Você está na página 1de 3
U N I V E R S I D A D E C A T

U

N I V E R S I D A D E

C A T Ó L I C A

P

O R T U G U E S A

FACULDADE DE EDUCAÇÃO E PSICOLOGIA

P O R T U G U E S A FACULDADE DE EDUCAÇÃO E PSICOLOGIA Notas

Notas sobre o Relatório de Acompanhamento do Plano de Acções de Melhoria

Introdução

Nos termos do disposto no artigo 7.º do Decreto Legislativo Regional 29/2005/A, de 6 de Dezembro, a auto-avaliação “traduz-se num relatório anual, visando o ano escolar anterior”.

Em cumprimento da lei, e procurando instituir um instrumento avaliativo adequado ao cumprimento do que a lei dispõe quanto aos objectivos da auto-avaliação, o projecto QUALIS, aprovado pelo Conselho Coordenador do Sistema Educativo Regional, é um processo com um ciclo de desenvolvimento de dois anos mas com relatórios anuais:

Num ano, cada unidade orgânica procede à auto-avaliação da sua acção segundo o modelo QUALIS (CAf adaptado), resultando desse trabalho um Relatório de Auto- avaliação e um Plano de Acções de Melhoria (PAM);

No ano seguinte, cada unidade orgânica procede à auto-avaliação da implementação das acções de melhoria previstas no PAM.

Em 2009, as unidades orgânicas realizaram a sua auto-avaliação e elaboraram o seu plano de acções de melhoria. Em 2010, estão a implementar os PAMs e irão, até 30 de Novembro, entregar o seu Relatório de Acompanhamento do PAM. Este relatório tem como finalidade fomentar o cumprimento dos PAMs, avaliando a sua implementação e a eficácia das medidas de melhoria delineadas.

O facto de se tratar de um relatório de acompanhamento significa que pode haver acções de melhoria que não estão integralmente implementadas no momento de entrega do relatório. Pode até suceder ter sido necessário reformular algumas das acções de melhoria inicialmente determinadas. Assim, no Relatório de Acompanhamento do PAM haverá referência a acções cuja avaliação é final e referência a acções cuja avaliação é intercalar sendo a avaliação final efectuada no próximo Relatório de Avaliação do PAM (Novembro de

2012).

U N I V E R S I D A D E C A T

U

N I V E R S I D A D E

C A T Ó L I C A

P

O R T U G U E S A

FACULDADE DE EDUCAÇÃO E PSICOLOGIA

P O R T U G U E S A FACULDADE DE EDUCAÇÃO E PSICOLOGIA Notas

Notas explicativas sobre o Relatório de Avaliação do PAM

O modelo de relatório está organizado em duas partes:

na primeira parte o quadro com as acções de melhoria e colunas , a unidade orgânica deve fazer uma descrição factual do que é requerido em cada coluna.

na segunda parte anexo por AM , a unidade orgânica fará uma descrição mais qualitativa e reflexiva da implementação de cada AM.

Introdução

Este campo é livre. Serve para a unidade orgânica fazer a introdução ao relatório de avaliação do PAM.

Quadro de acções de melhoria

n.º Este n.º é um número de ordem das AM. Serve para identificar cada AM de forma clara.

Critério e área de melhoria identificação Neste campo a unidade orgânica introduz o critério (1 a 9) a que pertence a AM e a respectiva área (tal como definida nas fichas de critério juntas ao relatório de auto- avaliação).

Acção de melhoria descrição sumária Neste campo a unidade orgânica descreve sumariamente a AM.

Ponto de situação estado da implementação em Novembro de 2010 Neste campo a unidade orgânica descreve o estado da implementação da AM tendo em conta o cronograma projectado no PAM (referindo eventuais alterações ao cronograma).

Avaliação avaliação como previsto no PAM Neste campo a unidade orgânica avalia a AM tendo em conta a forma de avaliação prevista no PAM.

U N I V E R S I D A D E C A T

U

N I V E R S I D A D E

C A T Ó L I C A

P

O R T U G U E S A

FACULDADE DE EDUCAÇÃO E PSICOLOGIA

P O R T U G U E S A FACULDADE DE EDUCAÇÃO E PSICOLOGIA Observações

Observações

Campo livre para a unidade orgânica inscrever o que entender.

Apreciação da implementação do plano de acções de melhoria na perspectiva da melhoria da forma como a escola gere as questões curriculares e pedagogico- didáticas

Este campo é novo e substitui o campo anteriormente designado “conclusões”. Serve para a

unidade orgânica apresentar a sua reflexão sobre a relação entre a melhoria implementada

e o processo chave da escola.

Anexo por acção de melhoria

Acção de melhoria n.º

Neste campo deve ser inserido o número que foi atribuído à AM respectiva no quadro da 2ª

folha do template.

Campos de comentário

Nestes campos a unidade orgânica faz uma descrição mais detalhada da implementação da

AM respectiva.