Você está na página 1de 35

Estruturas Metálicas

Estruturas Metálicas

Vantagens:

•Precisão na fabricação das peças  alto controle de qualidade;


•Garantia das propriedades dos matérias;
•Resistente a choques e vibrações;
•Obras mais rápidas e limpas;
•Desmontagem e reaproveitamento das peças;
•Alta resistência  material leve vencendo grandes vãos.

Desvantagens:

•Limitação da fabricação de peças em fábrica;


•Limitação do comprimento das peças  transporte;
•Tratamento anti-corrosivo;
•Mão-de-obra e equipamentos especializados;
•Limitação das dimensões dos perfis estruturais.
Perfis formados a frio

Perfil obtido por dobramento, em prensa dobradeira, de lâminas


recortadas de chapas ou tiras, ou por perfilagem, em mesa de roletes, a
partir de bobinas laminadas a frio ou a quente, sendo ambas as operações
realizadas com o aço em temperatura ambiente. (NBR 14762)
Elemento: parte constituinte de um perfil formado a frio: mesa, alma,
enrijecedor.
• Elemento com bordas vinculadas (elemento AA): elemento plano com as
duas bordas vinculadas a outros ele- mentos na direção longitudinal do
perfil.
• Elemento com borda livre (elemento AL): Elemento plano vinculado a
outro elemento em apenas uma borda na direção longitudinal do perfil.
• Enrijecedor de borda simples: enrijecedor de borda constituído por um
único elemento plano.
• Elemento com enrijecedor intermediário: elemento enrijecido entre as
bordas longitudinais por meio de enrijecedor intermediário paralelo à
direção longitudinal do perfil.
• Subelemento: Parte compreendida entre enrijecedores intermediários
adjacentes, ou entre a borda e o enrijecedor intermediário adjacente.
Perfis formados a frio
Índice de esbeltez
Exercício
Exercício

Petrobras – 2010 – Engenheiro Civil Júnior – 40

No dimensionamento de barras de aço à compressão, devem ser levadas


em conta as condições de contorno dos elementos isolados que
determinam o coeficiente de flambagem, o comprimento destravado e o
raio de giração. Com base nesses parâmetros, o índice de esbeltez não
deve ser superior a

A 50
B 100
C 200
D 250
E 300
Exercício

Resolução:

Para barras comprimidas a NBR 8800 dispõe:

5.3.5 Índice de esbeltez limite

O índice de esbeltez “Kℓ/r”, para barras comprimidas, não pode ser


superior a 200.

Portanto alternativa C.
Exercício
Exercício

Petrobras – 2010 – Engenheiro Civil Júnior – 48

Considere a NBR 14762/2004 (Dimensionamento de estruturas de aço


constituídas por perfis formados a frio – Procedimento) para responder às
questões de números 48 e 49.

De acordo com a Norma, esse perfil é constituído por

A 1 AA e 2 AL, apenas.
B 1 AA e 4 AL.
C 2 AA e 3 AL.
D 3 AA, apenas.
E 3 AA e 2 AL.
Exercício

Resolução:

Portanto alternativa E.
Exercício
Exercício

Petrobras – 2010 – Engenheiro Civil Júnior – 48


Considere a NBR 14762/2004 (Dimensionamento de estruturas de aço
constituídas por perfis formados a frio – Procedimento) para responder às
questões de números 48 e 49.
Analisando apenas a distância livre entre as bordas de dois furos
adjacentes em algumas ligações cujos parafusos especificados têm
diâmetro nominal de 12,5 mm, o engenheiro encontrou as seguintes
medidas:

Estão de acordo com a norma APENAS as ligações


A 1 e 3.
B 4 e 5.
C 2, 4 e 5.
D 1, 2, 3 e 4.
E 1, 2, 3, 4 e 5.
Exercício

Resolução:

A NBR 14762 dispõe o seguinte:

8.3 Ligações parafusadas

8.3.1 Generalidades

Esta subseção é aplicável às ligações parafusadas onde a espessura da


parte mais fina não ultrapassa 4,75 mm. Caso contrário, devem ser
atendidas as exigências da NBR 8800.

8.3.2 Dimensões dos furos


As dimensões dos furos para introdução dos parafusos não devem
exceder as especificadas na tabela 9. Nas estruturas em geral, devem ser
especificados furos-padrão. Nas ligações cuja solicitação seja normal ao
eixo dos parafusos (força cortante), caso sejam especificados furos
alongados ou muito alongados, a dimensão alongada do furo deve ser
normal à solicitação.
Exercício

Resolução:

8.3.3 Disposições construtivas

8.3.3.1 Espaçamentos mínimos


A distância livre entre as bordas de dois furos adjacentes não deve ser
inferior a 2d, e a distância da borda de um furo à extremidade do elemento
conectado não deve ser inferior a d, onde d é o diâmetro nominal do
parafuso.
Exercício
Exercício
Exercício

Petrobras – 2010 – Engenheiro Civil Júnior – 59

Um dos parâmetros para a determinação da força axial de tração resistente


de cálculo, a ser usada no dimensionamento de uma estrutura metálica, é
a área líquida efetiva da seção transversal da barra (An). Considerando Ag
como área bruta da seção transversal da barra, em regiões onde não
existam furos, a área líquida An deve se tomada como igual a

A 0,6 Ag
B 0,8 Ag
C 0,9 Ag
D 1,0 Ag
E 1,4 Ag
Exercício

Resolução:

A NBR 8800 dispõe o seguinte sobre as áreas de dimensionamento das


barras:

5.1.1 Áreas de cálculo

5.1.1.1 Área bruta

A área bruta “Ag” de uma seção transversal qualquer de uma barra deve
ser calculada pela soma dos produtos da espessura pela largura bruta de
cada elemento, medida na direção normal ao eixo da barra. Para
cantoneiras, a largura bruta é a soma das abas subtraída de sua
espessura.
Exercício

5.1.1.2 Área líquida

A área líquida “An" de uma barra, numa seção qualquer, deve ser
calculada substituindo-se a largura bruta pela largura líquida, calculada
como a seguir indicado:

a) na determinação da área líquida, em ligações parafusadas, a largura


dos furos deve ser considerada 2,0 mm maior que a dimensão nominal
desses furos, definida em 7.3.4.1, perpendicular à direção da força
aplicada;
Exercício

b) no caso de uma série de furos distribuídos transversalmente ao eixo da


barra, em diagonal a esse eixo ou em ziguezague, a largura líquida dessa
parte da barra deve ser calculada deduzindo-se da largura bruta a soma
das larguras de todos os furos em cadeia, e somando-se para cada linha
ligando dois furos , a quantidade s2/4g, sendo s e g, respectivamente,
espaçamento longitudinal e transversal (gabarito) entre estes dois furos.
Para furo alongado na direção da força, a quantia s2/4g não pode ser
somada;
c) a largura líquida crítica daquela parte da barra será obtida pela cadeia
de furos que produza a menor das larguras líquidas, para as diferentes
possibilidades de linhas de ruptura;
d) para cantoneiras, o gabarito g dos furos em abas opostas deve ser
considerado igual à soma dos gabaritos, medidos a partir da aresta da
cantoneira, subtraída de sua espessura;
e) na determinação da área líquida de seção que compreenda soldas de
tampão ou soldas de filete em furos, a área do metal da solda deve ser
desprezada;
f) não havendo furos, An = Ag.
Exercício

Resolução:

Como se trata de uma região sem furos: An = Ag, portanto alternativa D.


Exercício
Exercício

Transpetro – 2010 – Engenheiro Civil Júnior – 23

O uso do prego de duas cabeças (cabeça dupla) é

A aplicável em formas metálicas de chapa fina


B inadequado para formas de cintas de amarração
C inadequado no uso de chapas de compensado
D ideal para montagens de estruturas temporárias de madeira
E ideal para uso nas estruturas das tesouras de madeira dos telhados
Exercício

Resolução:

Prego Cabeça Dupla

Aplicações:
Fechamento de fôrmas; fixação dos aprumadores; escoramento de lajes;
estruturas de bandejas e estruturas temporárias.

Vantagens:
Não danifica a madeira; fácil arranque; desforma rápida e elimina etapas
no fechamento das fôrmas.

Alternativa D.
Exercício
Exercício

Petrobrás – 2011 – Engenheiro Civil Júnior – 50

De acordo com a NBR 8800:2008 (Projeto de estruturas de aço e de


estruturas mistas de aço e concreto de edifícios), para o dimensionamento
por método simplificado de pilares mistos de aço e concreto com seção
transversal retangular totalmente revestida, deve-se considerar, dentre
outros, o seguinte limite de aplicabilidade:

A o concreto utilizado deve ser de alta densidade.


B o pilar deve ser simétrico em pelo menos uma direção.
C o pilar deve ter seção constante.
D a esbeltez relativa do pilar deve ser maior que 3,0.
E a relação entre a altura e a largura da seção transversal deve ser
superior a 5,0.
Exercício

Resolução:
A NBR 8800 dispõe em seu anexo P sobre o dimensionamento de pilares
mistos:
Exercício

Resolução:
A NBR 8800 dispõe em seu anexo P sobre o dimensionamento de pilares
mistos:

Portanto alternativa C.
Exercício
Exercício

Petrobrás – 2011 – Engenheiro Civil Júnior – 51

Nos aços de armadura ativa, quando o fabricante não fornece o módulo de


elasticidade, é possível obtê-lo por meio de ensaios. A NBR 6118:2007
(Projeto de estruturas de concreto – Procedimento), considera, na falta de
dados específicos para fios e cordoalhas, o valor, em GPa, de

A 148
B 150
C 180
D 200
E 210
Exercício

Resolução:
A NBR 6118 dispõe o seguinte sobre aço de armadura ativa:

8.4 Aço de armadura ativa


8.4.1 Classificação
Os valores de resistência característica à tração, diâmetro e área dos fios
das cordoalhas, bem como a classificação quanto à relaxação, a serem
adotados em projeto, são os nominais indicados na NBR 7482 e na NBR
7483, respectivamente.
8.4.2 Massa específica Pode-se adotar para massa específica do aço de
armadura ativa o valor 7 850 kg/m3.
8.4.3 Coeficiente de dilatação térmica valor 10-5/°C pode ser considerado
para coeficiente de dilatação térmica do aço, para intervalos de
temperatura entre – 20°C e 100°C.
8.4.4 Módulo de elasticidade
O módulo de elasticidade deve ser obtido em ensaios ou fornecido pelo
fabricante. Na falta de dados específicos, pode-se considerar o valor de
200 GPa para fios e cordoalhas.
Portanto alternativa D.
Exercício
Exercício

Transpetro – 2010 – Engenheiro Civil Júnior – 29

Segundo a NBR 14081/2004 (Argamassa Colante Industrializada para


Assentamento de Placas Cerâmicas – Requisitos), para especificar a
argamassa para assentamento de azulejos nas cozinhas de determinada
edificação residencial, com tempo em aberto de até 15 minutos, deve-se
utilizar a codificação

A AC I
B AC II
C AC III
D AC I – E
E AC III – E
Exercício

Resolução:

A NBR 14081 dispõe o seguinte sobre os requisitos de argamassa colante:

5 Requisitos
As argamassas colantes industrializadas devem atender aos requisitos
estabelecidos na tabela 1.

Portanto alternativa A.

Você também pode gostar