Você está na página 1de 1

Os

 Valores:  Análise  da  Experiência  Valorativa  


 

A QUESTÃO DOS CRITÉRIOS VALORATIVOS:


SERÁ QUE OS VALORES SÃO OBJECTIVOS?

NÃO SIM
SUBJECTIVISMO MORAL OBJECTIVISMO MORAL

- O valor de verdade dos juízos de valor depende -­‐ O valor de verdade dos juízos de valor não
unicamente da perspectiva do sujeito (preferências, depende da perspectiva do sujeito que avalia.
inclinações pessoais). -­‐ Há valores absolutos, de carácter imperativo e
- Há factos morais, mas este são subjectivos, uma universal (impondo-se a toda a humanidade) que
vez que dizem apenas respeito aos sentimentos de ultrapassam critérios de sensibilidade subjectivas
aprovação ou reprovação de cada pessoa («a cada e de intemporalidade.
um a sua verdade»). - «X é moralmente correcto» significa que «X possui o
- «X é moralmente correcto» significa que «Eu aprovo carácter imperativo e universal de moralmente
X»; «X é moralmente errado» significa «Eu reprovo». correcto»; «X não é moralmente correcto» significa o
contrário.

- Os valores são relativos pois dependem das - Os valores são autónomos e objectivos – não
percepções e apreciações de cada sujeito. dependem do sujeito e das circunstâncias.
- O subjectivismo promove a tolerância, mas retira o - São exemplo desses valores, aqueles que assumem
sentido ao debate racional sobre questões morais. relevo para toda a humanidade, sendo
- consensualmente reconhecida a sua universalidade: a
Felicidade, a Liberdade, a Justiça, o Bem, etc.
Prof.ª Joana Inês Pontes .