Você está na página 1de 6

PROF.

GILBERTO SANTOS JR
FUNÇÃO DO 1º GRAU
1 . PRODUTO CARTESIANO c) o conjunto dos pares ordenados cuja soma dos
Dados dois conjuntos não vazios A e B, de- resultados seja igual a 7;
nomina-se produto cartesiano de A por B o con- d) o conjunto dos pares ordenados (x,y), tais que
junto formado pelos pares ordenados nos quais o x = y;
1º elemento pertence ao conjunto A e o 2º ele- e) o conjunto dos pares ordenados (x,y), tais que
mento pertence ao conjunto B. Simbolicamente, y é a metade de x.
A  B = {(x, y)/ x ∈ A e y ∈ B} 2.1 Representação gráfica de relação
Dados os conjuntos A = {0, 1, 2, 3} e B = {0,
Exemplo: Sejam A = {0, 1, 2} e B = {2, 4}. Determi-
1, 2, 3, 4, 5}, a relação R tal que y = x + 1, seguem
ne A  B.
as representações gráficas:
Resolução:
a) Por diagramas:
A  B = {(0,2), (0,4), (1,2), (1,4), (2,2), (2,4)}. R = {(0,1), (1,2), (2,3), (3,4)}
EXERCÍCIO PROPOSTO
1) Sejam A = {0, 1} e B = {1, 3, 5}. Determine o
produto cartesiano:
a) A  B = b) B  A = c) A =
D = {0, 1, 2, 3}
2 . RELAÇÃO Im = {1, 2, 3, 4}
É um subconjunto de um produto cartesia- CD = {0, 1, 2, 3, 4, 5}
no, determinado por uma sentença matemática.
b) No plano cartesiano:
Exemplo: Sejam A = {1, 2, 3, 4} e B = {1, 2, 3, 4} e
A  B = {(1,1), (1,2), (1,3), (1,4), (2,1), (2,2), (2,3),
(2,4), (3,1), (3,2), (3,3), (3,4), (4,1), (4,2), (4,3), (4,4)}.
a) O conjunto R de A × B, tais que x = y:
Resolução:
R = {(1,1), (2,2), (3,3), (4,4)}.
b) O conjunto R de A × B, tais que x é o dobro de
y:
Resolução:
R = {(2,1), (4,2)}.
c) O conjunto R de A × B, tais que y é o dobro de EXERCÍCIOS PROPOSTOS
x: 4) Sejam A = {2, 3, 4}, B = {1, 2, 3, 4} e a relação
Resolução: R definida por y = x ‒ 1. Faça o que se pede:
R = {(1,2), (2,4)}. a) represente a relação em diagramas.
b) represente a relação no plano cartesiano.
EXERCÍCIO PROPOSTO c) o domínio D.
2) Sejam A = {1, 2, 3} e B = {1, 2, 3, 4, 6}. Determi- d) a imagem Im.
ne: e) o contradomínio CD.
a) A  B =
b) a relação R tal que y = x. 5) Sejam A = {1, 2, 3}, B = {2, 3, 4, 5, 6, 7}
e a rela-
c) a relação R tal que x é o dobro de y. ção R definida por y = 2x. Faça o que se pede:
d) a relação R tal que y é o dobro de x. a) represente a relação em diagramas.
e) a relação R tal que x é a metade de y. b) represente a relação no plano cartesiano.
f) a relação R tal que y = x + 1. c) o domínio D.
d) a imagem Im.
EXERCÍCIO CONTEXTUALIZADO e) o contradomínio CD.
3) Ao lançarmos dois dados, um preto e um ver-
melho. Determine:
6) Sejam A = {1, 2, 3}, B = {2, 3, 4, 5, 6, 7}
e a rela-
ção R definida por y = 2x + 1. Faça o que se pede:
a) A quantidade de pares orde-
a) represente a relação em diagramas.
nados possíveis;
b) represente a relação no plano cartesiano.
b) Mostre quais são as possibili-
c) o domínio D.
dades de resultados numa tabela.
d) a imagem Im. x 1,20 ∙ x
e) o contradomínio CD. Responda o que se pede:
a) O preço a ser pago está em função da quanti-
7) Localize no plano cartesiano os pontos: A(1,2), dade de ovos comprados?
B(1,‒2), C(2,3), D(‒2,2), E(3,‒3), F(5,‒1), G(0,0), b) O que depende do quê?
H(4,3), I(1,0) e J(0,1). c) Qual é a variável dependente?
d) Qual é a variável independente?
EXERCÍCIO CONTEXTUALIZADO
e) Qual é a regra (fórmula) que associa a quanti-
8) Uma companhia telefônica tem um plano para dade de dúzias com o preço a pagar?
seus clientes, a tabela abaixo mostra o valor a ser f) Qual é o preço de 9 dúzias de ovos?
pago pelos seus clientes em função do tempo de
ligação: 10) Uma panificadora vende o pão francês de 50
Tempo de ligação (min) Valores em reais gramas, mais conhecido como “pão careca”, ao
0 30,00 preço de R$ 0,25 cada. Para não ter que fazer con-
10 32,50 ta a toda hora, os funcionários da panificadora
20 35,00 montaram a seguinte tabela:
30 37,50 Quantidade de pães Preço (R$)
40 40,00 1 0,25
Faça o que se pede: 2 0,50
a) Represente a tabela em diagramas; 3 0,75
b) Represente a tabela em plano cartesiano. 4 1,00
5 1,25
3 . NOÇÃO INTUITIVA DE FUNÇÃO 6 1,50
Observe a tabela abaixo que relaciona o 7 1,75
número de litros de gasolina e o preço a pagar. 8 2,00
Nº de litros Preço (R$) 9 2,25
1 2,10 10 2,50
2 4,20 Responda o que se pede:
3 6,30 a) O preço a ser pago está em função da quanti-
4 8,40 dade de pães comprados?
5 10,50 b) O que depende do quê?
⋮ ⋮ c) Qual é a variável dependente?
x 2,10 ∙ x d) Qual é a variável independente?
Observe: e) Qual é a regra (fórmula) que associa a quanti-
 As grandezas “nº de litros” e “preço” são dade de pães e o preço a pagar?
variáveis; f) Qual é preço de 6 pães?
 Para cada quantidade em litros de gasolina co- g) Qual é preço de 12 pães?
locada há um único preço; h) Se tenho R$ 4,00. Qual é a quantidade de pães
 O preço a ser pago depende do número de litros que dá para eu comprar?
de gasolina a ser colocado, isto é, o preço está
em função do número de litros colocados; 4 . DEFINIÇÃO DE FUNÇÃO
 Para x litros de gasolina comprada, o preço a Dados os conjuntos A e B, não vazios, e
ser pago será 2,10 vezes x, isto é uma relação R de A em B, quando para todo ele-
P = 2,10 ∙ x mento x ∈ A, existe um único f(x) ∈ A, dizemos que
R é uma função f de A em B.
P – preço a ser pago é a variável dependente;
x - número de litros de gasolina é a variável in- Notação: f: A → B.
dependente.
EXERCÍCIOS PROPOSTOS
Exemplos: 11) Quais das seguintes relações são funções?
 A população de um determinado país está em a) c)
função do tempo;
 A área de um quadrado está em função de
seu lado.

EXERCÍCIOS PROPOSTOS
9) Na tabela abaixo temos a quantidade de ovos
(em dúzias) e o seu respectivo preço.
Quantidade (em dúzia) Preço (em R$)
1 1,20
2 2,40
3 3,60
4 4,80
⋮ ⋮
2
b) 5 . DOMÍNIO, IMAGEM E CONTRADOMÍ-
NIO DE FUNÇÃO
O conjunto A chama-se Domínio da função
(Df), o conjunto B contra-
domínio da função (CDf) e o
elemento f(x) ∈ B chama-se
imagem de x pela função. O
12) Marque os diagramas representam função: conjunto imagem da função
(a)( ) (b)( ) (c)( ) é Imf = {f(x) ∈ B/ x ∈ A}. Os
diagramas ao lado serão
simbolizados, a partir de
agora, simplesmente, assim
f: A → B.
Exemplo: Sejam A = {0, 1,
2} e B = {0, 1, 2, 3, 4, 5, 6},
f: A → B, definida por
f(x) = x + 1.
(d)( ) (e)( ) (f)( )
Df = {0, 1, 2}
Imf = {1, 2, 3}
CDf = {0, 1, 2, 3, 4, 5, 6}

EXERCÍCIOS PROPOSTOS
14) Dados A = {0, 1, 2, 3} e B = {0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7} e
a relação R tal que y = 2x + 1:
a) Construa a relação R em diagramas;
(g)( ) (h)( ) b) Verifique se essa relação é uma função. Em caso
afirmativo determine o Df, Imf e CDf.

15) O diagrama de flechas re-


presenta uma função f de A em
B. Determine:
a) Df =
b) Imf =
c) CDf =
EXERCÍCIO CONTEXTUALIZADO d) f(3) =
13) Uma companhia telefônica tem um plano pa- e) f(5) =
ra seus clientes, a tabela abaixo mostra o valor a f) x tal que f(x) = 4
ser pago pelos seus clientes em função do tempo
de ligação: 6 . FUNÇÃO POLINOMIAL DO 1º GRAU
Tempo de ligação (min) Valores em reais Chama-se função polinomial do grau,
0 30,00 a qualquer função f: ℝ → ℝ dada por uma lei da
10 32,50 forma f(x) = ax + b, onde a e b são números reais
20 35,00 fixos, com a ≠ 0; x e f(x) são chamados variáveis.
30 37,50
Os números a e b são chamados de coeficientes.
40 40,00
Exemplos:
Faça o que se pede:
a) f(x) = 5x ‒ 3, no qual a = 5 e b = ‒ 3;
a) Represente a tabela em diagramas;
b) Sendo o conjunto A, a variável “Tempo de liga- b) f(x) = ‒ 2x + 7, no qual a = ‒ 2 e b = 7;
ções”; e o conjunto B, a variável “Valor em reais”, c) f(x) = 11x, onde a = 11 e b = 0.
a tabela representa uma função de A em B? Observações:
 f: ℝ → ℝ significa que a função é definida do
domínio números reais ao contra domínio nú-
meros reais;
 Alguns editais de processos seletivos e concur-
sos públicos e até alguns livros didáticos, no
Brasil, chamam função polinomial do 1º grau
de função afim.
3
6.1 O gráfico 6.2 Crescimento/decrescimento e o coe-
O gráfico da função polinomial do 1º grau é ficiente angular/coeficiente linear
uma reta. Consideremos a função f(x) = 3x ‒ 1,
x aumenta
Exemplo: Construir o gráfico da função f(x) = 2x ‒
1, definidas de ℝ em ℝ. x ‒1 0 1 2 3 4 5
f(x) ‒4 ‒1 2 5 8 11 14
x f(x) f(x) aumenta
1 1
2 3 Quando aumentamos os valores de x, os
correspondentes valores de f(x) também aumen-
tam. Dizemos que a função f(x) = 3x ‒ 1 é crescen-
te, o coeficiente a = 3. Observemos o seu gráfico:

Observação: Em função polinomial do 1º grau o


domínio são os números reais, simbolicamente
x ∈ ℝ, portanto x é infinito, porém sabemos que
para construir uma reta são necessários, pelo me-
nos, dois pontos, com isso apenas dois valores de
x são suficientes para construir o gráfico da função
do 1º grau.

EXERCÍCIO PROPOSTO Agora, consideremos f(x) = ‒ 3x ‒ 1,


16) Construa, no plano cartesiano, o gráfico das x aumenta
seguintes funções, definidas de ℝ em ℝ:
a) f(x) = x + 1 d) f(x) = 2x + 1
x ‒2 ‒1 0 1 2 3 4
f(x) 5 2 ‒1 ‒4 ‒7 ‒ 10 ‒ 13
b) f(x) = x + 2 e) f(x) = ‒ 2x + 6
f(x) diminui
c) f(x) = x + 4
Quando aumentamos os valores de x, os
EXERCÍCIOS INTERDISCIPLINARES
correspondentes valores de f(x) diminuem. Dize-
17) Um corpo se movimenta em velocidade cons-
mos que a função f(x) = ‒ 3x ‒ 1 é decrescente, o
tante de acordo com a fórmula matemática
s = 2t ‒ 3, em que s indica a posição do corpo (em coeficiente a = ‒ 3. Observemos o seu gráfico:
metros) no instante t (em segundos). Construa o
gráfico de em função de t.

18) Um móvel em movimento retilíneo uniforme


obedece à função s = 5t + 15, em que s é o espaço
percorrido pelo móvel (em metros) e t é o tempo
gasto em percorrê-lo (em segundos). Determine:
a) construa o gráfico s(t) da função.
b) a posição do móvel no instante t = 0 s;
c) a posição do móvel no instante t = 5 s;
d) a posição do móvel no instante t = 10 s;
e) o instante em que o móvel se encontra a 35 m
da origem. De um modo geral, dada a função do 1º
EXERCÍCIO CONTEXTUALIZADO grau f(x) = ax + b quando
19) Uma máquina, ao sair da fábrica, sofre uma  a > 0 → a função é crescente;
desvalorização constante pelo seu uso, represen-  a < 0 → a função é decrescente.
tada pela função P(t) = 50 ‒ 5t, em que P é o preço O coeficiente a é chamado de coeficiente
da máquina (em reais) e t é o tempo de uso (em angular. O coeficiente b, de coeficiente linear.
anos). Determine:
a) o gráfico dessa função;
b) o custo da máquina ao sair da fábrica;
c) o custo da máquina após 5 anos de uso;
d) o tempo para que a máquina se desvalorize
totalmente.

4
6.3 Função Linear EXERCÍCIOS PROPOSTOS
Dada à função polinomial do 1° grau 20) Construa o gráfico de cada uma das seguin-
f(x) = ax + b quando b = 0 a função é chamada tes funções e diga se é função é crescente, de-
função linear. Geometricamente, crescente ou constante; linear ou afim:
f(x) = 2x f(x) = ‒ 2x a) f(x) = 2x c) f(x) = ‒ 3x e) h(x) = 3
b) f(x) = 3x – 1 d) y = x f) f(x) = ‒ 2

21) Construa o gráfico de cada uma das seguin-


tes funções e diga se é função é crescente, de-
crescente ou constante; linear ou afim:
a) f(x) = x + 6 d) g(x) = 5 g) f(x) = x
b) f(x) = 5x e) h(x) = ‒ 5x h) f(x) = ‒ 3
c) y = 5x + 1 f) f(x) = ‒ 5

EXERCÍCIO DE INTERDISCIPLINAR
Observações: 22) Observe o gráfico abaixo:
 O gráfico da função linear passa sempre pela
origem (0,0).
 Se a função não for linear é chamada função
afim.
Existe uma função linear especial, chamada
função identidade. Veremos no próximo tópico.

6.4 Função identidade


Dada à função polinomial do 1° grau
f(x) = ax + b quando b = 0 e a = 1 a função é cha- Responda:
mada função identidade. Geometricamente, a) De que trata o gráfico? Identifique as variáveis
f(x) = x ou y = x envolvidas.
b) Qual o período em que a taxa de fecundidade
se manteve praticamente constante?
c) A partir de que data a função é decrescente?
d) Entre que período a taxa de fecundidade redu-
ziu em 50%?

EXERCÍCIOS DE VESTIBULARES
23)(Enem-2017) Os congestionamentos de
trânsito constituem um problema que aflige, todos
os dias, milhares de motoristas brasileiros. O grá-
fico ilustra a situação, representando, ao longo de
Observe que pela definição, função identi- um intervalo definido de tempo, a variação da ve-
dade é um caso particular de função linear. locidade de um veículo durante um congestiona-
mento.
6.5 Função constante
A partir da função f(x) = ax + b, quando
a = 0 a função é chamada função constante.
Observe, pela definição, que a função constante
não é função polinomial do 1º grau. Geometrica-
mente,
f(x) = 2 f(x) = ‒ 2

Quantos minutos o veículo permaneceu


imóvel ao longo do intervalo total analisado?
(a) 4 (b) 3 (c) 2 (d) 1 (e) 0

24)(Enem-2016) Um reservatório com água por


uma torneira e um ralo faz a drenagem da água
desse reservatório. Os gráficos representam as
vazões Q, em litros por minuto, do volume de
O gráfico da função constante é uma reta água que entra no reservatório pela torneira e do
paralela ao eixo de x. volume que sai pelo ralo, em função do tempo t,
em minutos.

5
justificar um grande aumento na oferta de linhas.
O fato é que, no período considerado, foram insta-
ladas, efetivamente, 200 novas linhas telefônicas.
Analisando os gráficos, pode-se concluir que:

Em qual intervalo de tempo, em minuto, o


reservatório tem vazão constante de enchimento?
(a) De 0 a 10. (c) De 5 a 15. (e) De 0 a 25.
(b) De 5 a 10. (d) De 15 a 25.

25)(Enem-2012) O dono de uma farmácia


resolveu colocar à vista do público o gráfico
mostrado a seguir, que apresenta a evolução do
total de vendas (em Reais) de certo medicamento
ao longo do ano de 2011.

De acordo com o gráfico, os meses em que


ocorreram, respectivamente, a maior e a menor
venda absolutas em 2011 foram
(a) março e abril (d) junho e setembro
(a) o gráfico II representa um crescimento real
(b) março e agosto (e) junho e agosto
maior do que o do gráfico I.
(c) agosto e setembro (b) o gráfico I apresenta o crescimento real, sen-
do o II Incorreto.
26)(Enem-MEC) Um estudo sobre o problema do (c) o gráfico II apresenta o crescimento real,
desemprego na Grande São Paulo, no período sendo o I incorreto.
1985-1996, realizado pelo SEADE-DIEESE, apresen- (d) a aparente diferença de crescimento nos dois
tou o seguinte gráfico sobre taxa de desemprego. gráficos decorre da escolha das diferentes escalas.
(e) os dois gráficos são incomparáveis, pois usam
escalas diferentes.

Pela análise do gráfico, é correto afirmar que, no


período considerado,
(a) a maior taxa de desemprego foi de 14%.
(b) a taxa de desemprego no ano de 1995 foi a
menor do período.
(c) a partir de 1992, a taxa de desemprego foi “Você constrói a sua vitória.”
decrescente. “A perseverança alimenta a esperança.”
(d) no período 1985-1996, a taxa de desemprego
esteve entre 8% e 16%. Atualizada em 15/11/2018
(e) a taxa de desemprego foi crescente no período
Gostou da Apostila? Você a encontra no site:
compreendido entre 1988 e 1991.
http://gilsilva10.wixsite.com/inicio/apostilas-
27)(Enem-MEC) Para convencer a população de-matematica
local da ineficiência da Companhia Telefônica Vila- Link! Dê uma olhada.
tel na expansão da oferta de linhas, um político
publicou no jornal local o gráfico I, representado a
Referências
seguir. A Companhia Vilatel respondeu publicando DANTE, L.R. Matemática: Contexto & Aplicações. 1. Ed. São
dias depois o gráfico II, através do qual pretende Paulo: Ática, 2000, v.1.
6

Você também pode gostar