Você está na página 1de 172

Bruno Haring Marochi

bhmarochi@gmail.com

Fitoterapia e Plantas
Medicinais
Introdução à Fitoterapia Geral
Preparações Caseiras
• A Fitoterapia popular ou Medicina Popular utiliza
técnicas simples de preparo das ervas medicinais.
Esses métodos foram desenvolvidos e
acumulados como conhecimento passados de
geração em geração.
• Essas preparação não possuem um controle e
precisão dos preparos farmacológicos, contudo
isso não impede que sejam eficazes no
tratamento de diversas afecções simples ou no
auxílio do tratamento principal de diversas
situações que afetam a saúde.
Materiais Básicos
• Balança;
• Frasco para medição de volume;
• Panela adequada às preparações;
• Álcool;
• Coador;
• Mel:
• Liquidificador;
• Peneira;
• Água;
• Macerador;
Preparações para Uso Interno

• São as preparações para ingestão por via oral.

• Infusão;
• Decocção;
• Pó;
• Xarope;
• Garrafada ou Vinho Medicinal;
• Sucos;
Preparações para Uso Externo

• São as preparações utilizadas em aplicações para


uso local;

• Banhos;
• Inalação;
• Compressas;
• Emplastros;
• Unguentos;
• Pó;
Formulações em Fitoterapia

• Qualquer formulação em fitoterapia pode ser


composta por uma erva ou várias.
• No segundo caso, é importante conhecer os
princípios que permitem combinar as ervas;
• A MTC nos fornece dados importantes para
saber como misturar;
• No caso de não ter-se acesso a alguma erva, é
possível fazer a substituição quando do
conhecimento de algumas regras a seguir:
Cuidados nas aquisições de
Plantas Medicinais
• Contatar vários fornecedores de plantas;
• Conferir a qualidade das ervas adquiridas;
• Produção própria de plantas medicinais;
• Ter uma rede de contatos com pessoas que
também trabalhem com fitoterapia;
• Conhecer as plantas e as formas de
apresentação de cada uma delas;
Plantas Medicinais e Ervas
Medicinais
Ocidente Oriente
A OMS refere-se às Quando se fala em
plantas Medicinais como fitoterapia e dietética
espécies vegetais a partir chinesa o termo erva inclui
das quais produtos de os reinos vegetal, mineral e
interesse terapêutico
podem ser obtidos e animal.
usados na espécie humana
como medicamento. (Di
Stasi, 2007)
O livro Matéria Médica
(Shen Nong) traz 365 ervas
*Alguns pesquisadores sendo 252 plantas, 67
discordam dizendo que o animais e 46 minerais. (Lu,
que vale é o uso e tradição
popular das plantas. 1999).
Porque uma Planta Medicinal
Funciona?
• A Planta é um ser vivo fixo, e sua comunicação é
quase que exclusivamente química, por tal motivo,
a produção de diversas substâncias se faz
necessário.

• Tais substâncias podem produzir efeito em todos os


seres vivos, e em alguns casos os efeitos são
terapêuticos. (Di Stasi, 2007)
Diferença entre Fitoterapia e
Medicina Popular/Tradicional
Fitoterapia Medicina Popular/Tradicional

A fitoterapia é uma Segundo a OMS, a


prática que se utiliza de Medicina Tradicional se refere
fitoterápicos como produtos às práticas, abordagens e
terapêuticos de origem crenças que incorporam
vegetal, devidamente produtos de origem vegetal,
avaliados quanto a sua animal e mineral, terapias
eficácia e segurança de uso, espirituais, técnicas manuais e
além de reunir em suas exercícios aplicados
características o controle de isoladamente ou em
qualidade. É diferente de combinação e que visam
prescrever plantas medicinais. tratar, diagnosticar e prevenir
(Di Stasi, 2007) doenças ou manter o bem-
estar. (Di Stasi, 2007)
Fitoterapia Brasileira e Chinesa

Fitoterapia Chinesa Fitoterapia Brasileira

É o uso de plantas
É o uso de ervas (3 (reino vegetal), baseado no
reinos) baseado na conhecimento popular,
dietética, nos princípios da muito vinculado ao
MTC e regulação conhecimento indígena de
energética. As lendas produtos que foram
também fazem parte da experimentados e
cultura de plantas na china classificados popularmente
antiga. (Ginseng) para o tratamento de
determinadas doenças.
Flora Brasileira
Em 2015 uma pesquisa de 7
anos de 575 botânicos
brasileiros foi publicada tendo
catalogadas 46097 espécies;
43% dessas são encontradas
apenas no Brasil;
Em média são 250 novas
espécies descobertas por ano;
Com esses números, o Brasil é
o maior em diversidade de
flora, seguido por China,
Indonésia, México e África do
Sul;

Revista Pesquisa Fapesp 2015


Flora Chinesa

A flora Chinesa é a Segunda


Maior do Mundo tendo
catalogada mais de 30000
espécies;
O uso medicinal das plantas é
histórico trazendo uma
farmacopeia completa;
Suas aplicações baseiam-se nos
princípios da MTC;

Plants of China, Wu Zhengyi et al,2015


Fitoterapia Chinesa e Plantas
Brasileira

Dessa forma, percebe-se que é possível utilizar plantas


brasileiras segundo os princípios da MTC (Yin Yang e 5
elementos):
Existem diversos autores que realizaram essa
classificação;
Tendo a maior flora do mundo, a farmacopeia brasileira
possui ervas já catalogadas na fitoterapia chinesa;
Quando uma planta é exclusiva de território chinês é
possível substituir por outra brasileira;
FITOTERAPIA BRASILEIRA
Preparações mais Comuns

Chás

Refrescos

Xaropes

Tinturas
Preparações
• Chás
• Decocção: cozimento da planta por 15 minutos.
Tampar por 15 minutos para não perder a
essência.
• Infusão: Ferver a água e apagar o fogo. Colocar a
planta e tampar por 15 minutos. Coar e servir.

• Refrescos: Triturar a planta com água e tomar.


(Erva doce para gastrite)

• Xaropes: Misturar um chá com açúcar ou mel e


reduzir a um xarope.

• Tintura: Planta dissolvida em álcool.


Preparações - Medidas

Fonte: Lu, 1999, p.139


VAMOS CONHECER ALGUMAS ERVAS E
SUAS APLICAÇÕES PARA TRATAMENTO
TRATAMETNO DAS PRINCIPAIS
DISFUNÇÕES DAS 5 SUBSTÂNCIAS
VITAIS
Estagnação de Chi
Folha de Pessegueiro
Nome Científico: Prunus Persica
Partes Utilizadas: folha e caroço
Sabor: Amornante, doce e ácido
Propriedades e Indicações: Favorece a circulação de Wei Chi
(energia defensiva), nutre o Chi do fígado e tonifica o sangue,
favorecendo a menstruação. Produz líquidos orgânicos,
umedecendo o IG, dissipa a estagnação de Chi e ativa o Yang.
Doses: De 50 a 200 cm³ ao dia em infusão ou decocção.
De 1 a 6 cm³ de extrato fluido.
Açafrão
Nome Científico: Curcuma longa L.
Partes Utilizadas: Raiz e Rizoma
Sabor: Picante amargo e amornante
Propriedades e Indicações: Tonico Digestivo, colagoga,
carminativa, emenagoga, calmante, hepática, analgésica,
cicatrizante, anticancerígena, antirreumática.
Doses:De 3 a 10g em decocção
De 500mg a 2g em pó
Dificiência de Chi
Angélica
Nome Científico: Angelica Officinalis.
Partes Utilizadas: Raiz e Folhas
Sabor: Doce, amargo, picante, amornante.
Propriedades e Indicações: Raiz como tônico, digestivo e
antiespasmótico, anti-reumático, e emoliente.
Folhas como antigripal e sudorifico, expectorante.
Doses: Raiz: De 5 a 15g em decocção
De 800 a 2500mg em pó
De 20 a 50 gotas em tintura (3x)
Folhas: De 8 a 12g em infusão ou decocção
3 ml de tintura (3x)
Ginseng Brasileiro
Nome Científico: Pfaffia paniculata
Partes Utilizadas: Raiz
Sabor: Doce, amargo e amornante.
Propriedades e Indicações: Como tônico geral para cansaço, fadiga, palidez,
depressão, fadiga mental, estresse.
Como tônico digestivo para anorexia e digestão lenta.
Como anti-diabético na diabetes mellitus.
Como imunoestimulante geral.
Anti-inflamatório e analgésico para dores em geral.
Como Cicatrizante em feridas e úlceras.
Doses: De 3 a 8g por dia misturado em chá ou água (pó)
De 5 a 20g ao dia em decocção.
De 500 a 2000 mg por dia em capsulas.
Estase de Xue
Alcachofra
Nome Científico: Cynara scolymus L.
Partes Utilizadas: Folhas e Raiz
Sabor: Amargo picante e amornante
Propriedades e Indicações: Colerética, colagoga, diurética,
hipotensora, anti-inflamatória, antidiabética, antibiótica,
depurativa, antianêmica, normalizadora de colesterol,
hepatoprotetora, carminativa.
Doses: De 3 a 9g ao dia em decocção ou infusão
Màximo de 5ml de extrato fluido por dia
Máximo de 25ml de tintura por dia
De 250 a 500mg de extrato seco
Insuficiência de Xue
Espirulina
Nome Científico: Spirulina máxima.
Partes Utilizadas: Toda a alga
Sabor: Doce e neutro
Propriedades e Indicações: Tônica, redutora do apetite,
tônica do sangue e cicatrizante.
Doses: Pó de 1 a 3g por dia para suplemento e como
tratamento de 3 a 10g.
Para uso local emplastro de 5%
Perda de Xue (Hemorragia)
Hamamélis
Nome Científico: Hamamelis Virginiana L.
Partes Utilizadas: Folhas e cascas do caule
Sabor: Amago, adstringente e amornante
Propriedades e Indicações: Venotrópica, adstringente,
hemostática, anti-inflamatória, cicatrizante,
reconstrutora de tecidos.
Doses: de 5 a 10g de infusão
Tintura de 20 a 50ml por dia
De 500 a 1500mg ao dia
Insuficiência de Jing
Gergelim
Ginseng
Agitação do Shen
Camomila
Nome Científico: Matricaria Chamomilla L.
Partes Utilizadas: Capítulo Floral.
Sabor: Doce, Amargo e amornante.
Propriedades e Indicações: Estomáquico e carminativo,
antiespasmótico, sedativo, peitoral, antiinflamatório.
Doses: De 3 a 6g, em decocção ou infusão.
De 800 a 2000mg em pó.
De 2 a 6 ml de extrato fluido.
De 30 a 40 gotas de tintura (3x).
*Pode ser tóxica ou irritativa em doses altas ou contínuas.
Melissa (Erva-Cidreira)

Nome Científico: Melissa Officinalis L.


Partes Utilizadas: Sumidades floridas e folhas
Sabor: Doce, Aromático e refrescante.
Propriedades e Indicações: Antiespasmótica, calmante suave, carminativa,
antinevralgica, emenagoga, sudorífica, estomáquica, colerética.
É indicada para palpitações do coração, insônia, nervosismo, dores,
câimbras, cólicas intestinais, debilidade geral, epilepsias, enxaquecas,
espasmos, icterícia, má circulação, paralisia, tosses, falta de apetite, prisão
de ventre. Externamente é usada para lavar feridas, combater o mau
hálito e para banhos revigorantes.
Doses: De 50 a 200 cm³ ao dia em infusão ou decocção.
De 1 a 6 cm³ de extrato fluido.
De 50 a 200cm³ ao dia de xarope.
Valeriana
Nome Científico: Valeriana Officinalis L.
Partes Utilizadas: Rizoma
Sabor: Amargo, Picante e amornante.
Propriedades e Indicações: Como Sedativo, para nervosismo, insônia e
problemas da menopausa.
Como carminativo e antiespasmótico, para plenitude abdominal, gases e
cólica.
Como sedativo e analgésico, para cefaleias tensionais e enxaqueca.
Como analgésico e antirreumático, para dores articulares e contusões.
Doses: De 6 a 15g, em decocção ou infusão.
De 1,5 a 3,5g em pó.
De 700 a 1200mg de extrato seco.
De 30 a 40 gotas de tintura antes de dormir.
Falta de Energia Mental
Angélica
Ginco Biloba
Nome Científico:Ginkgo Biloba L.
Partes Utilizadas: Folhas
Sabor: Doce, Amargo, Adstringente e refrescante
Propriedades e Indicações: Antialérgico, expectorante,
rejuvenescedor, protetor vascular, anti radicais livres.
Doses: De 5 a 10g, em decocção.
De 500 a 1200mg em pó.
De 80 a 240mg de extrato seco.
Excesso de JinYe
Bardana
Nome Científico: Arctium lappa L.
Partes Utilizadas: Raiz
Sabor: Doce, amargo e Refrescante
Propriedades e Indicações: Antitérmica, depurativa,
tônico, adstringente, resolutiva, diurética, anti-séptica,
emoliente, uricosúrica, antibacteriana, litagoga.
Doses: De 10 a 20g por dia em decocção
De 1500 a 3000mg de pó ao dia
De 5 a 20 ml de tintura ao dia
Deficiência de JinYe
Água de Coco
Energia Fresca e Sabor doce/ácido.
Tonifica a Energia Yin e Yang e repõe os JinYe.
A água de coco é fonte de sais mineiras e tem baixo teor de
açúcar, sódio e gordura. Por isso, ela é uma ótima alternativa para
hidratação, principalmente após a atividade física. No verão, uma
pessoa pode perder até dois litros de água por dia na transpiração.
Junto com o suor são eliminados potássio, sódio, magnésio e outros
sais minerais. Tudo isso é encontrado na água de coco.
“A água de coco é um hidroeletrolítico natural. Para pessoas
que são atletas, que querem repor sais minerais, ela tem os sais
necessários. É muito importante para quem faz atividade física acima
de uma hora e precisa repor os sais perdidos”, explica a nutricionista
Elisa Lerch.
Tratamento das Invasões de
Fatores Climáticos Hostis
Frio
Canela
Nome Científico: Cinnamomum zaeylanicum Nees.
Partes Utilizadas: Casca
Sabor: Picante e amornante.
Propriedades e Indicações: Tônico geral e digestivo, afrodisíaco,
antiasmático, hemostático.
Doses: De 1 a 5g, em decocção.
De 0,6 a 2g em pó.
10ml de extrato fluido.
Máximo de 50ml de tintura.

*Abortiva?
Ótimos resultados científicos nas afecções respiratórias.
Gengibre Fresco
Nome Científico: Zingiber officinalis Roscoe
Partes Utilizadas: Rizoma Fresco
Sabor: Picante e amornante. Algum autores dizem que é a
substância mais quente existente.
Propriedade e Indicações: Como sudoríficos para gripes e resfriados.
Como expectorante e antitussígeno com catarro branco.
Como imunoestimulante para aliviar gripes de repetição.
Como digestivo e antiemético para náuseas, vômitos e digestão
lenta.
Como harmonizante para uso de outra ervas.
Para intoxicações alimentares.
Doses: De 2 a 10g em decocção
Tintura de 2 a 10 gotas, duas vezes ao dia.
Calor
Dente de Leão
Nome Científico: Taraxacum officinale web.
Partes Utilizadas: Toda a planta
Sabor: Amargo, doce e frio
Propriedades e Indicações: Antitérmica, antitóxica,
antibacteriana, hepatoprotetora, depurativa, colagoga, anti-
inflamatória, antidiarreica, estomáquica, antidispéptica,
laxativa e resolutiva.
Doses: De 9 a 30g em infusão
de 1000 a 4500mg de pó
de 500 a 2500mg de extrato seco
Melancia
• Energia Fria e Sabor Doce;

• Purifica, eliminando o excesso de calor do Verão.

• Suprime a agitação interna e favorece a diurese.

• Produz Líquidos Orgânicos e reforça o Yin.


Umidade
Bardana
Cabelo de Milho
Nome Científico: Zea mays L.
Partes Utilizadas: Estigmas
Sabor: Doce e neutro
Propriedades e Indicações: Diurética, depurativa,
litagoga, colagoga, hipoglicemiante, anti-
hipertensiva, hepática.
Doses: de 15 a 60g em infusão
de 2 a 4g de pó ao dia.
Secura
Anis Estrelado
Nome Científico: Illicium verum Hook.
Partes Utilizadas: Fruto.
Sabor: Picante, doce e amornante.
Propriedades e Indicações: Como peitoral,
galactagogo, digestivo e carminativo,
antiespasmótico e analgésico.
Doses: De 3 a 6g em decocção.
De 500 a 1500 mg em pó.
No máximo 20ml de tintura.
Vento
Efedra
Nome Científico: Ephedra sinica ou Herbae Ephedrae
Partes Utilizadas: Talos secos
Sabor: Picante, amargo e amornante.
Propriedades e Indicações: Induz a transpiração,
dispersa o frio, supera a asma, promove micação.
Elimina fatores patogênicos externos como vento e
frio.
Doses: de 3 a 6g em decocção por dia
De 30 a 90gotas de tintura por dia.
Tratamento dos Sistemas
Orgânicos
Digestório
Espinheira Santa
Nome Científico: Maytenus ilicifolia Mart.
Partes Utilizadas: Folhas
Sabor: Doce Amargo e neutro.
Propriedades e Indicações: Anticancerígeno em tumores do tubo digestivo.
Como analgésico para dor de estomago e dor visceral.
Como antidispéptica e antiulcerosa em azia, má digestão,gastrite e úlcera.
Como depurativo do sangue em acne, eczema e infecções de pele.
Cicatrizante e anti-infeccioso para uso externo.
Doses: De 4 a 12g ao dia em decocção ou infusão.
Dose máxima diária de 20 ml para extrato fluido.
Dose máxima diária de 200ml de tintura.
Babosa
Nome Científico: Aloe Vera L.
Partes Utilizadas: Suco da Folha concentrado e seco ou em pó.
Sabor: Amargo e frio.
Propriedades e Indicações: Como laxativo e emoliente, digestivo,
refrescante e hepático, anti-hipertensivo, anti-helmintico e
cicatrizante. Bom para pele e cabelos.
Doses: De 300 a 1500mg ao dia, em pó ou decocção
De 70 a 150 mg ao dia, de extrato seco
De 20 a 60 gotas de tintura
Boldo do Chile

Nome Científico: Peumus Boldus Schult.


Partes Utilizadas: Folhas
Sabor: Amargo, picante e amornante
Propriedades e Indicações: Como colagogo e hepatoprotetor,
digestivo, litiase biliar, diurético.
Doses: Doses máximas de:
200ml em infusão a 5%
5ml de extrato fluido
25ml de tintura
* Contra-indicado em hepatites agudas, tóxico em altas doses.
Pode ser irritante par ao estômago.
Circulatório
Alcachofra
Respiratório
Alecrim
Nome Científico: Rosmarinus officinalis L.
Partes Utilizadas: Folhas
Sabor: Picante, Amargo, Aromático e amornante
Propriedades e Indicações: Como tônico Geral para cansaço e fadiga.
Como carminativo e colagogo para digestão lenta, gases e intolerância à
gordura.
Como hepatoprotetor, atiespasmótico.
Como cicatrizante para ulceras cutâneas.
Como analgésico para artrose e artrite.
Como expectorante para tosse com muco espesso.
Doses: De 3 a 10g, em decocção ou infusão.
De 1 a 3g em pó.
De 1 a 5ml de extrato fluido.
Alho
Nome Científico: Alliun Sativum L.
Partes Utilizadas: Bulbo fresco e óleo ou pó.
Sabor: Picante e amornante
Propriedades e Indicações: O bulbo como sudorífico,
febrífugo, tônico digestivo, antidiarreico, redutor de
colesterol e amebicida.
O óleo como vermicida, expectorante e redutor de
colesterol
Doses: Bulbo: De 6 a 15g em decocção e infusão
De 1 a 2g em pó;
Óleo: De 300 a 900mg ao dia (1 a 3 capsulas)
Anis Estrelado
Folha de Eucalipto
Nome Científico: Eucalyptus Globulus Labill.
Partes Utilizadas: Folhas e inflorescências
Sabor: Picante, amargo e refrescante.
Propriedades e Indicações: Febrífugo e antigripal, anti-
séptico, cicatrizante, hipoglicemiante e anti-helmintico.
Doses: De 5 a 12g, em decocção ou infusão.
De 1,5 a 3,5g em pó.
De 700 a 1200mg de extrato seco.
De 5 a 20ml de tintura.
* Inalação de infusão à 5%.
Hortelã
Nome Científico: Mentha piperita L.
Partes Utilizadas: Partes aéreas.
Sabor: Picante, aromático e refrescante.
Propriedades e Indicações: Sudorífica, Antigripal, para febres e gripes.
Anti-inflamatória para olhos e garganta.
Carminativa, eupéptica para difícil digestão, plenitude abdominal e gases. Colagoga,
para intolerância a gordura e boca amarga.
Antiespasmótica para cólicas biliares.
Vermífuga para amebíase e giardíase.
Expectorante para tosse com expectoração amarela.
Doses: De 3 a 6g em decocção ou infusão.
De 300 a 1500mg em pó.
De 2 a 3 gotas de óleo essencial ao dia.
Tintura a 20% de 2 a 10 ml ao dia.
Renal
Cana do Brejo

Nome Científico: Costus epicatus Sw.


Partes Utilizadas: Folhas frescas e hastes novas
Sabor: Doce, suave e refrencante
Propriedades e Indicações: Diurético e litagogo, depurativo
urinário, problemas genito-urinários, dismenorréia e
amenorréia.
Doses: De 20 a 100 cc para decocção, vinhos medicinais e xarope.

*Contra-indicada na gestação, possui flavonóides. Pode ser feito


um refrigerante para muito calor.
Quebra-Pedra
Nome Científico: Phyllanthus niruri L.
Partes Utilizadas: Toda a planta.
Sabor: Amargo e refrescante.
Propriedades e Indicações:Como auxiliar no tratamento da
diabetes.
Contra hepatite B, afecções do fígado, icterícia, moléstias da
bexiga, retenção urinária, como auxiliar na eliminação do
ácido úrico. Ajuda no reumatismo (Gota).
Para cálculos renais, nefrites, hidropsia e prostatite.
Doses: De 9 a 12g em infusão ou decocção por dia.
Extrato Fluido de 1 a 4 ml dia.
De 5 a 20 ml de tintura por dia.
De 500 a 2000mg de pó por dia.
Aparelho genital e Reprodutor
Femininos
Artemísia
Nome Científico: Artemísia Vulgaris L.
Partes Utilizadas: Toda a planta.
Sabor: Amargo e Amornate.
Propriedade e Indicações: Como hemostático em sangramentos
ginecológicos.
Como antirreumático para dor e reumatismo.
Para regular a menstruação e promover a fertilidade.
Para asma como broncodilatador e expectorante.
Como Moxa, anti-inflamatório e analgésico (Santonina)
Doses: 30g para 1L de água em infusão;
10g para 1L de água fervendo. Infusão por 30 minutos.
De 500 a 1500mg de extrato seco por dia.
Uso externo de tinturas e pó.
Sexual
Gergelim
Ginseng
Algumas Doenças Comuns na
Clínica
Aftas
Ruibarbo
Nome Científico: Rheum palmatm L.
Partes Utilizadas: Raíz e Rizoma
Sabor: Amargo e Frio
Propriedades e Indicações: Laxativa, purgativa,
colagoga, depurativa, hemostática, diurética,
antitóxica, cicatrizante, antibacteriana, antisséptica,
antitérmica.
Doses: De 3 a 9g em decocção
De 500 a 1500mg em pó
Pó aplicado diretamente na lesão.
Dente de Leão
Ansiedade
Exemplo de Fórmula para
Ansiedade e Estresse
• Usar 10g de cada erva: Valeriana, Melissa e
Maracujá.

• Colocar em cerca de 100ml de álcool de cereais.

• Deixar descansar de 15 a 20 dias, mexendo o


recipiente todo dia.

• Coar e completar com álcool até obter


novamente 100ml.

• Tomar de 20 a 40 gotas por dia.


Falta de Apetite
Cansaço
Impotência
Ginseng
Azia/Gastrite

Espinheira Santa Erva Doce

Refresco de 1 colher de
sopa da semente com 1
litro de água. Tomar
durante o dia.
Cistite
Pedra nos Rins
CANA DO BREJO QUEBRA-PEDRA
Cólicas Mestruais/Dismenorreia
ARTEMÍSIA ANGÉLICA
Problemas nos Olhos e mucosas
Crisântemo
Nome Científico: Chrysanthemum
leucanthemum L.
Partes Utilizadas: Flores.
Sabor: Doce, picante, amargo e frio.
Propriedades e Indicações: Usado externamente no
tratamento de feridas e úlceras infectadas.
No tratamento de olhos vermelhos é usado
localmente.
Como expectorante e antitussivo em tosse com catarro
purulento.
Como calmante e anti-hipertensivo, para tensão,
cefaleia e hipertensão arterial.
Doses: De 9 a 20g em decocção.
Diarreia
Casca de goiabeira
Nome Científico: Psidium guajava L.
Partes Utilizadas: Casca do caule e folhas jovens.
Sabor: Amargo Adstringente e neutro
Propriedades e Indicações: Antidiarreico, adstringente
e hipoglicemiante.
Doses:
Casca: De 3 a 10g em infusão ou decocção
De 500 a 2500mg de pó

Folhas: De 15 a 30g em infusão ou decocçao


De 10 a 50ml de tintura.
Dor de Cabeça
ANGÉLICA
Dor de Garganta - Cravo + Anis
Cravo
Nome Científico: Syzigium aromaticum L.
Partes Utilizadas: Flor
Sabor: Picante e amornante
Propriedades e Indicações: Antiemético, tonico digestivo,
carminativo, analgésico e afrodisíaco.
Doses: De 1 a 5g ao dia em decocção
De 300 a 1200mg de pó.

*Possui ação protetora do estômago, antibacteriana, antifúngica,


analgésica, anestésica local e antiviral.
Dor de Ouvido
Bulbo de cebolinha

Nome Científico: Allium fistulosum L.


Partes Utilizadas: Bulbo
Sabor: Picante e amornante
Propriedades e Indicações: Suforífico, descongestionante,
expectorante, tônico da circulação e coração. Para dor de
ouvido*
Doses: De 3 g a 12g em infusão e decocção.
Para dor de ouvido (vários bulbos).
Dores em Articulações
Arnica

Nome Científico: Arnica Montana L.


Partes Utilizadas: Flores
Sabor: Amargo, Amornante e tóxico.
Propriedades e Indicações: Uso externo como cicatrizante e
antiflogístico.
Uso interno como tônico do coração e sistema nervoso.
Doses:
Uso Externo: De 5 a 10% em infusão ou decocção; Tintura
diluída a 50% em água ou pó em emplastros.
Uso Interno: De 1 a 3g em decocção ou tintura 10 gotas (3x).
Febre
Dente de Leão
Vômitos
Cravo
Obesidade
Oliveira

Nome Científico: Olea Europaea L.


Partes Utilizadas: Folhas.
Sabor: Não Classificada na dietética chinesa.
Propriedades e Indicações: Têm sido usado desde os tempos antigos com
propósitos medicinais, e novas pesquisas mostram que tem propriedades
antibacterianas, anti-inflamatórias, antioxidantes, colesterol, hipertensão
e radicais livres.
Excelente no emagrecimento.

Doses: 3 colheres/sopa de erva para um litro em infusão.


Considerado 300% mais poderoso que o chá verde , as folhas da árvore
da azeitona possuem quase o quádruplo de potássio, magnésio,
manganês, fósforo, selênio, cobre e zinco.
Constipação
Sene
Nome Científico: Cassia Angustifolia
Partes Utilizadas: Folhas
Sabor : Não classificado na dietética chinesa.
Propriedades e Indicações: Anti-helmíntico, antibilioso, catártico,
diurético febrífugo, laxante, purgante, vermífugo.
É usado para constipação, fissura anal, halitose, hipertensão,
obesidade e vermes.
Doses: 5 a 10 folhinhas para cada xícara de água.

*Cuidado com o uso prolongado ou superdosagem. Máximo de 10


dias de uso e doses baixas pois a efetividade é alta.
Resfriado e Gripe
Canela Anis Gengibre
Hemorroida
Erva de Bicho
Nome Científico: Polyginum hidropiper L.
Partes Utilizadas: Planta inteira
Sabor: Amargo picante e refrescante.
Propriedades e Indicações: Adstringente, estimulante,
diurética, vermicida, anti-hemorroidal, hemostática,
depurativa, vasoconstritora.
Doses: de 6 a 12g em infusão ou decocção
banhos de assento 30m 3x ao dia
de 500 a 1500mg de extrato seco
HAMAMÉLIS
Gota
Tanchagem
Nome Científico: Plantago major L.
Partes Utilizadas: Toda a planta
Sabor: Doce suave e refrescante
Propriedades e Indicações: Diurética, antidiarreica, anti-
inflamatória, uricosúrica, cicatrizante.
Doses: De 9 a 15g em decocção ou infusão
De 900 a 2800mg em pó
de 60 a 100 gotas de tintura
Insônia
Valeriana
Nome Científico: Valeriana Officinalis L.
Partes Utilizadas: Rizoma
Sabor: Amargo, Picante e amornante.
Propriedades e Indicações: Como Sedativo, para nervosismo, insônia e
problemas da menopausa.
Como carminativo e antiespasmótico, para plenitude abdominal, gases
e cólica.
Como sedativo e analgésico, para cefaleias tensionais e enxaqueca.
Como analgésico e antirreumático, para dores articulares e contusões.
Doses: De 6 a 15g, em decocção ou infusão.
De 1,5 a 3,5g em pó.
De 700 a 1200mg de extrato seco.
De 30 a 40 gotas de tintura antes de dormir.
Maracujá
Nome Científico: Passiflora edulis Sims.
Partes Utilizadas: Folhas
Sabor: Doce, ácido e refrescante.
Propriedades e Indicações: Como calmante e sedativo para
nervosismo e insônia.
Como analgésico para nevralgias e dores de cabeça.
Como antiespasmótico para cólicas abdominais e menstruais.
Como broncodilatador para asma

Doses: De 2 a 6g em infusão ou decocção ao dia.


De 500 a 2000mg em pó ao dia.
De 2 a10 ml de tintura ao dia.
De 250 a 750mg de extrato seco ao dia.
Verminose
Semente de Abóbora
Nome Científico:Curcubita Pepo L.
Partes Utilizadas: Sementes
Sabor: doce, suave e neutro
Propriedades e Indicações: Emoliente e vermífugo
Doses: 10 a 50g em decocção
De 3 a 10g de pó ou da própria semente torrada.
Tosse

Vamos Fazer um Xarope?


Ervas de Ações Específicas
Principais Ervas de ação
específica
• Anticancerígena  Açafrão

• Anti-inflamatória  Gengibre

• Antibiótica  Penicilina

• Analgésica  Casca do caroço do abacate

• Anti-tóxica  Alcaçuz
Açafrão
Abacate

Nome Científico: Persea americana Mill.


Partes Utilizadas: A fruta toda. Para dor a casca do caroço
Sabor: Refrescante, doce e ácido
Propriedades e Indicações: Nutre o Chi, estimula o Chi do Fígado, e
dos Rins, harmoniza o tubo digestivo e beneficia a pele.
Doses: Um pedaço do tamanho da polpa do dedo indicador 3x ao
dia.
• Destacam-se suas propriedades anti-inflamatórias, analgésicas, antimicrobianas, diuréticas e
cosméticas, além de atividades imunomoduladora e antitumoral, essas em animais de laboratório
(Alonso, 2004).
• Na França foi desenvolvida uma formulação com as frações insaponificáveis do abacate (Persea
americana) e da soja ( Glycine max), para o tratamento da artrose. Foi baseada na riqueza em
esteróis destas frações e de uma possível relação sobre o metabolismo do cálcio, similar a ação da
vitamina D (Magloire H., 1988 apud Alonso, 2004).
Alcaçuz

Nome Científico: Glycyrrhiza glabra L.


Partes Utilizadas: Raiz e Rizoma
Sabor: Doce, Amargo e Neutro
Propriedades e Indicações: Anti-histamínica, anti-úlcera,
antiinflamatória, antitóxica, emoliente, depurativa,
antitussígena, tônica.
Doses: De 3 a 15g em decocção
De 500 a 1500mg em pó
Penicilina
Nome Científico: Alternanthera brasiliana (L.) Kuntze.
Conhecida como perpétua do Brasil
Partes Utilizadas: Folhas e Flores.
Sabor: Não classificada na dietética.
Propriedades e Indicações: A infusão de suas folhas é considerada diurética, digestiva,
depurativa, sendo empregada para moléstias do fígado e bexiga.
As populações nativas e indígenas das Guianas usam suas folhas como adstringente e
antidiarreica, enquanto que a planta inteira é macerada e usada contra prisão de ventre.¹
A população da região amazônica usa a infusão das flores contra diarreia, inflamação e
tosse, enquanto a decocção das folhas é usada internamente em caso de derrame cerebral.
O banho preparado com as folhas é utilizado para “deslocamento de osso”.
As partes aéreas são empregadas em estados infecciosos do trato respiratório e as flores
contra tosse.
Segundo as comunidades da Ilha de Santa Catarina, é indicado o uso interno do infuso das
folhas em estados gripais. Externamente, é usado para gargarejos em caso de inchaço e
inflamação da boca e da garganta, para lavar feridas e micoses e para corrimento vaginal.

Doses: Uma Colher de sopa para cada litro de água em infusão ou decocção.
Classificação Chinesa das Ervas
Brasileiras
1 – Induzir a transpiração  Alho, 10 – Suprimir a tosse e catarro  Anis
Ephedra; cebolinha Estrelado;
2 – Reduzir o calor excessivo dentro do 11 – Regular a Energia Ginseng,
corpo  Rosa Branca, Dente de Angelica;
Leão; 12 – Regular o Sangue  Alcachofra,
Hamamélis;
3 – Agir contra o reumatismo 
13 – Recobrar a Consciência 
Angélica; Ginseng;
4 – Reduzir sensação de frio dentro do 14 – Reduzir a ansiedade – Valeriana
corpo  Canela, Gengibre; (Calmante do Espirito);
5 – Lubrificar os Sintomas Secos 15 – Cessar Movimentos Involuntários
Babosa;  Capim Limão;
6 – Induzir o Vômito  Muito Tóxicas; 16 – Corrigir Deficiências  Ginseng;
7 – Induzir Movimentos Intestinais  17 – Contrair e Obstruir Movimentos
Sene, Psilium;  Lírio;
8 – Promover Digestão  Espinheira 18 – Expelir ou destruir parasitas 
Semente de Abóbora;
Santa;
19 – Para Úlceras e Tumores 
9 - Reduzir a umidade no corpo  Açafrão;
Bardana; 20 – Para Aplicações Externas...
Ervas de Uso Externo
Babosa
Nome Científico: Aloe Vera L.
Partes Utilizadas: Suco da Folha concentrado e seco ou em
pó.
Sabor: Amargo e frio.
Propriedades e Indicações: Como laxativo e emoliente,
digestivo, refrescante e hepático, anti-hipertensivo, anti-
helmintico e cicatrizante. Bom para pele e cabelos.
Doses: De 300 a 1500mg ao dia, em pó ou decocção
De 70 a 150 mg ao dia, de extrato seco
De 20 a 60 gotas de tintura
Centella Asiática
Nome Científico: Centella Asiática L.
Partes Utilizadas: Planta inteira sem raízes.
Sabor: Picante, Amargo, suave e refrescante.
Propriedades e Indicações: Como tônico geral e reconstituinte para
prevenção de rugas e flacidez.
Como venotrópico, para insuficiência venosa e hemorroidas.
Como cicatrizante para úlceras cutâneas e queimaduras.
Como depurativo e resolutivo para erisipela e infecção cutânea.
Como expectorante para tosse com catarro amarelo.
Como febrífugo para febres e infecções bacterianas.
Doses: De 12 a 30g em decocção ou infusão.
De 500 a 2000mg em pó ao dia.
200 a 500mg de extrato seco ao dia.
Misturar creme hidratante e pó da erva para tratamentos estéticos.
Mel
Indicações: Para Eczemas, ulcerações
na boca,asma e constipação.
Doses: Diluir 40g de mel em água e
Tomar durante o dia.

PRÓPOLIS

Indicações: Considerado uma substância


Que fortalece todo o organismo, sendo antibiótica, analgésica e
antifúngica.
Doses: Cerca de 10 gotas diluídas em meio copo de água, 3 vezes
ao dia.
FITOTERAPIA CHINESA
Fitoterapia Chinesa
• Huang Di (Imperador Amarelo) e Shen Nong (Espírito Agricultor)
• Nei Ching: “É necessário atacar doenças pelo consumo interno de
ervas e também pela aplicação externa de agulhas”.
• Classic of the Agriculture Emperor´s Materia Medica: Lista 365 ervas,
sendo 252 plantas, 67 animais e 46 minerais e 170 doenças que
podem ser tratadas pelas ervas.
• Li Che-tchen: Compêndio desenvolvido com 1.100 ilustrações, e
12.000 fórmulas Pen-ts’ao.
Um grande Farmacêutico
Classificação das Ervas Chinesas
1 – Induzir a transpiração; 10 – Suprimir a tosse e catarro
2 – Reduzir o calor excessivo 11 – Regular a Energia
dentro do corpo; 12 – Regular o Sangue
3 – Agir contra o reumatismo 13 – Recobrar a Consciência
4 – Reduzir sensação de frio 14 – Reduzir a ansiedade
dentro do corpo 15 – Cessar Movimentos
Involuntários
5 – Lubrificar os Sintomas
Secos 16 – Corrigir Deficiências
17 – Contrair e Obstruir
6 – Induzir o Vômito Movimentos
7 – Induzir Movimentos 18 – Expelir ou destruir
Intestinais parasitas
8 – Promover Digestão 19 – Para Úlceras e Tumores
9 - Reduzir a umidade no 20 – Para Aplicações Externas
corpo
Quais são as Preparações?
Sopa: Tang Ji
Pó: San Ji
Glóbulo: Wan Ji
Creme: Gao
Solução Alcoólica: Jiu Ji
Chá: Cha Ji
Pó Instantâneo: Ching Ji
Comprimido: Pian Ji
Fórmulas Magistrais Chinesas

Estrutura Hierárquica das ervas:

1 – Erva Imperador: Encabeça a fórmula;

2 – Erva Ministro: Podem ser mais de uma;

3 – Erva General: Estratégia de ação;

4 – Erva Embaixador: Efeito harmonizante;


Ma Huang Tang

• AÇÕES: Induz sudação para eliminar fatores patogênicos


externos. Dispersa o Qi do Pulmão. Para a asma.
• INDICAÇÕES: Vento-frio do tipo excesso: aversão ao frio,
cefaleia, febre, tosse, dores
generalizadas, dispneia, ausência de sudação, língua com
capa fina e branca, pulso tenso e superficial.

• CONSTITUIÇÃO
Mahuang (Herba Ephedrae) (Ephedra) 9g
Guizhi (Ramulus Cinnamomi) (Canela) 6g
Xingren (Semen Armeniccae Amarum) (Prumus) 6g
Zhigancao (Radix Glycyrrhizae Praeparatae) (Alcaçuz) 3g
Combinação de Ervas
• A Formulação em Fitoterapia exige atenção
a 3 fatores:

• Harmonia entre os 5 sabores

• Harmonia entre as cinco Energias

• Estrutura da Fórmula
Algumas das Fórmulas Magistrais
mais utilizadas na MTC
Du Huo Ji Shen Tang
• Ações na MTC: Dispersa o Vento e Umidade,
move o Qi e revigora o Xue, drena e abre o Jing
Luo, diminui o espasmo e dor, tonifica o Qi, nutre
o Xue, Yin e o Jin e aquece o Rim.

• Indicações Ocidentais: Distúrbios Neurológicos


de parestesia, afasia, paraplegias, hemiplegias,
neuralgias e seqüela pós AVC, reumatismo,
artrose e dor lombar e em membros inferiores
Tian Ma Gou Teng San
• Ações na MTC: Controla o Yang hiperativo do Gan,
controla o vento interno do Gan, purifica o Calor,
circula o Xue, combate as estagnações, alivia as dores e
relaxa os tendões.

• Indicações Ocidentais: Distúrbios Cardiovasculares,


Hipertensão arterial, Enxaqueca, distúrbios
neurológicos (vertigem, AVC e paralisia facial), insônia,
distúrbios de humor, relaxante muscular nas dores
reumáticas, fraqueza dos membros inferiores,
parestesia dos membros e alterações da marcha.
Tian Wan Bu Xin Dan
• Ações na MTC: Tonifica Yin e Xue do Xin, descende e
drena o Calor, Acalma o Shen (Mente), harmoniza o Xin
e o Shen (Rim).

• Indicações Ocidentais: Desgaste mental, insônia,


amnésia, palpitação, Ansiedade, sudorese espontânea,
Taquicardia sinusal, Hipertiroidismo, distúrbios agudos
de memória, distúrbios do sono (terror noturno),
neurastenia, ansiedade noturna, menopausa,
dificuldade em manter o sono.
Ba Jen Tang

• Ações na MTC: Tonifica o Qi e Xue; harmoniza Gan e Pi;


Harmoniza Yin e Wei Qi.

• Indicações Ocidentais: Anemia, convalescença de


doença ou de cirurgia, febricula, fraqueza, falta de
apetite, hipoglicemia, irritabilidade, palidez, palpitação,
pele seca, sede intensa, tontura, cólica menstrual,
oligomenorréia, metrorragia, dor no baixo ventre, dor
lombar após menstruação, TPM.

- Contra indicado na Gestação.


Shao Fu Ju Yi Tang
• Ações na MTC: Circula Xue; combate a
Estagnação de Xue; aquece os Jing Luo; elimina a
dor; combate o Frio Umidade no Baixo ventre.

• Indicações Ocidentais: Amenorréia, cisto


ovariano, infertilidade, dismenorréia,
menstruação irregular, tumor de baixo ventre.

- Contra indicado na Gestação.


Chuan Xiong Cha Tiao San

• Ações na MTC: Dispersa Vento Perverso; Elimina


o Calor; Alivia a dor; Síndromes causadas por
Vento e Frio Exógeno, que se acompanham de
cefaléia;

• Indicações Ocidentais: Distúrbios gripais,


cefaléias em capacete, enxaquecas, sinusites
crônicas.
Li Zhong Tang
• Ações na MTC: esta é a principal fórmula utilizada
para tratar síndrome de frio-deficiente do baço e
do estômago, clinicamente manifestado por:
diarréia aquosa, palidez cutânea, vômito,
sensação de frio e dor abdominal.

• Indicações Ocidentais: Vômitos; Dor abdominal;


Extremidades frias; Palidez cutânea; Diarréia;
Inapetência; Epigastralgia.
Ma Huang Tang

• Ações na MTC: Induz sudação para eliminar


factores patogénicos externos. Dispersa o Qi
do Pulmão. Pára a asma.

• Indicações Ocidentais: Gripe, Resfriado,


aversão ao frio, cefaleia, febre, tosse, dores
generalizadas, dispneia, ausência de sudação
FANG FENG TONG SHENG SAN

• Ações na MTC:Expulsa vento e libera o exterior. Elimina o


calor interno e promove a defecação.
• Indicações Ocidentais: Obesidade. Síndrome de vento-calor
externo com acúmulo de calor interior, aversão severa à
febre alta e frio, tonturas, vertigens, olhos vermelhos e
dolorosos, boca amarga e seca, desconforto na garganta ou
dor de garganta, sensação de distensão e sufocante
sensação no peito e diafragma, tosse, dispnéia, corrimento
nasal e saliva espesso e pegajoso, prisão de ventre, urina de
cor amarela escura ou disúria. Ele também trata abscessos,
feridas, carbúnculo, Chang Feng (vento intestinal),
hemorróidas, erisipela, dermatite, acne e outras condições
caracterizadas pelo calor e toxinas.
Fang Ji Huang Qi Tang
• Ações na MTC: Tonifica o Qi e o Baço,
Promove a diurese, Elimina e dispersa o Vento
Umidade exógeno.
• Indicações Ocidentais: Peso no corpo, edemas
MMII, pele, músculos flácidos, aversão
frio/vento, sudorese espontânea, fraqueza,
extremidades frias, artralgia, obesidade yin.
• Descrição Resumida: Obesidade Yin
REN SHEN YANG HONG WAN

 Ações na MTC: Tonifica o Qi; nutre o sangue; fortalece o


baço e pulmão; nutre o coração; acalma o Shen.
 Indicações Ocidentais: Amnésia; taquicardia; anorexia;
emagrecimento; rosto pálido; insônia; dispnéia aos
pequenos esforços; fadiga; falta de ar; perda de peso;
pele seca; boca e garganta seca; sangramento uterino;
menstruação irregular; tontura; tremores nos membros;
transpiração espontânea; febre e calafrios graves;
debilidade geral; instabilidade mental; suor noturno;
amnesia; diarreia; urina turva; impotência; constipação;
respiração fraca; membros cansados
BAI YI YIN
• Ações na MTC: Tonifica o Yin dos Rins;

• Indicações Ocidentais:Para fortalecer os


cabelos e para eliminar os cabelos brancos.
BAO HE WAN
• Ações na MTC: Aquece o San Jiao Médio.
Movimenta o Chi de BP e E.

• Indicações Ocidentais: Promove a digestão e


elimina a estagnação de alimentos.
JIN GUI SHIN QI WAN
• Ações na MTC: Aquece e nutre o aquecedor
inferior, revigora o yang do rim e tonifica yin e
yang do rim
• Indicações Ocidentais: Casos de impotência,
incontinência urinária, fraqueza lombar, nictúria,
enurese noturna, deficiência do rim devido à
debilidade do fogo do Ming Men (porta vital),
acompanhada de retenção de frio no baço e no
estômago, deficiência de yang do rim e doenças
senis com quadro de deficiência do rim.
SHEN TONG ZHU YU TANG

• Ações na MTC: Drena o calor do sangue e


desobstrui o Xue. Melhora circulação de Chi
nos membros e articulações.

• Indicações Ocidentais: Reumatismo, dores


articulares, dores na coluna.
LI WEI DI HUANG WAN
• Classificação: formula tonificante do Yin.
• Definição: esta é a principal fórmula usada para deficiência de Yin
de Rim e do Fígado acompanhado de ascensão de fogo falso,
clinicamente manifestado por fraqueza nos joelhos e lombar,
tontura, zumbido, hipoacusia, sudorese noturna, espermatorréia,
incontinência urinaria, nicturia, odontalgia, língua e garganta
ressecada.
• Ações: Nutre o Yin do Fígado e do Rim.
• Indicações: Deficiência do Yin com ascensão de pseudo-Fogo.
Deficiência do Yin do Rim e do Fígado.
• Sintomas e Sinais: Fraqueza e dores nos joelhos e lombar,
zumbidos; espermatorréia. Incontinência urinaria; nicturia; Rubor
facial; sudorese noturna; língua e garganta ressecada; calor nos
cincos centros; sede noturna; Tonturas; Odontalgia.
Informações Importantes sobre
o uso de Plantas Medicinais
• Cuidado com a recomendação sem conhecimento;

• Não é porque é natural que não pode fazer mal;

• Atenção com o fornecedor da planta ou do fitoterápico;

• Não recomendar para pessoas vulneráveis como grávidas,


lactantes, extremamente debilitadas ou com intolerância
a substâncias presentes nas ervas.

• Atentar para as normas e leis sobre o tema (Fitoterapia


Chinesa)

• Estudar para conhecer e fazer bem às pessoas.


Cuidados ao se recomendar
Plantas Medicinais
• Não prescrever ervas mornas e quentes para pessoas muito Yang,
hipertensos, ansiosos, com gastrite e outros sintomas de
estagnação;

• Não prescrever ervas frias e frescas para pessoas muito Yin,


Hipotensos, depressivos e outros sintomas de Insuficiência;

• Não prescrever ervas que não se conhecem os efeitos para aquele


quadro clínico;

• Não é porque fez bem para um que funciona. Lembrem-se que a


medicina popular levou séculos para se constituir;
Cuidados ao se recomendar
Plantas Medicinais
• Não misturar muitas ervas pois há pouco conhecimento sobre
interação entre as mesmas;

• Não aumentar a dose quando não obtiver o efeito esperado, pois


pode-se causar intoxicação;

• Perguntar se a pessoa é alérgica a alguma substância e pesquisar


sobre a planta escolhida;

• Observar se a planta indicada não contém alguma substância que


demanda prescrição médica;

• Apresentar certificação e liberação legal para prescrever ou


vender fitoterápicos e plantas medicinais.
Legislação e Prática da Fitoterapia
Tradicional
RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA – RDC No 21, DE 25 DE ABRIL
DE 2014
RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA - RDC N° 152, DE 26 DE ABRIL
DE 2017
Dispõe sobre a fabricação e comercialização de produtos da Medicina
Tradicional Chinesa (MTC)
Art. 2o Para fins dessa norma, são considerados produtos da Medicina
Tradicional Chinesa as formulações obtidas a partir de matérias-primas
de origem vegetal, mineral e cogumelos (fungos macroscópicos) de
acordo com as técnicas da MTC e integrantes da Farmacopeia Chinesa.
Parágrafo único. É proibida a utilização de matérias-primas de origem
animal nas formulações a serem comercializadas no País;
Art. 6o Os produtos passíveis de comércio como MTC são de venda
restrita à prescrição por profissional habilitado.
OBRIGADO PELA ATENÇÃO

Xiè Xiè

Bruno Haring Marochi


Psicólogo e Acupunturista

bhmarochi@gmail.com
Referências
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ACUPUNTURA. Noções e Fitoterapia Chinesa.
Apostila, Londrina, 2012.
BOTSARIS, A. Fórmulas Mágicas: Como Utilizar e combinar PLANTAS para o
tratamento de doenças simples. 4. Ed. Nova Era, 2006.
CORDEIRO, A. T.; CORDEIRO, R. C. Acupuntura: Elementos Básicos. 4. Ed.
São Paulo: Polis, 2009.
CORDEIRO, A. T. Acupuntura e...Teosofia, Filosofia Chinesa, Cinco
Elementos, Tai-Chi-Chuan, Psiquismo, Homeopatia, I King, Macrobiótica,
Astrologia Chinesa. São Paulo: Ensaio, 1994.
CURVO, J. A dieta do Yin e do Yang para gordos, magros e instáveis. Rio de
Janeiro, Rocco, 1998.
DI STASI, L. C. Plantas Medicinais verdades e mentiras: o que os usuários e
os profissionais de saúde precisam saber. Unesp, 2007.
HIRSH, S. Manual do Herói ou a Filosofia Chinesa na cozinha. Correcotia,
2012.
LU, H. C. Curas Herbais Chinesas. Roca, 1999.
PINHEIRO, A. B. V. Comer com Sabedoria: o alimento segundo a Medicina
Tradicional Chinesa. Nova Era, 2009.
WU ZHENGYI et al; Plants of China: A Companion to the Flora of China,
Cambridge University Press; 1 edition, 2015.
http://revistapesquisa.fapesp.br/2016/03/21/a-maior-diversidade-de-
plantas-do-mundo/