Você está na página 1de 41

Exercício de fixação:

1 - Classificar os eventos abaixo, relativos a uma indústria de manufatura, como Investimento (I), Custo (C),
Despesa (D), ou Perda (P), seguindo a terminologia contábil:

( ) Compra de matéria prima. ( ) Consumo de energia elétrica na fábrica.


( ) Gastos com mão de obra na produção. ( ) Consumo de combustível em vendas.
( ) Gastos com o pessoal do faturamento (salário). ( ) Aquisição de máquinas.
( ) Depreciação de máquinas. ( ) Comissões proporcionais às vendas.
( ) Remuneração do pessoal da contabilidade (salários). ( ) Depreciação do prédio da empresa.
( ) Consumo de matéria prima. ( ) Aquisição de embalagens.
( ) Deterioração do estoque de matéria prima por enchente.( ) Remuneração do tempo do pessoal em greve.
( ) Geração de sucata no processo produtivo. ( ) Estrago acidental e imprevisível de lote de material.
( ) Reconhecimento de duplicata como não recebível. ( ) Gastos com seguro contra incêndio na fábrica.
( ) Consumo de embalagens em vendas. ( ) Gastos com desenvolvimento de novos produtos e
processos.

2 - Classifique os itens listados em custos diretos (CD), custos indiretos (CI), despesas diretas (DD) e despesas
indiretas (DI) considerando ser uma linha produção.

( ) Matéria prima consumida ( ) Materiais auxiliares (Intermediários) consumidos


( ) Embalagens utilizadas (Vendas) ( ) Mão de obra direta
( ) Mão de obra indireta ( ) Salário do eletricista
( ) Conta do telefone relacionado à vendas ( ) Salário do contador (Administrativo)
( ) Depreciação do prédio administrativo ( ) Manutenção preventiva da fábrica
( ) Seguro do prédio da fábrica ( ) Lubrificantes nas máquinas de produção
( ) Fatura energia elétrica – fábrica ( ) Fatura energia elétrica – administração
( ) Aluguel do prédio da fábrica ( ) Frete pago para transporte matéria-prima
( ) Frete pago na venda do produto ( ) Comissões sobre vendas
( ) Viagens e estadias de vendas ( ) Propaganda e promoções (vendas)
( ) Salário dos administradores ( ) Salário do zelador (administrativo)
( ) Salário do comprador (fábrica) ( ) Salário do vendedor
( ) Salário do almoxarife (fábrica) ( ) Aluguel do prédio administrativo
( ) Material de expediente da área administrativa ( ) Material de limpeza da fábrica
( ) Uniforme dos operadores de produção ( ) Material de segurança (fábrica)
( ) Depreciação de máquinas e equipamentos da fábrica
( ) Manutenção dos computadores no departamento administrativo

3 - Dados os seguintes eventos ocorridos em determinada empresa no mês de abril:


a) Compra de material no valor de R$ 10.000, a pagar no mês seguinte;
b) Pagamento, em cheque, dos salários relativos ao mês de março: R$ 5.000.
c) Utilização de mão de obra, a pagar em maio, sendo pessoal da produção R$ 8.000 e da administração R$ 3.000.
d) Contabilização da depreciação do mês, sendo: dos equipamentos de produção R$ 7.500 e dos veículos da
diretoria R$ 2.500.
e) Consumo de parte do material adquirido na letra a, sendo na produção 3.800 e na administração R$ 1.000.
f) Perda de material na produção: R$ 200.
1
g) Energia elétrica adquirida e consumida no mês, a pagar no mês seguinte, R$ 8.000. Uma quarta parte desse total
cabe às áreas administrativa e comercial da empresa e o restante à da produção.
h) Compra de uma máquina para a área de produção por R$ 50.000, a pagar em duas parcelas iguais, sem juros,
tendo sido a primeira paga no ato da compra. Entrará em operação no mês seguinte.
i) Uma enchente inesperada destruiu parte do estoque de materiais: R$ 2.000.

Utilizando a terminologia normalmente empregada no meio contábil, pede-se:


I - Classificar os eventos do mês de abril e calcular o valor total de cada gasto: desembolsos, investimentos, custos,
despesas e perdas ocorridas em abril.

Desembolsos Investimentos Custos Despesas Perdas


a.
b.
c.
d.
e.
f.
g.
h.
i.
Soma

4 - Em 31/03/2018, foram extraídos os seguintes dados da contabilidade da Indústria Groenlândia Ltda.

2
Informações adicionais: 

. 60% da conta Salários da Fábrica representam mão de obra direta; 


. 50% da conta de energia elétrica é custo direto. 

Considerando-se as informações acima, o total dos custos diretos constantes da tabela, em reais, é de:

4.1 - Considere os seguintes gastos relativos ao determinado exercício social da Cia. Beta.
- Material de expediente, na área Administrativa R$ 10.000.
- Fretes sobre vendas R$ 40.000.
- Energia Elétrica (Administração) R$ 4.000.
- Salários do Contador R$ 12.000.
- Manutenção da fábrica R$ 22.000.
- Seguro do prédio da Administração R$ 3.000.
- Matéria prima consumida R$ 200.000.
- Salários dos Vendedores R$ 30.000.
- Materiais de segurança na fábrica R$ 10.000.
- Seguros da fábrica R$ 10.000.
- Depreciação da fábrica R$ 25.000.
- Propagandas e Publicidade R$ 2.500.
- Salário diretor Administrativo R$ 20.000.
- Energia elétrica da fábrica R$ 50.000.
Os custos de produção e as despesas Administrativas são respectivamente:

3
4.2 - No quadro abaixo, estão listados os gastos da Indústria de Telhas Barros no exercício de 2008.  

Com base nos dados acima, é correto afirmar que os custos fixos do período foram de, em reais?

4
4.3 - Considere os seguintes gastos relativos ao determinado exercício social da Cia. Beta.
- Material de expediente, Administração geral R$ 5.000.
- Fretes sobre vendas R$ 10.000.
- Comissões dos vendedores R$ 2.000.
- Salários programador da fábrica R$ 5.000.
- Manutenção da fábrica R$ 10.000.
- Seguro do prédio da Administração R$ 5.000.
- Matéria prima consumida R$ 100.000.
- Salários dos Vendedores R$ 30.000.
- Materiais de segurança na fábrica R$ 5.000.
- Seguros da fábrica R$ 2.000.
- Depreciação da fábrica R$ 20.000.
- Propagandas e Publicidade R$ 2.000.
- Salário diretor de vendas R$ 15.000.
- Energia elétrica vendas R$ 2.000.

Os totais de custos de produção são:

4.4 - Uma indústria, que utiliza todos os seus equipamentos para a elaboração de três produtos distintos, em
seu último relatório, apresentava, entre outros, as seguintes contas: 

Comissões de Vendedores - R$7.250,00  


Depreciação de Máquinas e Equipamentos da Unidade Fabril - R$ 3.450,00 
FGTS sobre Mão de Obra da Produção - R$3.000,00  
Mão de Obra da Produção - R$31.200,00  
Depreciação dos demais Bens da Área Administrativa - R$ 850,00  
Salários da Área Administrativa - R$18.300,00  
Matéria-Prima Consumida - R$68.700,00  
Mão de Obra – Supervisão e Movimentação da Unidade Fabril - R$5.900,00  
Previdência Social sobre Mão de Obra da Unidade Fabril - R$9.800,00

No conjunto de contas de resultado acima, o total de custos e de despesas, são respectivamente:  

5
4.5 - Uma sociedade industrial, em um momento do mês em curso, possui o seguinte quadro informativo dos
valores que deverá ser registrado no período. 

Os valores correspondentes a Investimentos, Custos, Despesas e Perdas, é respectivamente:

4.6 -

Os valores dos custos e das despesas são, respectivamente, de:

6
4.7 - Os dados apresentados na tabela abaixo referem-se aos custos e às despesas de uma empresa industrial.

Considerando-se esses dados, é correto afirmar que os custos diretos e os custos indiretos totalizam,
respectivamente, 

4.8 - Dados extraídos da contabilidade de custos da Indústria de Plásticos Platistil Ltda.

Considerando exclusivamente os dados acima, o total de custos diretos, em reais, é de:

7
5 - Exercício de fixação: (PV)

a) Na nota fiscal de compra estão registrados os seguintes dados:

Unidade Mercadoria Frete R$ Valor R$ IPI R$ ICMS R$


50 kg Tubos de Aço 250 25,00 30,00
220 kg Ferro 960 48,00 115,20
10 kg Papel 110 0 13,20
90 m Fita 670 53,60 80,40
Totais 1.990 126,60 238,8
Valor total da Nota fiscal 2.116,60

Sabendo-se que ICMS está incluso no valor total da mercadoria e que esta nota fiscal a empresa pagou R$ 55,00 de frete
(fazer rateio pelo valor da mercadoria), calcule o custo comercial de compra de cada mercadoria.

Produtos Tubos de Aço Ferro Papel Fita


Custo da fatura total R$
(-) Impostos recuperáveis R$
(+) Impostos não recuperáveis R$
(+) Fretes R$
(=) Custo total R$
Qtde comprada 50 kg 220 kg 10 kg 90 m
(=) Custo unitário R$

b) Supondo que os custos indiretos médios mensais sejam de R$ 40.000 e que o faturamento mensal é de R$
500.000, determine o índice de custos indiretos, caso desejar-se incluir no mark-up.

c) Considerando-se os seguintes fatores: ICMS 12%, PIS 1,65%, Cofins 7,6%, comissões 5%, lucro desejado 5%,
frete 3%, determine o mark-up multiplicador para comércio e preço de venda dos quatro produtos.

Produtos Tubos de Aço Ferro Papel Fita


Soma DVVs
100 – DVVs = x
Markup (100/x)
Custo de compra unit. R$
Preço de venda unit. R$

d) Se incluir o percentual de custos indiretos no mark-up da situação inicial, qual o novo preço de venda dos produtos?

Produtos Tubos de Aço Ferro Papel Fita


Soma DVVs
100 – DVVs = x
Markup (100/x)
Custo de compra unit. R$
Preço de venda unit. R$

e) Incluindo o fator financeiro de 5% no mark-up, em quantos por cento aumentará o preço de venda comercial dos produtos?

8
Produtos Tubos de Aço Ferro Papel Fita
Soma DVVs
100 – DVVs = x
Markup (100/x)
Custo de compra unit. R$
Preço de venda unit. R$
Preço de venda anterior R$
Variação %

6 - Exercício de fixação: (PV)

a) Na nota fiscal de compra estão registrados os seguintes dados:

Unidade Mercadoria Frete R$ Valor R$ IPI R$ ICMS R$


50 kg Chapas de Aço 150 15 25,5
20 kg Cobre 400 60 68,0
10 kg Eletrodos 250 0 42,5
30 kg Fio de cobre 380 57 64,6
Totais 1.180 132 200,6
Valor total da Nota fiscal 1.312,00

Sabendo-se que ICMS está incluso no valor total da mercadoria e que esta nota fiscal a empresa pagou R$ 85,00 de frete
(ratear o frete pela quantidade), calcule o custo comercial de compra de cada mercadoria.

Produtos Chapas de Aço Cobre Eletrodos Fio de cobre


Custo da fatura total R$
(-) Impostos recuperáveis R$
(+) Impostos não recuperáveis R$
(+) Fretes R$
(=) Custo total R$
Qtde comprada 50 kg 20 kg 10 kg 30 kg
(=) Custo unitário R$

b) Supondo que os custos indiretos médios mensais sejam de R$ 35.000 e que o faturamento mensal é de R$
450.000, determine o índice de custos indiretos, caso desejar-se incluir no mark-up.

c) Considerando-se os seguintes fatores: ICMS 12%, PIS 1,65, Cofins 7,6%, comissões 5%, lucro desejado 9%,
frete 3%, determine o mark-up multiplicador para comércio e preço de venda dos quatro produtos.

Produtos Chapas de Aço Cobre Eletrodos Fio de cobre


Soma DVVs
100 – DVVs = x
Markup (100/x)
Custo de compra unit. R$
Preço de venda unit. R$

d) Se incluir o percentual de custos indiretos no mark-up da situação inicial, qual o novo preço de venda dos produtos?

9
Produtos Chapas de Aço Cobre Eletrodos Fio de cobre
Soma DVVs
100 – DVVs = x
Markup (100/x)
Custo de compra unit. R$
Preço de venda unit. R$

e) Incluindo o fator financeiro de 5% no mark-up, em quantos por cento aumentará o preço de venda comercial dos produtos?

Produtos Chapas de Aço Cobre Eletrodos Fio de cobre


Soma DVVs
100 – DVVs = x
Markup (100/x)
Custo de compra unit. R$
Preço de venda unit. R$
Preço venda anterior R$
Variação %

7 - Base de dados:
Custo Unitário
Descrição da mercadoria R$ Markup divisor Preço de Venda
Televisor 600,00    
DVD 200,00    
Microondas 250,00    
Ferro elétrico 25,00    
Bicicleta 240,00    
Geladeira 560,00    
Rádio 32,00    
Batedeira 38,00    

Custo Unitário
Descrição da mercadoria R$ Markup multiplicador Preço de Venda
Televisor 600,00    
DVD 210,00    
Microondas 260,00    
Ferro elétrico 25,00    
Bicicleta 245,00    
Geladeira 550,00    
Rádio 35,00    
Batedeira 38,00    

Faturamento Mensal R$ 750.000,00


Custo fixo R$ 60.000,00

10
Para cálculo do Markup, considerar: %
ICMS 17,00
PIS 1,65
COFINS 7,60
Frete 2,50
Comissões 3,00
Taxa financeira 2,00
Despesas de vendas 6,50
Custo Fixo  
Lucro 12,00
Soma  

Pede-se:
Calcular Preço de venda pelo Markup Divisor e Multiplicador

7.1 -Sociedade Empresária estabelece o preço de venda de suas mercadorias


com base no custo de aquisição.
A mercadoria “A” tem custo de aquisição igual a R$12,00 por unidade.
Os tributos incidentes sobre as vendas somam 27,25% e as despesas variáveis
de venda somam 2,75%. Desejando um lucro de 10%
Considerando-se as informações apresentadas, o preço de venda da
mercadoria “A” será de:

7.2 - Considerando-se os seguintes fatores: ICMS 17%, PIS 1,65%, COFINS 7,6%,
comissões 1%, lucro desejado 11%, frete 5%, e custo do produto de R$ 2.500,00,
determine o índice do mark-up multiplicador.

11
8 - Exemplo prático: Custeio por Absorção.

Gastos do mês:
Gastos R$
Salários e encargos sociais do pessoal da fábrica (MOD) 520.000
Depreciação do prédio, dos computadores, das instalações, das máquinas e
50.000
equipamentos usados na fábrica.
Comissão dos vendedores 60.000
Juros e encargos financeiros sobre empréstimos bancários 30.000
Propaganda e publicidade 10.000
Viagens e refeições dos vendedores 5.000
Tributos sobre as vendas dos produtos acabados (Impostos) 77.000
Energia elétrica, água, comunicações, gastos na fábrica. 7.400
Energia elétrica, água, comunicações, gastos nos setores administrativos. 1.000
Energia elétrica, água, comunicações, gastos nos setores comerciais. 700
Matérias primas consumidas na fábrica. 350.000
Salários e encargos do pessoal da administração. 70.000
Honorários da diretoria administrativa. 40.000
Honorários da diretoria industrial. 15.000
Seguros contra incêndio do prédio da fábrica. 4.500
Seguros contra incêndio do prédio da administração. 1.500
Seguros contra incêndio da loja comercial. 3.000
Materiais auxiliares utilizados na fábrica. 2.600
Manutenção das máquinas e dos equipamentos utilizados na fábrica. 3.000
Fretes para a entrega dos produtos vendidos. 1.000
Materiais diversos gastos pelos setores administrativos. 2.500
Materiais diversos gastos pelos setores comerciais. 500
Depreciação do prédio, dos veículos, das instalações, dos móveis e dos
12.000
computadores utilizados pelos setores administrativos.
Depreciação do prédio, dos veículos, das instalações, dos móveis e dos
8.000
computadores utilizados pelos setores comerciais.
Treinamento dos gerentes e supervisores de vendas. 2.500
Treinamento dos gerentes e supervisores da fábrica. 2.500
Total 1.279.700

No mês de outubro foram produzidas 2.000 unidades e vendidas 1.500 do produto, pelo preço de venda unitária de
R$ 900, e não havia estoque inicial.
Pede-se:
a) Separação dos gastos em custos diretos e indiretos, impostos e despesas administrativas, comerciais e
financeiras;
b) Apuração do custo unitário de produção e de custo dos produtos vendidos;
c) Demonstração do resultado do mês, utilizando o custeio por absorção e pelo custeio direto/variável.

12
1º passo: Distribuição dos gastos entre custos e despesas:
Custos de produção do mês: R$
Diretos
Indiretos
Soma dos custos

Tributos sobre as vendas brutas (impostos).


Despesas administrativas.
Despesas comerciais.
Despesas financeiras.
Total das despesas:
Total dos gastos do mês:

2º passo: Apuração do custo unitário de produção pelo sistema Direto e por Absorção.

Apuração do custo da produção:


Custeio Total R$ Qtde produzida Custo unitário R$ CPV R$
Direto
Por Absorção

3º passo: Demonstração do Resultado.

Apuração do resultado: Por Absorção


Demonstração do resultado líquido de vendas. R$
Receitas brutas = 1.500 x R$ 900,00.
(-) Deduções das vendas (Impostos).
=Receitas líquidas.
(-) Menos custo dos produtos vendidos.
=Lucro bruto.
(-) Despesas administrativas.
(-) Despesas comerciais.
(-) Despesas financeiras.
=Lucro líquido antes do imposto de renda e da contribuição social

Demonstração do resultado: Custeio direto/variável


Demonstrativo do resultado: R$
Receitas brutas = 1.500 x R$ 900,00
(-) Deduções das vendas (Impostos).
=Receitas líquidas
(-) Custo dos produtos vendidos
=Lucro bruto
(-) Despesas administrativas
(-) Despesas comerciais
(-) Despesas financeiras
(-) Custos indiretos
= Lucro líquido antes do imposto de renda e contribuição social

13
Resumo das diferenças:

Diferença no resultado:
Valor do estoque de produtos
Resultado do mês
acabados
Por absorção R$
(-) Direto/Variável R$
Diferenças R$

A diferença refere-se ao custo indireto como segue:


Total dos custos indiretos R$
Quantidade produzida
Custo indireto unitário R$
Unidades em estoque no final do mês
Total de custos indiretos que permaneceram R$

9 - Exercícios (custeio direto/variável e por absorção).


Uma indústria elabora um único produto, e tem a seguinte movimentação:
Produção Vendas Estoque final
Período
Unid. Unid. Unid.
1º ano 60.000 40.000 20.000
2º ano 50.000 60.000 10.000
3º ano 70.000 50.000 30.000
4º ano 40.000 70.000 -

As características dos custos de produção são:

Custos Diretos: R$ Custos Indiretos: R$


- Matéria prima 20/u - Mão de obra 1.300.000/ano
- Energia elétrica 6/u - Depreciação 400.000/ano
- Materiais indiretos 4/u - Manutenção 300.000/ano
- Diversos 100.000/ano
Soma 2.100.000/ano
Preço de venda: 75/u

Pede-se:
1. Elaboração do DRE (Absorção e direto/variável)
2. Cálculo do valor dos estoques finais.

14
Solução do problema.
Custo do Produto Vendido:
  1° ano 2° ano 3° ano 4° ano
+ Custo Direto R$        
+ Custo Indireto R$        
= Custo Produção R$        
Qtde unidades        
Custo unitário R$        
(+) Estoque Inicial R$        
(-) Estoque Final R$        
=CPV R$        

Demonstrativo de resultados

Custeio por absorção


  1º ano 2º ano 3º ano 4º ano Total
Receita total R$          
(-) CPV R$          
= Lucro R$          
Estoque R$          

Custeio direto/Variável
  1º ano 2º ano 3º ano 4º ano Total
Receita total R$          
(-) CPV R$          
= MC R$          
(-) Custo indireto R$          
= Lucro R$          
Estoque R$          

9.1 - O Gerente de Custos da Cia. Industrial Tamoio S/A, durante a apuração do custo dos produtos do mês,
chegou aos seguintes números, em reais:

15
Sabendo-se que os custos indiretos usualmente alocado aos produtos por rateio, com base no custo da
matéria-prima, totalizaram o valor de R$ 250.000,00 no mês, pode-se afirmar que o custo total do Produto C,
em reais, é:

9.2 - Uma sociedade empresa iniciou suas atividades e apresentou os seguintes dados referentes a determinado
exercício social:
✓ Produção anual de 2.500 unidades com venda de 2.400 unidades.
✓ O Preço de Venda unitário foi de R$1.200,00.
✓ O Custo Variável unitário foi de R$450,00.
✓ Custo Fixo anual foi de R$1.200.000,00.
✓ As Despesas Fixas anuais foram de R$350.000,00.
✓ A Despesa Variável unitária foi de R$24,50 para cada unidade vendida.

Sabe-se que a empresa utiliza o método de Custeio por Absorção. O lucro Bruto, desconsiderando os impostos sobre
as vendas e sobre o lucro, é:

9.3 - Utilize as seguintes informações para responder a questão. Uma sociedade empresária apresentou em
determinado mês os seguintes dados:
• Custos com materiais diretos no valor de R$120,00 por unidade.
• Custos com mão de obra direta no valor de R$80,00 por unidade.
• Custos fixos totais do período de R$500.000,00.
• Preço de venda unitária de R$250,00.
• Sabe-se que a empresa produz no mês 20.000 unidades totalmente acabadas.
Calcule custo unitário de produção pelo Método do Custeio por Absorção e de Custeio Variável:

9.4 - Uma Sociedade Empresária que presta serviços de transporte rodoviário transportou 10.000 passageiros em fevereiro
de 2017, em uma determinada rota, e apresentou os seguintes gastos relacionados ao seu volume normal de operação:  

16
                      
Cada passagem é vendida por R$30,00, e a Sociedade Empresária só recebe dos passageiros por meio de cartão de débito ou
crédito. Em cada venda de passagem, a operadora dos cartões cobra uma taxa de 4%.
Os veículos somente são utilizados para o transporte de passageiros.
Considerando-se apenas as informações apresentadas e sabendo-se que a Sociedade Empresária adota o Método do
Custeio por Absorção, o Custo dos Serviços Prestados por passageiro no mês de fevereiro foi de:  

9.5 - Uma determinada empresa, em seu processo produtivo, apresenta as informações que seguem: produção mensal,
25.000 unidades; vendas mensais, 20.000 unidades; custos diretos por unidade, R$ 6,00; custos indiretos por período, R$
80.000,00; despesas incorridas no período, R$ 25.000,00; e preço de venda unitário, R$ 10,00. Considerando essas
informações, o resultado do período, com o custo dos produtos calculado pelo custeio por absorção, é de:

9.6 -  Uma Indústria fabrica dois produtos, denominados “A” e “B”, e utiliza o Método de Custeio por Absorção para
apuração do custo dos seus produtos.
A Indústria apresentou os seguintes dados da sua produção:

 ✔Os custos fixos são apropriados aos produtos na proporção do valor total da matéria-prima
consumida.
 ✔Os dados apresentados representam o volume normal de produção.
Considerando-se apenas as informações apresentadas, o custo unitário de produção do produto “A” é de:  

17
9.7 - A Indústria Magnata S.A. produz um único produto e incorreu nos seguintes gastos durante o mês de julho de
2015, para produzir integralmente 5.000 unidades:
Custos fixos: R$ 35.000,00
Custos variáveis:
− Matéria-prima: R$ 6,00/unidade
− Mão de obra direta: R$ 3,50/unidade
Despesas fixas: R$ 7.500,00
Despesas variáveis: R$ 2,50/unidade
Comissões de venda: 10% do preço bruto de venda
Informações adicionais:
− Preço bruto de venda: R$ 140,00/unidade
− Impostos sobre a Venda: 10% da receita bruta de vendas
− Quantidade vendida no mês de julho de 2015: 3.500 unidades
Sabendo que a Indústria Magnata S.A. utiliza o método de Custeio por Absorção, o custo unitário da
produção do período em julho de 2015 foi, em reais, 

9.8 - A Cia. Peso Pesado é uma empresa industrial que produz um único produto. Durante o mês de abril de
2016 incorreu nos seguintes gastos, em reais:
Mão de obra direta ...................................................................................................................... 41.000,00
Compra de matéria-prima ........................................................................................................... 85.000,00
Energia elétrica (sendo 80% referente à fábrica) ......................................................................... 15.000,00
Aluguel (sendo 40% referente à fábrica) ..................................................................................... 20.000,00
Salário do supervisor da fábrica .................................................................................................. 12.000,00
Comissões dos vendedores ........................................................................................................ 6.000,00
Frete sobre as compras de matéria-prima ................................................................................... 9.000,00
Frete sobre vendas ..................................................................................................................... 11.000,00
Depreciação do setor administrativo ........................................................................................... 7.000,00
Depreciação dos equipamentos da fábrica ................................................................................... 10.000,00  
Sabendo-se que o estoque inicial de produtos em processo era R$ 18.000,00, que o estoque final de produtos
em processo era R$ 22.000,00, que o estoque inicial de matéria-prima era R$ 8.000,00 e que o estoque final
de matéria prima era R$ 3.000,00, o custo da produção acabada no mês de abril de 2016, utilizando o método
de custeio por absorção, foi, em reais,

18
9.9 - A Cia. Líder produz três produtos em um único departamento e utiliza o método de custeio por absorção
para avaliação dos estoques e apuração dos custos dos produtos. Ao analisar o processo produtivo no mês de
dezembro de 2015, a empresa obteve as seguintes informações:

Os custos indiretos totais incorridos no mês de dezembro de 2015 totalizaram R$ 360.000,00 e a Cia. Líder os
aloca aos produtos em função da quantidade total de horas de mão de obra direta utilizada. Com base nestas
informações e sabendo que não havia estoques iniciais e finais de produtos em processo, os custos unitários
de produção, no mês de dezembro de 2015, para os produtos A, B e C foram, respectivamente, em reais,  

9.10 - Em abril de 2016, uma empresa realizou os seguintes gastos para a produção de seu principal produto:

• matéria-prima:                                                             R$ 25 por unidade;


• embalagens:                                                                  R$ 5 por unidade;
• mão de obra direta:                                                     R$ 40 por unidade;
• custos indiretos fixos totais de abril de 2016:                           R$ 90.000;
• custos indiretos variáveis totais de abril de 2016:                    R$ 10.000.

Considerando a inexistência de estoques de períodos anteriores e que a empresa produziu, em abril de 2016, 5.000 unidades
totalmente acabadas do referido produto, os valores do custo unitário de produção de abril de 2016 calculados de acordo com
o método do custeio por absorção e com o método do custeio variável são, respectivamente:

19
9.11 - Uma indústria que fabrica três modelos de mesas apresentou, em um determinado período, os saldos de
gastos abaixo: 

Com base nos saldos apresentados e considerando-se como objeto de custeio os produtos, o valor total
dos Custos Indiretos é: 

9.12 - Uma Sociedade Industrial produz e comercializa dois produtos: Produto A e Produto B. 
Durante o mês de fevereiro, apresentou os seguintes saldos dos Custos Diretos: 

Durante o mesmo mês, foram produzidas e acabadas 800 unidades do Produto  A e 200 unidades do
Produto B. 
No mês houve os seguintes Custos Indiretos adicionais: 

A empresa adota o método de Custeio por Absorção e faz o rateio dos Custos Indiretos aos produtos com base
na quantidade produzida e acabada de cada produto no mês. 
Com base nos dados apresentados, o Custo Unitário do Produto A no mês de fevereiro é de: 

20
9.13 - A Empresa Industrial Laranja produz três tipos de produtos: X, Y e Z. A empresa possui alguns controles de consumo
para poder atribuir diretamente determinados custos aos seus produtos, porém alguns custos de produção ainda são
considerados custos indiretos de produção. A seguir é apresentada uma planilha de custos. Com base nesses dados, e
utilizando o Método de Custeio Absorção, calcule o custo total de cada produto utilizando o custo com Energia Elétrica
como base de rateio para os custos indiretos.

Os Custos Totais de cada Produto é:

9.14 - Foram obtidas as seguintes informações sobre o processo de produção do produto ALFA, fabricado pela
Companhia Industrial, durante o mês de março: 

Produção no mês........................................30.000 unidades 


Quantidade vendida no mês........................25.000 unidades 
Custos variáveis por unidade...................................R$ 4,50 
Despesas variáveis por unidade..............................R$ 0,90 
Custos fixos no mês.........................................R$ 72.000,00 
Despesas administrativas no mês.....................R$ 18.000,00 

Sabendo-se que os produtos no período foram vendidos a um preço unitário de R$ 8,40, o resultado apurado
pela companhia, no mês, utilizando-se o método de custeio direto, correspondeu a:

21
9.15 - Em julho de 2017 uma determinada indústria iniciou suas atividades e apresentou os seguintes dados em
31/07/2015:

Considerando o método de custeio por absorção e que não havia outros saldos, o Custo de Produção do
Período no mês de maio será de: 

10 - NESTE CONJUNTO DE DADOS FOI PRODUZIDO O LOTE 1001


Produto A: Tecido com 1,00 metro de largura
Produto B: Tecido com 1,50 metro de largura
Produto C: Tecido com 1,70 metro de largura

Horas trabalhadas semanais: 44 horas semanais


Dias trabalhados na semana: 6 dias por semana
Média de horas trabalhadas diárias: 7,33 horas diárias
Dias no mês: 30 dias no mês
Domingos no mês: (4)
Dias trabalhados no mês 26

Número de Funcionários Diretos: 10


Dias trabalhados no mês 26
Média de horas trabalhadas diárias: 7,33
Total de horas trabalhadas no mês 1.906

22
Os apontamentos de produção registraram as seguintes horas consumidas:
Produto A 465 horas no mês    
Produto B 676 horas no mês    
Produto C 765 horas no mês    
Total 1.906 horas no mês    

Os apontamentos de produção registraram os seguintes consumos de Matéria-Prima:


Produto A 954 kgs  
Produto B 1.143 kgs  
Produto C 1.365 kgs  
Total 3.462 kgs    

Dados
  Custos Diretos Custos Indiretos Despesas
Matéria Prima R$ 4.176,00 - -
Mão de Obra R$ 3.367,00 R$ 2.769,00 R$ 1.763,00
Energia Elétrica R$ 3.743,00 R$ 1.658,00 R$ 865,00
Água - R$ 1.065,00 R$ 421,00
Total R$ 11.286,00 R$ 5.492,00 R$ 3.049,00

Foram Produzidos ao Total durante este período:


PRODUTO ITEM Qtde.
Rolos de Tecido A 1.154
Rolos de Tecido B 1.176
Rolos de Tecido C 1.197
Total   3.527

Produtos Qtde Vendida Preço de venda


A 1.097 R$ 8,42
B 1.032 R$ 10,67
C 970 R$ 12,00

Critérios para apropriação dos Custos Diretos e Indiretos:


A matéria prima foi calculada para cada produto, conforme seu consumo.
A Mão de Obra Direta foi calculada conforme as horas trabalhadas para produção de cada produto.
A água consumida na Empresa (Custo Indireto), foi rateada pelas horas trabalhadas para produção de cada produto.
A energia elétrica (Custo Direto) foi rateada pelas horas trabalhadas para cada produto.
A energia elétrica (Custo Indireto) foi rateada pela quantidade de peças produzidas de cada produto.
A Mão de Obra Indireta foi rateada pelo consumo da Matéria Prima de cada produto.
As despesas foram alocadas proporcionais à quantidade produzida.
Pede-se:
- Elaborar o Demonstrativo de Resultado pelo custeio Absorção e Direto/Variável e valor do estoque final.

ITEM Matéria Prima M.O Direta Energia Direta Energia Indireta Água Indireta M.O Indireta
A        
B
C
Total            

Separar os Custos em Diretos e Indiretos e calcular os totais dos mesmos.


23
ITEM Custos Diretos Custos Indiretos Custo Total
A    
B
C    
Total      

Custo unitário de cada produto pelos dois sistemas


Qtde. Custo Unitário Custo Unitário
PRODUTO ITEM Produzida Absorção Direto
Rolos de Tecido A      
Rolos de Tecido B      
Rolos de Tecido C      
Total        

Demonstrativo de Resultado
Por Absorção A B C
Receita total      
(-) CPV      
=Lucro operacional      
(-) Despesas      
=Lucro do período      
Estoque R$      

Direto/Variável A B C
Receita total      
(-) CPV      
= MC      
(-) Custo ind.      
(-) Despesas      
=Lucro      
Estoque R$      

11- NESTE CONJUNTO DE DADOS FOI PRODUZIDO O LOTE 1002


Produto A: Tecido com 1,00 metro de largura
Produto B: Tecido com 1,50 metro de largura
Produto C: Tecido com 1,70 metro de largura

Horas trabalhadas semanais: 44 horas semanais


Dias trabalhados na semana: 6 dias por semana
Média de horas trabalhadas diárias: 7,33 horas diárias
Dias no mês: 30 dias no mês
Domingos no mês: (4)
Dias trabalhados no mês 26
Número de Funcionários Diretos: 23
Dias trabalhados no mês 26
Média de horas trabalhadas diárias: 7,33
Total de horas trabalhadas no mês 4.383

Os apontamentos de produção registraram as seguintes horas consumidas:

24
Produto A 967 horas no mês    
Produto B 1.146 horas no mês    
Produto C 2.270 horas no mês    
Total 4.383 horas no mês    

Os apontamentos de produção registraram os seguintes consumos de Matéria-Prima:


Produto A 1.768 kgs  
Produto B 2.265 kgs  
Produto C 3.287 kgs  
Total 7.320 kgs    

Dados
  Custos Diretos Custos Indiretos Despesas
Matéria Prima R$ 44.765,00 - -
Mão de Obra R$ 41.400,00 R$ 12.879,00 R$ 14.356,00
Energia Elétrica R$ 18.654,00 R$ 2.476,00 R$ 1.800,00
Água - R$ 1.065,00 R$ 500,00
Total R$ 104.819,00 R$ 16.420,00 R$ 16.656,00

Foram Produzidos ao Total durante este período:


PRODUTO ITEM Qtde.
Rolos de Tecido A 20.000
Rolos de Tecido B 18.000
Rolos de Tecido C 16.000
Total   54.000

Produtos Qtde Vendida Preço de venda


A 18.000 R$ 2,77
B 15.000 R$ 3,78
C 12.000 R$ 7,16

Critérios para apropriação dos Custos Diretos e Indiretos:


A matéria prima foi calculada para cada produto, conforme seu consumo.
A Mão de Obra Direta foi calculada conforme as horas trabalhadas para produção de cada produto.
A água consumida na Empresa (Custo Indireto), foi rateada pelas horas trabalhadas para produção de cada produto.
A energia elétrica (Custo Direto) foi rateada pelas horas trabalhadas para cada produto.
A energia elétrica (Custo Indireto) foi rateada pela quantidade de peças produzidas de cada produto.
A Mão de Obra Indireta foi rateada pelo consumo da Matéria Prima de cada produto.
As despesas foram alocadas proporcionais à quantidade produzida.
Pede-se:
- Elaborar o Demonstrativo de Resultado pelo custeio Absorção e Direto/Variável e valor do estoque final.

ITEM Matéria Prima M.O Direta Energia Direto Energia Indireto Água Indireto M.O Indireta
A        
B        
C        
Total            

Separar os Custos em Diretos e Indiretos e calcular os totais dos mesmos.


ITEM Custos Diretos Custos Indiretos Custo Total

25
A    
B    
C    
Total      

Custo unitário de cada produto pelos dois sistemas.


Qtde. Custo Unitário Custo Unitário
PRODUTO ITEM Produzida Absorção Direto
Rolos de Tecido A      
Rolos de Tecido B      
Rolos de Tecido C      
Total        

Demonstrativo de Resultado
Por Absorção A B C
Receita total      
(-) CPV      
=Lucro operacional      
(-) Despesas      
=Lucro do período      
Estoque R$      

Direto/Variável A B C
Receita total      
(-) CPV      
= MC      
(-) Custo ind.      
(-) Despesas      
=Lucro      
Estoque R$      

12 – Hotel Garden Plaza. (ABC x Absorção)

26
O Hotel Garden Plaza possui apartamentos das categorias Standard simples e duplo, e de categoria luxo
simples e duplo. Considerando as taxas médias de ocupação, o volume estimado de diárias é de cerca de 3.650
standard simples, 14.600 standard duplo, 4.380 luxo simples e 6.570 luxo duplo, por ano.
Os custos diretos e os preços são os seguintes:

Standard Luxo
Simples Duplo Simples Duplo
Custos Diretos R$ / apto. 15,00 30,00 20,00 35,00
Preço da diária R$ / apto. 75,00 100,00 150,00 200,00
Nº diárias / ano 3.650 14.600 4.380 6.570

Por meio de entrevistas, análise de dados na contabilidade, etc. verificou-se que os principais custos
indiretos referiam-se às seguintes atividades relevantes:
Atividades R$
Inspecionar apartamentos 148.000,00
Recepcionar hóspedes 153.000,00
Requisitar materiais 135.000,00
Lavar roupa (enxoval) 169.000,00
Total 605.000,00

Os custos e despesas fixos estruturais totalizam R$ 1.852.500 por ano, e não devem ser rateados.
A administração fez um levantamento dos direcionadores de custos dessas atividades. São eles:
Standard Luxo
Simples Duplo Simples Duplo
Tempo gasto por inspeção 300 h 1.500 h 500 h 1.100 h
Nº de hóspedes 3.600 29.000 4.300 13.100
Nº de requisições 700 4.230 670 1.500
Quilogramas de lavagem 5.000 37.000 4.000 13.000

Pede-se calcular:
a) O custo de cada categoria, rateando os custos indiretos com base nos custos diretos;
b) A margem de lucro, em porcentagem, por categoria de apartamento;
c) O custo de cada categoria, pelo ABC;
d) A margem de lucro, em porcentagem, por categoria, pelo ABC;
e) O lucro operacional do Hotel.

27
Por Absorção:
Standard Luxo Total
Simples Duplo Simples Duplo -
Custo direto unit. R$
Quantidade diárias
Custo Dir. total R$
Participação % 100

Alocar o custo indireto proporcional ao percentual do custo direto de cada tipo de apartamento.
Custo Indireto total R$
CI Unitário R$ -
CD Unitário R$
Custo total Unit. R$

Elaborar o Demonstrativo de Resultado.


Preço de venda Unit. R$
(-) Custo Unit. R$
= Lucro unit. R$
Margem %
Lucro bruto total R$

Por ABC:
Standard Luxo Total
Simples Duplo Simples Duplo
Inspecionar Ap. R$ 14.800,00 55.500,00 37.000,00 40.700,00 148.000,00
Recepcionar hóspedes R$ 10.710,00 88.740,00 12.240,00 41.310,00 153.000,00
Requisitar materiais R$ 13.000,00 84.500,00 14.300,00 18.200,00 130.000,00
Lavar roupa R$ 20.280,00 76.050,00 5.070,00 67.600,00 169000,00
Custo unitário R$ 58.790,00 304.790,00 68.610,00 16.7810,00 600.000,00

+ Custo Ind. unitário R$ -


+ Custo Dir. unitário R$
= Custo total unit. R$

Preço de venda unit. R$


(-) Custo unitário R$
= Lucro unit. R$
Margem %
Lucro total R$
Totais fixos estruturais R$
Lucro operacional R$

Lucro Absorção unit. R$ -


Lucro ABC unit. R$
Diferença R$
Diferença %
13 - Cia ABC (Absorção e ABC)

A Cia. ABC fabrica e vende três produtos, com as seguintes características e custos unitários:

Produto A B C

28
Material direto R$ 40 / u R$ 50 / u R$ 60 / u
Mão-de-obra direta R$ 20 / u R$ 16 / u R$ 12 / u
Volume fabricado e 12.000 u 5.000 u 6.000 u
vendido
Preço de venda R$ 90,00 u R$ 110,00 u R$ 130,00 u

Os custos indiretos de fabricação, por período, são os seguintes:


a) O aluguel, no valor de R$ 120.000, é distribuído às várias atividades em função da área;
b) O consumo de energia elétrica, no valor de R$ 80.000, é medido para cada atividade;
c) Os materiais indiretos e depreciação, no valor de R$ 185.000, são alocados em função do número de horas
de mão-de-obra total utilizado em cada atividade;
d) Os outros custos indiretos, no valor de R$ 77.000, foram distribuídos proporcionalmente à soma dos demais
custos indiretos para cada atividade.

Os direcionadores de recursos para cada período são os seguintes:


Atividades Área (m2) Energ. Eletr. (KW) M.O.T. (hs)
Comprar materiais 150 3.400 480
Movimentar materiais 250 1.600 500
Controlar produção 200 2.000 600
Estampar produtos 500 7.500 2.000
Despachar produtos 100 1.500 120
Soma 1.200 16.000 3.700

O levantamento dos dados físicos relativos às atividades, no período, revelou o seguinte:


Direcionadores atividades A B C Total
Nº pedidos de compras 28 13 9 50
Nº de requisições de materiais 47 47 80 174
Nº de lotes controlados 5 7 8 20
Tempo de maq. Na estamparia 2.000 1.700 2.300 6000
Nº de lotes despachados 5 7 8 20

Pede-se:
a) Calcular o custo e a margem bruta de cada produto pelo sistema Absorção (rateio dos Custos Indiretos base
na Mão-de-Obra Direta total de cada produto);
b) Calcular o custo e a margem bruta de cada produto pelo sistema ABC;
c) Compare os resultados pelos dois sistemas.

Por Absorção:
A B C Total
Material direto unit. R$
MOD unit. R$
Soma R$

29
MOD total R$ 392.000
Proporção % 100
Custos indiretos totais R$ 462.000
+ Custo Ind. unit. R$
+ Material direto unit. R$
+ MOD unit. R$
= Total custo unit. R$
Preço de Venda unit. R$
(-) Custo unitário R$
= Lucro R$
Margem %
Lucro Total R$

Pelo ABC: Alocar custos indiretos ás atividades.


Comprar Movimenta Controlar Estampar Despachar Total
materiais r materiais produção produtos produtos
Aluguel R$
Energia R$
MI e Depreic. R$
Soma R$
Proporção % 100
Outros custos R$
Total R$ 462.000

Alocar atividades ao produto.


Atividades A B C Total
Comprar mat. R$
Movimentar mat. R$
Controlar produção R$
Estampar produtos R$
Despachar produtos R$
Soma R$
+ Custo Ind. Unit. R$
+ Material direto unit. R$
+ MOD unit. R$
= Custo total unit. R$
Preço de venda unit. R$
(-) Custo unitário R$
= Lucro unit. R$
Margem %
Lucro total R$

Lucro Absorção unit. R$


Lucro ABC unit. R$
Diferença R$
Diferença %

14 – Confecções Marina (Absorção e ABC)

A Cia. ABC fabrica e vende três produtos, com as seguintes características e custos unitários:

30
Produto Camisa Calça Vestido
Material direto R$ 25 / u R$ 40 / u R$ 80 / u
Mão-de-obra direta R$ 15 / u R$ 22 / u R$ 32 / u
Volume fabricado e 10.000 u 5.500 u 4.800 u
vendido
Preço de venda R$ 80,00 u R$ 130,00 u R$ 180,00 u

Os custos indiretos de fabricação, por período, são os seguintes:


a) O aluguel, no valor de R$ 140.000, é distribuído às várias atividades em função da área;
b) O consumo de energia elétrica, no valor de R$ 60.000, é medido para cada atividade;
c) Os materiais indiretos e depreciação, no valor de R$ 65.000, são alocados em função do número de horas de
mão-de-obra total utilizado em cada atividade;
d) Os outros custos indiretos, no valor de R$ 82.000, foram distribuídos proporcionalmente à soma dos demais
custos indiretos para cada atividade.

Os direcionadores de recursos para cada período são os seguintes:


Atividades Área (m2) Energ. Eletr. (KW) M.O.T. (hs)
Comprar materiais 120 1.400 280
Movimentar materiais 220 600 400
Controlar produção 180 200 700
Estampar produtos 100 4.500 4.000
Despachar produtos 50 1.100 120
Soma 670 7.800 5.500

O levantamento dos dados físicos relativos às atividades, no período, revelou o seguinte:


Direcionadores atividades Camisa Calça Vestido Soma
Nº pedidos de compras 35 17 22 74
Nº de requisições de materiais 65 42 87 194
Nº de lotes controlados 7 8 12 27
Tempo de maq. na estamparia 1.500 1.800 2.400 5700
Nº de lotes despachados 7 8 12 27

Pede-se:
a) Calcular o custo e a margem bruta de cada produto pelo sistema Absorção (rateio dos Custos Indiretos à
base de Mão-de-Obra Direta total)
b) Calcular o custo e a margem bruta de cada produto pelo sistema ABC;
c) Compare os resultados pelos dois sistemas.

Por Absorção:
Camisa Calça Vestido Total
MOD unit. R$

31
Volume de vendas
MOD total
Participação % 100
Custos indiretos totais R$
+ CI unit. R$
+ Material direto unit. R$
+ MOD unit.R$
= Total custo unit. R$
Preço de Venda unit. R$
(-) Custo unitário R$
= Lucro unit. R$
Margem %
Lucro total R$

Pelo ABC: Alocar custos indiretos ás atividades.


Comprar Movimenta Controlar Estampar Despachar Total
materiais r materiais produção produtos produtos
Aluguel R$
Energia R$
MI e Deprec. R$
Soma R$
Participação %
Outros custos R$
Total R$

Alocar atividades ao produto.


Atividades Camisa Calça Vestido Total
Comprar mat. R$
Movimentar mat. R$
Controlar produção R$
Estampar produtos R$
Despachar produtos R$
Soma R$
+ Custo Ind. Unit. R$
+ Material direto unit. R$
+ MOD unit. R$
= Custo total unit. R$
Preço de venda unit. R$
(-) Custo unit. R$
= Lucro R$
Margem %
Lucro Total R$

Lucro Absorção unit. R$


Lucro ABC unit. R$
Diferença R$
Diferença %

15 - Cia Cilindrada - Departamentalização:

32
A Cia Cilindrada fabrica três tipos de motores para automóvel: motor 1,6, motor 1,8 e motor 2,0, cujo
volume de produção e preço de venda no mês de março foram:

Produto Produção mensal Preço de venda Unit. R$


Motor 1,6 900 u 2.700,00
Motor 1,8 200 u 2.800,00
Motor 2,0 600 u 3.500,00

Os materiais diretos, por unidade, para fabricação dos motores são os seguintes:

Item de custo Motor 1,6 R$ Motor 1,8 R$ Motor 2,0 R$


Base do motor 300,00 400,00 500,00
Componentes diversos 250,00 250,00 350,00
Total 550,00 650,00 850,00

Além dos departamentos de Administração geral da fábrica e almoxarifado, a empresa possui outros quatro
departamentos de produção: Fundição, Montagem, Regulagem e Embalagem. O tempo utilizado por produto nestes
departamentos se encontra a seguir. O tempo total consiste no tempo gasto por unidade multiplicada pela
quantidade produzida apresentada no quadro abaixo.

Fundição Montagem Regulagem Embalagem


Produto Unit. Total Unit. Total Unit. Total Unit. Total
Motor 1,6 6,0 h 5.400 h 3,0 h 2.700 h 1,3 h 1.170 h 0,3 h 270 h
Motor 1,8 14,7 h 2.940 h 12,6 h 2.520 h 6,0 h 1,200 h 0,7 h 140 h
Motor 2,0 17,5 h 10.500 h 6,5 h 3.900 h 10,8 h 6.480 h 0,8 h 480 h
Total 18.840 h 9.120 h 8.850 h 890 h

O custo com mão-de-obra e encargos sociais, no valor global de R$ 942.500,00 é alocada somente aos
departamentos produtivos em função do número total de horas trabalhadas, já que os salários diretos seguem um
padrão homogêneo de distribuição.

Os demais custos indiretos da empresa, no mês, envolvidos com os vários centros de custos forma:
Aluguel: R$ 50.000,00
Energia elétrica: R$ 150.000,00
Depreciação: R$ 170.000,00
Salários dos supervisores: R$ 850.000,00
Seguros: R$ 140.000,00
Material de consumo: R$ 250.000,00
Sabe-se que:
a) O aluguel é distribuído aos departamentos de acordo com suas áreas;
b) O consumo de energia elétrica é medido por departamento;
c) Os salários dos supervisores são distribuídos pelo número de colaboradores de cada departamento;
d) Os seguros foram atribuídos, inicialmente, apenas à administração geral da fábrica.
e) Por falta de um critério melhor, o custo com depreciação e material de consumo é apropriado aos
departamentos na exata proporção do total dos demais custos (mão-de-obra e custos indiretos).

Os dados coletados no período foram:

33
Área (m2) Energia (kw) Colaboradores
Adm. Geral 65 1.000 39
Almoxarifado 130 2.000 15
Fundição 455 12.500 150
Montagem 390 5.000 300
Regulagem 156 3.000 75
Embalagem 104 1.500 21
Total 1.300 25.000 600

Sabe-se ainda, que os custos da administração geral da fábrica são distribuídos aos demais departamentos à base da
área ocupada.
E os custos do almoxarifado são distribuídos em função do número de requisições de materiais: ¼ para a fundição,
½ para a montagem e o restante para a embalagem.

A distribuição dos custos dos departamentos produtivos aos respectivos produtos é feita com base no tempo de
fabricação de cada tipo de motor.

Pede-se:
1. Elaborar o mapa de rateio dos custos indiretos de fabricação;
2. Apurar o custo de fabricação de cada tipo de motor;
3. Calcular o lucro unitário de cada produto em R$ e a respectiva margem de lucro.

Resolução:
1° passo: Ratear os custos indiretos pelos departamentos.

34
Descrição Adm. geral Almox Fundição Montagem Regulagem Embalagem Total
MOD+ enc. R$ 942.500
Aluguel R$ 50.000
Energia R$ 150.000
Sal.Superv. R$ 850.000
Seguros R$ 140.000
Soma 1 - R$
Particip. % 100
Depreciação R$ 170.000
Mat. Cons. R$ 250.000
Soma 2 - R$
Subtotal (soma
1+2) - R$

2° passo: Distribuir os custos da Administração geral e do Almoxarifado aos departamentos


produtivos.
Área m2 455 390 156 104 1105
Adm. Geral R$
Almox R$
Soma 3 - R$
Total Dpto R$ (Subtotal + soma 3)

3° passo – alocar aos produtos os totais dos departamentos produtivos


Motor 1,6 R$
Motor 1,8 R$
Motor 2,0 R$
Total R$

4° passo: Custo unitário por motor


Motor 1,6 R$ Motor 1,8 R$ Motor 2,0 R$
Custo indireto unit. R$
Custo Materiais diretos unit. R$
Soma unit. R$

5° passo: Demonstrativo de resultado:


Preço de venda unit. R$
(-) CPV R$
= Lucro unitário R$
Margem %
Lucro total R$

16 - Cia Motor - Departamentalização:

35
A Cia Cilindrada fabrica três tipos de motores para automóvel: motor 1,6, motor 1,8 e motor 2,0, cujo
volume de produção e preço de venda no mês de março foram:

Produto Produção mensal Preço de venda Unit. R$


Motor 1,6 800 u 2.600,00
Motor 1,8 180 u 2.850,00
Motor 2,0 550 u 3.250,00

Os materiais diretos, por unidade, para fabricação dos motores são os seguintes:
Item de custo Motor 1,6 R$ Motor 1,8 R$ Motor 2,0 R$
Base do motor 290,00 390,00 510,00
Componentes diversos 260,00 240,00 340,00
Total 550,00 630,00 850,00

Além dos departamentos de Administração geral da fábrica e almoxarifado, a empresa possui outros quatro
departamentos de produção: Fundição, Montagem, Regulagem e Embalagem. O tempo utilizado por produto nestes
departamentos se encontra a seguir. O tempo total consiste no tempo gasto por unidade multiplicada pela
quantidade produzida apresentada no quadro anterior.

Fundição Montagem Regulagem Embalagem


Produto Unit. Total Unit. Total Unit. Total Unit. Total
Motor 1,6 5,0 h 4.000 h 3,5 h 2.800 h 1,5 h 1.200 h 0,3 h 240 h
Motor 1,8 15,0 h 2.100 h 13,0 h 2.340 h 6,0 h 1,080 h 0,7 h 126 h
Motor 2,0 17,0 h 9.350 h 6,0 h 3.300 h 11,0 h 6.050 h 0,9 h 495 h
Total 15.450 h 8.440 h 8.330 h 861 h

O custo com mão-de-obra e encargos sociais, no valor global de R$ 920.000,00 é alocada somente aos
departamentos produtivos em função do número total de horas trabalhadas, já que os salários diretos seguem um
padrão homogêneo de distribuição.

Os demais custos indiretos da empresa, no mês, envolvidos com os vários centros de custos são:
Aluguel: R$ 55.000,00
Energia elétrica: R$ 120.000,00
Depreciação: R$ 140.000,00
Salários dos supervisores: R$ 950.000,00
Seguros: R$ 130.000,00
Material de consumo: R$ 280.000,00
Sabe-se que:
1 O aluguel é distribuído aos departamentos de acordo com suas áreas;
2 O consumo de energia elétrica é medido por departamento;
3 Os salários dos supervisores são distribuídos pelo número de colaboradores de cada departamento;
4 Os seguros foram atribuídos, inicialmente, apenas à administração geral da fábrica.
5 Por falta de um critério melhor, o custo com depreciação e material de consumo é apropriado aos
departamentos na exata proporção do total dos demais custos (mão-de-obra e custos indiretos).

Os dados coletados no período foram:

36
Área (m2) Energia (kw) Colaboradores
Adm. Geral 65 1.000 39
Almoxarifado 130 2.000 15
Fundição 455 12.500 150
Montagem 390 5.000 300
Regulagem 156 3.000 75
Embalagem 104 1.500 21
Total 1.300 25.000 600

Sabe-se ainda, que os custos da administração geral da fábrica são distribuídos aos demais departamentos de
produção à base da área ocupada.
E os custos do almoxarifado são distribuídos em função do número de requisições de materiais: ¼ para a fundição,
½ para a montagem e o restante para a embalagem.

A distribuição dos custos dos departamentos produtivos aos respectivos produtos é feita com base no tempo de
fabricação de cada tipo de motor.

Pede-se:
1. Elaborar o mapa de rateio dos custos indiretos de fabricação;
2. Apurar o custo de fabricação de cada tipo de motor;
3. Calcular o lucro unitário de cada produto em R$ e a respectiva margem de lucro.

Resolução:

37
1° passo: Ratear os custos indiretos pelas atividades.
Descrição Adm. geral Almox Fundição Montagem Regulagem Embalagem Total
MOD+ enc. R$
Aluguel R$
Energia R$
Sal.Superv. R$
Seguros R$
Soma 1 R$
Particip. %
Depreciação R$
Mat. Cons. R$
Soma 2 R$
Subtotal (soma
1+2) R$

2° passo: Distribuir os custos da Administração geral e do Almoxarifado aos departamentos


produtivos.
Área 455 390 156 104 1105
Adm. Geral R$
Almox R$
Soma 3 – R$
Total Dpto (soma 1+2+3) R$

3° passo – alocar ao produto o custo de cada departamento produtivo.


Motor 1,6 R$
Motor 1,8 R$
Motor 2,0 R$
Total R$

4° passo: Custo unitário por motor.


Motor 1,6 R$ Motor 1,8 R$ Motor 2,0 R$
Custo indireto unit. R$
Custo Materiais diretos unit. R$
Soma R$

5° passo: Demonstrativo de resultado:


Preço de venda unit. R$
(-) CPV R$
= Lucro unit. R$
Margem %
Lucro total R$

17 – CIA Tico-Tico Ltda - Departamentalização


38
Dados:
Produto Produção mensal Preço de venda Unit. R$
A 100 u 1.300,00
B 80 u 1.450,00
C 50 u 3.550,00

Os materiais diretos, por unidade, para fabricação dos produtos são os seguintes:

Item de custo A R$ B R$ C R$
Matéria-prima 90,00 90,00 110,00
Materiais intermediários 60,00 40,00 70,00
Total 150,00 130,00 180,00

Departamentos:
Administração fábrica;
Almoxarifado;
Preparação;
Montagem;
Fechamento.

O tempo total gasto em cada departamento produtivo segue:


Produto Preparação Montagem Fechamento
A 300 h 280 h 120 h
B 250 h 230 h 110 h
C 800 h 330 h 220 h
Total 1.350 h 840 h 450 h

O custo com mão-de-obra e encargos sociais, no valor global de R$ 120.000,00 é alocada somente aos
departamentos produtivos em função do número total de horas trabalhadas.

Os demais custos indiretos da empresa, no mês, envolvidos com os vários centros de custos forma:
Aluguel: R$ 15.000,00
Energia elétrica: R$ 40.000,00
Depreciação: R$ 25.000,00
Salários dos supervisores: R$ 50.000,00
Seguros: R$ 30.000,00
Material de consumo: R$ 28.000,00

Sabe-se que:
a) O aluguel é distribuído aos departamentos de acordo com suas áreas;
b) O consumo de energia elétrica é medido por departamento;
c) Os salários dos supervisores são distribuídos pelo número de colaboradores de cada departamento;
d) Os seguros foram atribuídos, inicialmente, apenas ao departamento Administrativo de produção.
e) A depreciação e material de consumo são apropriados aos departamentos de produção pelo tempo total de
fabricação.

Os dados coletados no período foram:


39
Área (m2) Energia (kw) Colaboradores
Administração fábrica 65 800 10
Almoxarifado 130 900 15
Preparação 400 8.000 150
Montagem 300 5.000 300
Fechamento 200 3.000 80
Total 1.095 17.700 555

Sabe-se ainda, que os custos do departamento de Administração Fábrica, são distribuídos aos demais
departamentos de produção à base da área ocupada, e que o Almoxarifado, em função do número de requisições de
materiais, distribui seus custos: 30% para a Preparação, 40% para a montagem e o restante para o fechamento.

A distribuição dos custos dos departamentos produtivos aos respectivos produtos é feita com base no tempo de
fabricação de cada tipo de produto.

Pede-se:
1. Elaborar o mapa de rateio dos custos indiretos de fabricação;
2. Apurar o custo de fabricação de cada tipo de produto;

Resolução:

40
1° passo: Ratear os custos indiretos pelas atividades.
Descrição Adm. prod. Almox Preparação Montagem Fechamento Total
MOD+ enc.
Aluguel
Energia
Depreciação
Sal. Superv.
Seguros
Mat. Cons.
Soma

Área 400 300 200 900


Adm. prod.
Almox
Total Dpto
A
B
C
Total

2° passo: Custo unitário por motor


A B C
Custo ind. unit. R$
Materiais unit. R$
Soma R$

3° passo: Demonstrativo de resultado:


Preço de venda
(-) CPV
Lucro bruto unit.
Margem %
Lucro total

41