Você está na página 1de 20

Prof.

Ricardo Gaiotto
1.Identifique os pronomes da tira?

2.Qual a função que eles apresentam nas frases


nas quais são utilizados?
Zorro e Tonto se vêem cercados,
de repente, por índios
enfurecidos, vindos de todos os
lados. Zorro diz para seu
ajudante indígena:

- Tonto, parece que nós estamos


numa fria.

- "Nós" por quê, cara pálida?


1.O que Tonto sugere a Zorro em sua
fala na última frase?
 PRO
PRONOME
NOME
Palavra que substitui ou acompanha
outra, principalmente os substantivos.
Podem também retomar ou remeter a
outras palavras, orações e frases
expressas no texto.
Pessoas do Discurso:

 1ª PESSOA (quem fala): locutor do


discurso;

 2ª PESSOA (com quem fala):


interlocutor do discurso.

 3ª PESSOA (do que ou de quem se


fala): assunto ou referente do discurso
 PRONOMES PESSOAIS
São aqueles que indicam as três
pessoas do discurso.
Número Pessoa Retos Oblíquos
Átonos Tônicos
Singular 1ª EU ME MIM, COMIGO
2ª TU TE TI, CONTIGO
3ª ELE/ELA O, A, LHE, SI, ELE, ELA,
SE CONSIGO
Plural 1ª NÓS NOS NÓS, CONOSCO
2ª VÓS VOS VÓS, CONVOSCO
3ª ELES/ELAS OS, AS, SI, ELES, ELAS,
LHES, SE CONSIGO
Et, eu, tu. Arnaldo Antunes.
Palavras ou expressões empregadas
para tratar cerimoniosamente o
interlocutor.
Tratamento Abreviatura
você v.
Vossa Excelência V. Exª.
Vossa Magnificência V. Magª.
Vossa Majestade V. M.
Vossa Santidade V. S.
Vossa Senhoria V. Sª.
senhor, senhora sr., sra.
São aqueles que indicam posse em
relação às três pessoas do discurso.
Singular Plural
Número Pessoa Masc. Fem. Masc. Fem.
Singular 1ª meu minha meus minhas
2ª teu tua teus tuas
3ª seu sua seus suas
Plural 1ª nosso nossa nossos nossas
2ª vosso vossa vossos vossas
3ª seu sua seus suas
1. “Minha praia é mais movimentada que a
sua.” (“pronome adjetivo” x “pronome
substantivo)

2. Encontrei Magda perto de sua casa.


(ambigüidade)

3. Francisco: Não deixe sua cadela entrar em


minha casa. Ela está cheia de pulgas.
Alexandre: Diana, não entre nessa casa.
Ela está cheia de pulgas. (ambigüidade)
-Veja! Posso chutar minha cabeça! Aposto
que você não pode!
Filha, tu sabes . . . que hei de fazer!
Nós todos somos assim.
Eu sou assim.
Tu és assim.
Dançam os pronomes pessoais.
Nunca em minuetes! Nunca em furlanas!
EU
ELE TU
NÓS
ELES
VÓS ...
Não paro.
Não paras.
Sucedem quadrilhas . . .

Os homens dançam...
Danço também
Que somos nós?
Pronomes Pessoais.
(Mário de Andrade. “Dança” in: Remate de Males.)
Fontes:

ANDRADE, Mário de. Poesias Completas.

ANTUNES, Arnaldo. 2 ou mais corpos no espaço.

CEREJA, W. R. e MAGALHAES, T. C. Gramática Reflexiva do Português.