Você está na página 1de 10

NOTA DE AULA Nº 2 / 9º ANO / CN

MODELOS ATÔMICOS

Os modelos atômicos são os aspectos estruturais dos átomos que foram apresentados
por cientistas na tentativa de compreender melhor o átomo e a sua composição.

Em 1808, o cientista inglês John Dalton propôs uma explicação para a propriedade da
matéria. Trata-se da primeira teoria atômica que dá as bases para o modelo atômico
conhecido atualmente.

A constituição da matéria é motivo de estudos desde a antiguidade. Os


pensadores Leucipo (500 a.C.) e Demócrito (460 a.C.) formularam a ideia de haver um limite
para a pequenez das partículas.
Eles afirmavam que elas se tornariam tão pequenas que não poderiam ser divididas.
Chamou-se a essa partícula última de átomo. A palavra é derivada dos radicais gregos que,
juntos, significam o que não se pode dividir.

Modelo Atômico de Dalton

Modelo atômico de Dalton

O Modelo Atômico de Dalton, conhecido como o Modelo Bola de Bilhar, possui os


seguintes princípios:

1. Todas as substâncias são formadas de pequenas partículas chamadas átomos;


2. Os átomos de diferentes elementos têm diferentes propriedades, mas todos os átomos
do mesmo elemento são exatamente iguais;
3. Os átomos não se alteram quando formam componentes químicos;
4. Os átomos são permanentes e indivisíveis, não podendo ser criados nem destruídos;
5. As reações químicas correspondem a uma reorganização de átomos.
Modelo Atômico de Thomson

Modelo Atômico de Thomson

O Modelo Atômico de Thomson foi o primeiro a realizar a divisibilidade do átomo. Ao


pesquisar sobre raios catódicos, o físico inglês propôs esse modelo que ficou conhecido
como o Modelo Pudim de Ameixa.

Ele demonstrou que esses raios podiam ser interpretados como sendo um feixe de
partículas carregadas de energia elétrica negativa.

Em 1887, Thomson sugeriu que os elétrons eram um constituinte universal da matéria.


Ele apresentou as primeiras ideias relativas à estrutura interna dos átomos.

Thomson indicava que os átomos deviam ser constituídos de cargas elétricas positivas
e negativas distribuídas uniformemente.

Ele descobriu essa mínima partícula e assim estabeleceu a teoria da natureza elétrica da
matéria. Concluiu que os elétrons eram constituintes de todos os tipos de matéria, pois
observou que a relação carga/massa do elétron era a mesma para qualquer gás empregado
em suas experiências.

Em 1897, Thomson tornou-se reconhecido como o “pai do elétron”.


Modelo Atômico de Rutherford

Modelo atômico de Rutherford

Rutherford e seus colaboradores realizaram experimentos com materiais radioativos


para investigar a estrutura do átomo. Com base nesses experimentos, Rutherford propôs,
em 1911, um novo modelo atômico, denominado modelo nuclear. Ficou mais conhecido
como Modelo Planetário, isto é, o núcleo seria o sol e os planetas seriam os elétrons
girando em órbitas ao redor do sol.
De acordo com o modelo nuclear, o átomo seria constituído de duas regiões
distintas: a central, conhecida como núcleo, e a periférica, denominada eletrosfera.
O núcleo seria compacto, muito pequeno quando comparado ao tamanho total do
átomo, formado por partículas carregadas positivamente, chamadas prótons, que
concentrariam praticamente toda a massa do átomo. Segundo o modelo de Rutherford, o
núcleo seria de 10 mil a 100 mil vezes menor que a eletrosfera.
Na eletrosfera, os elétrons se movimentariam em torno do núcleo atômico como um
“enxame de abelhas ao redor da colmeia”.
Para justificar a estabilidade da carga positiva, concentrada no núcleo, e explicar os
valores da massa atômica, Rutherford propôs ainda a existência de partículas neutras no
núcleo, cada uma delas com massa muito próxima à massa de um próton.
Contudo, Rutherford não conseguiu comprovar a existência dessas partículas. Coube
ao físico inglês James Chadwick (1891-1974) a descoberta, em 1932, das partículas neutras
propostas por Rutherford. Tais partículas, identificadas por meio de experimentos com
materiais radioativos, foram denominados nêutrons.
AMJ Studio/ID/BR

Modelo atômico de Rutherford que mostra os nêutrons descobertos por Chadwick. A representação
está fora de proporção, pois, para ilustrá-la corretamente, caso o núcleo tivesse 0,5 cm, a eletrosfera
apresentaria um diâmetro com variação entre 50 m e 500 m.

Apesar dos avanços que o modelo de Rutherford representou para o conhecimento


da estrutura dos átomos, ele não explicava como os elétrons se mantinham em movimento
em torno do núcleo. Segundo o conhecimento físico da época, os elétrons tenderiam a
perder energia e colidiriam com o núcleo atômico.
Modelo de Rutherford – Bohr

Modelo Atômico de Rutherford-Bohr

O modelo apresentado por Rutherford foi aperfeiçoado por Bohr. Por esse motivo, o
aspecto da estrutura atômica de Bohr também é chamada de Modelo Atômico de Bohr ou
Modelo Atômico de Rutherford-Bohr.

A teoria do físico dinamarquês Niels Bohr estabeleceu as seguintes concepções


atômicas:

1. Os elétrons que giram ao redor do núcleo não giram ao acaso, mas descrevem órbitas
determinadas.
2. os elétrons giram ao redor do núcleo, ocupando determinados níveis de energia ou
camadas eletrônicas;
3. em cada órbita, o elétron possui energia constante; quanto mais próximo do núcleo,
menor a energia do elétron em relação ao núcleo; quanto mais distante, maior sua
energia;
4. quando um elétron passa de uma camada eletrônica mais próxima do núcleo (de menor
energia) para outra mais distante (de maior energia), ocorre absorção de energia.
Inversamente, quando ele passa de uma camada mais distante para outra mais próxima
do núcleo, ocorre liberação de energia. A quantidade de energia absorvida ou liberada
por um elétron corresponde exatamente à diferença entre os dois níveis de energia.

Ao receber certa quantidade de energia, o elétron passa para um nível mais externo.
Ao liberar a energia absorvida, ele volta ao nível em que estava.
RESUMO

Extraído de Pin de Karla Waldiomar em Ciências em 2020 (com imagens ...br.pinterest.com


RESUMO

Referências Bibliográficas

NERY, Ana Luiza Petillo e KILLNER, Gustavo Isaac. Geração Alpha Ciências -9º ano. 3ª Edição. São Paulo: Edições
SM, 2019.

Site TODA MATÉRIA. Disponível em https://www.todamateria.com.br/modelos-atomicos/ Acesso em maio de


2020.
EXERCÍCIOS SOBRE MODELOS ATÔMICOS

1- No caderno, relacione o nome dos cientistas às sentenças que descrevem o modelo proposto por
eles.
I. Dalton
II. Thomson
III. Rutherford
IV. Bohr

A. Seu modelo de átomo assemelha-se a um enxame de abelhas em volta de um núcleo.


B. Seu modelo atômico era semelhante a um bolinho com uvas-passas.
C. Aprimorou o modelo atômico em que os elétrons se movimentam como um “enxame” ao redor
do núcleo ao introduzir o conceito de camadas eletrônicas (níveis de energia).
D. Imaginava o átomo como uma esfera maciça.

2- Um modelo científico pode ser considerado definitivamente correto? Pode haver evolução ou até
mesmo a substituição de um modelo por outro que explique melhor a natureza e seus fenômenos?

• Relacione essas questões com os modelos atômicos de Dalton e de Thomson.

3- Cite as principais diferenças entre o modelo atômico de Dalton e o modelo atômico de Rutherford.

4- Leia as proposições abaixo e julgue a que está de acordo com o modelo atômico proposto por
Bohr. Justifique sua resposta.
1. A matéria é composta de átomos, partículas esféricas indivisíveis.
2. Os elétrons giram ao redor do núcleo, ocupando determinados níveis de energia.

5- São descritas a seguir algumas características dos modelos atômicos de Dalton e de Thomson.
1. Apenas o modelo de Dalton considera o átomo maciço.
2. Ambos os modelos consideram o átomo neutro.
3. O modelo de Dalton considera o átomo divisível.
4. O modelo de Thomson considera o átomo divisível.

Escreva no caderno a alternativa que contenha apenas informações corretas.


A( ) Afirmativas I e IV.
B( ) Afirmativas II e IV.
C( ) Afirmativas II e III.
D( ) Afirmativas I e III.
6- Explique por que o significado da palavra átomo (indivisível) não está de acordo com os modelos
atômicos atuais.

7- Observe a representação abaixo.

AMJ Studio/ID/BR

a) Que modelo atômico pode ser associado a essa representação?


b) Quais informações podem ser obtidas da análise dessa representação?

8- O modelo a seguir representa a reação de síntese da água a partir dos gases hidrogênio (H2) e
oxigênio (O2). Observe-o e responda às questões.

AMJ Studio/ID/BR

a) Que modelo atômico pode ser associado a essa representação?


b) Como o modelo atômico representado explica o princípio de conservação das massas?

9- Ao longo da história, o modelo proposto para a estrutura da matéria (modelo atômico) sofreu
diversas modificações e, até hoje, é tema de discussões científicas. A ilustração a seguir representa
alguns dos principais modelos atômicos propostos.
AMJ Studio/ID/BR

a) O que essas modificações revelam sobre o processo de construção do conhecimento científico?


b) Explique, com suas palavras, o que são modelos no contexto da química.
c) Podemos considerar o último modelo atômico representado como definitivo?

10- Alguns tipos de brinquedos, pinturas faciais, pulseiras e colares distribuídos em festas parecem
brilhar como se tivessem luz própria. Trata-se do fenômeno da luminescência, que é visualmente
atraente e desperta a curiosidade de pessoas de todas as idades.

Veronica Louro/Shutterstock.com/ID/BR

Na verdade, o que acontece é um processo de excitação eletrônica, que faz com que os elétrons se
movam de uma camada para outra, o que causa uma emissão de luz visível.
a) Qual modelo atômico é capaz de explicar essa movimentação de elétrons?
b) A emissão de luz pode ocorrer na forma de fluorescência ou de fosforescência. Faça uma breve
pesquisa e diferencie esses dois tipos de luminescência.