Você está na página 1de 6

ORIENTAÇÕES A SEREM OBSERVADAS PELOS ESTAGIÁRIOS

Prezado Estagiário,
Apresentamos algumas normas necessárias ao bom desempenho e funcionamento da
Unidade de Prática Forense dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais de Brasília (JEB).
Contamos com sua colaboração quanto ao rigoroso cumprimento das regras abaixo para que
possamos concretizar o objetivo do estágio: o de prepará-lo para o exercício das atividades
profissionais referentes ao Direito.
Aproveitamos para desejar boas-vindas e sucesso!

OBS. O Estagiário sempre deverá trazer para UPF a legislação referente ao seu estágio
atualizada (Códigos, Vade Mecum) e um pen drive. Se possível, salvar em seu e-mail pessoal a peça
processual elaborada no estágio.

Entende-se por Prática Forense aquela referida no art. 12, alínea “a”, incisos I a XI, e art. 13,
alíneas “a” e “b”, da Resolução n. 01/1999 do Colegiado do Curso de Direito, notadamente as de prática
real na resolução de problemas com a aplicação do Direito nas esferas judicial e extrajudicial, desde o
atendimento ao assistido até a execução dos poderes outorgados por este.

1) EQUIPE

A equipe da Unidade de Prática Forense do JEB é formada pelos estagiários, pela secretária
Daniela Costa Santos, pela advogada Juliana Maia, e por duas professoras orientadoras: Fernanda
Santos Sampaio Santoro, Isabela Capone Krause, João Guilherme de Lima
Assafim, Rodrigo Senne Capone e Sídio Rosa de Mesquita Júnior. Sendo que qualquer dúvida,
sugestão ou reclamação que envolver o funcionamento da unidade deverá ser dirigida à Coordenação do
Curso de Direito.

2) INSTALAÇÕES

O NPJ/UDF – UPF/JEB está instalado no Fórum Desembargador José Júlio Leal Fagundes,
SMAS, Trecho 03, Lotes 4/6, Bloco 3, Sala 08, Brasília –DF, telefone 99981-5671, e-mail:
npjjeb@gmail.com. Estão à disposição dos alunos livros, 5 (cinco) computadores com acesso à internet,
bem como uma linha telefônica (celular) para contato exclusivo com o(s) assistido(s). Os livros somente
poderão ser utilizados dentro da unidade, sendo que os alunos não poderão levá-los para casa. Os
assistidos possuem pastas onde são arquivados relatórios e peças protocoladas.

É terminantemente proibido o uso dos computadores para bate-papos ou qualquer uso estranho
às atividades da UPF.

3) TRAJES

Os homens deverão usar terno completo (calça e paletó) e gravata. As mulheres, roupas
formais, sem grandes decotes. Os alunos que, no dia de plantão, não comparecerem devidamente
trajados, não poderão permanecer na unidade. É vedado o uso de jeans no dia de estágio.

4) DA COMPETÊNCIA E DOS RENDIMENTOS DO CLIENTE

________________________________________________________________________________________________________
Centro Universitário do Distrito Federal - UDF
Núcleo de Prática Jurídica / Unidade de Prática Forense Juizado Especial de Brasília - JEB
Fórum Desembargador José Júlio Leal Fagundes, SMAS Trecho 03, Lotes 4/6, Bloco 3, Sala 08 – Brasília, DF.
www.udf.edu.br
Atuamos perante o Primeiro e o Segundo Juizados Especiais Criminais, perante os Juizados
Especiais Cíveis e perante as Varas de Família, todos da Circunscrição Judiciária de Brasília.
Prestamos assistência jurídica cível e penal à pessoa que esteja abrangida pelo art. 98 do CPC.
O atendimento observará os rendimentos do cliente, não podendo ser superiores a 2 (dois)
salários mínimos, e incluindo todos os valores como horas extras, comissões, insalubridade, auxílio
alimentação e outros.

5) DA PRESCRIÇÃO/DECADÊNCIA

O estagiário deve ficar atento ao prazo de prescrição e decadência para promover a ação. Se o
prazo estiver exíguo, deverá dispensar o cliente, orientado-o a procurar um advogado particular ou a
Defensoria Pública.

6) ATENDIMENTO AO PÚBLICO

Os alunos realizarão atendimento ao público. Tal atividade exige do estagiário bastante


responsabilidade, segurança e atenção.

Ao efetivar o atendimento, o estagiário, ainda que preste uma simples orientação, deverá
adotar os seguintes procedimentos:

 Anotar, na pasta de triagem, seu nome e sobrenome, data do atendimento e providência


realizada. Ainda, registrar telefone e CPF do atendido, e, ainda, caso este já seja assistido do NPJ, anotar
o número do respectivo processo;
 Preencher a ficha de atendimento com relato minucioso do caso e mais todos dados
possíveis do atendimento, principalmente, CPF e telefones para contatos posteriores;
 Registrar o atendimento no relatório diário, o que servirá para controle da quantidade
de atendimentos para fins de avaliação.

Antes de iniciar qualquer registro da situação noticiada pelo atendido, questione a renda
auferida mensalmente por ele (que não pode ultrapassar a 2 salários mínimos) e verifique se a
Circunscrição Judiciária de Brasília é competente para julgar o litígio, bem como se a causa pode
tramitar nos Juizados Especiais ou perante as Varas de Família.
Não retenha, em hipótese alguma, documentos originais e/ou cópias autenticadas do atendido.
Trabalhe sempre com cópias simples de documentos.
Os alunos só poderão receber documentos, para a elaboração de peças processuais, se
completos, vedado o recebimento de documentação parcial.
O estagiário entregará ao cliente a relação dos documentos e este deverá providenciá-los no
prazo de 01 semana. Em caso de desídia injustificada do cliente, os professores orientadores, se
entenderem conveniente, determinarão o arquivamento do caso, mediante relatório do fato ocorrido.
Não atenderemos cliente, em hipótese alguma, em telefone diverso do NPJ/UDF – Unidade de
Prática Forense do JEB. Em caso de dúvida no ato do atendimento, procure ajuda de um dos
orientadores ou, até mesmo, da secretária.
Não prestamos consultoria/assessoria jurídica a microempresas, nem a condomínios, e não
atuamos em processos em que seja parte Instituição de Ensino Superior.

________________________________________________________________________________________________________
Centro Universitário do Distrito Federal - UDF
Núcleo de Prática Jurídica / Unidade de Prática Forense Juizado Especial de Brasília - JEB
Fórum Desembargador José Júlio Leal Fagundes, SMAS Trecho 03, Lotes 4/6, Bloco 3, Sala 08 – Brasília, DF.
www.udf.edu.br
7) PRAZO PARA CONCLUSÃO DA PETIÇÃO INICIAL E DISTRIBUIÇÃO

Após receber a autorização para a confecção da petição inicial, o estagiário contará com 01
(uma) semana para concluí-la, ressalvados os casos em que os professores orientadores admitirão outro
prazo. O estagiário que entregar a inicial fora do prazo estipulado será penalizado na pontuação de sua
avaliação.

O aluno deverá marcar com o assistido o comparecimento deste a esta Unidade para fins de
protocolo da ação e ciência da data da audiência de conciliação.

Somente quando a peça processual estiver pronta (corrigida pelo orientador), o assistido será
convocado para comparecer, em dia estabelecido pelo estagiário que confeccionou a peça, para:

 Assinar todas as folhas da petição para atestar que tomou ciência do que foi escrito;
 Assinar procuração ad judicia, declaração de hipossuficiência econômica, termo de
comparecimento e termo de ciência da audiência;
 O assistido só poderá entregar a documentação pessoalmente ao estagiário que
confeccionou a inicial, aos professores ou à secretária.

8) SIMULADOS

A UPF/JEB também disponibilizará simulados e/ou cópias de processos a serem resolvidos


pelo acadêmico, sendo que as peças deverão ser entregues ao orientador ou à secretária no próximo dia
de estágio, exceto quando determinada a entrega, pelo orientador, no mesmo dia.

9) PROCESSOS

A responsabilidade pelos autos também é do estagiário. Portanto, deve haver muito cuidado em
sua guarda e manuseio. São terminantemente proibidas marcações nos autos do processo, seja a
lápis, caneta ou marca texto. Não deverão os estagiários, da mesma forma, deixar os autos do processo
dentro do veículo, em sala de aula, fora de sua vigilância, bem como emprestá-los. Os prazos dos
estagiários não são correspondentes aos prazos processuais, mas sim, os determinados pelos
orientadores, tendo em vista a necessidade de correção das peças elaboradas.

É terminantemente proibido aos alunos fazerem carga do processo diretamente nas Secretarias
dos Juizados ou das Varas de Família. Sempre que o aluno levar os autos para casa, deverá,
obrigatoriamente, fazer carga destes com a secretária.

10) DOS RELATÓRIOS

 Relatórios diários: os estagiários deverão registrar em relatórios todas as atividades


desenvolvidas no dia do estágio;
 Relatórios das audiências: os estagiários deverão registrar em relatórios todas as
atividades ocorridas nas audiências, fundamentá-los com dispositivo de lei, doutrina e jurisprudência, e
anexar as atas com seu nome consignado;
 Termo de encerramento da pasta para avaliação: os estagiários deverão preencher
dois relatórios das atividades realizadas na UPF, em datas a serem divulgadas pela secretária.

________________________________________________________________________________________________________
Centro Universitário do Distrito Federal - UDF
Núcleo de Prática Jurídica / Unidade de Prática Forense Juizado Especial de Brasília - JEB
Fórum Desembargador José Júlio Leal Fagundes, SMAS Trecho 03, Lotes 4/6, Bloco 3, Sala 08 – Brasília, DF.
www.udf.edu.br
11) DA POSTURA DO ESTAGIÁRIO

É dever do Estagiário:

 Atender o(a) assistido com cortesia, discrição, eficiência e urbanidade, demonstrando-lhe


respeito e seriedade;
 Tratar a causa de modo confidencial, sempre que as circunstâncias recomendem;
 Demonstrar segurança para o cliente, prestando-lhe somente informações corretas;
 Comparecer à UPF com trajes compatíveis e com pontualidade nos dias designados ao
cumprimento da carga horária, máxime aqueles em que deverá comparecer às audiências;
 Zelar pelo bom nome do UDF nos externos a que deva comparecer pela boa ordem em
seu recinto, sendo vedado tratar-se aí de assuntos estranhos às atividades dos estágios;
 Abster-se de cobrar, aceitar ou receber, a qualquer título, dinheiro, valores ou bens de
clientes assistidos por intermédio do NPJ;
 Zelar pelo patrimônio, instalações, equipamentos e recursos técnicos e computacionais e
pelo acervo bibliográfico à disposição da UPF.

12) DAS PASTAS DOS ALUNOS

A pasta de cada aluno deverá conter todas as peças e demais atividades - exercícios, atas de
audiências, relatórios, ficha de atendimento, etc. - realizadas pelo aluno, devendo constar,
obrigatoriamente, o visto e eventuais correções feitas pelo professor orientador. Para viabilizar a
avaliação, o termo de encerramento da pasta para avaliação deverá ser feito até a semana da véspera da
avaliação. A redação do referido termo em dia posterior, mesmo dentro da semana de avaliação, implica
em desconto pelo atraso na sua nota.

13) DA CARGA HORÁRIA

A carga horária do estágio é de 18 encontros. O horário de funcionamento da UPF é das


08h00 às 12h00 (turno matutino) e das 13h30 às 17:30 horas (turno vespertino). A cada dia de
estágio cumprido, no horário de funcionamento, serão computadas 5 horas/aula ao aluno. Será
considerado aprovado o aluno que tiver pelo menos 14 encontros e nota final igual ou superior a 6,0
(seis).
OBS.1: é responsabilidade do aluno verificar se cumpriu os 14 encontros, para não
reprovar por falta. Feriado é considerado “falta” e o aluno poderá repor esse dia em horário
diferente do seu.
OBS.2: o estagiário contará com a tolerância máxima de 15 (quinze) minutos de atraso;
ultrapassado este lapso, sua presença não será consignada pela secretária. A pontualidade e assiduidade
para cumprimento da jornada de estágio também participarão do critério de avaliação.
OBS.3: O estagiário só poderá realizar quaisquer atividades no NPJ após o registro de sua
presença na folha de frequência.

14) DA CONFECÇÃO DAS PEÇAS

Após receber a autorização para a confecção da peça, o(a) Estagiário(a) deverá concluí-la no
prazo e no formato adequado (peça real digitada e simulado manuscrito). O(a) Estagiário(a) que

________________________________________________________________________________________________________
Centro Universitário do Distrito Federal - UDF
Núcleo de Prática Jurídica / Unidade de Prática Forense Juizado Especial de Brasília - JEB
Fórum Desembargador José Júlio Leal Fagundes, SMAS Trecho 03, Lotes 4/6, Bloco 3, Sala 08 – Brasília, DF.
www.udf.edu.br
entregar peças jurídicas fora do prazo ou do formato estipulado será penalizado(a) na sua pontuação da
avaliação.

Quando se tratar de peça de caso real, o prazo definido inicialmente será contado, também, no
caso de devolução a(o) Estagiário(a) para realização das correções pertinentes, quando não puderem ser
feitas no próprio dia de estágio.

TODOS os casos reais deverão ser refeitos com as correções estipuladas pelo(a) professor(a)
orientador(a), independentemente se for dado prosseguimento à ação ou não, para que haja a concessão
da nota pertinente à peça elaborada.

Não serão admitidas petições copiadas parcialmente ou na integralidade, seja de modelos, seja
de colegas. A avaliação pressupõe a demonstração do conhecimento adquirido. Petições que sejam
manifestamente copiadas, não serão consideradas, e o(a) Estagiário(a)(a) perderá a pontuação referente
à peça, além da possibilidade de sofrer desconto por descumprimento dos deveres de Estagiário(a).

OBS. O(A) Estagiário(a) somente deve salvar seus arquivos em pen drive ou e-mail. Os
arquivos gravados nos computadores do escritório poderão ser apagados a qualquer momento.

15) AVALIAÇÃO DOS ESTAGIÁRIOS

A avaliação tem por objetivo qualificar o desempenho do(a) Estagiário(a) no semestre forense
e apurar o número de horas de estágio praticadas em relação à carga horária estabelecida para a
disciplina de Estágio.
Na avaliação do(a) Estagiário(a), serão considerados, em conjunto, os seguintes aspectos:
a) Dedicação;
b) Pontualidade;
c) Frequência às audiências e/ou sessões de julgamento designadas;
d) Cumprimento dos prazos;
e) Produtividade;
f) Acompanhamento processual de suas peças;
g) Organização dos documentos e atualização dos registros burocráticos sob sua
responsabilidade;
h) Apresentação e qualidade técnica das peças processuais elaboradas;
i) Clareza na prestação das informações requeridas;
j) Comportamento e postura profissional perante aos Assistido(a)s, aos colegas, aos
funcionários e aos Professores Orientadores da Unidade;
k) Disponibilidade do(a) Estagiário(a) para cooperar em situações de urgência;
l) Comprometimento do(a) Estagiário(a) como operador(a) do direito; e
m) Outros aspectos definidos em Resolução da Instituição ou pela Coordenação do NPJ.

O(a) Estagiário(a)(a) será submetido(a), obrigatoriamente, a 02 avaliações no âmbito da


UPF ao longo do semestre, que incluirão, além das atividades repassadas durante o bimestre,
peças processuais e uma avaliação escrita:
O(a) Estagiário(a)(a) será submetido(a), obrigatoriamente, a 02 avaliações no âmbito da UPF
ao longo do semestre, que incluirão, além das atividades repassadas durante os bimestres, peças
processuais e uma avaliação escrita:
________________________________________________________________________________________________________
Centro Universitário do Distrito Federal - UDF
Núcleo de Prática Jurídica / Unidade de Prática Forense Juizado Especial de Brasília - JEB
Fórum Desembargador José Júlio Leal Fagundes, SMAS Trecho 03, Lotes 4/6, Bloco 3, Sala 08 – Brasília, DF.
www.udf.edu.br
a) 1ª Avaliação (Pasta) – o(a) Estagiário(a) será avaliado pelas atividades desenvolvidas no
decorrer do semestre, sendo consideradas as peças produzidas, atendimentos, exercícios,
andamentos de processos fornecidos pelo(a) Professor(a) Orientador(a) e participação em
audiências. (total = até 5 pontos). A distribuição destes 5 pontos será feita da seguinte forma:
 3,0 (três pontos) referentes à produção de peças reais e/ou simuladas (mínimo 5 peças);
 2,0 (dois pontos) divididos entre outros critérios, como atendimentos, exercícios,
andamentos processuais e audiência, sempre considerando a viabilidade e a necessidade em
cada disciplina ou Unidade de Prática;
 Quando, em razão da matéria ou do horário, não for possível realizar algum tipo de
atividade, a respectiva pontuação será transferida para a produção de peças processuais.
b) 2ª Avaliação – o(a) Estagiário(a) deverá realizar uma prova escrita, em forma de peça
processual (até 5 pontos), em datas previstas no Calendário Próprio do NPJ;
c) Avaliação Final – destinada somente para aqueles Estagiário(a)s que obtiverem média
inferior a 6,0 com o somatório das duas avaliações e tenha obtido, pelo menos, 1 ponto em uma
das duas avaliações. A nota da Avaliação Final substituirá a menor das notas alcançadas nas
duas avaliações regulares.

Será considerado aprovado(a) na disciplina o(a) Estagiário(a) que obtiver média final igual ou
superior a 6,0 (seis), desde que integralizadas as horas/aulas exigidas correspondentes aos 14 encontros,
dos 18 previstos.
O fato do(a) Estagiário(a) obter a carga horária mínima do estágio não garante sua liberação,
caso ainda tenha pendências com Assistido(a)s a resolver, devendo retornar à UPF para conclusão de
seus trabalhos, sendo passível de desconto na nota, caso constatada desídia.
Do resultado da avaliação caberá recurso administrativo, no prazo de dez (10) dias, a contar do
primeiro dia útil seguinte à publicação da nota. O recurso deverá ser dirigido ao Coordenador do Núcleo
de Práticas Jurídicas do UDF.
16) FECHAMENTO DAS PASTAS
As pastas de avaliação deverão ser entregues com o relatório de avaliação e relatório diário de
atividades devidamente preenchido e com os documentos organizados e anexados, até o dia da semana
em que o(a) Estagiário(a) cumpre seu estágio, no decorrer da semana de avaliação. A entrega da pasta
em dia posterior, mesmo que dentro da semana de avaliação, implica em desconto pelo atraso na sua
nota global.

________________________________________________________________________________________________________
Centro Universitário do Distrito Federal - UDF
Núcleo de Prática Jurídica / Unidade de Prática Forense Juizado Especial de Brasília - JEB
Fórum Desembargador José Júlio Leal Fagundes, SMAS Trecho 03, Lotes 4/6, Bloco 3, Sala 08 – Brasília, DF.
www.udf.edu.br