Você está na página 1de 141

PRÉ ENEM

2019
MATEMÁTICA
Matemática

Razão, Proporção e Regra de 3

Resumo

Grandezas Diretamente Proporcionais


Duas grandezas são diretamente proporcionais quando, ao variar uma grandeza, a outra também varia
na mesma proporção. Por exemplo: se uma grandeza dobra, a outra também irá dobrar. Se uma grandeza
reduzir-se à metade, a outra também terá o mesmo efeito.

Exemplo: Se o preço da gasolina é R$4,00, 2 litros custarão R$8,00.


Preço Litro
4 ______________1
 x ______________ 2 
4 1
=  x=8
x 2

Grandezas inversamente proporcionais


Duas grandezas são inversamente proporcionais quando, ao variar uma grandeza, a outra também variará
na razão inversa. Ou seja, se uma grandeza dobrar, a outra se reduzirá a metade. Se uma grandeza triplicar, a
outra será dividida em três.

Exemplo: A distância entre duas cidades é de 200 km. Se uma pessoa percorrer a uma velocidade média v
(km/h), o tempo de uma viagem de uma cidade a outra será d (em horas).

Velocidade Tempo
20 __________________10
 60 __________________ x 
20 x 10
= x=
60 10 3

1
Matemática

Escalas
A escala pode ser definida como a razão entre a medida linear do desenho e a medida linear correspondente na
realidade.

Exemplo: Uma planta de uma casa foi desenhada na escala 1:100. Isso quer dizer que cada centímetro do
desenho corresponde a 100 centímetros da casa.

Existem também escalas de áreas, que é o valor da escala ao quadrado, e escalas volumétricas, que é o valor
da escala ao cubo.
OBS.: Escala é adimensional (é um número, sem unidade)!

Regra de 3 Simples
A regra de três é o processo pelo qual podemos relacionar duas grandezas, sejam elas direta ou inversamente
proporcionais. É comum termos 3 valores e precisarmos encontrar o quarto valor, por isso o nome regra de 3.

Exemplo: Se em uma banca de jornal vende 20 revistas em uma semana, em duas semanas venderá quantas?
Para resolvermos o problema precisamos analisar as grandezas. Quanto mais tempo passar mais revista
venderá, logo, as grandezas são diretamente proporcionais assim:

1→ 20
multiplicando cruzado x = 2.20  x = 40
2→x

Logo, terá vendido 40 revistas.

Obs: Na regra de 3 com grandezas inversamente proporcionais, nós multiplicamos em linha!

2
Matemática

Regra de 3 Composta
Para entender sobre regra de três composta vejamos o exemplo a seguir:

Exemplo: Para confeccionar 1.600 metros de tecido com largura de 1,80m a tecelagem Nortefabril S.A.
consome 320 kg de fio. Qual é a quantidade de fio necessária para produzir 2.100 metros do mesmo tecido
com largura de 1,50 m?
Esse é um problema que envolve uma grandeza (quantidade de fio) proporcional as outras duas (comprimento
do tecido e largura do tecido). Para resolver esse problema, vamos utilizar a regra de três composta.

A B C
Quantidade de fio Comprimento Largura
(kg) produzido(m) (m)
Situação 1 320__________________ 1.600 _________________1,80
Situação 2 X __________________ 2.100__________________1,50

Precisamos calcular a grandeza A(quantidade de fio), que depende das grandezas B(comprimento do tecido) e
C(largura do tecido).

Podemos verificar que :


→ A é diretamente proporcional a B. (pois se aumentarmos o comprimento, precisamos de mais quantidade
de fio).
→ A é diretamente proporcional a C. (pois se aumentarmos a largura, precisamos de mais quantidade de fio).
Portanto :
320 1600 1,80
= .
x 2100 1,50
320 2880
→ =
x 3150
3150.320
→x =
2880
→ x = 350kg
No exemplo acima, todas as grandezas eram diretamente proporcionais. Vamos estudar agora quando existem
grandezas que são inversamente proporcionais.

Exemplo: Para alimentar 12 porcos durante 20 dias são necessários 400kg de farelo. Quantos porcos podem
ser alimentados com 600 kg de farelo durante 24 dias ?
Temos que:
A B C
Número de porcos Quantidade de farelo número de dias
(kg)

12______________________400______________________20
x _____________________ 600______________________24

3
Matemática

Podemos concluir que:

• A é diretamente proporcional a B. (Pois se aumentarmos a quantidade de farelo mais porcos poderão se


alimentar)
• A é inversamente proporcional a C.(Pois se aumentarmos o número de dias menos porcos poderão se
alimentar). Portanto temos que inverter a razão de número de dias).
Então:

12 400 24
= .
x 600 20
12 9600
→ =  x = 15
x 12000

4
Matemática

Exercícios

1. Em uma de suas viagens, um turista comprou uma lembrança de um dos monumentos que visitou. Na
base do objeto há informações dizendo que se trata de uma peça em escala 1: 400, e que seu volume é
de 25 cm3 .

O volume do monumento original, em metro cúbico, é de


a) 100.

b) 400.

c) 1.600.

d) 6.250.

e) 10.000.

2. Uma empresa de comunicação tem a tarefa de elaborar um material publicitário de um estaleiro


para divulgar um novo navio, equipado com um guindaste de 15m de altura e uma esteira de 90 m de
comprimento. No desenho desse navio, a representação do guindaste deve ter sua altura entre 0,5 cm e
1 cm, enquanto a esteira deve apresentar comprimento superior a 4 cm. Todo o desenho deverá ser feito
em uma escala 1 : X.
Os valores possíveis para X são, apenas,
a) X > 1 500.
b) X < 3 000.
c) 1 500 < X < 2 250.
d) 1 500 < X < 3 000.
e) 2 250 < X < 3 000.

5
Matemática

3. De acordo com a Lei Universal da Gravitação, proposta por Isaac Newton, a intensidade da força

gravitacional F que a Terra exerce sobre um satélite em órbita circular é proporcional à massa m do
satélite e inversamente proporcional ao quadrado do raio r da órbita, ou seja,
km
F=
r2
No plano cartesiano, três satélites, A, B e C, estão representados, cada um, por um ponto (m ; r) cujas
coordenadas são, respectivamente, a massa do satélite e o raio da sua órbita em torno da Terra.

Com base nas posições relativas dos pontos no gráfico, deseja-se comparar as intensidades FA, FB e
FC da força gravitacional que a Terra exerce sobre os satélites A, B e C, respectivamente.
As intensidades FA, FB e FC expressas no gráfico satisfazem a relação
a) FC = FA  FB
b) FA = FB  FC
c) FA  FB  FC
d) FA  FC  FB
e) FC  FA  FB

4. Os tipos de prata normalmente vendidos são 975, 950 e 925. Essa classificação é feita de acordo com
a sua pureza. Por exemplo, a prata 975 é a substância constituída de 975 partes de prata pura e 25 partes
de cobre em 1 000 partes da substância. Já a prata 950 é constituída de 950 partes de prata pura e 50
de cobre em 1 000; e a prata 925 é constituída de 925 partes de prata pura e 75 partes de cobre em 1
000. Um ourives possui 10 gramas de prata 925 e deseja obter 40 gramas de prata 950 para produção
de uma joia.
Nessas condições, quantos gramas de prata e de cobre, respectivamente, devem ser fundidos com os
10 gramas de prata 925?
a) 29,25 e 0,75
b) 28,75 e 1,25
c) 28,50 e 1,50
d) 27,75 e 2,25
e) 25,00 e 5,00

6
Matemática

5. Uma empresa deseja iniciar uma campanha publicitária divulgando uma promoção para seus possíveis
consumidores. Para esse tipo de campanha, os meios mais viáveis são a distribuição de panfletos na rua
e anúncios na rádio local. Considera-se que a população alcançada pela distribuição de panfletos seja
igual à quantidade de panfletos distribuídos, enquanto que a alcançada por um anúncio na rádio seja
igual à quantidade de ouvintes desse anúncio. O custo de cada anúncio na rádio é de R$ 120,00, e a
estimativa é de que seja ouvido por 1 500 pessoas. Já a produção e a distribuição dos panfletos custam
R$ 180,00 cada 1 000 unidades. Considerando que cada pessoa será alcançada por um único desses
meios de divulgação, a empresa pretende investir em ambas as mídias.
Considere X e Y os valores (em real) gastos em anúncios na rádio e com panfletos, respectivamente. O
número de pessoas alcançadas pela campanha será dado pela expressão.
50 X 50Y
+
a) 4 9
50 X 50Y
+
b) 9 4
4 X 4Y
+
c) 50 50
50 50
+
d) 4 X 9Y
50 50Y
+
e) 9 X 4Y

6. Um banco de sangue recebe 450 mL de sangue de cada doador. Após separar o plasma sanguíneo das
hemácias, o primeiro é armazenado em bolsas de 250 mL de capacidade. O banco de sangue aluga
refrigeradores de uma empresa para estocagem das bolsas de plasma, segundo a sua necessidade.
Cada refrigerador tem uma capacidade de estocagem de 50 bolsas. Ao longo de uma semana, 100
pessoas doaram sangue àquele banco. Admita que, de cada 60 mL de sangue, extraem-se 40 mL de
plasma. O número mínimo de congeladores que o banco precisou alugar, para estocar todas as bolsas
de plasma dessa semana, foi
a) 2
b) 3
c) 4
d) 6
e) 8

7
Matemática

7. Em 20 de fevereiro de 2011 ocorreu a grande erupção do vulcão Bulusan nas Filipinas. A sua localização
geográfica no globo terrestre é dada pelo GPS (sigla em inglês para Sistema de Posicionamento Global)
com longitude de 124° 3’ 0” a leste do Meridiano de Greenwich.
Dado: 1° equivale a 60’ e 1’ equivale a 60”.
PAVARIN, G. Galileu, fev. 2012 (adaptado)
A representação angular da localização do vulcão com relação a sua longitude da forma decimal é
a) 124,02°.
b) 124,05°.
c) 124,20°.
d) 124,30°.
e) 124,50°

8. A insulina é utilizada no tratamento de pacientes com diabetes para o controle glicêmico. Para facilitar
sua aplicação, foi desenvolvida uma “caneta” na qual pode ser inserido um refil contendo 3mL de insulina
como mostra a imagem.

Para controle das aplicações, definiu-se a unidade de insulina como 0,01 mL. Antes de cada aplicação, é
necessário descartar 2 unidades de insulina, de forma a retirar possíveis bolhas de ar. A um paciente
foram prescritas duas aplicações diárias: 10 unidades de insulina pela manhã e 10 à noite. Qual o número
máximo de aplicações por refil que o paciente poderá utilizar com a dosagem prescrita?
a) 25
b) 15
c) 13
d) 12
e) 8

8
Matemática

9. Alguns medicamentos para felinos são administrados com base na superfície corporal do animal. Foi
receitado a um felino pesando 3,0 kg um medicamento na dosagem diária de 250 mg por metro quadrado
de superfície corporal. O quadro apresenta a relação entre a massa do felino, em quilogramas, e a área
de sua superfície corporal, em metros quadrados.

A dose diária, em miligramas, que esse felino deverá receber é de


a) 0,624.
b) 52,0.
c) 156,0.
d) 750,0.
e) 1 201,9.

10. Uma escola lançou uma campanha para seus alunos arrecadarem, durante 30 dias, alimentos não
perecíveis para doar a uma comunidade carente da região. Vinte alunos aceitaram a tarefa e nos
primeiros 10 dias trabalharam 3 horas diárias, arrecadando 12 kg de alimentos por dia. Animados com
os resultados, 30 novos alunos somaram-se ao grupo, e passaram a trabalhar 4 horas por dia nos dias
seguintes até o término da campanha. Admitindo-se que o ritmo de coleta tenha se mantido constante,
a quantidade de alimentos arrecadados ao final do prazo estipulado seria de
a) 920 kg.
b) 800 kg.
c) 720 kg.
d) 600 kg.
e) 570 kg.

9
Matemática

Gabarito

1. C
Supondo as dimensões da miniatura como sendo 1, 1 e 25 centímetros, pode-se calcular:
Miniatura  dimensões  1, 1 e 25
Convertendo usando a escala  400, 400 e 25  400
Vmonumento = 4002  (25  400) = 1.600.000.000 cm3 = 1.600 m3

2. C

3. E

4. B

5. A

6. B

10
Matemática

7. B

8. A

9. B

10. A

11
Matemática

Análise Combinatória

Resumo

Análise Combinatória
Fatorial
O fatorial é uma operação aplicada apenas a número naturais e é definido da seguinte maneira:
∀𝑚 ∈ ℕ, temos:
𝑚. (𝑚 − 1). (𝑚 − 2). … .3.2.1, 𝑝𝑎𝑟𝑎 𝑚 ≥ 2
𝑚! = { 0! = 1
1! = 1

Ex:
3! = 1.2.3 = 6

Princípio fundamental da contagem


Essa técnica básica de contagem visa calcular o número de possibilidades de ocorrência de um evento E,
composto por uma série de sub-eventos independentes: E1, E2, E3... Na composição do evento E, escolhe-se
apenas umas das possibilidades de cada um de seus sub-eventos.
Representamos os totais de possibilidades pelas quais os eventos podem ocorrer por:
n(E): número de possibilidades do evento E
n(Ei): número de possibilidades do evento Ei
Podemos enunciar que o número de possibilidades de ocorrência do evento E é dado por:
n(E) = n(E1 ).n(E2 )...n(En )

Exemplo: Uma pessoa fará uma viagem e pretende levar 2 camisas, 2 calças e 3 sapatos. De quantas formas
diferentes esta pessoa poderá se vestir, escolhendo uma camisa, uma calça e um sapato?
n(E) = 2.2.3 = 12

Permutações
Permutação simples de n objetos distintos
Dado um conjunto com n elementos distintos, chama-se permutação dos n elementos, todo arranjo desses n
elementos tomados n a n.
P = n!

Exemplo: Quantos são os anagramas da palavra “GRUPO”?


P5 = 5! = 5.4.3.2.1 = 120
Podemos escrever 120 anagramas da palavra GRUPO.

1
Matemática

Permutação com elementos repetidos


De modo geral, se temos n elementos dos quais n1 são iguais a a1 , n2 são iguais a a2 , n3 são iguais a a3 , ... ,
nr são iguais a ar , o número de permutações possíveis é dado por:

( n1 , n2 , n3 ,..., nr )
n!
Pn =
n1 !n2 !n3 !...nr !

Exemplo: Quantos são os anagramas da palavra “MATEMÁTICA”?


Existem três letras q se repetem na palavra M (2 vezes), A (3 vezes) e T (2 vezes).

10! 10.9.8.7.6.5.4.3! 10.9.8.7.6.5.4


P (2,3,2)10 = = = =
2!3!2! 2!3!2! 2.1.2.1
10.9.8.7.6.5.4 604800
= = = 151200
4 4
Podemos escrever 151200 anagramas da palavra Matemática.

Arranjo
Dado um conjunto com n elementos distintos, chama-se arranjo dos n elementos, tomados p a p, a qualquer
sequência ordenada de p elementos distintos escolhidos entre os n existentes.

n!
An, p =
(n − p)!

Exemplo: Quantos são os números compreendidos entre 2000 e 3000 formados por algarismos distintos
escolhido entre 1,2,3,4,5,6,7,8 e 9?
O número deve ter quatro algarismos (pois está entre 2000 e 300). Para o primeiro algarismo existe apenas
uma possibilidade (2) e para os outros três ainda existem 8 números disponíveis, então:
8! 8! 8.7.6.5!
A8,3 = = = = 8.7.6 = 336 números.
(8 − 3)! 5! 5!

Combinação Simples
Número de combinações de n elementos tomados p a p onde a ordem não importa.

n!
Cn, p =
p !(n − p)!

Exemplo: Com 10 espécies de frutas, quantos tipos de salada, contendo 6 espécies diferentes podem ser
feitas?

2
Matemática

Nesse caso a ordem das frutas não importa na salada de fruta, então é um caso de combinação.
10! 10.9.8.7.6! 5040 5040
C10,6 = = = = = 210
6!.(10 − 6)! 6!.4! 4! 24
210 tipos de saladas diferentes com 6 espécies de fruta.

Permutação Circular
Permutação circular é um tipo de permutação composta por n elementos distintos em ordem cíclica
(formando uma circunferência).
n!
PCn = ou PCn = (n −1)!
n

Exemplo: Uma família é composta por seis pessoas: o pai, a mãe e quatro filhos. Num restaurante, essa família
vai ocupar uma mesa redonda. Em quantas disposições diferentes essas pessoas podem se sentar em torno
da mesa?
PC6 = (6 −1)! = 5! = 5.4.3.2.1 = 120
Essas pessoas podem sentar de 120 maneiras diferentes envolta da mesa.

Combinações Completas
Combinações completas de n elementos, tomados p a p, são combinações de n elementos não
necessariamente distintos. Em vista disso, quando vamos calcular as combinações completas devemos levar
em consideração as combinações com elementos distintos (combinações simples) e as combinações com
elementos repetidos.

(n − 1 + p)!
CRn, p = Pnn−−11,+ pp =
(n − 1)!. p !

Exemplo: De quantos modos podemos comprar 4 salgadinhos em uma lanchonete que oferece 7 opções de
escolha de salgadinhos?
10! 10.9.8.7.6! 10.9.8.7
CR7,4 = P106,4 = = = = 210
6!4! 6!4! 4.3.2.1

3
Matemática

Exercícios

1. O diretor de uma escola convidou os 280 alunos de terceiro ano a participarem de uma brincadeira.
Suponha que existem 5 objetos e 6 personagens numa casa de 9 cômodos; um dos personagens
esconde um dos objetos em um dos cômodos da casa. O objetivo da brincadeira é adivinhar qual objeto
foi escondido por qual personagem e em qual cômodo da casa o objeto foi escondido.
Todos os alunos decidiram participar. A cada vez um aluno é sorteado e dá a sua resposta. As
respostas devem ser sempre distintas das anteriores, e um mesmo aluno não pode ser sorteado mais
de uma vez. Se a resposta do aluno estiver correta, ele é declarado vencedor e a brincadeira é encerrada.

O diretor sabe que algum aluno acertará a resposta porque há:


a) 10 alunos a mais do que possíveis respostas distintas.
b) 20 alunos a mais do que possíveis respostas distintas.
c) 119 alunos a mais do que possíveis respostas distintas.
d) 260 alunos a mais do que possíveis respostas distintas.
e) 270 alunos a mais do que possíveis respostas distintas.

2. No Nordeste brasileiro, é comum encontrarmos peças de artesanato constituídas por garrafas


preenchidas com areia de diferentes cores, formando desenhos. Um artesão deseja fazer peças com
areia de cores cinza, azul, verde e amarela, mantendo o mesmo desenho, mas variando as cores da
paisagem (casa, palmeira e fundo), conforme a figura.

O fundo pode ser representado nas cores azul ou cinza; a casa, nas cores azul, verde ou amarela; e a
palmeira, nas cores cinza ou verde. Se o fundo não pode ter a mesma cor nem da casa nem da palmeira,
por uma questão de contraste, então o número de variações que podem ser obtidas para a paisagem é
a) 6.
b) 7.
c) 8.
d) 9.
e) 10.

4
Matemática

3. O setor de recursos humanos de uma empresa vai realizar uma entrevista com 120 candidatos a uma
vaga de contador. Por sorteio, eles pretendem atribuir a cada candidato um número, colocar a lista de
números em ordem numérica crescente e usá-la para convocar os interessados. Acontece que, por um
defeito do computador, foram gerados números com 5 algarismos distintos e, em nenhum deles,
apareceram dígitos pares.

Em razão disso, a ordem de chamada do candidato que tiver recebido o número 75913 é
a) 24
b) 31
c) 32
d) 88
e) 89

4. Uma rede é formada de triângulos equiláteros congruentes, conforme a representação abaixo.

Uma formiga se desloca do ponto A para o ponto B sobre os lados dos triângulos, percorrendo X
caminhos distintos, cujos comprimentos totais são todos iguais a d. Sabendo que d corresponde ao
menor valor possível para os comprimentos desses caminhos, X equivale a:
a) 20
b) 18
c) 15
d) 12
e) 10

5
Matemática

5. Para cadastrar-se em um site, uma pessoa precisa escolher uma senha composta por quatro caracteres,
sendo dois algarismos e duas letras (maiúsculas ou minúsculas). As letras e os algarismos podem
estar em qualquer posição. Essa pessoa sabe que o alfabeto é composto por vinte e seis letras e que
uma letra maiúscula difere da minúscula em uma senha.
Disponível em: www.infowester.com. Acesso em: 14 dez. 2012.

O número total de senhas possíveis para o cadastramento nesse site é dado por

a) 10  26
2 2

b) 10  52
2 2

4!
c) 10  52 
2 2

2!
4!
d) 10  26 
2 2

2!2!
4!
e) 10  52 
2 2

2!2!

6. Uma família composta por sete pessoas adultas, após decidir o itinerário de sua viagem, consultou
o site de uma empresa aérea e constatou que o voo para a data escolhida estava quase lotado. Na
figura, disponibilizada pelo site, as poltronas ocupadas estão marcadas com X e as únicas poltronas
disponíveis são as mostradas em branco.

O número de formas distintas de se acomodar a família nesse voo é calculado por


9!
a)
2!
9!
b)
7! 2!
c) 7!
5!
d)  4!
2!
5! 4!
e) 
4! 3!

6
Matemática

7. O tênis é um esporte em que a estratégia de jogo a ser adotada depende, entre outros fatores, de o
adversário ser canhoto ou destro.
Um clube tem um grupo de 10 tenistas, sendo que 4 são canhotos e 6 são destros. O técnico do clube
deseja realizar uma partida de exibição entre dois desses jogadores, porém, não poderão ser ambos
canhotos.
Qual é o número de possibilidades de escolha dos tenistas para a partida de exibição?

10! 4!
a) −
2! 8! 2! 2!
10! 4!
b) −
8! 2!
10!
c) −2
2! 8!
6!
d) + 4 4
4!
6!
e) + 6 4
4!

8. O Salão do Automóvel de São Paulo é um evento no qual vários fabricantes expõem seus modelos
mais recentes de veículos, mostrando, principalmente, suas inovações em design e tecnologia.
Disponível em: http://g1.globo.com. Acesso em: 4 fev. 2015 (adaptado).

Uma montadora pretende participar desse evento com dois estandes, um na entrada e outro na
região central do salão, expondo, em cada um deles, um carro compacto e uma caminhonete. Para
compor os estandes, foram disponibilizados pela montadora quatro carros compactos, de
modelos distintos, e seis caminhonetes de diferentes cores para serem escolhidos aqueles que serão
expostos. A posição dos carros dentro de cada estande é irrelevante.
Uma expressão que fornece a quantidade de maneiras diferentes que os estandes podem ser
compostos é

a) A104

b) C104
c) C42  C62  2  2

d) A42  A62  2  2

e) C42  C62

7
Matemática

9. Um brinquedo infantil caminhão-cegonha é formado por uma carreta e dez carrinhos nela transportados,
conforme a figura.

No setor de produção da empresa que fabrica esse brinquedo, é feita a pintura de todos os carrinhos
para que o aspecto do brinquedo fique mais atraente. São utilizadas as cores amarelo, branco, laranja
e verde, e cada carrinho é pintado apenas com uma cor. O caminhão-cegonha tem uma cor fixa. A
empresa determinou que em todo caminhão-cegonha deve haver pelo menos um carrinho de cada uma
das quatro cores disponíveis. Mudança de posição dos carrinhos no caminhão-cegonha não gera um
novo modelo do brinquedo.
Com base nessas informações, quantos são os modelos distintos do brinquedo caminhão-cegonha
que essa empresa poderá produzir?

a) C6,4

b) C9,3

c) C10,4

d) 64

e) 46

10. Uma família é composta por seis pessoas: o pai, a mãe e quatro filhos. Num restaurante, essa família
vai ocupar uma mesa redonda. Em quantas disposições diferentes essas pessoas podem se sentar em
torno da mesa de modo que o pai e a mãe fiquem juntos?
a) 36
b) 42
c) 48
d) 21
e) 18

8
Matemática

Gabarito

1. A

2. B

3. E

4. C

5. E

9
Matemática

6. A

7. A

8. C

9. B

10. C
Sabendo que pai e mãe devem ficar juntos, vamos amarrar os dois e tratá-los como se fossem um único
elemento. Assim, passamos a ter somente 5 elementos. Portanto, utilizando a permutação circular de 5
elementos, calculamos o número de possibilidades desta família sentar-se ao redor da mesa com pai e
mãe juntos.
Pc5 = (5 - 1)! = 4! = 4.3.2.1 = 24

Como o pai pode estar à esquerda ou à direita da mãe, precisamos multiplicar este resultado por 2,
chegando na resposta correta: 48.

10
Matemática

Estatística – Feijão com Arroz

Resumo

O tratamento da Informação engloba a leitura de gráficos e tabelas simples. Vamos estudá-los!

Gráficos
Gráfico de Setores
O gráfico de setores é feito por uma circunferência vejamos o exemplo a seguir:

Ex.: Em um campeonato foram registrados quantos pontos cada equipe fez durante todo o campeonato, e foi
apresentado no gráfico de setores a seguir:

Temos então que a Equipe 1 marcou 21,8% dos pontos, Equipe 2, 32.7%, Equipe 3, 10,9% e Equipe 4, 34,5%.

Podemos então observar que a equipe que mais marcou pontos foi a Equipe 4.

Obs.: Mais precisamente, as medidas dos ângulos dos setores circulares são proporcionais às porcentagens
de ocorrência das realizações das variáveis. Em outra palavras, podemos usar regra de três para encontrá-lo.

Ex.: Qual é a angulação que a equipe 1 possui no setor?


Temos que :

100%__________360°
21,8%_________ x

100x = 7848

Aproximadamente 78°.

1
Matemática

Gráfico de Barras
Temos a seguir o gráfico de barras, também falando das equipes em um campeonato.

O gráfico é dividido em dois períodos e mostra como que cada equipe se saiu.

Com esse gráfico podemos tirar algumas informações:


→ A equipe 1 teve a maior melhora desde o período 1 para o 2.
→ A equipe 3 teve o pior período 1.
→ Muitas informações podem ser tiradas, basta observar e comparar.

Gráfico de Linhas

O uso dessa representação gráfica é útil quando se quer representar valores assumidos por uma grandeza, no
decorrer do tempo.

2
Matemática

Tabelas de Frequência
A organização dos dados em tabelas possibilita uma leitura rápida e resumida dos resultados obtidos em uma
pesquisa. Para cada variável estudada, contamos o número de vezes que cada um de seus valores (de
realizações) acontece. O número obtido é chamado de frequência absoluta.

Ex.: Foi feita uma pesquisa com mulheres e seus respectivos estados civis.

Estado civil Frequência absoluta Frequência relativa Porcentagem

Solteira 8 8/25=0,32 32%

casada 12 12/25=0,48 48%

viúva 2 2/25=0,08 8%

divorciada 3 3/25=0,12 12%

TOTAL 25 1,00 100%

Em Estatística, medidas de centralidade são usadas para representar toda uma lista de observações com um
único valor. Já as medidas de dispersão mostram o quão esticada ou espremida está uma distribuição de
observações.

Medidas de centralidade:
Média:
Média aritmética simples:
A média aritmética simples de um conjunto {x1, x2, ..., xn} de n observações para a variável X, é dada pelo
quociente entre a soma dos valores observados e o número total de observações:

Ex.: Seja um grupo de 3 pessoas e I o conjunto das idades dessas 3 pessoas. I = {12, 10, 11}. Calculando a média
da idade desse grupo, temos:
12 + 10 + 11 33
x= = = 11 anos
3 3

Média aritmética ponderada:


A média aritmética ponderada de um conjunto {x1, x2, ..., xk} de k observações para a variável X, com
frequências absolutas é dada pela expressão:

3
Matemática

Ex.: Para passar no curso de matemática devemos calcular a média de duas provas, p1 e p2, sendo que a p1
tem peso 1 e a p2 tem peso 2. Dessa maneira calculamos a média da seguinte maneira:

Moda:
É valor de maior frequência em uma série de dados, o que mais se repete.
Ex: Alguns alunos fizeram a segunda chamada de uma prova de matemática. Suas notas foram tabuladas na
tabela abaixo:
Aluno Nota
Aluno 1 2
Aluno 2 7
Aluno 3 3
Aluno 4 4
Aluno 5 3
Aluno 6 3,5
A nota que mais aparece no conjunto de dados é a nota 3. Portanto, a moda é 3.

Mediana:
Ordenando as observações de uma variável de forma crescente ou descrescente (Rol), a mediana é a
observação que ocupa o valor central.

Ex.: A quantidade de atrasos dos alunos de uma turma, registrados por mês, de março a novembro, formam o
seguinte conjunto de dados: 23, 34, 21, 48, 51, 20, 38, 29, 13.
Ordenando esses dados de forma crescente, temos:
13 – 20 – 21 – 23 – 29 – 34 – 38 – 48 – 51
Como há 9 observações, a observação central é a quinta:
13 – 20 – 21 – 23 – 29 – 34 – 38 – 48 – 51
Portanto, a mediana é igual a 29.

Cuidado! E se a quantidade de elementos da amostra não for um número ímpar? Se o tamanho da amostra for
par, então não terá um elemento central. Dessa maneira, precisamos fazer a média aritmética simples entre os
dois centrais.

Ex.: Seja uma amostra A = {1, 2, 7, 4}. Para calcular a mediana, precisamos colocar os elementos em ordem: 1,
2, 4, 7. Agora, fazemos a média aritmética simples entre os dois termos centrais:
2+4
=3
2
Assim, 3 é a mediana.

4
Matemática

Medidas de dispersão
As medidas de dispersão medem o quão homogênea uma amostra é. Ou seja, quanto mais homogênea é a
amostra, menores serão os valores da variância e desvio padrão. Vamos aprender a calculá-los?

Variância
A Variância é a média aritmética dos quadrados dos desvios entre os valores da variável e a média das
observações.

Desvio padrão
O desvio-padrão de um conjunto de dados é calculado tirando a raiz quadrada da sua variância.

5
Matemática

Exercícios

1. Uma pesquisa de mercado foi realizada entre os consumidores das classes sociais A, B, C e D que
costumam participar de promoções tipo sorteio ou concurso. Os dados comparativos, expressos no
gráfico, revelam a participação desses consumidores em cinco categorias: via Correios (juntando
embalagens ou recortando códigos de barra), via internet (cadastrando-se no site da empresa/marca
promotora), via mídias sociais (redes sociais), via SMS (mensagem por celular) ou via rádio/TV.

Uma empresa vai lançar uma promoção utilizando apenas uma categoria nas classes A e B (A/B) e uma
categoria nas classes C e D (C/D).
De acordo com o resultado da pesquisa, para atingir o maior número de consumidores das classes A/B
e C/D, a empresa deve realizar a promoção, respectivamente, via
a) Correios e SMS.
b) internet e Correios.
c) internet e internet.
d) internet e mídias sociais.
e) rádio/TV e rádio/TV.

6
Matemática

2. Um cientista trabalha com as espécies I e II de bactérias em um ambiente de cultura. Inicialmente,


existem 350 bactérias da espécie I e 1 250 bactérias da espécie ll. O gráfico representa as quantidades
de bactérias de cada espécie, em função do dia, durante uma semana.

Em que dia dessa semana a quantidade total de bactérias nesse ambiente de cultura foi máxima?
a) Terça-feira.
b) Quarta-feira.
c) Quinta-feira.
d) Sexta-feira.
e) Domingo.

7
Matemática

3. A cidade de Guarulhos (SP) tem o 8º PIB municipal do Brasil, além do maior aeroporto da América do Sul.
Em proporção, possui a economia que mais cresce em indústrias, conforme mostra o gráfico.

Analisando os dados percentuais do gráfico, qual a diferença entre o maior e o menor centro em
crescimento no polo das indústrias?
a) 75,28
b) 64,09
c) 56,95
d) 45,76
e) 30,07

4. A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) de uma empresa, observando os altos custos
com os frequentes acidentes de trabalho ocorridos, fez, a pedido da diretoria, uma pesquisa do número
de acidentes sofridos por funcionários. Essa pesquisa, realizada com uma amostra de 100 funcionários,
norteará as ações da empresa na política de segurança no trabalho. Os resultados obtidos estão no
quadro.

A média do número de acidentes por funcionário na amostra que a CIPA apresentará à diretoria da
empresa é
a) 0,15.
b) 0,30.
c) 0,50.
d) 1,11.
e) 2,22.

8
Matemática

5. Foi realizado um levantamento nos 200 hotéis de uma cidade, no qual foram anotados os valores, em
reais, das diárias para um quarto padrão de casal e a quantidade de hotéis para cada valor da diária. Os
valores das diárias foram: A = R$200,00; B = R$300,00; C = R$400,00 e D = R$600,00. No gráfico, as áreas
representam as quantidades de hotéis pesquisados, em porcentagem, para cada valor da diária.

O valor mediano da diária, em reais, para o quarto padrão de casal nessa cidade, é
a) 300,00.
b) 345,00.
c) 350,00.
d) 375,00.
e) 400,00.

6. O quadro seguinte mostra o desempenho de um time de futebol no último campeonato. A coluna da


esquerda mostra o número de gols marcados e a coluna da direita informa em quantos jogos o time
marcou aquele número de gols.

Se X, Y e Z são, respectivamente, a média, a mediana e a moda desta distribuição, então


a) X = Y < Z.
b) Z < X = Y.
c) Y < Z < X.
d) Z < X < Y.
e) Z < Y < X.

9
Matemática

7. O gráfico apresenta a taxa de desemprego (em%) para o período de março de 2008 a abril de 2009, obtida
com base nos dados observados nas regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de
Janeiro, São Paulo e Porto Alegre.

IBGE. Pesquisa mensal de emprego. Disponível em: www.ibge.gov.br. Acesso em: 30 jul. 2012 (adaptado).

A mediana dessa taxa de desemprego, no período de março de 2008 a abril de 2009, foi de
a) 8,1%
b) 8,0%
c) 7.9%
d) 7,7%
e) 7,6%

8. O procedimento de perda rápida de “peso” é comum entre os atletas dos esportes de combate. Para
participar de um torneio, quatro atletas da categoria até 66 kg, Peso-Pena, foram submetidos a dietas
balanceadas e atividades físicas. Realizaram três “pesagens” antes do início do torneio. Pelo regulamento
do torneio, a primeira luta deverá ocorrer entre o atleta mais regular e o menos regular quanto aos “pesos”.
As informações com base nas pesagens dos atletas estão no quadro.

Após as três “pesagens”, os organizadores do torneio informaram aos atletas quais deles se enfrentariam
na primeira luta. A primeira luta foi entre os atletas:
a) I e III.
b) I e IV.
c) II e III.
d) II e IV.
e) III e IV.

10
Matemática

9. Marco e Paulo foram classificados em um concurso. Para classificação no concurso o candidato deveria
obter média aritmética na pontuação igual ou superior a 14. Em caso de empate na média, o desempate
seria em favor da pontuação mais regular. No quadro a seguir são apresentados os pontos obtidos nas
provas de Matemática, Português e Conhecimentos Gerais, a média, a mediana e o desvio padrão dos
dois candidatos.
Dados dos candidatos no concurso

O candidato com pontuação mais regular, portanto mais bem classificado no concurso, é
a) Marco, pois a média e a mediana são iguais
b) Marco, pois obteve menor desvio padrão
c) Paulo, pois obteve a maior pontuação da tabela, 19 em Português
d) Paulo, pois obteve maior mediana
e) Paulo, pois obteve maior desvio padrão

10. Em uma escola, cinco atletas disputam a medalha de ouro em uma competição de salto em distância.
Segundo o regulamento dessa competição, a medalha de ouro será dada ao atleta mais regular em uma
série de três saltos. Os resultados e as informações dos saltos desses cinco atletas estão no quadro.

A medalha de ouro foi conquistada pelo atleta número


a) I
b) II
c) III
d) IV
e) V

11
Matemática

Gabarito

1. B
Basta perceber que o ponto mais alto no gráfico é onde temos o maior percentual de promoções das
regiões. Olhando pra cada região respectivamente podemos concluir que a resposta correta é letra B.

2. A
Analisando o gráfico dado na questão, vimos que o total de bactérias foi máximo na terça-feira, pois 800
+ 1100 = 1900.

3. C
A questão pede para que se calcule a diferença entre o maior e o menor percentual de crescimento no polo
das indústrias que foram apresentados no gráfico, é possível observar que a o maior valor é da cidade de
Guarulhos (60,52%) e o menor, da cidade de São Paulo (capital) com 3,57%.
A diferença será: 60,52% – 3,57% = 56,95%.

4. D

5. C
De acordo com o gráfico, tem-se que 200  0,25 = 50 hotéis cobram diárias de R$ 200,00; 200  0,25 = 50
hotéis cobram diárias de R$ 300,00; 200  0,4 = 80 hotéis cobram diárias de R$ 400,00 e 200  0,1 = 20
hotéis cobram diárias de R$ 600,00. Considere a tabela abaixo, em que xi é o valor da diária, em reais,
para um quarto padrão de casal, fi é a frequência simples absoluta e Fi é a frequência absoluta acumulada.

xi fi Fi
200 50 50
300 50 100
400 80 180
600 20 200
n= fi = 200
n 200
Portanto, como EM = = = 100, segue-se que o valor mediano da diária é
d 2 2
300 + 400
Md = = R$ 350,00.
2

12
Matemática

6. E

7. B

8. C
A primeira luta deve ocorrer entre o atleta mais regular e o menos regular quanto aos pesos, ou seja, entre
o atleta de menor desvio-padrão e o de maior desvio-padrão, respectivamente.
Assim, essa luta será entre os atletas II e III.

9. B
As médias de Marco e Paulo são iguais, porém Marcos possui o menor desvio padrão, o que significa dizer
que suas notas nas provas estão mais próximas da média do que as notas de Paulo.
Assim, as notas obtidas por Marco no concurso são mais regulares, logo Marco foi melhor classificado.

10. C
Quando quisermos analisar o quão regular é uma lista de valores, devemos calcular o desvio padrão. Quanto
menor o desvio padrão, maior a regularidade. Dessa maneira, o atleta mais regular foi o III.

13
Matemática

Estatística – Gourmet

Resumo

O tratamento da Informação engloba a leitura de gráficos e tabelas simples. Vamos estudá-los!

Gráficos
Gráfico de Setores
O gráfico de setores é feito por uma circunferência vejamos o exemplo a seguir:

Ex.: Em um campeonato foram registrados quantos pontos cada equipe fez durante todo o campeonato, e foi
apresentado no gráfico de setores a seguir:

Temos então que a Equipe 1 marcou 21,8% dos pontos, Equipe 2, 32.7%, Equipe 3, 10,9% e Equipe 4, 34,5%.

Podemos então observar que a equipe que mais marcou pontos foi a Equipe 4.

Obs.: Mais precisamente, as medidas dos ângulos dos setores circulares são proporcionais às porcentagens
de ocorrência das realizações das variáveis. Em outra palavras, podemos usar regra de três para encontrá-lo.

Ex.: Qual é a angulação que a equipe 1 possui no setor?


Temos que :

100%__________360°
21,8%_________ x

100x = 7848

Aproximadamente 78°.

1
Matemática

Gráfico de Barras
Temos a seguir o gráfico de barras, também falando das equipes em um campeonato.

O gráfico é dividido em dois períodos e mostra como que cada equipe se saiu.
Com esse gráfico podemos tirar algumas informações:
• A equipe 1 teve a maior melhora desde o período 1 para o 2.
• A equipe 3 teve o pior período 1.
• Muitas informações podem ser tiradas, basta observar e comparar.

Gráfico de Linhas

O uso dessa representação gráfica é útil quando se quer representar valores assumidos por uma grandeza, no
decorrer do tempo.

2
Matemática

Tabelas de Frequência
A organização dos dados em tabelas possibilita uma leitura rápida e resumida dos resultados obtidos em uma
pesquisa. Para cada variável estudada, contamos o número de vezes que cada um de seus valores (de
realizações) acontece. O número obtido é chamado de frequência absoluta.

Ex.: Foi feita uma pesquisa com mulheres e seus respectivos estados civis.

Estado civil Frequência absoluta Frequência relativa

Solteira 8 8/25=0,32 = 32%

casada 12 12/25=0,48 = 48%

viúva 2 2/25=0,08 = 8%

divorciada 3 3/25=0,12 = 12%

TOTAL 25 1,00 = 100%

Em Estatística, medidas de centralidade são usadas para representar toda uma lista de observações com um
único valor. Já as medidas de dispersão mostram o quão esticada ou espremida está uma distribuição de
observações.

Medidas de centralidade:
Média:
Média aritmética simples:
A média aritmética simples de um conjunto {x1, x2, ..., xn} de n observações para a variável X, é dada pelo
quociente entre a soma dos valores observados e o número total de observações:

Ex.: Seja um grupo de 3 pessoas e I o conjunto das idades dessas 3 pessoas. I = {12, 10, 11}. Calculando a média
da idade desse grupo, temos:
12 + 10 + 11 33
x= = = 11 anos
3 3

Média aritmética ponderada:


A média aritmética ponderada de um conjunto {x1, x2, ..., xk} de k observações para a variável X, com frequências
absolutas é dada pela expressão:

Ex.: Para passar no curso de matemática devemos obter média 7, sendo que a p1 tem peso 1 e a p2 tem peso
2.
𝑝1 .1+ 𝑝2 .2
Dessa maneira calculamos a média da seguinte forma:
3

3
Matemática

Moda:
É valor de maior frequência em uma série de dados, o que mais se repete.
Ex: Alguns alunos fizeram a segunda chamada de uma prova de matemática. Suas notas foram tabuladas na
tabela abaixo:
Aluno Nota
Aluno 1 2
Aluno 2 7
Aluno 3 3
Aluno 4 4
Aluno 5 3
Aluno 6 3,5

A nota que mais aparece no conjunto de dados é a nota 3. Portanto, a moda é 3.

Mediana:
Ordenando as observações de uma variável de forma crescente ou descrescente (Rol), a mediana é a
observação que ocupa o valor central.

Ex.: A quantidade de atrasos dos alunos de uma turma, registrados por mês, de março a novembro, formam o
seguinte conjunto de dados: 23, 34, 21, 48, 51, 20, 38, 29, 13.
Ordenando esses dados de forma crescente, temos:
13 – 20 – 21 – 23 – 29 – 34 – 38 – 48 – 51
Como há 9 observações, a observação central é a quinta:
13 – 20 – 21 – 23 – 29 – 34 – 38 – 48 – 51
Portanto, a mediana é igual a 29.

Cuidado! E se a quantidade de elementos da amostra não for um número ímpar? Se o tamanho da amostra for
par, então não terá um elemento central. Dessa maneira, precisamos fazer a média aritmética simples entre os
dois centrais.

Ex.: Seja uma amostra A = {1, 2, 7, 4}. Para calcular a mediana, precisamos colocar os elementos em ordem: 1,
2, 4, 7. Agora, fazemos a média aritmética simples entre os dois termos centrais:
2+4
=3
2
Assim, 3 é a mediana.

4
Matemática

Medidas de dispersão
As medidas de dispersão medem o quão homogênea uma amostra é. Ou seja, quanto mais homogênea é a
amostra, menor serão os valores da variância e desvio padrão. Vamos aprender a calculá-los?

Variância
A Variância é a média aritmética dos desvios quadrados entre os valores da variável e a média das
observações.

Desvio padrão
O desvio-padrão de um conjunto de dados é calculado tirando a raiz quadrada da sua variância.

5
Matemática

Exercícios

1. O cultivo de uma flor rara só é viável se do mês do plantio para o mês subsequente o clima da região
possuir as seguintes peculiaridades:
• a variação do nível de chuvas (pluviosidade), nesses meses, não for superior a 50 mm;
• a temperatura mínima, nesses meses, for superior a 15 °C;
• ocorrer, nesse período, um leve aumento não superior a 5 °C na temperatura máxima.

Um floricultor, pretendendo investir no plantio dessa flor em sua região, fez uma consulta a um
meteorologista que lhe apresentou o gráfico com as condições previstas para os 12 meses seguintes
nessa região.

Com base nas informações do gráfico, o floricultor verificou que poderia plantar essa flor rara.
O mês escolhido para o plantio foi
a) janeiro
b) fevereiro
c) agosto
d) novembro
e) dezembro

6
Matemática

2. O polímero de PET (Politereftalato de Etileno) é um dos plásticos mais reciclados em todo o mundo
devido à sua extensa gama de aplicações, entre elas, fibras têxteis, tapetes, embalagens, filmes e cordas.
Os gráficos mostram o destino do PET reciclado no Brasil, sendo que, no ano de 2010, o total de PET
reciclado foi de 282 kton (quilotoneladas).

De acordo com os gráficos, a quantidade de embalagens PET recicladas destinadas à produção de


tecidos e malhas, em kton, é mais aproximada de
a) 16,0.
b) 22,9.
c) 32,0.
d) 84,6.
e) 106,6

7
Matemática

3. Uma empresa de alimentos oferece três valores diferentes de remuneração a seus funcionários, de
acordo com o grau de instrução necessário para cada cargo. No ano de 2013, a empresa teve uma receita
de 10 milhões de reais por mês e um gasto mensal com a folha salarial de R$ 400 000,00, distribuídos de
acordo com o Gráfico 1. No ano seguinte, a empresa ampliará o número de funcionários, mantendo o
mesmo valor salarial para cada categoria. Os demais custos da empresa permanecerão constantes de
2013 para 2014. O número de funcionários em 2013 e 2014, por grau de instrução, está no Gráfico 2.

Qual deve ser o aumento na receita da empresa para que o lucro mensal em 2014 seja o mesmo de 2013?
a) R$ 114 285,00
b) R$ 130 000,00
c) R$ 160 000,00
d) R$ 210 000,00
e) R$ 213 333,00

8
Matemática

4. De acordo com um relatório recente da Agência Internacional de Energia (AIE), o mercado de


veículos elétricos atingiu um novo marco em 2016, quando foram vendidos mais de 750 mil automóveis
da categoria. Com isso, o total de carros elétricos vendidos no mundo alcançou a marca de 2 milhões de
unidades desde que os primeiros modelos começaram a ser comercializados em 2011. No Brasil, a
expansão das vendas também se verifica. A marca A, por exemplo, expandiu suas vendas no ano
de 2016, superando em 360 unidades as vendas de 2015, conforme representado no gráfico.

A média anual do número de carros vendidos pela marca A, nos anos representados no gráfico, foi de
a) 192.
b) 240.
c) 252.
d) 320.
e) 420.

5. Uma loja que vende sapatos recebeu diversas reclamações de seus clientes relacionadas à venda de
sapatos de cor branca ou preta. Os donos da loja anotaram as numerações dos sapatos com defeito e
fizeram um estudo estatístico com intuito de reclamar com o fabricante. A tabela contém a média, a
mediana e a moda desses dados anotados pelos donos.

Para quantificar os sapatos pela cor, os donos representaram a cor branca pelo número 0 e a cor preta
pelo número 1. Sabe-se que a média da distribuição desses zeros e uns é igual a 0,45.
Os donos da loja decidiram que a numeração dos sapatos com maior número de reclamações e a cor
com maior número de reclamações não serão mais vendidas. A loja encaminhou um ofício ao fornecedor
dos sapatos, explicando que não serão mais encomendados os sapatos de cor
a) branca e os de número 38.
b) branca e os de número 37.
c) branca e os de número 36.
d) preta e os de número 38.
e) preta e os de número 37.

9
Matemática

6. Uma equipe de especialistas do centro meteorológico de uma cidade mediu a temperatura do


ambiente, sempre no mesmo horário, durante 15 dias intercalados, a partir do primeiro dia de um mês.
Esse tipo de procedimento é frequente, uma vez que os dados coletados servem de referência para
estudos e verificação de tendências climáticas ao longo dos meses e anos. As medições ocorridas nesse
período estão indicadas no quadro:

Em relação à temperatura, os valores da média, mediana e moda são, respectivamente, iguais a:


a) 17º C, 17º C e 13,5º C
b) 17º C, 18º C e 13,5º C
c) 17º C, 13,5º C e 18º C
d) 17º C, 18º C e 21,5º C
e) 17º C, 13,5º C e 21,5º C

10
Matemática

7. Ao iniciar suas atividades, um ascensorista registra tanto o número de pessoas que entram quanto o
número de pessoas que saem do elevador em cada um dos andares do edifício onde ele trabalha. O
quadro apresenta os registros do ascensorista durante a primeira subida do térreo, de onde partem ele e
mais três pessoas, ao quinto andar do edifício.

Com base no quadro, qual é a moda do número de pessoas no elevador durante a subida do térreo ao
quinto andar?
a) 2
b) 3
c) 4
d) 5
e) 6

8. Um concurso é composto por cinco etapas. Cada etapa vale 100 pontos. A pontuação final de cada
candidato é a média de suas notas nas cinco etapas. A classificação obedece à ordem decrescente das
pontuações finais. O critério de desempate baseia-se na maior pontuação na quinta etapa.

A ordem de classificação final desse concurso é


a) A, B, C, E, D.
b) B, A, C, E, D.
c) C, B, E, A, D.
d) C, B, E, D, A.
e) E, C, D, B, A.

11
Matemática

9. Um produtor de café irrigado em Minas Gerais recebeu um relatório de consultoria estatística, constando,
entre outras informações, o desvio padrão das produções de uma safra dos talhões de sua propriedade.
Os talhões têm a mesma área de 30 000 m² e o valor obtido para o desvio padrão foi de 90 kg/talhão. O
produtor deve apresentar as informações sobre a produção e a variância dessas produções em sacas de
60 kg por hectare (10 000 m²).
A variância das produções dos talhões expressa em (sacas/hectare)² é
a) 20,25.
b) 4,50.
c) 0,71.
d) 0,50.
e) 0,25.

10. O serviço de atendimento ao consumidor de uma concessionária de veículos recebe as reclamações dos
clientes via telefone. Tendo em vista a melhoria nesse serviço, foram anotados os números de chamadas
durante um período de sete dias consecutivos. Os resultados obtidos foram os seguintes:

Sobre as informações contidas nesse quadro, considere as seguintes afirmativas:


I. O número médio de chamadas dos últimos sete dias foi 6.
II. A variância dos dados é 4.
III. O desvio padrão dos dados é 2 .

Assinale a alternativa correta.


a) Somente as afirmativas I e II são verdadeiras.
b) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras.
d) Somente a afirmativa I é verdadeira.
e) As afirmativas I, II e III são verdadeiras

12
Matemática

Gabarito

1. A
Analisando gráfico, percebemos que em janeiro :
– Temperatura mínima > 15°
– Variação de Pluviosidade entre janeiro e fevereiro < 50 mm
– Aumento da temperatura máxima entre janeiro e fevereiro < 5°

2. C
Sendo de 37,8% a porcentagem do total de PET reciclado para uso final têxtil, e de 30% dessa quantidade
para tecidos e malhas, segue que a resposta é dada por 0,378*0,3*282  32,0 kton.

3. B
Temos a folha salarial dessas pessoas:
Ensino fundamental – 12,5% . 400.000 / 50 = 1.000
Ensino médio – 75% . 400.000 / 150 = 2.000
Ensino superior – 12,5% . 400.000 / 10 = 5.000

Após aumentar o número de funcionários, temos:


70 . R$ 1000,00 + 180. R$ 2000,00 + 20. R$ 5000,00 = R$ 530.000,00
Assim, para que o lucro seja o mesmo, devemos ter:
530.000 – 400.000 = 130.000 reais.

4. D
Sendo cada carrinho uma quantidade x de carros vendidos, ou seja, em 2016 foi vendido 5x carros e em
2015, 2x. Segundo o enunciado, temos: 5x = 2x + 360, assim x = 120.
Dessa forma, em 2016 foram vendidos 600 carros, em 2015, 240 e em 2014, 120.
600 + 240 + 120
Assim a média será: x = = 320
3

5. A
A média de distribuição de sapatos brancos é de 0,45, logo, existem mais sapatos pretos já que essa média
é menor do que a metade. Se a moda é 38, quer dizer que os sapatos com mais defeito foram os de número
38. Assim, a loja não deve encomendar mais sapatos brancos de tamanho 38.

6. B
A média é 17°
Mediana:
Colocando em ordem crescente, temos:
13,5; 13,5; 13,5; 13,5; 14; 15,5; 16; 18; 18; 18,5; 19,5; 20; 20; 20; 21,5
Mediana é o termo central, que será o valor do oitavo termo: 18°
Moda:
Valor com maior frequência: 13,5°

13
Matemática

7. D
Térreo = 4
1° andar = 5
2° andar = 5
3° andar = 5
4° andar = 7
5° andar = 3
Moda é 5.

8. B
Calculando as médias dos candidatos, temos:
A -> 4 . 90 + 60 / 5 = 84
B -> 4 . 85 + 85 / 5 = 85
C -> 4. 80 + 95 / 5 = 83
D -> 4. 60 + 90 / 5 = 66
E -> 4. 60 + 100 / 5 = 68
Logo, a ordem de classificação será a da alternativa B.

9. E

10. E
I. Verdadeira:
3+ 4+ 6+9+5+ 7 +8
x= =6
7
II. Verdadeira
(3 − 6)² + (4 − 6)² + (6 − 6)² + (9 − 6)² + (5 − 6)² + (7 − 6)² + (8 − 6)²
var = =4
7
III. Verdadeira
DP = var = 4 = 2

14
Matemática

Funções do 1º e 2º Grau

Resumo

Função do 1º grau
Chama-se função polinomial do 1° grau ou função afim, de qualquer função f dada por uma lei da forma f(x) =
ax + b, em que a e b são números reais dados e a ≠ 0.
Na lei f(x) = ax + b, o número a é chamado de coeficiente angular e o número b é chamado de termo
independente ou coeficiente linear.

Função Linear:
Um caso particular de função afim é aquele em que b = 0, neste caso, temos a função afim de f dada pela lei da
função f(x) = ax, que recebe uma denominação especial de função linear.

Raiz ou zero da função:


Chama-se raiz, da função dada por f(x) = ax + b, o número real tal que f(x) = 0. Assim:
b
f ( x) = 0  ax + b = 0  x = −
a
Ex: Ache a raiz de f(x) = 2x – 5.
2x − 5 = 0
2x = 5
5
x=
2
𝑏
O ponto (− , 0) é um dos pontos mais importantes, pois é onde a função corta o eixo x. Uma função de 1° grau
𝑎
só pode ter uma raiz e real.

Taxa de crescimento:
Na lei da função f(x) = ax + b dizemos que o coeficiente a é chamado de taxa de variação, ou taxa de crescimento
da função. Podemos calcular o coeficiente angular de duas maneiras:
y
a = tg ou a =
x
Em que θ é o ângulo que a reta da função faz com o eixo x, no sentido anti-horário.

1
Matemática

Gráfico:
O gráfico de uma função do 1° grau, dada por y = ax + b, com a ≠ 0, é uma reta oblíqua aos eixos 0x e 0y.

Vamos construir o gráfico da função f(x) = 2x – 4.


Como o gráfico é uma reta basta obter dois pontos e ligá-los.
Para x = 0, temos y = 2.0 - 4 = -4. Portanto, um ponto é (0, -4).
Para y = 0, temos 0 = 2x - 4 ↔ x = 2. Portanto, outro ponto é (2, 0).

Reparou que a reta cortou o eixo y no ponto y = -4 e que o coeficiente linear vale exatamente – 4 também? Isso
não é coincidência! O gráfico de uma função do 1º grau corta o eixo y justamente no ponto (0, b). Mas, por quê?
Ora, veja:
x = 0  f (0) = a(0) + b  f (0) = b  (0, b)  f ( x)

Crescimento e decrescimento da função:


• Se a > 0, temos que a função é crescente e a reta é oblíqua para direita.
• Se a < 0, temos que a função é decrescente e a reta é oblíqua para esquerda.

Função do 2º grau
Chama-se função polinomial do 2° grau, ou função quadrática, de qualquer função f dada por uma lei da forma
f(x) = ax² + bx + c, em que a, b e c são números reais dados e a ≠ 0.

Zeros ou Raízes da função:


Zeros da função quadrática são os valores de x que anulam a função e podem ser obtidos pela fórmula de
Bhaskara:
−b  b ² − 4ac
x=
2a

2
Matemática

Gráfico:
A função quadrática é representada graficamente por uma parábola, cuja concavidade pode ser voltada para
cima (quando a > 0) ou voltada para baixo (quando a < 0).

Além disso, lembra que na função do 1º grau o gráfico cortava o eixo y no ponto (0, b)? Então, aqui, na função
do segundo grau, a parábola corta o eixo y no ponto (0, c). Repare:
x = 0  f (0) = a(0)2 + b(0) + c  f (0) = c  (0, c)  f ( x)

Vértice da parábola:
b
É a intersecção da parábola com o eixo de simetria. As coordenadas do vértice são dadas por xv = − e
2a

yv = − .
4a

3
Matemática

Exercícios

1. Um produtor de maracujá usa uma caixa-d’água, com volume V, para alimentar o sistema de irrigação de
seu pomar. O sistema capta água através de um furo no fundo da caixa a uma vazão constante. Com a
caixa-d’água cheia, o sistema foi acionado às 7 h da manhã de segunda-feira. Às 13 h do mesmo dia,
verificou-se que já haviam sido usados 15% do volume da água existente na caixa. Um dispositivo
eletrônico interrompe o funcionamento do sistema quando o volume restante na caixa é de 5% do volume
total, para reabastecimento.
Supondo que o sistema funcione sem falhas, a que horas o dispositivo eletrônico interromperá o
funcionamento?
a) Às 15 h de segunda-feira.
b) Às 11 h de terça-feira.
c) Às 14 h de terça-feira.
d) Às 4 h de quarta-feira.
e) Às 21 h de terça-feira.

2. O saldo de contratações no mercado formal no setor varejista da região metropolitana de São Paulo
registrou alta. Comparando as contratações deste setor no mês de fevereiro com as de janeiro deste ano,
houve incremento de 4.300 vagas no setor, totalizando 880.605 trabalhadores com carteira assinada.
Disponível em: http://www.folha.uol.com.br. Acesso em: 26 abr. 2010 (adaptado).

Suponha que o incremento de trabalhadores no setor varejista seja sempre o mesmo nos seis primeiros
meses do ano. Considerando-se que y e x representam, respectivamente, as quantidades de
trabalhadores no setor varejista e os meses, janeiro sendo o primeiro, fevereiro, o segundo, e assim por
diante, a expressão algébrica que relaciona essas quantidades nesses meses é
a) y = 4300x
b) y = 884 905x
c) y = 872 005 + 4300x
d) y = 876 305 + 4300x
e) y = 880 605 + 4300x

4
Matemática

3. Os aeroportos brasileiros serão os primeiros locais que muitos dos 600 mil turistas estrangeiros,
estimados para a Copa do Mundo FIFA 2014, conhecerão no Brasil. Em grande parte dos aeroportos,
estão sendo realizadas obras para melhor receber os visitantes e atender a uma forte demanda
decorrente da expansão da classe média brasileira.

O gráfico mostra a capacidade (C), a demanda (D) de passageiros/ano em 2010 e a expectativa/projeção


para 2014 do Aeroporto Salgado Filho (Porto Alegre, RS), segundo dados da lnfraero – Empresa Brasileira
de lnfraestrutura Aeronáutica. De acordo com os dados fornecidos no gráfico, o número de
passageiros/ano, quando a demanda (D) for igual à capacidade (C) do terminal, será, aproximadamente,
igual a
a) sete milhões, sessenta mil e seiscentos.
b) sete milhões, oitenta e cinco mil e setecentos.
c) sete milhões, cento e vinte e cinco mil.
d) sete milhões, cento e oitenta mil e setecentos.
e) sete milhões, cento e oitenta e seis mil.

5
Matemática

4. Os consumidores X, Y e Z desejam trocar seus planos de internet móvel na tentativa de obterem um


serviço de melhor qualidade. Após pesquisarem, escolheram uma operadora que oferece cinco planos
para diferentes perfis, conforme apresentado no quadro.

Em cada plano, o consumidor paga um valor fixo (preço mensal da assinatura) pela franquia contratada
e um valor variável, que depende da quantidade de MB utilizado além da franquia. Considere que a
velocidade máxima de acesso seja a mesma, independentemente do plano, que os consumos mensais
de X, Y e Z são de 190 MB, 450 MB e 890 MB, respectivamente, e que cada um deles escolherá apenas
um plano.

Com base nos dados do quadro, as escolhas dos planos com menores custos para os consumidores X,
Y e Z, respectivamente, são
a) A, C e C.
b) A, B e D.
c) B, B e D.
d) B, C e C.
e) B, C e D.

6
Matemática

5. A raiva é uma doença viral e infecciosa, transmitida por mamíferos. A campanha nacional de
vacinação antirrábica tem o objetivo de controlar a circulação do vírus da raiva canina e felina, prevenindo
a raiva humana. O gráfico mostra a cobertura (porcentagem de vacinados) da campanha, em cães, nos
anos de 2013, 2015 e 2017, no município de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Os valores das coberturas
dos anos de 2014 e 2016 não estão informados no gráfico e deseja-se estimá-los. Para tal, levou-se em
consideração que a variação na cobertura de vacinação da campanha antirrábica, nos períodos de 2013
a 2015 e de 2015 a 2017, deu-se de forma linear.

Qual teria sido a cobertura dessa campanha no ano de 2014?


a) 62,3%
b) 63,0%
c) 63,5%
d) 64,0%
e) 65,5%

6. Um estudo das condições ambientais na região central de uma grande cidade indicou que a taxa média
diária (C) de monóxido de carbono presente no ar é de C(p) = 0,5p + 1 partes por milhão, para uma
quantidade de (p) milhares de habitantes. Estima-se que, daqui a t anos, a população nessa região será
de p(t) = 2t² - t + 110 milhares de habitantes. Nesse contexto, para que a taxa média diária de monóxido
de carbono ultrapasse o valor de 61 partes por milhão, é necessário que tenham sido transcorridos no
mínimo:
a) 2 anos
b) 2 anos e 6 meses
c) 3 anos
d) 3 anos e 6 meses
e) 4 anos

7
Matemática

7. O número n de pessoas presentes em uma festa varia ao longo do tempo t de duração da festa, em horas,
conforme mostra o gráfico a seguir.

Das opções abaixo, aquela que melhor descreve a função n(t) é


a) n(t ) = −10t 2 + 4t + 50
b) n(t ) = −10t 2 + 40t + 50
c) n(t ) = −10t 2 + 4t
d) n(t ) = t 2 + 40t
e) n(t ) = −10t 2 + 40t

8. Um posto de combustível vende 10.000 litros de álcool por dia a R$ 1,50 cada litro. Seu proprietário
percebeu que, para cada centavo de desconto que concedia por litro, eram vendidos 100 litros a mais por
dia. Por exemplo, no dia em que o preço do álcool foi R$ 1,48, foram vendidos 10.200 litros. Considerando
x o valor, em centavos, do desconto dado no preço de cada litro, e V o valor, em R$, arrecadado por dia
com a venda do álcool, então a expressão que relaciona V e x é
a) V = 10.000 + 50x – x2.
b) V = 10.000 + 50x + x2.
c) V = 15.000 – 50x – x2.
d) V = 15.000 + 50x – x2.
e) V = 15.000 – 50x + x2.

8
Matemática

9. Um professor, depois de corrigir as provas de sua turma, percebeu que várias questões estavam muito
difíceis. Para compensar, decidiu utilizar uma função polinomial f, de grau menor que 3, para alterar as
notas x da prova para notas y = f(x), da seguinte maneira:
• A nota zero permanece zero.
• A nota 10 permanece 10.
• A nota 5 passa a ser 6.

A expressão da função y = f(x) a ser utilizada pelo professor é


1 2 7
a) y=− x + x
25 5
1 2
b) y=− x + 2x
10
1 2 7
c) y= x + x
24 12
4
y= x+2
d) 5
e) y = x

10. A parte interior de uma taça foi gerada pela rotação de uma parábola em torno de um eixo z, conforme
mostra a figura.

A função real que expressa a parábola, no plano cartesiano da figura, é dada pela lei
3 2
f ( x) = x − 6 x + C , onde C é a medida da altura do líquido contido na taça, em centímetros. Sabe-
2
se que o ponto V, na figura, representa o vértice da parábola, localizado sobre o eixo x. Nessas condições,
a altura do líquido contido na taça, em centímetros, é:
a) 1
b) 2
c) 4
d) 5
e) 6

9
Matemática

Gabarito

1. E

2. C

3. B

4. C

5. B

10
Matemática

6. B

7. E

8. D
V= (1,5 –x/10). (1000 + 100x)
V = 15000 + 50x – x2

9. A

10. E

11
Matemática

Geometria Espacial

Resumo

Geometria de posição
Na geometria espacial, trabalhamos em três dimensões.

Postulados de determinação
• Determinação da reta:
Dois pontos distintos determinam uma reta.

• Determinação do plano:
- Três pontos não colineares determinam um plano.
- Uma reta e um ponto fora dela determinam um plano.
- Duas retas concorrentes determinam um plano.
- Duas retas paralelas determinam um plano.

Posições relativas
• Entre retas:

  Distintas (s, t)
 Paralelas 
Coplanares  Coincidentes
Retas  Concorrentes (r, s)
 
 Não-coplanares Reversas (r, t)

1
Matemática

• Entre reta e plano:

Reta paralela ao plano: t


Reta contida no plano: r
Reta secante ao plano: s

Teorema: Se uma reta possui dois pontos distintos que pertencem a um plano, então ela está contida nesse
plano.

• Entre planos:

Planos paralelos distintos: μ e β


Planos secantes: δ e μ ou δ e β

Poliedros
São sólidos geométricos formados por vértices, arestas e faces, cujas superfícies são polígonos planos
(triângulos, quadriláteros, pentágonos, etc.). A palavra poliedro vem do grego antigo, em que poli significa
“vários’’ e “edros’’ significa ‘’faces’’. Veja alguns exemplos de poliedros:

2
Matemática

Relação de Euler
Em um poliedro, como dito antes, podemos distinguir faces, arestas e os vértices. Observe abaixo:

Ou seja:
• faces são as superfícies planas poligonais que limitam o poliedro.
• arestas são as interseções entre as faces do poliedro.
• vértices são os pontos de encontro das arestas.

Leonhard Euler foi um matemático suíço que desenvolveu uma expressão matemática que descreve a relação
entre o número de vértices, arestas e faces de um poliedro convexo. Eis a fórmula:

V + F = A+ 2
Devemos ter cuidado ao usar essa fórmula, pois ela funciona para qualquer poliedro convexo e para alguns
poliedros côncavos. Mas o que são poliedros convexos e côncavos?
• Um poliedro é chamado convexo quando o plano que contém cada face deixa todas as outras em um
mesmo semiespaço.

Cálculo para quantidade de arestas de um poliedro


Seja um poliedro com f 3 faces triangulares, f 4 faces quadrangulares, f 5 pentagonais etc...
Podemos calcular a quantidade de arestas (A) desse poliedro usando a fórmula:

2 A = 3 f3 + 4 f 4 + 5 f5 + 6 f 6 + ...
Poliedros de Platão
O filósofo Platão criou um teorema que nos diz que existem 5, e apenas 5, poliedros regulares. Esses 5 poliedros
são chamados poliedros de Platão.

3
Matemática

Para que possa ser um poliedro de Platão, é necessário que o poliedro obedeça às seguintes disposições:
• todas as faces devem ter a mesma quantidade n de arestas;
• todos os vértices devem ser formados pela mesma quantidade m de arestas;
Estes são os poliedros de Platão:

Prisma
Prisma é um solido geométrico caracterizado por tem suas bases sendo formadas por polígonos.

Bases: ABCD e A’B’C’D’


Arestas das bases: Inferior: AB, AD, BC,
CD
Superior: A’B’, A’D’, B’C’, C’D’
Arestas Laterais: AA’, BB’, CC’, DD’
Altura: h

Números de Faces = 6

• Em relação ao número de lados dos polígonos das bases, os prismas podem ser classificados como:
Triangulares: as bases são triângulos
Quadrangulares: as bases são quadriláteros
Pentagonais: as bases são pentágonos
Hexagonais: as bases são hexágonos
E assim por diante.

Quando as bases de um prisma reto são polígonos regulares (todos os lados iguais), ele é chamado de
prisma regular.

• Em relação a inclinação das arestas laterais, os prismas podem ser classificados como:
Oblíquos: as arestas laterais são oblíquas, em relação à base
Retos: as arestas laterais são perpendiculares à base. Em todo prisma reto as faces laterais são retângulos
e a altura do prisma coincide com as arestas laterais.

4
Matemática

Área
A t = 2A b + A l
At = Área Total
Ab= Área da Base
Al= Área Lateral

Volume
V = ABH
AB = Área da Base
H = Altura

Cilindro
Cilindro é um solido geométrico caracterizado por tem suas bases sendo formadas por círculos.

Bases: Círculos de raio AB


Altura: CD
Geratriz: CD

Obs: Geratriz: Medida lateral do cilindro


Um cilindro pode ser classificado conforme a inclinação da geratriz em relação à base:
Reto: o cilindro circular é reto quando a geratriz é perpendicular à base.
Oblíqua: o cilindro circular é oblíqua quando a geratriz é oblíqua à base.

Área da base:
Ab =  r2

Área lateral:
Al = 2 rh
Área total:
At = 2A b + Al
At = 2 r (h + r )
Volume:
V = AB h
V =  r 2h

5
Matemática

Pirâmide
Pirâmide é um sólido geométrico caracterizado por uma base sendo um polígono plano (mais comuns são
quadrados, triângulos ou hexágonos) e por um ponto externo a ela, onde de cada vértice se liga um segmento
de reta até o ponto.
Uma pirâmide regular é uma pirâmide cuja base é um polígono e a projeção ortogonal do vértice sobre o plano
da base é o centro da base. Nesse tipo de pirâmide, as arestas laterais são congruentes e as faces laterais são
triângulos isósceles congruentes.
Exemplo: Pirâmide de base quadrada

Base: ABCD
Arestas das bases: AB, AD, BC, CD
Arestas Laterais: AV, BV, CV, DV
Altura: h
Números de Faces = 5
Apótema da pirâmide: g (segmento com uma
extremidade no vértice P e outra em alguma
parte da base). Na pirâmide regular, teremos:
h² + m² = g²

Uma pirâmide pode ser classificada de acordo com as bases:


Pirâmide triangular – a base é um triângulo;
Pirâmide quadrangular – a base é um quadrilátero;
Pirâmide pentagonal – a base é um pentágono;
Pirâmide hexagonal – a base é um hexágono;
E assim por diante.

Área da base:
A área da base será a área do polígono formado.

Área lateral:
A área da lateral será a soma das áreas das faces laterais.

Área total:

At = Ab + Al

Volume:

1
V = AB h
3

6
Matemática

Cone:
Cone é um solido geométrico caracterizado pela reunião de todos os segmentos de reta que têm uma
extremidade em um ponto P (vértice) e a outra num ponto qualquer da região circular que form a base.

Base: Círculos de raio r


Altura: h
Geratriz: segmento com uma extremidade no
vértice P e outra em alguma parte da
circunferêcia da base.

Área da base:
Ab =  r2
Área lateral:
A b =  rg
Área total:
At = A b + Al

At =  r (g + r )
Volume:
1
V = AB h
3

1
V =  r 2h
3

Esfera
É sólido limitado por uma superfície esférica fechada e que tem todos os seus pontos à mesma distância de
um ponto em seu interior.

Área da superfície esférica


A = 4 R²
Volume

4 R ³
V=
3

7
Matemática

Tronco de pirâmide
Considere uma pirâmide e uma secção transversal paralela à base. Denominamos tronco de pirâmide à parte
da pirâmide limitada pela base e pela secção transversal.
Elementos:

H1 → altura total da pirâmide


H2 → altura da pirâmide menor
A1 → área da base maior do tronco
A2 → área da base menor do tronco
L1 → aresta da base
L2 → aresta da secção transversal

Observando a figura podemos estabelecer as seguintes relações:

2 2 3 3
A 1  H1   L 1  V1  H1   L 1 
=  =  =  = 
A 2  H2   L 2  e V2  H2   L 2 

Apótema do tronco de uma pirâmide:

1. As faces laterais do tronco de pirâmide são trapézios isósceles congruentes.


2. O apótema do tronco é a altura do trapézio.

8
Matemática

Volume do tronco de pirâmide


O volume de tronco de pirâmide é a diferença entre o volume original e o volume da pirâmide determinada pela
secção transversal.
E pode ser calculado pela expressão:

V=
H1
3 1
(
A + A 2 + A1A 2 )
Tronco de cone circular reto
Considere um cone circular e uma secção transversal qualquer. Denominamos tronco de cone à parte do cone
limitada pela base e por essa secção transversal.

g → geratriz
h → altura
R → Raio maior
r → raio menor

Volume do tronco de cone:


Seja um tronco de cone, de raios R e R’ e altura h. O volume desse tronco pode ser calculado através da
expressão:

h
=
3
( + + )

9
Matemática

Exercícios

1. Uma formiga resolveu andar de um vértice a outro do prisma reto de bases triangulares ABC e DEG,
seguindo um trajeto especial.

Ela partiu do vértice G, percorreu toda a aresta perpendicular à base ABC, para em seguida caminhar toda
a diagonal da face ADGC e, finalmente, completou seu passeio percorrendo a aresta reversa a CG . A
formiga chegou ao vértice
a) A
b) B
c) C
d) D
e) E

10
Matemática

2. Um lapidador recebeu de um joalheiro a encomenda para trabalhar em uma pedra preciosa cujo formato
é o de uma pirâmide, conforme ilustra a Figura 1. Para tanto, o lapidador fará quatro cortes de formatos
iguais nos cantos da base. Os cantos retirados correspondem a pequenas pirâmides, nos vértices P, Q,
R e S, ao longo dos segmentos tracejados, ilustrados na Figura 2.

Depois de efetuados os cortes, o lapidador obteve, a partir da pedra maior, uma joia poliédrica cujos
números de faces, arestas e vértices são, respectivamente, iguais a
a) 9, 20 e 13.
b) 9, 24 e 13.
c) 7, 15 e 12.
d) 10, 16 e 5.
e) 11, 16 e 5.

3. Na alimentação de gado de corte, o processo de cortar a forragem, colocá-la no solo, compactá-la e


protegê-la com uma vedação denomina-se silagem. Os silos mais comuns são os horizontais, cuja forma
é a de um prisma reto trapezoidal, conforme mostrado na figura.

Considere um silo de 2 cm de altura, 6 m de largura de topo e 20 m de comprimento. Para cada metro de


altura do silo, a largura do topo tem 0,5 m a mais do que a largura do fundo. Após a silagem, 1 tonelada
de forragem ocupa 2 m³ desse tipo de silo.
EMBRAPA. Gado de corte. Disponível em: www.cnpgc. embrapa.br. Acesso em: 1 ago. 2012 (adaptado).

Após a silagem, a quantidade máxima de forragem que cabe no silo, em toneladas, é:


a) 110.
b) 125.
c) 130.
d) 220.
e) 260.

11
Matemática

4. Uma artesã confecciona dois diferentes tipos de vela ornamental a partir de moldes feitos com cartões
de papel retangulares de 20cm  10cm (conforme ilustram as figuras abaixo). Unindo dois lados
opostos do cartão, de duas maneiras, a artesã forma cilindros e, em seguida, os preenche completamente
com parafina.

Supondo-se que o custo da vela seja diretamente proporcional ao volume de parafina empregado, o custo
da vela do tipo I, em relação ao custo da vela do tipo II, será
a) o triplo.
b) o dobro.
c) igual.
d) a metade.
e) a terça parte.

5. Em regiões agrícolas, é comum a presença de silos para armazenamento e secagem da produção de


grãos, no formato de um cilindro reto, sobreposto por um cone, e dimensões indicadas na figura. O silo
fica cheio e o transporte dos grãos é feito em caminhões de carga cuja
capacidade é de 20 m³. Uma região possui um silo cheio e apenas um caminhão para transportar os
grãos para a usina de beneficiamento.

Utilize 3 como aproximação para π.


O número mínimo de viagens que o caminhão precisará fazer para transportar todo o volume de grãos
armazenados no silo é
a) 6
b) 16
c) 17
d) 18
e) 21

12
Matemática

6. Em um casamento, os donos da festa serviam champanhe aos seus convidados em taças com formato
de um hemisfério (Figura 1), porém um acidente na cozinha culminou na quebra de grande parte desses
recipientes.
Para substituir as taças quebradas, utilizou-se um outro tipo com formato de cone (Figura 2). No entanto,
os noivos solicitaram que o volume de champanhe nos dois tipos de taças fosse igual.

Sabendo que a taça com o formato de hemisfério e servida completamente cheia, a altura do volume de
champanhe que deve ser colocado na outra taça, em centímetros, é de
a) 1,33.
b) 6,00.
c) 12,00.
d) 56,52.
e) 113,04.

13
Matemática

7. Uma fábrica produz velas de parafina em forma de pirâmide quadrangular regular com 19 cm de altura e
6 cm de aresta da base. Essas velas são formadas por 4 blocos de mesma altura — 3 troncos de pirâmide
de bases paralelas e 1 pirâmide na parte superior —, espaçados de 1 cm entre eles, sendo que a base
superior de cada bloco é igual à base inferior do bloco sobreposto, com uma haste de ferro passando
pelo centro de cada bloco, unindo-os, conforme a figura.

Se o dono da fábrica resolver diversificar o modelo, retirando a pirâmide da parte superior, que tem 1,5
cm de aresta na base, mas mantendo o mesmo molde, quanto ele passará a gastar com parafina para
fabricar uma vela?
a) 156 cm³.
b) 189 cm³.
c) 192 cm³.
d) 216 cm³.
e) 540 cm³.

14
Matemática

8. Para decorar uma mesa de festa infantil, um chefe de cozinha usará um melão esférico com diâmetro
medindo 10 cm, o qual servirá de suporte para espetar diversos doces. Ele irá retirar uma calota esférica
do melão, conforme ilustra a figura, e, para garantir a estabilidade deste suporte, dificultando que o melão
role sobre a mesa, o chefe fará o corte de modo que o raio r da seção circular de corte seja de pelo menos
3 cm. Por outro lado, o chefe desejará dispor da maior área possível da região em que serão afixados os
doces.

Para atingir todos os seus objetivos, o chefe deverá cortar a calota do melão numa altura h, em
centímetro, igual a

91
a) 5−
2
b) 10 − 91
c) 1
d) 4
e) 5

9. Um artesão possui potes cilíndricos de tinta cujas medidas externas são 4 cm de diâmetro e 6 cm
de altura. Ele pretende adquirir caixas organizadoras para armazenar seus potes de tinta, empilhados
verticalmente com tampas voltadas para cima, de forma que as caixas possam ser fechadas. No
mercado, existem cinco opções de caixas organizadoras, com tampa, em formato de paralelepípedo reto
retângulo, vendidas pelo mesmo preço, possuindo as seguintes dimensões internas:

Qual desses modelos o artesão deve adquirir para conseguir armazenar o maior número de potes por
caixa?
a) I
b) II
c) III
d) IV
e) V

15
Matemática

10. Um fabricante de brinquedos recebeu o projeto de uma caixa que deverá conter cinco pequenos sólidos,
colocados na caixa por uma abertura em sua tampa. A figura representa a planificação da caixa, com as
medidas dadas em centímetros.

Os sólidos são fabricados nas formas de


I. um cone reto de altura 1cm e raio da base 1,5cm.
II. um cubo de aresta 2cm.
III. uma esfera de raio 1,5cm.
IV. um paralelepípedo retangular reto, de dimensões 2cm, 3cm e 4cm.
V. um cilindro reto de altura 3cm e raio da base 1cm.

O fabricante não aceitou o projeto, pois percebeu que, pela abertura dessa caixa, só poderia colocar os
sólidos dos tipos
a) I, II e III.
b) I, II e V.
c) I, II, IV e V.
d) II, III, IV e V.
e) III, IV e V.

16
Matemática

Gabarito

1. E
Saiu de G
Percorreu GC. Está agora em C
Partiu de C e percorreu a diagonal CD . Está agora em D
Partiu de D e percorreu DE (DE é reversa com CG )

Chegou, portando no ponto E.

2. A

3. A

4. B
Sejam VI e VII os volumes das velas de cada tipo. Temos que
2 2
 10  1000 5 500
VI =      10 = cm3 e VII =      20 = cm3 .
     

Se o custo é diretamente proporcional ao volume, então C = k  V, em que C é o custo, k é a constante de


proporcionalidade e V é o volume.
Desse modo,

1000
CI = k 
 C
 I = 2  CI = 2  CII,
500 CII
CII = k 

Ou seja, o custo da vela do tipo I, em relação ao custo da vela do tipo II, será o dobro.

17
Matemática

5. D

6. B

7. C

8. C

18
Matemática

9. D

10. C

19
Matemática

Geometria Plana

Resumo

Triângulos
Condição de existência
A condição de existência de um triângulo é: Num triângulo ABC, em qualquer lado tem que ele é menor que a
soma dos outros dois e maior que o módulo da diferença, ou seja:
| b − c | a  b + c
| a − c | b  a + c
| a − b | c  a + b

Lei angular
A soma dos ângulos internos de um triângulo mede 180º.

Teorema do ângulo externo


Seja ABC um triângulo qualquer, temos que o ângulo externo relativo a um vértice é igual a soma dos outros
dois ângulos internos. Como no esquema:

Classificação do triângulo
Quanto aos lados:
→ Equilátero: Apresenta os três lados congruentes
→ Isósceles: Apresenta os dois lados congruentes e um lado diferente chamado de base (e ângulos da base
iguais)
→ Escaleno: Apresenta os três lados diferentes entre si

Quanto aos ângulos


→ Retângulo: Possui um ângulo interno de 90 graus (reto) e dois ângulos agudos
→ Acutângulo: Possui três ângulos internos agudos (menor que 90 graus)
→ Obtusângulo: Possui um ângulo obtuso (maior que 90 graus) e dois ângulos agudos

Área do Triângulo
Temos algumas maneiras de calcular a área do triângulo. Abaixo, apresento-lhes duas fórmulas:
bh a  c  sen
S = ou S =
2 2
Em que b = base, h = altura, a e c = lados do triângulo e θ = ângulo formado pelos lados a e c.

1
Matemática

Semelhança
Pegue uma figura e a aumente. Ou a diminua. Temos 3 figuras com o “mesmo” desenho, só que de tamanhos
diferentes. Dizemos, assim, que elas são semelhantes entre si.
Ex.: O logo do descomplica em tamanhos diferentes.

Agora, vamos formalizar esse conceito.

Semelhança de polígonos:
Polígonos são semelhantes quando possuem:
- Ângulos respectivamente iguais.
- Lados respectivamente proporcionais.

Vamos estudar o caso mais clássico de semelhança: Triângulos.

Semelhança de triângulos:
Dois triângulos são semelhantes se possuírem os ângulos iguais. Na verdade, se garantirmos que 2 ângulos
são iguais, já podemos dizer que são semelhantes, pois a soma dos ângulos internos de um triângulo é
constante igual a 180 graus.

Temos que:

Vale ressaltar que suas respectivas alturas também são proporcionais!

Além disso, temos alguns casos em que a semelhança entre triângulos também ocorre:
Caso LAL: dois triângulos que possuem dois lados proporcionais e o ângulo formado por eles iguais são
semelhantes.

Caso LLL: dois triângulos que possuem dois lados correspondentes proporcionais são semelhantes.

2
Matemática

Quadriláteros
Quadriláteros são polígonos de 4 lados e que possuem certas características especiais:
- Soma dos ângulos internos é igual a 360°.
- Possuem apenas duas diagonais.
Vamos conhecer os quadriláteros mais famosos, como quadrado, retângulo, trapézio, entre outros.

Retângulo:
É o quadrilátero equiângulo, ou seja, possui os quatro ângulos iguais a 90°

Área: S = b.h

Obs.: Uma propriedade interessante do retângulo é que suas diagonais têm o mesmo comprimento, ou seja,
AC = BD
Quadrado:
É um quadrilátero regular, ou seja, possui os quatro lados e os quatro ângulos iguais.

Área do quadrado: S = l
2

Losango:
É o quadrilátero equilátero, ou seja, possui os quatro lados iguais.

Dd
Área: Sendo D a diagonal maior e d a diagonal menor, temos que S =
2
Obs.: Suas diagonais são perpendiculares e são bissetrizes dos ângulos internos, dividindo o losango em quatro
triângulos retângulos iguais.

3
Matemática

Paralelogramo:
É o quadrilátero que possui os lados paralelos.

Área: S = b  h
OBS.: Os lados opostos são congruentes, assim como os ângulos opostos.
Os ângulos adjacentes são suplementares.
As diagonais se cruzam no ponto médio.

Trapézio:
É um quadrilátero que possui apenas um par de lados paralelos que são chamados de bases.

B+b
A base média de um trapézio pode ser calculada através da semi-soma de suas bases, ou seja, Bm =
2
 B+b
Área: S =   h = Bm  h
 2 
Existem 3 tipos de trapézios:

Trapézio isósceles:
É aquele cujos lados não paralelos são congruentes.

Obs.: Os ângulos da base também são congruentes.

4
Matemática

Trapézio escaleno:
É aquele cujos lados não paralelos têm comprimentos distintos.

Trapézio retângulo:
É aquele em que a altura é o próprio lado.

Relações Métricas no Triângulo Retângulo

Quando trabalhamos em um triângulo retângulo, a altura relativa à hipotenusa divide a base do triângulo em
dois segmentos, chamados de projeções dos catetos.

a – Hipotenusa
b – Cateto
c – Cateto
h – Altura
m e n – Projeções dos catetos

Podemos ver que temos triângulos semelhantes entre si. Dessas semelhanças, surgem as relações métricas
do triângulo retângulo.

Projeções X Altura:

5
Matemática

Projeções X Cateto X Hipotenusa:

Catetos X Hipotenusa X Altura:

Teorema de Pitágoras:
Somando as equações do item 2, temos:


Daí temos a fórmula mais famosa da geometria: a² = b² + c²

Observação: É do teorema de Pitágoras que vem a fórmula da diagonal do quadrado.

d² = x² + x²
d² = 2x²

Temos também a fórmula para a altura de um triângulo equilátero.

6
Matemática

Polígonos Inscritos e Circunscritos


Apótema: Em um polígono regular, o apótema é o segmento de reta que parte do centro e vai até o ponto médio
de um lado. Além disso, essa reta é perpendicular a um dos lados.

Relação entre apótemas e lados de figuras inscritíveis e circunscritíveis


Sendo L:Lado; A:Apótema e R:Raio temos

Inscritas
Todo polígono regular pode ser inscrito (posto dentro) numa circunferência. Observe que todos os vértices dos
polígonos regulares estão em contrato com a circunferência.

Triângulo equilátero

Quadrado

7
Matemática

Hexágono

Circunscritas:
Todo polígono regular é circunscrito (fica por fora) da circunferência. A circunferência é tangente (toca) aos
lados do polígono.

Triângulo equilátero

Quadrado

8
Matemática

Hexágono

Polígonos

Ângulos Internos:
Si = (n – 2) . 180°

Ângulos Externos:

Número de Diagonais:

Circunferência
Circunferência é o lugar geométrico dos pontos no plano que estão à mesma distância em relação a um ponto
central. Esta distância é chamada de raio.

Obs: Circunferência ≠ Círculo!


Círculo é toda a região do plano delimitado por uma circunferência.
Circunferência é apenas a linha que dá forma à figura.

Elementos de uma circunferência:

9
Matemática

Centro: ponto equidistante de todos os pontos da circunferência.

Raio: distância entre o centro e qualquer ponto da circunferência.

Arco: segmento da circunferência delimitado por dois pontos.


Corda: segmento de reta que une dois pontos da circunferência.

Obs: O diâmetro é a maior corda de uma circunferência! Lembrando:


diâmetro = 2.Raio

Flecha: segmento de reta que liga o ponto médio da corda ao ponto médio do seu arco correspondente.

Comprimento da circunferência e de arcos:


Dado uma circunferência com centro O e raio R, seu comprimento é dado pela seguinte fórmula:
C = 2 R

Para se calcular o comprimento de um arco de circunferência, basta fazer regra de 3 relacionando o


comprimento angular do arco (α) e o comprimento angular de toda circunferência (360 graus ou 2π radianos).

Comprimento Ângulo
X α
2πR 360 graus

 R
x=
180
Relações métricas:
a) Duas cordas

PA.PB = PC.PD

10
Matemática

b) Duas retas secantes:

PA.PB = PC.PD
c) Uma reta tangente e uma secante

PA.PB = ( PC)²
d) Duas retas tangentes

PA = PB

11
Matemática

Exercícios

1. O remo de assento deslizante é um esporte que faz uso de um barco e dois remos do mesmo tamanho. A
figura mostra uma das posições de uma técnica chamada afastamento.

Nessa posição, os dois remos se encontram no ponto A e suas outras extremidades estão indicadas
pelos pontos B e C. Esses três pontos formam um triângulo ABC cujo ângulo BÂC tem medida de 170°.
O tipo de triângulo com vértices nos pontos A, B e C, no momento em que o remador está nessa posição,
é
a) retângulo escaleno.
b) acutângulo escaleno.
c) acutângulo isósceles.
d) obtusângulo escaleno.
e) obtusângulo isósceles.

2. Uma criança deseja criar triângulos utilizando palitos de fósforo de mesmo comprimento. Cada triângulo
será construído com exatamente 17 palitos e pelo menos um dos lados do triângulo deve ter o
comprimento de exatamente 6 palitos. A figura ilustra um triângulo construído com essas características.

A quantidade máxima de triângulos não congruentes dois a dois que podem ser construídos é
a) 3
b) 5
c) 6
d) 8
e) 10

12
Matemática

3. O dono de um sítio pretende colocar uma haste de sustentação para melhor firmar dois postes de
comprimentos iguais a 6m e 4m. A figura representa a situação real na qual os postes são descritos
pelos segmentos AC e BD e a haste é representada pelo segmento EF, todos perpendiculares ao solo,
que é indicado pelo segmento de reta AB. Os segmentos AD e BC representam cabos de aço que serão
instalados.

Qual deve ser o valor do comprimento da haste EF?


a) 1 m
b) 2 m
c) 2,4 m
d) 3 m
e) 2√6 m

4. No triângulo equilátero ABC, H corresponde ao ponto médio do lado AC. Desse modo, a área do triângulo
ABH é igual à metade da área de ABC.

Sendo W o perímetro do triângulo ABH e Y o perímetro do triângulo ABC, uma relação correta entre W e
Y é:
Y
0 W 
a) 2
Y
W=
b) 2
Y
W Y
c) 2
d) W =Y
W
Y=
e) 2

13
Matemática

5. Em canteiros de obras de construa̧ã o civil é comum perceber trabalhadores realizando medidas de


comprimento e de ângulos e fazendo demarcaa̧õ es por onde a obra deve comea̧ar ou se erguer. Em um
desses canteiros foram feitas algumas marcas no chão plano. Foi possível perceber que, das seis
estacas colocadas, trĉs eram vértices de um triângulo retângulo e as outras trĉs eram os pontos médios
dos lados desse triângulo, foram indicadas por letras.

A região demarcada pelas estacas A, B, M e N deveria ser cala̧ada com concreto. Nessas condia̧ões, a
área a ser cala̧ada corresponde
a) à mesma área do triângulo AMC.
b) à mesma área do triângulo BNC.
c) à metade da área formada pelo triângulo ABC.
d) ao dobro da área do triângulo MNC.
e) ao triplo da área do triângulo MNC.

6. Um quebra-cabeça consiste em recobrir um quadrado com triângulos retângulos isósceles, como ilustra
a figura.

Uma artesã confecciona um quebra-cabeça como o descrito, de tal modo que a menor das peças é
um triângulo retângulo isósceles cujos catetos medem 2 cm. O quebra-cabeça, quando montado, resultará
em um quadrado cuja medida do lado, em centímetro, é
a) 14
b) 12
c) 7 2
d) 6+4 2
e) 6+2 2

14
Matemática

7. Um marceneiro está construindo um material didático que corresponde ao encaixe de peças de madeira
com 10 cm de altura e formas geométricas variadas, num bloco de madeira em que cada peça se
posicione na perfuração com seu formato correspondente, conforme ilustra a figura. O bloco de madeira
já possui três perfurações prontas de bases distintas: uma quadrada (Q), de lado 4 cm, uma retangular
(R), com base 3 cm e altura 4 cm, e uma em forma de um triângulo equilátero (T), de lado 6,8 cm. Falta
realizar uma perfuração de base circular (C).
O marceneiro não quer que as outras peças caibam na perfuração circular e nem que a peça de base
circular caiba nas demais perfurações e, para isso, escolherá o diâmetro do círculo que atenda a tais
condições. Procurou em suas ferramentas uma serra copo (broca com formato circular) para perfurar a
base em madeira, encontrando cinco exemplares, com diferentes medidas de diâmetros, como segue: (I)
3,8 cm; (II) 4,7 cm; (III) 5,6 cm; (IV) 7,2 cm e (V) 9,4 cm.

Considere 1,4 e 1,7 como aproximações para 2 e 3 , respectivamente.


Para que seja atingido o seu objetivo, qual dos exemplares de serra copo o marceneiro deverá escolher?
a) I
b) II
c) III
d) IV
e) V

15
Matemática

8. Sobre um sistema cartesiano considera-se uma malha formada por circunferências de raios com
medidas dadas por números naturais e por 12 semirretas com extremidades na origem, separadas por

ângulos de rad, conforme a figura.
6

Suponha que os objetos se desloquem apenas pelas semirretas e pelas circunferências dessa malha,
não podendo passar pela origem (0, 0). Considere o valor de  com aproximação de, pelo menos, uma
casa decimal. Para realizar o percurso mais curto possível ao longo da malha, do ponto 8 até o ponto A,
um objeto deve percorrer uma distância igual a
2. .1
a) +8
3
2. .2
b) +6
3
2. .3
c) +4
3
2. .4
d) +2
3
2. .5
e) +2
3

16
Matemática

9. A figura mostra uma praça circular que contém um chafariz em seu centro e, em seu entorno, um passeio.
Os círculos que definem a praça e o chafariz são concêntricos.

O passeio terá seu piso revestido com ladrilhos. Sem condições de calcular os raios, pois o chafariz está
cheio, um engenheiro fez a seguinte medição: esticou uma trena tangente ao chafariz, medindo a
distância entre dois pontos A e B, conforme a figura. Com isso, obteve a medida do segmento de reta AB:
16 m.

Dispondo apenas dessa medida, o engenheiro calculou corretamente a medida da área do passeio, em
metro quadrado.
A medida encontrada pelo engenheiro foi
a) 4
b) 8
c) 48
d) 64
e) 192

17
Matemática

10. Os guindastes são fundamentais em canteiros de obras, no manejo de materiais pesados como vigas de
aço. A figura ilustra uma sequência de estágios em que um guindaste iça uma viga de aço que se
encontra inicial mente no solo.

Na figura, o ponto O representa a projeção ortogonal do cabo de aço sobre o plano do chão e este se
mantém na vertical durante todo o movimento de içamento da viga, que se inicia no tempo t = 0 (estágio
1) e finaliza no tempo tf (estágio 3). Uma das extremidades da viga é içada verticalmente a partir do ponto
O, enquanto que a outra extremidade desliza sobre o solo em direção ao ponto O. Considere que o cabo
de aço utilizado pelo guindaste para içar a viga fique sempre na posição
vertical. Na figura, o ponto M representa o ponto médio do segmento que representa a viga. O gráfico
que descreve a distância do ponto M ao ponto O, em função do tempo, entre t = 0 e tf, é:
c) e)

a)

d)

b)

18
Matemática

Gabarito

1. E

2. A

3. C

4. C

19
Matemática

5. E

6. A

7. B

8. A

20
Matemática

9. D

10. A

21
Matemática

Porcentagem e Juros

Resumo

Porcentagem
Porcentagem é uma fração de denominador 100.
3
Ex.: = 0,3 = 3%
100
37
= 0,37 = 37%
100

Mas e se a fração não tiver denominador 100? É só transformarmos essa fração em uma que tenha
denominador 100.
2 40
Ex.: = = 40%.
5 100
3 42,9
= = 42,9%
7 100

OBS.: Se quisermos calcular x% de algum valor y, basta multiplicarmos. Ou seja:


𝑥
𝑥% 𝑑𝑒 𝑦 = ×𝑦
100

Fatores multiplicativos
Para facilitar o cálculo de um valor resultante de um aumento ou desconto percentual, utilizam-se os fatores
multiplicativos.
Imagine uma quantidade C que será aumentada de x%. O resultado desse aumento pode ser calculado por:
x x
→ Valor Final = C + .C = C (1 + )
100 100
Agora imaginemos que C sofra uma redução de x%.

Assim, temos que:


x x
→ Valor final = C − .C = C (1 − )
100 100

Resumindo:
x
→ Fator de aumento = 1 +
100
x
→ Fator de desconto = 1 −
100

1
Matemática

Juros
A palavra juros é bem familiar ao nosso cotidiano e está amplamente difundida nos mais variados segmentos.
Por exemplo, se uma pessoa pega empréstimo em um banco ou atrasa alguma conta, sabemos que correm
juros em cima desta aplicação. Normalmente, quando se realiza alguma dessas operações, fica estabelecido
uma taxa de juros x% por período, dia, mês ou ano.

Vejamos a seguir alguns termos muito usados em matemática financeira:


→ U.M.: Unidade Monetária (Real, dólar, euro...).
→ C: o capital inicial.
→ t: tempo.
→ i: a taxa de juros.
→ M: montante, que corresponde ao capital acrescido dos juros.
→ J: juros, que correspondem ao valor obtido quando aplicamos uma taxa de juros sobre o capital.

É sempre verdade que M =C+J .

Juros Simples
É a modalidade de juros em que a taxa de juros é aplicada sempre sobre o capital inicial. Sendo a taxa
constante e o capital inicial também constante, os juros de cada período também serão constantes.

Para calcularmos os juros, temos:


M = C (1 + it ) ou J = C.i.t

→ O tempo e a taxa devem estar na mesma unidade de tempo para se calcular os juros.
E ainda, a taxa não deve ficar em porcentagem, e sim em decimal.

→ As parcelas de um pagamento parcelado a juros simples estão em uma progressão aritmética! Cada
parcela é sempre acrescida de um valor fixo que, aqui, chamamos de juros.

Juros compostos
É a modalidade de juros em que a taxa de juros é aplicada sobre o montante do período anterior. Diferente do
regime de juros simples, onde se calcula primeiro os juros e posteriormente o montante, nos juros compostos
calcula-se diretamente o montante aplicando ao capital inicial o fator multiplicativo elevado ao número de
períodos decorridos:

M = C(1+i)(1+i)...(1+i) por t vezes.


Assim, temos:

M = C. (1 + i )
t

→ As parcelas pagas no regime de juros compostos estão em progressão geométrica!

2
Matemática

Exercícios

1. Uma concessionária de automóveis revende atualmente três marcas de veículos, A, B e C, que são
responsáveis por 50%, 30% e 20%, respectivamente, de sua arrecadação. Atualmente, o faturamento
médio mensal dessa empresa é de R$ 150 000,00. A direção dessa empresa estima que, após uma
campanha publicitária a ser realizada, ocorrerá uma elevação de 20%, 30% e 10% na arrecadação com
as marcas A, B e C, respectivamente.

Se os resultados estimados na arrecadação forem alcançados, o faturamento médio mensal da


empresa passará a ser de
a) R$ 180 000,00.
b) R$ 181 500,00.
c) R$ 187 500,00.
d) R$ 240 000,00.
e) R$ 257 400,00.

2. O colesterol total de uma pessoa é obtido pela soma da taxa do seu “colesterol bom” com a taxa do
seu “colesterol ruim”. Os exames periódicos, realizados em um paciente adulto, apresentaram taxa
normal de “colesterol bom”, porém, taxa do “colesterol ruim” (também chamado LDL) de 280 mg/dL. O
quadro apresenta uma classificação de acordo com as taxas de LDL em adultos.

O paciente, seguindo as recomendações médicas sobre estilo de vida e alimentação, realizou o exame
logo após o primeiro mês, e a taxa de LDL reduziu 25%. No mês seguinte, realizou novo exame e
constatou uma redução de mais 20% na taxa de LDL. De acordo com o resultado do segundo exame, a
classificação da taxa de LDL do paciente é
a) ótima.
b) próxima de ótima.
c) limite
d) alta.
e) muito alta.

3
Matemática

3. Devido ao não cumprimento das metas definidas para a campanha de vacinação contra a gripe comum
e o vírus H1N1 em um ano, o Ministério da Saúde anunciou a prorrogação da campanha por mais uma
semana. A tabela apresenta as quantidades de pessoas vacinadas dentre os cinco grupos de risco até
a data de início da prorrogação da campanha

Qual é a porcentagem do total de pessoas desses grupos de risco já vacinadas?


a) 12
b) 18
c) 30
d) 40
e) 50

4. Uma ponte precisa ser dimensionada de forma que possa ter três pontos de sustentação. Sabe-se que
a carga máxima suportada pela ponte será de 12 t. O ponto de sustentação central receberá 60% da
carga da ponte, e o restante da carga será distribuído igualmente entre os outros dois pontos de
sustentação.
No caso de carga máxima, as cargas recebidas pelos três pontos de sustentação serão,
respectivamente,
a) 1,8 t; 8,4 t; 1,8 t.
b) 3,0 t; 6,0 t; 3,0 t.
c) 2,4 t; 7,2 t; 2,4 t.
d) 3,6 t; 4,8 t; 3,6 t.
e) 4,2 t; 3,6 t; 4,2 t.

4
Matemática

5. O LIRAa, Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti, consiste num mapeamento
da infestação do mosquito Aedes aegypti. O LIRAa é dado pelo percentual do número de imóveis com
focos do mosquito, entre os escolhidos de uma região em avaliação. O serviço de vigilância sanitária
de um município, no mês de outubro do ano corrente, analisou o LIRAa de cinco bairros que
apresentaram o maior índice de infestação no ano anterior. Os dados obtidos para cada bairro foram:
I. 14 imóveis com focos de mosquito em 400 imóveis no bairro;
II. 6 imóveis com focos de mosquito em 500 imóveis no bairro;
III. 13 imóveis com focos de mosquito em 520 imóveis no bairro;
IV. 9 imóveis com focos de mosquito em 360 imóveis no bairro;
V. 15 imóveis com focos de mosquito em 500 imóveis no bairro.
Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br. Acesso em: 28 out. 2015

As ações de controle iniciarão pelo bairro


a) I
b) II
c) III
d) IV
e) V

6. O censo demográfico é um levantamento estatístico que permite a coleta de várias informações.


Atabela apresenta os dados obtidos pelo censo demográfico brasileiro nos anos de 1940 e 2000,
referentes à concentração da população total, na capital e no interior, nas cinco grandes regiões.

O valor mais próximo do percentual que descreve o aumento da população nas capitais da Região
Nordeste é
a) 125%
b) 231%
c) 331%
d) 700%
e) 800%

5
Matemática

7. Paulo emprestou R$ 5.000,00 a um amigo, a uma taxa de juros simples de 3% ao mês. Considere x o
número de meses do empréstimo e M(x) o montante a ser devolvido para Paulo no final de meses.
Nessas condições, a representação gráfica correta para M(x) é?

a) c) e)

b) d)

8. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o rendimento médio mensal
das famílias catarinenses é R$ 1368,00. Considerando-se que uma família pegou um empréstimo no
valor de 30% de sua renda média mensal e vai pagar este empréstimo a uma taxa de juros compostos
de 2% ao mês, quanto essa família pegou emprestado e qual o valor que a família irá pagar (montante
final) se saldar essa dívida em 2 meses?
a) Pegou emprestado R$ 407,40 e pagará, ao final de 2 meses, R$ 423,86.
b) Pegou emprestado R$ 410,40 e pagará, ao final de 2 meses, R$ 425,94.
c) Pegou emprestado R$ 409,40 e pagará, ao final de 2 meses, R$ 424,90.
d) Pegou emprestado R$ 409,40 e pagará, ao final de 2 meses, R$ 425,94.
e) Pegou emprestado R$ 410,40 e pagará, ao final de 2 meses, R$ 426,98.

9. Um capital de C reais foi investido a juros compostos de 10 % ao mês e gerou, em três meses, um
montante de R$53.240,00.
Calcule o valor, em reais, do capital inicial C.
a) 40 mil
b) 38 mil
c) 36 mil
d) 42 mil

10. Em 2000, certo país da América Latina pediu um empréstimo de 1 milhão de dólares ao FMI (Fundo
Monetário Internacional) para pagar em 100 anos. Porém, por problemas políticos e de corrupção, nada
foi pago até hoje e a dívida foi sendo “rolada” com a taxação de juros compostos de 8,5% ao ano.
Determine o valor da dívida no corrente ano de 2015, em dólar. Considere (1,085)5  1,5.
a) 1,2 milhões.
b) 2,2 milhões.
c) 3,375 milhões.
d) 1,47 milhões.
e) 2 milhões.

6
Matemática

Gabarito

1. B
Faturamento da marca A: 150000×50% = 75000,00. Com aumento de 20%, 75000×1,2 = 90000,00.
Faturamento da marca B: 150000×30% = 45000. Com aumento de 30%, 45000×1,3 = 58500,00.
Faturamento da marca C: 150000×20% = 30000. Com aumento de 10%, 30000×1,1 = 33000,00.
Novo faturamento = 90000 + 58500 + 33000 = 181500,00.

2. D
Pelo enunciado, vemos que a taxa inicial é igual a 280 mg/dL. Esta reduzirá, em um mês, 25%. Ou seja, a
taxa foi para 280 × 0,75 = 210 mg/dL.
No segundo mês, ele reduziu em 20% sua taxa em relação ao mês anterior. Dessa forma, a taxa final dele,
é de 210 × 0,8 = 168 mg/dL.
Consultando a tabela, sua taxa será considerada alta.

3. D
Fazendo o total de pessoas, temos 4,5 + 2 + 2,5 + 0,5 + 20,5. Fazendo o total de pessoas vacinadas, temos:
0,9 + 1 + 1,5 + 0,4 + 8,2 = 12. Dessa forma, a porcentagem é dada por 12/30 = 0,4 = 40%

4. C
A carga máxima suportada pela ponte é de 12 toneladas, assim, o ponto de sustentação central receberá
12% dessa carga, logo, 12/100 . 12 = 7,2 toneladas. Os outros pontos de sustentação receberão o resto
da carga igualmente, assim, 12 – 7,2 = 4,8 toneladas, como cada um vai receber a mesma quantidade, 2,4
toneladas cada um.
5. A
Bairro I → 14/400 = 3,5%
Bairro II → 6/500 = 1,2%
Bairro III → 13/520 = 2,5%
Bairro IV → 9/360 = 2,5%
Bairro V → 15/500 = 3%

Logo, o bairro I apresentou o maior índice.

6. D

7. A

7
Matemática

8. E

9. A

10. c

8
Matemática

Probabilidade

Resumo

Probabilidade
Para entender probabilidade é necessário conhecer algumas definições:

Experimento Aleatório: É todo aquele que o resultado é imprevisível como, por exemplo, o lançamento de um
dado não viciado. Podemos lançar um dado n vezes mas ainda assim não podemos prever o resultado

Espaço Amostral: São todos os resultados possíveis do experimento aleatório. Esse conjunto é denotado por
S ou Ω e também pode ser chamado como casos possíveis. No caso do dado S = {1, 2, 3, 4, 5, 6} que são as
possibilidades de resultado de lançamento de um dado

Evento: É qualquer subconjunto do espaço amostral. Quando calculamos probabilidade, estamos querendo
saber a probabilidade do evento acontecer. Também chamado de casos favoráveis. Por exemplo: Em um
lançamento de dados, se o evento A forem os números pares então ele será: A = {2, 4, 6}
Dessa forma, podemos considerar que probabilidade de ocorrer o evento A é:

n(E) n° de casos favoráveis


P( A) = =
n(S) n° de casos possíveis
Ou seja, se quisermos saber a probabilidade de um lançamento de dado o número tirado ser ímpar, a resposta
3
seria .
6
3
É comum a resposta vir também como uma fração irredutível ou como porcentagem. No caso de a fração
6
1
irredutível seria e em porcentagem seria 50% (dividindo 1 por 2 temos como resposta 0,5 ou seja
2
5 50
= = 50% .
10 100
Têm-se a probabilidade de 50% que o evento ocorra então temos 50% de que ele não ocorra, ou seja, do total
100% tiramos a probabilidade de o evento ocorrer e o resultado seria a probabilidade dele não ocorrer. Essa
probabilidade é chamada de probabilidade complementar.

Probabilidade complementar do evento A = 1 - P(A)

Probabilidade da união de dois eventos:


p(A U B) = p(A) + p(B) – p(A  B)

1
Matemática

Eventos independentes
Se A e B forem eventos independentes, então p(A  B) = p(A) . p(B)

Probabilidade condicional
É a probabilidade de um evento ocorrer (A) sabendo que outro evento já ocorreu B.
Ex: Uma pessoa fará turismo pelos pontos turísticos do sudeste, sabendo que ela veio ao Rio de Janeiro, qual
a probabilidade dela ter ido no Pão de Açúcar.

A probabilidade condicional é denotada como P(A|B). A fórmula é:


P(A  B)
P(A | B) = .
P(B)

Probabilidade binomial
Também chamada de distribuição binomial, é a probabilidade com as seguintes características:
- Todos os eventos têm com resultado duas possibilidades: Sucesso ou Fracasso. (estudamos como a
probabilidade de acerto e seu complementar)
- Os eventos são independentes

Ex: Um dado foi jogado 4 vezes, qual a probabilidade que em 2 lançamentos tenha sido tirado um número
menor ou igual a 4.
4
- Sucesso: tirar 1,2,3,4:
6
2 4
- fracasso: tirar 5,6: (poderia ter sido obtido efetuando 1- )
6 6

Em 4 lançamentos, considerando que a ordem não importa:

4! 4 4 2 2 36
. . . . =
2!.2! 6 6 6 6 81
Permutação 2 sucessos 2 fracassos
com repetição
de 4 elementos
com 2 pares repetidos
e 2 ímpares repetidos

2
Matemática

Exercícios

1. A figura ilustra uma partida de Campo Minado, o jogo presente em praticamente todo computador
pessoal. Quatro quadrados em um tabuleiro 16 x 16 foram abertos, e os números em suas faces
indicam quantos dos seus 8 vizinhos contêm minas (a serem evitadas). O número 40 no canto inferior
direito é o número total de minas no tabuleiro, cujas posições foram escolhidas ao acaso, de forma
uniforme, antes de se abrir qualquer quadrado.

Em sua próxima jogada, o jogador deve escolher dentre os quadrados marcados com as letras P, Q, R,
S e T um para abrir, sendo que deve escolher aquele com a menor probabilidade de conter uma mina.
O jogador deverá abrir o quadrado marcado com a letra
a) P.
b) Q.
c) R.
d) S.
e) T.

3
Matemática

2. Um designer de jogos planeja um jogo que faz uso de um tabuleiro de dimensão n x n, com n  2 no
qual cada jogador, na sua vez, coloca uma peça sobre uma das casas vazias do tabuleiro. Quando uma
peça é posicionada, a região formada pelas casas que estão na mesma linha ou coluna dessa peça é
chamada de zona de combate dessa peça. Na figura está ilustrada a zona de combate de uma peça
colocada em uma das casas de um tabuleiro de dimensão 8 x 8.

O tabuleiro deve ser dimensionado de forma que a probabilidade de se posicionar a segunda peça
aleatoriamente, seguindo a regra do jogo, e esta ficar sobre a zona de combate da primeira, seja inferior
a
A dimensão mínima que o designer deve adotar para esse tabuleiro é
a) 4 x 4.
b) 6 x 6.
c) 9 x 9.
d) 10 x 10.
e) 11 x 11.

3. Um bairro residencial tem cinco mil moradores, dos quais mil são classificados como vegetarianos.
Entre os vegetarianos, 40% são esportistas, enquanto que, entre os não vegetarianos, essa
porcentagem cai para 20%.Uma pessoa desse bairro, escolhida ao acaso, é esportista. A probabilidade
de ela ser vegetariana é:
2
a)
25
1
b)
5
1
c)
4
1
d)
3
5
e)
6

4
Matemática

4. Uma competição esportiva envolveu 20 equipes com 10 atletas cada. Uma denúncia à organização
dizia que um dos atletas havia utilizado substância proibida.
Os organizadores, então, decidiram fazer um exame antidoping. Foram propostos três modos diferentes
para escolher os atletas que irão realizá-lo:

Modo I: sortear três atletas dentre todos os participantes;


Modo II: sortear primeiro uma das equipes e, desta, sortear três atletas;
Modo III: sortear primeiro três equipes e, então, sortear um atleta de cada uma dessas três equipes.

Considere que todos os atletas têm igual probabilidade de serem sorteados e que P(I), P(II) e P(III) sejam
as probabilidades de o atleta que utilizou a substância proibida seja um dos escolhidos para o exame no
caso do sorteio ser feito pelo modo I, II ou III.
Comparando-se essas probabilidades, obtém-se:
a) P(I) < P(III) < P(II)
b) P(II) < P(I) < P(III)
c) P(I) < P(II) = P(III)
d) P(I) = P(II) < P(III)
e) P(I) = P(II) = P(III)

5. O psicólogo de uma empresa aplica um teste para analisar a aptidão de um candidato a determinado
cargo. O teste consiste em uma série de perguntas cujas respostas devem ser verdadeiro ou falso e
termina quando o psicólogo fizer a décima pergunta ou quando o candidato der a segunda resposta
errada. Com base em testes anteriores, o psicólogo sabe que a probabilidade de o candidato errar uma
resposta é 0,20.
A probabilidade de o teste terminar na quinta pergunta é
a) 0,02048.
b) 0,08192.
c) 0,24000.
d) 0,40960.
e) 0,49152.

5
Matemática

6. Para ganhar um prêmio, uma pessoa deverá retirar, sucessivamente e sem reposição, duas bolas pretas
de uma mesma urna.
Inicialmente, as quantidades e cores das bolas são como descritas a seguir:
• Urna A – Possui três bolas brancas, duas bolas pretas e uma bola verde;
• Urna B – Possui seis bolas brancas, três bolas pretas e uma bola verde;
• Urna C – Possui duas bolas pretas e duas bolas verdes;
• Urna D – Possui três bolas brancas e três bolas pretas.

A pessoa deve escolher uma entre as cinco opções apresentadas:


• Opção 1 – Retirar, aleatoriamente, duas bolas da urna A;
• Opção 2 – Retirar, aleatoriamente, duas bolas da urna B;
• Opção 3 – Passar, aleatoriamente, uma bola da urna C para a urna A; após isso, retirar, aleatoriamente,
duas bolas da urna A;
• Opção 4 – Passar, aleatoriamente, uma bola da urna D para a urna C; após isso, retirar, aleatoriamente,
duas bolas da urna C;
• Opção 5 – Passar, aleatoriamente, uma bola da urna C para a urna D; após isso, retirar, aleatoriamente,
duas bolas da urna D.

Com o objetivo de obter a maior probabilidade possível de ganhar o prêmio, a pessoa deve escolher a
opção
a) 1.
b) 2.
c) 3.
d) 4.
e) 5.

7. O gerente do setor de recursos humanos de uma empresa está organizando uma avaliação em que
uma das etapas é um jogo de perguntas e respostas. Para essa etapa, ele classificou as perguntas,
pelo nível de dificuldade, em fácil, médio e difícil, e escreveu cada pergunta em cartões para colocação
em uma urna.
Contudo, após depositar vinte perguntas de diferentes níveis na urna, ele observou que 25% delas eram
de nível fácil. Querendo que as perguntas de nível fácil sejam a maioria, o gerente decidiu acrescentar
mais perguntas de nível fácil à urna, de modo que a probabilidade de o primeiro participante retirar,
aleatoriamente, uma pergunta de nível fácil seja de 75%.
Com essas informações, a quantidade de perguntas de nível fácil que o gerente deve acrescentar à urna
é igual a
a) 10.
b) 15.
c) 35.
d) 40.
e) 45.

6
Matemática

8. Um rapaz estuda em uma escola que fica longe de sua casa, e por isso precisa utilizar o transporte
público. Como é muito observador, todos os dias ele anota a hora exata (sem considerar os segundos)
em que o ônibus passa pelo ponto de espera. Também notou que nunca consegue chegar ao ponto de
ônibus antes de 6h 15 min da manhã. Analisando os dados coletados durante o mês de fevereiro, o
qual teve 21 dias letivos, ele concluiu que 6 h 21 min foi o que mais se repetiu, e que a mediana do
conjunto de dados é 6 h 22 min.
A probabilidade de que, em algum dos dias letivos de fevereiro, esse rapaz tenha apanhado o ônibus
antes de 6 h 21 min da manhã é, no máximo,

4
a)
21
5
b)
21
6
c)
21
7
d)
21
8
e)
21

9. Em uma escola, a probabilidade de um aluno compreender e falar inglês é de 30%. Três alunos dessa
escola, que estão em fase final de seleção de intercâmbio, aguardam, em uma sala, serem chamados
para uma entrevista. Mas, ao invés de chamá-los um a um, o entrevistador entra na sala e faz, oralmente,
uma pergunta em inglês que pode ser respondida por qualquer um dos alunos.
A probabilidade de o entrevistador ser entendido e ter sua pergunta oralmente respondida em inglês é
a) 23,7%
b) 30,0%
c) 44,1%
d) 65,7%
e) 90,0%

7
Matemática

10. Considere o seguinte jogo de apostas:


Numa cartela com 60 números disponíveis, um apostador escolhe de 6 a 10 números. Dentre os
números disponíveis, serão sorteados apenas 6. O apostador será premiado caso os 6 números
sorteados estejam entre os números escolhidos por ele numa mesma cartela.
O quadro apresenta o preço de cada cartela, de acordo com a quantidade de números escolhidos.

Cinco apostadores, cada um com R$ 500,00 para apostar, fizeram as seguintes opções:
Arthur: 250 cartelas com 6 números escolhidos;
Bruno: 41 cartelas com 7 números escolhidos e 4 cartelas com 6 números escolhidos;
Caio: 12 cartelas com 8 números escolhidos e 10 cartelas com 6 números escolhidos;
Douglas: 4 cartelas com 9 números escolhidos;
Eduardo: 2 cartelas com 10 números escolhidos.

Os dois apostadores com maiores probabilidades de serem premiados são


a) Caio e Eduardo.
b) Arthur e Eduardo.
c) Bruno e caio
d) Arthur e Bruno
e) Douglas e Eduardo

8
Matemática

Gabarito

1. B

2. D

3. D

9
Matemática

4. E

5. B

6. E

10
Matemática

7. D

8. D

9. D

10. A

11
Matemática

Trigonometria – Feijão com Arroz

Resumo

Consideramos um triângulo retângulo ABC.

Podemos definir algumas relações que envolvem os ângulos do triângulo retângulo. São elas: o seno, o
cosseno e a tangente. Definimos essas linhas (ou razões) trigonométricas da seguinte forma:

cateto oposto
• seno = hipotenusa

cateto adjacente
• cosseno = hipotenusa

cateto oposto seno


• tangente =
cateto adjacente = cosseno

1
• cotangente = tangente
1
• cossecante = seno
1
• secante = cosseno

1
Matemática

Ângulos notáveis

Lei dos cossenos


Em qualquer triângulo, o quadrado de um dos lados é igual à soma dos quadrados dos outros dois lados, menos
o dobro do produto desses dois lados pelo cosseno do ângulo formado entre eles. Ou seja:

Lei dos senos


Seja um triângulo qualquer, com lados a, b e c, que são os lados opostos aos ângulos A, B e C, respectivamente.
O quociente entre a medida de cada lado e o seno do ângulo oposto a este lado é uma constante igual a 2r, em
que r é o raio da circunferência circunscrita ao triângulo, isto é:

2
Matemática

Exercícios

1. As torres Puerta de Europa são duas torres inclinadas uma contra a outra, construídas numa avenida de
Madri, na Espanha. A inclinação das torres é de 15° com a vertical e elas têm, cada uma, uma altura de
114 m (a altura é indicada na figura como o segmento AB). Estas torres são um bom exemplo de um
prisma oblíquo de base quadrada e uma delas pode ser observada na imagem.

Utilizando 0,26 como valor aproximado para tangente de 15º e duas casas decimais nas operações,
descobre-se que a área da base desse prédio ocupa na avenida um espaço
a) menor que 100m².
b) entre 100m2 e 300m².
c) entre 300m2 e 500m².
d) entre 500m2 e 700m².
e) maior que 700m².

3
Matemática

2. Uma balão atmosférico, lançado em Bauru (343 quilômetros a Noroeste de São Paulo), na noite do último
domingo, caiu nesta segunda-feira em Cuiabá Paulista, na região de Presidente Prudente, assustando
agricultores da região. O artefato faz parte do programa Projeto Hibiscus, desenvolvido por Brasil, França,
Argentina, Inglaterra e Itália, para a medição do comportamento da camada de ozônio, e sua descida se
deu após o cumprimento do tempo previsto de medição.

3,6 km
Na data do acontecido, duas pessoas avistaram o balão. Uma estava a 1,8 km da posição vertical do
balão e o avistou sob um ângulo de 60º; a outra estava a 5,4 km da posição vertical do balão, alinhada
com a primeira, e no mesmo sentido, conforme se vê na figura, e o avistou sob um ângulo de 30º.

Qual a altura aproximada em que se encontrava o balão?


a) 1,8 km
b) 1,9 km
c) 3,1 km
d) 3,7 km
e) 5,5 km

3. Para determinar a distância de um barco até a praia, um navegante utilizou o seguinte procedimento: a partir
de um ponto A, mediu o ângulo visual α fazendo mira em um ponto fixo P da praia. Mantendo o barco no
mesmo sentido, ele seguiu até um ponto B da praia, no entanto sob um ângulo visual 2α. A figura ilustra essa
situação:

Suponha que o navegante tenha medido o ângulo α = 30° e, ao chegar ao ponto B, verificou que havia
percorrido a distância AB = 2 000 m. Com base nesses dados e mantendo a mesma trajetória, a menor
distância do barco até o ponto fixo P será:
a) 1000 m.
b) 1000√3 m.
c) 2000 √3/3 m.
d) 2000 m.
e) 2000√3 m.

4
Matemática

4. Queremos encostar uma escada de sete metros de comprimento em uma parede de modo que ela forme
um angulo de 30° com a parede. A que distancia da parede devemos apoiar a escada no solo?
a) 1m
b) 2m
c) 2,5m
d) 3,5m
e) 5m

5. Um barco parte de A para atravessar o rio. A direção de seu deslocamento forma um ângulo de 120º com
a margem do rio.

Sendo a largura do rio 60m, a distância, em metros, percorrida pelo barco foi de:
a) 41 √3
b) 40 √3
c) 45√3
d) 50 √3
e) 60 √3

6. Uma pessoa encontra-se num ponto A, localizado na base de um prédio, conforme mostra a figura
adiante.

Se ela caminhar 90 metros em linha reta, chegará a um ponto B, de onde poderá ver o topo C do prédio,
sob um ângulo de 60°. Quantos metros ela deverá se afastar do ponto A, andando em linha reta no sentido
de A para B, para que possa enxergar o topo do prédio sob um ângulo de 30°?
a) 150
b) 180
c) 270
d) 300
e) 310

5
Matemática

7. Para se calcular a distância entre duas árvores , representadas pelos pontos A e B, situados em margens
opostas de um rio, foi escolhido um ponto C arbitrário, na margem onde se localiza a árvore A. As medidas
necessárias foram tomadas , e os resultados obtidos foram os seguintes: AC = 70 m, BAC = 62º
e ACB = 74º. Sendo cos 28º = 0,88 , sen 74º = 0,96 e sen 44º = 0,70 , podemos afirmar que a distância
entre as árvores é :

a) 48 metros
b) 78 metros
c) 85 metros
d) 96 metros
e) 102 metros

6
Matemática

8. A figura a seguir apresenta o delta do rio Jacuí, situado na região metropolitana de Porto Alegre. Nele se
encontra o parque estadual Delta do Jacuí, importante parque de preservação ambiental. Sua
proximidade com a região metropolitana torna-o suscetível aos impactos ambientais causados pela
atividade humana.

A distância do ponto B ao ponto C é de 8 km, o ângulo A mede 45° e o ângulo C mede 75°. Uma maneira
de estimar quanto do Delta do Jacuí está sob influência do meio urbano é dada pela distância do ponto
A ao ponto C. Essa distância, em km, é

a)

b)

c)

d)

e)

7
Matemática

9. A caminhada é uma das atividades físicas que, quando realizada com frequência, torna-se eficaz na
prevenção de doenças crônicas e na melhora da qualidade de vida. Para a prática de uma caminhada,
uma pessoa sai do ponto A, passa pelos pontos B e C e retorna ao ponto A, conforme trajeto indicado na
figura.

Quantos quilômetros ela terá caminhado, se percorrer todo o trajeto?


a) 2,29.
b) 2,33.
c) 3,16.
d) 3,50.
e) 4,80.

10. No triângulo ABC, os lados AC e BC medem 8 cm e 6 cm, respectivamente, e o ângulo A vale 30°. O seno
do ângulo B vale:
a) 1/2
b) 2/3
c) 3/4
d) 4/5
e) 5/6

8
Matemática

Gabarito

1. E
Considere a vista lateral da torre.
Visualize o triângulo ABC, daí obtemos
Tg BÂC=BC/AB => tg15°= BC/114
BC=114.0,26
BC=29,64 M
Como temos que a base é um quadrado : L²=(29,64)²=878,53M²

2. C

Tg60 =
18

√3 =
18
ℎ = 18 √3
ℎ = 3,11

3. B
O triângulo ABP é isósceles
(AB=BP=2000)
No PBC temos que:
Sem 60°=d/2000=> √𝟑/2=d/2000
D=1000√𝟑

4. D
Faça um esboço do desenho e veja que:
Sen30°=x/7
1/2=x/7
X=7/2
X=3,5

5. B
Sen60°=60/d -> √𝟑/2 = 60/d
d=40√𝟑

6. C
sen30º=AB/BC
BC=AB/sen30º
BC=90m/0,5
BC = 180 m

Queremos a distância que a pessoa deve andar desde o ponto A, logo


AD=AB+BD
AD=90m+180m
AD = 270 m

9
Matemática

7. D

8. B

9. D

10. B

10
Matemática

Trigonometria – Gourmet

Resumo

Consideramos um triângulo retângulo ABC.

Podemos definir algumas relações que envolvem os ângulos do triângulo retângulo. São elas: o seno, o cosseno
e a tangente. Definimos essas linhas (ou razões) trigonométricas da seguinte forma:

cateto oposto
• seno = hipotenusa

cateto adjacente
• cosseno = hipotenusa

cateto oposto seno


cateto adjacente
• tangente = = cosseno
1
• cotangente = tangente
1
• cossecante = seno
1
• secante = cosseno

1
Matemática

Ângulos notáveis

Lei dos cossenos


Em qualquer triângulo, o quadrado de um dos lados é igual à soma dos quadrados dos outros dois lados, menos
o dobro do produto desses dois lados pelo cosseno do ângulo formado entre eles. Ou seja:

Lei dos senos


Seja um triângulo qualquer, com lados a, b e c, que são os lados opostos aos ângulos A, B e C, respectivamente.
O quociente entre a medida de cada lado e o seno do ângulo oposto a este lado é uma constante igual a 2r, em
que r é o raio da circunferência circunscrita ao triângulo, isto é:

2
Matemática

Exercícios

1. Ao morrer, o pai de João, Pedro e José deixou como herança um terreno retangular de 3km × 2km que
contém uma área de extração de ouro delimitada por um quarto de círculo de raio 1km a partir do canto
inferior esquerdo da propriedade. Dado o maior valor da área de extração de ouro, os irmãos acordaram
em repartir a propriedade de modo que cada um ficasse com a terça parte da área de extração, conforme
mostra a figura.

Em relação à partilha proposta, constata-se que a porcentagem da área do terreno que coube a João
corresponde, aproximadamente, a

a) 50%.
b) 43%.
c) 37%.
d) 33%.
e) 19%

3
Matemática

2. O raio de uma roda gigante de centro C mede m. Do centro C ao plano horizontal do chão,
há uma distância de 11 m. Os pontos A e B, situados no mesmo plano vertical, ACB, pertencem à
circunferência dessa roda e distam, respectivamente, 16 m e 3,95 m do plano do chão. Observe o
esquema e a tabela:

A medida, em graus, mais próxima do menor ângulo corresponde a:

a) 45
b) 60
c) 75
d) 105

3. A figura representa uma fileira de n livros idênticos, em uma estante de 2 metros e 20 centímetros de
comprimento:

AB = DC = 20cm e AD = BC = 6cm

Nas condições dadas, n é igual a:


a) 32
b) 33
c) 34
d) 35
e) 36

4
Matemática

4. Patrik Onom Étrico, um jovem curioso, observada janela do seu quarto (A) uma banca de revistas (R),
bem em frente ao seu prédio, segundo um ângulo de 60º com a vertical.Desejando avaliar a distância do
prédio à banca, Patrik sobe seis andares (aproximadamente 16 metros) até o apartamento de um amigo
seu, e passa a avistar a banca (do ponto B) segundo um ângulo de 30º com a vertical.

Calculando a distância “d”, Patrik deve encontrar, aproximadamente, o valor:


(Dados: √2 = 1,4; √3 = 1,7)
a) 8,0
b) 11,2
c) 12,4
d) 13,6
e) 15,0

5. A figura abaixo representa um rio plano com margens retilíneas e paralelas. Um topógrafo situado no
ponto A de uma das margens almeja descobrir a largura desse rio. Ele avista dois pontos fixos B e C na
margem oposta. Os pontos B e C são visados a partir de A, segundo ângulos de 60° e 30°,
respectivamente, medidos no sentido anti-horário a partir da margem em que se encontra o ponto A.
Sabendo que a distância de B até C mede 100 m, qual é a largura do rio?

a) 50 3 m

b) 75 3 m

c) 100 3 m

d) 150 3 m

e) 200 3 m

5
Matemática

6. Uma desenhista projetista deverá desenhar uma tampa de panela em forma circular. Para realizar esse
desenho, ela dispõe, no momento, de apenas um compasso, cujo comprimento das hastes é de 10 cm,
um transferidor e uma folha de papel com um plano cartesiano. Para esboçar o desenho dessa tampa,
ela afastou as hastes do compasso de forma que o ângulo formado por elas fosse de 120o. A ponta seca
está representada pelo ponto C, a ponta do grafite está representada pelo ponto B e a cabeça do
compasso está representada pelo ponto A conforme a figura.

Após concluir o desenho, ela o encaminha para o setor de produção. Ao receber o desenho com a
indicação do raio da tampa, verificará em qual intervalo este se encontra e decidirá o tipo de material a
ser utilizado na sua fabricação, de acordo com os dados.

O tipo de material a ser utilizado pelo setor de produção será


a) I
b) II
c) III
d) IV
e) V

6
Matemática

7. Um grupo de escoteiros pretende escalar uma montanha até o topo, representado na figura abaixo pelo
ponto D, visto sob ângulos de 40° do acampamento B e de 60° do acampamento A.

Considerando que o percurso de 160 m entre A e B e realizado segundo um angulo de 30° em relação a
base da montanha, então, a distância entre B e D, em m, e de, aproximadamente,
a) 190.
b) 234.
c) 260.
d) 320.

8. Uma pessoa se encontra no ponto A de uma planície, às margens de um rio e vê, do outro lado do rio, o
topo do mastro de uma bandeira, ponto B. Com o objetivo de determinar a altura h do mastro, ela anda,
em linha reta, 50 m para a direita do ponto em que se encontrava e marca o ponto C. Sendo D o pé do
mastro, avalia que os ângulos BÂC e BCD valem 30°, e o ACB vale 105°, como mostra a figura:

a) 12,5.

b)
c) 25,0.

d)
e) 35,0.

7
Matemática

9. Dois navios deixam um porto ao mesmo tempo. O primeiro viaja a uma velocidade de 16 km/h em um
curso de 45° em relação ao norte, no sentido horário. O segundo viaja a uma velocidade 6 km/h em um
curso de 105° em relação ao norte, também no sentido horário. Após uma hora de viagem, a que distância
se encontrarão separados os navios, supondo que eles tenham mantido o mesmo curso e velocidade
desde que deixaram o porto?
a) 10 km.
b) 14 km.
c) 15 km.
d) 17 km.
e) 22 km.

10. Uma praça circular de raio R foi construída a partir da planta a seguir:

Os segmentos AB, BC e CA simbolizam ciclovias construídas no interior da praça, sendo que


AB = 80 m . De acordo com a planta e as informações dadas, é CORRETO afirmar que a medida de R é
igual a

160 3
a) m
3
80 3
b) m
3
16 3
c) m
3
8 3
d) m
3
3
e) m
3

8
Matemática

Gabarito

1. E
No primeiro triângulo de joão temos:
Tg 30°=x/2 -> x=2√𝟑/3=2.0,58=1,16
Área=1,16.2/2=1,16
Em porcentagem temos que : 1,16/6= 19%

2. C
Sen a=5/10=1/2 => a=30°
Sen b = 7,05/10 = 0,705=b=45°
Portanto AÔB=30° + 45°= 75°

3. D
O livro n tem a sua base a uma distância CE da lateral da estante.
Então: CE=CD.cos60°=20.1/2=10cm
Como temos n livros na base 6 cm e o comprimento da estante é de 220cm, temos que :
6n+10=220
N=35

4. D
Sen60° = d/16
d/16 = √𝟑/2
d = 8√𝟑, que é a, aproximadamente, 13,6.

5. A

9
Matemática

6. D
Utilizando lei dos cossenos no triângulo ABC:
BC²=10²+10²-2.10.10.COS120º
BC=10.1,7
BC=17

7. B

8. B

10
Matemática

9. B

10. B

11
Se você chegou até o final desse eBook, é
um ótimo candidato para ajudar a gente.

Dá uma olhada aqui e veja


como, juntos, podemos
melhorar sua forma de
aprender. É tranquilinho,
chega mais!

Você também pode gostar