Você está na página 1de 28

CCE0905 – INSTALAÇÕES PREDIAIS

- HIDRÁULICAS

Professor: Paulo Vitor R. M. da Silva


SUMÁRIO
 Introdução

 Nomenclatura

 Simbologia

 Normas Técnicas

 Exemplos de tubulações e conexões


INTRODUÇÃO
 O projeto hidráulico é de suma importância, pois
é nele que se verifica todo o plano arquitetônico, o
percurso das instalações e as informações
necessárias para que a obra seja realizada
adequadamente.

 Assim, é essencial que a obra seja executada


seguindo exatamente as especificações contidas
nas plantas hidráulicas para evitar desperdícios e
procedimentos inadequados.
INTRODUÇÃO
 Projeto Hidráulico é o conjunto dos seguintes
projetos de:
 Instalações prediais de água (quente e fria);
 Instalações prediais de esgoto;
 Sistemas de segurança contra incêndio;
 Instalações prediais de gás;
 Instalações prediais de aproveitamento de águas
pluviais.
INTRODUÇÃO
 Um dos fatores importantes no desenvolvimento
dos projetos hidráulicos é o dimensionamento das
tubulações, onde se faz necessário o conhecimento
dos seguintes itens:
 Pontos de abastecimento e de esgoto do imóvel;
 Consumo de água diário por pessoa;
 Número de pessoas por imóvel.

 De posse destas informações, é possível se definir


o gasto de água aproximado da casa e os
diâmetros das tubulações e conexões, garantindo,
assim, um bom funcionamento e o uso simultâneo
das instalações.
INTRODUÇÃO
 No desenvolvimento de um projeto hidráulico, é
preciso atentar para todos os detalhes da planta,
inclusive os da legenda, pois embora a simbologia
seja padrão, ela pode mudar de empresa para
empresa e, também, de projeto para projeto.

 A legenda é onde se pode conferir o que cada


símbolo representa, sendo assim importante para
o correto entendimento da planta e,
consequentemente, execução adequada da obra.
INTRODUÇÃO
 Os demais detalhamentos são feitos nas notas,
como:
 As escalas dos desenhos;
 Os tipos de materiais utilizados;
 Os diâmetros de cada material;
 Os comprimentos e altura das tubulações, conexões e
peças.

 Em projetos hidráulicos, as normas da Associação


Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) devem
ser sempre obedecidas.
SIMBOLOGIA – NBR 8160
SISTEMAS PREDIAIS DE
ESGOTO SANITÁRIO
NORMAS TÉCNICAS
➢ Instalações hidráulicas prediais – Água Fria
▪ NBR 5626 – Instalação predial de água fria.
NORMAS TÉCNICAS
➢ Instalações hidráulicas prediais – Água Quente
▪ NBR 7198 – Projeto e execução de instalações
prediais de água quente.
NORMAS TÉCNICAS
➢ Instalações hidráulicas prediais – Água Servida
▪ NBR 8160 – Sistemas prediais de esgoto sanitário –
Projeto e execução.
NORMAS TÉCNICAS
➢ Instalações hidráulicas prediais – Água Pluvial
▪ NBR 10844 – Instalações prediais de águas pluviais.
NORMAS TÉCNICAS
➢ Instalações hidráulicas prediais – Água Pluvial
▪ NBR 15527 – Água de chuva – Aproveitamento de
coberturas em áreas urbanas para fins não potáveis –
Requisitos.
NORMAS TÉCNICAS
➢ Instalações hidráulicas prediais – Combate a
Incêndio
▪ NBR 13714 – Sistemas de hidrantes e de
mangotinhos para combate a incêndio
NORMAS TÉCNICAS
➢ Instalações hidráulicas prediais – Gás Encanado
▪ NBR 15526 – Redes de distribuição interna para
gases combustíveis em instalações residenciais e
comerciais – Projeto e execução
TIPOS DE TUBULAÇÕES E CONEXÕES
PVC
O Policloreto de Vinila, mais
conhecido como PVC é o material
mais comum na maioria das
tubulações de água fria no Brasil,
suporta até 25ºC.

CPVC
 O Policloreto de Vinila Clorado possui
características similares ao PVC, os
tubos e conexões de CPVC são
indicados para água quente e fria e
suportam temperaturas de até 80ºC.
TIPOS DE TUBULAÇÕES E CONEXÕES
PEX
 Os tubos de Polietileno
Reticulados Flexível – PEX são
utilizados para o transporte de
água quente ou fria, tem seu
formato parecido como uma
mangueira de jardim e por ser
maleável facilita a instalação,
eliminando assim a necessidade
da utilização de algumas
conexões, tem alta resistência
térmica e suporta temperaturas
de até 140ºC.
TIPOS DE TUBULAÇÕES E CONEXÕES
PPR
O Polipropileno Copolímero
Random – PPR, une tubo e
conexão, através de termofusão,
eliminando a necessidade de
soldas, pasta, colas, evitando o
risco de vazamentos. Suporta
temperatura de até 80ºC e a
mantém constante durante todo
o percusso, sem a necessidade
de revestimentos térmicos.
TIPOS DE TUBULAÇÕES E CONEXÕES
Cobre
 Os tubos e conexões de Cobre tem uma vida útil
longa, a durabilidade do cobre é superior a
cinquenta anos. Suporta temperaturas de até
1100ºC, sendo o único indicado para caldeiras.
TIPOS DE TUBULAÇÕES E CONEXÕES
Ferro Galvanizado
 O tubo de ferro galvanizado é
um material utilizado em
construções e por ser
galvanizado possui um
revestimento com zinco que
protege contra corrosões
causadas pela variação de
temperaturas ao longo do
tempo.
 Ele é utilizado em obras de
diversos setores que
geralmente ficam ao ar livre
MATERIAIS NORMALMENTE UTILIZADOS PARA
INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS PREDIAIS
➢ Água Fria:
➢ PVC Soldável e Roscável;
➢ PEX.

➢ Água Quente:
➢ CPVC;
➢ PEX;
➢ PPR;
➢ Cobre.

➢ Águas Pluviais:
➢ PVC série normal
MATERIAIS NORMALMENTE UTILIZADOS PARA
INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS PREDIAIS
➢ Esgoto:
➢ PVC série normal;
➢ PVC série R (reforçado).

➢ Combate a Incêndio:
➢ Ferro Galvanizado;
➢ Cobre;
➢ CPVC.

➢ Gás:
➢ Ferro Galvanizado;
➢ Cobre;
➢ PEX.
 OBRIGADO!