Você está na página 1de 19

Aula 08

Passo Estratégico de Direito


Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor
Fiscal) - Cebraspe

Autores:
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08

15 de Junho de 2020

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08

ESTADO, GOVERNO E ADMINISTRAÇÃO


Sumário

ANÁLISE ESTATÍSTICA ........................................................................................................................ 1

ROTEIRO DE REVISÃO E PONTOS DO ASSUNTO QUE MERECEM DESTAQUE ............................................ 2

QUESTÕES ESTRATÉGICAS .................................................................................................................. 3

QUESTIONÁRIO DE REVISÃO E APERFEIÇOAMENTO ............................................................................. 8

Perguntas ....................................................................................................................................... 8
279835
Perguntas com respostas ................................................................................................................. 8

LISTA DE QUESTÕES ESTRATÉGICAS ................................................................................................. 15

Gabarito...................................................................................................................................... 17

Referências Bibliográficas .............................................................................................................. 18

ANÁLISE ESTATÍSTICA
Inicialmente, convém destacar os percentuais de incidência de todos os assuntos previstos no
nosso curso – quanto maior o percentual de cobrança de um dado assunto, maior sua
importância:

Grau de incidência em
concursos similares
Assunto
Cebraspe
Organização Administrativa 27,08%
Atos Administrativos 27,08%
Poderes e Deveres da Administração 16,67%
Improbidade Administrativa
(Lei 8.429/1992) 14,58%
Princípios Básicos da Administração Pública 6,25%
Regime Jurídico Administrativo 4,17%
Entidades Paraestatais e Terceiro Setor 2,08%

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
1

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

Responsabilidade Civil do Estado 2,08%

ROTEIRO DE REVISÃO E PONTOS DO ASSUNTO QUE MERECEM


DESTAQUE

Para revisar e ficar bem preparado no assunto, você precisa, basicamente, seguir os passos a
seguir:

Conceito de administração pública sob os aspectos orgânico, formal e material.

Sistemas Administrativos.

 Os conceitos de Administração Pública em sentido amplo e estrito, tanto no sentido


subjetivo quanto no objetivo, bem como a diferença entre eles;
 As características da função administrativa;
 As atividades típicas da função administrativa;
 O que é um sistema administrativo, quais são as espécies existentes, suas principais
características e qual deles é o adotado no Brasil por força do previsto no art. 5º, inciso XXXV da
CF/88.
 As hipóteses em que se faz necessário o esgotamento da via administrativa ou pelo menos
sua utilização inicial para que seja possível a busca pela tutela do Poder Judiciário: CF/88, art.
217, §§ 1º e 2º (Justiça Desportiva); Lei 9.507/97, art. 8º (necessidade de prévia recusa de
informações para impetração de habeas data); Lei 11.417/2006, art. 7º, §1º(reclamação em caso
de afronta a sumula vinculante); Lei 12.016/2009, art. 5º, inciso I (mandado de segurança contra
ato do qual caiba recurso administrativo com efeito suspensivo); e STF - RE 631.240 (necessidade
de prévio requerimento administrativo como condição para se postular judicialmente a
concessão de benefício previdenciário).

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
2

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

QUESTÕES ESTRATÉGICAS

1. (Cespe/2013/DEPEN) Tendo em vista que o Estado desempenha três funções básicas:


administrar, legislar e julgar, julgue o item seguinte, relativo à função administrativa do
Estado e aos atos administrativos.
A função administrativa, ou executiva, é exercida privativamente pelo Poder Executivo.

Comentários

GABARITO: errado.

O Poder Executivo possui a função típica de administração, mas os demais Poderes também
exercem essa função, ainda que atipicamente.

2. (CESPE/2013/TJDFT/AJAJ) No que se refere ao conceito de administração pública e à


classificação dos órgãos públicos, julgue o item seguinte.
Administração pública em sentido orgânico designa os entes que exercem as funções
administrativas, compreendendo as pessoas jurídicas, os órgãos e os agentes incumbidos dessas
funções.

Comentários

GABARITO: certo.

O sentido orgânico de administração pública refere-se aos órgãos, às pessoas e aos agentes,
todos aqueles que exercem a atividade administrativa.

3. (Cespe/2008/TCU/Auditor Federal de Controle Externo) Com a Constituição de 1988, o


TCU teve a sua jurisdição e competência substancialmente ampliadas. Recebeu poderes
para, no auxílio ao Congresso Nacional, exercer a fiscalização contábil, financeira,
orçamentária, operacional e patrimonial da União e das entidades da administração direta e
indireta, quanto à legalidade, à legitimidade e à economicidade, e a fiscalização da
aplicação das subvenções e da renúncia de receitas. Qualquer pessoa física ou jurídica,

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
3

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

pública ou privada, que utilize, arrecade, guarde, gerencie ou administre dinheiros, bens e
valores públicos ou pelos quais a União responda, ou que, em nome desta, assuma
obrigações de natureza pecuniária tem o dever de prestar contas ao TCU.

Internet: <www2.tcu.gov.br> (com adaptações).


Tendo o texto acima como referência inicial, julgue os itens que se seguem, relativos ao
enquadramento constitucional do TCU.
A possibilidade de um tribunal de contas, de natureza político-administrativa, julgar as contas de
pessoas estranhas ao Estado serve como exemplo do conceito de direito administrativo sob um
critério meramente subjetivo de administração pública.

Comentários

GABARITO: errado.

O critério subjetivo diz respeito às pessoas que executam a atividade. Já o critério objetivo, ao
próprio objeto, à natureza da atividade exercida.

Na assertiva, ao falar-se na possibilidade de julgamento de contas por parte de um tribunal de


contas, aborda-se tanto um critério objetivo (julgamento de contas), quanto um subjetivo
(tribunal de contas, um órgão político-administrativo).

4. (CESPE/2002/AGU/Procurador Federal) Com relação a institutos básicos do direito


administrativo, julgue o item abaixo.
O Estado e o administrado comparecem, em regra, em posição de igualdade nas relações
jurídicas entre si.

Comentários

GABARITO: errado.

O Estado e o administrado não comparecem, em regra, em posição de igualdade nas relações


jurídicas entre si: geralmente o Estado fica numa posição superior em relação ao particular, em
decorrência dos princípios da supremacia do interesse público e da indisponibilidade do
interesse público.

5. (CESPE/2017/TRE-BA) Com respeito à organização administrativa da administração pública,


assinale a opção correta.
a) O Poder Executivo, além da sua função administrativa típica, pratica atos no exercício da
função jurisdicional quando aplica penalidades administrativas aos servidores.

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
4

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

b) A legislação infraconstitucional pode autorizar que os poderes da União desempenhem


funções atípicas, prestigiando o sistema de freios e contrapesos estabelecido pela Constituição
Federal de 1988.
c) No regime federativo nacional, todos os componentes da federação materializam o Estado,
cada um deles atuando dentro dos seus limites de competência traçados por lei complementar.
d) O Poder Legislativo, além da função normativa própria, exerce a função administrativa quando
processa e julga o presidente da República nos crimes de responsabilidade.
e) O Poder Judiciário, além de sua função jurisdicional típica, pratica atos no exercício de função
normativa, como na elaboração dos regimentos internos dos tribunais.

Comentários

GABARITO: LETRA E.

Alternativa A: ERRADA.

A banca segue o entendimento de José dos Santos Carvalho Filho, que defende que o Poder
Executivo NÃO exerce a função jurisdicional.

Alternativa B: ERRADA.

A legislação infraconstitucional NÃO pode autorizar que os poderes da União desempenhem


funções atípicas. A autorização para o desempenho dessas funções é da Constituição Federal.

Alternativa C: ERRADA.

Os limites de competência são traçados pela Carta Maior e NÃO por lei complementar, como foi
afirmado.

Alternativa D: ERRADA.

O Poder Legislativo, além da função normativa própria, exerce a função JUDICANTE quando
processa e julga o presidente da República nos crimes de responsabilidade.

Alternativa E: CORRETA.

Os três poderes exercem funções típicas e atípicas, e é correto afirmarmos que o Poder
Judiciário exerce função atípica legislativa quando elabora os regimentos internos dos tribunais,
logo, é a nossa assertiva correta.

6. (CESPE/2017/ TRF 1ª Região) No que diz respeito a organização administrativa, julgue o


item que se segue.

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
5

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

A administração pública, em seu sentido subjetivo, compreende o conjunto de agentes, órgãos e


pessoas jurídicas incumbidos de executar as atividades administrativas, distinguindo-se de seu
sentido objetivo, que se relaciona ao exercício da própria atividade administrativa.

Comentários

GABARITO: CORRETA.

A afirmativa está correta, conforme no ensina o professor José dos Santos Carvalho Filho,
vejamos:

(...)a expressão pode também significar o conjunto de agentes, órgãos e pessoas


jurídicas que tenham a incumbência de executar as atividades administrativas.
Toma-se aqui em consideração o sujeito da função administrativa, ou seja, quem
a exerce de fato.

7. (CESPE/2015/STJ) Julgue o item a seguir, acerca dos conceitos de Estado, governo e


administração pública.
No âmbito da administração pública, o Poder Executivo tem a função finalística de praticar atos
de governo e de administração.

Comentários

GABARITO: CORRETA.

O Poder executivo exerce a função política, elaborando políticas públicas, e também a função
administrativa, executando as políticas públicas, o que corresponde ao conceito amplo de
administração pública.

8. (CESPE/2015/STJ) Julgue o item a seguir, acerca dos conceitos de Estado, governo e


administração pública.
Em seu sentido subjetivo, a administração pública restringe-se ao conjunto de órgãos e agentes
públicos do Poder Executivo que exercem a função administrativa.

Comentários

GABARITO: ERRADA.

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
6

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

O erro foi afirmar que a administração pública restringe-se ao conjunto de órgãos e agentes
públicos do Poder Executivo, quando na verdade a administração pública abarca os órgãos,
agentes e entidades de todos os poderes, e não só do executivo.

9. (CESPE/2013/ANTT) A respeito do histórico dos órgãos reguladores no Brasil e das suas


características, julgue o item.
O conceito de Estado regulador surgiu em uma época de transformação, na qual a
administração pública passou a ter uma postura mais burocrática, autoritária, hierarquizada e
verticalizada, e o processo passou a ser mais importante que o resultado.

Comentários

GABARITO: ERRADA.

Ao contrário do que foi afirmado na assertiva, a administração pública passou a ter uma postura
MENOS burocrática, adotando um sistema regulador, buscando atender ao interesse da
coletividade. Além disso, não é correto dizer que o processo é mais importante do que o
resultado, tendo em vista que alcançado este, cumpre-se o objetivo de atender à coletividade,
de cumprir com os objetivos da administração.

10. (CESPE/2013/MI) No que concerne à administração pública, julgue os itens a seguir.


Na sua acepção formal, entende-se governo como o conjunto de poderes e órgãos
constitucionais.

Comentários

GABARITO: CORRETA.

A afirmativa está correta, conforme podemos constatar nos ensinamentos do professor Hely
Lopes Meirelles:

Administração Pública – Em sentido formal, é o conjunto de órgãos instituídos


para consecução dos objetivos do Governo; em sentido material, é o conjunto
das funções necessárias aos serviços públicos em geral; em acepção operacional,
é o desempenho perene e sistemático, legal e técnico, dos serviços próprios do
Estado ou por ele assumidos em benefício da coletividade.

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
7

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

QUESTIONÁRIO DE REVISÃO E APERFEIÇOAMENTO

Perguntas

Conceito de administração pública sob os aspectos orgânico, formal e material.

Sistemas Administrativos.

1. Quais são as funções típicas e atípicas de cada um dos poderes?


2. O que significa Administração Pública em sentido amplo, de acordo com o critério
subjetivo? E de acordo com o critério objetivo?
3. O que significa Administração Pública (sentido estrito) em sentido material, objetivo ou
funcional? E em sentido formal, subjetivo ou orgânico?
4. Quais são as características da função administrativa?
5. Quais são as atividades típicas da função administrativa?
6. O que é um sistema administrativo?
7. Quais são os sistemas administrativos existentes e quais suas principais características?
Qual deles é o adotado no Brasil?
8. Quais são as situações em que se faz necessário o exaurimento ou pelo menos a
utilização inicial da instância administrativa como condição para se buscar o controle
por parte do Poder Judiciário?

Perguntas com respostas

Conceito de administração pública sob os aspectos orgânico, formal e material.

Sistemas Administrativos.

1. Quais são as funções típicas e atípicas de cada um dos poderes?

O Poder Legislativo exerce suas funções típicas (legislar e fiscalizar) ao elaborar as normas
jurídicas (processo legislativo) e ao realizar a fiscalização sobre a administração pública de
todos os Poderes (controle externo). Exerce sua função atípica administrativa, por exemplo,
ao executar seu orçamento e nomear seus servidores. Exerce sua função atípica de
julgamento, por exemplo, quando o Senado julga o presidente da República nos crimes de
responsabilidade; o Poder Executivo exerce sua função típica (função administrativa), por
exemplo, ao planejar e executar as políticas públicas, bem como ao desempenhar atividades
de intervenção e fomento. Exerce sua função atípica legislativa ao editar medidas

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
8

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

provisórias e sua função atípica de julgamento ao decidir, sem jurisdição (sem definitividade,
já que tais decisões não fazem coisa julgada material nem formal, podendo, assim, serem
apreciadas pelo Poder Judiciário), o contencioso administrativo (litígios de natureza
administrativa – por exemplo, litígios de natureza tributária entre os contribuintes e o
órgãos de administração fazendária); por fim, o Poder Judiciário exerce sua função típica
(jurisdicional) quando diz, em definitivo, o Direito nos casos que lhe são submetidos. Exerce
sua função atípica administrativa, por exemplo, ao executar seu orçamento e nomear seus
servidores. Exerce sua função atípica legislativa ao editar resoluções e outras normas
aplicáveis no âmbito de seu Poder. Em síntese:

Funções Típicas Funções Atípicas

Administrar
Poder (governo + mera Legislar e Julgar (sem
Executivo função jurisdição)
administrativa)

Poder Administrar e Julgar


Legislar e Fiscalizar
Legislativo (com jurisdição)

Poder Julgar (com


Administrar e Legislar
Judiciário jurisdição)

2. O que significa Administração Pública em sentido amplo, de acordo com o critério


subjetivo? E de acordo com o critério objetivo?

Em sentido amplo e sob o aspecto subjetivo, a Administração Pública compreende os órgãos


governamentais (órgãos supremos, constitucionais, que exercem a função política), bem como
os órgãos administrativos (órgãos subordinados, dependentes, encarregados da função
administrativa).
Em sentido amplo e sob o aspecto objetivo, a Administração Pública compreende a função
Política (definição das diretrizes governamentais), bem como a função Administrativa
(execução das diretrizes governamentais)

3. O que significa Administração Pública (sentido estrito) em sentido material, objetivo ou


funcional? E em sentido formal, subjetivo ou orgânico?

Sob o aspecto formal, subjetivo ou orgânico, a Administração Pública, em sentido estrito, diz
respeito a quem (sujeito) exerce a atividade. Ou seja, são as pessoas jurídicas, órgãos e
agentes públicos os quais a lei atribui o exercício da função administrativa, em qualquer dos
Poderes (embora, predominantemente, sejam do Poder Executivo).

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
9

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

Pode-se dizer, portanto, que integram a Administração Pública, em sentido subjetivo, os


órgãos da Administração Direta (ou Centralizada) e as entidades da Administração Indireta (ou
Descentralizada).
Por sua vez, sob o ponto de vista material, objetivo ou funcional, a Administração Pública, em
sentido estrito, diz respeito à natureza (objeto) da própria atividade exercida. Ou seja,
corresponde à própria função administrativa, que engloba as atividades de fomento, serviço
público, polícia administrativa e intervenção.

4. Quais são as características da função administrativa?

Características da função administrativa:


a) atividade concreta (executa a vontade do Estado prevista legalmente);
b) finalidade: satisfação direta e imediata dos fins do Estado – interesse público (cuida de
interesses coletivos, da sociedade);
c) regime jurídico: precipuamente direito público, mas também pode submeter-se a regime
de direito privado, parcialmente derrogado por normas de direito público.

5. Quais são as atividades típicas da função administrativa?

Fomento: São incentivos à iniciativa privada de utilidade pública, tais como concessão de
auxílios financeiros ou subvenções oriundos do orçamento; financiamentos especiais para
obras que promovam o desenvolvimento socioeconômico; favores fiscais para estimular
atividades que promovam o progresso do país; desapropriações que favoreçam entidades
privadas sem fins lucrativos no desenvolvimento de atividades de utilidade coletiva (como
clubes desportivos e associações beneficentes).
Polícia administrativa: Realização das imposições legais ao exercício de direitos individuais em
benefício do interesse coletivo (limitações administrativas), que se concretiza, por exemplo,
por meio de ordens, notificações, expedição de licenças e autorizações, realização de
fiscalizações e aplicação de sanções.
Serviço Público: Compreende toda a atividade realizada (tanto direta quanto indiretamente)
pela Administração Pública para atender às necessidades da coletividade, sob regime
precipuamente público, como os serviços de telecomunicações, serviço postal, transporte
ferroviário e aquaviário, serviços nucleares etc.
Intervenção: Compreende tanto a regulamentação e fiscalização da atividade econômica de
natureza privada (chamada de “intervenção indireta”), quanto a atuação direta do Estado no
domínio econômico (chamada de “intervenção direta”), normalmente por meio das empresas
estatais.

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
10

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

Para a professora Di Pietro, a intervenção direta não deve ser considerada como atividade ou
função administrativa, porque opera sob regime jurídico eminentemente privado.1

6. O que é um sistema administrativo?

De acordo com Hely Lopes Meirelles, é o “regime adotado pelo Estado para a correção dos
atos administrativos ilegais ou ilegítimos praticados pelo Poder Público em qualquer dos seus
departamentos de governo”2.

7. Quais são os sistemas administrativos existentes e quais suas principais características?


Qual deles é o adotado no Brasil?

Há dois sistemas: o de jurisdição única e o do contencioso administrativo.


No sistema judiciário ou de jurisdição única ou una (também conhecido como sistema de
==4451b==

controle judicial ou, ainda, sistema inglês), absolutamente todos os litígios,


independentemente se de natureza administrativa ou de interesse eminentemente particular,
privado, são solucionados de forma definitiva pelo Poder Judiciário.
Por sua vez, no contencioso administrativo (ou sistema da dualidade de jurisdição, ou, ainda,
sistema francês), as lides são resolvidas definitivamente ou no âmbito da Administração, ou no
do Poder Judiciário, a depender da matéria tratada, sendo que a Justiça não pode intervir nas
funções administrativas. Em outras palavras, a depender da matéria da lide, a solução a ela
conferida pela Administração não é passível de controle, revisão, por parte do Poder
Judiciário.
No sistema francês, há tanto tribunais administrativos (que resolvem definitivamente a maior
parte das demandas de interesse da Administração), quanto tribunais judiciais (que resolvem
definitivamente as demais demandas).
Nesse sistema, portanto, pode-se falar na presença de duas jurisdições: a administrativa
(exercida pelos tribunais administrativos) e a comum (exercida pelo Poder Judiciário).
O Brasil adota o sistema de jurisdição única, conforme consagrado no art. 5º, inciso XXXV da
CF/88, in verbis:

Art. 5º (...)

XXXV - a lei não excluirá da apreciação do Poder Judiciário lesão ou ameaça a direito

1
Di Pietro, 2016, p. 88-89.
2
Meirelles, 2009, p. 53.

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
11

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

8. Quais são as situações em que se faz necessário o exaurimento ou pelo menos a


utilização inicial da instância administrativa como condição para se buscar o controle
por parte do Poder Judiciário?

São as seguintes situações:


a) caso da Justiça Desportiva previsto na CF/88, art. 217, §§ 1º e 2º (lembrar que a justiça
desportiva é uma via administrativa):

Art. 217. (...)

§ 1º O Poder Judiciário só admitirá ações relativas à disciplina e às competições


desportivas após esgotarem-se as instâncias da justiça desportiva, regulada em lei.

§ 2º A justiça desportiva terá o prazo máximo de sessenta dias, contados da


instauração do processo, para proferir decisão final

Findo o prazo do §2º, é possível buscar a tutela do Poder Judiciário, ainda que não haja
decisão final.3
b) No caso de omissão ou ato da administração pública que contrariar enunciado de súmula
vinculante, negar-lhe vigência ou aplica-lo indevidamente, o uso da reclamação só será
admitido após esgotamento das vias administrativas (Lei 11.417/2006, art. 7º, §1º).
c) É necessário que haja prévia recusa de informações pela autoridade para que seja possível
ingressar com a ação de habeas data (Lei 9.507/97, art. 8º).
d) “Não se concederá mandado de segurança quando se tratar de ato do qual caiba recurso
administrativo com efeito suspensivo, independentemente de caução” (Lei 12.016/2009, art.
5º, inciso I).
e) É necessário o prévio requerimento administrativo como condição para se postular
judicialmente a concessão de benefício previdenciário, exceto quando o entendimento da
Administração for notória e reiteradamente contrário à postulação do segurado ou, ainda,
quando for caso de revisão, restabelecimento ou manutenção de benefício anteriormente
concedido. Nessas hipóteses excepcionais, o pedido pode ser formulado diretamente em
juízo, salvo se depender de matéria de fato ainda não levada ao conhecimento da
Administração (STF, RE 631.240 - Rel. Min. Roberto Barroso).

3
Lenza, 2016, p. 1217.

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
12

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

...

Grande abraço e bons estudos!

“A satisfação reside no esforço, não no resultado obtido. O esforço total é a plena


vitória.”

(Mahatma Gandhi)

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
13

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

Túlio Lages

Face: www.facebook.com/proftuliolages

Insta: www.instagram.com/proftuliolages

YouTube: youtube.com/proftuliolages

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
14

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

LISTA DE QUESTÕES ESTRATÉGICAS


1. (Cespe/2013/DEPEN) Tendo em vista que o Estado desempenha três funções básicas:
administrar, legislar e julgar, julgue o item seguinte, relativo à função administrativa do
Estado e aos atos administrativos.
A função administrativa, ou executiva, é exercida privativamente pelo Poder Executivo.

2. (CESPE/2013/TJDFT/AJAJ) No que se refere ao conceito de administração pública e à


classificação dos órgãos públicos, julgue o item seguinte.
Administração pública em sentido orgânico designa os entes que exercem as funções
administrativas, compreendendo as pessoas jurídicas, os órgãos e os agentes incumbidos dessas
funções.

3. (Cespe/2008/TCU/Auditor Federal de Controle Externo) Com a Constituição de 1988, o


TCU teve a sua jurisdição e competência substancialmente ampliadas. Recebeu poderes
para, no auxílio ao Congresso Nacional, exercer a fiscalização contábil, financeira,
orçamentária, operacional e patrimonial da União e das entidades da administração direta e
indireta, quanto à legalidade, à legitimidade e à economicidade, e a fiscalização da
aplicação das subvenções e da renúncia de receitas. Qualquer pessoa física ou jurídica,
pública ou privada, que utilize, arrecade, guarde, gerencie ou administre dinheiros, bens e
valores públicos ou pelos quais a União responda, ou que, em nome desta, assuma
obrigações de natureza pecuniária tem o dever de prestar contas ao TCU.

Internet: <www2.tcu.gov.br> (com adaptações).


Tendo o texto acima como referência inicial, julgue os itens que se seguem, relativos ao
enquadramento constitucional do TCU.
A possibilidade de um tribunal de contas, de natureza político-administrativa, julgar as contas de
pessoas estranhas ao Estado serve como exemplo do conceito de direito administrativo sob um
critério meramente subjetivo de administração pública.

4. (CESPE/2002/AGU/Procurador Federal) Com relação a institutos básicos do direito


administrativo, julgue o item abaixo.
O Estado e o administrado comparecem, em regra, em posição de igualdade nas relações
jurídicas entre si.

5. (CESPE/2017/TRE-BA) Com respeito à organização administrativa da administração


pública, assinale a opção correta.
a) O Poder Executivo, além da sua função administrativa típica, pratica atos no exercício da
função jurisdicional quando aplica penalidades administrativas aos servidores.

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
15

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

b) A legislação infraconstitucional pode autorizar que os poderes da União desempenhem


funções atípicas, prestigiando o sistema de freios e contrapesos estabelecido pela Constituição
Federal de 1988.
c) No regime federativo nacional, todos os componentes da federação materializam o Estado,
cada um deles atuando dentro dos seus limites de competência traçados por lei complementar.
d) O Poder Legislativo, além da função normativa própria, exerce a função administrativa quando
processa e julga o presidente da República nos crimes de responsabilidade.
e) O Poder Judiciário, além de sua função jurisdicional típica, pratica atos no exercício de função
normativa, como na elaboração dos regimentos internos dos tribunais.

6. (CESPE/2017/ TRF 1ª Região) No que diz respeito a organização administrativa, julgue o


item que se segue.
A administração pública, em seu sentido subjetivo, compreende o conjunto de agentes, órgãos e
pessoas jurídicas incumbidos de executar as atividades administrativas, distinguindo-se de seu
sentido objetivo, que se relaciona ao exercício da própria atividade administrativa.

7. (CESPE/2015/STJ) Julgue o item a seguir, acerca dos conceitos de Estado, governo e


administração pública.
No âmbito da administração pública, o Poder Executivo tem a função finalística de praticar atos
de governo e de administração.

8. (CESPE/2015/STJ) Julgue o item a seguir, acerca dos conceitos de Estado, governo e


administração pública.
Em seu sentido subjetivo, a administração pública restringe-se ao conjunto de órgãos e agentes
públicos do Poder Executivo que exercem a função administrativa.

9. (CESPE/2013/ANTT) A respeito do histórico dos órgãos reguladores no Brasil e das suas


características, julgue o item.
O conceito de Estado regulador surgiu em uma época de transformação, na qual a
administração pública passou a ter uma postura mais burocrática, autoritária, hierarquizada e
verticalizada, e o processo passou a ser mais importante que o resultado.

10. (CESPE/2013/MI) No que concerne à administração pública, julgue os itens a seguir.


Na sua acepção formal, entende-se governo como o conjunto de poderes e órgãos
constitucionais.

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
16

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

Gabarito

1. ERRADA 5. Letra E 9. ERRADA


2. CORRETO 6. CORRETO 10. CORRETO
3. ERRADA 7. CORRETO
4. ERRADA 8. ERRADA

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
17

01226069304 - roberio
Equipe Túlio Lages, Tulio Lages
Aula 08
279835

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
ALEXANDRINO, Marcelo. DIAS, Frederico. PAULO, Vicente. Aulas de direito constitucional para
concursos. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: MÉTODO, 2013.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal (STF). A Constituição e o Supremo. 5. ed. Brasília: STF,
Secretaria de Documentação, 2016.

CARVALHO FILHO, José dos Santos. Manual de Direito Administrativo. 30. ed. São Paulo: Atlas,
2016.

DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo. 29. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2016.

FURTADO, Lucas Rocha. Curso de direito administrativo. 5. ed. Belo Horizonte: Fórum, 2016.

JUSTEN FILHO, Marçal. Curso de direito administrativo. 10. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais,
2014.

LIMA, Gustavo Augusto F. de. Agências reguladoras e o poder normativo. 1. ed. São Paulo:
Baraúna, 2013.

LENZA, Pedro. Direito Constitucional Esquematizado. 20. ed. São Paulo: Saraiva, 2016.

MEIRELLES, Hely Lopes. Direito administrativo brasileiro. 40. ed. São Paulo: Malheiros, 2014.

Passo Estratégico de Direito Administrativo p/ ISS-Fortaleza (Auditor Fiscal) - Cebraspe


www.estrategiaconcursos.com.br
18

01226069304 - roberio