Você está na página 1de 3

DEPARTAMENTO DE MÚSICA – DMU

Universidade do Estado de Santa Catarina


TEORIA MUSICAL
Prof. Sérgio Paulo Ribeiro de Freitas, 23 de março de 2020
Centro de Artes
Nome: ___________________________________________________

Reconhecendo a combinação de diferentes áreas tonais ...


Combinar: ajustar de um modo que combine; estar de acordo; harmonizar: combinar cores; combinar os
móveis com as cores das paredes; coisas assim não se combinam. Acordar algo com outra pessoa; pactuar,
aprazar: combinar um encontro...
Lembram-se desse exercício que fizemos em sala de aula?
O entrecruzamento das inflexões menores (Natural, Harmônica e Melódica) num fragmento do Trio da Suíte Francesa
no3 em Si menor (BWV 814) de J. S. Bach (c. 1722-25)

A cor esverdeada corresponde ao tom principal, que é? ______________________


A cor avermelhada corresponde a uma outra área tonal, que é?_____________________
E a cor azulada, na seção central, corresponde a qual área tonal? _____________________

Com base na experiência anterior reconheça a combinação de áreas tonais nos 3 pequenos Minuetos de Bach que estão na Pasta:
“Minuetos_Bach_3 minuetos_BWV 841 a 843”
TEORIA MUSICAL :: ... reconhecendo a combinação de diferentes áreas tonais ... |2

As metáforas e analogias estão presentes nos mais diversos âmbitos e assuntos da teoria musical. Em 1755,
o teórico, violinista e compositor austríaco Joseph Riepel (1709-1782) elaborou uma comparação
pedagógica que se tornou célebre: a comparação entre a hierarquia dos tons vizinhos e uma espécie de
organização social de um regime feudal. Em seu “Grundregeln zur Tonordnung insgemein”, Riepel escreve
algo que poderia ser lido assim:

Em Dó-maior, por exemplo, C é o senhor latifundiário (Meyer), o G grau é o capataz


(Oberknecht), Am é a empregada chefe (Obermagd), Em sua assistente (Untermagd), F é um
diarista (Taglöhner), e Dm é uma empregada doméstica que leva recados (Unterläufferin)
(RIEPEL apud LESTER, 1996, p. 215).1

Para sonorizar a comparação, Riepel elabora engenhosas frases modulantes de 4 compassos que ilustram
estas cinco relações de combinação subordinadas. Para efeito de teste de conhecimentos em teoria musical,
as frases de Riepel reaparecem aqui transpostas para outras tonalidades. Ouça e Responda indicando as
devidas armaduras de clave:

1)

Nesta versão da frase de Riepel, o “senhor Neste caso a frase


latifundiário” (o I grau da tonalidade maior modula para qual tom
expressa nos compassos 1 e 2) é ? vizinho?

R: ______________________________ R: ________________

2)

A frase modula para qual


b) Nesta versão, o “senhor latifundiário” é ?
tom vizinho?
R: ______________________________
R: ________________

3)

A frase modula para qual


b) Nesta versão, o “senhor latifundiário” é ?
tom vizinho?
R: ______________________________
R: ________________

1
LESTER, Joel. Compositional theory in the eighteenth century. Cambridge, Mass: Harvard University Press, 1996. Note-se que
Riepel não anota os graus com algarismos romanos.
TEORIA MUSICAL :: ... reconhecendo a combinação de diferentes áreas tonais ... |3

4)

A frase modula para qual


b) Nesta versão, o “senhor latifundiário” é ?
tom vizinho?
R: ______________________________
R: ________________

5)

A frase modula para qual


b) Nesta versão, o “senhor latifundiário” é ?
tom vizinho?
R: ______________________________
R: ________________