Você está na página 1de 31

25/09/2018

Bateria de Avaliação das


Funções Neuropsicomotoras
da Criança – NP-MOT
de Vaivre-Douret (2006)

25 setembro 2018 Nídia De Amorim

Sumário
2

• Enquadramento Geral
• Bateria de Avaliação das Funções Neuropsicomotoras da Criança, de Vaivre-
Douret (2006):
- Caracterização Geral
- Material
- Cotação
- Aplicação item a item
- Interpretação dos Resultados
- Conclusões
• Conclusões e reflexões gerais

1
25/09/2018

Enquadramento Geral
3

 Tese de Mestrado

 Instrumento de avaliação formal

 Crianças em idade escolar

 Semelhanças com a Bateria Psicomotora

 Utilização em diversos contexto

 Avaliação do desenvolvimento psicomotor em associação com a


maturação do Sistema Nervoso Central

 Avaliação quantitativa e qualitativa

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Caracterização Geral

 Autora: Laurence Vaivre-Douret


 Professora Universitária em Psicologia do
Desenvolvimento, Universidade de Paris, Nanterre;
 Neuropsicóloga clínica e psicomotricista na Cadre de
Santé AP- HP, Cchin-Port Royal, Paris 14 ème;
 Responsável pela coordenação de equipas em várias
instituições, na área das dificuldades de aprendizagem,
nas crianças.

2
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Caracterização Geral

 Pertinência: Ausência de estudos sobre a temática;

 Objetivo principal: a presente bateria surge como um instrumento


que apresenta uma visão neuro-funcional associada a uma
compreensão da organização cerebral, afim de interpretar e
analisar a origem e natureza das dificuldades observadas.

 Os testes destinam-se à avaliação dos estados neurotípicos da


evolução das funções neuropsicomotoras, neurosensoriais e de
integração percetiva essenciais a uma adequada independência
neuromuscular e coordenação motora.

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Caracterização Geral

• Destina-se à aplicação a crianças a partir dos 4 anos até aos 8 anos e 5 meses;
• Testes idênticos para cada idade;
• Flexibilidade de uso: avaliação completa (1h30) ou avaliação por domínio e por item (5
a 10 min por função);
• Folha de perfil clara e explícita, facilmente transferível para profissionais de saúde;
• Manual, caderno de registo e material;
• Fácil utilização;
• Cotação rápida e fácil.

3
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Caracterização Geral

 Aferição definida com média (ponderada) para cada faixa etária e os

desvios padrão em ambos os lados do valor médio;

 Conversão de notas brutos em notas padronizadas, para cada faixa etária

(4 anos a 4 anos 9 meses, 4 anos 10 meses a 5 anos 8 meses, 5 anos 9

meses a 6 anos 6 meses, 6 anos 7 meses a 7 anos 5 meses, 7 anos 6 meses

a 8 anos 5 meses);

 Aferição por género;

 Aferição por nível de ensino e

 Aferição por domínio

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Material


8

 Balança  Folha A4
 Fita métrica  Material da mala (mostrar)
 Tapete de ginástica  Bola de borracha
 Cadeiras  Caixa aberta redonda
 Martelo de reflexos  Boneca
 Borracha  Copo
 Fita adesiva  Bola de malabarismo
 Cronómetro  Cubo
 Arco  Metrónomo
 Banco pequeno  2 baquetas de madeira
 Mesa

4
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Material


9

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Cotação


10

 Caderno de Registo 1: Tonicidade, Motricidade Global,


Lateralidade, Praxias Manuais e Gnosias Tácteis e
 Caderno de Registo 2 (faz apelo às funções cognitivas):
Habilidades Oculo-Manuais, Orientação Espacial, Ritmo e
Atenção Auditiva
 Cada item tem a atribuição de um valor numérico, permintindo a
avaliação apenas do item, ou avaliação global do domínio
 Folha de Registo e Resumo da Cotação
 Perfil Psicomotor

5
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Cotação


11

 Conversão de Notas
 Valores Médios e de desvio-padrão – tabelas de
referência francesas
 Ex: Menino com 6 anos e 9 meses

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Cotação


12

As 5 Classes permitem localizar de forma mais rápida e visual, o nível de desenvolvimento da


criança, em relação aos pares da sua idade, através das notas padronizadas.
Estas permitem uma análise mais precisa sobre a possível existência de dificuldades parciais
ou discretas.
A anotação dos itens deficitários permite um estudo mais aprofundado sobre o significado
semiológico, da dificuldade demonstrada.

6
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Cotação


13

Resumo da avaliação em
função da média do seu grupo
etário.

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


14

 Observações Físicas:
- Perímetro cefálico
- Altura e peso

 Sinais Físicos ou Deformações


- Cabeça
- Visão
- Coluna Vertebral
- Joelhos
- Pés (varus – interior; valgus – exterior)

7
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


15

 Tonicidade:
Tónus de fundo
- Exame da Passividade:

 Passividade do pulso

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


16

 Tonicidade:
Tónus de fundo
- Exame da Passividade:

 Passividade dos pés

8
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


17

 Tonicidade:
Tónus de fundo
Exame à extensibilidade dos membros superiores

 Extensibilidade do Ombro

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


18

 Tonicidade:
Tónus de fundo
Exame à extensibilidade dos membros superiores

 Extensibilidade do pulso

9
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


19

 Tonicidade:
Tónus de fundo
Exame da extensibilidade dos membros inferiores

 Elasticidade do poplíteo

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


20

 Tonicidade:
Tónus de fundo
Exame da extensibilidade dos membros inferiores

 Extensibilidade dos ângulos dos adutores

10
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


21

 Tonicidade:
Tónus de fundo
Exame da extensibilidade dos membros inferiores

 Extensibilidade dos ângulos do


calcanhar-orelha

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


22

 Tonicidade:
Tónus de fundo
Exame da extensibilidade dos membros inferiores

 Extensibilidade dos pés

11
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


23

 Tonicidade:
Tónus de fundo
Exame de Extensibilidade do tronco

 Extensibilidade do tronco

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


24

 Tonicidade:
Tónus de fundo
Mobilização passiva dos membros

Relaxamento muscular dos


braços e pernas

12
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


25

 Tonicidade:
Tónus de suporte (sentado)

 Prova de resistência
ao impulso (sentado)

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


26

 Tonicidade:
Tónus de Atitude

 Prova de impulso fraco

13
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


27

 Tonicidade:
Tónus de Atitude
Reflexos Rotelianos

 Prova dos reflexos Rotelianos

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


28

 Tonicidade:
Tónus de Ação
Teste das sincinesias

 Teste de pronação-supinação
unilateral da mão
(diadococinésias)

14
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


29

 Tonicidade:
Tónus de Ação
Teste das sincinesias

 Teste de observação
de abrir-fechar as
duas mãos

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


30

 Tonicidade:
Tónus de Ação
Teste das sincinesias

 Teste de abrir e fechar


a boca

15
25/09/2018

Ter em atenção:
31

 Pontuação por item

 Grau de maturação neuromuscular

 Analisa a tipologia da criança (hipertónico, eutónico, hipotónico), revelando a


existência de qualquer dificuldade possível entre os diferentes grupos
musculares

 Determinação de uma lateralidade tônica (lado dominante)

 Observação de possíveis distúrbios neurológicos ou neuromusculares


subjacentes relacionados a uma assimetria muito acentuada ou a uma
anómalia significativa das amplitudes em relação à idade da criança

 Observar reações emocionais

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


32

 Motricidade Global
Equilíbrio Dinâmico
 Marcha espontânea
 Teste de Marcha sobre
uma linha direita, para a frente
 Teste de Marcha sobre
uma linha direita, para trás

16
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


33

 Motricidade Global
Equilíbrio Dinâmico

 Marcha sobre a ponta dos pés


 Marcha sobre os calcanhares
 Salto de um degrau de 20

cm de altura

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


34

 Motricidade Global

Equilíbrio Estático
 Equilíbrio na ponta dos pés

 Equilíbrio sobre 1 pé (olhos abertos)

 Imobilidade (de pé, pés juntos e olhos fechados)

17
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


35

 Lateralidade

Teste de Lateralidade Gestual Espontânea

 Teste de Lateralidade Gestual Espontânea

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


36

 Lateralidade

Teste de Lateralidade Usual

 Teste manual

18
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


37

 Lateralidade

Teste de Lateralidade Usual


 Teste ocular
 Teste Podal

Teste de Lateralidade Psico-Social

 Teste de lateralidade psico-social

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


38
 Praxias Manuais

Praxias são movimentos coordenados e finalizados de acordo com um objetivo ou


uma intenção (Piaget, 1960). Como tal, fazem parte do exame das habilidades motoras
digitais e da coordenação dos membros superiores (Vaivre-Douret, 2000 e 2006).

"A função práxica é centrada no organização do gesto que, por um lado, invoca uma
representação interna do gesto a ser executado, envolvendo a percepção, e por outro lado,
conta com a integração somatognósica dos segmentos corporais utilizados.

De fato, um gesto inteligente é aquele que é bem adaptado e preciso, planeado, executado
no menor tempo possível e com o gasto energético mais económico. A precisão do gesto é
exercida de acordo com as capacidades de dissociação e coordenação muscular seletiva que
permitem a destreza. »(Vaivre-Douret, 2006)

19
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


39

 Praxias Manuais

Teste de pronação-supinação
 Teste de pronação-supinação bi-manual
simétricoTeste ocular

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


40

 Praxias Manuais

Teste de pronação-supinação
 Teste de pronação-supinação bi-manual
assimétrico simultâneo

20
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


41

 Praxias Manuais

Teste de pronação-supinação
 Teste tocar Polegar-Indicador

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


42

 Praxias Manuais

Teste de pronação-supinação

 Teste oposição do polegar aos restantes dedos

21
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


43

 Gnosias Tácteis

Teste de Gnosias Tácteis

 Gnosias tácteis digitais (mão direita, mão esquerda e


2 mãos em simultâneo)

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


44

 Habilidades Óculo-Manuais

Teste de Performance oculo-manual

 Teste de Performance oculo-manual

22
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


45

 Orientação Espacial

Reconhecimento da Direita e da Esquerda em si


próprio (identificação)

 Teste de identificação em si próprio

 Teste de identificação da Direita e da Esquerda em si


próprio com cruzamento da linha média

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


46

 Orientação Espacial

Reconhecimento da Direita e da Esquerda no outro

 Teste de Identificação da Direta e Esquerda, no outro


 Teste de imitação em relação ao outro com
cruzamento da linha média (a partir dos 5 anos e 9 meses)

23
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


47

 Orientação Espacial

Teste de orientação direita/esquerda em relação a objetos


(a partir dos 5 anos e 9 meses)

 Em relação a 2 objetos

 Em relação a 3 objetos

 Orientação em relação a um mapa (a partir dos 5 anos e 9 meses)

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


48

 Ritmo

Teste de tempo

 Teste de tempo espontâneo


 Teste de adaptação ao ritmo áudio-visuo-cinestésico

24
25/09/2018

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


49

 Ritmo

Testes de Adaptação a Ritmos áudio-percetivo-


motores (batimentos e marcha)
 Batimentos Ritmados das mãos
Cadência 90, 60, 120

 Ritmo da Marcha
Cadência 90, 60,120

NP-MOT, de Vaivre-Douret (2006): - Aplicação


50

 Atenção Auditiva

Teste dos batimentos 1-2

 Teste dos batimentos 1-2

25
25/09/2018

Imagens retiradas de :
51

 Statistiques pour Statophobes, Denis Poinsot, 2004

 NP-MOT Batterie d’évaluation des fonctions neuro-


psychomotrices de l’enfant, Vaivre-Douret, 2006 ,
ECPA

 http://www.ecpa.fr/

 http://www.hogrefe.fr/

Tarefa 1:
52

- Agrupar em 6 grupos

- Definição do domínio a aplicar

- Definição do papel de cada elemento do grupo:

1. Avaliador

2. Participante

3. Cotação

4. Perfil Psicomotor

- Interpretação dos Resultados

- Conclusões

- Tempo: 45 minutos

26
25/09/2018

Caderno de Registo 1 - exemplo


53

Caderno de Registo 2 - exemplo


54

27
25/09/2018

Cotação Caderno de Registo 1


55

Cotação Caderno de Registo 2


56

28
25/09/2018

Perfil Psicomotor Caderno de Registo 1


57

Perfil Psicomotor Caderno de Registo 2


58

29
25/09/2018

Interpretação dos resultados


59

 Comparação com a média referente ao seu género e


faixa etária;
 Diferencia perfis de crianças com desenvolvimento
neurotípico e de crianças com dificuldades de execução
em algum dos itens , logo desenvolvimento atípico;
 Orientações para eventuais quadros clínicos e
 Orientações para a definição de planos de
intervenção.

Resumo:
60

 Avaliação formal das funções neuropsicomotoras em associaçaão com a

maturação do Sistema Nervoso Central, de crianças dos 4 anos aos 8 anos e 5

meses;

 Comparação com a média;

 Diferenciação por género, nível escolar e função avaliada;

 Quantitativo e Qualitativo;

 9 domínios: Tonicidade, Motricidade Global, Lateralidade;Praxias Manuais;

Gnosias Tácteis; Habilidades Óculo-Manuais; Oreintação Espacial; Ritmo e

Atenção Auditiva;

 Perfil Psicomotor

 Origem francesa, semelhanças com a Bateria Psicomotora de Vitor da Fonseca.

30
25/09/2018

61

Dúvidas ?

62

Obrigada pela atenção.

Nídia De Amorim

nidia_amorim@hotmail.com

31