Você está na página 1de 27

PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

LTA/ LTB
LTA e LTB são as linhas de Tendência, elas funcionam como suportes e resistências
para os preços.
A partir dos topos e fundos identificados, tudo que temos que fazer é traçar uma linha
que ligue no mínimo dois fundos ou dois topos.
Elas são bem simples de serem traçadas e bem efetivas para operações.
Então a LTA ou Linha de Tendência de Alta Nada mais é que uma linha em que liga os
fundos ascendentes, e ela nos serve como um suporte inclinado, enquanto a LTB ou Linha de
Tendência de Baixa é uma linha reta que liga os topos descendentes e nos serve como
resistência inclinada.
Também podemos usa-las pelo princípio da bipolaridade, em que uma vez que essas
linhas são rompidas, ela nos serve como resistência para o preço.
Quanto mais toques o preço faz nessa linha, mais confiável a linha de Tendência será.
E quanto mais inclinada, mais forte a tendência também.

1
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

Assim como nos suportes e resistências, alguns ajustes na LTA nos ajudarão a
ter melhores resultados.
Por exemplo, eu gosto de usar o pavio do candle para traçar as linhas de
tendência, porém, se em algum dos testes, der a impressão de rompimento e deixar pavio
abaixo, fechando acima da LTA eu continuo considerando, como um teste na LTA/LTB. Assim
como nos suportes e resistências também

CANAIS
Podemos considerar os canais como duas linhas de tendência paralelas, uma servindo
como suporte e uma como resistência! Também são conhecidas como linha de retorno!

2
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

FIGURAS GRAFICAS
Existem alguns padrões gráficos que quando se formam, geralmente nos dá um sinal
de continuação ou de reversão da tendência, com uma probabilidade do próximo movimento
que chamamos de figuras gráficas.
Então, as figuras gráficas são literalmente figuras que visualmente conseguimos
identificar e usar entradas com objetivos e stops definidos.
Temos as figuras gráficas de continuação e as de reversões.

TRIANGULO
Para os triângulos, existem 3 tipos: O Simétrico, o ascendente e o descendente.
O triangulo nos mostra uma correção, nos mostra que a volatilidade está menor
naquele momento, então usamos o rompimento do triangulo para entradas e para aproveitar
o aumento da volatilidade a nosso favor.

SIMETRICO
O triangulo simétrico é uma figura que pode representar reversão ou
continuação da tendência.
A formação se dá por fundos cada vez mais altos e topos cada vez mais baixos,
o rompimento do triangulo nos dá a entrada, seja na compra ou na venda e o objetivo, é a
altura do próprio triangulo.

3
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

ASCENDENTE
Quando temos topos no mesmo nível e fundos cada vez mais altos. Então podemos
falar que o triangulo ascendente é só traçarmos uma resistência e uma LTA e aguardarmos o
rompimento.
O triangulo ascendente é uma figura de continuação e o objetivo também é a mesma
altura da base do triangulo.

4
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

DESCENDENTE
No triangulo descendente é praticamente o contrário do ascendente, ele faz fundos no
mesmo nível, e topos cada vez mais baixos.
Ele também nos sugere continuação, nesse caso de baixa. e colocamos nosso objetivo
a partir do rompimento o mesmo tamanho da base do triangulo

BANDEIRA
Como figura de continuação, queé aquela formação que podemos esperar que depois
da formação da figura, o rompimento será de continuação do movimento anterior, temos a
bandeira.
Ela é uma figura gráfica, em que temos um movimento de alta agudo, forte por
exemplo, e uma leve correção, como se o preço estivesse ganhando força para continuar o
movimento.

5
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

6
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

M ou Topo Duplo
O topo duplo ou M é um dos padrões mais conhecidos de reversão, depois de um
movimento de alta, o preço forma um topo, corrige, tenta retomar a tendência e não
consegue passar do último topo e volta a cair, formando assim, um topo duplo ou o que
parece com a letra M.
A partir do momento em que perde o fundo anterior, ele é acionado, e podemos ter
como objetivo a altura do M.

W ou Fundo Duplo
O fundo duplo ou W é como o M, mas de maneira invertida, então, temos uma
tendência de baixa, o preço marca um fundo, faz um movimento de pullback, volta a cair e
segura novamente no suporte anterior.
Ele é acionado no rompimento do topo anterior e a projeção para o objetivo é do
tamanho do fundo até o ultimo topo.

7
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

OCO (Ombro Cabeça Ombro)


O OCO ou ombro, cabeça ombro forma-se após um movimento de alta em que temos
três topos, então, estamos na tendência de alta o preço fazendo zigue zagues ascendentes, ele
faz uma correção um pouco maior e se segura no suporte do último fundo, e tenta retomar a
tendência, nessa hora já temos um sinal de alerta, pois a última correção já testou o ultimo
suporte antigo, mostrando que a força compradora não está mais tão forte, forma um topo
mais baixo que o anterior e volta a cair. Nessa hora temos a formação do OCO.
Essa figura de reversão é acionada na linha de pescoço, então o rompimento dessa
linha de suporte nos dá a entrada, com o objetivo do tamanho da cabeça dessa figura. Nem
sempre temos um OCO perfeito, as vezes a linha de pescoço é um pouco inclinada, mas
quanto mais próximo de uma figura simétrica, melhor!

OCOI
O OCOI é a mesma coisa que o OCO, mas no fundo. Então temos uma tendência de
baixa, o preço marca um fundo, corrige, retoma a queda formando um novo fundo e faz um
pullback maior parando na resistência anterior, retoma a queda e não consegue chegar até o
fundo anterior, fazendo um fundo mais alto que o anterior, nessa hora já ficamos alerta para o
rompimento daquela resistência anterior.E do mesmo jeito que o OCO, o objetivo do OCOI é o
tamanho entre a cabeça e a linha de pescoço.

8
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

RETANGULOS
Os retângulos são figuras em que o preço fica lateralizado entre um suporte e uma
resistência. Ele pode ser tanto de continuação ou de reversão da tendência. então, se estamos
em um movimento de alta por exemplo, e o preço começa a ficar lateralizado, temos a
formação do retângulo. Como é um movimento lateral, eu particularmente não gosto de
antecipar a entrada, pois podemos ter um rompimento de continuação ou de reversão.
Então, como operamos o retângulo? É só comprar ou vender no rompimento do
retângulo. o seu objetivo é exatamente o tamanho desse retângulo.

O retângulo é uma figura muito comum de acontecer, pois depois de uma tendência
forte, geralmente o preço lateraliza para “descansar” e iniciar o próximo movimento, também
conhecido como acumulação e distribuição.

9
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

FIBONACCI
Fibonacci é uma palavra que todo trader provavelmente já ouviu. Para sabermos um
pouco da teoria, Leonardo Fibonacci utilizou uma sequência de números, onde a soma de dois
números gerou uma razão constante de resultados quando dividimos um pelo outro.
Vamos lá. se somarmos:
0+1= 1
1+1= 2
1+2= 3
2+3= 5
3+5= 8
...
55+89= 144
89+144= 233
144+ 233= 377
233+ 377= 610
Se dividirmos os resultados após o 144 pelo último número somado sempre teremos
1.618
Então:
144/89 = 1.618
233/ 144= 1.618
377/ 233= 1.618
610/ 377 = 1.618
Todo número da sequência dividido pelo anterior vai ser 1.618
Pam, mas e os primeiros números? Vamos fazer um teste aqui também pra ver os
primeiros?
8/5= 1.6
5/3= 1.66
3/2= 1.5
2/1= 1
Então continua próximo, mas por ser números menores, a exatidão não é a mesma!
E se fizer a conta ao contrário? Vamos dividir o número anterior pelo próximo número:
CALCULADORA- 89/144 = 0.618
144/233= 0.618

10
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

233/377= 0.618
377/610 = 0.618
Vamos dividir agora os resultados que obtivemos: 0.618/ 1.618= 0.382
E se dividirmos em outra ordem? 1.618/ 0.618= 2.618
Então os resultados quando “brincamos” com os números dessa sequência sempre
serão resultados iguais, e esses resultados são os pontos que usamos na nossa análise gráfica.
O mercado se move em movimentos de impulsão e retração, que são os zigues zagues
dos preços, e para os movimentos de retrações podemos usar o fibo para ter um novo ponto
de entrada:

11
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

Ele também pode ser usado como alvo para figuras gráficas e pivots:

12
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

INDICADORES
Os indicadores são uma ferramenta da análise técnica. Cada indicador é uma
representação gráfica de uma formula matemática e ajudam na tomada de decisão.
Eles podem indicar confirmação, alerta e previsão, não gosto muito dessa palavra
previsão, pois os indicadores não preveem o futuro, e sim indicam a tendência e sua força.
VOLUME FINANCEIRO
O indicador de volume não nos mostra se o preço vai subir ou cair. Ele só nos
mostra a quantidade financeira que está sendo negociado naquele determinado nível de
preço. Com ele conseguimos ver claramente, quando alguma coisa fora do normal está
acontecendo naquele papel, por exemplo.
Pela Teoria de Down, ele diz que o volume deve confirmar a tendência, então o
volume acompanha a tendência principal do ativo, caso ele não esteja acompanhando, pode
nos mostrar um sinal de alerta.
Volume acompanhar a tendência significa: Se estamos em uma tendência de
alta, o volume estará maior nas puxadas de alta, e nos movimentos de correção, volume mais
baixo.

Uma das divergências pelo volume é quando o preço continua forte na


tendência, e o volume cada vez mais baixo.

13
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

O volume também é muito importante para candles e para figuras gráficas.


A lógica, é mais ou menos a mesma. Se o volume está maior na direção em que o
candle ou a figura está nos mostrando a entrada, ótimo, confirmação feita! Se não estiver, vai
com mais cuidado, vai com mão menor ou fica de fora.
O volume também pode ser utilizado para as figuras gráficas, partindo do principio que
o volume acompanha a tendência.
Pensando no fundo duplo com o volume:
- Fundo duplo= início de uma tendência de alta
- Volume acompanha a tendência
Temos uma tendência de baixa com volume na venda, não consegue romper o ultimo
fundo- sinal de que os vendedores não conseguiram “ganhar” a briga, uma nova puxada na
alta com volume, nos alerta para a possível formação de uma nova tendência, nesse caso de
alta.

MEDIAS MOVEIS
As medias moveis são rastreadores de tendência, elas nos mostram a força do
momento, é um indicador seguidor de tendência.
As medias também nos dão sinais de sobre compra ou de sobre venda, podemos
utilizar também como suportes e resistências, para ajudar na definição de stops, para pontos
de entradas.
As medias são calculadas pelo valor médio dos fechamentos em um período, então
uma média de 9 períodos, é o valor médio de fechamento dos últimos 9 candles, ou pregoes,
dependendo do tempo gráfico, e se chama média móvel pois cada vez que temos um novo
candle, ela considera o ultimo na conta e exclui o primeiro, então ela se move conforme os
fechamentos de cada candle.

14
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

Existem alguns tipos de medias e o que muda é o cálculo, então, as medias aritméticas
ou simples possuem o mesmo peso para todos os dias, o cálculo é feito pela soma dos
fechamentos daquele determinado período e dividido pelo número de pregoes ou candles.
As medias exponenciais dão maior peso para os últimos fechamentos. então ela reage
mais rápido, ela acompanha mais o preço atual, fica mais colada ao preço.
Eu gosto de utilizar as medias, analisando a inclinação, o alinhamento, a distância de
uma média mais longa para a mais curta e a distancia do preço com a media:

15
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

A média de 200 aritmética ou simples serve muito como região de atenção para os preços em
tendência:

Existem diversas estratégias com medias moveis. a mais tradicional e a primeira que
aprendi foi o cruzamento de medias.
A longo prazo, se você não tem muito tempo para acompanhar o mercado, pode ser
uma boa estratégia. Eu nunca usei, mas levou em consideração nas minhas entradas se as
medias estão cruzadas ou não.
O cruzamento de medias é simplesmente comprar quando uma média curta cruza
acima da média mais longa e vender quando descruza:

16
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

DI+ DI- ADX


DMI- ADX é um indicador que mostra a força da tendência, então ele se encaixa no
grupo de rastreadores de tendência. Ele foi criado por J. Welles Wilder Jr. Em 1978 (mesmo
autor criou o SAR e o ATR). E significa Average Directional Index- Índice Direcional Médio
Ele é composto por 3 medias, onde uma das linhas mostram a tendência de alta, DI+ a
outra a tendência de baixa DI-, e o ADX que é o que mais levo em consideração.
O ADX mostra a força do movimento, varia entre 0 e 100. E nos mostra se o mercado
está com tendência definida ou lateral. Então, abaixo de 20 sem tendência definida ou
tendência fraca, entre 20 e 40 a tendência está forte e acima de 40 muito forte!
O DI+ nos mostra a forca compradora e o DI- a força vendedora, então quando o DI+
cruza pra cima do DI- significa compra, e o contrário também é valido, quando o DI- esta pra
cima significa venda.
O ADX mede a aceleração ou desaceleração do movimento. então quando o ADX está
em movimento de alta, mostra que a tendência está ganhando força, quando ele está caindo,
mostra que a tendência perdeu a forca, não necessariamente uma reversão, mas uma possível
correção ou lateralizacao.
Nesse exemplo, conseguimos ver que em lateralização o ADX fica abaixo do DI+ e do
DI- indicando sem força para qualquer um dos lados, a partir do momento que temos um
rompimento ele se inclina para cima mostrando força na tendência.

17
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

Com esse indicador, conseguimos identificar o início e o fim de uma tendência, quando
o ADX faz um kick, um chapeuzinho no topo, é sinal que a tendência perdeu a forca, então
pode indicar uma formação de topo ou fundo, uma possível reversão ou uma possível
correção.

BANDAS DE BOLLINGER
As bandas de bollingers é uma ferramenta criada por John Bollinger e é um indicador
que mede volatilidade, ele tem uma banda superior e uma banda inferior, e uma média
simples.
O preço trabalha 95% do tempo dentro dessas bandas inferiores e superiores, então
quando temos muita volatilidade as bandas ficam longes uma da outra. e quando a
volatilidade diminui elas se aproximam e se fecham.
Aqui nesse exemplo, conseguimos identificar momentos de baixa volatilidade e de
volatilidade maior, as aberturas das bandas nos mostram que a volatilidade está aumentando
e esses pontos em que o preço trabalhou fora das bandas, nos chamam a atenção, pois nos
mostra que o preço saiu do padrão daquele papel, se ele cai e a banda acompanha, normal..
mas se ele cai e volta, mostra que a possibilidade do preço se normalizar e voltar para dentro
das bandas é grande, seja com uma correção ou com uma reversão.

18
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

Então devemos observar:


- Aberturas com maior ângulo podemos esperar volatilidade maior;
- A direção das bandas depois da abertura, em que elas caminham paralelas;
- O fechamento das bandas para identificar o momento em que a tendência
perdeu a forca;
A calibragem original é com média de 20 períodos, mas eu prefiro o cálculo com a
média de 8 períodos.
Nesse exemplo abaixo o primeiro gráfico é com 8 períodos e o segundo com 20
períodos, conseguimos ver que o cálculo com a média menor nos mostra os movimentos em
que a volatilidade diminui indicando pelo menos uma correção e depois uma nova explosão
gerando novas entradas caso esteja de fora.

As duas são boas, as duas podem gerar ótimos resultados, e acho que vai muito do seu
perfil para definir a calibragem que mais te agrada.

19
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

Uma maneira que gosto muito de usar as bandas de Bollinger é conhecido como Boca
de Jacaré, que após uma lateralização estreita dos preços (sinalizado com as setas amarelas),
temos um rompimento e as bandas se abrem dando espaço para o preço dar continuidade, o
primeiro sinal para apertar o stop ou para saída da operação (sinalizado com as setas rosas)
indicando que a volatilidade está diminuindo novamente.

HILO
O HILO é um rastreador de tendência que segue o fluxo da tendência, ele nos mostra
bem visualmente qual a força predominante daquele ativo naquele momento. Ele foi criado
por Robert Krausz e é composto pela média das máximas e mínimas dos últimos períodos.
HILO- significa High (Alta) and Low (baixa). Ele é bem simples de ser usado, e bem
eficiente, também é conhecido como escadinha, porque a formação dele lembra uma escada,
quando a escadinha está verde é compra e quando está vermelha é venda.

20
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

IFR- Índice de Força Relativa


É um oscilador de mercado, então ele nos mostra se o mercado está em região de
sobre compra ou sobre venda, ele nos indica uma possível correção, que o movimento pode
estar cansando, então antecipa a hora de zerar a operação ou o momento de não entrar em
determinados papeis.
Ele tem variação de 0 a 100, então quanto mais próximo do 0 nos mostra que o ativo
está sobre vendido e quanto mais próximo de 100 mais sobre comprado.
Os pontos para identificar sobre compra ou sobre venda, são 30 e 70 ou de 20 e 80.
então, abaixo de 30, sobre vendido (barato), acima de 70 sobre comprado (caro).
Os mais utilizados são os de 9 e 14 períodos. Para tempos menores eu prefiro o de 9 e
para tempos maiores (15 minutos e acima) o de 14 períodos.

21
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

Também podemos utiliza-lo de outras maneiras, como para identificar se a tendência


está forte, então:
IFR > 50% Compradores com força
IFR = 50% Equilíbrio/ Suporte ou resistência
IFR< 50% Vendedores com força

Esse indicador é bem completo e serve também para identificar divergências entre o
preço e o indicador, principalmente em tempos menores, por exemplo, divergência do IFR de 9
períodos no 2 ou 3 minutos já me deixa atenta para evitar novas entradas.
E a divergência é identificada, quando o preço faz topos mais altos por exemplo, e o
indicador topos mais baixos, como no exemplo a seguir:

22
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

COMBINANDO INDICADORES
Os indicadores são ferramentas de auxílio. E é bem pessoal de acordo com o perfil de
cada um.
É importante “se encontrar” e utilizar aquilo que te deixa confortável e que dê certo
para você, seja com o gráfico limpo (price action) ou com indicadores.
O único cuidado que vale como alerta é definir os indicadores de uma maneira que não
te deixe inseguro ou com sinais mistos em relação as entradas.
Para mim, a movimentação do preço que tem mais peso na tomada de decisão, os
indicadores servem para auxiliar nos determinados momentos.
Os indicadores que eu uso e suas configurações são:

Se eu falar que analiso todos na hora da tomada da decisão, eu estaria mentindo. Mas
para situações especificas de entrada ou saída cada um me auxilia de uma maneira.
Então, primeira coisa a ser feita, identificar quais indicadores vocês mais se identificam
e aprofundar os estudos em cada um deles para ter resultados cada vez melhores, a escolha
dos indicadores é um assunto bem pessoal e depende daquilo que vai te deixar mais
confortável no trade.

SINGLE BAR- trend following


A single bar ou barra única, é um setup trend following, ou seja, seguidor de tendência,
então para que tenha resultados melhores é melhor que o ativo esteja em tendencia definida
e que a SB seja a favor dela, volume preferencialmente baixo, considerando que ela pode ser
considerada como uma mini correção, depois de movimentos com deslocamento do preço
(candles fortes), e fazer RP (Realização Parcial) no alvo permite aumentar seu payoff.
Esse setup foi criado pelo Oliver Velez e é chamado de red/green bar ignored.
Single Bar:
3 ou mais candles da mesma cor;
1 candle de cor contraria;
Rompimento do candle de cor contraria aciona o setup;
Qualquer tempo gráfico;

23
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

Entrada SB de compra: um tick acima da maxima da SB, com stop um tick abaixo, e o
objetivo é o tamanho da sb para cima.

Entrada SB de venda: um tick abaixo da minima da SB, com stop um tick acima, e o
objetivo é o tamanho da sb para baixo.

24
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

LINHA D´ÁGUA
A Linha D´água é o fechamento do dia anterior, é um setup contra tendência
conhecido como red to green ou green to red, que em português seria vermelho para verde ou
verde para vermelho.
É uma estratégia simples, mas que traz grandes movimentos e bem certeiros, vamos
pensar na logica da LD, por se tratar do fechamento do dia anterior, é um ponto onde se
encontram stops de quem está posicionado. Uma vez que rompe esse fechamento, nos mostra
que tem agressão suficiente para acionar os stops ali colocados e assim, gera movimentos
rápidos e amplos.

O preço negociado no fechamento apresenta alta volatilidade, e também pode ser


usada como suporte e resistência.

Ela também é um balizador para dias laterais, quando temos mais de 2 rompimentos
da LD, geralmente indica um dia lateral na região.

25
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

RELAÇÃO RISCO X RETORNO


Uma relação risco x retorno no mínimo adequada é de 1x2- que significa que seu gain
seria de 2x o tamanho do seu stop, isso serve para ST ou DT. Então, caso você faça RP, é
interessante que você posicione o ponto de RP, no mínimo do mesmo tamanho que o seu
stop. Então no ponto de RP você já tem o retorno que colocou em risco quando entrou na
operação e o que vier extra, você já está com o capital protegido.

TRADING PLAN
O trading plan significa um plano de trade.
Nós temos um plano para tudo na vida, mesmo que inconsciente, por exemplo, para
dirigir nós sabemos o que tem que ser feito: se o semáforo está fechado, freia, quando o
semáforo abre, olha ao redor e acelera, mas é uma coisa tão automática que nem pensamos
que um dia tivemos que aprender esse passo a passo do que a fazer, ou então, quando você
tem um objetivo, você traça o passo a passo do seu plano para alcançar o objetivo.
O trading plan é exatamente a mesma coisa, detalhar o passo a passo do seu trade,
priorizando algumas coisas para chegar no objetivo.

26
PAM SEMEZZATO
PONTO DE ENTRADA PAM SEMEZZATO

Assim como o GPS que usamos, o trading plan mostra o que você deve fazer, quando e
como deve ser feito! E de uma maneira global, como dinâmica de mercado, técnicas,
psicológico, gerenciamento de risco.
Se você não sabe ao certo o que deve fazer em alguma situação da vida, os
sentimentos que aparecem são a insegurança, o medo. E operar sem um trading plan, te deixa
com esses mesmos sentimentos, afinal, você não sabe ao certo o que está fazendo ou o que
deveria fazer se não tiver estudado o passo a passo da sua estratégia.
A gente sempre ouve sobre meta diária, eu particularmente prefiro uma meta
semanal, uma vez que tem dias que o mercado está de acordo com sua leitura e tem dias que
não, então uma meta semanal te permite ganhar muito nos dias em que o mercado está indo a
favor de suas operações e também te permite ficar de fora quando o mercado não esta dos
melhores.
O que importa é o resultado a longo prazo. É esse resultado que deve ser considerado
para saber se sua estratégia está indo bem, pra identificar a hora de parar e repensar sobre as
operações caso não esteja indo bem. Enfim, é o mapa que vai te mostrar se a direção que você
está seguindo é a certa ou não.
Definir:
- Ativo
- Estratégias
- % máximo de perda por operações
- Meta (em pontos)
- Limite loss (em pontos)
- Tamanho lote
- Quantidade de operações por dia
- Limite loss (operações)
- Meta financeira
- Stop loss from top
Esse stop é como se fosse um trailing stop, então da mesma maneira que
quando a operação está indo a favor, vamos subindo nosso stop, nesse caso acontece da
mesma maneira, mas com o seu resultado.
Então imagina que você está indo muito bem na semana e esta com 1200
pontos positivos no índice, sua leitura esta boa e você quer continuar operando, uma opção é
definir um stop loss sob os pontos positivos, por exemplo 30%, então você continua operando
até tomar um stop de no máximo 350 pontos.. Porque 30% de 1.200 pontos, te deixa
“entregar” 350 pontos e continuar positivo! É uma maneira de não engessar os possíveis
lucros! Se o mercado quer te dar mais, você continua, a partir do momento que esse cenário
muda, você para, guarda o seu e não opera mais!
Como eu sempre falo, não precisa ter pressa, o trading plan bem montado e seguido à
risca, vai te trazer a consistência necessária no tempo certo.

27
PAM SEMEZZATO