Você está na página 1de 32

SETEMBR O D E 2 0 2 0

34567

ESTUDOS PARA AS SEMANAS DE:


2 DE NOVEMBRO–6 DE DEZEMBRO DE 2020
ESTUDO 36

Você está pronto para


se tornar um pescador
de homens?
CÂNTICO 73 “Pare de ter medo. De agora em diante você
Dá-nos coragem apanhará a homens.” — LUC. 5:10.

O QUE VAMOS VER OS DISCÍPULOS Pedro, André, Tiago e João trabalhavam


Jesus convidou pescado- como pescadores. Imagine como eles devem ter ficado sur-
res humildes e trabalhado- presos quando Jesus fez o convite: “Sigam-me, e eu farei de
res para ser seus discípu- vocês pescadores de homens.”1 Qual foi a resposta deles? A
los. E hoje ele convida Bíblia diz: “Eles abandonaram imediatamente as redes e o
pessoas com essas mes- seguiram.” (Mat. 4:18-22) Essa decisão mudou para sempre
mas qualidades para ser a vida daqueles pescadores. Eles não iam mais apanhar pei-
pescadoras de homens. xes, mas ‘apanhariam pessoas’. (Luc. 5:10, nota) Hoje Jesus
Alguns estudantes da Bí- faz o mesmo convite para aqueles de coração sincero que
blia talvez sintam medo de amam a verdade. (Mat. 28:19, 20) Você já aceitou o convite
aceitar o convite de Jesus. de Jesus para se tornar um pescador de homens?
Este estudo vai mostrar o 2 Talvez você seja um estudante da Bíblia que já progrediu
que pode ajudá-los a ven- bastante e precisa decidir se quer se tornar um publicador.
cer o medo. Sente um pouco de medo de aceitar o convite de Jesus? Se
sentir, não fique desanimado. Isso é um sinal de que você
sabe que essa decisão é muito importante. É verdade que a
Bíblia diz que Pedro e seus amigos abandonaram as redes de
pesca “imediatamente” para seguir Jesus. Mas essa não foi
uma decisão tomada de uma hora pra outra. Tanto Pedro
1 ENTENDA MELHOR: A expressão “pescadores de homens” se refere a todos
aqueles que pregam as boas novas e que ensinam outros a se tornar discípulos
de Cristo.

1. Que convite Jesus fez para quatro pescadores, e qual foi a respos-
ta deles?
2. Por que devemos levar a sério a decisão de nos tornar pescadores
de homens, e o que vai nos ajudar a tomar essa decisão?

2
Pedro e outros se tornaram pescadores de homens.
Esse trabalho importante continua até hoje.
(Veja os parágrafos 4 e 5.)

quanto seu irmão, André, já tinham aceita- FORTALEÇA SUA MOTIVAÇÃO


do Jesus como Messias mais de seis meses 4 Pedro pescava para sustentar sua fa-
antes. (João 1:35-42) Do mesmo modo, é mília, mas ele não via a pesca apenas
provável que tudo o que você já aprendeu como um trabalho. Pelo visto, Pedro ama-
sobre Jeová e Jesus o motive a fazer mais va pescar. (João 21:3, 9-15) E ele também
progresso espiritual. Mas você não deve aprendeu a amar o trabalho de pescar ho-
tomar a decisão de se tornar um publica- mens. Com a ajuda de Jeová, Pedro se tor-
dor sem antes calcular o custo. O que aju- nou muito eficiente nesse serviço. — Atos
dou Pedro, André e outros a tomar uma 2:14, 41.
decisão? 5 N ós pregamos porque amamos a
3 Os primeiros discípulos de Jesus ti-
Jeová; essa é nossa motivação principal
nham motivação, conheciam bem seu tra- para fazer esse trabalho. Nosso amor por
balho, eram corajosos e tinham autodis- Jeová pode nos ajudar mesmo se não nos
ciplina. Sem dúvida, com a ajuda dessas sentirmos capazes de pregar. Quando con-
qualidades, eles se tornaram ótimos pesca- vidou Pedro para ser um pescador de ho-
dores de homens. E elas também podem mens, Jesus disse: “Pare de ter medo.”
ajudar você a ser um ótimo discípulo de (Leia Lucas 5:8-11.) O que fazia Pedro ter
Cristo. Este estudo vai mostrar como você
pode desenvolvê-las. 4. O que motivava Pedro a ser um pescador?
5. Com base em Lucas 5:8-11, por que Pedro es-
3. Que qualidades vão ajudar você a aceitar o tava com medo, e o que pode nos ajudar a vencer
convite de Jesus? sentimentos parecidos?

SETEMBRO DE 2020 3
medo não eram as coisas que poderiam tinha que saber onde poderia encontrá-
acontecer se ele se tornasse discípulo. Na los. Geralmente, os peixes gostam de ficar
verdade, ele não se sentia digno. Ele tinha onde as condições da água são boas e onde
acabado de presenciar uma pesca milagro- há muita comida. Faz diferença a hora em
sa e não se sentia qualificado para tra- que um pescador sai para pescar? Veja o
balhar com Jesus. Você, assim como Pe- que aconteceu em uma ilha do Pacífico.
dro, talvez fique preocupado ao pensar em Um de nossos irmãos convidou um mis-
tudo o que está envolvido em ser um dis- sionário para pescar. O missionário disse:
cípulo de Cristo. Nesse caso, fortaleça seu “Combinado! Encontro você amanhã, às 9
amor por Jeová, por Jesus e pelo próximo. da manhã.” O irmão respondeu: “Acho que
Isso vai dar a motivação que você precisa você não está entendendo. Não somos nós
para aceitar o convite de Jesus de se tor- que dizemos a hora certa; são os peixes.”
nar um pescador de homens. — Mat. 22:37, 9 Era isso que os pescadores de homens

39; João 14:15. do primeiro século faziam. Eles costuma-


6 Temos outras motivações para pregar. vam ir aos lugares onde os “peixes” esta-
Uma delas é que queremos obedecer à or- vam e nos horários em que podiam en-
dem de Jesus: “Vão e façam discípulos.” contrá-los. Por exemplo, os seguidores de
(Mat. 28:19, 20) Outra é que temos pena Jesus pregavam no templo, nas sinago-
das pessoas que são “esfoladas e jogadas gas, de casa em casa e na praça pública.
de um lado para outro” e que precisam (Atos 5:42; 17:17; 18:4) Assim como eles,
muito aprender a verdade do Reino. (Mat. nós também precisamos conhecer os cos-
9:36) Além disso, Jeová quer que pessoas tumes das pessoas que vivem no território
de todo tipo tenham conhecimento exa- de nossa congregação. Precisamos ser fle-
to da verdade e sejam salvas. — 1 Tim. xíveis e pregar nos locais e nos horários em
2:4. que temos mais chances de encontrar pes-
7 Quando pensamos que a prega ç ão soas. — 1 Cor. 9:19-23.
10 Um pescador precisa ter os equipa-
pode salvar vidas, nos sentimos motiva-
dos a aceitar o convite de Jesus. Ao passo mentos certos e saber como usá-los. Nós
que o objetivo de um pescador comercial é também devemos ter os equipamentos
vender ou comer os peixes, nosso obje- necessários para nosso trabalho. E te-
tivo ao “pescar” pessoas é salvar a vida mos que saber como usar cada um. Jesus
deu instruções claras para seus discípulos
delas. — Leia Romanos 10:13-15; 1 Tim.
de como pescar pessoas. Ele disse o que
4:16.
levar, onde pregar e o que dizer. (Mat.
BUSQUE MAIS CONHECIMENTO 10:5-7; Luc. 10:1-11) Hoje a organização
8 Nos dias de Jesus, um pescador israeli- de Jeová nos fornece o Kit de Ensino,
ta tinha que saber qual tipo de peixe ele que tem ferramentas muito úteis para a
podia pescar. (Lev. 11:9-12) Ele também pregação.1 Ela também nos ensina como

6. O que mais nos motiva a pregar? 1 Veja o artigo “Ensine a verdade”, na Sentinela de outu-
bro de 2018, páginas 11-16.
7. Como Romanos 10:13-15 mostra que nosso tra-
balho de pregação é importante? 10. Que ferramentas a organização de Jeová
8-9. O que um pescador precisa saber, e por quê? nos dá?

4 A SENTINELA
BONS PESCADORES . . .

1. trabalham quando e 2. são treinados para usar 3. são corajosos ao trabalhar


onde têm mais chances o equipamento certo em condições inesperadas
de pegar peixes (Veja o parágrafo 10.) (Veja os parágrafos 11 e 12.)
(Veja os parágrafos 8 e 9.)

usar cada ferramenta. Dessa forma, ga- amigos e resistência à nossa mensagem.
nhamos mais confiança e habilidade para Mas isso não é nenhuma surpresa para
sermos mais eficientes em nosso traba- nós. Jesus já tinha avisado que seus segui-
lho. — 2 Tim. 2:15. dores teriam que pregar a pessoas nada
GANHE MAIS CORAGEM amigáveis. — Mat. 10:16.
12 O que você pode fazer para ganhar
11 Pescadores profissionais precisam ser
corajosos. Às vezes, eles enfrentam condi- mais coragem? Primeiro, esteja convenci-
ções inesperadas no mar. Eles geralmente do de que, lá do céu, Jesus está dirigindo a
trabalham à noite e podem ser pegos de obra. (João 16:33; Apo. 14:14-16) Daí, for-
surpresa por tempestades. Os pescadores taleça sua fé na promessa de que Jeová
de homens também precisam de coragem. vai cuidar de você. (Mat. 6:32-34) Quan-
Quando começamos a pregar e a nos iden- to mais forte for a sua fé, mais coragem
tificar como Testemunhas de Jeová, po- você vai ter. Pedro e seus companheiros
demos enfrentar algumas “tempestades”, mostraram uma grande fé quando abando-
como oposição da família, zombaria de naram sua fonte de sustento para seguir

11. Por que pescadores de homens precisam de 12. De acordo com Josué 1:7-9, o que podemos fa-
coragem? zer para ganhar mais coragem?

SETEMBRO DE 2020 5
Jesus. Você também mostrou uma grande Ela ficou pensando em como era urgente
fé quando disse a seus parentes e amigos pregar nestes últimos dias e orou pedindo
que tinha começado a estudar a Bíblia com que Jeová desse a ela mais vontade de pre-
as Testemunhas de Jeová e a assistir às reu- gar. Masae conseguiu vencer seus medos e
niões. E sem dúvida, você fez mudanças até serviu como pioneira regular. Jeová
em sua vida para seguir os padrões justos também pode ajudar novos publicadores a
de Jeová. Isso também exigiu fé e cora- ‘ser corajosos’. Veja o que aconteceu com
gem. Por isso, continue se esforçando para uma irmã chamada Tomoyo. Quando co-
ganhar mais coragem. Isso vai ajudá-lo a meçou a sair no campo, a primeira mora-
ter a confiança de que “Jeová, seu Deus, dora que ela encontrou gritou: “Não quero
estará com você aonde quer que você for”. saber de nada das Testemunhas de Jeová!”
— Leia Josué 1:7-9. e bateu a porta na cara dela. Em vez de
13 O que mais você pode fazer? Ore a ficar com medo, Tomoyo disse para sua
Jeová pedindo coragem. (Atos 4:29, 31) companheira de campo: “Viu só? Nem pre-
Ele vai responder às suas orações e nunca cisei abrir a boca. Ela já viu que eu sou
vai abandonar você. Ele está sempre do uma Testemunha de Jeová. Estou tão fe-
seu lado para dar apoio. Além disso, medi- liz!” Tomoyo agora serve como pioneira
te em como Jeová salvou outras pessoas regular.
no passado. Pense também em como ele já
TENHA AUTODISCIPLINA
ajudou você a vencer desafios e deu a for-
ça necessária para você fazer mudanças na
15 Pescadores bem-sucedidos são auto-
vida. Não tenha dúvida de que Aquele que disciplinados. A autodisciplina já foi defi-
abriu o Mar Vermelho para salvar os israe- nida como “a capacidade de se obrigar a fa-
litas pode ajudar você a ser um discípulo zer aquilo que deve ser feito”. Pescadores
de Cristo. (Êxo. 14:13) Tenha a mesma con- comerciais precisam se disciplinar a levan-
vicção do salmista, que disse: “Jeová está tar cedo, ficar até o fim do trabalho e per-
do meu lado; não terei medo. O que me sistir mesmo quando o clima está ruim.
pode fazer o homem?” — Sal. 118:6. Nós também precisamos de autodisciplina
14 Outro meio de ganhar mais coragem é para perseverar e para completar o nosso
aprendendo como Jeová já ajudou pessoas trabalho. — Mat. 10:22.
16 Nós não nascemos com a capacida-
tímidas a pregar com coragem. Veja o caso
de uma irmã chamada Masae. Ela era tími- de da autodisciplina. Pelo contrário, nossa
da e achava que nunca conseguiria fazer tendência natural é seguir a lei do me-
a obra de pregação. Só a ideia de falar nor esforço. Ter autodisciplina exige auto-
com estranhos parecia uma enorme mura- domínio. Por isso, se queremos treinar a
lha que ela jamais poderia escalar. Então, nós mesmos para fazer coisas que achamos
Masae fez um esforço especial para au- difíceis, precisamos de ajuda. Jeová nos
mentar seu amor por Deus e pelo próximo. dá essa ajuda por meio do espírito santo.
— Gál. 5:22, 23.
13. Como a oração e a meditação podem ajudar
você a ganhar mais coragem? 15. O que é autodisciplina, e por que ela é impor-
14. O que você aprendeu com as experiências de tante para os cristãos?
Masae e Tomoyo? 16. Como podemos desenvolver a autodisciplina?

6 A SENTINELA
17 O apóstolo Paulo tinha autodiscipli- 19 Em alguns países, a pesca só é permiti-
na. Mas ele admitiu que precisava ‘sur- da durante certos meses do ano. Nesses lu-
rar’ seu corpo para conseguir fazer o que gares, um pescador pode intensificar seus
é certo. (Leia 1 Coríntios 9:25-27.) Ele esforços quando vê que a estação de pesca
incentivou os cristãos a disciplinar a si está chegando ao fim. Nós, que somos pes-
mesmos e a fazer todas as coisas “com cadores de homens, temos um incentivo a
decência e ordem”. (1 Cor. 14:40) Nós mais para pregar agora: o fim deste sistema
temos que ter autodisciplina para seguir de coisas está chegando rápido! Resta bem
uma boa rotina espiritual, o que inclui pouco tempo para salvar a vida das pes-
participar regularmente no trabalho de soas. Por isso, não demore nem fique espe-
pescar pessoas. — Atos 2:46. rando pelas circunstâncias perfeitas para
NÃO DEMORE começar a participar desse trabalho tão
importante. — Ecl. 11:4.
18 O sucesso de um pescador comercial 20 Aproveite agora para fortalecer sua
depende de quantos peixes ele pega. Por
motivação, ganhar mais conhecimento da
outro lado, o que mede o nosso sucesso
Bíblia e ter autodisciplina. Junte-se aos
não é a quantidade de pessoas que traze-
mos para a organização de Deus. (Luc. mais de 8 milhões de pescadores de ho-
8:11-15) Se continuarmos perseverando mens e tenha a oportunidade de sentir a
na obra de pregar e fazer discípulos, alegria de Jeová. (Nee. 8:10) Esteja decidi-
Jeová vai nos considerar bem-sucedidos. do a fazer o seu melhor na obra de prega-
Por quê? Porque estamos obedecendo a ção e a participar dela até o fim. Mas e
ele e a seu Filho. — Mar. 13:10; Atos aqueles que já são pescadores de homens?
5:28, 29. O que pode ajudá-los a continuar firmes
nesse trabalho? O próximo estudo vai dar
17. Como o apóstolo Paulo descreveu em 1 Corín- três sugestões.
tios 9:25-27 seus esforços de ter autodisciplina?
18. O que vai fazer Jeová nos considerar bem- 19-20. Que incentivo especial temos para partici-
sucedidos? par agora da pregação?

O QUE PODE AJUDAR VOCÊ A . . .

˛ fortalecer sua motivação? ˛ ter mais coragem? ˛ ter autodisciplina?

CÂNTICO 66
Vamos declarar as boas novas
ESTUDO 37

“Não descanse
as suas mãos”
CÂNTICO 68
Plantando a semente do “Semeie de manhã a sua semente e não descanse
Reino as suas mãos até o anoitecer.” — ECL. 11:6.

O QUE VAMOS VER EM ALGUNS países, as pessoas reagem bem à pregação. A


O estudo passado incen- mensagem que levamos é justamente o que elas precisam.
tivou os estudantes da Mas em outros países, as pessoas não mostram o menor in-
Bíblia a aceitar o convite teresse em Deus ou na Bíblia. Qual é a reação mais comum
de Jesus de se tornar pes- das pessoas do seu território? A verdade é que não importa
cadores de homens. Este a reação delas. Jeová espera que continuemos a pregar até
estudo vai falar de três que ele diga que essa obra chegou ao fim.
modos como todos os pu- 2 Jeová já decidiu quando a obra de pregação deve termi-

blicadores, os novos e os nar e quando “virá o fim”. (Mat. 24:14, 36) Até lá, como po-
mais experientes, podem demos obedecer à ordem: “Não descanse as suas mãos”?1
aumentar sua determina- — Leia Eclesiastes 11:6.
ção de continuar pregando 3 O estudo anterior falou de quatro coisas necessárias
as boas novas até que para alguém se tornar um bom ‘pescador de homens’. (Mat.
Jeová decida finalizar essa 4:19) Neste estudo, vamos considerar três coisas que vão
obra. nos deixar mais determinados a pregar, não importam quais
sejam as nossas circunstâncias. Vamos aprender por que
é importante (1) continuar focados, (2) ser pacientes e
(3) ter uma fé forte.
CONTINUE FOCADO
4 Jesus predisse como o mundo estaria durante os últimos

dias. E ele sabia que essas condições poderiam distrair seus


1 ENTENDA MELHOR: Neste estudo, a expressão “não descanse as suas
mãos” quer dizer que devemos estar decididos a continuar pregando as boas
novas até que Jeová diga que o trabalho acabou.

1-2. O que as palavras de Eclesiastes 11:6 têm a ver com a pregação


das boas novas do Reino?
3. O que vamos ver neste estudo?
4. Por que devemos continuar focados no trabalho que Jeová nos
deu?

8
seguidores de fazer o trabalho de pregação. um pescador de homens era muito mais
Então, ele alertou seus discípulos: “Mante- importante do que qualquer outro servi-
nham-se vigilantes.” (Mat. 24:42) Nos dias ço. (João 21:15-17) Pouco antes de vol-
antes do Dilúvio, as pessoas estavam dis- tar para o céu, Jesus disse aos discípulos
traídas com as atividades do dia a dia e, que a obra de pregação que ele tinha co-
por isso, não levaram a sério os avisos de meçado iria muito além das fronteiras de
Noé. (Mat. 24:37-39; 2 Ped. 2:5) No mundo Israel. (Leia Atos 1:6-8.) Anos depois,
de hoje, existem distrações parecidas. Por Jesus fez o apóstolo João ter uma visão
causa disso, temos que continuar focados sobre o que aconteceria durante o “dia do
em fazer o trabalho que Jeová nos deu. Senhor”.1 Uma das coisas que João viu
5 A pregação do Reino é o trabalho que era impressionante: sob a direção dos an-
mais merece nossa atenção. Jesus predis- jos, as “boas novas eternas” estavam sen-
se que, depois de sua morte, a pregação do pregadas a “toda nação, tribo, língua e
continuaria por muito tempo e alcançaria povo”. (Apo. 1:10; 14:6) Isso deixa bem
ainda mais pessoas. (João 14:12) Quando claro o que Jeová quer de nós: que partici-
Jesus morreu, alguns de seus discípulos pemos dessa grande obra de testemunho
voltaram a trabalhar com pesca. Então, até que ela chegue ao fim.
após sua ressurreição, Jesus fez um mila- 6 Algo que pode nos ajudar a continuar

gre para que os discípulos pescassem uma


1 O “dia do Senhor” começou quando Jesus foi entroni-
grande quantidade de peixes. Nessa oca- zado em 1914 e vai continuar até o fim de seu Reinado
sião, ele aproveitou para reforçar que ser de Mil Anos.

5. De acordo com Atos 1:6-8, até onde chegaria o 6. O que pode nos ajudar a continuar focados na
trabalho de pregação? pregação?

Jesus não deixou que


nada o distraísse de dar
testemunho da verdade
(Veja o parágrafo 7.)

SETEMBRO DE 2020 9
focados na pregação é pensar em tudo o SEJA PACIENTE
que Jeová está fazendo para nos ajudar. 8 Paciência é a habilidade de esperar com
Por exemplo, notou como temos bastan- calma até que uma situação mude. Às ve-
te alimento espiritual? Temos publicações zes, passamos por situações ruins e que-
impressas, publicações digitais, áudios, ví- remos que elas acabem logo. Ou então
deos e programas transmitidos pela inter- queremos muito que um desejo nosso se
net. Sem falar no nosso site oficial, que torne realidade. Nos dois casos, precisa-
tem conteúdo disponível em mais de mil mos de paciência. O profeta Habacuque
idiomas! (Mat. 24:45-47) Enquanto este queria muito ver o fim da violência em
mundo está dividido pela política, pela re- Judá. (Hab. 1:2) Os discípulos de Jesus es-
ligião e pela economia, os mais de 8 mi- peravam que o Reino ‘aparecesse instanta-
lhões de servos de Deus formam uma neamente’ para salvá-los das mãos dos ro-
família realmente unida. Por exemplo, na manos. (Luc. 19:11) E nós não vemos a
sexta-feira, 19 de abril de 2019, Testemu- hora de o Reino de Deus acabar com a
nhas de Jeová do mundo todo estavam maldade e trazer um novo mundo de paz.
unidas na consideração do texto diário. E (2 Ped. 3:13) Mas temos que ser pacientes
naquela noite, 20.919.041 pessoas se reuni- e esperar pela hora certa de Jeová. Veja
ram para a Celebração da morte de Jesus. como Jeová nos ensina a ser pacientes.
Ver esse milagre moderno e ser parte dele 9 Jeová é o exemplo perfeito de paciên-
é um grande privilégio! Quando pensamos cia. Antes do Dilúvio, ele deu tempo sufi-
nisso, nos sentimos mais motivados a ficar ciente para que Noé construísse a arca e
focados na obra do Reino. fosse “pregador da justiça”. (2 Ped. 2:5;
7 Outro modo de continuarmos focados
1 Ped. 3:20) Quando Abraão fez várias per-
na pregação é por seguirmos o exemplo de guntas seguidas sobre a destruição de So-
Jesus. Ele não deixou que nada o distraís- doma e Gomorra, Jeová o ouviu com pa-
se de dar testemunho da verdade. (João ciência. (Gên. 18:20-33) Durante muitos
18:37) Quando Satanás ofereceu “todos os séculos, a nação de Israel foi infiel a Deus;
reinos do mundo e a glória deles”, Jesus mesmo assim, ele mostrou uma paciên-
não caiu nessa armadilha. E também não cia sem igual. (Nee. 9:30, 31) E hoje ve-
aceitou quando outros quiseram fazer dele mos que Jeová continua sendo paciente.
um rei. (Mat. 4:8, 9; João 6:15) Jesus não Ele está atraindo pessoas e dando tem-
ficou balançado pelo desejo de ter bens po para que elas “alcancem o arrependi-
materiais, nem permitiu que a oposição mento”. (2 Ped. 3:9; João 6:44; 1 Tim.
feroz o parasse. (Luc. 9:58; João 8:59) 2:3, 4) Quando pensamos no exemplo de
Nós também podemos continuar focados Jeová, não concorda que temos bons mo-
quando nossa fé é testada. É só seguirmos tivos para continuar pregando e ensinan-
o conselho do apóstolo Paulo. Ele incenti- do com paciência? Mas veja agora como
vou os cristãos a imitar o exemplo de Cris- Jeová usa uma ilustração da Bíblia para
to para ‘não se cansarem nem desistirem’. nos ensinar a ser pacientes.
— Heb. 12:3.
8. O que é paciência, e por que ela é especialmen-
7. Como o exemplo de Jesus pode nos ajudar a te importante agora?
continuar focados? 9. Que exemplos mostram que Jeová é paciente?

10 A SENTINELA
Assim como o lavrador que é trabalhador e
ao mesmo tempo paciente, nós esperamos
para ver o resultado de nossos esforços
(Veja os parágrafos 10 e 11.)

10 Leia Tiago 5:7, 8. O exemplo do la- gar as plantas. O trabalho de fazer discí-
vrador nos ensina a ser pacientes. É ver- pulos também requer esforço constante.
dade que existem plantas que crescem Leva tempo para tirar do coração de um
rápido. Mas a maioria das plantas, prin- estudante as ervas daninhas do preconcei-
cipalmente aquelas que dão frutos, leva to e da indiferença. Se formos pacientes,
muito mais tempo para amadurecer. Em as dificuldades não vão nos desanimar. E
Israel, as plantas levavam uns seis meses mesmo quando alguns reagem bem à nos-
para crescer. O lavrador costumava plan- sa mensagem, devemos ser pacientes. Afi-
tar as sementes depois das primeiras chu- nal, não podemos forçar um estudante a
vas do outono e fazia a colheita depois das desenvolver fé. Até mesmo os discípulos
últimas chuvas da primavera. (Mar. 4:28) de Jesus vez por outra demoravam para
A paciência do lavrador é um ótimo exem- entender o que ele ensinava. (João 14:9)
plo para nós. Mas isso não é algo fácil.
Lembre-se que nós podemos plantar e re-
11 Por sermos imperfeitos, temos a ten-
gar, mas quem faz crescer é Deus. — 1 Cor.
dência de querer ver logo os resultados de 3:6.
nossos esforços. Mas para uma plantação 12 Uma área em que pode ser difícil ter
dar frutos, o lavrador tem que dar atenção
paciência é quando damos testemunho a
a ela — ele precisa arar o solo, jogar as
sementes, retirar as ervas daninhas e re- parentes descrentes. Algo que pode nos
ajudar é o princípio em Eclesiastes 3:1, 7:
10. O que aprendemos com a ilustração em Tiago ‘Há tempo para ficar calado e tempo para
5:7, 8?
11. Como a paciência nos ajuda na obra de prega- 12. Como podemos mostrar paciência quando da-
ção? mos testemunho a parentes descrentes?

SETEMBRO DE 2020 11
falar.’ Em alguns casos, podemos ficar ca- compensou a paciência deles. Isso sem dú-
lados e deixar que nossa boa conduta fale vida nos motiva a ser “imitadores daque-
por nós. Mas também ficamos atentos a les que pela fé e pela paciência herdam as
oportunidades para falar sobre a verdade. promessas”. — Heb. 6:10-12.
(1 Ped. 3:1, 2) É importante ter zelo ao pre-
TENHA UMA FÉ FORTE
gar e ensinar, mas temos que ser pacientes
com todos, incluindo com os membros de
15 Nós temos fé na mensagem que prega-
nossa família. mos. Por isso, fazemos questão de levá-la
13 Podemos aprender a ser pacientes para o maior número possível de pessoas.
com o exemplo deixado por servos fiéis Nós confiamos nas promessas da Palavra
dos tempos bíblicos e dos tempos moder- de Deus. (Sal. 119:42; Isa. 40:8) Estamos
nos. Habacuque estava ansioso para ver o vendo profecias da Bíblia se cumprindo em
fim da maldade, mas ele mostrou paciên- nossos dias. Estamos vendo pessoas apli-
cia quando disse: “Ficarei de pé no meu cando os conselhos da Bíblia e mudando a
posto de vigilância.” (Hab. 2:1) O apósto- vida para melhor. Tudo isso nos faz ter ain-
lo Paulo admitiu que queria “terminar” seu da mais confiança de que todos precisam
ministério. Mas ele continuou a “dar um ouvir as boas novas do Reino.
16 Nós também temos fé em Jeová, a
testemunho cabal das boas novas” com pa-
ciência. — Atos 20:24. Fonte da mensagem que pregamos, e te-
14 Pense também no exemplo de um ca- mos fé em Jesus, aquele que Jeová esco-
sal que se formou em Gileade. Eles foram lheu para ser o Rei do Reino. (João 14:1)
designados para um país que tem poucas Não importa qual seja a nossa situação,
Testemunhas de Jeová. E como a religião Jeová sempre vai ser nosso refúgio e nossa
principal do país não é cristã, o casal não força. (Leia Salmo 46:1-3.) Além disso,
encontrou muitas pessoas interessadas em temos confiança de que Jesus está guian-
estudar a Bíblia. Por outro lado, os colegas do a obra de pregação lá do céu, usando
de sua turma de Gileade que estavam ser- o poder e a autoridade que recebeu de
vindo em outros países sempre mandavam Jeová. — Mat. 28:18-20.
17 A fé aumenta nossa confiança de que
notícias incríveis dos muitos estudos bíbli-
cos progressivos que tinham. Mas o ca- Jeová vai abençoar nossos esforços. E isso
sal continuou sendo paciente. Apesar do pode acontecer de uma maneira que nem
crescimento da obra no território ser bem imaginamos. (Ecl. 11:6) Por exemplo, sa-
lento, eles não desistiram de pregar. De- bemos que milhares de pessoas veem to-
pois de oito anos de trabalho num territó- dos os dias nossos displays e carrinhos
rio que não parecia produtivo, eles final- de publicações. Mas será que esse método
mente tiveram a alegria de ver um de seus funciona? Com certeza! O Nosso Ministério
estudantes se batizar. O que esses exem- 15. Como a fé nos deixa mais determinados a pre-
plos do passado e do presente têm em co- gar?
mum? Eles não se tornaram preguiçosos 16. De acordo com o Salmo 46:1-3, como a fé em
nem descansaram suas mãos, e Jeová re- Jeová e em Jesus pode nos deixar mais determina-
dos a pregar?
13-14. Que exemplos de paciência podemos imi- 17. Por que temos que continuar pregando? Dê
tar? um exemplo.

12 A SENTINELA
do Reino de novembro de 2014 contou po. Com uns 120 anos de antecedência,
o caso de uma universitária que queria Jeová determinou a data do Dilúvio. Déca-
fazer um trabalho sobre as Testemunhas das depois, Jeová deu a Noé a missão de
de Jeová. Ela não tinha conseguido achar construir a arca. Provavelmente, por uns
um Salão do Reino, mas achou uma mesa quarenta ou cinquenta anos antes do Di-
de publicações no campus da universida- lúvio, Noé continuou trabalhando duro.
de e também achou informações para in- Apesar de as pessoas não darem ouvidos,
cluir em seu trabalho. Por fim, ela se tor- Noé continuou pregando a mensagem de
nou uma Testemunha de Jeová batizada e aviso até o dia em que Jeová disse que era
hoje é pioneira regular. Relatos como esse hora de levar os animais para dentro da
nos motivam a continuar pregando. Eles arca. Então, na hora certa, “Jeová fechou
mostram que ainda existem pessoas que a porta”. — Gên. 6:3; 7:1, 2, 16.
precisam achar e ouvir a mensagem do 19 Em breve, Jeová vai dizer que a obra
Reino. de pregação do Reino terminou. Ele vai ‘fe-
ESTEJA DECIDIDO char a porta’ do sistema de Satanás e vai
A NÃO DESCANSAR SUAS MÃOS trazer um novo mundo de justiça. Até que
18Podemos ter certeza de que a obra de esse dia chegue, esteja decidido a imitar
pregação vai terminar na hora certa. Pense Noé, Habacuque e outros que não descan-
no que aconteceu nos dias de Noé. Jeová saram suas mãos. Continue focado, seja
provou que tem controle perfeito do tem- paciente e tenha forte fé em Jeová e nas
promessas dele.
18. Por que podemos ter certeza de que a obra de
pregação vai terminar na hora em que Jeová qui- 19. O que podemos esperar se não descansarmos
ser? nossas mãos?

COMO CADA UM DOS PONTOS A SEGUIR NOS AJUDA A NÃO DESCANSAR NOSSAS MÃOS?

˛ Continuar focado ˛ Ser paciente ˛ Ter uma fé forte

CÂNTICO 75
‘Estou aqui!’
ESTUDO 38

Seja sábio em
tempos de paz
“ A terra estava em paz e não houve guerra contra ele
CÂNTICO 60 durante esses anos, visto que Jeová lhe deu descanso.”
A mensagem de vida — 2 CRÔ. 14:6.

O QUE VAMOS VER QUANDO você acha que é mais difícil servir a Jeová?
Você tem liberdade de Quando está passando por problemas ou quando sua vida
adorar a Jeová em seu está relativamente em paz? Geralmente, ao passarmos por
país? Se sim, você está algum desafio, recorremos logo a Jeová. Mas o que faze-
aproveitando esse período mos quando nossa vida está tranquila? Será que corremos
de paz? Este estudo vai o risco de esquecer como a adoração a Deus é importante?
mostrar como você pode Jeová avisou aos israelitas que isso poderia acontecer.
imitar o rei Asa, de Judá, e — Deut. 6:10-12.
os cristãos do primeiro sé- 2 O rei Asa é um excelente exemplo de alguém que agiu
culo. Eles souberam usar com sabedoria. Ele sempre confiou em Jeová e serviu a
bem os períodos de paz. Deus não apenas em tempos difíceis, mas também em tem-
pos de paz. Desde bem cedo, “o coração de Asa foi plena-
mente devotado a Jeová”. (1 Reis 15:14, nota) Um dos mo-
dos de Asa mostrar sua devoção a Deus foi por limpar Judá
da adoração falsa. A Bíblia diz que ele “removeu os altares
de deuses estrangeiros e os altos sagrados, despedaçou as
colunas sagradas e derrubou os postes sagrados”. (2 Crô.
14:3, 5) Asa até mesmo removeu Maacá, sua avó, da posi-
ção importante que ela tinha. Por quê? Porque ela promo-
via a adoração falsa de um ídolo. — 1 Reis 15:11-13.
3 Asa fez mais do que limpar o país da religião falsa. Ele

promoveu a adoração pura e ajudou o reino de Judá a vol-


tar para Jeová. Por causa disso, Jeová abençoou Asa e os
1. Em que situação pode ser difícil servir a Jeová?
2. Que exemplo o rei Asa deixou?
3. O que vamos ver neste estudo?

14
israelitas com uma época de paz.1 Duran- canso de todos os inimigos ao redor’. Asa
te dez anos do reinado de Asa, ‘a terra es- não achava que aquele período de paz era
teve em paz’. (2 Crô. 14:1, 4, 6) Neste uma época para relaxar. Pelo contrário,
estudo, vamos ver como Asa aproveitou ele aproveitou o tempo para construir ci-
esse período de paz. Daí, vamos conside- dades, muralhas, torres e portões. Asa
rar o exemplo dos cristãos do primeiro disse aos israelitas: “A terra ainda está em
século. Assim como Asa, eles souberam nosso poder.” O que isso queria dizer?
aproveitar uma época de paz. Por fim, va- Que o povo podia andar livremente por
mos responder a esta pergunta: se você todo o território e construir sem a oposi-
mora num país que tem liberdade de ado- ção de inimigos. Asa incentivou o povo a
aproveitar esse tempo de paz.
ração, como você pode usar com sabedo-
5 Asa também aproveitou o tempo de
ria esse tempo de paz?
paz para fortalecer seu exército. (2 Crô.
COMO ASA APROVEITOU 14:8) Será que isso indicava que ele não
UM TEMPO DE PAZ tinha fé em Jeová? Não. Asa sabia que sua
4 Leia 2 Crônicas 14:2, 6, 7. Asa disse obrigação como rei era preparar o povo
ao povo que Jeová tinha dado a eles ‘des- para qualquer problema que talvez sur-
gisse no futuro. Ele sabia que aquele pe-
1 ENTENDA MELHOR: O termo “paz” envolve mais do ríodo de paz em Judá não duraria para
que a ausência de guerras. Em hebraico, ele também
transmite a ideia de boa saúde, segurança e bem-estar. sempre. E foi exatamente isso o que acon-
teceu.
4. De acordo com 2 Crônicas 14:2, 6, 7, como Asa
aproveitou um tempo de paz? 5. Por que Asa fortaleceu seu exército?

O rei Asa tomou uma


atitude firme contra
a adoração falsa
(Veja o parágrafo 2.)

SETEMBRO DE 2020 15
COMO OS PRIMEIROS CRISTÃOS vremente em muitos países. Você tem li-
APROVEITARAM TEMPOS DE PAZ berdade de adoração em seu país? Se sim,
6 Embora muitas vezes sofressem per- pergunte-se: ‘Como estou aproveitando
seguição, os primeiros cristãos também essa liberdade?’ Nestes empolgantes últi-
tiveram períodos de paz. O que os dis- mos dias, a organização de Jeová está li-
c ípulos faziam nessas ocasiões? Eles derando a maior campanha de pregação
aproveitavam para pregar as boas no- e ensino que este mundo já viu. (Mar.
vas sem parar. De acordo com o livro de 13:10) Muitas portas estão abertas para o
Atos, esses homens e mulheres fiéis ‘an- povo de Jeová.
davam no temor de Jeová’. Eles continua- 10 Como você pode aproveitar tempos

vam pregando as boas novas e, como re- de paz? (Leia 2 Timóteo 4:2.) O que
sultado, ‘se multiplicavam’. Sem dúvida, acha de examinar suas circunstâncias?
Jeová abençoou o zelo desses cristãos du- Será que você ou alguém de sua famí-
rante tempos de paz. — Atos 9:26-31. lia poderia aumentar a participação na
7 Os cristãos do primeiro século apro- pregação, talvez servindo como pioneiro?
veitavam todas as oportunidades para pre- Agora não é hora de acumular riquezas e
gar as boas novas. Por exemplo, o apósto- bens materiais — coisas que não vão pas-
lo Paulo reconheceu que uma porta ampla sar com a gente pela grande tribulação.
para atividade tinha sido aberta para ele — Pro. 11:4; Mat. 6:31-33; 1 João 2:15-17.
em Éfeso. Então, ele aproveitou a oportu- 11 Muitos publicadores estão aprenden-

nidade para pregar e fazer discípulos na- do um novo idioma para usar na pregação
quela cidade. — 1 Cor. 16:8, 9. e no ensino. A organização de Deus apoia
8 Outra oportunidade que surgiu para esses irmãos produzindo material bíbli-
Paulo e outros cristãos foi no ano 49, co em cada vez mais idiomas. Por exem-
quando a questão da circuncisão foi re- plo, em 2010, produzíamos publicações
solvida. (Atos 15:23-29) Depois que as em cerca de 500 idiomas. Hoje, produzi-
congregações ficaram sabendo da deci- mos em mais de mil!
são, os discípulos trabalharam duro para 12 Será que faz diferença uma pessoa

declarar “as boas novas da palavra de ouvir a verdade da Palavra de Deus em


Jeová”. (Atos 15:30-35) Qual foi o resul- seu idioma materno? Veja o caso de uma
tado? A Bíblia diz que “as congregações irmã que assistiu a um congresso regional
eram fortalecidas na fé e cresciam a cada em Memphis, Tennessee, EUA. O idio-
dia”. — Atos 16:4, 5. ma nativo dela é o quiniaruanda, falado
principalmente em Ruanda, na Repúbli-
APROVEITANDO TEMPOS DE PAZ HOJE
ca Democrática do Congo e em Uganda.
9 Atualmente, é possível pregarmos li-
10. O que 2 Timóteo 4:2 nos incentiva a fazer?
6. Como os cristãos do primeiro século aproveita- 11. O que muitos publicadores estão fazendo para
vam os tempos de paz? alcançar o máximo de pessoas com as boas no-
7-8. O que Paulo e outros cristãos faziam quando vas?
tinham oportunidade? Explique. 12. Por que é bom para as pessoas ouvir a mensa-
9. Qual é a situação em muitos países hoje, e que gem do Reino em seu idioma materno? Dê um
pergunta devemos nos fazer? exemplo.

16 A SENTINELA
Muitos irmãos foram abençoados
por apoiar a pregação em outro país
ou por pregar em outro idioma
(Veja os parágrafos 10 a 12.)

O programa do congresso foi apresenta- obra de pregação. Por exemplo, pense em


do nesse idioma. Depois do congresso, a nossos irmãos na Rússia. Depois de dé-
irmã disse: “Já faz dezessete anos que cadas de perseguição, eles ganharam li-
moro nos Estados Unidos, mas essa foi a berdade de adoração em março de 1991.
primeira vez que consegui entender todo Naquela época, havia uns 16 mil publi-
o programa espiritual.” Sem dúvida, essa cadores na Rússia. Vinte anos depois, o
irmã ficou bastante emocionada de ou- número de publicadores aumentou para
vir o congresso em seu idioma nativo. mais de 160 mil! Fica claro que nossos ir-
Se suas circunstâncias permitirem, o que mãos foram sábios e aproveitaram a opor-
acha de aprender outro idioma para aju- tunidade que tiveram de pregar livremen-
dar alguns em seu território? Talvez algu- te. Aquele tempo de paz não durou. Mas
mas pessoas se sintam mais à vontade fa- mudanças de circunstâncias não diminuí-
lando outro idioma. Será que isso pode ram o zelo que eles têm pela adoração
motivar você a aprender uma nova lín- pura. Eles continuam servindo a Jeová, e
gua? É verdade que é preciso esforço, mas usam qualquer método que seja possível.
vale a pena!
13 Nem todos os nossos irmãos têm li- O TEMPO DE PAZ NÃO VAI DURAR
berdade para pregar. Em alguns lugares, o 14 Na época de Asa, o período de paz

governo impõe restrições bem rígidas à chegou ao fim. Um exército enorme

13. Como nossos irmãos na Rússia aproveitaram 14-15. Como Jeová mostrou seu poder em favor
um tempo de paz? de Asa?

SETEMBRO DE 2020 17
— com mais de um milhão de soldados — disse: “Todos os que desejarem levar uma
veio da Etiópia. O comandante, Zerá, ti- vida de devoção a Deus, em união com
nha certeza de que seu exército consegui- Cristo Jesus, também serão persegui-
ria derrotar Judá. Mas o rei Asa não con- dos.” (2 Tim. 3:12) Satanás tem “grande
fiava em números, e sim em seu Deus, ira”. Seria tolice de nossa parte achar que
Jeová. Asa orou: “Ajuda-nos, ó Jeová, poderíamos de algum modo escapar do
nosso Deus, pois confiamos em ti, e em furor dele. — Apo. 12:12.
17 Em breve, todos enfrentaremos tes-
teu nome viemos contra esta multidão.”
— 2 Crô. 14:11. tes de integridade. O mundo vai passar
15 Embora o exército da Etiópia tivesse por uma “grande tribulação, como nunca
quase o dobro de soldados, Asa reconhe- ocorreu desde o princípio do mundo até
cia que Jeová tinha o poder e a capaci- agora”. (Mat. 24:21) Durante essa épo-
dade de agir em favor de seu povo. E ca, nossa família talvez fique contra nós,
Jeová não o desapontou; os etíopes so- e pode ser que nossa obra seja proibi-
freram uma derrota humilhante. — 2 Crô. da. (Mat. 10:35, 36) Qual vai ser a sua
reação? Será que, assim como Asa, você
14:8-13.
16 Não sabemos em detalhes o que o fu-
vai confiar na ajuda e na proteção de
Jeová?
turo reserva para cada um de nós. Mas sa- 18 Jeová já está nos preparando para o
bemos que qualquer período de paz para
que vem pela frente. Ele está guiando o
o povo de Deus vai ser temporário. Na
“escravo fiel e prudente” para nos dar
verdade, Jesus predisse que os discípu-
alimento espiritual “no tempo apropria-
los dele seriam “odiados por todas as
nações”. (Mat. 24:9) E o apóstolo Paulo 17. Que testes de fé podemos enfrentar?
18. De acordo com Hebreus 10:38, 39, o que vai
16. Como sabemos que o período de paz não vai nos ajudar a estar preparados para o fim do tem-
durar? po de paz?

Depois da oração fervorosa do rei Asa, Jeová deu


a Judá a vitória sobre um grande exército inimigo
(Veja os parágrafos 14 e 15.)

18 A SENTINELA
do”. Assim, podemos continuar firmes nho, será que mesmo assim reserva tem-
em nossa adoração a Deus. (Mat. 24:45) po para estudar, assim como as famílias
Mas nós temos que fazer a nossa parte. fazem? Além disso, participa o máximo
Devemos fazer nosso melhor para desen- que pode na obra de pregar e fazer discí-
volver uma forte fé em Jeová. — Leia He- pulos?
breus 10:38, 39. 20 Por que é bom fazer essas perguntas?

19 Assim como o rei Asa, nós precisamos A Bíblia diz que Jeová examina nossos
‘buscar a Jeová’. (2 Crô. 14:4; 15:1, 2) pensamentos e nosso coração; então, de-
O primeiro passo dessa busca é conhecer vemos fazer o mesmo. (Leia 1 Crônicas
a Jeová e ser batizado. Temos que apro- 28:9.) Se você perceber que precisa mu-
veitar todas as oportunidades para forta- dar algum alvo, atitude ou pensamento,
lecer nosso amor por Jeová. Para saber peça que Jeová o ajude a mudar. Agora é
como você está se saindo nisso, pergunte- o momento de se preparar para os testes
se: ‘Estou assistindo a todas as reuniões?’ que virão pela frente. Não deixe que nada
Nas reuniões, ganhamos mais força para impeça você de agir com sabedoria em
continuar servindo a Jeová e somos tempos de paz!
encorajados por nossos irmãos na fé.
(Mat. 11:28) Outra pergunta que você
pode se fazer é: ‘Eu costumo estudar a ________________________________________________________________________________________________________________________________

Bíblia regularmente?’ Se você mora com IMAGENS Página 15: O rei Asa removeu sua avó
sua família, costuma fazer a adoração da posição que ela tinha, porque ela promovia a
em família toda semana? E se mora sozi- adoração falsa. Apoiadores leais de Asa seguem
o exemplo dele e destroem ídolos. Página 17: Um
19-20. Com base em 1 Crônicas 28:9, que pergun- casal zeloso simplifica a vida para poder servir
tas devemos nos fazer, e por quê? onde há mais necessidade.

QUAL É A SUA RESPOSTA?

˛ Como o rei Asa e os cristãos ˛ Como os cristãos hoje po- ˛ O que vai acontecer em
do primeiro século aprovei- dem aproveitar tempos de breve?
taram tempos de paz? paz?

CÂNTICO 62
O novo cântico
ESTUDO 39
Apoie as irmãs da
sua congregação
CÂNTICO 137 “As mulheres que proclamam as boas novas são um grande
Mulheres fiéis exército.” — SAL. 68:11.

O QUE VAMOS VER FICAMOS muito felizes por termos na congregação tantas
As irmãs da nossa congre- irmãs que fazem o seu melhor! Por exemplo, elas participam
gação enfrentam muitos das reuniões e da pregação das boas novas. Algumas ajudam
desafios. Este estudo vai na manutenção do Salão do Reino e mostram preocupação
mostrar como podemos pelos outros irmãos e irmãs. É claro que elas também en-
imitar Jesus por apoiar as frentam desafios. Algumas têm que cuidar de pais idosos.
nossas irmãs na fé. Jesus Outras sofrem oposição de parentes. E ainda outras são
passou tempo com as mu- mães solteiras que trabalham duro para sustentar os filhos.
lheres, deu valor ao que 2 Por que devemos apoiar as irmãs da congregação? Por-
elas faziam e as defendeu. que o mundo nem sempre trata as mulheres com a dignida-
de que elas merecem. Além disso, a própria Bíblia nos incen-
tiva a dar apoio a elas. Por exemplo, o apóstolo Paulo pediu
que a congregação em Roma acolhesse Febe e desse a ela
“toda a ajuda necessária”. (Rom. 16:1, 2) Quando era fari-
seu, Paulo provavelmente costumava tratar as mulheres
como inferiores. Mas depois de se tornar cristão, ele passou
a imitar Jesus e a tratar as mulheres de modo digno e bon-
doso. — 1 Cor. 11:1.
3 Jesus tratava todas as mulheres com dignidade. (João

4:27) Ele não via as mulheres como os líderes religiosos da


sua época. Uma enciclopédia bíblica diz: “Jesus nunca disse
nada que pudesse ofender ou rebaixar as mulheres.” E Jesus
tinha uma preocupação especial pelas mulheres que faziam
a vontade de seu Pai. Ele as via como irmãs e as citava junto
com outros homens que ele considerava como parte da fa-
mília. — Mat. 12:50.
1. Que apoio as irmãs dão à organização, e que desafios muitas en-
frentam? (Veja a imagem da capa.)
2. Por que devemos apoiar nossas irmãs?
3. Como Jesus tratava as mulheres, e o que ele achava daquelas que
faziam a vontade de Deus?

20
4 Jesus sempre estava disposto a ajudar modo que deixava as duas à vontade. Ma-
as mulheres que serviam a Deus. Ele dava ria não teve vergonha de se sentar aos pés
valor a elas e as defendia. Vamos ver como de Jesus, assim como um discípulo fazia.1
podemos mostrar consideração por nossas E Marta se sentiu livre para dizer a Jesus
irmãs, assim como Jesus fazia. que estava irritada por Maria não ajudá-la
a preparar a refeição. Naquela ocasião in-
PASSE TEMPO COM
formal, Jesus ensinou lições valiosas para
NOSSAS PRECIOSAS IRMÃS
Marta e Maria. E Jesus as visitou outras
5 Todos nós, irmãos e irmãs, precisamos
vezes, provando que gostava muito delas e
de boa associação. Mas às vezes, isso é de seu irmão, Lázaro. (João 12:1-3) Quan-
difícil para algumas irmãs. Por quê? Veja do Lázaro ficou gravemente doente, Maria
o que algumas disseram. Jordan1 conta: e Marta sabiam que podiam contar com a
“Por ser solteira, eu sempre acho difícil sa- ajuda de Jesus. — João 11:3, 5.
ber o meu papel na congregação; parece 7 Para algumas irmãs, as reuniões são
que não me encaixo.” Kristen, uma pionei- uma das poucas oportunidades de es-
ra que se mudou para fazer mais no minis- tar com os irmãos na fé. Por isso, de-
tério, diz: “Quando você se muda para uma vemos aproveitar essas ocasiões para re-
nova congregação, você pode se sentir so- cebê-las bem, para falar com elas e para
zinha.” Alguns irmãos também se sentem dizer que nos importamos com elas. Jor-
assim. Quem vive num lar dividido pode dan, mencionada antes, diz: “Eu me sinto
não se sentir muito achegado à própria fa- tão bem quando outros elogiam um co-
mília e, ao mesmo tempo, se sentir isola- mentário que eu dei, quando combinam
do dos irmãos da congregação. As irmãs de trabalhar comigo no campo ou quando
que não saem de casa por causa de uma mostram de algum modo que se importam
doença ou as que têm que cuidar de fami- comigo.” Nós precisamos deixar nossas ir-
liares doentes podem acabar se sentindo mãs saber que elas são importantes para
sozinhas. Annette comenta: “Minha mãe nós. Kia diz: “Quando eu não vou a uma
dependia principalmente da minha ajuda. reunião, eu sei que vai chegar alguma men-
Por isso, eu não podia aceitar quando os ir- sagem perguntando se estou bem. Isso me
mãos me convidavam para recreações.” dá a certeza de que os irmãos da congrega-
6 Jesus passava tempo com suas irmãs na
ção se importam comigo.”
fé. Ele era um verdadeiro amigo para elas. 8 Assim como Jesus, podemos reservar
Por exemplo, pense na amizade que ele ti- tempo para estar com as irmãs. O que
nha com Maria e Marta. Pelo visto, elas acha de convidá-las para uma refeição ou
deviam ser solteiras. (Leia Lucas 10:38-
42.) Jesus sempre falava e agia de um 1 Uma enciclopédia bíblica diz: “Os discípulos se senta-
vam aos pés de seus instrutores. Eles faziam isso quan-
1 Alguns nomes foram mudados. do se preparavam para ser instrutores — papel que não
era permitido às mulheres . . . Os homens judeus, em sua
maioria, teriam ficado chocados ao ver Maria sentada
4. O que vamos ver neste estudo? aos pés de Jesus, ansiosa para aprender, em vez de es-
5. Por que algumas irmãs acham difícil ter mo- tar cumprindo o papel tradicional das mulheres.”
mentos de boa associação?
6. De acordo com Lucas 10:38-42, como Jesus 7. Como podemos encorajar as irmãs?
ajudou Maria e Marta? 8. Quais são outros modos de imitar Jesus?

SETEMBRO DE 2020 21
Assim como Jesus,
podemos mostrar que
nos preocupamos com
nossas irmãs fiéis
(Veja os parágrafos 6 a 9.)

para uma recreação? Nessas ocasiões, diga irmãs e mães espirituais. (1 Tim. 5:1, 2)
coisas positivas. (Rom. 1:11, 12) Se você é É bom que eles reservem um tempo an-
ancião, lembre-se sempre do exemplo de tes ou depois das reuniões para conver-
Jesus. Ele sabia que, para alguns, não é fá- sar com as irmãs. Kristen diz: “Um an-
cil estar solteiro. Mas ele deixou claro que cião notou que eu estava bem ocupada e
uma pessoa não precisa nem se casar nem me perguntou como era o meu dia a dia.
ter filhos para ter uma felicidade duradou- Fiquei muito feliz de ver a preocupação
ra. (Luc. 11:27, 28) Na verdade, a chave dele comigo.” Quando os anciãos reser-
para a felicidade eterna é colocar o serviço vam tempo regularmente para conversar
de Jeová em primeiro lugar na vida. — Mat. com suas irmãs espirituais, eles mostram
19:12. que se importam com elas.1 Annette, men-
9 Os anciãos, em especial, precisam tra-
cionada antes, destaca um dos benefícios
tar as mulheres da congregação como suas de sempre conversar com os anciãos. Ela
9. O que os anciãos podem fazer para ajudar as ir- 1 Os anciãos precisam ter cuidado ao ajudar irmãs. Por
mãs? exemplo, eles nunca devem visitar uma irmã sozinhos.

22 A SENTINELA
diz: “Isso me ajuda a conhecer melhor os quando Jesus foi preso, os apóstolos fu-
anciãos, e os anciãos também me conhe- giram. Mas quando ele estava morrendo
cem melhor. Daí, quando passo por um na estaca de tortura, algumas das mulhe-
problema difícil, eu me sinto mais à vonta- res que o apoiavam estavam ao lado dele.
de de pedir ajuda para eles.” — Mat. 26:56; Mar. 15:40, 41.
12 Jesus confiou às mulheres trabalhos
DÊ VALOR AO QUE AS IRMÃS FAZEM
muito importantes. Por exemplo, as pri-
10 Todos nós, tanto homens quanto mu- meiras pessoas que viram Jesus ressuscita-
lheres, nos sentimos bem quando outros do foram mulheres fiéis. E Jesus deu a
reconhecem nossas habilidades e dão valor elas a missão de contar aos apóstolos so-
ao trabalho que fazemos. Por outro lado, bre a ressurreição dele. (Mat. 28:5, 9, 10)
quando ninguém dá atenção a nossos ta- Além disso, é possível que mulheres esti-
lentos ou esforços, podemos ficar desa- vessem presentes quando o espírito santo
nimados. Uma pioneira solteira chamada foi derramado no Pentecostes do ano 33.
Abigail admite que, às vezes, se sente igno- Se isso realmente aconteceu, essas irmãs
rada. Ela diz: “Para os outros, eu sou ape- devem ter recebido o dom milagroso de fa-
nas a irmã de fulano ou a filha de bel- lar idiomas estrangeiros. Dessa forma, elas
trano. Às vezes, me sinto invisível.” Por puderam participar no trabalho de contar
outro lado, note o caso de uma irmã cha- a outros “as coisas magníficas de Deus”.
mada Pam. Quando era solteira, ela serviu — Atos 1:14; 2:2-4, 11.
por muitos anos como missionária. De- 13 Nossas irmãs merecem ser elogiadas
pois, ela precisou voltar para casa para cui- por tudo o que fazem no serviço de Jeová.
dar dos pais. Hoje ela tem mais de 70 anos Isso inclui construção e manutenção de
e continua servindo como pioneira. Pam Salões do Reino, apoio a grupos de língua
diz: “O que mais me ajuda é quando os ou- estrangeira e serviço voluntário em Betel.
tros dizem que dão valor a tudo o que eu Elas participam de ajuda humanitária, da
faço.” tradução de publicações e servem como
11 Algumas mulheres fiéis ajudavam Je-
pioneiras e missionárias. Assim como os ir-
sus “com os seus próprios bens”, e ele dava mãos, as irmãs cursam a Escola de Pionei-
valor a isso. (Luc. 8:1-3) Jesus não só per- ro, a Escola para Evangelizadores do Reino
mitia que aquelas mulheres tivessem esse e a Escola de Gileade. Além disso, as que
privilégio, mas também revelava a elas ver- são casadas ajudam os maridos a cuidar
dades espirituais profundas. Por exemplo, das responsabilidades que eles têm na con-
ele disse a elas que morreria e seria ressus- gregação e na organização. Esses irmãos
citado. (Luc. 24:5-8) Assim como fez com só conseguem ser “dádivas em homens”
os apóstolos, Jesus preparou suas segui- porque têm o apoio de suas esposas. (Efé.
doras para as provações que enfrentariam. 4:8) Consegue pensar em modos de apoiar
(Mar. 9:30-32; 10:32-34) Vale notar que, essas irmãs em tudo o que elas fazem?
10. O que pode ajudar nossas irmãs a se sentir 12. Que trabalhos Jesus confiou às mulheres?
bem? 13. Que coisas as irmãs fazem hoje no serviço de
11. Como Jesus mostrou que dava valor às mulhe- Jeová, e como você pode mostrar que dá valor a
res que o acompanhavam em seu ministério? tudo o que elas fazem?

SETEMBRO DE 2020 23
14 As irmãs formam “um grande exérci- Marta. (Luc. 10:38-42) E ele defendeu Ma-
to” de trabalhadoras dispostas. E elas geral- ria novamente quando outros disseram que
mente são muito boas na pregação. (Leia ela tinha tomado uma decisão ruim. (Leia
Salmo 68:11.) Os anciãos que são sábios Marcos 14:3-9.) Jesus entendeu as moti-
reconhecem isso e procuram maneiras de vações de Maria e a elogiou, dizendo: ‘Ela
aprender com a experiência que nossas ir- me fez uma coisa muito boa. Ela fez o que
mãs têm. Abigail, mencionada antes, se pôde.’ Jesus até mesmo profetizou: “Onde
sente encorajada quando os irmãos pergun- quer que se preguem as boas novas em todo
tam para ela que métodos são mais eficien- o mundo, o que essa mulher fez também
tes para iniciar conversas no território. Ela será relatado, em memória dela.” Isso é
diz: “Isso me ajuda a ver que Jeová guardou exatamente o que este artigo está fazendo
um lugar para mim na organização dele.” agora. Sem dúvida, as palavras de Jesus de-
Além disso, os anciãos reconhecem que ir- vem ter encorajado Maria depois de ela ter
mãs fiéis de mais idade se saem muito bem sido tão criticada! E algo bem interessante
em ajudar as mais jovens que estão passan- é o fato de Jesus ter usado o gesto bondo-
do por problemas. (Tito 2:3-5) Com certe- so de Maria para dizer que a obra de prega-
za, nossas irmãs merecem nosso amor e ção alcançaria o mundo todo.
gratidão! 17 Você defende suas irmãs na fé quando

DEFENDA AS IRMÃS elas precisam? Por exemplo, imagine a se-


15 Às vezes, as irmãs passam por desafios
guinte situação: Em sua congregação, há
uma irmã que tem marido descrente. Al-
específicos e precisam de alguém que as de-
guns publicadores reparam que ela costu-
fenda. (Isa. 1:17) Por exemplo, uma irmã
ma chegar atrasada nas reuniões e vai em-
viúva ou divorciada talvez precise que al-
bora logo depois do “amém”. Além disso, a
guém defenda os direitos dela e a ajude com
irmã quase nunca traz os filhos com ela.
alguma tarefa que seu marido costumava
fazer. Ou pode ser que uma irmã idosa pre- Então, os publicadores começam a criticá-
cise de ajuda para falar com algum médico. la, dizendo: “Por que ela não toma uma ati-
Ou ainda, uma pioneira que trabalha em tude mais firme com o marido dela?” Mas,
projetos teocráticos talvez precise que al- na realidade, a irmã está fazendo o melhor
guém a defenda se ela for criticada por não que pode. Ela não tem controle total sobre
estar tanto no campo quanto os outros pio- sua programação. E não é ela que toma a
neiros. O que mais podemos fazer para aju- decisão final sobre os filhos. O que você
dar nossas irmãs? Mais uma vez, vamos ver pode fazer para defendê-la? Elogie a irmã
o exemplo de Jesus. por todo o esforço que faz e fale com ou-
16 Jesus era rápido para defender suas ir- tros sobre as coisas boas que ela está fazen-
mãs na fé quando elas eram criticadas. Por do. Dessa forma, você pode ajudar a acabar
exemplo, ele defendeu Maria das críticas de com a conversa negativa.
18 Também podemos mostrar nosso cari-

14. Levando em conta o que o Salmo 68:11 diz, o nho pelas irmãs por oferecer ajuda prática.
que os anciãos sábios fazem?
15. Em que situações as irmãs podem precisar 17. Dê um exemplo de como você poderia defen-
que alguém as defenda? der uma irmã.
16. De acordo com Marcos 14:3-9, como Jesus 18. De que outros modos podemos ajudar nossas
defendeu Maria? irmãs?

24 A SENTINELA
(1 João 3:18) Annette, a irmã que cuidava TODAS AS IRMÃS
da mãe doente, diz: “Alguns irmãos vinham PRECISAM DE NOSSO APOIO
à minha casa para cuidar um pouco da mi- 20 Em cada congregação, encontramos

nha mãe para mim ou para trazer comida. inúmeros exemplos de irmãs que merecem
Eu me senti amada; senti que era parte da nosso apoio. E como aprendemos com Je-
congregação.” Jordan também recebeu aju- sus, temos que ajudá-las por passar tempo
da. Um irmão deu a ela algumas dicas sobre com elas e conhecê-las melhor. Também
manutenção do carro. Ela diz: “É bom sa- precisamos mostrar que damos valor a tudo
ber que meus irmãos se importam com a o que elas fazem no serviço de Deus. E por
minha segurança.” fim, temos que defendê-las quando neces-
19 Da mesma forma, os anciãos devem sário.
cuidar das necessidades das irmãs. Eles sa- 21 No fim de sua carta aos romanos, o

bem que Jeová quer que elas sejam bem apóstolo Paulo citou nove mulheres por
tratadas. (Tia. 1:27) Os anciãos devem ser nome. (Rom. 16:1, 3, 6, 12, 13, 15) Essas ir-
razoáveis como Jesus; eles não devem ficar mãs sem dúvida se sentiram encorajadas
criando regras quando é possível abrir uma quando ouviram a leitura dessa carta com
exceção. (Mat. 15:22-28) Quando os an- os cumprimentos e os elogios de Paulo para
ciãos tomam a iniciativa de dar ajuda, as ir- elas. Assim como Paulo, apoie todas as ir-
mãs sentem que Jeová e a organização se mãs de sua congregação. Dessa forma, você
importam com elas. Kia, já mencionada, vai mostrar que elas são uma parte muito
precisou mudar de casa. Quando o supe- valiosa de nossa família espiritual!
rintendente do grupo dela ficou sabendo
disso, ele rapidamente providenciou ajuda. 20-21. Como você pode mostrar que considera as
irmãs de sua congregação valiosas?
Kia diz: “Isso aliviou muito o meu estres-
se. Tanto as palavras encorajadoras dos an- ________________________________________________________________________________________________________________________________
ciãos quanto a ajuda prática que eles me IMAGEM Página 22: Três irmãos imitam a Jesus
deram deixaram claro que sou parte impor- por mostrar preocupação pelas mulheres. Um ir-
tante da congregação. Sei que, mesmo em mão troca o pneu do carro de duas irmãs, outro
situações difíceis, eu não estou sozinha.” visita uma irmã doente e o último vai com a espo-
sa fazer a adoração em família com uma irmã e a
19. Como os anciãos podem ajudar as irmãs? filha dela.

QUAL É A SUA RESPOSTA?

˛ Por que é importante passar ˛ Como podemos mostrar que ˛ Em que ocasiões talvez pre-
tempo com nossas irmãs? damos valor a tudo o que cisemos defender nossas
nossas irmãs fazem? irmãs?

CÂNTICO 136
Jeová o recompensará
ESTUDO 40

“Guarde o que lhe foi


CÂNTICO 29 confiado”
Que nossa vida dê honra
ao teu nome! “Timóteo, guarde o que lhe foi confiado.” — 1 TIM. 6:20.

O QUE VAMOS VER É COMUM deixarmos que outros cuidem de coisas que são
Nós temos o grande privi- valiosas para nós. Por exemplo, a maioria de nós guarda o
légio de conhecer a verda- dinheiro em um banco. Nós esperamos que ele fique segu-
de e de poder ensiná-la a ro lá, e que ele não seja perdido nem roubado. Então, nós
outros. Este estudo vai nos entendemos o que quer dizer confiar a uma pessoa algo que
ajudar a ficar bem apega- consideramos precioso.
dos a esse privilégio e a 2 Leia 1 Timóteo 6:20. O apóstolo Paulo lembrou Timó-

nunca abrir mão dele. teo de que ele tinha recebido algo precioso — o conheci-
mento exato das coisas que Deus ia fazer pela humanidade.
E Timóteo também recebeu o privilégio de ‘pregar a pala-
vra’ e ‘fazer a obra de um evangelizador’. (2 Tim. 4:2, 5) Por
isso, Paulo incentivou Timóteo a guardar o que tinha sido
confiado a ele. Assim como fez com Timóteo, Jeová con-
fiou a nós coisas muito valiosas. Que coisas? E como pode-
mos proteger o tesouro que Jeová nos deu?
JEOVÁ CONFIA A NÓS VERDADES PRECIOSAS
3 Em sua bondade, Jeová nos dá o conhecimento exato
das verdades preciosas que estão em sua Palavra, a Bíblia.
As verdades da Bíblia são preciosas porque nos ensinam
como ter uma boa amizade com Jeová e mostram o que
realmente traz felicidade na vida. Quando aceitamos essas
verdades e vivemos de acordo com elas, somos libertados
de ensinos falsos e de práticas imorais. — 1 Cor. 6:9-11.
4 Outro motivo de as verdades da Palavra de Deus serem

preciosas é que Jeová só as revela para quem é humilde e


tem “a disposição correta”. (Atos 13:48) Essas pessoas
aceitam o canal que Jeová usa atualmente para transmitir
1-2. De acordo com 1 Timóteo 6:20, o que Timóteo tinha recebido?
3-4. Quais são alguns motivos de as verdades da Bíblia serem tão pre-
ciosas?

26
essas verdades. (Mat. 11:25; 24:45) Sozi-
nhos, jamais conseguiríamos aprender as
verdades da Bíblia, e nada nesse mundo é
tão valioso quanto elas. — Pro. 3:13, 15.
5 Jeová também confiou a nós o privilé-

gio de ensinar outros sobre ele e sobre o


que ele vai fazer. (Mat. 24:14) A mensa-
gem que pregamos é muito valiosa. Ela
ajuda as pessoas a se tornar parte da famí-
lia de Jeová e dá a elas a chance de viver
para sempre. (1 Tim. 4:16) Independente-
mente do que conseguimos fazer na prega-
ção, muito ou pouco, todos nós estamos
envolvidos no trabalho mais importante
que existe no momento. (1 Tim. 2:3, 4)
Sem dúvida, é uma honra podermos ser Timóteo precisou ficar firme na verdade
colaboradores de Deus! — 1 Cor. 3:9. quando outros decidiram se desviar dela
(Veja o parágrafo 6.)
NÃO ABRA MÃO DO QUE JEOVÁ
CONFIOU A VOCÊ!
6 Alguns cristãos que viveram na mesma
época de Timóteo deixaram de dar valor ao
privilégio de ser um colaborador de Deus. dos que ele usa? Primeiro, o entreteni-
Por exemplo, Demas amava o mundo e, por mento e a mídia. Por meio deles, Sata-
isso, abriu mão do privilégio de servir com nás espalha valores, pensamentos e com-
Paulo. (2 Tim. 4:10) Figelo e Hermógenes portamentos que podem nos fazer abrir
também abandonaram seu ministério por- mão da verdade. Segundo, o medo. Sata-
que aparentemente tinham medo de sofrer nás quer que paremos de pregar. Para isso,
a mesma perseguição que Paulo. (2 Tim. ele usa a pressão de colegas ou a persegui-
1:15) Himeneu, Alexandre e Fileto se deixa- ção direta. Terceiro, o “falsamente chama-
ram levar pela apostasia e abandonaram a do ‘conhecimento’ ” dos apóstatas. Para
verdade. (1 Tim. 1:19, 20; 2 Tim. 2:16-18) que abandonemos a verdade, Satanás ten-
Pelo visto, todos esses homens tinham sido ta nos enlaçar com as ideias que os após-
espiritualmente fortes, mas perderam de tatas espalham. — 1 Tim. 6:20, 21.
vista o que era realmente valioso. 8 Se não tomarmos cuidado, podemos
7 Hoje Satanás também quer nos fazer
pouco a pouco abrir mão da verdade.
abrir mão dos tesouros que Jeová con- Veja o caso de Daniel,1 que gostava mui-
fiou a nós. Quais são alguns dos méto-
to de videogames. Ele conta: “Comecei a
5. O que mais Jeová confiou a nós?
1 O nome foi mudado.
6. O que aconteceu com alguns cristãos que não
continuaram alertas? 8. O que você aprendeu do caso de um irmão cha-
7. Que métodos Satanás usa contra nós? mado Daniel?

SETEMBRO DE 2020 27
jogar quando eu tinha uns 10 anos. No for o nosso amor por Deus, maior vai ser a
início, meus jogos não tinham nada de nossa vontade de nos apegar à verdade.
mais. Mas então comecei a jogar videoga- — 1 Tim. 4:8-10; 6:6.
mes que tinham violência e ocultismo.” 11 Tenha autodisciplina. Um soldado pre-

Em certo ponto, Daniel chegou a passar cisa ter autodisciplina se quiser estar pre-
umas quinze horas por dia jogando video- parado para a batalha. Timóteo estava es-
game. Ele acrescenta: “Lá no fundo, eu sa- piritualmente preparado porque seguia os
bia que o tempo que eu gastava com vi- conselhos que tinha recebido de Paulo: ele
deogames e o tipo de jogo que eu jogava fugia de desejos errados, se empenhava
estavam me afastando de Jeová. Mas meu por qualidades cristãs e se associava com
coração tinha endurecido. Eu achava que os irmãos na fé. (2 Tim. 2:22) Isso exigia
os princípios da Bíblia não se aplicavam a que ele tivesse autodisciplina. O mesmo
mim.” O mesmo pode acontecer com to- acontece com todos nós. Precisamos de
dos nós. O entretenimento pode nos in- autodisciplina para vencer a guerra contra
fluenciar de modo sutil e nos fazer abrir os desejos errados. (Rom. 7:21-25) Preci-
mão facilmente da verdade. Se isso acon- samos de autodisciplina para tirar a velha
tecer, podemos acabar perdendo as coisas personalidade e vestir a nova. (Efé. 4:22,
valiosas que Jeová nos deu. 24) E precisamos de autodisciplina para
não deixar que o cansaço de um longo dia
COMO PODEMOS NOS APEGAR nos impeça de assistir às reuniões. — Heb.
À VERDADE 10:24, 25.
9 Leia 1 Timóteo 1:18, 19. Paulo com- 12 Um soldado precisa treinar como usar
parou Timóteo com um soldado e deu o suas armas. E ele deve fazer isso regular-
seguinte incentivo: “Continue travando o mente para ganhar habilidade. Do mesmo
bom combate.” Esse combate não era lite- modo, nós precisamos ganhar habilidade
ral, e sim espiritual. Mas o que os cristãos no uso da Palavra de Deus. (2 Tim. 2:15)
e os soldados em combate têm em co- Algumas habilidades aprendemos nas reu-
mum? Que qualidades nós, soldados de niões. Mas se queremos convencer outros
Cristo, precisamos ter? Vamos ver cinco li- do valor da Bíblia, devemos ter o hábito de
ções que a ilustração de Paulo nos ensina. fazer nosso estudo pessoal regularmente.
Essas lições vão nos ajudar a ficar bem Temos que usar a Palavra de Deus para for-
apegados à verdade. talecer nossa fé. Isso envolve mais do que
10 Tenha devoção a Deus. O bom soldado ler a Bíblia. Precisamos meditar no que le-
é leal. Ele luta com todas as forças para mos e fazer pesquisas nas publicações. Só
proteger quem ele ama ou algo que é valio- assim vamos conseguir entender correta-
so para ele. Paulo incentivou Timóteo a mente as Escrituras e colocá-las em práti-
ter devoção a Deus — ou seja, um apego ca na vida. (1 Tim. 4:13-15) Se fizermos
leal a Jeová. (1 Tim. 4:7) Quanto maior isso, teremos condições de usar a Palavra
de Deus para ensinar outros. Novamente,
9. De acordo com 1 Timóteo 1:18, 19, Paulo com-
parou Timóteo com quem? 11. Por que precisamos de autodisciplina?
10. O que é a devoção a Deus, e por que precisa- 12. De que modos podemos ganhar mais habilida-
mos dela? de no uso da Bíblia?

28 A SENTINELA
Depois de um longo dia de trabalho, talvez
tenhamos que nos obrigar a assistir a uma
reunião. Mas o esforço vale a pena!
(Veja o parágrafo 11.)

isso envolve mais do que ler um versículo ao ocultismo era um problema. Então, ele
da Bíblia para nossos ouvintes. Temos que pesquisou na Watchtower Library artigos
ajudá-los a entender o que o texto diz e que pudessem ajudá-lo a lidar com isso.
como ele se aplica à vida deles. Se tiver- Qual foi o resultado? Daniel parou de jo-
mos o hábito de fazer regularmente nosso gar videogames impróprios. Ele cancelou
estudo pessoal da Bíblia, poderemos me- as assinaturas de jogos on-line e cortou o
lhorar cada vez mais como instrutores da contato com outros jogadores. Daniel diz:
Palavra de Deus. — 2 Tim. 3:16, 17. “Em vez de jogar videogame, comecei a
13 Tenha discernimento. Um soldado pre- passar mais tempo em atividades fora de
cisa saber prever um perigo e evitá-lo. Nós casa e a me associar com os irmãos da
também precisamos aprender a reconhe- congregação.” Atualmente, Daniel serve
cer situações que podem nos fazer mal e a como pioneiro e ancião.
agir para evitá-las. (Pro. 22:3; leia He- 15 Assim como Timóteo, nós também

breus 5:14.) Por exemplo, temos que es- precisamos discernir o perigo de infor-
colher bem nosso entretenimento e nos- mações falsas divulgadas por apóstatas.
sas diversões. Muitos filmes e programas (1 Tim. 4:1, 7; 2 Tim. 2:16) Por exem-
de TV mostram comportamentos imorais. plo, eles podem espalhar histórias falsas
Esses comportamentos ofendem a Deus e, sobre nossos irmãos ou plantar dúvidas so-
cedo ou tarde, vão causar algum dano. Por bre a organização de Jeová. Essas infor-
isso, temos que fugir de qualquer entrete- mações mentirosas podem afetar nossa fé.
nimento que possa aos poucos acabar com Temos que tomar cuidado para não ser en-
nosso amor a Deus. — Efé. 5:5, 6. ganados por elas. Por quê? Porque essas
14 Daniel, mencionado antes, discerniu histórias são espalhadas por “homens cor-
que jogar videogames violentos e ligados rompidos na mente e desprovidos da ver-
dade”. O alvo deles é causar “controvérsias
13. De acordo com Hebreus 5:14, por que precisa- e debates”. (1 Tim. 6:4, 5) Eles querem
mos ter discernimento?
14. Como o discernimento ajudou Daniel? 15. Por que histórias falsas são perigosas?

SETEMBRO DE 2020 29
que acreditemos em suas calúnias e que fi- 18 Para ilustrar: em alguns eventos, os
quemos desconfiados de nossos irmãos. presentes são instruídos a localizar as saí-
16 Não se distraia. Por ser um “bom solda- das mais próximas de seus assentos. Por
do de Cristo Jesus”, Timóteo tinha que se quê? Porque, em caso de emergência,
concentrar em seu ministério. Ele não po- todos podem deixar o local rapidamen-
dia deixar que dinheiro ou outros alvos te. Do mesmo modo, nós podemos en-
tirassem seu foco. (2 Tim. 2:3, 4) Assim saiar com antecedência que “saída” va-
como Timóteo, não podemos permitir que mos usar quando estivermos vendo TV ou
o desejo de ter coisas materiais nos distraia. usando a internet e, de repente, surgir um
“O poder enganoso das riquezas” pode su- perigo — uma imagem imoral, uma cena
focar nosso amor por Jeová e por sua Pala- de violência brutal ou uma matéria após-
vra. Ele pode nos fazer perder a vontade de tata. Se já nos prepararmos antes, con-
pregar a outros. (Mat. 13:22) Por isso, te- seguiremos agir rapidamente. Nós vamos
mos que levar uma vida simples e usar nos- proteger nossa espiritualidade e continuar
so tempo e energia para ‘persistir em bus- limpos aos olhos de Jeová. — Sal. 101:3;
car primeiro o Reino’. — Mat. 6:22-25, 33. 1 Tim. 4:12.
17 Esteja preparado para agir rapidamen- 19 Nós devemos proteger as coisas valio-

te. Um soldado precisa planejar com an- sas que Jeová nos deu — as verdades pre-
tecedência como vai agir. Se queremos ciosas da Bíblia e o privilégio de ensiná-las
proteger aquilo que Jeová confiou a nós, a outros. Se fizermos isso, teremos uma
precisamos agir rapidamente quando sur- consciência limpa, uma vida com verda-
ge algum perigo. O que pode nos ajudar deiro objetivo e a alegria de ajudar outros
a tomar uma ação imediata? Precisamos a conhecer a Jeová. Não tenha dúvida de
planejar com antecedência como vamos que, com a ajuda de Jeová, você poderá
reagir a uma ameaça. guardar aquilo lhe foi confiado! — 1 Tim.
6:12, 19.
16. Que coisas podem nos distrair?
17-18. O que podemos fazer para proteger nossa 19. Que bênçãos teremos se protegermos as coi-
espiritualidade? sas valiosas que Jeová nos deu?

QUAL É A SUA RESPOSTA?

˛ Que coisas valiosas Jeová ˛ Que métodos Satanás usa ˛ Como podemos nos apegar
confiou a nós? para nos fazer abrir mão da à verdade?
verdade?

CÂNTICO 127
Que tipo de pessoa eu devo ser
PERGUNTAS DOS LEITORES

Será que Eclesiastes 5:8 se refere apenas a


governantes humanos ou também a Jeová?

ˇ Esse versículo intrigante diz: “Caso você demos recorrer a Deus e lançar nossos far-
veja, em sua província, a opressão do pobre dos sobre ele. (Sal. 55:22; Fil. 4:6, 7) Sabe-
e a violação da justiça e do que é direito, mos que “os olhos de Jeová percorrem toda
não fique surpreso. Pois aquele que está em a terra, para mostrar a sua força a favor
autoridade é observado por alguém superior daqueles que têm o coração pleno para com
a ele, e acima deles há outros em posição ele”. — 2 Crô. 16:9.
ainda mais alta.” — Ecl. 5:8. Em resumo, Eclesiastes 5:8 destaca qual é
De um ponto de vista humano, esse texto a situação real dos homens nos governos
descreve bem os homens que têm autorida- — há sempre alguém com mais autoridade
de nos governos. Mas além disso, ele tam- que eles. Mais importante ainda, esse versí-
bém contém uma verdade muito consolado- culo nos lembra de que Jeová é a maior au-
ra e animadora sobre Jeová. toridade de todas; de fato, ele é a Autorida-
Eclesiastes 5:8 fala de um governante que de Suprema. Ele atualmente governa por
oprime os pobres e que não os trata com meio de seu Filho, Jesus Cristo, o Rei do Rei-
justiça. Esse governante deve se lembrar de no. O Todo-Poderoso, que observa tudo, é
que é provável que esteja sendo vigiado por totalmente justo, e seu Filho também é.
alguém que tem um cargo maior ou que tem
mais autoridade no governo que ele. Na ver-
dade, deve haver outros que tenham cargos
ainda maiores. Infelizmente, nos governos
humanos, todos esses governantes podem
ser corruptos, e é a população que acaba
sofrendo com o mau governo deles.
Mas mesmo que a situação pareça sem
esperança, há algo que nos consola: lem-
brar que Jeová observa ‘aqueles que estão
em autoridade’ nos governos humanos. Po-

SETEMBRO DE 2020 31
34567 ˙
VEJA MAIS NO
September 2020  Vol. 141, No. 12 PORTUGUESE (Brazil) JW LIBRARY E NO JW.ORG

NESTA REVISTA RELATOS DA VIDA DE TESTEMUNHAS


______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ DE JEOVÁ
Estudo 36  2-8 de novembro 2 Bilhetes e um l ápis embaixo de
Você está pronto para se tornar um pescador uma m áquina de lavar
de homens? Uma mãe usa um método diferente para
ensinar a Bíblia para suas filhas.
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
No JW Library, acesse PUBLICAÇÕES ˛
Estudo 37  9-15 de novembro 8 SÉRIES DE ARTIGOS ˛ RELATOS DA VIDA
“Não descanse as suas mãos” DE TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ No jw.org, acesse QUEM SOMOS ˛
RELATOS DA VIDA DE TESTEMUNHAS
Estudo 38  16-22 de novembro 14
DE JEOVÁ ˛ FIÉIS MESMO ENFRENTANDO
Seja sábio em tempos de paz PROVAÇÕES.
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Estudo 39  23-29 de novembro 20 OS JOVENS PERGUNTAM


Apoie as irmãs da sua congregação Como posso perder peso?
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ Se você precisa perder peso, não se preo-
Estudo 40  30 de novembro–6 de dezembro 26 cupe tanto em seguir uma dieta, mas sim
em ter um estilo de vida saudável.
“Guarde o que lhe foi confiado”
No JW Library, acesse PUBLICAÇÕES ˛
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
SÉRIES DE ARTIGOS ˛ OS JOVENS
PERGUNTAS DOS LEITORES 31 PERGUNTAM.
No jw.org, acesse ENSINOS BÍBLICOS ˛
ADOLESCENTES ˛ OS JOVENS PERGUNTAM.

IMAGEM DA CAPA:
Nossas irmãs zelosas se mantêm ocupadas
participando das reuniões, pregando as boas
Esta revista não é vendida. Ela faz parte de um trabalho novas, ajudando a cuidar do Salão do Reino e
voluntário para ajudar as pessoas no mundo todo a entender mostrando preocupação pelos irmãos na fé.
a Bíblia. As despesas desse trabalho são cobertas por (Veja o estudo 39, parágrafo 1.)
donativos. Para fazer um donativo, acesse donate.jw.org.
Se não houver nenhuma observação, os textos bíblicos citados Acesse o site jw.org ˙ ou capture o código
nesta revista são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada.

s
´
A Sentinela, setembro de 2020. A Sentinela e publicada mensalmente pela
Watchtower Bible and Tract Society of New York, Inc., Wallkill, New York,
˜ ´ ´
U.S.A., e pela Associaçao Torre de Vigia de Bıblias e Tratados, Cesario
˜
w20.09-T

Lange, Sao Paulo, Brasil. ˘ 2020 Watch Tower Bible and Tract Society of
200526

Pennsylvania. Impressa no Brasil.