Você está na página 1de 23

Michael Mendes Santos

Licenciatura em
Engenharia Civil
Materiais de Construção I
3º Semestre do 2º Ano
Aula N.º 02
Michael Mendes Santos

Tema 2 - Betão: composição, agregados


constituintes do betão, ligantes hidráulicos,
adjuvantes e aditivos
 Conceito de betão
 Propriedades fundamentais do betão:
 Trabalhabilidade
 Durabilidade
 Resistência mecânica
 Vantagens, Desvantagens.
 Tipos de betões
 Betão armado e pré-esforçado
 Betão pronto.
Materiais de Construção I
2
Michael Mendes Santos

Conceito de betão como material de


construção
 Betão é um material constituído pela mistura homogénea,
devidamente proporcionada, de brita e areia, com um ligante
hidráulico, água e, eventualmente, adjuvantes e/ou aditivos.

 A propriedade que os produtos da reação do ligante com a água têm


de endurecer, confere à mistura uma coesão e resistência que lhe
permite servir como material de construção.

Materiais de Construção I
3
Michael Mendes Santos

Betão:
 Mistura homogénea, devidamente proporcionada
(ligante hidráulico + brita + areia + água + adjuvantes e/ou aditivo)

Betão

Materiais da Construção I
4
Michael Mendes Santos

Estrutura interna do Betão

Macro estrutura do betão

Micro estrutura do betão

Materiais da Construção I
5
Michael Mendes Santos

Propriedades fundamentais do betão


 O ciclo de vida do betão pode ser divido em duas etapas distintas:
 Betão Fresco. Enquanto o betão se mantém no seu estado plástico,
a mistura recebe o nome de betão fresco.
 Betão Endurecido. Depois de secar e endurecer recebe o nome de
betão duro ou endurecido.

 Qualquer delas com propriedades específicas.


 Dum modo geral exigir-se-á que fatores como a trabalhabilidade, a
durabilidade e a resistência mecânica sejam características essenciais
a garantir num bom Betão, às quais estão intimamente ligadas com
outras propriedades como a homogeneidade, compacidade,
impermeabilidade, etc..

Materiais de Construção I
6
Michael Mendes Santos

Propriedades fundamentais do betão


 Trabalhabilidade
 É a maior ou menor facilidade com que um betão é manipulado,
transportado, colocado, adensado e acabado sem que o mesmo perca
a sua homogeneidade e uniformidade (ou seja, sem que haja
segregação ou separação dos componentes), durante estas operações.
 Esta propriedade é avaliada através da coesão e consistência que o
betão apresenta, tendo em conta os meios disponíveis para o
transporte, colocação, compactação e acabamento do mesmo.
 As características físicas, geométricas e qualidades dos componentes
de um betão (agregados, Cimentos, Água e Adjuvantes), são os fatores
mais influentes na sua trabalhabilidade. No entanto, há um objetivo
básico:
 procurar uma mistura que possua a melhor trabalhabilidade, com a
mínima porosidade e o mínimo possível de água.
Materiais de Construção I
7
Michael Mendes Santos

Propriedades fundamentais do betão


 Durabilidade
 É a capacidade que um betão tem em comportar-se de modo
satisfatório frente às ações ambientais agressivas de carácter físico ou
químico que o solicitem, e de proteger adequadamente as armaduras
e restantes elementos metálicos incorporados na sua massa, durante o
tempo de vida de serviço previsto para a estrutura.
 São fatores essenciais para uma boa durabilidade:
 Relação Água/Cimento;
 Compactação e Cura;
 Espessura de Recobrimento
 Meio Ambiente

Materiais de Construção I
8
Michael Mendes Santos

Propriedades fundamentais do betão


 Resistência Mecânica
 A resistência do betão pode ser avaliada em termos de esforços de
compressão, tracção, flexão, corte, etc., sendo que,
fundamentalmente, o controlo do comportamento mecânico deste
material seja feito através de ensaios de rotura à compressão e
nalguns casos também de flexão (pontes, estradas, etc.).
 Os fatores principais que influenciam na resistência do betão são:
 Constituintes;
 Trabalhabilidade;
 Característica dos moldes;
 Compactação;
 Curado;
 Idade;
 Métodos de ensaio. Materiais de Construção I
9
Michael Mendes Santos

Vantagens e desvantagens
 Principais vantagens do betão:
 Facilidade e pouca energia subjacente à sua fabricação;
 Economia relativa de produção e manutenção face aos outros materiais;
 Disponibilidade de matérias-primas na natureza;
 Adaptabilidade arquitetónica que permite tomar inúmeras formas e
encher espaços diversificados;
 Endurecimento rápido e resistência mecânica às solicitações correntes
(particularmente compressão e flexão);
 Incombustibilidade;
 Associação privilegiada ao aço, formando o betão armado e o betão pré-
esforçado, que lhe dão extraordinária resistência aos esforços de tração;
 Compatibilidade com outros materiais, permitindo novas soluções
tecnológicas na construção. Materiais de Construção I
10
Michael Mendes Santos

Vantagens e desvantagens
 Principais desvantagens do betão:
 Elevado peso próprio (da ordem de 2,4 t/m3);
 Baixo poder de isolamento térmico;
 Dificuldade e custo na destruição e recuperação das obras que
necessitem de ser demolidas;
 Sensibilidade às variações hidrotérmicas;
 Aumento das deformações dos elementos, com o decorrer do tempo de
sujeição às cargas instaladas (Fluência).

Materiais de Construção I
11
Michael Mendes Santos

Importância da disciplina de Materiais de


construção
 Classificam-se em:
 Materiais Principais; os que têm como função suportar as cargas
principais e conceder uma estrutura resistente ao edifício. Ex: pedra,
betão, aço, madeira.
 Materiais de Ligação; são materiais com dimensões muito reduzidas, cuja
função é ligar outros materiais originando estruturas mais complexas. Ex:
cimento, cal, gesso, asfalto, cola.
 Materiais de Acabamento; servem para dar um acabamento estético ao
obra, melhorando as suas propriedades servindo também para proteger os
elementos resistentes do mesmo e para permitir o seu funcionamento.
Ex: argamassa, gesso, madeira, tinta, plástico, vidro, cerâmico, alumínio.

Materiais de Construção I
12
Michael Mendes Santos

Tipos de betão

 Os betões podem ser classificados de acordo com o tipo de ligante


utilizado na sua confecção (cimento, betume, resina, etc.) ou com a sua
massa volúmica (dependendo do tipo de inerte incorporado, visto que
este constituinte ocupa cerca de 80% do volume do betão).

 Os tipos mais comuns são:


 Betões Leves
 Betões Pesados
 Betões Especiais

Materiais de Construção I
13
Michael Mendes Santos

Tipos de betão
 Betões Leves
 Usados na pré-fabricação ou como material de enchimento, devido as suas propriedades
essenciais:
 Leveza (até 1,8 t/m3);
 Bom isolamento térmico;
 Facilidade de serem trabalhados após o endurecimento (menor resistência mecânica que os betões tradicionais).

 Exemplos:
 Betões de argila expandida; são obtidos através da incorporação de grânulos arredondados de
argila cozida a altas temperaturas (1100ºC). Estes betões apresentam uma massa volúmica
entre 600 e 1000 Kg/m3.
 Betão celular autoclavado; é constituído por uma massa fluida homogeneizada de cal gorda,
cimento portland, areia siliciosa, pó de alumínio e água, que devido à reacção entre a cal e o
alumínio, provoca a libertação de bolhas de hidrogénio aumentando de volume e adquirindo
estrutura celular, com bolhas ou células esféricas de diâmetro variando entre 0,1 e 0,3 mm
que não comunicam entre si.
 Betão de escória de alto-forno; é constituído por um granulado inerte de escória do alto-forno,
arrefecida, de forma a obter uma estrutura esponjosa, com massa volúmica entre 500 e 900
Kg/m3.
 Betão sem finos; é um betão sem areias, com aspecto cavernoso, nos quais se utilizam apenas
agregados grossos (Ø 10 a 30 mm) e pasta de cimento. Não têm fissuração e são pouco
higroscópicos (ou seja, são permeáveis) devendo ser convenientemente revestidos. Têm em
média 1400 a 1600 Kg/m3 e 50% da resistência do betão corrente. Materiais de Construção I
14
Michael Mendes Santos

Tipos de betão
 Betões Pesados
 Possuem massa volúmica superior a 2,5 t/m3, usados sobretudo para
elementos protegidos contra as radiações (aceleradores de partículas,
reactores nucleares, produtos radioactivos, etc.).
 Para obter estes betões recorre-se à substituição dos inertes correntes
por outros mais densos, à base de barita (sulfato de bário), magnetite
(óxido de ferro), detritos de aço, etc.
 No seu fabrico há que atender ao perigo de segregação e a eficácia da
vibração. Os moldes terão que ser obviamente mais robustos e estanques,
levando a um betão mais caro que o comum.

Materiais de Construção I
15
Michael Mendes Santos

Tipos de betão

 Betões especiais
 Como betões especiais considera - se não só os que diferem dos betões
correntes pela sua densidade (2 categorias: betões leves e betões
pesados) como também outros tipos de betões que por outras
características especiais se afastam dos correntes, e se apresentam sem
qualquer critério de sequência.

Materiais de Construção I
16
Michael Mendes Santos

Betão armado e pré-esforçado

Materiais de Construção I
17
Michael Mendes Santos

Betão armado e pré-esforçado


 Betão armado
 Betão colocados entre reforços de aço formados respetivamente por barras
chamados aços longitudinais e atravessados ou estribos que incorporam
resistência de tração ao material.
 Seu uso em elementos estruturais (vigas, lajes, colunas, telas, fundações,
padieiras, paredes, etc)

BETÃO + AÇO (Ordinário) = BETÃO ARMADO

Materiais de Construção I
18
Michael Mendes Santos

Betão armado e pré-esforçado


 Pré-esforçado
 Para aumentar resistência e diminuir as seções dos elementos
estruturais em, surgiu a técnica do betão pré-esforçado.
 Neste as armaduras de aço são tencionadas antes do betão

BETÃO + AÇO (Alta Resistência) = BETÃO PRÉ-ESFORÇADO

 Pós - esforçado: as armaduras de aço são tencionadas depois do betão

Materiais de Construção I
19
Michael Mendes Santos

Betão armado e pré-esforçado


 Fases de produção do betão armado:
1. Seleção de componentes da mistura
2. Designação teórico da mistura
3. Ajustes práticos da designação/ tipo
4. Mistura
5. Transporte
6. Colocação
7. Compactação
8. Terminação
9. Curado
10.Desconfrangem
11.Manutenção Materiais de Construção I
20
Michael Mendes Santos

Betão Pronto

 Por betão pronto designa-se habitualmente a atividade de produção e


transporte do betão através de camiões betoneiras (auto betoneiras) com
função agitadora e/ou misturadora, de volumes de betão (≈ 6
m3/veículo) preparado em centrais fixas tecnologicamente habilitadas
para confecionar um material com a qualidade adequada ao tipo de
estrutura e obra pretendidos, onde o mesmo vai ser incorporado

Materiais de Construção I
21
Michael Mendes Santos

Guia para Seminário


 Qual é a importância da disciplina Materiais de Construção I?
 Que fatores considera que condicionam o constante desenvolvimento da técnica e dos
materiais de construção?
 Que característica fundamental deve possuir um material para ser considerado material
de construção? Como se classificam?
 Mencione quatro requisitos necessários que devem se ter em conta na hora de especificar
os materiais de construção em uma obra determinada.
 Mencione 6 das propriedades gerais dos corpos.
 Mencione 4 das propriedades específicas dos corpos sólidos.
 Mencione 3 das do ponto de vista dos materiais de construção que devem possuir os
corpos sólidos.
 Quais são as propriedades intrínsecas dos corpos?
 Mencione os esforços mecânicos aos quais podem estar submetidos os corpos sólidos.
 Defina betão, betão armado e pré-esforçado.
 Que fatores influem na durabilidade dos elementos de betão?
 Mencione as vantagens e desvantagens do betão.
 Como se classificam os betões? Materiais de Construção I
22
Michael Mendes Santos

Betão: composição, agregados constituintes


do betão, ligantes hidráulicos, adjuvantes e
aditivos

Fim
Materiais de Construção I
23