Você está na página 1de 221

DEPEN

Agente Federal de Execução Penal

Língua Portuguesa............................................................................................................... 1
Ética no Serviço Público .................................................................................................... 56
Raciocínio Lógico .............................................................................................................. 65
Informática ......................................................................................................................... 87
Atualidades (somente para a Prova Discursiva) .......................................................................................... 117
Noções de Direito Constitucional ..................................................................................... 118
Noções de Direito Administrativo ..................................................................................... 133
Noções de Direito Penal .................................................................................................. 155
Noções de Direito Processual Penal ................................................................................ 182
Noções de Direitos Humanos e Participação Social......................................................... 193
Legislação Especial ......................................................................................................... 201
Execução Penal ............................................................................................................... 210
Departamento Penitenciário Nacional .............................................................................. 217

Olá Concurseiro, tudo bem?

Sabemos que estudar para concurso público não é tarefa fácil, mas acreditamos na sua
dedicação e por isso elaboramos nossa apostila com todo cuidado e nos exatos termos do
edital, para que você não estude assuntos desnecessários e nem perca tempo buscando
conteúdos faltantes. Somando sua dedicação aos nossos cuidados, esperamos que você
tenha uma ótima experiência de estudo e que consiga a tão almejada aprovação.

Pensando em auxiliar seus estudos e aprimorar nosso material, disponibilizamos o e-mail


professores@maxieduca.com.br para que possa mandar suas dúvidas, sugestões ou
questionamentos sobre o conteúdo da apostila. Todos e-mails que chegam até nós, passam
por uma triagem e são direcionados aos tutores da matéria em questão. Para o maior
aproveitamento do Sistema de Atendimento ao Concurseiro (SAC) liste os seguintes itens:

01. Apostila (concurso e cargo);


02. Disciplina (matéria);
03. Número da página onde se encontra a dúvida; e
04. Qual a dúvida.

Caso existam dúvidas em disciplinas diferentes, por favor, encaminhar em e-mails separados,
pois facilita e agiliza o processo de envio para o tutor responsável, lembrando que teremos até
três dias úteis para respondê-lo (a).

Não esqueça de mandar um feedback e nos contar quando for aprovado!

Bons estudos e conte sempre conosco!

1
Língua Portuguesa

Questões

01. (Câmara de Palmas/TO - Contador - COPESE/2018)

Sobre a interpretação do texto, assinale a alternativa INCORRETA.


(A) O texto critica o discurso da padronização de beleza, presente nos meios de comunicação.
(B) O texto reforça a necessidade de a mulher aceitar seu corpo e também considerar as sugestões
de moda de revistas.
(C) O texto sugere à mulher a aceitação de seu corpo da forma como é.
(D) O texto revela de que forma a mídia exerce influência sobre o modo de se vestir de mulheres.

02. (Pref. São José/PR - Agente Administrativo - FAUEL/2017)

Cassini faz primeiro mergulho entre Saturno e seus anéis; cientistas esperam dados de
qualidade inédita.

Após 13 anos em órbita, a sonda CassiniHuygens já está enviando informações para a Terra após ter
feito seu primeiro “mergulho” entre os anéis de Saturno - são 22 planejados para os próximos cinco
meses.
A Cassini começou a executar a manobra - considerada difícil e delicada - na última quarta-feira e
restabeleceu contato com a Nasa (agência espacial americana) na manhã desta quinta. A sonda se
movimenta a 110 mil km/h, tão rapidamente que qualquer colisão com outros objetos - mesmo partículas
de terra ou gelo - poderia provocar danos.
Um objetivo central é determinar a massa e, portanto, a idade dos anéis - formados, acredita-se, por
gelo e água. Quanto maior a massa, mais velhos eles podem ser, talvez tão antigos quanto Saturno. Os
cientistas pretendem descobrir isso ao estudar como a velocidade da sonda é alterada enquanto ela voa
entre os campos gravitacionais gerados pelo planeta e pelas faixas de gelo que giram em torno dele.
Fragmento do texto publicado no site da BBC Brasil, por Jonathan Amos, correspondente de Ciência da BBC, dia 27 de abril de 2017.

Quanto ao gênero e interpretação do texto, é CORRETO afirmar que se trata de um trecho de:
(A) uma biografia dos cientistas Cassini e Huygens.
(B) uma notícia sobre um avanço científico.

1
(C) uma reportagem política sobre a Nasa.
(D) um artigo científico sobre velocidade.
(E) um texto acadêmico sobre a Via Láctea.

03. (UNICAMP – Bibliotecário – VUNESP/2019)

Página infeliz

O mercado editorial no Brasil nunca pareceu tão próximo de uma catástrofe – com as duas principais
redes de livrarias do país, Saraiva e Cultura, em uma crise profunda, reduzindo o número de lojas e com
dívidas que parecem sem fim.
Líder do mercado, a Saraiva, que já acumula atrasos de pagamentos a editores nos últimos anos,
anunciou nesta semana o fechamento de 20 lojas. Em nota, a rede afirma que a medida tem a ver com
“desafios econômicos e operacionais”, além de uma mudança na “dinâmica do varejo”.
Na semana anterior, a Livraria Cultura entrou em recuperação judicial. No pedido à Justiça, a rede
afirma acumular prejuízos nos últimos quatro anos, ter custos que só crescem e vendas menores. Mesmo
assim, diz a petição enviada ao juiz, não teria aumentado seus preços.
O enrosco da Cultura está explicado aí. Diante da crise, a empresa passou a pegar dinheiro
emprestado com os bancos – o tamanho da dívida é de R$ 63 milhões.
Com os atrasos nos pagamentos das duas redes, editoras já promoveram uma série de demissões ao
longo dos últimos dois anos.
O cenário de derrocada, contudo, parece estar em descompasso com os números de vendas. Desde
o começo do ano, os dados compilados pela Nielsen, empresa de pesquisa de mercado, levantados a
pedido do Sindicato Nacional dos Editores de Livros, mostravam que o meio livreiro vinha dando sinais
de melhoras pela primeira vez, desde o início da recessão econômica que abala o país.
Simone Paulino, da Nós, editora independente de São Paulo, enxerga um descompasso entre as
vendas em alta e a crise. Nas palavras dela, “um paradoxo assustador.” A editora nunca vendeu tanto na
Cultura quanto nesses últimos seis meses”, diz. E é justamente nesse período que eles não têm sido
pagos.
“O modelo de produção do livro é muito complicado. Você investe desde a compra do direito autoral
ou tradução e vai investindo ao longo de todo o processo. Na hora que você deveria receber, esse dinheiro
não volta”, diz Paulino.
“Os grandes grupos têm uma estrutura de advogados que vão ter estratégia para tentar receber. E
para os pequenos? O que vai acontecer?”
Mas há uma esperança para os editores do país: o preço fixo do livro. Diante do cenário de crise, a
maior parte dos editores aposta em uma carta tirada da manga no apagar das luzes do atual governo – a
criação, no país, do preço fixo do livro – norma a ser implantada por medida provisória – nos moldes de
boa parte de países europeus, como França e Alemanha.
Os editores se inspiram no pujante mercado europeu. Por lá, o preço fixo existe desde 1837, quando
a Dinamarca criou a sua lei limitando descontos, abolida só em 2001. A crença é a de que a crise atual é
em parte causada pela guerra de preço. Unificar o valor de capa permitiria um florescimento das livrarias
independentes, uma vez que elas competiriam de forma mais justa com as grandes redes.
(Folha de S. Paulo, 03.11.2018. Adaptado)

O segmento frasal – carta tirada da manga no apagar das luzes do atual governo – indica, no contexto:

(A) uma indiferença do governo que termina em ajudar a resolver o problema dos grupos editoriais.
(B) uma solução de última hora para as redes livreiras, se o atual governo aprovar a norma do preço
fixo do livro.
(C) uma possibilidade de as redes livreiras entrarem em acordo com os bancos para resolver a
situação.
(D) um voto de confiança no governo disposto a estancar a crise financeira das redes livreiras.
(E) a falta de perspectiva na busca de solução para as redes livreiras, por causa da atual crise
econômica do país.

2
04. (USF – Assistente em Administração – COPESE/2018)

Leia o texto a seguir para responder a questão.

Texto I:

Olhos de Ressaca

Enfim, chegou a hora da encomendação e da partida. Sancha quis despedir-se do marido, e o


desespero daquele lance consternou a todos. Muitos homens choravam também, as mulheres todas. Só
Capitu, amparando a viúva, parecia vencer-se a si mesma. Consolava a outra, queria arrancá-la dali. A
confusão era geral. No meio dela, Capitu olhou alguns instantes para o cadáver tão fixa, tão
apaixonadamente fixa, que não admira lhe saltassem algumas lágrimas poucas e caladas...

As minhas cessaram logo. Fiquei a ver as dela; Capitu enxugou-as depressa, olhando a furto para a
gente que estava na sala. Redobrou de carícias para a amiga, e quis levá-la; mas o cadáver parece que
a retinha também. Momento houve em que os olhos de Capitu fitaram o defunto, quais os da viúva, sem
o pranto nem palavras desta, mas grandes e abertos, como a vaga do mar lá fora, como se quisesse
tragar também o nadador da manhã.
Fonte: ASSIS, Machado. Olhos de ressaca. In: Dom Casmurro. 8. ed. São Paulo, Ática, 1978, p. 133-134 (adaptado).

Assinale a alternativa CORRETA sobre a interpretação do texto.


(A) O texto descreve o momento de comoção das personagens após o velório.
(B) O texto descreve um momento triste para Sancha: o velório de seu marido.
(C) O texto descreve as minúcias da morte do marido de Capitu.
(D) O texto descreve a vaidade existente nas relações humanas.

05. (Prefeitura de Porto Nacional/TO - Administrador – COPESE/UFT/2019)

Os perigos semânticos do racismo

Casos de preconceito expõem uso indiscriminado da palavra "racismo", confundida com “injúria” e
“apologia à violência”.
Todas as profissões possuem vocabulário próprio, um glossário que permite comunicação mais efetiva
entre os que trabalham em determinada área do conhecimento humano. Com o Direito não é diferente.
As letras forenses são plenas de particularidades e aforismos próprios, familiares aos que militam nas
lides judiciais, mas bastante estranhos à população em geral.
Alguns problemas surgem porque, ao contrário do que observamos em outras ciências, os termos
jurídicos têm, não raro, um segundo significado, comum e muito difundido, circunstância que
frequentemente leva confusão aos que batem às portas dos tribunais em busca de justiça. São palavras
como: “queixa”, “exceção”, “suspeição”, “competência”, cujo significado popular difere, em muito, do
sentido técnico, muitas vezes bastante difícil de ser explicitado ao leigo. Um dos exemplos mais
veementes dessa dicotomia é o vocábulo “racismo”.
Numa série de episódios recentes, de ataques a nordestinos e outros atores sociais, o termo voltou a
movimentar o debate no país. Para o senso comum, “racismo" significa toda e qualquer forma de
“preconceito extremado contra indivíduos pertencentes a uma raça ou etnia diferente, geralmente
considerada inferior” (HOUAISS, 2009), englobando condutas variadas, que vão da simples ofensa verbal
a atos sociais discriminatórios ou violência física.
Em sentido técnico, no entanto, o termo remete a “crimes resultantes de preconceito de raça ou de
cor", tipificados pela Lei n° 7.716, de 5 de janeiro de 1989, que usa, nas diversas figuras penais, frases
como: “impedir ou obstar o acesso”, “negar ou obstar emprego”, “recusar, negar ou impedir a inscrição ou
ingresso", “recusar hospedagem", “recusar atendimento”, “impedir ou obstar casamento”, “impedir ou
obstar convivência social” e outros comportamentos, sancionados com penas que variam de um mínimo
de um a um máximo de cinco anos de reclusão [...]. São condutas ligadas à ideia de exclusão, de
eliminação, de óbice concreto ao exercício de um direito, ao sentimento íntimo de proscrição do outro,
que toma tais condutas desprezíveis.
É necessário, no entanto, diferenciar esses crimes da injúria (ofensa verbal), qualificada por “elementos
referentes a raça, cor, etnia, religião, origem ou a condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência”,

3
prevista pelo art. 140, §3°, do Código Penal e que recebe pena abstrata de “reclusão de um a três anos
e multa”.
Mal comparando, para a lei, uma coisa é impedir alguém de entrar num restaurante ou tratá-lo mal por
ele ser negro ou nordestino. Outra é injuriar alguém, com base em ofensas de conteúdo racial.
Tema bastante polêmico, não raro vemos nos noticiários pessoas, atingidas em sua honra por
expressões alusivas à origem social ou étnica, dizendo-se vítimas de racismo e indignadas porque a
autoridade policial não tipificou a conduta na Lei n° 7.716/89, mas sim na injúria prevista no Código Penal.
A própria mídia, por vezes desinformada, concorre para essa confusão e acaba, involuntariamente,
por estimular o atrito, inquinando como faltosas condutas funcionais absolutamente corretas.
Importa esclarecer que a Justiça tem peculiaridades e o autor do delito, de uma forma ou outra, seja
qual for o nomen juris (a denominação legal) dado ao fato, será efetivamente responsabilizado.
Necessário anotar, enfim, que eliminar tais comportamentos não é tarefa policial. É preciso, mais. É
urgente que os homens se conscientizem de sua igualdade intrínseca e de que a cor da pele, a religião
ou a origem social não os qualificam como melhores seres humanos.
Assim como o Cavaleiro inexistente, de ltalo Calvino, precisamos abandonar a narcísica armadura
reluzente que nos aniquila para poder encontrar o outro, em toda sua dimensão, na divina beleza de sua
diversidade.
Fonte: DEL-CAMPO, Eduardo Roberto Alcântara. In: Revista Língua Portuguesa. Ano 5, nº 62, dez. 2010. (Adaptado).

Assinale a alternativa CORRETA sobre a interpretação do texto e as intenções do autor.


(A) Enaltece a área jurídica por utilizar vocabulário e termos técnicos acessíveis a toda população.
(B) Acusa a mídia de divulgar informações falsas, principalmente sobre ataques aos nordestinos.
(C) Demonstra que alguns termos de conhecimento popular possuem significados distintos do
vocabulário da área jurídica.
(D) Defende que a população em geral deveria dominar as letras forenses, para que todos pudessem
conquistar os seus direitos.

06. (Prefeitura de Macapá/AP – Aministrador – FCC/2018)

Atenção: Considere o poema a seguir para responder à questão.

Não mais no quadro negro

o tempo de criança.

A escola isolada

desapareceu.

As meninas casaram
ou ficaram no mundo,

os meninos viraram homens,

uns de pés descalços,

uns de mãos vazias.

Minha mestra, onde anda?

Que problema difícil

de solucionar.
(MARINHO, Arthur Neri. Disponível em: www.alcinea.com/poetas-do-amapa)

Uma interpretação possível para a palavra problema, no penúltimo verso, relaciona-a com
(A) a impossibilidade de conter a passagem do tempo e de ter total controle sobre o destino humano.
(B) a frustração de perceber que os ensinamentos da escola não foram bem aprendidos pelos alunos.

4
(C) a indiferença estabelecida nos relacionamentos entre pessoas que tiveram um passado comum.
(D) o fato de já não ser possível acessar as memórias relativas à infância que se perdeu no tempo.
(E) a inevitabilidade de se conservarem os costumes adquiridos na escola para abraçar a vida adulta.

07. (IDAM – Assistente Técnico – IBFC/2019)

Leia com atenção o trecho do livro A contadora de filmes do escritor chileno Hernán Rivera Letelier,
traduzido para o português por Eric Nepomuceno e responda à questão.

Naquele tempo descobri que todo mundo gosta que alguém conte histórias. Todos querem sair da
realidade um momento e viver esses mundos de ficção dos filmes, das radionovelas, dos romances.
Gostam até que alguém lhes conte mentiras, se essas mentiras forem bem contadas. Essa é a razão do
êxito dos embusteiros de fala hábil.
Sem nem ter pensado nisso, para eles eu tinha me transformado numa fazedora de ilusões. Numa
espécie de fada, como dizia a vizinha. Minhas narrações de filme os tiravam daquele amargo nada que
era o deserto, e mesmo que fosse por um instante os transportava a mundos maravilhosos, cheios de
amores, sonhos e aventuras. Em vez de vê-los projetados numa tela, em minhas narrações cada um
podia imaginar esses mundos ao seu bel prazer.
Certa vez li por aí, ouvi num filme, que quando os judeus eram levados pelos alemães naqueles vagões
fechados, de transportar gado – com apenas uma ranhura na parte alta para que entrasse um pouco de
ar –, enquanto iam atravessando campos com cheiro de capim úmido, escolhiam o melhor narrador entre
eles e, subindo-o em seus ombros, o elevavam até a ranhura para que fosse descrevendo a paisagem e
contando o que via conforme o trem avançava.
Eu agora estou convencida de que entre eles deve ter havido muitos que preferiam imaginar as
maravilhas contadas pelos companheiro a ter o privilégio de olhar pela ranhura.

Sobre a interpretação do trecho acima, assinale a alternativa correta.


(A) A narradora relaciona o ato de narrar histórias a uma necessidade ficcional falaciosa, visto que as
pessoas sentem necessidade de narrativas mentirosas e de embusteiros de fala hábil.
(B) Ao comparar-se com os judeus que eram transportados em vagões de gado, a narradora busca
evidenciar como ela se sente amarrada a uma profissão opressora, quase como uma sentença de morte.
(C) O trecho destacado marca um momento de descoberta da narradora sobre a necessidade que as
pessoas têm de ouvirem histórias, e de como sua atuação como narradora de filmes proporcionava a
quem a ouvia momentos de prazer e liberdade imaginativa.
(D) Segundo a narradora, os narradores judeus preferiam negar completamente a realidade e criar,
sem acesso à paisagem de fora do vagão, mundos ficcionais maravilhosos.

08. (IDAM – Assistente Técnico – IBFC/2019)

Leia a tira de “Níquel Náusea”, criada pelo cartunista brasileiro Fernando Gonsales, para responder à
questão.

A partir da interpretação da tira anterior, assinale a alternativa correta.


(A) No primeiro quadrinho, a palavra “chinelo” representa um símbolo de controle, que garante ao seu
dono um poder absoluto.
(B) No terceiro quadrinho a oração “Não suporto filosofia barata”, a palavra “barata” é um vocativo,
pois faz um chamamento direto à personagem.

5
(C) A tirinha é construída por um monólogo da barata que está incomodando o rato, o que pode ser
explicado pela sua expressão facial.
(D) Os termos “chinelo” e “naftalina”, usados no primeiro e segundo quadrinhos, são adjetivos
relacionados ao sujeito “barata”.

09. (FMS – Auxiliar Administrativo – NUCEPE/2019)

TEXTO II

JÁ OUVIU FALAR EM CUIDADOS PALIATIVOS?

“A ideia de que a medicina é uma luta contra a morte está errada. A medicina é uma luta pela vida boa,
da qual a morte faz parte.” A colocação do escritor Rubem Alves (1933-2014) resume bem o que propõem
os cuidados paliativos, um campo e conjunto de práticas que têm por objetivo proteger as pessoas do
sofrimento trazido por doenças difíceis e que ameaçam a vida. Essa especialidade oferta conforto, o que
inclui alívio e prevenção de incômodos físicos (dor, náusea, falta de ar ...), além de apoio emocional,
espiritual e social ao paciente e à família. (...).
Que fique claro: esse amparo não é sinônimo de suspensão de tratamentos. “Não é eutanásia”,
enfatiza a geriatra Ana Claudia Arantes, fundadora da Casa do Cuidar de São Paulo, que forma
profissionais paliativistas. “Muita gente acha que cuidados paliativos é desistir da vida, quando o que eles
oferecem é o oposto: ajudar a viver bem”, esclarece. Tabus do tipo talvez tenham relação com o próprio
termo “paliativo”, que, no uso corriqueiro, remete a “solução temporária”. Mas, na origem, a palavra tem
outro significado. Pallium, no latim, quer dizer “manto”. Historicamente, assim eram chamadas as capas
usadas pelos cavaleiros das Cruzadas para se acolher das intempéries. É esse o sentido que evoca nos
cuidados paliativos. (...)
(Revista Saúde é Vital – Editora Abril, nº 443, junho/2019, p. 62-63).
Sobre a possível interpretação dada ao sentido da palavra paliativo, infere-se que:

(A) O sentido de uma palavra é sempre rígido e literal.


(B) O sentido das palavras não se altera no tempo e no espaço.
(C) As palavras podem ser tomadas com sentidos diferentes daqueles relacionados a sua origem
histórica.
(D) Todo e qualquer sentido que se dê a uma palavra está relacionado àquela que lhe deu origem.
(E) Os sentidos atribuídos a uma palavra dependem da relação temporal.

10. (TRT 12ª Região - Técnico Judiciário - FGV/2017)

Um artigo da revista Domingo dizia o seguinte:

Acusam a TV de ser responsável pela violência. É preciso debater essa questão. A TV não inventou a
violência. Em todas as épocas, houve assassinatos, roubos e vítimas. Durante a Ditadura Militar a vida
era mais violenta que hoje. No romance Os Três Mosqueteiros as lutas e as mortes são frequentes e, no
entanto, não criticam a literatura por sua violência. Finalmente, países onde os televisores são em
pequeno número, como na Índia ou no Zaire, também há guerras... Logo, não podem acusar a TV de ser
responsável por tudo.

O autor do texto declara que, apesar de a literatura conter cenas de violência, ninguém a acusa de ser
responsável pela violência.

Nesse caso, a argumentação se apoia numa:


(A) analogia;
(B) inferência;
(C) redundância;
(D) metáfora;
(E) metonímia.

6
11. (SEDUC/PI - Professor Língua Portuguesa - NUCEPE/2018)

Diplomacia Familiar

Precisamos acalmar os ânimos com os parentes

A vida em família é, na maioria das vezes, a nossa sustentação. A família aconchega, acolhe, defen-
de, oferece segurança, é nossa fortaleza. Há momentos harmoniosos de convivência que melhoram a
nossa qualidade de vida! (...) É o único grupo ao qual pertencemos a vida toda. É uma panelinha amo-
rosa!
Mas, como tudo, a vida em família tem o seu outro lado: não é – e nunca foi – fácil viver em família.
Dentro das quatro paredes, os conflitos, as cobranças, as pressões e as expectativas frustradas, (...) vêm
à tona.
Normal! Afinal, como são os afetos que regem a vida do grupo familiar, não tinha como ser diferente,
porque eles sempre andam aos pares, com seus opostos. É por isso que, onde há amor, há ódio, tam-
bém. Só não há indiferença, porque, aí, não há afeto.
Entreveros familiares sempre existiram e existirão, mas, na atualidade, os laços familiares andam
frágeis, porque qualquer motivo à toa já basta para que surjam picuinhas, hostilidades, distanciamento,
raiva, mágoa etc. Será que estamos a assumir que, de fato, "parente é serpente"?
Uma bronca de um tio no sobrinho é motivo para que os irmãos se desentendam; passar um dia com
os netos já pode suscitar fofocas maldosas a respeito dos avós; um presente dado a uma sobrinha pro-
voca ciúme de outra irmã, e assim por diante.
Por que esses pequenos acontecimentos do cotidiano, antes relevados, agora despertam emoções
tão intensas nos integrantes do grupo familiar? Temos algumas pistas.
O modo individualista de viver e a busca da felicidade pessoal e permanente, valores sociais que
adotamos faz tempo, têm grande parcela de responsabilidade nessa questão. "Eu preciso pensar em
mim", "devo pôr para fora tudo o que me atormenta", "por que as pessoas agem de modo tão diferente
do que deveriam?" são alguns exemplos de pensamentos que existem em nós, muitas vezes à nossa
revelia, e que mostram o quanto os valores citados interferem em nossa vida pessoal. (...).
Precisamos acalmar os ânimos com os parentes, relevar as pequenas adversidades que eles nos
provocam, sem querer ou intencionalmente, respeitar as diferenças existentes, perdoar os seus defeitos
e lembrar, sempre, dos benefícios que pertencer a uma família nos traz e que hoje estão em risco. Se-
não, logo teremos mais um curso de graduação disponível no já concorrido mercado universitário: "di-
plomacia familiar". Somos capazes de dar conta disso, não somos?
(Revista Veja, Editora Abril, edição 2.542, ano 50, nº 32, 9 de agosto de 2017, p. 89. Por Rosely Sayão).

A linguagem é usada em seu sentido literal, NÃO figurado, no trecho destacado, em:
(A) É uma panelinha amorosa!
(B) Dentro das quatro paredes, os conflitos, as cobranças, as pressões e as expectativas frustradas,
(...) vêm à tona.
(C) ...como são os afetos que regem a vida do grupo familiar, ...
(D) ... o quanto os valores citados interferem em nossa vida pessoal.
(E) ...logo teremos mais um curso de graduação disponível no já concorrido mercado universitário:...

12. (Câmara Santa Rosa/RS - Procurador Jurídico - INST.EXCELENCIA/2017)

Retrato
Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios,
nem o lábio amargo.

Eu não tinha estas mãos sem força,


tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração
que nem se mostra.

Eu não dei por esta mudança,


tão simples, tão certa, tão fácil:

7
- Em que espelho ficou perdida
a minha face?
MEIRELES, Cecília. Obra Poética de Cecília Meireles. Rio de Janeiro: José Aguilar, 1958.

Para expressar as mudanças físicas de seu corpo e como o mesmo se encontra depois delas, o eu
lírico utiliza predominantemente os recursos da:
(A) Narração.
(B) Descrição.
(C) Dissertação.
(D) Nenhuma das alternativas.

13. (UTFPR - Técnico de Laboratório - 2018) “Requerimento é o instrumento por meio do qual o
signatário pede, a uma autoridade pública, algo que lhe pareça justo ou legal. O requerimento pode ser
usado por qualquer pessoa que tenha interesse no serviço público, seja, ou não, servidor público. Deve
ser dirigido à autoridade competente para receber, apreciar e solucionar o caso, podendo ser manuscrito
ou digitado/datilografado. Uma vez que o requerimento é veículo de solicitação sob o amparo da lei,
somente pode ser dirigido a autoridades públicas. Pedidos a entidades particulares fazem-se por carta
ou, quando provenientes de órgão público, por ofício. Podem-se, no entanto, dirigir requerimentos a
colégios particulares. Esses, com efeito, exercem, por uma espécie de delegação, atividades próprias do
poder público, pelo qual têm seus serviços rigidamente regulados e fiscalizados”.
(Adalberto J. Kaspary – Redação Oficial – Normas e Modelos)

O texto em questão pertence, predominantemente, à tipologia textual:


(A) narração.
(B) dissertação.
(C) descrição.
(D) injunção.
(E) exposição.

14. (João Pessoa/PB - Técnico Controle Interno - CESPE/2018)

Acerca das propriedades linguísticas do texto precedente, julgue o item subsequente.


O texto apresentado combina elementos das tipologias expositiva e injuntiva.
( ) Certo ( ) Errado

15. (TRT 1ª Região - Técnico Judiciário - INST.AOCP/2018)

A indústria do espírito
JORDI SOLER

O filósofo Daniel Dennett propõe uma fórmula para alcançar a felicidade: “Procure algo mais importante
que você e dedique sua vida a isso”.

8
Essa fórmula vai na contracorrente do que propõe a indústria do espírito no século XXI, que nos diz
que não há felicidade maior do que essa que sai de dentro de si mesmo, o que pode ser verdade no caso
de um monge tibetano, mas não para quem é o objeto da indústria do espírito, o atribulado cidadão comum
do Ocidente que costuma encontrar a felicidade do lado de fora, em outra pessoa, no seu entorno familiar
e social, em seu trabalho, em um passatempo, etc. [...]
A indústria do espírito, uma das operações mercantis mais bem-sucedidas de nosso tempo, cresceu
exponencialmente nos últimos anos, é só ver a quantidade de instrutores e pupilos de mindfulness e de
ioga que existem ao nosso redor. Mindfulness e ioga em sua versão pop para o Ocidente, não
precisamente as antigas disciplinas praticadas pelos mestres orientais, mas um produto prático e de
rápida aprendizagem que conserva sua estética, seu merchandising e suas toxinas culturais. [...]
Frente ao argumento de que a humanidade, finalmente, tomou consciência de sua vida interior, por
que demoramos tanto em alcançar esse degrau evolutivo ?, proporia que, mais exatamente, a burguesia
ocidental é o objetivo de uma grande operação mercantil que tem mais a ver com a economia do que com
o espírito, a saúde e a felicidade da espécie humana. [...]
A indústria do espírito é um produto das sociedades industrializadas em que as pessoas já têm muito
bem resolvidas as necessidades básicas, da moradia à comida até o Netflix e o Spotify. Uma vez instalada
no angustiante vazio produzido pelas necessidades resolvidas, a pessoa se movimenta para participar de
um grupo que lhe procure outra necessidade.
Esse crescente coletivo de pessoas que cavam em si mesmas buscando a felicidade já conseguiu
instalar um novo narcisismo, um egocentrismo new age, um egoísmo raivosamente autorreferencial que,
pelo caminho, veio alterar o famoso equilíbrio latino de mens sana in corpore sano, desviando-o
descaradamente para o corpo. [...]
Esse inovador egocentrismo new age encaixa divinamente nessa compulsão contemporânea de
cultivar o físico, não importa a idade, de se antepor o corpore à mens. Ao longo da história da humanidade
o objetivo havia sido tornar-se mais inteligente à medida que se envelhecia; os idosos eram sábios, esse
era seu valor, mas agora vemos sua claudicação: os idosos já não querem ser sábios, preferem estar
robustos e musculosos, e deixam a sabedoria nas mãos do primeiro iluminado que se preste a dar cursos.
[...]
Parece que o requisito para se salvar no século XXI é inscrever-se em um curso, pagar a alguém que
nos diga o que fazer com nós mesmos e os passos que se deve seguir para viver cada instante com plena
consciência. Seria saudável não perder de vista que o objetivo principal dessas sessões pagas não é
tanto salvar a si mesmo, mas manter estável a economia do espírito que, sem seus milhões de
subscritores, regressaria ao nível que tinha no século XX, aquela época dourada do hedonismo suicida,
em que o mindfulness era patrimônio dos monges, a ioga era praticada por quatro gatos pingados e o
espírito era cultivado lendo livros em gratificante solidão.
(Adaptado de: <https://brasil.elpais.com/brasil/2017/09/26/opinion/1506452714_976157.html>. Acesso em 27 mar. 2018)

Sobre tipologia e gêneros textuais, assinale a alternativa correta.


(A) O texto “A indústria do espírito” apresenta, majoritariamente, a tipologia narrativa, a qual
tipicamente emprega verbos no pretérito, como é possível notar neste excerto: “A indústria do espírito,
uma das operações mercantis mais bem-sucedidas de nosso tempo, cresceu exponencialmente nos
últimos anos [...]”.
(B) Não há um número definido de tipologias textuais, uma vez que elas surgem e desaparecem
conforme as necessidades sociodiscursivas de determinada comunidade.
(C) O segundo parágrafo do texto “A indústria do espírito” é composto por períodos simples, típicos da
tipologia injuntiva.
(D) A maneira com que o texto “A indústria do espírito” se inicia, utilizando uma citação, é comum no
gênero textual carta aberta.
(E) O texto “A indústria do espírito” é um exemplar do gênero textual artigo de opinião.

16. (IF/SC - Professor de Língua Portuguesa - 2017) De acordo com Bakhtin, os usos da língua são
tão variados quanto as possibilidades de interação humana. Assim, enunciados específicos para
determinadas situações sociais, constituídos historicamente, configuram aquilo que esse autor chama
de______.
Assinale a alternativa que preenche CORRETAMENTE a lacuna do texto acima.
(A) Textos
(B) Tipos textuais
(C) Gêneros
(D) Discursos
(E) Contextos

9
17. (MPE/GO - Secretário Auxiliar - 2018)

A Outra Noite

Outro dia fui a São Paulo e resolvi voltar à noite, uma noite de vento sul e chuva, tanto lá como aqui.
Quando vinha para casa de táxi, encontrei um amigo e o trouxe até Copacabana; e contei a ele que lá
em cima, além das nuvens, estava um luar lindo, de Lua cheia; e que as nuvens feias que cobriam a
cidade eram, vistas de cima, enluaradas, colchões de sonho, alvas, uma paisagem irreal.
Depois que o meu amigo desceu do carro, o chofer aproveitou um sinal fechado para voltar-se para
mim:
– O senhor vai desculpar, eu estava aqui a ouvir sua conversa. Mas, tem mesmo luar lá em cima?
Confirmei: sim, acima da nossa noite preta e enlamaçada e torpe havia uma outra - pura, perfeita e
linda.
– Mas, que coisa...
Ele chegou a pôr a cabeça fora do carro para olhar o céu fechado de chuva. Depois continuou guiando
mais lentamente. Não sei se sonhava em ser aviador ou pensava em outra coisa.
– Ora, sim senhor...
E, quando saltei e paguei a corrida, ele me disse um "boa noite" e um "muito obrigado ao senhor" tão
sinceros, tão veementes, como se eu lhe tivesse feito um presente de rei.
(Rubem Braga, Ai, Copacabana, disponível em http://biscoitocafeenovela.blogspot.com.br/2014/09/sessao-leitura-outra-noite-rubembraga.html.
Acesso em 14/01/2018)

Quanto ao gênero, o texto sob análise apresenta características de:


(A) Uma crônica.
(B) Uma fábula.
(C) Um artigo.
(D) Um ensaio.
(E) Nenhuma das alternativas.

18. (Prefeitura de Teixeiras/MG - Professor PEB I/Educação Infantil - FUNDEP/2019)

10
Quanto ao gênero de ambos os textos, analise as afirmativas a seguir, assinalando com V as
verdadeiras e com F as falsas.

( ) O texto I objetiva instruir o leitor, por meio de argumentação detalhada passo a passo, a realizar
uma ação.
( ) O texto II intenciona convencer o leitor a consumir o produto que ele anuncia, e a repetição da
oração “peça baton” constitui uma estratégia para tal.
( ) Ambos os textos utilizam verbos no imperativo, objetivando estimular uma ação no leitor, no caso
do texto I, seguir as etapas de um preparo e, no caso do texto II, adquirir um produto.
( ) É correto afirmar que ambos os textos pertencem ao mesmo gênero textual.

Assinale a sequência correta


(A) F F V V
(B) F V V F
(C) V V F F
(D) V F F V

19. (Prefeitura de Teixeiras/MG - Orientado Social - FUNDEP/2019)

Sobre a classificação dos textos, relacione a COLUNA II com a COLUNA I, associando os gêneros
textuais aos tipos textuais aos quais eles geralmente pertencem.

COLUNA I 1. Tipo textual narrativo 2. Tipo textual injuntivo 3. Tipo textual descritivo

COLUNA II ( ) Manual de instruções ( ) Crônica ( ) Edital ( ) Currículo ( ) Cardápio ( ) Piada


Assinale a sequência correta.
(A) 2 1 2 3 3 1
(B) 2 3 3 1 1 2
(C) 1 1 2 3 3 2
(D) 3 2 1 2 1 3

20. (Prefeitura de Maracanã/PA - Auxiliar de Serviços Gerais - CETAP/2019)

SONHO

Não quero nem ma referir aqui do sonho onírico, aquele que vem quando estamos dormindo, e que
cumpre uma função biológica e psicológica demasíadarnente importante para o nosso bem-estar. Falo
eu de sonho como sendo o nosso desejo, o que queremos realizar, construir. Como Martin Luther King,
ao falar de uma sociedade sem diferenças. Ou Mahatma Gandhl, ao lutar pela independência da índia e
expressar o sonho de sem violência alguma, haver um povo que tivesse autodeterminação.
Quando dizemos “eu sonho ter uma casa" ou ‘eu sonho que meus filhos se formem” ou ‘eu sonho ter
um casamento que perdure bastante tempo", o sonho é aquilo que nos Impulsiona. É um desejo que
colocando no futuro, procuramos buscar.
Isso nada tem a ver com delírio. Delírio é um desejo que não tem factibilidade, que não tem como se
realizar. Sonho precisa se factível, realizável.

11
Por exemplo não basta eu dizer: ‘Sonho ser o maior jogador de futebol da Fifa 2016". Isso não é sonho
é delírio. Eu não tenho mais idade, não teria como entrar no circuito do futebol. “E se eu rezar muito?"
Lamento, não vai acontecer. “E se eu ler muitos livros de autoajuda?" Também não vai adiantar.
Sonho não é delírio, é o desejo com factibilidade, que pode ser realizado. Delírio é um desejo marcado
pela incapacidade de realização.
(CORTELLA, Mário Sárglo- Pensar bem nos faz bem! Vozes, p.138.)

A letra “x" representa vários sons como em "exemploVz/. Assinale a alternativa com som diferente:
(A) exato.
(B) exame.
(C) expressar.
(D) exaurir.

21. (Prefeitura de Porto Velho/RO - Especialista em Educação - IBADE/2019)

Queremos a infância para nós

O mundo anda bem atrapalhado: de um lado, temos crianças que se comportam, se vestem, falam e
são tratadas como adultos. Do outro, adultos que se comportam, se vestem, falam e são tratados como
crianças. Pelo jeito, infância e vida adulta têm hoje pouco a ver com idade cronológica.
Não é preciso muito para observar sinais dessa troca: basta olhar as pessoas no espaço público. É
corriqueiro vermos meninas vestidas com roupas de adultos, inclusive sensuais: blusas e saias curtas,
calças apertadas, meia-calça e sapatos de salto. E pensar que elas precisam é de roupa folgada para
deixar o corpo explodir em movimentos que devem ser experimentados... Mas sempre há um traço que
trai a idade: um brinquedo pendurado, um exagero de enfeites, um excesso de maquiagem, etc.
Se olharmos as adultas, vestidas com o mesmo tipo de roupa das meninas descritas acima, vemos
também brinquedos, carregados como enfeites ou amuletos: nos chaveiros, nas bolsas, nos telefones
celulares, nos carros. Isso sem falar nas mesas de trabalho, enfeitadas com ícones do mundo infantil.
Criança pequena adora ter amigo imaginário, mas essa maravilhosa possibilidade tem sido destruída,
pouco a pouco, pelo massacre da realidade do mundo adulto, que tem colaborado muito para desfazer a
fantasia e o faz-de-conta. Mas os legítimos representantes desse mundo, por sua vez, não hesitam em
ter o seu. Ultimamente, ele tem sido comum e ganhou o nome de deus. Não me refiro ao Deus das
religiões e alvo da fé. A ideia de deus foi privatizada, e cada um tem o seu, à sua imagem e semelhança,
mesmo sem professar religião nenhuma.
O amigo imaginário dos adultos chamado de deus é aquele com quem eles conversam animadamente,
a quem chamam nos momentos de estresse, a quem recorrem sempre que enfrentam dificuldades,
precisam tomar uma decisão ou anseiam por algo e, principalmente, para contornar a solidão. Nada como
ter um amigo invisível, já que ele não exige lealdade, dedicação nem cobra nada, não é?
E o que dizer, então, das brincadeiras infantis que muitos adultos são obrigados a enfrentar quando
fazem cursos, frequentam seminários ou assistem a aulas? É um tal de assoprar bexigas, abraçar quem
está ao lado, acender fósforo para expressar uma ideia, carregar uma pedra para ter a palavra no grupo,
escolher um bicho como imagem de identificação, usar canetas coloridas para fazer trabalhos, etc.
Mas, se existe uma manifestação comum a crianças e adultos para expressar alegria, contentamento,
comemoração e afins, ela tem sido o grito. Que as crianças gritem porque ainda não descobriram outras
maneiras de expressar emoções, dá para entender. Aliás, é bom lembrar que os educadores não têm
colaborado para que elas aprendam a desenvolver outros tipos de expressão. Mas os adultos gritarem
desesperada e estridentemente para manifestar emoção é constrangedor. Com tamanha confusão, fica
a impressão de que roubamos a infância das crianças porque a queremos para nós, não?
SAYÃO, Rosely. “As melhores crônicas do Brasil”. In cronicasbrasil.blogspot.com.

O vocábulo “impressão”, sublinhado no fragmento “fica a impressão de que roubamos a infância das
crianças” (7º §), é grafado com “ss” em razão de uma regra ortográfica segundo a qual grafam-se com o
dígrafo “ss” os nomes relacionados aos verbos com radical em “prim”, como imprimir / impressão,
comprimir/compressão, etc. Abaixo estão relacionadas outras regras ortográficas, com os respectivos
exemplos. A regra em que um dos exemplos NÃO se enquadra nela é:
(A) grafam-se com Z os sufixos -izar, -ização: civilizar, humanizar, catalizar, colonização.
(B) grafa-se com Ç a correlação T – Ç: absorção, ação, assunção, exceção.
(C) grafa-se com SS a correlação CED - CESS: cessão, intercessão, acessível, concessão.
(D) grafam-se com S os sufixos -esa, -ês, -esia, quando o radical é um substantivo: freguês, burguesa,
maresia, pedrês.

12
(E) grafam-se com Z os sufixos -ez, -eza, quando o radical é um adjetivo: pobreza, grandeza, acidez,
realeza.

22. (Prefeitura de Timbó/SC - Engenheiro Civil - FURB/2019) Assim como o verbo “autorizar”,
assinale a alternativa que contenha outro exemplo de verbo terminado em IZAR:
(A) avi___ar.
(B) ali___ar.
(C) pesqui___ar.
(D) tranquili___ar.
(E) preci___ar.

23. (Prefeitura de Timbó/SC - Engenheiro Civil - FURB/2019) A exemplo de “crescimento”, escrito


corretamente com SC, assinale a alternativa cuja lacuna também deve ser preenchida com SC:
(A) e___eção.
(B) do___ente.
(C) anoite___er.
(D) ace___ível.
(E) di____ente.

24. (MPE-GO - Secretário Auxiliar - MPE-GO/2019) Assinale a alternativa em que NÃO há erro de
grafia nas palavras descritas:
(A) aprasível, chafariz, puxar.
(B) pecha, cochichar, piche.
(C) poetiza, encharcada, exdrúxulo.
(D) expetacular, exceção, objeção.
(E) estiagem, expulsão, enchuto.

25. (MPE/SC - Promotor de Justiça - MPE/SC/2019)

Excerto 6

“[...] O jurídico aparece sempre na forma de linguagem textual, mais precisamente, na maneira verbal
escrita, o que outorga maior estabilidade às relações deônticas entre os sujeitos das relações. Como tal,
as Ciências da Linguagem, particularmente a Semiótica, desempenham papel decisivo para a
investigação do objeto Direito. E, se pensarmos também na afirmação de Flusser, segundo a qual a língua
é constitutiva da realidade, ficaremos autorizados a dizer que a linguagem (língua) do Direito cria, forma
e propaga a realidade jurídica. [...]”
CARVALHO, Paulo Barros. O legislador como poeta: alguns apontamentos sobre a teoria flusseriana aplicados ao Direito. IN: PINTO, Rosalice; CABRAL, Ana
Lúcia Tinoco;
RODRIGUES, Maria das Graças Soares (Orgs.). Linguagem e direito: perspectivas teóricas e práticas. São Paulo: Contexto, 2019. p. 25. [fragmento]

As palavras Semiótica e Direito estão grafadas com letra inicial maiúscula, pois se referem a domínios
do saber. De acordo com a norma ortográfica vigente, também poderiam ser grafadas com letra inicial
minúscula.
Certo ( ) Errado ( )

26. (MGS – Todos os Cargos de Nível Fundamental Completo - IBFC/2017)

Estranhas Gentilezas
(Ivan Angelo)

Estão acontecendo coisas estranhas. Sabe-se que as pessoas nas grandes cidades não têm o hábito
da gentileza. Não é por ruindade, é falta de tempo. Gastam a paciência nos ônibus, no trânsito, nas filas,
nos mercados, nas salas de espera, nos embates familiares, e depois economizam com a gente.
Comigo dá-se o contrário, é o que estou notando de uns dias para cá. Tratam-me com inquietante
delicadeza. Já captava aqui e ali sinais suspeitos, imprecisos, ventinho de asas de borboleta, quase nada.
A impressão de que há algo estranho tomou meu corpo mesmo foi na semana passada. Um vizinho que
já fora meu amigo telefonou-me desfazendo o engano que nos afastava, intriga de pessoa que nem
conheço e que afinal resolvera esclarecer tudo. Difícil reconstruir a amizade, mas a inimizade morria ali.

13
Como disse, eu vinha desconfiando tenuemente de algumas amabilidades. O episódio do vizinho fez
surgir em meu espírito a hipótese de uma trama, que já mobilizava até pessoas distantes. E as próximas?
Tenho reparado. As próximas telefonam amáveis, sem motivo. Durante o telefonema fico aguardando
o assunto que estaria embrulhado nos enfeites da conversa, e ele não sai. Um número inesperado de
pessoas me cumprimenta na rua, com acenos de cabeça. Mulheres, antes esquivas, sorriem transitáveis
nas ruas dos Jardins1. Num restaurante caro, o maître2, com uma piscadela, fura a demorada fila de
executivos à espera e me arruma rapidinho uma mesa para dois. Um homem de pasta que parecia
impaciente à minha frente me cede o último lugar no elevador. O jornaleiro larga sua banca na avenida
Sumaré e vem ao prédio avisar-me que o jornal chegou. Os vizinhos de cima silenciam depois das dez
da noite.
[...]
Que significa isso? Que querem comigo? Que complô é este? Que vão pedir em troca de tanta
gentileza?
Aguardo, meio apreensivo, meio feliz.
Interrompo a crônica nesse ponto, saio para ir ao banco, desço pelas escadas porque alguém segura
o elevador lá em cima, o segurança do banco faz-me esvaziar os bolsos antes de entrar na porta giratória,
enfrento a fila do caixa, não aceitam meus cheques para pagar contas em nome de minha mulher, saio
mal-humorado do banco, atravesso a avenida arriscando a vida entre bólidos3 , um caminhão joga-me
água suja de uma poça, o elevador continua preso lá em cima, subo a pé, entro no apartamento, sento-
me ao computador e ponho-me de novo a sonhar com gentilezas.

Vocabulário:
1 bairro Jardim Paulista, um dos mais requintados de São Paulo
2 funcionário que coordena agendamentos entre outras coisas nos restaurantes
3 carros muito velozes

Em “nas ruas dos Jardins1" (4º§), a palavra em destaque foi escrita com letra maiúscula por se tratar
de:
(A) um erro de grafia.
(B) um destaque do autor
(C) um substantivo próprio.
(D) um substantivo coletivo.

27. (IF/PB - Assistente em Administração - IDECAN/2019)

ONG confirma segunda morte em conflitos na Venezuela

Segunda vítima é mulher que foi baleada na cabeça, informa o Observatório Venezuelano de Conflito
Social (OVCS). País enfrenta onda de protestos pró e contra Maduro.
Disponível em: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2019/05/02/ong-relata-morte-de-mais-uma-pessoa-durante-protestos-na-venezuela.ghtml

No texto, no que concerne à grafia, as iniciais maiúsculas em “Observatório Venezuelano de Conflito


Social” são gramaticalmente
(A) inadequadas, pois se trata de um substantivo comum, em razão de formação por sigla.
(B) inadequadas, pois se trata de um adjetivo ligado à Venezuela.
(C) inadequadas, pois, no gênero textual notícia, deve haver a ausência de iniciais maiúsculas.
(D) adequadas, pois se trata de um substantivo próprio.
(E) adequadas, pois o gênero notícia exige este tipo de grafia para convencer ao leitor.

28. (Prefeitura de Resende/RJ - Agente Comunitário de Saúde - CONSULPAM/2019) Marque


abaixo o item onde todas as palavras estão escritas de forma CORRETA:
(A) Tragédia, empréstimo, arcabouço.
(B) Próximo, esfoço, estrupo.
(C) Cabide, retrospequitiva, análogo.
(D) Barcaça, palhero, aeroporto.

29. (UTFPR - Engenheiro Civil - UTFPR/2019) Assinale a alternativa cujo texto apresenta erro
ortográfico.
(A) Paralisia do governo dos EUA já começa a afetar dia a dia de americanos.

14
(B) Tomara que eles viajem juntos.
(C) SP: falta saúde, educação e o problema é a pichação.
(D) As perdas do semestre serão compensadas no próximo.
(E) O país interviu em várias guerras.

30. (Prefeitura de Mauriti/CE - Procurador - CEV/URCA/2019) Dada sequência a seguir, marque a


opção que não apresenta desvio na grafia das palavras:
(A) Transgressão; distorsão; consessão; expulsão; contorção;
(B) Transgreção; distorção; concessão; expulção; contorsão;
(C) Transgressão; distorção; conseção; expulsão; contorção;
(D) Transgreção; distorsão; consessão; expulção; contorsão;
(E) Transgressão; distorção; concessão; expulsão; contorção.

31. (PGM/Campo Grande/MS - Procurador Municipal - CESPE/2019) A respeito das ideias e dos
aspectos linguísticos do texto precedente, julgue o item que se segue.

A jurisdição constitucional na contemporaneidade apresenta-se como uma consequência praticamente


natural do Estado de direito. É ela que garante que a Constituição ganhará efetividade e que seu projeto
não será cotidianamente rasurado por medidas de exceção desenhadas atabalhoadamente. Mais do que
isso, a jurisdição é a garantia do projeto constitucional, 7 quando os outros poderes buscam redefinir os
rumos durante a caminhada.
Nesses termos, a jurisdição constitucional também se ro apresenta como medida democrática. Por
meio dela, as bases que estruturaram democraticamente o Estado são conservadas, impedindo que o
calor dos fatos mude a interpretação constitucional ou procure fugir de sua incidência sempre que os
acontecimentos alegarem certa urgência.
Ademais, é a garantia hodierna de que os ventos da /6 mudança não farão despencar os edifícios que
sustentam as bases constitucionais, independentemente das maiorias momentâneas e dos clamores
populares.
Emerson Ademir Borges de Oliveira. Jurisdição constitucional: entre a guarda da Constituição e o ativismo judicial. In: Revista Jurídica da Presidência. Brasília,
v. 20, n° 121, jun.-set./2018, p. 468-94 (com adaptações).

Seria incorreto o emprego da forma quotidianamente em lugar de “cotidianamente”, pois aquela forma
foi abolida do vocabulário oficial da língua portuguesa.
Certo ( ) Errado ( )

32. (UNESP - Agente de Desenvolvimento Infantil - UNESP) Assinale a alternativa correta:


(A) criolina, embutir, impecilho, periquito.
(B) inexorável, exaurir, exéquias, exumar.
(C) excessão, ecelso, excêntrico, excitar.
(D) boate, êmbulo, goela, engulir.
(E) coxia, gracha, trouxa, chingar.

33. (IPREMM - Psicólogo Clínico e Organizacional - VUNESP/2019)


Membro da equipe curatorial do Brooklyn Museum desde 1998, Edward Bleiberg é especialista em
arqueologia e em arte egípcias. Ele é o autor de uma pesquisa que busca compreender por que as
estátuas egípcias têm não só o nariz quebrado, mas outras partes do corpo, como as mãos.
Em entrevista, Bleiberg afirmou que partes quebradas não são comuns apenas em se tratando de
protuberâncias de estátuas, mas também em baixos-relevos, como entalhes em placas de pedra, por
exemplo.
Isso indica que não se trata apenas de eventual acidente ou desgaste em razão do tempo, mas sugere
que ele é proposital.
Os egípcios acreditavam que a essência de uma deidade ou parte da alma de um ser humano morto
podiam habitar estátuas que os representassem.
Em tumbas e templos, estátuas e relevos em pedra tinham propósitos ritualísticos e eram um ponto de
encontro entre o mundo sobrenatural e o mundo natural.
Na crença do Egito Antigo, estátuas em uma tumba tinham o propósito de alimentar a pessoa morta
com a comida deixada como oferenda.
Segundo a explicação encontrada por Bleiberg, o vandalismo tinha, portanto, o objetivo de “desativar
a força da imagem”.

15
Quando um nariz era quebrado, a estátua não podia mais respirar, o que impedia que ela recebesse
oferendas ou as retransmitisse para deuses ou poderosos mortos.
Normalmente, as oferendas eram transmitidas com a mão esquerda. Por isso, muitas estátuas
dedicadas à transmissão de oferendas tinham os braços esquerdos depredados. Por outro lado, estátuas
que recebiam as oferendas tinham as mãos direitas depredadas.
Posteriormente, durante o período cristão, entre os séculos 1 e 3 depois de Cristo, as estátuas eram
vistas como demônios pagãos e, também, acabavam atacadas.
(André Cabette Fábio. Por que tantas estátuas egípcias têm os narizes quebrados. www.nexojornal.com.br, 06.04.2019. Adaptado)

A exemplo do que acontece no primeiro parágrafo, a expressão por que foi usada conforme a norma-
padrão na frase:
(A) Muitos que olham para as estátuas egípcias hoje não entendem o por que de elas não terem nariz.
(B) Por que muitas deidades tinham a função de transmitir oferendas com a mão esquerda, essa era
a mão vandalizada.
(C) Partes da estátua eram quebradas, por que assim a força da imagem supostamente seria
desativada.
(D) A explicação do por que de apenas algumas partes estarem danificadas não estava apenas no
fator tempo.
(E) Não se sabia por que certas partes em baixo-relevo das estátuas também estavam danificadas.

34. (Prefeitura de Porto Nacional/TO - Assistente Administrativo - COPESE/2019) Assinale a


alternativa que preenche CORRETAMENTE a lacuna da oração: “______ o jornalista não compareceu
ao evento?”.
(A) Porquê
(B) Por quê
(C) Porque
(D) Por que

35. (CONSED/GO - Engenheiro Civil - IDCAP/2019) Analise o trecho e assinale a alternativa que
completa corretamente a lacuna:
“Certamente há um _________ para eles terem discutido.”.
(A) Porque.
(B) Por que.
(C) Porquê.
(D) Por quê.
(E) Para que.

36. (MPE/SC - Promotor de Justiça - MPE/SC/2019) Considere as duas orações em (a) e (b) para
responder a Questão.
(a) Você chegou atrasado e gostaria de saber o porquê.
(b) Você chegou atrasado e gostaria de saber por que.

Na oração em (b), o uso de por que está errado, pois nesse contexto o correto seria por quê.
Certo ( ) Errado ( )

37. (Prefeitura de Porto de Moz/PA - Psicólogo - FUNRIO/2019) Acerca do emprego do “por que",
assinale a alternativa correta:
(A) Você sabe o porquê ele foi grosseiro comigo?
(B) Sou uma pessoa muito feliz por que tenho minha família por perto.
(C) Você não foi ao baile. Porque?
(D) Por quê temos que agir dessa forma?
(E) Porque você quer me irritar?

16
38. (CRP 2º Região PE - Assistente Administrativo – Quadrix-2018)

No terceiro quadrinho, a palavra "isso" ajuda a estabelecer, no texto, um processo de


(A) coesão sequencial.
(B) coesão referencial anafórica.
(C) coesão referencial catafórica.
(D) coesão exofórica.
(E) perda de coesão.

39. (IF-PB - Professor EBTT- Química- IDECAN/2019)

CIDADANIA NO BRASIL

Discorda-se da extensão, profundidade e rapidez do fenômeno, não de sua existência. A


internacionalização do sistema capitalista, iniciada há séculos mas muito acelerada pelos avanços
tecnológicos recentes, e a criação de blocos econômicos e políticos têm causado uma redução do poder
dos Estados e uma mudança das identidades nacionais existentes. As várias nações que compunham o
antigo império soviético se transformaram em novos Estados-nação. No caso da Europa Ocidental, os
vários Estados-nação se fundem em um grande Estado multinacional. A redução do poder do Estado
afeta a natureza dos antigos direitos, sobretudo dos direitos políticos e sociais.
Se os direitos políticos significam participação no governo, uma diminuição no poder do governo reduz
também a relevância do direito de participar. Por outro lado, a ampliação da competição internacional
coloca pressão sobre o custo da mão-de-obra e sobre as finanças estatais, o que acaba afetando o
emprego e os gastos do governo, do qual dependem os direitos 10 sociais. Desse modo, as mudanças
recentes têm recolocado em pauta o debate sobre o problema da cidadania, mesmo nos países em que
ele parecia estar razoavelmente resolvido.
Tudo isso mostra a complexidade do problema. O enfrentamento dessa complexidade pode ajudar a
identificar melhor as pedras no caminho da construção democrática. Não ofereço receita da cidadania.
Também não escrevo para especialistas. Faço convite a todos os que se preocupam com a democracia
para uma viagem pelos caminhos tortuosos que a cidadania tem seguido 15 no Brasil. Seguindo-lhe o
percurso, o eventual companheiro ou companheira de jornada poderá desenvolver visão própria do
problema. Ao fazê-lo, estará exercendo sua cidadania.
(http://www.do.ufgd.edu.br/mariojunior/arquivos/cidadania_brasil.pdf)

No trecho “Tudo isso mostra a complexidade do problema." (linha 12), o elemento textual “isso"
possui natureza de coesão
(A) exclusivamente sequencial.
(B) Exofórica
(C) Catafórica
(D) expletiva.
(E) referencial anafórica.

17
40. (Prefeitura de Marília - Auxiliar de escrita - VUNESP/2017)

Assinale a alternativa em que o trecho reescrito da mensagem de Julieta apresenta ideia de causa.

(A) Não tô morta, embora tenha tomado apenas um sonífero.


(B) Não tô morta, caso tenha tomado apenas um sonífero.
(C) Não tô morta, pois tomei apenas um sonífero.
(D) Não tô morta, se bem que tomei apenas um sonífero.
(E) Não tô morta, mesmo que tenha tomado apenas um sonífero.

41. (UFPI - Assistente em administração - UFPI/2019)

TEXTO I
Síndrome da superioridade ilusória: quando a ignorância se disfarça de conhecimento
A superioridade é um conceito ilusório, estamos todos juntos na jornada da vida e, independentemente
do nível de instrução, salário ou treinamento, você sempre pode aprender com qualquer pessoa, mesmo
daqueles que considera "inferiores".
01 A ignorância humana é o objeto de estudo de ensaios de todas as gerações:
02 De Sócrates a Darwin, muitos estudos foram realizados para determinar o que desperta o
comportamento
03 de superioridade nas pessoas, o que quase sempre resulta de um grande sentimento de falta
interior.
04 Uma das teorias mais aceitas sobre o assunto é conhecida como o efeito Dunning-Kruger.
Preparado
05 pelos psicólogos David Dunning e Justin Kruger, da Comell University, o efeito Dunning-Kruger é
um distúrbio
06 cognitivo, no qual as pessoas que são ignorantes em um determinado assunto acreditam que
sabem mais do
07 que aquelas que são estudadas e experimentadas, sem reconhecer sua própria ignorância e
limitações.
08 Essas pessoas vivem em um estado de superioridade ilusória, acreditando serem muito sábias,
mas na
09 realidade estão muito atrás daquelas que as cercam.
10 Como diz o artigo de Dunning e Kruger, publicado em 1999: "Os incompetentes são muitas vezes
11 abençoados com uma confiança inadequada, protegidos por algo que lhes parece conhecimento".
12 As pessoas que têm essa síndrome acreditam que suas habilidades são muito mais altas que a
média,
13 mesmo quando elas claramente não entendem o que estão falando. Elas não têm a humildade de
reconhecer 14 sua necessidade de melhoria. Elas também não reconhecem o potencial daqueles que as
rodeiam, pois seu

18
15 egoísmo as impede.
16 Você provavelmente conhece alguém assim, que vive preso em sua própria ignorância, que não
faz sua
17 parte para melhorar e ainda acredita que está acima do bem e do mal, e tem o direito de julgar
todos ao seu
18 redor.
19 Essas pessoas, que não sabem nada de um assunto, comportam-se como se fossem mestres e
tentam
20 reverter os argumentos bem planejados de estudiosos e especialistas, isso é realmente
desagradável.
]21 Para que possamos evoluir como pessoas e sociedade, devemos nos engajar em um diálogo
saudável,
22 no qual ambas as partes têm o mesmo direito de expressar suas opiniões e de serem ouvidas.
Aprender uns
23 com os outros é uma habilidade muito importante, que deve ser encorajada, afinal, não fazemos
nada por nós 24 mesmos neste mundo. Sempre podemos usar a experiência de alguém para simplificar
nossas vidas.
25 As pessoas estão se tornando mais convencidas e menos dispostas a crescer coletivamente.
26 Acreditamos que um diploma nos toma imbatíveis, infalíveis. Isso está longe da verdade, e somente
quando
27 aprendemos a reconhecer nossas limitações e nos associamos a pessoas que podem nos oferecer
o que nos
28 falta, podemos realmente evoluir.
29 A superioridade é um conceito indescritível, estamos todos juntos na jornada da vida e,
30 independentemente do nível de instrução, salário ou educação, sempre podemos aprender com
qualquer
31 pessoa, mesmo a que consideramos "inferior".
32 Devemos trabalhar para controlar o sentimento de superioridade dentro de nós mesmos e nos abrir
para
33 todas as oportunidades de crescimento que surgem quando somos humildes.
Fonte: Emozioni FeedAdaptado de. http//www.censarcontemooraneo.comisirdrcme-da-superioridade-ilusoria-quando-a-ignorancia-se-
disfarca-de-conhecimento?fixlid=lwAROv4leBmPB3W0o2M87Er4kGRtG>C2GX0kJEDcPwP7bXJEBasJ9SSau8. Acesso: 10/06/2019.

No trecho “Essas pessoas vivem em um estado de superioridade ilusória, acreditando serem muito
sábias, mas na realidade estão muito atrás daquelas que as cercam” (linhas 08 e 09), a palavra “as”,
em destaque, retoma, no período, a informação:

(A) “Essas pessoas”.


(B) “pessoas”.
(C) “superioridade ilusória”.
(D) “muito sábias”.
(E) “daquelas”

42. (Prefeitura de Tangará da Serra/MT - Fiscal Municipal II - UFMT/2019)

Crianças rechonchudas
Enquanto seis milhões de pessoas morrem de fome todos os anos, o mundo mergulha na obesidade.
A Organização Mundial da Saúde calcula que existam 800 milhões de desnutridos, contra 1,3 bilhão de
pessoas com excesso de peso.
Nos últimos quinze anos, as taxas de obesidade dispararam no mundo inteiro. Mesmo em países da
Ásia e da África que convivem com o flagelo da fome, parte significante da população engordou mais do
que devia.
Os mexicanos constituem exemplo característico: em 1990, menos de 10% estavam acima do peso
saudável; em 2006, cerca de 66% dos homens e de 71% das mulheres apresentavam sobrepeso ou
obesidade. Diabetes do tipo 2, enfermidade rara naquela época, hoje aflige 13% dos adultos no México.
No Egito, mais de 60% dos habitantes está com excesso de peso. Na China, esse número saltou de
13% para cerca de 30% em pouco mais de uma década. No Brasil da Copa de 1970, havia menos de
20% de pessoas nessa condição; hoje beiramos 50%. As crianças não foram poupadas pela epidemia.

19
Pacotes de biscoitos e salgadinhos, refrigerantes à vontade e as horas sedentárias na frente da TV e dos
computadores tornaram-nas bem mais rechonchudas do que nas gerações anteriores.
Em editorial na revista The New England Joumal of Medicine, David Ludwig, professor da Harvard
Medical School, descreve as quatro fases da epidemia de obesidade pediátrica. A fase 1 começou nos
anos 1970 na América do Norte e se disseminou pelos quatro cantos. O peso médio das crianças
aumentou paralelamente ao dos adultos tanto na cidade como no campo, em todas as regiões e grupos
étnicos. [..1 A fase 2, na qual acabamos de entrar, é caracterizada pela emergência de problemas 20
mais graves. A incidência de diabetes do tipo 2, enfermidade que acometia apenas adultos, aumentou 10
vezes entre os adolescentes americanos. Excesso de peso é causa de problemas ortopédicos,
reumatológicos e psicológicos: crianças obesas tendem a desenvolver ansiedade, distúrbios alimentares,
depressão e a isolar-se socialmente.
Daqui a alguns anos entraremos na fase 3, na qual surgirão as doenças cardiovasculares e 25
metabólicas que colocarão a vida em perigo. Estudos canadenses sugerem que adolescentes obesos,
com diabetes do tipo 2, correrão mais risco de sofrer amputação de membros, transplante de rim e morte
prematura. Parte significante dos que apresentam esteatose hepática evoluirá para cirrose.
David Ludwig estima que, em 2050, a obesidade pediátrica terá encurtado em dois a cinco anos a
expectativa de vida nos Estados Unidos — efeito igual ao de todos os casos de câncer combinados. Na
30 ausência de intervenções eficazes, entraremos na fase 4, caracterizada pelo aumento da velocidade
de disseminação da epidemia. Acumular excesso de gordura nas fases iniciais da vida pode provocar
alterações metabólicas irreversíveis no equilíbrio hormonal, nas células adiposas e nos circuitos que
controlam a fome e a saciedade. Adultos obesos têm maior probabilidade de ter filhos gordos, por causa
de influências não genéticas, fenômeno conhecido como programação perinatal. É o caso das mulheres
35 que apresentam hiperglicemia na gravidez: seus filhos costumam chegar aos seis ou sete anos com
excesso de peso.
O professor termina com uma série de indagações. Por que as crianças devem ser bombardeadas
com comerciais de "junk foodt"? Por que são submetidas às tentações das lanchonetes escolares? Por
que não lhes é oferecida a oportunidade diária de exercitar o corpo na escola?
(VARELLA, Drauzio. Adaptado de: htips://drauziotarella.uol.combrl. Acesso em janeiro de 2019.) "link
food: relativo a comidas com poucos nutrientes, fáceis de fazer besteiras.
A coesão é a conexão linguística que permite a ligação entre as ideias em um texto. Assinale a
alternativa que apresenta a relação correta entre o elemento coesivo sublinhado e o vocábulo, oração
ou expressão do texto cujo sentido foi retomado por esse elemento.
(A) Parte significante dos que apresentam esteatose hepática evoluirá para cirrose → canadenses
adultos.
(B) Na China, esse número saltou de 13% para cerca de 30% em pouco mais de uma década →
habitantes com excesso de peso.
(C) No Brasil da Copa de 1970, havia menos de 20% de pessoas nessa condição → com diabetes
tipo 2.
(E) seus filhos costumam chegar aos seis ou sete anos com excesso de peso → filhos da primeira
geração de obesos.

43. (UFAL - Engenheiro Mecânico - COPEV/UFAL/2019)


Ao invés de serem jogadores de futebol somente, quer dizer, craques da bola, alguns boleiros
aparecem antes de mais nada como craques da mídia, faturando alto tanto nos gramados como diante
das câmeras.
Escolha a opção em que as expressões podem substituir, na mesma sequência, as locuções grifadas,
sem ferir o sentido da frase.
Apesar de – ou seja – assim – seja... seja
Ao contrário de – isto é – sobretudo – não só...como também
Além de – aliás – ao menos – portanto
A fim de – bem como – principalmente – ou... ou
Em vez de – afinal – até mesmo – bem como

20
44. (Prefeitura de Goianira - Analista Ambiental/Engenheiro Ambiental - CS/UFG/2019)

A locução “por isso”, em “Por isso foi despedido”, tem a função de introduzir a
(A) localização das ações expostas na situação comunicativa dada.
(B) finalidade do conjunto de ações expostas nos quadrinhos precedentes.
(C) veracidade das afirmações apresentadas nos quadrinhos antecedentes
(D) conclusão da situação comunicativa com o efeito das ações apresentadas.

45. (Câmara de Salvador/BA - Analista Legislativo Municipal - FGV/2018)

Prioridade à cultura
Chico D’Ângelo, O Globo, 22/11/2017 (adaptado)

A resistência ao desmonte da cultura em cenário de crises graves não se dá por acaso. Mesmo num
contexto em que o governo trabalhe pela extinção de uma série de políticas e pilares que sustentam a
cultura brasileira, os atos em defesa desta são vistos com desdém. É muito comum que, em situações
diversas, generalize-se a opinião de que políticas públicas para a cultura não devem ser prioritárias.
Combater essa generalização equivocada é urgente.
O Brasil precisa ampliar as discussões sobre a cultura, em vez de abandoná-las. A desidratação
frequente que a gestão pública do setor vem sofrendo inibe a consolidação de mecanismos de
mapeamento contínuo da economia da cultura, capazes de garantir o acesso da população aos bens
culturais.

Muitos conectores possuem o mesmo sentido de outros conectores; a frase abaixo em que essa
substituição foi realizada de forma adequada é:

(A) “Mesmo num contexto...” / Portanto num contexto...


(B) “...trabalhe pela extinção...” / ...trabalha com a extinção...
(C) “...as políticas puras para a cultura...” / as políticas puras em direção à cultura;
(D)“...ampliar as discussões sobre a cultura...” / ampliar as discussões a fim da cultura;
(E) “...em vez de abandoná-las” / em lugar de abandoná-las.

46. (DPE-RJ- Técnico Médio de Defensoria Pública – FGV/2019)

Texto 3

“Perseguido pelo branco, o negro no Brasil escondeu as suas crenças nos terreiros das macumbas
e dos candomblés. O folclore foi a válvula pela qual ele se comunicou com a civilização branca,
impregnando-a de maneira definitiva. As suas primitivas festas cíclicas – de religião e magia, de amor, de
guerra, de caça e de pesca... – entremostraram-se assim disfarçadas e irreconhecíveis. O negro
aproveitou as instituições aqui encontradas e por elas canalizou o seu inconsciente ancestral:

nos autos europeus e ameríndios do ciclo das janeiras, nas festas populares, na música e na dança,
no carnaval...”
(Luís da Câmara Cascudo. Antologia do folclore brasileiro - Volume I. São Paulo, Martins, 1956)

21
Os termos sublinhados no texto 3 são conectores; o sentido INADEQUADO de um desses conectores
é:
a) pelo / agente de ação;
b) nos / lugar;
c) com / companhia;
d) e / adição;
e) por / meio.

47. (UFT – Técnicos em assuntos educacionais – UFMT/2019)

Facebook na vida real

Claro que você já leu nas redes sociais, mas vale o registro pela crítica comportamental embutida no
texto bem-humorado cuja autoria desconheço: “Para as pessoas da minha geração que não
compreendem realmente porque existem Facebook, WhatsApp etc.”
Atualmente, estou tentando fazer amigos fora do Facebook, enquanto utilizo os mesmos princípios.
Portanto, todo dia eu ando pela rua e digo aos pedestres o que comi, como me sinto, o que fiz na noite
anterior e o que farei amanhã. Em seguida, lhes dou fotos da minha família, do meu cachorro e fotos
minhas cuidando do jardim, comendo, passando o tempo na piscina etc.
Também ouço suas conversas e digo que amo todos eles.
E isso funciona!
Eu já tenho três pessoas me seguindo: dois policiais e um psiquiatra!
(OSTERMANN, Valther. Recebido por WhatsApp em 30/04/2019.)

Os conectores discursivos promovem o encadeamento das ideias e contribuem para a progressão


textual. Sobre o uso de conectores no texto, assinale a afirmativa correta.

a) Para acrescentar algo ao que foi anteriormente apresentado na exata ordem das ações praticadas,
foi usado, no início do quarto parágrafo, o conector Também.
b) O terceiro parágrafo foi iniciado pelo termo Portanto, elemento conectivo que explica a causa do
que foi dito no parágrafo anterior.
c) O advérbio Atualmente funciona como conector a indicar relevância às ideias que estão sendo
apresentadas no texto.
d) O conector Em seguida situa o leitor na continuidade dos acontecimentos, na ordem em que as
ações são praticadas.

48. (MPE/SC - Promotor de Justiça - Instituto Consulplan/2019) Considere os ditados populares


em (a) e (b) para responder a Questão.

(a) Pau que nasce torto morre torto.


(b) Olho por olho, dente por dente.

A oração que nasce torto é classificada como oração subordinada substantiva pois modifica o
substantivo pau.
Certo ( ) Errado ( )

49. (DETRAN-SP - Agente Estadual de Trânsito - FCC/2019)

Da alegria

Fico comovido toda vez que ouço o finalzinho da música que Chico Buarque escreveu para a filha
recém-nascida, dizendo o seu melhor desejo: “... e que você seja da alegria sempre uma aprendiz...”
Haverá coisa maior que se possa desejar? Acho que não. E penso que Beethoven concordaria: ao
final de sua maior obra, a Nona Sinfonia, o que o coral canta são versos da “Ode à alegria” de Schiller.
Já o filósofo Nietzsche não se envergonhava de tratar desse assunto de tão pouca respeitabilidade
acadêmica (em nossas escolas a alegria não é tópico de nenhum currículo), ele dizia que o nosso único
pecado original é a falta de alegria.
(Adaptado de: ALVES, Rubem. Tempus fugit. São Paulo: Paulus, 1990, p. 41)

22
No período E penso que Beethoven concordaria, a oração sublinhada exerce a mesma função
sintática que a oração grifada em:
(A) Escreveria sobre a alegria se fosse capaz.
(B) Mesmo que tente, não consigo ser alegre.
(C) Eles resolveram se unir para compor uma grande sinfonia.
(D) O compositor não previu que faria tanto sucesso.
(E) Seria preferível que você continuasse a compor.

50. (DETRAN-SP - Oficial Estadual de Trânsito - FCC/2019)

Conversa entreouvida na antiga Atenas

Ao ver Diógenes ocupado em limpar vegetais ao pé de um chafariz, o filósofo Platão aproximou-se do


filósofo rival e alfinetou: “Se você fizesse corte (*) a Dionísio, rei de Siracusa, não precisaria lavar
vegetais”. E Diógenes, no mesmo tom sereno, retorquiu: “É verdade, Platão, mas se você lavasse
vegetais você não estaria fazendo a corte a Dionísio, rei de Siracusa.”
(*) fazer corte = cortejar, bajular, lisonjear
(Adaptado de: GIANETTI, Eduardo. Trópicos utópicos. São Paulo: Companhia das Letras, 2016, p. 92)

As orações Se você fizesse corte a Dionísio e se você lavasse vegetais


(A) valem-se de construção verbal na voz passiva.
(B) são ambas orações principais do período que integram
(C) apresentam dois tempos verbais distintos.
(D) têm como complementos nominais Dionísio e vegetais.
(E) constituem exemplos de oração subordinada condicional.

51. (Prefeitura de Teresina/PI - Professor de Educação Básica - NUCEPE/2019)

Disponível em http://blogdoaftm.web2419.uni5.net/charge-problemas-sociais/ Acesso em: 15.05.19.


No período “Me viciei em discutir política nas redes sociais”, a oração destacada classifica-se como
subordinada substantiva
(A) completiva nominal reduzida de infinitivo.
(B) objetiva indireta reduzida de infinitivo.
(C) objetiva direta reduzida de particípio.
(D) predicativa reduzida de gerúndio.
(E) apositiva reduzida de particípio.

52. (Prefeitura de Salvador/BA Professor/Português - FGV/2019)

“- Esterco – respondeu Oscar, farejando aborrecimento: - Por quê? Não lhe cheira bem?”

A oração reduzida “farejando aborrecimento” pode ser adequadamente substituída por uma oração
desenvolvida, na seguinte estrutura:
(A) “enquanto farejava aborrecimento”.
(B) “quando farejou aborrecimento”.
(C) “após farejar aborrecimento”.

23
(D) “sem deixar de farejar aborrecimento”.
(E) “ao farejar aborrecimento”.

53. (Banestes - Analista Econômico Financeiro - Gestão Contábil - FGV/2018) A frase abaixo em
que o emprego do artigo mostra inadequação é:
(A) Todas as coisas que hoje se creem antiquíssimas já foram novas;
(B) Cuidado com todas as coisas que requeiram roupas novas;
(C) Todos os bons pensamentos estão presentes no mundo, só falta aplicá-los;
(D) Em toda a separação existe uma imagem da morte;
(E) Alegria de amor dura apenas um instante, mas sofrimento de amor dura toda a vida.

54. (IF/AP – Auxiliar em Administração – FUNIVERSA)

Internet: <http://educacaoepraxis.blogspot.com.br>.

No segundo quadrinho, correspondem, respectivamente, a substantivo, pronome, artigo e advérbio:


(A) “guerra”, “o”, “a” e “por que”.
(B) “mundo”, “a”, “o” e “lá”.
(C) “quando”, “por que”, “e” e “lá”.
(D) “por que”, “não”, “a” e “quando”.
(E) “guerra”, “quando”, “a” e “não”.

55. (SESAP/RN - Técnico em Enfermagem - COMPERVE/2018)

Nas décadas subsequentes, vários estudos correlacionaram os hábitos dos pacientes como fatores de
risco para doenças cardiovasculares. Sedentarismo, tabagismo, obesidade, entre outros, aumentam
drasticamente as chances de enfarte.

Com relação à quantidade de artigos no trecho, há


(A) cinco.
(B) três.
(C) quatro.
(D) dois.

56. (Prefeitura Tanguá/RJ - Técnico de Enfermagem - MS Concursos/2017) Considere as


afirmações sobre artigo e numeral e assinale a alternativa correta:
I - Algumas palavras que atendem o substantivo, como um, em “um dia”, podem modificar-lhe o sentido.
Podemos entender a expressão como “um dia qualquer” e também como “um único dia.” Na primeira
situação, a palavra um é artigo; na segunda, um é numeral.
II - Artigo é a palavra que antecede o substantivo, definindo-o ou indefinindo-o. Numeral é a palavra
que expressa quantidade exata de pessoas ou coisas, ou lugar que elas ocupam numa determinada
sequência.
III - Os numerais classificam-se em: cardinais (designam uma quantidade de seres); ordinais (indicam
série, ordem, posição); multiplicativos (expressam aumento proporcional a um múltiplo da unidade);
fracionários (denotam diminuição proporcional a divisões, frações da unidade).
IV - O numeral pode referir-se a um substantivo ou substituí-lo; no primeiro caso, é numeral substantivo;
no segundo, numeral adjetivo.

(A) Apenas II, III e IV estão corretas.


(B) Apenas I, III e IV estão corretas.

24
(C) Apenas I, II e III estão corretas.
(D) Apenas I, II e IV estão corretas.

57. Assinale o par de vocábulos que fazem o plural da mesma forma que “balão” e “caneta-tinteiro”:
(A) vulcão, abaixo-assinado;
(B) irmão, salário-família;
(C) questão, manga-rosa;
(D) bênção, papel-moeda;
(E) razão, guarda-chuva.

58. Assinale a alternativa em que está correta a formação do plural:


(A) cadáver – cadáveis;
(B) gavião – gaviães;
(C) fuzil – fuzíveis;
(D) mal – maus;
(E) atlas – os atlas.

59. A palavra livro é um substantivo


(A) próprio, concreto, primitivo e simples.
(B) comum, abstrato, derivado e composto.
(C) comum, abstrato, primitivo e simples.
(D) comum, concreto, primitivo e simples.

60. Assinale a alternativa em que todos os substantivos são masculinos:


(A) enigma – idioma – cal;
(B) pianista – presidente – planta;
(C) champanha – dó(pena) – telefonema;
(D) estudante – cal – alface;
(E) edema – diabete – alface.

61. Sabendo-se que há substantivos que no masculino têm um significado; e no feminino têm outro,
diferente. Marque a alternativa em que há um substantivo que não corresponde ao seu significado:
(A) O capital = dinheiro;
A capital = cidade principal;
(B) O grama = unidade de medida;
A grama = vegetação rasteira;
(C) O rádio = aparelho transmissor;
A rádio = estação geradora;
(D) O cabeça = o chefe;
A cabeça = parte do corpo;
(E) A cura = o médico.
O cura = ato de curar.

62. (COMPESA - Analista de Gestão - Advogado - FGV) A substituição da oração adjetiva por um
adjetivo de valor equivalente está feita de forma inadequada em:
(A) “Quando você elimina o impossível, o que sobra, por mais improvável que pareça, só pode ser a
verdade”. / restante
(B) “Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância”. / consciente dos limites da própria
ignorância.
(C) “A única coisa que vem sem esforço é a idade”. / indiferente
(D) “Adoro a humanidade. O que não suporto são as pessoas”. / insuportável
(E) “Com o tempo não vamos ficando sozinhos apenas pelos que se foram: vamos ficando sozinhos
uns dos outros”. / falecidos

63. (SEPOG/RO - Técnico em Tecnologia da Informação e Comunicação - FGV/2018) Temos uma


notícia triste: o coração não é o órgão do amor! Ao contrário do que dizem, não é ali que moram os
sentimentos. Puxa, para que serve ele, afinal? Calma, não jogue o coração para escanteio, ele é
superimportante. “É um órgão vital. É dele a função de bombear sangue para todas as células de nosso
corpo”, explica Sérgio Jardim, cardiologista do Hospital do Coração.

25
O coração é um músculo oco, por onde passa o sangue, e tem dois sistemas de bombeamento
independentes. Com essas “bombas” ele recebe o sangue das veias e lança para as artérias. Para isso
contrai e relaxa, diminuindo e aumentando de tamanho. E o que tem a ver com o amor? “Ele realmente
bate mais rápido quando uma pessoa está apaixonada. O corpo libera adrenalina, aumentando os
batimentos cardíacos e a pressão arterial”.
(O Estado de São Paulo, 09/06/2012, caderno suplementar, p. 6)

Nas frases “ele é superimportante” e “Ele realmente bate mais rápido quando uma pessoa está
apaixonada”, há dois exemplos de variação de grau.

Sobre essas variações, assinale a afirmativa correta.


(A) Apenas na primeira frase há uma variação de grau de adjetivo.
(B) Nas duas ocorrências ocorre o superlativo de adjetivos.
(C) Apenas na segunda ocorrência ocorre o grau comparativo do adjetivo.
(D) Na primeira ocorrência, a variação de grau ocorre por meio de um sufixo.
(E) Apenas na primeira frase há variação de grau.

64. (Banestes - Técnico Bancário - FGV/2018) O adjetivo ilimitado corresponde à locução “sem
limites”; a locução com igual estrutura que NÃO corresponde ao adjetivo abaixo destacado é:
(A) Os turistas ficaram inertes durante a ação policial / sem ação;
(B) O turista incauto ficou assustado com a ação policial / sem cautela;
(C) O vocalista da banda saiu ileso do acidente / sem ferimento;
(D) O presidente da Coreia passou incógnito pela França / sem ser percebido;
(E) O novo livro do autor estava ainda inédito / sem editor.

65. (Banestes - Analista Econômico Financeiro - Gestão Contábil - FGV/2018) Na escrita, pode-
se optar frequentemente entre uma construção de substantivo + locução adjetiva ou substantivo + adjetivo
(esportes da água = esportes aquáticos).

O termo abaixo sublinhado que NÃO pode ser substituído por um adjetivo é:
(A) A indústria causou a poluição do rio;
(B) As águas do rio ficaram poluídas;
(C) As margens do rio estão cheias de lama;
(D) Os turistas se encantam com a imagem do rio;
(E) Os peixes do rio são bem saborosos.

66. (Pref. Paulínia/SP - Engenheiro Agrônomo - FGV) “O povo, ingênuo e sem fé das verdades, quer
ao menos crer na fábula, e pouco apreço dá às demonstrações científicas.” (Machado de Assis)

No fragmento acima, os dois adjetivos sublinhados possuem, respectivamente, os valores de


(A) qualidade e estado.
(B) estado e relação.
(C) relação e característica.
(D) característica e qualidade.
(E) qualidade e relação.

67. Marque o emprego incorreto do numeral:


(A) século III (três)
(B) página 102 (cento e dois)
(C) 80º (octogésimo)
(D) capítulo XI (onze)
(E) X tomo (décimo)

68. Indique o item em que os numerais estão corretamente empregados:


(A) Ao Papa Paulo seis sucedeu João Paulo primeiro.
(B) Após o parágrafo nono, virá o parágrafo dez.
(C) Depois do capítulo sexto, li o capítulo décimo primeiro.
(D) Antes do artigo décimo vem o artigo nono.
(E) O artigo vigésimo segundo foi revogado.

26
69. (Pref. Chapecó/SC - Procurador Municipal - IOBV) Quanto à classificação dos numerais, os que
indicam o aumento proporcional de quantidade, podendo ter valor de adjetivo ou substantivo são os
numerais:
(A) Multiplicativos.
(B) Ordinais.
(C) Cardinais.
(D) Fracionários.

70. (Pref. Barra de Guabiraba/PE - IDHTEC) Assinale a alternativa em que o numeral está escrito por
extenso corretamente, de acordo com a sua aplicação na frase:
(A) Os moradores do bairro Matão, em Sumaré (SP), temem que suas casas desabem após uma
cratera se abrir na Avenida Papa Pio X. (décima)
(B) O acidente ocorreu nessa terça-feira, na BR-401 (quatrocentas e uma)
(C) A 22ª edição do Guia impresso traz uma matéria e teve a sua página Classitêxtil reformulada.
(vigésima segunda)
(D) Art. 171 - Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou
mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil. (centésimo setésimo primeiro)
(E) A Semana de Arte Moderna aconteceu no início do século XX. (século ducentésimo)

71. (MPE/SP - Oficial de Promotoria I - VUNESP) O SBT fará uma homenagem digna da história de
seu proprietário e principal apresentador: no próximo dia 12 [12.12.2015] colocará no ar um especial com
2h30 de duração em homenagem a Silvio Santos. É o dia de seu aniversário de 85 anos.
(http://tvefamosos.uol.com.br/noticias)

As informações textuais permitem afirmar que, em 12.12.2015, Sílvio Santos completou seu
(A) octogenário quinquagésimo aniversário.
(B) octogésimo quinto aniversário.
(C) octingentésimo quinto aniversário.
(D) otogésimo quinto aniversário.
(E) oitavo quinto aniversário.

72. (CRP 2º Região/PE - Psicólogo Orientador - Fiscal - Quadrix/2018)

Em "Mas ele não tinha muitas chances", as palavras classificam-se, morfologicamente, na ordem em
que aparecem, como
(A) preposição, pronome, advérbio, ação, nome e adjetivo.
(B) conjunção, pronome, advérbio, verbo, pronome e substantivo.
(C) interjeição, pronome, nome, verbo, artigo e adjetivo.
(D) conector, nome, adjetivo, verbo, pronome e nome.
(E) conjunção, substantivo, advérbio, verbo, advérbio e adjetivo.

73. (IF/PA - Auxiliar em Administração - FUNRIO) O emprego do pronome relativo está de acordo
com as normas da língua-padrão em:
(A) Finalmente aprovaram o decreto que lutamos tanto por ele.
(B) Nas próximas férias, minha meta é fazer tudo que tenho direito.
(C) Eu aprovaria o texto daquele parecer que o relator apresentou ontem.

27
(D) Existe um escritor brasileiro que todos os brasileiros nos orgulhamos.
(E) Na política, às vezes acontecem traições onde mostram muita sordidez.

74. (Eletrobras/Eletrosul - Técnico de Segurança do Trabalho - FCC)

Abu Dhabi constrói cidade do futuro, com tudo movido a energia solar

Bem no meio do deserto, há um lugar onde o calor é extremo. Sessenta e três graus ou até mais no
verão. E foi exatamente por causa da temperatura que foi construída em Abu Dhabi uma das maiores
usinas de energia solar do mundo.
Os Emirados Árabes estão investindo em fontes energéticas renováveis. Não vão substituir o petróleo,
que eles têm de sobra por mais 100 anos pelo menos. O que pretendem é diversificar e poluir menos.
Uma aposta no futuro.
A preocupação com o planeta levou Abu Dhabi a tirar do papel a cidade sustentável de Masdar. Dez
por cento do planejado está pronto. Um traçado urbanístico ousado, que deixa os carros de fora. Lá só
se anda a pé ou de bicicleta. As ruas são bem estreitas para que um prédio faça sombra no outro. É
perfeito para o deserto. Os revestimentos das paredes isolam o calor. E a direção dos ventos foi estudada
para criar corredores de brisa.
(Adaptado de: “Abu Dhabi constrói cidade do futuro, com tudo movido a energia solar”. Disponível em:http://g1.globo.com/globoreporter/noticia/2016/04/abu-
dhabi-constroi-cidade-do-futuro-com-tudo-movido-energia-solar.html)

Considere as seguintes passagens do texto:


I. E foi exatamente por causa da temperatura que foi construída em Abu Dhabi uma das maiores usinas
de energia solar do mundo. (1º parágrafo)
II. Não vão substituir o petróleo, que eles têm de sobra por mais 100 anos pelo menos. (2º parágrafo)
III. Um traçado urbanístico ousado, que deixa os carros de fora. (3º parágrafo)
IV. As ruas são bem estreitas para que um prédio faça sombra no outro. (3º parágrafo)

O termo “que” é pronome e pode ser substituído por “o qual” APENAS em


(A) I e II.
(B) II e III.
(C) I, II e IV.
(D) I e IV.
(E) III e IV.

75. (Pref. Itaquitinga/PE - Assistente Administrativo - IDHTEC)

O emprego do pronome “aquela” na charge:


(A) Dá uma conotação irônica à frase.
(B) Representa uma forma indireta de se dirigir ao casal.
(C) Permite situar no espaço aquilo a que se refere.
(D) Indica posse do falante.
(E) Evita a repetição do verbo.

28
76. (Pref. Florianópolis/SC - Auxiliar de Sala - FEPESE) Analise a frase abaixo:

“O professor discutiu............mesmos a respeito da desavença entre .........e ........ .

Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas do texto.


(A) com nós - eu - ti
(B) conosco - eu - tu
(C) conosco - mim - ti
(D) conosco - mim - tu
(E) com nós - mim - ti

77. (UNEMAT - Psicólogo - 2018)

Disponível https://www.facebook.com/tirasamandinho/photos/a.488361671209144.113963.
488356901209621/1568398126538821/?type=3&theater.
Acesso em: fev.2018.
Na tirinha, Fê conversa com Camilo sobre o que ela considera ser machismo na cerimônia de
casamento, enquanto Pudim diz a Armandinho que tudo aquilo que a garota questiona é algo natural.
Nas falas atribuídas à menina, o verbo ter aparece em Tem casamentos [...] (quadro 1) e em [...]
essas coisas têm significados! (quadro 2).

Em relação a esses empregos do verbo ter, assinale a alternativa correta.


(A) Em ambos, o verbo é impessoal.
(B) Ambos estão na terceira pessoa do plural do presente do modo indicativo.
(C) Ambos estão na terceira pessoa do singular do presente do modo indicativo.
(D) Ambos estão no presente do modo indicativo, embora o primeiro esteja na terceira pessoa do
singular e o segundo na terceira pessoa do plural.
(E) Ambos estão no presente do modo subjuntivo, embora o primeiro esteja na terceira pessoa do
singular e o segundo na terceira pessoa do plural.

78. (PC/SP - Escrivão de Polícia - VUNESP/2018)

O drama dos viciados em dívidas

Apesar dos sinais de recuperação da economia, o número de brasileiros endividados chegou a 61,7
milhões em fevereiro passado – o equivalente a 40% da população adulta. O número é alto porque o
hábito de manter as contas em dia não é apenas uma questão financeira decorrente do estado geral da
economia – pode ser uma questão comportamental. Por isso, há grupos especializados que promovem
reuniões semanais com devedores, com a finalidade de trocar experiências sobre consumo impulsivo e
propensão a viver no vermelho. Uma dessas organizações é o Devedores Anônimos (DA), que funciona
nos mesmos moldes do Alcoólicos Anônimos (AA).
Pertencer a uma classe social mais alta não livra ninguém do problema. As pessoas de maior renda
são justamente as que têm maior resistência em admitir a compulsão. Pior. É comum que, diante dos
apuros, como a perda do emprego, algumas tentem manter o mesmo padrão de vida em lugar de cortar
gastos para se encaixar na nova realidade. Pedir um empréstimo para quitar outra dívida é um
comportamento recorrente entre os endividados.
Para sair do vermelho, aceitar o vício é o primeiro passo. Uma vez que o devedor reconhece o
problema, a próxima etapa é se planejar.
(Felipe Machado e Tatiana Babadobulos, Veja, 04.04.2018. Adaptado)

Assinale a alternativa em que os verbos estão conjugados de acordo com a norma-padrão, em


substituição aos trechos destacados na passagem – É comum que, diante dos apuros, como a perda do
emprego, algumas tentem manter o mesmo padrão de vida.

29
(A) Poderia acontecer que ... mantêm
(B) Pôde acontecer que ... mantessem
(C) Podia acontecer que ... mantivessem
(D) Pôde acontecer que ... manteram
(E) Podia acontecer que ... mantiveram

79. (PC/SP - Escrivão de Polícia - VUNESP/2018) A vida de Dorinha Duval foi, ____ . O processo
ainda não havia ido a Júri quando a tese da defesa foi mudada. Não seria mais violenta emoção, mas
legítima defesa. Ela não teria atirado no marido por ter sido ___ e chamada de velha, mas ______ o
marido passou a agredi-la. De fato, o exame pericial de corpo de delito realizado em Dorinha constatou a
existência de _______ em seu corpo. A versão da legítima defesa era ______ .
(Luiza Nagib Eluf, A paixão no banco dos réus. Adaptado)

As expressões verbais empregadas em tempo que exprime a ideia de hipótese são:


(A) seria e teria.
(B) foi e seria.
(C) teria e ter sido.
(D) foi e constatou.
(E) ter sido e passou.

80. (Pref. Itaquitinga/PE - Assistente Administrativo - IDHTEC) Morto em 2015, o pai afirma que
Jules Bianchi não __________culpa pelo acidente. Em entrevista, Philippe Bianchi afirma que a verdade
nunca vai aparecer, pois os pilotos __________ medo de falar. "Um piloto não vai dizer nada se existir
uma câmera, mas quando não existem câmeras, todos __________ até mim e me dizem. Jules Bianchi
bateu com seu carro em um trator durante um GP, aquaplanou e não conseguiu __________para evitar
o choque.
(http://espn.uol.com.br/noticia/603278_pai-diz-que-pilotos-da-f-1-temmedo-de-falar-a-verdade-sobre-o-acidente-fatal-de-bianchi)

Complete com a sequência de verbos que está no tempo, modo e pessoa corretos:
(A) Tem – tem – vem - freiar
(B) Tem – tiveram – vieram - frear
(C) Teve – tinham – vinham – frenar
(D) Teve – tem – veem – freiar
(E) Teve – têm – vêm – frear

81. (Prefeitura Florianópolis/SC - Auxiliar de Sala - FEPESE) Assinale a alternativa em que está
correta a correlação entre os tempos e os modos verbais nas frases abaixo.
(A) A entonação correta ao falarmos colabora com o entendimento que o outro tem do assunto tratado
e reforçaria a nossa persuasão.
(B) Para falar bem em público, organize as ideias de acordo com o tempo que você terá e, antes de
falar, ensaie sua apresentação.
(C) A capacidade de os adolescentes virem a falar em público, teria dependido dos bons ensinamentos
da escola.
(D) Quem vier a comparar a fala dos jovens de hoje com os da geração passada, haveria de concluir
que os jovens de hoje leem muito menos.
(E) O contato visual também é importante ao falar em público. Passa empatia e envolveria o outro.

82. (CISSUL/MG - Condutor Socorrista - IBGP/2017)

30
Assinale a alternativa que contém uma locução verbal extraída do cartum.
(A) Não terão.
(B) Como andar.
(C) Vai chegar.
(D) Todos terão.

83. (CRQ 4ª REGIÃO/SP - Fiscal - QUADRIX)

Qual forma verbal substituiria, sem causar alteração de sentido, a locução verbal "vou ter", que aparece
no primeiro quadrinho?
(A) "terei".
(B) "teria".
(C) "tivera".
(D) "tenha".
(E) "tinha".

84. (Pref. João Pessoa/PB - Professor Língua Portuguesa - FGV) Uma locução verbal é o conjunto
formado por um verbo auxiliar + um verbo principal, este último sempre em forma nominal. Nas frases a
seguir as formas verbais sublinhadas constituem uma locução verbal, à exceção de uma. Assinale‐a.
(A) Todos podem entrar assim que chegarem.
(B) Se os grevistas querem trabalhar menos, não vou atendê‐los.
(C) Deixem entrar todos os atrasados.
(D) Elas não sabem cozinhar como antigamente.
(E) A plantação foi‐se expandindo para os lados

85. Assinale a frase em que meio funciona como advérbio:


(A) Só quero meio quilo.
(B) Achei-o meio triste.
(C) Descobri o meio de acertar.
(D) Parou no meio da rua.
(E) Comprou um metro e meio.

86. Só não há advérbio em:


(A) Não o quero.
(B) Ali está o material.
(C) Tudo está correto.
(D) Talvez ele fale.
(E) Já cheguei.

87. Qual das frases abaixo possui advérbio de modo?


(A) Realmente ela errou.
(B) Antigamente era mais pacato o mundo.
(C) Lá está teu primo.
(D) Ela fala bem.
(E) Estava bem cansado.

31
88. Classifique a locução adverbial que aparece em "Machucou-se com a lâmina".
(A) modo
(B) instrumento
(C) causa
(D) concessão
(E) fim

89. (PC/SP - Investigador de Polícia - VUNESP/2018) Nos EUA, a psicanálise lembra um pouco
certas seitas – as ideias do fundador são institucionalizadas e defendidas por discípulos ferrenhos, mas
suas instituições parecem não responder às necessidades atuais da sociedade. Talvez porque o autor
das ideias não esteja mais aqui para atualizá-las.
Freud era um neurologista, e queria encontrar na Biologia as bases do comportamento. Como a
tecnologia de então não lhe permitia avançar, passou a elaborar uma teoria, criando a psicanálise.
Cientista que era, contudo, nunca se apaixonou por suas ideias, revisando sua obra ao longo da vida. Ele
chegou a afirmar: “A Biologia é realmente um campo de possibilidades ilimitadas do qual podemos esperar
as elucidações mais surpreendentes. Portanto, não podemos imaginar que respostas ela dará, em poucos
decêndios, aos problemas que formulamos. Talvez essas respostas venham a ser tais que farão o edifício
de nossas hipóteses colapsar”. Provavelmente, é sua frase menos citada. Por razões óbvias.
(Galileu, novembro de 2017. Adaptado)

Nos trechos – … Talvez porque o autor das ideias não esteja mais aqui… – ; – … nunca se apaixonou
por suas ideias… – ; – A Biologia é realmente um campo de possibilidades ilimitadas… – e –
Provavelmente, é sua frase menos citada. –, os advérbios destacados expressam, correta e
respectivamente, circunstância de:
(A) lugar; tempo; modo; afirmação.
(B) lugar; tempo; afirmação; dúvida.
(C) lugar; negação; modo; intensidade.
(D) afirmação; negação; afirmação; afirmação.
(E) afirmação; negação; modo; dúvida.

90. (PC/SP - Papiloscopista Policial - VUNESP/2018)

No 3º quadrinho, nas três ocorrências, o sentido da preposição “sem” e o das expressões que ela
forma são, respectivamente, de
(A) negação e causa.
(B) adição e condição.
(C) ausência e modo.
(D) falta e consequência.
(E) exceção e intensidade.

32
91. (Pref. Itaquitinga/PE - Técnico em Enfermagem - IDHTEC)

MAMÃ NEGRA (Canto de esperança)

Tua presença, minha Mãe - drama vivo duma Raça, Drama de carne e sangue Que a Vida escreveu
com a pena dos séculos! Pelo teu regaço, minha Mãe, Outras gentes embaladas à voz da ternura ninadas
do teu leite alimentadas de bondade e poesia de música ritmo e graça... santos poetas e sábios... Outras
gentes... não teus filhos, que estes nascendo alimárias semoventes, coisas várias, mais são filhos da
desgraça: a enxada é o seu brinquedo trabalho escravo - folguedo... Pelos teus olhos, minha Mãe Vejo
oceanos de dor Claridades de sol-posto, paisagens Roxas paisagens Mas vejo (Oh! se vejo!...) mas vejo
também que a luz roubada aos teus [olhos, ora esplende demoniacamente tentadora - como a Certeza...
cintilantemente firme - como a Esperança... em nós outros, teus filhos, gerando, formando, anunciando -
o dia da humanidade.
(Viriato da Cruz. Poemas, 1961, Lisboa, Casa dos Estudantes do Império)

Em qual das alternativas o acento grave foi mal empregado, pois não houve crase?
(A) “Milena Nogueira foi pela primeira vez à quadra da escola de samba Império Serrano, na Zona
Norte do Rio.”
(B) "Os relatos dos casos mostram repetidas violações dos direitos à moradia, a um trabalho digno, à
integridade cultural, a vida e ao território."
(C) “O corpo de Lucilene foi encontrado próximo à ponte do Moa no dia 11 de maio.”
(D) “Fifa afirma que Blatter e Valcke enriqueceram às custas da entidade.”
(E) “Doriva saiu e Milton Cruz fez às vezes de técnico até a chegada de Edgardo Bauza no fim do ano
passado.”

92. (TJ/AL - Analista Judiciário - Oficial de Justiça Avaliador - FGV/2018)

Além do celular e da carteira, cuidado com as figurinhas da Copa


Gilberto Porcidônio – O Globo, 12/04/2018

A febre do troca-troca de figurinhas pode estar atingindo uma temperatura muito alta. Preocupados
que os mais afoitos pelos cromos possam até roubá-los, muitos jornaleiros estão levando seus estoques
para casa quando termina o expediente. Pode parecer piada, mas há até boatos sobre quadrilhas de
roubo de figurinha espalhados por mensagens de celular.

No texto aparecem três ocorrências da preposição DE.


1. “troca-troca de figurinhas”;
2. “roubo de figurinha”;
3. “mensagens de celular”.

Sobre o emprego dessa preposição nesses casos, é correto afirmar que:


(A) os termos precedidos da preposição DE indicam pacientes dos vocábulos anteriores;
(B) os termos precedidos da preposição DE indicam agentes dos termos anteriores;
(C) os termos “de figurinha” e “de celular” são complementos dos termos anteriores;
(D) os termos “de figurinhas” e “de celular” são adjuntos dos vocábulos precedentes;
(E) os termos “de figurinhas” e “de figurinha” são complementos dos vocábulos precedentes.

93. Assinale a alternativa em que a preposição destacada estabeleça o mesmo tipo de relação que na
frase matriz: Criaram-se a pão e água.
(A) Desejo todo o bem a você.
(B) A julgar por esses dados, tudo está perdido.
(C) Feriram-me a pauladas.
(D) Andou a colher alguns frutos do mar.
(E) Ao entardecer, estarei aí.

33
94. (TJ/AL - Técnico Judiciário - FGV/2018)

Ressentimento e Covardia

Tenho comentado aqui na Folha em diversas crônicas, os usos da internet, que se ressente ainda da
falta de uma legislação específica que coíba não somente os usos mas os abusos deste importante e
eficaz veículo de comunicação. A maioria dos abusos, se praticados em outros meios, seriam crimes já
especificados em lei, como a da imprensa, que pune injúrias, difamações e calúnias, bem como a violação
dos direitos autorais, os plágios e outros recursos de apropriação indébita.
No fundo, é um problema técnico que os avanços da informática mais cedo ou mais tarde colocarão à
disposição dos usuários e das autoridades. Como digo repetidas vezes, me valendo do óbvio, a
comunicação virtual está em sua pré-história.
Atualmente, apesar dos abusos e crimes cometidos na internet, no que diz respeito aos cronistas,
articulistas e escritores em geral, os mais comuns são os textos atribuídos ou deformados que circulam
por aí e que não podem ser desmentidos ou esclarecidos caso por caso. Um jornal ou revista é
processado se publicar sem autorização do autor um texto qualquer, ainda que em citação longa e sem
aspas. Em caso de injúria, calúnia ou difamação, também. E em caso de falsear a verdade
propositadamente, é obrigado pela justiça a desmentir e dar espaço ao contraditório.
Nada disso, por ora, acontece na internet. Prevalece a lei do cão em nome da liberdade de expressão,
que é mais expressão de ressentidos e covardes do que de liberdade, da verdadeira liberdade.
(Carlos Heitor Cony, Folha de São Paulo, 16/05/2006 – adaptado)

O segmento do texto em que o emprego da preposição EM indica valor semântico diferente dos demais
é:
(A) “Tenho comentado aqui na Folha em diversas crônicas”;
(B) A maioria dos abusos, se praticados em outros meios”;
(C) “... seriam crimes já especificados em lei”;
(D) “...a comunicação virtual está em sua pré-história”;
(E) “...ainda que em citação longa e sem aspas”.

95. (Prefeitura de Avelinópolis/GO - Auxiliar Administrativo - Itame/2019)


[...]
"Ah, porque estou tão sozinho?
Ah, porque tudo é tão triste?
Ah, a beleza que existe
A beleza que não é só minha
Que também passa sozinha." Vinícius de Moraes
[...]

No texto, a palavra ‘Ah’ que aparece repetida é um/uma


(A) advérbio, pois é uma palavra invariável que exprime uma circunstância.
(B) preposição, porque é uma palavra invariável, que liga dois elementos de uma frase.
(C) interjeição, por ser uma palavra invariável que exprime sentimentos, subjetividade do eu poético.
(D) conjunção, por ser uma palavra invariável que estabelece conexão entre duas orações ou termos
de mesma função sintática.

96. (CRF/SP - Analista de Suporte - IDECAN/2018)

34
Tal como utilizada no primeiro quadro, a palavra “socorro” atua como uma palavra de qual classe
gramatical?
(A) Verbo.
(B) Adjetivo.
(C) Advérbio.
(D) Interjeição.

97. (UFS - Assistente em Administração - FAPESE/2018) No trecho: “Mas pesquisar alguns


sinônimos não faz mal a ninguém: posse, regalia, concessão, direito. Opa, direito?” As palavras
sublinhadas correspondem, pela ordem, a:
(A) pronome possessivo, adjetivo, advérbio, interjeição;
(B) pronome indefinido, advérbio, substantivo, interjeição;
(C) pronome relativo, conjunção, verbo, adjetivo;
(D) conjunção, adjetivo, substantivo, pronome pessoal;
(E) numeral, substantivo, verbo, conjunção aditiva.

98. (Prefeitura de Dracena/SP - Psicólogo - Big Advice Órgão/2017) A alternativa que apresenta
interjeição corresponde a:
(A) Cocoricar.
(B) Urrar.
(C) Zum-zum.
(D) Ui!
(E) Miau.

99. (Câmara de Santa Rosa/RS - Procurador Jurídico Legislativo - Instituto Excelência/2017)


“Ah, como eu queria voltar a ser criança!”
“Hum! Esse pudim estava maravilhoso!”
“Puxa! Hoje não foi meu dia de sorte!”

As frases apresentadas indicam:


(A) Preposição
(B) Interjeição
(C) Conjunção
(D) Nenhuma das alternativas

100. (PC/SP - Papiloscopista Policial - VUNESP/2018)

Na fala do personagem no segundo quadrinho “Apesar da aparência, sou um homem ultramoderno!”,


a expressão destacada estabelece entre as informações relação de sentido de
(A) comparação.
(B) finalidade.
(C) consequência.
(D) conclusão.
(E) concessão.

35
101. (Prefeitura Trindade/GO - Auxiliar Administrativo - FUNRIO)

OMS recomenda ingerir menos de cinco gramas de sal por dia

Se você tem o hábito de pegar no saleiro e polvilhar a comida com umas pitadas de sal, é melhor
pensar duas vezes. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendou esta quinta-feira que um adulto
consuma por dia menos de dois gramas de sódio – ou seja, menos de cinco gramas de sal – para reduzir
os níveis de pressão arterial e as doenças cardiovasculares.
Pela primeira vez, a OMS faz recomendações também para as crianças com mais de dois anos de
idade, para que as doenças relacionadas com a alimentação não se tornem crônicas na idade adulta.
Neste caso, a OMS diz que os valores devem ainda ser mais baixos do que os dois gramas de sódio,
devendo ser adaptados tendo em conta o tamanho, a idade e as necessidades energéticas.
Teresa Firmino Adaptado de publico.pt/ciencia

Em para reduzir os níveis de pressão arterial e as doenças cardiovasculares, a palavra para expressa
o seguinte significado:
(A) oposição
(B) finalidade
(C) causalidade
(D) comparação
(E) temporalidade

102. (SEDUC/PA - Professor Classe I - Português - CONSULPLAN/2018)

Coisas & Pessoas

Desde pequeno, tive tendência para personificar as coisas. Tia Tula, que achava que mormaço fazia
mal, sempre gritava: “Vem pra dentro, menino, olha o mormaço!”. Mas eu ouvia o mormaço com M
maiúsculo. Mormaço, para mim, era um velho que pegava crianças! Ia pra dentro logo. E ainda hoje,
quando leio que alguém se viu perseguido pelo clamor público, vejo com estes olhos o Sr. Clamor Público,
magro, arquejante, de preto, brandindo um guarda-chuva, com um gogó protuberante que se abaixa e
levanta no excitamento da perseguição. E já estava devidamente grandezinho, pois devia contar uns trinta
anos, quando me fui, com um grupo de colegas, a ver o lançamento da pedra fundamental da ponte
Uruguaiana-Libres, ocasião de grandes solenidades, com os presidentes Justo e Getúlio, e gente muita,
tanto assim que fomos alojados os do meu grupo num casarão que creio fosse a Prefeitura, com os
demais jornalistas do Brasil e Argentina. Era como um alojamento de quartel, com breve espaço entre as
camas e todas as portas e janelas abertas, tudo com os alegres incômodos e duvidosos encantos, um
vulto junto à minha cama, senti-me estremunhado e olhei atônito para um tipo de chiru, ali parado, de
bigodes caídos, pala pendente e chapéu descido sobre os olhos. Diante da minha muda interrogação, ele
resolveu explicar-se, com a devida calma:
– Pois é! Não vê que eu sou o sereno…
E eis que, por milésimo de segundo, ou talvez mais, julguei que se tratasse do sereno noturno em
pessoa. [...]
(Mário Quintana. Caderno H. 5. ed. São Paulo: Globo, 1989, p. 153-154.)

Após a leitura do texto e considerando seu conteúdo, pode-se afirmar quanto ao emprego da conjunção
em relação à titulação do texto que o sentido produzido indica
(A) compensação de um elemento em relação ao outro.
(B) acrescentamento de um elemento em relação ao outro.
(C) sobreposição do último elemento em detrimento do primeiro.
(D) estabelecimento de uma relação de um elemento para com o outro.

103. (IF/PE - Técnico em Enfermagem)

Crônica da cidade do Rio de Janeiro

No alto da noite do Rio de Janeiro, luminoso, generoso, o Cristo Redentor estende os braços. Debaixo
desses braços os netos dos escravos encontram amparo.
Uma mulher descalça olha o Cristo, lá de baixo, e apontando seu fulgor, diz, muito tristemente:
- Daqui a pouco não estará mais aí. Ouvi dizer que vão tirar Ele daí.

36
- Não se preocupe – tranquiliza uma vizinha. – Não se preocupe: Ele volta.
A polícia mata muitos, e mais ainda mata a economia. Na cidade violenta soam tiros e também
tambores: os atabaques, ansiosos de consolo e de vingança, chamam os deuses africanos. Cristo sozinho
não basta.
(GALEANO, Eduardo. O livro dos abraços. Porto Alegre: L&PM Pocket, 2009.)

Na construção “A polícia mata muitos, e mais ainda mata a economia”, a conjunção em destaque
estabelece, entre as orações,
(A) uma relação de adição.
(B) uma relação de oposição.
(C) uma relação de conclusão.
(D) uma relação de explicação.
(E) uma relação de consequência.

104. (COPASA - Analista de Saneamento - Administrador - FUMARC/2018) Se você não


corresponde ao figurino neoliberal é porque sofre de algum transtorno. As doenças estão em moda.
Respiramos a cultura da medicalização. Não nos perguntamos por que há tantas enfermidades e
enfermos. Esta indagação não convém à indústria farmacêutica nem ao sistema cujo objetivo primordial
é a apropriação privada da riqueza.

Sobre os itens lexicais destacados no fragmento, estão corretas as afirmativas, EXCETO:


(A) A conjunção “nem” liga dois itens (indústria / sistema) indicando oposição entre eles.
(B) A conjunção “porque” introduz uma relação de causalidade entre as partes do período de que faz
a ligação.
(C) O conectivo “se” poderia ser substituído por “caso” e indica condicionalidade.
(D) O pronome “algum” transfere sua indefinitude ao substantivo que acompanha, “transtorno”.

105. (MPE/SC - Promotor de Justiça - Instituto Consulplan/2019)

Excerto 2

“[...] Depois da aula, Hassan e eu passávamos a mão em um livro e corríamos para uma colina
arredondada que ficava bem ao norte da propriedade de meu pai em Wazir Akbar Khan. Havia ali um
velho cemitério abandonado, com várias fileiras de lápides com as inscrições apagadas e muito mato
impedindo a passagem pelas aleias. Anos e anos de chuva e neve tinham enferrujado o portão de grade
e deixado a mureta de pedras claras em ruínas. Perto da entrada do cemitério havia um pé de romã. Em
um dia de verão, usei uma das facas de cozinha de Ali para gravar nossos nomes naquela árvore: “Amir
e Hassan, sultões de Cabul.” Essas palavras serviram para oficializar o fato: a árvore era nossa. Depois
da aula, Hassan e eu trepávamos em seus galhos e apanhávamos as romãs encarnadas. Depois de
comer as frutas e limpar as mãos na grama, eu lia para Hassan. [...]”
HOSSEINI, Khaled. O caçador de pipas. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2003. p. 34. [fragmento]

No início do excerto 2, há duas orações coordenadas cujo sujeito é o mesmo: nós.


Certo ( ) Errado ( )

106. (Prefeitura de Teresina/PI - Professor de Educação Básica - NUCEPE/2019)

Disponível em: https://tirasarmandinho.tumblr.com/page/73 Acesso em: 15.05.19.


Em “... é transmitida por animais contaminados e comentários e postagens nas redes sociais...”,
o termo destacado tem a função sintática de

37
(A) adjunto adverbial, indica circunstância à ação verbal.
(B) agente da passiva, pratica a ação verbal na voz passiva.
(C) complemento nominal, pois completa o adjetivo “transmitida”.
(D) objeto indireto, completa do sentido do verbo com o auxílio da preposição.
(E) sujeito, pratica a ação de “transmitir” expressa na oração de ordem inversa.

107. (Prefeitura de Avelinópolis/GO - Psicólogo - Itame/2019) Em: Precisa-se de técnicos em


informática. O sujeito:
(A) está elíptico no contexto.
(B) está na voz passiva sintética.
(C) trata-se de uma oração sem sujeito.
(D) é indeterminado no contexto da frase.

108. (Prefeitura de Pacujá/CE - Fiscal de Tributos - CETREDE/2019)

Estátua Falsa

Só de oiro falso meus olhos se douram;


Sou esfinge sem mistério no poente.
A tristeza das coisas que não foram
Na minha alma desceu veladamente.

Na minha dor quebram-se espadas de ânsia,


Gomos de luz em treva se misturam.
As sombras que eu dimano não perduram,
Como ontem para mim, hoje é distância.

Já não estremeço em face de segredo;


Nada me aloira, nada me aterra
A vida corre sobre mim em guerra,
E nem sequer um arrepio de medo!

Sou estrela ébria que perdeu os céus,


Sereia louca que deixa o mar;
Sou templo prestes a ruir sem deus,
Estátua falsa ainda erguida no ar...
Mário de Sá Carneiro.

O sujeito de “desceu”, v. 4, é:
(A) oiro.
(B) esfinge.
(C) tristeza.
(D) alma.
(E) poente.

109. (Prefeitura de Porto Calvo/AL - Assistente Administrativo - COPEVE-UFAL/2019)


Para ser franco, declaro que esses infelizes não me inspiram simpatia. Lastimo a situação em que
se acham, reconheço ter contribuído para isso, mas não vou além.
RAMOS, Graciliano. São Bernardo. São Paulo: M. Fontes, 1970. p. 241.

Considerando aspectos sintáticos, a oração destacada no texto é


(A) complemento nominal.
(B) complemento verbal.
(C) predicativo.
(D) sujeito.
(E) aposto.

110. (Prefeitura de Cristalina - GO – Recepcionista - Quadrix/2019) A respeito dos sinais de


pontuação, é correto afirmar que se utiliza o ponto de interrogação ao final de um(a)

38
(A) pensamento.
(B) exclamação.
(C) afirmação.
(D) pergunta.
(E) citação.

111. (Prefeitura de Cabo de Santo Agostinho - PE - Técnico em Segurança do Trabalho -


IBFC/2019) Assinale a alternativa em que o uso da vírgula foi corretamente empregado.
(A) Um navio cargueiro de uma companhia sul-coreana, tombou e pegou fogo na costa da Geórgia,
nos Estados Unidos, na manhã de domingo.
(B) O acidente, que aconteceu perto do porto de Brunswick, deixou, quatro pessoas desaparecidas.
(C) Autoridades americanas informaram que 20 pessoas, entre elas o piloto, foram resgatadas em
segurança.
(D) O capitão da Guarda Costeira John Reed, explicou que as chamas e a fumaça prejudicaram as
operações de resgate. Os desaparecidos, estavam na casa de máquinas da embarcação.

112. (Prefeitura de Cabo de Santo Agostinho - PE - Técnico em Segurança do Trabalho -


IBFC/2019)

Novo ‘Coringa’ é aplaudido por 8 minutos consecutivos ao estrear em Veneza

Assim como acontece em Cannes, na França, o Festival de Cinema de Veneza (Itália) é um bom
termômetro para medir quais filmes com estreia prevista para os próximos meses têm grandes chances
de virar um verdadeiro sucesso de bilheteria – e, quem sabe, garantir algumas importantes indicações ao
Oscar do próximo ano.
No que depender de quem já assistiu à première de “Coringa” (ou “Joker”, em inglês), novo filme da
DC Comics em parceria com a Warner Bros., que conta a história de um dos principais vilões de “Batman”
nos quadrinhos, o longa já conquistou seu lugar de destaque.
Após ser exibido em Veneza, nesta semana, o filme foi aplaudido por oito minutos consecutivos, aos
gritos de “bravo!”. Com Joaquin Phoenix no papel do palhaço Arthur Fleck, nome original do vilão,
“Coringa” tem direção e roteiro comandados por Todd Phillips, e vem recebendo elogios da crítica
especializada, principalmente no que diz respeito à atuação de Phoenix. Segundo diretor e protagonista,
o longa promete trazer uma abordagem bem diferente da que estamos acostumados a ver em filmes de
super-heróis. O filme está previsto para chegar aos cinemas brasileiros em 3 de outubro deste ano.
(Fonte: MSN)

As aspas (“”) são utilizadas para destacar falas, citações, título ou destacar palavras/ expressões.
Assinale a alternativa em que seu uso não teve a mesma finalidade que o utilizado em: “Coringa”.
(A) “Joker”.
(B) “Batman”.
(C) “Coringa”.
(D) “bravo!”.

113. (Prefeitura de Blumenau - SC - Professor - FURB/2019) No trecho “A Escola Municipal Bilíngue


Erich Klabunde oferece matérias em português e alemão, e a Escola Básica Municipal Bilíngue Professor
Fernando Ostermann, em português e inglês.”, a segunda vírgula está sendo usada para:
(A) separar o adjunto adverbial
(B) antecipar o sujeito
(C) separar o vocativo
(D) separar o aposto
(E) indicar a elipse de um termo

39
114. (Prefeitura de Itapevi - SP - Professor de Educação Básica I - VUNESP/2019) Na passagem
“… pela leitura da versão integral do clássico de J.R.R. Tolkien, O Hobbit.”, a vírgula é empregada porque
a expressão “O Hobbit” especifica o sentido da informação anterior, que é mais amplo – clássico de J.R.R.
Tolkien. Esse mesmo uso da vírgula está presente na passagem:
(A) Para minha surpresa, no entanto, seu envolvimento com a obra crescia a cada noite que a líamos
juntos.
(B) Ao terminarmos a leitura do décimo capítulo, Moana não me desejou boa-noite.
(C) “Não é assim que vocês fazem, você e a mamãe, quando leem Arendt e Paul Ricoeur em seus
grupos de estudos?”.
(D) Na escola, é por meio das trocas discursivas entre professores e alunos que um romance ou um
programa computacional deixam de ser coisas inertes…
(E) … para se transformarem em objetos que desempenham uma função educativa e, assim, adquirem
seu sentido humanizador.

115. (SANASA Campinas - SP - Agente Técnico Elétrico-Eletrotécnico - FCC/2019) Para


responder à questão, considere o texto abaixo.

De cedo, aprendi a subir ladeira e a pegar bonde andando. Posso dizer, com humildade orgulhosa,
que tive morros e bondes no meu tempo de menino.
Nossa pobreza não era envergonhada. Ainda não fora substituída pela miséria nos morros pobres,
como o da Geada. Que tinha esse nome a propósito: lá pelos altos do Jaguaré, quando fazia muito frio,
no morro costumava gear. Tínhamos um par de sapatos para o domingo. Só. A semana tocada de
tamancos ou de pés no chão.
Não há lembrança que me chegue sem os gostos. Será difícil esquecer, lá no morro, o gosto de fel
de chá para os rins, chá de carqueja empurrado goela abaixo pelas mãos de minha bisavó Júlia. Havia
pobreza, marcada. Mas se o chá de carqueja me descia brabo pela goela, como me é difícil esquecer o
gosto bom do leite quente na caneca esmaltada estirada, amorosamente, também no morro da Geada,
pelas mãos de minha avó Nair.
A miséria não substituíra a pobreza. E lá no morro da Geada, além do futebol e do jogo de malha,
a gente criava de um tudo. Havia galinha, cabrito, porco, marreco, passarinho, e a natureza criava rolinha,
corruíra, papa-capim, andorinha, quanto. Tudo ali nos Jaguarés, no morro da Geada, sem água
encanada, com luz só recente, sem televisão, sem aparelho de som e sem inflação.
Nenhum de nós sabia dizer a palavra solidariedade. Mas, na casa do tio Otacílio, criavam-se até
filhos dos outros, e estou certo que o nosso coração era simples, espichado e melhor. Não desandávamos
a reclamar da vida, não nos hostilizávamos feito possessos, tocávamos a pé pra baixo e pra cima e,
quando um se encontrava com o outro, a gente não dizia: “Oi!”. A gente se saudava, largo e profundo: −
Ô, batuta*!
*batuta: amigo, camarada.
(Texto adaptado. João Antônio. Meus tempos de menino. In: WERNEK, Humberto (org.). Boa companhia: crônicas. São Paulo, Companhia das Letras, 2005,
p. 141-143)

No segmento ... morros pobres, como o da Geada. Que tinha esse nome a propósito: lá pelos altos do
Jaguaré, quando fazia muito frio, no morro costumava gear (2° parágrafo), o sinal de dois-pontos introduz
(A) uma ressalva.
(B) uma citação.
(C) um esclarecimento.
(D) uma contradição.
(E) um resumo.

116. (Pref. de Lauro Muller/SC – Auxiliar Administrativo – FAEPESUL) Marque a alternativa em


que a concordância nominal esteja CORRETA:
(A) Desde que comprovadas as faltas, sofrerá punições as instituições que não respeitarem a lei
vigente.
(B) Novas taxas de juro, segundo os economistas internacionais, será anunciado na próxima semana.
(C) Foi inaugurada ontem, depois de vários cancelamentos, novas obras da administração local.
(D) Prossegue implacável as denúncias contra governantes e empreiteiros do nosso país.
(E) Não estão previstas, até o momento, novas datas para a realização das provas.

40
117. (Pref. de Nova Veneza/SC – Psicólogo – FAEPESUL) A alternativa que está coerente com as
regras da concordância nominal é:
(A) Ternos marrons-claros.
(B) Tratados lusos-brasileiros.
(C) Aulas teórico-práticas.
(D) Sapatos azul-marinhos.
(E) Camisas verdes-escuras.

118. (SAAEB – Engenheiro de Segurança do Trabalho – FAFIPA) Indique a alternativa que NÃO
apresenta erro de concordância nominal.
(A) O acontecimento derrubou a bolsa brasileira, argentina e a espanhola.
(B) Naquele lugar ainda vivia uma pseuda-aristocracia.
(C) Como não tinham outra companhia, os irmãos viajaram só.
(D) Simpáticos malabaristas e dançarinos animavam a festa.

119. (Petrobras - Técnico de Administração - CESGRANRIO)

O SER HUMANO DESTRÓI O QUE MAIS DIZ AMAR


As grandes perdas acontecem por pequenas decisões

Se leio a frase “O ser humano destrói o que mais diz amar”, pensando na loucura que a humanidade
vive hoje, não me sinto assim tão mal. Mas se, ao repetir mentalmente a frase, me lembro da discussão
que tive ontem com minha mulher porque não aceitei que não sei lidar com críticas, ou da forma bruta
com que tratei um dos meus filhos porque não consegui negociar e apelei para o meu pátrio-poder, ou da
forma como repreendo as pessoas que trabalham comigo quando não atingimos as metas da empresa,
sinto que essa afirmação tem mais verdade do que eu gostaria de admitir. AYLMER, Roberto. Escolhas:
algumas delas podem determinar o destino de uma pessoa, uma família ou uma nação. (Adaptado)

A frase em que a concordância nominal está INCORRETA é:


(A) Bastantes feriados prejudicam, certamente, a economia de um país.
(B) Seguem anexo ao processo os documentos comprobatórios da fraude.
(C) Eles eram tais qual o chefe nas tomadas de decisão.
(D) Haja vista as muitas falhas cometidas, não conseguiu a promoção.
(E) Elas próprias resolveram, enfim, o impasse sobre o rumo da empresa.

120. (CISMEPAR/PR – Advogado – FAUEL) A respeito de concordância verbal e nominal, assinale a


alternativa cuja frase NÃO realiza a concordância de acordo com a norma padrão da Língua Portuguesa:
(A) Meias verdades são como mentiras inteiras: uma pessoa meia honesta é pior que uma mentirosa
inteira.
(B) Sonhar, plantar e colher: eis o segredo para alcançar seus objetivos.
(C) Para o sucesso, não há outro caminho: quanto mais distante o alvo, maior a dedicação.
(D) Não é com apenas uma tentativa que se alcança o que se quer.

121. (TRF 3ª Região - Analista Judiciário - Área Administrativa - FCC) A respeito da concordância
verbal, é correto afirmar:
(A) Em "A aquisição de novas obras devem trazer benefícios a todos os frequentadores", a
concordância está correta por se tratar de expressão partitiva.
(B) Em "Existe atualmente, no Brasil, cerca de 60 museus", a concordância está correta, uma vez que
o núcleo do sujeito é "cerca".
(C) Na frase "Hão de se garantir as condições necessárias à conservação das obras de arte", o verbo
"haver" deveria estar no singular, uma vez que é impessoal.
(D) Em "Acredita-se que 25% da população frequentem ambientes culturais", a concordância está
correta, uma vez que a porcentagem é o núcleo do segmento nominal.
(E) Na frase "A maioria das pessoas não frequentam o museu", o verbo encontra-se no plural por
concordar com "pessoas", ainda que pudesse, no singular, concordar com "maioria".

41
122. (Petrobras - Técnico de Administração - CESGRANRIO)

O SER HUMANO DESTRÓI O QUE MAIS DIZ AMAR


As grandes perdas acontecem por pequenas decisões

Se leio a frase “O ser humano destrói o que mais diz amar”, pensando na loucura que a humanidade
vive hoje, não me sinto assim tão mal. Mas se, ao repetir mentalmente a frase, me lembro da discussão
que tive ontem com minha mulher porque não aceitei que não sei lidar com críticas, ou da forma bruta
com que tratei um dos meus filhos porque não consegui negociar e apelei para o meu pátrio-poder, ou da
forma como repreendo as pessoas que trabalham comigo quando não atingimos as metas da empresa,
sinto que essa afirmação tem mais verdade do que eu gostaria de admitir. AYLMER, Roberto. Escolhas:
algumas delas podem determinar o destino de uma pessoa, uma família ou uma nação. (Adaptado)

A concordância verbal está corretamente estabelecida em:


(A) Foi três horas de viagem para chegar ao local do evento.
(B) Há de existir prováveis discussões para a finalização do projeto.
(C) Só foi recebido pelo coordenador quando deu cinco horas no relógio.
(D) Fazia dias que participavam do processo seletivo em questão.
(E) Choveu aplausos ao término da palestra do especialista em Gestão.

123. (UFES - Engenheiro Civil - UFES) A concordância verbal está INCORRETA em:
(A) Houve vários debates sobre o abastecimento de água.
(B) Observaram-se, daquele local, diversas propostas interessantes.
(C) Os resultados das discussões é que foram positivos.
(D) Existem pessoas muito bem intencionadas ainda hoje.
(E) Surgiu, após acalorada discussão, boas soluções.

124. (UFES - Técnico em Contabilidade - UFES) A concordância verbal está CORRETA em:
(A) Os Estados Unidos devem superar o crescimento global.
(B) Cerca de dez mil candidatos se inscreveu para o concurso da UFES.
(C) Minas Gerais produzem mais de 50% de toda a safra brasileira de café.
(D) Mais de um jornal fizeram alusão ao aumento do dólar.
(E) Filmes, leituras, boas conversas, nada os tiravam da apatia.

125. (COPEL – Contador Júnior - NC-UFPR) Assinale a alternativa em que os verbos sublinhados
estão corretamente flexionados quanto à concordância verbal:
(A) A Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou recentemente a nova edição do relatório Smoke-
free movies (Filmes sem cigarro), em que recomenda que os filmes que exibem imagens de pessoas
fumando deveria receber classificação indicativa para adultos.
(B) Pesquisas mostram que os filmes produzidos em seis países europeus, que alcançaram bilheterias
elevadas (incluindo alemães, ingleses e italianos), continha cenas de pessoas fumando em filmes
classificados para menores de 18 anos.
(C) Para ela, a indústria do tabaco está usando a “telona” como uma espécie de última fronteira para
anúncios, mensagens subliminares e patrocínios, já que uma série de medidas em diversos países
passou a restringir a publicidade do tabaco.
(D) E 90% dos filmes argentinos também exibiu imagens de fumo em filmes para jovens.
(E) Os especialistas da organização citam estudos que mostram que quatro em cada dez crianças
começa a fumar depois de ver atores famosos dando suas “pitadas” nos filmes.

126. (CODEBA - Analista Portuário - Administrador - FGV)

Relatórios

Relatórios de circulação restrita são dirigidos a leitores de perfil bem específico. Os relatórios de
inquérito, por exemplo, são lidos pelas pessoas diretamente envolvidas na investigação de que tratam.
Um relatório de inquérito criminal terá como leitores preferenciais delegados, advogados, juízes e
promotores.

42
Autores de relatórios que têm leitores definidos podem pressupor que compartilham com seus leitores
um conhecimento geral sobre a questão abordada. Nesse sentido, podem fazer um texto que focalize
aspectos específicos sem terem a necessidade de apresentar informações prévias.
Isso não acontece com relatórios de circulação mais ampla. Nesse caso, os autores do relatório devem
levar em consideração o fato de terem como interlocutores pessoas que se interessam pelo assunto
abordado, mas não têm qualquer conhecimento sobre ele. No momento de elaborar o relatório, será
preciso levar esse fato em consideração e introduzir, no texto, todas as informações necessárias para
garantir que os leitores possam acompanhar os dados apresentados, a análise feita e a conclusão
decorrente dessa análise.

“Relatórios de circulação restrita são dirigidos a leitores de perfil bem específico".

No caso desse segmento do texto, a preposição a é de uso gramatical, pois é exigida pela regência
do verbo dirigir.

Assinale a opção que indica a frase em que a preposição “a" introduz um adjunto e não um
complemento.
(A) O Brasil dá Deus a quem não tem nozes, dentes etc.
(B) É preciso passar o Brasil a limpo.
(C) Um memorando serve não para informar a quem o lê, mas para proteger quem o escreve.
(D) Quem é burro pede a Deus que o mate e ao diabo que o carregue.
(E) O desenvolvimento é uma receita dos economistas para promover os miseráveis a pobres – e, às
vezes, vice-versa.

127. Quanto a amigos, prefiro João.....Paulo,.....quem sinto......simpatia.


(A) a, por, menos
(B) do que, por, menos
(C) a, para, menos
(D) do que, com, menos
(E) do que, para, menos

128. Assinale a opção em que todos adjetivos podem ser seguidos pela mesma preposição:
(A) ávido, bom, inconsequente
(B) indigno, odioso, perito
(C) leal, limpo, oneroso
(D) orgulhoso, rico, sedento
(E) oposto, pálido, sábio

129. "As mulheres da noite,......o poeta faz alusão a colorir Aracaju,........coração bate de noite, no
silêncio". A opção que completa corretamente as lacunas da frase acima é:
(A) as quais, de cujo
(B) a que, no qual
(C) de que, o qual
(D) às quais, cujo
(E) que, em cujo

130. (TRE/SP - Analista Judiciário - Área Judiciária - FCC/2017)


Amizade

A amizade é um exercício de limites afetivos em permanente desejo de expansão. Por mais completa
que pareça ser uma relação de amizade, ela vive também do que lhe falta e da esperança de que um dia
nada venha a faltar. Com o tempo, aprendemos a esperar menos e a nos satisfazer com a finitude dos
sentimentos nossos e alheios, embora no fundo de nós ainda esperemos a súbita novidade que o amigo
saberá revelar. Sendo um exercício bem-sucedido de tolerância e paciência – amplamente
recompensadas, diga-se – a amizade é também a ansiedade e a expectativa de descobrirmos em nós,
por intermédio do amigo, uma dimensão desconhecida do nosso ser.
Há quem julgue que cabe ao amigo reconhecer e estimular nossas melhores qualidades. Mas por que
não esperar que o valor maior da amizade está em ser ela um necessário e fiel espelho de nossos
defeitos? Não é preciso contar com o amigo para conhecermos melhor nossas mais agudas

43
imperfeições? Não cabe ao amigo a sinceridade de quem aponta nossa falha, pela esperança de que
venhamos a corrigi-la? Se o nosso adversário aponta nossas faltas no tom destrutivo de uma acusação,
o amigo as identifica com lealdade, para que nos compreendamos melhor.
Quando um amigo verdadeiro, por contingência da vida ou imposição da morte, é afastado de nós,
ficam dele, em nossa consciência, seus valores, seus juízos, suas percepções. Perguntas como “O que
diria ele sobre isso?” ou “O que faria ele com isso?” passam a nos ocorrer: são perspectivas dele que se
fixaram e continuam a agir como um parâmetro vivo e importante. As marcas da amizade não
desaparecem com a ausência do amigo, nem se enfraquecem como memórias pálidas: continuam a ser
referências para o que fazemos e pensamos.
(CALÓGERAS, Bruno, inédito)
Está clara e correta a redação deste livre comentário sobre o texto:
(A) Sendo falíveis, somos também sujeitos à toda sorte de imperfeições, inclusive a própria amizade
não se furta aquela verdade.
(B) O autor do texto considera que, por maior e mais leal que seja, uma amizade tem de contar com
os limites da afetividade humana.
(C) A prática das grandes amizade supõem que os amigos interajam através de sentimentos leais, de
cujo valor não é fácil discernir.
(D) Não se devem imaginar que os nossos defeitos escapem na observação do amigo, por onde, aliás,
devemos ter boas expectativas.
(E) Requer muita paciência e muita compreensão os momentos em que nosso amigo surpreende-nos
os defeitos que imaginávamos ocultos.

131. Assinale a opção em que o verbo chamar é empregado com o mesmo sentido que
apresenta em __ “No dia em que o chamaram de Ubirajara, Quaresma ficou reservado, taciturno e mudo”:
(A) pelos seus feitos, chamaram-lhe o salvador da pátria;
(B) bateram à porta, chamando Rodrigo;
(C) naquele momento difícil, chamou por Deus e pelo Diabo;
(D) o chefe chamou-os para um diálogo franco;
(E) mandou chamar o médico com urgência.

132. (Pref. São José do Cerrito/SC - Técnico em Enfermagem - IESES/2017)

Ler e escrever no papel faz bem para o cérebro, diz estudo


23 fev 2015 Adaptado de: http://www.soportugues.com.br/secoes/artigo.php?indice=116 Acesso em: 17 janeiro 2015

Há óbvias vantagens em ler um livro num smartphone, tablet ou e-reader em vez de lê-lo no papel. No
livro digital, é fácil buscar uma palavra qualquer ou consultar seu significado num dicionário, por exemplo.
Um e-reader que pesa apenas 200 gramas pode conter milhares de livros digitais que seriam pesados
e volumosos se fossem de papel. Além disso, um e-book é geralmente mais barato que seu equivalente
impresso.
Mas a linguista americana Naomi Baron descobriu que ler e escrever no papel é quase sempre melhor
para o cérebro. Naomi estudou os hábitos de leitura de 300 estudantes universitários em quatro países –
Estados Unidos, Alemanha, Japão e Eslováquia. Ela reuniu seus achados no livro “Words Onscreen: The
Fate of Reading in a Digital World” (“Palavras na Tela: O Destino da Leitura num Mundo Digital” – ainda
sem edição em português). 92% desses estudantes dizem que é mais fácil se concentrar na leitura ao
manusear um livro de papel do que ao ler um livro digital. Naomi detalha, numa entrevista ao site New
Republic, o que os estudantes disseram sobre a leitura em dispositivos digitais: “A primeira coisa que
dizem é que se distraem mais facilmente, eles são levados a outras coisas. A segunda é que há cansaço
visual, dor de cabeça e desconforto físico.”
Esta última reclamação parece se referir principalmente à leitura em tablets e smartphones, já que os
e-readers são geralmente mais amigáveis aos olhos.
Segundo Naomi, embora a sensação subjetiva dos estudantes seja de que aprendem menos em livros
digitais, testes não confirmam isso: “Se você aplica testes padronizados de compreensão de passagens
no texto, os resultados são mais ou menos os mesmos na tela ou na página impressa”, disse ela ao New
Republic.
Mas há benefícios observáveis da leitura no papel. Quem lê um livro impresso, diz ela, tende a se
dedicar à leitura de forma mais contínua e por mais tempo. Além disso, tem mais chances de reler o texto
depois de tê-lo concluído.
Uma descoberta um pouco mais surpreendente é que escrever no papel – um hábito cada vez menos
comum – também traz benefícios. Naomi cita um estudo feito em 2012 na Universidade de Indiana com

44
crianças em fase de alfabetização. Os pesquisadores de Indiana descobriram que crianças que escrevem
as letras no papel têm seus cérebros ativados de forma mais intensa do que aquelas que digitam letras
num computador usando um teclado. Como consequência, o aprendizado é mais rápido para aquelas
que escrevem no papel.
Assinale a alternativa em que há ERRO na regência verbal.
(A) O livro a que me referia é este da vitrine.
(B) Nunca aspirou ao cargo de gerência.
(C) A pasta que te falei está vazia.
(D) Desobedeceu às leis e foi multado.

133. Em todas as alternativas, o verbo grifado foi empregado com regência certa, exceto em:
(A) a vista de José Dias lembrou-me o que ele me dissera.
(B) estou deserto e noite, e aspiro sociedade e luz.
(C) custa-me dizer isto, mas antes peque por excesso;
(D) redobrou de intensidade, como se obedecesse a voz do mágico;
(E) quando ela morresse, eu lhe perdoaria os defeitos.

134. (TJM/SP - Escrevente Técnico Judiciário - VUNESP/2017) Uma frase escrita em conformidade
com a norma-padrão da língua é:
(A) O pai alegou em que tinha sobrevivido dois anos com sua própria comida.
(B) O pai tentou persuadir o filho de que era capaz de cozinhar.
(C) O pai não conseguiu convencer o filho que estava apto com cozinhar.
(D) O pai acabou revelando de que não estava preparado de cozinhar.
(E) O pai aludiu da época que tinha sobrevivido com sua própria comida.

135. A regência verbal está correta em:


(A) A funcionária aspirava ao cargo de chefia.
(B) Custo a crer que ela ainda volte.
(C) Sua atitude implicará em demissão
(D) Prefiro mais trabalhar que estudar

136. (UFAL – Engenheiro Mecânico – COPEVE-UFAL/2019)

Uso da CRASE: Assinale a alternativa em que o uso da Crase é facultativo.

A) O Diretor se opôs a nossa pretensão de utilizar o laboratório em qualquer horário


B) Consegui a minha certificação em Inglês com nota nove
C) A vítima foi submetida a tortura e a maus tratos
D) É de boa educação ceder lugar nos ônibus às pessoas mais velhas
E) Os defensores do meio ambiente estão sempre atentos a novidades nas pesquisas sobre o clima

137. (Prefeitura de Porto Moz-PA – Agente Administrativo – FUNRIO/2019)

Assinale a alternativa em que há ocorrência de crase.


A) Ela esteve, a noite, em minha casa.
B) Ele voltou a casa muito tarde.
C) O diretor referiu-se a quaisquer pessoas.
D) Por que ele fica a gritar?
F) Chegarei daqui a dois dias.

138. (Prefeitura de Peruíbe/SP – Secretário de Escola – VUNESP/2019)

O sinal indicativo de crase está empregado corretamente em:


A)Ela tem muito apego à família e aos amigos.
B)Ela se apega facilmente à qualquer pessoa.
C)Ela é apegada à bebidas, livros e sonhos.
D)Ele se apegou com obsessão à esta mágoa.
E)Ele é apegado à todos os tipos de prazer.

45
139. (Prefeitura de Várzea/PB – Assistente Social – EDUCA/2019)

Marque a opção em que o uso da crase é facultativo:


A) Fomos dirigindo até à avenida principal.
B) Fui à feira de produtos naturais em Várzea.
C) A fila crescia à proporção que o tempo passava.
D) Vejo-te à tarde
E) Gosto de roupas à moda de Paris.

140. (SAAE de Itabira-MG – Advogado – FUNDEP/2019)

Leia o texto a seguir.

[...]

“Meu amor não vai haver tristeza


Nada além de fim de tarde a mais
Mas depois as luzes todas acesas
Paraísos artificiais
E se você saísse à francesa
Eu viajaria muito, mas
Muito mais”
(Marina Lima – À francesa)

Disponível em:<https://www.letras.mus.br/marinalima/594815/> . Acesso em: 23 jan. 2019.

O uso da crase em “à francesa”, expressão que nomeia a música e que significa, em outras palavras,
sair de algum evento de forma discreta, sem se despedir dos demais, justifica-se porque

A) “À francesa” constitui uma redução sintática da expressão “à moda francesa”, portanto, a crase é
necessária.
B) sair’, por se tratar de um verbo intransitivo, rege a preposição ‘a’, o que ocasiona a crase.
C) há a necessidade de diferenciar o ‘a’ antes de ‘francesa’ de um artigo. Para marcá-lo como
preposição, é necessária a crase.
D) a crase é obrigatória antes de adjetivos do gênero feminino, como é o caso de “francesa”

141. (Pref. de Itaquitinga/PE - Psicólogo - IDHTEC) “A tragédia que iniciou com o rompimento da
barragem de rejeitos de minérios em Mariana-MG e se estendeu até o Leste do Espírito Santo, mar
adentro, nos faz refletir quais ações poderiam ter sido executadas para evitar esse desastre.
A maioria dos especialistas afirma que rompimentos de barragens são eventos muito lentos, que sinais
já haviam sido detectados sobre o problema em Mariana. Todos dizem que houve negligência e
consequentemente o desastre; agora, a maioria das informações sobre o que realmente aconteceu não
foram ainda disponibilizadas, mesmo após tantos dias.
Ao olharmos para o estado da Bahia, temos vinte e quatro barragens de rejeitos semelhantes à
Barragem do Fundão. E com informações de que quatro delas apresentam dano potencial elevado, sendo
duas localizadas no município de Jacobina e duas em Santa Luz, estando todas sob constante vigilância
da Departamento Nacional de Produção Mineral.”
(http://www.tribunafeirense.com.br/noticias/11162/por-pedroamerico-lopes-e-preciso-aprender-com-os-desastres.html)

Em qual das alternativas houve erro na colocação pronominal


(A) “Desconhecido pela maioria dos turistas, um impressionante caldeirão de chamas amarelo brilhante
e sem fumaça nunca se apaga.”
(B) “Delicadeza é aquilo que nos alcança sem nos tocar. É a melodia que nos embala mesmo em
silêncio. É quando a boca empresta um sorriso aos olhos sem que nenhuma cobrança seja feita.”
(C) “Concentre-se naquilo que você é bom, delegue todo o resto.”
(D) “Ao final, se chegou ao livro digital, com textos e dezenas de imagens coloridas.”
(E) “Em se tratando de ato infracional com reflexos patrimoniais, a autoridade poderá determinar, se
for o caso, que o adolescente restitua a coisa”

46
142. (Pref. de Florianópolis/SC - Auxiliar de Sala - FEPESE) Analise a frase abaixo:

“O professor discutiu............mesmos a respeito da desavença entre .........e ........ .

Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas do texto.


(A) com nós • eu • ti
(B) conosco • eu • tu
(C) conosco • mim • ti
(D) conosco • mim • tu
(E) com nós • mim • ti

143. (Transpetro - Auditor Júnior - CESGRANRIO)

A função da arte

Diego não conhecia o mar. O pai, Santiago Kovadloff, levou-o para que descobrisse o mar. Viajaram
para o Sul. Ele, o mar, estava do outro lado das dunas altas, esperando.
Quando o menino e o pai enfim alcançaram aquelas alturas de areia, depois de muito caminhar, o mar
estava na frente de seus olhos. E foi tanta a imensidão do mar, e tanto o seu fulgor, que o menino ficou
mudo de beleza.
E quando finalmente conseguiu falar, tremendo, gaguejando, pediu ao pai: - Me ajuda a olhar!
GALEANO, Eduardo. O livro dos abraços. Porto Alegre:L&PM, 2002. P.12.

No que se refere à colocação pronominal, respeita-se a norma-padrão em:


(A) Queria que admira-me-ssem na velhice.
(B) Me seduziria poder ser jovem a vida toda.
(C) A aposentadoria, esperarei-a com ansiedade.
(D) Nunca senti-me tão velho como hoje.
(E) Ninguém o observava com a mesma atenção que eu.

144. (Pref. de Caucaia/CE - Agente de Suporte a Fiscalização - CETREDE) Marque a opção em


que ocorre ênclise.
(A) Disseram-me a verdade.
(B) Não nos comunicaram o fato.
(C) Dir-se-ia que tal construção não é correta.
(D) A moça se penteou.
(E) Contar-me-ão a verdade?

145. (MPE/RS - Agente Administrativo - MPE-RS) Assinale a alternativa que preenche correta e
respectivamente as lacunas dos enunciados abaixo.
1. Quanto ao pedido do Senhor Secretário, a secretaria deverá ________ que ainda não há
disponibilidade de recursos.
2. Apesar de o regimento não exigir uma sindicância neste tipo de situação, a gravidade da ocorrência
________, sem dúvida.
3. Embora os novos artigos limitem o alcance da lei, eles não ________.

(A) informar-lhe – a justificaria – revogam-na


(B) informar-lhe – justificá-la-ia – a revogam
(C) informá-lo – justificar-lhe-ia – a revogam
(D) informá-lo – a justificaria – lhe revogam
(E) informar-lhe – justificá-la-ia – revogam-na

146. (PC-SP - Auxiliar de Papiloscopista Policial - VUNESP/2018) Assinale a alternativa em que em


que a colocação do pronome destacado atende à norma-padrão da língua.
(A) Apenas quando lembra-se do que lera nos jornais, o narrador compreende a razão de não haver
pão.
(B) Ao ouvir a história do padeiro, o narrador indigna-se com a forma como sempre tratavam-no nas
casas.

47
(C) O narrador relacionava a história do padeiro à sua, se recordando do tempo em que era um jovem
escritor.
(D) De tanto ouvir que não era ninguém, o padeiro já não se incomodava mais por ser tratado assim.
(E) Para o padeiro, era natural a ideia de que ninguém reconhecia-o devido à natureza do seu trabalho.

147. (PC-SP - Escrivão de Polícia - VUNESP/2018) As crianças e os adolescentes estão vivendo boa
parte de seu tempo no mundo virtual, principalmente por meio de seus aparelhos celulares. Em relatório
divulgado em dezembro de 2017, o UNICEF usou a expressão “cultura do quarto” para indicar um dos
efeitos desse fenômeno. Os mais novos têm escolhido o isolamento do espaço privado em detrimento do
uso do espaço público para se dedicarem à imersão nas redes.
Você certamente já viu agrupamentos de adolescentes que interagiam mais com seu celular do que
uns com os outros, não é? Pois bem: esse comportamento gera consequências, sendo que algumas delas
não colaboram para o bom desenvolvimento dos mais novos. Como eles aprendem a se relacionar, por
exemplo? Relacionando-se com seus pares! Acontece que o relacionamento no mundo virtual é
radicalmente diferente daquele que ocorre na vida real, o que nos faz levantar a hipótese de que eles têm
se desenvolvido com deficit no processo de socialização.
E como se aprenderia a ter – e a proteger – privacidade? Primeiramente sabendo a diferença entre
intimidade e convívio social. Explorar o mundo social simultaneamente ao real cria uma grande dificuldade
nessa diferenciação. Não é à toa que já se expôs na rede a privacidade de tantas crianças e jovens, com
grande prejuízo pessoal!
(Rosely Sayão, As crianças e as tecnologias. Veja, 28-02-2018. Adaptado)
Assinale a alternativa em que a mudança na posição do pronome destacado, como consta nos
colchetes, está de acordo com a norma-padrão de colocação pronominal.
(A) Relacionando-se com seus pares! [Se relacionando com seus pares!]
(B) Eles têm se desenvolvido... [Eles têm desenvolvido-se...]
(C) Como eles aprendem a se relacionar, por exemplo? [Como eles aprendem a relacionar-se, por
exemplo?]
(D) E como se aprenderia a ter – e a proteger – a privacidade? [E como aprenderia-se a ter – e a
proteger – a privacidade?]
(E) não é à toa que já se expôs na rede a privacidade de tantas crianças e jovens... [não é à toa que
já expôs-se na rede a privacidade de tantas crianças e jovens...]

148. (IPSMI - Procurador - VUNESP) Assinale a alternativa em que a colocação pronominal e a


conjugação dos verbos estão de acordo com a norma-padrão.
(A) Eles se disporão a colaborar comigo, se verem que não prejudicarei-os nos negócios.
(B) Propusemo-nos ajudá-lo, desde que se mantivesse calado.
(C) Tendo avisado-as do perigo que corriam, esperava que elas se contessem ao dirigir na estrada.
(D) Todos ali se predisporam a ajudar-nos, para que nos sentíssemos à vontade.
(E) Os que nunca enganaram-se são poucos, mas gostam de que se alardeiem seus méritos.

149. (BAHIAGÁS - Analista de Processos Organizacionais - IESES) Assinale a opção em que a


colocação dos pronomes átonos está INCORRETA:
(A) Não considero-me uma pessoa de sorte; me considero uma pessoa que trabalha para se sustentar
e esforça-se para se colocar bem na vida.
(B) Pagar-lhes-ei tudo o que lhes devo, mas no devido tempo e na devida forma.
(C) A situação não é melhor na Rússia, onde os antigos servos tornaram-se mujiques famintos, nem
nos países mediterrâneos, onde os campos sobrecarregados de homens são incapazes de alimentá-los.
(D) Deus me livre desse maldito mosquito! Nem me falem nessas doenças que ele transmite!
(E) Pede a Deus que te proteja e dê muita vida e saúde a teus pais.

48
150. (TRT 14ª Região - Técnico Judiciário - FCC)

No que se refere ao emprego do acento indicativo de crase e à colocação do pronome, a alternativa


que completa corretamente a frase O palestrante deu um conselho... é:
(A) à alguns jovens que escutavam-no.
(B) à estes jovens que o escutavam.
(C) àqueles jovens que o escutavam.
(D) à juventude que escutava-o.
(E) à uma porção de jovens que o escutava.

151. (Prefeitura de Cristalina - GO – Recepcionista - Quadrix/2019)

Quanto à compreensão de orações do texto, assinale a alternativa que apresenta a reescritura correta
do trecho “ONU aprovou, em 2001, a Declaração do Milênio, com oito compromissos”.
(A) A ONU foi aprovada com oito compromissos pela Declaração do Milênio em 2001.
(B) Em 2001, a Declaração do Milênio aprovou oito compromissos com a ONU.
(C) Oito compromissos foram aprovados na ONU e na Declaração do Milênio em 2001.
(D) A ONU e a Declaração do Milênio aprovaram, em 2001, oito compromissos.
(E) A Declaração do Milênio, com oito compromissos, foi aprovada pela ONU em 2001.

152. (Câmara de Fortaleza - CE - Agente Administrativo - FCC/2019)

Na história da humanidade, jamais se viveu um período de tão radical metamorfose, especialmente no


campo das concretudes, materializadas sobretudo no cenário das máquinas. Em velocidade vertiginosa,
o mundo se reorganiza a partir da revolução científica e tecnológica permanente, cuja influência se
estende da biologia à engenharia da comunicação. Criam-se, assim, diariamente, novas categorias para
as coisas e para os fabulosos eventos a elas relacionados. Trata-se de um momento de deslumbramento,
mas também de dura incerteza.
Se resiste ..I.. ilusão de que ..II.. felicidade vem ..III.. reboque dessas transformações, também é fato
que os homens frequentemente se desanimam com as próprias invenções.
(Adaptado de: MIRANDA, Danilo Santos de. “Mutações: caminhos sinuosos e inquietações na busca do futuro”. In: Adauto Novaes (org.). Mutações. São
Paulo: Edições SESC SP, 2008)

49
Criam-se, assim, diariamente, novas categorias para as coisas (1º parágrafo)
Uma redação alternativa para o trecho acima, sem prejuízo do sentido e da correção gramatical, está
em:
(A) Assim, novas categorias para as coisas são criadas diariamente.
(B) Assim, novas categorias para as coisas foram criadas diariamente.
(C) Diariamente, assim, seriam criadas novas categorias para as coisas.
(D) Diariamente, novas categorias para as coisas tinham, assim, sido criadas.
(E) Assim, teriam sido criadas diariamente novas categorias para as coisas.

153. (SEE-AC - Professor PNS - P2 - IBADE/2019) "O Brasil está fazendo progressos para as
meninas, mas apenas para algumas meninas".
O trecho destacado poderia ser substituído, sem prejuízo do sentido do texto, por:
(A) O Brasil está fazendo progressos para muitas meninas.
(B) O Brasil não está fazendo progressos para meninas.
(C) O Brasil está fazendo progressos para todas as meninas.
(D) O Brasil por enquanto está fazendo progressos para poucas meninas.
(E) O Brasil está fazendo progressos, especialmente para as meninas.

154. (TJ-MA - Técnico Judiciário - FCC/2019)

Como assistiremos a filmes daqui a 20 anos?

Com muitos cineastas trocando câmeras tradicionais por câmeras 360 (que capturam vistas de todos
os ângulos), o momento atual do cinema é comparável aos primeiros anos intensamente experimentais
dos filmes no final do século 19 e início do século 20.
Uma série de tecnologias em rápido desenvolvimento oferece um potencial incrível para o futuro dos
filmes – como a realidade aumentada, a inteligência artificial e a capacidade cada vez maior de
computadores de criar mundos digitais detalhados.
Como serão os filmes daqui a 20 anos? E como as histórias cinematográficas do futuro diferem das
experiências disponíveis hoje? De acordo com o guru da realidade virtual e artista Chris Milk, os filmes
do futuro oferecerão experiências imersivas sob medida. Eles serão capazes de “criar uma história em
tempo real que é só para você, que satisfaça exclusivamente a você e o que você gosta ou não”, diz ele.
(Adaptado de: BUCKMASTER, Luke. Disponível em: www.bbc.com)

Quanto à concordância, o segmento do texto reescrito corretamente está em:


(A) Como são possíveis diferenciar as histórias cinematográficas do futuro das experiências
disponíveis hoje?
(B) Um potencial incrível para o futuro dos filmes é oferecido por tecnologias em rápido
desenvolvimento.
(C) Análogos aos anos experimentais dos filmes no final do século 19 e início do 20 é o momento atual
do cinema.
(D) No futuro será possível que se criem uma história em tempo real só para o espectador.
(E) Experiências imersivas sob medida é o que parecem aptas a oferecer os filmes do futuro.

155. (IPREMM - SP - Médico Perito - VUNESP/2019)

Depois do vazio deixado pela Cynira, passei a dar mais valor ao contato com os três netos. Senti-me
como o procurador da consorte, que tanto queria acompanhar a evolução da vida dos meninos. Ao mesmo
tempo, eles se aproximaram mais de mim, agora que sou o único avô sobrevivente.
Conversamos, com frequência, sobre opções profissionais. Quando menino, Miguel parecia inclinado
a estudar Direito, tal sua obsessão pelos direitos individuais. Toda vez que alguém da família contava
uma história de dano produzido por alguém, Miguel proclamava: “Processa!”
Certa vez, quando subíamos a escadaria de uma livraria da cidade, disse a ele que não me sentia
seguro e que, se tomasse um tombo, não poderia processar ninguém, pois a fragilidade era minha.
“Como não?”, exclamou o Miguel. “Então para que existe o Estatuto do Idoso?”
Em 2009 entrou na Psicologia da USP, tomado de paixão intelectual por Jung. Quanto ao Felipe, é
mais pragmático e se prepara para entrar na faculdade de Economia. Só lhe digo para tomar cuidado
com o salto alto, expressão que precisei explicar, pois o jovem, com todo o brilhantismo que lhe é peculiar,
é jejuno em futebol.

50
A surpresa veio do Antonio, carioca da gema, baladeiro, craque de bola no aterro do Flamengo. Sem
abandonar essas atrações, o Antonio entrou no Direito da PUC-Rio e, para surpresa minha, está gostando
do curso, com as amolações inevitáveis de sempre. Conversamos sobre questões do Direito,
especialmente a área penal. Há dias, sintetizando um trecho do nosso diálogo, enunciei uma regra:
Favorabilia amplianda, odiosa restringenda.*
Não sei se ele entendeu.
(Boris Fausto. O brilho do bronze – um diário. Cosac Naify, 2014. Adaptado)
* “Ampliem-se as disposições favoráveis, restrinjam-se as desfavoráveis.” Princípio interpretativo do Direito, sobretudo na área das garantias individuais.

No trecho – Quando menino, Miguel parecia inclinado a estudar Direito… (2° parágrafo) –, a
expressão em destaque pode ser substituída, no contexto em que se encontra, por
(A) sujeito com.
(B) impulsionado de.
(C) predisposto em.
(D) propenso a.
(E) direcionado por.

156. (Prefeitura de Cristalina - GO - Recepcionista - Quadrix/2019) No período “Propostas hoje


defendem adoção, a partir da Rio+20, de metas semelhantes para a sustentabilidade”, é correto substituir
a palavra “adoção” por
(A) utilização.
(B) implantação.
(C) escolha.
(D) aceitação.
(E) acolhimento.

157. (Prefeitura de Blumenau - SC - Professor - FURB/2019) Em “...sendo uma das pioneiras na


implantação da metodologia.”, a palavra destacada significa:
(A) últimas
(B) precursoras
(C) únicas
(D) corretas
(E) difíceis

158. (Prefeitura de Blumenau - SC - Professor - FURB/2019) Assinale a alternativa que contém um


antônimo de “tradicional”:
(A) recente
(B) famoso
(C) consagrado
(D) conhecido
(E) popular

159. (Prefeitura de Cabo de Santo Agostinho - PE - Técnico em Segurança do Trabalho -


IBFC/2019) Assinale a alternativa que preencha correta e respectivamente as lacunas abaixo.
“Na _____ de vendas da empresa, houve o crime de _____. A polícia participou da _____ das 15:00,
com os funcionários, e _____ a delação dos criminosos.”
(A) sessão, extorção, seção, incentivou.
(B) seção, extorsão, cessão, insentivou.
(C) seção, extorsão, sessão, incentivou.
(D) sessão, extorção, cessão, insentivou.

160. (Prefeitura de São José - SC - Agente de Fiscalização Ambiental - IESES/2019) Leia as


assertivas a seguir:

I. João estava deitado em sua caminha. Sua avó já não caminha, está em cadeira de rodas.
II. Dentro da loja, apreçaram os produtos. De qualquer forma, não poderiam apressar os clientes.
III. Perdemos o apoio de nosso mais poderoso aliado. No entanto, apoio os que ficaram ao nosso
lado.

51
Assinale a alternativa que se aplica quanto às palavras sublinhadas:
(A) I – homófonos homográficos; II – homófonos heterofônicos; III – homógrafos heterográficos.
(B) I – parônimos; II – homônimos perfeitos; III – homógrafos heterofônicos.
(C) I – homófonos homográficos; II – homófonos heterográficos; III – homógrafos heterofônicos.
(D) I – homófonos homográficos; II – parônimos; III – parônimos.

161. (Prefeitura de Juazeiro do Norte - CE - Engenheiro Civil - CETREDE/2019) NÃO são


homônimos homófonos
(A) taxar x tachar.
(B) expiar x espiar.
(C) maça x massa.
(D) lactante x lactente.
(E) bucho x buxo.

162. (ALERJ - Especialista Legislativo - FGV) As relações semânticas entre palavras e expressões
de um texto são identificadas por sinonímia, antonímia, hiponímia, homonímia e polissemia.
A relação abaixo, do segundo em relação ao primeiro vocábulo, que exemplifica hiponímia é:
(A) contente/satisfeito;
(B) serrote/ferramenta;
(C) sábia/sabiá;
(D) emigrar/imigrar;
(E) autor/Shakespeare.

163. (Prefeitura de Salvador - BA - Professor - CESGRANRIO) Estabelece relação de


hiperonímia/hiponímia, nessa ordem, o seguinte par de palavras:
(A) estrondo – ruído.
(B) pescador – trabalhador.
(C) pista – aeroporto.
(D) piloto – comissário.
(E) aeronave – jatinho.

164. (UFC - Tradutor Intérprete de Linguagens de Sinais - CCV-UFC/2019) Dentre as alternativas


abaixo, qual delas é um exemplo de relação Hiperonímia? Marque a alternativa correta.
(A) Margarida é hiperônimo de flor.
(B) Cavalo é hiperônimo de animais.
(C) Skate é hiperônimo de transporte.
(D) Árvore é hiperônimo de mangueira.
(E) Lápis é hiperônimo de material escolar.

165. (Câmara de Cambé - PR - Auxiliar Administrativo - COPS-UEL/2018) Leia o texto a seguir.

(Disponível em: http://ivoviuauva.blogspot.com.). Acesso em 20 nov. 2017.


O efeito polissêmico resultante da charge reside no emprego da palavra
(A) hora.
(B) peso.

52
(C) certeza.
(D) claro.
(E) esteira.

166. (Prefeitura de Ananindeua - PA - Assistente Social - CETAP/2019) O verbo passar, presente


em: “Já quem passou pela escola (...)’’ é polissêmico. Identifique a alternativa em que o sentido do verbo
é similar ao do exemplo:
(A) Os números do desemprego passaram de cem.
(B) A bela funcionária passou o rodo na maioria dos rapazes da fábrica.
(C) O gerente passou as informações com fluência.
(D) Ao passar pela universidade, pouco aprendi de prático.

167. (IF-ES - Administrador - IF-ES) A tirinha a seguir deve ser utilizada para a questão.

O sentido de “Posso usar o seu sapato” é diferente para o Cascão e para o Cebolinha. Isso se deve à
(A) sinonímia.
(B) antonímia.
(C) polissemia.
(D) eufemismo.
(E) catacrese.

168. (SEDUC/PI - Professor Temporário - Língua Portuguesa - NUCEPE/2018)

O efeito de humor, na tirinha, é explorado pelo recurso semântico da:


(A) Sinonímia.
(B) Polissemia
(C) Contradição.
(D) Antonímia.
(E) Ambiguidade.

169. (UNICAMP - Profissional da Tecnologia, Informação e Comunicação - VUNESP/2019)


Assinale a alternativa contendo unicamente palavras empregadas em seu sentido próprio.
(A) ... a figura mais rica do mundo era o dono de um estaleiro naval (Daniel K. Ludwig) que fizera
fortuna vendendo embarcações para a indústria de petróleo.
(B) Os nerds não deixaram pedra sobre pedra. Fizeram suas apostas e quebraram a banca.

53
(C) Ao som de We Are the Champions, clássico do Queen, eles celebraram a vitória. O filme foi
premonitório.
(D) ... por trás daqueles óculos genuinamente nerds, na foto da detenção, brotavam um novo mundo
e novas concepções do que é ser bacana.
(E) ... o leve sorriso irônico anunciava um salto destinado a dar um contr+alt+del nada metafórico em
quem ainda achava possível andar ao modo da velha indústria.

170. (MPE-SP - Auxiliar de Promotoria I - VUNESP/2019) Assinale a alternativa em que há palavra


ou expressão empregada com sentido figurado.
(A) ... sempre esquecidos de alguma coisa.
(B) ... e correm e correm de um para o outro lado...
(C) ... que impossibilidade de se organizarem...
(D) Certamente falta-lhes não sei que atributo essencial...
(E) ... sons que se despedaçam e tombam no campo...

171. (UFAL - Engenheiro Mecânico - COPEVE-UFAL/2019) Escolha a opção em que a frase NÃO
usa palavras ou expressões em sentido conotativo:
(A) O público espumava xingamentos e vaias ao árbitro da partida
(B) O atleta mais importante do time foi perseguido por muitas lesões nesta temporada
(C) A torcida do Flamengo abraçou a equipe na busca pelo título
(D) Saiu barato para o jogador a punição com suspensão por apenas dois jogos
(E) A multidão nas ruas aplaudia a passagem dos maratonistas

172. (Prefeitura de Gramado - RS - Auxiliar Administrativo - FUNDATEC/2019) Assinale a


alternativa que apresenta linguagem conotativa.
(A) De acordo com os resultados, os genes influenciam, mas muito menos do que se pensava
anteriormente.
(B) As conclusões são relativamente surpreendentes, embora a ciência já soubesse que o DNA pesava
menos que o estilo de vida.
(C) A novidade deste estudo está na maneira como os dados foram analisados, e é isso que é
enfatizado no complicado título.
(D) Isso não significa que, com melhorias na genética, não iremos viver mais.
(E) Sempre haverá um ambiente no qual ela influencia mais do que em outro, mas o controle dos
genes aumentará a longevidade .

173. (Prefeitura de Salvador - BA - Guarda Civil Municipal - FGV/2019) A respeito das manchetes
do jornal A Tarde transcritas a seguir, assinale a que não utiliza linguagem figurada.
(A) “Judô do Brasil passa em branco no 2º dia de disputas em Haia”.
(B) “Neymar e Cavani minimizam jogo ‘pesado’ em amistoso”.
(C) “Homens armados roubam supermercado e levam celulares”.
(D) “Ex de Safadão anuncia que será musa da Grande Rio”.
(E) “Lotérica é assaltada e assaltantes usam reféns como escudo”.

174. (FUB - Assistente em Administração - CESPE/2018) Com base no Manual de Redação da


Presidência da República (MRPR), julgue o item que se segue.

A redação oficial constitui atos normativos e comunicações do poder público necessariamente


uniformes e destinados exclusivamente para órgão do serviço público.
( ) Certo ( ) Errado

175. (AL/GO - Policial Legislativo - IADES/2019) Na correspondência oficial, no que se refere à


adequação do formato do texto ao gênero, assinale a alternativa correspondente aos documentos que
seguem o padrão ofício.
(A) Aviso, mensagem e ofício.
(B) Telegrama, correio eletrônico e ofício.
(C) Memorando, ofício e aviso.
(D) Ofício, correio eletrônico e aviso.
(E) Mensagem, telegrama e memorando.

54
176. (Petrobrás - Técnico em Administração e Controle Júnior - CESGRANRIO/2018) O Manual
de Redação Oficial da Presidência da República define objetivamente o memorando como uma
modalidade de comunicação que se estabelece entre unidades administrativas
(A) de órgãos internos ou externos de uma mesma área de atuação.
(B) de um mesmo órgão de uma instituição.
(C) que atuam em órgãos diferentes de uma mesma empresa.
(D) que não podem estar hierarquicamente em níveis diferentes.
(E) que não podem estar hierarquicamente no mesmo nível.

177. (CORE/BA - Auxiliar Administrativo - Dedalus Concursos/2018) Em uma comunicação oficial,


o fecho de uma correspondência expedida por um Senador a um Deputado Federal deverá ser:
(A) Atenciosamente.
(B) Cordialmente.
(C) Gentilmente.
(D) Respeitosamente.

178 (UFU-MG - Assistente em Administração - Banca: UFU-MG/2019). O correio eletrônico (e-mail)


é, sem dúvida, atualmente um dos mecanismos mais utilizados para a troca de mensagens entre órgãos
e instituições e para o envio de documentos oficiais.

Considerando-se as regras da redação oficial para este gênero, é correto afirmar que:
(A) o correio eletrônico oficial deve seguir uma estrutura padrão que o diferencia fundamentalmente
daquele utilizado nas trocas pessoais e cotidianas.
(B) pelo fato de apresentar uma estrutura mais flexível, é possível ignorar os pronomes de tratamento
característicos da comunicação oficial e utilizar, em sua escrita, as variantes não cultas da língua
portuguesa.
(C)em função de sua ampla utilização, a legislação vigente permite considerar como documento oficial
os correios eletrônicos sem certificação digital.
(D) apesar de sua flexibilidade estrutural, o correio eletrônico oficial deve respeitar algumas
características próprias da comunicação oficial, como os pronomes de tratamento e a norma culta da
língua portuguesa.

179 (UFES - Assistente em Administração – UFES/2019). Um diretor da Universidade Federal do


Espírito Santo precisa redigir um expediente oficial cujo destinatário é o reitor da Universidade.
Considerando essa informação, e com base no Manual de Redação da Presidência da República (2018),
é CORRETO afirmar:

(A) O nome da cidade onde foi expedido o documento não precisa ser redigido, somente a data, por
se tratar de uma comunicação interna.
(B) O tipo de documento a ser redigido é o memorando.
(C) A logomarca da Universidade deve constar, obrigatoriamente, no cabeçalho do expediente.
(D) O termo “doutor” deve ser usado indiscriminadamente, já que o texto é dirigido a uma autoridade
acadêmica.
(E) O texto do documento deve ser formatado da seguinte maneira: alinhamento justificado, fonte
Calibri ou Carlito e corpo do texto com tamanho 12.

Gabarito

01. B /02. B/ 03.B/ 04. B/ 05. C/ 06. A/ 07. C/ 08. A/ 09. C/ 10. A/ 11. D / 12.B / 13.E / 14.CERTO /
15.E / 16.C / 17.A/ 18. B/ 19. A / 20. C / 21. A / 22. D / 23. E / 24. B / 25. Certo / 26.C / 27. D / 28. A /
29. E / 30. E / 31. Errado / 32. B / 33. E / 34. D / 35. C / 36. Certo / 37. A / 38. B / 39. E / 40. C / 41. A /
42. B / 43. B / 44. D / 45. E / 46 C / 47. D / 48. Errado / 49. D / 50. E / 51. B / 52. A / 53.D / 54.E / 55.C /
56.C / 57.C / 58.E / 59.D / 60.C / 61.E / 62.C / 63.A / 64.E / 65.A / 66.E / 67.A / 68.B / 69.A / 70.C / 71.B
/ 72.B / 73.C / 74.B / 75.C / 76.E / 77.D / 78.C / 79.A / 80.E / 81.B / 82.C / 83.A / 84.C / 85.B / 86.C /
87.D / 88.B / 89.B / 90.C / 91.E / 92.E / 93.C / 94.D / 95.C / 96.D / 97.B / 98.D / 99.B / 100.E / 101.B /
102.D / 103.B / 104.A / 105. Errado / 106. B / 107. D / 108. C / 109. B / 110. D / 111. C / 112. D / 113. E
/ 114. C / 115. C / 116.E / 117.C / 118.D / 119.B / 120.A / 121.E / 122.D / 123.E / 124.A / 125.C / 126.B /
127.A / 128. D / 129. D / 130. B / 131. A / 132. C / 133. B / 134. B / 135. A / 136. B / 137. A / 138. A
/139. A / 140. A / 141.D / 142.E / 143.E / 144.A / 145.B / 146 D / 147.C / 148.B / 149.A / 150.C / 151. E /

55
152. A / 153. D / 154. B / 155. D / 156. B / 157. B / 158. A / 159. C / 160. C / 161. D / 162. E / 163. E /
164. D / 165. E / 166. D / 167. C / 168. B / 169. C / 170. E / 171. E / 172. B / 173. C / 174.Errado / 175.C
/ 176.B / 177.A / 178.D / 179. E

Ética no Serviço Público

Questões

180. (SEGEP/MA - Agente Penitenciário - FUNCAB) A Moral:


(A) no sentido prático, tem finalidade divergente da ética, mas ambas são responsáveis por construir
as bases que vão guiar a conduta do homem.
(B) determina o caráter da sociedade e valores como altruísmo e virtudes, ensina a melhor forma de
agir e de se comportar em sociedade, e capacita o ser humano a competir com os antiéticos, utilizando
os mesmos meios destes.
(C) diferencia-se da ética no sentido de que esta tende a julgar o comportamento moral de cada
indivíduo no seu meio. No entanto, ambas buscam o bem-estar social.
(D) é o conjunto de regras aplicadas no cotidiano, usadas eventualmente por cada cidadão, que
orientam cada indivíduo, norteando as suas ações e os seus julgamentos sobre o que é moral ou imoral,
certo ou errado, bom ou mau.
(E) é um conjunto de conhecimentos extraídos da investigação do comportamento humano ao tentar
explicar as regras morais de forma racional, fundamentada, científica e teórica.

181. (FUNPRESP/EXE - Conhecimentos Básicos - CESPE) Acerca da ética e da função pública e


da ética e da moral, julgue o item que se segue.
Os termos moral e ética têm sentidos distintos, embora sejam frequente e erroneamente empregados
como sinônimos.
( ) Certo ( ) Errado

182. (SEDUC/PI - Professor de Filosofia - NUCEPE) Sobre as éticas deontológicas, marque a


alternativa INCORRETA.
(A) Para uma ética deontológica, o conceito central é o de Dever.
(B) Em sua formulação contemporânea, uma ética deontológica assume a prioridade do justo sobre o
bem.
(C) Em Kant, a ética deontológica preconiza uma razão prática autônoma em relação às inclinações
naturais, de caráter universal.
(D) Para uma ética deontológica, o único sentimento apropriado é o de respeito à lei moral, dada a
precedência das normas sobre os desejos.
(E) Para uma ética deontológica, o conteúdo do dever universal é configurado a partir das
consequências do curso de ação escolhido.

183. (TCE/RN - Conhecimentos Básicos - CESPE) Com relação à ética e à moral, julgue o item
seguinte.
A ética é um conjunto de regras e preceitos de ordem valorativa e moral de um indivíduo, de um grupo
social ou de uma sociedade.
( ) Certo ( ) Errado

184. (TCE/RN - Conhecimentos Básicos - CESPE) Com relação à ética e à moral, julgue o item
seguinte.
A efetivação da cidadania e a consciência coletiva da cidadania são indicadores do desenvolvimento
moral e ético de uma sociedade.
( ) Certo ( ) Errado

185. (MPU - Técnico do MPU - CESPE) Com relação a moral e ética, julgue o item a seguir.
A ética é um ramo da filosofia que estuda a moral, os diferentes sistemas públicos de regras, seus
fundamentos e suas características
( ) Certo ( ) Errado

56
186. (DEPEN - Agente e Técnico - CESPE) Acerca da ética e da moralidade no serviço público, julgue
o item subsecutivo.
Ética e moral são termos que têm raízes históricas semelhantes e são considerados sinônimos, uma
vez que ambos se referem a aspectos legais da conduta do cidadão.
( ) Certo ( ) Errado

187. (CRN/3R/SP e MS - Assistente Administrativo - Quadrix) O ramo da filosofia que trata dos
costumes ou dos deveres do homem para com seus semelhantes e para consigo, sobre como se deve
viver e, portanto, sobre a natureza de certo e errado, bem e mal, dever e obrigação, faz parte dos
conceitos da:
(A) dialética
(B) estética.
(C) essência.
(D) ética.
(E) teologia.

188. (CNEN - Assistente Administrativo - IDECAN) “A ética é o campo do conhecimento que trata
da definição e avaliação do comportamento das pessoas e organizações. A ética lida com a aprovação
ou reprovação do comportamento observado em relação ao comportamento ideal, sendo este definido
por meio de um código de conduta, implícito ou explícito. ” Segundo o conceito de Maximiano, a afirmativa
anterior é
(A) verdadeira.
(B) falsa, pois o código de conduta é sempre explícito.
(C) falsa, pois a ética limita-se ao comportamento das pessoas.
(D) falsa, pois a ética restringe-se à reprovação do comportamento.
(E) falsa, pois a ética limita-se ao comportamento das organizações.

189. (SEDS/TO - Assistente Socioeducativo - FUNCB) Em busca do comprometimento com o


cidadão usuário e com a eficiência, a Administração Pública vem realizando esforços para que seus
agentes conheçam a ciência que teoriza sobre as condutas humanas e sobre o conjunto de valores que
devem orientar o comportamento dos homens em relação aos seus semelhantes. Tal ciência denomina-
se:
(A) moral
(B) ética
(C) reflexologia.
(D) principiologia.

190. (SEDS/TO - Assistente Socioeducativo - FUNCB) A ética se apresenta como uma reflexão
crítica sobre:
(A) política.
(B) moralidade.
(C) ação.
(D) trabalho.

191. (ANTAQ - Conhecimentos Básicos - CESPE) Considerando os conceitos de ética e moral,


julgue o item abaixo.
A ética é a ciência do comportamento moral dos homens em sociedade.
( ) Certo ( ) Errado

192. (Prefeitura de Paranaguá/PR - Economista - FAFIPA) Sobre a ética, assinale a alternativa


INCORRETA.
(A) O objeto principal da ética, como ramo da filosofia, é a reflexão do comportamento humano através
da análise dos valores e normas sociais vigentes em determinado lugar.
(B) Ética e moral nem sempre são sinônimos; a moral seria um conjunto de normas que podem variar
com o momento histórico e cultural de cada sociedade, sendo, na verdade, o objeto de estudo da ética.
(C) Ética vem da palavra romana ethos, que vem de mos ou mores do grego, que significa moral,
caráter ou costumes.

57
(D) Muitos dividem a ética didaticamente em dois campos: o primeiro cuida dos problemas gerais e
fundamentais relacionados aos valores e normas da sociedade e o segundo, de áreas específicas, como
a ética profissional etc.

193. (SEJUC/RN - Agente Penitenciário - IDECAN) “Toda cultura e cada sociedade institui uma
moral, isto é, valores concernentes ao bem e ao mal, ao permitido e ao proibido, e à conduta correta. No
entanto, a simples existência da moral não significa a presença explícita de uma ética, entendida como
filosofia moral, isto é, uma reflexão que discuta, problematize e interprete o significado dos valores
morais.” (CHAUI, Marilena – Convite à filosofia.)
A partir do trecho anterior, pode-se concluir que:
(A) Ética é o estudo dos valores morais.
(B) Ética e moral são conceitos sinônimos.
(C) Tanto a moral quanto a ética são universais.
(D) Moral é uma ciência, enquanto ética é a conduta humana.

194. (MME - Nível Médio - CESPE) Quando a distribuição de bens por determinado agente público
resulta em benefícios aos desfavorecidos, é correto afirmar que os princípios e valores que regem a
conduta desse agente se baseiam em uma abordagem
(A) com ênfase na garantia de oportunidades a todos.
(B) convencional da ética e do direito público.
(C) utilitária da ética e da justiça social.
(D) moralista dos direitos dos cidadãos.
(E) individualista da ética.

195. (MPOG - Atividade Técnica - FUNCAB) A ética pode ser definida como:
(A) um conjunto de valores genéticos que são passados de geração em geração.
(B) um princípio fundamental para que o ser humano possa viver em família.
(C) a parte da filosofia que estuda a moral, isto é, responsável pela investigação dos princípios que
motivam, distorcem, disciplinam ou orientam o comportamento humano em sociedade.
(D) um comportamento profissional a ser observado apenas no ambiente de trabalho.
(E) a boa vontade no comportamento do servidor público em quaisquer situações e em qualquer tempo
de seu cotidiano.

196. (EMBASA - Agente Administrativo - IBFC) Assinale a alternativa que preenche corretamente a
lacuna. _______________ constitui o conjunto de valores ou princípios morais que definem o que é certo
ou errado para uma pessoa, grupo ou organização
(A) Comportamento
(B) Atitude
(C) Ética
(D) Responsabilidade

197. (LIQUIGÁS - Profissional Júnior - CESGRANRIO) Na medida em que é editada uma lei,
regularmente votada pelo Congresso Nacional, a qual protege as pessoas com certo grau de deficiência
física, ofertando oportunidades de inserção no mercado de trabalho, está sendo realizado o princípio da
(A) cidadania
(B) organização
(C) proteção
(D) democracia
(E) república
198. (FSC - Advogado - CEPERJ) Dentre os fundamentos da República Federativa do Brasil está
aquele que não está limitado por nenhum outro na ordem interna. Trata-se da:
(A) democracia
(B) cooperação
(C) dignidade
(D) cidadania
(E) soberania

58
199. (MPOG - Atividade Técnica - FUNCAB) Sobre os direitos políticos, é correto afirmar que:
(A) são inelegíveis, de acordo com o art. 14, § 4º, da Constituição Federal, os inalistáveis e os
analfabetos.
(B) a idade mínima de vinte e um anos é requisito de elegibilidade para candidatura a vereador.
(C) o alistamento eleitoral e o voto são facultativos para os maiores de setenta anos e para os maiores
de dezesseis e menores de dezoito anos, mas não para os analfabetos.
(D) para concorrer a outro cargo, prefeitos devem renunciar ao mandato até três meses antes do pleito.
(E) não podem alistar-se como eleitores os estrangeiros e os brasileiros naturalizados.
200. (DEPEN - Técnico de Apoio - CESPE) No que se refere à ética e ao exercício da cidadania,
julgue o próximo item.
Configura um dos elementos indispensáveis para o exercício da cidadania o efetivo conhecimento a
respeito dos direitos
( ) Certo ( ) Errado

201. (INES - Assistente Social - AOCP). Preencha a lacuna e assinale a alternativa correta.
“A revisão do texto de 1986 processou-se em dois níveis. Reafirmando os seus valores fundantes - a
liberdade e a justiça social -, articulou-os a partir da exigência democrática: a _______________ é tomada
como valor ético-político central, na medida em que é o único padrão de organização político-social capaz
de assegurar a explicitação dos valores essenciais da liberdade e da equidade. É ela, ademais, que
favorece a ultrapassagem das limitações reais que a ordem burguesa impõe ao desenvolvimento pleno
da cidadania, dos direitos e garantias individuais e sociais e das tendências à autonomia e à autogestão
social."
(A) ética
(B) cidadania
(C) democracia
(D) sociedade
(E) justiça social

202. (Prefeitura de Cuiabá - Técnico em Administração Escolar - FGV) Segundo os princípios


éticos e da cidadania, assinale a afirmativa correta.
(A) O servidor público deve proceder de forma diligente no exercício de sua função.
(B) O servidor público pode ausentar-se do serviço durante o expediente, sem prévia autorização.
(C) O servidor público pode recusar fé a documentos públicos.
(D) O servidor público pode opor resistência injustificada ao andamento de um documento.
(E) O servidor público pode coagir os subordinados no sentido de filiarem-se a um partido político.

203. (CRO/PR - Recepcionista - Quadrix) Ética e cidadania são dois conceitos cruciais na sociedade
humana. A ética e a cidadania estão relacionadas com as atitudes dos indivíduos e a forma como estes
interagem uns com os outros na sociedade. A cidadania pode ser compreendida a partir de duas
categorias, que são:
(A) Cidadania Ética e Cidadania Formal.
(B) Cidadania Formal e Cidadania Substantiva.
(C) Cidadania Substantiva e Cidadania Construtiva.
(D) Cidadania Ética e Cidadania Construtiva.
(E) Cidadania Qualitativa e Cidadania Formal.

204. (SAP e JUS/GO - Agente de Segurança Prisional - FUNIVERSA) Com relação às obrigações
éticas do servidor público, assinale a alternativa incorreta.
(A) Os servidores públicos deverão tratar seus concidadãos com urbanidade, cordialidade e educação.
(B) Os servidores públicos deverão satisfazer suas obrigações perante os cidadãos de boa-fé.
(C) Os servidores públicos não podem incidir em conflitos de interesse que afetem o desempenho de
sua função
(D) Os mandamentos da ética e do direito não se confundem. A única diferença entre eles consiste na
coercibilidade. Logo, os servidores públicos vinculam-se às leis, não podendo ser responsabilizados por
condutas imorais que não lhes sejam expressamente vedadas.
(E) Os servidores públicos estão eticamente obrigados a guardar sigilo de informações obtidas por
meio da função, não lhes sendo permitido utilizar dessas informações para seu próprio interesse.

59
205. (MPU - Técnico do MPU - CESPE) Acerca de ética e função pública, julgue o item que se segue.
Decoro, por ser uma disposição interna para agir corretamente, não é passível, para o servidor público,
de ser aprendido ao longo de sua carreira.
( ) Certo ( ) Errado

206. (MPU - Técnico do MPU - CESPE) Acerca de ética e função pública, julgue o item que se segue.
Para que a conduta do servidor público seja considerada irrepreensível é suficiente que ele observe
as leis e as regras imperativas.
( ) Certo ( ) Errado

207. (FUNPRESP/EXE - Conhecimentos Básicos - CESPE) Acerca da ética e da função pública e


da ética e da moral, julgue o item que se segue.
Ainda que a função pública integre a vida particular de cada servidor, os fatos ocorridos no âmbito de
sua vida privada não influenciam o seu bom conceito na vida funcional.
( ) Certo ( ) Errado

208. (FUNPRESP/EXE - Conhecimentos Básicos - CESPE) Acerca da ética e da função pública e


da ética e da moral, julgue o item que se segue.
O servidor está desobrigado de ter conhecimento das atualizações legais pertinentes ao órgão onde
exerce suas funções.
( ) Certo ( ) Errado

209. (IF/CE - Administrador - IF/CE) Em relação à ética na administração pública, é correto afirmar-
se que
(A) o funcionário público deve prestar toda a sua atenção às ordens legais de seus superiores, velando
atentamente por seu cumprimento e evitando a conduta prudente. Os inúmeros erros e o acúmulo de
desvios tornam-se difíceis de corrigir e caracterizam até mesmo prudência no desempenho da atividade
pública.
(B) a função pública deve ser tida como exercício profissional, portanto não se integra na vida particular
do servidor público.
(C) inclusive nos casos de segurança nacional, a publicidade de qualquer ato administrativo constitui
requisito de eficácia, eficiência, moralidade e legalidade, ensejando sua omissão e comprometimento
ético contra o senso comum, imputável a quem denegá-lo.
(D) toda ausência injustificada do servidor de seu local de trabalho é fator de desmoralização do serviço
público, o que quase sempre conduz à desordem nas relações humanas.
(E) o funcionário público não deve falsear a verdade, apenas omiti-la quando contrária aos interesses
da administração.

210. (ANS - Técnico em Regulação - FUNCAB) Com relação à ética no setor público, e de acordo
com os termos do Decreto n° 1.171/1994 (Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder
Executivo Federal), é correto afirmar que:
(A) o trabalho desenvolvido pelo servidor público perante a comunidade deve ser entendido como
acréscimo ao seu próprio bem-estar, já que, como cidadão, integrante da sociedade, o êxito desse
trabalho pode ser considerado como seu maior patrimônio.
(B) o servidor público não poderá jamais desprezar o elemento ético de sua conduta, devendo decidir
apenas entre a legal e o ilegal.
(C) não é dever do servidor público zelar, no exercício do direito de greve, pelas exigências específicas
da defesa da vida e da segurança coletiva.
(D) salvo os casos de segurança nacional, investigações policiais ou interesse superior do Estado e
da Administração Pública, a publicidade do ato administrativo não constitui requisito de eficácia e
moralidade.
(E) com relação à Administração Pública, a moralidade limita-se à distinção entre o bem e o mal.

211. (TRF 4ª REGIÃO - Analista Judiciário Oficial de Justiça Avaliador Federal - FCC) O princípio
que traduz a ideia de que a Administração tem que tratar a todos os administrados sem discriminações,
benéficas ou peculiares denomina-se princípio da:
(A) responsabilidade.
(B) moralidade.
(C) publicidade.

60
(D) supremacia do interesse público.
(E) impessoalidade.

212. (SEFAZ/RS - Técnico Tributário da Receita Estadual - FUNDATEC) São Princípios da


Administração Pública, expressos na Constituição Federal, exceto:
(A) Legalidade
(B) Probidade
(C) Impessoalidade.
(D) Eficiência.
(E) Publicidade.

213. (TRE/MG - Técnico Judiciário - CONSULPLAN) Os mais modernos postulados da gestão


administrativa, tanto no setor privado quanto no âmbito dos órgãos públicos, determinam que os atos
administrativos observem os padrões usuais de moralidade que estão indissociavelmente vinculados
a critérios de escolha pautados pela
(A) ética
(B) avaliação.
(C) subordinação.
(D) estandardização.

214. (ANS - Técnico em Regulação em Saúde Complementar - FUNCAB) Com relação à ética no
setor público, e de acordo com os termos do Decreto n° 1.171/1994 (Código de Ética Profissional do
Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal), é correto afirmar que:
(A) o trabalho desenvolvido pelo servidor público perante a comunidade deve ser entendido como
acréscimo ao seu próprio bem-estar, já que, como cidadão, integrante da sociedade, o êxito desse
trabalho pode ser considerado como seu maior patrimônio.
(B) o servidor público não poderá jamais desprezar o elemento ético de sua conduta, devendo decidir
apenas entre a legal e o ilegal.
(C) não é dever do servidor público zelar, no exercício do direito de greve, pelas exigências específicas
da defesa da vida e da segurança coletiva.
(D) salvo os casos de segurança nacional, investigações policiais ou interesse superior do Estado e
da Administração Pública, a publicidade do ato administrativo não constitui requisito de eficácia e
moralidade.
(E) com relação à Administração Pública, a moralidade limita-se à distinção entre o bem e o mal.

215. (CREA/SP - Analista Advogado - NR) A administração pública, a teor do que dispõe o art. 37 da
Constituição Federal, deve atender aos seguintes princípios nele contidos:
(A) Legalidade, impessoalidade, moralidade, celeridade, eficiência.
(B) Legalidade, pessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.
(C) Legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.
(D) Legalidade, impessoalidade, contraditório, publicidade e eficiência.
(E) Legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e isonomia.

216. (IF/BA - Auxiliar em Administração – FUNRIO/2016). De acordo com o regime jurídico dos
servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais, constitui forma de
provimento de cargo público a
(A) nomeação.
(B) chamada.
(C) indicação.
(D) ascensão.
(E) transferência.

217. (IF/BA - Assistente em Administração – FUNRIO/20016). De acordo com o regime jurídico dos
servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais, o retorno do servidor
estável ao cargo anteriormente ocupado é definido como
(A) recondução.
(B) reversão.
(C) readaptação.

61
(D) promoção.
(E) transferência.

218. (IF/BA - Assistente em Administração – FUNRIO/2016). O regime jurídico dos servidores


públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais, estabelece que somente
haverá posse nos casos de provimento de cargo por
(A) seleção simples.
(B) convocação.
(C) nomeação.
(D) reversão.
(E) alocação.

219. (IF/BA - Auxiliar em Administração – FUNRIO/2016). Segundo o regime jurídico dos servidores
públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais, a vacância do cargo público
decorrerá, dentre outros motivos, por
(A) nomeação e promoção.
(B) transferência e demissão.
(C) promoção e ascensão.
(D) aposentadoria e nomeação.
(E) exoneração e demissão.

220. (DPE/RJ - Técnico Superior Especializado – Administração - FGV) Pedro, servidor público
estadual do Poder Executivo, foi injustamente demitido por falta grave, após processo administrativo
disciplinar, sendo acusado de receber propina. Pedro buscou assistência jurídica na Defensoria Pública
e, após longo processo judicial, que durou quatro anos, o Poder Judiciário reconheceu que Pedro não
praticara o ato que lhe fora imputado, determinando seu retorno ao serviço, com ressarcimento dos
vencimentos e vantagens, bem como reconhecimento dos direitos ligados ao cargo. O nome dado à forma
de provimento de cargo determinada na decisão judicial é:
(A) nomeação.
(B) retorno.
(C) aproveitamento.
(D) reintegração.
(E) readaptação

221. (UFRJ - Analista de Tecnologia da Informação - Órgão – UFRJ/2018). Nos termos da Lei nº
8.112/1990, são deveres do servidor público:
(A) cumprir as ordens superiores, ainda que manifestamente ilegais.
(B) recusar fé a documentos públicos.
(C) promover manifestação de apreço no recinto da repartição.
(D) representar contra ilegalidade, omissão ou abuso de poder.
(E) aliciar subordinados no sentido de filiarem-se a associação profissional ou sindical.

222. (UFRPE - Assistente Social - SUGEP/2018) Com base no regime jurídico dos servidores
públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais, são deveres do servidor,
EXCETO:
(A) exercer com zelo e dedicação as atribuições do cargo.
(B) reparar o dano causado por imprudência ou imperícia.
(C) guardar sigilo sobre assunto da repartição.
(D) observar as normas legais e regulamentares.
(E) cumprir as ordens superiores, exceto quando manifestamente ilegais.

223. (UNIFAP - Assistente em Administração - DEPSEC/2018) Em relação aos deveres e proibições


do servidor público federal, em consonância ao disposto na Lei 8112/90, é CORRETO afirmar:
(A) É proibido ao servidor público federal participar de gerência ou administração de empresa privada,
de sociedade civil, ou exercer o comércio, exceto na qualidade de acionista, cotista ou comanditário.
(B) Deve o servidor público federal, em todo caso, levar ao conhecimento da autoridade superior as
irregularidades de que tiver ciência em razão do cargo.
(C) Não é permitido ao servidor federal opor qualquer resistência ao andamento de documento e
processo ou execução de serviço.

62
(D) É dever do servidor público federal, representar, pela via por ele escolhida, contra ilegalidade,
omissão ou abuso de poder.
(E) O servidor público federal possui o dever de atender com presteza a expedição de certidões
requeridas para defesa de direito ou esclarecimento de situações de interesse pessoal.

224. (IF/SP - Matemática – IF/SP/2018) A Lei nº 8.112/1990 dispõe sobre o regime jurídico dos
servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais. Considerando o
Art. 116. da referida Lei, assinale a afirmativa que apresenta três dos deveres do servidor:
(A) exercer com zelo e dedicação as atribuições do cargo; cumprir as ordens superiores irrestritamente;
promover manifestação de apreço no recinto da repartição.
(B) observar as normas legais e regulamentares; atender com presteza ao público em geral; manter
conduta compatível com a moralidade administrativa.
(C) ser assíduo e pontual ao serviço; atender às requisições da Receita; cometer a outro servidor
atribuições estranhas ao cargo que ocupa, em situações de emergência.
(D) ser leal à administração pública federal; promover a urbanidade; investigar as irregularidades de
que tiver ciência em razão do cargo.

225. (IF/CE - Assistente em Administração - Órgão: IF/CE/2017) Sobre os deveres e as proibições


aos servidores federais previstos na Lei n. 8.112/90, quanto às condutas que respeitam esses deveres e
proibições, é certo declarar-se que
(A) Francisco, gestor do IFCE, alertou seus servidores que é proibido promover manifestações de
repúdio ao Presidente da República em exercício dentro das instalações do IFCE.
(B) Bruno, servidor do IFCE, pode atuar como procurador de seu primo José em processo seletivo de
que este último participa no Campus Acarati.
(C) Breno, docente do Campus Crato, solicitou a um colega professor da UNIFOR que fosse substituí-
lo nas suas aulas do dia 16/11/2016, pois tinha compromisso agendado e não queria deixar seus alunos
sem aula.
(D) Carlos, servidor do IFCE, sempre que pode, imprime, com recursos da instituição, algumas poucas
folhas para trabalhos acadêmicos de seu curso de graduação oferecido pelo seu órgão de lotação.
(E) Vanessa, servidora efetiva do IFCE, é Diretora de Administração no Campus Juazeiro, onde seu
pai Cláudio, também servidor efetivo, é o Diretor Geral.

226. (EBSERH - Tecnólogo em Gestão Pública - CESPE/2018) No que concerne a direitos, deveres
e responsabilidades dos servidores públicos, julgue o próximo item.
Nos termos da Lei n.º 8.112/1990, os deveres do servidor público incluem representar contra
ilegalidade, omissão ou abuso de poder e promover manifestação de apreço no recinto da repartição.
( ) Certo ( )Errado

227. (UFT - Administrador – COPESE-UFT/2017). Assinale a alternativa CORRETA. Nos termos da


Lei nº 8.112/1990 (Estatuto do Servidor Público Federal), entende-se por inassiduidade habitual:
(A) a falta ao serviço, sem causa justificada, por sessenta dias, interpoladamente, durante o período
de doze meses.
(B) a falta ao serviço, ainda que justificada, por sessenta dias, sucessivamente.
(C) a falta ao serviço, por sessenta dias, intercaladamente, durante o período de vinte e quatro meses.
(D) a falta ao serviço, justificada ou não, por trinta dias, sucessivos ou intercaladamente no período de
doze meses.

228. (UFT - Assistente em Administração - COPESE – UFT/2017). Assinale a alternativa CORRETA.


Nos termos da Lei nº 8.112/1990 (Estatuto do Servidor Público Federal), configura abandono de cargo:
(A) A ausência intencional do servidor ao serviço por mais de trinta dias consecutivos.
(B) A ausência, dolosa ou culposa do servidor, ao serviço por mais de vinte e cinco dias consecutivos.
(C) A ausência, ainda que justificada do servidor, ao serviço por mais de sessenta dias consecutivos
ou intercaladamente.
(D) A ausência, intencional ou justificada do servidor, ao serviço por quarenta e cinco dias sucessivos
ou intercaladamente.

229. (UFT - Assistente em Administração - - COPESE – UFT/2017). Considerando o estabelecido


pela Lei nº 8.112/1990 (Estatuto do Servidor Público Federal), assinale a alternativa INCORRETA. A ação
disciplinar prescreverá:

63
(A) Em 5 (cinco) anos, quanto às infrações puníveis com demissão.
(B) Em 3 (três) anos, quanto às infrações puníveis com cassação de aposentadoria ou disponibilidade.
(C) Em 2 (dois) anos, quanto às infrações puníveis com suspensão.
(D) Em 180 (cento e oitenta) dias, quanto às infrações puníveis com advertência.

230. (Colégio Pedro II - Professor - 2019) No que se refere ao disposto no Estatuto do Servidor
Público Federal (Lei n. 8.112/1990), é correto afirmar que
(A) a autoridade que tiver ciência de irregularidade no serviço público é obrigada a instaurar,
imediatamente, processo administrativo disciplinar, assegurada ao acusado ampla defesa.
(B) a autoridade instauradora do processo disciplinar poderá, como medida cautelar, afastar o servidor
do exercício do cargo, pelo prazo de até 90 (noventa) dias, sem remuneração.
(C) as denúncias sobre irregularidades serão objeto de apuração, desde que contenham a identificação
e o endereço do denunciante e sejam formuladas por escrito, confirmada a autenticidade.
(D) o prazo para a conclusão do processo disciplinar não excederá 120 (cento e vinte) dias, contados
da data do fato, admitida a sua prorrogação por igual prazo, quando as circunstâncias o exigirem.

231. (CORE/PE - Assistente Jurídico - INAZ do Pará/2019) Trata-se de uma falsa afirmação sobre
o processo administrativo disciplinar a que está posta na alternativa:
(A) É grandemente utilizado pela Administração Pública na apuração de falta e punição dos agentes
públicos, na sua necessária utilização para a demissão de servidor estável e nas peculiaridades que
encerra. É também chamado de processo disciplinar e inquérito administrativo.
(B) O objeto do processo administrativo disciplinar é sempre a apuração das infrações e a aplicação
das penas correspondentes aos servidores da Administração Pública, seus autores. Isso, entretanto, não
significa que sempre há de haver apenação.
(C) Dois são os fundamentos que permitem à Administração Pública instaurar um processo
administrativo dessa espécie: um legal e o outro criminal. O legal está consignado em dispositivos da
Constituição, que assegura aos acusados o contraditório e a ampla defesa.
(D) Face o disposto no inciso LV do Art. 5º da Constituição Federal, sempre que se tiver um servidor
acusado de infração, o processo administrativo disciplinar é obrigatório, pois só nessa espécie de
processo podem se realizar, efetivamente, essas garantias constitucionais.
(E) Seus princípios fundamentais são, substancialmente, os mesmos dos processos administrativos
em geral, no entanto, possui princípios que lhe são específicos, a saber: princípio da ampla defesa, do
contraditório ou contraditoriedade e do devido processo legal.

232. (MPE/RS – Promotor – MPE/RS/2017) Relativamente à Lei Federal n. 12.846, de 1º de agosto


de 2013, chamada de Lei Anticorrupção, assinale a alternativa correta.
(A) Aquele que transitoriamente e sem remuneração exerça função pública em representação
diplomática de país estrangeiro não é considerado agente público estrangeiro, para fins de aplicação da
Lei Anticorrupção.
(B) A personalidade jurídica poderá ser desconsiderada sempre que utilizada com abuso do direito
para facilitar, encobrir ou dissimular a prática dos atos ilícitos previstos na Lei Anticorrupção, dispensada
a defesa em casos considerados gravíssimos.
(C) Na aplicação das sanções será levada em consideração a existência de mecanismos e
procedimentos internos de integridade, auditoria e incentivo à denúncia de irregularidades e a aplicação
efetiva de códigos de ética e de conduta no âmbito da pessoa jurídica.
(D) A celebração de acordo de leniência não exime a pessoa jurídica de reparar integralmente o dano
causado, mas afasta integralmente a multa que seria imputada caso o referido acordo não fosse firmado.
(E) A celebração do acordo de leniência interrompe o prazo prescricional dos atos ilícitos previstos na
Lei Anticorrupção e, se descumprido, impede a nova celebração de acordo pelo prazo de 1 (um) ano,
contado do conhecimento pela Administração Pública do descumprimento.

233. (MPE/PR – Promotor – MPE/PR/2017) Assinale a alternativa incorreta, nos termos da Lei nº
12.846/13 (Lei Anticorrupção):
(A) A proposta de acordo de leniência somente se tornará pública após a efetivação do respectivo
acordo, salvo no interesse das investigações e do processo administrativo.
(B) O efeito negativo produzido pela infração é um dos fatores que, segundo consta expressamente
na Lei nº 12.846/13, deve ser levado em consideração na aplicação das sanções.
(C) Os dirigentes ou administradores somente serão responsabilizados por atos ilícitos na medida da
sua culpabilidade.

64
(D) As sociedades controladoras, controladas, coligadas ou, no âmbito do respectivo contrato, as
consorciadas serão solidariamente responsáveis pela prática dos atos previstos na Lei nº 12.846/13,
restringindo-se tal responsabilidade à obrigação de pagamento de multa e reparação integral do dano
causado.
(E) Os registros das sanções e acordos de leniência somente serão excluídos, mediante requerimento
da pessoa jurídica responsável pela prática do ato, depois do cumprimento integral do acordo de leniência
e da reparação do eventual dano causado.

234. (MPE/MG – Promotor – FUNDEP/2017) Consoante a Lei nº 12.846/13, é INCORRETO dizer:


(A) A pessoa jurídica não formalmente constituída e, portanto, desprovida de personalidade em
direitos, obrigações e deveres, responde pela prática de dumping em processo licitatório.
(B) A eventual celebração de acordo de leniência isenta a pessoa jurídica responsável pelos danos ao
erário da sanção de dissolução compulsória.
(C) O acordo de leniência pressupõe que a pessoa jurídica responsável pela prática lesiva seja a
primeira a manifestar seu interesse em cooperar para apuração do ilícito, cesse completamente o
envolvimento com a infração investigada, admita a participação no ilícito e coopere nos atos.
(D) A responsabilidade da sociedade consorciada restringe-se ao pagamento de multa e reparação
integral do dano.

Gabarito

180.C / 181.Certo / 182.E / 183.Certo / 184.Certo / 185.Certo / 186.Errado / 187.D / 188.A / 189.B /
190.B / 191.Certo / 192.C / 193.A / 194.C / 195.C / 196.C / 197.A / 198.E / 199.A / 200.Errado / 201.C /
202.A / 203.B / 204.D / 205.Errado / 206.Errado / 207.Errado / 208.Errado / 209.D / 210.A / 211.E /
212.B / 213.A / 214.A / 215.C / 216. A / 217. A / 218. C / 219. E / 220. D / 221. D / 222. B / 223. E /
224. B / 225. A / 226. Errado / 227. A / 228. A / 229. B / 230. C / 231. C / 232.C / 233.E / 234.B

Raciocínio Lógico

Questões

235. (IFAL – Assistente Social – COPEVE/UFAL/2019) Considere as seguintes premissas:


– Se é domingo, então Carlos lava seu carro. – Se chover, então Carlos não lava seu carro. – Se não
é domingo, então Carlos acorda cedo. – Carlos acordou tarde.
Com base nessas premissas, pode-se concluir que:
(A) Não é domingo
(B) Não lavou o carro
(C) Não choveu
(D) Choveu
(E) É impossível concluir

236. (CRM/AC – Assistente Administrativo – QUADRIX/2019)


P: Se João obedece à sua mãe, então ele come pudim.
Q: Se João não come pudim, então ele fica triste.
R: João gosta de futebol e sua mãe gosta de novela.
Considerando as proposições lógicas acima, julgue o item.
Se João não fica triste, então ele obedece à sua mãe.
( ) Certo ( ) Errado

237. (FLAMA/SC – Geólogo – UNESC/2019) Considere verdadeiras as afirmações a seguir:


I - Se Vivi é costureira, então Verônica não é advogada
II - Se Verinha é bailarina, então Verônica é advogada
III - Virna é professora
IV - Ou Verinha é bailarina, ou Virna não é professora.

65
Com base nessas afirmações podemos concluir corretamente que:
(A) Se Virna é professora, então Verônica não é advogada
(B) Se Verônica não é advogada, então Verinha não é bailarina
(C) Virna é professora e Verônica não é advogada
(D) Verônica não é advogada ou Vivi é costureira

238. (Pref. de Petrolina/PE – Guarda Civil – IDIB/2019) Em uma sala de aula, o professor instiga os
alunos com problemas de raciocínio lógico relacionando as cores dos carros e seus proprietários. Desta
forma, o professor repassou aos alunos as afirmativas verdadeiras a seguir:
I. Ou Bruno tem um carro rosa, ou Cinthia não tem um carro verde.
II. Se Daniel tem um carro amarelo, então Ana não tem um carro azul.
III. Se Bruno tem um carro rosa, então Ana tem um carro azul.
IV. Cinthia tem um carro verde.
Com base nas afirmações anteriores, pode-se concluir com certeza que:
(A) Se Ana não tem um carro azul, então Bruno não tem um carro rosa.
(B) Bruno não tem um carro rosa ou Daniel tem um carro amarelo.
(C) Ana não tem um carro azul e Daniel não tem um carro amarelo.
(D) Cinthia tem um carro verde e Ana não tem um carro azul.
(E) Se Cinthia tem um carro verde, então Ana não tem um carro azul.

239. (DPU – Agente Administrativo – CESPE) Considere que as seguintes proposições sejam
verdadeiras.
• Quando chove, Maria não vai ao cinema.
• Quando Cláudio fica em casa, Maria vai ao cinema.
• Quando Cláudio sai de casa, não faz frio.
• Quando Fernando está estudando, não chove.
• Durante a noite, faz frio.
Tendo como referência as proposições apresentadas, julgue o item subsecutivo.
Se Maria foi ao cinema, então Fernando estava estudando.
( ) Certo ( ) Errado

240. (STJ – Conhecimentos Gerais para o cargo 17 – CESPE) Mariana é uma estudante que tem
grande apreço pela matemática, apesar de achar essa uma área muito difícil. Sempre que tem tempo
suficiente para estudar, Mariana é aprovada nas disciplinas de matemática que cursa na faculdade. Neste
semestre, Mariana está cursando a disciplina chamada Introdução à Matemática Aplicada. No entanto,
ela não tem tempo suficiente para estudar e não será aprovada nessa disciplina.
A partir das informações apresentadas nessa situação hipotética, julgue o item a seguir, acerca das
estruturas lógicas.
Considerando-se as seguintes proposições:
p: “Se Mariana aprende o conteúdo de Cálculo 1, então ela aprende o conteúdo de Química Geral";
q: “Se Mariana aprende o conteúdo de Química Geral, então ela é aprovada em Química Geral";
c: “Mariana foi aprovada em Química Geral", é correto afirmar que o argumento formado pelas
premissas p e q e pela conclusão c é um argumento válido.
( ) Certo ( ) Errado

241. (Petrobras – Técnico (a) de Exploração de Petróleo Júnior – CESGRANRIO) Se Esmeralda


é uma fada, então Bongrado é um elfo. Se Bongrado é um elfo, então Monarca é um centauro. Se Monarca
é um centauro, então Tristeza é uma bruxa.
Ora, sabe-se que Tristeza não é uma bruxa, logo
(A) Esmeralda é uma fada, e Bongrado não é um elfo.
(B) Esmeralda não é uma fada, e Monarca não é um centauro.
(C) Bongrado é um elfo, e Monarca é um centauro.
(D) Bongrado é um elfo, e Esmeralda é uma fada
(E) Monarca é um centauro, e Bongrado não é um elfo.

242. (Câm. de Indaiatuba/SP – Analista de Sistemas – VUNESP) Considere verdadeiras as


afirmações I e II, e falsa a afirmação III.
I. Se Hugo é policial, então Beatriz é juíza.
II. Se Fernando é vereador, então Vanessa é professora.

66
III. Beatriz não é juíza ou Vanessa é professora.
A alternativa que contém uma afirmação necessariamente verdadeira, com base nas afirmações
apresentadas é:
(A) Fernando não é vereador
(B) Hugo é policial.
(C) Hugo não é policial e Fernando é vereador.
(D) Hugo é policial e Fernando não é vereador.
(E) Hugo é policial ou Fernando é vereador.

243. (TJ/PR – Técnico Judiciário – CESPE/2019) Considere as seguintes sentenças.


I A ouvidoria da justiça recebe críticas e reclamações relacionadas ao Poder Judiciário do estado.
II Nenhuma mulher exerceu a presidência do Brasil até o ano 2018.
III Onde serão alocados os candidatos aprovados no concurso para técnico judiciário do TJ/PR?
Assinale a opção correta.
(A) Apenas a sentença I é proposição.
(B) Apenas a sentença III é proposição.
(C) Apenas as sentenças I e II são proposições.
(D) Apenas as sentenças II e III são proposições.
(E) Todas as sentenças são proposições.

244. (CEEE/RS – Técnico em Enfermagem do Trabalho – FUNDATEC/2019) Lista de símbolos:


⇒ Condicional
⇔ Bicondicional
∧ Conector “e”
∨ Conector “ou”
⊻ Conector “ou” exclusivo
¬ Negação da proposição
Assinale a alternativa que apresenta um exemplo de proposição simples.
(A) João é alto e Maria é baixa
(B) Qual é o horário da missa?
(C) Se João estuda, então Maria passa no concurso.
(D) Dois é um número par se e somente se dez é um número ímpar.
(E) Florianópolis é a capital do estado de Santa Catarina.

245. (Pref. de Guarulhos/SP – Inspetor Fiscal de Rendas – VUNESP/2019) Dentre as sentenças a


seguir, aquela que é uma sentença aberta é
(A) 3 ⋅ x + 4 – x – 3 – 2 ⋅ x = 0
(B) 7 + 3 = 11
(C) 0 ⋅ x = 5
(D) 13 ⋅ x = 7
(E) 43 – 1 = 42

246. (FDSBC – Oficial Administrativo – QUADRIX/2019) Das frases a seguir, a única que representa
uma proposição é:
(A) Ronaldo, venha até aqui, por favor.
(B) Que tarde agradável!
(C) Sim.
(D) Maria preparou os documentos.
(E) Onde estão os documentos?

247. (PM/RR – Soldado da Polícia Militar – UERR) Uma sentença aberta pode ser transformada
numa proposição se for atribuído valor a uma variável. Dada a sentença aberta p(y): y 2 > 10, assinale o
valor a ser atribuído para tornar a proposição p(y) verdadeira:
(A) x = 4
(B) y = -2
(C) y = 1
(D) x = 0
(E) y = 5

67
248. (DOCAS/PB – Assistente Administrativo – IBFC) Se o valor lógico de uma proposição “P” é
verdade e o valor lógico de uma proposição “Q” é falso, então o valor lógico do bicondicional entre as
duas proposições é:
(A) Falso
(B) Verdade
(C) Inconclusivo
(D) Falso ou verdade

249. (DOCAS/PB – Assistente Administrativo – IBFC) Dentre as alternativas, a única correta é:


(A) O valor lógico da conjunção entre duas proposições é verdade se os valores lógicos das duas
proposições forem falsos.
(B) O valor lógico do bicondicional entre duas proposições é verdade se os valores lógicos das duas
proposições forem falsos.
(C) O valor lógico da disjunção entre duas proposições é verdade se os valores lógicos das duas
proposições forem falsos.
(D) O valor lógico do condicional entre duas proposições é falso se os valores lógicos das duas
proposições forem falsos.

250. (EBSERH – Técnico em Citopatologia – AOCP) Considerando a proposição composta (p ∨ r),


é correto afirmar que
(A) a proposição composta é falsa se apenas p for falsa.
(B) a proposição composta é falsa se apenas r for falsa.
(C) para que a proposição composta seja verdadeira é necessário que ambas, p e r sejam verdadeiras.
(D) para que a proposição composta seja verdadeira é necessário que ambas, p e r sejam falsas.
(E) para que a proposição composta seja falsa é necessário que ambas, p e r sejam falsas.

251. (MEC – Conhecimentos básicos para os Postos 9,10,11 e 16 – CESPE)

A figura acima apresenta as colunas iniciais de uma tabela-verdade, em que P, Q e R representam


proposições lógicas, e V e F correspondem, respectivamente, aos valores lógicos verdadeiro e falso.
Com base nessas informações e utilizando os conectivos lógicos usuais, julgue o item subsecutivo.

A última coluna da tabela-verdade referente à proposição lógica P v (Q↔R) quando representada na


posição horizontal é igual a

( ) Certo ( ) Errado

252. (FLAMA/SC – Geólogo – UNESC/2019) Considere verdadeiras as afirmações a seguir:


I - Se Vivi é costureira, então Verônica não é advogada
II - Se Verinha é bailarina, então Verônica é advogada
III - Virna é professora
IV - Ou Verinha é bailarina, ou Virna não é professora.
Com base nessas afirmações podemos concluir corretamente que:

68
(A) Se Virna é professora, então Verônica não é advogada
(B) Se Verônica não é advogada, então Verinha não é bailarina
(C) Virna é professora e Verônica não é advogada
(D) Verônica não é advogada ou Vivi é costureira

253. (Pref. de Manaus/AM – Assistente Técnico Fazendário – FCC/2019) Aos domingos,


− como pizza no jantar ou não tomo açaí,
− corro ou jogo futebol e
− tomo açaí ou não corro.
Se, no último domingo, não joguei futebol, então
(A) corri e não comi pizza no jantar.
(B) não corri e comi pizza no jantar.
(C) não comi pizza no jantar e não tomei açaí.
(D) não corri e não tomei açaí.
(E) corri e tomei açaí.

254. (BRDE-Analista de Sistemas, Desenvolvimento de Sistemas – FUNDATEC) Qual operação


lógica descreve a tabela verdade da função Z abaixo cujo operandos são A e B? Considere que V significa
Verdadeiro, e F, Falso.

(A) Ou.
(B) E.
(C) Ou exclusivo.
(D) Implicação (se...então).
(E) Bicondicional (se e somente se).

255. (TCE/SP – Auxiliar da Fiscalização Financeira II – FCC) Considere a afirmação condicional: Se


Alberto é médico ou Alberto é dentista, então Rosa é engenheira.
Seja R a afirmação: 'Alberto é médico';
Seja S a afirmação: 'Alberto é dentista' e
Seja T a afirmação: 'Rosa é engenheira'.
A afirmação condicional será considerada necessariamente falsa quando
(A) R for verdadeira, S for falsa e T for verdadeira.
(B) R for falsa, S for verdadeira e T for verdadeira.
(C) R for falsa, S for falsa e T for falsa.
(D) R for falsa, S for falsa e T for verdadeira.
(E) R for verdadeira, S for falsa e T for falsa.

256. (TER-RJ – Analista Judiciário – CONSULPLAN) De acordo com algumas implicações lógicas,
analise as afirmativas a seguir.
I. Se p é verdadeira e q é verdadeira, então p Λ q é verdadeira.
II. Se p é verdadeira ou q é verdadeira, então p V q é falsa.
III. Se p é verdadeira e p ⟶ q é verdadeira, então q é verdadeira.
IV. Se ~p é verdadeira e p V q é verdadeira, então q é verdadeira.
V. Se ~q é verdadeira e p ⟶ q é verdadeira, então ~p é verdadeira.
VI. Se p V q é verdadeira, p ⟶ r é verdadeira e q ⟶ r é verdadeira, então r é verdadeira.
VII. p V [q Λ (~q)]⇔ p.
VIII. p⟶ q⇔(~p) V p.
Estão INCORRETAS apenas as afirmativas
(A) I e II.
(B) II e VIII.

69
(C) I, II, VI e VIII.
(D) III, IV, V e VI.

257. (ISGH - Médico Pediatra - Instituto Pró Município) Analise as seguintes proposições:
Proposição I: 4 é número par;
Proposição II: 2 > 5;
Proposição III: 6 é número ímpar.
Qual das proposições abaixo apresenta valor lógico verdadeiro?
(A) Se 2 > 5 e 6 é número ímpar, então 4 é número par;
(B) Se 2 > 5 ou 4 é número par, então 6 é número ímpar;
(C) Se 4 é número par ou 6 é número ímpar, então 2 > 5;
(D) Se 4 é número par, então 2 > 5 ou 6 é número ímpar.

258. (Câm. de Indaiatuba/SP – Analista de Sistemas – VUNESP/2018) Considere verdadeiras as


afirmações I e II, e falsa a afirmação III.
I. Se Hugo é policial, então Beatriz é juíza.
II. Se Fernando é vereador, então Vanessa é professora.
III. Beatriz não é juíza ou Vanessa é professora.
A alternativa que contém uma afirmação necessariamente verdadeira, com base nas afirmações
apresentadas é:
(A) Fernando não é vereador
(B) Hugo é policial.
(C) Hugo não é policial e Fernando é vereador.
(D) Hugo é policial e Fernando não é vereador.
(E) Hugo é policial ou Fernando é vereador.

259. (Petrobras – Técnico(a) de Informática Júnior – CESGRANRIO) Determinado técnico de


atletismo considera seus atletas como bons ou maus, em função de serem fumantes ou não. Analise as
proposições que se seguem no contexto da lógica dos predicados.
I - Nenhum fumante é bom atleta.
II - Todos os fumantes são maus atletas.
III - Pelo menos um fumante é mau atleta.
IV - Todos os fumantes são bons atletas.

As proposições que formam um par tal que uma é a negação da outra são:
(A) I e II
(B) I e III
(C) II e III
(D) II e IV
(E) III e IV

260. (SEDUC-CE – Língua Portuguesa – SEDUC-CE) Assinale a alternativa que nega a seguinte
proposição:
Algum professor que trabalha na escola não é efetivo.

(A) Todo professor que trabalha na escola é efetivo.


(B) Nenhum professor que trabalha na escola é efetivo.
(C) Qualquer professor que trabalha na escola não é efetivo.
(D) Algum professor que não trabalha na escola não é efetivo.
(E) Todo professor que trabalha na escola não é efetivo.

261) (Prefeitura de Piraquara/PR – Agente Operacional – FAU) A negação lógica à afirmativa abaixo
encontra-se em qual opção?
“Nenhuma calça de João é azul”.
(A) João não veste azul.
(B) João veste calça azul em casa.
(C) Todas as calças de João são azuis.
(D) João tem uma calça azul.
(E) Nenhuma calça de João é verde.

70
262. (EMSERH – Agente de Portaria – FUNCAB) Considere que as seguintes afirmações são
verdadeiras:

“Algum maranhense é pescador.”


“Todo maranhense é trabalhador.”

Assim pode-se afirmar, do ponto de vista lógico, que:


(A) Algum maranhense não pescador não é trabalhador.
(B) Algum maranhense trabalhador é pescador.
(C) Todo maranhense pescador não é trabalhador.
(D) Algum maranhense pescador não é trabalhador
(E) Todo maranhense trabalhador é pescador.

263. (MRE – Oficial de Chancelaria – FGV) Considere a sentença:


“Corro e não fico cansado".
Uma sentença logicamente equivalente à negação da sentença dada é:
(A) Se corro então fico cansado.
(B) Se não corro então não fico cansado.
(C) Não corro e fico cansado.
(D) Corro e fico cansado.
(E) Não corro ou não fico cansado.

264. (TCE/RN – Conhecimentos Gerais para o cargo 4 – CESPE) Em campanha de incentivo à


regularização da documentação de imóveis, um cartório estampou um cartaz com os seguintes dizeres:
“O comprador que não escritura e não registra o imóvel não se torna dono desse imóvel".
A partir dessa situação hipotética e considerando que a proposição P: “Se o comprador não escritura
o imóvel, então ele não o registra" seja verdadeira, julgue o item seguinte.
A proposição P é logicamente equivalente à proposição “O comprador escritura o imóvel, ou não o
registra".
( ) Certo ( ) Errado

265. (TJ/PI – Analista Judiciário – Escrivão Judicial – FGV) Considere a afirmação:


“Mato a cobra e mostro o pau"
A negação lógica dessa afirmação é:
(A) não mato a cobra ou não mostro o pau;
(B) não mato a cobra e não mostro o pau;
(C) não mato a cobra e mostro o pau;
(D) mato a cobra e não mostro o pau;
(E) mato a cobra ou não mostro o pau.

266. (CODEMIG – Advogado Societário – FGV) Em uma empresa, o diretor de um departamento


percebeu que Pedro, um dos funcionários, tinha cometido alguns erros em seu trabalho e comentou:
“Pedro está cansado ou desatento."
A negação lógica dessa afirmação é:
(A) Pedro está descansado ou desatento.
(B) Pedro está descansado ou atento.
(C) Pedro está cansado e desatento.
(D) Pedro está descansado e atento.
(E) Se Pedro está descansado então está desatento.

267 (TJ/AP-Técnico Judiciário / Área Judiciária e Administrativa- FCC) Vou à academia todos os
dias da semana e corro três dias na semana. Uma afirmação que corresponde à negação lógica da
afirmação anterior é
(A) Não vou à academia todos os dias da semana ou não corro três dias na semana.
(B) Vou à academia quase todos os dias da semana e corro dois dias na semana.
(C) Nunca vou à academia durante a semana e nunca corro durante a semana.
(D) Não vou à academia todos os dias da semana e não corro três dias na semana.

71
268. (HUGG-UNIRIO / Advogado – IBFC) Considerando a frase “João comprou um notebook e não
comprou um celular”, a negação da mesma, de acordo com o raciocínio lógico proposicional é:
(A) João não comprou um notebook e comprou um celular.
(B) João não comprou um notebook ou comprou um celular
(C) João comprou um notebook ou comprou um celular.
(D) João não comprou um notebook e não comprou um celular.
(E) Se João não comprou um notebook, então não comprou um celular.

269. (Especialista em Políticas Públicas Bahia - FCC) Considerando “todo livro é instrutivo” como
uma proposição verdadeira, é correto inferir que:
(A) “Nenhum livro é instrutivo” é uma proposição necessariamente verdadeira.
(B) “Algum livro é instrutivo” é uma proposição necessariamente verdadeira.
(C) “Algum livro não é instrutivo” é uma proposição verdadeira ou falsa.
(D) “Algum livro é instrutivo” é uma proposição verdadeira ou falsa.
(E) “Algum livro não é instrutivo” é uma proposição necessariamente verdadeira.

270. (TTN - ESAF) Se é verdade que “Alguns A são R” e que “Nenhum G é R”, então é
necessariamente verdadeiro que:
(A) algum A não é G;
(B) algum A é G.
(C) nenhum A é G;
(D) algum G é A;
(E) nenhum G é A;

271. (Pref. de Cerquilho/SP – Professor de Ensino Fundamental I – Metro Capital Soluções/2018)


Durante um campeonato de tiro ao alvo, José disparou 12 vezes. Sabendo que a razão do número de
acertos para o total de disparos foi de 3/4 (três quartos), quantos disparos José acertou?
(A) 7.
(B) 10.
(C) 4.
(D) 7.
(E) 9.

272. (Colégio Pedro II – Professor – Colégio Pedro II/2018) O trabalho infantil é um dos mais graves
problemas do país.

De acordo com a Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio (PNAD 2015), mais de 2,7 milhões de
crianças e adolescentes, de 5 a 17 anos, estão em situação de trabalho no Brasil – no mundo, são 152
milhões que estão no trabalho precoce.

Disponível em: http://www.chegadetrabalhoinfantil.org.br. Acesso em: 30 jul. 2018


De acordo com os dados apresentados, a fração que representa o número de meninas em situação
de trabalho infantil no Brasil é:
(A) 2/3
(B) 5/10
(C) 9/27
(D) 94/100

72
273. (FUNCABES – Escriturário – PROMUN/2018) Em um concurso público em que participaram
3000 candidatos, 1800 foram aprovados. A razão do número de candidatos aprovados para o total de
candidatos participantes do concurso é:
(A) 2/3
(B) 3/5
(C) 5/10
(D) 2/7

274. (MPE/SP – Oficial de Promotoria – VUNESP) Alfredo irá doar seus livros para três bibliotecas
da universidade na qual estudou. Para a biblioteca de matemática, ele doará três quartos dos livros, para
a biblioteca de física, um terço dos livros restantes, e para a biblioteca de química, 36 livros. O número
de livros doados para a biblioteca de física será
(A) 16.
(B) 22.
(C) 20.
(D) 24.
(E)18.

275. (EBSERH/HUPA – Técnico em Informática – IDECAN) Entre as denominadas razões especiais


encontram-se assuntos como densidade demográfica, velocidade média, entre outros. Supondo que a
distância entre Rio de Janeiro e São Paulo seja de 430 km e que um ônibus, fretado para uma excursão,
tenha feito este percurso em 5 horas e 30 minutos. Qual foi a velocidade média do ônibus durante este
trajeto, aproximadamente, em km/h?
(A) 71 km/h
(B) 76 km/h
(C) 78 km/h
(D) 81 km/h
(E) 86 km/h.

276. (SEPLAN/GO – Perito Criminal – FUNIVERSA) Em uma ação policial, foram apreendidos 1
traficante e 150 kg de um produto parecido com maconha. Na análise laboratorial, o perito constatou que
o produto apreendido não era maconha pura, isto é, era uma mistura da Cannabis sativa com outras
ervas. Interrogado, o traficante revelou que, na produção de 5 kg desse produto, ele usava apenas 2 kg
da Cannabis sativa; o restante era composto por várias “outras ervas”. Nesse caso, é correto afirmar que,
para fabricar todo o produto apreendido, o traficante usou
(A) 50 kg de Cannabis sativa e 100 kg de outras ervas.
(B) 55 kg de Cannabis sativa e 95 kg de outras ervas.
(C) 60 kg de Cannabis sativa e 90 kg de outras ervas.
(D) 65 kg de Cannabis sativa e 85 kg de outras ervas.
(E) 70 kg de Cannabis sativa e 80 kg de outras ervas.

277. (Pref. Maranguape/CE – Prof. de Educação Básica – GR Consultoria e Assessoria) Eu tenho


duas réguas, uma que ao quebrar ficou com 24 cm de comprimento e a outra tem 30 cm, portanto, a
régua menor é quantos por cento da régua maior?
(A) 90%
(B) 75%
(C) 80%
(D) 85%

278. (SAAE/SP – Auxiliar de Manutenção Geral – VUNESP) Uma cidade A, com 120 km de vias,
apresentava, pela manhã, 51 km de vias congestionadas. O número de quilômetros de vias
congestionadas numa cidade B, que tem 280 km de vias e mantém a mesma proporção que na cidade A,
é
(A) 119 km.
(B) 121 km.
(C) 123 km.
(D) 125 km.
(E) 127 km.

73
279. (FINEP – Assistente – CESGRANRIO) Maria tinha 450 ml de tinta vermelha e 750 ml de tinta
branca. Para fazer tinta rosa, ela misturou certa quantidade de tinta branca com os 450 ml de tinta
vermelha na proporção de duas partes de tinta vermelha para três partes de tinta branca.
Feita a mistura, quantos ml de tinta branca sobraram?
(A) 75
(B) 125
(C) 175
(D) 375
(E) 675

280. (MP/SP – Auxiliar de Promotoria I – VUNESP) A medida do comprimento de um salão retangular


está para a medida de sua largura assim como 4 está para 3. No piso desse salão, foram colocados
somente ladrilhos quadrados inteiros, revestindo-o totalmente. Se cada fileira de ladrilhos, no sentido do
comprimento do piso, recebeu 28 ladrilhos, então o número mínimo de ladrilhos necessários para revestir
totalmente esse piso foi igual a
(A) 588.
(B) 350.
(C) 454.
(D) 476.
(E) 382.

281. (PM/SP – Oficial Administrativo – VUNESP) Em 3 de maio de 2014, o jornal Folha de S. Paulo
publicou a seguinte informação sobre o número de casos de dengue na cidade de Campinas.

De acordo com essas informações, o número de casos registrados na cidade de Campinas, até 28 de
abril de 2014, teve um aumento em relação ao número de casos registrados em 2007, aproximadamente,
de
(A) 70%.
(B) 65%.
(C) 60%.
(D) 55%.
(E) 50%.

282. (FUNDUNESP – Assistente Administrativo – VUNESP) Um título foi pago com 10% de
desconto sobre o valor total. Sabendo-se que o valor pago foi de R$ 315,00, é correto afirmar que o valor
total desse título era de
(A) R$ 345,00.
(B) R$ 346,50.
(C) R$ 350,00.
(D) R$ 358,50.
(E) R$ 360,00.

283. (Pref. Imaruí – Agente Educador – Pref. Imaruí) Manoel vendeu seu carro por
R$27.000,00(vinte e sete mil reais) e teve um prejuízo de 10%(dez por cento) sobre o valor de custo do
tal veículo, por quanto Manoel adquiriu o carro em questão?
(A) R$24.300,00
(B) R$29.700,00

74
(C) R$30.000,00
(D)R$33.000,00
(E) R$36.000,00

284. (Pref. Guarujá/SP – Professor de Matemática – CAIPIMES) Em um mapa, cuja escala era
1:15.104, a menor distância entre dois pontos A e B, medida com a régua, era de 12 centímetros. Isso
significa que essa distância, em termos reais, é de aproximadamente:
(A) 180 quilômetros.
(B) 1.800 metros.
(C) 18 quilômetros.
(D) 180 metros.

285. (CEFET – Auxiliar em Administração – CESGRANRIO) A Bahia (...) é o maior produtor de cobre
do Brasil. Por ano, saem do estado 280 mil toneladas, das quais 80 mil são exportadas.
O Globo, Rio de Janeiro: ed. Globo, 12 mar. 2014, p. 24.

Da quantidade total de cobre que sai anualmente do Estado da Bahia, são exportados,
aproximadamente,
(A) 29%
(B) 36%
(C) 40%
(D) 56%
(E) 80%

286. (PM/SP – Oficial Administrativo – VUNESP) Um comerciante comprou uma caixa com 90 balas
e irá vender cada uma delas por R$ 0,45. Sabendo que esse comerciante retirou 9 balas dessa caixa
para consumo próprio, então, para receber o mesmo valor que teria com a venda das 90 balas, ele terá
que vender cada bala restante na caixa por:
(A) R$ 0,50.
(B) R$ 0,55.
(C) R$ 0,60.
(D) R$ 0,65.
(E) R$ 0,70.

287. (PM/SP – Oficial Administrativo – VUNESP) Em 25 de maio de 2014, o jornal Folha de S. Paulo
publicou a seguinte informação sobre a capacidade de retirada de água dos sistemas de abastecimento,
em metros cúbicos por segundo (m3/s):

De acordo com essas informações, o número de segundos necessários para que o sistema Rio Grande
retire a mesma quantidade de água que o sistema Cantareira retira em um segundo é:
(A) 5,4.
(B) 5,8.
(C) 6,3.
(D) 6,6.
(E) 6,9.

75
288. (FUNDUNESP – Auxiliar Administrativo – VUNESP) Certo material para laboratório foi
adquirido com desconto de 10% sobre o preço normal de venda. Sabendo-se que o valor pago nesse
material foi R$ 1.170,00, é possível afirmar corretamente que seu preço normal de venda é
(A) R$ 1.285,00.
(B) R$ 1.300,00.
(C) R$ 1.315,00.
(D) R$ 1.387,00.
(E) R$ 1.400,00.

289. (PC/SP – Oficial Administrativo – VUNESP) A mais antiga das funções do Instituto Médico Legal
(IML) é a necropsia. Num determinado período, do total de atendimentos do IML, 30% foram necropsias.
Do restante dos atendimentos, todos feitos a indivíduos vivos, 14% procediam de acidentes no trânsito,
correspondendo a 588. Pode-se concluir que o total de necropsias feitas pelo IML, nesse período, foi
(A) 2500.
(B) 1600.
(C) 2200.
(D) 3200.
(E) 1800.

290. (SAAE/SP – Auxiliar de Manutenção Geral – VUNESP) A expectativa de vida do Sr. Joel é de
75 anos e, neste ano, ele completa 60 anos. Segundo esta expectativa, pode-se afirmar que a fração de
vida que ele já viveu é
4
(A)
7
5
(B) 6
4
(C)
5
3
(D) 4
2
(E)
3

291. (SAAE/SP – Auxiliar de Manutenção Geral – VUNESP) Foram digitados 10 livros de 200
páginas cada um e armazenados em 0,0001 da capacidade de um microcomputador. Utilizando-se a
capacidade total desse microcomputador, o número de livros com 200 páginas que é possível armazenar
é
(A) 100.
(B) 1000.
(C) 10000.
(D) 100000.
(E) 1000000.

292. (IF/GO – Assistente de Alunos – UFG) Leia o fragmento a seguir


A produção brasileira de arroz projetada para 2023 é de 13,32 milhões de toneladas, correspondendo
a um aumento de 11% em relação à produção de 2013.
Disponível em: <http://www.agricultura.gov.br/arq_editor/projecoes-ver saoatualizada.pdf>. Acesso em: 24 fev. 2014. (Adaptado).

De acordo com as informações, em 2023, a produção de arroz excederá a produção de 2013, em


milhões de toneladas, em:
(A) 1,46
(B) 1,37
(C) 1,32
(D) 1,22

293. (PRODAM/AM – Auxiliar de Motorista – FUNCAB) Numa transportadora, 15 caminhões de


mesma capacidade transportam toda a carga de um galpão em quatro horas. Se três deles quebrassem,
em quanto tempo os outros caminhões fariam o mesmo trabalho?
(A) 3 h 12 min
(B) 5 h
(C) 5 h 30 min

76
(D) 6 h
(E) 6 h 15 min

294. (Câm. de São Paulo/SP – Técnico Administrativo – FCC) Uma receita para fazer 35 bolachas
utiliza 225 gramas de açúcar. Mantendo-se as mesmas proporções da receita, a quantidade de açúcar
necessária para fazer 224 bolachas é
(A) 14,4 quilogramas.
(B) 1,8 quilogramas.
(C) 1,44 quilogramas.
(D) 1,88 quilogramas.
(E) 0,9 quilogramas.

295. (METRÔ/SP – Usinador Ferramenteiro – FCC) Laerte comprou 18 litros de tinta látex que, de
acordo com as instruções na lata, rende 200m² com uma demão de tinta. Se Laerte seguir corretamente
as instruções da lata, e sem desperdício, depois de pintar 60 m² de parede com duas demãos de tinta
látex, sobrarão na lata de tinta comprada por ele
(A) 6,8L.
(B) 6,6L.
(C) 10,8L.
(D) 7,8L.
(E) 7,2L.

296. (MPE/GO – Auxiliar Administrativo – MPE/GO/2018) João e Miguel são filhos de Pedro e
recebem pensão alimentícia do pai no percentual de 20% sobre o seu salário, cada um. Considerando
que os rendimentos de Pedro são de R$ 2.400,00 mensais, quantos reais sobram para Pedro no final do
mês?
(A) R$ 1.510,00
(B) R$ 1.920,00
(C) R$ 960,00
(D) R$ 1.440,00
(E) R$ 480,00

297. (MPE/GO – Secretário Auxiliar – MPE/GO/2018) Joana foi trazer compras. Encontrou um vestido
de 150 reais. Descobriu que se pagasse à vista teria um desconto de 35%. Depois de muito pensar, Joana
pagou à vista o tal vestido.
Quanto ela pagou?

(A) 120,00 reais;


(B) 112,50 reais
(C) 127,50 reais.
(D) 97,50 reais.
(E) 95,00 reais.

298. (SABESP – Agente de Saneamento Ambiental – FCC/2018) O preço de um automóvel, à vista,


é de R$ 36.000,00 e um certo financiamento permite que esse mesmo automóvel seja pago em 18
parcelas mensais idênticas de R$ 2.200,00. Sendo assim, optando por financiar a compra do automóvel,
o valor total a ser pago pelo automóvel, em relação ao preço à vista, aumentará em
(A) 20%.
(B) 12%.
(C) 10%.
(D) 15%.
(E) 22%.

299. (SANEAGO/GO – Agente de Saneamento – UFG/2018) As vendas de Natal em 2017 nos


shopping centers cresceram 6% em relação a 2016, movimentando R$ 51,2 bilhões [O Estado de S.
Paulo, 27/12/2017, p. B1]. De acordo com essas informações, o valor movimentado, em bilhões, pelos
shopping centers com as compras de Natal em 2016 foi, aproximadamente, de
(A) R$ 45,13
(B) R$ 48,20

77
(C) R$ 48,30
(D) R$ 50,14

300. (SEAD/AP – Assistente Administrativo – FCC/2018) Em uma empresa, o departamento de


recursos humanos fez um levantamento a respeito do número de dependentes de cada funcionário e
organizou os resultados na seguinte tabela:

A porcentagem dos funcionários que têm exatamente um dependente é igual a


(A) 60%.
(B) 40%.
(C) 50%.
(D) 33%.
(E) 66%.

301. (LIQUIGÁS – Assistente Administrativo – CESGRANRIO/2018) Um comerciante comprou


algumas geladeiras, ao preço unitário de R$ 1.550,00, e conseguiu vender apenas algumas delas. Em
cada geladeira vendida, o comerciante obteve um lucro de 16% sobre o preço de compra, e o lucro total
obtido com todas as geladeiras vendidas foi de R$ 26.040,00.
Quantas geladeiras o comerciante vendeu?
(A) 15
(B) 45
(C) 75
(D) 105
(E) 150

302. (Câm. de Chapecó/SC – Assistente de Legislação e Administração – OBJETIVA) Em


determinada loja, um sofá custa R$ 750,00, e um tapete, R$ 380,00. Nos pagamentos com cartão de
crédito, os produtos têm 10% de desconto e, nos pagamentos no boleto, têm 8% de desconto. Com base
nisso, realizando-se a compra de um sofá e um tapete, os valores totais a serem pagos pelos produtos
nos pagamentos com cartão de crédito e com boleto serão, respectivamente:
(A) R$ 1.100,00 e R$ 1.115,40.
(B) R$ 1.017,00 e R$ 1.039,60.
(C) R$ 1.113,00 e R$ 1.122,00.
(D) R$ 1.017,00 e R$ 1.010,00.

303. (UFPE - Assistente em Administração – COVEST) Uma loja compra televisores por R$ 1.500,00
e os revende com um acréscimo de 40%. Na liquidação, o preço de revenda do televisor é diminuído em
35%. Qual o preço do televisor na liquidação?
(A) R$ 1.300,00
(B) R$ 1.315,00
(C) R$ 1.330,00
(D) R$ 1.345,00
(E) R$ 1.365,00

304. (Câmara de São Paulo/SP – Técnico Administrativo – FCC) O preço de venda de um produto,
descontado um imposto de 16% que incide sobre esse mesmo preço, supera o preço de compra em 40%,
os quais constituem o lucro líquido do vendedor. Em quantos por cento, aproximadamente, o preço de
venda é superior ao de compra?
(A) 67%.
(B) 61%.
(C) 65%.
(D) 63%.
(E) 69%.

305. (PM/SE – Soldado 3ª Classe – FUNCAB) Numa liquidação de bebidas, um atacadista fez a
seguinte promoção:

78
Cerveja em lata: R$ 2,40 a unidade.
Na compra de duas embalagens com 12 unidades cada, ganhe 25% de desconto no valor da segunda
embalagem.

Alexandre comprou duas embalagens nessa promoção e revendeu cada unidade por R$3,50. O lucro
obtido por ele com a revenda das latas de cerveja das duas embalagens completas foi:
(A) R$ 33,60
(B) R$ 28,60
(C) R$ 26,40
(D) R$ 40,80
(E) R$ 43,20

306. (Pref. Maranguape/CE – Prof. de educação básica – GR Consultoria e Assessoria) Marcos


gastou 30% de 50% da quantia que possuía e mais 20% do restante. A porcentagem que lhe sobrou do
valor, que possuía é de:
(A) 58%
(B) 68%
(C) 65%
(D) 77,5%

307. (Pref. Chapecó/SC – Engenheiro de Trânsito – IOBV) Em um restaurante os clientes têm a sua
disposição, 6 tipos de carnes, 4 tipos de cereais, 4 tipos de sobremesas e 5 tipos de sucos. Se o cliente
quiser pedir 1 tipo carne, 1 tipo de cereal, 1 tipo de sobremesa e 1 tipo de suco, então o número de opções
diferentes com que ele poderia fazer o seu pedido, é:
(A) 19
(B) 480
(C) 420
(D) 90

308. (Pref. Rio de Janeiro/RJ – Agente de Administração – Pref. Rio de Janeiro) Seja N a
quantidade máxima de números inteiros de quatro algarismos distintos, maiores do que 4000, que podem
ser escritos utilizando-se apenas os algarismos 0, 1, 2, 3, 4, 5 e 6.
O valor de N é:
(A) 120
(B) 240
(C) 360
(D) 480

309. (CRQ 2ª Região/MG – Auxiliar Administrativo – FUNDEP) Com 12 fiscais, deve-se fazer um
grupo de trabalho com 3 deles. Como esse grupo deverá ter um coordenador, que pode ser qualquer um
deles, o número de maneiras distintas possíveis de se fazer esse grupo é:
(A) 4
(B) 660
(C) 1 320
(D) 3 960

310. (PM/SP – Cabo – CETRO) Uma lei de certo país determinou que as placas das viaturas de polícia
deveriam ter 3 algarismos seguidos de 4 letras do alfabeto grego (24 letras). Sendo assim, o número de
placas diferentes será igual a
(A) 175.760.000.
(B) 183.617.280.
(C) 331.776.000.
(D) 358.800.000.

311. (TJ/RS – Técnico Judiciário - FAURGS) O Tribunal de Justiça está utilizando um código de
leitura de barras composto por 5 barras para identificar os pertences de uma determinada seção de
trabalho. As barras podem ser pretas ou brancas. Se não pode haver código com todas as barras da
mesma cor, o número de códigos diferentes que se pode obter é de

79
(A) 10.
(B) 30.
(C) 50.
(D) 150.
(E) 250.

312. (SEED/SP – Agente de Organização Escolar – VUNESP) Um restaurante possui pratos


principais e individuais. Cinco dos pratos são com peixe, 4 com carne vermelha, 3 com frango, e 4 apenas
com vegetais. Alberto, Bianca e Carolina pretendem fazer um pedido com três pratos principais
individuais, um para cada. Alberto não come carne vermelha nem frango, Bianca só come vegetais, e
Carolina só não come vegetais. O total de pedidos diferentes que podem ser feitos atendendo as
restrições alimentares dos três é igual a
(A) 384.
(B) 392.
(C) 396.
(D) 416.
(E)432.

313. (Pref. Jundiaí/SP – Eletricista – MAKIYAMA) Dentre os nove competidores de um campeonato


municipal de esportes radicais, somente os quatro primeiros colocados participaram do campeonato
estadual. Sendo assim, quantas combinações são possíveis de serem formadas com quatro desses nove
competidores?
(A) 126
(B)120
(C) 224
(D) 212
(E) 156

314. (Pref. Lagoa da Confusão/TO – Orientador Social – IDECAN) Renato é mais velho que Jorge
de forma que a razão entre o número de anagramas de seus nomes representa a diferença entre suas
idades. Se Jorge tem 20 anos, a idade de Renato é
(A) 24.
(B) 25.
(C) 26.
(D) 27.
(E) 28.

315. (Pref. Nepomuceno/MG – Técnico em Segurança do Trabalho – CONSULPLAN) Numa sala


há 3 ventiladores de teto e 4 lâmpadas, todos com interruptores independentes. De quantas maneiras é
possível ventilar e iluminar essa sala mantendo, pelo menos, 2 ventiladores ligados e 3 lâmpadas acesas?
(A) 12.
(B) 18.
(C) 20.
(D) 24.
(E) 36.

316. (CREA/PR – Agente Administrativo– FUNDATEC) A fim de vistoriar a obra de um estádio de


futebol para a copa de 2014, um órgão público organizou uma comissão composta por 4 pessoas, sendo
um engenheiro e 3 técnicos.
Sabendo-se que em seu quadro de funcionários o órgão dispõe de 3 engenheiros e de 9 técnicos,
pode-se afirmar que a referida comissão poderá ser formada de _____ maneiras diferentes.
Assinale a alternativa que completa corretamente a lacuna do trecho acima.
(A) 252
(B) 250
(C) 243
(D) 127
(E) 81

80
317. (ESA – Música – EXÉRCITO BRASILEIRO) Colocando-se em ordem alfabética os anagramas
da palavra FUZIL, que posição ocupará o anagrama ZILUF.
(A) 103
(B) 104
(C) 105
(D) 106
(E) 107

318. (CODEMIG – Analista de Administração – Gestão de Concursos) Oito amigos encontraram-


se em uma festa. Se cada um dos amigos trocar um aperto de mão com cada um dos outros, quantos
apertos de mão serão trocados?
(A) 22.
(B) 25.
(C) 27.
(D) 28.

319. (BANESTES – Técnico em Segurança do Trabalho – FGV/2018) Dados os conjuntos A = {1, 2,


3} e B = {4, 5, 6, 7}, João escolhe ao acaso um elemento de cada um deles. A probabilidade de que o
produto dos dois elementos escolhidos seja um número par é:

(A) 1/4;
(B) 1/3;
(C) 1/2;
(D) 2/3;
(E) 3/4.

320. (ENEM – CESGRANRIO) Em uma escola, a probabilidade de um aluno compreender e falar


inglês é de 30%. Três alunos dessa escola, que estão em fase final de seleção de intercâmbio, aguardam,
em uma sala, serem chamados para uma entrevista. Mas, ao invés de chamá-los um a um, o entrevistador
entra na sala e faz, oralmente, uma pergunta em inglês que pode ser respondida por qualquer um dos
alunos.
A probabilidade de o entrevistador ser entendido e ter sua pergunta oralmente respondida em inglês é
(A) 23,7%
(B) 30,0%
(C) 44,1%
(D) 65,7%
(E) 90,0%

321. (ENEM – CESGRANRIO) Em uma central de atendimento, cem pessoas receberam senhas
numeradas de 1 até 100. Uma das senhas é sorteada ao acaso.
Qual é a probabilidade de a senha sorteada ser um número de 1 a 20?
(A) 1/100
(B) 19/100
(C) 20/100
(D) 21/100
(E) 80/100

322. (Pref. Niterói – Agente Fazendário – FGV) O quadro a seguir mostra a distribuição das idades
dos funcionários de certa repartição pública:

Escolhendo ao acaso um desses funcionários, a probabilidade de que ele tenha mais de 40 anos é:
(A) 30%;
(B) 35%;

81
(C) 40%;
(D) 45%;
(E) 55%.

323. (UFES – Economista – UFES/2018) Um casal pretende ter 3 filhos. A probabilidade de nascerem
2 meninos e 1 menina, desse casal, é
(A) 45,5%
(B) 37,5%
(C) 33,3%
(D) 30%
(E) 26,5%

324. (TJ/RO – Técnico Judiciário – FGV) Um tabuleiro de damas tem 32 quadradinhos pretos e 32
quadradinhos brancos.

Um desses 64 quadradinhos é sorteado ao acaso.


A probabilidade de que o quadradinho sorteado seja um quadradinho preto da borda do tabuleiro é:
(A) ½;
(B) ¼;
(C) 1/8;
(D) 9/16;
(E) 7/32.

325. (Pref. Jucás/CE – Professor de Matemática – INSTITUTO NEO EXITUS) Fernanda organizou
um sorteio de amigo secreto entre suas amigas. Para isso, escreveu em pedaços de papel o nome de
cada uma das 10 pessoas (incluindo seu próprio nome) que participariam desse sorteio e colocou dentro
de um saco. Fernanda, como organizadora, foi a primeira a retirar um nome de dentro do saco. A
probabilidade de Fernanda retirar seu próprio nome é:
(A) 3/5.
(B) 2/10.
(C) 1/10.
(D) ½.
(E) 2/3.

326. (Corpo de Bombeiros Militar/MT – Oficial Bombeiro Militar – COVEST) Uma loja de
eletrodoméstico tem uma venda mensal de sessenta ventiladores. Sabe-se que, desse total, seis
apresentam algum tipo de problema nos primeiros seis meses e precisam ser levados para o conserto
em um serviço autorizado.
Um cliente comprou dois ventiladores. A probabilidade de que ambos não apresentem problemas nos
seis primeiros meses é de aproximadamente:
(A) 90%
(B) 81%
(C) 54%
(D) 11%
(E) 89%

327. (Corpo de Bombeiros Militar/MT – Oficial Bombeiro Militar – COVEST) Em uma caixa estão
acondicionados uma dúzia e meia de ovos. Sabe-se, porém, que três deles estão impróprios para o
consumo.
Se forem escolhidos dois ovos ao acaso, qual a probabilidade de ambos estarem estragados?
(A) 2/153
(B) 1/9
(C) 1/51
(D) 1/3
(E) 4/3

82
328. (Câmara de São Paulo/SP – Técnico Administrativo – FCC) Dos 43 vereadores de uma cidade,
13 dele não se inscreveram nas comissões de Educação, Saúde e Saneamento Básico. Sete dos
vereadores se inscreveram nas três comissões citadas. Doze deles se inscreveram apenas nas
comissões de Educação e Saúde e oito deles se inscreveram apenas nas comissões de Saúde e
Saneamento Básico. Nenhum dos vereadores se inscreveu em apenas uma dessas comissões. O número
de vereadores inscritos na comissão de Saneamento Básico é igual a
(A) 15.
(B) 21.
(C) 18.
(D) 27.
(E) 16.

329. (UFS/SE - Tecnólogo em Radiologia - AOCP) Em uma pequena cidade, circulam apenas dois
jornais diferentes. O jornal A e o jornal B. Uma pesquisa realizada com os moradores dessa cidade
mostrou que 33% lê o jornal A, 45% lê o jornal B, e 7% leem os jornais A e B. Sendo assim, quantos por
centos não leem nenhum dos dois jornais?
(A) 15%
(B) 25%
(C) 27%
(D) 29%
(E) 35%

330. (TRT 19ª – Técnico Judiciário – FCC) Dos 46 técnicos que estão aptos para arquivar
documentos 15 deles também estão aptos para classificar processos e os demais estão aptos para
atender ao público. Há outros 11 técnicos que estão aptos para atender ao público, mas não são capazes
de arquivar documentos. Dentre esses últimos técnicos mencionados, 4 deles também são capazes de
classificar processos. Sabe-se que aqueles que classificam processos são, ao todo, 27 técnicos.
Considerando que todos os técnicos que executam essas três tarefas foram citados anteriormente, eles
somam um total de
(A) 58.
(B) 65.
(C) 76.
(D) 53.
(E) 95.

331. (Metrô/SP – Oficial Logística – FCC) O diagrama indica a distribuição de atletas da delegação
de um país nos jogos universitários por medalha conquistada. Sabe-se que esse país conquistou
medalhas apenas em modalidades individuais. Sabe-se ainda que cada atleta da delegação desse país
que ganhou uma ou mais medalhas não ganhou mais de uma medalha do mesmo tipo (ouro, prata,
bronze). De acordo com o diagrama, por exemplo, 2 atletas da delegação desse país ganharam, cada
um, apenas uma medalha de ouro.

A análise adequada do diagrama permite concluir corretamente que o número de medalhas


conquistadas por esse país nessa edição dos jogos universitários foi de
(A) 15.
(B) 29.
(C) 52.
(D) 46.
(E) 40.

83
332. (Pref. de Camaçari/BA – Téc. Vigilância em Saúde NM – AOCP) Qual é o número de elementos
que formam o conjunto dos múltiplos estritamente positivos do número 3, menores que 31?
(A) 9
(B) 10
(C) 11
(D) 12
(E) 13

333. (Pref. de Camaçari/BA – Téc. Vigilância Em Saúde NM – AOCP) Considere dois conjuntos A e
B, sabendo que 𝐴 ∩ 𝐵 = {3}, 𝐴 ∪ 𝐵 = {0; 1; 2; 3; 5} 𝑒 𝐴 − 𝐵 = {1; 2}, assinale a alternativa que apresenta o
conjunto B.
(A) {1;2;3}
(B) {0;3}
(C) {0;1;2;3;5}
(D) {3;5}
(E) {0;3;5}

334. (Pref. de Inês – Técnico em Contabilidade – MAGNUS CONCURSOS) Numa biblioteca são
lidos apenas dois livros, K e Z. 80% dos seus frequentadores leem o livro K e 60% o livro Z. Sabendo-se
que todo frequentador é leitor de pelo menos um dos livros, a opção que corresponde ao percentual de
frequentadores que leem ambos, é representado:
(A) 26%
(B) 40%
(C) 34%
(D) 78%
(E) 38%

335. (Metrô/SP – Engenheiro Segurança do Trabalho – FCC) Uma pesquisa, com 200 pessoas,
investigou como eram utilizadas as três linhas: A, B e C do Metrô de uma cidade. Verificou-se que 92
pessoas utilizam a linha A; 94 pessoas utilizam a linha B e 110 pessoas utilizam a linha C. Utilizam as
linhas A e B um total de 38 pessoas, as linhas A e C um total de 42 pessoas e as linhas B e C um total
de 60 pessoas; 26 pessoas que não se utilizam dessas linhas. Desta maneira, conclui-se corretamente
que o número de entrevistados que utilizam as linhas A e B e C é igual a
(A) 50.
(B) 26.
(C) 56.
(D) 10.
(E) 18.

336. (Pref. de Inês – Técnico em Contabilidade – MAGNUS CONCURSOS) Numa recepção, foram
servidos os salgados pastel e casulo. Nessa, estavam presentes 10 pessoas, das quais 5 comeram pastel,
7 comeram casulo e 3 comeram as duas. Quantas pessoas não comeram nenhum dos dois salgados?
(A) 0
(B) 5
(C) 1
(D) 3
(E) 2

337. (Corpo de Bombeiros/MT – Oficial de Bombeiro Militar – UNEMAT) Em uma pesquisa


realizada com alunos de uma universidade pública sobre a utilização de operadoras de celular, constatou-
se que 300 alunos utilizam a operadora A, 270 utilizam a operadora B, 150 utilizam as duas operadoras
(A e B) e 80 utilizam outras operadoras distintas de A e B.
Quantas pessoas foram consultadas?
(A) 420
(B) 650
(C) 500
(D) 720
(E) 800

84
338. (TJ/PI – Analista Judiciário – Escrivão Judicial – FGV) Em um prédio há três caixas d’água
chamadas de A, B e C e, em certo momento, as quantidades de água, em litros, que cada uma contém
aparecem na figura a seguir.

Abrindo as torneiras marcadas com x no desenho, as caixas foram interligadas e os níveis da água se
igualaram.
Considere as seguintes possibilidades:
1. A caixa A perdeu 300 litros.
2. A caixa B ganhou 350 litros.
3. A caixa C ganhou 50 litros.

É verdadeiro o que se afirma em:


(A) somente 1;
(B) somente 2;
(C) somente 1 e 3;
(D) somente 2 e 3;
(E) 1, 2 e 3.

339. (TJ/PI – Analista Judiciário – Escrivão Judicial – FGV) Cada um dos 160 funcionários da
prefeitura de certo município possui nível de escolaridade: fundamental, médio ou superior. O quadro a
seguir fornece algumas informações sobre a quantidade de funcionários em cada nível:

Sabe-se também que, desses funcionários, exatamente 64 têm nível médio. Desses funcionários, o
número de homens com nível superior é:
(A) 30;
(B) 32;
(C) 34;
(D) 36;
(E) 38.

340. (CODEMIG – Advogado Societário – FGV) Abel, Bruno, Caio, Diogo e Elias ocupam,
respectivamente, os bancos 1, 2, 3, 4 e 5, em volta da mesa redonda representada abaixo.

São feitas então três trocas de lugares: Abel e Bruno trocam de lugar entre si, em seguida Caio e Elias
trocam de lugar entre si e, finalmente, Diogo e Abel trocam de lugar entre si.
Considere as afirmativas ao final dessas trocas:
- Diogo é o vizinho à direita de Bruno.
- Abel e Bruno permaneceram vizinhos.
- Caio é o vizinho à esquerda de Abel.
- Elias e Abel não são vizinhos.

85
É/são verdadeira(s):
(A) nenhuma afirmativa;
(B) apenas uma;
(C) apenas duas;
(D) apenas três;
(E) todas as afirmativas.

341. (TJ/PI – Analista Judiciário – Escrivão Judicial – FGV) Francisca tem um saco com moedas
de 1 real. Ela percebeu que, fazendo grupos de 4 moedas, sobrava uma moeda, e, fazendo grupos de 3
moedas, ela conseguia 4 grupos a mais e sobravam 2 moedas.
O número de moedas no saco de Francisca é:
(A) 49;
(B) 53;
(C) 57;
(D) 61;
(E) 65.

342. (DPU – Agente Administrativo – CESPE) Em uma festa com 15 convidados, foram servidos 30
bombons: 10 de morango, 10 de cereja e 10 de pistache. Ao final da festa, não sobrou nenhum bombom
e
- quem comeu bombom de morango comeu também bombom de pistache;
- quem comeu dois ou mais bombons de pistache comeu também bombom de cereja;
- quem comeu bombom de cereja não comeu de morango.

Com base nessa situação hipotética, julgue o item a seguir.


É possível que um mesmo convidado tenha comido todos os 10 bombons de pistache.
( ) Certo ( ) Errado

343. (DPU – Agente Administrativo – CESPE) Em uma festa com 15 convidados, foram servidos 30
bombons: 10 de morango, 10 de cereja e 10 de pistache. Ao final da festa, não sobrou nenhum bombom
e
- quem comeu bombom de morango comeu também bombom de pistache;
- quem comeu dois ou mais bombons de pistache comeu também bombom de cereja;
- quem comeu bombom de cereja não comeu de morango.

Com base nessa situação hipotética, julgue o item a seguir.


Quem comeu bombom de morango comeu somente um bombom de pistache.
( ) Certo ( ) Errado

344. (FUNAPE – Analista Jurídico – FCC) A massa de 1 litro de leite puro e a massa de 1 litro de
água são, respectivamente, iguais a 1,03 kg e 1 kg. Uma jarra com capacidade de 8 litros contém certa
quantidade de leite puro. Acrescentando-se x litros de água ao leite que está na jarra, até completar sua
capacidade, a massa dos 8 litros da mistura final será de 8,18 kg. Em tais condições, x é igual a
(A) 2,0.
(B) 2,4.
(C) 3,0.
(D) 2,6.
(E) 2,5.

345. (FUNAPE – Analista em Gestão – FCC) Em um caminho há 21 caixas dispostas em uma linha
reta. Cada caixa está a 10 metros de distância da caixa seguinte. Partindo de uma caixa em um dos
extremos dessa linha reta, Roberto tem a tarefa de levar todas as caixas até a posição em que está a
caixa do meio. Se Roberto transportar apenas uma caixa de cada vez, e evitar percursos desnecessários,
a distância percorrida por ele ao concluir a tarefa, em metros, será igual a
(A) 2.200.
(B) 1.900.
(C) 1.800.
(D) 2.000.
(E) 2.100.

86
346. (PREF. de SALVADOR – Técnico de Nível Superior – FGV) Três salas estão preparadas para
a prova de um concurso. Na sala A há 30 pessoas; na sala B, 25 pessoas; e, na sala C, 13 pessoas.
O coordenador determina um remanejamento, dando as seguintes instruções aos seus auxiliares:
• as salas A e B devem ter o mesmo número de pessoas;
• a sala C deve ter o mesmo número de pessoas que as outras duas salas ou deve ter apenas uma
pessoa a mais ou a menos do que as outras duas salas.
Com base nas instruções acima, é correto concluir que
(A) a sala A perdeu 8 pessoas.
(B) a sala B perdeu apenas 1 pessoa.
(C) a sala C ganhou 10 pessoas.
(D) a sala A perdeu 7 pessoas
(E) as salas B e C ficaram com o mesmo número de pessoas.

347. (E-PARANÁ COMUNICAÇÃO – Auxiliar Administrativo – FAU) Se uma em cada quatro


pessoas da cidade de Rio Corrente está fazendo dieta. Em um grupo com 1200 pessoas, quantas não
devem estar fazendo dieta?
(A) 300.
(B) 1000.
(C) 900.
(D) 600.
(E) 800.

Gabarito

235. C / 236. Errado / 237. B / 238. A / 239. Errado / 240. Errado / 241. B / 242. A / 243. C / 244. E /
245. D / 246. D / 247. E / 248. A / 249. B / 250. E / 251. Certo / 252. B / 253. E / 254. D / 255. E / 256. B
/ 257. A / 258. A / 259. E / 260. A / 261. D / 262. B / 263. A / 264. Certo / 265. A / 266. D / 267. A /
268. B / 269. B / 270. A / 271. E / 272. C / 273. B / 274. E / 275. C / 276. C / 277. C / 278. A / 279. A /
280. A / 281. E / 282. C / 283. C / 284. C / 285. A / 286. A / 287. D / 288. B / 289. E / 290. C / 291. D /
292. C / 293. B / 294. C / 295. E / 296. D / 297. D / 298. C / 299. C / 300. B / 301. D / 302. B / 303. E /
304. A / 305. A / 306. B / 307. B / 308. C / 309. B / 310. C / 311. B / 312. E / 313. A / 314. C / 315. C /
316. A / 317. D / 318. D / 319. D / 320. D / 321. C / 322. D / 323. B / 324. E / 325. C / 326. B / 327. C /
328. C / 329. D / 330. B / 331. D / 332. B / 333. E / 334. B / 335. E / 336. C / 337. C / 338. C / 339. B /
340. B / 341. B / 342. Errado / 343. Certa / 344. A / 345. E / 346. D / 347. C

Informática

Questões

348. (Prefeitura de Sonora/MS - Assistente de Administração - MS CONCURSOS/2019) Sobre


“URL”, analise as opções a seguir:
I- URL é o endereço de um recurso disponível em uma rede, seja a rede internet ou intranet, e significa
em inglês Uniform Resource Locator, e em português é conhecido por Localizador Padrão de Recursos.
II- URL é um endereço virtual com um caminho que indica onde está o que o usuário procura, e pode
ser tanto um arquivo, como uma máquina, uma página, um site, uma pasta etc.
III- URL é composto de um protocolo, que pode ser tanto HTTP, que é um protocolo de comunicação,
como FTM, que é uma forma rápida de transferir arquivos na internet etc.

Está correto o contido:


(A) Apenas na opção I.
(B) Apenas na opção II.
(C) Apenas nas opções I e II.
(D) Em todas as opções.

349. (Prefeitura de Campo Grande/MS - Assistente de Serviços de Saúde - SELECON/2019) Na


internet, uma modalidade de processamento é caracterizada por baixar arquivos nos formatos PDF, RAR

87
e MP3 de sites especializados da web. O termo técnico que define essa modalidade de processamento
é:
(A) upload
(B) upgrade
(C) download
(D) downgrade

350. (SCGás - Assistente Administrativo - IESES/2019) Sobre a intranet, escolha a alternativa


correta:
(A) Trata-se de uma nova modalidade de internet que as organizações utilizam para o e-commerce,
podendo ser acessada por qualquer pessoa que deseja comprar online.
(B) Trata-se de redes corporativas que utilizam a tecnologia da comunicação para divulgar suas
informações ao público em geral por meio de sua página na internet.
(C) Trata-se de redes corporativas que utilizam a tecnologia da comunicação, aplicadas internamente
nas redes de computadores das empresas, interligando setores, sedes e funcionários, otimizando
processos de comunicação e ação.
(D) Trata-se de redes corporativas que utilizam a tecnologia da comunicação, aplicadas externamente
à rede de computadores das empresas, voltada apenas para os clientes.

351. (MPC/PA - Assistente Ministerial de Informática - CESPE/2019) A Internet apresenta como


característica o fato de
(A) ter seus conteúdos disponibilizados controlados pelo registro.br.
(B) ser controlada de forma global pela ARPANET (Advanced Research Projects Agency Network).
(C) ser restrita aos usuários de uma rede corporativa.
(D) ter criptografia nativa em todas as comunicações.
(E) ser formada por diferentes redes.

352. (UFU/MG - Técnico em Nutrição Dietética - UFU/MG) Em relação aos conceitos de Navegação
na Internet, Uniform Resource Locator (URL) e World Wide Web (www), assinale a alternativa correta.
(A) HiperText Transference Protocol (HTTP) e File Transfer Protocol (FTP) são exemplos de
esquemas/protocolos que podem ser utilizados em URLs.
(B) O usuário, ao digitar a URL http://125.78.44.13:443 na barra de endereço de um browser, está
tentando acessar um conteúdo Web, utilizando a porta 125 do servidor Web.
(C) O HiperText Transference Protocol (HTTP) é o protocolo padrão para navegação na web e é
considerado o protocolo mais seguro para esse fim, pois todos os dados enviados por esse protocolo são
criptografados.
(D) Ao digitar a URL mailto:user@domainname?subject=exemplodetexto, o browser não executará
nenhuma ação e retornará uma mensagem de erro, pois essa não é uma URL válida.

353. (Prefeitura de Jardim de Piranhas/RN - Agente de Administração - FUNCERN/2019) Marcela


é compositora e cantora solo. Ela sempre filma suas performances e seus shows, mas gostaria muito de
divulgar seu trabalho em uma rede social para ficar mais conhecida. Para isso, deve encontrar uma rede
social que possa criar seu espaço e postar seus vídeos. Assim, a melhor rede social para Marcela fazer
a divulgação de seu trabalho é o
(A) Telegram.
(B) Youtube.
(C) Flickr.
(D) LinkedIn.

354. (Prefeitura de Lagoa Santa/MG - Técnico em Informática - FUNDEP (Gestão de


Concursos)/2019) Analise as afirmativas a seguir sobre internet e assinale com V as verdadeiras e com
F as falsas.
( ) O endereço de qualquer site na internet é chamado de URL. Este facilita a navegação e possui
características específicas, como acentuação gráfica e palavras maiúsculas.
( ) A internet é uma rede de computadores interligados em que se pode trocar informações, sendo
esses computadores pessoais ou corporativos.
( ) Uma URL é composta por “http”, que é o protocolo, “www”, que significa World Wide Web, o nome
da empresa que representa o site, “.com”, que significa o tipo do site e “.br”, que é a sigla do país de
origem daquele site (nesse caso, Brasil).

88
Assinale a sequência correta.
(A) V F F
(B) F V V
(C) F F F
(D) V V V

355. (CMDCA de São José do Rio Preto/SP - Conselheiro Tutelar - VUNESP/2019) Um usuário,
navegando na internet por meio do Internet Explorer 11, em sua configuração padrão, deseja abrir uma
nova aba para acessar um novo site.
O atalho por teclado que o permite abrir uma nova aba no Internet Explorer é
(A) Ctrl + J
(B) Ctrl + F
(C) Ctrl + X
(D) Ctrl + T
(E) Ctrl + H

356 (Prefeitura de Ervália/MG - Técnico de Enfermagem - FUNDEP (Gestão de Concursos)/2019)


Qual navegador Web da Microsoft é instalado junto com o Windows 10 e fica disponível na pasta
Acessórios do Windows, no menu Todos os Aplicativos?
(A) Internet Explorer
(B) Mozila Firefox
(C) Google Chrome
(D) Safari

357. (Prefeitura de Curitiba/PR - Agente Administrativo - NC-UFPR/2019) Utilizando o Internet


Explorer, clicar CTRL+J permite:
(A) navegar na última página visitada.
(B) acessar o menu de pesquisa que será aberto.
(C) exibir todas as páginas visitadas, conforme histórico.
(D) exibir e acompanhar seus downloads.
(E) atualizar a sua página favorita (homepage).

358. (UFGD - Administrador - UFGD/2019) Segundo a empresa Symantec, os dados têm um alto
valor e podem ser coletados, roubados, vendidos e analisados na Internet. Em busca da privacidade de
seus usuários, navegadores de Internet, como Mozilla Firefox, Google Chrome e Internet Explorer
oferecem a funcionalidade de navegação privada ou anônima. Para esses navegadores, é correto afirmar
que a navegação privativa/anônima
(A) mantém salvo localmente o histórico de visitas e garante a anonimidade na Internet.
(B) impede que o provedor de acesso do usuário obtenha informações sobre sua atividade na Internet.
(C) impede que o empregador do usuário obtenha informações sobre sua atividade na Internet.
(D) não salva favoritos durante a navegação.
(E) não mantém salvo localmente o histórico de visitas e não garante anonimidade na Internet.

359. (Prefeitura de Cabeceira Grande/MG - Procurador Jurídico - FGR/2018) Marque a alternativa


CORRETA para imprimir páginas da web utilizando o Internet Explorer:
(A) Imprima páginas pressionando <CTRL> + P no teclado ou clique no botão Ferramentas > Imprimir
e, em seguida, selecione Imprimir.
(B) Imprima páginas pressionando <CTRL> + I no teclado ou clique no botão Ferramentas > Imprimir
e, em seguida, selecione Imprimir.
(C) Imprima páginas pressionando <CTRL> + P no teclado ou clique no botão Ferramentas > Arquivo
> Imprimir e, em seguida, selecione Imprimir.
(D) Imprima páginas pressionando <CTRL> + I no teclado ou clique no botão Ferramentas > Arquivo
> Imprimir e, em seguida, selecione Imprimir.

360. (Câmara Municipal de Eldorado do Sul/RS - Técnico Legislativo - FUNDATEC/2018) Qual


recurso do Internet Explorer 11 evita que o Internet Explorer armazene dados da sua sessão de
navegação, incluindo cookies, arquivos de Internet temporários, histórico e outros dados?
(A) Trabalhar Offline.
(B) Excluir Histórico de navegação.

89
(C) Criptografia.
(D) Configurações no modo Compatibilidade.
(E) Navegação InPrivate.

361. (Prefeitura de Paulista/PE - Digitador - UPENET) Considerando que a figura a seguir ilustre
uma janela do Internet Explorer 11 durante uma sessão de uso em um computador com sistema
operacional Windows 7, assinale a alternativa que contém a afirmação CORRETA.

(A) O botão ➀ permite ativar a atualização da página atual.


(B) O botão ➁ interrompe a carga em andamento.
(C) O botão ➂ permite o acesso ao histórico das páginas encerradas.
(D) Os botões ➁ e ➃ possuem a mesma função.
(E) O botão ➄ permite acesso ao Favoritos.

362. (CBTU - METROREC - Técnico de Gestão - CONSULPLAN) Considere a imagem do site de


busca BING carregada no navegador Internet Explorer 11 (configuração padrão).

O procedimento para definir este site como página inicial do navegador é: clicar no botão Ferramentas,
clicar em Opções da Internet e na janela que é exibida selecionar a guia:

90
(A) Geral, no campo Home Page clicar no botão Usar Atual e clicar no botão Ok para confirmar o
procedimento.
(B) Geral, no campo Página Inicial clicar no botão Usar padrão e clicar no botão Ok para confirmar o
procedimento.
(C) Conteúdo, no campo Home Page clicar no botão Nova Guia e clicar no botão Ok para confirmar o
procedimento.
(D) Conteúdo, no campo Página Inicial clicar no botão Definir como Inicial e clicar no botão Ok para
confirmar o procedimento.

363. (CREF - 11ª Região (MS-MT) - Agente de Orientação e Fiscalização - Quadrix/2019) Julgue o
item quanto ao programa de navegação Mozilla Firefox, em sua versão mais atual, ao programa de correio
eletrônico MS Outlook 2016 e aos conceitos de organização e de gerenciamento de programas.

O Firefox, por meio do botão , permite ao usuário adicionar uma página aos Favoritos, bem como
removê‐la.
( ) Certo ( ) Errado

364. (Prefeitura de Jaru/RO - Assistente Administrativo - IBADE/2019) Os navegadores de internet


(browser’s) recebem de alguns sites, e armazenam temporariamente no seu computador alguns arquivos
de dados contendo informações relevantes para o funcionamento dos mesmos. A eles chamamos:
(A) vírus
(B) worm
(C) buffer
(D) cookie
(E) spyware

365. (CRN - 3ª Região (SP e MS) - Assistente Administrativo - IADES/2019) A navegação na internet
e intranet ocorre de diversas formas, e uma delas é por meio de navegadores. Quanto às funções dos
navegadores, assinale a alternativa correta.
(A) A navegação privada do navegador Chrome só funciona na intranet.
(B) O acesso à internet com a rede off-line é uma das vantagens do navegador Firefox.
(C) A função Atualizar recupera as informações perdidas quando uma página é fechada
incorretamente.
(D) Na internet, a navegação privada ou anônima do navegador Firefox se assemelha funcionalmente
à do Chrome.
(E) Os cookies, em regra, não são salvos pelos navegadores quando estão em uma rede da internet.

366. (CRA/PR - Advogado I - Quadrix/2019) Julgue o item a seguir, relativo ao programa de


navegação Mozilla Firefox, em sua versão mais atual, ao programa de correio eletrônico MS Outlook 2016
e aos procedimentos de segurança da informação.
O Firefox não pode ser instalado no Windows 10, uma vez que ele não é compatível com esse sistema
operacional.
( ) Certo ( ) Errado

367. (Prefeitura de Ji-Paraná/RO - Agente Administrativo – BADE/2019) Em navegadores padrão


da Internet, tais como Chrome e Firefox, existe uma função que exibe a lista dos últimos sites acessados
por data, por site e por visitação. Essa função é a de:
(A) Histórico.
(B) Voltar Conteúdo.
(C) Página Inicial.
(D) Pesquisar.
(E) Favoritos

368. (SANEFRAI - Tecnólogo de Saneamento - FEPESE/2019) Ao navegar pela internet, suponha


que você acidentalmente fechou uma aba do navegador Google Chrome.
Assinale a alternativa que contém as teclas de atalho que, quando pressionadas, restauram a última
aba fechada do navegador.
(A) Ctrl + R
(B) Ctrl + T

91
(C) Ctrl + Shift + R
(D) Ctrl + Shift + T
(E) Ctrl + Shift + Y

369. (CONRERP 2ª Região - Analista de Relações Públicas - Quadrix/2019) Julgue o item quanto
ao programa de navegação Google Chrome, em sua versão mais atual, aos conceitos de organização e
de gerenciamento de arquivos e pastas e às noções de vírus, worms e pragas virtuais.
O Google Chrome possui recursos para verificar se a conexão de um determinado site é segura. Ele
mostra um alerta quando não é possível visitar um site de forma segura.
( ) Certo ( ) Errado

370. (Prefeitura de Avelinópolis/GO - Psicólogo – Itame/2019) No navegador Google Chrome existe


uma opção de abrir uma janela utilizando o recurso Nova Janela Anônima. Ao utilizar este recurso é
correto afirmar:
(A) O Chrome não salvará as seguintes informações: seu histórico de navegação, cookies e dados de
sites e informações fornecidas em formulários.
(B) Este recurso é liberado somente com a versão paga do Google Chrome Pro.
(C) O Chrome salvará apenas seguintes informações: seu histórico de navegação, cookies e dados de
sites e informações fornecidas em formulários.
(D) Este recurso é utilizado para minimizar o impacto na rede interna deixando o navegador mais rápido
e livre de ameaças de vírus.

371. (Prefeitura de Niterói/RJ - Guarda Civil Municipal - SELECON/2019) Atualmente, para bem
usar os recursos dos browsers, é imprescindível que as pessoas conheçam os detalhes técnicos desses
programas para navegar com eficácia e eficiência pelos sites na internet. Nesse contexto, com o objetivo
de “personalizar e controlar o Google Chrome” e acessar a janela de Configurações, deve-se acionar
nesse browser, por meio do mouse, o ícone:

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

372. (AL/GO - Policial Legislativo - IADES/2019) Acerca do navegador Chrome, é correto afirmar
que a opção de excluir o Histórico de Navegação
(A) tem a mesma funcionalidade de limpar os dados de navegação.
(B) apaga os cookies e outros dados dos sites.
(C) apaga todos os dados referentes à navegação, downloads, senhas e formulários, bem como os
cookies compartilhados com outros dispositivos.
(D) permite apagar o histórico de download e os respectivos arquivos.
(E) limpa o histórico de todos os dispositivos conectados à conta do usuário.

373. (IF/MG - Tecnólogo em Gestão Pública – IF/MG/2019) O Google fornece uma série de
ferramentas gratuitas em seu ambiente na Internet tanto para uso pessoal quanto para uso profissional,
sendo a página de buscas e o e-mail as mais conhecidas. A partir de um cadastro único o usuário pode
ter acesso a diversos recursos que vão desde um editor de texto até um repositório para armazenamento
de arquivos, democratizando o acesso por pessoas e organizações que não podem adquirir licenças de
softwares proprietários.

92
Em relação às ferramentas disponibilizadas pelo Google, é correto afirmar que:
(A) A edição de textos e a criação de planilhas eletrônicas são feitas em uma única ferramenta
conhecida como Microsoft Office 2013 Professional.
(B) O compartilhamento de arquivos no Google Drive pode ser feito apenas com usuários que possuam
e-mail ativo do Gmail.
(C) O Google Chrome é o navegador web exclusivo e oficial das empresas para acesso a sites que
apresentam vulnerabilidades de segurança.
(D) Os Formulários Google são utilizados para a elaboração de apresentações para públicos com perfis
variados de atuação empresarial.
(E) Os resultados de uma pesquisa na página de buscas do Google podem apresentar desde sites
relacionados ao termo utilizado quanto um ponto em um mapa.

374. Prefeitura de Valinhos/SP - Agente Administrativo II - GP - VUNESP/2019) Todo usuário deve


saber fazer buscas na internet e localizar textos desejados. Um dos navegadores mais usados é o Google
Chrome. O atalho por teclado usado para localizar textos numa página sendo lida no Google Chrome é:
(A) Ctrl + A
(B) Ctrl + C
(C) Ctrl + F
(D) Ctrl + H
(E) Ctrl + T

375. (UFT - Técnico em Assuntos Educacionais - UFMT/2019) Sobre o uso de e-mail, analise as
afirmativas.
I. Para enviar uma mensagem a vários destinatários de forma que nenhum deles saiba que os outros
também a receberam, basta incluir todos os destinatários no campo Cco.
II. Para que uma mensagem possa ser enviada, é obrigatório que o campo Assunto esteja preenchido,
não sendo permitido enviar mensagens com tal campo em branco.
III. Um endereço de e-mail caracteriza-se por ser único, entretanto o endereço
joaojosemaria@gmail.com e o endereço joaojosemaria@hotmail.com não pertencem obrigatoriamente à
mesma pessoa.
IV. Um destinatário incluído no campo Para e um outro incluído no campo Cc receberão a mensagem,
entretanto, o segundo (do campo Cc) não saberá que o primeiro (do campo Para) a recebeu.
Estão corretas as afirmativas
(A) II e IV, apenas.
(B) I, III e IV, apenas.
(C) I e III, apenas.
(D) I, II, III e IV.

376. (AFAP - Assistente Administrativo de Fomento - FCC/2019) O webmail é um recurso utilizado


para a troca de mensagens via web usando normalmente um provedor de e-mails de empresas
especializadas em fornecer esse serviço. Quando se:
(A) encaminha uma mensagem que possui um arquivo anexo, por padrão somente a mensagem é
encaminhada, sem o anexo.
(B) envia uma mensagem com uma pessoa em cópia oculta (Cco), essa pessoa consegue ver quem
são as demais pessoas que também estão em cópia oculta.
(C) envia uma mensagem com diversas pessoas em cópia (Cc), cada pessoa em cópia consegue
saber que há outras pessoas em cópia.
(D) responde a uma mensagem em que havia uma pessoa em cópia oculta (Cco), essa pessoa também
recebe a resposta em cópia oculta.
(E) responde a uma mensagem que tem um arquivo anexo, por padrão o anexo também é enviado
com a resposta.

377. (PC/SP - Escrivão de Polícia Civil - VUNESP/2018) Considere que um e-mail está sendo
preparado para o envio. Para que este e-mail seja enviado pelo sistema de e-mail da Internet é obrigatório
que exista:
(A) um destinatário no campo Para e que este esteja cadastrado na lista de seus contatos.
(B) pelo menos uma letra no corpo do texto.
(C) pelo menos uma palavra no campo Assunto.
(D) um destinatário no campo Para diferente do seu e-mail, ou seja, o remetente.
(E) pelo menos um destinatário ou no campo Para, ou Cc, ou Cco.

93
378. (IF/SP - Assistente em Administração - IF/SP/2018) Ao enviar um e-mail para um grupo de
pessoas, qual o recurso que deve ser utilizado para esconder endereço de e-mail de um destinatário.
(A) Enviar como cópia transparente.
(B) Enviar como cópia obscura.
(C) Enviar como cópia fantasma.
(D) Enviar como cópia oculta.

379. (UEM - Técnico Administrativo - UEM/2018) Sobre correio eletrônico (e-mail), o ícone
representado por um clipe tem a função de
(A) anexar arquivos.
(B) prioridade.
(C) descartar.
(D) spam.
(E) rascunho.

380. (PGE/BA - Assistente de Procuradoria - FCC) Se um funcionário necessitar fazer uma


busca especial usando uma frase exata (ex. "concursos públicos em 2013"), um idioma específico (ex.
"português") e, ainda, que a busca traga como resultado somente links de um determinado tipo de arquivo
(ex. "PDF"), ele deve clicar no ícone específico de opções e, na janela que abrir, deverá escolher:

(A) Busca configurada.


(B) Configurações da pesquisa.
(C) Histórico da internet.
(D) Ajuda avançada.
(E) Pesquisa avançada.

381. (PC/RO - Médico Legista - FUNCAB) São sites que utilizam mecanismos de busca e
pesquisa de informações na web:

(A) shockwave, ask, yahoo e hot bot.


(B) google, yahoo, hot bot e shockwave.
(C) yahoo, ask, hot bot e google.
(D) hot bot, shockwave, google e ask.
(E) ask, google, yahoo e shockwave.

382. (DAE/CE - Engenheiro Civil Pleno - FUNCAB) São exemplos de redes sociais na Internet:
(A) Feed, Orkut e Facebook.
(B) Netmeeting, Hotmail e Twitter.
(C) Skype, Facebook e Youtube.
(D) Flickr, Linkedin e Feed.
(E) Linkedin, Facebook e Orkut.

383. (DETRAN/PB - Agente de Trânsito - FUNCAB) Existem diversas redes sociais de


relacionamento na Internet. Entre elas NÃO se inclui:
(A) Facebook.
(B) Orkut
(C) MySpace.
(D) Badoo.
(E) Internet Explorer.

384. (MPE/GO - Secretário Auxiliar - MPE-GO/2019) O Sistema Operacional Windows 7 é composto


de várias teclas de funções, onde sua combinação no teclado (padrão ABNT), pode executar ações no
computador sem a utilização do mouse. Seguindo este pensamento ao ser combinado as teclas SHIFT +
DELETE após ser selecionado um arquivo, esta combinação terá como resultado:
(A) A exclusão permanente do arquivo selecionado após confirmação;
(B) A movimentação do arquivo selecionado para a Lixeira;
(C) A movimentação do arquivo selecionado para a quarentena do Antivírus instalado no computador;
(D) O arquivo selecionado entra em modo oculto;
(E) O arquivo é movido para a lixeira e excluído automaticamente sem necessidade de ser tomada
outra ação.

94
385. (Prefeitura de Guarani/MG - Técnico Administrativo - FCM/2019) Complete corretamente as
lacunas do texto.

No Windows 7, para desinstalar um programa, abra o __________, clique em __________ e depois


em__________. Selecione o programa que será desinstalado e clique em Desinstalar/Alterar.

A sequência que preenche corretamente as lacunas do texto é:


(A) Microsoft Office / Abrir / Programas e Recursos
(B) Painel de Controle / Programas / Programas e Recursos
(C) Windows Explorer / Programas / Aplicativos
(D) Limpador de Disco / Abrir / Aplicativos

386. (IF/TO - Jornalista – IF/TO/2019) Com relação ao sistema operacional Windows 7, assinale a
alternativa correta.
(A) No MS Windows 7 em sua configuração padrão, o gerenciador de tarefas tem como função explorar
os arquivos armazenados.
(B) No MS Windows 7 em sua configuração padrão, os arquivos são movidos para a lixeira quando
são apagados pressionando simultaneamente as teclas shift e delete.
(C) No MS Windows 7 em sua configuração padrão, o usuário pode acionar o menu iniciar
pressionando simultaneamente as teclas shift e esc.
(D) No MS Windows 7 em sua configuração padrão, os ícones de atalho ficam salvos na área de
transferência e podem ser criados para facilitar o acesso a um item como um arquivo, uma pasta ou um
programa.
(E) No MS Windows 7 em sua configuração padrão, ao arrastar um arquivo, utilizando o botão direito
do mouse, da pasta “Documentos” para a pasta “Área de Trabalho”, é exibido um menu de opções para
que se escolha o que deseja.

387. (Prefeitura de Londrina/PR - Procurador do Município - COPS-UEL/2019) Um computador


onde o Microsoft Windows 7 está instalado possui uma pasta que possui 9 subpastas, de acordo com a
estrutura apresentada a seguir.

Deseja-se apagar ao mesmo tempo as pastas: pasta_03, pasta_05, pasta_07 e pasta_08.


Assinale a alternativa que apresenta, corretamente, a tecla que será utilizada para selecionar
individualmente as pastas que serão excluídas.
(A) ALT
(B) CTRL
(C) HOME
(D) SHIFT
(E) TAB

388. (FDSBC - Oficial Administrativo - Quadrix/2019) Para acessar rapidamente o conteúdo de uma
pasta do HD de um computador a partir da área de trabalho do Windows 7, um advogado poderá criar
um atalho para essa pasta na área de trabalho do Windows. Os primeiros passos para criar tal atalho
envolvem um clique com o botão direito do mouse na área de trabalho, seguido da escolha das opções:

95
(A) Criar > Atalho > Pasta
(B) Mapear > Atalho > Pasta
(C) Novo > Atalho > Pasta
(D) Inserir > Atalho
(E) Novo > Atalho

389. (Prefeitura de Recife/PE - Assistente de Gestão Pública - FCC/2019) Um Assistente de Gestão


Pública estava utilizando o Windows 7, em português, mantendo abertos diversos softwares, entre eles o
Microsoft Word. Em determinado momento o Microsoft Word travou, não respondendo aos comandos,
porém, os demais softwares continuavam funcionando normalmente. Para encontrar um comando que
permitia finalizar apenas o Microsoft Word travado, sem afetar os demais softwares abertos, o Assistente
acessou o Gerenciador de Tarefas após pressionar a combinação de teclas
(A) Alt + Tab ou Ctrl + F12.
(B) Ctrl + Shift + T.
(C) Ctrl + F11 ou Ctrl + Q
(D) Ctrl + Alt + Delete ou Ctrl + Alt + Del.
(E) Ctrl + Delete ou Ctrl + Del.

390. (Prefeitura de Teresina/PI - Guarda Civil Municipal - NUCEPE/2019) Marque a alternativa


CORRETA em relação às afirmativas abaixo, que tratam do Microsoft Windows 7, em sua configuração
padrão de instalação.
I. A Área de Transferência é um recurso utilizado para armazenamento temporário de informações que
o usuário copiou ou recortou de um lugar e planeja usar em algum outro lugar.
II. Um Atalho é um ícone que representa um link para acessar unidades de disco, pastas, programas
ou arquivos.
III. Os ícones exibidos na Área de Trabalho são fixos e não podem ser modificados.

(A) Somente a afirmativa I está correta.


(B) Somente a afirmativa II está correta.
(C) Somente as afirmativas I e II estão corretas.
(D) Somente as afirmativas II e III estão corretas.
(E) Todas as afirmativas estão corretas.

391. (TJ/SP - Escrevente Técnico Judiciário (Interior) - VUNESP/2018) O Windows 10, em sua
configuração padrão, permite que o usuário configure o Menu Iniciar, por exemplo, para:
(A) mostrar os aplicativos mais usados.
(B) bloquear os aplicativos que possam estar infectados por vírus.
(C) indicar os aplicativos que não foram certificados para o Windows 10.
(D) ativar automaticamente a Ajuda do Windows a cada erro do usuário.
(E) restaurar programas apagados acidentalmente.

392. (CODEMIG - Auditor - FUNDEP (Gestão de Concursos)/2018) O Windows 10 é um sistema


operacional que oferece diversos recursos conhecidos como “Ferramentas Administrativas” com o
objetivo de facilitar a utilização do usuário.
Assinale a alternativa que apresenta corretamente a ferramenta relacionada a segurança.
(A) Monitor de recursos
(B) Limpeza de disco
(C) Ferramenta de captura
(D) Firewall do Windows

393. (UFC - Técnico em Eletrotécnica - CCV - UFC) O recurso Windows Hello do Windows 10 é:
(A) um assistente digital que permite realizar tarefas e definir lembretes.
(B) um navegador que possibilita uma experiência de web pessoal e responsiva.
(C) uma proteção abrangente, incluindo antivírus, firewall e Windows Defender.
(D) uma forma de acessar rapidamente o espaço de trabalho e usar o esboço da tela.
(E) uma credencial de acesso sem senha que oferece um modo mais rápido e seguro de desbloquear
seus dispositivos Windows.

96
394. (MPE/RS - Agente Administrativo - MPE/RS) Assinale a alternativa correta relativa ao Windows
Defender presente no Sistema Operacional Windows 10.
(A) O Windows Defender somente verifica a presença de malwares quando a proteção em tempo real
está ativada.
(B) O Windows Defender é um aplicativo para definição das regras de firewall de conexões de rede.
(C) As definições de spyware aplicadas ao Windows Defender são atualizadas apenas de forma
manual.
(D) O Windows Defender verifica as senhas de usuários, emitindo avisos relativos a senhas fracas.
(E) O Windows Defender é desativado se for instalado um aplicativo antivírus.

395. (INSS - Técnico do Seguro Social - CESPE) Com relação a informática, julgue o item que se
segue.
A ferramenta OneDrive do Windows 10 é destinada à navegação em páginas web por meio de um
browser interativo.
( ) Certo ( ) Errado

396. (Prefeitura de Goiânia/GO - Assistente Administrativo Educacional - CS - UFG) Qual é o item


que deve ser acessado no Painel de Controle do Sistema Operacional Windows 10 para desinstalar ou
alterar um programa?
(A) Ferramentas Administrativas.
(B) Gerenciador de Dispositivos.
(C) Programas e Recursos.
(D) Segurança e Manutenção.

397. (INSS - Analista do Seguro Social - CESPE) Acerca de aplicativos para edição de textos e
planilhas e do Windows 10, julgue o próximo item.
No explorador de arquivos do Windows 10, é possível fixar as pastas favoritas na funcionalidade
acesso rápido, que lista, além das pastas fixadas, as usadas com frequência e também os arquivos
usados recentemente.
( ) Certo ( ) Errado

398. (Prefeitura de Lages/SC - Agente Administrativo - FEPESE) O navegador de internet padrão


do Windows 10 é o:
(A) Windows OneDrive.
(B) Windows Explorer.
(C) Mozilla Firefox.
(D) Microsoft Edge.
(E) Microsoft Opera.

399. (Prefeitura de Torres/RS - Arquiteto e Urbanista - FUNDATEC) Qual a finalidade do programa


Windows Defender, utilizado no Windows 10?
(A) Controle de acesso para os filhos.
(B) Navegação anônima na internet.
(C) Ajuda a manter o computador seguro e proteger de ataques.
(D) Restaurar o Windows.
(E) Realizar backups dos arquivos do Windows.

400. (IFN-MG - Assistente Administração - FUNDEP (Gestão de Concursos)) São programas


acessórios do MS Windows 10, EXCETO:
(A) Bloco de notas
(B) MS Word
(C) Paint
(D) WordPad

401. (Banco do Brasil - Escriturário - FCC) O acesso a distância entre computadores:

(A) somente pode ser feito entre computadores iguais.


(B) pode ser feito entre computadores diferentes, desde que tenham a mesma capacidade de disco.
(C) não pode ser feito por conexão sem discagem.

97
(D) pode ser feito por conexão de acesso discado.
(E) não pode ser feito por conexão que utiliza fibra óptica.

402. (SURG - Auxiliar Administrativo - CONSULPAM) Com relação à utilização do computador,


podemos AFIRMAR que o acesso a distância entre computadores só poderá ocorrer:

(A) Entre máquinas iguais.


(B) Entre maquinas de capacidade diferente, porém com a mesma memória
(C) Com máquinas conectadas a internet.
(D) Entre maquinas com a mesma capacidade e com a mesma memória.

403. (TRE/AM - Técnico Judiciário - FCC) Um especialista, desde que tenha permissão, no Windows,
pode visualizar à distância a tela e até controlar um computador por meio:

(A) do Console de gerenciamento.


(B) do Controle de acesso.
(C) da Assistência remota.
(D) das Ferramentas administrativas.
(E) das Tarefas agendadas.

404. (TRE/SE - Técnico Judiciário - FCC) Considerando a ferramenta de controle remoto VNC, é
correto afirmar:

(A) todos os computadores têm que estar utilizando o mesmo sistema operacional para que o VNC
funcione.
(B) tanto na máquina que vai ser controlada quanto na que irá controlar é necessário instalar o
programa com todos seus módulos.
(C) enquanto a velocidade de acesso à rede influencia diretamente no processo de funcionamento do
VNC, o desempenho da máquina pouco influencia.
(D) somente um usuário por vez pode se conectar na mesma máquina.
(E) o VNC funciona exclusivamente via TCP/IP.

405. (TCE/SP - Auxiliar da Fiscalização Financeira - FCC) No ambiente Windows, ele é um programa
nativo no Windows Vista e é utilizado para efetuar acesso remoto a outros computadores. Trata-se de:

(A) vnc.com
(B) mstsc.exe
(C) ssh.exe
(D) mscall.exe
(E) rdprem.com

406. (STJ - Técnico Judiciário - CESPE/2018) No que diz respeito aos vários formatos de gravação
de áudio e vídeo, julgue o item que se segue.

Formato de áudio mais popular, o MP3 é compatível com a maioria dos software e players de mídia e
sua principal característica é minimizar as perdas de qualidade em músicas e arquivos de áudio. Esse
formato utiliza a codificação perceptual, que codifica somente as frequências sonoras captadas pelo
ouvido humano.
( ) Certo ( ) Errado

407. (UFG - Técnico em Telecomunicações - CS-UFG/2017) Na comunicação multimídia pode-se


classificar as mídias como estáticas e dinâmicas. São exemplo dessas mídias, respectivamente:
(A) fotografia e texto.
(B) áudio e vídeo.
(C) texto e gráfico.
(D) fotografia e vídeo.

408. (Banco do Brasil - Escriturário – CESGRANRIO) Um software de reprodução de áudio e vídeo,


como o Windows Media Center, utiliza outros programas de computador para traduzir o vídeo e o áudio

98
empacotados dentro de um arquivo multimídia, permitindo que sejam apresentados na tela e no
dispositivo de áudio. Normalmente, cada formato exige um programa específico.

Como é conhecido esse tipo de programa de computador?


(A) reader
(B) modem
(C) burner
(D) codec
(E) driver

409. (Prefeitura de Rurópolis/PA - Agente Administrativo - FADESP/2019) No Microsoft Office


Word 2016, versão língua portuguesa para área de trabalho no sistema operacional Windows 10, na sua

configuração padrão, o botão ilustrado tem como função


(A) alinhar o texto acima ou abaixo.
(B) decrementar e incrementar a endentação do texto.
(C) alterar o espaçamento entre linhas.
(D) definir as margens do documento.

410. (SESACRE - Agente Administrativo - IBFC/2019) Luciana estava redigindo um artigo no MS


Word 2016 (versão em português, configuração padrão) e apagou indevidamente uma frase. Quanto ao
atalho de teclado, que deve ser utilizado para desfazer a exclusão, assinale a alternativa correta.
(A) Ctrl+E
(B) Ctrl+A
(C) Ctrl+Z
(D) Ctrl+I

411. (CEEERS - Médico do Trabalho - FUNDATEC/2019) Quando um usuário necessita ampliar a


imagem de um documento no programa Microsoft Word 2016, sem aumentar o tamanho da fonte, com o
objetivo de enxergar melhor o que foi digitado, que recurso ele utiliza?
(A) Senha.
(B) Zoom.
(C) Cabeçalho.
(D) Notas de rodapé.
(E) Número de página.

412. (CEEERS - Médico do Trabalho - FUNDATEC/2019) Em relação ao programa Microsoft Word


2016, Retrato e Paisagem, referem-se:
(A) A tipos de senhas.
(B) A tamanhos da fonte.
(C) Às ondulações vermelhas e azuis no texto.
(D) À orientação da página.
(E) À pesquisa de documentos.

413. (Prefeitura de Lagoa Santa/MG - Nutricionista - FUNDEP (Gestão de Concursos)/2019) Sobre


o Microsoft Word 2016, considere as afirmativas a seguir.
I. A tecla de atalho “CTRL+O” tem a funcionalidade de criar um novo documento.
II. A tecla de atalho “CTRL+W” tem a funcionalidade de fechar um documento sem salvar, tendo ou
não alterações. I
II. A tecla de atalho “CTRL+A” tem a funcionalidade de abrir um documento existente.

Estão corretas as afirmativas


(A) I e II, apenas.
(B) I e III, apenas.
(C) II e III, apenas.
(D) I, II e III.

414. (Prefeitura de Paço do Lumiar/MA - Engenheiro Civil - IMA/2019) No Microsoft Word 2016, em
português, NÃO é possível:

99
(A) Copiar uma tabela do Word e colá-la em uma planilha do Excel.
(B) Salvar o documento no OneDrive, para que outras pessoas possam trabalhar nele.
(C) Utilizar a tecla de atalho CTRL + C para copiar somente a formatação de um texto.
(D) Salvar o documento no formato PDF.

415. (Prefeitura de Guarulhos/SP - Inspetor Fiscal de Rendas - VUNESP/2019) Em um texto


presente em um documento editado no MS-Word 2016, a palavra “Janela” encontra-se com a seguinte
aparência original (formato Normal, Arial):

A aparência dessa palavra pode ser modificada ao se aplicar diferentes Estilos de Fonte ou Efeitos.
Seguem três possíveis modificações dessa palavra em relação à sua aparência original:

Essas três modificações de Estilo de Fonte ou de Efeito são denominadas, respectivamente, de:
(A) Itálico; Tachado; Subscrito.
(B) Itálico; Versalete; Sobrescrito.
(C) Negrito; Sublinhado; Sobrescrito.
(D) Negrito; Tachado; Subscrito.
(E) Negrito; Versalete; Subscrito.

416. (UFPB - Assistente em Administração - INSTITUTO AOCP/2019) O Microsoft Word versão


2016 é uma ferramenta de texto que pode ser utilizada por meio de teclas de atalho. Considerando o
exposto, relacione as teclas de atalho com sua respectiva finalidade e assinale a alternativa com a
sequência correta.
Obs.: o caractere + foi utilizado somente para interpretação.
1. CTRL + P
2. CTRL + T
3. CTRL + C
4. CTRL + V
5. CTRL + X
6. CTRL + Z

( ) Selecionar Tudo.
( ) Copiar para Área de Transferência.
( ) Colar da Área de Transferência.
( ) Desfazer uma Ação.
( ) Abrir o Gerenciador de Impressão.
( ) Recortar para Área de Transferência.

(A) 2 – 4 – 6 – 1 – 3 – 5.
(B) 2 – 3 – 4 – 6 – 1 – 5.
(C) 6 – 5 – 3 – 4 – 2 – 1.
(D) 1 – 2 – 3 – 4 – 5 – 6.
(E) 6 – 5 – 4 – 3 – 2 – 1.

417. (UFPB - Administrador - INSTITUTO AOCP/2019) O Microsoft Office Word 2016 possui a
possibilidade de tornar textos ou elementos gráficos em um elemento “clicável”, o qual, ao ser clicado,
permite acesso a informações em outra parte do mesmo documento ou fora dele. Assinale a alternativa
que descreve o nome desse recurso.
(A) Paginação
(B) Hiperlink
(C) Citação
(D) Legenda
(E) Indicador

100
418. (PC/SP - Agente de Telecomunicações Policial - VUNESP/2019) No MS-Word 2016, o recurso
WordArt permite
(A) desenhar à mão livre dentro de uma caixa de desenho.
(B) formatar figuras do tipo retângulo e círculo, acrescentando recursos como sombra.
(C) retocar imagens, alterando atributos dos seus pixels.
(D) acrescentar molduras a imagens inseridas no documento.
(E) adicionar um toque artístico ao documento, usando uma caixa de texto.

419. (Prefeitura de Rurópolis/PA - Agente Administrativo - FADESP/2019) Considere o fragmento


de planilha, apresentado na figura abaixo, elaborado no Microsoft Office Excel 2016, versão língua
portuguesa para área de trabalho no sistema operacional Windows 10, na sua configuração padrão.

Ao ser aplicada à célula A6 a fórmula


=CONT.SE(B2:B5;">=32")-CONT.SE(B2:B5;">85")
o resultado apresentado pela célula A6 será:
(A) 1
(B) 2
(C) 3
(D) 4

420. (SESACRE - Agente Administrativo - IBFC/2019) João, diretor da área de Recursos Humanos,
solicitou ao seu funcionário Roberto que lhe entregasse um relatório com a média de salários do
departamento de Informática. Assinale a alternativa correta sobre qual função do MS Excel 2016 (versão
em português, configuração padrão) retorna a média dos salários.
(A) MÉDIA
(B) SOMA
(C) METADE
(D) MÁXIMO

421. (CEEERS - Técnico em Enfermagem do Trabalho - FUNDATEC/2019) Com base na Figura 2


abaixo, considere que o usuário digitou o seguinte no endereço de célula A2: =A1-B1-C1-D1+8 e, logo
após, pressionou a tecla Enter (teclado). Que valor conterá em A2?

(A) 12
(B) 14
(C) 15
(D) 18
(E) 22

101
422. (Prefeitura de Sonora/MS - Assistente de Administração - MS CONCURSOS/2019) Sobre
“Área de impressão” no Microsoft Excel 2016, é correto afirmar que:
(A) Uma planilha não pode ter várias áreas de impressão. Cada área de impressão será impressa
como uma única página.
(B) Uma área de impressão é um ou mais intervalos de células que você designa para imprimir quando
não deseja imprimir a planilha inteira.
(C) Para imprimir uma seleção específica em uma planilha com frequência, é preciso definir uma área
de impressão que inclua essa seleção e outras mais.
(D) Pode-se adicionar células para expandir a área de impressão conforme necessário, mas não se
pode limpar a área de impressão para imprimir a planilha inteira.

423. (Prefeitura de Aracruz/ES - Instrutor de Líbras – IBADE/2019) A planilha abaixo foi criada no
software Excel 2016 BR.

Nessa planilha foram inseridas as expressões:


• =SOMA(A6;A10) em D6;
• =MÉDIA(A6:A10) em D8 e
• Em D10, usando a função MAIOR para determinar o maior número dentre todos nas células A6, A7,
A8, A9 e A10.

Nessas condições, os valores mostrados em D6 e em D8 e a expressão inserida em D10 são,


respectivamente:
(A) 38, 18 e =MAIOR(A6:A10;1).
(B) 38, 18 e =MAIOR(A6:A10).
(C) 90, 19 e =MAIOR(A6:A10;1).
(D) 90, 18 e =MAIOR(A6:A10).
(E) 38, 19 e =MAIOR(A6:A10;1).

424. (Prefeitura de Guarulhos/SP - Inspetor Fiscal de Rendas - Conhecimentos Gerais –


VUNESP/2019) A planilha a seguir foi editada no MS-Excel 2016.

Caso a fórmula:
=SOMA(A1:C3)
seja inserida na célula C5, o resultado produzido nessa célula será igual a:
(A) 3
(B) 6
(C) 16
(D) 21
(E) 45

102
425. (Prefeitura de Salvador/BA - Agente de Trânsito e Transporte - FGV/2019) Os alunos de uma
escola fazem duas provas durante o período letivo, P1 e P2, e, serão aprovados, se a média dessas notas
for superior a cinco.
A planilha a seguir foi construída no MS Excel 2016 BR para determinar automaticamente o resultado
de cada aluno.

Para isto, uma fórmula foi digitada na célula D2, copiada (Ctrl + C) e colada (Ctrl + V) nas demais
células da mesma coluna D.
Assinale a opção que indica a fórmula digitada em D2.
(A) =SE (B2+C2)/2>5 "APROVADO" SENÃO "REPROVADO"
(B) =MÉDIA(B2:C2)>5
(C) =ÍNDICE({"APROVADO";"REPROVADO"};(B2+C2)/2>5)
(D) =SE((B2+C2)/2>5;"APROVADO";"REPROVADO")
(E) =SE B2+C2/2>5 "APROVADO" SENÃO "REPROVADO"

426. (Prefeitura de Salvador/BA - Guarda Civil Municipal - FGV/2019) Usando o MS Excel 2016
BR, um usuário quer calcular a potência do conteúdo da célula B1 na figura a seguir, elevado ao conteúdo
da célula B2, e armazenar o resultado na célula B3.

Assinale a opção que indica a fórmula que tem de ser digitada na célula B3.
(A) 2^4
(B) 2**4
(C) =B1^B2
(D) B1^B2
(E) =2^4

427. (Prefeitura de Jardim de Piranhas/RN - Agente de Administração - FUNCERN/2019) Ao


trabalhar com tabelas no Microsoft Excel 2016, é possível trabalhar com uma ferramenta para calcular,
resumir e analisar os dados, permitindo assim, ver comparações, padrões e coerência nos dados. Essa
ferramenta é:
(A) segmentação de dados.
(B) gráficos dinâmicos.
(C) tabela dinâmica.
(D) teste de hipóteses.

428. (UFRRJ - Assistente Social - UFRRJ/2019) Considerando a planilha do Excel 2016 a seguir,
assinale a alternativa que apresenta a fórmula correta.

103
(A) =MÉDIA(A1:C1) terá como resultado 6
(B) =SOMA(A2:C3) terá como resultado 11
(C) =(A1+B1+C1)/B3 terá como resultado 3
(D) =SOMA(A1:C2) terá como resultado 27
(E) =MÉDIA(A1:C3) terá como resultado 6

429. (Prefeitura de Apodi/RN - Técnico de Enfermagem – FUNCERN/2019) O Power Point 2016 é


uma ferramenta do pacote Office da Microsoft para criação de apresentações. Há uma função que dá
sugestões para remodelações instantâneas de slides, deixando-o com uma característica mais
profissional. Na primeira vez em que esse recurso é executado, pergunta-se se existe o desejo de ativar
os serviços inteligentes do PowerPoint 2016. Esse recurso denomina-se
(A) Painel de Animação.
(B) Transições.
(C) Ideias de Design.
(D) Apresentações poderosas.

430. (IF/ES - Assistente em Administração - IF/ES/2019) O MS-PowerPoint é uma ferramenta muito


utilizada para criar apresentações. Sobre essa ferramenta, analise as afirmativas a seguir.
I – Na versão 2016, quando se utiliza mais de um monitor, o PowerPoint configura automaticamente o
Modo de Exibição do Apresentador. Nesse modo de apresentação, o apresentador pode ver suas
anotações ao apresentar, enquanto o público vê somente os slides.
II – Depois de inserir uma imagem em uma apresentação, é possível alterar o tamanho e a posição.
Uma forma de ter acesso a esta opção é clicando com o botão direito do mouse na imagem e selecionando
a opção Formatar Imagem.
III – A opção de animação de objetos é um efeito visual que ocorre quando um slide dá lugar ao próximo
slide durante uma apresentação.

Está/Estão CORRETA(S) a(s) afirmativa(s):


(A) I e III.
(B) II e III.
(C) I e II.
(D) I, II e III.
(E) Apenas a I.

431. (AL/GO - Policial Legislativo - IADES/2019) O PowerPoint 2016 possui diversas funcionalidades
que auxiliam a criação de apresentações. Uma delas é representada pelo botão , cuja função é
(A) direcionar o texto: alterar a orientação do texto.
(B) modificar o espaçamento entre linhas: controlar a quantidade de espaço entre as linhas de texto.
(C) diminuir o tamanho da fonte.
(D) alinhar Texto: mudar a forma como o texto está alinhado.
(E) converter o texto em SmartArt.

432. (Prefeitura de Sítio Novo/RN - Guarda Municipal - FUNCERN/2018) O Power Point 2016,
versão PT-BR, oferece diversas opções de efeitos que podem ser aplicados tanto a passagem de slides,
como a elementos específicos de um slide. Parte desses efeitos são classificados em categorias, de
acordo com a aplicação. A categoria “Sutil” classifica os efeitos de
(A) Animação.
(B) Entrada.
(C) Transição de Slides.
(D) Saída.

433. (Petrobras - Técnico de Administração e Controle Júnior – CESGRANRIO/2018) Uma das


formas para inserir logomarcas ou textos em um slide do MS PowerPoint 2016 em português, de modo
que eles possam ser exibidos automaticamente em todos os outros slides da apresentação, é o uso do
recurso de
(A) Folheto Mestre
(B) Slide Mestre
(C) Guias

104
(D) Macros
(E) Estrutura de Tópicos

434. (CREA/GO - Assistente Administrativo - Quadrix/2019) Julgue o item acerca do conceito de


hardware e do programa de edição de textos LibreOffice Writer, versão 5.
No LibreOffice Writer 5, há um recurso que permite verificar se o documento ou o texto selecionado
possui erros de ortografia ou erros gramaticais. Uma das formas de se fazer uso desse recurso é clicar
.
( ) Certo ( ) Errado

435. (SANASA Campinas - Analista Administrativo - FCC/2019) Um Analista de TI elaborando um


documento de texto no LibreOffice Writer versão 6.2.2.2 (x64), em Português, precisou inserir três níveis
de títulos para seus parágrafos, de forma que o Writer pudesse, posteriormente, controlá-los no índice do
documento, automaticamente, inclusive inserindo o número da página em que se encontra cada título.
Para inserir os títulos com tais características, ele acessou a Barra de Menu e utilizou, corretamente,
(A) Exibir.
(B) Ferramentas.
(C) Formatar.
(D) Inserir.
(E) Estilos.

436. (IF/MT - Técnico em Laboratório - IF/MT/2019) No LibreOffice 5.0, para que seja possível fazer
a numeração automática de um documento, iniciando sua contagem após a capa, ocultando-a nas
páginas iniciais e exibindo-a nas demais, é necessária a criação de:
(A) Hiperlinks.
(B) Nota de rodapé.
(C) Referência cruzada.
(D) Cabeçalho e rodapé.
(E) Seções.

437. (IF/MS - Pedagogo - IF/MS/2019) É muito comum nas repartições públicas da esfera federal a
utilização do pacote MS LibreOffice como forma de diminuição dos custos com aquisições de licenças
dos aplicativos proprietários.
Qual a tecla de atalho para utilizar uma fonte NEGRITO utilizando o LibreOffice Writer?
(A) CTRL + B
(B) CTRL + P
(C) CTRL + N
(D) CTRL + A
(E) CTRL + I

438. (MPE/GO - Auxiliar Administrativo - MPE/GO/2019) A extensão padrão nativa e direta do


processador de texto Open Office Writer é:
(A) .DOC
(B) .XLS
(C) .ODT
(D) .TXT
(E) .DOCX

439. (SSP/AM - Assistente Operacional - FGV) Analise o trecho de uma planilha LibreOffice Calc
mostrado a seguir.

105
Sabendo-se que a célula C1 foi selecionada, copiada e colada sobre as células C2 e C3, é correto
concluir que a fórmula da célula C1 é:

(A) =A1*B1
(B) =A$1*$B$1
(C) =A1*B$1
(D) =A$1*B1
(E) =A$1*B$1

440. (UFRJ - Auxiliar em Administração - PR-4 Concursos) Usando o LibreOffce Calc, um servidor
da UFRJ pretende aplicar uma formatação de uma única vez nas células C4, F8, G3. Para aplicar a
formatação desejada, esse servidor precisa selecionar as referidas células que não estão dispostas de
forma contínua. Indique a alternativa que contém a tecla que ele deverá manter pressionada, e em
seguida clicar com o botão esquerdo do mouse para selecionar essas células.

(A) TAB
(B) ALT
(C) SHIFT
(D) CTRL
(E) ENTER

441. (TJ/BA - Contabilidade - FGV) Considere uma planilha do LibreOffice Calc, contendo os dados
sobre um campeonato de futebol, ilustrada a seguir.

Sabe-se que o primeiro critério de classificação na tabela é o número de pontos, e que o número de
vitórias é um critério de desempate, do maior para o menor nos dois casos.
Para mostrar os times do primeiro para o último classificado, de cima para baixo, deve-se, no Calc,
selecionar a região A2 até C7, usar a combinação de menus “Dados Classificar” e, na tela que detalha a
ordenação, usar como Chaves de Classificação 1, 2 e 3, respectivamente:

(A) Coluna B (decrescente), Coluna C (crescente), (indefinido);


(B) (indefinido); Coluna B (decrescente), Coluna C (decrescente);
(C) Coluna B (decrescente), Coluna C (decrescente), (indefinido);
(D) Coluna B (crescente), Coluna C (decrescente), (indefinido);
(E) (indefinido); Coluna C (decrescente), Coluna B (decrescente).

442. (AL/GO - Analista Legislativo - CS-UFG) Observe a planilha de notas a seguir. Uma escola de
samba é sempre avaliada por quatro jurados para cada critério. Após a atribuição das quatro notas de um
critério, a menor nota não é computada no total de pontos desse critério.

106
Com base nesta planilha elaborada no LibreOffice Calc 4.4, as fórmulas das células F2 (nota de
descarte) e G2 (total do critério por agremiação) são, respectivamente:

(A) =MENOR(B2:E2;1) e =SOMA(B2:E2)


(B) =MENOR(B2;E2;1) e =SOMA(B2;E2)
(C) =MENOR(B2;E2;1) e =SOMA(B2;E2)-F2
(D) =MENOR(B2:E2;1) e =SOMA(B2:E2)-F2

443. (UFES - Técnico em Contabilidade - UFES) Uma nova planilha foi criada, utilizando-se o
LibreOffice Calc. Nas colunas A e B foram inseridas informações (nome e sexo) de funcionários de uma
empresa fictícia. O resultado é mostrado na figura 1 abaixo. O LibreOffice Calc oferece algumas
funcionalidades para manipulação de planilhas como, por exemplo, as descritas a seguir.
I. Classificar Dados. Exemplo: selecione as colunas A e B, clique no menu “Dados", em seguida na
opção “Classificar" e, finalmente, clique OK.
II. Autofiltro. Exemplo: selecione as colunas A e B, clique no menu “Dados", em seguida abra o
submenu “Filtro" e clique na opção “Autofiltro".
III. Filtragem. Exemplo: após criação do Autofiltro, clique sobre o botão que aparece no canto inferior
direito da célula B1, desmarque o valor “Masculino" e clique em OK.
IV. Ocultar Linhas. Exemplo: para as linhas 3, 5, 7 e 9, uma de cada vez, posicione o ponteiro do
mouse sobre a junção do cabeçalho da linha com a linha seguinte, clique e arraste para diminuir sua
altura, soltando assim que a mensagem “Ocultar" for exibida.

Figura 1 Figura 2

Dentre os recursos e exemplos descritos anteriormente, os que precisam ser usados para, a partir da
figura 1, ter como resultado a figura 2, acima, são:

(A) II e III apenas


(B) I, II e III apenas.
(C) I e IV apenas.
(D) II e IV apenas.
(E) I, II, III e IV.

444. (Caixa Econômica Federal - Técnico Bancário Novo - CESGRANRIO) Nas suítes Microsoft
Office e Libre, a geração de gráficos pode ser feita, respectivamente, pelos aplicativos:

(A) Writer e Word


(B) Excel e Word
(C) Excel e Calc
(D) Calc e Math
(E) Base e Access

445. (MF - Assistente Técnico-administrativo - ESAF) O BrOffice é uma suíte para escritório gratuita
e de código aberto. Um dos aplicativos da suíte é o Calc, que é um programa de planilha eletrônica e
assemelha-se ao Excel da Microsoft. O Calc é destinado à criação de planilhas e tabelas, permitindo ao
usuário a inserção de equações matemáticas e auxiliando na elaboração de gráficos de acordo com os
dados presentes na planilha. O Calc utiliza como padrão o formato:

107
(A) XLS.
(B) ODF.
(C) XLSX.
(D) PDF.
(E) DOC.

446. (TJ/BA - Técnico Judiciário - FGV) Na suite LibreOffice, o componente Impress destina-se:

(A) à edição de fórmulas matemáticas para documentos;


(B) ao gerenciamento de uma ou mais impressoras;
(C) à edição de imagens e arquivos congêneres;
(D) à utilização de algoritmos de programação linear em planilhas;
(E) à edição de apresentações de slides.

447. (UNESP - Bibliotecário - VUNESP) Observe a imagem a seguir, retirada do LibreOffice Impress
4.2.2, em sua configuração padrão.

Considerando a imagem, assinale a alternativa correta em relação ao slide 1.

(A) Possui uma configuração para não ser impresso.


(B) Está formatado com estilo retrato.
(C) Contém uma caixa de texto no centro.
(D) Está sem título.
(E) Está marcado como oculto.

448. (CONRERP 2ª Região - Analista de Relações Públicas - Quadrix/2019) Julgue o item, relativo
ao Microsoft Word 2013, ao sistema operacional Windows 8 e aos conceitos de redes de computadores.
Cabo de par trançado, cabo coaxial e cabo de fibra óptica são exemplos de meios de transmissão
utilizados em redes de computadores.
( ) Certo ( ) Errado

108
449. (CREA/GO - Assistente Administrativo - Quadrix/2019) Julgue o item quanto ao sistema
operacional Windows 8 e aos conceitos de redes de computadores.
O IP (Internet Protocol) é considerado como o principal protocolo da camada de rede da Internet.
( ) Certo ( ) Errado

450. (SESACRE - Agente Administrativo - IBFC/2019) Uma Rede de computadores é formada por
um _____ de máquinas eletrônicas com processadores capazes de trocar informações e _____ recursos,
interligados por um subsistema de comunicação, ou seja, é quando há pelo menos dois ou mais
computadores, e outros dispositivos interligados entre si de modo a poderem compartilhar recursos
_____, estes podem ser do tipo: dados, impressoras, mensagens (e-mails), entre outros.
(A) único nó / pequenos / isolados
(B) banco / representar / seguros
(C) nó / adequar / não confiáveis
(D) conjunto / compartilhar / físicos e lógicos

451. (IF/PR - Tradutor e intérprete de linguagem de Sinais - FAU/2019) Assinale a alternativa


INCORRETA sobre Redes de Computadores:
(A) Host é o nome dado aos computadores que acessam recursos fornecidos por um servidor e
compartilham na rede.
(B) Na topologia de Barramento, todos os nós se conectam através de uma barra ou cabo de dados e
quando uma mensagem é enviada, todos os nós recebem.
(C) Em uma intranet podemos ter duas máquinas com o mesmo endereço IP, pois é somente o
endereço físico (MAC) que é enviado no cabeçalho da mensagem enviada na rede.
(D) Uma das diferenças entre a comunicação serial da comunicação paralela para transmissão de
dados em uma rede de computadores é a quantidade de canais utilizada na transmissão.
(E) Um equipamento switch é semelhante ao hub, também conhecido como hub inteligente, pois ele
recebe uma mensagem e envia apenas para o computador de destino.

452. (Prefeitura de Fortaleza dos Nogueiras/MA - Engenheiro Civil - IMA/2019) Sobre os


conhecimentos de Redes de Computadores julgue as afirmativas abaixo:
I. Uma rede LAN é normalmente utilizada dentro de um único prédio ou prédios vizinhos, ou seja, de
extensão pequena.
II. Em uma transmissão Síncrona os dados são enviados de maneira sincronizada com o
funcionamento da rede.
III. No topologia em barra (barramento), se uma das estações falhar a rede deixa de funcionar e
prejudica toda a ligação.
(A) Todos os itens estão corretos
(B) Apenas os itens I e II estão corretos.
(C) Apenas os itens I e III estão corretos.
(D) Todos os itens estão incorretos.

453. (Prefeitura de Resende/RJ - Engenheiro Civil - CONSULPAM/2019) Podemos dizer que


internet é um conjunto de redes interligadas através de Backbones que é o termo principal utilizado para:
(A) Interpretar as páginas da web.
(B) Enviar mensagens instantâneas pelos sites.
(C) Solicitar informação em qualquer lugar do mundo por meio de sites.
(D) Identificar a rede principal pela qual os dados de todos os clientes da Internet passam.

454. (UFES - Jornalista - UFES/2019) No contexto de redes de computadores, os protocolos são as


regras ou padrões que controlam e possibilitam a conexão, a comunicação e a transferência de dados
entre computadores. Sobre protocolos, é INCORRETO afirmar:
(A) POP3 e IMAP são utilizados para o gerenciamento de e-mails em um servidor.
(B) HTTP é utilizado para a navegação em páginas de websites.
(C) FTP é utilizado para a transferência de arquivos.
(D) SSH é utilizado para a atribuição de endereço IP a computadores.
(E) SMTP é utilizado para o envio de e-mails.

455. (UFRPE - Administrador - SUGEP - UFRPE/2019) Assinale a alternativa que apresenta


protocolos da camada de aplicação, camada de transporte e camada de rede, respectivamente.

109
(A) HTTP, TCP, IP
(B) SMTP, BGP, FTP
(C) DNS, P2P, TCP
(D) SNMP, IMAP, CDMA
(E) TCP, POP3, TFTP

456. (IDAM - Assistente Técnico - IBFC/2019) Tanto para a Internet como para a Intranet, quando
existe a necessidade de transferir dados e arquivos, utiliza-se basicamente do protocolo:
(A) TCP
(B) FTP
(C) HTTP
(D) SMTP

457. (DETRAN/CE - Agente de Trânsito e Transporte - UECE - CEV/2018) Topologia de redes é a


forma como os dispositivos de uma rede estão conectados. São exemplos de topologia de redes:
(A) anel, barramento, híbrida e colar.
(B) estrela, anel, barramento e árvore.
(C) híbrida, malha, trançada e colar.
(D) árvore, malha, estrela, trançada.

458. (TJ/BA - Técnico Judiciário - FGV) A implementação física de uma rede de computadores é
feita co o auxílio de equipamentos de interconexão. Cada um desses equipamentos possui características
que determinam quando é adequado utilizá-lo na elaboração de um projeto de uma rede de
computadores.
Relacione cada um dos dispositivos de rede com as características apresentadas a seguir.
1. Hub
2. Switch
3. Bridge (ponte)
4. Roteador

( ) filtra e encaminha pacotes entre segmentos de redes locais, operando na camada de enlace
(camada 2) do modelo OSI;
( ) ao receber o pacote de dados de uma porta, ele distribui por todas as outras - opera na camada de
física (camada 1) do modelo OSI;
( ) o pacote de dados é enviado unicamente para o destinatário de acordo com o endereço MAC (media
access control) - opera na camada de enlace (camada 2) do modelo OSI;
( ) o pacote de dados é enviado unicamente para o destinatário de acordo com o endereço de rede
(IP) - opera na camada de rede (camada 3) do modelo OSI.

A relação correta, de cima para baixo, é:


(A) 1, 2, 3 e 4;
(B) 1, 2, 4 e 3;
(C) 2, 1, 3 e 4;
(D) 2, 1, 4 e 3;
(E) 4, 3, 1 e 2.

459. (Câmara de Chapecó/SC - Analista de Informática - OBJETIVA) Sobre o switch, equipamento


essencial para o funcionamento da conectividade de uma rede de computadores, analisar os itens abaixo:
I - Os switches são semelhantes a hubs pelo fato de ambos basearem a conexão por intermédio de
bits.
II - Os switches normalmente operam na camada 4 do modelo OSI.
III - Os quadros recebidos em um switch, em vez de serem propagados para todas as portas, são
enviados apenas para a porta correspondente ao destino.

Está (ão) CORRETO(S):


(A) Somente os itens I e II.
(B) Somente os itens I e III.
(C) Somente o item II.
(D) Somente o item III.

110
460. (FUB - Assistente em Tecnologia da Informação - CESPE/2016) Julgue o item subsecutivo, a
respeito do serviço VoIP Linux.
O serviço VoIP está disponibilizado nas versões de Linux existentes no mercado, sendo suficiente
apenas uma configuração para que possa ser usado em uma corporação.

( ) Certo ( ) Errado

461. (FUB - Assistente em Tecnologia da Informação - CESPE/2016) Julgue o item subsecutivo, a


respeito do serviço VoIP Linux.
O uso do serviço VoIP Linux, embora traga economia no custo das comunicações, está sujeito à
limitação de distância física entre os pontos de comunicação.

( ) Certo ( ) Errado

462. (FUNDAÇÃO CASA - Técnico em Informática - CETRO) Assinale a alternativa que apresenta
o nome do serviço de rede de computadores que faz roteamento de conversação utilizando a rede como
meio de comunicação.

(A) FTP.
(B) VoIP.
(C) HTML.
(D) Blog.
(E) DHCP.

463. (PC/SP - Escrivão de Polícia Civil – PC/SP) Voz sobre IP, telefonia IP e telefonia internet é a
tecnologia que nos permite a voz sobre banda larga e é denominada:

(A) Skype
(B) VOIP
(C) MSN
(D) GSM
(E) EDGE

464. (STJ - Analista Judiciário - CESPE) Uma tecnologia para comunicação de voz utilizada em
intranet é a de Voz sobre IP (VoIP), a qual permite ao usuário fazer e receber unicamente ligações
telefônicas externas, mas não ligações internas (ramais convencionais).

( ) Certo ( ) Errado

465. (Banco do Brasil - Escriturário - CESPE) Diferentemente do que se afirma, a tecnologia VoIP
não permite a transmissão de voz entre computador e telefone celular. Também, diferentemente do que
se afirma na propaganda, essa tecnologia ainda não é disponibilizada para usuários residentes no Brasil,
devido, entre outros, a problemas de segurança no acesso à Internet.

( ) Certo ( ) Errado

466. (Caixa - Técnico Bancário - CESPE) Atualmente, é possível, por meio da tecnologia VoIP (voice
over IP), também chamada de voz por protocolo de Internet, que um sítio da Web disponibilize recursos
que permitem, utilizando-se software e hardware específicos, a comunicação por voz entre seus usuários
e entre estes e usuários das diversas redes de telefonia fixa ou móvel celular espalhadas pelo mundo.
Trata-se de recurso típico de banda larga, que exige conexões com a Internet com características tais
como a conexão ADSL mencionada.

( ) Certo ( ) Errado

467. (IBGE - Agente Censitário Operacional - FGV/2019) O tipo de código malicioso que torna
inacessíveis os dados armazenados em um equipamento, usando geralmente criptografia, e que exige
pagamento de resgate para restabelecer o acesso ao usuário é o:

111
(A) Backdoor;
(B) Cavalo de troia (trojan);
(C) Ransomware;
(D) Spyware;
(E) Keylogger.

468. (Prefeitura de Porto Alegre/RS - Auditor de Controle Interno - FUNDATEC/2019) Existem


softwares de segurança utilizados em rede de computadores que monitoram o seu tráfego de entrada e
saída, permitindo-as ou bloqueando-as, de acordo com um conjunto definido de regras de segurança.
Esses aplicativos podem ser de diversos tipos, como, por exemplo: (1) de proxy, funcionando como um
filtro da passagem de uma rede para outra; (2) de inspeção de estado, que monitora toda atividade desde
o momento em que uma conexão é aberta até o momento em que é fechada, bloqueando o tráfego de
dados de acordo com o estado, a porta acessada e o protocolo utilizado; e (3) de próxima geração, que
incorpora as funcionalidades de proxy e inspeção de estado e as melhoram, por meio do reconhecimento,
controle e bloqueio das ameaças modernas, como malware e aplicativos nocivos. Esse tipo de software
de segurança é chamado de:
(A) Firewall.
(B) Backup.
(C) Antivírus.
(D) Anti-worms.
(E) Anti-spyware.

469. (TJ/MA - Técnico Judiciário - FCC/2019) Das opções abaixo, o método MENOS aconselhável
a ser utilizado como forma de gerenciamento de senhas pessoais é
(A) anotar as contas e senhas em um papel e guardá-lo em um local seguro, como um cofre ou gaveta
trancada.
(B) usar um programa gerenciador de senhas que permite armazenar senhas em um único arquivo
acessível por meio de uma chave mestra.
(C) usar opções como "Lembre-se de mim" e "Continuar conectado" em sites da web.
(D) gravar suas contas e senhas em um arquivo criptografado no computador e manter um backup
deste arquivo em outro computador.
(E) criar grupos de senhas de complexidade diferente, de acordo com o risco envolvido.

470. (SANASA Campinas - Analista Administrativo - FCC/2019) Considere as características de


pragas virtuais, abaixo.
I. Não se propaga por meio da inclusão de cópias de si mesmo em outros programas ou arquivos, mas
sim pela execução direta de suas cópias ou pela exploração automática de vulnerabilidades existentes
em programas instalados em computadores.
II. É um programa ou parte de um programa de computador, normalmente malicioso, que se propaga
inserindo cópias de si mesmo e se tornando parte de outros programas e arquivos. Para que possa se
tornar ativo e dar continuidade ao processo de infecção, ela depende da execução do programa ou
arquivo hospedeiro, ou seja, para que o seu computador seja infectado é preciso que um programa já
infectado seja executado.
III. É um programa projetado para monitorar as atividades de um sistema e enviar as informações
coletadas para terceiros. Pode ser usado tanto de forma legítima quanto maliciosa, dependendo de como
é instalado, das ações realizadas, do tipo de informação monitorada e do uso que é feito por quem recebe
as informações coletadas.

Os itens I, II e III descrevem corretamente um


(A) worm − vírus e spyware.
(B) botnet − trojan e rootkit
(C) backdoor − worm e adware
(D) vírus − spyware e botnet.
(E) trojan − vírus e rootkit.

471. (Prefeitura de Várzea/PB - Técnico em Enfermagem - EDUCA/2019) Segurança da Informação


envolve um conjunto de medidas necessárias por garantir que a confidencialidade, integridade e
disponibilidade das informações de uma organização ou indivíduo de forma a preservar esta informação
de acordo com necessidades específicas.

112
Os princípios básicos da Segurança da Informação são:
(A) Disponibilidade, Integridade, Confidencialidade.
(B) Disponibilidade, Formalidade, Confidencialidade.
(C) Disponibilidade, Integridade, Formalidade.
(D) Formalidade, Integridade, Confidencialidade.
(E) Disponibilidade, Integridade, Igualdade.

472. (CONRERP 2ª Região - Assistente Administrativo - Quadrix/2019) Com relação ao sítio de


pesquisa Google, aos aplicativos para segurança da informação e aos procedimentos de backup, julgue
o item.
O software antivírus, após sua instalação e configuração, não necessita de ser atualizado pelo
fabricante, pois já contém uma lista de assinaturas válidas e consegue eliminar todas as formas de vírus.
( ) Certo ( ) Errado

473. (IF/PR - Administrador - FAU/2019) Preencha as lacunas abaixo:


A Segurança da Informação surgiu para reduzir ataques aos sistemas empresariais e domésticos e
um dos seus princípios básicos é a _________________ , na qual garante que as informações não foram
alteradas acidentalmente ou deliberadamente, e que elas estejam corretas e completas. Outro princípio
não menos importante é a ________________ que garante que os sistemas e as informações de um
computador estarão disponíveis quando forem solicitadas.
(A) Integridade/Disponibilidade.
(B) Confidencialidade/Disponibilidade.
(C) Integridade/ Confidencialidade.
(D) Confidencialidade/Privacidade.
(E) Privacidade/Auditoria.

474. (Prefeitura de Tangará da Serra/MT - Fiscal Municipal II - UFMT/2019) A respeito dos


malwares, é correto afirmar que são
(A) dispositivos desenvolvidos para serem integrados aos processadores.
(B) dispositivos desenvolvidos para serem integrados aos teclados e mouses.
(C) programas basicamente desenvolvidos para corrigir problemas no Windows e ajudar a eliminar
vírus em um computador.
(D) programas basicamente desenvolvidos para executar ações danosas e atividades maliciosas em
um computador.

475. (Prefeitura de Teixeiras/MG - Assistente Administrativo - FUNDEP (Gestão de


Concursos)/2019) Qual é o nome dado aos e-mails enviados para um grande número de destinatários,
geralmente comerciais, e que não são requisitados?
(A) Vírus.
(B) Spam.
(C) Firewall.
(D) Scan.

476. (Prefeitura de Valinhos/SP - Vice-Diretor de Unidade Educacional - VUNESP/2019)


Frequentemente, os usuários de Correio Eletrônico recebem mensagens contendo frases como “atualize
seus dados bancários” ou, então, “parabéns, você é o novo milionário”, cujo objetivo é capturar
informações como senhas de banco e demais informações pessoais para utilizá-las de maneira
fraudulenta. Esse tipo de crime, que cresce em ritmo acelerado, é chamado
(A) Accounting.
(B) Backdoor.
(C) Download.
(D) Phishing.
(E) Redirecting.

477. (UFRPE - Técnico de Tecnologia da Informação – SUGEP - UFRPE/2018) Analise as


características apresentadas abaixo.

1) O tipo de informação que trafega neste tipo de rede é o bloco de dados.


2) Disponibiliza armazenamento e sistema de arquivos.

113
3) Fornece protocolos de camada.
4) Roda um sistema operacional completo e funciona como um servidor de arquivos, ligado
diretamente na rede.

As características acima (1 a 4) correspondem, respectivamente, a:

(A) NAS - SAN - NAS - SAN


(B) SAN - NAS - NAS - NAS
(C) SAN - NAS - SAN - NAS
(D) SAN - NAS - NAS - SAN
(E) NAS - SAN - SAN - NAS

478. (Prefeitura de Rio de Janeiro/RJ - Analista de Redes - Prefeitura do Rio de Janeiro/RJ) Três
técnicas de storage são descritas a seguir.

I - Mais simples e barato, não permite escalabilidade e está sempre vinculado a um único servidor.
Funciona como uma extensão lógica do armazenamento interno, consistindo de um rack de discos rígidos
externos utilizados por um servidor, para expandir a capacidade nominal de HDs. O overhead é baixo
porque o modelo não faz conversão de protocolo.
II - É baseado em redes de armazenamento dedicadas e escaláveis, que conectam servidores e
dispositivos de storage no nível da aplicação. Um dos protocolos mais utilizados é o FC, que atende aos
requisitos de desempenho e confiabilidade necessários. É um tipo de storage que compartilha
prioritariamente discos.
III - É baseado em redes de IP sendo primariamente utilizado para compartilhamento de arquivos.
Utiliza protocolos TCP/IP para transferência de dados e CIFs e NFS para serviços de arquivo remoto.
Utiliza seu próprio sistema operacional, normalmente destinado para servidor de arquivos.

As técnicas I, II e III são conhecidas, respectivamente, pelas seguintes siglas:

(a) DAS, NAS e SAN.


(B) SAN, NAS e DAS.
(C) NAS, SAN e DAS.
(D) DAS, SAN e NAS.

479. (TRT - 9ª REGIÃO/PR - Técnico Judiciário - FCC) Os sistemas de armazenamento de dados


atuais podem ser categorizados como SAN, NAS e DAS. Considerando as características gerais de como
são conectados, a ordem decrescente de desempenho de taxa de transferência de dados é dada por:

(A) DAS, SAN e NAS.


(B) DAS, NAS e SAN.
(C) NAS, SAN e DAS.
(D) SAN, DAS e NAS.
(E) SAN, NAS e DAS

480. (Prefeitura de Cristiano Otoni/MG - Psicólogo - INAZ do Pará) Realizar cópia de segurança é
uma forma de prevenir perda de informações. Qual é o Backup que só efetua a cópia dos últimos arquivos
que foram criados pelo usuário ou sistema?

(A) Backup incremental


(B) Backup diferencial
(C) Backup completo
(D) Backup Normal
(E) Backup diário

481. (CRO/PR - Auxiliar de Departamento - Quadrix) Como é chamado o backup em que o sistema
não é interrompido para sua realização?

(A) Backup Incremental.


(B) Cold backup.

114
(C) Hot backup.
(D) Backup diferencial.
(E) Backup normal

482. (DPE/SP - Agente de Defensoria - FCC) Se um programa de backup souber quando o último
backup de um arquivo foi realizado e a data da última gravação do arquivo no diretório indicar que o
arquivo não mudou desde aquela data, então o arquivo não precisa ser copiado novamente. O novo ciclo
pode ter seu backup gravado sobre o conjunto anterior ou em um novo conjunto de mídias de backup.
Desta forma, pode- se restaurar um disco inteiro iniciando as restaurações com o ...... e continuando com
cada um dos ...... .
As lacunas são, respectivamente, preenchidas por:

(A) backup diário - backups normais


(B) backup completo - backups normais
(C) backup completo - backups incrementais
(D) backup diferencial - backups diários
(E) backup diário - backups diferenciais

483. (SEAP/RJ - Inspetor de Segurança - CEPERJ) No que diz respeito à segurança de


equipamentos, de sistemas, de redes e da internet, dois termos se revestem de alta importância, sendo
descritos a seguir:
I- Corresponde à realização de cópias de segurança, com o objetivo de garantir a integridade dos
dados manipulados pelo computador.
II- Associado à Política de Segurança da instituição, são mecanismos instalados nas redes de
computadores para impedir o acesso indesejado de hackers aos dados internos de uma organização,
normalmente implementado por meio de regras, via software.
As descrições I e II correspondem, respectivamente, aos seguintes termos:

(A) backup e hoax


(B) backup e firewall
(C) backup e backdoor
(D) sniffer e backdoor
(E) sniffer e firewall

484. (TER/SP - Técnico Judiciário-Operação de Computador - FCC) Sobre backups, é correto


afirmar:

(A) Os equipamentos para contingência e mídia de backup devem ficar a uma distância segura, para
que não sejam danificados por um desastre que afete o local principal onde são processadas e
armazenadas as informações.
(B) Os procedimentos de geração de cópias de segurança devem ser feitos periodicamente, mas não
é necessário criar e manter uma documentação dos procedimentos de operação que especifique as
instruções para a execução de backup e restore.
(C) Por se tratarem de procedimentos operacionais, os backups não precisam ser planejados, desde
que sejam realizados com certa periodicidade.
(D) No ambiente Windows, backups incrementais e diferenciais não dependem de um backup inicial
das unidades, pastas ou arquivos em questão.
(E) O comando dump oferece recursos para a realização de backup apenas no Windows.

485. (TJ/MS - Técnico de Nível Superior - PUC-PR/2017) O Microsoft Power BI é um pacote de


ferramentas de análise de negócios que proporciona variadas visualizações de indicadores, criados a
partir de processos que simplificam a preparação dos dados provenientes de diferentes fontes de dados.
A apresentação de relatórios e dashboards é personalizada e preparada para publicação,
compartilhamento e análise por integrantes de uma empresa, por meio de navegador Web ou dispositivos
móveis. É uma forma rápida para disponibilização de diferentes exibições, exclusivas e completas dos
negócios da empresa, com garantia de escalabilidade, governança e segurança.
Com relação aos recursos e ferramentas disponíveis no Power BI, assinale a afirmativa CORRETA.

115
(A) Após a conexão com mais de uma fonte de dados, é possível transformar e combinar os dados
coletados no Power BI, conforme a necessidade, em uma consulta útil. Há duas formas de combinar
consultas – mesclando e acrescentando. Quando se tem uma ou mais colunas para adicionar a outra
consulta, é preciso acrescentar a consulta. Quando se tem linhas adicionais de dados para serem
adicionadas a uma consulta existente, é preciso mesclar as consultas.
(B) No Power BI, os dashboards costumam ser confundidos com relatórios, pois ambos são telas com
visualizações. Entre as diferenças importantes, podemos citar que, no dashboard, não é possível filtrar
ou fatiar as visualizações, enquanto nos relatórios existem diferentes maneiras de filtrar, realçar e fatiar.
Da mesma forma, no dashboard não é possível criar alertas para envio por email quando determinadas
condições são atendidas, mas nos relatórios isso é possível.
(C) Quando existem dashboards ou relatórios que precisam ser acessados com mais frequência, é
possível adicioná-los ao Favoritos, o que permite o acesso rápido e facilitado tanto ao dashboard quanto
ao relatório a partir de todos os espaços de trabalho.
(D) Quando um conjunto de dados no Power BI é obtido a partir de um arquivo salvo em um
computador local, .CSV ou .XLSX por exemplo, é preciso que a conta usada para acessar o equipamento
seja a mesma usada para o logon do Power BI. Dessa forma, o conjunto de dados criados no site do
Power BI terá não apenas a referência dessa conta de logon no Power BI, mas também a referência ao
arquivo fonte, permitindo a sincronização desse conjunto de dados com sua fonte sempre que houver
alterações, e mantendo as visualizações que exploram esses dados atualizadas.
(E) Quando duas ou mais tabelas são consultadas e carregadas ao mesmo tempo, o Power BI Desktop
tenta localizar e criar relações, em que a cardinalidade, a direção e as propriedades de relação são
definidas automaticamente. O Power BI Desktop procura por nomes de colunas que possam ser
correspondentes, o que indica uma potencial relação. Se possível e desde que haja um alto nível de
confiança na existência da relação, essa é criada automáticamente. Caso contrário, a caixa de diálogo
Gerenciar Relações ainda pode ser usada para criar ou editar relações.

486. (CFM - Assistente de Tecnologia da Informação - IADES/2018) Em relação aos bancos de


dados, quais são os modelos de dados utilizados pelos Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados
(SGBD)?

(A) Modelo hierárquico, modelo cliente-servidor, modelo plano e modelo orientado a objetos.
(B) Modelo não hierárquico, modelo cliente-servidor, modelo plano e modelo orientado a objetos.
(C) Modelo hierárquico, modelo cliente-servidor, modelo vertical e o modelo orientado a objetos.
(D) Modelo não hierárquico, modelo cliente-servidor, modelo relacional e modelo orientado a objetos.
(E) Modelo hierárquico, modelo em redes, modelo relacional e modelo orientado a objetos.

487. (TER/GO - Técnico Judiciário - CESPE) Julgue o seguinte item, a respeito da modelagem de
dados.
Considere a seguinte situação hipotética.
Em um banco de dados referente a um curso, um aluno pode estar em mais de um curso ao mesmo
tempo. Além disso, na tabela de cursos realizados por aluno, estão presentes as chaves estrangeiras
aluno e curso.
Nessa situação, tanto o código do curso como o código do aluno são chaves primárias nas tabelas
curso e aluno, respectivamente.
( ) Certo ( ) Errado

488. (TER/GO - Técnico Judiciário - CESPE) Acerca de bancos de dados, julgue os seguinte item.
Nas organizações, o emprego de sistemas gerenciadores de banco de dados promove a segurança e
a consistência dos dados, favorecendo a redundância e garantindo a integridade dos dados.
( ) Certo ( ) Errado

489. (IF/CE - Assistente em Administração - IF/CE) Banco de dados pode ser definido como:
(A) uma disposição de dados desordenados.
(B) uma coleção de dados relacionados referentes a um mesmo assunto e organizados de maneira
útil, com o propósito de servir de base, para que o usuário recupere informações.
(C) um conjunto de dados integrados que tem por objetivo impedir acessos indevidos a dados
armazenados.
(D) um conjunto de dados integrados que tem por objetivo atender a requisitos do sistema operacional.

116
(E) um conjunto de aplicações desenvolvidas especialmente para esta tarefa de criar e manter
informações.

490. (TRT - 17ª Região/ES - Técnico Judiciário - CESPE) Com relação aos conceitos de modelo de
entidade e relacionamento e de modelo conceitual, lógico e físico, julgue os itens subsecutivos.

Chave estrangeira é o atributo ou conjunto de atributos que se refere ou é relacionado com alguma
chave primária ou única de uma tabela, podendo ser inclusive da mesma tabela.
( ) Certo ( ) Errado

491. (PC/SC - Investigador de Polícia - ACAFE) Em relação à Banco de Dados, marque V ou F,


conforme as afirmações a seguir sejam verdadeiras ou falsas.
( ) Banco de Dados é um conjunto de informações organizadas de forma estruturada, como por
exemplo, uma lista telefônica.
( ) O Sistema Gerenciador de Banco de Dados, conhecido também como SGBD, é um sistema
informatizado que gerencia um banco de dados.
( ) Empresas de grande porte mantêm suas informações organizadas em Bancos de Dados de forma
que todos os seus empregados tenham acesso a elas.
( ) O Windows Server e o Linux são Gerenciadores de Banco de Dados que utilizam a linguagem de
manipulação de dados SQL.

A sequência correta, de cima para baixo, é:


(A) F - F - V - V
(B) V - F - V - F
(C) F - V - F - F
(D) V - V - F – F

Gabarito

348.C / 349.C / 350.C / 351.E / 352.A / 353.B / 354.B / 355.D / 356.A / 357.D / 358.E / 359.A / 360.E /
361.C / 362.A / 363. Certo / 364.D / 365.D / 366.Errado / 367.A / 368. D / 369.Certo / 370.A / 371.C /
372.E / 373.E / 374.C / 375.C / 376.C / 377.E / 378.D / 379.A / 380.E / 381.C / 382.E / 383.E / 384.A /
385.B / 386.E / 387.B / 388.E / 389.D / 390.C / 391.A / 392.D / 393.E / 394.E / 395.Errado / 396.C /
397.Certo / 398.D / 399.C / 400.B / 401.D / 402.C / 403.C / 404.E / 405.B / 406. Certo / 407. D / 408. D /
409.C / 410.C / 411.B / 412.D / 413.B / 414.C / 415.D / 416.B / 417.B / 418.E / 419.C / 420.A / 421.D /
422.B / 423.A / 424.E / 425.D / 426.C / 427.C / 428.D / 429.C / 430.C / 431.A / 432.C / 433.B /
434.Certo / 435.E / 436.E / 437.A / 438.C / 439.D / 440.D / 441.C / 442.D / 443.A / 444.C / 445.B / 446.
E / 447. E / 448.Certo / 449.Certo / 450. D / 451.C / 452.B / 453.D / 454.D / 455.A / 456.B / 457.B /
458.C / 459.D / 460. Errado / 461.Errado / 462.B / 463.B / 464.Errado / 465.Errado / 466.Certo / 467.C
/ 468.A / 469.C / 470.A / 471.A / 472.Errado / 473.A / 474.D / 475.B / 476.D / 477. C / 478. D / 479. A /
480.A / 481.C / 482. C / 483.B / 484.A / 485.E / 486.E / 487.Certo / 488.Errado / 489.B / 490.Certo /
491. E

Atualidades (somente para a Prova Discursiva)

Questões

492. (TJM/SP - Escrevente Técnico Judiciário - VUNESP/2017) Nos termos da Constituição Federal,
os policiais militares estaduais têm, entre suas funções,
(A) a segurança nacional, se o caso.
(B) a garantia dos poderes constitucionais.
(C) a preservação da ordem pública.
(D) a de polícia judiciária.
(E) a apuração de infrações penais.

117
493. (SJC/SC - Agente de Segurança Socioeducativo - FEPESE) De acordo com a Constituição
Federal, a segurança pública é composta pelos seguintes órgãos:
1. Bombeiro militar
2. Defesa civil
3. Polícia federal

Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.


(A) É correta apenas a afirmativa 1.
(B) São corretas apenas as afirmativas 1 e 2.
(C) São corretas apenas as afirmativas 1 e 3.
(D) São corretas apenas as afirmativas 2 e 3.
(E) São corretas as afirmativas 1, 2 e 3.

494. (Câmara de Natal/RN - Guarda Legislativo - COMPERVE) A segurança pública, dever do


Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da
incolumidade das pessoas e do patrimônio, por meio de órgãos variados, dentre eles a polícia federal,
cujas competências envolvem
(A) exercer, sem exclusividade, as funções de polícia judiciária da União e atuar no patrulhamento
ostensivo das ferrovias federais.
(B) prevenir e reprimir o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, não cabendo a esse órgão atuar
para prevenir e reprimir o contrabando e o descaminho.
(C) executar as funções de polícia marítima, aeroportuária e de fronteiras e exercer as atividades de
patrulhamento ostensivo das rodovias federais.
(D) apurar infrações penais contra a ordem política e social ou em detrimento de bens, serviços e
interesses da União ou de suas entidades autárquicas e empresas públicas.

Gabarito

492.C / 493.B / 494.D

Noções de Direito Constitucional

Questões

495. (ABIN - Técnico de Inteligência - CESPE/2018) A respeito dos direitos e das garantias
fundamentais, julgue o item a seguir.

O direito à liberdade de expressão artística previsto constitucionalmente não exclui a possibilidade de


o poder público exigir licença prévia para a realização de determinadas exposições de arte ou concertos
musicais.
( ) Certo ( ) Errado

496. (DPE/SC - Técnico Administrativo - FUNDATEC/2018) Em relação aos Direitos e Garantias


fundamentais previstos na Constituição Federal, analise as seguintes assertivas:
I. Todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente
de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local,
sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente.
II. É plena a liberdade de associação para fins lícitos, inclusive a de caráter paramilitar.
III. Aos autores pertence o direito exclusivo de utilização, publicação ou reprodução de suas obras,
transmissível aos herdeiros pelo tempo que a lei fixar.
Quais estão corretas?
(A) Apenas I.
(B) Apenas III.
(C) Apenas I e II.
(D) Apenas I e III.
(E) I, II e III.

118
497. (Pref. de Penalva/MA - Procurador Municipal - IMA/2017) Nos termos da Constituição Federal
de 1988, acerca dos direitos e garantias individuais e coletivos, é CORRETO afirmar que:
(A) Conceder-se-á mandado de injunção sempre que a falta de norma regulamentadora torne inviável
o exercício dos direitos e liberdades constitucionais e das prerrogativas inerentes à igualdade, à soberania
e à cidadania.
(B) São gratuitas as ações de habeas corpus e mandado de segurança, e, na forma da lei, os atos
necessários ao exercício da cidadania.
(C) As normas definidoras dos direitos e garantias fundamentais têm aplicação mediata.
(D) A lei considerará crimes inafiançáveis e insuscetíveis de graça ou anistia a prática da tortura, o
tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, o terrorismo e os definidos como crimes hediondos, por
eles respondendo os mandantes, os executores e os que, podendo evitá-los, se omitirem.

498. (PC/AP - Agente de Polícia - FCC/2017) A Constituição Federal de 1988, ao tratar dos direitos
e deveres individuais e coletivos,
(A) assegura-os aos brasileiros residentes no País, mas não aos estrangeiros em trânsito pelo território
nacional, cujos direitos são regidos pelas normas de direito internacional.
(B) prescreve que a natureza do delito praticado não pode ser critério para determinar o
estabelecimento em que a pena correspondente será cumprida pelo réu.
(C) atribui ao júri a competência para o julgamento dos crimes dolosos contra a vida, assegurando a
plenitude de defesa, a publicidade das votações e a soberania dos veredictos.
(D) excepciona o princípio da irretroatividade da lei penal ao permitir que a lei seja aplicada aos crimes
cometidos anteriormente a sua entrada em vigência, quando for mais benéfica ao réu, regra essa que
incide, inclusive, quando se tratar de crime hediondo.
(E) determina que a prática de crime hediondo constitui crime inafiançável e imprescritível.

499. (Pref. de Chapecó/SC - Engenheiro de Trânsito - IOBV) De acordo com o texto constitucional,
é direito fundamental do cidadão:
(A) A manifestação do pensamento, ainda que através do anonimato.
(B) A liberdade de associação para fins lícitos, inclusive de caráter paramilitar.
(C) Ser compelido a fazer ou deixar de fazer alguma coisa somente em virtude de lei.
(D) Ser livre para expressar atividade intelectual e artística, mediante licença do Ministério da
Educação e Cultura.

500. (Pref. de Valença/BA - Técnico Ambiental - AOCP) Sobre os direitos fundamentais, assinale a
alternativa correta.
(A) A casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do
morador, exceto apenas no caso de flagrante delito.
(B) É inviolável o sigilo da correspondência e das comunicações telegráficas, de dados e das
comunicações telefônicas, salvo, no último caso, por ordem judicial, nas hipóteses e na forma que a lei
estabelecer para fins de investigação criminal ou instrução processual penal.
(C) É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, não podendo a lei estabelecer qualquer
requisito.
(D) O homicídio constitui crime inafiançável e imprescritível.
(E) No Brasil, não se admite pena de morte em hipótese alguma.

501. (TRF 3ª REGIÃO - Técnico Judiciário - FCC) Sobre o disposto nos incisos do art. 5º da
Constituição Federal, é INCORRETO afirmar que é
(A) livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, desde que atendidas as qualificações
profissionais que a lei estabelecer.
(B) permitido se reunir pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente
de autorização ou prévio aviso, desde que a iniciativa não frustre outra reunião anteriormente convocada
para o mesmo local.
(C) livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,
independentemente de censura ou licença.
(D) assegurada, nos termos da lei, a prestação de assistência religiosa nos estabelecimentos
penitenciários.
(E) livre a criação de associações e, na forma da lei, a de cooperativas, independentemente de
autorização, sendo vedada a interferência estatal em seu funcionamento.

119
502. (SETRABES - Contador - UERR/2018) São Direitos Sociais expressamente previstos na
Constituição Federal, exceto:
(A) O livre exercício de qualquer trabalho.
(B) A assistência aos desamparados.
(C) O transporte.
(D) A proteção à maternidade.
(E) A educação.

503. (PC/MA - Investigador de Polícia - CESPE/2018) Entre os direitos sociais previstos pela
Constituição Federal de 1988 (CF) inclui-se o direito à
(A) amamentação aos filhos de presidiárias.
(B) moradia.
(C) propriedade.
(D) gratuidade do registro civil de nascimento.
(E) assistência jurídica e integral gratuita.

504. (ITEP/RN - Agente de Necropsia - INSTITUTO AOCP/2018) O artigo 8° da Constituição Federal


determina que é livre a associação profissional ou sindical, observado o seguinte:
(A) ao sindicato cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive
em questões judiciais ou administrativas.
(B) a lei poderá exigir autorização do Estado para a fundação de sindicato.
(C) é vedada a criação de mais de uma organização sindical, em qualquer grau, representativa de
categoria profissional ou econômica, na mesma base territorial, que será definida pelos trabalhadores ou
empregadores interessados, não podendo ser inferior à área de um estado.
(D) o trabalhador será obrigado a filiar-se e a manter-se filiado a sindicato.
(E) o aposentado filiado não pode votar e ser votado nas organizações sindicais.

505.(IF/PA - Assistente em Administração - FUNRIO) Constituem direitos sociais conforme


Constituição Federal de 1988, dentre outros, os seguintes:
(A) a religião, o lazer e a segurança.
(B) o voto, a cultura e a integração nacional.
(C) o trabalho, a moradia e a segurança.
(D) a igualdade tributária, a cultura e a segurança.
(E) a cultura, a religião e o transporte.

506. (SEJUS/PI - Agente Penitenciário - NUCEPE) Sobre a disciplina constitucional dos direitos
sociais, assinale a alternativa CORRETA.
(A) A assistência gratuita aos filhos e dependentes é garantida desde o nascimento até oito anos de
idade em creches e pré-escolas.
(B) É garantido seguro contra acidentes de trabalho, a cargo do empregador, sem excluir a indenização
a que este está obrigado, desde que tenha agido com dolo.
(C) É proibido trabalho noturno, perigoso ou insalubre a menores de dezoito e de qualquer trabalho a
menores de dezesseis anos, salvo na condição de aprendiz, a partir de quatorze anos.
(D) É garantido o repouso semanal remunerado, obrigatoriamente aos domingos.
(E) É vedada a dispensa do empregado sindicalizado a partir do registro da candidatura a cargo de
direção ou representação sindical e, se eleito, ainda que suplente, até três anos após o final do mandato,
salvo se cometer falta grave nos termos da lei.

507. (Câmara de Natal/RN - Guarda Legislativo - COMPERVE) Os direitos sociais fundamentais,


também apelidados pelos juristas como direitos de segunda dimensão ou de segunda geração, têm, em
sua ontologia, a intenção de reduzir desigualdades para fins de concretização da igualdade material,
substancial ou isonômica. Uma das ideias que os permeia é a de tratar igualmente os iguais e
desigualmente os desiguais na proporção de suas desigualdades. O constituinte brasileiro, visualizando
a importância desses direitos, tratou de expressamente tutelá-los. Nesse sentido, a Constituição Federal
prevê direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, tais como

120
(A) a ação, quanto aos créditos resultantes das relações de trabalho, com prazo prescricional de sete
anos.
(B) o reconhecimento das convenções e acordos coletivos de trabalho e a proteção em face da
automação, na forma da lei.
(C) o gozo de férias anuais remuneradas com, pelo menos, dois terços a mais que o salário normal.
(D) a remuneração do serviço extraordinário superior, no mínimo, em quarenta por cento relativamente
à do normal.

508. (Câmara de Natal/RN - Guarda Legislativo - COMPERVE) A liberdade do indivíduo, direito


fundamental tradicionalmente caracterizado como de primeira dimensão ou geração, possui
desdobramentos e se expressa em variadas espécies no âmbito do atual Estado Constitucional
Democrático, sendo possível falar em liberdade de ir e vir, liberdade religiosa, liberdade profissional,
dentre outras. No que diz respeito especificamente à liberdade de associação sindical, de acordo com as
diretrizes constitucionais, é possível observar que no Brasil é livre a associação sindical, cabendo aos
sindicatos a defesa dos
(A) direitos individuais da categoria em questões judiciais, excluídas as questões administrativas e de
ordem internacional.
(B) interesses individuais da categoria, excluídos os coletivos, inclusive em questões judiciais ou
administrativas.
(C) direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou
administrativas.
(D) interesses coletivos da categoria em questões judiciais, excluídos os interesses individuais e as
questões administrativas e incluídas as questões internacionais.

509. (SJC/SC - Agente de Segurança Socioeducativo - FEPESE) Assinale a alternativa correta


sobre os direitos sociais previstos na Constituição Federal.
(A) É proibida a prática de qualquer espécie de trabalho a menores de dezoito anos.
(B) É vedada a diferença de salários, de exercício de funções e de critério de admissão por motivo de
sexo, idade, cor ou estado civil.
(C) A distinção entre trabalho manual, técnico e intelectual ou entre os profissionais respectivos deverá
ser aferida por meio de critérios objetivos e previamente estabelecidos.
(D) O prêmio do seguro contra acidentes do trabalho contratado pelo empregador exclui a sua
responsabilidade civil, mesmo quando incorrer em dolo ou culpa.
(E) O empregador poderá descontar até o limite de dez por cento da remuneração do trabalhador em
razão da restrição decorrente de sua deficiência, física ou motora.

510. (CRP 2º Região - Psicólogo Orientador - Quadrix/2018) Com relação à nacionalidade, assinale
a alternativa correta.
(A) Com exceção dos casos previstos na CF, a lei não pode estabelecer distinção entre brasileiros
natos e naturalizados.
(B) O estrangeiro residente no Brasil há mais de quinze anos, sem condenação penal, adquire
automaticamente a nacionalidade brasileira.
(C) O brasileiro naturalizado será extraditado somente na hipótese de crime político ou de
responsabilidade praticado antes da naturalização.
(D) Embora não conste expressamente da CF, considera-se a língua portuguesa como idioma oficial
da República Federativa do Brasil.
(E) Aos portugueses com residência fixa no País e sem condenação penal serão atribuídos direitos
inerentes ao brasileiro nato.

511. (TRT 15ª Região - Técnico Judiciário - FCC/2018) Consideradas as formas de aquisição da
nacionalidade previstas na Constituição Federal, são brasileiros
(A) naturalizados os estrangeiros de qualquer nacionalidade, residentes na República Federativa do
Brasil há mais de dez anos ininterruptos e sem condenação penal, desde que requeiram a nacionalidade
brasileira.
(B) natos os nascidos na República Federativa do Brasil, ainda que de pais estrangeiros, desde que
estes estejam a serviço de seu país.
(C) naturalizados os nascidos no estrangeiro, de pai brasileiro e mãe brasileira, desde que qualquer
deles esteja a serviço da República Federativa do Brasil.

121
(D) natos os nascidos no estrangeiro de pai brasileiro ou mãe brasileira, desde que sejam registrados
em repartição brasileira competente.
(E) naturalizados os que, na forma da lei, adquiram a nacionalidade brasileira, exigida dos originários
de países de língua portuguesa apenas residência por cinco anos ininterruptos e idoneidade moral.

512. (PC/PI - Agente de Polícia Civil - NUCEPE/2018) Pode-se afirmar que Nacionalidade é o vínculo
jurídico que se estabelece entre um indivíduo e o Estado, pelo qual aquele se torna parte integrante do
povo deste. Acerca da Nacionalidade, marque a alternativa CORRETA.
(A) São brasileiros natos os nascidos no estrangeiro, de pai brasileiro ou mãe brasileira, desde que
venham a residir na República Federativa do Brasil e optem, desde que não atingida a maioridade, pela
nacionalidade brasileira.
(B) São brasileiros natos os que, na forma da lei, adquiram a nacionalidade brasileira, exigidas aos
originários de países de língua portuguesa apenas residência por um ano ininterrupto e idoneidade moral.
(C) São brasileiros natos os estrangeiros de qualquer nacionalidade, residentes na República
Federativa do Brasil há mais de quinze anos ininterruptos e sem condenação penal, desde que requeiram
a nacionalidade brasileira.
(D) São brasileiros natos todos os que nascidos na República Federativa do Brasil, ainda que de pais
estrangeiros, desde que estes não estejam a serviço de seu país.
(E) Em nenhuma hipótese será declarada a perda da nacionalidade do brasileiro nato.

513. (TJ/MT - Analista Judiciário - UFMT) Sobre a nacionalidade, assinale a afirmativa INCORRETA.
(A) São brasileiros natos os filhos de pais estrangeiros nascidos no Brasil, desde que estes não estejam
a serviço de seu país.
(B) São brasileiros natos os nascidos no estrangeiro, de pai ou mãe brasileira, desde que qualquer um
deles esteja a serviço do Brasil.
(C) São brasileiros naturalizados os originários dos países de língua portuguesa, na forma da lei,
residentes por um ano ininterrupto no Brasil.
(D) São brasileiros naturalizados os estrangeiros de qualquer nacionalidade residentes no Brasil há
mais de dez anos e sem condenação penal.

514. (TRT 14ª Região - Técnico Judiciário - FCC) As irmãs Catarina e Gabriela são brasileiras
naturalizadas. Ambas possuem carreira jurídica brilhante, destacando-se profissionalmente. Catarina
almeja ocupar o cargo de Ministra do Supremo Tribunal Federal e Gabriela almeja ocupar o cargo de
Ministra do Tribunal Superior do Trabalho. Neste caso, com relação ao requisito nacionalidade,
(A) nenhuma das irmãs poderá alcançar o cargo almejado.
(B) ambas as irmãs poderão alcançar o cargo almejado, independentemente de qualquer outra
exigência legal.
(C) apenas Gabriela poderá alcançar o cargo almejado.
(D) apenas Catarina poderá alcançar o cargo almejado.
(E) ambas as irmãs só poderão alcançar o cargo almejado se tiverem mais de quinze anos de
naturalização.

515. (IF/BA - Assistente em Administração - FUNRIO) De acordo com a Constituição Federal de


1988, são privativos de brasileiro nato, dentre outros, os cargos de

(A) Procurador da República e de Ministro do Supremo Tribunal Federal.


(B) Secretário Nacional da Infância e da Juventude e de oficial das Forças Armadas.
(C) Ministro do Supremo Tribunal Federal e de Presidente da Câmara dos Deputados.
(D) Advogado Geral da União e de Auditor da Receita Federal.
(E) Ministro do Tribunal de Contas do Distrito Federal e de Procurador da República.

516. (SJC/SC - Agente de Segurança Socioeducativo - FEPESE) Assinale a alternativa correta


acerca da nacionalidade.
(A) Apenas os nascidos na República Federativa do Brasil poderão ser considerados brasileiros
naturalizados.
(B) As pessoas originárias de países de língua portuguesa que contarem com residência permanente
por um ano ininterrupto e possuírem idoneidade moral poderão adquirir a nacionalidade brasileira nata.
(C) O filho de pai brasileiro ou mãe brasileira, ainda que nascido no estrangeiro, sempre será
considerado brasileiro nato.

122
(D) Passados dez anos de residência ininterrupta na República Federativa do Brasil, poderá o
estrangeiro de qualquer nacionalidade requerer a nacionalidade brasileira.
(E) É brasileiro nato o nascido na República Federativa do Brasil, ainda que de pais estrangeiros,
desde que estes não estejam a serviço de seu país.

517. (Prefeitura de Teresina/PI - Técnico de Nível Superior - FCC) Paula, filha de diplomatas
americanos, nasceu no Brasil quando seus pais estavam a serviço dos Estados Unidos da América.
Camilla, que é cidadã inglesa, sem condenação penal e residente há 10 anos no Brasil, deseja obter a
cidadania brasileira. João, estrangeiro originário de país de língua portuguesa, tem comprovada
idoneidade moral e reside há 1 ano ininterrupto no Brasil. De acordo com as normas da Constituição
Federal que disciplinam os requisitos para a aquisição da nacionalidade brasileira, Paula, por
(A) ser filha de diplomatas americanos a serviço de seu país, não é cidadã brasileira. Camilla preenche
os requisitos e já pode, caso requeira, ser naturalizada brasileira. João, por não cumprir o requisito
temporal mínimo exigido, ainda não pode ser naturalizado brasileiro.
(B) ter nascido no Brasil, é cidadã brasileira. Camilla preenche os requisitos e já pode, caso requeira,
ser naturalizada brasileira. João, por não cumprir o requisito temporal mínimo exigido, ainda não pode ser
naturalizado brasileiro.
(C) ser filha de diplomatas americanos a serviço de seu país, não é cidadã brasileira. Camilla preenche
os requisitos e já pode, caso requeira, ser naturalizada brasileira. João, por cumprir todos os requisitos,
já pode ser naturalizado brasileiro, caso requeira.
(D) ser filha de diplomatas americanos a serviço de seu país, não é cidadã brasileira. Camila, por não
cumprir o requisito temporal mínimo, ainda não pode ser naturalizada brasileira. João, por cumprir todos
os requisitos, já pode ser naturalizado brasileiro, caso requeira.
(E) ser filha de diplomatas americanos a serviço de seu país, não é cidadã brasileira. Camilla, por não
cumprir o requisito temporal mínimo, ainda não pode ser naturalizada brasileira. João, por não cumprir o
requisito temporal mínimo exigido, ainda não pode ser naturalizado brasileiro.

518.(Câmara Legislativa do Distrito Federal - Técnico Legislativo - FCC/2018) De acordo com a


Constituição Federal, a soberania popular é exercida, nos termos da lei, por meio de instrumentos como
(A) o plebiscito, o referendo, a iniciativa popular e o voto direto e aberto.
(B) a iniciativa popular e o voto indireto e secreto.
(C) o sufrágio universal e o voto indireto e secreto.
(D) a iniciativa popular, o referendo e o voto indireto e aberto
(E) o plebiscito e o referendo.

519. (Câmara Legislativa do Distrito Federal - Técnico Legislativo - FCC/2018) A respeito do que
estabelece a Constituição Federal sobre a nacionalidade e os direitos políticos,
(A) não podem alistar-se como eleitores os estrangeiros e, durante o período do serviço militar
obrigatório, os conscritos.
(B) as idades mínimas para a elegibilidade relativa aos cargos de Presidente da República e Senador
são, respectivamente, de 35 e 30 anos.
(C) entre os cargos privativos de brasileiro nato, estão o de Presidente da República, Senador, Ministro
do Supremo Tribunal Federal e oficial da Forças Armadas.
(D) o alistamento eleitoral e o voto são facultativos para os maiores de 60 anos.
(E) a lei não poderá estabelecer distinção entre brasileiros natos e naturalizados, salvo nos casos
previstos na Constituição ou na Lei de Migração.

520. (IFF - Operador de Máquinas Agrícolas - FCM) Sobre os Direitos Políticos, previstos na
Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, analise as afirmativas abaixo, e marque (V) para
verdadeiro ou (F) para falso:
( ) Os atos de improbidade administrativa importarão a suspensão dos direitos políticos, na forma e
gradação previstas em lei.
( ) A soberania popular será exercida pelo sufrágio universal e pelo voto indireto e aberto, com valor
igual para todos.
( ) A filiação partidária é uma condição de elegibilidade.
( ) O alistamento e o voto são obrigatórios para os maiores de dezesseis anos.

123
A sequência correta é
(A) V, V, F, V.
(B) F, V, F, F.
(C) V, V, V, F.
(D) F, V, F, V
(E) V, F, V, F.

521. (TRT 23ª REGIÃO/MT) - Técnico Judiciário - FCC) A respeito dos direitos políticos, considere:
I. São condições de elegibilidade, dentre outras, a idade mínima de trinta e cinco anos para Presidente
e Vice-Presidente da República e Senador, trinta anos para Governador e Vice-Governador de Estado e
do Distrito Federal e vinte um anos para Prefeito, Vice-Prefeito e Juiz de Paz.
II. O alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios, inclusive para os conscritos, durante o período de
serviço militar obrigatório.
III. Para concorrerem a outros cargos, o Presidente da República, os Governadores de Estado e do
Distrito Federal e os Prefeitos devem renunciar aos respectivos mandatos até seis meses antes do pleito.
IV. São inelegíveis, no território de jurisdição do titular, o cônjuge e os parentes consanguíneos ou
afins, até o segundo grau ou por adoção, do Presidente da República, do Governador de Estado ou
Território, do Distrito Federal, do Prefeito ou de quem os haja substituído dentro dos seis meses anteriores
ao pleito, salvo se já titular de mandato eletivo e candidato à reeleição.

Está correto o que consta APENAS em


(A) II e IV.
(B) I e IV.
(C) I, III e IV.
(D) II e III.
(E) I e III.

522. (Prefeitura de Ilhéus/BA - Procurador - CONSULTEC) É vedada a cassação de direitos


políticos, cuja perda ou suspensão só se dará nos casos de
(A) suspensão da naturalização por sentença transitada em julgado, enquanto durarem seus efeitos.
(B) incapacidade civil relativa.
(C) condenação criminal transitada em julgado, enquanto durarem seus efeitos.
(D) recusa de cumprir obrigação a todos imposta ou prestação alternativa, nos termos do Art. 5º, XVIII
da CF.
(E) improbidade administrativa, exclusivamente para os ocupantes de mandato eletivo.

523. (PGE/SP - Procurador do Estado - VUNESP/2018) Acerca dos partidos políticos, assinale a
alternativa correta.
(A) A filiação partidária é condição de elegibilidade, cabendo aos partidos políticos, após adquirirem
personalidade jurídica de direito público interno no cartório de registro civil do respectivo ente federativo
ao qual é vinculado, promover o registro de seus estatutos no Tribunal Regional Eleitoral, ato conhecido
como “notícia de criação de partido político”.
(B) É assegurada aos partidos políticos autonomia para definir o regime de suas coligações nas
eleições proporcionais, uma vez que há o vínculo de obrigatoriedade entre as candidaturas em âmbito
nacional, estadual, distrital ou municipal.
(C) O direito a recursos do fundo partidário e acesso gratuito ao rádio e à televisão, na forma da lei, é
garantido aos partidos políticos que tiverem elegido pelo menos quinze Deputados Federais distribuídos
em pelo menos um terço das unidades da Federação.
(D) Ao eleito por partido que não preencher os requisitos constitucionais que asseguram o direito ao
fundo partidário é vetado filiar-se a outro partido que os tenha atingido, uma vez que a lei procura
assegurar a igualdade na distribuição dos recursos e de acesso gratuito ao tempo de rádio e de televisão.
(E) Os partidos políticos não podem estabelecer normas de disciplina e fidelidade partidária, assim
como são proibidos de receber recursos financeiros de entidade ou governo estrangeiros ou de
subordinação a estes.

524. (PC/BA - Investigador de Polícia - VUNESP/2018) De acordo com a Constituição, assinale a


alternativa correta sobre os partidos políticos.
(A) É livre a criação, a fusão e a incorporação de partidos políticos, mas a extinção, em função de sua
importância na democracia, exige a aprovação do Poder Público.

124
(B) Poderão possuir caráter regional nos Estados cuja população seja superior a 1 (um) milhão de
habitantes.
(C) É defeso aos partidos políticos o recebimento de recursos financeiros de entidade ou governo
estrangeiros ou de subordinação a estes.
(D) Os partidos políticos, após adquirirem personalidade jurídica, na forma da lei civil, registrarão seus
estatutos perante o Tribunal Regional Eleitoral da respectiva entidade da federação de sua sede.
(E) O acesso aos recursos do fundo partidário e ao rádio e à televisão será destinado a todos os
partidos políticos, indiscriminadamente, para garantia da isonomia na representação política.

525. (SANEAGO/GO - Advogado - UFG/2018) Nos termos da Constituição da República Federativa


do Brasil de 1988, somente terão direito a recursos do fundo partidário e acesso gratuito ao rádio e à
televisão, na forma da lei, os partidos políticos que alternativamente obtiverem, nas eleições para a
Câmara dos Deputados, no mínimo, 3% (três por cento) dos votos válidos, distribuídos em, pelo menos,
(A) um terço das unidades da Federação, com um mínimo de 2% (dois por cento) dos votos válidos
em cada uma delas ou tiverem elegido pelo menos quinze Deputados Federais distribuídos em, pelo
menos, um terço das unidades da Federação.
(B) dois terços das unidades da Federação, com um mínimo de 1% (um por cento) dos votos válidos
em cada uma delas ou tiverem elegido pelo menos dez Deputados Federais distribuídos em, pelo menos,
dois terços das unidades da Federação.
(C) dois terços das unidades da Federação, com um mínimo de 2% (dois por cento) dos votos válidos
em cada uma delas ou tiverem elegido pelo menos doze Deputados Federais distribuídos em, pelo menos,
dois terços das unidades da Federação.
(D) três quintos das unidades da Federação, com um mínimo de 1% (um por cento) dos votos válidos
em cada uma delas ou tiverem elegido pelo menos quatorze Deputados Federais distribuídos em, pelo
menos, três quintos das unidades da Federação.

526. (TRT 8ª Região (PA e AP) - Analista Judiciário - CESPE) Assinale a opção correta acerca do
que dispõe a CF sobre partidos políticos.
(A) Os partidos políticos possuem personalidade jurídica de direito público.
(B) A previsão constitucional de que a lei regrará a função parlamentar autoriza o estabelecimento,
pela legislação infraconstitucional, de padrões mínimos de desempenho eleitoral como condição para
funcionamento do partido nas casas legislativas.
(C) É inconstitucional, por ofensa ao pluripartidarismo e ao pluralismo político, a fixação de
proporcionalidade entre a representatividade partidária e a distribuição do fundo partidário e do tempo na
televisão e no rádio.
(D) A exigência de caráter nacional dos partidos políticos visa resguardar o princípio federativo da
unidade nacional.
(E) A vedação à utilização de organização paramilitar não obsta que os partidos, em razão da
autonomia que lhe é constitucionalmente assegurada, convencionem indumentária uniformizada ou que
estabeleçam, em seu âmbito interno, relação de comando e obediência baseada em hierarquia rígida e
fidelidade partidária.

527. (AMOSC/SC - Técnico administrativo - Cursiva) Na Constituição Federal, Art. 17. É livre a
criação, fusão, incorporação e extinção de partidos políticos, resguardados a soberania nacional, o regime
democrático, o pluripartidarismo, os direitos fundamentais da pessoa humana e observados os seguintes
preceitos. Assinale a alternativa correta.
I - caráter nacional
II - proibição de recebimento de recursos financeiros de entidade ou governo estrangeiros ou de
subordinação a estes;
III - prestação de constas à Justiça Eleitoral;
IV - funcionamento parlamentar de acordo com a lei.

(A) I, II, III estão corretos


(B) I, III, IV estão corretos
(C) II, III, IV estão corretos
(D) Todas estão corretos

125
528. (TRE/MA - Analista Judiciário - IESES) Sobre os partidos políticos é INCORRETO afirmar que:
(A) É vedada a utilização pelos partidos políticos de organização paramilitar.
(B) Os partidos políticos têm direito a recursos do fundo partidário e acesso gratuito ao rádio e à
televisão, na forma da lei.
(C) Os partidos políticos não podem receber recursos financeiros de entidades ou governo estrangeiros
ou de subordinação a estes.
(D) Os partidos políticos, após adquirirem personalidade jurídica, na forma civil e comercial, registrarão
seus estatutos no Tribunal Regional Eleitoral.

529. (AL/GO - Procurador - CS-UFG) A Constituição Federal dispõe em capítulo próprio acerca dos
partidos políticos no Brasil, dizendo que é livre a sua criação, fusão, incorporação e extinção,
resguardados a soberania nacional, o regime democrático, o pluripartidarismo, os direitos fundamentais
da pessoa humana e ainda observando, dentre outros, o seguinte preceito:
(A) redução das desigualdades regionais e sociais.
(B) independência nacional.
(C) caráter nacional.
(D) igualdade entre os Estados.

530. (TCE/PI - Assessor Jurídico - FCC) Cabe ao Vice-Presidente da República substituir o


Presidente da República no caso de
(A) recebimento pelo Supremo Tribunal Federal de denúncia pela prática de infração penal comum.
(B) decretação de estado de sítio em face de comoção grave de repercussão nacional.
(C) autorização pela Câmara dos Deputados para instauração de processo por crime de
responsabilidade.
(D) condenação pelo Senado Federal por crime de responsabilidade.

531. (PC/RJ - Papiloscopista Policial de 3ª Classe - IBFC). Segundo dispõe a Constituição Federal,
ocorrendo a vacância dos cargos de Presidente e Vice-Presidente da República nos últimos dois anos do
período presidencial, a eleição para ambos os cargos será realizada:
(A) Noventa dias depois da última vacância, pela Câmara dos Deputados, na forma da lei.
(B) Noventa dias depois da última vacância, pelo Congresso Nacional, na forma da lei.
(C) Sessenta dias depois da última vacância, pelo Senado Federal, na forma da lei.
(D) Trinta dias depois da última vacância, pelo Congresso Nacional, na forma da lei.
(E) Trinta dias depois da última vacância, pelo Câmara dos Deputados, na forma da lei.

532. (PC/PI - Delegado de Polícia - UESPI). Considerando o que estabelecem as normas


constitucionais sobre o Poder Executivo, assinale a alternativa CORRETA.
(A) A perda do cargo é a consequência inafastável para o Prefeito que assumir outro cargo ou função
na Administração Pública, seja direta ou indireta.
(B) A vacância dos cargos de Presidente e Vice-Presidente da República, verificada nos últimos dois
anos do mandato, ensejará a realização de eleição, pelo Congresso Nacional, para ambos os cargos
vagos, a ser realizada trinta dias depois da última vaga.
(C) Do Conselho da República participam, também, seis cidadãos brasileiros, com mais de trinta e
cinco anos de idade, nomeados pelo Presidente da República, todos com mandato de quatro anos,
admitida uma única recondução.
(D) Os requisitos constitucionais para assumir o cargo de Ministro de Estado, auxiliar do Presidente da
República, são os seguintes: ter mais de vinte e um anos de idade; estar no exercício dos direitos políticos;
e ser brasileiro nato.
(E) Nos crimes de responsabilidade, o Presidente da República é julgado pela Câmara dos Deputados,
sob a direção do Presidente do Supremo Tribunal Federal, com a necessária autorização prévia do
Senado Federal.

533. (OAB XIII - Primeira Fase - FGV). Imagine a hipótese na qual o avião presidencial sofre um
acidente, vindo a vitimar o Presidente da República e seu Vice, após a conclusão do terceiro ano de
mandato.
A partir da hipótese apresentada, assinale a afirmativa correta.
(A) O Presidente do Senado Federal assume o cargo e completa o mandato.
(B) O Presidente da Câmara dos Deputados assume o cargo e convoca eleições que realizar-se-ão
noventa dias depois de abertas as vagas.

126
(C) O Presidente do Congresso Nacional assume o cargo e completa o mandato.
(D) O Presidente da Câmara dos Deputados assume o cargo e convoca eleições que serão realizadas
trinta dias após a abertura das vagas, pelo Congresso Nacional, na forma da lei.

534. (PC/SE - Agente de Polícia Judiciária - IBFC) Segundo a Constituição Federal, no capítulo “Do
Poder Executivo”, o Presidente e o Vice-Presidente da República poderão, sem licença do Congresso
Nacional, ausentar-se do país, sob pena de perda do cargo, por até:
(A) 15 dias.
(B) 30 dias.
(C) 45 dias.
(D) 60 dias.

535. (CBTU - Assistente Operacional – FUMARC) Compete privativamente ao Presidente da


República, EXCETO:
(A) Sancionar, promulgar e fazer publicar as leis, bem como expedir decretos e regulamentos para sua
fiel execução.
(B) Remeter mensagem e plano de governo ao Congresso Nacional por ocasião da abertura da sessão
legislativa, expondo a situação do País e solicitando as providências que julgar necessárias.
(C) Nomear, unilateralmente, os Ministros do Supremo Tribunal Federal e dos Tribunais Superiores,
os Governadores de Territórios, o Procurador-Geral da República, o presidente e os diretores do banco
central e outros servidores, quando determinado em lei.
(D) Conceder indulto e comutar penas, com audiência, se necessário, dos órgãos instituídos em lei.

536. (Prefeitura de São Paulo/SP - Analista Fiscal de Serviços - VUNESP) Assinale a alternativa
que contempla uma atribuição privativa do Presidente da República que a Constituição permite seja
delegada aos Ministros de Estado, ao Procurador-Geral da República ou ao Advogado-Geral da União.
(A) Vetar projetos de lei, total ou parcialmente.
(B) Editar medidas provisórias com força de lei, nos termos do art. 62 da Constituição Federal.
(C) Iniciar o processo legislativo, na forma e nos casos previstos na Constituição.
(D) Conferir condecorações e distinções honoríficas.
(E) Conceder indulto e comutar penas, com audiência, se necessário, dos órgãos instituídos em lei.

537. (OAB XIII - Primeira Fase - FGV) O Presidente da República possui uma série de competências
privativas, que lhe são atribuídas diretamente pela Constituição. Admite-se que algumas delas possam
ser delegadas ao Ministro de Estado da pasta relacionada ao tema. Dentre as competências delegáveis,
inclui-se.
(A) editar medidas provisórias com força de lei, nos termos do artigo 62 da Constituição.
(B) nomear, observado o disposto no artigo 73, os Ministros do Tribunal de Contas da União.
(C) prover e extinguir os cargos públicos federais, na forma da lei.
(D) iniciar o processo legislativo, na forma e nos casos previstos na Constituição.

538. (PGE/AC - Procurador - FMP/RS) Compete privativamente ao Chefe do Executivo Federal:


(A) vetar projetos de lei, parcial ou totalmente, sendo, neste último caso, necessária a aquiescência do
Vice-Presidente.
(B) decretar o estado de defesa e o estado de sítio, bem como a intervenção federal nos demais entes
federados, assim como, se for o caso, nos demais poderes da República, quando necessário à ordem
pública.
(C) expedir decretos para a criação de órgãos públicos ou para a extinção de funções ou cargos
públicos, ficando seus ocupantes em disponibilidade com remuneração proporcional ao tempo de serviço.
(D) nomear os Ministros do Supremo Tribunal Federal, dependendo previamente de aprovação do
Senado Federal, o qual sabatinará o(a) candidato(a) indicado pelo próprio Presidente da República.

539. (UNICAMP - Procurador - VUNESP) Assinale a alternativa que contempla atribuição privativa do
Presidente da República passível de delegação.
(A) Prover e extinguir os cargos públicos federais, na forma da lei.
(B) Vetar projetos de lei, total ou parcialmente.
(C) Celebrar tratados, convenções e atos internacionais, sujeitos a referendo do Congresso Nacional.
(D) Nomear membros do Conselho da República.
(E) Conferir condecorações e distinções honoríficas.

127
540. (TJ/MG - Titular de Serviços de Notas e de Registros - CONSULPLAN) São crimes de
responsabilidade do Presidente da República os atos que atentem contra a Constituição Federal, e
especialmente, contra
(A) o exercício dos direitos individuais.
(B) a ordem tributária.
(C) a segurança externa.
(D) o livre exercício da Controladoria Geral.

541. (Prefeitura de Teresina/PI - Analista Administrativo - FCC) Sobre a responsabilidade do


Presidente da República,
(A) o Presidente não ficará suspenso de suas funções nas infrações penais comuns, ainda que
recebida a denúncia ou queixa-crime pelo Supremo Tribunal Federal.
(B) os crimes de responsabilidade estão definidos taxativamente pela Constituição Federal, não
competindo à lei aumentar o rol de condutas.
(C) admitida a acusação contra o Presidente da República, por maioria absoluta da Câmara dos
Deputados, será ele submetido a julgamento perante o Supremo Tribunal Federal nos crimes de
responsabilidade.
(D) os crimes de responsabilidade serão definidos em lei especial, que estabelecerá as normas de
processo e julgamento.
(E) decorrido o prazo de cento e oitenta dias, se o julgamento não estiver concluído, cessará o
afastamento do Presidente, extinguindo-se o processo.

542. (PC/PA - Delegado de Polícia Civil - FUNCAB) Assinale a alternativa correta no que concerne
à responsabilidade do Presidente da República.
(A) Nas infrações penais comuns, admitida a acusação contra o Presidente da República, por dois
terços da Câmara dos Deputados, será ele submetido a julgamento perante o Supremo Tribunal Federal.
(B) Se, decorrido o prazo de cento e vinte dias, o julgamento não estiver concluído, cessará o
afastamento do Presidente, sem prejuízo do regular prosseguimento do processo.
(C) Nos crimes de responsabilidade, o Presidente ficará suspenso de suas funções se recebida a
denúncia ou queixa-crime pelo Supremo Tribunal Federal.
(D) No crime de responsabilidade, admitida a acusação contra o Presidente da República, por um terço
da Câmara dos Deputados, será ele submetido a julgamento perante o Senado Federal.
(E) Nas infrações penais comuns, o Presidente ficará suspenso de suas funções após a instauração
do processo pelo Senado Federal.

543. (TRT 3ª - Analista Judiciário - FCC) A suspensão do exercício das funções de Presidente da
República dar-se-á nas infrações penais comuns
(A) se recebida a denúncia ou queixa-crime pelo Supremo Tribunal Federal; nos crimes de
responsabilidade, após a instauração do processo pelo Senado Federal.
(B) apenas depois de julgamento pelo Supremo Tribunal Federal; nos crimes de responsabilidade,
após a instauração do processo pelo Senado Federal.
(C) apenas depois de julgamento pelo Supremo Tribunal Federal; nos crimes de responsabilidade,
apenas após o julgamento do processo pelo Senado Federal.
(D) e nos crimes de responsabilidade depois de recebida a denúncia ou queixa-crime pelo Supremo
Tribunal Federal.
(E) e nos crimes de responsabilidade depois de recebida a denúncia ou queixa-crime pelo Senado
Federal.

544. (ANAC - Técnico Administrativo ESAF) Em relação às atribuições do Presidente da República,


nos termos do disposto na Constituição Federal, não compete a este
(A) nomear o Advogado-Geral da União.
(B) presidir o Conselho de Defesa Nacional.
(C) expedir instruções para a execução das leis
(D) nomear os Ministros do Tribunal de Contas da União
(E) executar a Intervenção Federal.

545. (Câmara Municipal do Rio de Janeiro - Consultor Legislativo - Prefeitura do Rio de


Janeiro/RJ) De acordo com a Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, compete ao
Conselho de Defesa Nacional:

128
(A) propor critérios e condições de utilização das águas internacionais e opinar sobre normas relativas
à defesa do Estado e das Instituições Democráticas
(B) estudar, propor e acompanhar o desenvolvimento de iniciativas necessárias a garantir a
independência nacional e a defesa do Estado Democrático
(C) exercer o comando supremo das Forças Armadas, nomear os comandantes da Marinha, do
Exército e da Aeronáutica e promover seus oficiais
(D) pronunciar-se sobre questões relevantes para a estabilidade das instituições democráticas, por
meio dos Órgãos de Defesa Nacional.

546. (MPE/SC - Promotor de Justiça Substituto - FEPESE) Analise os enunciados das questões
abaixo e assinale se ele é Certo ou Errado.

Compete ao Conselho da República pronunciar-se sobre as questões relevantes para a estabilidade


das instituições democráticas; estado de defesa; estado de sítio; intervenção federal.
Certo ( ) Errado ( )

547. (OAB - Exame de Ordem Unificado - FGV) O Presidente da República, à luz da CRFB/88, dispõe
de dois órgãos de cúpula para consulta em determinados assuntos. Assinale a opção que elenca
corretamente esses órgãos e suas atribuições constitucionalmente definidas.
(A) Ao Conselho de Defesa Nacional compete opinar sobre a decretação do estado de defesa, do
estado de sítio e da intervenção federal. Ao Conselho Nacional de Justiça compete o controle da atuação
administrativa e financeira do Poder Judiciário, do Poder Legislativo e do Poder Executivo.
(B) Ao Conselho de Defesa Nacional compete opinar sobre as questões relevantes para a estabilidade
das instituições democráticas. Ao Conselho da República compete opinar sobre as hipóteses de
declaração de guerra e de celebração de paz.
(C) Ao Conselho Nacional de Justiça compete o controle da atuação administrativa e financeira do
Poder Judiciário, do Poder Legislativo e do Poder Executivo. Ao Conselho da República compete opinar
sobre as hipóteses de declaração de guerra e de celebração de paz
(D) Ao Conselho de Defesa Nacional compete opinar sobre as hipóteses de declaração de guerra e
de celebração de paz. Ao Conselho da República compete pronunciar-se sobre intervenção federal,
estado de defesa e estado de sítio.

548. (PC/AP - Delegado de Polícia - FCC/2017) Ao disciplinar a Defesa do Estado e das Instituições
Democráticas, a Constituição Federal prescreve que
(A) o estado de sítio e o estado de defesa podem ser decretados pelo Presidente da República, desde
que previamente autorizados pelo Congresso Nacional, por maioria absoluta dos membros de cada Casa
Legislativa.
(B) o estado de sítio pode ser decretado para preservar ou prontamente restabelecer, em locais
restritos e determinados, a ordem pública ou a paz social ameaçadas por grave e iminente instabilidade
institucional ou atingidas por calamidades de grandes proporções na natureza.
(C) o decreto que instituir o estado de defesa deve, dentre outros requisitos, especificar as medidas
coercitivas que vigorarão no período de sua vigência, dentre as quais são admissíveis restrições aos
direitos de sigilo de correspondência, de sigilo de comunicação telegráfica e telefônica e de reunião.
(D) o estado de sítio é uma limitação circunstancial ao poder constituinte reformador, uma vez que a
Constituição Federal não pode ser emendada durante sua vigência, ao contrário do estado de defesa,
que não impede a aprovação de emendas constitucionais no período.
(E) o decreto que instituir o estado de sítio deve indicar as garantias constitucionais que ficarão
suspensas no período de sua vigência, sendo vedado, contudo, o estabelecimento de restrições relativas
à liberdade de imprensa, radiodifusão e televisão.

549. (EBSERH - Advogado - INSTITUTO AOCP/2016) A respeito das disposições constitucionais


acerca da defesa do Estado e das instituições democráticas, assinale a alternativa correta.
(A) O Presidente da República pode, ouvidos o Conselho da República e o Conselho de Defesa
Nacional, solicitar ao Congresso Nacional autorização para decretar o estado de defesa nos casos de
declaração de estado de guerra ou resposta à agressão armada estrangeira.
(B) Decretado o estado de defesa ou sua prorrogação, o Presidente da República, dentro de vinte e
quatro horas, submeterá o ato com a respectiva justificação ao Congresso Nacional, que decidirá por
maioria absoluta.

129
(C) O Presidente da República, ao solicitar autorização para decretar o estado de sítio ou sua
prorrogação, relatará os motivos determinantes do pedido, devendo o Congresso Nacional decidir por
maioria simples.
(D) Na vigência do estado de sítio decretado no caso de comoção grave de repercussão nacional ou
ocorrência de fatos que comprovem a ineficácia de medida tomada durante o estado de defesa, poderão
ser tomadas contra as pessoas as medidas consistentes em detenção em edifício destinado a acusados
ou condenados por crimes comuns e intervenção em empresas privadas.
(E) Na vigência do estado de defesa, a prisão ou detenção de qualquer pessoa não poderá ser superior
a vinte dias, salvo quando autorizada pelo Poder Judiciário.

550. (Câmara de Natal/RN - Guarda Legislativo - COMPERVE/2016) De acordo com o exposto na


Constituição Federal de 1988, o Presidente da República pode, ouvidos o Conselho da República e o
Conselho de Defesa Nacional, decretar estado de defesa para preservar ou prontamente restabelecer,
em locais restritos e determinados, a ordem pública ou a paz social ameaçadas por grave e iminente
instabilidade institucional ou atingidas por calamidades de grandes proporções na natureza. Diante disso,
na vigência do estado de defesa, a Constituição determina que

(A) pode haver restrições ao sigilo de comunicação telegráfica e telefônica.


(B) é impossível se estabelecer restrições aos direitos de reunião.
(C) a prisão ou detenção de qualquer pessoa poderá ser superior a dez dias.
(D) é permitida a incomunicabilidade do preso.

551. (TJ/MG - Titular de Serviços de Notas e de Registros - CONSULPLAN/2016) Na vigência do


estado de sítio, decretado em virtude de comoção grave de repercussão nacional, poderão ser tomadas
as seguintes medidas contra as pessoas, EXCETO:
(A) Restrições relativas ao sigilo das comunicações.
(B) Restrições relativas à inviolabilidade das correspondências.
(C) Restrições relativas à liberdade de imprensa.
(D) Restrição à difusão autorizada pela Casa do pronunciamento de parlamentares.

552. (TJ/PA - Titular de Serviços de Notas e de Registros - IESES/2016) Por Estado de Sítio
entende-se a situação de comoção interna ou externa sofrida pelo Estado, que enseja a suspensão
temporária de garantias individuais, a fim de preservar a ordem constituída, que se encontra perturbada
por motivo de comoção grave de repercussão nacional ou por situação de beligerância com Estado
estrangeiro. Referida situação acarreta a suspensão temporária e localizada das garantias individuais.
Assinale a alternativa INCORRETA que não representa uma medida a ser tomada no curso do Estado de
Sítio:
(A) Restrições relativas à inviolabilidade da correspondência, ao sigilo das comunicações, à prestação
de informações e à liberdade de imprensa, radiodifusão e televisão, na forma da lei.
(B) Detenção em edifício não destinado a acusados ou condenados por crimes comuns.
(C) Suspensão da liberdade de reunião; intervenção nas empresas de serviços privados; requisição
de bens.
(D) Obrigação de permanência em localidade determinada.

553. (Câmara Municipal do Rio de Janeiro - Consultor Legislativo - Pref. do Rio de


Janeiro/RJ/2015) Segundo a Constituição da República Federativa do Brasil, na vigência do Estado de
Defesa, é:
(A) vedada a prisão superior a 5 (cinco) dias
(B) permitida a incomunicabilidade do preso
(C) vedada a detenção de qualquer pessoa
(D) vedada a incomunicabilidade do preso

554. (Marinha do Brasil - Serviço Auxiliar Voluntário - MARINHA DO BRASIL/2017) De acordo


com a Constituição da República Federativa do Brasil (1988), as Forças Armadas, constituídas pela
Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares,
organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do
(A) Presidente da República
(B) Ministro da Defesa
(C) Comandante da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

130
(D) Conselho de Defesa Nacional
(E) Conselho Militar de Defesa.

555. (Marinha do Brasil - Serviço Auxiliar Voluntário - MARINHA DO BRASIL/2017) Segundo a


Constituição da República Federativa do Brasil (1988), coloque F (falso) ou V (verdadeiro) nas afirmativas
abaixo, com relação as disposições aos membros das Forças Armadas, assinalando a seguir a opção
correta.
( ) ao militar são proibidas a sindicalização e a greve.
( ) o militar, enquanto em serviço ativo, pode estar filiado a partidos políticos.
( ) o oficial nunca perderá o posto e a patente, mesmo sendo julgado indigno ao oficialato.
( ) as patentes, com prerrogativas, direitos e deveres a elas inerentes são asseguradas em plenitude
apenas aos oficiais da ativa, sendo-lhes privativos os títulos e postos militares e o uso dos uniformes das
Forças Armadas.

(A) V, F, V, F
(B) V, V, V, F
(C) F, V, V, V
(D) V, F, F, F
(E) F, V, F, V

556. (Prefeitura de Cláudio/MG - Guarda Municipal - FUNDEP/2016) Segundo a Constituição da


República Federativa do Brasil, os membros das Forças Armadas são denominados militares. São
disposições constitucionais aplicáveis aos membros das Forças Armadas, EXCETO:
(A) Ao militar, são proibidas a sindicalização e a greve.
(B) O militar, enquanto em serviço ativo, não pode estar filiado a partido político.
(C) Ao militar da ativa não é deferido o direito de liberdade de associação.
(D) As patentes, com prerrogativas, direitos e deveres a elas inerentes, são conferidas pelo Presidente
da República.

557. (PC/SC - Delegado de Polícia - ACAFE) As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo
Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base
na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à
defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da
ordem. Considerando o previsto constitucionalmente acerca do assunto, analise as afirmações a seguir
e assinale a alternativa correta.
I. Ao militar são permitidas a sindicalização mas, enquanto em serviço ativo, não pode estar filiado a
partidos políticos.
II. O oficial perderá o posto e a patente se for julgado indigno do oficialato ou com ele incompatível por
decisão de tribunal militar especial, em tempo de paz ou de guerra.
III. As mulheres e os eclesiásticos ficam isentos do serviço militar obrigatório em tempo de guerra,
sujeitos, porém, a outros encargos que a lei lhes atribuir.
IV. Não caberá habeas corpus em relação a punições disciplinares militares.
V. Os membros das Forças Armadas são denominados militares.
(A) Todas as afirmações estão corretas.
(B) Apenas IV e V estão corretas.
(C) Apenas II e III estão corretas.
(D) Apenas III e IV estão corretas.
(E) Apenas I, II e III estão corretas.

558. (TJ/PA - Juiz de Direito Substituto - VUNESP) Segundo o que estabelece o texto constitucional
em relação às forças armadas, é correto afirmar que
(A) o oficial condenado na justiça comum ou militar a pena privativa de liberdade superior a dois anos,
por sentença transitada em julgado, será submetido a julgamento por Tribunal Militar e só perderá o posto
e a patente se for julgado indigno do oficialato ou com ele incompatível.
(B) o oficial condenado na justiça comum ou militar a pena privativa de liberdade superior a um ano,
por sentença transitada em julgado, será submetido a julgamento por Tribunal Militar e só perderá o posto
e a patente se for julgado indigno do oficialato ou com ele incompatível.
(C) a sindicalização é direito do militar, sendo vedada a greve.

131
(D) o militar, mesmo em serviço ativo, pode estar filiado a partidos políticos, exceto os Comandantes
da Marinha, Exército e Aeronáutica.
(E) o oficial condenado na justiça comum, por sentença transitada em julgado, perderá
automaticamente o posto e a patente.

559. (PC/SE - Escrivão Substituto - IBFC) A respeito do capítulo “Das Forças Armadas”, previsto na
Constituição Federal, assinale a alternativa INCORRETA:
(A) O militar, enquanto em serviço ativo, somente pode se filiar a partidos políticos após dez anos em
atividade.
(B) Ao militar são proibidas a sindicalização e a greve.
(C) As mulheres e os eclesiásticos ficam isentos do serviço militar obrigatório em tempo de paz,
sujeitos, porém, a outros encargos que a lei lhes atribuir.
(D) O oficial só perderá o posto e a patente se for julgado indigno do oficialato ou com ele incompatível,
por decisão de tribunal militar de caráter permanente, em tempo de paz, ou de tribunal especial, em tempo
de guerra.

560. (TJ-SP – Juiz - VUNESP) Sobre as Forças Armadas, é correto afirmar que
(A) ao militar é proibida a greve, mas não a sindicalização.
(B) enquanto no serviço ativo, o militar pode estar filiado a partido político desde que não ocupe cargo
de direção.
(C) o militar em atividade, que tomar posse em cargo ou emprego público civil permanente, será
transferido para a reserva, nos termos da lei.
(D) em tempo de guerra, os eclesiásticos ficam isentos do serviço militar obrigatório.

561. (TJM/SP - Escrevente Técnico Judiciário - VUNESP/2017) Nos termos da Constituição Federal,
os policiais militares estaduais têm, entre suas funções,
(A) a segurança nacional, se o caso.
(B) a garantia dos poderes constitucionais.
(C) a preservação da ordem pública.
(D) a de polícia judiciária.
(E) a apuração de infrações penais.

562. (SJC/SC - Agente de Segurança Socioeducativo - FEPESE/2016) De acordo com a


Constituição Federal, a segurança pública é composta pelos seguintes órgãos:
1. Bombeiro militar
2. Defesa civil
3. Polícia federal
Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.
(A) É correta apenas a afirmativa 1.
(B) São corretas apenas as afirmativas 1 e 2.
(C) São corretas apenas as afirmativas 1 e 3.
(D) São corretas apenas as afirmativas 2 e 3.
(E) São corretas as afirmativas 1, 2 e 3.

563. (Câmara de Natal/RN - Guarda Legislativo - COMPERVE/2016) A segurança pública, dever do


Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da
incolumidade das pessoas e do patrimônio, por meio de órgãos variados, dentre eles a polícia federal,
cujas competências envolvem
(A) exercer, sem exclusividade, as funções de polícia judiciária da União e atuar no patrulhamento
ostensivo das ferrovias federais.
(B) prevenir e reprimir o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, não cabendo a esse órgão atuar
para prevenir e reprimir o contrabando e o descaminho.
(C) executar as funções de polícia marítima, aeroportuária e de fronteiras e exercer as atividades de
patrulhamento ostensivo das rodovias federais.
(D) apurar infrações penais contra a ordem política e social ou em detrimento de bens, serviços e
interesses da União ou de suas entidades autárquicas e empresas públicas.

564. (Câmara de Natal/RN - Guarda Legislativo - COMPERVE/2016) Além da polícia federal, outros
órgãos atuam para promover a segurança pública no âmbito do território brasileiro, como é o caso das

132
polícias civis, das polícias militares e corpos de bombeiros militares. A Constituição, tratando das diretrizes
referentes a esses entes, determinou que
(A) às polícias civis, dirigidas por delegados de polícia de carreira, incumbem, ressalvada a
competência da União, as funções de polícia judiciária e a apuração de infrações penais, exceto as
militares.
(B) às polícias civis, dirigidas por delegados de polícia de carreira, incumbem, ressalvada a
competência da União, as funções de polícia judiciária e a apuração de infrações penais, inclusive das
militares.
(C) as polícias militares e corpos de bombeiros militares, forças auxiliares e reserva do Exército,
subordinam-se, juntamente com as polícias civis, aos Prefeitos e Governadores dos Estados.
(D) as polícias militares e corpos de bombeiros militares, forças auxiliares e reserva do Exército,
subordinam-se, juntamente com as polícias civis, ao Presidente da República, Prefeitos e Governadores
dos Estados.

565. (PC/DF - Perito Criminal - IADES/2016) A segurança pública é dever do Estado e direito e
responsabilidade de todos. É exercida pela Polícia Federal e por outros órgãos, com base na Constituição
Federal, para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. Acerca
desse tema, assinale a alternativa correta.
(A) Juntamente com a Polícia Civil, cabe à Polícia Federal exercer funções de Polícia Judiciária da
União.
(B) A Polícia Federal é um órgão permanente, organizado e mantido pela União, e estruturado em
carreira que se destina, na forma da lei, ao patrulhamento ostensivo das rodovias federais.
(C) As Polícias Federais, Militares e os Corpos de Bombeiros Militares, as forças auxiliares e a reserva
do Exército subordinam-se, juntamente com as Polícias Civis, aos governadores dos estados, do Distrito
Federal e dos territórios.
(D) À Polícia Federal cabe apurar as infrações penais contra a ordem política e social ou em detrimento
de bens, serviços e interesses da União ou de suas entidades autárquicas e empresas públicas.
(E) Às Polícias Civis incumbe, ressalvada a competência da União, a apuração de infrações penais,
incluindo as militares.

Gabarito

495.Errado / 496.D / 497.D / 498.D / 499.C / 500.B / 501.B / 502.A / 503.B / 504.A / 505.C / 506.C /
507.B / 508.C / 509.B / 510.A / 511.D / 512.D / 513.D / 514.C / 515.C / 516.E / 517.D / 518.E / 519.A /
520.E / 521.C / 522.C / 523.C / 524.C / 525.A / 526.D / 527.D / 528.D / 529.C / 530.A / 531.D / 532.B /
533.D / 534.A / 535.C / 536.E / 537.C / 538.D / 539.A / 540.A / 541.D / 542.A / 543.A / 544. C / 545.B /
546.Certo / 547.D / 548 C / 549. B / 550. A / 551. D / 552. C / 553. D / 554. A / 555. D / 556. C / 557. B /
558. A / 559. A / 560. C / 561.C / 562.C / 563.D / 564.A / 565.D

Noções de Direito Administrativo

Questões

566. (DPE/RS - Defensor Público - FCC) Sobre os poderes administrativos, é correto afirmar:
(A) Os atos administrativos decorrentes do exercício do poder discricionário não são passíveis de
apreciação judicial.
(B) A possibilidade de o administrador interpretar a lei equivale ao exercício do poder administrativo
discricionário.
(C) O poder administrativo discricionário pressupõe que a norma legal apresente conceitos jurídicos
indeterminados, mas determináveis.
(D) A doutrina dos motivos determinantes estabelece que o administrador deve enunciar os motivos
de fato que ensejaram o ato administrativo discricionário.
(E) O motivo, como pressuposto do ato administrativo decorrente do poder discricionário, poderá vir
expresso em lei ou deixado à escolha do administrador.

133
567. (TJ/RJ- Analista Judiciário - FGV) Prefeito municipal praticou ato administrativo escolhendo, por
meio de critérios de oportunidade e conveniência, quais ruas da cidade serão asfaltadas nos próximos
meses. Foi-lhe permitido estabelecer tais prioridades a partir do poder administrativo:
(A) vinculado;
(B) hierárquico;
(C) normativo;
(D) discricionário;
(E) regulamentar.

568. (ANS - Técnico em Regulação de Saúde Suplementar - FUNCAB/2016) No tocante aos


poderes administrativos pode-se afirmar que a delegação e avocação decorrem do poder:
(A) hierárquico.
(B) discricionário.
(C) disciplinar.
(D) regulamentar.
(E) de polícia.

569. (MPOG - Atividade Técnica - FUNCAB). Delegação e avocação são institutos relacionados ao
poder interno e permanente da Administração Pública denominada:

(A) disciplinar.
(B) restritivo.
(C) policial.
(D) consultivo.
(E) hierárquico.

570. (Câmara Municipal de Caruaru/PE - Analista Legislativo - FGC) A Administração Pública


escalona, em plano vertical, seus órgãos e agentes com o objetivo de organizar a função administrativa,
por meio do poder
(A) disciplinar.
(B) de polícia.
(C) regulamentar.
(D) hierárquico.
(E) vinculado.

571. (MPE/RN -Técnico do Ministério Público Estadual - COMPERVE/2017) Os poderes inerentes


à Administração Pública são necessários para que ela sobreponha a vontade da lei à vontade individual,
o interesse público ao privado. Nessa perspectiva,
(A) no exercício do poder disciplinar, são apuradas infrações e aplicadas penalidades aos servidores
públicos sempre por meio de procedimento em que sejam asseguradas a ampla defesa e o contraditório.
(B) no exercício do poder normativo, são editados decretos regulamentares estabelecendo normas
ultra legem, inovando na ordem jurídica para criar direitos e obrigações.
(C) o poder de polícia, apesar de possuir o atributo da coercibilidade, carece do atributo da
autoexecutoriedade, de modo que a Administração Pública deve sempre recorrer ao judiciário para
executar suas decisões.
(D) o poder conferido à Administração Pública é uma faculdade que a Constituição e a lei colocam à
disposição do administrador, que o exercerá de acordo com sua livre convicção.

572. (PC/PE - Delegado de Polícia - CESPE/2016) Acerca dos poderes e deveres da administração
pública, assinale a opção correta.
(A) A autoexecutoriedade é considerada exemplo de abuso de poder: o agente público poderá impor
medidas coativas a terceiros somente se autorizado pelo Poder Judiciário.
(B) À administração pública cabe o poder disciplinar para apurar infrações e aplicar penalidades a
pessoas sujeitas à disciplina administrativa, mesmo que não sejam servidores públicos.
(C) Poder vinculado é a prerrogativa do poder público para escolher aspectos do ato administrativo
com base em critérios de conveniência e oportunidade; não é um poder autônomo, devendo estar
associado ao exercício de outro poder.
(D) Faz parte do poder regulamentar estabelecer uma relação de coordenação e subordinação entre
os vários órgãos, incluindo o poder de delegar e avocar atribuições.

134
(E) O dever de prestar contas aos tribunais de contas é específico dos servidores públicos; não é
aplicável a dirigente de entidade privada que receba recursos públicos por convênio.

573. (MPOG - Atividade Técnica - FUNCAB) A aplicação da penalidade de demissão a um servidor


público exemplifica o exercício de um dos poderes da Administração Pública. O referido poder denomina-
se
(A) de polícia.
(B) disciplinar.
(C) hierárquico.
(D) regulamentar.
(E) delegatório.

574. (MJ - Gerente de Projetos em Tecnologia da Informação - FUNCAB) São poderes cujo
exercício tem efeitos apenas no âmbito interno da Administração Pública:
(A) hierárquico e regulamentar.
(B) hierárquico e disciplinar.
(C) disciplinar e regulamentar.
(D) regulamentar e de polícia.
(E) disciplinar e de polícia.

575. (PC/AC - Escrivão de Polícia Civil - IBADE/2017) Considerando os Poderes e Deveres da


Administração Pública e dos administradores públicos, é correta a seguinte afirmação:
(A) O dever-poder normativo viabiliza que o Chefe do Poder Executivo expeça regulamentos para a
fiel execução de leis.
(B) O dever-poder de polícia, também denominado de dever-poder disciplinar ou dever-poder da
supremacia da administração perante os súditos, é a atividade da administração pública que, limitando
ou disciplinando direito, interesse ou liberdade, regula a prática de ato ou abstenção de fato, em razão de
interesse público concernente à segurança, à higiene, à ordem, aos costumes, à disciplina da produção
e do mercado, ao exercício de atividades econômicas dependentes de concessão ou autorização do
Poder Público, à tranquilidade pública ou ao respeito à propriedade e aos direitos individuais ou coletivos.
(C) Verificado que um agente público integrante da estrutura organizacional da Administração Pública
praticou uma infração funcional, o dever-poder de polícia autoriza que seu superior hierárquico aplique
as sanções previstas para aquele agente.
(D) O dever-poder de polícia pressupõe uma prévia relação entre a Administração Pública e o
administrado. Esta é a razão pela qual este dever-poder possui por fundamento a supremacia especial.
(E) A possibilidade do chefe de um órgão público emitir ordens e punir servidores que desrespeitem o
ordenamento jurídico não possui arrimo no dever-poder de polícia, mas sim no dever-poder normativo.

576. (Prefeitura de Rio de Janeiro/RJ - Administrador - RJ/2016) Ao editar leis, o Poder Legislativo
nem sempre possibilita que elas sejam executadas. Cumpre, então, à Administração criar os mecanismos
de complementação das leis indispensáveis a sua efetiva aplicabilidade. Essa atividade é definida pela
doutrina como base do exercício do poder:
(A) regulamentar
(B) hierárquico
(C) disciplinar
(D) vinculado

577. (PC/PA - Escrivão de Polícia Civil - FUNCAB/2016) No que se refere aos poderes da
Administração Pública, é correto afirmar que:
(A) praticado o ato por autoridade, no exercício de competência delegada, contra a autoridade
delegante caberá mandado de segurança, ou outra medida judicial, por ser detentora da competência
originária.
(B) o Poder regulamentar deverá ser exercido nos limites legais, sem inovar no ordenamento jurídico,
expedindo normas gerais e abstratas, permitindo a fiel execução das leis, minudenciando seus termos.
(C) o Poder Hierárquico é o escalonamento vertical típico da administração direta. Desta forma, a
aplicação de uma penalidade pelo poder executivo da União a uma concessionária de serviço público é
uma forma de manifestação deste Poder.
(D) tanto a posição da doutrina, quanto da jurisprudência são pacíficas sobre a possibilidade de edição
dos regulamentos autônomos, mesmo quando importarem em aumento de despesas.

135
(E) decorre do Poder Hierárquico a punição de um aluno de uma universidade pública pelo seu reitor,
uma vez que este é o chefe da autarquia educacional, sendo competência dele a punição dos alunos
faltosos.

578. (TRT 8ª Região (PA e AP) - Técnico Judiciário - CESPE/2016) Assinale a opção correta, a
respeito dos poderes da administração.
(A) A autoexecutoriedade inclui-se entre os poderes da administração
(B) A existência de níveis de subordinação entre órgãos e agentes públicos é expressão do poder
discricionário
(C) Poder disciplinar da administração pública e poder punitivo do Estado referem-se à repressão de
crimes e contravenções tipificados nas leis penais.
(D) O poder regulamentar refere-se às competências do chefe do Poder Executivo para editar atos
administrativos normativos.
(E) O poder de polícia não se inclui entre as atividades estatais administrativas.

579. (TRE/RR - Técnico Judiciário - FCC) A edição de atos normativos de efeitos internos, com o
objetivo de ordenar a atuação dos órgãos subordinados decorre do poder
(A) disciplinar.
(B) regulamentar.
(C) hierárquico.
(D) de polícia.
(E) normativo.

580. (CFESS - Assistente Técnico Administrativo - CONSULPLAN/2017) Quando a Administração


Pública aplica penalidade de cassação da carteira de motorista ao particular que descumpre as regras de
direção de veículos configura-se o exercício do poder
(A) de polícia.
(B) disciplinar.
(C) ordinatório.
(D) regulamentar

581. (IF/BA - Assistente em Administração - FUNRIO/2016) O poder de polícia tem atributos


específicos e peculiares ao seu exercício, sendo eles:
(A) discricionariedade, autoexecutoriedade e coercibilidade.
(B) imperatividade, direção e coercibilidade.
(C) objetividade, imperatividade e autoexecutoriedade.
(D) exclusividade, coercibilidade e objetividade.
(E) discricionariedade, tempestividade e direção.

582. (Prefeitura de Curitiba/PR - Procurador - UFPR) Sobre o poder de polícia, é correto afirmar:
(A) Um dos fundamentos do poder de polícia é o princípio da supremacia do interesse público sobre o
particular.
(B) O poder de polícia é uma das manifestações subjetivas da Administração Pública.
(C) O princípio da proporcionalidade é um dos limites impostos ao exercício do poder de polícia, porém
a ele (poder da polícia) não se aplica o princípio da motivação, por ser uma atividade de cunho
discricionário.
(D) São características do poder de polícia a coercibilidade, a autoexecutoriedade e a eficácia, esta
considerada como a relação entre o direito individual e o dano a ser prevenido.
(E) A competência do agente, por se situar no plano da eficácia da medida de polícia, deve ser
observada, sob pena de ilegalidade da atuação administrativa.

583. (Prefeitura de Rio Grande da Serra/SP - Procurador - IMES) São características inerentes ao
poder de polícia da Administração Pública:
(A) legalidade, impessoalidade e facultatividade.
(B) moralidade, coatividade e proporcionalidade.
(C) autoexecutoriedade, discricionariedade e coercibilidade.
(D) eficiência, imperatividade e derrogabilidade.

136
584. (PC/SE - Delegado de Polícia – CESPE/2018) Acerca do poder de polícia — poder conferido à
administração pública para impor limites ao exercício de direitos e de atividades individuais em função do
interesse público —, julgue o próximo item.
O poder de polícia é indelegável.
( ) Certo ( ) Errado

585. (TJ/SC - Analista Administrativo - FGV/2018) Os procedimentos licitatórios devem observar os


princípios constitucionais aplicáveis à Administração Pública, sejam os expressos, sejam os implícitos, os
princípios específicos previstos na Lei nº 8.666/93 e aqueles que lhe são correlatos, dentre eles, o:
(A) do julgamento subjetivo, eis que o licitante contratado será escolhido de acordo com suas aptidões
pessoais;
(B) do sigilo das propostas, que são mantidas de forma sigilosa até a abertura dos envelopes em
sessão pública;
(C) da publicidade imediata de todos os atos do processo, como edital, propostas e assinatura do
contrato;
(D) da vinculação ao instrumento convocatório, pois o edital é a lei interna daquela licitação, podendo
até dispor de forma contrária à lei;
(E) da isonomia, pois os licitantes devem ter as mesmas oportunidades, sendo permitido ao poder
público fixar no edital quaisquer requisitos para a participação no certame.

586. (EMAP - Analista Portuário - CESPE/2018) A respeito de finalidades e princípios norteadores


da licitação, julgue o item a seguir.

A legislação norteadora dos princípios da licitação veda toda e qualquer cláusula restritiva de
participação no procedimento licitatório.
( ) Certo ( ) Errado

587. (MDS - Atividades Técnicas de Suporte - Nível III - CETRO). São princípios básicos de licitação,
tratados na Lei nº 8.666/1993, exceto:
(A) Legalidade.
(B) Impessoalidade.
(C) Moralidade.
(D) Publicidade.
(E) Sigilo.

588. (Prefeitura de Cuiabá/MT - Profissional de Nível Superior - Contador - FGV). De acordo com
a Lei nº 8.666/93, entre os objetivos da licitação estão
(A) a garantia da observância dos princípios constitucionais da legalidade e da proporcionalidade.
(B) a seleção da proposta mais vantajosa para a administração e a promoção do desenvolvimento
nacional sustentável.
(C) o desenvolvimento das empresas nacionais e a melhor distribuição de renda.
(D) a promoção do desenvolvimento nacional sustentável e o desenvolvimento das empresas
nacionais.
(E) a garantia da observância do princípio constitucional da igualdade e a geração de empregos.

589. (IF/BA - Assistente em Administração - FUNRIO). Dentre os princípios básicos da licitação,


aquele em que, uma vez estabelecidas as regras do certame, nem licitante, nem Administração Pública
delas podem se afastar é
(A) subjetividade.
(B) conservadorismo.
(C) vinculação ao instrumento convocatório.
(D) adjudicação compulsória.
(E) julgamento básico.

590. (CRM-PR - Assistente Administrativo - Quadrix). De acordo com a Lei nº 8.666/93, a


celebração de contratos com terceiros na Administração Pública deve ser necessariamente precedida de
licitação, ressalvadas as hipóteses de dispensa e de inexigibilidade de licitação. Alguns princípios básicos
norteiam os procedimentos licitatórios. Aquele que obriga a Administração a observar nas suas decisões

137
critérios objetivos previamente estabelecidos, afastando a discricionariedade e o subjetivismo na
condução dos procedimentos da licitação, é o:
(A) Princípio da Legalidade.
(B) Princípio da Isonomia.
(C) Princípio da Impessoalidade.
(D) Princípio da Probidade Administrativa.
(E) Princípio da Celeridade

591. (CFM - Assistente Administrativo - IADES/2018) Com base na Lei n° 8.666/1993, que instituiu
normas para licitações e contratos da Administração Pública, assinale a alternativa que apresenta a
definição de uma compra.
(A) Reforma, fabricação ou recuperação de um bem.
(B) Toda aquisição remunerada de bens para fornecimento de uma só vez ou parceladamente.
(C) Toda transferência de domínio de bens a terceiros.
(D) Toda atividade destinada a obter determinada utilidade de interesse para a Administração.
(E) Reparação, adaptação e manutenção de um equipamento.

592. (UFPA - Assistente em Administração - CEPS-UFPA/2018) A Lei nº 8.666/93 que regulamenta


o art. 37, inciso XXI da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração
Pública e dá outras providências. O conjunto de elementos necessários e suficientes, com nível de
precisão adequado, para caracterizar a obra ou o serviço, ou complexo de obras ou serviços objeto da
licitação, elaborado com base nas indicações dos estudos técnicos preliminares, que assegurem a
viabilidade técnica e o adequado tratamento do impacto ambiental do empreendimento, e que possibilitem
a avaliação do custo da obra e a definição dos métodos e do prazo de execução é chamado de
(A) alienação de bens.
(B) projeto básico.
(C) tombamento.
(D) nota de empenho.
(E) inventário.

593. (DPE/SP - Administrador - FCC) Sobre os contratos de gestão, é correto afirmar:


(A) A elaboração do contrato de gestão deve observar os princípios constitucionais da legalidade,
impessoalidade, moralidade, publicidade e economicidade.
(B) Os contratos de gestão foram criados para o controle entre órgãos da Administração direta.
(C) As Organizações Sociais, quando estabelecem contratos de gestão, não são controladas pelas
Controladorias Gerais e pelos Tribunais de Contas.
(D) As Organizações Sociais não necessitam realizar licitações públicas, ainda que recebam repasses
governamentais.
(E) Os contratos de gestão incluem as metas a serem alcançadas, mas não o cronograma para a sua
execução, que será definido por uma comissão após o momento da contratualização.

594. (TJ/SP- Juiz Substituto - VUNESP) Sobre os Contratos Administrativos, é correto afirmar:
(A) na licitação na modalidade de pregão, regulada pela Lei nº 10.520/02, apenas após o encerramento
da etapa competitiva o pregoeiro verificará a documentação do licitante vencedor, quando então deverá
verificar sua habilitação jurídica, fiscal, técnica, econômica e a validade de sua garantia de proposta.
(B) a contratação integrada compreende a elaboração e o desenvolvimento dos projetos básico e
executivo, a execução de obras e serviços de engenharia, a montagem, a realização de testes, a pré- -
operação e todas as demais operações necessárias e suficientes para a entrega final do objeto.
(C) ressalvada a hipótese de contratação integrada nos demais regimes de execução é proibida a
participação do autor do projeto básico como consultor ou técnico, nas funções de fiscalização, supervisão
ou gerenciamento, na licitação de obra ou serviço ou na sua execução.
(D) a Ata de Registro de preços constitui modalidade de licitação para contratações cujo orçamento
estimado não alcance o valor que obriga a adoção da modalidade concorrência.

595. (IF Sudeste/MG - Auditor - FCM). A Lei de Licitações nº 8.666/93 determina que
(A) para a fase de habilitação nas licitações, é facultativa a exigência de habilitação jurídica aos
licitantes.
(B) a Administração não poderá utilizar a tomada de preços e a concorrência nos casos em que couber
convite.

138
(C) é dispensável a licitação para obras e serviços de engenharia de valor até R$ 150.000,00 (cento e
cinquenta mil reais).
(D) os licitantes poderão impugnar os termos do edital de licitação até a fase de homologação do
certame pela autoridade competente.
(E) estão sujeitas à nulidade as aquisições feitas sem a adequada caracterização de seu objeto e
indicação dos recursos orçamentários para seu pagamento.

596. (IBGE - Analista - Recursos Materiais e Logística - FGV). A Lei nº 8.666/93 dispõe que compra
é toda aquisição remunerada de bens para fornecimento de uma só vez ou parceladamente. Nesse
contexto, o citado diploma legal estabelece que as compras, sempre que possível, deverão atender ao
princípio da:
(A) economicidade, que pode gerar o fracionamento do objeto da licitação, inclusive com a alteração
da modalidade de licitação inicialmente exigida para a execução de todo objeto da contratação, que levará
em conta o valor de cada licitação isoladamente;
(B) indivisibilidade, segundo o qual não pode a licitação ser subdividida em parcelas, ainda que para
aproveitar as peculiaridades do mercado, devendo ser firmado um só contrato que tenha por objeto todas
as partes, itens e parcelas da compra;
(C) padronização, que impõe compatibilidade de especificações técnicas e de desempenho, devendo
ser apontadas no instrumento convocatório as características técnicas uniformes do bem a ser adquirido,
bem como as exigências de manutenção, assistência técnica e garantia;
(D) divisibilidade da licitação, que pode gerar, inclusive, a dispensa ou inexigibilidade de licitação, de
acordo com o valor de cada contrato considerado isoladamente que será firmado a partir de cada licitação
autônoma;
(E) especificação, segundo o qual todas as partes, itens e parcelas da compra devem conter
especificações técnicas com a indicação da marca exigida, para compatibilizar o melhor preço com a
qualidade do produto.

597. (IF-AP - Administrador - FUNIVERSA). As compras na Administração Pública obedecem às


normas da legislação de licitações. A propósito desse assunto, é correto afirmar que as compras devem
(A) se diferençar das condições de aquisição e pagamento do setor privado.
(B) ser efetuadas preferencialmente à vista, independentemente das peculiaridades do mercado.
(C) ser processadas por meio de sistema de registro de preços, que terá validade por pelo menos dois
anos.
(D) ser contratadas com base nos preços registrados.
(E) ser efetuadas mediante especificação completa do bem a ser adquirido, sem indicação de marca.

598. (TCE/CE - Técnico de Controle Externo-Auditoria de Tecnologia da Informação - FCC). Um


cidadão que avaliava o quadro geral de preços de um edital de licitação identificou que esses preços
estavam em desconformidade com os praticados no mercado e pediu a impugnação. Segundo a Lei no
8.666/1983,
(A) cabe somente a um agente da entidade licitadora a impugnação de licitações.
(B) cabe somente a um agente da Administração pública a impugnação de licitações.
(C) um cidadão pode solicitar a impugnação em razão de o preço geral está em desacordo com o
mercado.
(D) só poderá haver impugnação nas compras para entrega imediata.
(E) só poderá haver impugnação nas compras com entrega até trinta dias após a ata da proposta.

599. (Prefeitura de Cuiabá/MT - Profissional de Nível Superior - Contador - FGV). Em relação às


compras, de acordo com a Lei nº 8.666/93, assinale a afirmativa incorreta.
(A) Os preços registrados deverão ser divulgados internamente pelo menos uma vez ao ano, para
orientação da Administração.
(B) A existência de preços registrados não obriga a Administração a firmar as contratações que deles
poderão advir, ficando-lhe facultada a utilização de outros meios, respeitada a legislação.
(C) Qualquer cidadão é parte legítima para impugnar preço em razão de incompatibilidade deste com
o preço vigente no mercado.
(D) As compras devem ser realizadas com caracterização adequada de seu objeto e indicação dos
recursos orçamentários para seu pagamento.

139
(E) Deverá ser dada publicidade à relação de todas as compras feitas pela Administração, de modo a
clarificar a identificação do bem comprado, seu preço unitário, a quantidade adquirida, o nome do
vendedor e o valor total da operação.

600. (ANAC - Técnico Administrativo - ESAF) É dispensável a licitação, exceto:


(A) nos casos de guerra ou grave perturbação da ordem.
(B) quando a licitação anterior foi deserta e não puder ser repetida sem prejuízo para a administração
pública, mantidas, neste caso, todas as condições preestabelecidas.
(C) no caso de alienação aos legítimos possuidores diretos de bem imóvel para fins residenciais
construídos em núcleos urbanos anexos a usinas hidrelétricas, desde que considerados dispensáveis na
fase de operação dessas unidades e não integrem a categoria de bens reversíveis ao final da concessão.
(D) para a aquisição ou restauração de obras de arte e objetos históricos de autenticidade certificada,
desde que compatíveis ou inerentes às finalidades do órgão ou entidade.
(E) na contratação realizada por empresa pública, ou sociedade de economia mista com suas
subsidiárias e controladas, para a aquisição ou alienação de bens, prestação ou obtenção de serviços,
desde que o preço contratado seja compatível com o praticado no mercado.

601. (UFSBA - Administrador - UFMT/2017). De acordo com a Lei nº 8.666/1993, a compra ou


locação de imóvel destinado ao atendimento das finalidades precípuas da Administração, cujas
necessidades de instalação e localização condicionem a sua escolha, desde que o preço seja compatível
com o valor de mercado, segundo avaliação prévia, é uma das hipóteses de
(A) dispensa de licitação.
(B) inexigibilidade de licitação.
(C) vedação de licitação.
(D) obrigatoriedade de licitação.

602. (IF/PE - Administrador - IF-PE/2017). A Inexigibilidade de Licitação pode ocorrer no seguinte


caso:
(A) Na contratação do fornecimento ou suprimento de energia elétrica, com concessionário ou
permissionário do serviço público de distribuição ou com produtor independente ou autoprodutor, segundo
as normas da legislação específica.
(B) Para a contratação de profissional de qualquer setor artístico, diretamente ou através de
empresário exclusivo, desde que, consagrado pela crítica especializada ou pela opinião pública.
(C) Para as compras de materiais de uso pelas Forças Armadas, com exceção de materiais de uso
pessoal e administrativo, quando houver necessidade de manter a padronização requerida pela estrutura
de apoio logístico dos meios navais, aéreos e terrestres, mediante parecer de comissão instituída por
Decreto.
(D) Na contratação de associação de portadores de deficiência física, sem fins lucrativos e de
comprovada idoneidade, por órgãos ou entidades da Administração Pública, para a prestação de serviços
ou fornecimento de mão de obra, desde que o preço contratado seja compatível com o praticado no
mercado.
(E) Para a aquisição ou restauração de obras de arte e objetos históricos, de autenticidade certificada,
desde que compatíveis ou inerentes às finalidades do órgão ou entidade.

603. (Prefeitura de Andradina/SP - Assistente Jurídico e Procurador Jurídico – VUNESP/2017).


A Administração Pública pretende a contratação de serviço técnico de natureza singular, na área de
publicidade e divulgação. Nessa hipótese, tendo em vista o disposto na Lei de Licitações e Contratos (Lei
no 8.666/93), essa contratação
(A) dispensa a licitação.
(B) deve ser feita por meio de licitação.
(C) pode ser feita por contratação direta, por inexigibilidade de licitação.
(D) pode ser feita sem licitação, desde que com empresa de notória especialização.
(E) pode dispensar a licitação, desde que seja contratado profissional, pessoa física, de notória
especialização.

604. (CISMEPAR7PR - Advogado – FAUEL). Aponte, abaixo, uma hipótese que NÃO representa
caso de inexigibilidade de licitação:
(A) Aquisição de materiais, equipamentos, ou gêneros que só possam ser fornecidos por produtor,
empresa ou representante comercial exclusivo.

140
(B) Nos casos de guerra ou grave perturbação da ordem.
(C) Contratação de serviço técnico de restauração de obras de arte, com profissionais ou empresas
de notória especialização.
(D) Contratação de profissional de qualquer setor artístico, diretamente ou através de empresário
exclusivo, desde que consagrado pela crítica especializada ou pela opinião pública.

605. (CRC-RO - Contador – FUNCAB). Em situação hipotética na qual seja possível para o ente
público licitar, mas a licitação - respeitado o interesse público - não seja conveniente nem oportuna, estará
configurada a:
(A) inviabilidade da competição.
(B) vedação da licitação.
(C) exigibilidade da licitação.
(D) dispensa da licitação.
(E) inexigibilidade da licitação.

606. (Colégio Pedro II - Engenheiro Área (Civil) – Acesso Público). A licitação é dispensável:
(A) para o fornecimento de bens e serviços, produzidos ou prestados no país, que envolvam,
cumulativamente, alta complexidade tecnológica e defesa nacional, mediante parecer de comissão
especialmente designada pela autoridade máxima do órgão.
(B) nos casos de emergência ou de calamidade pública para parcelas de obras e serviços que possam
ser concluídas no prazo máximo de 120 (cento e vinte) dias consecutivos e ininterruptos contados da
ocorrência da emergência ou calamidade, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período.
(C) para locação ou permissão de uso de bens imóveis de uso comercial de âmbito local com área até
350m² (trezentos e cinquenta metros quadrados) e inseridos no âmbito de programas de regularização
fundiária de interesse social desenvolvidos por órgãos ou entidades da administração pública.
(D) para contratação de obra complementar, desde que atendida a ordem de classificação da licitação
anterior e aceitas as mesmas condições oferecidas pelo licitante vencedor, inclusive quanto ao preço,
devidamente corrigido.
(E) para contratação de serviços técnicos relativos a treinamento e aperfeiçoamento de pessoal, com
profissionais ou empresas de notória especialização.

607. (Consórcio Intermunicipal Grande ABC - Gestor de Políticas Públicas Regionais – CAIP-
IMES). Convite é a modalidade de licitação:
(A) entre interessados no ramo pertinente ao objeto da licitação em número mínimo de dois, escolhidos
pela unidade administrativa, registrados, e convocados por escrito, no mínimo, com três dias de
antecedência.
(B) entre interessados no ramo pertinente ao objeto da licitação em número máximo de três, escolhidos
pela unidade administrativa, registrados ou não, e convocados por escrito, no mínimo, com dois dias de
antecedência.
(C) entre interessados no ramo pertinente ao objeto da licitação em número mínimo de três, escolhidos
pela unidade administrativa, registrados ou não, e convocados por escrito, no mínimo, com três dias de
antecedência.
(D) entre interessados no ramo pertinente ao objeto da licitação em número máximo de três, escolhidos
pela unidade administrativa, registrados, e convocados por escrito ou verbalmente, no mínimo, com trinta
dias de antecedência.

608. (ANS- Ativ. Tec. de Complexidade – Direito – FUNCAB) Relativamente às normas de


concessão de serviços públicos, a caducidade, entendida como:
(A) extinção natural do contrato pelo término do prazo pactuado.
(B) descumprimento das normas contratuais por culpa recíproca entre o concedente e o
concessionário.
(C) extinção do contrato decorrente por culpa exclusiva do contratado.
(D) decorre da extinção do contrato na hipótese de falência.
(E) retomada do serviço público pelo poder concedente por razões de interesse público.

609. (TRE/PE - Técnico Judiciário – Área Administrativa – CESPE/2017). O edital de licitação terá
de conter, obrigatoriamente,
(A) indicação das sanções para o caso de inadimplemento.
(B) a descrição técnica detalhada, minuciosa e exauriente do objeto da licitação.

141
(C) a indicação de que os critérios para julgamento serão informados após a fase de habilitação.
(D) condições de pagamento que estabeleçam preferência para empresas brasileiras.
(E) a previsão de irrecorribilidade das decisões da comissão de licitação.

610. (EBSERH - Advogado – IBFC/2017). Tomando por base as disposições da lei federal nº 8.666,
de 21/06/1993, assinale a alternativa correta sobre procedimento e julgamento
(A) Os tipos de licitação “melhor técnica” ou “técnica e preço” serão utilizados exclusivamente para
serviços de natureza predominantemente intelectual
(B) Os tipos de licitação “melhor técnica” ou “técnica e preço” serão utilizados preferencialmente para
serviços de natureza predominantemente material
(C) Os tipos de licitação “melhor técnica” ou “técnica e preço” serão utilizados para objetos de qualquer
natureza
(D) Os tipos de licitação “melhor técnica” ou “técnica e preço” serão utilizados preferencialmente para
serviços de natureza predominantemente artística
(E) Os tipos de licitação “melhor técnica” ou “técnica e preço” serão utilizados necessariamente para
serviços de natureza gerencial

611. (ANS - Técnico em Regulação de Saúde Suplementar – FUNCAB). Sobre o tema de anulação
e revogação da licitação, é correto afirmar que:
(A) a autoridade competente para aprovação do procedimento poderá anular a licitação por razões de
interesse público.
(B) a anulação do procedimento licitatório por motivo de ilegalidade jamais gera a obrigação de
indenizar.
(C) no caso de desfazimento do processo licitatório, fica assegurado o contraditório e a ampla defesa.
(D) a declaração de nulidade do contrato administrativo opera efeitos ex nunc.
(E) a revogação ou anulação do procedimento licitatório, inaplicável o contraditório e ampla defesa,
pois os atos da administração gozam de presunção legalidade e legitimidade.

612. (Câmara Municipal de Itatiba/SP - Auxiliar Administrativo – VUNESP). O processo que


equivale à aprovação do procedimento licitatório é denominado
(A) homologação.
(B) adjudicação.
(C) tomada de preços.
(D) classificação.
(E) habilitação.

613. (ALERJ - Especialista Legislativo - Engenharia Elétrica – FGV/2017). Em relação à duração


dos contratos administrativos, a Lei nº 8.666/93 dispõe que os contratos:
(A) em geral devem conter cláusula específica com seu prazo de duração, que pode ser de no máximo
vinte e quatro meses, permitida uma única prorrogação por período de até mais vinte e quatro meses;
(B) referentes a projetos, cujos produtos estejam contemplados nas metas estabelecidas no Plano
Plurianual, podem ser prorrogados se houver interesse da Administração e independentemente de que
isso tenha sido previsto no ato convocatório;
(C) cujos serviços são executados de forma contínua podem ter a sua duração prorrogada por iguais
e sucessivos períodos com vistas à obtenção de preços e condições mais vantajosas para a
Administração, limitada a sessenta meses;
(D) relativos ao aluguel de equipamentos e à utilização de programas de informática podem estender-
se pelo prazo de até doze meses após o final do termo inicial de vigência do contrato, desde que mantido
o mesmo valor unitário previsto no contrato inicial;
(E) consistentes em serviços de engenharia não admitem, em qualquer hipótese, prorrogação dos
prazos de início de etapas de execução, de conclusão e de entrega da obra, devendo o contratado
responder por perdas e danos caso não cumpra os prazos contratuais.

614. (TJ/RS - Analista Judiciário - (Ciências Jurídicas e Sociais) – FAURGS/2017). Sobre os


contratos administrativos, assinale a alternativa correta.
(A) Em relação à garantia a ser prestada, o contratado poderá optar por caução em dinheiro ou título
da dívida pública, seguro-garantia, fiança bancária ou hipoteca sobre imóvel.
(B) A declaração de nulidade do contrato administrativo opera efeitos ex nunc, ou seja, a partir da data
da anulação, vedado qualquer efeito retroativo.

142
(C) O contrato verbal com a Administração Pública é viável, desde que decorrente de procedimento
licitatório de convite, tomada de preços ou pregão e preços compatíveis com o valor de mercado.
(D) Em havendo alteração unilateral do contrato, as cláusulas econômico-financeiras deverão ser
revistas, para que se mantenha o equilíbrio contratual.
(E) O contrato poderá ser alterado unilateralmente pela Administração quando conveniente a
substituição da garantia da execução.

615. (TJ-SP - Titular de Serviços de Notas e de Registros – Remoção – VUNESP). Sobre os


contratos administrativos, assinale a alternativa correta.
(A) As cláusulas econômico-financeiras e monetárias não poderão ser alteradas sem prévia
concordância do contratado.
(B) É vedado o contrato verbal com a Administração.
(C) A Administração pode, por meio de cláusula contratual, renunciar à prerrogativa de rescindir
unilateralmente o contrato.
(D) A declaração de nulidade do contrato administrativo não opera efeitos retroativos nem desconstitui
os já produzidos.

616. (TJ/RS - Juiz de Direito Substituto – FAURGS). Sobre os contratos administrativos, assinale a
alternativa correta.
(A) A Lei nº 8.666/93 proíbe o contrato por prazo indeterminado e também diz que toda a prorrogação
de prazo deverá ser justificada por escrito e previamente autorizada pela autoridade competente para
celebrar o contrato.
(B) Os contratos administrativos podem ser rescindidos a qualquer tempo, discricionariamente, sem a
necessidade de justificar a medida.
(C) Nenhuma supressão de contrato administrativo pode ultrapassar 25% do valor inicial atualizado do
contrato, ainda que haja o consenso entre as partes.
(D) A aplicação das sanções administrativas, em contrato administrativo, tendo em vista o princípio da
ampla defesa, somente poderá se dar após a viabilização da defesa no prazo de 15 (quinze) dias.
(E) O recebimento definitivo da obra pelo Poder Público afasta a responsabilidade civil do contratado
pela solidez e segurança da mesma.

617. (TJ/MG - Titular de Serviços de Notas e de Registros – Provimento – CONSULPLAN). Quanto


aos contratos administrativos, é INCORRETO afirmar:
(A) Os contratos administrativos regulam-se pelas cláusulas e pelos preceitos de direito público, sendo
vedada a aplicação supletiva dos princípios da teoria geral dos contratos e as disposições de direito
privado.
(B) É cláusula necessária em todo contrato a vinculação ao edital de licitação.
(C) A critério da autoridade competente, em cada caso, e desde que prevista no instrumento
convocatório, poderá ser exigida prestação de garantia nas contratações de obras, serviços e compras.
(D) A publicação resumida do instrumento de contrato ou de seus aditamentos na imprensa oficial é
condição indispensável para sua eficácia.

618. (EBSERH - Advogado - INSTITUTO AOC) Sobre os contratos administrativos, assinale a


alternativa correta.
(A) Todo e qualquer contrato verbal com a Administração Pública é nulo.
(B) Todo contrato administrativo deve mencionar os nomes das partes e os de seus representantes, a
finalidade, o ato que autorizou a sua lavratura, o número do processo da licitação, da dispensa ou da
inexigibilidade, a sujeição dos contratantes às normas da Lei 8.666/93 e às cláusulas contratuais.
(C) Os contratos administrativos, com valor acima de R$1.000,00 devem ser publicados na Imprensa
Oficial, até o 10.º dia útil do mês subsequente à assinatura do contrato.
(D) É permitido contrato por prazo indeterminado com a Administração.
(E) Mesmo com justificativa, os contratos administrativos não podem ser alterados unilateralmente.

619. (PGE-RS - Procurador do Estado – FUNDATEC) Nos contratos administrativos, o fato do


príncipe
(A) enseja reequilíbrio econômico-financeiro do contrato somente quando originário do mesmo ente
federativo contratante.
(B) enseja indenização ao contratado por meio de providência adotada ao final do contrato.

143
(C) enseja reequilíbrio econômico-financeiro do contrato por meio de providência concomitante ou
adotada logo em seguida a sua ocorrência.
(D) não enseja direito à indenização em virtude da validade jurídica da medida adotada.
(E) não enseja direito à indenização ou reequilíbrio econômico-financeiro do contrato, tendo em vista
que não existe direito adquirido oponível a atos futuros do Poder Público.

620. (Prefeitura de Fronteira/ MG - Advogado – MÁXIMA) Sobre os contratos administrativos analise


as assertivas e assinale a CORRETA:
(A) A paralisação da obra, do serviço ou do fornecimento com justa causa e prévia comunicação à
Administração constitui motivo para rescisão do contrato administrativo.
(B) Constitui motivo para rescisão do contrato administrativo o atraso superior a 60 dias dos
pagamentos devidos pela Administração decorrentes de obras, serviços ou fornecimento, ou parcelas
destes, já recebidos ou executados, salvo em caso de calamidade pública, grave perturbação da ordem
interna ou guerra, assegurado ao contratado o direito de optar pela suspensão do cumprimento de suas
obrigações até que seja normalizada a situação.
(C) A rescisão administrativa ou amigável do contrato deverá ser precedida de autorização escrita e
fundamentada da autoridade competente.
(D) Ocorrendo impedimento, paralisação ou sustação do contrato, o cronograma de execução não será
prorrogado automaticamente.

621. (MPE/MS - Promotor de Justiça Substituto – MPE/M) Em relação aos contratos administrativos
é incorreto afirmar:
(A) Em situação de normalidade, se a Administração não pagar a parcela vencida em determinado
mês, após trinta dias da data, está o contratado autorizado a paralisar o serviço objeto do contrato,
alegando em seu favor a exceção de contrato não cumprido.
(B) O instituto previsto na legislação sobre contrato administrativo, referente à formalização da variação
do valor contratual, decorrente de reajuste de preços previstos no contrato, que não caracteriza sua
alteração, denomina-se “apostila”.
(C) De acordo com a legislação pertinente, há situações em que os contratos administrativos podem
ser rescindidos unilateralmente, mesmo que o contratado esteja cumprido fielmente as suas obrigações.
(D) Na hipótese de inexecução de contrato administrativo, a suspensão provisória ou temporária do
direito de participar de licitação e impedimento de contratar é aplicada se o contratado prejudicar a
execução do contrato dolosamente.
(E) Em caso de se verificar atraso nos pagamentos devidos pela Administração, somente se este
superar o prazo de noventa dias, em situação de normalidade, poderá o contratado optar pela suspensão
da execução do contrato ou pela sua rescisão.

622. (TCU – Auditor Federal de Controle Externo - Auditoria Governamental - CESPE)


Considerando a teoria do direito penal, a lei penal em vigor e a Lei de Licitações (Lei n.º 8.666/1993),
julgue os itens subsequentes.
Para os fins de aplicação dos dispositivos penais contidos na Lei de Licitações, equipara-se a servidor
público aquele que exerce cargo, emprego ou função em entidade paraestatal, incluídas as sociedades
de economia mista.
(A) Certo (B) Errado

623. (TCU – Auditor Federal de Controle Externo - Auditoria Governamental - CESPE)


Considerando a teoria do direito penal, a lei penal em vigor e a Lei de Licitações (Lei n.º 8.666/1993),
julgue os itens subsequentes.
Dispensar ou inexigir licitação fora das hipóteses previstas em lei, realizar modalidade de licitação em
desacordo com a lei ou deixar de observar as formalidades pertinentes à dispensa ou à inexigibilidade
são condutas previstas como crime na Lei de Licitações.
(A) Certo (B) Errado

624. (CREMESP/SP – Advogado – VUNESP) De acordo com a Lei nº 8.666/93, na hipótese de sanção
penal pelo descumprimento de normas dessa lei, o produto da arrecadação da multa reverterá:
(A) ao Ministério Público Federal. à Defensoria do Estado onde se realizou a licitação.
(B) ao Fundo Nacional de Defesa dos Interesses Difusos e Coletivos.
(C) em favor da Procuradoria Geral do Estado onde tramitou o respectivo processo judicial.
(D) à Fazenda Federal, Distrital, Estadual ou Municipal, conforme o caso.

144
625. (FUB - Bibliotecário Documentalista - CESPE) Acerca do procedimento licitatório e das
sanções, julgue os itens seguintes.
O vencedor de certame licitatório que, se convocado para celebrar o contrato, no prazo de validade de
sua proposta, não o fizer, está sujeito às sanções administrativas previstas em legislação específica.
(A) Certo (B) Errado

626. (MS - Analista Técnico – Administrativo - CESPE) Acerca de licitações e contratos, julgue os
itens a seguir.
A Lei n.º 8.666/1993 destinou capítulo específico para tipificar crimes e atribuir sanções penais a
determinadas condutas ilegais de administradores e licitantes, algumas puníveis a título de dolo, outras,
a título de culpa.
(A) Certo (B) Errado

627. (FURP - Analista De Contratos – FUNRIO) Além dos Crimes e das Penas previstos no Código
Penal, há um rol de crimes especiais tipificados na Lei 8666/93 e atualizações. Marque a alternativa
INCORRETA, referente ao crime e às penas contra a boa administração de licitação e contratos
administrativos:
(A) admitir, possibilitar ou dar causa a qualquer modificação ou vantagem, inclusive prorrogação
contratual, em favor do adjudicatário, durante a execução dos contratos celebrados com o Poder Público,
sem autorização em lei, no ato convocatório da licitação ou nos respectivos instrumentos contratuais, ou,
ainda, pagar fatura com preterição da ordem cronológica de sua exigibilidade: Pena - detenção, de dois
a quatro anos, e multa.
(B) frustrar ou fraudar, mediante ajuste, combinação ou qualquer outro expediente, o caráter
competitivo do procedimento licitatório, com o intuito de obter, para si ou para outrem, vantagem
decorrente da adjudicação do objeto da licitação: Pena detenção, de dois a quatro anos, e multa.
(C) dispensar ou inexigir licitação fora das hipóteses previstas em lei, ou deixar de observar as
formalidades pertinentes à dispensa ou à inexigibilidade: Pena - detenção, de três a cinco anos, e multa.
(D) patrocinar, direta ou indiretamente, interesse público perante a Administração, dando causa à
instauração de licitação ou à celebração de contrato, cuja invalidação vier a ser decretada pelo Poder
Legislativo: Pena - detenção, de seis meses a dois anos, e multa.
(E) impedir, perturbar ou fraudar a realização de qualquer ato de procedimento licitatório: Pena -
detenção, de seis meses a dois anos, e multa.

628. (PGE/RJ - Técnico Superior de Procuradoria - FCC) A inexecução total ou parcial de contrato
dá à Administração Pública a prerrogativa de aplicar sanções de natureza administrativa. Quanto a tais
sanções é correto afirmar que
(A) os recursos administrativos contra a aplicação de penalidades não admitem efeito suspensivo.
(B) a pena de multa pode ser aplicada juntamente com qualquer uma das outras.
(C) a pena de suspensão temporária para participação em licitação não pode ultrapassar cinco anos.
(D) não cabe recurso da aplicação das penas de advertência, multa e suspensão temporária.
(E) é permitida a acumulação de sanções administrativas em qualquer hipótese.

629. (FUNAI – Administrador – FUNRIO) De acordo com a Lei Federal nº. 8.666, de 21 de junho de
1993 e alterações, fraudar, em prejuízo da Fazenda Pública, licitação instaurada para aquisição ou venda
de bens ou mercadorias, ou contrato dela decorrente, elevando arbitrariamente os preços, possui a
seguinte pena:
(A) Detenção, de 1 (um) a 2 (dois) anos, e multa.
(B) Reclusão, de 6 (seis) meses a 1 (um) ano.
(C) Detenção, de 2 (dois) a 3 (três) anos.
(D) Detenção, de 3 (três) a 6 (seis) anos, e multa.
(E) Reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa.

630. (PC/GO - Delegado de Polícia - UEG) Os agentes administrativos que praticarem atos em
desacordo com os preceitos legais ou visarem à frustração dos objetivos da licitação sujeitam-se às
sanções administrativas, civis e criminais. Sobre as condutas criminais, no chamado Direito Penal das
Licitações, é CORRETO afirmar:
(A) os delitos previstos na Lei de Licitações não permitem a subsequente prática do crime de lavagem
de dinheiro.
(B) o tipo penal do art. 90 da Lei n. 8.666/93 (Lei de Licitações), consistente em “frustrar ou fraudar,
mediante ajuste, combinação ou qualquer outro expediente, o caráter competitivo do procedimento

145
licitatório, com o intuito de obter, para si ou para outrem, vantagem decorrente da adjudicação do objeto
da licitação” encerra um crime unissubjetivo.
(C) o tipo penal descrito no art. 89 da Lei n. 8666/93 (Lei de Licitações), consistente na conduta de
“dispensar ou inexigir licitação fora das hipóteses previstas em lei, ou deixar de observar as formalidades
pertinentes à dispensa ou à inexigibilidade”, é crime de mão própria, portanto não admite coautoria e
participação.
(D) o servidor público que patrocina interesse privado em confronto com o da Administração,
promovendo o início de procedimento licitatório ou a celebração de contrato, pratica o crime descrito no
art. 321 do Código Penal (advocacia administrativa).

631. (TC/DF – Procurador – CESPE) Em 15 de janeiro de 2012, Fábio, com vinte anos de idade, sócio
da empresa Diversões Ltda., pretendendo sagrar-se vencedor em licitação aberta para contratar a
execução de show comemorativo do aniversário da cidade de Brasília, coagiu moralmente o funcionário
público Mateus, ameaçando ofender a integridade física de seus filhos menores, se ele não introduzisse
no edital licitatório cláusula que direcionasse o certame para favorecer sua empresa. Temeroso de que
as ameaças se concretizassem, Mateus elaborou o edital e dele fez constar cláusulas destinadas a
assegurar a vitória da empresa de Fábio, frustrando, dessa forma, o caráter competitivo da licitação.

Acerca dessa situação hipotética, julgue os itens que se seguem


O sujeito ativo do crime de frustrar ou fraudar o caráter competitivo do procedimento licitatório, previsto
em artigo da Lei de Licitações e Contratos, poderá ser tanto o particular que concorre na licitação quanto
o servidor público com atuação no procedimento licitatório, razão por que, na hipótese em questão, Fábio
e Mateus poderiam figurar no polo passivo de ação penal pertinente.
(A) Certo (B) Errado

632. (IF/PA - Assistente em Administração – FUNRIO). A Lei Federal nº 8.666, de 21 de junho de


1993 e alterações, estabelece que os crimes nela definidos são de ação penal pública incondicionada,
cabendo promovê-la ao
(A) Controle Interno da instituição.
(B) Ministério Público.
(C) Conselho de Contas.
(D) chefe da comissão permanente de licitações.
(E) chefe do Poder Executivo.

633. O pregão, na forma eletrônica, é condicionado aos princípios da legalidade, da impessoalidade,


da moralidade, da igualdade, da publicidade, da eficiência, da probidade administrativa, do
desenvolvimento sustentável, da vinculação ao instrumento convocatório, do julgamento objetivo, da
razoabilidade, da competitividade, da proporcionalidade e aos que lhes são correlatos.
( ) Certo ( ) Errado

634. É adotado para o envio de lances no pregão eletrônico o modo aberto, os licitantes apresentarão
lances públicos e sucessivos, com lance final e fechado, conforme o critério de julgamento adotado no
edital.
( ) Certo ( ) Errado

635. Os participantes de licitação na modalidade de pregão, na forma eletrônica, têm direito público
subjetivo à fiel observância do procedimento estabelecido neste Decreto e qualquer interessado poderá
acompanhar o seu desenvolvimento em tempo real, por meio da internet.
( ) Certo ( ) Errado

636. (UFF - Técnico de Tecnologia da Informação – COSEAC/2017). Conforme preconizado no Item


III, do Parágrafo 1°, artigo 1°, da Lei n° 6.170/07, o instrumento por meio do qual é ajustada a
descentralização de crédito entre órgãos e/ou entidades integrantes dos Orçamentos Fiscal e da
Seguridade Social da União, para execução de ações de interesse da unidade orçamentária
descentralizadora e consecução do objeto previsto no programa de trabalho, respeitada fielmente a
classificação funcional programática, denomina-se:
(A) crédito aditivo.
(B) contrato de repasse.
(C) termo de execução descentralizada.

146
(D) termo de ajuste.
(E) termo aditivo.

637. (IFN/MG - Assistente Administração – FUNDEP/2016). No que se refere ao Decreto Federal Nº


6.170, de 25 de julho de 2007, que dispõe sobre as normas relativas às transferências de recursos da
União mediante convênios e contratos de repasse, e dá outras providências, assinale a alternativa
INCORRETA.
(A) Excepcionalmente, os órgãos e entidades federais poderão executar programas estaduais ou
municipais, e os órgãos da administração direta, programas a cargo de entidade da administração
indireta, sob regime de mútua cooperação mediante convênio.
(B) Nos convênios e contratos de repasse firmados com entidades privadas sem fins lucrativos, não
poderão ser realizadas despesas administrativas, tais como transporte, aluguel, telefone, luz, água,
despesas estas que deverão integrar os recursos de contrapartida de responsabilidade da entidade
convenente.
(C) Os órgãos e entidades da administração pública federal deverão registrar e manter atualizada no
Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse (SICONV) a relação de todas as entidades
privadas sem fins lucrativos aptas a receber transferências voluntárias de recursos por meio de convênios,
contratos de repasse e termos de parceria.
(D) Os recursos de convênio, enquanto não utilizados, serão obrigatoriamente aplicados em
cadernetas de poupança de instituição financeira pública federal se a previsão de seu uso for igual ou
superior a um mês, ou em fundo de aplicação financeira de curto prazo ou operação de mercado aberto
lastreada em títulos da dívida pública, quando a utilização desses recursos se verificar em prazos
menores que um mês.

638. (ANAC - Especialista em Regulação de Avaliação Civil – ESAF/2016). A respeito dos


convênios, dos contratos de repasse e dos termos de execução descentralizada na administração pública
federal, assinale a opção correta.
(A) É delegável a competência do Ministro de Estado ou do dirigente máximo da entidade da
administração pública federal concedente para a assinatura dos convênios e dos contratos de repasse.
(B) Para que o convenente possa receber os recursos federais, será dele exigida uma contrapartida,
sempre financeira, a qual corresponderá à sua participação econômica na consecução do objeto do
convênio.
(C) A inadimplência da entidade privada convenente em relação aos encargos trabalhistas, fiscais e
comerciais transfere de forma subsidiária à administração pública concedente a responsabilidade pelo
seu pagamento.
(D) A celebração de convênio ou contrato de repasse com entidades privadas sem fins lucrativos
deverá ser precedida de chamamento público, que deverá ser sempre realizado pelo órgão ou pela
entidade concedente, visando à seleção de projetos ou entidades que tornem mais eficaz o objeto do
ajuste.
(E) A aquisição de produtos e a contratação de serviços com recursos da União transferidos a
entidades privadas sem fins lucrativos deverão observar os princípios da impessoalidade, da moralidade
e da economicidade, não se exigindo, porém, a realização de licitação, que poderá ser substituída por
cotação prévia de preços no mercado antes da celebração do contrato.

639. Contrato de repasse é um instrumento administrativo, de interesse recíproco, por meio do qual a
transferência dos recursos financeiros se processa por intermédio de instituição ou agente financeiro
público federal, que atua como mandatário da União;
( ) Certo ( ) Errado

640. É permitida a celebração de convênios para a execução de atividades cujo objeto esteja
relacionado ao pagamento de custeio continuado do proponente;
( ) Certo ( ) Errado

641. Aos atos de celebração, alteração, liberação de recursos, acompanhamento e fiscalização da


execução e a prestação de contas dos instrumentos será dada publicidade em sítio eletrônico específico
denominado Portal dos Convênios.
( ) Certo ( ) Errado

147
642. A prestação de contas final tem por objetivo a demonstração e a verificação de resultados e deve
conter elementos que permitam avaliar a execução do objeto e o alcance das metas previstas.
( ) Certo ( ) Errado

643. Na contagem dos prazos estabelecidos nesta Portaria, incluir-se-á o dia do início e excluir-se-á o
do vencimento, e considerar-se-ão os dias consecutivos, exceto quando for explicitamente disposto em
contrário.
( ) Certo ( ) Errado

644. (SEJUDH/MT - Psicólogo – IBADE/2017). Acerca da responsabilidade civil do Estado, assinale


a opção correta.
(A) Será objetiva tanto em relação aos usuários do serviço quanto a terceiros não usuários,
(B) Na ação regressiva, o prazo prescricional será quinquenal.
(C) Nos casos de morte de detentos, é subjetiva.
(D) Incabível ação regressiva no caso de dolo e culpa do agente público.
(E) Tratando-se de ato omissivo. é objetiva porque exige dolo ou culpa.

645. (TER/PI - Analista Judiciário – Administrativa – CESPE/2016). Acerca da responsabilidade


civil do Estado, assinale a opção correta.
(A) Se ato danoso for praticado por agente público fora do período de expediente e do desempenho
de suas funções, a responsabilidade do Estado será afastada.
(B) Os danos oriundos de ato jurisdicional ensejam a responsabilização direta e objetiva do juiz prolator
da decisão.
(C) Em razão do princípio da supremacia do interesse público, são vedados o reconhecimento da
responsabilidade e a reparação de dano extrajudicial pela administração.
(D) A responsabilidade objetiva de empresa concessionária de serviço público alcança usuários e não
usuários do serviço público.
(E) A responsabilidade objetiva do Estado não alcança atos que produzam danos aos seus próprios
agentes, hipótese em que sua responsabilidade será subjetiva.

646. (TCE/PR - Conhecimentos Básicos – CESPE/2016). Assinale a opção correta, com referência
ao tratamento constitucional conferido à responsabilidade civil do Estado.
(A) A Constituição Federal de 1988 adota como regra a teoria do risco administrativo, segundo a qual
o Estado deve arcar com o risco inerente às numerosas atividades que desempenha, inclusive quando a
culpa do dano decorrer de conduta da própria vítima.
(A) A aplicação da responsabilidade objetiva independe da verificação do elemento culpa, de modo
que, demonstrados o prejuízo pelo lesado e a relação de causalidade entre a conduta estatal e a lesão
sofrida, o dever de indenizar poderá ser reconhecido mesmo que decorra de atos lícitos estatais.
(C) Diferentemente das pessoas jurídicas de direito público, as quais respondem objetivamente pelos
danos que seus agentes causarem a terceiros, é subjetiva a responsabilidade das pessoas jurídicas de
direito privado prestadoras de serviço público, em se tratando de danos causados a terceiros não usuários
do serviço.
(D) Por se tratar de atividade exercida em caráter privado, por delegação do poder público, o Estado
não responde por danos causados a terceiros por notários (tabeliães) e oficiais de registro.
(E) Segundo a Constituição Federal de 1988, o indivíduo que for condenado criminalmente em virtude
de sentença que contenha erro judiciário terá direito a reparação cível, desde que seja demonstrada a
conduta dolosa por parte do juiz da causa.

647. (DPU - Técnico em Assuntos Educacionais – CESPE/2016). A respeito da responsabilidade


civil do Estado e das licitações, julgue o item subsequente.
Para a configuração da responsabilidade objetiva do Estado, é necessária a demonstração de culpa
ou dolo do agente público.
( ) Certo ( ) Errado

648. (Prefeitura de Barbacena/MG - Advogado – FCM/2016). A respeito da responsabilidade civil


extracontratual da Administração Pública, pode-se afirmar que
(A) as autarquias estão submetidas ao princípio da responsabilidade civil subjetiva, conforme previsão
da Constituição Federal de 1988.

148
(B) na história das constituições republicanas brasileiras, jamais foi acolhida a teoria do risco integral
no tocante à responsabilidade civil do Estado.
(C) a teoria francesa da faute du service ou também denominada como falta do serviço caracteriza-se
como uma hipótese de responsabilidade civil objetiva.
(D) o direito de regresso, em face do agente público responsável pelo dano resultante em
responsabilidade civil do Estado, dá- se independentemente de existência de culpa ou dolo em sua
conduta, uma vez que a responsabilidade do agente é objetiva.

649. (ANS - Técnico Administrativo – FUNCAB/2016). No que se refere à responsabilidade civil do


Estado, é correto afirmar que:
(A) A absolvição na esfera criminal, por qualquer motivo, de um agente público faz com que não haja
responsabilidade civil por parte do Estado, já que ambas as esferas são vinculadas.
(B) o prazo prescricional para a reparação dos danos causados pelo Estado é de 5 anos, conforme o
Código Civil Brasileiro de 2002.
(C) caso o particular venha a sofrer dano por parte do Estado, são cumuláveis as indenizações por
dano material e dano moral oriundos desse mesmo fato.
(D) não há previsão constitucional quanto à responsabilidade civil do Estado por atos jurisdicionais.
(E) somente as pessoas jurídicas de direito público responderão pelos danos que seus agentes, nessa
qualidade, causarem a terceiros, assegurado o direito de regresso contra o responsável nos casos de
dolo ou culpa.

650. (Prefeitura de Araguari/MG - Procurador Municipal – IADHED/2016). Identifique a hipótese


que não corresponde a um dos pressupostos para a caracterização da responsabilização civil do Estado:
(A) Efeito danoso;
(B) Relação de causalidade;
(C) Regra do risco integral;
(D) Fato administrativo.

651. (TJM/SP - Juiz de Direito Substituto – VUNESP/2016). A respeito da responsabilidade civil da


Administração, é possível afirmar que
(A) os órgãos e entidades públicas respondem diretamente pelos danos causados em decorrência da
divulgação não autorizada ou utilização indevida de informações sigilosas ou informações pessoais,
cabendo a apuração de responsabilidade funcional nos casos de dolo ou culpa.
(B) em caso de morte de torcedor em briga de torcidas, dentro do estádio de futebol, haverá o dever
de indenizar, ainda que demonstrada a culpa exclusiva da vítima.
(C) por ser objetiva a responsabilidade do Estado, deve este responder pelos danos causados por
policial militar que, em dia de folga, atropela pedestre com seu veículo, pois o agente público não se
despe dessa qualidade em função do regime de trabalho policial.
(D) o Estado tem o dever de indenizar a família de trabalhador assassinado na rua por um assaltante,
em virtude de falha na prestação do serviço de segurança pública, que é individualmente assegurado aos
cidadãos.
(E) em caso de cumprimento de mandado de reintegração de posse, quando foram utilizados os meios
necessários à execução da ordem, haverá responsabilidade em relação ao danos causados pelos
esbulhadores à propriedade privada, pois é objetiva a responsabilidade da Administração.

652. (MPOG - Atividade Técnica - Direito, Administração, Ciências Contábeis e Economia –


FUNCAB). A responsabilidade civil do Estado estará caracterizada mesmo que inexista:
(A) dano.
(B) dever originário.
(C) nexo causal.
(D) culpa.
(E) conduta.

653. (PC/GO - Papiloscopista – FUNIVERSA). A respeito da responsabilidade civil do Estado,


assinale a alternativa correta.
(A) As pessoas jurídicas de direito privado prestadoras de serviços públicos apenas respondem
objetivamente perante os usuários dos serviços, sendo subjetiva a responsabilidade por danos causados
a não usuários dos serviços.

149
(B) O STJ decidiu, em sede de recurso repetitivo, que o prazo prescricional na hipótese de
responsabilidade civil do Estado é de 3 anos.
(C) O Estado responde por danos nucleares objetivamente, aplicando-se, nesta hipótese, a teoria do
risco integral.
(D) O Estado responderá objetivamente por atos praticados por seus agentes, aplicando-se em todo
caso a teoria do risco administrativo.
(E) O agente público responderá objetivamente pelos atos que causar nesta condição, cabendo ação
regressiva contra ele por parte do Estado.

654. (Prefeitura de Caieiras/SP - Assistente Legislativo - VUNESP) A responsabilidade dos agentes


públicos, quando, nesta qualidade, causam danos a terceiros, é:
(A) cumulativa e objetiva.
(B) individual e objetiva.
(C) concorrente e objetiva.
(D) regressiva e subjetiva.
(E) subsidiária e subjetiva.

655. (SAP e JUS/GO - Agente de Segurança Prisional – FUNIVERSA). Acerca da responsabilidade


civil do Estado, assinale a alternativa correta.
(A) O Estado possui responsabilidade objetiva nos casos de morte de preso sob a sua custódia,
independentemente da culpa dos agentes públicos.
(B) Em caso de suicídio de um detento, a responsabilidade do Estado é subjetiva.
(C) O Estado possui responsabilidade objetiva nos casos de morte de preso sob a sua custódia, mas
o fato de tratar-se de responsabilidade objetiva do Estado não dispensa a prova da culpa nesses casos.
(D) Em caso de suicídio de um detento, inexiste responsabilidade do Estado, pois este não tem a
obrigação de proteger os detentos contra si mesmos.
(E) O Estado possui responsabilidade subjetiva nos casos de homicídio de preso sob a sua custódia.

656. (Prefeitura de Natal/RN - Advogado – IDECAN/2016). Para a doutrina e jurisprudência


dominantes, a Responsabilidade Civil do Estado é subjetiva quando:
(A) Houver dano ambiental.
(B) A sua conduta for omissiva.
(C) A sua conduta for comissiva.
(D) For o caso de danos nucleares.

657. (IPSMI - Procurador – VUNESP/2016). A respeito da responsabilidade civil do Estado, é correto


afirmar que
(A) a responsabilidade civil das concessionárias por danos causados a terceiros na execução de
serviços públicos é subjetiva, ante a inexistência de relação contratual entre as partes.
(B) a prescrição da pretensão de responsabilidade civil por danos extracontratuais em face do Estado
prescreve no prazo de 3 (três) anos, conforme entendimento consolidado pelo Superior Tribunal de
Justiça.
(C) são pressupostos para a responsabilização extracontratual do Estado a existência de conduta
culposa ou dolosa de agente público, dano e nexo causal.
(D) a responsabilidade civil objetiva para o Estado, prevista na Constituição Federal, aplica-se
indistintamente às suas relações contratuais e extracontratuais.
(E) são causas excludentes do nexo de causalidade o fato exclusivo da vítima, o fato de terceiro e o
caso fortuito e força maior.

658. (TCE/RJ - Auditor Substituto – FGV). Acerca da responsabilidade civil extracontratual do


Estado, é correto afirmar que:
(A) há responsabilidade do Estado por danos causados a particulares decorrentes de lei declarada
inconstitucional pelo Poder Judiciário;
(B) a responsabilidade civil das concessionárias e permissionárias de serviço público pressupõe a
existência de falha na prestação do serviço;
(C) o Estado é solidariamente responsável por quaisquer danos decorrentes de condutas das
concessionárias e permissionárias de serviços públicos;
(D) o direito de regresso é exercido pelo Estado contra seus agentes que, agindo no horário de
trabalho, tenham intencionalmente dado causa a danos a terceiros;

150
(E) a indenização devida pelo Estado à vítima deve ser proporcional ao grau de culpabilidade do agente
estatal causador do dano.

659. (CRO/PR - Procurador Jurídico – Quadrix/2016). Sobre a responsabilidade civil do poder


público, assinale a alternativa incorreta.
(A) A responsabilidade civil das pessoas jurídicas de direito público e das pessoas jurídicas de direito
privado prestadoras de serviço público é objetiva, baseada no risco administrativo.
(B) As pessoas jurídicas de direito público responderão pelos danos que seus agentes, nessa
qualidade, causarem a terceiros, assegurado o direito de regresso contra o responsável nos casos de
dolo ou culpa.
(C) A responsabilidade civil do Estado e a responsabilidade criminal dos agentes públicos estão
intimamente ligadas. Assim, a absolvição do servidor no juízo criminal afasta a responsabilidade civil do
Estado.
(D) A responsabilidade civil do Estado, embora objetiva, pode ser afastada no caso de força maior,
caso fortuito ou culpa exclusiva da vítima.
(E) Em caso de culpa exclusiva da vítima, a responsabilidade civil do Estado será excluída. Em caso
de culpa concorrente, entretanto, a responsabilidade será mitigada, e os prejuízos serão compartilhados.

660. (TRE/MA - Técnico Judiciário – Administrativo – IESES). Sobre a responsabilidade civil do


Estado, é correto afirmar:
(A) A Constituição afasta expressamente o dever do Estado de indenizar o condenado por erro
judiciário, assim como o que ficar preso além do tempo fixado na sentença.
(B) A Constituição determina que o Estado somente responda por danos decorrentes de atos ilícitos,
já que os danos decorrentes de atividade lícita do Estado não são indenizáveis, até porque não poderá
haver direito à indenização se o Estado agir conforme a lei.
(C) A Constituição prevê a responsabilidade do Estado fundada na culpa do agente, cabendo ao
Estado a responsabilidade se comprovada a ação dolosa ou culposa do agente, a ocorrência do dano e
o nexo de causalidade.
(D) Com base no risco da atividade administrativa, a Constituição prevê a responsabilidade objetiva
do Estado, pelos danos que os seus agentes, nesta qualidade, causarem a terceiros, assegurado o direito
de regresso contra o responsável nos casos de dolo ou culpa.

661. (Prefeitura de Andradina/SP - Assistente Jurídico e Procurador Jurídico – VUNESP/2017).


Considerando os princípios atinentes ao processo administrativo, o poder da Administração, que se
caracteriza pela iniciativa de instaurar, instruir e rever suas decisões no processo administrativo, se perfaz
por meio do princípio
(A) da publicidade.
(B) da imperatividade.
(C) do informalismo.
(D) da eficiência.
(E) da oficialidade.

662. (IF/AP - Assistente em Administração – FUNIVERSA/2016). De acordo com a Lei n.º


9.784/1999, nos processos administrativos, será observado, entre outros, o critério da
(A) adoção de formas simples e suficientes para propiciar adequado grau de certeza, segurança e
respeito aos direitos dos administrados.
(B) vedação ao impulso, de ofício, do processo administrativo, sem prejuízo da atuação dos
interessados.
(C) possibilidade, em regra, de cobrança de despesas processuais.

(D) interpretação da norma administrativa da forma que mais bem garanta o atendimento do fim público
a que se dirige, cabendo, em regra, aplicação retroativa de nova interpretação.
(E) indicação facultativa dos pressupostos de fato e de direito que determinarem a decisão.

663. (Prefeitura de São Paulo/SP - Analista Fiscal de Serviços – VUNESP/2016). Considerando as


diferentes espécies de processos administrativos, quando a Administração apura e pune as faltas
cometidas pelos servidores públicos no exercício de sua função administrativa, ela o faz por meio
(A) do processo administrativo disciplinar.
(B) da sindicância administrativa.

151
(C) da apuração preliminar administrativa.
(D) do processo administrativo inquisitivo
(E) do processo jurídico-administrativo sancionador.

664. (CRM/SC - Contador – IASES/2015). Considerando os termos da lei 9784/1999, é correto afirmar
que:
(A) A Lei n° 9.784/99 também se aplica aos órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário da União,
quando no desempenho de função administrativa.
(B) A legitimidade para interpor recurso administrativo é do interessado, no tocante aos direitos
individuais, mediante oferecimento de caução, arbitrada pela Administração.
(C) A desistência ou renúncia de direitos disponíveis pelo interessado, sempre extingue o processo,
por falta de interesse de agir.
(D) A Lei n. 9.784/99 não prevê, em qualquer hipótese a suspensão dos prazos processuais, para
garantir o princípio administrativo da impessoalidade.

665. (TJ-AM - Analista Judiciário – Administração – FGV). As alternativas a seguir apresentam


deveres do administrado perante a Administração, à exceção de uma. Assinale-a.
(A) Deve expor os fatos conforme a verdade.
(B) Deve proceder com lealdade, urbanidade e boa-fé.
(C) Deve prestar as informações que lhe forem solicitadas.
(D) Deve agir de modo temerário.
(E) Deve colaborar para o esclarecimento dos fatos.

666. (MTur -Todos os Cargos – ESAF). São direitos dos administrados, exceto:
(A) expor os fatos conforme a verdade.
(B) ser tratado com respeito pelas autoridades e servidores.
(C) formular alegações e apresentar documentos antes da decisão.
(D) fazer-se assistir, facultativamente, por advogado.
(E) ter vista dos autos, obter cópias de documentos e ciência da tramitação do processo administrativo
em que tenha a condição de interessado.

667. (UFF - Auxiliar em Administração – COSEAC). De acordo com a Constituição da República, os


princípios do contraditório e da ampla defesa são aplicáveis:
(A) somente aos processos judiciais.
(B) tanto aos processos judiciais, sejam criminais ou cíveis, e aos processos administrativos de
qualquer espécie.
(C) somente aos processos judiciais de natureza criminal e aos processos administrativos disciplinares.
(D) somente aos processos administrativos.
(E) aos processos judiciais de qualquer espécie e aos processos administrativos disciplinares.

668. (SEDF -Professor – Direito – Quadrix/2017). Acerca do Direito Administrativo, julgue o item a
seguir.
De acordo com a Lei n.º 9.784/1999, que regula o processo administrativo no âmbito da Administração
Pública Federal, as organizações e associações representativas, no tocante a direitos e interesses
coletivos, são legitimadas como interessadas no processo administrativo.

( ) Certo ( ) Errado

669. (UFRPE - Assistente em Administração – SUGEP-UFRPE/2016). A respeito da Lei nº


9784/1999, que regula o processo administrativo no âmbito da administração pública federal, assinale a
alternativa correta.
(A) O indeferimento de alegação de suspeição poderá ser objeto de recurso, sem efeito suspensivo.
(B) O processo administrativo somente pode iniciar-se de ofício.
(C) Pode ser arguido o impedimento de autoridade ou servidor que tenha amizade íntima ou inimizade
notória com algum dos interessados.
(D) Havendo vários interessados no processo, a desistência ou renúncia de qualquer um dos
interessados estende-se aos demais.
(E) A intimação observará a antecedência mínima de cinco dias quanto à data de comparecimento.

152
670. (IF/PE - Administrador – IF-PE/2017). Sobre o processo administrativo no âmbito da
Administração Pública Federal, conforme disposto na Lei nº 9.784, de 29 de janeiro de 1999, é CORRETO
afirmar:
(A) O desatendimento da intimação não importa o reconhecimento da verdade dos fatos, nem a
renúncia a direito da corregedoria.
(B) A procuradoria geral da união é o órgão competente perante o qual tramita o processo
administrativo, que intimará o interessado para ciência de decisão ou a efetivação de diligências.
(C) Os atos do processo podem realizar-se em qualquer dia e horário, independente do funcionamento
da repartição na qual tramitar o processo.
(D) Devem ser objeto de intimação os atos do processo que resultem para o interessado em imposição
de direitos ao exercício da função e atividades e os atos de outra natureza, de seu interesse.
(E) Os atos do processo devem realizar-se preferencialmente na sede do órgão, cientificando-se o
interessado se outro for o local de realização.

671. (ALERJ - Procurador – FGV/2017). A realização de audiências e consultas públicas nos


processos administrativos se revela como um importante mecanismo de participação dialógica dos
administrados, conferindo maior transparência e legitimidade às ações e condutas da Administração
Pública.
Sobre essa temática e à luz das disposições da Lei nº 9.784/99 - que trata do processo administrativo
em sede federal - e do ordenamento jurídico em vigor, é correto afirmar que:
(A) o comparecimento à consulta pública confere à pessoa física, automaticamente, a condição de
interessada no processo, assegurando-lhe o direito de obter da Administração resposta fundamentada;
(B) as hipóteses de realização de audiência pública estão taxativamente previstas na legislação, não
podendo ser realizadas a partir de um juízo discricionário da autoridade competente;
(C) nas matérias relevantes os órgãos e entidades administrativas devem, preferencialmente,
estabelecer a audiência e a consulta pública como meio de participação dos administrados;
(D) a realização de consulta pública será obrigatória toda vez que requerida por qualquer administrado,
o que se impõe em razão da transparência e legitimidade das decisões nos processos administrativos;
(E) quando a matéria for de interesse geral, pode o órgão competente, motivadamente, abrir período
de consulta pública para manifestação de terceiros, antes da decisão do pedido e desde que não ocorra
prejuízo para a parte interessada.

672. (UFSM -Assistente em Administração – UFMS). O Processo Administrativo no âmbito da


Administração Pública Federal é regulado pela Lei 9784/1999. A partir de suas disposições legais,
assinale a alternativa INCORRETA.
(A) A Administração Pública obedecerá, dentre outros, aos princípios da legalidade, finalidade,
motivação, razoabilidade, proporcionalidade, moralidade, ampla defesa, contraditório, segurança jurídica,
interesse público e eficiência.
(B) O processo administrativo pode iniciar-se por meio de ofício ou a pedido do interessado.
(C) Os atos do processo administrativo não dependem de forma determinada senão quando a lei
expressamente a exigir.
(D) Em casos plenamente justificáveis, serão admissíveis no Processo Administrativo as provas
obtidas por meios ilícitos, desde que existam outras provas lícitas passíveis de confirmar os fatos que
estão sendo investigados.
(E) A Administração deve anular seus próprios atos, quando eivados de vício de legalidade, e pode
revogá-los por motivo de conveniência ou oportunidade, respeitados os direitos adquiridos.

673. (TRT - 11ª Região/AM e RR - Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador Federal –
FCC/2017). Rúbia e Nefertite são partes interessadas em um mesmo processo administrativo de âmbito
federal. Em determinado momento, Rúbia formulou, por meio de manifestação escrita, pedido de
desistência total do pedido formulado. A propósito do tema e, nos termos do que preceitua a Lei no
9.784/1999, é correto afirmar que
(A) o processo administrativo será obrigatoriamente extinto.
(B) a desistência atingirá somente Rúbia.
(C) a desistência de Rúbia também poderia ser feita verbalmente, haja vista a informalidade que vigora
no processo administrativo.
(D) a desistência não pode ser total, devendo ser parcial, vez que apenas a Administração pública tem
o poder de extinguir integralmente o feito.

153
(E) a desistência de Rúbia somente será admissível se decorrer de fatos supervenientes, isto é, que
surgiram após a instauração do processo administrativo.

674. (TRT/8ª Região (PA e AP) - Analista Judiciário - Área Judiciária – CESPE/2016). Acerca dos
atos administrativos e do processo administrativo, assinale a opção correta conforme a Lei n.º 9.784/1999.
(A) O direito da administração de anular os seus próprios atos decai em cinco anos, ainda que
constatada a má-fé do destinatário do ato.
(B) A convalidação dos atos administrativos que apresentem defeitos sanáveis pode ser feita pela
administração, desde que esses atos não acarretem lesão ao interesse público ou prejuízo a terceiros.
(C) O ato de exoneração do servidor público ocupante de cargo em comissão e os atos administrativos
que decidam recursos administrativos dispensam motivação.
(D) A competência para a edição de atos normativos poderá ser delegada.
(E) A revogação do ato administrativo ocorre nas hipóteses de ilegalidade, devendo retroagir com
efeitos ex tunc para desconstituir as relações jurídicas criadas com base no ato revogado.

675. (SEDF - Analista de Gestão Educacional - Direito e Legislação – CESPE/2017). Mauro editou
portaria disciplinando regras de remoção no serviço público que beneficiaram, diretamente, amigos seus.
A competência para a edição do referido ato normativo seria de Pedro, superior hierárquico de Mauro. Os
servidores que se sentiram prejudicados com o resultado do concurso de remoção apresentaram recurso
quinze dias após a data da publicação do resultado.
Nessa situação hipotética, de acordo com a Lei n.º 9.784/1999 — que regula o processo administrativo
no âmbito da administração pública federal —, o recurso apresentado pelos servidores que se sentiram
prejudicados não deverá ser conhecido pela autoridade competente em razão da sua intempestividade.

( ) Certo ( ) Errado

676. (IBGE - Analista - Processos Administrativos e Disciplinares – FGV/2016). Consoante dispõe


a Lei nº 9.784/99, que regula o processo administrativo no âmbito da Administração Pública Federal, o
recurso administrativo:
(A) será cabível somente em face de razões de legalidade e não por motivo de mérito da decisão, em
respeito à imutabilidade da coisa julgada administrativa;
(B) será dirigido à autoridade que proferiu a decisão, a qual, se não a reconsiderar no prazo de cinco
dias, o encaminhará à autoridade superior;
(C) dependerá de caução, como regra, para sua interposição, e o valor será equivalente à vantagem
econômica que poderá ser auferida pelo administrado ao final do processo;
(D) terá prazo de quinze dias para sua interposição, como regra, a partir da ciência ou divulgação
oficial da decisão recorrida;
(E) deverá ser decidido, como regra, no prazo máximo de dez dias, a partir do recebimento dos autos
pelo órgão competente.

677. (TRT/23ª REGIÃO (MT) - Analista Judiciário - Oficial de Justiça Avaliador Federal –
FCC/2016). O processo administrativo é informado por princípios e, no âmbito federal, regido pela Lei n°
9.784/1999. Caracteriza o processo administrativo
(A) a inércia, tendo em vista que é necessário que uma das partes, ou mesmo um interessado,
provoque o andamento do processo, não podendo ser impulsionado de ofício.
(B) a imprescritibilidade e possibilidade de revisão das decisões por meio de reconsideração,
independentemente de prazo, como garantia do direito dos administrados.
(C) o diferimento do contraditório e da ampla defesa, que pode ser exercido após o proferimento da
decisão final, caso seja desfavorável ao administrado.
(D) a pluralidade de instâncias, com a possibilidade de apresentação de mais de um recurso
administrativo, salvo se a primeira decisão já foi proferida pela autoridade máxima da Administração
pública.
(E) a impossibilidade de aproveitamento de atos praticados no caso de identificação de vícios, em
razão da informalidade que rege o processo, impedindo que dois processos administrativos tramitem da
mesma forma.

154
Gabarito

566.E / 567.D / 568.A / 569.E / 570.D / 571.A / 572.B / 573.B / 574.B / 575.A / 576.A / 577.B / 578.D
/ 579.C / 580.A / 581.A / 582.A / 583.C / 584. Errado / 585.B / 586.Errado / 587.E / 588.B / 589.C /
590.C / 591.B / 592.B / 593.A / 594.B / 595.E / 596.C / 597.E / 598.C / 599.A / 600. C. / 601.A / 602.B /
603.B / 604.B / 605.D / 606.A / 607.C / 608. C. / 609.A / 610.A / 611.C / 612.A / 613.C / 614.D / 615.A /
616.A / 617.A / 618.B / 619.C / 620.C / 621.A / 622.A / 623.B / 624.D / 625.A / 626.B / 627.D / 628.B /
629.D / 630.B / 631.A / 632.B / 633.Certo / 634.Errado / 635.Certo / 636. C/ 637. B/ 638. E / 639.Certo
/ 640.Errado / 641.Certo / 642.Certo / 643.Errado / 644.A/ 645.D/ 646.B/ 647. Errado/ 648.B/ 649.C /
650.C/ 651.A/ 652.D/ 653.C/ 654. D / 655.A. / 656.B. / 657.E/ 658. A/ 659. C. / 660.D. / 661.E / 662.A /
663.A / 664.A / 665.D / 666.A / 667.B / 668.Certo / 669.A / 670.E / 671.E / 672.D / 673.B / 674.B /
675.Certo / 676.B / 677.D

Noções de Direito Penal

Questões

678. (Pref. de Guarulhos/SP - Inspetor Fiscal de Rendas - VUNESP/2019) No que concerne à


aplicação da lei penal, assinale a alternativa correta.
(A) A lei excepcional ou temporária não se aplica ao fato praticado durante sua vigência.
(B) Considera-se praticado o crime no momento do resultado, ainda que outro seja o momento da ação
ou omissão.
(C) Lei posterior, que de qualquer modo favorecer o agente, aplica-se aos fatos anteriores, mas apenas
se ainda não decididos por sentença condenatória transitada em julgado.
(D) Não há crime sem lei anterior que o defina, porém, pode haver pena sem prévia cominação legal.
(E) Ninguém pode ser punido por fato que lei posterior deixa de considerar crime, cessando em virtude
dela a execução e os efeitos penais da sentença condenatória.

679. (PGE/PE - Analista Judiciário de Procuradoria - CESPE/2019) Com relação ao tempo e ao


lugar do crime e à aplicação da lei penal no tempo, julgue o item seguinte.
A superveniência de lei penal mais gravosa que a anterior não impede que a nova lei se aplique aos
crimes continuados ou ao crime permanente, caso o início da vigência da referida lei seja anterior à
cessação da continuidade ou da permanência.
( ) Certo ( ) Errado

680. (PC/ES - Assistente Social - Instituto AOCP/2019) É importante a fixação do tempo em que o
crime se considera praticado para, entre outras coisas, compreender a lei que deverá ser utilizada,
aplicada, e estabelecer a imputabilidade do sujeito. Com relação ao tempo do crime, o Código Penal
brasileiro adotou a
(A) Teoria da Relatividade.
(B) Teoria da Consumação.
(C) Teoria da Atividade.
(D) Teoria da Ubiquidade.
(E) Teoria da Habitualidade.

681. (TJ/PR - Juiz Substituto - CESPE/2019) Nas disposições penais da Lei Geral da Copa, foi
estabelecido que os tipos penais previstos nessa legislação tivessem vigência até o dia 31 de dezembro
de 2014.
Considerando-se essas informações, é correto afirmar que a referida legislação é um exemplo de lei
penal
(A) excepcional.
(B) temporária.
(C) corretiva.
(D) intermediária.

155
682.(Pref. de Petrolina/ PE - Guarda Civil - IDIB/2019) A respeito da contagem dos prazos penais,
assinale a alternativa incorreta com base no disposto no Código Penal:
(A) Contam-se os anos pelo calendário comum.
(B) O prazo que terminar em domingo ou dia feriado considerar-se-á prorrogado até o dia útil imediato.
(C) Os meses são contados pelo calendário comum.
(D) O dia do começo inclui-se no cômputo do prazo.
(E) Os dias são contados pelo calendário comum.

683. (PC/MA - Investigador de Polícia - CESPE/2018) Para solucionar o conflito aparente de normas,
são empregados os princípios da
(A) especialidade e da subsidiariedade.
(B) especialidade e da proporcionalidade.
(C) proporcionalidade e da subsidiariedade.
(D) subsidiariedade e da fragmentariedade.
(E) fragmentariedade e da especialidade.

684. (PauliPrev - Procurador Autárquico - VUNESP/2018) De acordo com a Parte Geral do Código
Penal, é correto afirmar:
(A) a lei posterior favorável ao agente aplica-se a fatos anteriores, desde que não decididos por
sentença condenatória transitada em julgado.
(B) a lei temporária, decorrido o período de duração, não se aplica aos fatos praticados durante a
respectiva vigência.
(C) para fins de definir o tempo do crime, o ordenamento pátrio adotou a teoria da atividade.
(D) para fins de definir o lugar do crime, o ordenamento pátrio adotou a teoria do resultado.
(E) para efeito penal, o dia do começo não se inclui no cômputo do prazo.

685. (PC/BA - Investigador - VUNESP/2018) Sobre a territorialidade e a extraterritorialidade da lei


penal, previstas nos artigos 5° e 7° do Código Penal, assinale a alternativa correta
(A) Ao crime cometido no território nacional, aplica-se a lei brasileira, independentemente de qualquer
convenção, tratado ou regra de direito internacional.
(B) Ao autor de crime praticado contra a liberdade do Presidente da República quando em viagem a
país estrangeiro, aplica-se a lei do país em que os fatos ocorrerem.
(C) Embarcação brasileira a serviço do governo brasileiro, para os efeitos penais, é considerada
extensão do território nacional.
(D) Crime cometido no estrangeiro, praticado por brasileiro, fica sujeito à lei brasileira
independentemente da satisfação de qualquer condição.
(E) Aplica-se a lei brasileira ao crime cometido por estrangeiro contra brasileiro fora do Brasil,
independentemente da satisfação de qualquer condição.

686. (TRF - 5ª Região - Analista Judiciário - FCC/2017) Sobre a aplicação da lei penal, é correto
afirmar que
(A) o Código Penal adotou o princípio da territorialidade, em relação à aplicação da lei penal no espaço.
Tal princípio é absoluto, não admitindo qualquer exceção.
(B) transitada em julgado a sentença condenatória, compete ao Juízo do Conhecimento a aplicação
da lei mais benigna.
(C) a lei aplicável para os crimes permanentes será aquela vigente quando se iniciou a conduta
criminosa do agente.
(D) quando a abolitio criminis se verificar depois do trânsito em julgado da sentença penal
condenatória, extinguir-se-ão todos os efeitos penais e extrapenais da condenação.
(E) a lei excepcional ou temporária, embora decorrido o período de sua duração ou cessadas as
circunstâncias que a determinaram, aplica-se ao fato praticado durante a sua vigência.

687. (MPE/MS - Promotor de Justiça - MPE/MS) Em que consiste o conflito aparente de normas?
(A) Conflito aparente de normas é a situação que ocorre quando ao mesmo fato parecem ser aplicáveis
duas ou mais normas, formando um conflito aparente entre elas.
(B) O conflito aparente de normas consiste na aplicação de duas regras distintas para fatos delituosos
diversos.
(C) O conflito aparente de normas consiste em se aplicar uma só norma para fatos distintos.

156
(D) O conflito aparente de normas consiste na aplicação de regras semelhantes no caso de concurso
de delitos.
(E) O conflito aparente de normas consiste na aplicação simultânea de penas para delitos diferentes.

688. (MPE/SP - Promotor de Justiça - MPE/SP) Os princípios que resolvem o conflito aparente de
normas são:
(A) especialidade, legalidade, intranscendência e alternatividade.
(B) especialidade, legalidade, consunção e alternatividade.
(C) especialidade, subsidiariedade, consunção e alternatividade.
(D) legalidade, intranscendência, consunção e alternatividade.
(E) legalidade, consunção, subsidiariedade e alternatividade.

689.(PM/PB - Soldado da Polícia Militar - IBFC) Ainda que absolvido ou condenado no estrangeiro,
ficam sujeitos à lei brasileira, embora cometidos no estrangeiro e independente do concurso de qualquer
condição, os crimes_________________________ .

Assinale a alternativa que completa corretamente a lacuna.


(A) Que, por tratado ou convenção, o Brasil se obrigou a reprimir.
(B) Praticados por brasileiro
(C) Contra a administração pública, por quem está a seu serviço.
(D) Praticados em aeronaves ou embarcações brasileiras, mercantes ou de propriedade privada,
quando em território estrangeiro e aí não sejam julgados.

690. (PC/MA - Delegado - CESPE/2018) No direito penal, a analogia


(A) é uma forma de autointegração da norma penal para suprir as lacunas porventura existentes.
(B) é uma fonte formal imediata do direito penal.
(C) utiliza, na modalidade jurídica, preceitos legais existentes para solucionar hipóteses não previstas
em lei.
(D) corresponde a uma interpretação extensiva da norma penal.
(E) é uma fonte formal mediata, tal como o costume e os princípios gerais do direito.

691. (PC/MS - Delegado - FAPEMS/2017) Com relação aos princípios de Direito Penal e à
interpretação da lei penal, assinale a alternativa correta.
(A) A interpretação autêntica contextual visa a dirimir a incerteza ou obscuridade da lei anterior.
(B) Não se aplica o princípio da individualização da pena na fase da execução penal.
(C) A interpretação quanto ao resultado busca o significado legal de acordo com o progresso da
ciência.
(D) O princípio da proporcionalidade tem apenas o judiciário como destinatário cujas penas impostas
ao autor do delito devem ser proporcionais à concreta gravidade.
(E) A interpretação teleológica busca alcançar a finalidade da lei, aquilo que ela se destina a regular.

692. (PC/MA – Escrivão - CESPE/2018) O Código Penal estabelece como hipótese de qualificação
do homicídio o cometimento do ato com emprego de veneno, fogo, explosivo, asfixia, tortura ou outro
meio insidioso ou cruel, ou de que possa resultar perigo comum. Esse dispositivo legal é exemplo de
interpretação
(A) analógica.
(B) teleológica.
(C) restritiva.
(D) progressiva.
(E) autêntica.

693. (TRF 2ª Região - Juiz Federal - CESPE) Assinale a opção correta acerca da interpretação da
lei penal
(A) A interpretação extensiva é admitida em direito penal para estender o sentido e o alcance da norma
até que se atinja sua real acepção.
(B) A interpretação analógica não é admitida em direito penal porque prejudica o réu.
(C) A interpretação teleológica consiste em extrair o sentido e o alcance da norma de acordo com a
posição da palavra na estrutura do texto legal.
(D) A analogia penal permite ao juiz atuar para suprir a lacuna da lei, desde que isso favoreça o réu.

157
(E) A interpretação judicial da lei penal se manifesta na edição de súmulas vinculantes editadas pelos
tribunais.

694. (PC/MG - Analista da Polícia Civil - FUMARC) Em relação à interpretação da norma penal, é
CORRETO afirmar:
(A) O Direito Penal veda o uso da interpretação analógica em desfavor do réu.
(B) O resultado da interpretação da norma penal necessariamente será declarativo.
(C) A interpretação autêntica vincula o entendimento dos demais intérpretes e operadores do Direito
Penal.
(D) A interpretação gramatical ou literal é a única admitida em matéria penal em relação às normas
penais incriminadoras.

695. (PC/AL - Agente de Polícia - CESPE) As leis penais devem ser interpretadas sem ampliações
por analogia, salvo para beneficiar o réu.
( ) Certo ( ) Errado

696. (MPE/SE - Técnico do Ministério Púbico – FCC) Fato típico é


(A) a modificação do mundo exterior descrita em norma legal vigente.
(B) a descrição constante da norma sobre o dever jurídico de agir.
(C) a ação esperada do ser humano em face de uma situação de perigo.
(D) o comportamento humano descrito em lei como crime ou contravenção.
(E) a possibilidade prevista em lei do exercício de uma conduta ilícita.

697. (MPE/SP - Promotor de Justiça - MPE-SP) São elementos do fato típico:


(A) conduta, resultado, relação de causalidade e tipicidade.
(B) conduta, resultado, relação de causalidade e culpabilidade.
(C) conduta, resultado, antijuridicidade e culpabilidade.
(D) conduta, resultado, nexo de causalidade e antijuridicidade.
(E) conduta, relação de causalidade, antijuridicidade e tipicidade.

698. (PC/PB – Papiloscopista – CESPE) Os elementos do fato típico incluem


(A) conduta, resultado, nexo causal e tipicidade.
(B) dolo, nexo de causalidade, resultado e antijuridicidade.
(C) culpa, resultado, tipicidade e culpabilidade.
(D) culpa, dolo, nexo causal e imputabilidade.
(E) dolo, nexo causal, tipicidade e potencial consciência da ilicitude.

699. (TCM-GO - Procurador do Ministério Público de Contas - FCC) A consumação se dá nos


crimes
(A) de mera conduta, com a ocorrência do resultado naturalístico.
(B) omissivos impróprios com a prática de conduta capaz de produzir o resultado naturalístico.
(C) permanentes, no momento em que cessa a permanência.
(D) omissivos próprios, com a simples omissão.
(E) culposos, com a prática da conduta imprudente, imperita ou negligente

700. (DPE-PA - Defensor Público Substituto - FMP) A é esfaqueada por B, sofrendo lesões corporais
leves. Socorrida e medicada, A é orientada quanto aos cuidados a tomar, mas não obedece à prescrição
médica e em virtude dessa falta de cuidado, o ferimento infecciona, gangrena, e ela morre. Assinale a
alternativa CORRETA.
(A) B responde pelo resultado morte, visto se tratar de causa superveniente absolutamente
independente.
(B) B responde pelo ato de lesão praticado, visto se tratar de causa concomitante relativamente
independente.
(C) B responde pelo resultado morte, visto se tratar de causa concomitante absolutamente
independente.
(D) B responde pelo resultado morte, visto se tratar de causa preexistente relativamente independente.
(E) B responde pelo ato de lesão anteriormente praticado, visto se tratar de causa superveniente
relativamente independente, que por si só produziu o resultado.

158
701. (Câmara de Maria Helena/PR – Advogado - FAUEL/2017) De acordo com o Código Penal, “o
resultado, de que depende a existência do crime, somente é imputável a quem lhe deu causa”. Ainda de
acordo com o Código Penal, considera-se causa:
(A) A ação ou omissão, mesmo que incapaz de causar o resultado previsto no tipo penal.
(B) A ação ou omissão sem a qual o resultado não teria ocorrido.
(C) A ação ou omissão imaginada pelo sujeito, mesmo que sem efetiva materialização ou
exteriorização.
(D) Apenas a ação pode ser considerada causa, pois a omissão não pode gerar resultado penalmente
punível.

702. (CRAISA de Santo André/SP – Advogado - CAIP-IMES) Associe corretamente os blocos


abaixo. Nos termos da legislação penal vigente há:
I- crime tentado.
II- desistência voluntária e arrependimento eficaz.
III- arrependimento posterior.
IV- crime impossível.

( ) quando o agente esgota todos os meios de que dispõe para consumar a infração penal e se
arrepende impedindo que o resultado ocorra, responde somente pelos atos praticados.
( ) quando o agente objetiva praticar determinado crime não alcança sua meta por ineficácia absoluta
do meio empregado ou impropriedade absoluta do objeto.
( ) quando, iniciada a execução, não se consuma por circunstâncias alheias à vontade do agente.
( ) quando os atos cometidos sem violência ou grave ameaça à pessoa, por ato voluntário, o agente
repara o dano ou restitui a coisa, até o recebimento da denúncia ou da queixa.

Assinale a sequência correta:


(A) II, IV, I, III.
(B) III, I, IV, II.
(C) II, IV, III, I.
(D) I, III, II, IV.

703. (TRF/1ª Região –Estágio em Direito – TRF/1ª Região) A desistência voluntária:


(A) Encontrando-se o agente praticando somente os atos preparatórios do delito, pode-se falar em
desistência voluntária;
(B) É caracterizada quando o agente é interrompido durante os atos de execução, ou esgota tudo
aquilo que tinha ao seu alcance para chegar à consumação da infração penal, que somente não ocorre
em virtude de circunstancias alheias a sua vontade;
(C) Havendo desistência voluntária, responde o agente pelos atos já praticados, ficando afastada a
sua punição pela tentativa da infração penal por ele pretendida inicialmente.
(D) A lei penal exige que a desistência seja voluntária e espontânea, importando para fins de
diminuição de pena se a ideia de desistir no prosseguimento da execução criminosa partiu do agente, ou
se foi induzido a isso por circunstancias externas, não bastando a voluntariedade da desistência.
(E) Aplicam-se os benefícios da desistência voluntária ainda que o resultado do crime, cuja execução
se iniciou, ocorra efetivamente.

704. (TJ/PA – Juiz Substituto – CESPE) Assinale a opção correta acerca do arrependimento eficaz
e do arrependimento posterior.
(A) Verificada a ocorrência do instituto do arrependimento posterior, a pena imposta ao agente deve
ser reduzida de um a dois terços, independentemente de o fato ter sido praticado mediante violência ou
grave ameaça a pessoa.
(B) O arrependimento eficaz é instituto a ser aplicado na terceira fase de aplicação da pena, não
podendo ser utilizado como fundamento para a rejeição da denúncia, por ausência de justa causa, pois
não conduz à atipicidade da conduta por ausência de dolo.
(C) O arrependimento eficaz do agente, que é causa obrigatória de redução de pena, não se confunde
com a figura do arrependimento posterior, que impede a consumação do crime.
(D) Nos procedimentos do tribunal do júri, o mero reconhecimento da ocorrência de arrependimento
posterior ou de arrependimento eficaz, por não implicar revolvimento do contexto fático probatório, pode
ser feito no âmbito do STJ, em recurso especial.

159
(E) Para que seja reconhecido o instituto do arrependimento eficaz, o agente deve agir de forma
voluntária e espontânea, por isso o arrependimento por sugestão ou conselho de terceiro não implica
redução da pena.

705. (TJ/RJ – Juiz Substituto – VUNESP) Assinale a hipótese que configura arrependimento posterior
(CP, art. 16).
(A) Autor de sonegação fiscal que, quando de seu interrogatório em juízo, junta aos autos do processo
o comprovante de pagamento de todos os impostos devidos, acrescidos de juros, multas e correção
monetária.
(B) Autor de estelionato que, antes de ser descoberto e consternado pelo prejuízo que causaria, não
deposita em favor próprio o cheque que ardilosamente obteve da vítima.
(C) Autor de peculato doloso que no momento de sua prisão em flagrante devolve, voluntariamente,
os bens móveis de que se havia apropriado.
(D) Autor de resistência que, antes do início da ação penal, desculpa-se com a vítima e por ela é
perdoado.

706. (TRE/AP- Analista Judiciário – FCC) Paulo abordou a vítima Pedro em via pública e, mediante
grave ameaça com emprego de arma de fogo, anunciou o assalto e exigiu a entrega da carteira com
dinheiro. No momento em que Pedro retirava a carteira do bolso para entregar para Paulo este resolveu
ir embora espontaneamente sem subtrair a res. Trata-se de hipótese típica de:
(A) arrependimento eficaz.
(B) desistência voluntária.
(C) tentativa.
(D) arrependimento posterior.
(E) crime impossível.

707. (TJ/GO - Escrevente Judiciário - TJ/GO) De acordo com o Código Penal Brasileiro, no crime
doloso:
(A) O agente quer o resultado.
(B) O agente assume o risco de produzir o resultado.
(C) “a” e “b” estão corretas.
(D) Nenhuma das anteriores

708. (TJ/PE – Oficial de Justiça – FCC) Na culpa consciente, o agente


(A) prevê o resultado, mas não se importa que o mesmo venha a ocorrer.
(B) não prevê o resultado, mas lhe dá causa por imprudência.
(C) prevê o resultado, mas espera, sinceramente, que não ocorrerá.
(D) não prevê o resultado, mas lhe dá causa por negligência.
(E) não prevê o resultado, mas lhe dá causa por imperícia.

709. (PC/PA - Escrivão de Polícia Civil - FUNCAB) Sobre o crime culposo, é correto afirmar que:
(A) sua caracterização independe da previsibilidade objetiva do resultado.
(B) é dispensável a verificação do nexo de causalidade entre conduta e resultado.
(C) encontra seu fundamento legal no artigo 18, I, de Código Penal.
(D) se alguém ateia fogo a um navio para receber o valor de contrato de seguro, embora saiba que
com isso provocará a morte dos tripulantes, essas mortes serão reputadas culposas.
(E) há culpa quando o sujeito ativo, voluntariamente, descumpre um dever de cuidado, provocando
resultado criminoso por ele não desejado.

710. (Câmara de Natal/RN - Guarda Legislativo - COMPERVE) Considera-se o crime consumado,


quando nele se reúnem todos os elementos de sua definição legal. Entretanto, a tentativa de crime pode
gerar várias repercussões jurídicas. Nessa matéria, o código penal determina que
(A) a tentativa é punível mesmo quando, por ineficácia absoluta do meio ou por absoluta impropriedade
do objeto, é impossível consumar-se o crime.
(B) o crime é tentado, quando, iniciada a execução, não se consuma por circunstâncias decorrentes
da vontade do agente.
(C) a tentativa é punida, salvo disposição expressa em contrário, com pena correspondente ao crime
consumado, diminuída de um a dois terços.

160
(D) o ajuste, a determinação ou instigação mesmo sem disposição expressa em contrário, são
puníveis, ainda que o crime não chegue a ser tentado.

711. (TJ/MA - Juiz de Direito - CESPE) A respeito do erro em matéria penal, assinale a opção correta:
(A) Erro de pessoa e aberratio ictus são espécies de erro na execução do crime, não tendo nenhuma
relação com a representação que o agente faz da realidade.
(B) Consoante a teoria estrita da culpabilidade, o erro penalmente relevante referido a uma causa de
exclusão da ilicitude pode, ou não, configurar erro de permissão, ou seja, erro de proibição indireto.
(C) De acordo com a teoria limitada da culpabilidade, o erro de tipo permissivo é inconfundível com a
hipótese descrita expressamente no Código Penal brasileiro como descriminante putativa.
(D) Segundo a teoria extremada do dolo, o erro inevitável, seja em relação aos elementos do tipo, seja
em relação à consciência da ilicitude, sempre exclui o dolo e, em consequência, também a culpabilidade.

712. (TJ/AC – Juiz Leigo – TJ/AC) Assinale a alternativa correta:


(A) O erro sobre elemento constitutivo do tipo legal de crime exclui o dolo, mas permite a punição por
crime culposo, se previsto em lei.
(B) O erro sobre elemento constitutivo do tipo penal não exclui o dolo, mas exclui a culpa.
(C) O erro quanto à pessoa contra a qual o crime é praticado não isenta de pena, devendo ser
consideradas as condições ou qualidades da vítima da infração.
(D) O erro sobre a ilicitude do fato, se inevitável, não isenta de pena, mas poderá diminuí-la de um
sexto a um terço.

713. (DPE/SP - Defensor Público – FCC) No caso de crime impossível é correto afirmar:
(A) Se os meios empregados são ineficazes para alcançar o resultado, mesmo que o agente acredite
que são eficazes e aja para evitar o resultado, haverá crime impossível e não arrependimento eficaz.
(B) Se houver absoluta ineficácia do meio a tentativa é atípica, mas punível.
(C) A ausência da menção da inidoneidade no art. 17 do Código Penal, que só trata da ineficácia do
meio e da impropriedade do objeto, não pode ser resolvida com a analogia in bonam partem.
(D) Nos casos de flagrante preparado, porque o bem está inteiramente protegido, não se pode dizer
que há crime impossível.
(E) Para sua configuração é necessário tanto que o meio seja absolutamente ineficaz, quanto que o
objeto seja absolutamente impróprio.

714. ( DPE/AM – Defensor Público – FCC/2018) No Direito Penal brasileiro, o erro


(A) sobre os elementos do tipo impede a punição do agente, pois exclui a tipicidade subjetiva em todas
as suas formas
(B) determinado por terceiro faz com que este responda pelo crime.
(C) sobre a pessoa leva em consideração as condições e qualidades da vítima para fins de aplicação
da pena.
(D) de proibição exclui o dolo, tornando a conduta atípica.
(E) sobre a ilicitude do fato isenta o agente de pena quando evitável.

715. (STM – Analista Judiciário - CESPE/2018) Acerca dos institutos do erro de tipo, do erro de
proibição e do concurso de pessoas, julgue o item subsequente.
O erro de proibição evitável exclui a culpabilidade.
( ) Certo ( ) Errado

716. (STJ – Técnico Judiciário – CESPE/2018) Considerando que crime é fato típico, ilícito e culpável,
julgue o item a seguir.

Crime doloso é aquele em que o sujeito passivo age com imprudência, negligência ou imperícia.
( ) Certo ( ) Errado

717. (TRF 1ª Região – Analista Judiciário – CESPE/2017) Julgue o próximo item, relativo ao instituto
da tentativa.

Crime culposo não admite tentativa.


( ) Certo ( ) Errado

161
718. (STJ – Analista Judiciário - Cespe/2018) Acerca do crime doloso e do arrependimento posterior,
julgue o item seguinte.
Em relação ao crime doloso, o Código Penal adota a teoria da vontade para o dolo direto e a teoria do
assentimento para o dolo eventual.
( ) Certo ( ) Errado

719. (DPE/RS – Defensor Público - FCC/2018) O afastamento da tipicidade, quando verificada lesão
penalmente irrelevante decorrente de conduta formalmente incriminada, dá-se por:
(A) princípio da adequação social.
(B) princípio da intervenção mínima.
(C) princípio da humanidade das sanções.
(D) princípio da insignificância.
(E) ineficácia absoluta do meio ou absoluta impropriedade do objeto (crime impossível).

720. (PC/SC – Escrivão – FEPESE/2017) Assinale a alternativa que indica corretamente o princípio
de direito penal pelo qual uma conduta legalmente tipificada não será considerada típica se for tolerada
e aceita pela sociedade.
(A) princípio da legalidade
(B) princípio da reserva legal
(C) princípio da ulterioridade
(D) princípio da adequação social
(E) princípio da aplicação da lei penal

721. (TJ/DFT- Analista Judiciário - CESPE) A respeito do direito penal, julgue o item a seguir.
O erro de proibição pode ser direto — o autor erra sobre a existência ou os limites da proposição
permissiva —, indireto — o erro do agente recai sobre o conteúdo proibitivo de uma norma penal — e
mandamental — quando incide sobre o mandamento referente aos crimes omissivos, próprios ou
impróprios.
( ) Certo ( ) Errado

722. (TJ/SP - Titular de Serviços de Notas e de Registros - VUNESP) Diz o parágrafo 5º do artigo
121 do Código Penal Brasileiro, que: “na hipótese de homicídio culposo, o juiz poderá deixar de aplicar a
pena, se as consequências da infração atingirem o próprio agente de forma tão grave que a sanção penal
se torne desnecessária”. Trata-se de
(A) graça.
(B) perdão judicial.
(C) anistia.
(D) indulto.

723. (Prefeitura de Teresina/PI - Guarda Civil Municipal - COPESE/UFPI) Considera-se causa de


diminuição de pena, o fato do agente ter praticado o homicídio:
(A) Por motivo fútil.
(B) Com uso de veneno, fogo, asfixia ou outro meio insidioso ou cruel.
(C) Impelido por relevante valor moral ou social.
(D) Com recebimento de recompensa.
(E) À traição ou emboscada.

724. (TJ/DF - Juiz de Direito Substituto - CESPE) Constitui homicídio qualificado o crime
(A) cometido contra deficiente físico.
(B) praticado com emprego de arma de fogo.
(C) concretizado com o concurso de duas ou mais pessoas.
(D) praticado com o emprego de asfixia.
(E) praticado contra menor de idade.

725. (Polícia Civil/SP - Escrivão de Polícia - VUNESP) Analise as informações apresentadas a seguir
e classifique-as como (V) verdadeira ou (F) falsa.
O crime de homicídio é qualificado, nos expressos termos do § 2º do art. 121 do CP, se cometido
( ) para assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou vantagem de outro crime.
( ) por funcionário público no exercício de suas funções.
( ) durante o repouso noturno.

162
A classificação correta, de cima para baixo, é:
(A) V, V, F.
(B) F, V, V.
(C) V, F, V.
(D) V, F, F.
(E) V, V, V.

726. (PC/DF - Papiloscopista Policial - FUNIVERSA) Logo após saber que seu filho fora vítima de
agressão, Ernane saiu ao encalço do agressor, tendo disparado vários tiros em direção a este, que veio
a falecer em virtude da conduta de Ernane. Nesse caso hipotético,
(A) configura-se, em tese, homicídio privilegiado, que é causa excludente da ilicitude.
(B) Ernane responderá, consoante a mais recente posição do STJ, por crime de homicídio qualificado
por motivo torpe.
(C) Ernane responderá pelo crime de homicídio simples, não havendo previsão legal, em relação à sua
conduta, que possa de alguma forma influenciar em sua pena.
(D) configura-se, em tese, homicídio privilegiado, que é causa de diminuição da pena.
(E) configura-se, em tese, homicídio privilegiado, que é causa excludente da culpabilidade.

727. (AL/MS - Agente de Polícia Legislativo - FCC) Micaela, de 19 anos de idade, após manter um
relacionamento ocasional com Rodrigo, de 40 anos de idade, acaba engravidando. Após esconder a
gestação durante meses de sua família e ser desprezada por Rodrigo, que disse que não assumiria
qualquer responsabilidade pela criança, Micaela entra em trabalho de parto durante a 40ª semana de
gestação em sua residência e sem pedir qualquer auxílio aos familiares que ali estavam, acaba parindo
no banheiro do imóvel. A criança do sexo masculino nasce com vida e Micaela, agindo ainda sob efeito
do estado puerperal, corta o cordão umbilical e coloca o recém-nascido dentro de um saco plástico,
jogando-o no lixo da rua. O bebê entra em óbito cerca de duas horas depois. Neste caso, à luz do Código
Penal, Micaela cometeu crime de
(A) homicídio culposo.
(B) homicídio doloso.
(C) aborto.
(D) lesão corporal seguida de morte.
(E) infanticídio.

728. (PC/SP - Perito Criminal - VUNESP) A questão, refere -se às normas do Código Penal. É correto
afirmar que o aborto praticado por médico
(A) não é punível, ainda que haja outro meio de salvar a vida da gestante.
(B) não é punível, se não houver outro meio de salvar a vida da gestante.
(C) não é punível em hipótese alguma.
(D) é punível, se a gravidez resulta de estupro e o aborto é precedido de consentimento da gestante
ou, quando incapaz, de seu representante legal.
(E) não é punível, se a gravidez resulta de estupro e o aborto não é precedido de consentimento da
gestante ou, quando incapaz, de seu representante legal.

729. (PC/PE - Agente de Polícia - CESPE) Acerca dos crimes contra a pessoa, assinale a opção
correta.
(A) Quando o homicídio for praticado por motivo fútil, haverá causa de diminuição de pena.
(B) Sempre que um agente mata uma vítima mulher, tem-se um caso de feminicídio.
(C) O homicídio e o aborto são os únicos tipos penais constantes no capítulo que trata de crimes contra
a vida.
(D) O aborto provocado é considerado crime pelo direito brasileiro, não existindo hipóteses de exclusão
da ilicitude.
(E) O aborto provocado será permitido quando for praticado para salvar a vida da gestante ou quando
se tratar de gravidez decorrente de estupro.

730. (MPDFT - Promotor de Justiça Adjunto - MPDFT) Quanto aos crimes contra a vida, assinale a
opção CORRETA:
(A) A expressão “durante ou logo após o parto" impede a caracterização do infanticídio se a conduta
for praticada mais de 24h após o parto ter sido concluído.
(B) Se “A" induz “B" a se matar, mas “B" apenas experimenta lesões leves, “A" pratica delito de auxílio
ao suicídio, na forma tentada.

163
(C) Para a realização do aborto com o consentimento da gestante, em caso de gravidez resultante de
estupro, o médico precisa de autorização judicial.
(D) Apressar a morte de quem esteja desenganado configura homicídio com relevante valor social.
(E) Ao autor de homicídio praticado contra a mulher por razões da condição de sexo feminino da vítima
aplica-se circunstância qualificadora.

731. (Polícia Civil/SP - Escrivão de Polícia - VUNESP) A lesão corporal se enquadra nas hipótese
expressas no art. 129, § 2.º do CP, doutrinariamente denominada gravíssima, ocorre:
(A) aceleração de parto.
(B) incapacidade para as ocupações habituais, por mais de trinta dias.
(C) debilidade permanente de membro, sentido ou função.
(D) perigo de vida.
(E) enfermidade incurável.

732. (PC/PA - Papiloscopista - FUNCAB) Considerando apenas as informações existentes nas


alternativas, assinale aquela que caracteriza crime de lesão corporal gravíssima (art. 129, § 2º, do CP).
(A) Provocar dolosamente a perda de audição em um dos ouvidos da vítima.
(B) Agredir a vítima com intenção de interromper sua gravidez mediante aborto, o que efetivamente
ocorre.
(C) Lesionar a vítima dolosamente, causando-lhe por culpa incapacidade permanente para o trabalho.
(D) Transmitir a vítima, intencionaImente, enfermidade grave, mas curável.
(E) Queimar culposamente significativa parte do corpo da vítima, de modo a causar-lhe deformidade
permanente.

733. (PC/MA - Perito Criminal - CESPE/2018) Mário, ao envolver-se em uma briga, lesionou Júlio.
Nessa situação hipotética, Mário responderá por lesão corporal de natureza grave se tiver
(A) provocado em Júlio debilidade permanente de função, como, por exemplo, a redução da
capacidade mastigatória pela perda dentária.
(B) ofendido a integridade corporal de Júlio, causando-lhe diversas escoriações no corpo.
(C) causado a morte de Júlio, ainda que em circunstâncias que evidenciem que Mário não queria matá-
lo.
(D) causado a morte de Júlio em circunstâncias que evidenciem que Mário assumiu o risco de produzir
o resultado.
(E) provocado a incapacitação de Júlio para ocupações habituais, como, por exemplo, o trabalho e o
estudo, por quinze dias.

734. (MPE/SP - Promotor - VUNESP) Com relação ao crime de rixa, descrito no art. 137, caput, do
Código Penal (“Participar de rixa, salvo para separar os contendores”), assinale a alternativa
INCORRETA.
(A) É crime plurissubjetivo ou de concurso necessário.
(B) Há presunção de perigo, que decorre da simples existência material da contenda.
(C) É possível uma pessoa ser sujeito ativo e passivo do mesmo crime.
(D) É infração de forma livre, podendo ser cometida por qualquer meio eleito pelo agente.
(E) Quem provoca a rixa por imprudência, sem dela participar, responde também pelo crime.

735. (SURG - Agente de Trânsito - CONSULPAM) Tomando por base os tipos penais de crimes
contra a honra, complete as lacunas abaixo para, ao final, escolher a sequência CORRETA:
I - Imputar a alguém fato ofensivo à sua reputação.
II - Ofender alguém em sua dignidade ou o decoro.
III - Imputar falsamente a alguém fato definido como crime.
(A) injúria, difamação, calúnia.
(B) difamação, calúnia, injúria.
(C) difamação, injúria, calúnia.
(D) calúnia, injúria, difamação.

736. (TRT 1ª Região/RJ - Juiz do Trabalho Substituto - FCC) Em princípio, nos crimes contra a
honra dispostos no Código Penal cabe;
(A) retratação na injúria, exceto se racial.
(B) retratação na injúria em geral.

164
(C) exceção da verdade na calúnia contra os mortos.
(D) exceção da verdade na injúria.
(E) exceção da verdade na difamação contra particular.

737. (PC/PA - Escrivão de Polícia Civil - FUNCAB) O crime de ameaça:


(A) não pode ser praticado por meios simbólicos.
(B) é de ação penal privada.
(C) pressupõe injustiça do mal prometido.
(D) quando usado como meio executório de um roubo, coexiste com este em concurso de crimes.
(E) não admite transação penal.

738. (TRT 15ª Região - Juiz do Trabalho - TRT 15ª Região) No crime de ameaça é INCORRETO
asseverar:
(A) a ameaça para constituir o crime tem de ser idônea, séria e concreta, capaz de efetivamente
impingir medo à vítima;
(B) o crime de ameaça consiste na promessa feita pelo sujeito ativo de mal justo ou injusto e grave a
qualquer pessoa, violando a liberdade psíquica;
(C) o crime de ameaça consiste na promessa feita pelo sujeito ativo de mal injusto e grave a quaisquer
pessoa, violando a liberdade psíquica;
(D) a falta de consciência ou de capacidade mental para entender a gravidade do mal ameaçado afasta
a possibilidade do crime;
(E) a ação penal é pública condicionada à representação do ofendido.

739. (SEJUS/CE - Agente Penitenciário - Instituto AOCP/2017) Sobre os crimes contra a honra,
previstos no Código Penal, assinale a alternativa correta.
(A) Não constitui injúria ou difamação punível a ofensa irrogada em juízo, na discussão da causa,
pela parte ou por seu procurador.
(B) São crimes contra a honra: a difamação, a ameaça e a injúria.
(C) A exceção da verdade é um instituto exclusivo da calúnia.
(D) A retratação da injúria pelo agente antes da sentença o isenta de pena.

740. (PC/ES - Delegado de Polícia - FUNCAB) Geraldino permitiu seu encarceramento pelo
patologista André, para se submeter a uma experiência científica. Ao terminar o período da experiência,
Geraldino procurou a delegacia de polícia da circunscrição de sua residência, alegando que fora vítima
de crime, em face do seu encarceramento. Do relato apresentado, conclui-se:
(A) Não há crime, pois o consentimento do ofendido excluiu a ilicitude.
(B) André praticou o crime de sequestro ou cárcere privado qualificado, preceituado no artigo 148, §
1º, II (se o crime é praticado mediante internação da vítima em casa de saúde ou hospital) do CP.
(C) André praticou o crime de sequestro ou cárcere privado qualificado, preceituado no artigo 148, §
2º (se resulta à vítima, em razão de maus-tratos ou da natureza da detenção, grave sofrimento físico ou
moral) do CP.
(D) André praticou o crime de lesão corporal, que absorve o crime de sequestro ou cárcere privado.
(E) André praticou os crimes de lesão corporal e de sequestro ou cárcere privado, em concurso
material.

741. (Polícia Federal - Delegado de Polícia - CESPE) Com relação aos crimes previstos no CP,
julgue o item que segue:
O delito de sequestro e cárcere privado, inserido entre os crimes contra a pessoa, constitui infração
penal de ação múltipla, e a circunstância de ter sido praticado contra menor de dezoito anos de idade
qualifica o crime.
( ) Certo ( ) Errado

742. (SUSEPE/RS - Agente Penitenciário - Fundação La Salle/ 2017) Quem constranger alguém,
mediante violência ou grave ameaça, ou depois de lhe haver reduzido, por qualquer outro meio, a
capacidade de resistência, a não fazer o que a lei permite, ou a fazer o que ela não manda estará
incorrendo no crime de:
(A) ameaça.
(B) constrangimento ilegal.
(C) extorsão.

165
(D) estelionato.
(E) extorsão indireta.

743. (PC/AC - Auxiliar de Necropsia - IBADE/2017) O delito de sequestro ou cárcere privado é


classificado como crime:
(A) habitual e de perigo.
(B) permanente e de perigo.
(C) continua do e de perigo
(D) continuada e de dano
(E) permanente e de dano

744. (PC/GO - Escrivão de Polícia - UEG) No que respeita ao crime de injúria, verifica-se que
(A) a consumação ocorre quando a emissão do conceito negativo chega ao conhecimento da vítima.
(B) a retorsão imediata é causa de diminuição de pena, de observância obrigatória pelo magistrado
quando da prolação da sentença.
(C) é admitida a exceção da verdade, quando ocorrer ofensa à dignidade e ao decoro da vítima.
(D) a pessoa jurídica pode ser vítima do crime de injúria, tendo em conta gozar de reputação perante
o mercado.

745. (TRT 18ª Região/GO - Juiz do Trabalho - FCC) Quanto à injúria, é correto afirmar que
(A) a pena é aumentada de 1/3 se o crime é cometido contra pessoa portadora de deficiência.
(B) absorve o crime de lesão corporal, se consiste em violência que, por sua natureza ou pelo meio
empregado, possa ser considerada aviltante.
(C) há extinção da punibilidade quando o ofendido, de forma reprovável, provocou diretamente a
ofensa.
(D) não responde pelo crime quem dá publicidade a conceito desfavorável emitido por funcionário
público, em apreciação ou informação que preste no cumprimento de dever do ofício.
(E) admissível a retratação, se verificada até o recebimento da denúncia.

746. (CRO/PR - Recepcionista - Quadrix) Carla trabalha como recepcionista em uma empresa e,
após algum tempo, começa a atender ligações com conteúdo sigiloso, relativo a grandes contratos que
serão fechados pela diretoria. Ao ter conhecimento de tais informações, ela as transmite a outro grupo
que se beneficiará do conteúdo. Ao fazer isso, Carla violou o segredo profissional, um crime previsto no
art. 154 do Código Penal Brasileiro, que diz:
(A) É permitida a divulgação de informações obtidas através de terceiros, desde que beneficiem um
grupo específico.
(B) Divulgar segredos de que tenha ciência em razão de sua função e em benefício próprio não é
crime.
(C) Divulgar segredo de que tenha ciência em razão de sua função é crime.
(D) Divulgar informações obtidas graças à sua função não é crime.
(E) Não divulgar informações sigilosas de que tenha ciência em razão de sua função é crime.

747. (SEFAZ/PE - Julgador Administrativo Tributário do Tesouro Estadual - FCC) Um funcionário


do cartório administrativo de processamento tributário frequenta um clube de futebol e, após o treinamento
do time, participa das confraternizações semanais. Em um desses encontros o funcionário conta ao seu
colega de clube João, empresário da cidade, que um comerciante está devendo quantidade de imposto
superior ao patrimônio da empresa. João, por ser fornecedor do empresário, não mais efetivou negócios
com o empresário, causando-lhe a falência. A conduta praticada pelo funcionário do cartório caracteriza
o crime de
(A) sonegação de correspondência.
(B) divulgação de segredo.
(C) violação de correspondência.
(D) invasão de dispositivo informático.
(E) violação de segredo profissional.

748. (SEFAZ/PE - Julgador Administrativo Tributário do Tesouro Estadual - FCC) Quanto ao crime
de divulgação de segredo, no caso de a informação violada gerar a inviabilização da arrecadação do
tributo, a ação penal será

166
(A) pública condicionada, pois dependerá da vontade particular do sócio ou diretor da empresa
envolvida.
(B) pública incondicionada, porque, independentemente de ter causado ou não prejuízo à
Administração pública, envolve ente público na consecução das atividades.
(C) pública condicionada, pois haverá prejuízo ao particular, em face da conduta criminosa violadora.
(D) pública incondicionada, pois resultou prejuízo à Administração pública, independentemente do
prejuízo causado ao particular.
(E) privada, pois, mesmo que haja prejuízo à Administração pública, com o prejuízo causado ao
particular, somente este tem possibilidade de interposição de ação.

749. (CRP/MG - Assistente Administrativo - Quadrix) As informações sigilosas representam um


delito para a pessoa que as detém, caso essas informações sejam obtidas através da função, do cargo
ou do ofício que ela possua. O art. 154 do Código Penal prevê, se forem reveladas as informações
sigilosas:
(A) detenção de três meses a um ano, ou multa.
(B) detenção de três meses a dois anos e multa.
(C) detenção de três meses a um ano e multa.
(D) detenção de seis meses a um ano ou multa.
(E) detenção de seis meses a um ano e multa.

750. (TRF - 3ª REGIÃO - Analista Judiciário - FCC) Brutus, no interior de uma loja, a pretexto de
adquirir roupas, solicitou ao vendedor vários modelos para experimentar, mas, no interior do provador,
escondeu uma das peças dentro de suas vestes, devolveu as demais e deixou o local. Brutus cometeu
crime de
(A) furto qualificado pela fraude.
(B) apropriação indébita.
(C) furto simples.
(D) estelionato.
(E) furto de coisa comum.

751. (Polícia Científica/PE - Conhecimentos Gerais - CESPE) Considere que José tenha subtraído
dinheiro de Manoel, após lhe impossibilitar a resistência. Nessa situação hipotética, fica caracterizada a
causa de aumento de pena se José tiver cometido o crime
(A) com emprego de chave falsa.
(B) com restrição da liberdade de Manoel.
(C) com destruição de obstáculo à subtração do dinheiro.
(D) mediante fraude, escalada ou destreza.
(E) durante o repouso noturno.

752. (TJ/PA - Titular de Serviços de Notas e de Registros – IESES) O ato de adquirir, receber,
transportar, conduzir ou ocultar, em proveito próprio ou alheio, coisa que sabe ser produto de crime, ou
influir para que terceiro, de boa-fé, a adquira, receba ou oculte é tipificado como crime de:
(A) Receptação.
(B) Apropriação indébita.
(C) Induzimento à especulação.
(D) Estelionato.

753. (Polícia Civil/SP - Escrivão de Polícia – VUNESP) Qualifica o crime de furto, nos termos do art.
155, § 4.º do CP, ser o fato praticado.
(A) em local ermo ou de difícil acesso.
(B) contra ascendente ou descendente.
(C) durante o repouso noturno.
(D) com abuso de confiança.
(E) mediante emprego de arma de fogo.

754. (PC/PA - Delegado - UEPA) Usando um crachá que o identificava como oficial de justiça, um
homem entrou no escritório de uma empresa, supostamente para entregar uma intimação ao proprietário.
Enquanto a secretária foi chamar o chefe, o visitante se aproveitou de que ficara só na sala para guardar

167
em sua pasta um notebook e um tablet, retirando-se em seguida. Constatando-se posteriormente que o
suposto oficial de justiça havia falsificado o crachá, deveria ser indiciado:
(A) apenas por estelionato, ficando a falsificação de documento público absorvida por ser o meio
executivo da fraude cometida.
(B) apenas por furto qualificado, porque a despeito de haver fraude na conduta do agente, ele na
verdade subtraiu bens da vítima.
(C) apenas por furto qualificado pelo abuso de confiança, porque o cidadão comum tem natural
confiança na autoridade pública.
(D) por falsificação de documento público, uso de documento falso e estelionato, em concurso material.
(E) por falsificação de documento público e estelionato, em concurso material.

755. (PC/PA - Escrivão - UEPA) Em relação aos crimes patrimoniais, deve ser indiciado:
(A) por estelionato o agente que, fazendo-se passar por auditor fiscal, subtrai do escritório de uma
empresa dois notebooks que estavam sobre mesas de trabalho, enquanto os funcionários se afastam
para buscar os livros contábeis por ele exigidos.
(B) por apropriação indébita, o funcionário que retira do cofre da empresa certa quantia em dinheiro,
sem saber que havia no local uma câmera, instalada justamente para monitorar o comportamento dos
funcionários.
(C) por receptação, o comerciante que faz um acordo com assaltantes de seu bairro, por meio do qual
se compromete a comprar, para fins de revenda, peças de celulares que eles roubarem dali por diante.
(D) por extorsão mediante sequestro o indivíduo que, após tomar um casal de namorados como reféns,
libera o rapaz para buscar dinheiro, como condição para libertar a moça que continuará em seu poder até
o recebimento dos valores.
(E) por extorsão, o indivíduo que chantageia seu concorrente em um concurso público, ameaçando
apresentar provas de um crime por ele cometido, como forma de forçá-lo a desistir da vaga, que assim
será destinada ao coator.

756. (Polícia Civil/SP - Escrivão de Polícia – VUNESP) A conduta de constranger alguém, mediante
violência ou grave ameaça e com o intuito de obter para si ou para outrem trem indevida vantagem
econômica, a fazer, tolerar que se faça ou deixar fazer alguma coisa caracteriza o crime de
(A) extorsão.
(B) abuso de poder.
(C) exercício arbitrário.
(D) coação no curso do processo.
(E) roubo.

757. (PC/ES - Escrivão de Polícia – FUNCAB) Elpídio, conhecido corretor, alugou uma casa para seu
amigo Márcio. Quando a inadimplência do locatário já somava quatro meses, o locador procurou Márcio
e solicitou que ele pagasse pelo menos dois meses, relatando a importância dos aluguéis para sua
subsistência. Na ocasião, Márcio solicitou mais dez dias para saldar seu débito, no que foi atendido.
Entretanto, o prazo se esgotou sem que ele efetivasse o pagamento. Indignado com a inadimplência de
seu amigo, Elpídio ameaçou Márcio com um revólver calibre 38, levando sua TV de 42”, seu DVD, seu
relógio Rolex, objetivando compensar seu prejuízo. Assim, Elpídio praticou o crime de:
(A) furto.
(B) roubo.
(C) extorsão.
(D) ameaça.
(E) exercício arbitrário das próprias razões.

758. (PC/ES - Escrivão de Polícia – FUNCAB) Vitorina, ex-funcionária da empresa de fornecimento


de energia elétrica, vestindo um uniforme antigo, foi até a casa de Pauliana dizendo que estava ali para
receber os valores da conta mensal de fornecimento de energia elétrica. Acreditando em Vitorina,
Pauliana pagou os valores a esta, que utilizou o dinheiro para comprar alguns vestidos. Entretanto, como
sempre, as contas dessa empresa eram e deveriam ser pagas na rede bancária. Logo, Vitorina praticou
o crime de:
(A) furto.
(B) roubo.
(C) estelionato.

168
(D) apropriação indébita.
(E) extorsão.

759. (TJ/RO - Analista Judiciário - CESPE) A respeito do iter criminis e do momento de


consumação do delito, assinale a opção correta.
(A) A tentativa, uma norma de extensão temporal, não se enquadra diretamente no tipo incriminador;
faz-se necessária uma norma que amplie a figura típica até alcançar o fato material.
(B) A tentativa perfeita ou crime falho é aquela na qual o agente interrompe a atividade executória e
não consuma o crime por circunstâncias alheias à sua vontade.
(C) O crime de extorsão se consuma com a obtenção da indevida vantagem econômica por parte do
agente.
(D) A tentativa de homicídio se distingue do delito de lesões corporais dolosas pela gravidade da ofensa
à integridade física da vítima.
(E) O crime tentado é punido da mesma forma que o crime consumado, pois o que vale é a intenção
do agente.

760. (TJ/RO - Analista Judiciário – CESPE) Assinale a opção correta, acerca de crimes contra o
patrimônio.
(A) O cadáver, utilizado para estudos em uma universidade, que foi subtraído e destruído com o
simples propósito de impedir as pesquisas acadêmicas, não caracteriza objeto material do crime de furto,
em virtude de sua absoluta impropriedade.
(B) Nos delitos patrimoniais, as imunidades penais de caráter pessoal, quando absolutas isentam o
agente de pena; quando relativas afastam a culpabilidade, diminuindo o juízo de reprovação da conduta.
(C) O cheque emitido fraudulentamente mediante falsificação da assinatura do titular, se pago
integralmente antes do recebimento da denúncia, exclui o crime de estelionato em sua forma básica.
(D) Para a consumação do crime de apropriação indébita previdenciária basta o não recolhimento das
contribuições descontadas, no prazo legal, independentemente de dano patrimonial efetivo à previdência.
(E) Qualquer pessoa pode ser sujeito ativo do crime de furto em sua forma simples, o que inclui, em
alguns casos, tanto o possuidor quanto o proprietário da coisa móvel.

761. (TJ/AL – Auxiliar Judiciário – CESPE) Acerca dos delitos de estelionato e outras fraudes e do
crime de receptação, assinale a opção correta.
(A) Constitui crime o ato de lesar o próprio corpo com o intuito de receber valor de seguro, mas não o
ato de agravar, com o mesmo fim, as consequências de lesão já sofrida.
(B) Aquele que faz refeição em restaurante, se aloja em hotel ou se utiliza de meio de transporte sem
dispor de recursos para efetuar o pagamento pratica o delito de estelionato.
(C) No que se refere ao delito de receptação qualificada, não se equipara à atividade comercial o
comércio irregular ou clandestino.
(D) Só se admite a punição pela prática do delito de receptação caso seja conhecido e punido o autor
do crime de que proveio a coisa ilícita.
(E) Tratando-se do delito de estelionato, se o criminoso é primário e é de pequeno valor o prejuízo
causado, o juiz poderá aplicar somente a pena de multa.

762. (TRT/8ª - Analista Judiciário – FCC) O crime de receptação descrito no art. 180, caput, do
Código Penal (adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar, em proveito próprio ou alheio, coisa que
sabe ser produto de crime, ou influir para que terceiro de boa-fé, a adquira, receba ou oculte), no que
concerne aos elementos do fato típico, é um
(A) tipo penal normal
(B) tipo penal anormal, face à existência de elemento subjetivo
(C) crime omissivo
(D) crime sem resultado
(E) exemplo de tipicidade indireta.

763. (TJ/AM - Titular de Serviços de Notas e de Registros - IESES/2018) O crime descrito no Art.
168-A do Código Penal que trata da apropriação indébita previdenciária é classificado como:
(A) Comissivo próprio.
(B) Comissivo impróprio.
(C) Omissivo impróprio.
(D) Omissivo próprio.

169
764. (PC/SP - Escrivão de Polícia – VUNESP) Aquele que desvia e faz circular moeda, cuja circulação
não estava ainda autorizada, incorre nas penas do crime de
(A) falsidade ideológica.
(B) petrechos para falsificação de moeda.
(C) moeda falsa.
(D) emissão de título ao portador sem permissão legal.
(E) falsificação de papéis públicos.

765. (Câmara de Marília/SP - Procurador Jurídico - VUNESP) Aquele que guarda instrumento
especialmente destinado à falsificação de moeda
(A) comete crime equiparado ao crime de falsificação de moeda (CP, art. 289), mas receberá pena
reduzida.
(B) comete crime equiparado ao crime de falsificação de moeda (CP, art. 289), com idêntica pena.
(C) comete crime assimilado ao crime de falsificação de moeda (CP, art. 290).
(D) comete o crime de petrechos para falsificação de moeda (CP, art. 291).
(E) não comete crime algum, por se tratar de ato preparatório.

766. (TJ/SP - Escrevente Técnico Judiciário - VUNESP) O caput do art. 293 do CP tipifica a
falsificação de papéis públicos, especial e expressamente no que concerne às seguintes ações:
(A) produção e confecção
(B) contrafação e conspurcação
(C) fabricação e alteração.
(D) adulteração e corrupção
(E) corrupção e produção.

767. (Prefeitura de Jundiaí/SP - Procurador Municipal – Makiyama) Conforme o Código Penal


Brasileiro, a conduta de falsificar, através de fabricação ou de alteração, talão, recibo, guia, alvará ou
qualquer outro documento relativo à arrecadação de rendas públicas ou a depósito ou caução por que o
poder público seja responsável é denominada crime de:
(A) Falsidade ideológica.
(B) Falsificação de documentos públicos.
(C) Falsidade material.
(D) Falsificação de sinal público.
(E) Falsificação de papéis públicos.

768. Falsificar, fabricando-os ou alterando-os, selo destinado a controle tributário, papel selado ou
qualquer papel de emissão legal destinado à arrecadação de tributo, trata-se do crime de
(A) Falsificação do selo ou sinal público.
(B) Falsificação de papéis públicos.
(C) Falsificação de documento público.
(D) Falsificação de documento particular.
(E) Falsidade material de atestado ou certidão.

769. (TJ/SP – Escrevente Técnico Judiciário - VUNESP) O crime de “petrechos de falsificação” (CP,
art. 294), por expressa disposição do art. 295 do CP, tem a pena aumentada de sexta parte se o agente
(A) é funcionário público.
(B) é funcionário público, e comete o crime, prevalecendo-se do cargo.
(C) tem intuito de lucro.
(D) confecciona documento falso hábil a enganar o homem médio.
(E) causa, com sua ação, prejuízo ao erário público.

770. (Prefeitura de Goiânia/GO - Auditor de Tributos - CS-UFG) Aquele que falsifica, no todo ou em
parte, cartão de crédito ou débito de banco público, enquadra-se no crime de
(A) petrechos de falsificação.
(B) falsificação de documento particular.
(C) falsificação de documento público.
(D) falsidade ideológica.

170
771. (MPE/SP - Oficial de Promotoria I - VUNESP) Com relação à figura do art. 305 do CP
(“supressão de documento"), é correto afirmar que
(A) o crime apenas se configura se o sujeito ativo não pode dispor do documento.
(B) a pena é exatamente a mesma, tanto com relação ao documento público como com relação ao
documento particular.
(C) o tipo penal pune a conduta de “suprimir documento", mas não a de “destruir documento".
(D) o tipo penal pune a conduta de “suprimir documento", mas não a de “ocultar documento".
(E) é punida com pena privativa de liberdade, na modalidade detenção, e multa.

772. (TJ-MT - Distribuidor, Contador e Partidor - UFMT) A falsificação e o uso de um documento


público, pelo mesmo agente, configura o delito de
(A) uso de documento falso.
(B) falsificação de documento público e uso de documento falso, em concurso material.
(C) falsificação de documento público e uso de documento falso, em concurso formal.
(D) falsificação de documento público.

773. (CGM/RJ - Contador – Pref. do Rio de Janeiro-RJ) De acordo com o expressamente disposto
no Código Penal, a conduta de omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia
constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de
prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante configura crime
de:
(A) falsificação de documento público
(B) uso de documento falso
(C) falsidade ideológica
(D) falsidade filatélica

774. (TRE/AP - Analista Judiciário - FCC) Sobre os crimes de falsidade documental é INCORRETO
afirmar:
(A) Está sujeito às penas do crime de falsificação de documento público quem insere na Carteira de
Trabalho e Previdência Social do empregado declaração diversa da que deveria ter sido escrita.
(B) Equipara-se a documento particular para caracterização do crime de falsificação de documento
particular o cartão de crédito ou débito.
(C) No caso de falsidade ideológica se o agente é funcionário público e falsifica assentamento de
registro civil aumenta-se a pena cominada ao delito de sexta parte.
(D) O médico que dá, no exercício de sua profissão, atestado falso está sujeito ao crime de falsidade
de atestado médico com pena de detenção de um mês a um ano majorada de 1/3 se o crime for cometido
com intuito de lucro.
(E) O testamento particular e as ações de sociedade comercial equiparam-se a documento público
para caracterização do crime de falsificação de documento público.

775. (Prefeitura de Salvador/BA - Procurador do Município - CESPE) De acordo com o Código


Penal, agente que registrar na CTPS de empregado, ou em qualquer documento que deva produzir efeito
perante a previdência social, declaração falsa ou diversa daquela que deveria ter sido escrita praticará o
delito de
(A) uso de documento falso.
(B) falsificação de documento particular.
(C) falsa identidade.
(D) falsidade ideológica.
(E) falsificação de documento público.

776. (TRF/2ª Região - Analista Judiciário – FCC) Clemente falsificou um alvará judicial para
levantamento de depósito judicial em nome de Clementina. Clementina foi até a agência bancária e o
apresentou ao caixa, que acabou descobrindo a falsificação. Nesse caso, Clemente:
(A) e Clementina responderão pelo crime de falsificação de papéis públicos.
(B) responderá pelo crime de falsificação de documento público e Clementina por uso de documento
falso.
(C) e Clementina responderão pelo crime de falsificação de documento público.
(D) responderá pelo crime de falsificação de papéis públicos e Clementina por uso de papel público
falsificado.

171
(E) responderá pelo crime de falsificação de documento particular e Clementina por uso de documento
falso.

777. (TRE/MS – Analista Judiciário - CESPE) Silas, maior e capaz, foi abordado por policiais militares
e, ao ser questionado acerca do documento de identificação, apresentou, como sendo seu, o único
documento que carregava, um título de eleitor, autêntico, pertencente a terceira pessoa. Nessa situação
hipotética,
(A) a conduta de Silas ajusta-se ao crime de uso de documento de identidade alheio.
(B) Silas praticou o crime de falsidade ideológica.
(C) configurou-se o delito de uso de documento falso.
(D) Silas perpetrou o crime de falsa identidade.
(E) a conduta de Silas foi atípica, pois ele exibiu o documento apenas por exigência dos policiais.

778. (TRE/RO – Analista Judiciário - FCC) O crime de falsa identidade


(A) só é punido quando não for elemento de crime mais grave.
(B) não se caracteriza quando o agente se faz passar por pessoa inexistente, fornecendo identidade
imaginária.
(C) só se configura se tiver o objetivo de obter vantagem patrimonial.
(D) exige imprudência ou negligência por parte do agente, na forma culposa.
(E) não se caracteriza quando tiver o objetivo de causar dano a outrem.

779. (TRF/5ª Região Analista Judiciário – FCC) Em relação aos crimes contra a fé pública previstos
no Código Penal brasileiro é correto afirmar,
(A) Excepcionalmente admitem a modalidade culposa quando se tratar de falsificação de documento
particular.
(B) Exigem como elemento a imitação ou alteração da verdade; a possibilidade de dano e o dolo.
(C) A alteração inapta a induzir número indeterminado de pessoas leva à consideração da forma
tentada em qualquer caso.
(D) No crime de moeda falsa, mesmo ausente a capacidade ilusória da contrafação, tem-se
caracterizada sua consumação.
(E) Tratando-se de crimes formais não admitem forma tentada.

780. (PC/ES - Escrivão de Polícia – FUNCAB) Carlindo, médico, conseguiu e utilizou o conteúdo da
prova do concurso público para provimento do cargo de médico do governo estadual, sendo o primeiro
colocado no concurso público. Logo, Carlindo:
(A) praticou o crime de estelionato (artigo 171 do CP).
(B) praticou o crime de impedimento, perturbação ou fraude de concorrência (artigo 335 do CP).
(C) praticou o crime de violação do sigilo de proposta de concorrência (artigo 326 do CP).
(D) praticou o crime de fraude em certames de interesse público (artigo 311- A do CP).
(E) não praticou crime.

781. (Prefeitura de Boa Bista/RR - Procurador Municipal - CESPE/2019) Juan González,


estrangeiro, enfermeiro, residente havia dois anos em Boa Vista – RR, apresentava-se como médico no
Brasil e atendia pacientes gratuitamente em um posto de saúde da rede pública municipal, embora não
fosse funcionário público. Seu verdadeiro objetivo com essa prática era retirar medicamentos do local e
revendê-los para obter lucro.
Em razão de denúncia anônima a respeito do desvio de medicamentos, Juan, portando caixas de
remédios retiradas do local, foi abordado em seu automóvel por policiais logo após ter saído do posto e
foi, então, conduzido à delegacia. Para que seu verdadeiro nome não fosse descoberto, Juan identificou-
se à autoridade policial como Pedro Rodríguez, buscando, assim, evitar o cumprimento de mandado de
prisão expedido por ter sido condenado pelo crime de moeda falsa no Brasil.
Questionado sobre a propriedade do veículo no qual se encontrava no momento da abordagem, Juan
informou tê-lo comprado de uma pessoa desconhecida, em Boa Vista. Durante a investigação policial,
verificou-se que o veículo havia sido furtado por outra pessoa no Brasil e que a placa estava adulterada.
Verificou-se, ainda, que a placa identificava um veículo registrado no país de origem de Juan e em seu
nome, embora Juan tivesse alegado ter adquirido o veículo já com a referida placa.
Considerando essa situação hipotética, julgue o item que se segue.

172
Juan não deverá responder pelo crime de peculato, apesar de ter se apropriado de medicamentos da
rede pública de saúde.
( ) Certo ( ) Errado

782. (Câmara de Sertãozinho/SP - Procurador - VUNESP/2019) A respeito dos crimes contra a


administração pública, previstos no Código Penal, assinale a alternativa correta.
(A) O crime de peculato apenas se configura quando o bem móvel apropriado ou desviado pelo
funcionário público for público.
(B) No crime de peculato, na modalidade culposa, a reparação do dano até a condenação recorrível
extingue a punibilidade.
(C) O crime de exercício arbitrário das próprias razões apenas se configura se a pretensão a ser
satisfeita for ilegítima.
(D) O crime de promover ou facilitar a fuga de pessoa só admite sujeito ativo funcionário público.
(E) O crime de exploração de prestígio somente pode ser praticado por funcionário público.

783. (Câmara de Monte Alto/SP - Procurador - VUNESP/2019) O funcionário público que exige
tributo ou contribuição social que sabe ou deveria saber indevido, ou, quando devido, emprega na
cobrança meio vexatório ou gravoso, que a lei não autoriza, comete crime de
(A) peculato.
(B) concussão.
(C) descaminho
(D) corrupção passiva
(E) excesso de exação.

784. (CGE/CE - Auditor de Controle Interno - CESPE/2019) Milton, valendo-se de sua condição de
servidor público e cedendo a pedido de amigo íntimo, deixou de cumprir seu dever funcional ao não ter
promovido ação para apurar infração de determinada empresa vinculada à administração pública.
Nessa situação hipotética, apurada a conduta de Milton, ele deverá responder pelo crime de
(A) advocacia administrativa qualificada.
(B) corrupção passiva privilegiada.
(C) corrupção ativa.
(D) concussão.
(E) condescendência criminosa.

785. (PC/ES - Escrivão de Polícia - Instituto AOCP/2019) O funcionário público que retardar ou
deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para
satisfazer interesse ou sentimento pessoal, incorrerá no delito de
(A) prevaricação.
(B) condescendência criminosa.
(C) concussão.
(D) corrupção passiva.
(E) corrupção ativa.

786. (AGU - Administrador - IDECAN/2019) A respeito do crime de corrupção passiva, assinale a


alternativa que o defina penalmente.
(A) Retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição
expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal.
(B) Patrocinar, direta ou indiretamente, interesse privado perante a administração pública, valendo-se
da qualidade de funcionário.
(C) Solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou
antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem.
(D) Exigir, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de
assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida.
(E) Apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou
particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio.

173
787. (Inaz do Pará - Assistente Jurídico - Core SP/2019) Marque a alternativa correta de acordo
com o que dispõe o código penal brasileiro sobre o crime de peculato:
(A) Exigir, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de
assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida.
(B) Solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou
antes de assumila, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem.
(C) Retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição
expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal.
(D) Apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou
particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio.
(E) Solicitar, exigir, cobrar ou obter, para si ou para outrem, vantagem ou promessa de vantagem, a
pretexto de influir em ato praticado por funcionário público no exercício da função.

788. (VUNESP - Administrador Judiciário - TJSP/2019) O servidor público que, por indulgência,
deixar de responsabilizar o subordinado que cometeu infração no exercício do cargo, cometerá o crime
de
(A) peculato mediante erro de outrem.
(B) prevaricação.
(C) condescendência criminosa.
(D) excesso de exação.
(E) emprego irregular de verbas públicas.

789. (TJ/SC - Juiz Substituto - CESPE/2019) Joaquim, fiscal de vigilância sanitária de determinado
município brasileiro, estava licenciado do seu cargo público quando exigiu de Paulo determinada
vantagem econômica indevida para si, em função do seu cargo público, a fim de evitar a ação da
fiscalização no estabelecimento comercial de Paulo.

Nessa situação hipotética, Joaquim praticou o delito de


(A) constrangimento ilegal.
(B) extorsão.
(C) corrupção passiva.
(D) concussão.
(E) excesso de exação.

790. (TJ/AC - Juiz de Direito - VUNESP/2019) Assinale a alternativa correta.


(A) O excesso de exação é subtipo do delito de concussão que implica pena mínima mais grave que
a prevista no tipo principal.
(B) O crime de corrupção ativa de testemunha, perito, contador, tradutor ou intérprete é material e
permite a forma tentada.
(C)A reparação do dano no crime de peculato culposo, realizada antes da sentença condenatória
irrecorrível é causa de diminuição de um terço a metade da pena.
(D) As fraudes em certames de interesse público é crime próprio, praticado apenas por funcionário
público.

791. (TRT 15ª Região – Técnico Judiciário – FCC/2018) Astolfo, é surpreendido na prática de crime
de roubo e recebe ordem de prisão por dois policiais militares do Estado X que estão devidamente
fardados e com viatura. Para evitar a prisão, Astolfo arremessa pedras em direção aos policiais ferindo a
ambos que, ainda assim, conseguem prendê-lo com o uso da força necessária. Em relação à ação contra
a execução de ordem legal praticada por Astolfo, sem prejuízo de outros crimes decorrentes da violência,
ele poderá responder pelo crime de
(A) Desacato.
(B) Desobediência.
(C) Resistência.
(D) Obstrução à justiça.
(E) Desinteligência.

792. (TJ/SC - Titular de Serviços de Notas e de Registros - IESES/2019) Enzo, um particular que
exerce a profissão de jornalista, resolve um dia se passar por Auditor Fiscal da Receita Federal, e, assim
se apresentando e portando uma carteira de couro preta com a estampa do brasão da República, entra

174
em um estabelecimento comercial e exige o exame dos livros contábeis, no que é atendido. Analisa os
livros, por curiosidade quanto aos ganhos da sociedade empresária, e vai embora. A conduta de Enzo
encontra adequação típica:
(A) No delito de usurpação de função pública, art. 328 do Código Penal.
(B) No delito de falsa identidade, art. 307 do Código Penal.
(C) Na contravenção de uso ilegítimo de uniforme ou distintivo, art. 46 do Decreto-Lei nº 3.688/1941
(Lei das Contravenções Penais).
(D) Na contravenção de simulação da qualidade de funcionário, art. 45 do Decreto-Lei nº 3.688/1941
(Lei das Contravenções Penais).

793. (PGR - Procurador da República - PGR) No tema de corrupção ativa a alternativa correta é:
(A) Pouco importa se o ato a ser praticado pelo funcionário público seja legal ou ilegal;
(B) A tentativa ocorrera se, por circunstancias alheias a vontade do agente, não chegar ao
conhecimento do funcionário;
(C) Tentativa ocorrera se o funcionário não retardar ou omitir ato de oficio ou não pratica-lo infringindo
dever funcional;
(D) Incide o aumento mesmo se, por causa da promessa, o funcionário praticar o ato de acordo com
as normas incidentes.

794. (Prefeitura de Caieiras/SP - Assessor Jurídico/Procurador Geral - VUNESP) Antônio foi


abordado por Policiais Militares na via pública e, quando informado que seria conduzido para a Delegacia
de Polícia, pois era “procurado” pela Justiça, passou a desferir socos e pontapés contra um dos policiais.
Sobre a conduta de Antônio, pode-se afirmar que
(A) praticou o crime de desacato, previsto no artigo 331 do Código Penal.
(B) praticou o crime de resistência, previsto no artigo 329 do Código Penal.
(C) praticou o crime de desobediência, previsto no artigo 330 do Código Penal.
(D) não praticou nenhum crime, pois todo cidadão tem direito à sua autodefesa.
(E) praticou o crime de corrupção ativa, previsto no artigo 333 do Código Penal, pois pretendeu, com
sua reação, corromper o funcionário público a não cumprir ato de ofício.

795. (TCM/GO - Auditor Conselheiro Substituto - FCC) José ofereceu R$ 1.000,00 para João, Oficial
de Justiça, deixar de citá-lo numa ação cível. João aceitou a oferta, mas José deixou de honrá-la. Nesse
caso, José responderá por corrupção ativa
(A) consumada e João por corrupção ativa tentada.
(B) tentada e João por prevaricação.
(C) tentada e João por corrupção ativa consumada.
(D) consumada e João por corrupção passiva consumada.
(E) tentada e João por corrupção ativa tentada.

796. (Pref. Rio de Janeiro/RJ - Assistente Administrativo - Pref. Rio de Janeiro/RJ) Quando
alguém se opõe à execução de ato legal, mediante ameaça a funcionário competente para executá-lo,
pratica o seguinte crime:
(A) desobediência
(B) resiliência
(C) resistência
(D) desacato

797. (Pref. – SP - Guarda Municipal - FGV) Tício, Guarda Municipal, encontrava-se em serviço em
frente a determinado prédio público, quando verificou que José iniciava uma pichação naquele prédio.
Em razão disso, ordenou a José que parasse de imediato e entregasse o material que estava sendo
utilizado na pichação. Ocorre que José, para garantir sua fuga, desferiu chutes na canela do funcionário
e, de imediato, empreendeu fuga, não vindo a ser alcançado.

Considerando apenas as informações narradas, é correto afirmar que a conduta de José no momento
de sua fuga:
(A) configura crime de resistência;
(B) é atípica, pois estava no seu legítimo direito de tentar fugir;
(C) configura crime de desobediência;

175
(D) configura crime de desacato;
(E) configura, unicamente, crime de lesão corporal dolosa.

798. (Câmara dos Deputados - Técnico Legislativo - CESPE) Durante uma passeata na Esplanada
dos Ministérios, um manifestante, logo após ter sido alertado por um agente da polícia legislativa de que
deveria se afastar do local, arremessou pedras em direção ao Congresso Nacional, o que resultou na
quebra de vidraças da Câmara dos Deputados. O manifestante foi preso em flagrante e, na delegacia,
confessou a prática do delito.

Com base na situação hipotética acima, julgue o item seguinte, relativo à prova, à prisão preventiva e
aos crimes previstos na parte especial do Código Penal.
O fato de o manifestante não ter cumprido a ordem legal dada pelo agente de polícia legislativa não
configura crime de desobediência, uma vez que a ordem não foi emitida por autoridade judiciária, o que
constitui requisito específico do tipo penal.
( ) Certo ( ) Errado

799. (SMA-RJ - Agente de Fazenda – Pref.do Rio de Janeiro) Opor-se à execução de ato legal,
mediante violência ou ameaça a funcionário competente para executá-lo ou a quem lhe esteja prestando
auxílio, configura o tipo penal de:
(A) desobediência
(B) resistência
(C) condescendência criminosa
(D) insurreição

800. (TJ-AC - Técnico Judiciário – Auxiliar - CESPE) No que se refere aos crimes contra a
administração pública, julgue os próximos itens.

A pessoa que, ao ser abordada pela polícia, ofender um policial terá praticado o crime de desacato.
( ) Certo ( ) Errado

801. (Câmara de Serrana - Procurador Jurídico - VUNESP/2019) A respeito dos crimes contra a
administração pública, previstos no Código Penal, assinale a alternativa correta.
(A) O crime de inserção de dados falsos em sistema de informações (art. 313-A, do CP) não é próprio
de funcionário público.
(B) O crime de usurpação de função pública (art. 328, do CP) somente se configura se o agente da
usurpação aufere vantagem.
(C) No crime de sonegação de contribuição previdenciária (art. 337-A), o perdão judicial da pena é
obrigatório, caso o agente seja primário e de bons antecedentes, e as contribuições devidas de pequeno
valor.
(D) No crime de denunciação caluniosa (art. 339, do CP), haverá aumento da pena se o agente se
utiliza de anonimato.
(E) O crime de favorecimento pessoal (art. 348, do CP) não se caracteriza se o auxílio é prestado a
autor de crime apenado com detenção.

802. (ALESE - Analista Legislativo - FCC/2018) Sobre o crime de falso testemunho ou falsa perícia,
o Código Penal, em seu artigo 342, prevê que
(A) é fato atípico fazer afirmação falsa em juízo arbitral.
(B) é fato atípico fazer afirmação falsa em inquérito penal.
(C) as penas são aumentadas de um sexto a um terço, se o crime é praticado mediante suborno ou se
cometido com o fim de obter prova destinada a produzir efeito em processo penal, ou em processo civil
em que for parte entidade da Administração pública direta ou indireta.
(D) o fato deixa de ser típico se, antes da sentença no processo em que ocorreu o ilícito, o agente se
retrata ou declara a verdade.
(E) é fato atípico fazer afirmação falsa em processo administrativo.

803. (DPE/SC - Técnico Administrativo - Fundatec/2018) O crime contra a Administração da Justiça


de dar causa à instauração de investigação policial, de processo judicial, instauração de investigação
administrativa, inquérito civil ou ação de improbidade administrativa contra alguém, imputando-lhe crime
de que o sabe inocente, chama-se:

176
(A) Autoacusação falsa.
(B) Coação no curso do processo.
(C) Denunciação caluniosa.
(D) Falso testemunho ou falsa perícia.
(E) Exercício arbitrário das próprias razões.

804.(TJ/SP - Escrevente Técnico - VUNESP/2018) A respeito do crime de exploração de prestígio


(art. 357 do CP), é correto afirmar que
(A) prevê causa de aumento se o agente alega ou insinua que o dinheiro é também destinado a
funcionário público estrangeiro.
(B) prevê modalidade culposa.
(C) se caracteriza pela conduta de receber dinheiro a pretexto de influir em ato praticado por qualquer
funcionário público.
(D) se trata de crime comum, não se exigindo qualquer qualidade especial do autor.
(E) para se configurar, exige o efetivo recebimento de dinheiro pelo agente.

805. (TRE/SP - Analista Judiciário - FCC/2017) Ricardo reside na cidade de São Paulo e acaba
testemunhando, da janela de sua residência, o furto de um veículo que estava estacionado na via pública,
defronte ao seu imóvel, praticado por dois agentes. Para se vingar do seu desafeto e vizinho Rodolfo e
sabendo de sua inocência, Ricardo apresenta uma denúncia anônima à Polícia noticiando que Rodolfo
foi um dos autores do referido crime de furto. A autoridade policial determina a instauração de inquérito
policial para apuração da autoria delitiva em relação a Rodolfo. Nesse caso hipotético, Ricardo cometeu
crime de
(A) denunciação caluniosa, com pena prevista de reclusão de dois a oito anos e multa, aumentada de
sexta parte, pois serviu-se de anonimato.
(B) comunicação falsa de crime, com pena prevista de detenção de um a seis meses ou multa,
aumentada de sexta parte, pois serviu-se de anonimato.
(C) denunciação caluniosa, com pena prevista de reclusão de dois a oito anos e multa, sem qualquer
majoração.
(D) comunicação falsa de crime, com pena prevista de detenção de um a seis meses ou multa sem
qualquer majoração.
(E) falso testemunho.

806. (TRT - 8ª Região (PA e AP) - Analista judiciário - CESPE) Em relação aos crimes contra a
administração da justiça, assinale a opção correta.
(A) É atípica a conduta do agente que faz justiça pelas próprias mãos sem o emprego de violência ou
com o objetivo de satisfazer pretensão legítima.
(B) A configuração do crime de exploração de prestígio depende de a conduta do agente incluir a
alegação ou a insinuação de que o dinheiro ou a utilidade também se destina ao juiz, jurado, órgão do
Ministério Público, funcionário de justiça, perito, tradutor, intérprete ou testemunha.
(C) O agente que acusa a si mesmo, perante a autoridade, de ter cometido infração penal que não
ocorreu pratica o crime de comunicação falsa de crime.
(D) Em se tratando do crime de falso testemunho, o agente que se retrata ainda durante o processo
no qual testemunhou faz jus a causa de diminuição de pena.
(E) É isento de pena, ainda que pratique o crime de favorecimento pessoal, o ascendente, o
descendente, o cônjuge ou o irmão de criminoso que o auxilia a fugir da ação da autoridade policial.

807. (SJC/SC - Agente de Segurança Socioeducativo - FEPESE) Assinale a alternativa correta


acerca do crime de fuga de pessoa presa ou submetida a medida de segurança.
(A) Por ser crime próprio, somente poderá ser praticado por agente público no exercício da função.
(B) Quando houver emprego de violência contra pessoa, aplica-se também a pena do crime de abuso
de autoridade.
(C) Se praticado por agente público no exercício da função, poderá o juiz aplicar o perdão judicial.
(D) O crime será apenado com detenção ou multa, em caso de culpa do funcionário incumbido da
custódia ou guarda.
(E) O crime estará caracterizado quando o preso ou o indivíduo submetido a medida de segurança
detentiva tentar evadir-se do local de custódia.

177
808. (TJ/SP - Juiz Substituto - VUNESP) No crime de falso testemunho ou falsa perícia,
(A) a conduta é tipificada quando realizada apenas em processo penal.
(B) incide-se no crime quando a afirmação falsa é feita em juízo arbitral.
(C) a pena aumenta da metade se o crime é praticado mediante suborno.
(D) a retratação do agente, antes da sentença em que ocorreu o falso testemunho, é causa de
diminuição de pena.

809. (TRT - 24ª REGIÃO/MS - Juiz do Trabalho Substituto - FCC) No que concerne aos crimes
contra a Administração da Justiça, é correto afirmar que
(A) impedir arrematação judicial apenas constitui crime se houver fraude ou oferecimento de vantagem.
(B) constitui favorecimento pessoal prestar a criminoso, fora dos casos de coautoria ou receptação,
auxílio destinado a tornar seguro o proveito do crime
(C) constitui crime de exploração de prestígio patrocinar, direta ou indiretamente, interesse privado
perante a administração pública, valendo-se da qualidade de funcionário.
(D) há delito de tergiversação se o advogado ou procurador judicial, sucessivamente, passa a defender
na mesma causa interesses de partes contrárias.
(E) constitui crime de patrocínio infiel solicitar, exigir, cobrar ou obter, para si ou para outrem, vantagem
ou promessa de vantagem, a pretexto de influir em ato praticado por funcionário público no exercício da
função.

810. (TJ/SP – Escrevente Técnico Judiciário - VUNESP) Imagine que um advogado solicite dinheiro
de seu cliente, deixando claro que, mediante o pagamento do valor, procurará uma testemunha do
processo, a fim de influenciá-la a prestar um depoimento mais favorável à pretensão do cliente. Além
disso, o advogado insinua que a quantia será repartida com a testemunha. O advogado recebe o dinheiro,
mas engana seu cliente e não procura a testemunha.
Nesse caso, o advogado:
(A) cometeu o crime de corrupção passiva.
(B) cometeu o crime de usurpação de função pública.
(C) cometeu o crime de exploração de prestígio.
(D) cometeu o crime de corrupção ativa.
(E) não cometeu crime algum.

811. (TJ/SP - Administrador Judiciário - VUNESP/2019) A conduta que se amolda ao crime de


“inscrição de despesas não empenhadas em restos a pagar” é
(A) deixar de ordenar, de autorizar ou de promover o cancelamento do montante de restos a pagar
inscrito em valor superior ao permitido em lei.
(B) ordenar ou autorizar a inscrição em restos a pagar de despesa que exceda o limite estabelecido
em lei.
(C) ordenar, autorizar ou executar a inscrição em restos a pagar que acarrete aumento de despesa
total com pessoal, nos sessenta dias anteriores ao final do mandato.
(D) ordenar, autorizar ou realizar operação de crédito, interno ou externo, sem prévia autorização
legislativa e inscrevê-la em restos a pagar.
(E) ordenar ou autorizar a assunção de obrigação, nos dois últimos quadrimestres do último ano do
mandato ou legislatura, e inscrevê-la em restos a pagar.

812. (SEFAZ/RS - Auditor Fiscal da Receita Estadual - CESPE/2019) De acordo com o Código Penal
no que diz respeito às finanças públicas, caracteriza crime
(A) autorizar a assunção de obrigação no último ano do mandato ou da legislatura.
(B) prestar garantia em operação de crédito, ainda que tenha sido constituída contragarantia em valor
igual ao prestado.
(C) executar ato que acarrete aumento de despesa total com pessoal nos dois últimos quadrimestres
anteriores ao final do mandato.
(D) realizar operação de crédito com inobservância de limite estabelecido em lei ou em resolução do
Senado Federal.
(E) ordenar a inscrição de despesa previamente empenhada em restos a pagar para o próximo
exercício financeiro.

813.(Prefeitura de São Luís/MA - Auditor Fiscal de Tributos - FCC/2018) São crimes contra as
finanças públicas previstos no Código Penal:

178
(A) contratação de operação de crédito; violência ou fraude em arrematação judicial e favorecimento
real.
(B) ordenação de despesa não autorizada; não cancelamento de restos a pagar e prestação de
garantia graciosa.
(C) inscrição de despesas não empenhadas em restos a pagar; corrupção ativa e excesso de exação.
(D) aumento de despesa total com pessoal no último ano do mandato ou legislatura; emprego irregular
de verbas ou rendas públicas e concussão.
(E) oferta pública ou colocação de títulos no mercado; falso testemunho ou falsa perícia e
favorecimento pessoal.

814. (TCE/PI - Assessor Jurídico - FCC) Estabelece o art. 359-D, do Código Penal, que constitui
crime contra as finanças públicas ordenar despesa não autorizada por lei. Tal conduta
(A) cuida-se de crime próprio cujo sujeito ativo somente pode ser o agente público que possui poder e
atribuição para ordenar a despesa.
(B) tem como objetividade jurídica a defesa orçamentária da Administração pública direta.
(C) objetiva atingir diretamente o Estado, representado pela União, Estados-membros, Distrito Federal
e Municípios e indiretamente os titulares de créditos preferenciais perante a Administração pública.
(D) consuma-se quando a ordem é efetivamente executada, ou seja, quando a despesa ordenada é
realmente assumida pelo Poder Público, contrariando previsão legal.
(E) exige ação penal condicionada ao controle orçamentário exercido pelo Tribunal de Contas.

815. (Câmara de Franca - Advogado – IBFC) Constitui crime contra as finanças públicas:
(A) propor lei de diretrizes orçamentárias anual que não contenha as metas fiscais na forma da lei.
(B) ordenar, autorizar ou realizar operação de crédito, interno ou externo, sem prévia autorização
legislativa.
(C) deixar de expedir ato determinando limitação de empenho e movimentação financeira, nos casos
e condições estabelecidos em lei.
(D) deixar de divulgar ou de enviar ao Poder Legislativo e ao Tribunal de Contas o relatório de gestão
fiscal, nos prazos e condições estabelecidos em lei.

816. (PC/BA - Investigador - VUNESP/2018) Acerca dos princípios da legalidade e da anterioridade


insculpidos no art. 1° do Código Penal e no art. 5°, XXXIX, da Constituição Federal, analise as alternativas
a seguir e assinale a correta.
(A) Uma das funções do princípio da legalidade é permitir a criação de crimes e penas pelos usos e
costumes.
(B) No Brasil, em um primeiro momento, a União Federal pode legislar sobre matéria penal. No entanto,
de forma indireta e urgente, leis estaduais podem impor regras e sanções de natureza criminal.
(C) A lei penal incriminadora somente pode ser aplicada a um fato concreto desde que tenha tido
origem antes da prática da conduta. Em situações temporárias e excepcionais, no entanto, admite-se a
mitigação do princípio da anterioridade.
(D) Desdobramento do princípio da legalidade é o da taxatividade, que impede a edição de tipos penais
genéricos e indeterminados.
(E) O princípio da legalidade afasta a aplicação da interpretação extensiva, mas permite a aplicação
da analogia de forma ampla e irrestrita.

817. (PC/MS - Delegado de Polícia - FAPEMS/2017) No que diz respeito aos princípios aplicáveis ao
Direito Penal, analise os textos a seguir.

A proteção de bens jurídicos não se realiza só mediante o Direito Penal, senão que nessa missão
cooperam todo o instrumental do ordenamento jurídico.
ROXIN, Claus. Der echo penai- parte geral. Madrid: Civitas, 1997.1.1, p. 65.

A criminalização de uma conduta só se legitima se constituir meio necessário para a proteção de


ataques contra bens jurídicos importantes.
BITENCOURT, Cezar Roberto. Tratada de direito penal: parte geral. 20. ed. São Paulo: Saraiva, 2014,
p. 54.

179
Nesse sentido, é correto afirmar que os textos se referem ao

(A) princípio da intervenção mínima, imputando ao Direito Penal somente fatos que escapem aos
meios extrapenais de controle social, em virtude da gravidade da agressão e da importância do bem
jurídico para a convivência social.
(B) princípio da insignificância, que reserva ao Direito Penal a aplicação de pena somente aos crimes
que produzirem ataques graves a bem jurídicos protegidos por esse Direito, sendo que agir de forma
diferente causa afronta à tipicidade material.
(C) princípio da adequação social em que as condutas previstas como ilícitas não necessariamente
revelam-se como relevantes para sofrerem a intervenção do Estado, em particular quando se tornarem
socialmente permitidas ou toleradas.
(D) princípio da ofensividade, pois somente se justifica a intervenção do Estado para reprimir a infração
com aplicação de pena, quando houver dano ou perigo concreto de dano a determinado interesse
socialmente relevante e protegido pelo ordenamento jurídico.
(E) princípio da proporcionalidade, em que somente se reserva a intervenção do Estado, quando for
estritamente necessária a aplicação de pena em quantidade e qualidade proporcionais à gravidade do
dano produzido e a necessária prevenção futura.

818. (TRF/5ªR - Juiz Federal - CESPE/2017) Assinale a opção que apresenta princípios que devem
ser observados pelas leis penais por expressa previsão constitucional.
(A) legalidade, irretroatividade, responsabilidade pessoal, economicidade, individualização da pena
(B) legalidade, irretroatividade, responsabilidade pessoal, presunção da inocência, eficiência da pena
(C) legalidade, irretroatividade, responsabilidade pessoal, presunção da inocência, individualização da
pena.
(D) legalidade, irretroatividade, moralidade, presunção da inocência, individualização da pena
(E) legalidade, impessoalidade, irretroatividade, presunção da inocência, individualização da pena.

819. (SEGEP/MA - Auditor Fiscal da Receita Estadual - FCC) O princípio do direito penal que possui
claro sentido de garantia fundamental da pessoa, impedindo que alguém possa ser punido por fato que,
ao tempo do seu cometimento, não constituía delito é
(A) atipicidade.
(B) reserva legal.
(C) punibilidade.
(D) analogia.
(E) territorialidade.

820. (TCE/PR - Auditor - CESPE) A respeito dos princípios aplicáveis ao direito penal, assinale a
opção correta.
(A) Do princípio da individualização da pena decorre a exigência de que a dosimetria obedeça ao perfil
do sentenciado, não havendo correlação do referido princípio com a atividade legislativa incriminadora,
isto é, com a feitura de normas penais incriminadoras.
(B) Conforme o entendimento doutrinário dominante relativamente ao princípio da intervenção mínima,
o direito penal somente deve ser aplicado quando as demais esferas de controle não se revelarem
eficazes para garantir a paz social. Decorrem de tal princípio a fragmentariedade e o caráter subsidiário
do direito penal.
(C) Ao se referir ao princípio da lesividade ou ofensividade, a doutrina majoritária aponta que somente
haverá infração penal se houver efetiva lesão ao bem jurídico tutelado.
(D) Em decorrência do princípio da confiança, há presunção de legitimidade e legalidade dos atos dos
órgãos oficiais de persecução penal, razão pela qual a coletividade deve guardar confiança em relação a
eles.
(E) Dado o princípio da intranscendência da pena, o condenado não pode permanecer mais tempo
preso do que aquele estipulado pela sentença transitada em julgado.

821. (PC/PA - Delegado de Polícia Civil - FUNCAB) Expressiva parcela da doutrina sustenta a
inadequação do crime de escrito ou objeto obsceno (art. 234 do CP) para com os princípios que instruem
o direito penal democrático. Um dos focos dessa inadequação reside na indevida alocação do sentimento
público de pudor como objeto da tutela jurídica. Isso representa, em tese, violação ao princípio da:
(A) intranscendência.
(B) culpabilidade.

180
(C) taxatividade.
(D) ofensividade.
(E) insignificância.

822. (DPE/MA - Defensor Público - FCC) A proscrição de penas cruéis e infamantes, a proibição de
tortura e maus-tratos nos interrogatórios policiais e a obrigação imposta ao Estado de dotar sua
infraestrutura carcerária de meios e recursos que impeçam a degradação e a dessocialização dos
condenados são desdobramentos do princípio da
(A) proporcionalidade.
(B) intervenção mínima do Estado.
(C) fragmentariedade do Direito Penal.
(D) humanidade.
(E) adequação social.

823. (DPE/RO - Analista da Defensoria Pública - FGV) Carlos, primário e de bons antecedentes,
subtraiu, para si, uma mini barra de chocolate avaliada em R$ 2,50 (dois reais e cinquenta centavos).
Denunciado pela prática do crime de furto, o defensor público em atuação, em sede de defesa prévia,
requereu a absolvição sumária de Carlos com base no princípio da insignificância. De acordo com a
jurisprudência dos Tribunais Superiores, o princípio da insignificância:
(A) funciona como causa supralegal de exclusão de ilicitude;
(B) afasta a tipicidade do fato;
(C) funciona como causa supralegal de exclusão da culpabilidade;
(D) não pode ser adotado, por não ser previsto em nosso ordenamento jurídico;
(E) funciona como causa legal de exclusão da culpabilidade.

824. (TRF/3ª Região - Analista Judiciário - FCC) Dentre as ideias estruturantes ou princípios abaixo,
todos especialmente importantes ao direito penal brasileiro, NÃO tem expressa e literal disposição
constitucional o da:
(A) legalidade.
(B) proporcionalidade.
(C) individualização.
(D) pessoalidade.
(E) dignidade humana.

825. (PC/PA - Delegado - UEPA) Dispondo sobre os direitos e garantias fundamentais dos brasileiros
e estrangeiros residentes no país, a Constituição de 1988, em seu art. 5º, XLVIII, determina que “a pena
será cumprida em estabelecimentos distintos, de acordo com a natureza do delito, a idade e o sexo do
apenado”. Esta norma garante o princípio:
(A) da legalidade, porque não se pode impor ao apenado o cumprimento de pena em estabelecimento
que não esteja regulamentado por lei específica.
(B) da culpabilidade, porque não se pode impor ao réu uma pena sem a comprovação de sua culpa,
por sentença condenatória transitada em julgado.
(C) da humanidade, porque evita a imposição de penas proscritas do ordenamento jurídico brasileiro.
(D) da individualização da pena, porque impõe ao Estado o dever de classificar os apenados a partir
de características pessoais concretas, prevenindo problemas como o da “contaminação carcerária”.
(E) da pessoalidade ou intranscendência da pena, porque assegura aos familiares do apenado não
sofrerem os constrangimentos do cárcere.

Gabarito

678.E / 679.Certo / 680.C / 681.B / 682.B / 683.A / 684.C / 685.C / 686.E /687.A / 688.C / 689.C / 690.A
/ 691.E / 692.A / 693.A / 694.C / 695.Certo / 696.D / 697.A / 698.A / 699.D / 700.E / 701.B/ 702.A /
703.C / 704.B / 705.C/ 706.B / 707.C / 708.C / 709.E / 710.C/ 711.D / 712.A / 713.A / 714.B /
715.Errado / 716.Errado / 717.Certo / 718.Certo / 719.D / 720.D / 721.Errado / 722.B / 723.C / 724.D /
725.D / 726.D / 727.E / 728.B / 729.E / 730.E / 731.E / 732.C / 733. A / 734.E / 735.C / 736.C / 737.C /
738.B / 739.A / 740.A / 741.Errado / 742.B / 743.E / 744.A / 745.C / 746.C / 747.E / 748.D / 749.A /
750.A / 751.B / 752.A / 753.D / 754.B / 755.D / 756.A / 757.E / 758.C / 759.A / 760.D / 761.E / 762.B /
763.D / 764.C / 765.D / 766.C / 767.E / 768.B / 769.B / 770.B / 771.A / 772.D / 773.C / 774.D / 775.E /
776.B / 777.A / 778.A / 779.B / 780.D / 781.Certo / 782.B / 783.E / 784.B / 785.A / 786.C / 787.D /

181
788.C / 789.D / 790.A / 791.C / 792.A / 793.B / 794.B / 795.D / 796.C / 797.A / 798. Errado / 799.B /
800.Certo / 801.D / 802.C / 803.C / 804.D / 805.A/ 806.E / 807.D / 808.B / 809.D / 810.C / 811.B / 812.D
/ 813.B / 814.A/ 815. B / 816.D / 817.A / 818.C / 819.B / 820.B / 821.D / 822.D / 823.B / 824.B / 825.D

Noções de Direito Processual Penal

Questões

826. (SEJUS/PI - Agente Penitenciário - NUCEPE/2017) Quanto a lei processual no tempo, marque
a alternativa CORRETA.
(A) Um processo que tiver sido encerrado sob a vigência da lei processual anterior deverá ser revisto.
(B) Se há um processo penal a ser iniciado, deverá ser regido pela nova lei processual, para que seu
atos se tornem válidos e eficazes.
(C) Caso o processo penal já tenha sido iniciado, os atos praticados deverão ser refeitos e, todos os
posteriores deverão ser praticados conforme a nova lei.
(D) No Brasil é adotado no processo penal o sistema da unidade processual, um complexo de atos
inseparáveis uns dos outros, isto é, em todo o processo apenas poderá ser aplicada uma lei processual.
(E) Os atos processuais regidos pela lei processual penal anterior não são considerados válidos.

827. (DPE/MT - Defensor Público - UFMT/2016) Quanto à eficácia temporal, a lei processual penal
(A) aplica-se somente a fatos criminosos ocorridos após a sua vigência.
(B) tem aplicação imediata, sem prejuízo da validade dos atos já realizados.
(C) vigora desde logo, tendo sempre efeito retroativo.
(D) tem aplicação imediata nos processos ainda não instruídos.
(E) não tem aplicação imediata, salvo para beneficiar o acusado.

828. (TJ/PE - Analista Judiciário - Administrativa - FCC) A respeito da aplicação da lei processual
no espaço, considere:
I. embarcações brasileiras de natureza pública, onde quer que se encontrarem.
II. aeronaves brasileiras a serviço do governo brasileiro, onde quer que se encontrem.
III. embarcações brasileiras mercantes ou de propriedade privada, que se acharem em alto mar.
IV. aeronaves brasileiras mercantes ou de propriedade privada que se acharem no espaço aéreo
brasileiro.
V. embarcações brasileiras mercantes ou de propriedade privada, que se acharem no espaço aéreo
de outro país.
Considera-se território brasileiro por extensão as indicadas APENAS em
(A) I e V.
(B) III e IV.
(C) II e III.
(D) I, II, IV e V.
(E) I, II, III e IV.

829. (TRE/CE - Analista Judiciário - Administrativa - FCC) Mário comete um crime de homicídio a
bordo de um navio brasileiro de grande porte em alto mar, que faz o trajeto direto entre Santos (São
Paulo/Brasil) e Cape Town (África do Sul) e será processado e julgado pela justiça.
(A) da comarca de São Paulo, Capital do Estado de São Paulo, de onde o navio partiu.
(B) da Capital Federal do Brasil (Brasília), pois o crime ocorreu em alto mar.
(C) da África do Sul, em Cape Town, primeiro porto que tocará a embarcação após o crime, pois este
foi cometido em alto mar, em águas internacionais.
(D) da comarca de Santos, último porto que tocou.
(E) da África do Sul, na cidade de Bloemfontein, capital judiciária do país.

830. (MPE/AL - Promotor de Justiça - FCC) De acordo com o Código de Processo Penal, a lei
processual penal
(A) retroage para invalidar os atos praticados sob a vigência da lei anterior, se mais benéfica.
(B) não admite aplicação analógica.

182
(C) admite suplemento dos princípios vitais de direito.
(D) admite interpretação extensiva, mas não suplemento dos princípios gerais de direito.
(E) admite aplicação analógica, mas não interpretação extensiva.

831. (TJ/AC - Técnico Judiciário Área Judiciária - CESPE) Acerca dos princípios aplicáveis ao
direito processual penal e da aplicação da lei processual no tempo e no espaço, julgue o item seguinte.
A extraterritorialidade da lei processual penal brasileira ocorrerá apenas nos crimes perpetrados, ainda
que no estrangeiro, contra a vida ou a liberdade do presidente da República e contra o patrimônio ou a fé
pública da União, do Distrito Federal, de estado, de território e de município.
(A) Certo (B) Errado

832. (TRE/MS - Analista Judiciário - Área Judiciária - CESPE) No que diz respeito à aplicação da
lei processual no tempo, no espaço e em relação às pessoas, assinale a opção correta.
(A) Por força do princípio tempus regit actum, o fato de lei nova suprimir determinado recurso, existente
em legislação anterior, não afasta o direito à recorribilidade subsistente pela lei anterior, quando o
julgamento tiver ocorrido antes da entrada em vigor da lei nova.
(B) A nova lei processual penal aplicar-se-á imediatamente, invalidando os atos realizados sob a
vigência da lei anterior que com ela for incompatível.
(C) O princípio da imediatidade da lei processual penal abarca o transcurso do prazo processual
iniciado sob a égide da legislação anterior, ainda que mais gravosa ao réu.
(D) A lei processual penal posterior, que de qualquer modo favorecer o agente, aplicar-se-á aos fatos
anteriores, ainda que decididos por sentença condenatória transitada em julgado.
(E) De acordo com o princípio da territorialidade, aplica-se a lei processual penal brasileira a todo delito
ocorrido em território nacional, sem exceção, em vista do princípio da igualdade estabelecido na
Constituição Federal de 1988.

833. (TJ/PE - Titular de Serviços de Notas e de Registros - FCC) Sobre a aplicação da lei processual
penal e a interpretação no processo penal, é INCORRETO afirmar:
(A) A legislação brasileira segue o princípio da territorialidade para a aplicação das normas processuais
penais.
(B) O princípio da territorialidade na aplicação da lei processual penal brasileira pode ser ressalvado
por tratados, convenções e regras de direito internacional.
(C) A lei processual penal aplica-se desde logo, sem prejuízo da validade dos atos realizados sob a
vigência da lei anterior.
(D) A norma processual penal mista constitui exceção à regra da irretroatividade da lei processual
penal.
(E) No processo penal, assim como no direito penal, é sempre admitida a interpretação extensiva e
aplicação analógica das normas.

834. (OAB - Exame de Ordem Unificado - XI - Primeira Fase - FGV) Em um processo em que se
apura a prática dos delitos de supressão de tributo e evasão de divisas, o Juiz Federal da 4ª Vara Federal
Criminal de Arroizinho determina a expedição de carta rogatória para os Estados Unidos da América, a
fim de que seja interrogado o réu Mário. Em cumprimento à carta, o tribunal americano realiza o
interrogatório do réu e devolve o procedimento à Justiça Brasileira, a 4ª Vara Federal Criminal. O
advogado de defesa de Mário, ao se deparar com o teor do ato praticado, requer que o mesmo seja
declarado nulo, tendo em vista que não foram obedecidas as garantias processuais brasileiras para o réu.
Exclusivamente sobre o ponto de vista da Lei Processual no Espaço, a alegação do advogado está
correta?
(A) Sim, pois no processo penal vigora o princípio da extraterritorialidade, já que as normas
processuais brasileiras podem ser aplicadas fora do território nacional.
(B) Não, pois no processo penal vigora o princípio da territorialidade, já que as normas processuais
brasileiras só se aplicam no território nacional.
(C) Sim, pois no processo penal vigora o princípio da territorialidade, já que as normas processuais
brasileiras podem ser aplicadas em qualquer território.
(D) Não, pois no processo penal vigora o princípio da extraterritorialidade, já que as normas
processuais brasileiras podem ser aplicas fora no território nacional.

183
835. (DEPEN - Agente Penitenciário - CESPE) Julgue o item a seguir.
Aos crimes militares aplicam-se as mesmas disposições do Código de Processo Penal, excluídas as
normas de conteúdo penal que tratam de matéria específica diversa do direito penal comum.
(A) Certo (B) Errado

836. (DEPEN - Agente Penitenciário - CESPE) Julgue o item a seguir.


A competência do Senado Federal para o julgamento do presidente da República nos crimes de
responsabilidade constitui exceção ao princípio, segundo o qual devem ser aplicadas as normas
processuais penais brasileiras aos crimes cometidos no território nacional.
(A) Certo (B) Errado

837. (DEPEN - Agente Penitenciário - CESPE) Julgue o item a seguir.


Em regra, a norma processual penal prevista em tratado e(ou) convenção internacional, cuja vigência
tenha sido regularmente admitida no ordenamento jurídico brasileiro, tem aplicação independentemente
do Código de Processo Penal.
(A) Certo (B) Errado

838. (DEPEN - Agente Penitenciário - CESPE) Julgue o item a seguir.


Considere que, diante de uma sentença condenatória e no curso do prazo recursal, uma nova lei
processual penal tenha entrado em vigor, com previsão de prazo para a interposição do recurso diferente
do anterior. Nessa situação, deverá ser obedecido o prazo estabelecido pela lei anterior, porque o ato
processual já estava em curso.
(A) Certo (B) Errado

839. (OAB - Exame de Ordem Unificado - XI - Primeira Fase - FGV) A Lei n. 9.099/95 modificou a
espécie de ação penal para os crimes de lesão corporal leve e culposa. De acordo com o Art. 88 da
referida lei, tais delitos passaram a ser de ação penal pública condicionada à representação. Tratando-
se de questão relativa à Lei Processual Penal no Tempo, assinale a alternativa que corretamente expõe
a regra a ser aplicada para processos em curso que não haviam transitado em julgado quando da
alteração legislativa.
(A) Aplica-se a regra do Direito Penal de retroagir a lei, por ser norma mais benigna.
(B) Aplica-se a regra do Direito Processual de imediatidade, em que a lei é aplicada no momento em
que entra em vigor, sem que se questione se mais gravosa ou não.
(C) Aplica-se a regra do Direito Penal de irretroatividade da lei, por ser norma mais gravosa.
(D) Aplica-se a regra do Direito Processual de imediatidade, em que a lei é aplicada no momento em
que entra em vigor, devendo-se questionar se a novatio legis é mais gravosa ou não.

840. (PC-MA - Investigador de Polícia – CESPE/2018) A respeito do inquérito policial, assinale a


opção correta.
(A) No Brasil, a jurisprudência é pacífica quanto a acolher o arquivamento do inquérito policial de forma
implícita.
(B) No ordenamento nacional, não há previsão de recurso de ofício contra ato de arquivamento de
inquérito policial.
(C) Em caso de atipicidade da conduta, é possível o trancamento do inquérito policial via habeas
corpus.
(D) O inquérito policial é parte necessária da ação penal.
(E) O indiciamento pode ser realizado por membro do Ministério Público, mesmo sem a participação
de autoridade policial.

841. (PC-MA - Perito Criminal – CESPE/2018) A respeito do inquérito policial, assinale a opção
correta.
(A) O inquérito policial poderá ser iniciado apenas com base em denúncia anônima que indique a
ocorrência do fato criminoso e a sua provável autoria, ainda que sem a verificação prévia da procedência
das informações.
(B) Contra o despacho da autoridade policial que indeferir a instauração do inquérito policial a
requerimento do ofendido caberá reclamação ao Ministério Público.
(C) Sendo o inquérito policial a base da denúncia, o Ministério Público não poderá alterar a
classificação do crime definida pela autoridade policial.

184
(D) O inquérito policial pode ser definido como um procedimento administrativo pré-processual
destinado à apuração das infrações penais e da sua autoria.
(E) Por ser instrumento de informação pré-processual, o inquérito policial é imprescindível ao
oferecimento da denúncia.

842. (PC-SC - Escrivão de Polícia Civil – FEPESE/2017) É correto afirmar sobre o inquérito policial.
(A) A notitia criminis deverá ser por escrito, obrigatoriamente, quando apresentada por qualquer
pessoa do povo
(B) A representação do ofendido é condição indispensável para a abertura de inquérito policial para
apurar a prática de crime de ação penal pública condicionada.
(C) O Ministério Público é parte legítima e universal para requerer a abertura de inquérito policial afim
de investigar a prática de crime de ação penal pública ou privada.
(D) Apenas o agressor poderá requerer à autoridade policial a abertura de investigação para apurar
crimes de ação penal privada.
(E) O inquérito policial somente poderá ser iniciado de ofício pela autoridade policial ou a requerimento
do ofendido.

843. (SEJUS/PI - Agente Penitenciário - NUCEPE/2016) Pode-se afirmar que a autoridade policial,
assim que tiver conhecimento da prática da infração penal deverá:
(A) intimar às partes para formular quesitos sobre que diligências periciais pretendem fazer.
(B) telefonar para o local, a fim de determinar que não se alterem o estado e a conservação das coisas,
até sua chegada.
(C) apreender os objetos que tiverem relação com o fato, depois que já tiverem sido liberados pelos
peritos criminais.
(D) entregar os pertences do ofendido e do indiciado para seus respectivas familiares.
(E) preparar um relatório assinado por, pelo menos, três testemunhas que presenciaram o fato.

844. (PC/GO - Escrivão de Polícia Substituto - CESPE/2016) Acerca de aspectos diversos


pertinentes ao IP, assinale a opção correta.
(A) O IP, em razão da complexidade ou gravidade do delito a ser apurado, poderá ser presidido por
representante do MP, mediante prévia determinação judicial nesse sentido.
(B) A notitia criminis é denominada direta quando a própria vítima provoca a atuação da polícia
judiciária, comunicando a ocorrência de fato delituoso diretamente à autoridade policial.
(C) O indiciamento é ato próprio da autoridade policial a ser adotado na fase inquisitorial.
(D) O prazo legal para o encerramento do IP é relevante independentemente de o indiciado estar solto
ou preso, visto que a superação dos prazos de investigação tem o efeito de encerrar a persecução penal
na esfera policial.
(E) Do despacho da autoridade policial que indeferir requerimento de abertura de IP feito pelo ofendido
ou seu representante legal é cabível, como único remédio jurídico, recurso ao juiz criminal da comarca
onde, em tese, ocorreu o fato delituoso.

845. (PC/PE - Escrivão de Polícia - CESPE/2016) O inquérito policial


(A) não pode ser iniciado se a representação não tiver sido oferecida e a ação penal dela depender.
(B) é válido somente se, em seu curso, tiver sido assegurado o contraditório ao indiciado.
(C) será instaurado de ofício pelo juiz se tratar-se de crime de ação penal pública incondicionada.
(D) será requisitado pelo ofendido ou pelo Ministério Público se tratar-se de crime de ação penal
privada.
(E) é peça prévia e indispensável para a instauração de ação penal pública incondicionada.

846. (PC/PE - Escrivão de Polícia - CESPE/2016) No que se refere ao arquivamento do inquérito


policial, assinale a opção correta.
(A) Membro do Ministério Público ordenará o arquivamento do inquérito policial se verificar que o fato
investigado é atípico.
(B) Cabe à autoridade policial ordenar o arquivamento quando a requisição de instauração recebida
não fornecer o mínimo indispensável para se proceder à investigação.
(C) Sendo o crime de ação penal privada, o arquivamento do inquérito policial depende de decisão do
juiz, após pedido do Ministério Público.
(D) O inquérito pode ser arquivado pela autoridade policial se ela verificar ter havido a extinção da
punibilidade do indiciado.

185
(E) Sendo o arquivamento ordenado em razão da ausência de elementos para basear a denúncia, a
autoridade policial poderá empreender novas investigações se receber notícia de novas provas.

847. (PC/PA - Delegado de Polícia Civil - FUNCAB/2016) Sobre inquérito policial, assinale a resposta
correta.
(A) Excepcional e fundamentadamente, a autoridade policial poderá mandar arquivar o inquérito para
evitar lesão a direitos fundamentais do indiciado.
(B) Para o desarquivamento do inquérito policial a autoridade policial necessita de novas provas.
(C) O prazo para encerramento do inquérito policial no caso de réu preso, nos termos do código de
processo penal é de 30 dias.
(D) Aos crimes de ação penal privada, encerrado o inquérito policial a autoridade policial poderá
entregá-lo, por traslado, ao ofendido ou seu representante se assim for requerido.
(E) No curso do inquérito o ofendido não poderá requerer diligências.

848. (ALERJ – Procurador - FGV/2017) Paulo praticou determinada conduta prevista como crime,
prevendo a legislação então vigente que a ação respectiva ostenta a natureza privada. Três meses depois
do ocorrido, em razão de mudança legislativa, o crime praticado por Paulo passou a ser de ação penal
pública incondicionada. Um ano após os fatos criminosos, o Ministério Público ofereceu denúncia contra
Paulo em razão daquele comportamento, tendo em vista que o ofendido não havia proposto queixa em
momento anterior. De acordo com a situação acima exposta, é correto afirmar que o juiz deve:
(A) receber a denúncia, sendo o Ministério Público parte legítima, eis que a nova lei deve ser
imediatamente aplicada;
(B) rejeitar a denúncia, eis que o Ministério Público não deflagrou a ação penal no prazo de seis meses;
(C) rejeitar a denúncia, porque especificamente o delito praticado por Paulo, apesar da alteração
legislativa, continua sendo de ação penal privada, reconhecendo a prescrição;
(D) rejeitar a denúncia, porque especificamente o delito praticado por Paulo, apesar da alteração
legislativa, continua sendo de ação penal privada, reconhecendo a decadência;
(E) receber a denúncia, porquanto, com a mudança legislativa, tanto o ofendido como o Ministério
Público poderiam deflagrar a ação penal respectiva.

849. (SEJUS/PI - Agente Penitenciário - NUCEPE/2016) A ação penal é o poder-dever de provocar


o Poder Judiciário para decidir a conduta definida em lei como crime. Acerca da ação penal, assinale a
opção CORRETA.
(A) O direito de oferecer queixa ou prosseguir na ação, se esta já estiver em curso, será exclusivamente
do ofendido, não podendo o seu cônjuge lhe substituir.
(B) Quando a Ação for privativa do ofendido, o Ministério Público não poderá aditar a queixa.
(C) Sempre é possível o perdão por parte da vítima durante o inquérito policial.
(D) O Ministério Público não poderá desistir da Ação Penal.
(E) Existindo três querelados identificados na ação é possível o perdão a apenas um deles, desde que
seja nos autos da Ação.

850. (PC/PA - Delegado de Polícia Civil - FUNCAB/2016) Sobre ação penal é correto afirmar que:
(A) a ação penal privada, em certos casos é personalíssima, só podendo o delegado de polícia
instaurar inquérito, exclusivamente, no caso de requerimento do próprio ofendido.
(B) na ação penal subsidiária da pública, quando o querelado deixa de comparecer aos atos do
processo, ocorre a perempção.
(C) quanto ao exercício, classifica-se em pública incondicionada, condicionada a representação do
ofendido ou a resolução do Ministério da Justiça.
(D) na ação penal privada o querelante tem legitimidade ordinária.
(E) a ação penal pública rege-se pelos princípios da obrigatoriedade e disponibilidade, enquanto a
privada rege-se pela oportunidade e indivisibilidade.

851. (PC/PA - Escrivão de Polícia Civil - FUNCAB/2016) A ação penal pode ser classificada como
Pública ou Privada, levando-se em consideração o responsável pelo seu ajuizamento. A perempção, o
perdão, a decadência e a renúncia são institutos relacionados ao prosseguimento da ação penal. Sendo
assim, é possível afirmar que:
(A) o perdão concedido a um dos querelados aproveitará a todos, sem que produza, todavia, efeito em
relação ao que o recusar.

186
(B) concedido o perdão pelo querelados, mediante declaração expressa nos autos, o Juiz julgará
extinta a punibilidade, independentemente da aceitação do perdão pelo querelado.
(C) quando, iniciada a ação penal privada, o querelante deixar de promover o andamento do processo
durante 30 dias seguidos, ocorrerá a decadência.
(D) a renúncia ao exercício do direito de queixa, em relação a um dos autores do crime, não se
estenderá aos demais.
(E) nos casos em que somente se procede mediante queixa, considerar-se-á perempta a ação penal
quando, falecendo o querelante, ou sobrevindo sua incapacidade, não comparecer em juízo, para
prosseguir no processo, dentro do prazo de 30 (trinta) dias, qualquer das pessoas a quem couber fazê-
lo.

852. (DPE/MT - Defensor Público - UFMT/2016) São princípios que regem a ação penal privada:
(A) obrigatoriedade e intranscendência.
(B) indivisibilidade e obrigatoriedade.
(C) oportunidade e indisponibilidade.
(D) instranscendência e indisponibilidade.
(E) disponibilidade e indivisibilidade.

853. (Câmara de Campo Limpo Paulista/SP - Procurador Jurídico – VUNESP/2018) Nos expressos
e literais termos do artigo 295 do CPP, têm direito à prisão especial – que nada mais é do que o
recolhimento em local distinto da prisão comum – entre outros,
(A) o Vereador, o Magistrado e o Ministro de Confissão Religiosa.
(B) o Ministro de Estado, o Governador e o Agente Municipal de Trânsito.
(C) o Prefeito Municipal, o Praça das Forças Armadas e o Ministro do Tribunal de Contas.
(D) o Agente Fiscal de Posturas Públicas, o membro da Assembleia Legislativa dos Estados e os
Delegados de Polícia.
(E) o Oficial das Forças Armadas, o diplomado por qualquer das faculdades superiores da República
e o Agente Fiscal de Rendas.

854. (PC/AC - Agente de Polícia Civil - IBADE/2017) Sobre o tema prisão preventiva assinale a
alternativa correta.
(A) Não será permitido o emprego de força, salvo a indispensável no caso de resistência, de tentativa
de fuga do preso, dos reincidentes e dos presos de alta periculosidade por terem passado pelo regime
disciplinar diferenciado.
(B) O mandado de prisão, na ausência do juiz, poderá ser lavrado e assinado pelo escrivão, ad
referendum do juiz.
(C) O mandado de prisão mencionará a infração penal e necessariamente a quantidade da pena
privativa e de multa, bem como eventual pena pecuniária.
(D) A prisão poderá ser efetuada em qualquer dia e a qualquer hora, respeitadas as restrições relativas
à inviolabilidade do domicílio.
(E) A autoridade que ordenar a prisão fará expedir o respectivo mandado, salvo quando, por questão
de urgência, nos crimes inafiançáveis, poderá a prisão ocorrer por ordem verbal do juiz.

855. (PRF - Policial Rodoviário Federal – CESPE/2019) Em decorrência de um homicídio doloso


praticado com o uso de arma de fogo, policiais rodoviários federais foram comunicados de que o autor do
delito se evadira por rodovia federal em um veículo cuja placa e características foram informadas. O
veículo foi abordado por policiais rodoviários federais em um ponto de bloqueio montado cerca de 200
km do local do delito e que os policiais acreditavam estar na rota de fuga do homicida. Dada voz de prisão
ao condutor do veículo, foi apreendida arma de fogo que estava em sua posse e que, supostamente, tinha
sido utilizada no crime.
Considerando essa situação hipotética, julgue o seguinte item.
De acordo com a classificação doutrinária dominante, a situação configura hipótese de flagrante
presumido ou ficto.
( )Certo ( )Errado

856. (PRF - Policial Rodoviário Federal – CESPE/2019) Com relação aos meios de prova e os
procedimentos inerentes a sua colheita, no âmbito da investigação criminal, julgue o próximo item.

187
A entrada forçada em determinado domicílio é lícita, mesmo sem mandado judicial e ainda que durante
a noite, caso esteja ocorrendo, dentro da casa, situação de flagrante delito nas modalidades próprio,
impróprio ou ficto.
( )Certo ( ) Errado

857. (SEJUS/PI - Agente Penitenciário - NUCEPE/2016) Samuel teve voz de prisão dada por
Agostinho, seu vizinho que é alfaiate, quando tentava esfaquear sua madrasta. Neste caso é possível
dizer:
(A) Agostinho jamais poderia prender Samuel, pois não é policial.
(B) Agostinho poderia prender Samuel em 48 (quarenta e oito) horas depois, se a polícia não tivesse
chegado ao local.
(C) Em face do flagrante delito, Agostinho poderia sim ter dado voz de prisão a Samuel.
(D) Agostinho somente poderia dar voz de prisão a Samuel, se este tivesse cometido o crime contra
sua genitora.
(E) Samuel somente poderia ser preso em flagrante, se ele tivesse levado para a Delegacia de Polícia
a faca com a qual tentara esfaquear sua madrasta.

858. (PC/AC - Delegado de Polícia Civil - IBADE/2017) Tendo em vista a correta classificação,
considera-se em flagrante delito quem:
(A) é encontrado, logo depois, com instrumentos, armas, objetos ou papéis que façam presumir ser
ele autor da infração, ou seja, flagrante impróprio.
(B) acaba de cometer a infração penal, ou seja, flagrante próprio.
(C) é perseguido, logo após, pela autoridade, pelo ofendido ou por qualquer pessoa em situação que
faça presumir ser autor da infração, ou seja, flagrante presumido.
(D) é preso por flagrante provocado.
(E) está cometendo a infração penal, ou seja, crime imperfeito.

859. (PC/PA - Investigador de Polícia Civil - FUNCAB/2016) A prisão em flagrante consiste em


medida restritiva de liberdade de natureza cautelar e processual. Em relação às espécies de flagrante,
assinale a alternativa correta.
(A) Flagrante próprio constitui-se na situação do agente que, logo depois, da prática do crime, embora
não tenha sido perseguido, é encontrado portando instrumentos, armas, objetos ou papéis que
demonstrem, por presunção, ser ele o autor da infração.
(B) Flagrante preparado é a possibilidade que a polícia possui de retardar a realização da prisão em
flagrante, para obter maiores dados e informações a respeito do funcionamento, componentes e atuação
de uma organização criminosa.
(C) Flagrante presumido consiste na hipótese em que o agente concluiu a infração penal, ou é
interrompido pela chegada de terceiros, mas sem ser preso no local do delito, pois consegue fugir,
fazendo com que haja perseguição por parte da polícia, da vítima ou de qualquer pessoa do povo.
(D) Flagrante esperado é a hipótese viável de autorizar a prisão em flagrante e a constituição válida
do crime. Não há agente provocador, mas simplesmente chega à polícia a notícia de que um crime será
cometido, deslocando agentes para o local, aguardando-se a ocorrência do delito, para realizara prisão.
(E) Flagrante impróprio refere-se ao caso em que a polícia se utiliza de um agente provocador,
induzindo ou instigando o autor a praticar um determinado delito, para descobrir a real autoridade e
materialidade de outro.

860. (DPE-ES - Defensor Público - CESPE) Em relação às normas previstas no CPP a respeito dos
processos dos crimes de responsabilidade dos funcionários públicos, assinale a opção correta.
(A) O acusado cuja residência não seja conhecida que se encontre fora da jurisdição do juiz perderá a
oportunidade de apresentar resposta preliminar.
(B) O juiz rejeitará a queixa ou denúncia, em despacho fundamentado, se, pela resposta do acusado
ou do seu defensor, houver dúvida a respeito da autoria delitiva.
(C) Recebida a denúncia ou a queixa, o juiz designará audiência de apresentação para o interrogatório
do réu.
(D) Para o recebimento da queixa ou da denúncia, é indispensável a apresentação de documentos ou
de justificação que façam presumir a existência do delito.
(E) Estando a denúncia ou queixa em devida forma, o juiz mandará autuá-la e ordenará a notificação
do acusado, para responder por escrito, dentro do prazo de quinze dias.

188
861. (MPU - Analista - Direito – CESPE) Considerando que um servidor público tenha sido preso em
flagrante pela prática de peculato cometido em desfavor da Caixa Econômica Federal, tendo sido o crime
facilitado em razão da função exercida pelo referido servidor.
Julgue os itens a seguir, com base na legislação processual penal.
Por se tratar de crime afiançável, ao servidor é garantido o direito de apresentar resposta preliminar
no prazo de quinze dias, logo após a notificação pelo juízo processante, quando, então, o juiz decidirá
pelo recebimento ou rejeição da denúncia.
(A) Certo (B) Errado

862. (TJ/RO - Analista Judiciário - Oficial de Justiça – CESPE) Considerando o que dispõe o CPP,
assinale a opção correta acerca do processo dos crimes de responsabilidade dos servidores públicos.
(A) O direito de apresentar resposta preliminar por escrito antes do recebimento de denúncia ou queixa
é assegurado ao servidor público acusado de praticar crime afiançável.
(B) Tratando-se de crime de responsabilidade, o direito a procedimento especial é assegurado ao
coautor do crime ou partícipe que não seja servidor público, em razão do princípio da unidade de
processo.
(C) A queixa ou denúncia sem a apresentação de documentos e justificações ou sem a abertura de
inquérito policial deve ser liminarmente rejeitada no procedimento especial.
(D) O procedimento especial previsto no CPP deve ser adotado para todos os crimes praticados por
servidor público.
(E) Garante-se ao servidor público o procedimento especial, mesmo que, durante o oferecimento da
denúncia ou no curso do processo, o servidor tenha deixado o cargo, a função ou o emprego público.

863. (PC/RJ - Inspetor de Polícia - 6º Classe - FEC) De acordo com o Código de Processo Penal,
nos crimes de responsabilidade de funcionários públicos, quando afiançáveis, o prazo de resposta do
acusado, antes do recebimento da denúncia ou queixa, é de:
(A) trinta dias.
(B) cinco dias.
(C) dez dias.
(D) vinte dias.
(E) quinze dias.

864. (TJ/SP - Titular de Serviços de Notas e de Registros - Critério Remoção VUNESP) O


funcionário público processado criminalmente por prática de crime funcional tem direito às regras do art.
514 do Código de Processo Penal, defesa preliminar,
(A) quando for maior de sessenta anos.
(B) somente se não for reincidente.
(C) quando, tendo praticado mais de um crime, a soma das penas não ultrapasse quatro anos de
reclusão.
(D) sempre que o delito for afiançável.

865. (SEJUDH/MT - Agente Penitenciário - IBADE/2017) Dar-se-á habeas corpus sempre que
alguém sofrer ou se achar na iminência de sofrer violência ou coação ilegal na sua liberdade de ir e vir,
salvo nos casos de punição disciplinar. A coação considerar-se-á ilegal:
(A) quando não houver justa causa, salvo em se tratando de acusado de crime hediondo.
(B) quando quem ordenar a coação não tiver competência para fazê-lo, salvo em relação a agente
público com foro por prerrogativa de função.
(C) nos casos de condução coercitiva, salvo se determinada por Juiz Federal no mínimo de primeira
instância.
(D) quando o processo for manifestamente nulo: com exceção aos processos nos quais se apura crime
de tráfico e hediondos.
(E) quando extinta a punibilidade

866. (MPDFT - Promotor de Justiça - MPDFT) Assinale, ante a orientação mais restritiva do STJ e
do STF, a alternativa que retrata situação merecedora de concessão do pedido de Habeas Corpus.
(A) Habeas Corpus para impedir a realização de exame de sanidade mental em paciente, servidor
público, no curso de procedimento administrativo disciplinar.
(B) Habeas Corpus para a inclusão de terceira pessoa no polo passivo da ação penal por estelionato.

189
(C) Habeas Corpus para assegurar ao advogado a extração de cópia dos autos do processo criminal
a que responde o paciente.
(D) Habeas Corpus para reformar acórdão que não conhece da apelação de acusado foragido,
relativamente a processo cuja sentença condenatória foi prolatada antes da revogação do artigo 594 do
Código de Processo Penal.
E) Habeas Corpus para desconstituir condenação objeto de anterior revisão criminal indeferida.

867. (DPE/ES - Defensor Público - Estagiário - CESPE) Com base nas normas previstas no CPP
para o habeas corpus, assinale a opção correta.
(A) Não cabe habeas corpus para discutir a ocorrência de nulidade processual.
(B) O habeas corpus poderá ser impetrado por qualquer pessoa, em seu favor ou de outrem, bem
como pelo MP.
(C) Recebida a petição de habeas corpus, se o paciente estiver preso, o juiz é obrigado a determinar
a apresentação do preso em dia e hora que designar.
(D) Mesmo no caso de o juiz ou de o tribunal verificar que já cessou a violência ou a coação ilegal, o
pedido do habeas corpus deverá ser julgado.
(E) No tribunal, a decisão será tomada por maioria de votos e, havendo empate, deverá prevalecer o
voto do relator.

868. (TRF/3ª REGIÃO - Juiz Federal - TRF 3ª REGIÃO) Concernente ao habeas corpus assinale a
alternativa incorreta:
(A) O Juiz de primeiro grau não tem competência para conceder a ordem de ofício;
(B) quando já tenha cessada a violência ou coação ilegal, o juiz deverá considerar prejudicado o
pedido;
(C) se o pedido for favorável ao paciente, será imediatamente posto em liberdade, expedindo o juiz
alvará de soltura clausulado;
(D) o órgão do Ministério Público possui legitimidade para impetrar a ordem;
(E) cessará a competência do juiz para apreciar o pedido quando a violência advier de autoridade
judiciária de igual jurisdição.

869. (Polícia Civil/ES – Perito Criminal – FUNCAB) O habeas corpus, nos termos do Código de
Processo Penal e da Constituição Federal:
(A) pode se fundamentar em extinção da punibilidade, mesmo que já transitada em julgado a sentença
condenatória.
(B) não pode ser concedido de ofício pelo juiz.
(C) não pode se fundamentar em mera nulidade processual.
(D) não pode se voltar contra prisão administrativa ou disciplinar.
(E) se volta exclusivamente contra as prisões em flagrante realizadas sem justa causa, ou prisão
temporária com prazo excedido.

870. (PC/ES - Médico Legista - FUNCAB) O habeas corpus poderá ser impetrado:
(A) por qualquer pessoa, em seu favor ou de outrem.
(B) somente pelo ofendido, representado por seu advogado.
(C) somente pelo ofendido, dispensada a representação por advogado.
(D) somente pelo Ministério Público.
(E) somente pelo ofendido ou pelo Ministério Público.

871. (TJ/AL - Auxiliar Judiciário - CESPE) A respeito do habeas corpus e seu processo, assinale a
opção correta.
(A) A concessão da ordem de habeas corpus não implica necessariamente em obstrução ao trâmite
da ação penal principal ou na própria extinção da ação, desde que os fundamentos desta não estejam
em conflito com os fundamentos da ação de habeas corpus.
(B) Ordenada a soltura do acusado preso em virtude de habeas corpus, não haverá condenação nas
custas processuais da autoridade que, por má-fé ou evidente abuso de poder, tiver determinado a coação;
no entanto, essa autoridade fica impedida de efetuar novamente a prisão do acusado.
(C) Os juízes e os tribunais têm competência para expedir ordem de habeas corpus quando, no curso
de processo, restar evidenciado que alguém esteja sofrendo ou esteja na iminência de sofrer coação
ilegal, desde que requerido por quem sofre a coação ou pelo MP.

190
(D) Se a ilegalidade decorrer do fato de não ter sido o cidadão admitido a prestar fiança em delegacia
de polícia, o juiz arbitrará o valor da fiança, que, no entanto, não poderá ser prestada em juízo, mas
apenas perante a autoridade policial competente.
(E) Só será concedida ordem de habeas corpus a quem sofrer violência ou coação ilegal na sua
liberdade de ir e vir, não se justificando a concessão da ordem em caso de mero temor de se estar na
iminência de ser preso injustamente.

872. (SEJUS/PI - Agente Penitenciário – NUCEPE) Sobre habeas corpus, é INCORRETO afirmar:
(A) o habeas corpus pode ser liberatório, repressivo e preventivo;
(B) o habeas corpus poderá ser impetrado por qualquer pessoa, em seu favor ou de outrem, bem como
pelo Ministério Público;
(C) caberá habeas corpus quando alguém estiver preso por mais tempo do que determina a lei;
(D) é cabível impetração de habeas corpus com o objetivo de acelerar o inquérito policial;
(E) não há que se falar em impetração de habeas corpus em favor de pessoas desconhecidas, de
forma coletiva e indeterminada.

873. (DPE/RR - Defensor Público - CESPE) Em relação ao habeas corpus, assinale a opção correta.
(A) A suspensão condicional do processo constitui óbice ao manejo da ação de habeas corpus, visto
que, nesse caso, não há risco imediato da liberdade de ir e vir.
(B) É cabível ação de habeas corpus para modificar o fundamento da decisão absolutória.
(C) A declaração de extinção da punibilidade pelo cumprimento da pena ou pela existência de causa
de impedimento da pretensão punitiva ou executória do Estado impede o manejo da ação de habeas
corpus.
(D) De acordo com o atual entendimento dos tribunais superiores, não cabe ação constitucional de
habeas corpus como substitutivo de recursos ordinários e de outros recursos no processo penal,
incluindo-se os casos em que a concessão da ordem seja feita de ofício.
(E) Admite-se ajuizamento de ação de habeas corpus para discutir a concessão do sursis nos casos
em que se discuta a aplicação de pena

874. (TRE/SP - Analista Judiciário - FCC) Sobre o habeas corpus e seu processo, de acordo com o
Código de Processo Penal, considere:
I. A competência para processar e julgar, originalmente, o habeas corpus, cuja autoridade coatora for
um Secretário de Estado, é do Tribunal de Justiça do respectivo Estado.
II. A utilização do habeas corpus é assegurada ao agente que responde processo por infração penal,
a que a pena pecuniária seja a única cominada ou contra decisão condenatória a pena de multa.
III. José, Juiz de Direito de uma determinada comarca do Estado de São Paulo, recebeu, após regular
distribuição, um habeas corpus questionando uma ordem dada por um Delegado de Polícia da cidade.
Após requisitar informações, tomou conhecimento de que a ordem foi ratificada por Pedro, outro Juiz de
Direito da mesma comarca, para o qual o Inquérito Policial foi distribuído. Neste caso, cessa de imediato
a competência do Magistrado José, para quem foi distribuído o habeas corpus, conhecer do writ.
Está correto o que consta APENAS em
(A) I.
(B) III.
(C) I e II.
(D) I e III.
(E) II e III.

875. (TJ/AC - Técnico Judiciário Área Judiciária - CESPE/) Julgue o item a seguir.
Consoante atual entendimento dos tribunais superiores, a ação constitucional de habeas corpus, em
substituição ao recurso ordinário, deverá ser ofertada no mesmo prazo deste.
(A) Certo (B) Errado

876. (DPE/RS - Defensor Público - FCC) Acerca dos princípios e garantias fundamentais aplicáveis
ao processo penal, o princípio
(A) da ampla defesa assegura ao réu a indisponibilidade ao direito de defesa técnica, que pode ser
exercida por defensor privado ou público. Entretanto, quando a defesa técnica for realizada por Defensor
Público, será sempre exercida através de manifestação fundamentada.
(B) do duplo grau de jurisdição, expressamente previsto na Constituição Federal, assegura a todos os
acusados a revisão da sentença condenatória.

191
(C) da presunção de inocência impõe um dever de tratamento ao réu, que deve ser considerado
inocente durante a instrução do processo. Porém, após o advento de uma sentença condenatória e
enquanto tramitar(em) o(s) recurso(s), esta presunção passa a ser de culpabilidade.
(D) da publicidade, inserto no art. 93, IX, da Constituição Federal, estabelece que todos os julgamentos
dos órgãos do Poder Judiciário serão públicos, não admitindo qualquer limitação por lei ordinária, a fim
de que não prejudique o interesse público à informação.
(E) ne procedat judex ex officio (o juiz não pode proceder) estabelece a inércia da jurisdição. Sendo
assim, o Código de Processo Penal proíbe ao juiz determinar, de ofício, no curso da instrução, ou antes
de proferir sentença, a realização de diligências para dirimir dúvida sobre ponto relevante.

877. (PC/BA - Investigador de Polícia - CESPE) Julgue os itens seguintes, considerando os


dispositivos constitucionais e o processo penal.
O direito ao silêncio consiste na garantia de o indiciado permanecer calado e de tal conduta não ser
considerada confissão, cabendo ao delegado informá-lo desse direito durante sua oitiva no inquérito
policial.
(A) Certo (B) Errado

878. (TJ/DF - Analista Judiciário - Oficial de Justiça Avaliador - CESPE) Considerando os


princípios aplicáveis ao direito processual penal e a aplicação da lei processual, julgue os itens a seguir.
A autodefesa, que, pelo princípio da ampla defesa, é imposta ao réu, é irrenunciável.
(A) Certo (B) Errado

879. (TJ/PE – Juiz – FCC) Em relação aos princípios constitucionais do contraditório e da ampla
defesa, previstos no artigo 5º, inciso LV, da Constituição da República, é INCORRETO afirmar que
(A) o contraditório é a ciência bilateral dos atos e termos processuais e a possibilidade de contrariá-
los.
(B) a ampla defesa desdobra-se em autodefesa e defesa técnica, sendo a primeira exercida
pessoalmente pelo acusado e a segunda por profissional habilitado, com capacidade postulatória e
conhecimentos técnicos.
(C) a defesa técnica é irrenunciável, por se tratar de garantia da própria jurisdição.
(D) estão intimamente relacionados, uma vez que a ampla defesa garante o contraditório e por ele se
manifesta e é garantida.
(E) foram inovações trazidas pelo texto constitucional de 1988.

880. (MPE/SP - Analista de Promotoria - VUNESP) De acordo com o princípio da presunção de


inocência, previsto no artigo 5°, inciso LVII, da Constituição Federal, explícito no processo penal,
(A) iniciada a ação penal e feita a citação, o réu não é obrigado a comparecer em Juízo e se autoacusar,
mas, comparecendo, não tem direito ao silêncio.
(B) em caso de dúvida, por aplicação do princípio da prevalência do interesse da sociedade (in dubio
pro societate), condena-se o acusado.
(C) o ônus da prova de inocência cabe à defesa, após recebimento da denúncia ou queixa-crime e
consequente início da ação penal.
(D) surge como sua decorrência lógica, a indispensabilidade da medida cautelar extrema, de prisão,
ainda que desnecessária à instrução e à ordem pública
(E) presume-se inocente o acusado até pronunciamento de culpa, por sentença condenatória,
transitada em julgado.

Gabarito

826. B / 827. B / 828. E / 829. D / 830. C / 831. B / 832. A / 833. E / 834. B / 835. B / 836. A / 837. A /
838. A / 839. A / 840. C / 841. D / 842. B / 843. C / 844. C / 845. A / 846. E / 847. D / 848. D / 849. D /
850. A / 851. A / 852. E / 853.A / 854.D / 855.Certo / 856.Certo / 857.C / 858.B / 859.D / 860. E / 861. A
/ 862. A / 863. E / 864. D / 865. E / 866. D / 867. B / 868. A / 869. A / 870. A / 871. A / 872. D / 873. C /
874. D / 875. B / 876. A / 877. A / 878. B / 879. E / 880. E

192
Noções de Direitos Humanos e Participação Social

Questões

881. (Pref. de Natal/RN - Advogado - IDECAN) Assinale a alternativa que NÃO está de acordo com
a Declaração Universal dos Direitos Humanos.
(A) Todo ser humano tem o direito de deixar qualquer país, inclusive o próprio, mas não a este
regressar.
(B) Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotados de razão e
consciência e devem agir em relação uns aos outros com espírito de fraternidade.
(C) Todo ser humano tem direito a receber dos tribunais nacionais competentes remédio efetivo para
os atos que violem os direitos fundamentais que lhe sejam reconhecidos pela constituição ou pela lei.
(D) Todo ser humano tem direito, em plena igualdade, a uma justa e pública audiência por parte de um
tribunal independente e imparcial, para decidir sobre seus direitos e deveres ou do fundamento de
qualquer acusação criminal contra ele.

882. (AL/GO - Analista Legislativo - CS/UFG) “Todo homem tem direito à liberdade de opinião e
expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferências, ter opiniões e procurar, receber e difundir
in- formações e ideias por quaisquer meios de expressão, independentemente de fronteiras” (Artigo 19
da Declaração Universal dos Direitos Humanos). Esse direito refere-se à:
(A) Liberdade de cátedra.
(B) Liberdade de imprensa.
(C) Liberdade sindical.
(D) Liberdade de expressão.

883. (CBM/MG - Oficial do Corpo de Bombeiros Militar - IDECAN) Quanto às considerações


enunciadas no preâmbulo da Declaração Universal dos Direitos Humanos, marque a afirmativa
INCORRETA.
(A) O desprezo e o desrespeito pelos direitos humanos resultam em atos bárbaros que ultrajam a
consciência da humanidade.
(B) Aspira-se por um mundo em que todos gozem de liberdade de palavra, de crença e da liberdade
de viverem a salvo do temor e da necessidade.
(C) É essencial que os direitos humanos sejam protegidos por meio de rebeliões contra a opressão
para que o ser humano não seja compelido ao império da lei.
(D) Os povos das Nações Unidas reafirmaram, na Carta da ONU, sua fé nos direitos humanos
fundamentais, na dignidade e no valor do ser humano e na igualdade de direitos entre homens e mulheres.

884. (SEE/MG - Professor de Educação Básica - IBFC) Assinale a alternativa correta sobre o órgão
que proclamou a Declaração Universal dos Direitos Humanos.
(A) Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas.
(B) Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas.
(C) Conselho Econômico e Social das Nações Unidas.
(D) Assembleia Especial de Justiça da Organização das Nações Unidas.

885. (PC/GO - Papiloscopista - FUNIVERSA) No que se refere à Declaração Universal dos Direitos
Humanos, assinale a alternativa correta.
(A) Todo homem tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidos nessa
Declaração, não se podendo fazer nenhuma distinção fundada na condição política, jurídica ou
internacional do país ou território a que pertença uma pessoa, quer se trate de um território independente,
sob tutela, sem governo próprio, quer sujeito a qualquer outra limitação de soberania.
(B) Toda pessoa, vítima de perseguição, tem o direito de procurar e de gozar asilo em outros países.
Esse direito pode ser invocado em caso de perseguição legitimamente motivada por crimes de direito
comum.
(C) Aquele que praticar um crime poderá ser culpado por uma ação que, no momento, não constituía
delito perante o direito nacional ou internacional.

193
(D) Todo ser humano tem direito à instrução. A instrução será gratuita, pelo menos nos graus
elementares e fundamentais. A instrução técnico-profissional será obrigatória.
(E) A maternidade e a infância têm direito a cuidados e à assistência especiais, sendo que, às crianças
nascidas dentro do matrimônio, é assegurada maior proteção social.

886. (SAPeJUS/GO - Agente de Segurança Prisional - FUNIVERSA) Segundo a Declaração


Universal dos Direitos Humanos, assinale a alternativa correta.
(A) Deve-se presumir a inocência de todo acusado de um crime até que a sua culpabilidade tenha sido
provada de acordo com a lei, em julgamento público, no qual lhe sejam asseguradas todas as garantias
necessárias a sua defesa.
(B) A lei protege todo homem contra interferências na sua vida privada, na sua família, no seu lar, não
se estendendo tal proteção a sua correspondência.
(C) Todo homem tem direito à propriedade, só ou em sociedade com outros, sendo vedada qualquer
restrição a esse direito.
(D) Todo homem tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião; esse direito, no
entanto, não inclui a liberdade de mudar de religião ou crença e a liberdade de manifestar essa religião
ou crença, pelo ensino, pela prática, pelo culto e pela observância, isolada ou coletivamente, em público
ou em particular.
(E) Todo homem tem direito à liberdade de opinião e expressão; esse direito não se estende, porém,
à liberdade de, sem interferências, ter opiniões e procurar, receber e transmitir informações e ideias por
quaisquer meios, além das fronteiras de seu país.

887. (ABIN - Técnico de Inteligência - CESPE/2018) A respeito dos direitos e das garantias
fundamentais, julgue o item a seguir.

O direito à liberdade de expressão artística previsto constitucionalmente não exclui a possibilidade de


o poder público exigir licença prévia para a realização de determinadas exposições de arte ou concertos
musicais.
( ) Certo ( ) Errado

888. (DPE/SC - Técnico Administrativo - FUNDATEC/2018) Em relação aos Direitos e Garantias


fundamentais previstos na Constituição Federal, analise as seguintes assertivas:
I. Todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente
de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local,
sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente.
II. É plena a liberdade de associação para fins lícitos, inclusive a de caráter paramilitar.
III. Aos autores pertence o direito exclusivo de utilização, publicação ou reprodução de suas obras,
transmissível aos herdeiros pelo tempo que a lei fixar.

Quais estão corretas?


(A) Apenas I.
(B) Apenas III.
(C) Apenas I e II.
(D) Apenas I e III.
(E) I, II e III.

889. (Pref. de Penalva/MA - Procurador Municipal - IMA/2017) Nos termos da Constituição Federal
de 1988, acerca dos direitos e garantias individuais e coletivos, é CORRETO afirmar que:
(A) Conceder-se-á mandado de injunção sempre que a falta de norma regulamentadora torne inviável
o exercício dos direitos e liberdades constitucionais e das prerrogativas inerentes à igualdade, à soberania
e à cidadania.
(B) São gratuitas as ações de habeas corpus e mandado de segurança, e, na forma da lei, os atos
necessários ao exercício da cidadania.
(C) As normas definidoras dos direitos e garantias fundamentais têm aplicação mediata.
(D) A lei considerará crimes inafiançáveis e insuscetíveis de graça ou anistia a prática da tortura, o
tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, o terrorismo e os definidos como crimes hediondos, por
eles respondendo os mandantes, os executores e os que, podendo evitá-los, se omitirem.

194
890. (PC/AP - Agente de Polícia - FCC/2017) A Constituição Federal de 1988, ao tratar dos direitos
e deveres individuais e coletivos,
(A) assegura-os aos brasileiros residentes no País, mas não aos estrangeiros em trânsito pelo território
nacional, cujos direitos são regidos pelas normas de direito internacional.
(B) prescreve que a natureza do delito praticado não pode ser critério para determinar o
estabelecimento em que a pena correspondente será cumprida pelo réu.
(C) atribui ao júri a competência para o julgamento dos crimes dolosos contra a vida, assegurando a
plenitude de defesa, a publicidade das votações e a soberania dos veredictos.
(D) excepciona o princípio da irretroatividade da lei penal ao permitir que a lei seja aplicada aos crimes
cometidos anteriormente a sua entrada em vigência, quando for mais benéfica ao réu, regra essa que
incide, inclusive, quando se tratar de crime hediondo.
(E) determina que a prática de crime hediondo constitui crime inafiançável e imprescritível.

891. (Pref. de Chapecó/SC - Engenheiro de Trânsito - IOBV) De acordo com o texto constitucional,
é direito fundamental do cidadão:
(A) A manifestação do pensamento, ainda que através do anonimato.
(B) A liberdade de associação para fins lícitos, inclusive de caráter paramilitar.
(C) Ser compelido a fazer ou deixar de fazer alguma coisa somente em virtude de lei.
(D) Ser livre para expressar atividade intelectual e artística, mediante licença do Ministério da
Educação e Cultura.

892. (Pref. de Valença/BA - Técnico Ambiental - AOCP) Sobre os direitos fundamentais, assinale a
alternativa correta.
(A) A casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do
morador, exceto apenas no caso de flagrante delito.
(B) É inviolável o sigilo da correspondência e das comunicações telegráficas, de dados e das
comunicações telefônicas, salvo, no último caso, por ordem judicial, nas hipóteses e na forma que a lei
estabelecer para fins de investigação criminal ou instrução processual penal.
(C) É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, não podendo a lei estabelecer qualquer
requisito.
(D) O homicídio constitui crime inafiançável e imprescritível.
(E) No Brasil, não se admite pena de morte em hipótese alguma.

893. (TRF 3ª REGIÃO - Técnico Judiciário - FCC) Sobre o disposto nos incisos do art. 5º da
Constituição Federal, é INCORRETO afirmar que é
(A) livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, desde que atendidas as qualificações
profissionais que a lei estabelecer.
(B) permitido se reunir pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente
de autorização ou prévio aviso, desde que a iniciativa não frustre outra reunião anteriormente convocada
para o mesmo local.
(C) livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,
independentemente de censura ou licença.
(D) assegurada, nos termos da lei, a prestação de assistência religiosa nos estabelecimentos
penitenciários.
(E) livre a criação de associações e, na forma da lei, a de cooperativas, independentemente de
autorização, sendo vedada a interferência estatal em seu funcionamento.

894. (SETRABES - Contador - UERR/2018) São Direitos Sociais expressamente previstos na


Constituição Federal, exceto:
(A) O livre exercício de qualquer trabalho.
(B) A assistência aos desamparados.
(C) O transporte.
(D) A proteção à maternidade.
(E) A educação.

895. (PC/MA - Investigador de Polícia - CESPE/2018) Entre os direitos sociais previstos pela
Constituição Federal de 1988 (CF) inclui-se o direito à
(A) amamentação aos filhos de presidiárias.
(B) moradia.

195
(C) propriedade.
(D) gratuidade do registro civil de nascimento.
(E) assistência jurídica e integral gratuita.

896. (ITEP/RN - Agente de Necropsia - INSTITUTO AOCP/2018) O artigo 8° da Constituição Federal


determina que é livre a associação profissional ou sindical, observado o seguinte:
(A) ao sindicato cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive
em questões judiciais ou administrativas.
(B) a lei poderá exigir autorização do Estado para a fundação de sindicato.
(C) é vedada a criação de mais de uma organização sindical, em qualquer grau, representativa de
categoria profissional ou econômica, na mesma base territorial, que será definida pelos trabalhadores ou
empregadores interessados, não podendo ser inferior à área de um estado.
(D) o trabalhador será obrigado a filiar-se e a manter-se filiado a sindicato.
(E) o aposentado filiado não pode votar e ser votado nas organizações sindicais.

897.(IF/PA - Assistente em Administração - FUNRIO) Constituem direitos sociais conforme


Constituição Federal de 1988, dentre outros, os seguintes:
(A) a religião, o lazer e a segurança.
(B) o voto, a cultura e a integração nacional.
(C) o trabalho, a moradia e a segurança.
(D) a igualdade tributária, a cultura e a segurança.
(E) a cultura, a religião e o transporte.

898. (SEJUS/PI - Agente Penitenciário - NUCEPE) Sobre a disciplina constitucional dos direitos
sociais, assinale a alternativa CORRETA.
(A) A assistência gratuita aos filhos e dependentes é garantida desde o nascimento até oito anos de
idade em creches e pré-escolas.
(B) É garantido seguro contra acidentes de trabalho, a cargo do empregador, sem excluir a indenização
a que este está obrigado, desde que tenha agido com dolo.
(C) É proibido trabalho noturno, perigoso ou insalubre a menores de dezoito e de qualquer trabalho a
menores de dezesseis anos, salvo na condição de aprendiz, a partir de quatorze anos.
(D) É garantido o repouso semanal remunerado, obrigatoriamente aos domingos.
(E) É vedada a dispensa do empregado sindicalizado a partir do registro da candidatura a cargo de
direção ou representação sindical e, se eleito, ainda que suplente, até três anos após o final do mandato,
salvo se cometer falta grave nos termos da lei.

899. (Câmara de Natal/RN - Guarda Legislativo - COMPERVE) Os direitos sociais fundamentais,


também apelidados pelos juristas como direitos de segunda dimensão ou de segunda geração, têm, em
sua ontologia, a intenção de reduzir desigualdades para fins de concretização da igualdade material,
substancial ou isonômica. Uma das ideias que os permeia é a de tratar igualmente os iguais e
desigualmente os desiguais na proporção de suas desigualdades. O constituinte brasileiro, visualizando
a importância desses direitos, tratou de expressamente tutelá-los. Nesse sentido, a Constituição Federal
prevê direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, tais como
(A) a ação, quanto aos créditos resultantes das relações de trabalho, com prazo prescricional de sete
anos.
(B) o reconhecimento das convenções e acordos coletivos de trabalho e a proteção em face da
automação, na forma da lei.
(C) o gozo de férias anuais remuneradas com, pelo menos, dois terços a mais que o salário normal.
(D) a remuneração do serviço extraordinário superior, no mínimo, em quarenta por cento relativamente
à do normal.

900. (Câmara de Natal/RN - Guarda Legislativo - COMPERVE) A liberdade do indivíduo, direito


fundamental tradicionalmente caracterizado como de primeira dimensão ou geração, possui
desdobramentos e se expressa em variadas espécies no âmbito do atual Estado Constitucional
Democrático, sendo possível falar em liberdade de ir e vir, liberdade religiosa, liberdade profissional,
dentre outras. No que diz respeito especificamente à liberdade de associação sindical, de acordo com as
diretrizes constitucionais, é possível observar que no Brasil é livre a associação sindical, cabendo aos
sindicatos a defesa dos

196
(A) direitos individuais da categoria em questões judiciais, excluídas as questões administrativas e de
ordem internacional.
(B) interesses individuais da categoria, excluídos os coletivos, inclusive em questões judiciais ou
administrativas.
(C) direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou
administrativas.
(D) interesses coletivos da categoria em questões judiciais, excluídos os interesses individuais e as
questões administrativas e incluídas as questões internacionais.

901. (SJC/SC - Agente de Segurança Socioeducativo - FEPESE) Assinale a alternativa correta


sobre os direitos sociais previstos na Constituição Federal.
(A) É proibida a prática de qualquer espécie de trabalho a menores de dezoito anos.
(B) É vedada a diferença de salários, de exercício de funções e de critério de admissão por motivo de
sexo, idade, cor ou estado civil.
(C) A distinção entre trabalho manual, técnico e intelectual ou entre os profissionais respectivos deverá
ser aferida por meio de critérios objetivos e previamente estabelecidos.
(D) O prêmio do seguro contra acidentes do trabalho contratado pelo empregador exclui a sua
responsabilidade civil, mesmo quando incorrer em dolo ou culpa.
(E) O empregador poderá descontar até o limite de dez por cento da remuneração do trabalhador em
razão da restrição decorrente de sua deficiência, física ou motora.

902. (CRP 2º Região - Psicólogo Orientador - Quadrix/2018) Com relação à nacionalidade, assinale
a alternativa correta.
(A) Com exceção dos casos previstos na CF, a lei não pode estabelecer distinção entre brasileiros
natos e naturalizados.
(B) O estrangeiro residente no Brasil há mais de quinze anos, sem condenação penal, adquire
automaticamente a nacionalidade brasileira.
(C) O brasileiro naturalizado será extraditado somente na hipótese de crime político ou de
responsabilidade praticado antes da naturalização.
(D) Embora não conste expressamente da CF, considera-se a língua portuguesa como idioma oficial
da República Federativa do Brasil.
(E) Aos portugueses com residência fixa no País e sem condenação penal serão atribuídos direitos
inerentes ao brasileiro nato.

903. (TRT 15ª Região - Técnico Judiciário - FCC/2018) Consideradas as formas de aquisição da
nacionalidade previstas na Constituição Federal, são brasileiros
(A) naturalizados os estrangeiros de qualquer nacionalidade, residentes na República Federativa do
Brasil há mais de dez anos ininterruptos e sem condenação penal, desde que requeiram a nacionalidade
brasileira.
(B) natos os nascidos na República Federativa do Brasil, ainda que de pais estrangeiros, desde que
estes estejam a serviço de seu país.
(C) naturalizados os nascidos no estrangeiro, de pai brasileiro e mãe brasileira, desde que qualquer
deles esteja a serviço da República Federativa do Brasil.
(D) natos os nascidos no estrangeiro de pai brasileiro ou mãe brasileira, desde que sejam registrados
em repartição brasileira competente.
(E) naturalizados os que, na forma da lei, adquiram a nacionalidade brasileira, exigida dos originários
de países de língua portuguesa apenas residência por cinco anos ininterruptos e idoneidade moral.

904. (PC/PI - Agente de Polícia Civil - NUCEPE/2018) Pode-se afirmar que Nacionalidade é o vínculo
jurídico que se estabelece entre um indivíduo e o Estado, pelo qual aquele se torna parte integrante do
povo deste. Acerca da Nacionalidade, marque a alternativa CORRETA.
(A) São brasileiros natos os nascidos no estrangeiro, de pai brasileiro ou mãe brasileira, desde que
venham a residir na República Federativa do Brasil e optem, desde que não atingida a maioridade, pela
nacionalidade brasileira.
(B) São brasileiros natos os que, na forma da lei, adquiram a nacionalidade brasileira, exigidas aos
originários de países de língua portuguesa apenas residência por um ano ininterrupto e idoneidade moral.
(C) São brasileiros natos os estrangeiros de qualquer nacionalidade, residentes na República
Federativa do Brasil há mais de quinze anos ininterruptos e sem condenação penal, desde que requeiram
a nacionalidade brasileira.

197
(D) São brasileiros natos todos os que nascidos na República Federativa do Brasil, ainda que de pais
estrangeiros, desde que estes não estejam a serviço de seu país.
(E) Em nenhuma hipótese será declarada a perda da nacionalidade do brasileiro nato.

905. (TJ/MT - Analista Judiciário - UFMT) Sobre a nacionalidade, assinale a afirmativa INCORRETA.
(A) São brasileiros natos os filhos de pais estrangeiros nascidos no Brasil, desde que estes não estejam
a serviço de seu país.
(B) São brasileiros natos os nascidos no estrangeiro, de pai ou mãe brasileira, desde que qualquer um
deles esteja a serviço do Brasil.
(C) São brasileiros naturalizados os originários dos países de língua portuguesa, na forma da lei,
residentes por um ano ininterrupto no Brasil.
(D) São brasileiros naturalizados os estrangeiros de qualquer nacionalidade residentes no Brasil há
mais de dez anos e sem condenação penal.

906. (TRT 14ª Região - Técnico Judiciário - FCC) As irmãs Catarina e Gabriela são brasileiras
naturalizadas. Ambas possuem carreira jurídica brilhante, destacando-se profissionalmente. Catarina
almeja ocupar o cargo de Ministra do Supremo Tribunal Federal e Gabriela almeja ocupar o cargo de
Ministra do Tribunal Superior do Trabalho. Neste caso, com relação ao requisito nacionalidade,
(A) nenhuma das irmãs poderá alcançar o cargo almejado.
(B) ambas as irmãs poderão alcançar o cargo almejado, independentemente de qualquer outra
exigência legal.
(C) apenas Gabriela poderá alcançar o cargo almejado.
(D) apenas Catarina poderá alcançar o cargo almejado.
(E) ambas as irmãs só poderão alcançar o cargo almejado se tiverem mais de quinze anos de
naturalização.

907. (IF/BA - Assistente em Administração - FUNRIO) De acordo com a Constituição Federal de


1988, são privativos de brasileiro nato, dentre outros, os cargos de
(A) Procurador da República e de Ministro do Supremo Tribunal Federal.
(B) Secretário Nacional da Infância e da Juventude e de oficial das Forças Armadas.
(C) Ministro do Supremo Tribunal Federal e de Presidente da Câmara dos Deputados.
(D) Advogado Geral da União e de Auditor da Receita Federal.
(E) Ministro do Tribunal de Contas do Distrito Federal e de Procurador da República.

908. (SJC/SC - Agente de Segurança Socioeducativo - FEPESE) Assinale a alternativa correta


acerca da nacionalidade.
(A) Apenas os nascidos na República Federativa do Brasil poderão ser considerados brasileiros
naturalizados.
(B) As pessoas originárias de países de língua portuguesa que contarem com residência permanente
por um ano ininterrupto e possuírem idoneidade moral poderão adquirir a nacionalidade brasileira nata.
(C) O filho de pai brasileiro ou mãe brasileira, ainda que nascido no estrangeiro, sempre será
considerado brasileiro nato.
(D) Passados dez anos de residência ininterrupta na República Federativa do Brasil, poderá o
estrangeiro de qualquer nacionalidade requerer a nacionalidade brasileira.
(E) É brasileiro nato o nascido na República Federativa do Brasil, ainda que de pais estrangeiros,
desde que estes não estejam a serviço de seu país.

909. (Prefeitura de Teresina/PI - Técnico de Nível Superior - FCC) Paula, filha de diplomatas
americanos, nasceu no Brasil quando seus pais estavam a serviço dos Estados Unidos da América.
Camilla, que é cidadã inglesa, sem condenação penal e residente há 10 anos no Brasil, deseja obter a
cidadania brasileira. João, estrangeiro originário de país de língua portuguesa, tem comprovada
idoneidade moral e reside há 1 ano ininterrupto no Brasil. De acordo com as normas da Constituição
Federal que disciplinam os requisitos para a aquisição da nacionalidade brasileira, Paula, por
(A) ser filha de diplomatas americanos a serviço de seu país, não é cidadã brasileira. Camilla preenche
os requisitos e já pode, caso requeira, ser naturalizada brasileira. João, por não cumprir o requisito
temporal mínimo exigido, ainda não pode ser naturalizado brasileiro.
(B) ter nascido no Brasil, é cidadã brasileira. Camilla preenche os requisitos e já pode, caso requeira,
ser naturalizada brasileira. João, por não cumprir o requisito temporal mínimo exigido, ainda não pode ser
naturalizado brasileiro.

198
(C) ser filha de diplomatas americanos a serviço de seu país, não é cidadã brasileira. Camilla preenche
os requisitos e já pode, caso requeira, ser naturalizada brasileira. João, por cumprir todos os requisitos,
já pode ser naturalizado brasileiro, caso requeira.
(D) ser filha de diplomatas americanos a serviço de seu país, não é cidadã brasileira. Camila, por não
cumprir o requisito temporal mínimo, ainda não pode ser naturalizada brasileira. João, por cumprir todos
os requisitos, já pode ser naturalizado brasileiro, caso requeira.
(E) ser filha de diplomatas americanos a serviço de seu país, não é cidadã brasileira. Camilla, por não
cumprir o requisito temporal mínimo, ainda não pode ser naturalizada brasileira. João, por não cumprir o
requisito temporal mínimo exigido, ainda não pode ser naturalizado brasileiro.

910.(Câmara Legislativa do Distrito Federal - Técnico Legislativo - FCC/2018) De acordo com a


Constituição Federal, a soberania popular é exercida, nos termos da lei, por meio de instrumentos como
(A) o plebiscito, o referendo, a iniciativa popular e o voto direto e aberto.
(B) a iniciativa popular e o voto indireto e secreto.
(C) o sufrágio universal e o voto indireto e secreto.
(D) a iniciativa popular, o referendo e o voto indireto e aberto
(E) o plebiscito e o referendo.

911. (Câmara Legislativa do Distrito Federal - Técnico Legislativo - FCC/2018) A respeito do que
estabelece a Constituição Federal sobre a nacionalidade e os direitos políticos,
(A) não podem alistar-se como eleitores os estrangeiros e, durante o período do serviço militar
obrigatório, os conscritos.
(B) as idades mínimas para a elegibilidade relativa aos cargos de Presidente da República e Senador
são, respectivamente, de 35 e 30 anos.
(C) entre os cargos privativos de brasileiro nato, estão o de Presidente da República, Senador, Ministro
do Supremo Tribunal Federal e oficial da Forças Armadas.
(D) o alistamento eleitoral e o voto são facultativos para os maiores de 60 anos.
(E) a lei não poderá estabelecer distinção entre brasileiros natos e naturalizados, salvo nos casos
previstos na Constituição ou na Lei de Migração.

912. (IFF - Operador de Máquinas Agrícolas - FCM) Sobre os Direitos Políticos, previstos na
Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, analise as afirmativas abaixo, e marque (V) para
verdadeiro ou (F) para falso:
( ) Os atos de improbidade administrativa importarão a suspensão dos direitos políticos, na forma e
gradação previstas em lei.
( ) A soberania popular será exercida pelo sufrágio universal e pelo voto indireto e aberto, com valor
igual para todos.
( ) A filiação partidária é uma condição de elegibilidade.
( ) O alistamento e o voto são obrigatórios para os maiores de dezesseis anos.

A sequência correta é
(A) V, V, F, V.
(B) F, V, F, F.
(C) V, V, V, F.
(D) F, V, F, V
(E) V, F, V, F.

913. (TRT 23ª REGIÃO/MT) - Técnico Judiciário - FCC) A respeito dos direitos políticos, considere:
I. São condições de elegibilidade, dentre outras, a idade mínima de trinta e cinco anos para Presidente
e Vice-Presidente da República e Senador, trinta anos para Governador e Vice-Governador de Estado e
do Distrito Federal e vinte um anos para Prefeito, Vice-Prefeito e Juiz de Paz.
II. O alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios, inclusive para os conscritos, durante o período de
serviço militar obrigatório.
III. Para concorrerem a outros cargos, o Presidente da República, os Governadores de Estado e do
Distrito Federal e os Prefeitos devem renunciar aos respectivos mandatos até seis meses antes do pleito.
IV. São inelegíveis, no território de jurisdição do titular, o cônjuge e os parentes consanguíneos ou
afins, até o segundo grau ou por adoção, do Presidente da República, do Governador de Estado ou
Território, do Distrito Federal, do Prefeito ou de quem os haja substituído dentro dos seis meses anteriores
ao pleito, salvo se já titular de mandato eletivo e candidato à reeleição.

199
Está correto o que consta APENAS em
(A) II e IV.
(B) I e IV.
(C) I, III e IV.
(D) II e III.
(E) I e III.

914. (Prefeitura de Ilhéus/BA - Procurador - CONSULTEC) É vedada a cassação de direitos


políticos, cuja perda ou suspensão só se dará nos casos de
(A) suspensão da naturalização por sentença transitada em julgado, enquanto durarem seus efeitos.
(B) incapacidade civil relativa.
(C) condenação criminal transitada em julgado, enquanto durarem seus efeitos.
(D) recusa de cumprir obrigação a todos imposta ou prestação alternativa, nos termos do Art. 5º, XVIII
da CF.
(E) improbidade administrativa, exclusivamente para os ocupantes de mandato eletivo.

915. (SAPeJUS – GO - Agente de Segurança Prisional - FUNIVERSA) Com relação às regras


mínimas para o tratamento de pessoas presas, segundo a Organização das Nações Unidas (Onu),
assinale a alternativa correta.
(A) É permitido aos presos se comunicar periodicamente com as suas famílias e com os amigos de
boa reputação por meio das visitas, vedando-se, porém, as correspondências, por questões de segurança
do sistema prisional.
(B) Quando o preso ingressa no estabelecimento prisional, o dinheiro, os objetos de valor, as roupas
e outros bens que lhe pertencem são transferidos para a propriedade do município ou estado em que se
localizar o presídio.
(C) O transporte de presos será efetuado a expensas da administração, permitindo-se o traslado de
presos em transportes com iluminação deficiente.
(D) Os funcionários dos estabelecimentos prisionais não usarão de força nas suas relações com os
presos, excepcionando-se apenas os casos de resistência física ativa a uma ordem fundamentada na lei
ou nos regulamentos.
(E) É recomendável que, antes do término do cumprimento da pena, sejam tomadas providências
necessárias para assegurar ao preso um retorno progressivo à vida em sociedade, como, por exemplo,
libertação condicional, sob vigilância não confiada à polícia, compreendendo uma assistência social
eficaz.

916. (SAPeJUS – GO - Agente de Segurança Prisional - FUNIVERSA) Acerca das regras mínimas
para o tratamento de pessoas presas, segundo a Onu, assinale a alternativa correta.
(A) Em regra, os funcionários dos estabelecimentos prisionais, no cumprimento de funções que
impliquem contato direto com os presos, deverão andar armados.
(B) O trabalho na prisão deve ser penoso, a fim de que o tempo de prisão seja aproveitado para
assegurar, tanto quanto possível, que depois do seu regresso à sociedade, o delinquente não apenas
queira respeitar a lei e se autossustentar, mas também que seja capaz de fazê-lo.
(C) As pessoas detidas ou presas em virtude de acusações criminais pendentes, assim como os
demais condenados, deverão trabalhar, em conformidade com as suas aptidões física e mental.
(D) Entre os objetivos da classificação e individualização dos presos, encontra-se a separação deles
de acordo com seu passado criminal ou sua má disposição. Evita-se, assim, que exerçam uma influência
nociva sobre os companheiros de detenção.
(E) Os métodos de trabalho penitenciário dever-se-ão assemelhar o mais possível aos que se aplicam
a um trabalho similar fora do estabelecimento prisional. Desse modo, o interesse dos presos e de sua
formação profissional deverá ficar subordinado ao desejo de se auferir benefícios pecuniários de uma
indústria penitenciária.

917. (SEAP/DF - Agente de Atividades Penitenciárias – FUNIVERSA). Com relação aos direitos
humanos, julgue o item.
Entre as diretrizes do Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3), não estão inseridas, entre
os direitos humanos, a promoção e a proteção dos direitos ambientais.
( ) Certo ( ) Errado

200
918. O Eixo Orientador I trata da interação democrática entre Estado e sociedade civil e na Diretriz 1
temos o fortalecimento dos Direitos Humanos como instrumento transversal das políticas públicas e de
interação democrática.
( ) Certo ( ) Errado

Gabarito

881.A / 882.D / 883.C / 884.A / 885.A / 886.A / 887.Errado / 888.D / 889.D / 890.D / 891.C / 892.B /
893.B / 894.A / 895.B / 896.A / 897.C / 898.C / 899.B / 900.C / 901.B / 902.A / 903.D / 904.D / 905.D /
906.C / 907.C / 908.E / 909.D / 910.E / 911.A / 912.E / 913.C / 914.C / 915.E / 916.D / 917.Errado /
918. Errado

Legislação Especial

Questões

919. (IPSMI - Procurador - VUNESP) A respeito da Lei nº 12.850/13 (Lei de Organização Criminosa),
assinale a alternativa correta.
(A) Quem impede ou embaraça a investigação de infração que envolve organização criminosa está
sujeito a punição idêntica à de quem integra organização criminosa.
(B) Havendo indício de que o funcionário público integra organização criminosa, o Juiz poderá
determinar o afastamento cautelar do cargo, com suspensão da remuneração.
(C) Quem exerce o comando da organização criminosa, ainda que não pratique pessoalmente nenhum
ato de execução, está sujeito a punição idêntica à de quem apenas integra organização criminosa.
(D) A infiltração policial, a ação controlada e a captação ambiental são meios de prova permitidos
apenas na fase investigativa.
(E) A colaboração premiada é admitida apenas até a sentença.

920. (DPE/SP - Defensor Público - FCC) A colaboração premiada, prevista na Lei n° 12.850/13,
(A) autoriza que o juiz profira sentença condenatória apenas com base nas declarações do agente
colaborador.
(B) prevê que, para fazer jus aos benefícios da lei, seja indispensável que o colaborador tenha revelado
a estrutura hierárquica e a divisão de tarefas da organização criminosa.
(C) é um meio de obtenção de prova permitido, apenas, na primeira fase da persecução penal.
(D) prevê restrições ao direito ao silêncio.
(E) prevê que o juiz participe de todas as negociações realizadas pelas partes para a formalização do
acordo de colaboração.

921. (TJ/BA - Analista Judiciário - Subescrivão - FGV) De acordo com a Lei nº 12.850/13, a
infiltração de agentes:
(A) é técnica que pode ser aplicada na investigação de crimes sancionados com pena mínima de
quatro anos de reclusão;
(B) é técnica de investigação preliminar que torna o agente infiltrado imune à responsabilidade criminal;
(C) será deferida pelo prazo de sessenta dias, sem prejuízo de eventuais renovações, desde que
comprovada a sua necessidade;
(D) depende de requerimento que contenha demonstração, dentre outros, da necessidade da medida
e alcance das tarefas dos agentes;
(E) demanda que a autoridade responsável pela sua implementação apresente relatório
circunstanciado a cada quinze dias.

922. (PC/CE - Delegado de Polícia Civil de 1ª Classe - VUNESP) Sobre a Lei de Organizações
Criminosas, Lei nº 12.850/2013, é correto afirmar que
(A) alterou (aumentando para 2 a 4 anos e multa) as penas previstas para o delito do artigo 342 do
Código Penal (Crime de falso testemunho).
(B) pode ter por objeto a investigação de qualquer crime, desde que apenado com reclusão.

201
(C) define organização criminosa como sendo, dentre outros, uma associação de no mínimo cinco
agentes.
(D) o acordo de colaboração realizado entre o delegado de polícia, o investigado e o defensor somente
será válido se formalizado na presença de um juiz, que em seguida o homologará.
(E) autoriza a infiltração, por policias, em atividade de investigação, independentemente da existência
de investigação formal iniciada, exatamente para preservar o sigilo das investigações.

923. (PC/RJ - Papiloscopista Policial de 3ª Classe - IBFC) No crime de promover, constituir, financiar
ou integrar, pessoalmente ou por interposta pessoa, organização criminosa, previsto no artigo 2º da Lei
nº 12.850/2013, são circunstâncias que aumentam a pena de 1/6 (um sexto) a 2/3 (dois terços), exceto:
(A) A participação de criança ou adolescente.
(B) O concurso de funcionário público, valendo-se a organização criminosa dessa condição para a
prática de infração penal.
(C) O produto ou proveito da infração penal destinar-se, no todo ou em parte, ao financiamento de
campanha eleitoral.
(D) A organização criminosa que mantiver conexão com outras organizações criminosas
independentes.
(E) As circunstâncias do fato evidenciarem a transnacionalidade da organização.

924. (IPSMI - Procurador - VUNESP) A respeito da Lei no 12.850/13 (Lei de Organização Criminosa),
assinale a alternativa correta.
(A) Quem impede ou embaraça a investigação de infração que envolve organização criminosa está
sujeito a punição idêntica à de quem integra organização criminosa.
(B) Havendo indício de que o funcionário público integra organização criminosa, o Juiz poderá
determinar o afastamento cautelar do cargo, com suspensão da remuneração.
(C) Quem exerce o comando da organização criminosa, ainda que não pratique pessoalmente nenhum
ato de execução, está sujeito a punição idêntica à de quem apenas integra organização criminosa.
(D) A infiltração policial, a ação controlada e a captação ambiental são meios de prova permitidos
apenas na fase investigativa.
(E) A colaboração premiada é admitida apenas até a sentença.

925. (PC/GO - Escrivão de Polícia Substituto - CESPE) No curso de IP, o delegado de polícia
representou à autoridade judicial para que lhe fosse autorizada a infiltração de agentes de polícia em
tarefas de investigação.
Nessa situação, com base na Lei n.º 12.850/2013, que dispõe sobre crime organizado,
(A) a infiltração poderá ser admitida, ainda que a prova possa ser produzida por outros meios
disponíveis.
(B) para que o juiz competente decida, será desnecessário ouvir o MP.
(C) se a infiltração for autorizada, o MP poderá requisitar, a qualquer tempo, relatório de infiltração.
(D) a infiltração poderá ser autorizada pelo prazo improrrogável de seis meses.
(E) se a infiltração for autorizada, ao agente de polícia será vedado a recusa da atuação infiltrada.

926. (MPE/SC - Promotor de Justiça - Matutina - MPE/SC) Nos termos da Lei n. 12.850/13
(Organizações Criminosas), considera-se organização criminosa a associação de três ou mais pessoas
estruturalmente ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas, ainda que informalmente, com objetivo
de obter, direta ou indiretamente, vantagem de qualquer natureza, mediante a prática de infrações penais
cujas penas máximas sejam iguais ou superiores a quatro anos, ou que sejam de caráter transnacional.
( ) Certo ( ) Errado

927. (SEFAZ/PE - Julgador Administrativo Tributário do Tesouro Estadual - FCC) Sobre o crime
de lavagem de dinheiro, é correto afirmar que a Lei nº 9.613/1998
(A) definiu que a troca de bens de igual valor não gera a prática do crime, pois os crimes têm como
elemento essencial a obtenção de lucro.
(B) deu causa, face à revogação do rol de crimes antecedentes, ao fenômeno da abolitio criminis,
quanto às condutas ali previstas.
(C) proibiu o recebimento pelo profissional liberal de valores ilícitos, em face da prestação de serviços
efetivada, mesmo que não tenha dolo.
(D) permitiu o reconhecimento do crime de lavagem de dinheiro, quaisquer que sejam os crimes
antecedentes dos quais resultem os ativos.

202
(E) definiu que a importação e a exportação de bens com valores irreais apenas atingem a sonegação
fiscal correspondente ao tributo sonegado, não caracterizando o crime de lavagem.

928. (SEFAZ/PE - Julgador Administrativo Tributário do Tesouro Estadual - FCC) Em relação à


delação premiada, a Lei dos Crimes de Lavagem de Dinheiro definiu que
(A) a substituição da pena pode ser feita mesmo após a prolação da sentença.
(B) a redução da pena poderá ser efetivada no patamar de um terço a quarto quintos.
(C) a pena fixada em regime inicial fechado não pode ser substituída.
(D) o magistrado não pode deixar de aplicar a pena, diante da natureza do crime.
(E) o benefício pode ser concedido, caso o agente se retrate em juízo das informações prestadas.

929. (PC/CE - Escrivão de Polícia Civil de 1ª Classe - VUNESP) No que concerne ao crime de
“lavagem” ou ocultação de bens, direitos e valores, da Lei nº 9.613/98,
(A) só se configura após o trânsito em julgado da condenação pelo crime que gerou o recurso ilícito
(crime antecedente)
(B) a pena será aumentada se o crime for cometido de forma reiterada
(C) admite-se a responsabilização criminal penal da pessoa jurídica.
(D) pune-se a tentativa com a mesma pena do crime consumado.
(E) a colaboração espontânea do coautor ou partícipe, ainda que efetiva e frutífera, não lhe reduzirá
pena.

930. (PGFN - Procurador da Fazenda Nacional - ESAF) A extinção do rol de crimes antecedentes
da Lei de Lavagem de Dinheiro (Lei n. 9.613/98), promovida pela Lei n. 12.683/12, teve como
consequência:
(A) a extinção da punibilidade de todas as condutas praticadas antes da vigência da Lei n. 12.683/12.
(B) o alargamento das hipóteses de ocorrência da figura típica da lavagem de dinheiro, possibilitando
que qualquer delito previsto no ordenamento brasileiro seja o crime antecedente necessário à sua
configuração.
(C) a alteração da natureza do crime de lavagem de dinheiro, que deixou de exigir a ocorrência de um
crime antecedente para sua consumação.
(D) a exclusão da possibilidade dos crimes de tráfico ilícito de entorpecentes e extorsão mediante
sequestro serem antecedentes à conduta de lavagem de dinheiro.
(E) a abolitio criminis da lavagem de dinheiro a partir da vigência da Lei n.12.683/12.

931. (TJ/SP - Advogado - VUNESP) Nos termos da Lei n.º 9.613/1998, a qual versa sobre delitos de
lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores, configura crime ocultar ou dissimular a natureza, origem,
localização, disposição, movimentação ou propriedade de bens, direitos ou valores provenientes, direta
ou indiretamente, de.
(A) qualquer infração penal.
(B) terrorismo e de seu financiamento, somente
(C) contrabando ou tráfico de armas, munições ou material destinado à sua produção, somente.
(D) crime praticado por organizações criminosas, somente.
(E) tráfico ilícito de substâncias entorpecentes ou drogas afins, somente.

932. (Banco do Brasil - Escriturário - FCC) O COAF − Conselho de Controle de Atividades


Financeiras compõe a estrutura legal brasileira para lidar com o problema da lavagem de dinheiro e tem
como missão
(A) autorizar, em conjunto com os bancos, o ingresso de recursos internacionais por meio de contratos
de câmbio.
(B) julgar se é de origem lícita a incorporação na economia, de modo transitório ou permanente, de
recursos, bens e valores.
(C) identificar e apontar para a Secretaria da Receita Federal do Brasil os casos de ilícito fiscal
envolvendo lavagem de dinheiro.
(D) prevenir a utilização dos setores econômicos para lavagem de dinheiro e financiamento do
terrorismo.
(E) discriminar as atividades principal ou acessória de pessoas físicas e jurídicas sujeitas às obrigações
previstas em lei.

203
933. (MPE/SC - Promotor de Justiça - MPE-SC) ANALISE O ENUNCIADO DA QUESTÃO ABAIXO
E ASSINALE "CERTO" (C) OU "ERRADO" (E)

Ocultar ou dissimular a natureza, origem, localização, disposição, movimentação ou propriedade de


bens, direitos ou valores provenientes, direta ou indiretamente, de contravenção penal não caracteriza
crime de lavagem, na forma descrita na Lei n. 9.613/98.
(C) CERTO
(E) ERRADO

934. (PGR - Procurador da República - PGR) Sobre o crime de lavagem de dinheiro assinale a
alternativa certa:
(A) O § 4º, do art. 1º, da Lei n. 9.613/1998, foi alterado pela Lei n. 12.683/2012, passando a prever a
causa de aumento de pena de um a dois terços se os crimes definidos naquele diploma legal forem
cometidos de forma reiterada ou por intermédio de organização criminosa.
(B) O art. 1º, caput, da Lei n. 9.613/1998, foi alterado pela Lei n. 12.683/2012, que suprimiu o rol
taxativo de crimes antecedentes pela referência genérica a infração penal, com exceção das
contravenções e da sonegação fiscal.
(C) O art. 7º, da Lei 9.613/1998, foi alterado pela Lei n. 12.683/2012, passando a prever, como efeito
da condenação, a perda, tão somente em favor da União, de todos os ativos relacionados, direta ou
indiretamente, à prática da lavagem, ressalvado o direito do lesado ou de terceiro de boa-fé.
(D) O art. 9º, XIV, da Lei 9.613/1998, foi alterado pela Lei n. 12.683/2012, passando a exigir do
advogado atuante no contencioso judicial ou extrajudicial criminal o dever de comunicar as operações
suspeitas de lavagem perpetradas por seus clientes.

935. (PC/SP - Delegado de Polícia - PC-SP) Em relação aos crimes de "lavagem" ou ocultação de
bens, direitos e valores - Lei n° 9.613/98 é correto afirmar que
(A) se aplicam, como efeitos da condenação, somente os previstos no Código Penal.
(B) não há causas de aumento ou redução de pena.
(C) o COAF poderá requerer aos órgãos da Administração Pública as informações cadastrais
bancárias e financeiras de pessoas envolvidas em atividades suspeitas.
(D) não admitem tentativa.
(E) cabe apenas ao COAF determinar a liberação dos bens apreendidos ou sequestrados quando
comprovada a licitude de sua origem.

936. (PC/RJ - Delegado de Polícia - FUNCAB) Oto, a fim de dificultar eventual investigação, depositou
vários cheques de terceiros, recebidos como produto de concussão da qual participou, em contas-
correntes de três empresas de sua propriedade, às quais esperava ter acesso. Observando o caso
concreto, analise as assertivas abaixo:
I. Oto deve responder por favorecimento real e lavagem de capitais.
II. A figura de lavagem de capitais é caracterizada pela ocultação ou dissimulação da origem, da
localização, da disposição, da movimentação ou da propriedade dos valores respectivos, provenientes,
direta ou indiretamente, de qualquer infração penal.
III. Se reconhecido que Oto praticou o crime de lavagem de capitais, resta excluída sua participação
no crime de concussão.
IV. O tipo de lavagem de dinheiro não reclama nem o êxito definitivo da ocultação ou dissimulação,
visado pelo agente, nem o vulto e a complexidade dos exemplos de requintada “engenharia financeira”
transnacional.

Agora, indique a opção que contempla apenas as assertivas verdadeiras.


(A) I e II.
(B) II e III.
(C) III e IV.
(D) I e III.
(E) II e IV.

937. (PC/SP - Investigador de Polícia - VUNESP) Quanto ao crime de tortura, é correto afirmar que
(A) a lei brasileira que comina pena para o crime de tortura não se aplica quando o crime foi cometido
fora do território nacional, mesmo sendo a vítima brasileira.
(B) o condenado pelo crime de tortura cumprirá todo o tempo da pena em regime fechado.

204
(C) é afiançável, mas insuscetível de graça ou anistia.
(D) na aplicação da pena pelo crime de tortura, não serão admitidas agravantes ou atenuantes.
(E) a condenação acarretará a perda do cargo, função ou emprego público e a interdição para seu
exercício pelo dobro do prazo da pena aplicada.

938. (SEJUS/ES - Agente Penitenciário - VUNESP) Nos termos da Lei n. 9.455/97, a pena é
aumentada se o crime de tortura for cometido
(A) com abuso de autoridade.
(B) por agente público.
(C) com emprego de veneno.
(D) contra agente público.
(E) com violação de dever inerente a cargo.

939. (DPE/TO - Analista Jurídico - COPESE-UFT) Nos termos da Lei nº 9.455/97, que trata dos
crimes de tortura, ter-se-á aumento de pena quando o crime é cometido:
I. contra agente público;
II. contra gestante;
III. contra adolescente;
IV. contra pessoa com deficiência;
V. contra maior de 60 (sessenta) anos;

(A) Apenas os itens I, III, IV e V estão corretos.


(B) Apenas os itens II, III, IV e V estão corretos.
(C) Apenas os itens I, II, IV e V estão corretos.
(D) Todos os itens estão corretos.

940. (PM/MG - Oficial da Polícia Militar - FUMARC) A Lei de Tortura incorporou dentre seus
fundamentos:
(A) O aumento de pena para o delito praticado mediante sequestro da vítima.
(B) A punição para o homicídio doloso praticado por meio da tortura.
(C) Uma cláusula de aumento de pena para o delito derivado da discriminação racial.
(D) A penalização pelo crime de tortura do agente que se omite diante do dever de evitar a conduta de
outrem.

941. (DPE/GO - Defensor Público - INSTITUTO CIDADES) Ao prender em flagrante delito autor de
homicídio, Capitão Nascimento obrigou-o a abraçar e beijar o cadáver da vítima, causando-lhe sofrimento
físico e mental. Penalmente, a conduta do Capitão Nascimento tipifica
(A) tortura (Lei n. 9.455/97, art. 1°, § 1°).
(B) constrangimento ilegal (Código Penal, art. 146).
(C) excesso de exação (Código Penal, art. 316, § 1°).
(D) maus-tratos (Código Penal, art. 136).
(E) estrito cumprimento de dever legal (Código Penal, art. 23, III).

942. Julgue o item a seguir de acordo com a Lei nº 13.869 de 2019:


“A ação privada subsidiária será exercida no prazo de 6 (seis) meses, contado da data em que se
esgotar o prazo para oferecimento da denúncia”.
( ) Certo ( ) Errado

943. Julgue o item a seguir de acordo com a Lei nº 13.869 de 2019:


“As responsabilidades civil e administrativa são independentes da criminal, não se podendo mais
questionar sobre a existência ou a autoria do fato quando essas questões tenham sido decididas no juízo
criminal”.
( ) Certo ( ) Errado

944. (TRE/SP - Analista Judiciário - Área Administrativa - FCC/2017) Considere a seguinte situação
hipotética: Beatriz, servidora pública do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, está sendo processada
pela prática de ato ímprobo que importa enriquecimento ilícito. Cumpre salientar que o Ministério Público
Federal, na petição inicial da ação de improbidade, afastou a ocorrência de prejuízo ao erário. Nos termos
da Lei n° 8.429/1992,

205
(A) a medida de indisponibilidade de bens não é cabível, tendo em vista a modalidade de ato ímprobo
praticado e a inexistência de prejuízo ao erário.
(B) na hipótese de falecimento de Beatriz, seu sucessor estará sujeito às cominações da Lei de
Improbidade Administrativa, que, excepcionalmente, poderá ultrapassar o valor da herança.
(C) a medida de indisponibilidade de bens é cabível, no entanto, recairá somente sobre o acréscimo
patrimonial resultante do enriquecimento ilícito.
(D) Beatriz é parte ilegítima para figurar no polo passivo da ação de improbidade, por não figurar no
rol de agentes públicos sujeitos às sanções da Lei de Improbidade Administrativa.
(E) na hipótese de falecimento de Beatriz, seu sucessor não responderá por qualquer sanção, tendo
em vista a modalidade de ato ímprobo praticado.

945. (PC/GO - Delegado de Polícia Substituto - CESPE/2017) Em relação à improbidade


administrativa, assinale a opção correta.
(A) A ação de improbidade administrativa apresenta prazo de proposição decenal, qualquer que seja
a tipicidade do ilícito praticado pelo agente público.
(B) Se servidor público estável for condenado em ação de improbidade administrativa por uso de
maquinário da administração em seu sítio particular, poderá ser-lhe aplicada pena de suspensão dos
direitos políticos por período de cinco a oito anos.
(C) O particular que praticar ato que enseje desvio de verbas públicas, sozinho ou em conluio com
agente público, responderá, nos termos da Lei de Improbidade Administrativa, desde que tenha obtido
alguma vantagem pessoal.
(D) Enriquecimento ilícito configura ato de improbidade administrativa se o autor auferir vantagem
patrimonial indevida em razão do cargo, mandato, função, emprego ou atividade, mesmo que de forma
culposa.
(E) Caso um servidor público federal estável, de forma deliberada, sem justificativa e reiterada, deixar
de praticar ato de ofício, poderá ser-lhe aplicada multa civil de até cem vezes o valor da sua remuneração,
conforme a gravidade do fato.

946. (TJM/SP - Escrevente Técnico Judiciário - VUNESP/2017) É ato de improbidade administrativa


que causa prejuízo ao erário:
(A) perceber vantagem econômica para intermediar a liberação ou aplicação de verba pública de
qualquer natureza.
(B) receber vantagem econômica de qualquer natureza, direta ou indiretamente, para omitir ato de
ofício, providência ou declaração a que esteja obrigado.
(C) revelar fato ou circunstância de que tem ciência em razão das atribuições e que deva permanecer
em segredo.
(D) revelar ou permitir que chegue ao conhecimento de terceiro, antes da respectiva divulgação oficial,
teor de medida política ou econômica capaz de afetar o preço de mercadoria, bem ou serviço.
(E) conceder benefício administrativo ou fiscal sem a observância das formalidades legais ou
regulamentares aplicáveis à espécie.

947. (MPE/RS - Secretário de Diligências - MPE-RS/2017) Tocante ao Procedimento Administrativo


e ao Processo Judicial previstos na Lei nº 8.429/1992 (Lei de Improbidade Administrativa), assinale a
alternativa correta.
(A) Somente servidor público que tiver conhecimento acerca da prática de eventual ato de improbidade
administrativa poderá representar à autoridade administrativa competente para que seja instaurada
investigação.
(B) A rejeição da representação impede o oferecimento de representação ao Ministério Público a
respeito do mesmo fato.
(C) Nas ações de improbidade, havendo condenação do demandado à reparação de danos, poderá
ser admitido o perdão judicial.
(D) Estando a inicial em devida forma, o juiz mandará autuá-la e ordenará a citação do réu para o
oferecimento de contestação.
(E) Autuada a inicial, o juiz ordenará a notificação do requerido, para oferecer manifestação por escrito,
no prazo de 15 (quinze) dias.

948. (SEDF - Professor - Direito - Quadrix/2017) Acerca do Direito Administrativo, julgue o item a
seguir.

206
As normas que descrevem os atos de improbidade administrativa são aplicáveis, no que couber,
àquele que, mesmo não sendo agente público, induza ou concorra para a prática do ato de improbidade
ou dele se beneficie sob qualquer forma direta ou indireta.

( ) Certo ( ) Errado

949. (TJ/MT - Técnico Judiciário - UFMT) De acordo com a Lei n.º 8.429, de 02 de junho de 1992,
são atos de improbidade administrativa que atentam contra os princípios da administração pública:
(A) Permitir a aquisição de bem por preço superior ao de mercado; Ordenar a realização de despesas
não autorizadas em lei ou regulamento.
(B) Perceber vantagem econômica indireta, para facilitar a alienação de bem público; Receber
vantagem econômica direta, de qualquer natureza, para tolerar a exploração de jogos de azar.
(C) Qualquer ação dolosa que enseje perda patrimonial, desvio, apropriação dos bens do Poder
Legislativo Municipal; Auferir qualquer tipo de vantagem patrimonial indevida em razão do exercício de
mandato de governador de Estado.
(D) Negar publicidade aos atos oficiais; Frustrar a licitude de concurso público.

950. (ANS - Técnico em Regulação de Saúde Suplementar - FUNCAB) Sobre o tema da


improbidade administrativa, e de acordo com a Lei n° 8.429/1992, assinale a alternativa correta.
(A) Somente os agentes públicos de nível hierárquico superior são obrigados a observar os princípios
de legalidade, impessoalidade, moralidade e publicidade.
(B) A lei n° 8.429/1992 se aplica somente aos agentes públicos que induzam ou concorram para a
prática do ato de improbidade ou dele se beneficiem sob qualquer forma.
(C) No caso de enriquecimento ilícito, tanto o agente público quanto o terceiro beneficiário perderão
os bens ou valores acrescidos ao seu patrimônio.
(D) O sucessor daquele que causar lesão ao patrimônio público ou se enriquecer ilicitamente não está
sujeito às penalidades da lei de improbidade administrativa.
(E) Não haverá ressarcimento integral do dano causado ao patrimônio público nos casos de omissão,
seja ela dolosa ou culposa.

951. (IBGE - Analista - Processos Administrativos e Disciplinares - FGV) De acordo com a Lei nº
8.429/92, que dispõe sobre os atos de improbidade administrativa, a prescrição para a pretensão de
aplicação aos agentes das sanções pessoais pela prática de ato de improbidade ocorre em:
(A) oito anos após o término do exercício de mandato, de cargo em comissão ou de função de
confiança, incluindo as ações de ressarcimento ao erário;
(B) oito anos após o término do exercício de mandato, de cargo em comissão ou de função de
confiança, sendo que o ressarcimento ao erário é imprescritível;
(C) cinco anos após o término do exercício de mandato eletivo e dois anos após o fim da investidura
de cargo em comissão ou de função de confiança;
(D) cinco anos após o término do exercício de mandato, de cargo em comissão ou de função de
confiança, incluindo as ações de ressarcimento ao erário;
(E) cinco anos após o término do exercício de mandato, de cargo em comissão ou de função de
confiança, sendo que o ressarcimento ao erário é imprescritível.

952. (Prefeitura de Barbacena/MG - Advogado - FCM) No tocante à Lei n.º 8.429/92, sobre
improbidade administrativa:
(A) As sanções, previstas na Lei de Improbidade Administrativa, são privativamente de caráter penal.
(B) A ocorrência de prejuízo ao erário é uma condição precípua para a configuração de improbidade
administrativa.
(C) A perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos só se efetivam com o trânsito em
julgado da sentença condenatória.
(D) As ações destinadas a levar a efeitos as sanções previstas nesta lei devem ser propostas no
máximo até o término do exercício de mandato, de cargo em comissão ou de função de confiança, sob
pena de prescrição.

953. (Prefeitura de Chapecó/SC - Engenheiro de Trânsito - IOBV) Constituem atos de improbidade


administrativa que atenta contra os princípios da administração pública, exceto:
(A) Frustrar a ilicitude de concurso público.
(B) Deixar de prestar contas quando estiver obrigado a fazê-lo.

207
(C) Negar a publicidade dos atos oficiais.
(D) Retardar, ou deixar de praticar indevidamente ato de ofício.

954. (CODESA - Guarda Portuário - FUNCAB) Sobre o Estatuto do Desarmamento (Lei n° 10.826,
de 2003), é correto afirmar que:
(A) a supressão de sinal identificador de arma de fogo é conduta equiparada ao porte de arma de fogo
de uso permitido.
(B) há norma penal no Estatuto do Desarmamento tratando dos artefatos explosivos, mas não dos
incendiários.
(C) se o comércio é clandestino, não se caracteriza o crime de comércio ilegal de arma de fogo.
(D) constitui crime previsto na lei especial disparar culposamente arma de fogo em direção à via
pública.
(E) quando a arma de fogo é de uso restrito, posse e porte são punidos pelo mesmo tipo penal.

955. (PC/PA - Escrivão de Polícia Civil - FUNCAB) Nos termos do Estatuto do Desarmamento, Lei
n° 10.826, de 2003, dentre as categorias de pessoas a seguir enumeradas, qual é aquela, para a qual
existe a restrição ao direito de portar arma de fogo de propriedade particular ou fornecida pela respectiva
corporação ou instituição, mesmo fora de serviço, com validade em âmbito nacional?
(A) integrantes das guardas municipais das capitais dos Estados e dos Municípios com mais de
500.000 (quinhentos mil) habitantes.
(B) integrantes das Forças Armadas.
(C) integrantes da polícia da Câmara dos Deputados.
(D) agentes operacionais da Agência Brasileira de Inteligência.
(E) agentes do departamento de Segurança do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência
da República.

956. (CODEBA - Guarda Portuário - FGV) Segundo o Estatuto do Desarmamento, para adquirir arma
de fogo de uso permitido o interessado deverá, além de declarar a efetiva necessidade, atender aos
seguintes requisitos:
I. comprovação de idoneidade.
II. apresentação de documento comprobatório de ocupação lícita e de residência certa.
III. comprovação de capacidade técnica e de aptidão psicológica para o manuseio de arma de fogo.

Assinale:
(A) se somente a afirmativa I estiver correta.
(B) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
(C) se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.
(D) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
(E) se todas as afirmativas estiverem corretas.

957. (MPE/SC - Promotor de Justiça - MPE/SC) O tipo penal do art. 15 da Lei n. 10.826/03 (Estatuto
do Desarmamento) prevê pena de reclusão e multa para a conduta de disparar arma de fogo ou acionar
munição em lugar habitado ou em suas adjacências, em via pública ou em direção a ela, apresentando,
contudo, uma ressalva que caracteriza ser o crime referido de natureza subsidiária, qual seja, desde que
as condutas acima referidas não tenham como finalidade a prática de outro crime.
( ) Certo ( ) Errado

958. (CODEBA - Guarda Portuário - FGV) De acordo com o Estatuto do Desarmamento (Lei nº
10.826/2003), assinale a afirmativa correta.
(A) A aquisição de munição no calibre correspondente à arma registrada é ilimitada, mas, em outro
calibre, a quantidade deve ser registrada.
(B) A empresa que comercializa arma de fogo em território nacional é obrigada a comunicar a venda
à autoridade competente.
(C) A empresa que comercializa armas de fogo e acessórios responde legalmente por essas
mercadorias que, mesmo depois de vendidas, ficam registradas como de sua propriedade.
(D) A empresa que comercializa arma de fogo em território nacional está desobrigada a manter banco
de dados com as características das armas vendidas.
(E) A comercialização de armas de fogo, acessórios e munições entre pessoas físicas obedece à lei
da oferta e da procura e de autorização do SINARM.

208
959. (PC/CE - Escrivão de Polícia Civil de 1ª Classe - VUNESP) É cominada pena de detenção aos
seguintes crimes da Lei nº 10.826/03:
(A) posse de arma de fogo de uso permitido e posse de arma de fogo de uso restrito.
(B) disparo de arma de fogo e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido
(C) posse irregular de arma de fogo de uso permitido e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido
(D) posse irregular de arma de fogo de uso permitido e omissão de cautela.
(E) disparo de arma de fogo e omissão de cautela.

960. (PC/ES - Escrivão de Polícia - INSTITUTO AOCP/2019) Assinale a alternativa que está de
acordo com a Lei n° 11.343/2006.
(A ) Em caso de apreensão de droga remetida do exterior por via postal, a competência para processar
e julgar o crime de tráfico internacional de drogas é do juiz federal do local da apreensão.
(B) Os crimes previstos nos artigos 33, caput, §1º, 34 e 37 da Lei n° 11.343/2006 são inafiançáveis e
insuscetíveis de sursis, graça indulto, anistia e liberdade provisória, autorizada, entretanto, a conversão
de suas penas em restritivas de direitos.
(C) Em caso de prisão em flagrante, no prazo de 24 horas, a autoridade policial fará comunicação ao
juiz competente, remetendo-lhe cópia do auto lavrado, dando-se vista imediata ao Ministério Público.
(D) Em 10 dias, o Ministério Público poderá arrolar até 8 testemunhas.
(E) Nas hipóteses dos crimes previstos nos artigos 33, caput, §1º, 34 e 37 da Lei n° 11.343/2006, dar-
se-á o livramento condicional após o cumprimento de 2/5 da pena.

961. (PC/ES – Investigador - INSTITUTO AOCP/2019) Considerando o disposto na Lei nº 11.343/06


(Lei Antidrogas), assinale a alternativa correta.
(A) Constitui crime punido com pena de reclusão a conduta de oferecer droga, eventualmente e sem
objetivo de lucro, à pessoa de seu relacionamento, para juntos a consumirem.
(B) A Lei nº 11.343/06 não criminaliza a conduta de conduzir embarcação ou aeronave após o consumo
de drogas, expondo a dano potencial a incolumidade de outrem.
(C) Quem adquirir, para consumo pessoal, drogas sem autorização ou em desacordo com
determinação legal ou regulamentar poderá ser submetido à pena de prestação de serviços à
comunidade.
(D) Prescreve em 1 ano a imposição e a execução da pena para quem adquirir, para consumo pessoal,
drogas sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar.
(E) O tráfico transnacional de drogas não configura uma causa de aumento de pena.

962. (PC/ES - Escrivão de Polícia - INSTITUTO AOCP/2019) No tocante à Lei de Tóxicos n°


11.343/06, para a lavratura do auto de prisão em flagrante por tráfico de drogas previsto no art. 33 caput,
é indispensável para a materialidade do delito
(A) que o sujeito esteja exercendo a venda da substância entorpecente proibida.
(B) o exercício de qualquer ação prevista no art. 33 e o laudo de constatação provisório.
(C) que ao agente possua quantidade superior a 10 gramas do entorpecente.
(D) que a detenção ocorra em via pública.
(E) que haja testemunha do exercício da venda de entorpecente.

963. (IAPEN/AP - Agente Penitenciário - FCC/2018) O crime de posse de drogas para uso pessoal
(art. 28 da Lei n° 11.343/2006) está submetido à pena de
(A) reclusão em regime fechado.
(B) advertência sobre os efeitos das drogas.
(C) liberdade assistida.
(D) perda de bens e valores.
(E) detenção em regime aberto.

964. (PC/GO - Delegado de Polícia - UEG/2018) O juiz, na fixação das penas previstas na Lei n.
11.343/2006, considerará, com preponderância sobre o previsto no art. 59 do Código Penal, a natureza
e a quantidade da substância ou do produto, a personalidade e
(A) os motivos do agente.
(B) a culpabilidade do agente.
(C) os antecedentes do agente.
(D) a conduta social do agente.
(E) a condição financeira do agente.

209
965. Considerando as alterações promovidas no Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940
(Código Penal) pela Lei nº. 13.964/2019, julgue o item abaixo:

Considera-se também em legítima defesa o agente de segurança pública que repele agressão ou risco
de agressão a vítima mantida refém durante a prática de crimes.
( ) Certo ( ) Errado

966. Considerando as alterações promovidas no Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940


(Código Penal) pela Lei nº. 13.964/2019, julgue o item abaixo:

O tempo de cumprimento das penas privativas de liberdade não pode ser superior a 20 (vinte) anos.
( ) Certo ( ) Errado

Gabarito

919.A / 920.D / 921.D / 922.A / 923.C / 924.A / 925.C / 926.Errado / 927.D / 928.A / 929.B / 930.B /
931.A / 932.D / 933.Errado / 934.A / 935.C / 936.E / 937.E / 938.B / 939.B / 940.A / 941.A / 942.Certo /
943.Certo / 944.C / 945.E / 946.E / 947.E / 948.Certo / 949.D / 950.C / 951.E / 952.C / 953.A / 954.E /
955.A / 956.E / 957.Certo / 958.B / 959. D / 960. A / 961.C / 962.B / 963. B / 964.D / 965.Certo /
966.Errado

Execução Penal

Questões

967.(IAPEN/AP - Educador Social Penitenciário - FCC/2018) Incumbe ao Conselho Nacional de


Política Criminal e Penitenciária
(A) aplicar aos casos julgados lei posterior que de qualquer modo favorecer o condenado.
(B) emitir anualmente atestado de pena a cumprir.
(C) interpor recursos de decisões proferidas pela autoridade judiciária, durante a execução.
(D) prestar assistência jurídica integral e gratuita aos presos.
(E) estimular e promover a pesquisa criminológica.

968. (IAPEN/AP - Educador Social Penitenciário - FCC/2018) O Conselho Nacional de Política


Criminal e Penitenciária é
(A) integrado por 13 membros, dentre os quais professores da área do Direito Penal e representantes
da comunidade.
(B) subordinado ao Ministério Público e seus membros têm mandato de 3 anos.
(C) composto por agentes penitenciários e funciona na área administrativa de cada unidade prisional.
(D) órgão auxiliar e vinculado ao Conselho Nacional de Justiça e tem renovação de metade de seus
membros anualmente.
(E) formado por 9 deputados e 3 senadores para elaboração de políticas de prevenção ao crime.

969.(DPE/MA - Defensor Público - FCC/2018) O Conselho Penitenciário


(A) é forma de controle popular da execução penal com incumbência de fiscalizar e interditar os
estabelecimentos penais.
(B) deve ser composto por membros da comunidade sem vínculos com o sistema de justiça, com
mandato de 2 anos.
(C) deve inspecionar os estabelecimentos e serviços penais além de supervisionar a assistência aos
egressos.
(D) deve emitir parecer sobre progressão de regime e indulto humanitário.
(E) é instalado pelo Conselho da Comunidade em cada uma das comarcas em que exista
estabelecimento prisional.

210
970. (IAPEN/AP - Educador Social Penitenciário - FCC/2018) O Conselho Penitenciário é
(A) integrado por membros nomeados pelo Presidente da República.
(B) órgão executivo e exerce o controle sobre os diretores de presídios.
(C) composto por juízes de execução penal da comarca.
(D) órgão consultivo e fiscalizador da execução da pena.
(E) órgão superior do Ministério Público para assuntos prisionais.

971. (IAPEN/AP - Educador Social Penitenciário - FCC/2018) Incumbe ao Conselho da Comunidade


(A) emitir parecer sobre indulto e comutação de pena.
(B) supervisionar os patronatos.
(C) elaborar programa nacional penitenciário de formação e aperfeiçoamento do servidor.
(D) visitar, pelo menos mensalmente, os estabelecimentos penais existentes na comarca.
(E) propor diretrizes da política criminal quanto à prevenção do delito.

972. (DPE/PR - Assessor de Estabelecimento Penal - UFPR) Em relação à disciplina, faltas e


sanções disciplinares, assinale a alternativa correta.
(A) Cabe à legislação local especificar as faltas leves e médias e definir faltas graves não previstas
pela LEP, o que é feito no Paraná por meio do Estatuto Penitenciário (Dec. 1.276/95).
(B) O tratamento jurídico da tentativa, nas faltas disciplinares, é equivalente àquele dos crimes comuns.
(C) A vedação constitucional às penas cruéis não alcança a aplicação de sanções disciplinares pelo
fato de estas não serem juridicamente definidas como modalidades de pena.
(D) A aplicação de sanções disciplinares no âmbito da execução penal obedece ao princípio do non
bis in idem (vedação da dupla punição pelo mesmo fato).
(E) As sanções disciplinares são sempre aplicadas pelo diretor do estabelecimento, após processo
administrativo com garantia de contraditório e direito de defesa.

973. (DPE/MS - Defensor Público - VUNESP) De acordo com a Lei de Execuções Penais, é correto
afirmar que
(A) a imposição de regime disciplinar diferenciado ao preso provisório, ou condenado acarreta a
limitação das visitas semanais a apenas uma pessoa, que terá duração de duas horas.
(B) o condenado que cumpre a pena em regime fechado ou semiaberto poderá remir, por trabalho ou
por estudo, parte do tempo de execução da pena à razão de 1 (um) dia de pena a cada 8 (oito) horas de
frequência escolar –atividade de ensino fundamental, médio, inclusive profissionalizante, ou superior, ou
ainda de requalificação profissional - divididas, no mínimo, em 3 (três) dias.
(C) as atividades de estudo que originam o direito à remição poderão ser desenvolvidas por
metodologia de ensino à distância.
(D) na hipótese de remição, o tempo a remir em função das horas de estudo será acrescido de 1/6 (um
sexto) no caso de conclusão do ensino fundamental, médio ou superior, durante o cumprimento da pena,
desde que certificada pelo órgão competente do sistema de educação.

974. (TJ/AC - Técnico Judiciário Área Judiciária - CESPE) Julgue o item a seguir.

A Lei de Execução Penal assegura ao condenado que cumpre a pena em regime fechado ou
semiaberto o direito de remir, por trabalho ou por estudo, parte do tempo de execução da pena, vedando-
se a cumulação de horas diárias de trabalho e de estudo para fins de remição.
(A) Certo
(B) Errado

975. (TJ/RJ - Juiz - VUNESP) A Lei de execução penal atribui ao diretor do estabelecimento prisional
a competência de decidir sobre
(A) autorização para saída temporária do estabelecimento para os presos em regime semiaberto, a
fim de participarem de atividades que concorram para o retorno ao convívio social.
(B) junto a qual programa comunitário ou estatal o preso trabalhará gratuitamente, a fim de cumprir
pena de prestação de serviços à comunidade.
(C) remição de pena para presos em regime fechado, à razão de um dia de pena para cada três dias
trabalhados.
(D) permissão de saída para os presos provisórios, em caso de falecimento do cônjuge.

211
976. (Polícia Civil/ES - Escrivão de Polícia - FUNCAB) Na suspensão condicional da pena, poderão
ser impostas pelo Juiz, como normas de conduta e obrigações, as seguintes condições:
(A) Frequentar curso de habilitação profissional ou de instrução escolar.
(B) Prestar serviços em favor do Estado.
(C) Atender aos encargos da comunidade.
(D) Submeter-se a tratamento médico, caso esteja com doença infectocontagiosa.
(E) Frequentar casas de tavolagem.

977. (DPE/RR - Defensor Público - CESPE) Assinale a opção correta acerca da execução penal.
(A) A prática de falta grave resulta na revogação obrigatória de até um terço do tempo remido,
recomeçando a contagem a partir do trânsito em julgado da decisão revogatória.
(B) Admite-se que o preso, por força de medida cautelar pessoal, possa remir por trabalho e por estudo
parte do tempo de execução da pena.
(C) De acordo com a Lei de Execução Penal, nas execuções penais relacionadas a crimes perpetrados
com violência doméstica e familiar, é obrigatória a participação do agressor em programas de
recuperação e reeducação, como condição para progressão de regime prisional e gozo de outros
benefícios.
(D) A concessão do indulto extingue todos os efeitos da condenação, vedada a menção desta nas
certidões de antecedentes criminais.
(E) O cometimento de novo delito durante o período de prova do livramento condicional prorroga
automaticamente o lapso temporal de avaliação do sentenciado, até decisão final de mérito nesse novo
delito, e obsta a extinção da punibilidade.

978. (DPE/RR - Defensor Público - CESPE) Assinale a opção correta no que concerne à remição
penal, de acordo com a LEP.
(A) Os presos custodiados em decorrência do cumprimento de medida cautelar privativa de liberdade
poderão remir, por trabalho ou por estudo, parte do tempo da execução provisória da pena.
(B) O sentenciado que sofrer acidente no trabalho e, consequentemente, ficar impossibilitado de
prosseguir trabalhando e estudando continuará a se beneficiar com a remição apenas pelo trabalho.
(C) A remição, de acordo com preceito expresso na LEP, será declarada mensalmente pelo juiz da
execução, com base nos registros do condenado acerca dos dias trabalhados e(ou) de estudo, ouvidos
o MP e a defesa.
(D) A remição pelo trabalho e pelo estudo contempla os condenados que cumpram pena em regime
fechado, semiaberto e aberto, não se estendendo aos que estejam em gozo de liberdade condicional.
(E) A LEP veda, de forma expressa, a cumulação de horas diárias de trabalho e de estudo para idêntica
finalidade de remição, definindo, no mínimo, três dias por semana para estudo e o restante para o
trabalho, de forma a se compatibilizarem.

979. (DPE/TO - Defensor Público - CESPE) Com relação à regressão de regime prisional e às faltas
disciplinares, assinale a opção correta com base no disposto na LEP e no entendimento dos tribunais
superiores.
(A) A falta disciplinar de natureza grave cometida pelo executando acarreta o reinício do cômputo do
interstício necessário ao preenchimento do requisito objetivo para a concessão do benefício da
progressão de regime bem como a perda total do tempo remido.
(B) Segundo os princípios da estrita legalidade e da anterioridade, consideram-se faltas disciplinares,
classificadas em leves, médias, graves e gravíssimas, apenas as que sejam previstas expressamente na
LEP e que sejam anteriores à prática do fato.
(C) Admite-se a regressão de regime prisional, com a transferência para qualquer dos regimes mais
rigorosos, quando o condenado frustrar os fins da execução ou não pagar a multa cumulativamente
imposta.
(D) Considera-se falta média a inobservância, pelo condenado à pena privativa de liberdade, do dever
de obediência ao servidor e do respeito a qualquer pessoa com quem se relacione no ambiente prisional,
bem como do dever de cumprir as ordens recebidas.
(E) A autoridade administrativa é detentora do poder disciplinar exercido sobre o preso na execução
das penas restritivas de direitos, podendo, em caso de falta grave do sentenciado, suspender-lhe
automaticamente o direito às saídas temporárias e decidir pela regressão de regime, ouvido previamente
o condenado.

212
980. (SEJUS/ES - Agente Penitenciário - VUNESP) No Centro de Observação realizar-se-ão os
exames gerais e o criminológico, cujos resultados serão encaminhados
(A) ao defensor público do preso primário.
(B) ao defensor particular do preso provisório.
(C) ao Juiz da condenação.
(D) à Comissão Técnica de Classificação.
(E) ao Diretor do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico.

981. (SEJUS/ES - Agente Penitenciário - VUNESP) A penitenciária destina-se ao condenado à pena


de reclusão em
(A) regime fechado.
(B) medida de segurança.
(C) penas alternativas.
(D) detenção forçada.
(E) regime semiaberto.

982. (SEJUS/ES - Agente Penitenciário - VUNESP) A Casa do Albergado destina-se ao cumprimento


de pena privativa de liberdade em regime aberto, e da pena de
(A) detenção.
(B) reclusão.
(C) limitação de fim de semana.
(D) interdição temporária de direitos.
(E) multa.

983. (SEJUS/ES - Agente Penitenciário - VUNESP) O Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico


destina-se aos inimputáveis e
(A) semi-imputáveis.
(B) gestantes e parturientes.
(C) condenados acometidos de doença grave.
(D) imputáveis.
(E) presos provisórios doentes

984. (SEJUS/ES - Agente Penitenciário - VUNESP) Os condenados que cumprem pena em regime
fechado ou semiaberto e os presos provisórios poderão obter permissão para sair do estabelecimento,
mediante escolta, quando ocorrer um dos seguintes fatos:
(A) condenada gestante ou parturiente.
(B) estiver trabalhando ou comprovar a possibilidade de fazê-lo imediatamente.
(C) sair para o trabalho e retornar, nos horários fixados.
(D) condenada com filho menor ou deficiente físico ou mental.
(E) falecimento ou doença grave do cônjuge.

985. (SEJUS/ES - Agente Penitenciário - VUNESP) A execução da pena privativa de liberdade ficará
sujeita à forma regressiva, com a transferência para qualquer dos regimes mais rigorosos, quando o
condenado
(A) ficar impossibilitado, por acidente, de prosseguir no trabalho.
(B) praticar fato definido como crime doloso ou falta grave.
(C) ficar impossibilitado, por acidente, de prosseguir nos estudos.
(D) for ameaçado de morte.
(E) estiver acometido de doença grave.

986. (SEJUS/ES - Agente Penitenciário - VUNESP) Transitada em julgado a sentença que aplicou a
pena restritiva de direitos, o Juiz da execução, de ofício ou a requerimento do Ministério Público,
promoverá a execução, podendo, para tanto, requisitar, quando necessário, a colaboração de entidades
públicas ou
(A) assistenciais.
(B) religiosas.
(C) solicitá-la a particulares.
(D) do Instituto Médico-Legal.
(E) educativas.

213
987. (MPE/PR - Promotor Substituto - MPE-PR) Sobre Execução Penal e seus incidentes, assinale
a opção incorreta:
(A) É cabível a regressão do regime de cumprimento de pena, do semiaberto para o fechado, ao
apenado beneficiado com saída temporária que danificar, de qualquer forma, o dispositivo de
monitoramento eletrônico;
(B) O apenado que descumprir os últimos 10 (dez) dias de pena restritiva de direito, estará sujeito à
conversão da reprimenda em privativa de liberdade, pelo tempo que resta a cumprir;
(C) O juízo de execução penal possui competência para interditar estabelecimento penal, sob sua
jurisdição, que estiver funcionando em condições inadequadas;
(D) É condição legal para a progressão de regime de cumprimento de pena, que o condenado por
crime contra a administração pública repare o dano causado ou devolva o produto do ilícito praticado,
com os acréscimos legais;
(E) O Conselho Penitenciário tem legitimidade para suscitar incidente de desvio de execução.

988. (MPE/PR - Promotor Substituto - MPE-PR) Analise as alternativas abaixo e assinale a opção
incorreta:
A) A inclusão do apenado no regime disciplinar diferenciado ou no isolamento preventivo depende de
despacho ou decisão judicial fundamentada;
B) O falecimento de tio não autoriza a permissão de saída do condenado em regime fechado ou do
preso provisório;
C) O juízo da execução pode alterar a forma de execução da prestação de serviços à comunidade,
estabelecida em sentença condenatória transitada em julgado;
D) Nas faltas disciplinares (leves, médias e graves), pune-se a tentativa com a mesma sanção aplicada
às faltas consumadas;
E) A suspensão condicional da pena (sursis), aos condenados maiores de 70 (setenta) anos, é cabível
quando a pena privativa de liberdade não for superior a 04 (quatro) anos.

989. (MPE/PR - Promotor Substituto - MPE-PR) Acerca da remição de pena, indique a alternativa
correta:
(A) É facultativo o trabalho ao condenado, por contravenção penal, à pena de prisão simples que não
excede a 1 (um) mês;
(B) Em caso de falta grave, o juiz poderá revogar até 2/3 (dois terços) do tempo remido, recomeçando
a contagem a partir da data da infração disciplinar;
(C) O preso que trabalhar e estudar, cumulativamente, atendendo-se à carga horária, diária e legal,
tanto para o trabalho como para o estudo, poderá reduzir o total de 1 (um) dia de sua pena, a cada 3
(três) dias de estudo e trabalho concomitantes;
(D) O condenado que cumpre pena em regime aberto somente pode remir parte do tempo de execução
de pena por meio do estudo, mas não pelo trabalho;
(E) A metodologia de ensino à distância não é admitida como forma de remição por estudo, eis que se
exige, da unidade de ensino, a declaração da respectiva frequência e aproveitamento escolar do apenado,
como forma de comprovação das atividades.

990. (TJ/SC – Juiz – TJSC) Sobre a Lei de Execuções Penais, assinale a alternativa correta:
I. O Regime Disciplinar Diferenciado – RDD aplica-se aos presos provisórios e aos condenados,
exigindo, a inserção, decisão fundamentada do juiz da execução.
II. Livramento condicional, permissão de saída, remição e progressão de regime, dentre outros, são
considerados como incidentes de execução.
III. Compete ao juiz da execução decidir, dentre outros, sobre permissões de saída, progressão ou
regressão de regimes, detração e remição, livramento condicional.
IV. A revogação do livramento condicional não acarreta a perda dos dias remidos.
(A) Somente as proposições I e III estão corretas.
(B) Somente as proposições II e III estão corretas.
(C) Somente as proposições I e IV estão corretas.
(D) Somente as proposições III e IV estão corretas.
(E) Todas as proposições estão corretas.

991. (OAB - Exame de Ordem Unificado X Primeira Fase - FGV) Filipe foi condenado em janeiro de
2011 à pena de cinco anos de reclusão pela prática do crime de tráfico de drogas, ocorrido em 2006.
Considerando-se que a Lei n. 11.464, que modificou o período para a progressão de regime nos crimes

214
hediondos para 2/5 (dois quintos) em caso de réu primário, foi publicada em março de 2007, é correto
afirmar que
(A) se reputará cumprido o requisito objetivo para a progressão de regime quando Felipe completar
1/6 (um sexto) do cumprimento da pena, uma vez que o crime foi praticado antes da Lei n. 11.464.
(B) se reputará cumprido o requisito objetivo para a progressão de regime quando Felipe completar
2/5 (dois quintos) do cumprimento da pena, uma vez que a Lei n. 11.464 tem caráter processual e,
portanto, deve ser aplicada de imediato.
(C) se reputará cumprido o requisito subjetivo para a progressão de regime quando Felipe completar
1/6 (um sexto) do cumprimento da pena, uma vez que o crime foi praticado antes da Lei n. 11.464.
(D) se reputará cumprido o requisito subjetivo para a progressão de regime quando Felipe completar
2/5 (dois quintos) do cumprimento da pena, uma vez que a Lei n. 11.464 tem caráter processual e,
portanto, deve ser aplicada de imediato.

992. (SEAP/DF - Agente de Atividades Penitenciárias - FUNIVERSA) Julgue o próximo item,


considerando as diretrizes sobre o uso da força pelos agentes de segurança pública, conforme Portaria
Interministerial n.º 4.226/2010, do Ministério da Justiça e da Secretaria de Direitos Humanos da
Presidência da República.
Em regra, é legítimo o uso de armas de fogo contra veículo cujo motorista desrespeite bloqueio policial
em via pública.
( ) Certo ( ) Errado

993. (SEAP/DF - Agente de Atividades Penitenciárias - FUNIVERSA) Julgue o próximo item,


considerando as diretrizes sobre o uso da força pelos agentes de segurança pública, conforme Portaria
Interministerial n.º 4.226/2010, do Ministério da Justiça e da Secretaria de Direitos Humanos da
Presidência da República.
Os denominados “disparos de advertência” são considerados prática aceitável, apesar da
imprevisibilidade de seus efeitos.
( ) Certo ( ) Errado

994. (SEAP/DF - Agente de Atividades Penitenciárias - FUNIVERSA) Julgue o próximo item,


considerando as diretrizes sobre o uso da força pelos agentes de segurança pública, conforme Portaria
Interministerial n.º 4.226/2010, do Ministério da Justiça e da Secretaria de Direitos Humanos da
Presidência da República.
A observância dessas diretrizes é obrigatória pelo Departamento de Polícia Federal, pelo
Departamento Penitenciário Nacional e pela Força Nacional de Segurança Pública, mas não pelo
Departamento de Polícia Rodoviária Federal.
( ) Certo ( ) Errado

995. (SEAP/DF - Agente de Atividades Penitenciárias - FUNIVERSA) Julgue o próximo item,


considerando as diretrizes sobre o uso da força pelos agentes de segurança pública, conforme Portaria
Interministerial n.º 4.226/2010, do Ministério da Justiça e da Secretaria de Direitos Humanos da
Presidência da República.
É ilegítimo o uso de armas de fogo contra pessoa que, em fuga, esteja desarmada ou que, mesmo na
posse de algum tipo de arma, não represente risco imediato de morte ou de lesão grave aos agentes de
segurança pública ou a terceiros.
( ) Certo ( ) Errado

996. (PRF - POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL - CESPE) No que concerne às práticas policiais no
espaço público e a administração institucional de conflitos no espaço público, julgue os itens seguintes.
Ainda que, durante manifestação que resulte no bloqueio de rodovia federal, os manifestantes entrem
em conflito com motoristas que trafeguem nessa rodovia, o PRF responsável pela segurança no local não
poderá efetuar, a título de advertência, disparos de arma de fogo para o alto.
( ) Certo ( ) Errado

997. (PRF - POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL - CESPE) Caso um veículo em movimento


desrespeite bloqueio feito pela PRF em determinada rodovia federal, ainda que esse fato não represente
risco imediato de morte ou de lesão grave aos agentes de segurança pública ou a terceiros, o PRF que
estiver atuando no bloqueio poderá, para paralisar o veículo, empregar arma de fogo.
( ) Certo ( ) Errado

215
998.(AL/GO - Policial Legislativo - IADES/2019) Nos termos da Lei no 13.675/2018, é uma diretriz
da Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social (PNSPDS) a
(A) promoção da produção de conhecimento sobre segurança pública.
(B) ampliação das ações de prevenção, controle e fiscalização para a repressão aos crimes
transfronteiriços.
(C) sistematização e compartilhamento das informações de segurança pública, prisionais e sobre
drogas, em âmbito nacional.
(D) promoção da interoperabilidade dos sistemas de segurança pública.
(E) otimização dos recursos materiais, humanos e financeiros das instituições.

999. (AL/GO - Policial Legislativo - IADES/2019) De acordo com a Lei no 13.675/2018, a respeito do
Sistema Único de Segurança Pública (Susp), assinale a alternativa correta.
(A) A União poderá apoiar os municípios, quando não dispuserem de condições técnicas e
operacionais necessárias à implementação do Susp.
(B) A Polícia Federal é o órgão central do Susp, sendo responsável pela integração das informações
e dos dados de segurança pública.
(C) As Polícias Civis e Militares são integrantes estratégicos do Susp para atuação na prevenção e no
controle qualificado de infrações penais.
(D) Os guardas municipais não integram o Susp.
(E) A consolidação de dados e informações estatísticas a respeito de criminalidade e vitimização é
responsabilidade da Polícia Federal e dos órgãos do sistema penitenciário.

1000. (AL/GO - Policial Legislativo - IADES/2019) Com relação aos Conselhos de Segurança Pública
e Defesa Social, assinale a alternativa correta.
(A) Os Conselhos Estaduais de Segurança Pública e Defesa Social não poderão ser descentralizados
ou congregados por região.
(B) A organização e os funcionamentos dos Conselhos serão regulamentados por ato dos Poderes
Executivo e Judiciário.
(C) Os mandatos eletivos dos representantes de entidades de profissionais de segurança pública terão
a duração de dois anos.
(D) Cada conselheiro terá dois suplentes para substituição na ausência deste.
(E) Os Conselhos serão compostos por representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da
Defensoria Pública, da Controladoria-Geral da União e do Tribunal de Contas da União.

1001. Nos termos da Lei Federal nº. 13.675/2018, assinale a alternativa:


Os órgãos integrantes do Sistema Único de Segurança Pública (Susp) poderão atuar apenas em vias
urbanas, rodovias, terminais rodoviários, ferrovias e hidrovias federais e estaduais, portos e aeroportos,
no âmbito das respectivas competências, em efetiva integração com o órgão cujo local de atuação esteja
sob sua circunscrição, ressalvado o sigilo das investigações policiais.
( ) Certo ( ) Errado

1002. Nos termos da Lei Federal nº. 13.675/2018, assinale a alternativa:


A Lei nº. 13.675/2018 instituiu o Sistema Único de Segurança Pública (Susp), que tem como órgão
central o Ministério Extraordinário da Segurança Pública e é integrado pelos órgãos de que trata o art.
144 da Constituição Federal, pelos agentes penitenciários, pelas guardas municipais e pelos demais
integrantes estratégicos e operacionais, que atuarão nos limites de suas competências, de forma
cooperativa, sistêmica e harmônica.
( ) Certo ( ) Errado

Gabarito

967.E / 968.A / 969.C / 970.D / 971.D / 972.D / 973.C / 974.B / 975.D / 976.A / 977.B / 978.A / 979.C
/ 980.D / 981.A / 982.C / 983.A / 984.E / 985.B / 986.C / 987.B / 988.A / 989.D / 990.C / 991.A /
992.Errado / 993.Errado / 994.Errado / 995.Certo / 996.Certo / 997.Errado / 998.C / 999.A / 1000.C /
1001.Errado / 1002.Certo

216
Departamento Penitenciário Nacional

Questões

1003. (DEPEN - Agente e Técnico - Todas as áreas - Conhecimentos Básicos - CESPE) Com
relação ao sistema penitenciário federal e ao processo de transferência de presos para esse sistema,
julgue o item a seguir.

A transferência de um preso para um estabelecimento penal federal de segurança máxima pode ser
requerida pela autoridade administrativa, pelo próprio preso ou pelo Ministério Público.
( ) Certo ( ) Errado

1004. (DEPEN - Agente e Técnico - Todas as áreas - Conhecimentos Básicos - CESPE) Com
relação ao sistema penitenciário federal e ao processo de transferência de presos para esse sistema,
julgue o item a seguir.

A permanência de um preso em estabelecimento penal federal de segurança máxima persistirá


enquanto durarem as razões que acarretarem seu recolhimento, sem prazo determinado.
( ) Certo ( ) Errado

1005 (TRF 4 - Juiz Federal - Com. Exam.)


Dadas as assertivas abaixo, assinale a alternativa correta.

De acordo com a Lei nº 11.671/08, que dispõe sobre a transferência e a inclusão de presos em
estabelecimento penal federal de segurança máxima, bem como com o decreto que a regulamenta, é
correto afirmar:

I. Independentemente de ser preso definitivo ou provisório, a execução da pena privativa de liberdade,


no período em que durar a transferência, ficará a cargo do juízo federal competente pela unidade prisional.
II. Salvo na hipótese de réu colaborador que se encontre em situação de risco à sua integridade física,
é sempre exigível que o preso esteja submetido ao Regime Disciplinar Diferenciado para justificar sua
transferência para o estabelecimento penal federal.
III. Não obstante o prazo previsto na lei para a permanência do preso em estabelecimento prisional
federal, situações excepcionais, objetivamente demonstradas, poderão justificar a prorrogação do prazo,
observado, porém, o contraditório.
IV. Havendo recusa do juízo de origem em receber o preso, estará o juiz-corregedor legitimado a
suscitar conflito de competência perante o Superior Tribunal de Justiça, permanecendo o preso, enquanto
não for decidido o conflito, sob a jurisdição federal.

a) Estão incorretas apenas as assertivas I e II.


b) Estão incorretas apenas as assertivas II e IV.
c) Estão incorretas apenas as assertivas III e IV.
d) Estão incorretas apenas as assertivas I, II e IV.
e) Estão corretas todas as assertivas.

1006.(DEPEN - Especialista Federal em Assistência à Execução Penal – CESPE)

Com base na Lei n.º 11.907/2009, que dispõe sobre as carreiras da área penitenciária federal, julgue
o item a seguir.

Ao servidor das carreiras da área penitenciária federal que pleitear progressão funcional caberá
cumprir apenas dois requisitos, a saber, competência e dedicação profissional e interstício mínimo de
dezoito meses entre cada progressão.
( ) Certo ( ) Errado

217
1007. (Especialista Federal em Assistência à Execução Penal – CESPE)
Com base na Lei n.º 11.907/2009, que dispõe sobre as carreiras da área penitenciária federal, julgue
o item a seguir.

A jornada de trabalho dos especialistas em assistência penitenciária, dos técnicos de apoio à


assistência penitenciária e dos agentes penitenciários federais é de quarenta horas semanais, cabendo
aos servidores dessas carreiras sob o regime de trabalho por plantões a jornada de trabalho de até cento
e noventa e duas horas mensais.
( ) Certo ( ) Errado

1008. (Defensor Público do Estado de Pernambuco - CESPE)


À luz da Lei n.º 11.671/2008 e do Decreto n.º 6.877/2009 (Sistema Penitenciário Federal), assinale a
opção correta, a respeito do cumprimento de pena em estabelecimento prisional federal de segurança
máxima.

a) Compete à Defensoria Pública estadual da região onde estiver localizado o estabelecimento


prisional federal a assistência jurídica dos detentos que lá cumprem penas.
b) Detento de alta periculosidade que cumpre pena em estabelecimento prisional federal de segurança
máxima tem direito ao benefício da progressão de regime.
c) O detento possui legitimidade para requerer a própria transferência para estabelecimento prisional
federal de segurança máxima.
d) Detento que cumpria pena em estabelecimento prisional estadual e que fora transferido para
estabelecimento prisional federal continuará sob a jurisdição do juízo da execução penal estadual.
e) O prazo de permanência do preso em estabelecimento prisional federal de segurança máxima é de
trezentos e sessenta dias, improrrogável.

1009.(CL DF - Técnico Legislativo Agente de Polícia Legislativa- FCC)


A Lei nº 11.473/2007, que dispõe sobre cooperação federativa no âmbito da segurança pública,
estabelece que se forem insuficientes os convênios firmados entre a União e os entes federados para
suprir a previsão do efetivo da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), e em face da necessidade
de excepcional interesse público, as atividades de cooperação federativa no âmbito da segurança pública
poderão ser desempenhadas, em caráter voluntário, entre outros, por

a) militares e por servidores das atividades-fim dos órgãos de segurança pública e dos órgãos de
perícia criminal da União, dos Estados e do Distrito Federal que tenham passado para a inatividade há
menos de cinco anos.
b) servidores civis da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios aposentados há mais
de 10 anos, para fins de realizar atividades-meio de apoio administrativo à Força Nacional de Segurança
Pública.
c) servidores do Poder Judiciário da União, dos Estados, do Distrito Federal, para fins de atividades
de apoio administrativo à Força Nacional de Segurança Pública aposentados por invalidez há mais de 5
anos.
d) servidores do Ministério Público da União, dos Estados e do Distrito Federal, para fins de realizar
atividades-fim de apoio administrativo à Força Nacional de Segurança Pública, independentemente de
estar ou não em inatividade.
e) servidores ou profissionais particulares das localidades onde a Força Nacional de Segurança
Pública irá desempenhar suas funções, cuja escolha se dará por iniciativa e responsabilidade do General
de maior patente.

1010 (ALEGO- Assistente Legislativo/Policial Legislativo – IADES)


Nos termos da Lei nº 11.473/2007, caso sejam insuficientes os convênios firmados entre a União e os
entes federados para suprir a previsão do efetivo da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), as
atividades de cooperação federativa poderão ser desempenhadas em caráter voluntário por

a) militares que tenham passado para a inatividade há menos de um ano.


b) reservistas que tenham servido como militares temporários das Forças Armadas e passado para a
reserva há menos de dois anos.
c) reservistas que tenham servido como militares temporários das Forças Armadas e passado para a
reserva há menos de três anos.

218
d) servidores das atividades-fim dos órgãos de segurança pública dos municípios que tenham passado
para a inatividade há menos de quatro anos.
e) servidores das atividades-fim dos órgãos de perícia criminal dos estados que tenham passado para
a inatividade há menos de cinco ano

1011. (ALEGO - Assistente Legislativo /Policial Legislativo – IADES)


De acordo com a Lei nº 11.473/2007, que dispõe a respeito da cooperação federativa no âmbito da
segurança pública, assinale a alternativa correta.

a) A execução de atividades e serviços imprescindíveis à incolumidade das pessoas deverá ser


firmada, por meio de convênio, entre a União e os estados.
b) A cooperação federativa compreende o desenvolvimento de atividades de capacitação e
qualificação de profissionais no âmbito da Secretaria Nacional de Operações de Segurança.
c) É proibida a cooperação federativa para fins de desenvolvimento de atividades de apoio
administrativo.
d) Os serviços técnico-periciais, qualquer que seja sua modalidade, são considerados serviços
imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.
e) As atividades de cooperação federativa são determinadas pela União e desenvolvidas sob a
coordenação conjunta da União, estados e municípios.

1012. (ALEGO - Assistente Legislativo /Policial Legislativo – IADES)

Acerca da Lei nº 11.473/2007, assinale a alternativa correta.


a) O servidor civil vitimado durante as atividades de cooperação federativa de que trata a Lei fará jus,
no caso de invalidez incapacitante para o trabalho, à indenização no valor de R$ 100.000,00, e seus
dependentes, ao mesmo valor, no caso de morte.
b) A União, por intermédio da Secretaria de Governo, poderá colocar à disposição dos estados, em
caráter emergencial e provisório, servidores públicos federais para execução do convênio de cooperação
federativa.
c) Serão computadas, para efeito de adicional de férias, as diárias concedidas aos servidores militares
dos estados que participarem de atividades desenvolvidas em decorrência de convênio de cooperação.
d) As diárias e indenizações devidas aos servidores que participarem de atividades desenvolvidas em
decorrência de convênio de cooperação serão custeadas proporcionalmente entre a União e os entes
convenentes.
e) Os ajustes celebrados nos convênios de cooperação federativa deverão conter, essencialmente, o
plano de aplicação dos recursos financeiros, não sendo necessário, porém, conter o cronograma de
desembolso.

1013. (DEPEN - Agente Penitenciário Federal - CESPE) Um dos maiores desafios do Estado e da
sociedade é prestar assistência ao homem que enfrenta os problemas advindos do encarceramento, quer
durante o cumprimento da pena de prisão, quer após, quando ele é devolvido à liberdade. De nada adiantará
todo o esforço para melhorar o sistema prisional, se, ao retornar ao convívio social, esse homem for rejeitado
e incitado a voltar à criminalidade por absoluta falta de opção.
Tendo como referência inicial essas informações e considerando a temática da inclusão de presos em
estabelecimentos penais federais de segurança máxima ou sua transferência, julgue o item a seguir.
De acordo com o Regulamento Penitenciário Federal, os presos condenados podem manter contato com
os presos provisórios, preservadas a ordem e a disciplina do estabelecimento penal federal.
( ) Certo ( ) Errado

1014. (DEPEN - Agente Penitenciário Federal - CESPE) O agente penitenciário João foi escalado de
última hora, às nove horas da manhã, devido a uma movimentação interna dos presos da ala sul que
cumpriam regime disciplinar diferenciado e que iriam para o banho de Sol. Diante de atos de insubordinação
dos presos daquela ala, João equipou-se com sua arma de fogo e deslocou-se para o local da movimentação,
preparado para conduzir eventual situação de violência e evitar, assim, um efeito prejudicial sobre a disciplina
e a ordem do estabelecimento penal federal. Ao chegar ao local, João adotou os procedimentos de revista
pessoal e, em seguida, determinou que os presos se dirigissem ao pátio para o banho de Sol. Sua ordem foi
cumprida por nove presos; porém, um deles, faltando com os deveres de urbanidade para com João, em
aparente ato de rebeldia, recusou-se a deixar a cela, o que foi presenciado por outro agente penitenciário. Ao
perceber que havia outro agente, o preso cumpriu a ordem e foi advertido verbalmente por João, que informou

219
que se o ato de indisciplina se repetisse, o fato seria formalizado no livro de ocorrências e, com isso, o preso
se sujeitaria às penalidades legais. Ao término do banho de Sol, às onze horas da manhã, por determinação
superior, os presos voltaram às celas.
A partir dessa situação hipotética, julgue o item subsecutivo com base no Regulamento Penitenciário
Federal.
O preso, ao recusar-se a deixar a cela quando determinado e portar-se da forma relatada na situação
hipotética, cometeu falta disciplinar de natureza leve.
( ) Certo ( ) Errado

1015. Acerca do Decreto n. 6.877/2009, julgue o item a seguir:

O processo de inclusão e de transferência, de caráter excepcional e temporário, terá início mediante


requerimento da autoridade administrativa, do Ministério Público ou do próprio preso.
( ) Certo ( ) Errado

1016. Acerca do Decreto n. 6.877/2009, julgue o item a seguir:

As transferências de presos entre estabelecimentos penais federais ocorrerão somente mediante


requerimento da autoridade administrativa.
( ) Certo ( ) Errado

1017. Acerca do Decreto n. 6.877/2009, julgue o item a seguir:

O processo de inclusão ou de transferência será autuado em apartado.


( ) Certo ( ) Errado

Gabarito

1003.Certo / 1004.Errado/ 1005.D / 1006. Errado/ 1007.Certo / 1008.C/ 1009.A / 1010.E / 1011.D /
1012. A / 1013.Errado / 1014.Errado / 1015.Certo / 1016.Errado / 1017.Certo

220