Você está na página 1de 17

RETINOPATIA DE DOENÇAS

SISTÉMICAS
Hipertensão arterial
Anemia
Sarcoidose
HIV

FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE – UBI - MEDICINA


RETINOPATIA
HIPERTENSIVA
Pressão Arterial elevada causa rotura da barreira hemato-retiniana
e oclusão capilar, resultando em hemorragias intra-retinianas,
exsudados algodonosos ( correspondedo a tecidos infartados),
edema da retina ou edema do disco óptico
Diagnóstico diferencial com retinopatia diabetica, oclusão
vascular, etc

RETINOPATIA HIPERTENSIVA
 Evolui em 4 estadios (estadios III e IV designam-se por
retinopatia hipertensiva maligna)

RETINOPATIA HIPERTENSIVA
 retinopatia hipertensiva NÂO
 retinopatia hipertensiva maligna
maligna

RETINOPATIA HIPERTENSIVA
 TRATAMENTO: Diminuir a Tensão Arterial, de modo a evitar as
complicações de oclusões vasculares da retina (geralmente
oclusões ou formação de macroaneurismas), e os efeitos
deletérios de edema sobre a mácula e da papila, se
prlongados.)

RETINOPATIA HIPERTENSIVA
RETINOPATIA - ANEMIA
 Alterações retinianas na anemia geralmente são inócuas.

 Hemorragias retinianas em forma de ponto (“dot-blot”) e


chama, manchas algodonosas e manchas de Roth são mais
comuns se trombocitopenia ou hiperviscosidade coexistente.
 As manchas de Roth são hemorragias com centro esbranquiçado, que
consistem em zonas de rotura capilar e células leucémicas, agregados de
plaquetas-fibrina ou êmbolos.

RETINOPATIA - ANEMIA
RETINOPATIA - ANEMIA
RETINOPATIA -
SARCOIDOSE
O envolvimento ocular pode ser
observado em até 50% dos casos de
doença sistémica, sendo a uveíte a
manifestação mais frequente.

A sarcoidose pode afetar qualquer


tecido ocular, incluindo a órbita e os
anexos.

 Uveíte anterior (+), intermédia,


posterior ou panuveíte.

SARCOIDOSE
 Periflebite
 Revestimento perivenoso amarelado ou branco-acinzentado,
linear ou segmentar
 Os granulomas perivenosos referidos como 'pingos de cera de
vela' são típicos da periflebite sarcoide grave

RETINOPATIA - SARCOIDOSE
 Granulomas da coróide
 Múltiplos e pequenos amarelo-pálido ou grandes confluentes

 Coroidite multifocal
 prognóstico visual reservado, pois pode causar perda da visão
central como resultado de neovascularização coroideia
secundária

RETINOPATIA - SARCOIDOSE
 Granulomas da retina
 pequenas lesões amarelo-brancas

 Edema macular cistóide

 Neovascularização da retina periférica

RETINOPATIA - SARCOIDOSE
RETINOPATIA - HIV
 Mais rara desde a introdução dos novos antiretrovirais (HAART)
 Causa uma microangiopatia (por deposição de complexos
imunes, por aumento da viscosidade do plasma ou por efeito
citopático do vírus sobre o endotélio)
 Infeccção pelo VIH pode facilitar retinite ou coroidite por outros
agentes ( VSV, HSV- ARN,PORN-, sífilis, tuberculose, fungos,
parasitas como Toxoplasma ou Pneumocystis jiroveci
 Nestes últimos casos não é considerada designação retinopatia
a HIV

RETINOPATIA – HIV
 Fundoscopia pode ser semelhante às outras microangiopatias:
hemorragias intra-retinianas, manchas algodonosas,
microaneurismas, (diagnóstivo diferencial com retinopatia
diabética e hipertensiva)

RETINOPATIA – HIV