Você está na página 1de 13

Edital AFRF

• ECONOMIA E FINANÇAS PÚBLICAS: Economia: 1. Introdução à Macroeconomia. Conceitos


Macroeconômicos Básicos. Identidades Macroeconômicas fundamentais. Formas de
mensuração do Produto e da Renda Nacional. O produto nominal x o produto real. Números
índices. O Sistema de contas nacionais. Contas nacionais no Brasil. Noções sobre o balanço de
pagamentos. As contas do sistema financeiro e o multiplicador bancário. 2. Macroeconomia
keynesiana. Hipóteses básicas da macroeconomia keynesiana. As funções consumo e
poupança. Determinação da renda de equilíbrio. O multiplicador keynesiano. Os

Introdução à Macroeconomia determinantes do investimento. 3. O modelo IS-LM. O Equilíbrio no Mercado de Bens. A


demanda por Moeda e o Equilíbrio no Mercado Monetário. O equilíbrio no modelo IS/LM.
Políticas econômicas no Modelo IS/LM. Expectativas no modelo IS/LM. 4. Modelo de oferta e
demanda agregada, inflação e desemprego. A função demanda agregada. As funções de oferta
agregada de curto e longo prazo. Efeitos da política monetária e fiscal no curto e longo prazo.
Choques de oferta. Inflação e Emprego. Determinação do Nível de Preços. Introdução às
Eu Vou Passar Teorias da Inflação. A curva de Phillips. A Rigidez dos reajustes de preços e salários. A Teoria da
Inflação Inercial e a análise da Experiência Brasileira Recente no combate à inflação. 5.
AULA 01 Macroeconomia aberta. Estrutura do balanço de pagamentos. Regimes Cambiais. Crises
Cambiais. O Modelo IS/LM numa economia aberta. Política monetária e fiscal numa economia
aberta. Política Cambial no Plano Real. 6. Crescimento de longo prazo: O modelo de Solow. O
papel da poupança, do crescimento populacional e das inovações tecnológicas sobre o
crescimento. "A regra de ouro". 7. A economia intertemporal. O consumo e o investimento
num modelo de escolha intertemporal. A restrição orçamentária intertemporal das famílias. A
restrição orçamentária intertemporal do governo e a equivalência ricardiana. A restrição
orçamentária intertemporal de uma nação e o endividamento externo.

Edital BACEN
ECONOMIA: Macroeconomia: 1. Contas nacionais; agregados
monetários, criação e destruição de moeda e multiplicador
monetário; balanço de pagamentos. 2. Principais modelos
macroeconômicos: modelo clássico, modelo keynesiano,
política anticíclica de curto prazo. 3. A economia no longo O que é Macroeconomia?
prazo: produto potencial e produto efetivo. 4. Crescimento
econômico. Poupança, investimento e o papel do sistema
financeiro. 5. Objetivos e instrumentos de política monetária,
regime de metas para a inflação. 6. Política fiscal e seus
instrumentos. 7. Modelos de determinação da renda em
economias fechada e aberta. 8. Regimes cambiais e taxa de
câmbio de equilíbrio. Termos de troca. 9. Curva de Phillips,
expectativas racionais e inflação.

Agregados

1
Agentes Econômicos
• Famílias
• Empresas
• Governo O fluxo circular da riqueza
• Resto do Mundo

O fluxo circular da riqueza


expandido

2
Agregados Macroeconômicos

O PiB é o valor de mercado de todos os bens e


serviços finais produzidos em um país em um
dado período de tempo. Os 30 maiores PIBs do Planeta

3
4
5
6
7
E em relação ao Brasil?

8
Questão de Concurso A associação correta é:
(Cesgranrio, SECAD/TO, Economista, 2005) Associe os conceitos
(A) I - N; II - O; III - P
abaixo às suas respectivas definições, apresentadas a seguir.
(B) I - N; II - O; IV - P
I - PIB - Produto Interno Bruto.
(C) I - O; III - N; IV - P
II - PNB - Produto Nacional Bruto.
(D) I - P; III - N; IV - O
III - PIB Nominal.
(E) II - N; III - O; IV – P
IV - PIB Real.

(N) É o total da produção de bens e serviços da economia avaliado


a preços correntes.
(O) O valor de mercado de todos os bens e serviços finais
produzidos em um país em dado período de tempo.
(P) É o total da produção de bens e serviços da economia avaliado
a preços constantes - sem influência das variações dos preços.

Questão de Concurso (C) O Produto Interno Bruto (PIB) é o valor de mercado


de todos os bens e serviços finais, produzidos em um
(Cesgranrio, Prefeitura Municipal de Manaus, país, em dado período de tempo.
Economista, 2005) A respeito de conceitos relativos à
Renda Nacional, identifique a única afirmativa (D) O Produto Interno Bruto real (PIB real) é a medida
INCORRETA. que expressa a quantidade de bens e serviços
produzidos pela economia sem a influência das
(A) O Produto Nacional Bruto (PNB) é o valor da variações nos preços desses bens e serviços –
produção de todos os residentes permanentes de uma produção de bens e serviços avaliada a preços
nação. constantes.
(B) O Produto Interno Bruto (PIB) mede (E) Como elemento do Produto Interno Bruto (PIB),
simultaneamente: a renda total gerada na economia e pode-se destacar o consumo (C), que corresponde às
a despesa total com os bens e serviços produzidos na despesas com bens e serviços feitos pelos governos
economia. federal, estadual e local.

O PIB Nominal é avaliado em termos


monetários, levando em conta o preço de
PIB Real x PIB Nominal cada bem, no período em que esse bem foi
produzido. Todavia, ano a ano, o produto
nacional pode variar ou devido a aumento de
preços, ou devido a um aumento na
quantidade bens, ou a ambos.

9
Deflator do PIB ou
Deflator Implícito dos Preços
O PIB Real é avaliado em termos reais, e Ano PIB Deflator do PIB
Nominal Real Índice Variação (%)
também é definido como PIB a preços 1 35 35 1,00 -
constantes, pois é utilizado para se fazer 2 52,4 41 1,27 27,8

uma comparação de desempenho, sem a


influência da variação de preços ocorrida • Índice real = Índice nominal / índice de preços
entre os anos.

• PIB Per Capita = PIB real / População

– No caso Brasileiro:
Produto Real x Produto per Capita • PIB Real de aproximadamente US$ 3 trilhões
• População de aproximadamente 190 milhões
de habitantes
–PIB per capital = 2.400.000.000.000 /
190.000.000
»PIB per capita mensal ≈ R$ 1.894,74
• Para uma família com 4 pessoas:
• Renda familiar ≈ R$ 7.578,95

O Produto Potencial é o valor do produto que


resultaria da utilização de todos os recursos
de que uma economia dispõe. Esses recursos
Produto Efetivo x Produto Potencial são a sua população economicamente ativa,
o estoque de todo o seu capital, os recursos
naturais, etc.

Ligado a questões de longo prazo

10
Computadores

O Produto Efetivo é o valor do produto que 3000


resulta da efetiva utilização de recursos da 2200
economia, que pode ser realizada no todo ou 2000
em partes.
1000

Ligado a questões de curto prazo 300 Automóveis


600 700 1000
Figura 1 – Curv a de Possibilidades de Produção
A curv a de possibilidade de produç ão mostra o quanto, no máximo, poderá ser produzido se todos os fatores
disponív eis na economia forem utilizados.

Hiato do Produto Ciclos Econômicos


• Produto Potencial – Produto Efetivo • Recessão: Produção cai por dois trimestres
– Desemprego dos recursos consecutivos.
• Depressão: Aprofundamento da recessão.
• Recuperação: Comparado com níveis
imediatamente anteriores.
• Prosperidade: aumento das taxas de
crescimento do produto e do emprego

PNB = PIB + RLRE

PIB x PNB ou

PNB = PIB – RLEE

11
Questão de Concurso
(Cesgranrio, SECAD/TO, Economista, 2005) Associe os conceitos
abaixo às suas respectivas definições, apresentadas a seguir. A associação correta é:
I - PIB - Produto Interno Bruto. (A) I - N; II - O; III - P
II - PNB - Produto Nacional Bruto. (B) I - N; II - O; IV - P
III - PIB Nominal. (C) I - O; III - N; IV - P
IV - PIB Real. (D) I - P; III - N; IV - O
(E) II - N; III - O; IV – P
(N) É o total da produção de bens e serviços da economia
avaliado a preços correntes.
(O) O valor de mercado de todos os bens e serviços finais
produzidos em um país em dado período de tempo.
(P) É o total da produção de bens e serviços da economia
avaliado a preços constantes - sem influência das variações
dos preços.

Questão de Concurso Questão de Concurso


(Cesgranrio, Prefeitura Municipal de Manaus, Economista, (D) O Produto Interno Bruto real (PIB real) é a medida que
2005) A respeito de conceitos relativos à Renda Nacional, expressa a quantidade de bens e serviços produzidos pela
identifique a única afirmativa INCORRETA. economia sem a influência das variações nos preços desses
bens e serviços – produção de bens e serviços avaliada a
(A) O Produto Nacional Bruto (PNB) é o valor da produção de preços constantes.
todos os residentes permanentes de uma nação.

(B) O Produto Interno Bruto (PIB) mede simultaneamente: a (E) Como elemento do Produto Interno Bruto (PIB), pode-se
renda total gerada na economia e a despesa total com os bens destacar o consumo (C), que corresponde às despesas com
e serviços produzidos na economia. bens e serviços feitos pelos governos federal, estadual e local.

(C) O Produto Interno Bruto (PIB) é o valor de mercado de


todos os bens e serviços finais, produzidos em um país, em
dado período de tempo.

Ótica do Produto PIB = Valor da produção – valor dos


consumos intermediários
PIB = RIB = DIB
Ótica da Renda RIB = Soma das remunerações aos
fatores de produão

Ótica da despesa DIB = Soma dos gastos finais na


economia em bens e serviços,
nacionais e importados.

12
O valor adicionado Questão de Concurso
(Esaf – AFPS-2002) Considere uma economia hipotética que só produza
• Valor adicionado = um bem final: pão. Suponha as seguintes atividades e transações em um
determinado período de tempo: o setor S produziu sementes no valor de
• consumo final – somatório dos consumos $ 200 e vendeu para o setor T; o setor T produziu trigo no valor de $1.500
e vendeu uma parcela equivalente a $ 1.000 para o setor F e estocou o
intermediários restante; o setor F produziu farinha no valor de $ 1.300; o setor P produziu
pães no valor de $ 1.600 e vendeu aos consumidores finais. Com base
nessas informações, o produto agregado dessa economia foi, no período,
de:

a) $ 1.600
b) $ 2.100
c) $ 3.000
d) $ 4.600
e) $ 3.600

A renda A Despesa
• A renda é definida como o somatório das • Despesa global =
remunerações de todos os fatores de – Consumo das famílias
produção. – Investimento fixo
– Salários + juros + aluguéis + Royalties + lucros – Investimento em estoques
– Consumo do Governo
– Exportações
• Relação com o PIB
– Despesa Interna = Despesa Global - Importações

13