Você está na página 1de 3

AVALIAÇÃO 2

Fabricio Ferreira

MINUETO/TRIO : aparecem na literatura como peças indenpendentes ou movimentos de


formas maiores, É uma forma musical inteiramente ligada a pequena forma ternaria, é
constituido de exposição , seção contrastante e recapitulação. ( A B A´), a caracteristica
rítimica especifica é o compasso 3/4 ( ou raramente 3/8). Formas de dança como o minueto
são seguidas, em sua maioria por um trio, que deve estabelecer um contraste como na relação
entre tônica maior e menor , tonlidades vizinhas e possuir alguma ligação tématica voltando a
dança original após este. Exemplo( K 331)

SCHERZO: O scherzo se desenvolveu a partir do minueto, conservando o compasso ¾,


a forma ternária , porém é consideravelmente mais acelerado, tornou-se praxe nos terceiros
(ou às vezes nos segundos) movimentos das sonatas, quartetos de cordas, sinfonias e obras
semelhantes. Em si, o scherzo é uma forma binária (expõe-se um primeiro tema, às vezes
modula-se a uma tonalidade vizinha como a dominante, ou à relativa maior/menor, logo se
segue um segundo tema na nova tonalidade e a peça termina com o retorno ao primeiro
tema); porém, como no minueto, geralmente está acompanhado por um trio, seguido por uma
repetição do scherzo, criando uma forma A-B-A . Exemplo (Haydn- sinfonia Nº 94, M III)

RONDÓ SONATA: É usada quase que exclusivamente como último movimento de uma peça
maior, a forma Rondó sonata combina as partes do Rondó, com a sonata com sua
organização em exposição, desenvolvimento e recapitulação.

A: O TEMA PRINCIPAL (I).


B: EXPOSIÇÃO TEMA II (V)
A: O PRIMEIRO RETORNO AO TEMA, (que pode ser literal, variada, abreviada, recodificados,
prolongada ou mesmo transposta).
C: DESENVOLVIMENTO, geralmente começando na tônica menor, submediante ou
subdominante.( i IV VI)
A: Recapitulação do tema.( I )
B: RECAPITULAÇÃO DO TEMA II .( I )
A: O RETORNO FINAL, geralmente omitido ou encurtado com a coda. ( I )
Exemplo. (k157)

TEMA E VARIAÇÃO: Utilizada no periodo clássico como peça independente ou como um


movimento de sinfonia, sonata ou quarteto de cordas, nesta forma uma ideia básica o tema é
repetido constantemente e é variado cada vez que é repetido, esta forma pode ser
representado como A A´ A ´´ A ´´´...

Exemplo . (HANDEL: SUITE Nº 5 em MI MAIOR.)

FORMA SONATA: Uma forma composicional, que pode ser aplicada a qualquer movimento de
uma obra clássica e que consiste de três seções, Exposição, Desenvolvimento e Recapitulação.

Exposição: com primeiro tema ou grupo de temas na tônica ( I , i), modulação para o V ou III,
segundo tema ou grupo de temas no V ou III, e seção de conclução.

Desenvolvimento: Novo tratamento dos temas.

Recapitulação: Primeiro tema na tônica( I, i), ponte sem modulação, segundo tema ou grupos
de temas na tônica ( I , i) seção de conclução, Coda.

Exemplo. ( Beethoven Ops 2 nº 1)

FORMA CONCERTO: Uma obra em varios movimentos para solista e orquestra, uma
caracteirstica desce concerto clássico é o uso do esquema formal derivado da “forma
ritornello”

Exemplo.(K 488)