Você está na página 1de 4

NOTÍCIAS DA TURMA 2019.

1
Boletim Informativo da Turma de Direito 2019.1 Novembro/ 2019

PROVA DE PENAL –REVISÃO

Cucaracha

2.3 TEORIA GERAL DO CRIME

Conceito de Crime:
Nesta edição
Formal : Toda Ação ou Omissão proibida por lei.
 Data das Prova
Material: Toda Ação ou Omissão que viola um bem jurídico penalmente protegi-
do.  27/12/2019

Analítico: Toda Ação ou Omissão típica, ilícita e culpável  Assuntos para estu-
dar
Crime Comum: Pode ser praticado por qualquer pessoa.

OBS: Estude pelo AVA


2.3 A 4.1

PROVA REVISÃO
Pesquise:

AÇANDVANO

CRIMES OMISSIVOS

NEXO DE CAUSALIDADE

CAUSAS ABSOLUTAMEN-
TE INDEPENDENTES À
CONDUTA.

CAUSAS RELATIVAMEN-
TE INDEPENDENTES À
CONDUTA

TEORIA DA IMPUTAÇÃO
OBJETIVA

TIPICIDADE

FATO TÍPICO

CRIMES DE ATENTADO
OU

EMPREENDIMENTO

ESTRITO CUMPRIMENTO
DO DEVER

LEGAL

CAUSAS ESPECÍFICAS
DE EXCLUSÃO DA

ILICITUDE

CAUSAS EXCLUDENTES
DE ILICITUDE

OU CAUSAS DE JUSTIFI-
“ Unus quisque mavult credere, quam judicare “ CAÇÃO

Lourival Santos
EXERCICIOS DE FIXAÇÃO

EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO EXERCÍCIO

Quando o agente quis o resultado ou assumiu o risco de pro- Cucaracha esfaqueia tripa seca porém após
duzi-lo, ele comete o crime de forma:
finalizar sua empreitada criminosa arrepende-se
a) agravada.
e leva a vítima ao hospital ainda com vítima a
b) culposa.
qual é socorrida e sobrevive.
c) punível.
( ) Arrependimento Eficaz
d) dolosa.
( ) Desistência Voluntária
e) tentada.
EXERCÍCIO
EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO
Cucaracha esfaqueia Tripa Seca porém na facada
Caracteriza-se o dolo eventual no caso de um caçador que,
confiando em sua habilidade de atirador, dispara contra a ca- final desiste da empreitada criminosa e volta
ça, mas atinge um companheiro que se encontra próximo ao
animal que ele desejava abater. para casa abandonando Tripa Seca no local do

Errado crime ainda com vida.

Certo ( ) Arrependimento Eficaz

EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO ( ) Desistência Voluntária

Preocupado com as notícias divulgadas por jornal da cidade EXERCÍCIO


acerca de irregularidades ocorridas na administração munici-
pal, o prefeito decide eliminar a vida do jornalista responsável O agente pratica todos os atos necessários para alcançar
pelas matérias. Dessa forma, ainda que ciente de que o jorna-
a consumação do crime, mas arrepende-se e pratica
lista alvo sempre estava acompanhado de um segurança que
dirigia o seu automóvel, coloca uma bomba dentro do veículo,
novo ato com o intuito de evitar o resultado.
certo de que o explosivo seria acionado à distância. No mo-
mento em que o jornalista alvo e seu motorista ingressaram no
Trata-se de:
carro, foi acionado o explosivo, que destruiu o veículo e cau-
sou a morte do jornalista, alvo principal, e do motorista.
a) Desistência voluntária.

Com relação à morte deste último, o agente atuou com:


b) Crime impossível.

a) dolo alternativo;
c) Arrependimento posterior.
b) dolo eventual;
d) Arrependimento eficaz.

c) dolo direto de primeiro grau;


e) Tentativa.

d) dolo direto de segundo grau;

e) culpa, já que não desejava inicialmente aquele resultado,


que, todavia, era previsível.
EXERCÍCIO Estudo de Caso :

Entende-se em _______________ quem, usando ESTUDO DE CASO

moderadamente dos meios necessários, repele injusta Em um dia chuvoso, Joana resolveu comprar

agressão, atual ou iminente, a direito seu ou de outrem. pães na padaria mais próxima à sua residência.

Quanto ao complemento do texto descrito Estava caminhando e conversando no telefone

anteriormente, assinale a alternativa CORRETA: celular, quando, de repente, avistou um cão

a) Estrito cumprimento do dever legal. feroz vindo em sua direção, o qual lhe atacou.

b) Exercício regular do direito. No intuito de se defender, Joana começou a

c) Legítima defesa. atingi-lo com a sombrinha que carregava em

d) Estado de necessidade. mãos, matando o cão. Joana está acobertada

e) Consentimento do ofendido. por alguma causa excludente de ilicitude? Em

EXERCÍCIO caso afirmativo, por qual delas?

Considera-se em _______________ quem pratica o fato para RESOLUÇÃO

salvar de perigo atual, que não provocou por sua vontade, Joana está acobertada pela causa de justificação

nem podia de outro modo evitar, direito próprio ou alheio, denominada estado de necessidade. Isso porque

cujo sacrifício, nas circunstâncias, não era razoável exigir-se. sacrificou o cão para salvar sua própria vida ou

Quanto ao complemento do texto descrito anteriormente, integridade física. Ainda, praticou a ação para se salvar

assinale a alternativa CORRETA: de perigo atual, ou seja, a conduta se deu ao mesmo

a) Legítima defesa. tempo em que foi sofrido o ataque canino. O perigo não

b) Estado de necessidade. foi provocado por Joana, tendo em vista que caminhava

c) Consentimento do ofendido. tranquilamente rumo à padaria quando foi surpreendida

d) Estrito cumprimento do dever legal. pelo cão, não havendo, naquele momento e naquela

e) Exercício regular do direito. circunstância, outra forma de evitar o perigo.

Cumpre mencionar que não se trata de legítima defesa,

pois esta pressupõe injusta agressão oriunda de

humanos.

BOA PROVA. !!!!!

Créditos:

Professor Lourival Santos , Acsia e Patrick!!!!