Você está na página 1de 6

Nome: Turma: _____________ Data: / /

A DISSERTAÇÃO- ARGUMENTATIVA PASSO A PASSO.

Estudamos as 5 competências utilizadas no momento da correção das redações dissertativas, dessa forma sabemos
o que levar em consideração no momento de estruturar o texto que pretendemos escrever.

Relembre:

Ao considerar as
competências você saberá
quais são seus pontos fortes e,
por isso, em quais você
pontuará mais, em
contrapartida, diagnosticará
facilmente os aspectos que necessitam de aprimoramento a fim de que a nota 1000 seja atingida.

Outro aspecto importante é conhecer as


partes que compõem a dissertação-
argumentativa, pois ao dominar o passo a
passo, você economiza tempo e pode
melhorar cada etapa a partir de uma visão
mais específica do que cada parágrafo exige.

Uma boa redação é dividida em


introdução, desenvolvimento e conclusão.
Para fazer essa organização e ficar dentro dos
critérios estabelecidos você precisa ter em
mente os seguintes aspectos:

• Introdução – Deve conter um parágrafo de 2 a 3 frases apenas. Você só deve colocar nela o básico, dizendo o que
vai falar na redação.
• Desenvolvimento – Pode conter de 2 a 4 parágrafos. É nele que você vai argumentar, analisar e discutir o tema da
redação.
• Conclusão – É um parágrafo com 2, 3 ou 4 frases. É um fechamento do texto.

Nessa atividade a ideia é treinar cada uma das partes da redação e ao final perceber se ficou bem compreendida
estrutura e as possibilidades de construção desse tipo de texto.
O TEMA E A TESE

→ Antes de elaborar a tese

Leia muito sobre tudo o que se relaciona ao tema! A leitura é fundamental para podermos ampliar nossa
capacidade comunicativa e utilizar de conhecimentos que possam fugir do senso comum, o que nos possibilita uma
escrita mais criativa.

TEXTO 1
Com o avanço da tecnologia e o advento da Internet, novas formas de consumir cultura estão disponíveis
aos usuários. O primeiro exemplo disso foi o e-book, versão virtual do livro físico, que ganhou força nos anos 90.
No entanto, nos últimos anos, a ferramenta que ganhou mais destaque foi o streaming.
Traduzido de forma literal como “transmissão”, essa novidade basicamente distribui diversos tipos de
conteúdo digital ao consumidor. Porém, ao invés de realizar algum tipo de download para disponibilizar o
conteúdo (assim fazendo o usuário perder tempo e espaço de memória na plataforma utilizada), o streaming o
executa de forma mais imediata, através de uma conexão estável de banda larga. Esse mecanismo só se tornou
possível graças, logicamente, ao crescimento do acesso à rede, que começou a ser comercializada com uma
qualidade nunca antes vista. Uma das características mais marcantes do serviço de streaming é a sua flexibilidade:
encontra-se na plataforma a possibilidade de construir uma programação única para cada assinante.
Um dos principais atrativos do streaming é a quantidade de conteúdo disponibilizada ao usuário. Ter
acesso, nesse caso, é muito mais valioso que “possuir”. O serviço virtual oferece um catálogo extremamente
variado por um valor fixo, diferente de uma mídia física. O Spotify, por exemplo, possui em sua biblioteca mais de
trinta milhões de músicas. Fica claro que, perante esse grande número de possibilidades, o consumidor valoriza
cada vez mais seu poder de escolha, especialmente tratando-se de cultura.
O streaming ganha espaço também como alternativa à pirataria. É um desafio, principalmente no contexto
brasileiro, competir com downloads ilegais, como os torrents.
Com esse serviço, as gravadoras e artistas são remunerados
por seus trabalhos. O internauta, que praticava a pirataria
quase que religiosamente dentro do consumo digital, agora
pode vislumbrar outro caminho com o streaming, mesmo que
a passos lentos.
O streaming já é o futuro, mas qual será o futuro
do streaming? O serviço e a televisão já competem na questão
do entretenimento, mas é pouco
provável que um substitua o outro. Como já vem ocorrendo,
ambos podem se complementar. Ainda assim, o streaming de
séries e filmes vem crescendo continuamente no mundo todo
e tende a crescer ainda mais.
No caso do streaming de músicas, o crescimento deve
ser um pouco mais devagar, principalmente porque a internet
móvel no Brasil ainda é muito lenta e esse tipo de serviço é
relativamente recente. É difícil dizer como será o amanhã. A
única garantia é de que a indústria do entretenimento
continuará se renovando na direção de personalizar cada vez
mais a experiência do usuário.
Fonte: https://medium.com/janelas-do-olhar/o-streaming-e-a-revolu %C3%A7%C3%A3o-no-consumo-de-m%C3%ADdia-6e0d6a4ef4e8C3%A3o-no-consumo-
de-m%C3%ADdia-6e0d6a4ef4e8
→ Tipos de tese TEXTO 4:
A sua tese, também conhecida como ideia central ou
tópico frasal, pode ser de diferentes tipos:

a) Declaração Inicial

Trata-se de uma frase afirmativa ou negativa que será explicada


posteriormente.

Exemplos:
- A prática de exercícios físicos diminui a incidência de câncer.
- A corrupção não deve ser incentivada por nossa negligência
política.
- A educação pública proporciona o cumprimento de um direito
básico estabelecido constitucionalmente.

b) Definição

Trata-se de uma breve definição de algum conceito que será


ampliado posteriormente.

Exemplos:
- Viver é um ato de coragem.
- Ler é um ato que vai além da decodificação das palavras.
- A educação pública de qualidade é um direito básico
negligenciado pelo governo.
- Os exercícios físicos são uma prática que previne o câncer.

c) Divisão

Trata-se da separação do assunto em duas partes.

Exemplos:
- É possível analisar a prática de exercícios físicos sob dois
aspectos: manutenção da saúde e estética.
- O crescente número de casos de violência contra mulher é
devido à falta de cumprimento das leis e à falta de prevenção
com projetos educacionais que transmitam esses
conhecimentos básicos.

d) Alusão histórica

Trata-se de uma retomada de fato histórico, relacionado ao


tema, como introdução da construção da tese.

Exemplo:
- A grande depressão de 1929 causou altas taxas de desemprego, quedas do PIB de diversos países, quedas na
produção industrial, entre outros fatores que, guardadas as devidas proporções, remetem-nos à atual questão
econômica nacional.
- “Após a queda do muro de Berlim, acabaram-se os antagonismos leste-oeste e o mundo parece ter aberto de vez
as portas para a globalização. (Antonio Carlos Viana)

Perceba que, independentemente do tipo de tese escolhido, fica evidente o posicionamento de cada uma
em relação ao tema. Isso é essencial, pois seus argumentos, que farão parte dos parágrafos de desenvolvimento,
darão suporte para que você fundamente seu ponto de vista apresentado na introdução e convença o leitor de
que a visão proposta é racional e coerente com os fatos expostos ao longo do texto.

Continue lendo os textos de base:

TEXTO 3

Nos Estados Unidos, há anos se discute um fenômeno chamado “cord cutter” (cortar o cabo, em
tradução literal), que dá nome a um tipo de usuário que deixa de pagar pela TV por assinatura para
assistir a vídeos apenas pela internet, seja em sites gratuitos, como o YouTube, ou serviços de streaming,
como Netflix. Controverso, o conceito pode ganhar força com um novo tipo de serviço, oferecido por
grupos como a operadora AT&T (DirecTV Now) e o próprio YouTube (YouTube TV).
Por uma assinatura mensal em torno de US$ 40, usuários podem assistir a um pacote de canais,
como acontece hoje na TV paga, em transmissões em tempo real ou escolhendo vídeos sob demanda.
A diferença? Tudo acontece pela internet, sem necessidade de cabos, antenas, satélites ou de
visitas de instalação. “O YouTube TV é a TV reimaginada para a geração YouTube”, disse Christian
Oestlien, diretor de produto do YouTube, ao anunciar a plataforma, em fevereiro. Os dois serviços estão
disponíveis só nos EUA.
Por enquanto, porém, parece precipitado afirmar que todos estão “cortando” a TV paga. Hoje, a
TV ainda é importante no entretenimento do País: segundo dados da Kantar Ibope Media, o brasileiro
assistiu no ano passado, em média, 6 horas e 17 minutos de televisão por dia, entre TV aberta e fechada.
Recentemente, a TV paga tem perdido assinantes no País, segundo dados da Agência Nacional de
Telecomunicações (Anatel). Porém, a queda acontece em tecnologias mais simples, como parabólicas e
cabo, que sofrem cortes na crise econômica. Para Oscar Simões, presidente da Associação Brasileira de
TV por Assinatura (ABTA), o momento é de renovação, mas há espaço para a TV paga.
“Haverá uma coexistência: hoje, já temos 35 canais pagos no Brasil que também oferecem
streaming, vinculados à assinatura de TV”, diz Simões. Há quem discorde. “O modelo dos pacotes com
inúmeros canais não fica mais de pé”, diz Mauro Garcia, presidente da Bravi, entidade que representa
produtores brasileiros de audiovisual.
Fonte: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/diversao-e-arte/2017/03/12/interna_diversao_arte,580111/explosao-no-
consumo-de-videos-online-coloca-em-xeque-o-futuro-da-telev.shtml

PRIMEIRA PARTE:
Na introdução, você deve apresentar um parágrafo baseado no tema, criando uma tese de acordo com o seu ponto
de vista sobre o assunto e pré-estabelecer quais serão os argumentos que sustentarão a tese.
Preencha os campos a seguir conforme o que se pede.

O Texto 1, o 2, 3 e 4, tem um assunto em comum, Qual é o assunto dos textos de apoio?

Que perguntas você poderia se fazer após ler esses textos e que tenham a ver com o assunto dos textos?

Quais aspectos de contextualização os textos apresentaram? Aspectos que respondem às perguntas “como, onde,
por que, quem , o que, quando?”.

Leia:
A partir da leitura dos textos motivadores, redija uma introdução de texto dissertativo-argumentativo em
modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “O streaming e a revolução no consumo de mídias.”

Repita o tema (reescrever) :

Mais uma vez:


Agora experimente escrever uma a três teses possíveis (teorias sobre o tema, que você pode defender, pontos sobre os quais
você pode estabelecer um porquê, uma resposta, uma explicação, uma crítica)

TESE 1

Agora você tentará contextualizar o assunto, o tema e apresentar sua tese, criando o primeiro parágrafo, o de introdução.
Rascunho - pode ser a lápis

Releia sua introdução, reveja se está tudo bem com as acentuações, pontuação, ideia inicial, se tem sentido, se está
coerente, se as letras maiúsculas estão bem marcadas, se o recuo para iniciar o parágrafo está bem aparente, se
você escreveu usando desde o início da linha até o final dela, se precisou separar a palavra – no final da linha- veja
se está separada corretamente, se as letras r e v, i – e, m e n, g e q estão bem definidas, etc.

Agora REESCREVA a introdução, à caneta, cuidando para que tudo que você corrigiu acima esteja já ajustado.