Você está na página 1de 6

NOTA TÉCNICA - NT14

AUXÍLIO EMERGENCIAL – GRUPO CADASTRO ÚNICO PBF – 2º Processamento

SUMÁRIO

1 OBJETIVO

2 INSUMOS

3 CONCLUSÃO

1/6
NOTA TÉCNICA - NT14

AUXÍLIO EMERGENCIAL – GRUPO CADASTRO ÚNICO PBF – 2º Processamento

1 OBJETIVO
Esta Nota Técnica tem o objetivo de descrever os insumos utilizados e resultados alcançados
na geração do arquivo de pessoas e famílias, elegíveis ou não elegíveis, a receber o auxílio
emergencial criado pela Lei 13.982 de 2 de abril de 2020, para o público do cadastro único
que recebe o bolsa família.

2 INSUMOS
Para alcance do objetivo supracitado, foram utilizados os seguintes insumos:
• Bases de Dados
a) Cadastro Único – Referência: 11/04/2020
b) Folha de beneficiários do Bolsa Família – Referência: 04/05/2020
c) CNIS
i) GFIP/eSocial/GPS: Março/2020 – Extraído as informações da GFIP no período
de 16 a 19/04/2020 e do ESOCIAL no período de 17/04/2020 a 21/04/2020.
ii) Benefícios Previdenciários e LOAS: Maciça de Abril/2020
iii) Seguro Desemprego: Dados extraídos em 02/05/2020 para a competência:
Abril/2020
d) SISOBI, SIRC – Referência: 30/04/2020
e) RAIS – Ano 2018
f) SIAPE – Competência: Abril/2020
g) Arquivo do Microempreendedor Individual – MEI da Receita Federal do Brasil –
Competência: Março/2020
h) Arquivo do IRPF 2018 da Receita Federal do Brasil (referência 2018)
i) Mandatos Eletivos do TSE
i) Referência 2014 – Senadores;
ii) Referência 2016 – Prefeitos e Vereadores;
iii) Referência 2018 – Presidente e Vice-Presidente, Deputados Federais, Estaduais
e Distritais e Governadores.
iv) Excluídos para a versão atual os suplentes eleitos, considerados na versão
anterior.
j) DEPEN/MJ – Base de Presidiários – Recebida em 15/04/2020
k) Base de Presidiários de SP (Regime Fechado) – Recebida em 23/04/2020

2/6
NOTA TÉCNICA - NT14

AUXÍLIO EMERGENCIAL – GRUPO CADASTRO ÚNICO PBF – 2º Processamento

l) Base de Defesa - Militares – Recebida em 28/04/2020.


• Regras de Negócio
a) seja maior de 18 (dezoito) anos de idade
i) Idade do Cadastro Único considerando a data de extração no dia 11/04/2020 pelo
campo DT_NASC_PESSOA.
ii) Fórmula igual ou equivalente a:
CAST(MONTHS_BETWEEN( DT_EXTRACAO_DADOS,
P.DT_NASC_PESSOA)/12 AS INT) >= 18, a pessoa passou neste critério de
elegibilidade.
b) não tenha emprego formal ativo
i) Requisito verificado através do CNIS
(1) Se o vínculo empregatício estiver com data de desligamento a pessoa passou
neste critério de elegibilidade.
(2) Se o vínculo empregatício estiver com a data de desligamento vazia e média
da renda dos últimos 3 meses for igual a 0, a pessoa passou neste critério de
elegibilidade.
(3) Se o vínculo empregatício estiver com data de desligamento vazia e média da
renda dos últimos 3 meses for diferente de 0, a pessoa não passou neste
critério de elegibilidade.
c) não seja titular de benefício previdenciário ou assistencial ou beneficiário do seguro-
desemprego ou de programa de transferência de renda federal, ressalvado, nos
termos dos §§ 1º e 2º, o Bolsa Família.
i) Requisito verificado através do CNIS e da Folha de Pagamento do Bolsa Família
(1) Para o Seguro Desemprego, não poderá haver concomitância de pagamento
entre o auxílio emergencial e o Seguro Desemprego.
(a) Se Data prevista da primeira parcela do SD + (quantidade de parcelas *
30) >= data prevista da última parcela do auxílio emergencial, a pessoal
não passou neste critério de elegibilidade.
(2) Para os benefícios previdenciários e LOAS, é feita pesquisa pelo NIT da
pessoa. Caso seja encontrado qualquer benefício ativo vinculado a pessoa,
ela não passará neste critério de elegibilidade.
(3) Para verificar se a pessoa não recebe bolsa família, é pesquisada a família
pela chave composta por código familiar (CO_FAMILIAR_FAM) e NIS
(NU_NIS_PESSOA) na folha de pagamento do PBF. Encontrada a família, é
pesquisada se a pessoa está vinculada a esta família pelo NIS ou CPF. Caso
a pessoa esteja vinculada a uma família PBF, será verificado o direito de
receber o auxílio pelo processo de pagamento do Bolsa Família.

3/6
NOTA TÉCNICA - NT14

AUXÍLIO EMERGENCIAL – GRUPO CADASTRO ÚNICO PBF – 2º Processamento

d) cuja renda familiar mensal per capita seja de até 1/2 (meio) salário-mínimo ou a
renda familiar mensal total seja de até 3 (três) salários mínimos
i) Requisito verificado no Cadastro Único
(1) Fórmula igual ou equivalente: (VL_RENDA_MEDIA_FAM <= 522.5 OU
(VL_RENDA_MEDIA_FAM * QTD_PESSOAS) <= (1045 * 3)) passou neste
critério de elegibilidade.
e) que não esteja na condição de agente público, a ser verificada por meio da
autodeclaração, na forma do disposto no inciso II do caput do art. 5º, sem prejuízo da
verificação em bases oficiais eventualmente disponibilizadas para a empresa pública
federal de processamento de dados responsável.
i) Verificado através da Base do SIAPE, da RAIS 2018, das bases do TSE referente
ao mandato eleitoral e da base do ministério da defesa.
(1) Se a pessoa não for encontrada na RAIS com vínculo ativo nas categorias
30, 31 (servidor efetivo) e 35 (cargo comissionado com remuneração) OU não
for encontrada no SIAPE OU não for encontrada na base de mandatos
eletivos do TSE (2014, 2016 e 2018) OU não foi encontrada na base de
servidores do ministério da defesa, ela passou neste critério de elegibilidade.
f) família monoparental com mulher provedora - grupo familiar chefiado por mulher sem
cônjuge ou companheiro, com pelo menos uma pessoa menor de dezoito anos de
idade
i) Verificado no Cadastro Único
(1) Mulher e Responsável Familiar: CO_SEXO_PESSOA = 2 E
CO_PARENTESCO_RF_PESSOA = 1
(2) Sem cônjuge: A variável CONJUGE é calculada verificando se existe alguma
pessoa na família com CO_PARENTESCO_RF_PESSOA = 2.
(3) Com algum outro membro na família (independentemente da idade e do
parentesco) menor de 18 anos, considerando a variável DT_NASC_PESSOA.
g) no ano de 2018, não tenha recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70
i) Verificado no arquivo de declarações do IRPF 2018
(1) Se a pessoa for encontrada, por CPF, neste arquivo, ela não passou neste
requisito.
h) Intermitente inativo
i) Requisito verificado pelo CNIS
(1) Se a pessoa, consultada pelo CPF, tiver um vínculo empregatício com
contrato de trabalho intermitente cessado, ela passou neste critério de
elegibilidade.

4/6
NOTA TÉCNICA - NT14

AUXÍLIO EMERGENCIAL – GRUPO CADASTRO ÚNICO PBF – 2º Processamento

i) Caso algum integrante da família PBF seja elegível ao recebimento do auxílio


emergencial e o valor deste auxílio seja maior do que o benefício do Bolsa Família,
este familiar receberá o auxílio emergencial independente da elegibilidade dos demais
integrantes
j) O batimento da base do Cadastro Único com a Folha de Pagamentos do PBF será
realizado através do “Código Familiar”.
k) O valor do PBF considerado para verificação, se o pagamento do auxílio emergencial
é mais vantajoso que os benefícios financeiros do PBF, levará em conta o valor total
de benefícios recebidos naquela referência, inclusive parcelas retroativas do PBF
pagas no mês. Para isso, deverá ser somado o campo “vlrtotal” agrupando por código
familiar. Essa regra não será verificada para as famílias do público PBF que já
possuem alguma pessoa com Auxílio Emergencial oriundas de públicos anteriores
(PBF, CAD ou EXTRACAD).
l) Não poderá em nenhuma hipótese ser pago de forma cumulativa o auxílio emergencial,
mesmo que a solicitação seja proveniente de públicos distintos (app, Cadastro Único
não-PBF, e PBF), conforme Art. 5º do Decreto 10.316.
m) As pessoas das famílias do PBF com Auxílio Emergencial oriundas do Público CAD e
EXTRACAD terão o benefício disponibilizado na modalidade que elas já possuíam no
seu público original.
n) Deve ser enviada suspensão para as famílias beneficiárias do PBF que possuam
pessoas elegíveis ao Auxílio Emergencial (dos públicos PBF, CAD e EXTRACAD)
o) Elegível a receber o auxílio emergencial
i) Se a pessoa passou por todos os requisitos de elegibilidade (itens ‘a’ à ‘n’) ela
estará apta a receber o auxílio emergencial.

3 CONCLUSÃO
O universo de famílias constantes na folha de pagamento do Bolsa Família de Maio/2020 é
de 14.281.758, porém por conta da complexidade das regras para tratamento das famílias
que tiveram mudança em sua composição familiar, quando comparadas à folha de pagamento
de Abril/2020, o público foi divido em duas entregas e, nesta primeira entrega estão as famílias
que não tiveram mudança em sua composição familiar, ou seja, que estavam com o mesmo
código familiar, mesmas pessoas com mesmos NITs e CPFs e com o mesmo Responsável
Familiar, totalizando 13.820.526 famílias.
Após o processamento desta 1º entrega, restaram elegíveis ao recebimento do auxílio
emergencial 13.372.346 famílias que foram enviadas a CAIXA no dia 11/05/2020 para
pagamento do auxílio emergencial, subdivididas da seguinte maneira:
• 7.686.708 famílias com 1 (uma) cota de auxílio emergencial, onde:
o 4.973.585 famílias receberam uma cota de R$ 1.200,00 totalizando

5/6
NOTA TÉCNICA - NT14

AUXÍLIO EMERGENCIAL – GRUPO CADASTRO ÚNICO PBF – 2º Processamento

R$ 5.968.302.000,00.
o 2.713.123 famílias receberam uma cota de R$ 600,00 totalizando
R$ 1.627.873.800,00.
• 5.685.638 famílias com 2 (duas) cotas de auxílio emergencial, onde:
o 1.118.779 famílias receberam uma cota de R$ 600,00 e outra cota de
R$ 1.200,00 totalizando R$ 2.013.802.200,00.
o 4.566.859 famílias receberam duas cotas de R$ 600,00 totalizando
R$ 5.480.230.800,00.
O desembolso total para esta 1ª entrega será de R$ 15.090.208.800,00.
Ficaram como inelegíveis ao recebimento do auxílio emergencial 448.180 famílias.
Foram encontradas 3 (três) famílias que estão na folha de maio/2020, porém não foram
encontradas no Cadastro Único (referência 11/04/2020) e que não serão tratadas pela
Dataprev, pois não temos as informações cadastrais necessárias para avaliação destas
famílias. Os códigos famílias destas famílias são: 4718922542, 4858961257 e 4864748527.
315.832 famílias tiveram suas parcelas canceladas ao recebimento do auxílio emergencial
devido ao problema encontrado na FLAG_RGPS onde pessoas que deveriam ser elegíveis
não foram e pessoas que não eram elegíveis e foram. Este problema foi corrigido e as famílias
impactadas serão processadas na 2ª entrega.

Assinado de forma digital por


SAVIO AUGUSTO DO Assinado de FLAVIO
SAVIO NASCIMENTO:77480201753
DN: c=BR, o=ICP-Brasil,
forma digital por
RONISON
RIGAN ANDRE
AUGUSTO DO ou=Autoridade Certificadora
Raiz Brasileira v2, ou=AC CAMPOS SAMPAIO:8408
NASCIMENTO SOLUTI, ou=AC SOLUTI
Multipla, ou=Certificado PF
GONZALEZ:00428 9750300
887783
A3, cn=SAVIO AUGUSTO DO 2020.05.14
:77480201753 NASCIMENTO:77480201753 Dados: 2020.05.14
Dados: 2020.05.14 17:53:27
17:58:11 -03'00' 18:01:11 -03'00'
-03'00'

6/6