Você está na página 1de 13

pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6OGEyNDozODBk:RnJpLCAyOSBNYXkgMjAyMCAxNDozMTowMCAtMDMwMA==

PROVA OBJETIVA – TEC10


LÍNGUA PORTUGUESA
“Estava todo mundo em pânico, chorando. As pessoas se
01 - Em jornal dedicado a noticiário esportivo, no Rio de machucavam, tentando escapar. Eu perdi o dia de trabalho e
Janeiro, aparece o seguinte texto, alusivo à demissão de um estou com dor nas costas, mas tive que levar minha esposa
técnico de futebol: “Com time no buraco, o presidente diz que ao médico. Ela passou mal quando soube o que eu passei”.
situação do técnico ficou ‘insustentável’ ”. A afirmação
INCORRETA sobre esse segmento de texto é: O problema de formulação desse texto está:

(A) por ser o futebol uma matéria de grande alcance popular, a (A) na ausência da preposição “por” antes do pronome relativo
linguagem coloquial está perfeitamente adequada ao texto; “que”;
(B) o primeiro segmento do texto – “com time no buraco” – (B) no excessivo emprego de gerúndios;
indica a razão da declaração a seguir; (C) na formulação de frases curtas, separadas por ponto;
(C) a utilização das aspas no vocábulo “insustentável” mostra (D) na grafia errada do vocábulo “mal”;
a preocupação de registrar a expressão do presidente; (E) na mistura inadequada de vários níveis de linguagem.
(D) a utilização da forma do pretérito perfeito do indicativo –
“ficou” – mostra que, na mente do presidente, houve
mudança na situação do técnico; 05 - Uma manchete de jornal sobre a situação de conflito no
(E) a declaração do presidente mostra que a demissão do Iraque dizia:
técnico dependeu unicamente de sua vontade.
“Rebeldes usam até vaca-bomba em atentado no norte do
Iraque”
02 - Um aviso de quarto de hotel dizia o seguinte:
No caso do vocábulo “vaca-bomba”, o emprego do hífen se
“Caro hóspede: este hotel tem serviço de lavanderia e, caso justifica pela seguinte regra:
se queira a devolução das roupas para o mesmo dia, é
indispensável recolhê-las até as oito horas da manhã. No caso de (A) na união de elementos que perderam seu significado
recolher-se a roupa após aquela hora, haverá um acréscimo de próprio;
30% ao preço normal, abaixo descriminado.” (B) quando o primeiro elemento tem função adjetiva;
(C) quando o primeiro elemento é um prefixo;
Entre os problemas encontrados nesse texto só NÃO está (D) nas palavras compostas que formam um sentido único;
presente: (E) nomes que principiam por um elemento verbal.

(A) a troca indevida entre parônimos: “descriminado” em


lugar de “discriminado”; 06 - O horóscopo destinado às pessoas do signo de aquário do
(B) a utilização inadequada do sujeito indeterminado (“caso se dia 1 de agosto de 2005 era o seguinte, segundo um jornal
queira a devolução”) já que o receptor da mensagem é o paulista:
hóspede;
(C) a contradição lógica no último período; “O céu no quadrante ascendente atrapalha a lógica afiada
(D) a inadequada utilização do verbo “recolher”, já que a com que você avalia pessoas. Você percebe que as palavras
mensagem é dirigida ao hóspede e não à lavanderia; não valem muito sem o aval das atitudes. Cuidado com os
(E) o emprego inadequado de “aquela” em referência a um julgamentos precipitados.
tempo previamente referido.
Entre as características abaixo, aquela que NÃO faz parte do
texto deste horóscopo é:
03 - Uma manchete de jornal, que noticiava um acidente de
trânsito no Rio de Janeiro, dizia o seguinte: (A) o uso do pronome de tratamento “você”;
(B) o emprego de vocábulos de sentido pouco preciso;
“Problema mecânico provoca incêndio em coletivo e fere 13 (C) a predominância de mensagens positivas;
passageiros” (D) o apelo a um jargão “profissional”;
(E) o emprego de ordem direta nas frases.
O problema de formulação dessa manchete é que:

(A) o problema mecânico referido não vem explicitado;


(B) falta coerência numa ligação de sujeito + verbo;
(C) o número 13 deveria vir grafado por extenso;
(D) se apresenta uma causa sem a conseqüência
correspondente;
(E) os tempos verbais estão fora de sucessão cronológica. 07 - No cartão de apostas da Mega-Sena aparece escrito o
seguinte:
04 - Numa outra notícia de acidente de trânsito, um dos
passageiros socorridos declarou o seguinte:

2
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6OGEyNDozODBk:RnJpLCAyOSBNYXkgMjAyMCAxNDozMTowMCAtMDMwMA==

PROVA OBJETIVA – TEC10


“Confira as suas apostas nas Casas Lotéricas, pela
Imprensa ou pela Internet” Se colocássemos a forma verbal “deveriam educar” no início da
frase, ela deveria continuar a ser usada exclusivamente no
Para evitar possíveis ambigüidades, uma redação mais adequada plural. A frase abaixo em que a forma verbal deveria ser usada,
para essa mesma frase, mantendo-se o sentido original, é: obrigatoriamente no singular, é:

(A) Confira as suas apostas pela Imprensa, pela Internet, ou (A) Tombaram-se prédios e bibliotecas;
nas Casas Lotéricas; (B) Vieram pesquisadores e curiosos;
(B) Confira as suas apostas pela Internet nas Casas Lotéricas, (C) Chegaram 1,2% do grupo;
ou pela Imprensa; (D) Estiveram presentes o aluno e a aluna;
(C) Confira as suas apostas nas Casas Lotéricas, pela Imprensa (E) Analisaram-se os regimes e o sistema.
e pela Internet;
(D) Confira as suas apostas pela Imprensa, ou pela Internet nas
Casas Lotéricas; 10 - Na Constituição brasileira, no capítulo sobre os índios,
(E) Confira as suas apostas pela Internet ou pela Imprensa, nas aparece o seguinte trecho:
Casas Lotéricas.
“É vedada a remoção dos grupos indígenas de suas
terras, salvo, “ad referendum” do Congresso Nacional, em
08 - Num jornal baiano apareceu a seguinte notícia: caso de catástrofe ou epidemia que ponha em risco sua
população...”
“Golfinho morto atrai curiosos em Ondina. Um filhote de
golfinho que apareceu boiando nas águas da praia de Ondina, O latinismo “ad referendum” tem o sentido de “sujeito à
ontem, chamou a atenção do público que passava no local. Os aprovação”; o latinismo que tem seu significado
banhistas retiraram o animal, já morto, e o colocaram na ERRADAMENTE indicado é:
balaustrada da avenida”
(A) “O desaparecimento das espécies tem a ver com a
Num processo de coesão, o vocábulo “golfinho” aparece destruição dos habitats pela atividade econômica e não
repetido pelo vocábulo “animal”, numa relação de vocábulo pela caça amadora” = ambiente próprio onde viver;
específico (golfinho) e vocábulo geral (animal). O mesmo tipo (B) “O Congresso não chegou a votar as medidas provisórias
de relação aparece em: por falta de quorum” = número mínimo de presentes;
(C) “O publicitário Duda Mendonça fez sua mea culpa na
(A) “A história do livro que narra as aventuras do barão de CPI” = confissão de erros;
Munchausen parece ter saído da imaginação do próprio (D) “O secretário do PT deixou um memorandum sobre a
personagem”; mesa do tesoureiro” = lembrete;
(B) “O Botafogo conquistou o título de campeão carioca de (E) “Nem todos pediram para mim (sic) chegar antes da hora”
1989 com uma vitória de um a zero diante do Flamengo. = assim mesmo.
Eufórica, a torcida botafoguense comemorou como nunca
a conquista”;
(C) “O primeiro violinista olha nervosamente para a platéia. 11 - Entre os textos abaixo, aquele que apresenta uma
Nunca em toda a sua carreira como líder do quarteto teve contradição é:
que enfrentar algo parecido”;
(D) “O quarteto entra no palco sob educados aplausos da (A) Os bons e os maus autores terão seus livros expostos nas
seleta platéia. Os quatro afinam seus instrumentos”; prateleitas da livraria;
(E) “O garoto da vizinha me pediu que o ajudasse a fazer um (B) Os defeitos de fabricação, exceto os causados pelo mau
trabalho escolar”. uso da ferramenta, estão cobertos pelo seguro;
(C) Os documentos eram redigidos, ora em computador, ora
em antigas máquinas de escrever;
(D) Mesmo com a promessa de mau tempo, o sol brilhava em
grande parte da cidade;
(E) A verba para a pesquisa virá do Governo e da iniciativa
privada.

12 - A alternativa abaixo que NÃO apresenta voz passiva é:


09 - Num trecho de Frei Betto, aparecia o seguinte segmento:
(A) Os manuscritos do Mar Morto foram descobertos na
“Famílias e escolas deveriam educar os alunos para lidar Jordânia, por acaso;
com perdas” (B) Ouro Preto vai ser visitada por representantes da Unesco;

3
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6OGEyNDozODBk:RnJpLCAyOSBNYXkgMjAyMCAxNDozMTowMCAtMDMwMA==

PROVA OBJETIVA – TEC10


(C) Desenterraram-se oito sarcófagos das areias do Vale dos
Reis; (A) antítese entre “devagar” e “voe”;
(D) Fotografou-se um grande número de sinais nas paredes da (B) desestruturação de um ditado popular;
caverna; (C) fala direta com o leitor;
(E) Os guias tinham levado os estudiosos pelos caminhos da (D) redundância expressiva de “não” e “nunca”;
floresta. (E) frases curtas e iniciadas por verbos.

13 - Num relatório, um pesquisador escreveu o seguinte: 17 - “Insiste em estudar sozinho, conquanto mal tenha condições
de ler”; se iniciássemos esse mesmo período por “Mal tem
“Mais de um participante do Congresso admitiu que dois condições de ler”, a conjunção que devemos empregar a seguir a
milhares de folhas de papel eram mais do que suficientes” fim de que se mantenha o mesmo sentido original é:

Pode-se afirmar sobre esse segmento que: (A) por isso;


(B) então;
(A) ele não apresenta qualquer erro gramatical; (C) no entanto;
(B) a forma do verbo “admitir” teria que ser usada no plural; (D) logo;
(C) o numeral “dois” deveria ser trocado por “duas”; (E) em conseqüência.
(D) o adjetivos “suficientes” deveria ser usado no singular;
(E) o verbo “ser” deveria ser usado no singular.
18 - A alternativa abaixo em que o significado da palavra MAIS
está INCORRETAMENTE apontado é:
14 - Num depoimento de uma CPI da Câmara, um deputado
perguntou ao depoente: - O Presidente Lula encontrava o José (A) Nós estudamos; os mais se distraem = valor de pronome
Dirceu em seu gabinete? A inadequação dessa frase decorre: indefinido;
(B) José é o pesquisador mais culto do grupo = intensidade;
(A) do emprego de “José Dirceu” sem o tratamento adequado;
(C) O diretor não mais irá ao Congresso = cessação;
(B) da referência ao Presidente Lula sem citar seu nome
(D) O relatório exigiu mais cinco horas de trabalho =
completo;
acréscimo;
(C) da possibilidade de ambigüidade;
(E) Quero mais dinheiro e menos problemas = valor
(D) da ausência da preposição “com” após o verbo
alternativo
“encontrar’;
(E) do mau emprego do artigo antes do nome de Presidente.
19 - A alternativa que apresenta ERRO de colocação pronominal
15 - A revista Veja publica em seu número de 10 de agosto de é:
2005 a seguinte informação:
(A) O diretor não queria calar-se;
“O Mittal Steel, o maior grupo siderúrgico do mundo, está (B) Não lhe prestarei qualquer ajuda;
desembarcando no Brasil. Por 220 milhões de dólares, venceu (C) O guia não o seguiu;
a disputa pelo controle da reserva de minério de ferro, (D) Fi-lo porque qui-lo!
localizada em Caitité, na Bahia”. (E) Ninguém quer segui-lo.

A alternativa abaixo que apresenta uma afirmação


EQUIVOCADA sobre a estrutura do texto informativo acima é: 20 - Logo que __________, _________ ver que não
__________.
(A) uma informação supõe um pressuposto desconhecimento
por parte do leitor do que é veiculado pelo texto; As formas abaixo que completam adequadamente as lacunas
(B) o texto informativo traz implícita a idéia de que o são:
conteúdo do texto é de interesse de leitores;
(C) um texto informativo tem como marcas lingüísticas (A) os vir os farei os queremos seguir;
freqüentes a clareza e a precisão; (B) os ver fá-los-ei queremo-los seguir;
(D) até por razões legais, os autores de textos informativos (C) vê-los fá-los-ei queremos segui-los;
jamais identificam as suas fontes; (D) os vir fá-los-ei queremos segui-los;
(E) um texto informativo procura freqüentemente meios de (E) os ver far-lhes-ei quereremos segui-los.
atrair a atenção do leitor para o que é veiculado.
CONHECIMENTOS BÁSICOS
16 - Um out-door apresentava a seguinte frase:

“Devagar não se chega nunca! Voe TAP!” 21 - “Assim como não veio substituir homens, a revolução
não veio também substituir partidos. O seu programa é
A base deste texto publicitário se apóia no(na): substituir princípios e normas para evitar o regresso à
4
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6OGEyNDozODBk:RnJpLCAyOSBNYXkgMjAyMCAxNDozMTowMCAtMDMwMA==

PROVA OBJETIVA – TEC10


política dos antigos donos da República, dos senhores
absolutos do regime”. Entrevista de Osvaldo Aranha ao (EWBANK, Thomas. A vida no Brasil. Belo Horizonte:
Correio do Povo, publicada em 14/6/1931. In: A Revolução de Itatiaia; São Paulo: EDUSP, 1976. p. 170).
30. Textos e Documentos. Brasília: Editora da Universidade de
Brasília, 1982. p. 30.
(C) “Dir-se-ia que um gérmen fatal se inoculou no organismo
O texto de um dos líderes do movimento militar que levou da República, gérmen de morte a manifestar-se na
Getúlio Vargas ao poder em 1930 expressa uma crítica indiferença geral com que os habitantes do país encaram
contundente ao modelo político que acabava de ser derrubado. os mais graves problemas da Nacionalidade [...] Senhores
Assinale a alternativa que melhor define esse modelo político do governo, senhores da Igreja, do Exército, da Armada e
em questão: do povo! Não seremos dignos de nós mesmos, não seremos
dignos de nossa pátria se cada um de nós em sua esfera
(A) Tratava-se de uma monarquia parlamentar, sendo o chefe não concorrer para que um vento da ressurreição sacuda o
de Gabinete o responsável pela política de Governo. organismo social do Brasil.”
(B) O autor refere-se à política implementada pelos governos
militares dos dois primeiros presidentes da república (LEME, Sebastião, arcebispo, discurso de 3 de maio de
(Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto), com fortes 1924, Páscoa dos militares. Apud: SANTO ROSÁRIO,
traços autoritários que marcaram a vida política brasileira. Regina Maria, irmã. O Cardeal Leme. Rio de Janeiro:
(C) A crítica dirige-se ao modelo oligárquico implantado com ________, 1962. p. 165-166.)
a política dos governadores, que assegurava a
preponderência dos interesses ligados à cafeicultura.
(D) A crítica dirige-se à forma de democracia implantada com (D) “De todas as violências e ilegalidades postas em prática
o regime republicano e que resultava em cópia acrítica das pela quartelada de 1º de abril, a mais repugnante, a mais
democracias parlamentares européias. abjeta é a oficialização e santificação da delação [...]
(E) O texto expressa uma crítica ao modelo político Delatar um colega de trabalho, apontá-lo aos algozes de
implantado pelos republicanos radicais, que ao copiarem hoje porque ele pensa diferente de nós – não é um ato
os modelos europeus, pretendiam assegurar algumas digno de um homem, e muito menos de um democrata. [...]
conquistas políticas como o voto secreto universal. Mas é preciso que haja resistência. Os inquisidores irão
embora, a inquisição passará. Mas ninguém esquecerá o
delator, ninguém perdoará a delação. Lembro o símbolo
22 - O messianismo foi uma das experiências sócio-culturais universal da Traição: Judas. [...]”.
que, presente na sociedade brasileira desde sua formação,
perdurou ao longo da temporalidade, a despeito das (CONY, Carlos Heitor. Judas – o dedo-duro. Correio da
particularidades assumidas por ele em diferentes conjunturas Manhã, 14 de maio de 1964.)
históricas. Considerando o messianismo como o
entrecruzamento de um imaginário religioso e de uma prática de (E) “Mal começaram a brilhar as vitoriosas bandeiras
poder, indique a alternativa que exprime a ocorrência dessa Do teu triunfo, as vitoriosas bandeiras da cruz,
manifestação na sociedade brasileira: Por entre os povos brasílicos [...]
Estarreceu-se de horror o desgraçado e uivando atirou-se
(A) “Sahiu D. Pedro II No abismo e deixou-te, os reinos que a ti pertenciam
Para o reyno de Lisboa E que ele há tanto usurpara”.
Acabosse a monarquia
O Brasil ficou atôa! [...] (ANCHIETA, José de, padre. Os Feitos de Mem de Sá.
Versos 1175-1182. Apud: NEVES, Luiz Felipe Baêta
O Anti-Christo nasceu Neves. O Combate dos Soldados de Cristo na Terra dos
Para o Brasil governar Papagaios. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1978.
Mas ahi está o Conselheiro p. 66-67. )
Para dele nos livrar”.

(CUNHA, Euclides da. Os sertões: campanha de


Canudos. São Paulo: Ática, 1998. p. 176.)

23 - O jornalista Elio Gaspari, ao descrever a reunião da sexta-


(B) “O bispo aspergia e rezava sobre feixes e feixes de palmas; feira, 13 de dezembro de 1968, que decidiu pela promulgação do
então ele e um grupo de padres, cada um com um ramo na Ato Institutcional n. 5, afirma que o marechal Arthur da Costa e
mão, dirigiram-se, em procissão lenta, até a porta e Silva assim se dirigira aos membros do governo reunidos no
saíram. Dando uma pequena volta ao átrio, voltaram à Palácio Laranjeiras: “ ou a Revolução continua, ou a
porta, que logo após tinha sido fechada e nela batendo, Revolução se desagrega”.
eram readmitidos, quando então se dirigiram ao altar,
cantando versos adequados. O seu regresso simboliza a Assinale a alternativa que melhor caracteriza o significado
entrada triunfal de Jesus em Jerusalém.” daquele Ato Institucional:
5
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6OGEyNDozODBk:RnJpLCAyOSBNYXkgMjAyMCAxNDozMTowMCAtMDMwMA==

PROVA OBJETIVA – TEC10


restauração segundo as formas supostamente originais de
(A) Tratava-se do Ato que decretava o fim dos partidos um monumento do passado.
(B) Eugène Viollet-le-Duc, arquiteto que passa a atuar a partir
políticos existentes e criava apenas dois: a ARENA dos anos 1830 na França, representava aquele paradigma
alinhada à política dos militares e o MDB, oposição segundo o qual a restauração jamais poderia restituir a
consentida ao regime. forma original dos monumentos, destruídos pela ação
(B) O AI 5 instituiu a figura do senador biônico, que inexorável do tempo.
dispensava as eleições diretas para a sua escolha. (C) Os dois paradigmas referidos supõem igualmente distintas
concepções de história, a primeira delas, ligada ao trabalho
(C) O Ato Adicional de 13 de dezembro de 1968 dava início de Viollet-le-Duc, imaginava a possibilidade de chegar-se
ao processo de distensão lenta e gradual idealizado pelos ao passado nos termos em que ele realmente existira.
militares no poder como forma de promover uma transição (D) Tanto o paradigma de preservação defendido por Ruskin,
lenta para um futuro governo civil. quanto aquele formulado por Viollet-le-Duc estão mais
(D) O Ato Institucional de n. 5 foi uma resposta direta aos assentados em valores estéticos para definição dos
monumentos do que propriamente em preocupações
movimentos grevistas da região ABC paulista, que relativas à historia.
punham em xeque a política econômica do “milagre (E) Os dois representantes desses paradigmas
brasileiro”. preservacionistas, embora partindo de concepções
(E) O Ato Institucional de n. 5 significou na prática a divergentes, sustentaram políticas de preservação que
instituição de um regime ditatorial com a concentração de terminaram por se assemelhar tendo em vista a
centralidade do valor histórico para definição dos
poderes nas mãos do Executivo, dando início à fase mais monumentos considerados patrimônio.
dura e repressiva do regime militar instalado no país em
1964.
26 - Assinale a alternativa que melhor caracteriza a política de
patrimônio inaugurada com a criação do Serviço do Patrimônio
Histórico e Artístico Nacional pelo decreto-lei n° 25 de 30 de
24 - “Queremos Pedro II,/ Embora não tenha idade,/ A novembro de 1937:
Nação dispensa a lei,/ E viva a maioridade.” In:
SCHWARCZ, Lilia Moritz. As barbas do Imperador. D. Pedro (A) Essa política refletia as novas demandas formuladas ao
II, um monarca nos trópicos. São Paulo: Companhia das Letras, campo da cultura pelo Estado Novo, significando a vitória
1998. p. 74. dos grupos mais conservadores em termos de definição de
uma política cultural, segundo a qual a volta ao passado
deveria fundamentar uma identidade forjada a partir dos
Os versos acima fazem alusão ao chamado golpe da maioridade, heróis da Nação brasileira.
que em 1840 declara o jovem Pedro, herdeiro do trono (B) A política de patrimônio inaugurada por Rodrigo Melo
brasileiro, imperador. Assinale a alternativa que melhor Franco de Andrade assinala uma valorização exclusiva dos
caracteriza o período que se inicia com a decretação de sua bens a serem objeto de tombamento a partir de seu valor
maioridade: artístico, segundo os cânones internacionais formulados
por uma história da arte, de viés profundamente
esteticizante.
(A) A decretação da maioridade de D. Pedro II significou uma (C) A política de patrimônio implementada por Rodrigo Melo
medida política visando a centralização do poder nas mãos Franco de Andrade à frente do Serviço Nacional do
do governo central. Patrimônio Histórico e Artístico Nacional representou uma
(B) O golpe da maioridade significou uma vitória dos grupos vitória dos modernistas e significou uma concepção
bastante democrática do patrimônio, preocupada com o
regionais que pretendiam uma descentralização política. acesso aos bens culturais tidos como patrimônio de uma
(C) A mioridade de D. Pedro II decretada em 1840 deu início coletividade nacional.
ao Segundo Reinado e representou a expressão política (D) A política inaugurada com o decreto-lei n° 25 manteve-se
dos setores cafeicultores da província de São Paulo. inalterada em suas linhas até à redemocratização plena do
(D) Na verdade a antecipação da maioridade estava prevista na país após a Constituinte de 1988, atestando a permanência
de um projeto excludente com relação à cultura que
Constituição em situações que pusessem em risco a caracterizou tanto o Estado Novo quanto os governos
unidade territorial e política do Império brasileiro. militares.
(E) Com a maioridade do jovem imperador tem início o (E) A política de patrimônio implementada na gestão de
regime monárquico parlamentar de feição absolutista. Rodrigo Melo Franco de Andrade trazia a marca dos
modernistas assim como de uma nova forma de tratar os
monumentos a partir de sua consideração como expressões
concretas de uma nacionalidade, que se dava a conhecer
pelo exame desses signos.
27 - “Um dos problemas com que se defrontam os países no
25 - A política de preservação do patrimônio conheceu durante o mundo moderno é a perda de identidade cultural, isto é, a
século XIX, momento de fundação desta discussão, duas
grandes linhas de reflexão, impondo conseqüentemente práticas progressiva redução dos valores que lhes são próprios, de
diversas em relação aos bens a serem considerados parte de um peculiaridades que lhes diferenciam as culturas.” (Aloísio
patrimônio nacional. Assinale a alternativa que melhor descreve Magalhães. Apud. GONÇALVES, José Reginaldo dos Santos. A
esses projetos preservacionistas: retórica da perda. Os discursos do patrimônio cultural no Brasil.
2ed. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, Ministério da Cultura-
(A) Os dois paradigmas de preservação histórica da Europa no IPHAN, 2002.)
século XIX estão ligados aos nomes de John Ruskin e
Eugène Viollet-le-Duc, o primeiro defendendo a

6
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6OGEyNDozODBk:RnJpLCAyOSBNYXkgMjAyMCAxNDozMTowMCAtMDMwMA==

PROVA OBJETIVA – TEC10


Essa afirmação de Aloísio Magalhães sinaliza para algumas das
transformações por que passou a política de patrimônio quando (A
esteve à frente de suas iniciativas. Indique a alternativa que )
apresenta aquelas mudanças que mais expressam esse processo:

(A) A partir de um diagnóstico que responsabilizava o


acelerado desenvolvimento econômico-industrial resultado
da política desenvolvimentista posta em prática pelos Quadro de Antônio Parreiras, século XX.
governos militares como destruidor do patrimônio Condenação de Felipe dos Santos, Vila Rica,
nacional, sua política centrava-se numa profunda crítica a 1720.
esta forma de desenvolvimento, propondo uma volta às
verdadeiras raízes da cultura nacional. (B)
(B) Seu discurso funda uma nova visão de patrimônio
pensado, sobretudo, a partir do conceito antropológico de
cultura e de sua diversidade, resultando num alargamento
de critérios para a definição de um bem a ser objeto de
uma política de patrimônio.
(C) A política de patrimônio que passa a defender visa a uma
valorização dos bens culturais como forma de luta política Litografia de Emil Bauch. Rua da Cruz, Recife,
dos países menos desenvolvidos frente às ameaças dos meados do século XIX, cidade onde eclodiu a
países altamente industrializados e representava o discurso Praieira.
cultural das esquerdas que chegavam ao poder com a
redemocratização após o regime militar. (C)
(D) Seu discurso expressa uma concepção mais democrática
no tocante à política de patrimônio que passou a se voltar
para a valorização da diversidade cultural nacional, o que
resultou numa perda de importância dos tombamentos
como estratégia institucional de preservação.
(E) Ao centrar a definição de uma política de patrimônio a
partir do conceito de cultura, Aloísio Magalhães deixava Charge contra a vacinação obrigatória. Rio de
de considerar a história como aspecto relevante para suas Janeiro, 1904.
considerações em torno de políticas públicas e estatais
para a proteção do patrimônio, atitude que refletia o (D
desinteresse por este campo por parte dos governos )
militares, tendo em vista o potencial crítico da disciplina.

Cartaz da Revolução Constitucionalista. São


Paulo, 1932.

(E)

Marcha pela Educação. Brasília, 2001.


29 - A estrutural desigualdade sócio-econômica do país, que
28 - Várias cidades brasileiras, por concentrarem em um espaço inúmeras vezes culmina em situações de carência e violência
físico limitado diferentes segmentos sociais, com interesses extremadas, foi traduzida sob forma de letra e melodia em várias
geralmente conflitantes, foram palco de importantes
manifestações de protesto e de reivindicação popular. Parte músicas consagradas pela crítica e pelo público contemporâneos.
dessas mobilizações buscava legitimar-se recorrendo a um Leia abaixo os trechos de algumas dessas composições:
discurso libertário que, oriundo do pensamento iluminista ou dos
ideários anarquista e socialista, não descartava o advento da I- Decepar a cana
“modernidade”. Já outra parcela, pelo contrário, recorria a Recolher a garapa da cana
concepções de cunho tradicionalista, associando a emergência Roubar da cana a doçura do mel, se lambuzar de mel.
do “novo” a novas formas de espoliação. Marque, nas
alternativas abaixo, a imagem que exprime essa segunda Afagar a terra
perspectiva:
7
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6OGEyNDozODBk:RnJpLCAyOSBNYXkgMjAyMCAxNDozMTowMCAtMDMwMA==

PROVA OBJETIVA – TEC10


Conhecer os desejos da terra Conceição
Cio da terra, propícia estação de fecundar o chão. Escultura em marfim,
Cio da terra. Composição: Milton Nascimento e Chico século XVII.
Buarque de Hollanda Acervo Museu Histórico
Nacional.
II- Debaixo d'água lá se vai a vida inteira
Por cima da cachoeira o baiola vai sumir
Vai ter barragem no salto do Sobradinho
E o povo vai se embora com medo de se afogar.
O sertão vai virar mar, dá no coração I - Rede. Final do século XIX.
O medo que algum dia o mar também vire sertão. Fotógrafo: Vicentes
Sobradinho. Música: Sá e Guarabira. Photographos.

III- Enquanto a minha vaquinha tiver o couro e o osso .


E puder com o chocalho pendurado no pescoço
Vou ficando por aqui, que Deus do céu me ajude!
Quem sai da terra natal em outro canto não pára!
Só deixo o meu Cariri no último pau-de-arara!
ÚltimoPau–de-Arara. Intérprete: Fagner. Composição:
Venâncio/Corumbá/J.Guimarães

IV- A lei da selva, consumir é necessário


Compre mais, compre mais, supere seu adversário
III- Renda de bilro, século
O seu status depende da tragédia de alguém
XX, Florianópolis. IV- Xícara de porcelana,
É isso, capitalismo selvagem!
século XIX, França.
Mano na Porta do Bar. Composição: Racionais
Acervo Museu Histórico
MC’s.
Nacional
A alternativa que NÃO se refere às composições de forma
historicamente correta é:

(A) as músicas I e III traduzem práticas econômicas


desenvolvidas durante o período colonial, sendo ambas
localizadas em áreas rurais, mas destinadas a mercados
consumidores distintos: uma voltava-se à exportação e .
outra ao abastecimento interno;
V- Pequeno livro, com
(B) a música I traduz uma prática econômica pautada na
devastação dos recursos naturais e no uso significativo de versos do Alcorão em
mão-de-obra escrava até meados do século XIX; árabe, encontrado preso
(C) a música III traduz uma prática econômica promotora da ao pescoço de um
ocupação do interior do Brasil, estando baseada na participante da
ausência de degradação ecológica e no uso predominante insurreição dos malês, na
de mão-de-obra livre; Bahia, em 1835.
(D) as músicas II e IV traduzem transformações sociais
possibilitadas apenas com o incremento do processo
industrial no país, a partir da I Guerra Mundial;
(E) as músicas II e III traduzem a saga dos retirantes
nordestinos que decidem migrar para as grandes cidades
do litoral, evidenciando-se a não interferência do poder
público na região.
30 - O patrimônio cultural brasileiro vem sendo constituído (A) O objeto reproduzido na imagem I era comumente
mediante apropriações contínuas, que mesclam práticas de utilizado pelas comunidades indígenas do Brasil, sendo
violência com criativas reelaborações da vivência cotidiana. As incorporado aos ambientes urbanos coloniais e imperiais.
imagens reproduzidas abaixo elencam cinco exemplos dessa (B) A escultura reproduzida na imagem II remete à arte indo-
transformação do simbólico: trazidas por povos ou etnias portuguesa, desenvolvida no âmbito do comércio marítimo
específicas, elas foram incorporadas aos costumes, à devoção, para obtenção das especiarias orientais entre os séculos
em suma, à identidade de uma sociedade que assume como um XVI e XVII.
de seus traços mais marcantes a diversidade cultural. Relacione (C) O artesanato reproduzido na imagem III exprime uma
tais imagens a seus pertencimentos sociais e históricos, prática introduzida por colonos portugueses da Ilha dos
marcando a alternativa ERRADA: Açores, que promoveram a ocupação do litoral de Santa
Catarina no século XIX.
(D) O objeto reproduzido na imagem IV indica a
II- Nossa Senhora da
preponderância francesa na venda de produtos
8
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6OGEyNDozODBk:RnJpLCAyOSBNYXkgMjAyMCAxNDozMTowMCAtMDMwMA==

PROVA OBJETIVA – TEC10


manufaturados e industrializados ao Brasil durante o (D) será compulsório quando o proprietário se recusar a anuir
século XIX. à inscrição da coisa podendo oferecer impugnação a ser
(E) O objeto reproduzido na imagem V indica o domínio decidida pelo Conselho Consultivo do Serviço do
letrado dos escravos afro-brasileiros de cultura islâmica, Patrimônio Histórico e Artístico Nacional;
geralmente oriundos do Sudão. (E) a coisa tombada não poderá sair do país, senão por curto
prazo, sem transferência de domínio e para fim de
intercâmbio cultural.

Constitui o patrimônio histórico e artístico nacional o


conjunto dos bens móveis e imóveis existentes no país e cuja 33 - Sobre as terras tradicionalmente ocupadas pelos índios, é
conservação seja de interesse público, quer por sua correto afirmar que:
vinculação a fatos memoráveis da história do Brasil, quer
por seu excepcional valor arqueológico ou etnográfico, (A) se dentro de um Estado somente pertencem a este Estado;
bibliográfico ou artístico. (B) são bens da União;
(C) são bens do Município em que estiverem localizadas;
(D) caso localizadas em mais de um Estado, a porção
localizada em cada Estado a ele pertencerá;
(E) são bens da União e do Estado em que estiverem
31 - Excluem-se do patrimônio histórico e artístico nacional as
localizadas.
obras de origem estrangeira, EXCETO:

(A) que pertençam às representações diplomáticas ou


34 - Quanto ao direito à cultura, é INCORRETO afirmar que:
consulares acreditadas no país;
(B) que adornem quaisquer veículos pertencentes a empresas
(A) o Estado apoiará e incentivará a valorização e a difusão
estrangeiras, que façam carreira no país;
das manifestações culturais;
(C) que pertençam a casas de comércio de objetos históricos
(B) o Estado garantirá a todos o pleno exercício dos direitos
ou artísticos;
culturais e acesso às fontes da cultura nacional;
(D) que sejam importadas por pessoas estrangeiras
(C) a lei disporá sobre a fixação de datas comemorativas de
expressamente para adorno de suas residências;
alta significação para os diferentes segmentos;
(E) que sejam trazidas para exposições comemorativas,
(D) o Estado protegerá as manifestações das culturas
educativas ou comerciais.
populares e afro-brasileiras facultada a de outros grupos
participantes do processo civilizatório nacional;
(E) o Estado protegerá as manifestações das culturas
indígenas.

35 - De acordo com a Lei nº 3924/61, consideram-se


monumentos arqueológicos ou pré-históricos, EXCETO:
32 - No tocante ao tombamento, assinale a alternativa
(A) as jazidas de qualquer natureza, origem ou finalidade, que
INCORRETA:
representem testemunhos da cultura dos paleoameríndios
do Brasil;
(A) dos bens pertencentes à União, aos Estados e aos
(B) os sítios nos quais se encontram vestígios positivos de
Municípios se fará de ofício, por ordem do diretor do
ocupação pelos paleoameríndios;
Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional,
(C) os sítios identificados como cemitérios, sepulturas ou
independente de notificação à entidade a quem pertencer,
locais de pouso prolongado ou de aldeiamento, nos quais
ou sob cuja guarda estiver a coisa tombada, a fim de
se encontrem vestígios humanos de interesse arqueológico
produzir os necessários efeitos;
ou paleoetnográfico;
(B) de coisa pertencente à pessoa natural ou à pessoa jurídica
(D) as inscrições rupestres ou locais como sulcos de
de direito privado se fará voluntária ou compulsoriamente;
polimentos de utensílios e outros vestígios de atividade de
(C) será voluntário sempre que o proprietário o pedir e a coisa
paleoameríndios;
se revestir dos requisitos necessários para constituir parte
(E) as escavações e edificações destinadas aos estudos
integrante do Patrimônio histórico e artístico nacional;
ecológicos e científicos.

9
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6OGEyNDozODBk:RnJpLCAyOSBNYXkgMjAyMCAxNDozMTowMCAtMDMwMA==

PROVA OBJETIVA – TEC10


40 - De acordo com o art.216 da Constituição Federal, cujo §6º
foi acrescentado pela Emenda Constitucional n.42/2003, é
36 - O registro de bens culturais de natureza imaterial que facultado aos Estados e ao Distrito Federal vincular a fundo
constituem patrimônio cultural brasileiro, nos termos do Decreto estadual de fomento à cultura até cinco décimos por cento de sua
nº 3551/2000, se fará em um dos seguintes livros, EXCETO: receita tributária líquida, para o financiamento de programas e
projetos culturais, vedada a aplicação desses recursos no
(A) de Registro dos Saberes; pagamento dos itens abaixo. Assinale a alternativa NÃO
(B) de Registro das Celebrações; EXPRESSAMENTE VEDADA:
(C) de Registro de Datas;
(D) de Registro das Formas de Expressão; (A) despesas com pessoal;
(E) de Registro dos Lugares. (B) despesas com encargos sociais;
(C) despesas com material de consumo;
(D) serviço da dívida;
37 - São legitimados para provocar a instauração do processo de (E) qualquer outra despesa corrente não vinculada diretamente
registro de bens culturais de natureza imaterial, EXCETO: aos investimentos ou ações apoiados.

(A) o Ministério Público;


(B) o Ministro de Estado da Cultura;
(C) instituições vinculadas ao Ministério da Cultura;
(D) Secretarias de Estado, de Município e do Distrito Federal;
(E) sociedades ou associações civis.

38 - Quanto às propostas para registro de bens culturais de


natureza imaterial, assinale a alternativa INCORRETA:

(A) serão dirigidas ao Presidente do Conselho Consultivo do


Patrimônio Cultural;
(B) o IPHAN supervisionará a instrução dos processos de
registro;
(C) a instrução dos processos poderá ser feita por outro órgão
do Ministério da Cultura que detenha conhecimentos
específicos sobre a matéria;
(D) ultimada a instrução, o IPHAN emitirá parecer acerca da
proposta, publicado no Diário Oficial da União;
(E) a decisão final competirá ao Conselho Consultivo do
Patrimônio Cultural.

HISTÓRIA DA ARTE
39 - O IPHAN tem como finalidades as alternativas abaixo
discriminadas, EXCETO: 41 - As principais diferenças estilísticas entre a arte do
renascimento e a arte barroca são:
(A) proteger, fiscalizar, promover, estudar e pesquisar o
patrimônio cultural brasileiro; (A) formas claras, cores claras, composição dinâmica no
(B) exercer a vigilância e preservação vedado o uso do poder Renascimento; formas com contornos definidos,
de polícia administrativa para a proteção deste patrimônio; composição fria e temas religiosos no Barroco;
(C) coordenar a execução da política de preservação, (B) formas claras, linhas nítidas, composição estática e legível
promoção e proteção do patrimônio cultural, em no Renascimento; formas contrastantes, contornos
consonância com as diretrizes do Ministério da Cultura; obscuros, composição movimentada no Barroco;
(D) desenvolver estudos e pesquisas, visando a geração e (C) formas afetadas, figuras retorcidas, espaço enviesado no
incorporação de metodologias, normas e procedimentos Renascimento; formas abertas, espaço obscuro, figuras
para preservação do patrimônio cultural; monumentais no Barroco;
(E) promover a identificação, o inventário, a documentação, o (D) formas enquadradas pela geometria, claro-escuro tênue,
registro, a difusão, o tombamento, a conservação, a composição estática e rígida no Renascimento; formas
devolução, o uso e a revitalização do patrimônio cultural. ogivais e verticalizadas, fundo dourado e figuras com
gestos contorcidos no barroco;
(E) formas nervosas e irriquietas, cores metálicas, figuras
evanescentes no Renascimento; formas plácidas,

10
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6OGEyNDozODBk:RnJpLCAyOSBNYXkgMjAyMCAxNDozMTowMCAtMDMwMA==

PROVA OBJETIVA – TEC10


contornos apagados e paisagem evanescente ao fundo no 45 - Suporte tradicional da pintura, antes da invenção do quadro
Barroco. de cavalete na segunda metade do século XV durante o
Renascimento, o afresco apresenta particularidades técnicas que
o caracterizam, entre as quais:
42 - Em 1816, desembarca no Rio de Janeiro, então capital do
reino de Portugal, Brasil e Algarves, a Missão Artística (A) vincula-se à arquitetura do lugar, uma vez que a aplicação
Francesa, liderada por Lebreton e composta por Debret, Taunay do desenho e das tintas ocorre no reboco ainda úmido de
e Grandjeam de Montigny, entre outros, tendo como principal uma parede. À medida que ocorre o processo de secagem,
objetivo: o reboco absorve a tinta;
(B) não depende da arquitetura, uma vez que é aplicado numa
(A) instituir o ensino das Belas-artes e elevar o gosto na ex- superfície lisa de madeira;
colônia; (C) vincula-se à arquitetura, uma vez que é aplicado numa
(B) fazer retratos, estátuas e palácios para o Rei e sua corte; superfície lisa de madeira de um retábulo de igreja;
(C) preparar os festejos para o casamento real de D. Pedro I e (D) não depende da arquitetura, uma vez que se trata de um
D. Leopoldina; desenho impresso em papel;
(D) divulgar e incentivar o estilo barroco na capital do reino; (E) depende da arquitetura, uma vez que se trata de
(E) construir e decorar o novo palácio real da Quinta da Boa pequeninos ladrilhos vitrificados de cores variadas, que,
Vista. quando aplicados à parede, formam um desenho.

43 - As igrejas barrocas brasileiras distribuem-se pelas 46 - Um dos tratados mais influentes da história da arte é o Da
principais cidades ao longo da costa litorânea com destacável Pintura, de Leon Battista Alberti (1404 - 1472), escrito sob o
unidade de estilo. Apesar das diferentes localidades e ordens impacto da renovação das artes empreendida pela geração de
religiosas, características em comum podem ser apontadas, tais Brunelleschi, Donatello, Masaccio e Ghiberti, que assinalam a
como: emergência do Renascimento. O tratado de Alberti é inovador
porque ensina:
(A) fachadas com colunas colossais, entablamento projetado e
frontão curvo, planta elíptica e revestimento em
(A) a iconografia das cenas e das figuras religiosas que
mármores;
constam das escrituras sagradas;
(B) fachadas com colunas simples, frontão sobreposto e torres
(B) técnicas de pintura em madeira, vidro, metal, bem como a
sineiras, planta com nave retangular e capela-mor
lidar com os instrumentos relativos a cada técnica;
transversal e decoração em estuque e gesso;
(C) a obtenção das tintas através da manipulação de várias
(C) fachadas maciças e com poucos elementos decorados,
matérias da natureza, o uso dos aglomerantes adequados,
frontão triangular e torres sineira, planta com nave e
as técnicas de desenho, os instrumentos necessários;
capela-mor retangulares e decoração em talha dourada;
(D) fachada com pórtico de entrada, torre sineira única e (D) os cânones da beleza dos antigos e de como aplicá-las aos
centralizada, planta elíptica e altar-mor embutido na casos contemporâneos;
parede e decoração com mármores coloridos; (E) que ao pintor é necessário ter conhecimento das matérias
(E) fachada com frontão curvo, planta retangular profunda e humanísticas, tais como geometria, retórica, poética e
cúpula encimando o arco-cruzeiro. história.

47 - A arte dita abstrata é fenômeno relativamente recente na


44 - O impressionismo foi um dos movimentos inaugurais da História da Arte Ocidental, emergindo nas primeiras décadas do
arte moderna. Surgiu na França na segunda metade do século século XX, com a eclosão das vanguardas artísticas (cubismo,
futurismo, neoplasticismo, suprematismo, construtivismo russo).
XIX, tendo como protagonistas os pintores Monet, Manet,
O próprio da arte abstrata é:
Renoir, Degas, Sisley e Pissaro. Distintamente da arte dos
períodos anteriores, o impressionismo buscava:
(A) ater-se às formas da realidade, procurando o sentido
essencial e interior a cada qual;
(A) retratar a realidade de modo realista, com uma técnica
(B) tomar as formas plásticas (linhas, pontos, planos, cores)
apurada que dava atenção maior aos detalhes
como elementos autônomos que não remetem a
representados;
significados exteriores;
(B) representar a intensidade dos sentimentos com cores fortes
(C) inspirar-se nas idéias da razão, como a liberdade, a justiça,
e contrastantes e gestos marcados;
o bem;
(C) captar as impressões visuais – o que o olho do pintor vê - (D) transpor os sentimentos interiores para formas figurativas;
mais do que copiar fielmente os objetos da realidade; (E) basear-se na iconografia religiosa e pagã para representar
(D) representar a realidade segundo as figuras geométricas – o ideais abstratos.
cubo, a esfera, o cilindro;
(E) construir os quadros com cores complementares, baseada
na divisão dos tons em seus componentes elementares. 48 - O historiador da arte Erwin Panofsky no seu célebre livro O
significado das artes visuais (Perspectiva, 1979, 2ª ed.) defende
a iconologia como método ideal para a história da arte. Para
Panofsky, a iconologia consiste no estudo:
11
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6OGEyNDozODBk:RnJpLCAyOSBNYXkgMjAyMCAxNDozMTowMCAtMDMwMA==

PROVA OBJETIVA – TEC10


(D) estrutura espacial evanescente, ausência de figuração,
(A) das formas visuais puras como portadores de sentidos predomínio de massas cromáticas vaporosas e fluidas;
intrínsecos, sem relação com o contexto histórico; (E) estrutura espacial curva, forte marcação em claro-escuro,
(B) da história da arte como sistema de signos; predomínio de cenas de interior e inclusão do espectador
(C) do contexto histórico como condição para a história da na cena.
arte, uma vez que a arte é reflexo do contexto;
(D) do significado da formas artísticas, com base na análise
dos valores estéticos, morais, religiosos, científicos, 51 - Os artesãos que trabalhavam nas igrejas e demais
políticos e etc, que configuram a cultura da época; monumentos religiosos na Colônia enquadravam-se nas
(E) do tema ou da mensagem das obras de arte, em atividades denominadas ofícios mecânicos, organizadas em
contraposição à análise da sua forma. coorporações que os habilitavam ao exercício da profissão e à
abertura de sua oficina. Não havia, portanto, profissionais
liberais formados e habilitados por diplomas concedidos pelas
49 - Michelangelo, Rafael e Leonardo constituem, segundo os Academias de ensino. Artistas consagrados já em seu próprio
historiadores da arte, o ápice da arte renascentista. Cada um tempo como Mestre Valentim e Antonio Francisco Lisboa – o
alcança um grau de excelência inédito que tanto aprofunda os Alejadinho - padeciam dessa condição de artífices, porém ainda
caminhos anteriores como também abre novas e inesperadas com maiores restrições profissionais pelo fato de serem mulatos,
pesquisas. Michelangelo foi considerado o maior de todos, a o que limitava suas atividades e remuneração. Com relação ao
ponto de ter conseguido o que parecia impossível: ir além, estatuto social do artista na colônia, é correto afirmar que:
superar os antigos com sua arte sublime.
Para o século XVI, a questão que se colocava era o que pode (A) o artista deveria se tornar engenheiro-militar, os únicos a
haver depois de Michelangelo, de Rafael, de Leonardo? Pensar possuírem formação técnica reconhecida pela Metrópole
em ultrapassá-los não teria sentido, só restaria fazer arte à para atuar na colônia;
maneira deles. Define-se, assim, aquilo que a história da arte (B) o artista não havia se liberado das obrigações utilitárias e
chamou de Maneirismo, situado entre o Renascimento e o práticas, para se entregar à expressão de suas idéias
Barroco. O Maneirismo diferencia-se como: artísticas e assim alcançar independência autoral;
(C) o artista deveria ser branco e português para ser habilitado
(A) o momento em que se abrem as academias de belas-artes e
pela coorporação de ofícios;
se institui o ensino acadêmico;
(D) o artista deveria dedicar toda sua habilidade artesanal para
(B) o momento em que não se acredita que os antigos gregos
a glória de Deus;
foram os maiores, mas sim os antigos romanos;
(E) o artista trabalha para vender seus produtos na oficina.
(C) o momento em que predominou o gosto pelo bizarro, pelo
excêntrico e pelo afetado, inspirado pelos relatos das
viagens de descobrimento;
(D) o momento em que a arte recuou e novamente se submeteu
à religião da contra-reforma;
(E) o momento em que a arte começa a imitar a própria arte.

50 - O intercâmbio cultural foi traço marcante na história da arte 52 - Uma das telas mais consagradas da História da Arte, As
moderna. A influência da Polinésia em Gauguin, de Marrocos Meninas de Diego Velazquez, pintada em 1656, tem como tema,
em Matisse, da escultura negra no cubismo e no expressionismo, numa surpreendente inversão, o próprio pintor em atividade
marcam, entre outros cruzamentos culturais, o desejo de se ir (olhando fixo para seu pretenso modelo), tendo ao seu lado a
além dos valores e do gosto da civilização burguesa européia. Infanta Margarita e suas damas de honra. Com esta inversão de
Um dos casos mais conhecidos foi o impacto das gravuras ponto de vista o pintor arma um verdadeiro jogo intrigante
japonesas nos artistas do impressionismo e pós-impressionismo. porque:
Monet, Manet, Degas, Renoir, Van Gogh, Cézanne e Gauguin
recebem nítida influências das gravuras de Hokusai e Utamaro (A) o retratado está ausente da cena, restando ao pintor pintar
divulgadas na Europa a partir de meados do século XIX. Em sua própria atividade;
termos plásticos, as diferenças que marcavam tais gravuras que (B) o retratado é um pintor qualquer que junto com a Infanta e
atraíram a atenção dos artistas modernos são: seu séquito pousou de modelo a Velazquez;
(C) o lugar do retratado é um lugar vago que pode ser tanto
(A) estrutura espacial fora dos padrões da perspectiva ocupado pelo Rei, quanto pelo espectador que se vê
renascentista, cores chapadas, ausência de claro-escuro, incluído na cena;
linhas ondulantes e suaves, grafismo construtivo e (D) o retratado é Deus, que não pode ser representado com
distribuição assimétrica; figuras, por isso está presente em todos os lugares;
(B) estrutura espacial planar, tons em preto e branco, (E) o retratado é uma natureza-morta e a inversão seria o
gestualidade nervosa e evidência dos veios da madeira; modo pela qual ela nos olha.
(C) estrutura espacial perspectivada, linhas dispersas,
ausência de volume, predomínio de manchas;

12
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6OGEyNDozODBk:RnJpLCAyOSBNYXkgMjAyMCAxNDozMTowMCAtMDMwMA==

PROVA OBJETIVA – TEC10


53 - O Art Nouveau, fenômeno europeu que cobre a última (A) as formas de expressão;
década do século XIX e a primeira do séc. XX, manifesta-se (B) os modos de criar, fazer e viver;
simultaneamente nas grandes metrópoles como Londres, (C) as criações científicas, artísticas e tecnológicas desde que
Glasgow, Paris, Bruxelas, Munich, Viena, Barcelona, tendo registradas;
como artistas mais destacados Gallé, Guimard, Gaudi, Horta, (D) as obras, objetos, documentos, edificações e demais
van de Velde, Obrist, Endell, Olbrich, Hofmann, Klint, espaços destinados às manifestações artístico-culturais;
Mackintosh. Como assinala sua nomenclatura, o Art Nouveau (E) os conjuntos urbanos e sítios de valor histórico,
aspira uma nova forma para as artes, em face das visíveis paisagístico, artístico, arqueológico, paleontológico,
transformações por que passam as metrópoles industriais ecológico e científico.
modernas. As características marcantes do estilo são:

(A) preferência pelas artes aplicadas e decorativas; uso de 56 - Com relação ao patrimônio cultural brasileiro, é correto
materiais industriais como ferro e vidro combinados com afirmar que:
técnicas artesanais como cerâmica, esmaltes, joalharia,
porcelanas, carpintaria, bronze; gosto pelas formas curvas (A) a Constituição Federal declarou tombados todos os
alongadas e assimétricas, e pela ornamentação documentos e os sítios detentores de reminiscências
bidimensional de inspiração floral; históricas dos antigos quilombos;
(B) preferência pelas artes decorativas com ornatos em forma (B) cabem ao Programa Nacional de Apoio à Cultura a gestão
serpentinada ou concheados, cores claras e painéis em da documentação governamental e as providências para
gesso com temas inspirados na antigüidade clássica; franquear sua consulta a quantos dela necessitem;
(C) preferência pela decoração com motivos fitomórficos, com (C) será protegido com exclusividade pela União;
predomínio das folhas de acanto, formas volumosas e (D) tem como formas de proteção os inventários, registros,
pesadas e talhadas em madeira; vigilância, tombamento, desapropriação e usucapião;
(D) estilização das formas orgânicas, tendência para a (E) os danos e ameaças sofridos somente serão punidos se
geometrização dos ornatos, uso de materiais modernos e gravosos ao patrimônio público.
tradicionais, aplicação de ícones da civilização industrial
como locomotivas, automóveis e navios;
(E) condenação de todo ornamento, uso de materiais
industriais, concepção das formas de acordo com a 57 - Toda intervenção destinada a manter a integridade de um
verdade dos materiais e da função, redução da forma ao objeto pertencente ao Patrimônio Cultural é definida como:
mínimo de elementos componentes.
(A) salvaguarda;
(B) conservação;
(C) restauração;
(D) consolidação;
(E) reconstrução.

58 - O método de análise utilizado para se evidenciar, em uma


54 - Com relação ao art. 23 da Constituição Federal, é tela, repinturas ou desenhos subjacentes é:
INCORRETO afirmar que compete à União, aos Estados, ao
Distrito Federal e aos Municípios, em comum: (A) irradiação de infravermelho;
(B) raios X;
(A) conservar o patrimônio público; (C) microscópio eletrônico;
(B) proteger os documentos, as obras e outros bens de valor (D) cromatografia;
histórico, artístico e cultural; (E) espectrometria.
(C) proteger os monumentos, as paisagens naturais notáveis e
os sítios arqueológicos;
(D) impedir a evasão, a destruição e a descaracterização de 59 - A datação de uma peça de madeira pode ser feita através de:
obras de arte e de outros bens de valor histórico, artístico
ou cultural; (A) dosagem de urânio, flúor e azoto;
(E) promover programas de construção de museus e galerias (B) ressonância paramagnética eletrônica;
de arte. (C) termoluminescência;
(D) carbono 14;
(E) hidratação.
55 - Constituem patrimônio cultural brasileiro os bens de
natureza material e imaterial, tomados individualmente ou em
conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à 60 - Em um processo de intervenção restaurativa de um objeto
memória dos diferentes grupos formadores da sociedade preservado procede-se, em primeiro lugar, à analise e pesquisa:
brasileira, nos quais se incluem os itens abaixo, EXCETO:
(A) histórica;

13
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MDAwMDowMDAwOjAwMDA6MDAwMDowMDAwOmZmZmY6OGEyNDozODBk:RnJpLCAyOSBNYXkgMjAyMCAxNDozMTowMCAtMDMwMA==

PROVA OBJETIVA – TEC10


(B) iconográfica;
(C) estrutural;
(D) de banco de dados;
(E) físico-química.

14
www.pciconcursos.com.br