valor final da faixa a ser cadastrada;

Indicar a vigência da regra em referência;

Selecionar o grupo de faturamento a ser considerado no momento da utilização da faixa de


desconto selecionada. Campo de preenchimento não obrigatório;

Selecionar o grupo de procedimento a ser considerado no momento da utilização da faixa de


desconto selecionada. Campo de preenchimento não obrigatório;

Selecionar o procedimento a ser considerado no momento da utilização da faixa de desconto


selecionada. Campo de preenchimento não obrigatório;

Indicar o setor correspondente à regra em questão;

Determinar o tipo de desconto, se percentual (%) ou se valor fixo (R$);

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 203


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Informar o valor do desconto, seja percentual ou valor;

Salvar.

Impactos

Nas telas abaixo, no momento do fechamento da conta, será verificado automaticamente, se o valor
da conta se encaixa em alguma das faixas de desconto vigentes. Se sim, será aplicado o
determinado valor.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento

204 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Regras de lançamento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Regras de


Lançamento

Cadastrando as regras
Seleção de setores para regra de exclusão
Registrando os relacionamentos da regra

Módulos

M_CAD_REGRA_LANCAMENTO

Função da tela

Efetuar a consulta, a inclusão e a exclusão das regras cadastradas para o lançamento de


procedimentos na conta do paciente, seja ambulatorial ou hospitalar.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de
Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Regras de Lançamento
Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /
Empresas

Serviços de Apoio / Global / Globais / Centro de Custo

Como usar

Cadastrando as regras
Inserir a descrição da regra de lançamento a ser cadastrada;

Informar a vigência inicial e a final da regra. Lembrando que a informação de data final da vigência
não é obrigatória, caso o usuário não a informe, a regra valerá por tempo indeterminado;

Selecionar o procedimento correspondente à regra em questão;

Determinar a ação a ser executada pela regra, podendo ser: "Incluir", "Excluir" ou "Substituir Por";

A informação do procedimento subordinado só não é de preenchimento obrigatório para a


exclusão. No caso de não ser informado, o procedimento principal será excluído na aplicação da
regra de lançamento;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 205


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Informar o procedimento subordinado que será incluído, excluído ou substituirá o procedimento


principal no lançamento da conta. Vale salientar que, não é possível cadastrar um procedimento
subordinado que exija prestador ou equipe médica para sua execução;

Selecionar o grupo de procedimentos que será excluído. Apenas será possível informar este dado,
se o tipo de ação selecionado for "Excluir".

Seleção de setores
O botão < Setores > somente ficará habilitado quando o tipo de ação informado for "Excluir". Ao
acioná-lo, o usuário poderá indicar os setores dos quais a regra de lançamento selecionada deverá
excluir o procedimento. Caso não haja informação de setores, a rotina excluirá o respectivo item,
quando lançado para qualquer setor na conta.

Relacionamentos da regra
Clicar no botão < Relacionamentos > para vincular os convênios à regra selecionada.

Aba "Convênios"
Selecionar os convênios para os quais a regra selecionada incidirá, sendo essa informação
obrigatória;

Indicar a empresa, cuja regra selecionada incidirá;

Determinar para quais tipos de atendimento a regra selecionada será utilizada, selecionando uma
das opções: "Internação", "Ambulatorial", "Externo", "Urgência" e/ou "Home Care";

Ao selecionar o campo "Todos", será apresentado um questionamento ao usuário para inclusão de


todos os convênios;

Caso o usuário marque o campo "Exceto", será necessário indicar para quais convênios a regra
não será aplicada. Se a regra selecionada já tiver relacionamentos cadastrados, essa opção só
poderá ser utilizada para consulta;

O botão < Próximo > pode ser utilizado como um facilitador para acessar a aba "Plano/Setor".

Aba "Plano/Setor"
Selecionar os planos e setores sobre os quais a regra em referência incidirá;

Ao selecionar o campo "Todos", será apresentado um questionamento ao usuário para inclusão de


todos os planos, referente ao convênio selecionado. O mesmo ocorre para os setores;

Caso o usuário marque o campo "Exceto", será necessário indicar para quais planos do convênio
selecionado, a regra não será aplicada. O mesmo ocorre para os setores;

Para efetuar a cópia de todos os setores do convênio selecionado para os demais convênios da
regra em referência, basta clicar no botão < Copiar Setores >;

Clicar no botão < Anterior > para retornar à aba "Convênios";

Salvar.

206 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Cópia de regra

Para realizar uma cópia de relacionamentos é necessário selecionar a regra desejada, informar a
regra de origem que disponibilizará os dados para a cópia e clicar no botão < Copiar Regra >.

Impactos

As regras de lançamento serão aplicadas nas contas dos pacientes, no momento do fechamento (das
contas).

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 207


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Regras de substituição de procedimentos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Regras de


Substituição de Procedimentos

Módulos

M_REGRA_SUBSTITUICAO_PROCED

Função da tela

Configurar um relacionamento, de forma que, quando determinado procedimento for lançado


automaticamente na conta do paciente, este será substituído pelo configurado na regra de
substituição.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos


Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /
Empresas
Serviços de Apoio / Global / Globais / Centro de Custo

Como usar

Cadastrando a regra de substituição


Informar, obrigatoriamente, o código da empresa na qual a regra ser aplicada;

Selecionar o procedimento a que se refere a regra;

Indicar o procedimento que substituirá o procedimento de lançamento da regra, na conta do


paciente;

Determinar a vigência para a regra em questão;

Informar o convênio para especificar mais a regra;

Informar o setor vinculado à empresa, no qual a regra será aplicada;

Definir para qual tipo de atendimento a regra será utilizada, podendo ser: "Todos", "Ambulatorial",
"Urgência/Emergência", "Internação", "Externo" ou "Home Care";

Determinar o fator de quantidade. Esse fator corresponde ao valor a ser multiplicado ou dividido
pela quantidade do procedimento para se obter a quantidade do procedimento substituto;

Indicar o fator do valor. Esse fator corresponde ao valor a ser multiplicado ou dividido pelo valor do
procedimento para se obter o valor do procedimento substituto;

Selecionar o tipo de fator a ser utilizado. Para uma conversão de unidade maior para uma menor,

208 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

por exemplo, de frasco para gotas, deve-se informar o tipo "Mult. Qtd. e Div. Vlr". Do contrário, para
a conversão da menor unidade para a maior, é necessário usar o tipo "Div. Qtd. e Div. Vlr.";

Salvar.

Impactos

Nas telas abaixo, quando o usuário efetuar o lançamento de procedimentos na conta do paciente,
será verificado se existe alguma regra de substituição cadastrada para o procedimento em referência.
Caso haja, o procedimento será substituído, automaticamente.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta Extra

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 209


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Stop Loss

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Stop Loss

Módulos

M_REGRA_SL

Função da tela

Efetuar a manutenção do cadastro de regras de stop loss, a qual será aplicada quando a quantidade
lançada automaticamente do procedimento de diária na conta hospitalar do paciente, ultrapassar o
limite e o valor total (soma de todos os lançamentos do dia) das diárias, conforme configurados nesta
regra. Ao aplicar a regra de stop loss, será lançado um desconto em cada item da conta, para que o
seu valor total não ultrapasse o valor correspondente à quantidade de dias permitida para lançamento,
multiplicada pelo valor da diária de stop loss. Aplicada a regra, o valor total diário da conta (soma de
todos os lançamentos do dia) será o valor configurado para a diária.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Como usar

Registrando a regra stop loss


Selecionar o convênio, para o qual será permitida a aplicação da regra stop loss na conta do
paciente;

Selecionar o plano do convênio, para o qual será permitida a aplicação da regra stop loss na conta
do paciente;

Informar o código do procedimento de diária, para o qual será permitida a aplicação da regra stop
loss, quando houver lançamento na conta do paciente;

Informar a quantidade de dias, referente ao lançamento de diárias na conta do paciente, a partir do


qual começará a vigorar a regra de stop loss;

Informar o valor da diária a ser cobrado na conta do paciente, quando aplicada a regra stop loss;

Salvar.

Regra do stop loss


A regra de stop loss só será aplicada quando o valor médio da diária for maior que o valor da diária
registrado na regra. Por exemplo, se o número de diárias lançadas na conta for 6 e na regra de stop
loss constar quantidade de dias 4, então, o excedente de 2 diárias será lançado na conta. Cada diária
com o valor definido nesta regra.

210 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Forma de cálculo:

Valor da diária normal: R$ 700,00

Lançadas na conta: 6

Totalizaria na conta: R$ 4.200,00

Com a regra de stop loss, o valor lançado na conta seria:

Valor das diárias normais: 4x R$ 700,00 = R$ 2.800,00

Valor das diárias stop loss: 2x R$ 500,00 = R$ 1.000,00

Total lançado na conta com a regra stop loss: R$ 3.800,00

Impactos

A regra de stop loss será aplicada nas contas hospitalares dos pacientes, mediante lançamento
automático das diárias, caso atenda aos parâmetros configurados.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 211


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Copia tabelas de faturamento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Copia


Tabelas de Faturamento

Parametrizando dados para a cópia


Retorno da consulta

Módulos

M_COPIA_TABFAT

Função da tela

Realizar uma cópia de dados de uma tabela já existente (origem) para uma outra tabela (destino),
com base nos dados parametrizados. A cópia só não será efetivada, caso já exista vigência igual ou
maior que a vigência de destino informada.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Tabela de Faturamento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupo de
Procedimentos

Como usar

Parametrizando dados para cópia


Selecionar a tabela de faturamento de origem, a qual terá seus dados copiados;

Selecionar o grupo de procedimento desejado, do qual se deseja realizar a cópia. Esse parâmetro
não é de preenchimento obrigatório;

Selecionar um procedimento específico, caso seja necessário;

Informar a vigência de origem dos dados a serem copiados;

Selecionar a tabela de faturamento de destino para a qual serão copiadas os dados;

Informar a vigência de destino dos dados a serem copiados;

Marcar o check box do campo "Copia vigência de metragem de filme?" para que também seja
copiada a vigência contida na metragem do filme;

No bloco "Somente/Exceto Tabelas Destino", o usuário poderá definir quais as tabelas de destino
de faturamento que serão consideradas ou as que não deverão ser consideradas, a exceção. Para
definir as tabelas indicadas nesse bloco como sendo de exceção, é necessário que o check box
do campo "Exceto Tabelas Selecionadas" esteja marcado. Caso não esteja marcado, apenas as

212 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

tabelas indicadas nesse bloco poderão ser utilizadas na cópia dos dados;

Executar o botão < Consultar > para retorno dos dados parametrizados. Dessa forma, o usuário
poderá visualizar se é o que realmente deseja para efetivar a cópia;

A cópia de tabela com datas retroativas pode ser realizada desde que a tabela destino não esteja
vinculada a nenhuma regra de faturamento.

Retorno da consulta parametrizada

Serão apresentados os itens da tabela de origem informada, atendendo aos demais parâmetros de
grupo de procedimento e vigência informados;

Clicar no botão < Confirmar > para efetivar a cópia.

Impactos

A realização da cópia da tabela de faturamento origem alimentará com os dados selecionados a


tabela de faturamento destino.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Tabela de Faturamento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 213


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Formas de apresentação
Cadastramento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /


Cadastramento

Módulos

M_FOR_APRE

Função da tela

Efetuar o cadastro e a manutenção de formas de apresentação da fatura para os convênios. No


cadastro são definidos os campos a serem utilizados, quando lançados os procedimentos na conta
do paciente. As formas de apresentação serão utilizadas para definir o layout das faturas, a serem
impressas para faturamento aos convênios.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /


Grupos de Faturamento

Como usar

Informar a descrição que identificará a forma de apresentação a ser cadastrada;

Selecionar os grupos de faturamento que serão lançados na fatura, quando utilizada a forma de
apresentação em referência;

Informar o sequencial que define a ordem de apresentação do grupo de faturamento selecionado,


quando impresso na fatura;

Indicar se deverá ou não ser informada na fatura, a quantidade de procedimentos lançados na


conta do paciente, pertencentes ao grupo de faturamento selecionado;

Indicar se deverá ou não ser apresentada na fatura, a data dos procedimentos lançados na conta
do paciente, pertencentes ao grupo de faturamento selecionado;

Determinar a data de referência para lançamento dos procedimentos pertencentes ao grupo de


faturamento selecionado, podendo ser: "Alta" - Todos os lançamentos serão realizados com a data
da alta do paciente; "Internação" - Os lançamentos serão feitos com a data da internação do
paciente; "Lançamento" - Todos os lançamentos serão efetuados com a data exata do lançamento
do procedimento na conta; "Período Inicial" - Lançamento realizados com a data do período inicial
da conta; "Período Final" - Todos os lançamentos com o período final da conta; ou "Nenhuma";

Selecionar se deverá ou não ser informado na fatura, o prestador responsável pela realização do
procedimento pertencente ao grupo de faturamento selecionado, lançado na conta do paciente;

Indicar se a atividade médica do prestador responsável pela realização do procedimento lançado na

214 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

conta do paciente, pertencente ao grupo de faturamento selecionado, deverá ou não ser informado
na fatura;

Salvar.

Impactos

O cadastro da forma de apresentação impactará diretamente nos lançamentos dos itens realizados
nas contas hospitalares e ambulatoriais dos pacientes, as quais serão faturadas para os respectivos
convênios dos atendimentos.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
O cadastrado realizado na tela abaixo, definirá o layout e as informações a serem apresentadas nas
faturas que serão enviadas aos convênios.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /


Impressão da Fatura
Além de emitir os relatórios de faturas por meio das contas dos pacientes, os usuários poderão
acessar também a localização abaixo. A apresentação dos itens corresponderá ao cadastro da forma
de apresentação.

Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Fatura / Individual

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 215


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Grupos de faturamento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação / Grupos


de Faturamento

Módulos

M_GRU_FAT

Função da tela

Efetuar o cadastro e a manutenção dos grupos de faturamento. Esses grupos definem a forma de
lançamento dos procedimentos e a composição de um ou mais grupos de procedimento para
apresentação na fatura.

Pré-requisitos

Tabelas

Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas / Grupos
de Contas de Custo

Como usar

Cadastrando os grupos de faturamento


Informar a descrição que identificará o grupo de faturamento, o qual será relacionado à conta de
resultado;

Indicar o tipo de serviço a ser vinculado ao grupo de faturamento em referência, entre as opções:
"Serviços Hospitalares", "Serviços Profissionais", "Serviços Diagnósticos", "Medicamentos",
"Materiais", "Medicamentos e Materiais", "Órteses e Próteses" ou "Outros Lançamentos";

Indicar o tipo da guia que será configurado para o grupo de faturamento, selecionando uma das
opções: SADT, Materiais ou Medicamentos. Dessa forma, quando houver um procedimento que
tenha associado a ele o grupo de faturamento em questão, será criada uma guia com o tipo
indicado nesta tela;

Selecionar a conta contábil, na qual serão lançados os resultados do grupo de faturamento em


referência. A descrição será apresentada automaticamente;

Selecionar se o grupo de faturamento está ativo ou não;

Selecionar a opção "Sim" ou "Não" para indicar o critério para validação dos lançamentos
efetuados na conta do paciente. Caso a opção "Sim" seja informada, serão validados os
lançamentos efetuados na conta do paciente pelo código do grupo de faturamento. Do contrário, se
a opção "Não" for a selecionada, serão validados os lançamentos efetuados na conta do paciente
pelo tipo do grupo de faturamento;

Indicar se o grupo de faturamento selecionado rateará o acréscimo/desconto nos itens da nota;

Indicar que os valores dos procedimentos pertencentes ao grupo de faturamento em referência, irão

216 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

compor o valor base para cálculo do ISS nas notas fiscais;

Salvar.

Impactos

Na tela de procedimentos do atendimento, o grupo de faturamento é vinculado ao procedimento que


será lançado na conta do atendimento, conforme configuração de cada convênio.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Procedimentos do


Atendimento
O cadastro realizado na tela abaixo, define o layout e as informações a serem impressas nas faturas
que serão enviadas para os convênios.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /


Impressão da Fatura
Ao realizar o lançamento hospitalar, é necessário informar o grupo de faturamento ao qual pertence o
procedimento que está sendo cobrado do convênio. Do mesmo modo ocorre com as contas
ambulatoriais.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
Na tela abaixo, será criada uma guia com o tipo selecionado para o grupo de faturamento associado
ao procedimento da guia.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Guias

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 217


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Procedimentos na fatura

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /


Procedimentos na Fatura

Módulos

M_COD_PRO

Função da tela

Cadastrar o De-Para do procedimento de faturamento para a impressão da fatura. Esse cadastro, por
convênio e empresa, permite atribuir uma nova apresentação (código, descrição e unidade) a um
procedimento para personalizar a impressão da fatura a ser enviada ao convênio.

Pré-requisitos

Tabelas

Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /


Empresas
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Como usar

Selecionar a empresa, para a qual serão cadastradas as alterações no procedimento para


impressão na fatura. O campo "Empresa" (descrição), será preenchido automaticamente;

Selecionar o convênio, para o qual serão cadastradas as alterações no procedimento para


impressão na fatura;

Selecionar o procedimento do hospital, cujos código e descrição deverão ser alterados quando a
fatura for impressa pela empresa e para o convênio selecionados. O campo
"Procedimento" (descrição), será automaticamente preenchido;

Informar o código do procedimento a ser impresso na fatura, quando emitida pela empresa e para o
convênio selecionados;

Indicar a descrição do procedimento a ser impressa na fatura, quando emitida pela empresa e para
o convênio selecionados;

Informar a unidade de cobrança do procedimento a ser impressa na fatura, quando emitida pela
empresa e para o convênio selecionados. Exemplo: caixa, unidade, pacote, etc;

Indicar o tipo de atendimento, para o qual serão cadastradas as alterações no procedimento para
impressão na fatura;

Salvar.

218 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Impactos

O relacionamento efetuado terá efeito nas faturas geradas em meio eletrônico para o convênio/
empresa configurados.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / Geral / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / IPERGS
O relacionamento também terá efeito nas faturas geradas por meio da conta do paciente, seja
ambulatorial ou hospitalar.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /


Conta do Atendimento / Botão < Relatórios >
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /
Conta do Atendimento / Botão < Relatórios >
O relatório abaixo, apresentará o relacionamento cadastrado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Formas de


Apresentação / Procedimentos na Fatura

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 219


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Grupo de procedimentos na fatura

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação / Grupo


de Procedimentos na Fatura

Módulos

M_COD_GRU_PRO

Função da tela

Cadastrar o De-Para do grupo de procedimento para a impressão da fatura. Esse cadastro, permite
atribuir uma nova apresentação (código e descrição) a um grupo de procedimento para personalizar a
impressão da fatura, atendendo exigências do convênio selecionado no processo.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupo de
Procedimento

Como usar

Ao acessar a tela, será apresentada ao usuário uma mensagem informativa que essa configuração
será válida apenas para a rotina de equivalência, conforme parametrização desse relatório na tela
"Impressão da Fatura";

Selecionar o convênio, para o qual serão cadastradas as alterações do grupo de procedimento para
impressão na fatura;

Selecionar o grupo de procedimento, cujos código e descrição de identificação, serão alterados


quando a fatura for impressa para o convênio selecionado. O campo "Procedimento" (descrição),
será preenchido automaticamente com a sua identificação;

Informar o código a ser atribuído ao grupo de procedimento para impressão na fatura, quando
emitida para o convênio selecionado;

Informar a descrição de identificação do grupo de procedimento, a ser impressa na fatura, quando


emitida para o convênio selecionado;

Salvar.

Impactos

O relatório de fatura da conta do paciente pode ser emitido por qualquer das localizações abaixo
informadas. Desde que, parametrizado com o tipo de quebra "Equivalência", o grupo de procedimento
será exibido no documento de acordo com os dados configurados na tela "Grupos de Procedimentos
na Fatura".

220 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /


Conta do Atendimento / Botão < Relatórios >

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento / Botão < Relatórios >
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Fatura / Individual

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 221


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Impressão da fatura

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /


Impressão da Fatura

Grupo de procedimento
Grupo de faturamento

Módulos

M_FOR_APRE_GRU_PRO

Função da tela

Configurar as formas de apresentação das informações, grupos de procedimentos e grupos de


faturamento nas faturas, para padronização do layout de impressão.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /


Grupos de Faturamento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de
Procedimentos

Como usar

Indicar a forma de apresentação a ser configurada;

Indicar a opção correspondente à quebra da fatura para formatação do layout de impressão, qual
seja: "Grupo de Procedimento/Setor", "Setor/Grupo de Procedimento", "Setor/Grupo de
Faturamento", "Data de Lançamento/Setor", "Sem Quebra", "Grupo de Faturamento", "Grupo de
Faturamento/Grupo de Procedimento" ou "Equivalência". Essa informação servirá como base para
identificar a quebra de páginas e a especificidade do relatório na impressão da fatura;

Determinar se a identificação do setor será impressa na fatura ou não. Esse campo só será
habilitado para o tipo de quebra da fatura "Grupo de Faturamento/Grupo de Procedimento";

Indicar se os serviços profissionais serão impressos separadamente em outra fatura. Esse campo
só será habilitado para os tipos de quebra da fatura "Grupo de Procedimento/Setor" e "Sem
quebra";

Indicar se os kits serão serão impressos separadamente em outra fatura;

Indicar se será impresso um resumo da fatura. Esse campo só será habilitado para o tipo de
quebra da fatura "Grupo de Faturamento";

Determinar se será impresso um resumo dos kits no final da fatura;

Salvar.

222 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Aba "Grupo de Procedimento"

O usuário deverá cadastrar os grupos de procedimentos a serem impressos na fatura e sua forma de
apresentação, executando os seguintes passos:

Selecionar o grupo de procedimento, para o qual serão configurados os dados de apresentação


para impressão na fatura. O campo "Descrição do Grupo de Procedimento" será preenchido
automaticamente, com a informação correspondente;

Informar o número de ordem de impressão do grupo de procedimento em referência, no resumo da


fatura;

Informar o número de ordem de impressão do grupo de procedimento em referência, na listagem


detalhada da fatura;

Indicar se, para os procedimentos do grupo de procedimento em referência, será impressa na


fatura a "Data", a "Data/Hora" ou "Sem Data", correspondente à realização dos itens da conta;

Marcar o check box "Imprime Unid." para indicar que a unidade de medida dos procedimentos do
grupo de procedimento em referência, será impressa na fatura. Exemplo: unidade, caixa, pacote,
cápsula, comprimido, etc;

Marcar o check box "Imprime HE" para exibir o "Horário Especial" dos procedimentos do grupo em
referência, caso exista, para impressão na fatura;

Marcar o check box "Imprime %Pago" para indicar que a coluna "Percentual Pago", apresentada
na tela de lançamento da conta do paciente, será impressa na fatura, correspondente aos
procedimentos do grupo selecionado;

Marcar o check box "Imprime %Proc." para indicar que a coluna "Percentual do Procedimento",
apresentada na tela de lançamento da conta do paciente, será impressa na fatura, correspondente
aos procedimentos do grupo selecionado. "% proc" é o percentual do valor cobrado pelo
procedimento na fatura;

Marcar o check box "Imprime CH" para indicar que a quantidade de coeficiente de honorários a ser
paga ao prestador, será impressa na fatura, correspondente aos procedimentos do grupo
selecionado;

Marcar o check box "Imprime Simpro" para indicar que os códigos dos procedimentos lançados na
conta do paciente, pertencentes ao grupo em referência, serão os cadastrados na tabela Simpro.
Esse campo só será habilitado se existir algum procedimento do respectivo grupo informado,
configurado na tela "Preços da Simpro";

Marcar o check box "Imprime Brasind." para indicar que os códigos dos procedimentos lançados
na conta do paciente, pertencentes ao grupo em referência, serão os cadastrados na tabela do
Brasíndice. Esse campo só será habilitado se existir algum procedimento do respectivo grupo
informado, configurado na tela "Preços do Brasíndice";

Marcar o check box "Imprime CBHPM" para indicar que os códigos dos procedimentos lançados
na conta do paciente, pertencentes ao grupo em referência, serão os cadastrados na tabela
CBHPM;

Marcar o check box "Imprime FP" para indicar que a forma de pagamento do prestador,

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 223


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

correspondente aos procedimentos lançados na conta do paciente, pertencentes ao grupo em


referência, será impressa na fatura. As formas de pagamento podem ser: "C"- credenciado que
recebe seus honorário diretamente do convênio, "P"- recebe pelo hospital de acordo com a
produtividade, "F"- recebe pelo hospital como funcionário, "X"- recebe pelo paciente mediante
acordo estabelecido;

Marcar o check box "Imprime Prestador" para indicar que o prestador responsável pela execução
dos procedimentos, pertencentes ao do grupo em referência, será impresso na fatura;

Selecionar a opção "Item" ou "Grupo", para indicar se o valor do acréscimo a ser impresso na
fatura, será correspondente ao procedimento ou ao grupo de procedimento em referência;

Marcar o check box "Imprime Separa" para indicar que os procedimentos pertencentes ao grupo
em referência serão impressos numa fatura separada;

Marcar o check box "Imprime Vl. Filme" para indicar que os valores dos filmes utilizados nos
procedimentos pertencentes ao grupo em referência, serão impressos na fatura;

Marcar o check box "Imprime DIFEP" para indicar que o número de controle estadual de bolsas de
sangue por hemocentro será impresso na fatura;

Marcar o check box "Imprime Todos Dias" para indicar que as datas nas quais os pacientes
estiveram na acomodação serão impressas na fatura;

Salvar.

Aba "Grupo de Faturamento"


Selecionar o grupo de faturamento, para o qual serão configurados os dados de apresentação para
impressão na fatura. O campo "Descrição do Grupo de Faturamento" será preenchido
automaticamente, com a informação correspondente;

Informar o número de ordem de impressão do grupo de faturamento em referência, no resumo da


fatura;

Informar o número de ordem de impressão do grupo de faturamento em referência, na listagem


detalhada da fatura;

Indicar se, para os procedimentos do grupo de faturamento em referência, será impressa a "Data",
a "Data/Hora" ou "Sem Data" na fatura, correspondente à realização dos itens da conta;

Marcar o check box "Imprime Unid." para indicar que a unidade de medida dos procedimentos do
grupo de faturamento em referência será impressa na fatura. Exemplo: unidade, caixa, pacote,
cápsula, comprimido, etc;

Marcar o check box "Imprime HE" para exibir o "Horário Especial" dos procedimentos do grupo de
faturamento em referência, caso exista, para impressão na fatura;

Marcar o check box "Imprime %Pago" para indicar que a coluna "Percentual Pago", apresentada
na tela de lançamento da conta do paciente, será impressa na fatura, correspondente aos
procedimentos do grupo de faturamento selecionado;

224 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Marcar o check box "Imprime %Proc." para indicar que a coluna "Percentual do Procedimento",
apresentada na tela de lançamento da conta do paciente, será impressa na fatura, correspondente
aos procedimentos do grupo de faturamento selecionado;

Marcar o check box "Imprime CH" para indicar que a quantidade de coeficiente de honorários a ser
paga ao prestador será impressa na fatura, correspondente aos procedimentos do grupo de
faturamento selecionado, sendo esse tipo "Serviços Hospitalares";

Marcar o check box "Imprime Simpro" para indicar que os códigos dos procedimentos lançados na
conta do paciente, pertencentes ao grupo de faturamento em referência e do tipo "Medicamentos e
Materiais", serão os cadastrados na tabela Simpro. Esse campo só será habilitado se existir
algum procedimento do respectivo grupo informado, configurado na tela "Preços da Simpro". Esse
campo só será habilitado se existir algum procedimento do respectivo grupo informado, configurado
na tela "Preços da Simpro";

Marcar o check box "Imprime FP" para indicar que a forma de pagamento do prestador,
correspondente aos procedimentos lançados na conta do paciente, pertencentes ao grupo de
faturamento em referência, será impressa na fatura;

Marcar o check box "Imprime CBHPM" para indicar que os códigos dos procedimentos lançados
na conta do paciente, pertencentes ao grupo de faturamento em referência, serão os cadastrados
na tabela CBHPM;

Marcar o check box "Imprime Brasind." para indicar que os códigos dos procedimentos lançados
na conta do paciente, pertencentes ao grupo de faturamento em referência, serão os cadastrados
na tabela do Brasíndice. Esse campo só será habilitado se existir algum procedimento do
respectivo grupo informado, configurado na tela "Preços do Brasíndice";

Marcar o check box "Imprime Prest." para indicar que o prestador responsável pela execução dos
procedimentos, pertencentes ao do grupo de faturamento em referência, será impresso na fatura;

Marcar o check box "Imprime CRM" para indicar se o código de registro no Conselho Regional de
Medicina, do prestador responsável pela realização dos procedimentos do grupo de faturamento
em referência, será impresso na fatura;

Marcar o check box "Imprime Med." para indicar se o código de registro no convênio, do Prestador
responsável pela realização dos procedimentos do grupo de faturamento em referência, será
impresso na fatura;

Marcar o check box "Imprime CPF" para indicar se o número do CPF do prestador, responsável
pela realização dos procedimentos do grupo de faturamento em referência, será impresso na
fatura;

Marcar o check box "Imprime Separa" para indicar que os procedimentos pertencentes ao grupo de
faturamento em referência, serão impressos numa fatura separada;

Marcar o check box "Imprime Vl. Filme" para indicar que os valores dos filmes utilizados nos
procedimentos pertencentes ao grupo de faturamento em referência, serão impressos na fatura;

Selecionar a opção "Item" ou "Grupo", para indicar se o valor do acréscimo a ser impresso na
fatura, será correspondente ao procedimento ou ao grupo de faturamento em referência;

Marcar o check box "Imprime DIFEP" para indicar que o número de controle estadual de bolsas de

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 225


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

sangue por hemocentro será impresso na fatura;

Marcar o check box "Imprime Todos Dias" para indicar que serão exibidas nas faturas as datas
nas quais o paciente esteve em cada acomodação;

Salvar.

Impactos

O relatório de fatura apresenta os itens a serem cobrados ao convênio, referentes a uma conta de
atendimento do tipo hospitalar ou ambulatorial.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /


Conta do Atendimento / Botão < Relatórios >
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /
Conta do Atendimento / Botão < Relatórios >

226 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Setor

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação / Setor

Módulos

M_FOR_APRE_SETOR

Função da tela

Definir a ordem sequencial dos centros de custos cadastrados para impressão no "Resumo" e no
"Detalhe" da fatura.

Pré-requisitos

Tabelas

Serviços de Apoio / Global / Globais / Centro de Custo

Como usar

Realizar uma consulta, informando o setor, o grupo de custo ou não parametrizar nenhum dado
para retornar a relação dos centros de custo cadastrados e seus respectivos grupos de custo;

Informar o número sequencial correspondente à ordem de impressão do setor em referência, no


"Resumo" da fatura;

Informar o número sequencial correspondente à ordem de impressão do setor em referência, no


"Detalhamento" da fatura;

Salvar.

Impactos

O relatório de fatura individual apresenta os setores vinculados aos itens lançados na conta do
paciente.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Fatura / Individual

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 227


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Procedimentos TUSS

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /


Procedimentos TUSS

Procedimento TUSS
Cadastrando os sub grupos
Registrando os grupos

Módulos

M_CAD_TUSS

Função da tela

Efetuar o cadastro e a manutenção dos procedimentos ligados à tabela TUSS, além de seus grupos e
subgrupos. Essa tela só deve ser utilizada para convênios configurados em versões do TISS inferiores
à versão 3.0.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Configurações do


TISS por Convênio
Movimentações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Importações / Importação da TUSS

Como usar

Procedimento TUSS

Informar o código e a descrição do procedimento;

Selecionar o subgrupo ao qual esse procedimento está relacionado;

Indicar, marcando o campo, se o procedimentos pertence ao Roll ANS, ou seja, indica se esta
terminologia TUSS faz parte do roll de procedimentos obrigatórios para os convênios, estipulados
pela ANS;

Determinar o código do procedimento do convênio correspondente ao procedimento TUSS


importado. O De-Para relacionado entre o procedimento TUSS e o procedimento do convênio é o
que define a tradução e o uso das funcionalidades TUSS para as tabelas e os convênios
configurados, e somente serão utilizados os códigos e terminologias TUSS com esse
relacionamento identificado;

Inserir a data de vigência do procedimento TUSS em referência;

Informar a edição ou normativa ligada ao procedimento;

228 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Salvar;

Na parte inferior da tela, são exibidas as descrições do grupo, subgrupo e procedimento


informados;

O botão < Exportar em CSV >, permite exportar os dados pesquisados em arquivo .CSV para
posterior reimportação em outra base ou cliente usuário do SOUL MV.

O usuário tem a possibilidade de apenas realizar a manutenção dos dados importados, sem a
necessidade de efetuar novos cadastros.

Cadastrando os subgrupos
Informar o código e a descrição do subgrupo a ser cadastro;

Selecionar o grupo de procedimentos ao qual o grupo TUSS será vinculado;

Salvar.

Registrando os grupos
Indicar o código e a descrição do grupo a ser cadastro, e que posteriormente, será vinculado a um
subgrupo;

Salvar.

É válido ressaltar que a ordem dos cadastros deve ser a seguinte: Grupo, Subgrupo e
Procedimento.

Impactos

As guias TISS emitidas por meio da conta do paciente, seja ambulatorial ou hospitalar, apresentarão
código e descrição dos itens da conta, atendendo às parametrizações configuradas.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /


Conta do Atendimento / Botão < Rel. G. TISS >
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /
Conta do Atendimento / Botão < Rel. Guias TISS >

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 229


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

TUSS (RN-305)

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação / TUSS


(RN-305)

Carga TUSS
Relacionamento automático
Relacionamento manual
Duplicação de registros

Módulos

M_TUSS_FFCV

Função da tela

Relacionar os códigos da tabela TUSS com os procedimentos usados/cadastrados pelo hospital.


Essa tela só deve ser utilizada para convênios configurados em versões do TISS inferiores à versão
3.0.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Preços do


Brasíndice
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Preços da Simpro
Tabelas

Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Classificação Hierarquizada -


CBHPM / Procedimentos

Materiais e Logística / Almoxarifado / Tabelas / Classificação dos Produtos / Produtos


Movimentações

Faz-se necessário baixar o arquivo de atualização de carga TUSS dentro do pacote TISS, por
meio do Portal de Atendimento ao Cliente. Ao acessar o Portal, o usuário deverá acessar a
tela "Delivery" no menu "Outras Opções". Para consultar o arquivo da carga TUSS, basta
colocar no campo "Pesquisar" o parâmetro "carga_tuss" e efetuar a pesquisa. Dessa forma, no
bloco "Deliveries", serão exibidos os pacotes que contenham arquivos com o parâmetro
informado.

Como usar

Ao acessar essa tela pela primeira vez, não existirão dados a serem apresentados. Para tanto, será
necessário a realização do relacionamento entre os procedimentos TUSS e os cadastrados no
hospital.

Relacionamento automático

Clicar no botão para realizar a manutenção da tabela TUSS. Dessa forma, será exibida a

230 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

janela "Manutenções Diversas". Nela, são exibidas as seguintes abas:

Aba "Relacionamentos"
Nessa aba, é possível fazer o relacionamento automático dos códigos da tabela TUSS com os
códigos usados pelo hospital, utilizando as tabelas cadastradas: CBHPM, Brasíndice, Simpro e
Produtos do Estoque. Para isso, basta clicar no botão < Relacionar >, ao lado da opção desejada;

Para utilizar as tabelas Brasíndice e Simpro, é necessário certificar-se que essas tabelas estão
atualizadas, verificando se elas contém o código TUSS nas suas telas de configuração.

Para o relacionamento com produtos do estoque, serão considerados os códigos da ANVISA


associados aos produtos no momento de seu cadastro. Dessa forma, será validado no cadastro
de produtos, aquele que apresente o código da ANVISA igual ao código correspondente ao item
TUSS. Ao encontrá-lo, será efetua o relacionamento do código TUSS com o procedimento de
faturamento estabelecido para o produto.

Nos casos em que o hospital mantenha uma tabela própria de relacionamentos, que se enquadre
no padrão do sistema para realização de importação, será possível utilizá-la. Dessa maneira, deverá
ser informado o caminho no qual encontra-se o arquivo .TXT para importação e, em seguida, clicar
no botão < Relacionar >. Os procedimentos inativos não serão importados para a nova TUSS;

Existe um layout específico para que o relacionamento seja efetuado corretamente. Na tela,
existe uma observação orientando o posicionamento. Quando efetuado por meio dessa
funcionalidade, o processo de relacionamento é irreversível.

Aba "Compatibilização"
Nessa aba, é necessário informar o convênio, a vigência inicial e clicar no botão < Importar >, caso
o hospital trabalhe com procedimentos de tabelas próprias da operadora. Com isso, os
procedimentos da tela "Procedimentos na Fatura", serão incluídos na tabela "00 - Tabela própria
das operadoras" da TUSS;

Recomenda-se cautela no uso dessa opção, pois o uso de códigos próprios na TISS 3.02 deve
existir apenas temporariamente e apenas para itens não contemplados pela TUSS (conforme
normas dispostas nos tópicos 59 a 64, do documento Componente Organizacional, da ANS). Esse
documento Componente Organizacional pode ser obtido acessando-se o endereço: http://
www.ans.gov.br/espaco-dos-prestadores/tiss/1759-padrao-tiss--versao-30000;

Informar o convênio dos quais serão importados os códigos dos procedimentos na fatura;

Informar a data inicial para vigência dos registros importados;

Clicar no botão < Importar > para que os códigos próprios dos procedimentos de determinado
convênio sejam replicados na fatura.

Aba "Atualizações"
Nessa aba, o usuário poderá atualizar o arquivo TUSS, para isso deverá:

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 231


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

No campo "Atualização arquivo TUSS", indicar o cargo de atualização da carga TUSS baixo da
tela "Delivery" do Portal de Atendimento ao Cliente;

Clicar no botão < Atualizar >.


Aba "Manutenção"
Nessa aba, o usuário poderá salvar um backup do arquivo TUSS atual antes de fazer uma
atualização, por exemplo;

Marcar o check box do campo "Exportar com Relacionamento" para que o arquivo seja exportado
com as informações do relacionamento;

Indicar o tipo de terminologia que será exportado;

Clicar no botão < Exportar >.

Para importar um arquivo exportado, ou seja, restaurar o arquivo TUSS, o usuário deverá realizar o
seguinte processo:

Marcar o check box do campo "Importar com Relacionamento" para que o arquivo seja importado
com as informações do relacionamento;

Indicar o caminho onde o arquivo exportado foi salvo;

Clicar no botão < Importar >.

Relacionamento manual/consulta de dados


Os códigos que não tiverem sido mapeados automaticamente, poderão ser mapeados de forma
manual ou atribuídos em tabela própria (00 - Tabela própria das operadoras), conforme desejado.
Também é possível o usuário realizar a consulta, nessa tela, dos dados importados automaticamente.

Selecionar a terminologia desejada no campo "Tipo Detalhamento" (terminologia), que listará em


ordem numérica todas as tabelas cujas codificações foram unificadas pela TUSS, com exceção
das seguintes tabelas - "18 - Diárias, taxas e gases medicinais", "19 - Materiais e Órteses,
Próteses e Materiais Especiais (OPME)", "20 - Medicamentos", "22 - Procedimentos e eventos em
saúde", "98 - Tabela Própria de Pacotes" e "00 - Tabela própria das operadoras" - por serem as
mais utilizadas, foram agrupadas no início, para facilitar a usabilidade. Para todas as
terminologias, poderão ser vinculadas a empresa e o convênio. Os relacionamentos que poderão
ser feitos vão variar de acordo com a terminologia:

18 - Diárias, taxas e gases medicinais: procedimento, tipo de atendimento e setores;


19 - Materiais e Órteses, Próteses e Materiais Especiais (OPME): procedimento;
20 - Medicamentos: procedimento;
22 - Procedimentos e eventos em saúde: procedimento e tipo de atendimento;
98 - Tabela Própria de Pacotes: procedimento;
00 - Tabela própria das operadoras: procedimento e tipo de atendimento;
23 - Caráter de atendimento: tipo de atendimento;
24 - Classificação Brasileira de Ocupações: especialidade e atividade;

232 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

25 - Código da despesa: grupo de procedimento, tipo de grupo e tipo de serviço hospitalar;

26 - Conselho profissional: conselho;


27 - Débitos e créditos;
29 - Diagnóstico por imagem: grupo de procedimento;
30 - Escala de capacidade funcional (ECOG. Escala de Zubrod);
31 - Estadiamento do tumor;

33 - Finalidade do tratamento;
35 - Grau de participação: grupo de procedimento e atividade;
36 - Indicador de acidente;
37 - Indicador de débito ou crédito;
38 - Mensagens (glosas, negativas e outras): motivo de glosa;
39 - Motivo de encerramento: motivo de alta;
40 - Origem do evento de atenção à saúde;
41 - Regime de internação: tipo de atendimento e acomodação;
43 - Sexo: sexo;
45 - Status da solicitação;
46 - Status do cancelamento;
47 - Status do protocolo;
48 - Técnica utilizada;
49 - Tipo de acomodação: acomodação
50 - Tipo de atendimento: tipo de atendimento e serviço;
52 - Tipo de consulta;

53 - Tipo de demonstrativo;
54 - Tipo de evento de atenção à saúde;
55 - Tipo de faturamento;
56 - Tipo de guia;
57 - Tipo de internação;
58 - Tipo de quimioterapia;
59 - Unidade da federação;
60 - Unidade de medida;
61 - Via de acesso;
62 - Via de administração.
Todos esses relacionamentos são filtros, de forma que serão apresentados na guia TISS os
códigos que possuírem seus devidos relacionamentos. Por exemplo:

Código TUSS: 60000031;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 233


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Procedimento do hospital: 01000006;

Empresa: 1;
Convênio: 12;
Ao ser realizado o lançamento do procedimento 01000006 na conta do paciente para a
empresa 1 e para o convênio 12, será exibido na guia o código 60000031 para esse item.
Indicar o tipo de listagem, possibilitando a consulta de toda a tabela, apenas da linha original sem
duplicidades de variação incluída ou somente das linhas com variações que foram incluídas, dentre
as respectivas opções: "Completa", "Original" ou "Alterada";

Indicar o filtro, possibilitando a parametrização dos resultados por todos os itens, apenas os itens
que possuem relacionamento cadastrado ou apenas os itens que não apresentem relacionamento,
dentre as respectivas opções: "Tudo", "Relac" ou "S/Relac";

Clicar no botão < Pesquisar > para relacionar ou visualizar os dados, conforme parametrizados.

O usuário tem a possibilidade de apenas realizar a manutenção dos dados importados, sem a
necessidade de efetuar novos cadastros.

Duplicando registros

Clicar no botão para duplicar o registro do código TUSS selecionado. Automaticamente, será
criada uma nova linha com as mesmas informações, podendo o usuário configurar o convênio, a
empresa, a opção a ser relacionada, entre outros dados necessários. Os registros sem informação
de empresa e/ou convênio, terão efeito para todos os convênios e empresas cadastrados, ou seja, a
configuração de relacionamento será geral.

Observações das terminologias

Para consultar informações referentes à tabela selecionada, clicar no botão . Será apresentada a
janela "Observações Referente ao Tipo de Terminologia", que apresenta uma breve explicação sobre o
que é abordado na tabela selecionada.

Impactos

Este processo, conforme configurações ativadas no sistema de Faturamento de Convênios e


Particulares para aplicação do código De-Para TUSS, refletirá em diversos sistemas e telas do SOUL
MV.

A exemplo das guias TISS, as quais podem ser geradas por meio das telas:

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /


Conta do Atendimento / Botão < Rel. G. TISS >
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /
Conta do Atendimento / Botão < Rel. Guias TISS >
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Solicitações / Autorização de Guia

234 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Entrega de


Remessas

Se realizado um pedido de exames para um item vinculado a um procedimento de faturamento


relacionado com a TUSS, será aplicado o De-Para na impressão da guia TISS.

Diagnóstico e Terapia / Laboratório de Análises Clínicas / Atendimento / Pedidos de Exames


Laboratório / Botão < Guias TISS >
Diagnóstico e Terapia / Diagnóstico por Imagem / Atendimento / Pedidos de Exames Imagem /
Botão < Guias TISS >
Na coluna "Proced. Conv." da tela abaixo, será apresentado o código TUSS configurado para o
respectivo procedimento de faturamento lançado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Guia


Nas telas de realização do atendimento do paciente, no momento de informar o procedimento
principal, automaticamente, esse será atualizado para o código TUSS correspondente.

Atendimento / Urgência e Emergência / Atendimento / Atendimento


Atendimento / Ambulatório / Atendimentos / Não Agendados
Atendimento / Internação / Atendimento / Internação
Diagnóstico e Terapia / Laboratório de Análises Clínicas / Atendimento / Atendimento Externo
Diagnóstico e Terapia / Diagnóstico por Imagem / Atendimentos / Atendimento Externo
Na geração do XML, gerado por meio desta tela:

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Monitoração de


Faturamento - TISS / Botão < XML >
O relatório abaixo, possibilita ao usuário a impressão da guia TISS.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Fatura / Individual por


Data / Botão < Imprimir Guias TISS >

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 235


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

TUSS (RN-305) - simplificada

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação / TUSS


(RN-305) - Simplificada

Consulta de procedimentos
Relacionamento manual

Módulos

M_PRO_FAT_TUSS

Função da tela

Consultar os procedimentos cadastrados no hospital e relacionar aqueles que não foram relacionados
automaticamente com o código TUSS. Essa tela só deve ser utilizada para convênios configurados
em versões do TISS a partir versão 3.0.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /
TUSS (RN-305)
Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /
Empresas
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos

Como usar

Consulta de procedimentos
Selecionar o tipo do grupo de procedimento desejado para efetivação da pesquisa, dentre as
opções: "Todos", "Serviços Hospitalares", "Serviços Profissionais", "Serviços Diagnósticos",
"Medicamentos", "Materiais", "Órteses e Próteses" ou "Outros Lançamentos";

Selecionar o mapeamento desejado, dentre as opções: "Mapeados" (itens que foram relacionados
automaticamente com a TUSS), "Não Mapeados" (itens que não possuem o relacionamento) ou
"Todos";

Clicar no botão < Pesquisar > para retornar os dados selecionados.

Relacionamento manual
Ao marcar o check box do campo "Não Mapeados" e efetuar a pesquisa, serão exibidos os itens não
mapeados. Esses itens podem ter o relacionamento, com códigos da TUSS, realizado manualmente.

236 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Procedimentos de faturamento

Selecionar o procedimento de faturamento desejado na lista dos não mapeados, apresentada no


bloco "Procedimentos de Faturamento".

Procedimentos TUSS
Clicar no campo "Código TUSS", o usuário será direcionado à tela "Detalhe TUSS";

Selecionar o código TUSS desejado para efetivar o relacionamento;

Clicar no botão < OK > para realizar o relacionamento ou o botão < Fechar > para retornar à tela
"TUSS" sem a seleção do item;

Salvar.

Informação importantes
Início vigência - o De-Para só será aplicado em contas, cujo atendimento do paciente tenha sido
realizado na data informada nesse campo ou superior a ela;

Fim vigência - se esse campo só será preenchido quando existir uma data definida pela ANS,
indicando que o item está sendo descontinuado. Informação disponibilizada pela ANS na carga
TUSS;

Fim implementação - informação da ANS na carga TUSS. Não tem interferência na rotina de
relacionamento;

Caso exista um procedimento novo solicitado por alguma operadora, o qual não conste na carga
TUSS da ANS, o recomendável é que o usuário o insira no grupo "Outros Lançamentos". Dessa
forma, será vinculado à tabela de domínios "00 - Tabela própria das operadoras" para realização do
relacionamento manual.

Impactos

Este processo, conforme configurações ativadas no sistema de Faturamento de Convênios e


Particulares para aplicação do código De-Para TUSS, refletirá em diversos sistemas e telas do SOUL
MV.

A exemplo das guias TISS, as quais podem ser geradas por meio das telas:

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /


Conta do Atendimento / Botão < Rel. G. TISS >
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /
Conta do Atendimento / Botão < Rel. Guias TISS >
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Solicitações / Autorização de Guia
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Entrega de
Remessas
Se realizado um pedido de exames para um item vinculado a um procedimento de faturamento
relacionado com a TUSS, será aplicado o De-Para na impressão da guia TISS.

Diagnóstico e Terapia / Laboratório de Análises Clínicas / Atendimento / Pedidos de Exames

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 237


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Laboratório / Botão < Guias TISS >

Diagnóstico e Terapia / Diagnóstico por Imagem / Atendimento / Pedidos de Exames Imagem /


Botão < Guias TISS >
Na coluna "Proced. Conv." da tela abaixo, será apresentado o código TUSS configurado para o
respectivo procedimento de faturamento lançado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Guia


Nas telas de realização do atendimento do paciente, no momento de informar o procedimento
principal, automaticamente, esse será atualizado para o código TUSS correspondente.

Atendimento / Urgência e Emergência / Atendimento / Atendimento


Atendimento / Ambulatório / Atendimentos / Não Agendados
Atendimento / Internação / Atendimento / Internação
Diagnóstico e Terapia / Laboratório de Análises Clínicas / Atendimento / Atendimento Externo
Diagnóstico e Terapia / Diagnóstico por Imagem / Atendimentos / Atendimento Externo
Na geração do XML, quando gerado por meio desta tela:

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Monitoração de


Faturamento - TISS / Botão < XML >
O relatório abaixo possibilita ao usuário a impressão da guia TISS.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Fatura / Individual por


Data / Botão < Imprimir Guias TISS >

238 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Tabela de concorrência

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação / Tabela


de Concorrência

Módulos

M_TABELA_CONCORRENCIA

Função da tela

Cadastro dos dados referentes à tabela de concorrência.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de
Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /
Grupos de Faturamento

Como usar

Grupo de procedimento
Selecionar o tipo de atendimento, selecionando uma das opções: Ambulatorial ou Hospitalar;

Indicar o convênio;

Indicar o plano do convênio;

Indicar o grupo de procedimento;

Indicar o percentual de desconto DIPRECA;

Indicar o percentual de desconto SECOSA;

Indicar o percentual de desconto do funcionário.

Grupo de faturamento
Selecionar o tipo de atendimento, selecionando uma das opções: Ambulatorial ou Hospitalar;

Indicar o convênio;

Indicar o plano;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 239


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Indicar o grupo de faturamento;

Indicar o percentual de desconto DIPRECA;

Indicar o percentual de desconto SECOSA;

Indicar o percentual de desconto do funcionário.

Impactos

As informações referentes a essa configuração estão disponíveis nos relatório R_FATURA_SETOR,


R_FATURA_GRU_PRO e R_FATURA_AMBULATORIAL. Ao final de cada um desses relatórios, caso
hajam configurações, serão exibidos os percentuais da tabela de concorrência referentes a DIPRECA,
SECOSA e funcionário.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento / Botão botão < Relatórios >
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento / Botão < Relatório >

240 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Gerais
Convênios e planos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e Planos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Consultas / Cobranças e Valorizações /


Convênios e Planos

Dados dos convênios


Guia de OPME
Planos
Proib ição de procedimentos

Módulos

M_CONVENIO

Função da tela

Efetuar o cadastro e a manutenção de operadoras de convênios, bem como consultar suas


informações. No cadastro (menu Tabelas), serão definidas as regras de funcionamento do processo
de faturamento por convênio.

Ao acessar essa tela pelo menu de Consultas, não será possível realizar nenhum tipo de
manutenção nos dados cadastrados para os convênios, será possível apenas consultar as
informações, pesquisando pelo código ou descrição do convênio desejado.

Pré-requisitos

Configurações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Formulários de Nota


Fiscal
Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /


Cadastramento
Serviços de Apoio / Global / Globais / Cidades
Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /
Fornecedor/Cliente
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos
Serviços de Apoio / Diretoria Clínica / Tabelas / Prestadores
Faturamento / Auditoria e Controle de Recursos de Glosas / Tabelas / Gerais / Motivo de
Auditoria

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 241


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta A Receber, Bancos) / Tabelas /


Empresas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Regras de Faixa de Desconto
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Regras
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Índice

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupo de


Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Tipo de
Documento
Atendimento / Internação / Tabelas / Tipo de Acomodação
Atendimento / Internação / Tabelas / Tipo de Internação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /
Grupo de Faturamento
Serviços de Apoio / Global / Globais / Centro de Custo
Serviços de Apoio / Global / Auxiliares / Tipo de Pendências
Serviços de Apoio / Global / Globais / Origens
Para que seja possível selecionar um modelo de matrícula, é necessário que ele esteja cadastrado na
tela acessada pelo caminho abaixo.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos / Aba "Convênio" / Botão < Cadastrar Modelo Matrícula >

Como usar

Aba "Convênio"

Dados cadastrais
Informar o código do convênio a ser cadastrado ou consultado;

Informar a descrição do convênio a ser cadastrado ou consultado;

Selecionar a forma de apresentação da fatura do convênio, que corresponde à definição do layout


de impressão, cadastrada na tela "Cadastramento de Forma de Apresentação";

Informar a razão social do convênio, conforme registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas
- CNPJ;

Indicar o endereço eletrônico (e-mail) para contato com a empresa do convênio;

Informar o nome da pessoa de contato no convênio, responsável pelo faturamento, bem como seu
cargo;

Informar o nome da pessoa de contato no convênio, responsável pelo recurso de glosas;

242 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Informar a data em que foi iniciada a vigência do contrato do convênio com o hospital;

Informar o endereço, composto de nome e número da rua, avenida, logradouro, praça ou rodovia em
que se encontra estabelecido o convênio;

Indicar o nome do bairro, em que se encontra estabelecido o convênio, bem como a cidade;

Informar a sigla da Unidade de Federação (UF), correspondente ao estado, em que se encontra


estabelecido o convênio;

Informar o CEP - Código de Endereçamento Postal - correspondente ao endereço do convênio;

Ao informar um endereço que não seja do Brasil, não será obrigatória a informação do CNPJ ou
CPF do convênio em questão;

Informar o número do telefone de contato do convênio;

Informar o número de inscrição do convênio, conforme registrado no CNPJ;

Informar o número da inscrição municipal do convênio, quando houver;

Informar o número da inscrição estadual do convênio, quando houver.

Dados de faturamento
Informar o valor percentual do Imposto de Renda (IR), que incidirá sobre o valor a ser faturado para
o convênio;

Informar o valor percentual do Imposto Sobre Serviço (ISS), que incidirá sobre o valor a ser faturado
para o convênio;

Indicar se os tributos serão retidos na fonte, por faturamento do convênio ou do plano;

Indicar quais os tributos deverão ser retidos na fonte, se: "IR", "ISS", "Todos" ou se "Não Retém"
nenhum tributo na fonte;

Indicar se o ISS será pago ou não pelo convênio;

Indicar o tipo do convênio em referência, qual seja: "SIA/SUS" (Ambulatorial SUS), "SIH/
SUS" (Internação SUS), "Convênio" ou "Particular";

Definir se deverá ser solicitada a informação da carteira de convênio no momento do atendimento


do paciente. Esse campo ficará desabilitado quando o tipo do convênio informado for: "SIA/SUS"
ou "SIH/SUS";

Indicar se a data do faturamento será correspondente à data da alta do paciente ou da realização


do procedimento;

Indicar se a informação da categoria da carteira do convênio será obrigatória no momento do


atendimento do paciente;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 243


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Definir se o desconto por regra de atendimento, deverá ser descriminado no total da conta do
paciente para faturamento;

Selecionar a opção correspondente à obrigatoriedade da informação do número da guia de


autorização do convênio, dentre as opções:

Atendimento - o número da guia deverá ser informado, obrigatoriamente, no ato do registro do


atendimento do paciente;
Conta - o número da guia deverá ser informado, obrigatoriamente, no ato do fechamento da
conta hospitalar ou ambulatorial do paciente;
Não - não será obrigatória a informação da guia de autorização do convênio.
Indicar o modelo de validação, correspondente à matrícula do paciente (número da carteira do
convênio). O modelo da matrícula é cadastrado ao clicar no botão < Cadastrar Modelo Matrícula >.
Ao clicar nesse botão, será exibida a tela "Cadastro de Validação da Carteira de Convênio";

Determinar se deverá ser verificada a elegibilidade da carteira de convênio do paciente, no


momento em que seu número for informado pelo usuário no atendimento. Ao indicar que será
verificada a elegibilidade da carteira, é necessário que o campo "Elegibilidade" da aba "Serviço do
Convênio" da tela de "Configurações do TISS por Convênio" esteja marcado e a versão do TISS
utilizada seja menor que a 3.0;

Informar a função do objeto de integração da elegibilidade, como a função


FNC_IMVW_SAI_CENSUS_BENEF do IAMSPE, para que seja validado se há cadastrada, no
banco, uma rotina com o mesmo nome;

Indicar se a informação da validade da carteira será obrigatória no momento do atendimento do


paciente;

Indicar se o modelo de validação da senha da guia autorizada pelo convênio, corresponde à opção
"Módulo 11 c/ 9 dígitos". Caso não, esse campo não deve ser preenchido;

Definir se o valor correspondente aos produtos devolvidos ao estoque durante o processo de


importação deverá ser abatido (retirado) ou não da conta do paciente;

Informar se a devolução de consumo no estoque é abatida durante a importação;

Indicar se o convênio é uma entidade filantrópica. Caso seja, não será gerada conta a receber
desse convênio no sistema;

As funcionalidades abaixo referem-se à verificação da elegibilidade da carteira do paciente:

Informar se será verificada a elegibilidade ao informar carteira do paciente;


Informar a quantidade fixa de dígitos para o preenchimento da elegibilidade da carteira do
paciente;
Informar os prefixos válidos para o preenchimento da elegibilidade da carteira do paciente, cada
um desses prefixos deve vir precedido por #, exemplo: #100#200#300.
Endereços adicionais
Informar o endereço do convênio para envio/recebimento de correspondências, composto por nome
e número da rua, avenida, logradouro, beco, praça ou rodovia, nome do bairro, cidade, UF e CEP;

244 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Informar o endereço do convênio para fins de cobrança, composto por nome e número da rua,
avenida, logradouro, praça ou rodovia, nome do bairro, cidade, UF, e CEP.

Aba "Complemento"
Dados do financeiro
Selecionar o fornecedor a ser vinculado ao convênio em referência, para o qual serão geradas as
contas a receber;

Indicar se a conta a receber será gerada no sistema Financeiro por "remessa" ou por "paciente".
Selecionada a opção "Remessa", será gerada uma conta a receber única, englobando todas as
contas dos atendimentos prestados aos pacientes na remessa selecionada. Quando selecionada a
opção "Paciente", será gerada uma conta a receber para cada paciente atendido, referente ao
respectivo convênio;

Informar a quantidade de dias para geração do vencimento do contas a receber, a partir da data de
entrega das remessas;

Indicar como os materiais e medicamentos deverão ser agrupados na conta do paciente, se:

Diário - por dia de lançamento;


Importação - de acordo com o dia da importação do lançamento;
Documento - pelo documento que originou a dispensação; ou
Nenhuma - nesse caso, os materiais e medicamentos não serão lançados de forma agrupada
na conta do paciente.
Definir se deverá ser gerada notas fiscais do convênio para cada conta da remessa em nome do
paciente, sendo o convênio o intermediário.

Controle de retorno de atendimentos


Informar o número máximo de dias para realização do atendimento de retorno para os tipos:
"Ambulatorial", "Externo" e "Urgência";

Clicar no botão para definir o que caracterizará cada tipo desses atendimentos como retorno.
Será exibida uma janela ao usuário, possibilitando-o filtrar quais informações do primeiro
atendimento do paciente caracterizarão o segundo como retorno, respeitando o número máximo de
dias configurado anteriormente. Por exemplo, o paciente volta ao hospital 2 dias depois do seu
primeiro atendimento para o mesmo prestador e especialidade, assim, esse atendimento será
considerado como retorno, pois está atendendo às informações parametrizadas para essa rotina;

A opção "Livre", dá a liberdade ao usuário para definir se o atendimento do paciente é de retorno ou


não, ainda que o segundo atendimento atenda aos parâmetros determinantes de retorno;

Clicar no botão < 1 - Sair > para retornar à tela anterior;

Cadastrar as exceções para as regras de atendimentos de retorno. Ao clicar no botão , o


usuário será direcionado à tela "Cadastro de Exceções para Regras de Atendimento de Retorno".

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 245


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Quando o paciente estiver internado

Indicar se o convênio em questão permitirá a realização de atendimento ambulatorial e/ou externo


quando o paciente estiver internado.

Pedidos de exames
Indicar se pedidos de exames deverão ser bloqueados ou não para determinados prestadores,
quando selecionado o convênio em referência. Ao selecionar a opção "Sim", o botão será
habilitado, ao acioná-lo será exibida a tela "Prestadores Liberados para o Convênio", para registro
dos prestadores que estarão liberados para realizar pedidos de exames;

Definir se o convênio exige transmissão de laudos por meio de arquivo texto, segundo layout pré-
definido.

Requisições médicas
Informar a quantidade máxima de dias, a ser considerada como válida pelo convênio, entre a data
de emissão da requisição médica e a realização do atendimento, para execução dos
procedimentos solicitados;

Indicar se as requisições médicas terão validade apenas no ano do atendimento.

Geração de disquete CIHA


Selecionar a opção correspondente à fonte de remuneração/financiamento do convênio, para
geração do Disquete CIHA, entre as opções: "Convênio - Plano Privado", "Convênio - Plano
Público", "Particular", "Gratuito", "Financiado com Recurso Próprio da SES", "Financiado com
Recurso Próprio da "SMS", "DPVAT", "Particular - Pessoa Jurídica" ou deixar o campo em branco;

Informar o código do registro, junto à ANS, da operadora responsável pela internação, para geração
do arquivo CIHA.

Faixa de guias

Informar a quantidade de guias a ser considerada como limite da faixa para que seja apresentada
uma mensagem de alerta ao usuário, no momento da geração do relatório de guia TISS, por meio
da conta ambulatorial ou hospitalar de pacientes, indicando que as guias disponibilizadas,
cadastrada na tela "Faixa de Guias por Convênio/Empresa" estão acabando;

Indicar se os produtos consignados pagos pelo convênio serão lançados na conta do paciente;

Habilitar, se desejado, o controle de entrega de guias aos médicos/prestadores credenciados, por


meio do campo "Controlar Entrega de Guias ao Prestador Credenciado";

Indicar se o envio de e-mails para procedimentos (materiais) sem valor negociado está ou não
habilitado;

Definir o limite de contas na pré-remessa. Esse campo só será habilitado para convênios tipo
"Convênio";

Indicar se a conta ambulatorial pode ser fechada, manualmente, sem a necessidade de imprimi-la
antes.

246 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Configurações para taxa de acréscimo na conta

Selecionar o procedimento para lançamento automático em contas hospitalares e ambulatoriais no


momento do recálculo;

Informar o percentual de acréscimo para o procedimento no cálculo da conta;

Selecionar o motivo de auditoria.

Cobrança de taxas por porte


Selecionar se para o convênio em referência, ao lançar a taxa na confirmação da cirurgia, deverá
incidir o percentual cadastrado no convênio para o porte da cirurgia;

Indicar o percentual de cobrança para as taxas e equipamentos vinculados às cirurgias de 2º maior


porte, caso seja utilizada cobrança por porte;

Indicar o percentual de cobrança para as taxas e equipamentos vinculados às cirurgias de 3º maior


porte, caso seja utilizada cobrança por porte.

Posição do código de barras na carteira


O usuário deverá visualizar as informações do código de barras da carteira do paciente em um bloco
de notas para preenchimento dos campos abaixo:

Informar o caractere anterior ao início do número da carteira, apresentada no código de barras;

Definir a posição inicial ou a quantidade de caracteres do número da carteira no código de barras;

Indicar a posição final do código da carteira no código de barras. Esse campo não deve ser
preenchido se houver caractere anterior;

Indicar o caractere anterior ao início da data de validade da carteira no código de barras;

Definir a posição inicial da data de validade da carteira no código de barras;

Informar a posição final da data de validade da carteira no código de barras.

Guia de OPME
Definir se no ato do agendamento cirúrgico deverá ser criada uma guia de solicitação de OPME
automaticamente na tela de manutenção de guias. Essa configuração será aplicada para
convênios do tipo "Particular" também;

Informar o número de dias necessários para o respectivo convênio autorizar um procedimento de


OPME;

Definir como deverá ser tratada a criação ou atualização da guia de OPME, referente aos dados
registrados no Centro Cirúrgico, dentre as opções: "Não atualiza", "Atualiza na mesma guia" ou
"Cria uma nova guia".

Tratamento de oncologia
Definir o tipo de cobrança a ser utilizado para tratamentos oncológicos, se por: "Tratamento",

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 247


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

"Ciclo" ou "Sessão".

Aba "Empresa"
Selecionar as empresas, com as quais o convênio selecionado manterá contrato para realização
dos atendimentos aos seus beneficiários;

Selecionar o modelo do formulário de nota fiscal, a ser utilizado para faturamento do convênio em
referência;

Indicar a forma de apresentação para impressão da fatura. Essa configuração irá sobrepor a
apresentação indicada na aba "Convênio";

O campo "Ativo" indica se a empresa está ativada ou desativada, conforme configurado em seu
cadastro.

Diárias na saída
Marcar se deverá ser gerada uma diária no momento da alta do paciente, para o tipo (de alta)
informado;

Definir se deverá ser gerada uma diária, somente em caso de saída do tipo "Óbito";

Indicar se deverá ser gerada uma diária, apenas no caso da saída ser do tipo "Transferência".

Cálculo de OPME
Indicar se a regra do convênio será incidida sobre os OPMEs, selecionando uma das opções "Sim"
ou "Não";

Marcar o check box do campo "Usa % Regra ao invés do % Consignado?" para indicar que, na
taxa de comercialização, será utilizado o percentual pago da regra de convênio ao invés do
percentual de consignado.

Fechamento de conta
Definir se será permitido que contas do convênio em referência possam ser fechadas com valores
zerados.

Para que a conta seja fechada com valor zerado, é necessário:

Valorar a tabela vinculada à regra da conta na tela de "Tabela de Faturamento";

Configurar o percentual de 100% desconto na tela acessada por meio do botão < Acréscimos e
Descontos > da tela de "Regras" para o grupo do procedimento;

Caso o desconto de 100% seja para um procedimento específico, clicar no botão < Exceção de
Procedimentos > e informar o valor de 100% de desconto para o procedimento desejado;

248 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Ao ser lançado o valor será de R$ 0,00 na conta para um procedimento configurado, essa conta
não terá o seu fechamento impedido.

Máscara de senhas
Essa configuração deve ser utilizada caso o usuário deseje definir máscaras para aplicação nas
senhas a serem informadas nas telas de atendimentos aos pacientes ou de autorização de guias.
As senhas devem respeitar o formato, de acordo com a legenda apresentada na tela, e a
quantidade especificadas nessa configuração.

Definir uma máscara geral para aplicação em senhas informadas na tela de autorização de
guias;
Definir uma máscara para validação da senha da guia informada no atendimento ambulatorial
de pacientes;
Definir uma máscara para validação da senha da guia informada no atendimento externo de
pacientes;
Definir uma máscara para validação da senha da guia informada no atendimento de internação
de pacientes;
Definir uma máscara para validação da senha da guia informada no atendimento de urgência de
pacientes.
Autorização local de guias
O campo "Fecha Conta?", quando marcado, indica que será permitido fechar contas com guias
ainda não autorizadas pelo convênio, mas autorizadas de forma local por usuários autorizados;

Indicar se é permitido fechar remessas com guias ainda não autorizadas pelo convênio, mas
autorizadas de forma local por usuários autorizados;

Indicar se o processo de classificação de contas hospitalares, deverá ser utilizado ou não para
esse convênio em referência.

Financeiro
Definir, para a empresa e convênio selecionados, se a geração do contas a receber deverá ser na:
"Entrega de Remessa" ou "Emissão da Nota Fiscal";

Indicar se o convênio recebe contas detalhadas. Esse campo só poderá ser marcado se a opção
de recebimento do convênio for "Emissão Nota Fiscal". Quando marcado, habilitará os campos
referentes a acréscimo e desconto no processo de emissão de nota fiscal.

Procedimento de hora excedente


Informar a hora de vencimento da diária de internação;

Indicar, caso haja um tempo de tolerância para este vencimento;

Informar a hora limite de cobrança de diária parcial. A partir desse horário, deverá ser cobrada a
diária completa;

Selecionar o grupo de faturamento do procedimento a ser cobrado por hora excedente;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 249


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Selecionar o procedimento a ser cobrado por hora excedente;

Informar a quantidade do procedimento que permite hora extra.

Complemento (Empresa)
Nesta aba, é possível efetuar a configuração para quebra automática de contas, de acordo com a
quantidade de dias configurados.

O controle de quebra das parciais gera um comprometimento nas atividades do Setor de


Autorizações. Para parametrizar esse controle de quebras por convênio, é necessário:

Marcar o check box do campo "Quebrar Conta Automaticamente?", de modo que as contas
para pacientes ainda internados serão quebradas automaticamente durante a noite;
Informar a quantidade de dias padrão de quebra;
Indicar se a quebra será realizada a partir da movimentação do paciente.
A execução dessa configuração, junto ao cálculo já existente para a contabilização das contas,
quebrará as contas automaticamente durante a noite. Será levada em consideração a data da
última conta em aberto e a quantidade de dias informada. Caso esteja no momento da quebra, o
processo será executado, sendo criada uma nova conta para os pacientes que não estejam de
alta;

Indicar se os valores referentes à regra de substituição serão recalculados;

Definir o tempo, em horas e minutos, para bloquear lançamentos manuais e automáticos nas
contas de Internação, Ambulatorial, de Externo, de Urgência e Home Care após a alta do paciente.
Com essa configuração, na tela "Conta Hospitalar", serão exibidas contas parciais conforme a
movimentação realizada para o paciente;

Configurar os tipos de atendimento que atenderão à regra de agrupar os atendimentos realizados


para o mesmo paciente dentro de 24h para as opções: Atendimento de Urgência, Atendimento
Ambulatorial e Atendimento Externo. Ao colocar a opção "Sim", se o mesmo paciente for atendido
duas vezes no mesmo tipo de atendimento/convênio dentro de 24 horas, os itens lançados no
segundo atendimento serão transferidos para o primeiro, mesmo que a conta esteja fechada ou
bloqueada. Para isso, é necessário que a remessa esteja aberta.

Aba "Planos"
Nesta aba, é possível efetuar o cadastro dos planos do convênio e de suas respectivas regras de
cobrança.

Informar a descrição de identificação do plano do convênio selecionado;

Informar o código de identificação do plano, conforme registrado no convênio, caso exista;

Indicar se o plano paga as despesas de acompanhante do paciente, nos casos de internação;

Definir se a validade da carteira do paciente é indeterminada;

Selecionar a acomodação autorizada pelo plano em referência para a internação do paciente, a ser
utilizada como tipo de cobertura padrão no atendimento hospitalar;

250 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Ao clicar no botão < Faixa Desconto >, será exibida uma tela, possibilitando ao usuário definir
faixas de desconto por valor da fatura do convênio/plano selecionados:

Selecionar a faixa de desconto desejada para aplicação da respectiva regra configurada na tela
"Descontos por Faixa de Valores";

Clicar no botão se desejar excluir a faixa selecionada;

Clicar no botão para retornar à aba "Planos".


Selecionar as empresas, com as quais o convênio manterá contrato para realização dos
atendimentos aos seus beneficiários do plano/convênio selecionados;

Definir a regra de convênio a ser utilizada para cobrança dos procedimentos realizados nas contas
ambulatoriais e hospitalares dos pacientes, autorizados pelo plano/convênio em referência;

Selecionar o índice a ser aplicado para cobrança dos procedimentos realizados nas contas
ambulatoriais e hospitalares dos pacientes, autorizados pelo plano/convênio em referência, quando
necessário;

O campo "Ativo" já se apresentará marcado e desabilitado, não permitindo manuseio do usuário.


Para desabilitar o plano, se necessário, deverá ser utilizada a rotina de desligamento de convênios
e planos.

Permissões de atendimento
Indicar se o plano/convênio em referência permite atendimentos do tipo "Internação", "Urgência/
Emergência", "Home Care", "Ambulatorial" e/ou "Externo".

Configurações
Definir se a informação da senha da guia será obrigatória no momento do atendimento do paciente,
quando realizado para o plano/convênio em referência;

Indicar se será obrigatório que a senha informada para a guia de prorrogação seja a mesma da
senha da guia que autoriza a internação;

Marcar o campo "Prorrogação exige justif. médica?" se o respectivo plano selecionado permitir
atendimento externo;

Indicar qual percentual do índice de acomodação deverá ser considerado para calcular o valor do
procedimento, dentre as opções: "Serviço Profissional (SP)", "Serviço Hospitalar (SH)", "Serviço
Diagnóstico (SD)", "Todos os Serviços" ou "Nenhum dos Serviços". O percentual utilizado, será
respectivo à acomodação na qual se encontre o paciente no momento do lançamento do item na
conta. Escolhendo a opção "Todos os Serviços", a regra será aplicada nos três grupos. Se
escolhida a opção "Nenhum dos Serviços", a acomodação considerada será a padrão do convênio;

Selecionar o "Modelo de Matrícula", ou seja, a configuração que valida as informações cadastradas


na carteira do paciente;

Caso deseje que o modelo de matrícula vinculado ao convênio não seja validado, basta que seja
selecionada a opção "Sem Validação";

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 251


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Clicar no botão < Cadastrar Modelo > para cadastrar uma validação para a carteira do convênio. Ao
clicar nesse botão, o usuário será direcionado à tela "Cadastro de Validação da Carteira de
Convênio";

Informar os detalhes considerados importantes, referentes ao plano/empresa em referência, tais


como: documentos obrigatórios, outros procedimentos a serem adotados, regras específicas
determinadas pelo respectivo plano para efetivação do atendimento ao paciente;

Salvar.

Funcionalidades dos botões da tela


Proibições para procedimentos
Clicar no botão < 1 - Proced. > para registro de proibições para procedimentos, quando lançados em
atendimentos/contas do plano de convênio em referência.

Selecionar o procedimento que terá restrições para realização, em se tratando do plano de


convênio em referência;

Indicar o tipo de atendimento para o qual será configurada a proibição para o procedimento
selecionado, dentre as opções: "Todos", "Internação", "Ambulatorial", "Externo", "Urgência/
Emergência" ou "Home Care";

Selecionar a opção correspondente ao tipo de proibição a ser utilizada para o procedimento


selecionado, se:

Não autorizado - o procedimento não poderá ser faturado para o convênio/plano em


referência. No entanto, o paciente poderá optar por realizá-lo para pagamento particular. Deverá
ser criada uma nova conta de convênio particular para lançamento/faturamento desse item;
Autorizado por guia - o procedimento deverá ser autorizado pelo convênio do plano em
referência, para realização do paciente;
Fora da conta - o procedimento será realizado no paciente, entretanto, não será cobrado em
nenhuma conta. O respectivo item poderá ser consultado no relatório "Consumo não Lançado".

Especificar, se necessário, o setor que será aplicada a proibição selecionada para o procedimento
em referência;

Informar a data de início da vigência para a proibição selecionada. Este campo será
automaticamente preenchido com a data do dia seguinte ao atual, podendo ser alterada pelo
usuário. Informada uma data igual ou menor que a atual, será apresentada uma mensagem
impeditiva ao usuário;

Por meio do botão < 4 - Copiar >, é possível copiar todas as restrições de procedimentos proibidos
de outro plano do convênio em referência. Será apresentada uma janela para selecionar o plano do
qual se deseja efetuar a cópia;

Clicar no botão < 2 - Retornar > para voltar à aba "Planos".

Proibições para grupos de procedimentos


Clicar no botão < 2 - Grupos de Proced. > para registro de proibições para grupos de procedimentos,
quando o convênio e o plano do atendimento do paciente sejam esses em referência.

252 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Selecionar o grupo de procedimento, cujos procedimentos terão restrições de proibição para o


respectivo plano de convênio;

Indicar em qual tipo de atendimento será cadastrada a proibição do grupo, na realização dos
procedimentos a ele vinculados, quando se tratar do plano/convênio em referência, qual seja:
"Todos", "Internação", "Ambulatorial", "Externo", "Urgência/Emergência" ou "Home Care";

Selecionar a opção correspondente ao tipo de proibição a ser utilizada para o procedimento


selecionado, se: "Não Autorizado", "Autorizado por Guia" ou "Fora da Conta";

Selecionar o setor, se necessário, responsável pela realização dos procedimentos pertencentes ao


grupo de procedimento em referência, para ser aplicada a proibição selecionada;

Informar a data de início da vigência para a proibição selecionada. Este campo será
automaticamente preenchido com a data do dia seguinte ao atual, podendo ser alterada pelo
usuário. Informada uma data igual ou menor que a atual, será apresentada uma mensagem
impeditiva ao usuário;

Clicar no botão < 3 - Confirmar > para confirmar a operação;

Clicar no botão < 2 - Retornar > para voltar à aba "Planos".

Tipos de acomodação
Por meio do botão < 3 - Tipos de Acomod. > é possível relacionar procedimentos a tipos de
acomodação, cuja cobrança de diária de internação será efetuada ao plano de convênio em referência.

Selecionar o tipo de acomodação, para o qual serão relacionados o grupo de faturamento e o


procedimento de cobrança;

Selecionar o tipo de internação, para o qual serão relacionados o grupo de faturamento e o


procedimento de cobrança, quando utilizado o tipo de acomodação em referência. O
preenchimento deste campo não é obrigatório. Selecionado o tipo de internação, o grupo de
faturamento e o procedimento de cobrança serão específicos para ele, quando utilizado o tipo de
acomodação em referência;

Selecionar o grupo de faturamento, para o qual será relacionado o procedimento de cobrança,


quando utilizado o tipo de acomodação em referência. Sua descrição será apresentada
automaticamente no campo "Grupo de Faturamento" (descrição);

Selecionar o procedimento de cobrança a ser lançado na conta do paciente para cobrança da


diária, de acordo com o tipo de acomodação e plano do convênio selecionados;

Selecionar o prestador, responsável pela realização do procedimento em referência, para aplicação


dessa regra de cobrança, quando utilizado o plano de convênio selecionado;

Informar a quantidade permitida para lançamento do procedimento na conta do paciente, quando


utilizado o plano de convênio em referência;

Indicar se o plano cobre diárias de acompanhante quando o procedimento em referência for


realizado;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 253


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Definir se para o procedimento em questão, a informação da guia será obrigatória;

O botão < 1 - Diária Parcial > se apresentará habilitado, desde que a diária na saída configurada na
aba "Empresa", seja a "Diária na Alta (todas)". Acionando esse botão, será exibida a tela "Diária
Parcial", na qual se faz necessário:

Informar a hora de vencimento da diária;


Informar o horário de tolerância (em minutos) para que o paciente deixe a acomodação;

Definir a hora limite, ou seja, o tempo que o paciente pode permanecer na acomodação após o
término do horário máximo. Enquanto esse limite for respeitado, não será cobrada uma diária
adicional;
Selecionar o grupo de faturamento e o procedimento para os quais, esses horários serão
aplicados;
Clicar no botão < 1 - Aplicar > para aplicar as regras de diária parcial definidas;
Clicar no botão < 2 - Retornar > para voltar à tela de tipos de acomodações, sem salvar as
alterações. Será apresentada uma mensagem ao usuário se deseja de fato retornar sem salvar
os dados;
Clicar no botão < 3 - Confirmar > para salvar as regras definidas e retornar à tela de tipos de
acomodações.
Ao clicar no botão < 2 - Retornar >, o usuário será direcionado à tela principal;

Ao clicar no botão < 3 - Diária Faixa Etária >, o usuário será direcionado à tela "Diária Faixa
Etária".

Exceção de valores
Ao clicar no botão < 4 - Exceção de Valores > o usuário será direcionado à tela "Exceções dos
Valores de Convênios e Planos".

Observação por tipo de atendimento

Utilizando o botão < 5 - Obs por Tipo Atend. >, é possível registrar as observações que se fizerem
necessárias para o plano de convênio selecionado, para cada tipo de atendimento. Para isso, é
necessário realizar o seguinte processo:

Selecionar o tipo de atendimento, para o qual será registrada uma observação para o plano em
referência;
Informar a descrição detalhada da observação;
Clicar no botão < Detalhes do Plano > para retornar à aba "Planos".
Taxa de observação
Ao clicar no botão < 6 - Taxa de Observação >, o usuário será direcionado à tela "Taxa de
Observação".

Proibição por idade


Ao clicar no botão < 7 - Proibição por Idade >, o usuário será direcionado à tela "Proibição por
Idade".

254 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Aba "Subplano"

Nesta aba é possível efetuar o cadastro dos subplanos do convênio e seus respectivos códigos no
convênio, conforme descrito a seguir:

Informar o código de identificação do subplano, a ser cadastrado para o convênio em referência;

Informar a descrição do subplano;

Informar o código do subplano, conforme cadastrado no convênio para geração do arquivo em meio-
magnético;

O campo "Ativo" já se apresenta marcado, no entanto, o usuário pode desmarcar, se desejar;

Salvar.

Aba "Horário Proibido"


Nesta aba é possível efetuar o cadastro dos horários proibidos para atendimentos pelo convênio em
referência, conforme descrito a seguir:

Informar o código do dia da semana, para o qual será registrada a proibição para realização de
atendimentos, quando selecionado o convênio em referência. Exemplo: 1 - Domingo, 2 - Segunda.
O preenchimento da descrição do dia será automático;

Selecionar o tipo de atendimento, para o qual serão registrados os horários proibidos, entre as
opções: "Internação", "Ambulatorial", "Urgência/Emergência", "Externo" ou "Home Care";

Informar a hora, a partir da qual estará proibido o atendimento para o tipo de atendimento e dia
selecionados;

Informar a hora que se encerrará a proibição, ou seja, a partir da qual os atendimentos para o tipo
de atendimento e dia selecionados poderão ser realizados.

Aba "Proib. Procedimento"


Nesta aba o usuário efetua o cadastro ou exclusão de proibições para procedimentos no convênio/
empresa selecionados. Como se trata de uma configuração geral, a proibição configurada/excluída
nesta aba, será aplicada para todos os planos do respectivo convênio/empresa.

Selecionar o procedimento, cuja realização será proibida para o convênio/empresa em referência;

Selecionar a opção correspondente ao tipo de atendimento, para o qual será proibido o


procedimento em referência, qual seja: "Todos", "Internação", "Ambulatorial", "Externo", "Urgência/
Emergência" ou "Home Care";

Selecionar a opção correspondente ao tipo de proibição a ser utilizada para o procedimento


selecionado, se: "Não Autorizado", "Autorizado por Guia" ou "Fora da Conta";

Especificar, se necessário, o setor que será aplicada a proibição selecionada para o procedimento
em referência;

Informar a data de início da vigência para a proibição selecionada. Este campo será

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 255


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

automaticamente preenchido com a data do dia seguinte ao atual, podendo ser alterada pelo
usuário. Informada uma data igual ou menor que a atual, será apresentada uma mensagem
impeditiva ao usuário;

Clicar no botão < 1 - Aplicar > para gravar os dados da proibição sem sair da tela;

Clicar no botão < 2 - Retornar > para retornar à aba "Convênio";

Clicar no botão < 3 - Confirmar > para gravar os dados da proibição e retornar à aba "Convênio".

Aba "Proib. Grupo"


Nesta aba, será realizada a proibição para os grupos, cujos procedimentos terão restrições para
serem realizados em atendimentos/contas, referentes ao convênio e à empresa selecionados.
Geralmente a consulta realizada nesta aba não retorna dados, pois se algum item for modificado no
cadastro de proibições na aba "Planos" ou novos procedimentos forem cadastrados, tais alterações já
impedem à visualização de dados nesta aba. No entanto, o usuário pode realizar a consulta na aba
"Planos".

Cadastro das proibições


Selecionar o grupo de procedimento, cujos procedimentos terão restrições para o convênio/
empresa em referência;

Indicar o tipo de atendimento para o qual, o grupo de procedimento terá a proibição cadastrada no
convênio/empresa, qual seja: "Todos", "Ambulatorial", "Internação", "Urgência/Emergência",
"Externo" ou "Home Care";

Selecionar a opção correspondente ao tipo de proibição a ser utilizada para o grupo de


procedimento selecionado, se: "Não Autorizado", "Autorizado por Guia" ou "Fora da Conta";

Especificar, se necessário, o setor que será aplicada a proibição selecionada para o grupo de
procedimento em referência;

Informar a data de início da vigência para a proibição selecionada. Este campo será
automaticamente preenchido com a data do dia seguinte ao atual, podendo ser alterada pelo
usuário. Informada uma data igual ou menor que a atual, será apresentada uma mensagem
impeditiva ao usuário;

Clicar no botão < 3 - Confirmar > para gravar os dados da proibição e voltar à aba "Convênio";

Clicar no botão < 2 - Retornar > para retornar à aba "Convênio", sem salvar a operação.

Aba "Acom. Convênio"


Nesta aba, o usuário pode relacionar os procedimentos aos tipo de acomodação para cobrança da
diária da internação, como regra geral do convênio em referência, conforme descrito a seguir:

Selecionar o tipo de acomodação, para o qual será relacionado o procedimento de diária, para fins
de cobrança;

Selecionar o tipo de internação, para o qual será efetuado o relacionamento do procedimento ao


tipo de acomodação, caso o procedimento de cobrança seja específico;

256 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Selecionar o grupo de faturamento, no qual será lançado o procedimento a ser associado ao tipo
de acomodação em referência. Será apresentada a descrição no campo "Grupo de
Faturamento" (descrição), automaticamente;

Selecionar o procedimento a ser lançado na conta do paciente para cobrança da diária, de acordo
com o tipo de acomodação e plano do convênio em referência;

Selecionar o prestador responsável pela realização do procedimento em referência para aplicação


dessa regra de cobrança, de acordo com o tipo de acomodação e plano do convênio selecionados;

Informar a quantidade permitida para lançamento do procedimento na conta do paciente, de acordo


com o tipo de acomodação e plano do convênio selecionados;

Indicar se o plano possui cobertura para acompanhante, quando realizado o procedimento em


referência no tipo de acomodação selecionado;

Definir se a autorização da guia é obrigatória para realização do procedimento em questão;

Clicar no botão < 1- Aplicar > para gravar os dados da proibição sem sair da tela;

Clicar no botão < 2 - Retornar > para retornar à aba "Convênio", sem salvar os dados;

Clicar no botão < 3 - Confirmar > para gravar os dados da proibição e retornar, automaticamente,
para a aba "Convênio";

O botão < 1 - Diária Parcial > se apresentará habilitado, desde que a diária na saída configurada na
aba "Empresa", seja a "Diária na Alta (todas)". Ao clicar nesse botão, será exibida a tela "Diária
Parcial", na qual se faz necessário:

Informar a hora de vencimento da diária;


Informar o horário de tolerância (em minutos) para que o paciente deixe a acomodação;
Definir a hora limite, ou seja, o tempo que o paciente pode permanecer na acomodação após o
término do horário máximo. Enquanto esse limite for respeitado, não será cobrada uma diária
adicional;
Selecionar o grupo de faturamento e o procedimento para os quais, esses horários serão
aplicados;
Clicar no botão < 1 - Aplicar > para aplicar as regras de diária parcial definidas;
Clicar no botão < 2 - Retornar > para voltar à tela de tipos de acomodações, sem salvar as
alterações. Será apresentada uma mensagem ao usuário se deseja de fato retornar sem salvar
os dados;
Clicar no botão < 3 - Confirmar > para salvar as regras definidas e retornar à tela de tipos de
acomodações.
Aba "Pendências"
Nesta aba, deve ser efetuado o cadastro dos tipos de pendências por plano de convênio, conforme
descrito a seguir:

Selecionar o plano do convênio, para o qual será registrado o tipo de pendência;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 257


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Selecionar o tipo de pendência permitido para o plano de convênio em referência;

Indicar a forma de checagem a ser adotada para o tipo de pendência selecionado, qual seja:
"Obrigatório", "Opcional" ou "Opcional c/Pendência";

Salvar.

Aba "Documentação"

Nesta aba, o usuário tem a opção de adicionar documentos referentes a prestadores, por exemplo,
que sejam importantes ao convênio/plano selecionados, conforme estabelecido em contrato. Essa
funcionalidade é apenas à nível informativo, conforme descrito a seguir:

Indicar o código do tipo de documento;

Informar a data de efetivação e a data de validade do referido documento;

Determinar o nome do arquivo manualmente ou clicar no botão para selecionar o arquivo


desejado. Esse arquivo pode ser referente às informações do documento selecionado;

Clicar no botão para selecionar um novo arquivo e substituir o já existente para o documento,
se desejar.

Aba "Proib. Empresa"


Das empresas que mantém contrato com o convênio em referência, indicar as que terão seus
atendimentos proibidos, conforme descrito a seguir:

Selecionar a empresa que terá proibição para realização de atendimentos para o convênio em
referência;

Informar a vigência para a respectiva proibição;

Salvar.

Aba "Formulário - Origem"


Essa aba será apresentada apenas quando o convênio informado for do tipo "Particular".

Selecionar setor de origem do atendimento que terá um formulário de nota fiscal específico;

Selecionar o formulário de nota fiscal que será utilizado para o setor de origem informado;

Salvar.

Aba "Formulário - Setor"


Configurar o modelo do formulário de nota fiscal, a ser utilizado para impressão por empresa e setor,
conforme descrito a seguir:

Selecionar a empresa, para a qual será utilizado um modelo específico de formulário de nota fiscal
para cada um dos seus setores;

258 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Selecionar o setor, para o qual será utilizado um modelo específico de formulário de nota fiscal;

Selecionar o modelo do formulário de nota fiscal, a ser utilizado pelo setor em referência;

Salvar.

Aba "Sequenciais / Pré-Impressos / Logo Tipo"


Configurar os tipos de sequenciais para a impressão de relatórios pré-impressos, a serem utilizados
para o convênio em referência, conforme descrito a seguir:

Informar o número inicial e o final a serem utilizados para a sequência dos relatórios
personalizados, impressos antes da conta do atendimento, aqui chamados de pré-impressos;

Selecionar a opção correspondente ao tipo de sequencial que será utilizado para os relatórios pré-
impressos, dentre as opções: "CSMH", "RSP" ou "BR-Distrib". Estes sequenciais são
identificadores utilizados por convênios específicos;

Indicar, se necessário, a quantidade de CSMH para utilização nas rotinas de remessa e no


relatório de capa de lote;

Informar, se necessário, o nome do arquivo do relatório pré-impresso, para emissão da capa de


remessa específica para o convênio em referência;

Informar, se necessário, o nome do arquivo do relatório hospitalar pré-impresso, referente às contas


hospitalares, o qual será emitido após a fatura;

Informar, se necessário, o nome do arquivo do relatório ambulatorial pré-impresso, referente às


contas ambulatoriais, o qual será impresso após a fatura.

Bloco "Impressos de Solicitação de Guias/Autorizações"


Selecionar as empresas para as quais serão configurados os relatórios;

Informar, por empresa, os nomes dos arquivos do relatório de:

Solicitação de guias de internação;


Solicitação de guias de prorrogação;
Solicitação de guias ambulatoriais;
Solicitação de guias de procedimento;
Solicitação de guias de quimioterapia;
Solicitação de guias de radioterapia;
Solicitação de guias de OPME;
Solicitação de orçamento de OPME.
Bloco "Logotipo do Convênio"
Se desejar inserir um logotipo para o convênio selecionado, basta clicar no botão < Alterar Imagem
do logotipo > e adicionar a imagem desejada, a qual pode ser nas extensões .JPG, .BMP, .JPEG
ou .PNG. Será exibida uma mensagem ao usuário de logotipo incluído e o processo será salvo

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 259


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

automaticamente. Essa imagem será visualizada na emissão da guia TISS;

Salvar.

Impactos

A informação do convênio faz parte do processo de atendimento ao paciente, que corresponde ao


registro da sua entrada no hospital para a realização de procedimentos, quais sejam de: internação,
exame, cirurgia, consulta, entre outros.

Atendimento / Internação / Atendimento / Internação


Atendimento / Urgência e Emergência / Atendimento / Atendimento
Atendimento / Ambulatório / Atendimentos / Não Agendados
Diagnóstico e Terapia / Diagnóstico por Imagem / Atendimentos / Atendimento Externo
Diagnóstico e Terapia / Laboratório de Análises Clínicas / Atendimento / Atendimento Externo
Atendimento / Urgência e Emergência / Configurações / Configurações Usuário/Máquina para o
Atendimento
As contas hospitalar e ambulatorial geram as faturas que são encaminhadas aos convênios para
cobrança, por meio de remessas. Nessas faturas, são apresentados todos os itens realizados pelo
paciente em seu atendimento, seja de internação ou ambulatorial (ambulatório, urgência e externo).

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial / Conta do
Atendimento
A geração de contas dos tipos hospitalar e ambulatorial para cobranças ao SUS, também necessitam
do cadastro prévio dos convênios correspondentes: SIH e SIA.

Faturamento / Faturamento de Internação SUS (AIH) / Lançamentos / Conta AIH

Faturamento / Faturamento Ambulatorial SUS (BPA e APAC) / Lançamentos / BPA /


Lançamento de BPA
Faturamento / Faturamento Ambulatorial SUS (BPA e APAC) / APAC / Lançamento APAC
Na tela de guias, será possível inserir um ou mais procedimentos para autorização do convênio.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Guias


Geração de arquivo magnético - o meio magnético é um arquivo gerado pelo sistema para ser enviado
ao convênio, por meio de mídias, contendo as informações de uma remessa fechada.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / Geral / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / Geral / Geração
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /
Envio / UNIMEDs / Validação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /

260 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Envio / UNIMEDs / Geração

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Arquivo Magnético /


Envio / IPERGS
Na tela de exceções de convênios e planos, será possível determinar a exceção de valores de
procedimentos para determinados convênios e planos.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Valores dos


Procedimentos / Exceções de Convênios e Planos

Na regra de repasse de convênio os valores dos procedimentos a serem repassados aos prestadores,
são calculados conforme acordo estabelecido entre hospital e convênio.

Controladoria / Repasse Médico / Tabelas / Regras / Convênio


Possibilidade de vincular tipos de pendências a determinados convênios e planos, as quais serão
geradas no processo de atendimento ao paciente.

Atendimento / Internação / Tabelas / Pendências por Convênio/Plano


A configuração de parâmetros possibilita ao usuário definir boa parte da regra de funcionamento do
sistema do Faturamento de Convênios e Particulares, inclusive definindo o convênio e o plano que
servirão para abertura de contas particulares.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Parâmetros


Possibilidade de vincular kits de estoque a determinados convênios e planos.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Kit Por Convênios e


Planos
A criação e manutenção de remessas é por convênio e podem ser relacionadas a um tipo de
agrupamento. A essas remessas são vinculadas as contas com os respectivos procedimentos a
serem faturados aos convênios.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Manutenção de


Remessa
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Criação de Remessa
Na tela "Procedimentos do Atendimento" são relacionados os convênios e planos para lançamento
automático de procedimentos nas contas de pacientes.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Procedimentos do


Atendimento
A tela "Percentual de Consignação" relaciona convênios aos procedimentos para lançamentos nas
contas, de acordo com o percentual informado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Percentual de Consignação
Nas telas abaixo, é possível relacionar convênios a regras específicas para lançamentos nas contas e
seu faturamento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Regras de Acoplamento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 261


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Regras por Atendimento,

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Regras por Aparelhos e Gases
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Regras de Diferença de Acomodação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Stop Loss

Quando o recálculo da regra de substituição estiver ativo, os valores da conta com a aplicação da
substituição, quando lançado o produto automaticamente, poderão ser visualizados na tela abaixo.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Regras de Substituição de Procedimentos
Ao habilitar a verificação de elegibilidade e configurar o objeto de integração desejado, na tela abaixo,
será realizada uma verificação da elegibilidade por meio da integração cadastrada, como, no exemplo,
o integração do IAMSPE.

Atendimento / Ambulatório / Atendimentos / Recepção / < Confirmar > / < 3 - Carteira >

O relatório abaixo relaciona dados dos convênios cadastrados.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Convênios e


Planos / Gerais / Convênios e Planos

262 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Exceções do retorno

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e Planos / Aba


"Complemento" / Bloco "Controle de Retorno de Atendimentos" / Exceções /

Módulos

M_EXCECAO_ATEND_RETORNO

Função da tela

Cadastrar os procedimentos que se constituem em exceções para a regra de atendimentos de


retorno. A regra de retorno é indicada no momento do cadastro do convênio, no qual se define a
quantidade máxima de dias entre o primeiro atendimento do paciente e o subsequente para classificá-
lo como retorno.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos


Movimentação

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos

Como usar

Ao acessar a tela, o código e a descrição do convênio já serão apresentadas automaticamente, de


acordo com o convênio selecionado na tela "Convênios e Planos";

Indicar os procedimentos que serão exceção para a regra de atendimento de retorno, ou seja,
quando informados como principal no atendimento do paciente, não deverão classificá-lo como
atendimento de retorno.

Impactos

Na realização de um atendimento ambulatorial, externo ou de urgência, caso informado que trata-se


de um retorno, a rotina validará na regra as configurações estabelecidas. Ao informar o procedimento
do atendimento, uma nova validação será realizada para constatar se o item está cadastrado na
tabela de exceções de retorno.

Atendimento / Urgência e Emergência / Atendimento / Atendimento


Atendimento / Ambulatório / Atendimentos / Não Agendados
Diagnóstico e Terapia / Laboratório de Análises Clínicas / Atendimento / Atendimento Externo
Diagnóstico e Terapia / Diagnóstico por Imagem / Atendimentos / Atendimento Externo

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 263


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Prestadores liberados para o convênio

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e Planos / Aba


"Complemento" / Bloco "Pedidos de Exame" /

Módulos

M_PREST_CONVENIO

Função da tela

Associar os prestadores com permissão para efetuar pedidos de exames para um determinado
convênio.

Pré-requisitos

Tabelas

Serviços de Apoio / Diretoria Clínica / Tabelas / Prestadores


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos

Como usar

Informar o prestador e o convênio, liberados para efetuar pedidos de exames;

Salvar.

Impactos

De acordo com as regras estabelecidas na tela "Prestadores Liberados para o Convênio", os pedidos
de exames poderão ou não ser efetuados por determinados prestadores e cobertos por determinados
convênios.

Diagnóstico e Terapia / Diagnóstico por Imagem / Atendimento / Pedidos de Exames Imagem


Diagnóstico e Terapia / Laboratório de Análises Clínicas / Atendimento / Pedidos de Exames
Laboratório

264 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Diária faixa etária

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e Planos / Aba


"Planos" / Botão < 3 - Tipos de Acomod. > / < 3 - Diária Faixa Etária >

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e Planos / Aba


"Acom. Convênio" / Botão < 5 - Diária Faixa Etária >

Módulos

M_DIARIA_FAIXA_ETARIA

Função da tela

Cadastrar uma exceção para o lançamento das diárias automáticas por faixa etária. Essa exceção
será prioritária em relação à diária cadastrada para os procedimentos por acomodação. Caso haja um
outro procedimento de diária cadastrado, mas o paciente em questão atenda as especificações
cadastradas nesta tela, será realizada a cobrança de diária aqui cadastrada.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos


Serviços de Apoio / Diretoria Clínica / Tabelas / Prestadores
Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta A Receber, Bancos) / Tabelas /
Empresas
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupo de
Procedimentos
Atendimento / Internação / Tabelas / Tipo de Acomodação

Atendimento / Internação / Tabelas / Tipo de Internação


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /
Grupo de Faturamento
Movimentações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos

Como usar

Cadastrando um procedimento de diária por faixa etária


Deverão ser informados os requisitos para que o procedimento desejado seja lançado na conta do
paciente, como:

O código da empresa;
O tipo de acomodação;
O convênio;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 265


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

O plano;

O grupo de faturamento.
Ao informar os requisitos acima, nos campos exibidos na parte inferior da tela, serão exibidas as
descrições desses requisitos;

Indicar qual o procedimento será cobrado, caso o atendimento em questão atenda aos requisitos
informados;

Indicar a faixa etária para a qual o procedimento será válida;

Marcar o check box do campo "Acomp?" para indicar que o atendimento possui acompanhante;

Marcar o check box do campo "Guia?" para indicar que é obrigatório o uso de guia para essa
diária;

Marcar o check box do campo "Substitui?" para definir se a diária da faixa etária irá substituir ou
não a diária da acomodação.

Impactos

As diárias por faixa etárias serão lançadas nos atendimentos realizados nas telas abaixo.

Atendimento / Urgência e Emergência / Atendimento / Atendimento


Atendimento / Ambulatório / Atendimentos / Não Agendados
Diagnóstico e Terapia / Laboratório de Análises Clínicas / Atendimento / Atendimento Externo
Diagnóstico e Terapia / Diagnóstico por Imagem / Atendimentos / Atendimento Externo

266 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Taxa de observação

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e Planos / Aba


"Planos" / Botão < 3 - Tipos de Acomod. > / Botão < 3 - Diária Faixa Etária >

Módulos

M_TAXA_OBSERVACAO

Função da tela

Cadastrar a cobrança da taxa de observação para atendimentos de urgência/emergência, de acordo


com o período de início e fim do atendimento. Essa cobrança é realizada de forma automática e leva
em consideração as regras de cada convênio, pois alguns cobram taxa com permanência de até 6
horas, outros até 12 horas e outros até 1 hora subsequente.

Pré-requisitos

Movimentações

Atendimento / Urgência e Emergência / Atendimento / Atendimento

Como usar

Cadastro dos parâmetros para a cobrança da taxa de observação


Ao acessar esta tela, os campos "Convênio", "Plano" e "Empresa" virão preenchidos, de acordo com
o convênio, plano e empresa selecionados na tela "Convênios e Planos".

Indicar o tipo de acomodação que será considerado;

Indicar o procedimento para o qual será cobrada a taxa de observação;

Indicar a unidade que será utilizada para a taxa de cobrança, se por hora ou minuto;

Salvar.

Impactos

A regra cadastrada por convênio e tempo de permanência deverá funcionar no momento do


fechamento de contas ambulatoriais e hospitalares, assim contemplando a alta médica e/ou
administrativa. Assim como funciona com aparelhos e gases, o lançamento será automático na
emissão da conta (demonstrativo parcial) e no fechamento definitivo.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial / Conta do
Atendimento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 267


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Cadastro de validação da carteira de convênio

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e Planos / Aba


"Convênio" / Botão < Cadastrar Modelo Matrícula >

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e Planos / Aba


"Planos" / Botão < Cadastrar Modelo >

Módulos

M_GRUPO_VAL_CONVENIO

Função da tela

Cadastrar um modelo para validação da carteira de convênio.

Pré-requisitos

N/A

Como usar

Cadastro de validação da carteira de convênio


Informar o código de validação da matrícula do convênio;

Informar uma descrição para identificar a validação cadastrada;

Informar a quantidade inicial e final dos caracteres que devem contar a matrícula do convênio;

Informar a numeração com a qual a matrícula deve iniciar e finalizar;

Indicar um padrão que a matrícula deverá conter;

Salvar.

Impactos

A configuração para a carteira de convênio será validade na tela baixo.

Atendimento / Ambulatório / Atendimentos / Cadastro de Pacientes / < Carteira >

268 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Proibição por idade

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e Planos / Aba


"Planos" / Botão < 3 - Tipos de Acomod. > / Botão < 7 - Proibição por Idade >

Módulos

M_PROIBICAO_IDADE

Função da tela

Cadastrar uma faixa etária para que determinado procedimento possa ser realizado.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos


Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta A Receber, Bancos) / Tabelas /
Empresas
Movimentações

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos

Como usar

Cadastrar uma faixa de idade para a realização de procedimentos


Ao acessar esta tela, serão exibidos o convênio, o plano e a empresa consultados na tela de
"Convênios e Planos".

Indicar o procedimento para o qual será criada uma proibição por idade;

Informar a faixa de idade entre a qual o paciente não poderá realizar o procedimento indicado;

Salvar.

Impactos

As proibições aqui cadastradas refletirão nos atendimentos realizados nas telas abaixo:

Atendimento / Urgência e Emergência / Atendimento / Atendimento


Atendimento / Ambulatório / Atendimentos / Não Agendados
Diagnóstico e Terapia / Laboratório de Análises Clínicas / Atendimento / Atendimento Externo
Diagnóstico e Terapia / Diagnóstico por Imagem / Atendimentos / Atendimento Externo

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 269


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Desligamento de convênios e planos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Desligamento de


Convênios e Planos

Desativando convênios e planos


Reativando convênios e planos

Módulos

O_DESLIGA_CONVPLA

Função da tela

Desativar os convênios e planos de convênios que não estão sendo utilizados, bem como reativar
àqueles que voltaram a ser utilizados.

Pré-requisitos

Tabelas

Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /


Empresas
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos

Como usar

Desativação de convênios
Selecionar o convênio a ser desativado;

Selecionar o plano do convênio a ser desativado. Será apresentada sua descrição no campo
"Plano" (descrição). Caso nenhum plano seja selecionado, a desativação será executada para
todos os planos cadastrados do convênio selecionado;

Selecionar a empresa, com a qual o convênio/plano a ser desativado possua contrato de prestação
de serviços. Será apresentada sua descrição automaticamente, no campo "Empresa" (descrição).
Caso nenhuma empresa seja selecionada, a desativação será executada para todas as empresas
do grupo hospitalar que possuam contrato com o convênio/plano selecionado;

Descrever o motivo que deu origem à desativação em referência;

Caso o usuário informe dados que coincidiam com alguma desativação já realizada, será exibida
uma mensagem indicando a data em que essa desativação ocorreu;

Clicar no botão < Desativar >. O campo "Desligamento" será automaticamente preenchido com a
data e hora atuais, não podendo o usuário alterar essas informações.

270 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Reativação de convênios

No caso da reativação de convênios e planos, é necessário executar a pesquisa daqueles convênios/


planos que foram desativados para reativação do desejado.

Informar o motivo da reativação e clicar no botão < Reativar >;

O campo "Reativação" é preenchido automaticamente com a data e hora atuais, não podendo ser
alterado pelo usuário.

Impactos

Os atendimentos cadastrados são vinculados aos convênios/planos, que não poderão ser utilizados,
caso encontrem-se desativados. Tais atendimentos podem ocorrer nas seguintes telas.

Atendimento / Internação / Atendimento / Internação


Atendimento / Urgência e Emergência / Atendimento / Atendimento
Atendimento / Ambulatório / Atendimentos / Não Agendados
Diagnóstico e Terapia / Diagnóstico por Imagem / Atendimentos / Atendimento Externo
Diagnóstico e Terapia / Laboratório de Análises Clínicas / Atendimento / Atendimento Externo

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 271


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faixa de guias por convênio/empresa

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Faixa de Guias por


Convênio/Empresa

Cadastrando as faixas
Tipos de faixas

Módulos

M_FAIXA_GUIA_CONVENIO

Função da tela

Configurar as faixas e o sequencial por convênio e por empresa, para numeração das guias TISS.
Esse sequencial será responsável pelo controle de emissão dessas guias.

Pré-requisitos

Tabelas

Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /


Empresas
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos

Como usar

Cadastrando as faixas
Indicar o código da empresa com a qual o convênio tem contrato;

Selecionar o código do convênio responsável pelas faixas e numerações das guias a serem
cadastradas;

Informar a data de vigência para aplicação nas guias, por convênio/empresa, da faixa a ser
cadastrada. Essa data não pode ser menor que a atual;

Inserir as numerações inicial e final da faixa, cuja numeração sequencial será emitida nas guias
TISS por convênio/empresa;

Selecionar o tipo de faixa de guias para a vigência em referência, podendo ser: "Todas (Solicitação
e Envio)", "Guias de Envio", "Única para Solicitações", "Solicitações de Internação", "Solicitações
de SP/SADT"," Solicitações e Envios de SP/SADT" ou "Guias de Envios de Consultas";

Determinar a opção correspondente ao tipo de geração do número da guia, qual seja: "Sequência
da Faixa" ou "Módulo 11 c/ DV (digito verificador)" - código gerado pelo automaticamente, de
acordo com o padrão;

Ao selecionar a opção "Sequência da Faixa", a rotina aplicará o próximo número disponível,


conforme registrados nas faixas de numeração inicial e final. Escolhida a opção "Módulo 11 c/
DV", será executada uma rotina de cálculo interna que irá gerar um dígito verificador.

272 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Se desejar, informar o tamanho fixo da numeração das guias do padrão TISS, completando com
zeros à esquerda. Por exemplo: para o tamanho fixo, foi atribuído a quantidade de 10 (dez)
caracteres. A numeração da guia é 25465, então a numeração descrita na guia TISS será:
0000025465;

A quantidade de guias disponíveis será informada automaticamente, de acordo com cada intervalo
de numeração, e será atualizado à medida que o sequencial for utilizado nas emissões das guias
TISS;

Ao clicar no botão < Desativar >, será apresentado um questionamento ao usuário para confirmar a
exclusão da faixa disponível selecionada. Mediante confirmação, a respectiva faixa será zerada;

Salvar.

Impactos

Para faturar as contas geradas pelos atendimentos dos pacientes, é necessário informar a numeração
da guia do convênio, a qual cobrirá os respectivos custos. Caso essa informação seja provida pelo
prestador (Hospital), faz-se necessário a configuração da faixa para utilização no momento da geração
da guia TISS.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
Atendimento / Internação / Atendimento / Internação
Atendimento / Urgência e Emergência / Atendimento / Atendimento
Atendimento / Ambulatório / Atendimentos / Não Agendados
Atendimento / Centro Cirúrgico e Obstétrico / Centro Cirúrgico / Atendimento Externo
Diagnóstico e Terapia / Diagnóstico por Imagem / Atendimentos / Atendimento Externo

Diagnóstico e Terapia / Laboratório de Análises Clínicas / Atendimento / Atendimento Externo


Além das telas de geração de atendimento, a numeração da faixa será automaticamente validada, em
qualquer rotina que permita a geração da guia TISS.

Os relatórios abaixo sinalizam a numeração das guias TISS geradas e que utilizaram o sequencial
disponível da faixa cadastrada para o respectivo convênio/empresa.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Operacionais / Guias /


Previsão de Cobertura
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Operacionais / Guias /
Pendência por Setor
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Operacionais / Guias /
Negociação de Guias
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Operacionais / Guias /
Controle de Guias
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Operacionais / Guias /
Protocolo de Entrega de Guias ao Médico

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 273


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Operacionais / Guias /


Prorrogação de Guias

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Operacionais / Guias /


Situação de Guias

274 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Deduções da nota fiscal por convênio

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Deduções da Nota Fiscal


por Convênio

Módulos

O_DEDUCAO_NF

Função da tela

Configurar as deduções fiscais para aplicar à base de cálculo dos impostos. Na geração da nota
fiscal, será calculado o valor do imposto de acordo com essa configuração para o respectivo convênio.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupo de
Procedimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupo de
Faturamento
Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta. a Receber, Bancos) / Tabelas / Tipo de
Detalhamento

Como usar

Selecionar o convênio, para os quais terão deduções no momento do cálculo dos impostos na
emissão da nota fiscal. Sua descrição será apresentada automaticamente no campo
"Convênio" (descrição);

Definir o procedimento que será deduzido da base de cálculo. Sua descrição será apresentada
automaticamente no campo "Procedimento" (descrição);

Ou, definir o grupo de procedimento que será deduzido da base de cálculo. Sua descrição será
apresentada automaticamente no campo "Grupo de Procedimento" (descrição);

Ou, definir o grupo de faturamento que será deduzido da base de cálculo. Sua descrição será
apresentada automaticamente no campo "Grupo de Faturamento" (descrição);

Ou, definir o tipo de grupo de procedimento que será deduzido da base de cálculo, dentre as
opções: "Serviços Hospitalares", "Serviços Profissionais", "Serviços Diagnósticos",
"Medicamento", "Materiais", "Materiais e Medicamentos", "OPME" ou "Outros";

Indicar o percentual do valor do item, conforme regra de dedução estabelecida, deverá ser utilizado
na base de cálculo do tributo. Campo de preenchimento não obrigatório;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 275


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Exemplo de cálculo para aplicação do percentual indicado:

Suponha que a soma dos itens tributáveis da nota totalize R$ 500;


Se informado 30% na configuração, o imposto seria calculado então sobre o valor de R$150, o
que corresponde aos 30% dos R$ 500.
Selecionar o código do detalhamento que servirá como base de cálculo para dedução do imposto;

Marcar os campos dos quais os valores deverão ser deduzidos, dentre as opções: "Valor Total",
"Valor Filme", "Valor Operacional", "Valor Honorário". Se marcada a opção "Valor Total", não será
permitido marcar nenhum dos outros campos. Caso não exista configuração para determinado
convênio, o valor total da nota será a base de cálculo dos impostos.

Impactos

O valor das deduções será destacado na impressão do RPS, assim como, só será impresso o filme
se houver utilização nas contas. Nesse caso, o valor do filme será abatido dos demais itens da nota,
devendo o campo "Valor Filme" dessa configuração estar marcado, exibindo no RPS um novo item
com descrição “Filme” e com valor total utilizado nas contas.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento / Botão < Recebe Conta > /
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento / Botão < Recebe > /
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Manutenção de
Remessa / Botão < Nota Fiscal >

276 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Procedimentos dispensados de auditoria

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos


Dispensados de Auditoria

Módulos

M_CON_PRO_DSP_AUDITORIA

Função da tela

Cadastrar os procedimentos dispensados de auditoria. Tal cadastro apenas pode ser realizado,
quando o convênio em seu registro utilizar o processo de classificação de contas.

Pré-requisitos

Tabelas

Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /


Empresas
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Como usar

Cadastrando os procedimentos
Selecionar a empresa para a qual o cadastro será efetuado;

Indicar o convênio, o qual deverá possuir vínculo com a empresa, anteriormente selecionada, para
que o cadastro seja efetuado corretamente. O convênio selecionado para a empresa indicada, deve
possuir a configuração de "Processo de Classificação de Contas" marcada. Assim, o usuário
poderá cadastrar para esse convênio procedimentos livres de auditoria. Do contrário, os
procedimentos serão auditados normalmente, caso haja necessidade;

Selecionar o código do procedimento a ser cadastrado como "Sem auditoria". Sua descrição será
exibida automaticamente;

Salvar.

Impactos

A rotina de impressão das faturas, verificará se a configuração "Processo de Classificação de Contas"


está marcada no cadastro dos convênios. Se sim, a auditoria não será realizada para os
procedimentos selecionados.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /


Impressão da Fatura

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 277


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Atividades médicas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Atividades Médicas

Módulos

M_ATI_MED

Função da tela

Realizar a manutenção do cadastro de atividades médicas, bem como do percentual pago por essas
atividades.

Pré-requisitos

N/A

Como usar

Informar o código da atividade médica a ser cadastrada;

Informar a descrição da atividade médica a ser cadastrada;

Informar o percentual que incidirá sobre o valor do procedimento, para cálculo do valor do honorário
do prestador que possuir essa atividade médica;

Indicar o tipo de função, à qual será vinculada à atividade médica em referência, dentre as opções:
"Cirurgião", "Auxiliar", "Anestesista", "Outros";

Salvar.

Impactos

A tela de registro da confirmação da cirurgia utiliza a informação da atividade médica para determinar
os profissionais habilitados a fazerem parte da equipe médica.

Atendimento / Centro Cirúrgico e Obstétrico / Centro Cirúrgico / Confirmação da Cirurgia


Na tela de tipo de atividade (meio magnético) é possível atribuir um novo código à atividade médica,
para ser utilizado na geração do arquivo magnético.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de Fatura


em Meio Magnético / Envio / Atividades Médicas
O percentual pago da atividade médica é validado na rotina de cálculo para cobrança do valor do
serviço realizado pelo prestador.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
O relatório abaixo, lista as atividades médicas cadastradas.

278 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Gerais /


Atividades Médicas

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 279


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Grupos de procedimentos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de


Procedimentos

Cadastrando os grupos de procedimentos


Grupos de Faturamento por Centro de Custo

Módulos

M_GRUPRO

Função da tela

Realizar o cadastro e a manutenção dos grupos de procedimentos.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /


Grupo de Faturamento
Serviços de Apoio / Global / Globais / Centro de Custo

Como usar

Cadastro de grupo de procedimento


Informar o código do grupo de procedimento a ser cadastrado;

Informar a descrição do grupo de procedimento a ser cadastrado;

Selecionar a opção correspondente ao tipo de procedimento a ser executado pelo grupo de


procedimento em referência, qual seja: "Serviços Hospitalares", "Serviços Profissionais", "Serviços
Diagnósticos", "Medicamentos", "Materiais", "Órteses e Próteses"ou "Outros Lançamentos";

Selecionar o grupo de faturamento, a ser considerado como padrão, para o grupo de procedimento
em referência;

Selecionar a opção "Sim" ou "Não" para indicar se os procedimentos do grupo em referência


poderão ser informados como sendo o principal no registro de um atendimento.

Bloco "Grupos de Faturamento por Centro de Custo"


Selecionar o centro de custo que consistirá numa regra de exceção de grupo de faturamento para
o grupo de procedimento em referência. Essa exceção visa lançar em outro grupo de faturamento,
que não seja o padrão, os lançamentos do grupo de procedimento para o centro de custo
informado;

Selecionar o grupo de faturamento a ser associado ao grupo de procedimentos e ao centro de


custo em referência. Sua descrição será exibida automaticamente;

280 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Salvar.

Impactos

Ao definir o layout da fatura a ser enviada ao convênio, bem como as informações a serem impressas
nela, o usuário indica os grupos de procedimentos que constarão nesse documento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /


Impressão na Fatura

Na tela de convênios e planos é possível determinar os grupos de procedimentos que não são
autorizados pelo convênio.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
A tela de restrição de usuários por procedimentos apresenta os grupos de procedimentos que serão
restritos, caso o hospital esteja configurado para realizar auditoria operacional.

Apoio à TI / Gestão de Usuários / Configurações de Acesso / Acessos Faturamento /


Restrição de Usuários por Procedimento Faturamento
Na tela de Índices será possível vincular um grupo de procedimento ao valor do índice.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Índices
A tela de "Tabelas de Faturamento" apresenta a relação dos grupos de procedimentos quando o tipo
da tabela for "CBHPM".

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Tabelas de Faturamento
A tela de "Regras de Acoplamento" apresenta os grupos de procedimentos vinculados ao convênio
selecionado para fins de acoplamento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Regras de Acoplamentos
Na tela de "Regras por Atendimento" são apresentados os grupos de procedimentos que serão
aplicados à regra do atendimento informado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Regras por Atendimento
Este relatório lista os grupos de procedimentos cadastrados.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Gerais /


Grupos de Procedimentos

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 281


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Horários especiais

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Horários Especiais

Cadastrando os horários
Itens dos horários especiais

Módulos

M_HORARIO

Função da tela

Cadastrar e efetuar a manutenção dos horários especiais. Esse cadastro define o percentual de
acréscimo que será aplicado no valor dos procedimentos executados em determinados horários, de
acordo com a regra de cobrança negociada entre convênio e hospital.

Pré-requisitos

N/A

Como usar

Cadastro de horário especial


Informar a descrição do horário especial a ser cadastrado;

Informar o percentual de acréscimo a ser aplicado sobre os valores dos procedimentos executados
no horário especial em referência.

Bloco "Itens do Horário Especial"


Selecionar o dia da semana, em que o horário especial será considerado para cobrança de
procedimentos com o percentual de acréscimo;

Informar o horário inicial do horário especial para o dia selecionado;

Informar o horário final do horário especial para o dia selecionado;

Salvar.

Impactos

Para que o percentual de acréscimo seja cobrado adequadamente, é necessário associar os horários
especiais a um grupo de procedimentos ao cadastrar as regras de cobrança.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Regras
O relatório abaixo apresenta todos os horários especiais cadastrados.

Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Gerais / Horários Especiais

282 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Operadoras

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Operadoras

Módulos

M_OPERADORAS

Função da tela

Efetuar o cadastro e a manutenção das operadoras que serão relacionadas aos convênios, os quais
irão gerar arquivos em meio magnético no padrão TISS.

Pré-requisitos

N/A

Como usar

Indicar um código a ser usado como referência dentro do sistema para a operadora a ser
cadastrada;

Informar a descrição referente a operadora a ser cadastrada;

Indicar o registro ANS da operadora em referência;

Salvar.

Impactos

Nesta tela será realizado o relacionamento das operadoras com os convênios que irão gerar arquivos
em meio magnético.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Geração de fatura


em meio magnético / Envio / Apresentações

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 283


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Portes anestésicos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Portes Anestésicos

Módulos

M_PORTES

Função da tela

Efetuar o cadastro e a manutenção de portes anestésicos, os quais definem os níveis de


complexidade dos procedimentos relativos à anestesia e são utilizados na cobrança dos honorários
do anestesista, consistindo nos tipos de anestesias ministradas nos pacientes, quando da realização
de determinados procedimentos. Exemplo: Cirurgia de Parto.

Pré-requisitos

N/A

Como usar

Informar o código do porte anestésico a ser cadastrado;

Informar a descrição do porte anestésico a ser cadastrado;

Salvar.

Impactos

Na tela "Tabelas de Faturamento" é possível relacionar um porte anestésico a uma determinada tabela
de valores para faturamento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobrança e Tabelas /


Tabelas de Faturamento
Os valores a serem cobrados pelos portes anestésicos, podem ser determinados na tela "Valores dos
Portes Anestésicos".

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Valores dos


Procedimentos / Portes Anestésicos
Ao efetuar o registro de um procedimento, o usuário deve selecionar o porte anestésico a ele
relacionado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos


O relatório abaixo lista todos os portes anestésicos cadastrados.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Gerais / Portes


Anestésicos

284 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Procedimentos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Cadastrando procedimentos
Dados complementares dos procedimentos
Quantidade de dias para a internação

Módulos

M_PRO_FAT

Função da tela

Manter o cadastro de procedimentos de convênios, os quais poderão ser cobrados em contas de


faturamento. Os procedimentos representam todos os itens de cobrança do faturamento. Sua
apresentação é composta basicamente pelo código, descrição, unidade de medida e preço e são
divididos em grupos, de acordo com suas características, tais como: "Medicamentos", "Materiais",
"Diárias", "Honorários Médicos", "Serviço Diagnóstico". Os valores destes procedimentos são
cadastrados posteriormente em uma tabela de faturamento e atendendo à regra vinculada a tal tabela.

Pré-requisitos

Configurações

Materiais e Logística / Almoxarifado / Configurações / Funcionamento


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Lançamento de
Produtos do Estoque
Tabelas

Procedimentos de faturamento poderão ser criados automaticamente também, por meio do processo
de importação do CBHPM, caso exista o grupo CBHPM configurado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupos de


Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Portes
Anestésicos
Materiais e Logística / Almoxarifado / Tabelas / Classificação do Produtos / Classificação
Materiais e Logística / Almoxarifado / Tabelas / Classificação dos Produtos / Produtos

Como usar

Dados do procedimento
Informar o código do procedimento de convênio a ser cadastrado. Esse campo pode ser informado
manualmente pelo usuário com oito dígitos ou ser mantido em branco para que um código
sequencial seja gerado automaticamente;

Informar a descrição do procedimento de convênio a ser cadastrado;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 285


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Informar a unidade de medida do procedimento de convênio a ser cadastrado, exemplo: "unid.",


"caixa", "comprimido", etc.

Dados complementares
Selecionar o grupo de procedimento, no qual o procedimento em referência será vinculado;

Selecionar a opção correspondente ao sexo do paciente, para o qual será permitido utilizar/realizar
o procedimento em referência, qual seja: "Ambos", "Masculino" ou "Feminino";

Indicar se o procedimento em referência deverá ser relacionado a uma internação de busca ativa de
órgãos e tecidos;

Indicar se o procedimento em referência é pertencente a um pacote de procedimentos.


Selecionada a opção "Sim", o procedimento será lançado na conta do paciente como sendo o
principal e todos os itens lançados posteriormente nesta conta, serão considerados como
pertencentes a este pacote;

Informar a quantidade máxima liberada para a utilização do procedimento em referência. Esse


campo não é de preenchimento obrigatório;

Caso, para realização do procedimento em questão, seja necessária a utilização de anestesia,


selecionar o porte anestésico a ser utilizado;

Se o procedimento for cirúrgico, informar a quantidade de profissionais auxiliares necessários para


a sua realização;

Informar a idade máxima do paciente, permitida para a realização do procedimento em referência;

Informar a idade mínima do paciente, permitida para a realização do procedimento em referência;

Indicar se o lançamento do procedimento será realizado no momento do atendimento do paciente.


Se for escolhida a opção "Sim", o procedimento será lançado no momento em que salvar o
atendimento. Caso seja escolhida a opção "Não", o lançamento ocorrerá após a confirmação de
sua realização;

Informar o número máximo de dias permitidos para a internação, quando realizado o procedimento
em referência;

Informar a quantidade máxima de horas permitida para a internação, quando realizado o


procedimento em referência, após o limite de dias estabelecido;

Informar a quantidade de dias necessária de permanência em leito de UTI, após a realização do


procedimento em referência;

Informar a quantidade máxima de horas permitida para permanência em leito de UTI, após a
realização do procedimento em referência, quando excedido o limite de dias estabelecido;

Marcar o campo "Ativo" para indicar que o procedimento em referência está ativo;

Selecionar a opção correspondente à classificação do tipo de serviço hospitalar, a que pertence o


procedimento em referência, qual seja: "Diária", "Diária de UTI", "Diária de Acompanhante", "Taxa

286 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

de Sala", "Taxa de Gases Medicinais", "Taxa de Equipamentos", "Taxa de Plantão" ou "Taxa de


Aluguéis". Esse campo somente ficará habilitado se o grupo de procedimento informado
anteriormente for do tipo "Serviços Hospitalares";

Informar se o procedimento será recalculado no momento do cálculo da conta;

Marcar o campo "Parto?" para indicar que o procedimento em questão trata-se de um parto;

Se o procedimento cadastrado for um "Serviço Profissional" ou um "Serviço Hospitalar", indicar o


tipo da consulta, se: "Eletiva" ou "Urgência". A habilitação desse campo, dependerá do grupo de
procedimentos informado;

Caso o tipo de serviço hospitalar seja uma diária de UTI, o campo "Diária UTI RN?" apresenta-se
ativo para marcação. Ao selecioná-lo, o usuário identifica que o procedimento consiste numa diária
de UTI para recém-nascido;

Ao escolher um grupo de procedimentos de diárias e taxas ou medicamentos, o campo "MD ou


MT é OPME" fica ativo para marcação. Ao selecioná-lo, o procedimento (medicamento ou material)
será utilizado com regras de OPME;

Salvar. Caso o campo "Código" tenha sido mantido em branco, será gerado, automaticamente, um
código sequencial para o procedimento em questão.

Impactos

Nas telas abaixo, os preços dos procedimentos serão atualizados de acordo com a importação de
dados realizada.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Preços do


Brasíndice
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Preços do Estoque
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Preços do Simpro

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Preços Ipasgo


Na utilização das telas abaixo, para realizar os processos do faturamento, é necessário utilizar um
procedimento cadastrado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Lançamentos de


Produtos do Estoque
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Configurações / Procedimentos do
Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Regras
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Tabelas de Faturamento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Gabaritos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Padrão de Cobrança

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 287


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Metragem de Filme

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Exceção de Porte Anestésico
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Percentual de Consignação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Franquias / Por Item

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Regras por Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Regras de Acoplamentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Regras por Aparelho/Gases
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Regras por Diferença de Acomodação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Regras de Ligação
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Stop Loss
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Formas de Apresentação /
Procedimentos na Fatura
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Valores dos
Procedimentos / Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Valores dos
Procedimentos / Reajuste Percentual

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Valores dos


Procedimentos / Ativação e Desativação de Valores
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Valores dos
Procedimentos / Exceções de Convênios e Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /
Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Guias
Ao realizar o atendimento de um paciente, ou ainda efetuar o registro de uma pré-internação, de uma
alta médica, ou mesmo alterar um atendimento já existente, é necessário informar o procedimento
realizado.

Atendimento / Internação / Atendimento / Pré-internação


Atendimento / Internação / Atendimento / Alta / Efetivação / Alta Médica

288 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Atendimento / Internação / Atendimento / Internação

Atendimento / Internação / Atendimento / Alta / Efetivação / Alta Hospitalar


Atendimento / Internação / Atendimento / Alteração de Atendimento
Na tela abaixo, é exibida uma lista de valores com os procedimentos cadastrados.

Atendimento / Urgência e Emergência / Configurações / Configurações Usuário/Máquina para o


Atendimento

Ao realizar o cadastro de uma cirurgia, é necessário vinculá-la a um procedimento para que seu
faturamento possa ser devidamente realizado.

Atendimento / Centro Cirúrgico e Obstétrico / Tabelas / Cirurgia


Ao cadastrar sangues e derivados ou taxas e equipamentos, será necessário vinculá-lo a um
procedimento para que seja possível efetuar o seu faturamento.

Diagnóstico e Terapia / Banco de Sangue / Tabelas / Sangues e Derivados


Atendimento / Centro Cirúrgico e Obstétrico / Tabelas / Taxas e Equipamentos
Ao realizar o cadastro de exames, sejam laboratoriais ou de imagem, é necessário vinculá-los a um
procedimento para que o seu faturamento possa ser devidamente efetuado.

Diagnóstico e Terapia / Diagnóstico por Imagem / Tabelas / Exames


Diagnóstico e Terapia / Laboratório de Análises Clínicas / Tabelas / Exames
Ao cadastrar um item de prescrição, é necessário vinculá-lo a um procedimento para que seu
faturamento possa ser devidamente efetuado.

Clínica e Assistencial / Gerenciamento de Unidades / Configuração / Tabelas / Itens para


Prescrever
Na tela abaixo é possível consultar valores dos procedimentos cadastrados.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Consultas / Valores dos


Procedimentos
Todos os relatórios abaixo informados, apresentam informações vinculadas a procedimentos
cadastrados.

Atendimento / Centro Cirúrgico e Obstétrico / Relatórios / Tabelas / Cirurgias


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Convênios e
Planos / Convênios e Planos x Proibições
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Tabelas de
Valores / Tabela de Faturamento Comparativa
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Consultas / Guias Vencidas / Botão
< Imprimir Relatório de Prorrogação >
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Fatura / Individual
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Gerais /
Procedimentos

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 289


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Tipo de ligação

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Tipo de Ligação

Módulos

M_TIPO_LIGACAO

Função da tela

Efetuar o cadastro e a manutenção dos tipos de ligações telefônicas, que correspondem ao tipo de
tarifa a ser cobrada do paciente, de acordo com a localização física (Cidade, Estado, País) de origem
e destino da chamada. Exemplo: DDD - Discagem Direta a Distância para Estados e Municípios e
DDI - Discagem Direta Internacional para Países.

Pré-requisitos

N/A

Como usar

Informar a descrição do tipo de ligação a ser cadastrada;

Salvar. Automaticamente será gerado um código referente ao tipo de ligação cadastrado;

Os procedimentos serão lançados nas contas dos pacientes, de acordo com o processo de
importação dos dados de um sistema externo. Esses dados são gerados por meio da utilização do
telefone por parte do paciente.

Impactos

A regra de ligação define os procedimentos de cobrança das horas e/ou minutos de utilização da linha
telefônica, por parte do paciente.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Regra de Ligação

290 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Portes de ato médico

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Portes de Ato Médico

Cadastrando os portes
Exemplos de cálculos

Módulos

M_PORTE_MEDICO

Função da tela

Manter o cadastro de portes de ato médico. Os portes de ato médico definem os níveis de
complexidade dos procedimentos relativos ao ato médico e são utilizados para cálculo do
procedimento CBHPM.

Pré-requisitos

N/A

Como usar

Informar a descrição do porte de ato médico a ser cadastrado;

Salvar. O código do porte de ato médico cadastrado, será gerado automaticamente;

O cadastro da tabela "Portes de Ato Médico" no sistema deve ser igual ao cadastrado na revista
CBHPM para que não haja problema na cobrança do procedimento.

Cálculos do porte médico

Seguem abaixo três exemplos de cálculo utilizando o porte de ato médico. Os preços praticados
nesse exemplo são fictícios, utilizados no cálculo somente para facilitar o entendimento do usuário:

Para um procedimento que tem porte de ato médico e custo operacional:


Procedimento: 20103174 - Confecção de prótese provisória

Porte de ato médico: 1B Custo operacional: 5.00

Valor do porte de ato médico: 100.00

Valor da UCO: 10.00

Cálculo:
Valor UCO * Valor do custo operacional ¹

Valor do custo operacional: 10.00 x 5.00 = 50.00


¹ esta informação pode ser verificada na tabela de faturamento, opção "Procedimentos", coluna

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 291


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

"Vl. Operacional"

Valor do procedimento CBHPM = Valor do porte + Valor do custo operacional

Valor do procedimento CBHPM = 100.00 + 50.00 = 150.00


Para um procedimento que tem porte de ato médico e porte anestésico:
Procedimento: 30101018 - Abrasão cirúrgica (por sessão)

Porte de ato médico: 3C Porte anestésico: 2

Valor do porte de ato médico: 100.00

Valor do porte anestésico: 20.00

Cálculo:
Valor do procedimento CBHPM = Valor do porte de ato médico + Valor do porte anestésico²

Valor do procedimento CBHPM = 100.00 + 20.00 = 120.00


² esta informação pode ser verificada na tabela de faturamento, opção "Porte Anestésico"
Para um procedimento que tem porte de ato médico, auxiliar, porte anestésico:
Procedimento: 31101038 - Adrenalectomia unilateral

Porte de ato médico: 10a Porte anestésico: 6 Auxiliar: 2

Valor do porte de ato médico: 100.00

Valor do porte anestésico: 60.00

Cálculo:

Valor do primeiro auxiliar = 30% do porte de ato médico

Valor do primeiro auxiliar = 30%*100.00 = 30.00


Valor do segundo auxiliar = 20% do porte de ato médico

Valor do segundo auxiliar = 20%*100.00 = 20.00


Valor da UCO * Custo operacional³

Valor do custo operacional = 10.00 x 5.00 = 50.00


³ esta informação pode ser verificada na tabela de faturamento, opção "Procedimentos", coluna
"Vl. Operacional":
Valor do procedimento CBHPM: Valor do porte de ato médico + Valor do porte anestésico + Valor
do primeiro auxiliar + Valor do segundo auxiliar

Valor do procedimento CBHPM = 100 + 60 + 30 + 20 = 210.00

292 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Lembrando que os valores dos portes de ato médico cadastrados, devem ser iguais aos
cadastrados na revista CBHPM, para que não haja erro no cálculo do valor do procedimento.

Impactos

As tabelas de faturamento possibilitam relacionar um porte de ato médico a uma determinada tabela
de valores para faturamento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Tabelas de Faturamento
Na tela de valores dos portes de ato médico, é possível determinar o valor do porte para utilização no
cálculo do procedimento CBHPM.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Valores dos


Procedimentos / Valores de Portes de Ato Médico
A tabela "Procedimentos" é a tabela que armazena todos os itens de cobrança do faturamento
correspondente a CBHPM.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Classificação


Hierarquizada - CBHPM / Procedimentos
O relatório abaixo apresenta todos os portes de ato médico cadastrados no sistema.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Gerais / Portes


de Ato Médico

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 293


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Protocolos de pacote

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Protocolos de Pacote

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Consultas / Consulta Protocolo de Pacote

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas / Pacotes /


Aba "Grupos" / Botão < Gabarito >

Atendimento / Internação / Consultas / Protocolos de Pacote

Cadastro de pacotes
Consulta de pacotes

Módulos

M_PROTOCOLO_PACOTE

Função da tela

Efetuar o vínculo entre os procedimentos existentes e os pacotes cadastrados. Além disso, é possível
associar os setores envolvidos e indicar procedimentos similares que irão compor o protocolo de
pacote.

A tela também poderá ser acessada pelo menu de consultas, possibilitando a visualização dos
pacotes e consequentemente dos procedimentos e setores associados ao pacote desejado.

Pré-requisitos

Tabelas

Serviços de Apoio / Global / Globais / Centro de Custo


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Pacotes

Como usar

Associando procedimentos e serviços


Ao efetuar a consulta, serão apresentados todos os registros de pacotes do procedimento
informado como parâmetro;

Serão apresentadas as informações do pacote para preencher o bloco "Procedimento de Pacote".


Essas informações são cadastradas na tela Pacotes;

Caso o usuário deseje realizar uma cópia dos itens de outro pacote para o pacote selecionado,

294 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

poderá clicar no botão . Será apresentada a janela "Pacotes Para Cópia", na qual o usuário
deverá selecionar o pacote do qual deseja copiar os itens. Quando essa tela for acessada pelo
menu de consulta, esse botão será exibido desabilitado. Sendo assim, só será permitido copiar
itens ao acessar a tela por meio do menu: Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares
/ Tabelas / Gerais / Protocolos de Pacote;

No bloco "Obser...", serão apresentadas as observações cadastradas para o pacote selecionado,


de acordo com o seu cadastro na tela Pacotes;

Para associar os procedimentos que farão parte do pacote selecionado, no bloco "Itens do
Protocolo", o usuário deverá:

Selecionar o procedimento;
Informar o setor que realizará o procedimento;
Indicar a quantidade do procedimento permitida para o protocolo de pacote que está sendo
cadastrado;
Definir, no campo "Dispersão", se o item selecionado cairá como consumo extra da conta
(CE), se deverá ser inserido dentro de uma conta de particular (CP) ou se deverá ser inserido
dentro do pacote (DP).
As colunas "Valor Unitário" e "Frequência" podem ser preenchidas para fins estatísticos. Essas
informações ainda não são utilizadas, mas futuramente podem ser exibidas em relatórios de
análise;

A quantidade liberada para o item no pacote será confrontada, posteriormente, com a quantidade
contratada no pacote e a quantidade consumida em conta;

Para associar os setores envolvidos, o usuário deverá acessar a aba "Setores" e selecionar
aqueles envolvidos nos procedimentos realizados pelo pacote selecionado. Se nenhum setor for
selecionado, a regra valerá para todos os setores;

Para indicar os procedimentos similares aos cadastrados, o usuário deverá acessar a aba
"Similares" e selecionar os procedimentos;

Procedimentos similares são aqueles que podem substituir o procedimento associado ao pacote.
Às vezes é necessário fazer uma equivalência entre os procedimentos do pacote e seus similares.
Para isso, é possível selecionar um fator de equivalência e de conversão, ou seja, um valor pelo
qual o procedimento similar deve ser multiplicado ou dividido para que seja equivalente ao
procedimento do pacote;

Ao cadastrar um item de pacote com similares para um setor e, cadastrando esse mesmo item de
pacote para um outro setor, os similares indicados no primeiro setor serão copiados para o
segundo;

Salvar.

Consultando um protocolo de pacote


Ao acessar a tela, serão exibidos todos os registros de pacotes;

Caso deseje, o usuário pode filtrar a pesquisa, utilizando alguns parâmetros;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 295


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Após a pesquisa, poderão ser visualizadas informações, como: os procedimentos e as respectivas


quantidades que poderão ser realizadas utilizando o protocolo de pacote selecionado, os setores e
procedimentos similares associados, entre outras informações.

Impactos

Os protocolos de pacote cadastrados poderão ser visualizados no relatório abaixo:

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Gerenciais / Análise de


Pacote

296 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Classificação hierarquizada - CBHPM


Grupos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Classificação


Hierarquizada CBHPM / Grupos

Módulos

M_GRU_PRO_HIERARQUIZADO

Função da tela

Cadastrar os Grupos CBHPM, de acordo com a Classificação Brasileira Hierarquizada de


Procedimentos Médicos. Esses grupos são divididos em Subgrupos de Procedimentos CBHPM,
formando uma classificação hierárquica definida pela "Associação Médica Brasileira".

Pré-requisitos

N/A

Como usar

Informar o código do grupo CBHPM a ser cadastrado;

Informar a descrição do grupo CBHPM a ser cadastrado;

Salvar.

Impactos

Os subgrupos correspondem a um pequeno grupo de procedimentos CBHPM, relacionados a um


grupo maior para efeito de organização hierárquica, definido pela AMB - Associação Médica Brasileira.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Classificação


Hierarquizada CBHPM / Subgrupo

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 297


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Subgrupos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Classificação


Hierarquizada CBHPM / Subgrupos

Módulos

M_SUB_GRU_PRO_HIERARQUIZADO

Função da tela

Cadastrar os subgrupos CBHPM, correspondentes a um pequeno grupo de procedimentos CBHPM,


relacionados a um grupo maior para efeito de organização hierárquica, conforme definição da AMB -
Associação Médica Brasileira.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Classificação


Hierarquizada CBHPM / Grupos

Como usar

Informar o código do subgrupo CBHPM a ser cadastrado;

Informar a descrição do subgrupo CBHPM a ser cadastrado;

Selecionar o grupo CBHPM, ao qual o subgrupo em referência será relacionado;

Salvar.

Impactos

Na tabela de procedimentos CBHPM, na qual serão armazenados todos os itens de cobrança do


faturamento correspondente à CBHPM, ao cadastrar os procedimentos, estes serão vinculados a
subgrupos.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Classificação


Hierarquizada CBHPM / Procedimentos

298 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Procedimentos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Classificação


Hierarquizada - CBHPM / Procedimentos

Módulos

M_PRO_FAT_HIERARQUIZADO

Função da tela

Cadastrar os Procedimentos CBHPM, relacionando-os aos Procedimentos de Faturamento para


possibilitar a execução da cobrança na fatura, de acordo com a Classificação Brasileira Hierarquizada
de Procedimentos Médicos.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Classificação


Hierarquizada - CBHPM / Subgrupos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Portes de Ato
Médico
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos

Como usar

Informar o código do procedimento CBHPM a ser cadastrado;

Informar a descrição do procedimento CBHPM a ser cadastrado;

Selecionar o subgrupo, ao qual será vinculado o procedimento CBHPM em referência. As


descrições do grupo de procedimentos CBHPM e do subgrupo, serão preenchidos
automaticamente, nos campos "Grupo" (descrição) e "Subgrupo" (descrição);

Selecionar o porte de ato médico, a ser utilizado para o cálculo do valor final do procedimento
CBHPM em referência;

Selecionar o procedimento de faturamento, ao qual será associado o procedimento CBHPM em


referência;

Salvar.

Impactos

Na tela abaixo, é possível consultar os procedimentos CBHPM cadastrados.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Consultas / Procedimentos CBHPM


Nestes relatórios, serão apresentados procedimentos CBHPM lançados nas contas de pacientes e
todos cadastrados.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 299


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Fatura / Individual

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Gerais /


Classificação Hierarquizada - CBHPM / Procedimentos

300 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Exceções de procedimentos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Classificação


Hierarquizada - CBHPM / Exceções de Procedimentos

Módulos

M_PORTE_MEDICO_PRO_FAT

Função da tela

Esse cadastro tem a finalidade de contemplar diferentes portes de ato médico para determinados
procedimentos, criando uma exceção da regra padrão CBHPM, por tabela de faturamento. Essa
exceção incidirá no cálculo do valor final do procedimento CBHPM, devido à diferenciação do porte de
ato médico a ser aplicado.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Classificação
Hierarquizada CBHPM / Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Tabelas de Faturamento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Portes de Ato
Médico

Como usar

Informar a vigência da exceção para o procedimento CBHPM em referência;

Selecionar o procedimento, para o qual será cadastrada a exceção;

Selecionar a tabela de faturamento (do tipo CBHPM), na qual será cadastrada a exceção do valor
do procedimento em referência;

Selecionar o porte de ato médico, para o qual será aplicada a exceção, quando realizado o
procedimento selecionado;

Salvar.

Impactos

No lançamento de itens nas contas hospitalares e ambulatoriais, a rotina verificará a existência da


regra de exceção para aplicar o valor a ser cobrado pelo procedimento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 301


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Conta do Atendimento

O relatório abaixo listará as exceções de CBHPM cadastradas.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Gerais /


Classificação Hierarquizada - CBHPM / Exceção de Procedimentos

302 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Agrupamento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Agrupamento

Módulos

M_AGRUPAMENTO

Função da tela

Efetuar o cadastro e a manutenção dos agrupamentos de contas, os quais têm por finalidade
configurar de acordo com origem, convênio e tipo de atendimento (ambulatorial ou hospitalar), as
contas dos pacientes a serem enviadas em uma remessa.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Serviços de Apoio / Global / Globais / Origens

Como usar

Informar a descrição do agrupamento de contas a ser cadastrado;

Selecionar o convênio, para o qual serão criadas as remessas de contas, com base no
agrupamento em referência;

Selecionar a origem do atendimento, cujas contas serão relacionadas no agrupamento de contas


em referência, para envio da remessa ao convênio selecionado;

Selecionar a opção correspondente ao tipo do agrupamento em referência, qual seja: "Conta


Hospitalar" ou "Conta Ambulatorial";

Indicar se o convênio e origem selecionados para o agrupamento da remessa, serão específicos de


atendimentos ambulatoriais ou de atendimentos hospitalares;

Salvar.

Os agrupamentos cadastrados vão determinar os atendimentos que serão lançados nas


remessas. Entretanto, a remessa de convênio pode ser criada mesmo que não haja
relacionamento do agrupamento de contas. Nesse caso, serão considerados atendimentos de
qualquer tipo e origem.

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 303


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Impactos

A remessa do convênio contém as contas do faturamento e os respectivos procedimentos a serem


cobrados ao convênio. Os atendimentos contidos na remessa podem ser determinados, de acordo
com o agrupamento relacionado.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Manutenção de


Remessa

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Criação de Remessa


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Faturas e Remessas

304 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Agenda de entrega de remessas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Agenda de Entrega de


Remessas

Módulos

M_AGENDA_REMESSA

Função da tela

Cadastrar a agenda de entrega de remessas das contas a serem enviadas aos convênios. Esse
cadastro tem caráter apenas informativo, para que o usuário possa ter uma previsão das datas das
entregas das remessas.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Agrupamento

Como usar

Selecionar o convênio, para o qual será configurada a agenda de entrega de remessas;

Selecionar o agrupamento de contas, para o qual será configurada a agenda de entrega de


remessas;

Informar a data a ser programada para a abertura da remessa;

Informara data a ser programada para o fechamento da remessa;

Salvar.

Impactos

Na tela abaixo, é possível consultar as agendas de entrega de remessas cadastradas.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Consultas / Agenda de Entrega de


Remessas
Este relatório apresenta as informações cadastradas para as agendas de entrega de remessas.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Operacionais / Agenda


de Entrega de Remessas

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 305


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Valores dos produtos consignados por convênio

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Valores dos Produtos


Consignados por Convênio

Módulos

M_VAL_PROD_CONV

Função da tela

Manter o cadastro dos valores dos produtos consignados por convênio. Esse cadastro promoverá o
preenchimento automático, do valor do produto por convênio ao dar entrada na nota fiscal, objetivando
facilitar a digitação e a conferência. É importante observar que, mesmo apresentando o valor do
produto já preenchido na entrada da nota, não será impedido que o usuário faça as alterações.

Pré-requisitos

Tabelas

Materiais e Logística / Almoxarifado / Tabelas / Classificação dos Produtos / Produtos


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos
Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /
Fornecedor/Cliente

Como usar

Selecionar o produto consignado, para o qual será registrado o valor de entrada na nota fiscal, por
convênio. A unidade de medida do produto em referência, será apresentada automaticamente;

Selecionar o convênio, para o qual será registrado o valor de entrada na nota fiscal, para o produto
consignado selecionado;

Indicar o fornecedor do produto que terá o valor definido para a entrada de nota fiscal;

Informar a vigência para utilização do valor em referência, no registro da entrada do produto


consignado selecionado;

Informar o valor do produto consignado em referência, a ser utilizado para registro da entrada da
nota fiscal;

Salvar.

Impactos

Ao realizar a entrada de um produto consignado, a rotina validará se existe um valor definido para o
produto em questão e para o convênio do paciente. Caso haja, esse valor será automaticamente
preenchido, mas o usuário poderá modificá-lo, se assim desejar.

Materiais e Logística / Almoxarifado / Movimentações / Entradas / Entrada de Produtos

306 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Permissão à competência do faturamento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Permissão à


Competência do Faturamento

Módulos

M_USU_PERMISSAO_COMPETENCIA

Função da tela

Gerenciar as competências de faturamento, atribuindo permissão a determinados colaboradores do


faturamento. Dessa forma, apenas os funcionários autorizados poderão efetuar a abertura da
competência de faturamento.

Pré-requisitos

Tabelas

Apoio à TI / Gestão de Usuários / Autorização / Usuários

Como usar

Cadastrando as permissões
Selecionar o usuário;

A data do cadastro será preenchida automaticamente com a data atual quando o cadastro for
salvo;

Marcar o check box da coluna "Criar?" para permitir que o usuário crie novas competências;

Marcar o check box da coluna "Abrir?" para permitir que o usuário abra competência já fechadas;

Marcar o check box da coluna "Fechar?" para permitir que o usuário possa fechar competências;

Marcar o check box da coluna "Visualizar?" para permitir que o usuário possa visualizar as
remessas da competência;

Salvar;

Caso não haja nenhum usuário cadastrado com ao menos uma dessas permissões, todos terão
permissão.

Impactos

Na tela abaixo, somente poderão ser realizadas movimentações por aqueles usuários que possuam
permissão para efetuar a abertura e o fechamento de competências de faturamento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Competências de


Faturamento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 307


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Este relatório lista manutenções de competências realizadas por usuários com acesso à respectiva
rotina.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Operacionais / Histórico


de Competências do Faturamento
Só será possível realizar a manutenção de uma remessa, caso o usuário esteja configurado com
permissão para abrir, fechar ou criar uma nova remessa. A manutenção de remessas é realizada na
tela abaixo.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Manutenção de


Remessa

308 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Taxa de sala por convênio

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Taxa de Sala por


Convênio

Módulos

M_CONV_PORT_TAXA

Função da tela

Efetuar a configuração relacionada à nova regra para a cobrança de taxas de sala, conforme o porte
anestésico das cirurgias. Essa configuração terá que ser realizada pelos convênios que desejem
utilizar a regra.

Pré-requisitos

Configurações

Na aba de Complemento, o campo “Cobrança de Taxas por Porte” deve estar configurado com o valor
“Não” e indicar que o convênio em referência, ao lançar a taxa na confirmação da cirurgia, deverá
incidir o percentual cadastrado no convênio para o porte da cirurgia.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Portes
Anestésicos

Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /


Empresas
Atendimento / Centro Cirúrgico e Obstétrico / Tabelas / Taxas e Equipamentos

Como usar

Selecionar o convênio que utilizará a regra a ser cadastrada para a cobrança de taxa de sala;

Selecionar a empresa que utilizará a regra a ser cadastrada para a cobrança de taxa de sala;

Caso deseje copiar regras de um convênio para o outro, informar o código do convênio e da
empresa de destino, marcar o campo "Todas as Empresas?", se desejado, e clicar no botão <
Copiar >. Se o usuário não estiver realizando cópia, deve deixar esses campos em branco e
prosseguir com o preenchimento dos demais;

Selecionar o porte anestésico, para o qual a taxa de sala, o convênio e a empresa serão
relacionados;

Definir a taxa de sala que será lançada na conta do paciente, quando utilizado o porte anestésico

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 309


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

em questão;

Determinar a quantidade a ser lançada na conta do paciente;

Nos caso de múltiplas cirurgias, por meio do campo "Porte Superior", é possível definir que quando
a cirurgia de maior porte for a do porte selecionado, a taxa a ser cobrada será a do porte
imediatamente superior.

Caso o usuário tente configurar regras para um convênio que já possua regras configuradas, será
exibida uma mensagem de advertência, indicando que se o novo cadastro for efetuado, as regras
anteriormente cadastradas serão desconsideradas.

Impactos

No momento do lançamento das cirurgias, será verificada a regra para a combinação do convênio e
do porte anestésico da cirurgia. Na tela abaixo, é realizado o registro da confirmação da cirurgia.

Atendimento / Centro Cirúrgico e Obstétrico / Centro Cirúrgico / Confirmação da Cirurgia


Nas telas abaixo, são lançados os valores das cirurgias convencionais ou múltiplas.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Transfere Atendimento para Ambulatorial
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento

310 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Tipo de documento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Tipo de Documento

Módulos

M_TIPO_DOC_CONVENIO

Função da tela

Cadastrar os diversos tipos de documentos utilizados para o convênio, determinando ainda os dias
válidos para cada um.

Pré-requisitos

N/A

Como usar

Informar a descrição do tipo de documento a ser cadastrado;

Determinar o número de dias para a validade de cada documento. Caso esse número não seja
informado, será considerado como indefinido;

Salvar. Automaticamente será gerado um código para o tipo de documento criado.

Impactos

Na tela abaixo, os tipos de documentos registrados serão utilizados para vínculo no cadastro do
convênio e plano selecionados.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e


Planos

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 311


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Observações de desconto para franquia

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Observações de


Desconto para Franquia

Módulos

M_FRANQUIA_DESCONTO_OBS

Função da tela

Cadastrar as observações para utilização no processo de desconto de franquias nas contas dos
pacientes.

Pré-requisitos

N/A

Como usar

Informar a descrição da observação a ser cadastrada;

Salvar. Dessa forma, será criado automaticamente o código da observação de desconto para
franquia.

Impactos

Mediante a efetivação do cadastro de observações, é possível a realização de descontos gerais de


franquia nas contas de pacientes, após seu fechamento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento / Botão < Franq./Desc. >
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento / Botão < Franq./Desc. >
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta Extra / Botão < Franq./Desc. >

312 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Detalhamento por regra de faturamento

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Detalhamento por Regra


de Faturamento

Módulos

M_FATURAMENTO_DETALHAMENTO

Função da tela

Configurar detalhamentos para a utilização em diferentes notas fiscais geradas para uma mesma
conta de um determinado convênio, nas quais o ISS possa ser aplicado, atendendo aos critérios
especificados nessa configuração, por exemplo: empresa, convênio, tipo de atendimento, dentre
outros.

Pré-requisitos

Tabelas

Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta A Receber, Bancos) / Tabelas /


Empresas
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Convênios e
Planos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupo de
Faturamento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Grupo de
Procedimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos
Controladoria / Controle Financeiro (Cta. a Pagar, Cta. a Receber, Bancos) / Tabelas / Tipo de
Detalhamento

Como usar

Selecionar o convênio para utilização do detalhamento a ser configurado. O convênio selecionado


deve ser cadastrado com o tipo "Convênio" na tela Convênios e Planos;

Especificar o tipo do atendimento que deverá utilizar essa configuração do detalhamento, dentre as
opções: "Ambulatório", "Externo", "Home Care", "Internação" ou "Urgência/Emergência";

Selecionar o convênio para utilização do detalhamento a ser configurado;

Informar o tipo de grupo de faturamento que deverá utilizar essa configuração do detalhamento,
dentre as opções: "Serviços Hospitalares", "Serviços Profissionais", "Serviços Diagnósticos",
"Medicamentos", "Materiais", "Materiais e Medicamentos", "OPME" ou "Outros";

Os campos "Grupo Faturamento", "Grupo Procedimento" e "Procedimento" não são de


preenchimento obrigatório. No entanto, quanto mais informação existir, mais específica será a
configuração para aplicação do detalhamento em referência;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 313


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Selecionar o código do detalhamento para aplicação dessa configuração, quando atender aos
parâmetros especificados;

Indicar se o imposto deverá ou não ser retido. Quando o hospital emite uma nota, informando que
reteve o imposto, significa que está sinalizando para o tomador da nota, que vai repassar o valor ao
governo.

Impactos

O processo de geração de notas fiscais validará essa configuração para aplicar o ISS, de acordo com
os filtros especificados.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Manutenção de


Remessa / Botão < Nota Fiscal >

314 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Valores dos procedimentos


Procedimentos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Valores do Procedimento /


Procedimentos

Módulos

M_VAL_PROCED

Função da tela

Efetuar a manutenção do cadastro de valores dos procedimentos para fins de cobrança. Esse
cadastro é refletido tabela de faturamento indicada no processo.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Procedimentos


Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Tabelas de Faturamento
Nas telas abaixo, são configurados o padrão de moeda utilizado pela empresa e a quantidade de
casas decimais utilizadas por esse padrão de moeda, respectivamente. Essas configurações têm
impacto direto nos valores exibidos nessa tela.

Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas /


Empresas
Controladoria / Controle Financeiro (Cta a Pagar, Cta a Receber, Bancos) / Tabelas / Moedas

Como usar

Selecionar o procedimento de faturamento, para o qual serão cadastrados os valores de cobrança;

Selecionar a tabela de faturamento, a ser utilizada para cobrança do procedimento em referência.


A descrição será apresentada automaticamente no campo "Tabela de Faturamento", posicionado
no inferior da tela;

Informar a vigência para aplicação dos valores cadastrados para o procedimento em referência;

Informar o valor a ser pago, em moeda corrente, ao prestador responsável pela realização do
procedimento em referência;

Informar o valor a ser pago, em moeda corrente, correspondente aos materiais utilizados para
execução do procedimento em referência;

O valor total é preenchido automaticamente, em moeda corrente, após determinação dos valores
do honorário e do operacional;

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 315


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

O campo "Ativo" é preenchido automaticamente, de acordo com a configuração de funcionamento


cadastrada na tela de "Parâmetros". Caso a configuração "Libera preços automaticamente?" esteja
marcada com o valor "Sim", indica que a tabela de preços será liberada automaticamente. Do
contrário, se a configuração estiver com a opção "Não", este preenchimento no campo "Ativo" será
realizado com o valor "Não". Neste caso, os preços da tabela, apenas estarão disponíveis após
liberação realizada por meio da tela "Liberação de Preços";

Salvar.

Impactos

As tabelas de faturamento apresentam os valores cadastrados para os procedimentos.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Tabelas de Faturamento
As telas de lançamento de conta hospitalar e lançamento de conta ambulatorial, consideram os
valores cadastrados na tabela de "Valores de Procedimentos", correspondentes à tabela de
faturamento indicada, para lançamento nas contas dos pacientes, é claro, atendendo à regra também
utilizada.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /
Conta do Atendimento
Os valores estabelecidos para os procedimentos podem ser consultados também na tela abaixo:

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Consultas / Valores dos


Procedimentos
Nesses relatórios é possível visualizar dados cadastrados na tela "Valores dos Procedimentos".

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Tabelas de


Valores / Tabelas de Faturamento Comparativa
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Tabelas e
Valores / Tabelas de Faturamento x Procedimentos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Tabelas de
Valores / Tabelas de Faturamento

316 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Portes anestésicos

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Valores dos Procedimentos /


Portes Anestésicos

Módulos

M_VAL_PORTE

Função da tela

Efetuar a manutenção do cadastro de valores dos portes anestésicos para fins de cobrança. Esse
cadastro é refletido tabela de faturamento indicada no processo.

Pré-requisitos

Tabelas

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Gerais / Portes


Anestésicos
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /
Tabelas de Faturamento

Como usar

Selecionar o porte anestésico, para o qual serão cadastrados os valores de cobrança para uma
determinada tabela de faturamento;

Selecionar a tabela de faturamento, para a qual será registrado o valor do porte anestésico em
referência;

Informar a vigência para aplicação dos valores cadastrados para o porte anestésico na tabela de
faturamento indicada;

Informar o valor monetário do porte anestésico em referência, para aplicação na tabela de


faturamento indicada;

Salvar.

Impactos

Nas tabelas de faturamento é apresentada a relação existente entre os portes anestésicos e as


tabelas de faturamento correspondentes.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Cobranças e Tabelas /


Tabelas de Faturamento
As telas de lançamento de conta hospitalar e lançamento de conta ambulatorial, considerarão os
valores dos portes anestésicos cadastrados para cobrança do honorário do anestesista.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Hospitalar /


Conta do Atendimento

Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados. 317


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Lançamentos / Conta Ambulatorial /


Conta do Atendimento

O relatórios abaixo apresentarão os portes anestésicos vinculados às suas respectivas tabelas de


faturamento.

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Tabela de


Valores / Tabela de Faturamento x Porte Anestésico
Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Relatórios / Tabelas / Tabela de
Valores / Portes Anestésico

318 Copyright ©2016 MV. Todos os direitos reservados.


Manual do Faturamento de Convênios e Particulares - Versão 1.0.291

Valores de portes de ato médico

Faturamento / Faturamento de Convênios e Particulares / Tabelas / Valores dos Procedimentos /


Valores de Portes de Ato Médico

Cadastrando os valores
Exemplos de cálculo do porte de ato médico

Módulos

M_VAL_PORTE_MEDICO

Função da tela

Cadastrar os valores para os portes de ato médico, os quais serão utilizados no cálculo do valor do
honorário do prestador, de acordo com a tabela de procedimento hierarquizado, atendendo à revista
CBHPM para que não haja erro no valor do procedimento.

Pré-requisitos