Você está na página 1de 5

CEDTEC – CENTRO DE DESENVOLVIMENTO TÉCNICO

Curso:
Disciplina: ELETRICA APLICADA

ALBERT MOHALLEM JÚNIOR

ELETRICA APLICADA

SERRA
2020
ELETRICA APLICADA

Trabalho apresentado à disciplina de Eletrica


Aplicada, do Curso Técnico de mecânica do Centro
de Desenvolvimento Técnico, como requisito
parcial para a formação em Técnico de mecanica.

Professor: Alef Rocha de Almeida

SERRA
2020
1. Diferencie Eletrodinâmica, Eletrostática e Eletromagnetismo:
Eletrodinâmica: é a área da física que estuda o comportamento das cargas
elétricas em movimento, por meio desse estudo que sabemos que ao
conectar a televisão em uma tomada que a mesma liga.
Eletrostática: é a área da física que abrange o estudo das cargas elétricas
em repouso e seus fenômenos que surgiram em decorrência da força de
atração e repulsão que as cargas elétricas exercem uma sobre as outras.
Eletromagnetismo: é o ramo da física que estuda a relação entre as forças
da eletricidade e do magnetismo como um fenômeno único que é explicado
pelo campo magnético.
2. O que é aterramento elétrico? (5 linhas)
Aterramento elétrico: Consiste na ligação do sistema e/ou dos
equipamentos a terra, através de um componente condutor para que seja
possível o escoamento de cargas de fuga do sistema. Fazendo assim os
funcionários ficarem protegidos contras choques elétricos acidentais oriundos
de falhas.
3. Quais os objetivos do aterramento elétrico? (8 linhas)
O objetivo do aterramento pode ser dividido em 3 partes:
Proteção da integridade dos profissionais da área, usuário e animais:
Como explicado acima, através do escoamento de cargas de fuga do sistema.
Permitir um funcionamento adequado dos dispositivos: Como colocamos
no aterramento os equipamentos com o mesmo potencial que a terra, em
casos da fuga de corrente elétrica, ela tende a ir para o menor potencial que é
a terra, assegurando assim os equipamentos.
Realizar a descarga de energia elétrica indesejada das carcaças de
equipamentos: Como acontece com chuveiros por exemplo, caso esteja
aterrado adequadamente evitará dar choques pela carcaça.
4. Apresente esquematicamente um sistema aterrado:
No esquema TN-S, o condutor neutro e o de proteção são separados ao
longo de toda instalação, mas são ligados a mesma malha de aterramento.

5. Explique sobre o sistemas de aterramento.


De acordo com a NBR5410, para instalações de baixa tensão existem 3
esquemas básicos de aterramento: TT, TN, IT, cada um com sua
singularidade observando a simbologia. Onde a primeira letra representa a
alimentação em relação a terra: T- um ponto que esta aterrado
diretamente, I- ponto não aterrado, a segunda letra situação das massas
em relação a terra: T- diretamente aterradas(qualquer ponto), N- ligação
feito no ponto aterrado de alimentação(não existe aterramento próprio),
I- as massas são isoladas, e não aterradas., outras letras( S, C) definição
da forma de aterramento da massa, com o aterramento da fonte de
alimentação: S – proteção e neutro(PE) por condutores separados, C-
proteção e neutro, são feitos apenas em um condutor(PEN).

6. Qual a relevância da NR-10?


Como ela estabelece os requisitos e condições mínimas para implementar
medidas de controle e sistemas preventivos em instalações elétricas e
serviços com eletricidade, creio que a relevância maior dela é treinar,
capacitar e habilitar os profissionais da área a atuar em seus serviços com um
nível máximo de segurança fazendo assim diminuir e muito o risco de algum
profissional se acidentar ou estragar algum equipamento gerando custos para
empresa na qual trabalha.
7. Quais são as situações típicas de fugas de corrente?
Fugas de corrente são comparadas a vazamento de agua numa tubulação ou
torneira, onde nos dois casos se paga por uma energia desperdiçada
aumentando assim a conta de energia, as situações que mais ocorrem as
fugas são, emendas mal feitas, fios desencapados encostando em paredes
úmidas, carcaças metálicas como as de geladeira, maquina de lavar, fogão
com acendedor elétrico e lâmpadas no forno em alguns casos em até
consertos improvisados(gambiarra).
8. Comente sobre as medidas de proteção individual
Sobre as medidas de proteção individual de acordo com a nr-10, o
profissional deverá estar portando: capacete, óculos, luvas, calçados de
segurança, em casos de trabalho em altura, cinto de segurança com
talabarte, protetores auriculares, braçadeiras, vestuário próprio para cada tipo
de atividade, mangas de segurança, lembrando que nenhum desses epi’s
previnem o acidente, quem previne o acidente é o profissional ao fazer um
trabalho seguro, sem imprudência e tomando cuidado com os riscos da
atividade.
9. .Referencias:
https://www.cursonr10.com/aterramento
https://www.manutencaoemfoco.com.br/nr-10-conceitos-caracteristicas/
https://www.institutosc.com.br/web/blog/equipamentos-de-protecao-individual-
exigidos-pela-nr-10