Você está na página 1de 65

PROJETO SAÚDE AMBIENTAL

1 CARACTERIZAÇÃO DA ENTIDADE PROPONENTE

1.1 Identificação da Entidade Proponente:

a. Nome: PREFEITURA MUNICIPAL DA LAPA PR


b. CNPJ: 76.020.452/0001-05
c. Endereço completo: PRAÇA MIRAZINHA BRAGA , 87
d. Bairro: CENTRO
e. Município: LAPA PR
f. CEP: 83750-000
g. UF: PARANÁ - PR
h. Número de Telefone com DDD: (41) 3547-8000
i. Número de Fax com DDD: (41) 3547-8000
j. Endereço eletrônico (e-mail): prefeitura@lapa.pr.gov.br
k. Esfera: (X) Município ( ) Estado

1.2 Identificação do Representante Legal da Entidade Proponente

a. Nome: LEILA AUBRIFT KLENK


b. CPF: 629.075.549-72
c. RG: 3.707.456-0
d. Órgão expedidor/UF: INSTITUTO DE IDENTIFICAÇÃO DO PARANÁ - PR
e. Cargo: PREFEITA MUNICIPAL
f. Número de Telefone com DDD: (41) 3547-8059
g. Endereço eletrônico (e-mail): prefeitura@lapa.pr.gov.br

1.3 Caracterização e Histórico do Município onde o Projeto será executado

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
O município da Lapa está localizado na região sul do Estado do Paraná,
Mesorregião Metropolitana de Curitiba, limita-se ao norte com o município de
Porto Amazonas, Palmeira, Balsa Nova e São João do Triunfo, ao sul com Rio
Negro, Quitandinha, Campo do Tenente e Mafra (SC), a oeste com o município
de Antônio Olinto e São João do Triunfo e a leste com o município de Contenda
e Quitandinha. As principais vias de acesso são a BR 476 e PR 427.

A área total do município é de 2.097,7 km² e a área urbana compreende


17,84 km². O mesmo encontra-se a 908 m acima do nível do mar e localiza-se
nas coordenadas geográficas latitude: 25° 46' 11" S e longitude: 49° 42' 57" W.
O município apresenta clima subtropical/mesotérmico brando, com verões
quentes e invernos com fortes geadas. Os principais rios que cortam a cidade
são Rio da Várzea, Rio Iguaçu, Rio Passa Dois, Rio Stingler, Rio Peri Pau. Os
rios Stingler e Peri Pau colaboram para o abastecimento de água da cidade. A
vegetação é composta remanescentes de Mata Atlântica e Araucárias, sendo
que sua cobertura vegetal foi alterada em grande parte, restando manchas de
floresta de araucárias, espécie predominante na região dos Campos Gerais. O
solo é predominantemente Cambissolo (LAPA, 2015).

De acordo com levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de


Geografia e Estatística (IBGE) em 2010 e do caderno estatístico de 2015 do
Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (IPARDES), o
município apresenta população de 44.932 como estimativa para 2015 em
47.557 habitantes. Densidade demográfica de 22,42 habitantes por km², sendo
27,222 habitantes/km² na zona urbana e 17,710 habitantes/km² na zona rural,
dentre estas 3 comunidades quilombolas e 1 assentamento de reforma agrária.

O grau de alfabetização do município é de 92,30%, aproximadamente


38.616,47 habitantes, e o grau de urbanização é de 60,58%. O Índice de
Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,7540 e o Índice IPARDES de
Desenvolvimento (IPDM) é de 0,6666. A principal atividade econômica é a
agropecuária e o Produto Interno Bruto per capita (PIB) é de R$ 17.332,00
(LAPA, 2015).

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
O Município da Lapa conta com um sistema de ensino que contempla
desde o berçário, maternal e pré-escolar até o ensino superior. Segundo dados
da Secretaria de Estado da Educação (SEED), há 51 estabelecimentos de
ensino no Município, sendo 12 colégios estaduais, 26 escolas municipais, 6
Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI) e sete estabelecimentos
particulares. O município também dispõe de uma biblioteca pública, a
Biblioteca Pública Municipal Brito de Lacerda, estando prevista sua instalação
no antigo Paço Municipal, que está em reformas.

Todas as escolas municipais dedicam-se ao ensino fundamental, com


turmas das séries iniciais, de 1º ao 5º ano. Além disso, três escolas oferecem
também classes para alunos com necessidades especiais, portadores de
deficiências mental, auditiva e visual, enquanto a Escola Municipal Dr. Manoel
Pedro ministra classes para Educação de Jovens e Adultos (EJA). O Município
conta ainda com seis Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI), todos
localizados na área urbana.

Com relação ao número de alunos matriculados nos estabelecimentos


municipais de ensino, a TABELA 1 mostra que em 2013 contabilizava-se um total
de 4.308 alunos, valor 1,1% menor do que em 2012, quando se registravam
4.356 alunos. As únicas classes em que houve aumento no número de alunos
foram a educação infantil e o 5º ano, além das classes para alunos com
necessidades especiais, os quais representaram 0,7% do total de alunos em
2013, contra 0,6% em 2012.

TABELA 1. Alunos matriculados nos estabelecimentos municipais. 2012/2013


CLASSE 2012 2013 Δ%
ALUNOS % ALUNOS % 2012/13
EDUCAÇÃO INFANTIL 881 20,2 890 20,7 1,0
FUNDAM. 1ª SÉRIE 631 14,5 605 14,0 - 4,1
FUNDAM. 2ª SÉRIE 644 14,8 634 14,7 - 1,6
FUNDAM. 3ª SÉRIE 756 17,3 719 16,7 - 4,9
FUNDAM. 4ª SÉRIE 736 16,9 710 16,5 - 3,5
FUNDAM. 5º ANO 684 15,7 718 16,7 4,9
CLASSE ESPECIAL 24 0,6 32 0,7 33,3
TOTAL 4.356 100,0 4.308 100,0 - 1,1

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
FONTE: Prefeitura Municipal da Lapa

Em relação ao transporte escolar, no interior do município há 50 linhas


atendidas por frota terceirizada, as quais contam com 50 ônibus, perfazendo os
trajetos entre área urbana e rural, atendendo tanto os alunos do Município
quanto do Estado. A frota própria é responsável por 11 linhas, as quais contam
com seis ônibus, de 44 lugares cada, e cinco micro-ônibus, de 31 lugares cada.
O setor tem ainda quatro veículos de passeio, para uso nas atividades
administrativas.

O Município da Lapa pertence à 2ª Regional de Saúde, estando


integrado ao Consórcio Metropolitano de Saúde do Paraná (COMESP),
juntamente com os municípios de Adrianópolis, Almirante Tamandaré,
Araucária, Bocaiúva do Sul, Campo do Tenente, Campo Magro, Cerro Azul,
Colombo, Contenda, Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Pinhais, Piraquara,
Quatro Barras, Quitandinha, Rio Branco do Sul, Rio Negro, São José dos
Pinhais, Tijucas do Sul e Tunas do Paraná.

A rede básica de saúde municipal conta com uma Unidade Básica de


Saúde (UBS) no Centro da Cidade, conhecida por “Postão”, que funciona no
prédio do antigo Centro de Saúde da SESA. Essa unidade é a que presta o
maior número de atendimentos no Município, contando com dois médicos em
regime de 40 horas semanais, além de enfermeira e auxiliares de enfermagem.
Nessa unidade se localizam a Central de Esterilização de materiais e a
Farmácia Central, além do Serviço de Vacinas. Ainda na área urbana estão
instaladas outras duas UBS com menor demanda de atendimento.

Na área rural existem 19 postos de saúde, sendo que 4 delas


concentram equipes do Programa de Saúde da Família (PSF), as quais
também prestam assistência as demais unidades e percorrem as várias
comunidades da área rural. Em conjunto, as seis equipes do PSF atendem

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
cerca de 20 mil pessoas, resultando numa cobertura de aproximadamente 45%
da população total do Município.

Além das UBS, na área urbana existem três unidades de saúde que
oferecem especialidades básicas: a Unidade de Pediatria, a Unidade de
Ginecológico-Obstétrico e o Centro de Odontologia, todas funcionando em
prédios próprios. Uma parte do atendimento nessas unidades é feito mediante
procura direta, mas também há consultas agendadas através das UBS e das
equipes do PSF da rede básica.

O Município conta também com os seguintes estabelecimentos


municipais de saúde:

Maternidade Municipal Humberto Carrano, localizada no Centro da Cidade,


para partos de baixo risco, sendo feitos cerca de 60 partos por mês;
Centro de Atenção Psicossocial (CAPS);
Atendimento Clínico de Saúde Mental (ACLISAM);
Clínica de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Psicologia;
Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em fase de habilitação, ocupando um
prédio novo que será completamente equipado para pronto atendimento 24h.

A Prefeitura também oferece exames laboratoriais, mediante convênio


com o Laboratório Becker, e serviços de raio X, os quais são feitos no Hospital
Regional da Lapa São Sebastião. Este hospital, sediado no Município, é de
gestão estadual e atende principalmente pacientes com tuberculose (TB)
resistente, de todo o Estado. No entanto, também realiza internamentos de
pacientes adultos em alguns casos, tais como cirurgia vascular ou problemas
respiratórios.

Todas as demais especialidades e/ou internamentos são encaminhados


para estabelecimentos de maior complexidade em outros municípios,
normalmente em Campo Largo e Curitiba. Esse fato, somado às grandes
extensões territoriais do Município e à precariedade de suas estradas, onera
consideravelmente a Prefeitura, que precisa viabilizar diariamente o transporte

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
de inúmeros pacientes do interior para a sede municipal, ou desta para outras
cidades, a um custo que atualmente gira em torno de R$ 80 mil por mês.

Dentre os profissionais de saúde da rede municipal constam 13 clínicos


gerais, 9 ginecologistas obstetras, 3 pediatras, 3 psiquiatras, 4 anestesistas, 2
neonatologistas e 11 cirurgiões dentistas. O atendimento de urgência e
emergência prestado pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA) dispõe de 19
auxiliares de enfermagem, 1 auxiliar de farmácia, 3 técnicas em enfermagem, 6
enfermeiros, 5 auxiliares de serviços gerais, 5 recepcionistas, 3 técnicos em
radiologia e 2 médicos clínicos gerais do quadro próprio.

Há ainda contrato com empresa de médicos plantonistas, os quais


cobrem os plantões na UPA, obrigatoriamente com dois médicos por plantão. O
serviço do SAMU conta com 6 técnicos em enfermagem e 4 socorristas,
enquanto a Maternidade Humberto Carrano, com público específico, dispõe de
1 clínico geral, 4 médicos anestesistas, 7 médicos ginecologistas obstetras e 2
neonatologistas, além de 5 enfermeiras, 5 técnicas de enfermagem, 1
farmacêutico, 1 fonoaudióloga e 1 nutricionista.

A frota de veículos da Secretaria Municipal de Saúde é composta por


veículos próprios e terceirizados. Dentre os veículos próprios constam 2
Kombis, 5 automóveis de passeio, 2 caminhonetes, 4 ambulâncias e 1
ambulância do SAMU. Atualmente estão em aquisição 3 ambulâncias e mais 1
Kombi. A Secretaria conta ainda com transporte terceirizado.

No que diz respeito à mortalidade infantil e materna, dados da Secretaria


da Saúde informam que em 2012 houveram 10 óbitos de menores de um ano,
resultando em um coeficiente de mortalidade infantil de 15,00 para cada 1.000
nascidos vivos. Em 2011 contabilizaram-se 12 óbitos de menores de um ano,
resultando em um coeficiente de mortalidade infantil de 19,26 para cada 1.000
nascidos vivos. Com relação à mortalidade materna, a mesma fonte indica que
no ano de 2012, dentre 637 nascidos vivos não se computou nenhum óbito
materno, resultando em um coeficiente de mortalidade materna de 0,00. Já em

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
2011, dentre 623 nascidos vivos, foi computado 1 óbito materno, resultando em
um coeficiente de mortalidade materna de 1,6.

Quanto ao tipo de parto, em 2011, 49,9% do total de partos foram


vaginais e 50,1% de cesarianas, enquanto em 2006, 54,0% dos partos foram
vaginais e 46,0% de cesarianas, conforme dados do Ministério da Saúde. No
que diz respeito à gravidez na adolescência, a mesma fonte aponta que, em
2011, do total de partos, 16,5% foram de mães com idade entre 10 e 19 anos,
sendo que em 2006 esse índice foi de 21,0%. Se forem consideradas apenas
as meninas com idade entre 10 e 14 anos, esse valor foi de 0,5% em 2011,
contra 1,2% em 2006.

No que diz respeito à mortalidade, dados do Ministério da Saúde indicam


que em 2010 o coeficiente de mortalidade por 100.000 habitantes foi de 8,9
para tuberculose, 2,2 para AIDS e 2,2 para hanseníase. Para doenças
infecciosas e parasitárias o coeficiente foi de 31,2, enquanto para as
neoplasias foi de 115,7. As agressões corresponderam a 26,7 mortos por
100.000 habitantes e os acidentes de trânsito a 35,6.

Quanto à cobertura vacinal no Município, dados da SESA indicam que


para vacina tetravalente em menores de um ano, contra difteria, tétano,
coqueluche e meningite, foram de 183,6% em 2011, caindo para 149,0% em
2012. Contra hepatite B, a cobertura aumentou de 85,0% para 120,3% no
período 2011 a 2012, enquanto contra tuberculose (BCG), teve aumento de
94,9% para 110,2%. Já a cobertura da imunização contra poliomielite diminuiu
de 106,4% para 71,4% no mesmo período.

A assistência social está a cargo da Secretaria Municipal de Inclusão e


Ação Social, que conta com 13 unidades de atendimento, localizadas na área
urbana e na zona rural. A Secretaria conta com uma frota de 6 veículos
próprios e 4 terceirizados, além de uma equipe composta por 92 funcionários
de carreira e 5 estagiários de ensinos médio e superior. Há ainda 19
funcionários terceirizados, sendo 15 na área de serviços gerais e 4 motoristas.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
A Secretaria Municipal de Inclusão e Ação Social atua através de
benefícios tais como o Auxílio Natalidade e o Leite do Idoso, além do
fornecimento de Cestas Básicas para famílias em condições de vulnerabilidade
social, quando solicitadas pela Vara da Infância e Juventude e Ministério
Público. Esse órgão público também auxilia com informações e
encaminhamentos quanto ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) e com
a entrevista social para a Defensoria Pública, além de pedidos de 2ª via de
documentos no Município da Lapa e outros municípios. Também concede
isenção da taxa de capela, urna funerária e translado, bem como passagens
para o interior, sendo todos esses benefícios fornecidos após cadastro e
análise social seguindo os critérios do Sistema Único de Assistência Social
(SUAS).

Dentre as ações executadas na área social, consta ainda o Programa


Leite das Crianças, através do qual o Governo do Estado pretende reduzir as
deficiências nutricionais, desencadeando ações que contribuam para a redução
dos índices de mortalidade e desnutrição infantil. Criado para atender famílias
com renda per capita de até meio salário mínimo, que tenham crianças de 6 a
36 meses de idade, são atendidas atualmente 623 famílias no Município,
através de 15 postos de atendimento no interior e na Cidade. Já o Programa
Pastifício Municipal foi criado pela Prefeitura para atender escolas, centros
municipais de educação infantil, hospitais, entidades e demais equipamentos
municipais, através da produção de pães, bolos, bolachas e outros produtos de
panificação.

Outro programa existente no Município é o Bolsa Família, do Governo


Federal, que beneficia atualmente 2.353 famílias do Município. No âmbito deste
programa, além das visitas realizadas aos beneficiários por técnicos
responsáveis, foi criada uma ação municipal, a Roda de Conversa, com o
objetivo de conscientizar as famílias da importância da criança permanecer na
escola, não apenas para receber o benefício, mas principalmente para que lhe
seja proporcionado um futuro melhor. Outra ação nesse sentido, executada em

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
parceria com o Programa Vida Saudável da Terceira Idade, envolve
apresentações teatrais nas escolas da rede municipal, ressaltando a
importância do estudo e incentivando as crianças a frequentarem a escola.

O Governo Federal também conta com o Programa pela Vida Saudável,


do Ministério do Esporte, que atende às pessoas idosas, com deficiência ou
necessidades especiais, oferecendo uma melhor qualidade de vida através de
atividades físicas e de lazer orientadas por profissionais da área de educação
física. As atividades incluem oficinas de esporte recreativo, dança, ginástica,
teatro, caminhada orientada, recreação e artesanato, incentivando a promoção,
sensibilização e mobilização social nos espaços públicos, praças, parques e
centros culturais do Município. O Programa salienta também a importância da
inclusão social da população com idade acima de 60 anos, principalmente
aquela em situação de vulnerabilidade social.

O Município conta com o Condomínio Renascer de Terceira Idade, local


que tem como objetivo propiciar comodidade e conforto para o idoso
independente, com idade acima de 60 anos, que não possui moradia própria. O
prédio possui oito apartamentos com quarto, cozinha, banheiro e lavanderia,
além de uma área conjunta de lazer externa e uma sala de uso comum. A
Secretaria Municipal de Inclusão e Ação Social cuida da operação e
manutenção do local, além de prestar acompanhamento e orientação aos
moradores.

Dentre os programas voltados aos idosos destaca-se também o Serviço


de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), do Ministério do
Desenvolvimento Social, que, além dos idosos, também beneficia crianças e
jovens de 6 a 17 anos. Essa ação do Governo Federal tem por objetivo
desenvolver o sentimento de pertença e identidade, fortalecer vínculos
familiares e incentivar a socialização e a convivência comunitária. O
atendimento é realizado no salão anexo à Secretaria Municipal de Inclusão e
Ação Social e nas comunidades quilombolas, através do Centro de Referência
de Assistência Social (CRAS) Volante.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
A Equipe Volante do CRAS tem dentre suas principais funções a busca
ativa, com prioridade para as famílias em extrema pobreza residentes em
regiões de baixa densidade demográfica, de modo disperso e esparso,
contribuindo para o alcance dos objetivos da Política Nacional de Assistência
Social no que diz respeito à renda, à autonomia e ao convívio familiar e
comunitário. As equipes volantes estão sob a coordenação do Centro de
Referência de Assistência Social (CRAS), uma unidade pública de assistência
social localizada no Bairro São Lucas, destinada à prestação de serviços e
programas assistenciais de proteção básica às famílias e indivíduos em
situação de vulnerabilidade social. No CRAS também são realizadas atividades
do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) para crianças
e adolescentes de 6 a 17 anos e para idosos.

Há ainda o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para


mulheres e suas famílias, que objetiva constituir um espaço de convivência,
participação e cidadania, desenvolvendo o protagonismo e a autonomia de
mulheres, crianças e adolescentes a partir dos interesses, demandas e
potencialidades de cada faixa etária. As ações são pautadas em experiências
lúdicas, culturais, artesanais e esportivas, como forma de expressão, interação,
aprendizagem, sociabilidade e proteção social. As atividades de convivência
ocorrem na área urbana e rural do Município, junto aos grupos Mulheres em
Ação, os quais promovem geração de renda através do desenvolvimento de
cursos de qualificação e capacitação profissional.

Nesse sentido, cabe comentar sobre o Programa Municipal Costurando


Talentos, que até agora proporcionou certificado para 29 mulheres, a maioria
de baixa renda, as quais realizaram o curso gratuito de corte e costura.
Realizado na sala anexa à Secretaria Municipal de Inclusão e Ação Social e no
Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), o curso beneficiou
mulheres do centro da Cidade, da periferia e da zona rural, gerando renda para
famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social e econômica.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
O Programa PROJOVEM Adolescente tem como objetivo complementar
a proteção social básica à família, criando mecanismos para garantir a
convivência familiar e comunitária e condições para a permanência do jovem
no sistema educacional. Desenvolvido pela equipe do Centro de Referência de
Assistência Social (CRAS), é uma modalidade do Programa Nacional de
Inclusão de Jovens, voltada exclusivamente para a faixa etária de 15 a 17
anos.

O Município também conta como o Adolescentro, um centro de


referência, pesquisa, capacitação e atenção integral aos adolescentes e jovens
na faixa de 12 a 18 anos, através de atividades esportivas, recreativas e sociais
no contra turno. No local, o público alvo recebe orientações de profissionais de
psicologia e assistência social, os quais ministram oficinas esportivas,
recreativas e educativas, além de palestras, tais como a Roda da Conversa e
cursos de informática e artesanato. Em 2013, o Adolescentro iniciou o grupo
“Crescer com Afeto”, dando apoio aos dependentes químicos e seus familiares,
através de reuniões semanais dirigidas por profissionais voluntários.

O Centro da Juventude tem capacidade para atender cerca de mil


adolescentes e jovens, sendo um espaço destinado ao desenvolvimento
integral e ao fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários. O mesmo
está equipado com biblioteca, anfiteatro, sala de informática, sala multiuso, sala
de dança, teatro de arena, pista de skate, piscina e ginásio com quadra
poliesportiva. Conta com uma equipe de profissionais tais como psicólogos,
assistentes sociais e educadores sociais, e no momento está dando inicio ao
Programa Agentes da Cidadania.

O Programa Agentes da Cidadania, desenvolvido pela Secretaria


Estadual da Família e Desenvolvimento Social, concederá bolsa-auxílio para 40
adolescentes e jovens de 14 a 18 anos cuja renda per capita familiar seja de
até um salário mínimo, os quais dedicarão 10 horas semanais à realização de
atividades de convivência, formação e cidadania. Outra ação da Secretaria
Estadual da Família e Desenvolvimento Social é o Programa Crescer em

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
Família, que tem por finalidade preservar o direito das crianças e adolescentes
ao convívio familiar e comunitário e ao acolhimento. Desenvolvido na Casa de
Acolhimento, é voltado a crianças e adolescentes do Município que estejam em
situação de risco. Nesse sentido, o Município também conta com a Casa de
Passagem, um abrigo provisório para crianças e adolescentes de 0 a 18 anos
consideradas em situação de risco por determinação judicial. A Casa de
Passagem conta com 16 vagas.

O Município também dispõe de um Centro de Referência Especializado


em Assistência Social (CREAS), unidade pública que oferta serviços no âmbito
do Programa de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos
(PAEFI), atendendo pessoas em situação de ameaça ou violação de direitos.
Também no CREAS são realizadas as atividades de proteção social à
adolescentes em cumprimento de medidas sócio-educativas de Prestação de
Serviço à Comunidade (PSC) e Liberdade Assistida (LA), bem como do
Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI). Conta ainda com o
Programa Liberdade Cidadã, uma nova proposta para a execução das medidas
sócio-educativas por parte de adolescentes infratores, o qual é realizado no
Adolescentro e no CREAS.

O Conselho Tutelar, órgão permanente e autônomo, não jurisdicional,


encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança
e adolescente, definidos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)
também esta presente no município. Há também vários outros conselhos
municipais relacionados à área social, tais como o Conselho Municipal de
Assistência Social (CMAS), o Conselho Municipal dos Direitos do Idoso
(CMDI), o Conselho Municipal da Mulher (CMM) e o Conselho Municipal dos
Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA).

Atualmente o município conta ainda com o apoio de várias entidades e


organizações sociais, tais como Associação Menonita de Assistência Social –
AMAS, Associação de Apoio e Desenvolvimento do CAIC da Lapa – ADECAL,
Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE da Lapa, Associação

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
Rural da Lapa, Associação Ítalo Brasileira San Carlo Borromeo, Acial-
Associação Comercial Industrial e Agropecuária da Lapa, Associação de
Damas de Caridade do Lar e Educandário São Vicente de Paulo, Centro de
Recuperação Nova Esperança – CERENE, Instituição Adventista Sul Brasileira
de Educação e Assistência Social, Instituto Histórico e Cultural Da Lapa –
IHCL, Instituto de Integração do Voluntariado - Pró-Lapa, Associação dos
Moradores da Vila Lacerda, Associação de Bairros Unidos para o Progresso,
Associação dos Produtores Artesanais da Lapa – APPA, Associação Literária
Lapeana – ALL, Associação de Moradores e Produtores Rurais do Butiá e da
Barra dos Mellos, Associação Rural da Lapa e Associação de moradores de
Mariental.

A comunicação no município é realizada por meios digitais, rádio e


telefone. A comunicação digital é realizada via site da prefeitura
(www.lapa.pr.gov.br), email (prefeitura@lapa.pr.gov.br) e via Facebook da
prefeitura da Lapa. A comunicação via rádio é realizada por meio da exibição
de programas semanais, aos sábados pela manhã, por meio da rádio
legendária, AM 960 e da rádio FM Lapeana, FM 88.30. O contato telefônico é
realizado por meio do número da prefeitura da Lapa ((41) 3547-8000).

1.4 Infraestrutura Física

Para a realização do projeto será disponibilizada a estrutura da Escola


Municipal de Mariental. O transporte da comunidade até o referido local será
realizado por meio de ônibus o qual será ofertado pela prefeitura do município.

1.5 Comunidades existentes no município:

( X ) Remanescentes de quilombo
(...) Reserva extrativista
( X ) Assentamento da reforma agrária
(...) Comunidades ribeirinhas

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
1.6 Há Cooperativas e Associações de Catadores de Materiais Recicláveis?
(...) Não
( X ) Sim. Quais?: Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis da Lapa

1.7 O município foi contemplado com recursos da Funasa em saneamento?


(...) Não
( X ) Sim. Citar quais os números de TC e CV já existentes com o município:
CV 2282/2005

1.8 O município possui área de Educação em Saúde estruturada?


(...) Sim.
( X ) Não

1.9 O município possui Programa de Atenção Básica à Saúde estruturado?


(...) Não
( X ) Sim. Assinale qual(is):
( X ) PACS
( X ) ESF

1.10 O município apresenta situação de riscos à desastres naturais?


( X ) Não
(...) Sim

2 CARACTERIZAÇÃO DO PROJETO DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE


AMBIENTAL

2.1 Identificação do Projeto

Nome do projeto

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
Educação em Saúde e Sustentabilidade com a população da Área
Remanescente Quilombola Vila Esperança e Feixo e Bairros da cidade da Lapa
– PR.

Caracterização do local de execução do projeto

O projeto será realizado na Comunidade Remanescente Quilombola Vila


Esperança, reconhecida pela Fundação Cultural Palmares, cujo registro se deu
em 14/11/2006 com certidão registrada no livro de cadastro geral n° 08, reg.
798, fl. 10, DOU 13/12/2006.
A comunidade Vila Esperança e Feixo estão localizadas no distrito
Mariental na região leste do município da Lapa, conforme identificado nas
figuras 1 e 2.

FIGURA 1 – Localização da Comunidade Vila Esperança no Município da Lapa - PR


FONTE: adaptado do Instituto de Terras, Cartografia e Geociências – ITCG.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
FIGURA 2 – Localização da CRQ Vila Esperança no Município da Lapa – PR
FONTE: adaptado do Google Mapas.

A Vila Esperança possui uma área territorial de, aproximadamente 12,75


ha. Está situada a 950 m acima do nível do mar, com acesso pela BR 476 –
Rodovia do Xisto, e localiza-se nas coordenadas geográficas latitude: 25° 43'
7.38" Sul e longitude: 49° 37' 29.90" Oeste.
Em levantamento prévio realizado na comunidade, mediante visita,
verificou-se a existência de 57 residências com aproximadamente 202
habitantes. Atualmente a comunidade não dispõe de associação e nem de
centro comunitário (ARNDT et al., 2014).
A comunicação é feita por meio de telefones celulares ou verbalmente
direto na comunidade.
Na cidade da Lapa o projeto irá atender a todos os bairros em ações nas
escolas com atividades voltadas para os estudantes e comunidade como um
todo.
Mas o foco especial do projeto na cidade será na área de abrangência
no perímetro do projeto está localizada próxima ao Parque Estadual do Monge
e limítrofe com um remanescente de área com vegetação nativa, aonde ao
longo das últimas décadas, vem ocorrendo uma acelerada ocupação territorial,
com a instalação de loteamentos e comunidades. Nessa área se encontram os
seguintes bairros:

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
a) Cohapar, hoje Bairro Nossa Senhora Aparecida, iniciado construção de
casas populares em 1983;

a) Jardim Montreal, loteamento iniciado em 1988;

b) Nosso Chão I ao VIII, hoje Bairro São Lucas, o qual iniciou seu loteamento
no ano de 1990;

c) Jardim Esplanada, loteado em 1999.

O bairro São Lucas é originário de loteamentos realizados pelo poder público


para realocar famílias de baixa renda ou que se encontravam em
vulnerabilidade social, naquela época. Os demais bairros foram loteados pela
Cohapar e por Imobiliária particular (Jardim Montreal e Jardim Esplanada).
Além disso, no decorrer dos anos, houve edificações nos loteamentos
clandestinos. Também se observa que em vários terrenos, há mais que uma
construção habitacional.

Duração do projeto

O projeto deverá ser realizado em aproximadamente 36 meses.

Componentes do projeto:

( ) Sustentabilidade das comunidades;


( ) Inclusão social;
( X ) Metodologias participativas;
( ) Controle social;
( X ) Fortalecimento da promoção da saúde;
( X ) Respeito ao saber, cultura e práticas locais;
( ) Mobilização comunitária;
( ) Território de produção de saúde;
( ) Comunicação de risco.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
Comunidade(s) ou grupo(s) populacional(is) beneficiado(s) com o
projeto:

( ) comunidade ribeirinha;
( X ) remanescente de quilombos;
( ) reservas extrativistas;
( ) assentamentos da reforma agrária;
( ) comunidade residente na região do semiárido brasileiro;
( ) comunidade residente em áreas de riscos ocasionados por desastres
naturais;
( ) população residente em municípios beneficiados com ações e projetos da
FUNASA.

Descrição da situação da comunidade ou grupo populacional


beneficiado com o projeto:

A Comunidade Remanescente Quilombola Vila Esperança é formada por


afrodescendentes que viveram na região da Lapa na condição de escravos e
receberam terras na comunidade do Feixo no distrito de Mariental.
Posteriormente parte da comunidade permutou suas terras originais em uma
negociação realizada com um fazendeiro lindeiro e formou-se então a Vila
Esperança (PARANÁ, 2014).

O fazendeiro propôs permuta em suas terras por outras que ele


disponibilizaria, com casas em alvenaria com banheiros, construídas por ele,
totalmente legalizado e devidamente documentadas. Após a troca, deixaram as
terras que possuíam na comunidade do Feixo, porém viram que o fazendeiro
não cumpriu o combinado em relação à construção das casas, nem forneceu
os documentos da nova terra, que depois descobriu-se ser uma invasão.
Quanto às terras da comunidade do Feixo permutadas, segundo eles, o
fazendeiro declarou tê-las comprado, mas não pagou por elas (PARANÁ,
2014).

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
Trata-se de uma comunidade de baixa renda com casas em madeira e
em alvenaria, sendo estas últimas de famílias beneficiadas pelo Programa
Minha Casa Minha Vida do governo federal. A figura 3 apresenta a vista área
da comunidade Vila Esperança.

FIGURA 3 – Vista aérea da Comunidade Remanescente Quilombola Vila Esperança.


FONTE: Adaptado de Google Mapas.

As estruturas de educação, escola municipal, e saúde, posto de saúde,


disponibilizadas para a comunidade estão localizadas na comunidade
Mariental, a aproximadamente 5 km de distância. O hospital localiza-se na
cidade da Lapa, a aproximadamente 20 km de distância. Para atender a
demanda escolar o município oferta o transporte.

Até o ano de 2002 a comunidade não tinha acesso à água potável, nem
a módulos sanitários e as condições sociais eram de completo abandono. Em
2003, com a ação do Mutirão Contra a Fome e a Miséria, vinculado às ações
promovidas por organizações não governamentais, foi implantada a rede de
distribuição e disponibilizado o acesso à água potável proveniente da
SANEPAR nas residências. A captação de água bruta é feita superficialmente
no Rio Corisco e complementada em situações emergenciais pelo poço CSB-
01, de onde é transportada por adutora até a Estação de Tratamento de Água
Mariental. A água tratada é armazenada em reservatório de 25 m³ e distribuída
para o distrito Mariental e atende a comunidade Vila Esperança.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
Como complemento ao projeto, foram instalados alguns módulos
sanitários com recursos da FUNASA e banheiros, atendendo a cerca de 80%
das moradias na época.

A coleta de resíduos é realizada pela Prefeitura Municipal, o caminhão


de coleta passa na comunidade 1 (uma) vez por semana.

Em levantamento preliminar realizado na comunidade foram visitadas


93% das residências, no mês 09/2015. Na ocasião foram levantados dados
relacionados às condições socioeconômicas e de saúde ambiental, por meio de
observações e entrevistas semiestruturadas (Anexo I).

No levantamento foi verificado que a média de moradores por domicilio é


de aproximadamente 4 pessoas, porém há casas de 4 cômodos que abriga
famílias de 8 e de até 9 pessoas.

Para efeitos de dimensionamento e viabilidade de ações de


esgotamento sanitário a comunidade foi dividida em 3 áreas, denominadas
área 1, área 2 e área 3, conforme apresentado na figura 4. Tal medida se fez
necessária devido à distância das áreas entre si e a topografia da região.

Em meados de 1992, as localidades: Bairro Nossa Senhora Aparecida,


Bairro São Lucas, Jardim Montreal e Jardim Esplanada apresentavam 80% das
crianças em idade escolar fora da escola; 70% das pessoas estavam
desempregadas e 80% eram analfabetas. Havia 550 casas e um número
aproximado de 5.000 residentes. As moradias eram despadronizadas, desde
barracos até casas de alvenaria. Diante deste contexto, diversas ações foram
realizadas: implantação do complexo CAIC – Projeto Nacional - que
compreende os atendimentos de Educação Infantil, (inclusive CMEI) do Ensino
Fundamental, Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos, Serviços de
Saúde, Ação Social e Lazer.

Atualmente, além do citado acima, tem-se em funcionamento o CRAS –


Centro de Referência da Assistência Social - o CRAS Volante – que atua em

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
toda a zona rural do Município, um Centro da Juventude, no bairro Cohapar,
que atende jovens de 12 a 29 anos, além de muitas ações realizadas pela
Prefeitura Municipal, envolvendo parcerias com todas as Secretarias
Municipais, além de outras organizações não governamentais.

Contudo, há um histórico de pobreza e grande índice de violência,


sendo que os quatro bairros se encontram em área da periferia do Município da
Lapa-Pr. Contemplando diretamente os bairros do projeto, existe um
remanescente de mata nativa, com área de 64.818,45 metros quadrados a
qual é de propriedade da Prefeitura Municipal da Lapa. É importante a
conservação e preservação desta mata pela riqueza da flora e fauna ali
presentes, como também as nascentes localizadas no interior da referida mata.
Atualmente a área vem sendo alvo diário de ações de degradação como corte
de árvores, caça de aves e animais silvestres, depósito de lixo doméstico,
degradação das nascentes, uso de drogas tornando-se, assim, um espaço
considerado de risco.

No ano de 2012 foi feito um questionário por amostragem do número de


cães por habitante nos quatro bairros: Jardim Esplanada, Jardim Montreal,
Cohapar I e Vila São Lucas; como resultado chegou-se à quantidade estimada
de um cão para cada dois habitantes. Dos moradores entrevistados 28%
disseram que deixam seus cães terem acesso à rua, e destes cães 66,4% não
usam coleira, mostrando que a cultura de “deixar o animal solto” contribui para
esse quadro de aumento de cães soltos na rua. Além disso, só em 2013 foram
atendidas 92 reclamações referentes a cães soltos em via pública, sendo que
destes casos 72 se referiam a animais abandonados ou sem dono identificado.
Para completar, em 2013 a principal causa de notificações ao SINAN do
município foram as mordeduras: 180 casos, tendo 169 deles (93,8%) sido
provocados por cão. A partir de julho de 2013 iniciou-se um monitoramento
buscando, entre outros dados, a origem dos animais agressores. Foi
constatado que a maior parte dos cães que causaram a mordedura pertencia à
vítima, familiares ou eram animais de terceiros que escapavam ou eram

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
mantidos soltos sem supervisão. Quanto a animais sinantrópicos e
peçonhentos há poucos dados disponíveis, mas já houve reclamações a
respeito da presença de ratos e pombos, e de grande quantidade de acidentes
com Loxoceles (aranha-marrom), Phoneutria (aranha-armadeira) e presença de
escorpiões. Há necessidade de mais dados além de um trabalho educacional
junto à população para que não criem ambiente propício ao desenvolvimento
destes animais (em especial acúmulo de resíduos), além da notificação do
controle de zoonoses do município.

Apesar dos esforços empreendidos pelo poder público e terceiro setor,


ainda é nesta região que se encontra a maior concentração de famílias
vulneráveis, como pode ser observado no Geomapa abaixo:

Com efeito, para alcançar o desenvolvimento de forma sustentável,


deve haver equilíbrio ambiental, econômico e social. Neste momento necessita-
se direcionar esforços para a educação em saúde ambiental, foco do presente
projeto.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
FIGURA 3 - Áreas de atendimento do projeto de esgotamento sanitário na CRQ Vila Esperança.
FONTE: adaptado de Google Mapas

Na área 1 cerca de 54% das casas são construídas em alvenaria,


região onde estão as famílias beneficiarias do programa Minha Casa Minha
Vida do Governo Federal, enquanto na área 2 são apenas 12% e na área 3
aproximadamente 14%.

Do total de casas visitadas na comunidade, 17 não possuem caixa


d’água, 4 não possuem tanque de lavar roupas e 1 casa não tem pia na
cozinha.

Todas as casas despejam os esgotos domésticos provenientes das pias


de cozinha e tanque de roupas diretamente no solo e cerca de 40 casas
utilizam a fossa séptica para disposição do efluente dos banheiros. Porém,
todas as fossas estão cheias, algumas apresentam rachaduras, segundo relato
dos próprios moradores, e outras foram abertas por estes para que possam

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
drenar seu efluente no solo. As figuras 4 e 5 demonstram as situações
presenciadas na comunidade.

FIGURA 4 – Lançamento de esgoto a céu aberto em residência na CRQ Vila Esperança

FIGURA 5 – Fossa drenando diretamente no solo em residência na comunidade Vila Esperança

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
Das 57 casas da comunidade 38 já dispõe de banheiro interno, porém 7
ainda têm banheiro externo, 6 não têm banheiro, e devido à situação das
fossas sépticas, 7 casas que dispõe de banheiro interno ainda utilizam
privadas, demonstradas na figura 6. O gráfico 1 apresenta os dados referentes
as condições dos banheiros nas casas.

FIGURA 6 – Existência de privadas em residências na CRQ Vila Esperança

18
16
14
número de casas

12
10
8 área 1
6 área 2
área 3
4
2
0
interno externo privada sem banheiro
situação

GRÁFICO 1 - Condições dos sanitários nas residências visitadas

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
Nos dados levantados preliminarmente verificou-se que cerca de 38%
das famílias destinam todo o resíduo sólido produzido por meio da queima,
enquanto o restante das famílias destina parte do lixo para coleta e a outra
parte também é queimada, necessitando levantamento mais detalhado para
verificar as praticas locais e orientar os processos de tomada de decisões.

Em relação ao trabalho assalariado, na área 1 cerca de 17% da


população possuem vinculo formal de trabalho, na área 2 cerca de 12% e na
área 3 cerca de 27%. Os demais moradores relatam que trabalham na lavoura,
sem renda fixa, nas épocas de safra da agricultura local.

Cerca de 51% dos habitantes da comunidade são do sexo masculino


enquanto 49% do sexo feminino. Dos que trabalham assalariados, na área 1
aproximadamente 20% são do sexo feminino, na área 2 aproximadamente 17%
e na área 3 cerca de 58% são mulheres.

Para efeitos de levantamento as faixas etárias foram dividas conforme


apresentadas na tabela 1.

TABELA 1 – Divisão das faixas etárias para efeitos de levantamento

Faixas etárias
0 a 4 (1) 50 a 59 (8)
5 a 9 (2) 60 a 69 (9)
10 a 14 (3) 70 a 79 (10)
15 a 19 (4) 80 a 89 (11)
20 a 29 (5) 90 a 99 (12)
30 a 39 (6) Mais de 100 (13)
40 a 49 (7)

No gráfico 2 são apresentados os dados relacionados à quantidade de


habitantes por faixa etária para cada área.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
25

20
habitantes

15

área 1
10
área 2
área 3
5

0
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
faixa etária

GRÁFICO 2: Total de habitantes por faixa etária nas residências visitadas

Na faixa etária entre 0 e 4 anos cerca de 17% das crianças estão na


escola, na faixa etária entre 5 e 9 anos todas as crianças estudam, na faixa
etária entre 10 e 14 anos 93% estão na escola e na faixa etária entre 15 e 19
anos apenas 31% ainda estão estudando.

2.2 Justificativa

É notório que as comunidades tradicionais têm uma relação harmônica com


o meio ambiente, pois entendem que a sua subsistência depende da
conservação ambiental. Porém, a vulnerabilidade a que estão expostos, pela
falta de ações de saneamento ambiental, repercute no plano biológico,
abrangendo áreas de insegurança nas dimensões da saúde e alimentação
(PARANÁ, 2009).

A exemplo destas comunidades apresenta-se a Comunidade


Remanescente Quilombola Vila Esperança de Mariental, localizada no
município da Lapa – PR, a qual possui certificado de reconhecimento expedido
pela Fundação Cultural Palmares (FCP, 2015).

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
A comunidade não possui planejamento urbanístico e suas casas são
cobertas por telhas, mas as condições de algumas moradias são precárias.
Embora disponham de abastecimento de água tratada, não se tem acesso a
sistema de coleta e tratamento de esgotos sanitários bem como qualquer outra
ação no contexto do saneamento ambiental, resultando na contaminação do
meio ambiente e na veiculação de doenças.

Os moradores cultivam alguns alimentos para sua própria subsistência e a


principal fonte de renda se dá por meio de subsídios do governo federal e pelo
trabalho de boias frias em períodos de safra local.

Neste âmbito a educação ambiental pode representar uma promissora


oportunidade de atuação, buscando, por meio de ações articuladas, assegurar
a autonomia da sociedade estimulando o protagonismo popular na direção das
transformações. Tendo em vista que a busca pela implantação de serviços de
saneamento deve estimular um olhar cuidadoso voltado à realidade
comunitária, pois para transformá-la é fundamental que a população conheça
os diferentes aspectos relacionados ao tema e participe ativamente das
tomadas de decisões (BRASIL, 2009).

Neste contexto, um sistema de gestão ambiental participativo busca


melhorar o desempenho ambiental de uma comunidade, contribuindo para a
melhoria da qualidade de vida. Para tanto, se faz necessário uma abordagem
de apoio à decisão por meio de ligações dinâmicas entre os sistemas sociais e
ambientais, de forma a integrar tais sistemas para facilitar o processo de
mudança proposto nas gestões (KRYSTYNA, 2010).

Para Jorgensen et al. (2006) um modelo de gestão capaz de proporcionar


a interação das partes interessadas e a melhoria contínua do processo deve
buscar um entendimento compartilhado dos desafios internos e externos,
proporcionar um ambiente de aprendizado e uma cultura de responsabilidade.

O relatório da Comunidade Europeia sobre sustentabilidade destaca que


os principais elementos de um sistema de gestão ambiental integrada são a

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
analise da situação inicial, estabelecimento de metas, compromisso político,
execução do plano de ação, apresentação de relatórios e avaliação (GESTÃO,
2009).

Já na cidade o a problemática parte do intenso processo de urbanização


que vem ocorrendo nas cidades em geral, e especialmente nos bairros, foco da
proposta, leva em consideração os seus desdobramentos físicos, sociais e
econômicos, promovendo um impacto importante na saúde da população. Em
funções de questões como o aumento da poluição, da violência e da pobreza,
as cidades deixaram de assegurar uma boa qualidade de vida e tornaram-se
ambientes insalubres.

Os parâmetros para definir qualidade de vida estão intimamente ligados à


qualidade ambiental do município nos mais diversos aspectos como, qualidade
do ar, água, áreas verdes, saneamento básico, participação e inserção social e
política, saúde, educação básica, trabalho entre outros.

A presente proposta visa desenvolver atividades que possibilitem a


consciência individual e coletiva, fazendo uso principalmente da educação
ambiental e objetivando a proteção integral do meio ambiente ligado a saúde,
de forma a melhorar a qualidade de vida daquela população e, posteriormente,
servir de exemplo para os demais bairros do município. Assim, pretende-se
com esse projeto encontrar, por meio de gestão participativa e educação
ambiental, formas de aplicar soluções sustentáveis, de baixo custo e eficientes,
que venham a colaborar para a melhoria da qualidade de vida da comunidade
respeitando sua cultura e saberes de maneira a contribuir com a preservação
ambiental.

2.3 Objetivos

Objetivo geral

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
Promover ações de saúde ambiental com vistas à promoção da saúde,
respeitando o saber, a cultura e as práticas locais por meio de metodologias
participativas com a comunidade.

Objetivos específicos

1. – Mapear a realidade local integrando a percepção dos moradores e


técnicos correlatos;

2. – Mobilizar a comunidade, para mudança de padrões comportamentais


em relação às questões sanitárias, ambientais e educacionais;

3. – Fortalecer o capital social por meio da participação e organização


popular.

2.4 Metas

1. - Realizar e divulgar o mapeamento das comunidades;

2. - Executar na comunidade reuniões com lideranças formais e informais.

3. – Executar na comunidade, em espaço público, um evento sobre Saúde


Ambiental direcionados ao público em geral.

4. - Executar em cada uma das quatro localidades três oficinas lúdico-didáticas


sobre saúde ambiental direcionadas aos segmentos comunitários pertinentes.

5. - Confeccionar cinco tipos de material educativo e informativo sobre as


questões de saneamento ambiental levantadas ao longo da execução das
atividades.

6. - Divulgar pelo menos quatro ações representativas realizadas por entidades


ou lideranças detectadas nas localidades trabalhadas ao longo da execução do
projeto.

2.5 Etapas

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
METAS ETAPAS
1.1.Confecção de 50 camisetas de malha
poli viscose, gola redonda, com serigrafia
para identificar o grupo de trabalho nas
comunidades;1.2.Treinar a equipe
interdisciplinar que participará na execução
do projeto, com temáticas relacionadas ao
saneamento ambiental, técnicas de
comunicação comunitária e metodologias
participativas;
1.3.Elaborar e aplicar um questionário com
questões técnicas necessárias para
caracterizar as condições de saneamento
ambiental das localidades;
1.4.Promover atividades de expressão
comunitária (fotos, desenhos, maquetes,
entre outros) para caracterizar as
condições de saneamento ambiental das
localidades sob a sua ótica;
1.5.Compilar e sistematizar as informações
obtidas (técnicas e da comunidade);
1.6.Divulgar, por meio de quatro eventos,
um em cada uma das localidades, os
resultados obtidos para a sua validação
1. Realizar e divulgar o coletiva;
1.7.Implementar mecanismos de avaliação
mapeamento da
e relatoria das atividades.
comunidade;
2. Executar na comunidade 2.1.Identificar o surgimento de lideranças
reuniões com lideranças formais e informais em cada uma das
formais e informais. localidades trabalhadas ao longo da
execução do projeto;
2.2.Definir e divulgar um calendário de
reuniões a serem realizadas ao longo do
ano em cada uma das localidades;
2.3.Realizar reuniões com as lideranças
identificadas;
2.4.Promover parcerias entre os diversos
segmentos (social, empresarial e
governamental) para auxiliar na construção
dos saberes de forma a subsidiar a
solução dos problemas levantados pelos
participantes das reuniões;
2.5.Sistematizar as informações
levantadas.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
3. Executar na 3.1.Definir os assuntos prioritários a serem
abordados;
comunidade, em espaço
3.2.Contratar palestrantes para a
público, um evento sobre
realização do evento;
Saúde Ambiental
3.3.Divulgar a data do evento por
direcionados ao público diferentes meios de comunicação (rádio
comunitária, carro de som, jornal;
em geral.
3.4.Operacionalizar a logística necessária
para a execução dos eventos (local,
material de consumo, entre outros);
3.5.Realizar um dia de evento em cada
localidade;
3.6.Avaliar os resultados alcançados

4. Executar na comunidade 4.1.Operacionalizar a logística necessária


para a execução das oficinas (barracas,
três oficinas lúdico-
estandes, palco, banheiro químico, som,
didáticas sobre saúde segurança, materiais informativos e
educativos, entre outros).
ambiental direcionadas
4.2.Contratar oficineiros e músicos.
aos segmentos 4.3 Divulgar a data das oficinas por
diferentes meios de comunicação
comunitários pertinentes
4.4 Ofertar Oficina de três dias de
fantoches ou brinquedos a partir de
materiais recicláveis
4.5 Ofertar Oficina de três dias de papel
reciclado, a partir da coleta de material das
secretarias e empresas do município.
4.6 Ofertar uma oficina de três dias de
música a partir de materiais reclicáveis.
4.7 Avaliar e relatar os resultados

5. Confeccionar cinco tipos 5.1 Elaborar, editorar e imprimir 2.000


cartazes sobre tipos de resíduos e formas
de material educativo e
de separação e saneamento
informativo sobre as 5.2 Elaborar, editorar e imprimir 10.000
exemplares de cartilha de Educação em
questões de saneamento
Saneamento Ambiental direcionada ao
ambiental levantadas ao público infanto juvenil sobre água e
resíduos.
longo da execução das
5.3 Elaborar, editorar e imprimir 10.000
atividades. exemplares de um Manual Prático sobre
Saneamento Ambiental e Cidadania
direcionado para os moradores do
município.
5.4 Elaborar, editorar e imprimir 10.000

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
calendários, educativos em saúde
ambiental.
5.5 Elaborar a produção áudio visual para
a realização de curta metragem, doc-ficção
que apresente de forma didática o
processo de produção, coleta e destinação
da correta dos resíduos sólidos no
município da Lapa. Produção de 50 cópias
para distribuição às escolas municipais,
associações, secretarias, bibliotecas, entre
outros.
5.6 Instalar uma rotina de distribuição e
acompanhamento da receptividade do
material impresso.

6. Divulgar pelo menos 6.1 Cadastrar as ações realizadas pelas


lideranças e associações ou entidades
quatro ações
existentes e atuantes nas quatro
representativas comunidades, identificando o que foi
realizado, qual o público beneficiado,
realizadas por
período de realização e resultados
entidades ou alcançados.
6.2 Realizar na Prefeitura um evento
lideranças detectadas
solene de reconhecimento às ações
na comunidade ao selecionadas a partir do cadastro, com a
entrega de um diploma aos líderes.
longo da execução do
6.3 Divulgar os premiados na mídia local
projeto.

As metas definidas nesta etapa do Projeto Básico deverão ser as mesmas a


serem descritas no SICONV.

2.6 Metodologia

Para alcançar os objetivos propostos, serão realizadas oficinas e grupos


focais em local disponibilizado pela prefeitura, escola de Mariental, com a
comunidade da Vila Esperança. Para tanto, será utilizado como proposta

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
metodológica para a pesquisa participante, o método do arco, Figura 7,
proposto por Charles Marguerez e adaptado por Michaliszyn, 1999 e
adequação de ações sugeridas pelo Caderno Metodológico para Ações de
Educação Ambiental e Mobilização Social em Saneamento (BRASIL, 2009),
com base nas demandas identificadas pela comunidade.

FIGURA 7 – Método do arco, desenvolvido por Charles Marguerez, adaptado.


FONTE: MICHALISZYN, 1999

Para tanto a comunidade construirá os temas geradores, identificando


tópicos para teorização dos objetivos e ações estratégicas para o
enfrentamento dos problemas estruturados. Todas as etapas serão
estruturadas com vistas ao fortalecimento da cultura e saberes tradicionais.

Para a operacionalização das atividades de Educação Ambiental, serão


promovidas discussões a partir da exibição de filmes, teatro, música, dança,
roda de conversa e outras atividades lúdicas que despertem a integração do
grupo e a consciência social.

Tais ações têm como propósito estimular a autonomia da comunidade, a


valorização da história, da cultura e saber local e despertar o espírito crítico e
transformador por meio da construção e fortalecimento de grupos para
representação social, tendo a comunidade como gestora dos processos.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
O monitoramento e avaliação dos trabalhos será realizado por meio da
definição de indicadores levantados a partir de questões que possibilitem
compreender se foram alcançados todos os objetivos propostos.

Os indicadores e critérios de avaliação serão levantados considerando-


se os princípios de uma educação sociointeracionista. Assim, serão realizadas
ações de observação no início e ao término do projeto, reconhecendo e
apontando de forma quali-quantitativa as mudanças ocorridas naquele contexto
e sua repercussão na qualidade de vida dos sujeitos com base nos
direcionamentos listados a seguir:

Quais os problemas identificados pelo grupo?


Que soluções foram apontadas pelo grupo?
Quais soluções foram consideradas prioritárias pelos atores?
Quais soluções foram implementadas?
Quais ações encontram-se em fase de implementação?
Ocorreram mudanças no cenário de educação em saúde ambiental
local?
Os atores reconhecem a importância do ambiente em que vivem e
apontam necessidades de medidas de conservação e preservação do
ambiente natural?
As ações implementadas contribuíram para a integração e autonomia do
grupo? De que forma?
As ações contribuíram para a preservação da cultura quilombola?
As lideranças foram fortalecidas?
A escola incorporou as reflexões e ações do projeto em suas práticas
pedagógicas?
Ocorreu interação entre os setores envolvidos?

A avaliação será realizada a partir da aplicação dos direcionamentos


anteriores em grupos focais específicos com as seguintes categorias:

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
 Grupo focal 1: representantes da comunidade;
 Grupo focal 2: técnicos das secretarias e equipe contratada do
projeto;
 Grupo focal 3: representantes dos 2 grupos anteriores

Os grupos focais serão mediados por um avaliador externo que tenha


acompanhado periodicamente o projeto. A partir desta observação, o avaliador
externo fará a análise dos dados obtidos empregando a técnica de Análise de
Conteúdo proposta por Bardin (1977), para tanto será utilizada como
ferramenta auxiliar o programa computacional “Sphinx” versão 5.1.0.8 (SPHINX
Brasil – Soluções para coleta e análise de dados, 2013).

Tal programa permite a citação de classes de respostas, geradas a partir


das contribuições dos atores da cada grupo para uma determinada temática.
As falas equivalentes são capturadas e consideradas cumulativamente para
representar a opinião do grupo. O programa promove uma análise global das
percepções dos atores, viabilizando a geração de gráficos que ilustrem os
resultados as visões dos grupos e a forma como os atores da comunidade se
integram e interagem com os membros das equipes governamentais e equipe
contratada para o projeto.

2.6.1 Estratégias a serem utilizadas na meta 1.

Mapeamento da realidade local em saneamento ambiental

Conceito: atividades desenvolvidas com indivíduos, grupos e famílias na


comunidade, visando o encaminhamento e orientações de suas demandas.
Procedimento: Identificação de parceiros, mobilização e organização de
grupos de apoio; planejamento e definição de responsabilidades, periodicidade,
estratégias de divulgação e reflexão.

 O treinamento da equipe interdisciplinar que participará na execução do


projeto deverá ocorrer no início dos trabalhos e poderá ser na forma de um
seminário, no espaço a ser definido pela prefeitura com duração de dois dias

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
de 4 horas/aula cada, para a discussão dos temas relacionados ao
saneamento ambiental, a prioridade dos assuntos, as formas de comunicação
comunitária e mecanismos e metodologias participativas. Cada um dos
assuntos será abordado por um profissional com experiência na área de
atuação do projeto.
 Após o treinamento e o levantamento das prioridades levantadas, e com o
levantamento dos dados cadastrais existentes no município nas diversas
secretarias, sobre as condições socioeconômicas, deverá ser elaborado um
pequeno questionário, que deverá buscar os aspectos relacionais das
comunidades envolvidas com as questões prioritárias levantadas durante o
seminário. Permitindo, deste modo, a definição da temática comum aos
envolvidos (técnicos e comunidades). O número de questionários aplicados em
cada comunidade deverá ser estabelecido estatisticamente, e sua execução
realizada, por técnicos do projeto. Os dados deverão ser sistematizados em
forma de gráficos, e traduzidos em desenhos ou figuras para a sua validação
nas comunidades.
 Paralelamente, deverão ser realizadas em todas as comunidades, nas
escolas, igrejas, e outros espaços organizados, atividades que propiciem o
mapeamento do entendimento comunitário, através de fotos, vídeos, desenhos,
maquetes, entre outros, e que caracterizem as condições de saneamento
ambiental das comunidades sob a sua ótica.

2.6.2. Estratégias a serem utilizadas na meta 2

Reuniões Comunitárias

Conceito: encontro de diversas pessoas da comunidade para a reflexão e


discussão de questões compartilhadas.
Procedimentos: são encontros mensais; tendo como diretriz que ocorra em
um mesmo dia da semana, em um tempo máximo de 60 minutos, e que seja

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
realizado tendo um ou mais participantes. A condução do grupo sempre será
feita pelo mesmo técnico moderador, não impedindo que outras pessoas
possam ser chamadas para agregar à reunião, informações pertinentes e
novas.
Divulgação e dinamização do processo reflexivo, prestação de contas à
comunidade, monitoramento e avaliação dos resultados.

Eventos/Oficinas

Conceito: formas coletivas de lazer e ou lúdico didáticas, realizadas de


formas unitárias, visando promover a sociabilidade, a reflexão, a convivência e
a mobilização da comunidade.
Procedimento: Identificação de parceiros, mobilização e organização de
grupos de apoio; planejamento e definição de responsabilidades, periodicidade,
estratégias de divulgação e reflexão, sensibilização da comunidade e definição
do público.
 De forma coletiva (técnicos e comunidade) deverá inicialmente ser definido
um calendário, com as atividades a serem realizadas ao longo do ano em cada
uma das comunidades, como reuniões, eventos e oficinas, com data, local,
horário e objetivo.
 A realização das reuniões com as lideranças identificadas deverá ocorrer
uma vez por mês em cada comunidade, escolhendo-se a melhor forma de
divulgação, por exemplo, ligações telefônicas, convite pessoal e enviado pelo
correio etc. Nas reuniões, as atividades devem ser registradas, por meio de
atas ou outras formas semelhantes, e fotografadas.
 Para a realização dos eventos, deverão ser feitas inicialmente a identificação
dos palestrantes, e um alinhamento de informações sobre os objetivos do
projeto. A sua divulgação deverá ocorrer em um período que antecede a data
(ao longo de uma quinzena) e utilizando-se diferentes meios de comunicação
(rádio comunitária, carro de som, jornal). Todo o processo de operacionalização
da logística necessária para a execução dos eventos (barracas, estandes,

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
palco, banheiro químico, som, segurança, materiais informativos e educativos,
entre outros), deve ser realizada anteriormente a divulgação. Bem como a
criação de um personagem símbolo do projeto, que tratará prioritariamente
sobre resíduos sólidos e suas relações com a saúde e ambiente, que deverá
ilustrar o material educativo e informativo, e a sua materialização na forma de
um boneco de fantoche, por exemplo, deverá ocorrer anteriormente ao evento.
 Após a organização inicial deverá ser realizado em cada comunidade, um
evento, em espaço aberto, como campo de futebol, rua, terrenos, ou outros,
onde os produtos/materiais produzidos e resultados obtidos devem ser
disseminados. O evento poderá ter a duração de uma tarde, nos finais de
semana, em local de fácil acesso para os moradores e sem restrições de
participação. Vídeos, palestras, brincadeiras, teatro de fantoche (personagem
símbolo), pipocas, entre outras estratégias, são sugeridos, para a ocasião. Nos
eventos devem ser iniciados os assuntos: sobre a importância da destinação
adequada de resíduos, como é feito a sua destinação, estimular a reciclagem,
a coleta seletiva e desenvolvimento da horta usando como adubo orgânico o
composto oriundo da decomposição de resíduos orgânicos; a importância do
uso racional de água potável, a importância da proteção de nascentes, a
importância do tratamento do esgoto sanitário, destinação adequada de
resíduos e hábitos de higiene sanitária. A interdisciplinaridade na questão dos
resíduos deverá ser feita, por exemplo, com as questões relativas a vetores de
doenças e zoonoses; como a presença de animais peçonhentos e
sinantrópicos, além de animais domésticos abandonados ou semidomiciliados
(ou “criados soltos”). Grandes quantidades de entulho fornecem abrigo e
alimento para animais como ratos, baratas, moscas, cobras, aranhas e
escorpiões. Animais como cães e gatos, se mantidos soltos, podem ser
transmissores de zoonoses e provocar acidentes e mordeduras, além de
estarem sujeitos a maus-tratos. Demais animais domésticos (equinos, suínos,
frangos...), se mantidos de forma insatisfatória, geram grandes quantidades de
resíduos. Equinos e bovinos mantidos soltos em vias públicas podem provocar
acidentes de trânsito graves.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
 Para a realização das oficinas, deverão ser contratados profissionais com
experiência na área específica da oficina e vivência na região. A sua divulgação
deverá ser feita por diferentes meios de divulgação e deverão ser
disponibilizadas 40 vagas em cada oficina, cuja inscrição será feita de forma
gratuita e direcionada ao público residente da comunidade em que ocorrerá.
 Em cada uma das comunidades serão ofertadas uma oficina de três dias de
fantoches ou brinquedos a partir de materiais recicláveis, coletados
previamente em estabelecimentos comerciais ou públicos. Após a realização
desta, novamente, em cada comunidade serão ofertadas, uma oficina de três
dias de papel reciclado, a partir da coleta de material das secretarias e
empresas do município. Devendo acontecer o mesmo com a oficina de três
dias de música a partir de materiais recicláveis. Todo o procedimento deverá
ser registrado por meio de vídeos e ou fotografias. A inscrição dos participantes
deverá ser feita com dados: nome, idade, local de residência, escolaridade,
bem como, a autorização do uso de sua imagem em outras ocasiões.
 Os materiais informativos e educativos, a saber: cartazes e calendários
sobre tipos de resíduos e formas de separação; cartilha de Educação
Ambiental direcionada ao público infanto juvenil sobre água e resíduos; Manual
Prático sobre Saneamento Ambiental e Cidadania direcionado para os
moradores do município, deverão ser elaborados com mensagem curtas, de
fácil compreensão, utilizando se exemplos regionais, desenhos e fotos
produzidos nas etapas do trabalho. Não podendo conter informes publicitários.

2.6.3. Estratégias a serem utilizadas na meta 3.

Consolidação das informações levantadas ao longo do processo, através de


um cadastro de ações realizadas por lideranças e associações ou entidades
existentes e atuantes nas quatro localidades no qual são registradas as ações
realizadas por um grupo ou indivíduo em cada comunidade, bem como, qual o
público beneficiado ou atingido, período de realização e resultados alcançados.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
Este resultado deverá ser divulgado para a sociedade em geral do município da
Lapa, como forma de reconhecimento e incentivo a novas ações, realizando-se
na Prefeitura um evento solene de reconhecimento às ações selecionadas a
partir do cadastro, com a entrega de um diploma aos líderes. Os premiados
devem ser divulgados na mídia local.

 Detalhamento de Despesas

VALOR

Tipo de Despesa UNID Qtde. Vr.


Unitário Total Vr. Funasa Contrapartida
3,84615%
1. Material de Consumo 15.372,60 14.781,35 591,25
1.1. Material de 7.445,75 7.159,38 286,37
expediente
Apagador p/quadro negro un. 1 5,00 5,00 4,81 0,19
Apontador un. 200 1,10 220,00 211,54 8,46
Bloco p/ flip chart un. 2 28,50 57,00 54,92 2,08
Borracha branca média un. 200 0,50 100,00 96,15 3,85
Caneta esferográfica azul un. 100 1,00 100,00 96,15 3,85
Caneta pincel atômico azul un. 10 3,20 32,00 30,77 1,23
Caneta pincel atômico preto un. 10 3,20 32,00 30,77 1,23
Caneta pincel atômico vermelho un. 10 3,20 32,00 30,77 1,23
Cartolina fls. 100 0,45 45,00 43,27 1,73
Clipes p/ papel 6/0 cx. c/500g cx. 4 12,00 48,00 46,15 1,85
Cola branca líquida 90g un. 100 2,51 251,00 241,35 9,65
Cola em bastão 20 g un. 20 1,40 28,00 26,92 1,08
Envelope branco, tamanho ofício un. 100 1,15 115,00 110,58 4,42
Estilete largo un. 10 2,40 24,00 23,08 0,92
Eva colorido fls. 50 2,40 120,00 115,38 4,62
Extrator grampos un. 10 2,95 29,50 28,37 1,13
Fita adesiva colorida (6 cores) un. 120 0,65 78,00 75,00 3,00
Fita adesiva transparente un. 25 3,70 74,00 71,15 2,85
Fita crepe un. 20 4,60 92,00 88,46 3,54
Flip chart un. 1 117,20 117,20 112,69 4,51
Giz branco p/quadro negro cx 3 2,25 6,75 6,49 0,26
Giz de cera cx c/ 12 cores cx. 200 2,40 480,00 461,54 18,46
Grampeador capacidade 26 fls un. 4 18,20 72,80 70,00 2,80
Grampos 26/6 cx. c/5000 cx. 8 6,60 52,80 50,77 2,03
Lápis de cor cx c/ 12 cores cx. 200 5,90 1.180,00 1.134,62 45,38
Lápis preto nº 2 un. 200 0,55 110,00 105,77 4,23
Papel A4 resma 31 19,70 610,70 587,21 23,49
Papel color set colorido fls. 100 1,00 100,00 96,15 3,85
Papel fotográfico fls. 250 1,80 450,00 432,69 17,31
Pasta plástica un. 20 2,80 56,00 53,85 2,15

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
Perfurador de papel 20fls. un. 2 18,20 36,40 35,00 1,40
Pincel médio un. 200 2,90 580,00 557,69 22,31
Pistola cola quente gr. un. 10 24,00 240,00 230,77 9,23
Prancheta com fixador de papel un. 10 10,00 100,00 96,15 3,85
Régua plástica transparente 30 cm un. 50 1,50 75,00 72,12 2,88
Tesoura grande, aço inox un. 2 20,80 41,60 39,96 1,64
Tesoura média, aço inox, pontas un. 50 10,80 540,00 519,23 20,77
arredondadas
Tinta guache pote gr (6 cores) un. 120 4,70 564,00 542,31 21,69
Tubo de cola quente gr. un. 500 1,10 550,00 528,85 21,15

1.2. Material de proc. de dados 6.900,00 6.634,62 265,38


Cartucho de tinta colorido un. 30 115,00 3.450,00 3.317,31 132,69
HPDeskjet D2360
Cartucho de tinta preto HPDeskjet un. 30 100,00 3.000,00 2.884,62 115,38
D2360
CD RW un. 20 2,50 50,00 48,08 1,92
Toner p/ impressora Brother un. 4 100,00 400,00 384,62 15,38

1.3. Material de copa e cozinha 223,35 214,76 8,59


Copo plástico, desc. 50ml pct. pct 10 2,10 21,00 20,19 0,81
c/100 un.
Copo plástico, desc.180ml pct. pct 30 4,30 129,00 124,04 4,96
c/100 un.
Papel toalha pct c/ 02 un. pct 15 4,89 73,35 70,53 2,82

1.4. Material de limpeza e 803,50 772,60 30,90


produtos de higienização
Álcool gel 70% 500ml un 20 4,90 98,00 94,23 3,77
Flanela un 50 1,50 75,00 72,12 2,88
Vassoura Nylon un 5 7,85 39,25 37,69 1,51
Pá plástico p/ lixo com cabo longo un 5 5,25 26,25 25,24 1,01
Saco de lixo 100L pct c/ 10un pct 50 5,90 295,00 283,65 11,35
Saco de lixo 100L pct c/ 10un pct 50 5,40 270,00 259,62 10,38

2. Outros Serviços de Terceiros 14.130,00 13.586,54 543,46


– Pessoa Física
2.1. Outros Serviços 14.130,00 13.586,54 543,46
Contratação de palestrante para hora/a 15 150,00 2.250,00 2.163,46 86,54
treinamento do grupo de trabalho e ula
para disseminar palestra em Saúde
Ambiental nas quatro
comunidades, sendo uma
hora/aula em cada comunidade –
4horas/aula e 8 horas/aula de
treinamento.
Contratação de um oficineiro para hora/a 54 110,00 5.940,00 5.711,54 228,46
apoio e atuação nas oficinas de ula
material reciclado nas quatro
comunidades, sendo 6 dias - 9
horas/aula, em cada comunidade.
Contratação de três hora/a 54 110,00 5.940,00 5.711,54 228,46

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
artistas/músicos para apoio e ula
atuação na oficina de música a
partir de materiais reciclados nas
quatro comunidades, sendo 6 dias
- 9 horas/aula ,de cada artista.

3. Outros Serviços de Terceiros – 178.526,00 171.659,62 6.866,38


Pessoa Jurídica
3.1. Locação de máquinas e 31.500,00 30.288,46 1.211,54
equipamentos
Locação de tenda 15mx15m tipo diária 2 3.000,00 6.000,00 5.769,23 230,77
circo, com saída para iluminação,
incluindo transporte, montagem e
desmontagem e ART do CREA,
para as atividades dos dias da
abertura e encerramento do evento
Educação em Saúde Ambiental.
(Sendo um tenda para Vila
Esperança, Feixo e uma para a
Alameda David Carneiro)
Locação de 5 tendas 3x3 para diária 5 3.300,00 16.500,00 15.865,39 634,61
integrar as atividades das oficinas
nos eventos de abertura e
encerramento. (diária R$ 660,00)
Locação de tablado 8x8 em diária 5 1.800,00 9.000,00 8.653,85 346,15
madeira com degrau, altura
máxima 0,60 cm, com ART para os
eventos de abertura e
encerramento, e demais dias das
oficinas de fantoches e de música.

3.2. Serviços de comunicação 5.776,00 5.553,85 222,15


em geral
Contratação de empresa para anúncio 48 40,00 1.920,00 1.846,15 73,85
serviço de comunicação via rádio
local sobre a realização e as
atividades dos eventos, sendo
quatro anúncios por dia, em três
dias antecedentes aos quatro
maiores eventos.
Contratação de empresa de anúncio 24 85,00 2.640,00 2.538,46 101,54
publicidade para publicação de
informativo sobre a realização dos
eventos, no jornal local,
quinzenalmente, ao longo do
projeto..
Contratação de empresa para hr 32 38,00 1.216,00 1.169,23 46,77
realizar serviço de sonorização
volante com carro, para divulgação
dos eventos maiores, sendo quatro

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
horas diárias, em cada dois dias
que antecedem os eventos.

3.3. Serviços de áudio, vídeo e 39.380,00 37.865,39 1.514,61


foto
Contratação de empresa para hr 22 150,00 3.300,00 3.173,08 126,92
realizar serviço de filmagem digital
com edição contemplando pelo
menos uma câmera, e entrega de
arquivo digital com duas cópias em
CD, para registro dos quatro
maiores eventos, sendo 3 horas
em cada evento.
Contratação de empresa para hr 20 300,00 6.000,00 5.769,23 230,77
realizar serviço de sonorização
ambiente, incluindo equipamentos
e equipe treinada para instalação e
acompanhamento técnico para a
realização dos eventos, sendo 5
horas diárias em cada evento.
Equipamentos mínimos
necessários: p.a., 1 console 32
canais, 4 amplificadores de
potência, multicabo, periféricos, 3
microfones, pedestais para
microfones.
Contratação de empresa para diária 4 3.520,00 14.080,00 13.538,46 541,54
iluminação dos eventos,
contemplando os equipamentos, a
instalação/desinstalação e o
operador.
Contratação de empresa para un 50 320,00 16.000,00 15.384,62 615,38
produção áudio visual para a
realização de curta metragem, doc-
ficção que apresente de forma
didática o processo de produção,
coleta e destinação correta dos
resíduos sólidos no município da
Lapa. Produção de 50 cópias para
distribuição às escolas municipais,
secretarias, bibliotecas, entre
outros.

3.4. Serviços gráficos e editoriais 101.870,00 97.951,93 3.918,07


Contratação de pessoa jurídica un. 10.000 0,55 5.500,00 5.288,46 211,54
para realizar a elaboração e a
edição, contemplando a arte e
designer e impressão de cartilhas
de Educação em Saúde Ambiental,
direcionada para o público infanto-

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
juvenil sobre água e resíduos, no
formato A4 - 01dobra, 4x4cores, 8
páginas, papel reciclado 115 gr.
Contratação de pessoa jurídica un. 10.000 0,55 5.500,00 5288,46 211,54
para realizar a elaboração e a
edição, contemplando a arte e
designer e impressão de Manual
Prático sobre Saneamento
Ambiental e Cidadania, direcionado
para os moradores do Município,
no formato A4 - 01dobra, 4x4cores,
8 páginas, papel reciclado 115 grs.
Contratação de pessoa jurídica un. 2.000 1,80 3.600,00 3.461,54 138,46
para realizar elaboração
contemplando a arte e designer e
impressão de cartazes sobre água
e resíduos e instruções em saúde
ambiental, modelo A3, 42x59,4cm,
couchê brilho, 115 gramas, 4x0
cores.
Contratação de pessoa jurídica un. 10.000 8,40 84.000,00 80.769,23 3.230,77
para realizar elaboração
contemplando a arte e designer e
impressão de calendários,
educativos em saúde ambiental,
4x4 cores.
Contratação de pessoa jurídica un. 4 255,00 1.020,00 980,77 39,23
para realizar elaboração
contemplando a arte e designer e
impressão de flyers contendo o
calendário das reuniões nas quatro
comunidades, em formato
15x21cm, couchê brilho, 115
gramas, 4x4 cores, kit c/ 2500 un.
3.5. Confecção de Camisetas
Contratação de Pessoa Jurídica un 50 45,00 2.250,00 2.163,46 86,54
para confecção de camisetas em
malha de poli viscose, gola
redonda, com serigrafia para
identificar o grupo de trabalho nas
comunidades.
TOTAL GERAL 208.028,60 200.027,50 8.001,10

2.7 Resultados Esperados

Espera-se com a execução desse projeto encontrar soluções, para os


problemas de saúde ambiental vivenciados pelas comunidades, de maneira

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
que se enquadrem nas dimensões da sustentabilidade, buscando conciliá-las
com a sensibilização, capacitação e despertar da consciência crítica dos
agentes envolvidos.
Pretende-se alcançar este resultado contemplando-se:
 a dimensão cultural por meio da valorização do saber tradicional da
comunidade;
 a dimensão ecológica evidenciando a conservação do meio
ambiente;
 a dimensão ambiental por meio de educação ambiental;
 a dimensão social com o empoderamento e a mobilização social
com vistas a melhoria da qualidade de vida da população;
 a dimensão territorial por meio de estratégias de desenvolvimento
ambientalmente sustentáveis;
 a dimensão política por meio do envolvimento crítico da comunidade
com os problemas de saúde ambiental e sua atuação nas instâncias
participativas da gestão pública, demonstrando sua autonomia como
agentes de controle social.

2.8 Avaliação do Projeto

ATIVIDADES INDICADORES AVALIAÇÃO


6.1.1 Busca de fontes documentais Material levantado Materiais produzidos
em acervos;
6.1.2 Visitas a historiadores e Material levantado e Materiais produzidos e
comunidade; número de visitas registros fotográficos
realizadas
6.1.3 Entrevistas realizadas pelos Qualidade do material Materiais produzidos
próprios atores da Vila
Esperança com a comunidade
do Feixo, local originário da
população tradicional;

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
6.1.4 Gravação das conversas para Qualidade do material Materiais produzidos
posterior transcrição;
2.1.1 Atividades lúdicas, para Número de participantes Registros em diários e
exploração do ambiente local, fotográficos
resultando no levantamento
das necessidades;
2.2.1 Interação e observação do Envolvimento dos Percepção da equipe
grupo; participantes técnica e dos próprios
atores da comunidade
2.3.1 Verificação dos dados obtidos Quantidade de Registros em relatórios
nas duas etapas. necessidades apontadas
3.1.1 Brainstorming (tempestade de Número de participantes e Registros em diários e
ideias) para que se contribuição dos mesmos fotográficos
apresentem possíveis
soluções, sem preocupação
com análises críticas;
3.2.1 Interação e observação do Envolvimento dos Percepção da equipe
grupo; participantes técnica
3.3.1 Verificação dos dados obtidos Quantidade de soluções Registros em relatórios
nas duas etapas. apontadas e análise de
viabilidade preliminar de
implantação
4.1.1 Reflexão destinada à produção Envolvimento dos Percepção da equipe
de sugestões; participantes técnica quanto ao
envolvimento dos atores
sociais
4.1.2 Discussão para levantar as Temas discutidos Descrição das
possibilidades de soluções de possibilidades
problemas; apontadas
4.2.1 Solução de problemas por Conteúdo do material Registros em relatórios
meio de planejamento, produzido pelos atores
execução e avaliação; sobre saúde ambiental
para as ações de
educação ambiental na

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
própria comunidade
4.3.1 Atividades lúdicas e Envolvimento dos Registros em relatórios
orientações pedagógicas participantes e
buscando agregar metodologias utilizadas
conhecimento que possam
contribuir com boas práticas
para a preservação do meio
ambiente e prevenção de
doenças;
4.4.1 Expor possibilidades, de baixo Metodologias utilizadas e Registros em relatórios
custo, visando à solução dos aceitação da comunidade e percepção da equipe
problemas apontados. técnica
5.1.1 Trabalhos de grupo para Metodologias utilizadas e Registros em relatórios
exercitar a capacidade de envolvimento dos e fotográficos e
organização objetivando a participantes percepção da equipe
execução das tarefas. técnica
6.1.1 Interação grupal, com Temas sugeridos e Registros em relatórios
sugestões de tópicos, pautada envolvimento dos e fotográficos e
na educação em saúde. participantes percepção da equipe
técnica
6.1.5 Filmes, teatros, musica, dança Participação e aceitação Registros em relatórios
e artes em geral, a fim de da comunidade e fotográficos e
resgatar a cultura da percepção da equipe
comunidade. técnica

2.9. Equipe Responsável pela Execução do Projeto

- Identificação do Responsável Técnico do Projeto:

a) Nome: ANDERSON LUIZ DE LIMA TEIXEIRA


b) Cargo: DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE SANEAMENTO AMBIENTAL
c) Endereço: RUA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA, N° 563
d) Endereço eletrônico (e-mail): infraestrutura@lapa.pr.gov.br

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
e) Número de Telefone com DDD: (41) 3547-1009
f) Número de Celular com DDD: (41) 8719-0665

- Equipe de execução do Projeto:

GRUPO INTERSETORIAL DE COLABORADORES NAS AÇÕES

Nome Completo Formação Função na Equipe

Agente Ambiental -Prefeitura


Lírio Rebellato Engenheiro Agrônomo
Municipal da Lapa

Lia Marcia Kugerastski de Agente Ambiental -Prefeitura


Engenheira Agrônoma
Souza Marin Municipal da Lapa

Carlos Carvalho de Bernardo Agende de assessoria jurídica


Advogado
de Albuquerque -Prefeitura Municipal da Lapa

Agente Social - Prefeitura


Maria Aparecida Batista Bueno Assistente Social
Municipal da Lapa

Ligia Aparecida Correia Agente de Saúde - Prefeitura


Socióloga e Sanitarista
Cardieri Municipal da Lapa

Agente de Saúde - Prefeitura


Pamela Moreria Weinhardt Enfermeira
Municipal da Lapa

Agente educacional -Prefeitura


Ana Regina Martins Silva Pedagoga
Municipal da Lapa

Agente de Social - Prefeitura


Carin Kleinschmidt Assistente Social
Municipal da Lapa

Agente de Comunicação
Claudio Roberto Pinto Administrador
-Prefeitura Municipal da Lapa

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
EQUIPE TÉCNICA EXECUTORA

Nome Completo Formação Função na Equipe

Sociólogo e Antropólogo –
Mario Sérgio Michaliszyn Mestre em Ciências Sociais e Sociólogo e Antropólogo
Doutor em Antropologia

Química – licenciatura e
bacharelado – Mestre e Especialista em Saúde
Cíntia Maras Ribas de Oliveira
Doutora em Ciências Ambiental
Biológicas

Biólogo – Mestre em
Especialista em Educação
Marcelo Limondt Educação e Doutor em Meio
e Meio Ambiente
Ambiente e Desenvolvimento

Engenheira Civil – Doutora Especialista em


Selma Aparecida Cubas
em Saneamento Ambiental Saneamento

Enfermeira e Engenheira Civil


Especialista em Saúde e
Mirian Desplanches Mercado – Mestranda em Gestão
Saneamento
Ambiental

Engenheiro Ambiental –
Especialista em Educação
Bruno Henrique Schafhauser Mestrando em Gestão
e Gestão Ambiental
Ambiental

Engenheira Civil – Mestranda Especialista em Gestão


Marina Fabricnei Facchin
em Gestão Ambiental Ambiental

Dados Físico-Financeiros

3.1 Cronograma Físico

Período
Meta Etapa Valor
Início Fim

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
1.1 Confecção de 50 camisetas de
malha poli viscose, gola redonda,
com serigrafia para identificar o
2.250,00 Jul/16 Jul/16
grupo de trabalho nas
comunidades

1.2 Treinar a equipe


interdisciplinar que participará na
execução do projeto, com
temáticas relacionadas ao
1.500,00 Ago/16 set/16
saneamento ambiental, técnicas
de comunicação comunitária e
metodologias participativas. (10
horas aulas)
1.3 Elaborar e aplicar um
questionário com questões
1. Realizar e divulgar o
técnicas necessárias para
mapeamento das localidades ***** Set/16 Dez/16
caracterizar as condições de
saneamento ambiental das
localidades.
1.4 Compilar e sistematizar as
informações obtidas (técnicas e da
***** Jan/17 Fev/17
comunidade).

1.5 Divulgar, por meio de cinco


eventos, um em cada uma das
localidades, os resultados obtidos ***** Jun/17 Mar/18
para a sua validação coletiva.

1.6.Implementar mecanismos de
avaliação e relatoria das
***** Jun/17 Mar/18
atividades.

Período
Meta Etapa Valor
Início Fim
2. Executar no período de oito 2.1.Identificar o surgimento de
meses reuniões com lideranças formais e informais em
lideranças formais e informais cada uma das localidades ***** Mai/18 Jan/19
da cidade.
trabalhadas ao longo da
execução do projeto.
2.2 Definir e divulgar um
calendário de reuniões a serem
1.020,00 Mai/18 Mai/18
realizadas ao longo do ano em
cada uma das localidades
2.3 Realizar reuniões com as ***** Mai/18 Jan/19
lideranças identificadas

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
2.4 Promover parcerias entre os
diversos segmentos (social,
empresarial e governamental)
para auxiliar na construção dos
saberes de forma a subsidiar a ***** Mai/18 Jan/19
solução dos problemas
levantados pelos participantes
das reuniões.

2.5 Sistematizar as informações


levantadas. ***** Mai/18 Jan/19

Período
Meta Etapa Valor
Início Fim
3.1 Definir os assuntos Mar/17 Mai/17
prioritários a serem abordados *****

3.2 Contratar palestrantes para a


realização do evento. (cinco
750,00 Mar/17 Mai/17
horas/aulas)
3. Executar na comunidade,
em espaço público, um evento
3.3 Divulgar a data do evento por
sobre Saúde Ambiental
diferentes meios de comunicação
direcionado ao público em
(rádio comunitária, carro de som, 5.776,00 Abr/17 Abr/17
geral.
jornal.

3.4 Operacionalizar a logística


necessária para a execução dos
eventos (local, material de ***** Abr/18 Jun/18
consumo, entre outros).

Período
Meta Etapa Valor
Início Fim
4.1 Operacionalizar a logística
4. Executar na comunidade e necessária para a execução das
escolas municipais oficinas (barracas, estandes,
(principalmente escolas do palco, banheiro químico, som,
54.880,00 Jul/17 Mar/18
interior), oficinas lúdico iluminação, segurança, materiais
didáticas sobre saúde informativos e educativos, entre
ambiental, direcionadas aos outros).
segmentos comunitários
pertinentes. 4.2 Contratar oficineiros e 11.880,00 Jul/17 Mar/18
músicos.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
4.3 Ofertar Oficina de três dias de
fantoches ou brinquedos a partir
3.010,46 Jul/17 Mar/18
de materiais recicláveis

4.4 Ofertar Oficina de três dias de


papel reciclado, a partir da coleta
de material das secretarias e 3.010,46 Jul/17 Mar/18
empresas do município.

4.5. Ofertar uma oficina de três


dias de música a partir de
3.010,46 Jul/17 Mar/18
materiais reclicáveis.

4.6. Ofertar oficina de práticas de


higienização e orientações
3.010,46 Jul/17 Mar/18
preventivas no combate ao
mosquito aeds aegypts e odonto
4.7. Ofertar oficinas de aferição
de pressão arterial e glicemia. 3.010,46 Jul/17 Mar/18
Peso, DST, etc.
4.8 Avaliar e relatar os resultados
***** Jul/17 Mar/18

Período
Meta Etapa Valor
Início Fim
5.1 Elaborar, editorar e imprimir
2.000 cartazes sobre tipos de
resíduos e formas de separação 3.600,00 Ago/16 Abr/19
e saneamento

5.2 Elaborar, editorar e imprimir


10.000 exemplares de cartilha de
5. Confeccionar 5 tipos de
Educação em Saneamento
material educativo e
Ambiental direcionada ao público 5.500,00 Ago/16 Abr/19
informativo sobre as questões
infanto juvenil sobre água e
de saneamento ambiental
resíduos.
levantadas ao longo da
execução das atividades.
5.3 Elaborar, editorar e imprimir
10.000 exemplares de um
Manual Prático sobre
Saneamento Ambiental e 5.500,00 Ago/16 Abr/19
Cidadania direcionado para os
moradores do município.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
5.4 Elaborar, editorar e imprimir
10.000 calendários, educativos 84.000,00 Ago/16 Abr/19
em saúde ambiental.
5.5 Elaborar a produção áudio
visual para a realização de curta
metragem, doc-ficção que
apresente de forma didática o
processo de produção, coleta e
destinação da correta dos
16.000,00 Ago/16 Abr/19
resíduos sólidos no município da
Lapa. Produção de 50 cópias
para distribuição às escolas
municipais, associações,
secretarias, bibliotecas, entre
outros.
5.6 Instalar uma rotina de
distribuição e acompanhamento
da receptividade do material ****** Ago/16 Abr/19
impresso.

Período
Meta Etapa Valor
Início Fim
6.1 Cadastrar as ações
realizadas pelas lideranças e
associações ou entidades
existentes e atuantes nas quatro
comunidades, identificando o
***** Jan/19 Jun/19
que foi realizado, qual o público
beneficiado, período de
6. Divulgar pelo menos quatro realização e resultados
ações representativas alcançados.
realizadas por entidades ou
lideranças detectadas nas 6.2 Realizar na Prefeitura um
localidades trabalhadas ao evento solene de
longo da execução do projeto. reconhecimento às ações
selecionadas a partir do 320,30 Jun/19 Jun/19
cadastro, com a entrega de um
diploma aos líderes.

6.3 Divulgar os premiados na


mídia local ***** Jun/19 Jun/19

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
TOTAL GERAL 208.028,60

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
3.2 Cronograma Físico

Mês 1 Mês 2 Mês 3 Mês 4 Mês 5 Mês 6


Valor FUNASA (R$) 100.013,75 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00
Valor Contrapartida 4.000,55 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00
(R$)

Mês 7 Mês 8 Mês 9 Mês 10 Mês 11 Mês 12


Valor FUNASA (R$) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00
Valor Contrapartida 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00
(R$)

Mês 13 Mês 14 Mês 15 Mês 16 Mês 17 Mês 18


Valor FUNASA (R$) 50.006,87 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00
Valor Contrapartida 2.000,27 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00
(R$)

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
Mês 19 Mês 20 Mês 21 Mês 22 Mês 23 Mês 24
Valor FUNASA (R$) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00
Valor Contrapartida 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00
(R$)

Mês 25 Mês 27 Mês 28 Mês 29 Mês 30 Mês 31


Valor FUNASA (R$) 50.006,87 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00
Valor Contrapartida 2.000,27 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00
(R$)

Mês 32 Mês 33 Mês 34 Mês 35 Mês 36


Valor FUNASA (R$) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00
Valor Contrapartida 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00
(R$)

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
3.3 Plano de Aplicação

Tipo de Despesa Código UNID. Qtde. VALOR


Unitário Total
1. Material de Consumo 3.3.9.0.30 15.372,60
1.1. Material de 3.3.9.0.30.16 7.445,75
expediente
Apagador p/quadro negro un. 1 5,00 5,00
Apontador un. 200 1,10 220,00
Bloco p/ flip chart un. 2 28,50 57,00
Borracha branca média un. 200 0,50 100,00
Caneta esferográfica azul un. 100 1,00 100,00
Caneta pincel atômico azul un. 10 3,20 32,00
Caneta pincel atômico preto un. 10 3,20 32,00
Caneta pincel atômico vermelho un. 10 3,20 32,00
Cartolina fls. 100 0,45 45,00
Clipes p/ papel 6/0 cx. c/500g cx. 4 12,00 48,00
Cola branca líquida 90g un. 100 2,51 251,00
Cola em bastão 20 g un. 20 1,40 28,00
Envelope branco, tamanho ofício un. 100 1,15 115,00
Estilete largo un. 10 2,40 24,00
Eva colorido fls. 50 2,40 120,00
Extrator grampos un. 10 2,95 29,50
Fita adesiva colorida (6 cores) un. 120 0,65 78,00
Fita adesiva transparente un. 20 3,70 74,00
Fita crepe un. 20 4,60 92,00
Flip chart un. 1 117,20 117,20
Giz branco p/quadro negro cx 3 2,25 6,75
Giz de cera cx c/ 12 cores cx. 200 2,40 480,00
Grampeador capacidade 26 fls un. 4 18,20 72,80
Grampos 26/6 cx. c/5000 cx. 8 6,60 52,80
Lápis de cor cx c/ 12 cores cx. 200 5,90 1.180,00
Lápis preto nº 2 un. 200 0,55 110,00
Papel A4 resma 31 19,70 610,70
Papel color set colorido fls. 100 1,00 100,00
Papel fotográfico fls. 250 1,80 450,00
Pasta plástica un. 20 2,80 56,00
Perfurador de papel 20fls. un. 2 18,20 36,40
Pincel médio un. 200 2,90 580,00
Pistola cola quente gr. un. 10 24,00 240,00
Prancheta com fixador de papel un. 10 10,00 100,00
Régua plástica transparente 30 cm un. 50 1,50 75,00
Tesoura grande, aço inox un. 2 20,80 41,60
Tesoura média, aço inox, pontas un. 50 10,80 540,00
arredondadas
Tinta guache pote gr (6 cores) un. 120 4,70 564,00
Tubo de cola quente gr. un. 500 1,10 550,00

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
1.2. Material de proc. de 3.3.9.0.30.17 6.900,00
dados
Cartucho de tinta colorido HPDeskjet un. 30 115,00 3.450,00
D2360
Cartucho de tinta preto HPDeskjet D2360 un. 30 100,00 3.000,00
CD RW un. 20 2,50 50,00
Toner p/ impressora Brother un. 4 100,00 400,00

1.3. Material de copa e 3.3.9.0.30.21 223,35


cozinha
Copo plástico, desc. 50ml pct. c/100 un. pct 10 2,10 21,00
Copo plástico, desc.180ml pct. c/100 un. pct 30 4,30 129,00
Papel toalha pct c/ 02 un. pct 15 4,89 73,35

1.4. Material de limpeza e 3.3.3.9.30.22 803,50


produtos de higienização
Álcool gel 70% 500ml un 20 4,90 98,00
Flanela un 50 1,50 75,00
Vassoura Nylon un 5 7,85 39,25
Pá plástico p/ lixo com cabo longo un 5 5,25 26,25
Saco de lixo 100L pct c/ 10un pct 50 5,90 295,00
Saco de lixo 100L pct c/ 10un pct 50 5,40 270,00

2. Outros Serviços de 3.3.9.0.36 14.130,00


Terceiros – Pessoa Física
2.1. Outros Serviços 3.3.9.0.36.99 14.130,00
Contratação de palestrante para treinamento hora/ 15 150,00 2.250,00
do grupo de trabalho e para disseminar aula
palestra em Saúde Ambiental nas quatro
comunidades, sendo uma hora/aula em cada
comunidade – 4horas/aula e 8 horas/aula de
treinamento.
Contratação de um oficineiro para apoio e hora/ 54 110,00 5.940,00
atuação nas oficinas de material reciclado nas aula
quatro comunidades, sendo 3 dias - 9
horas/aula, em cada comunidade.
Contratação de três artistas/músicos para hora/ 54 110,00 5.940,00
apoio e atuação na oficina de música a partir aula
de materiais reciclados nas quatro
comunidades, sendo 3 dias - 9 horas/aula ,de
cada artista.

3. Outros Serviços de 3.3.9.0.39 178.526,00


Terceiros – Pessoa
Jurídica
3.1. Locação de máquinas 3.3.9.0.39.12 31.500,00

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
e equipamentos
Locação de tenda 15mx15m tipo circo, com diária 2 3.000,00 6.000,00
saída para iluminação, incluindo transporte,
montagem e desmontagem e ART do CREA,
para as atividades dos dias da abertura e
encerramento do evento Educação em Saúde
Ambiental.
Locação de 10 tendas 3x3 para integrar as diária 5 3.300,00 16.500,00
atividades das oficinas nos eventos de
abertura e encerramento. (diária R$ 660,00)
Locação de tablado 8x8 em madeira com diária 5 1.800,00 9.000,00
degrau, altura máxima 0,60 cm, com ART para
os eventos de abertura e encerramento, e
demais dias das oficinas de fantoches e de
música.

3.2. Serviços de 3.3.9.0.39.47 5.776,00


comunicação em geral
Contratação de empresa para serviço de anúnci 48 40,00 1.920,00
comunicação via rádio local sobre a realização o
e as atividades dos eventos, sendo quatro
anúncios por dia, em três dias antecedentes
aos quatro maiores eventos.
Contratação de empresa de publicidade para anúnci 24 85,00 2.640,00
publicação de informativo sobre a realização o
dos eventos, no jornal local, quinzenalmente,
ao longo do projeto..
Contratação de empresa para realizar serviço hr 32 38,00 1.216,00
de sonorização volante com carro, para
divulgação dos eventos maiores, sendo quatro
horas diárias, em cada dois dias que
antecedem os eventos.

3.3. Serviços de áudio, 3.3.9.0.39.59 39.380,00


vídeo e foto
Contratação de empresa para realizar serviço hr 22 150,00 3.300,00
de filmagem digital com edição contemplando
pelo menos uma câmera, e entrega de arquivo
digital com duas cópias em CD, para registro
dos quatro maiores eventos, sendo 3 horas
em cada evento.
Contratação de empresa para realizar serviço hr 20 300,00 6.000,00
de sonorização ambiente, incluindo
equipamentos e equipe treinada para
instalação e acompanhamento técnico para a
realização dos eventos, sendo 5 horas diárias

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
em cada evento. Equipamentos mínimos
necessários: p.a., 1 console 32 canais, 4
amplificadores de potência, multicabo,
periféricos, 3 microfones, pedestais para
microfones.
Contratação de empresa para iluminação dos diária 4 3.520,00 14.080,00
eventos, contemplando os equipamentos, a
instalação/desinstalação e o operador.
Contratação de empresa para produção áudio un 50 320,00 16.000,00
visual para a realização de curta metragem,
doc-ficção que apresente de forma didática o
processo de produção, coleta e destinação
correta dos resíduos sólidos no município da
Lapa. Produção de 50 cópias para distribuição
às escolas municipais, secretarias, bibliotecas,
entre outros.

3.4. Serviços gráficos e 3.3.9.0.39.63 101.870,00


editoriais
Contratação de pessoa jurídica para realizar a un. 10.000 0,55 5.500,00
elaboração e a edição, contemplando a arte e
designer e impressão de cartilhas de
Educação em Saúde Ambiental, direcionada
para o público infanto-juvenil sobre água e
resíduos, no formato A4 - 01dobra, 4x4cores,
8 páginas, papel reciclado 115 gr.
Contratação de pessoa jurídica para realizar a un. 10.000 0,55 5.500,00
elaboração e a edição, contemplando a arte e
designer e impressão de Manual Prático sobre
Saneamento Ambiental e Cidadania,
direcionado para os moradores do Município,
no formato A4 - 01dobra, 4x4cores, 8 páginas,
papel reciclado 115 grs.
Contratação de pessoa jurídica para realizar un. 2.000 1,80 3.600,00
elaboração contemplando a arte e designer e
impressão de cartazes sobre água e resíduos
e instruções em saúde ambiental, modelo A3,
42x59,4cm, couchê brilho, 115 gramas, 4x0
cores.
Contratação de pessoa jurídica para realizar un. 10.000 8,40 84.000,00
elaboração contemplando a arte e designer e
impressão de calendários, educativos em
saúde ambiental, 4x4 cores.
Contratação de pessoa jurídica para realizar un. 4 255,00 1.020,00
elaboração contemplando a arte e designer e

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
impressão de flyers contendo o calendário das
reuniões nas quatro comunidades, em formato
15x21cm, couchê brilho, 115 gramas, 4x4
cores, kit c/ 2500 un.
Contratação de Pessoa Jurídica para un 50 45,00 2.250,00
confecção de camisetas em malha de poli
viscose, gola redonda, com serigrafia para
identificar o grupo de trabalho nas
comunidades.
TOTAL GERAL 208.028,60

Lapa/PR, 07 de abril de 2016.

_____________________________________________________________
Assinatura do Responsável Técnico pelo Projeto

Assinatura do Representante Legal da Entidade Proponente

REFERÊNCIAS

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
ARNDT, L. V.; FELISBINO, R. M.; ROCHA, W. H. Sistema Alternativo de Coleta
e Tratamento de Esgoto Sanitário para Comunidades Rurais: Estudo de Caso:
Comunidade Remanescente Quilombola Vila Esperança – Município da Lapa/PR.
Trabalho de Conclusão de Curso (Engenharia Civil) Universidade Positivo, Curitiba,
2014.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. 1ª. ed. Lisboa-Portugal: Edições 70, 1986.


229 p.

BRASIL. MINISTÉRIO DAS CIDADES. SECRETARIA NACIONAL DE


SANEAMENTO AMBIENTAL E PROGRAMA DE EDUCAÇÃO SOCIAL
AMBIENTAL E MOBILIZAÇÃO SOCIAL EM SANEAMENTO. Caderno
metodológico para ações de educação ambiental e mobilização social em
saneamento. Brasília: MINCID, 2009. 100 p.

BRASIL. FUNDAÇÃO CULTURAL PALMARES. Comunidades Quilombolas.


Disponível em http://www.palmares.gov.br/. Acesso em 20/06/2015.

GESTÃO AMBIENTAL INTEGRADA – Orientações relativas a uma estratégia


temática sobre ambiente urbano, União Europeia, 2009. 25 p.

JØRGENSEN, T. H.; REMMEN, A.; MELLADO, M. D. Integrated Management


systems – three different levels of integration. Denmark, Journal of Cleaner
Production, v. 14, p. 713-722, 2006.

MICHALIZEN, M. S. O calidoscópio e a rede: estratégias e práticas de


prevenção à aids e ao uso indevido de drogas. 229 f. 1999. Tese
(Doutorado em Ciências Sociais) Pontifícia Universidade Católica de São
Paulo, São Paulo, 1999.

PARANÁ. Grupo de Trabalho Clóvis Moura. Comunidades Quilombolas.


Disponível em http://www.gtclovismoura.pr.gov.br/. Acesso em 25/05/2015.

SPHINX Brasil. Soluções para coleta e análise de dados, 2013.

ANEXO I

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES


Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES
Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104
SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES
Rua Nossa Senhora de Fátima, n° 563 – Bairro Estação – Lapa / PR
CEP 83750-000 – Fone (41) 3911-1104

Você também pode gostar