Você está na página 1de 7

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE

DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

PLANO DE TRABALHO DOCENTE


2º TRIMESTRE

ETAPA DE ENSINO - ENSINO MÉDIO

DOCUMENTO CURRICULAR ORIENTADOR: DCE - Diretrizes Curriculares Estaduais

DISCIPLINA: Sociologia SÉRIE/TURMA: 1ª SÉRIE

NÚMERO DE AULAS PREVISTA PARA O TRIMESTRE: 14 PERÍODO: 01/06/2020 a 11/09/2020

PROFESSOR RESPONSÁVEL: Natália Cristina Granato e Daiane Carnelos Resende

CONTEÚDOS ESTRUTURANTES CONTEÚDOS BÁSICOS CONTEÚDOS ESPECÍFICOS

O surgimento da Sociologia e as teorias Formação e Consolidação da Sociedade As revoluções científicas: Renascimento e


sociológicas Capitalista e o Desenvolvimento do Iluminismo;
Pensamento Social As revoluções da modernidade: Revolução
Francesa e Revolução Industrial;
Problemas sociais do século XIX: As
desigualdades sociais e o surgimento de
novas classes.
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE
DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

Teorias sociológicas: Auguste Comte Auguste Comte e o surgimento da Sociologia:


as noções de dinâmica e estática social;
Comte e a Lei dos Três Estados: Teológico,
Metafísico e Positivo;
Comte e o positivismo. O positivismo no
Brasil.

Teorias sociológicas: Émile Durkheim Émile Durkheim e a sociologia como ciência;


Conceitos fundamentais de Durkheim: Moral,
anomia, coesão e função;
Durkheim e o fato social;
Solidariedade mecânica e orgânica em
Durkheim;
Durkheim e a divisão do trabalho: a noção de
harmonia entre classes.

Teorias sociológicas: Karl Marx Karl Marx e seu contexto sócio-histórico;


Marx e a luta de classes;
Marx e a exploração do trabalho: a noção de
mais-valia.

OBJETIVOS:
- Compreender o contexto histórico de surgimento da ciência moderna e da disciplina de Sociologia;
- Diferenciar o modo de produção feudal do modo de produção capitalista, entendendo tal sistema como produtor e reprodutor de
desigualdades sociais;
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE
DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

- Compreender o surgimento da ciência moderna, relacionando tal conteúdo com as reflexões sobre ciência e senso comum.
- Identificar a relação entre o surgimento da Sociologia e o Positivismo, articulando com o contexto histórico do século XIX;
- Relacionar os autores clássicos da Sociologia com o contexto histórico- social no qual estavam inseridos;
- Reconhecer a importância da obra teórica de Auguste Comte para o surgimento da Sociologia;
- Identificar como os conceitos de estática e dinâmica social se aplicavam no contexto social ao qual Auguste Comte estava inserido;
- Entender as definições de “Leis Sociais” e “Lei dos Três Estados”, também conhecida como “Lei dos Três Estágios” na obra de Auguste
Comte, estabelecendo conexões com o contexto histórico do surgimento da Sociologia;
- Relacionar o positivismo com a Sociologia;
- Identificar as repercussões do positivismo na sociedade brasileira;
- Reconhecer a importância da obra teórica de Émile Durkheim para a constituição da Sociologia enquanto ciência. Articular o pensamento
de Durkheim sobre as instituições sociais com a sua teoria.
- Identificar qual é o objeto de estudo da Sociologia para Durkheim;
-Compreender como Durkheim entendia a divisão social do trabalho e qual era o ponto de vista do mesmo em relação à sociedade
capitalista e a divisão entre classes sociais;
-Entender o contexto histórico e social da produção teórica de Karl Marx, com ênfase nas revoluções e atividades políticas na Europa do
século XIX;
- Identificar o princípio de conflito e luta entre classes na interpretação de Karl Marx;
- Relacionar a burguesia e o proletariado, entendendo a relação de exploração e a noção de mais-valia.

- Aulas virtuais com esquemas-resumo que aprimoram a fixação dos conteúdos;


- Interatividade virtual entre o professor e os estudantes, com a realização de aulas dinâmicas
e reflexivas, criando uma proximidade entre os conteúdos apresentados e as diferentes
ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS realidades que integram o Paraná;
- Retomada dos conteúdos gerais do trimestre e das aulas anteriores, conectando as aulas;
- Explicitar os objetivos das aulas e suas relações com os conteúdos, tendo como auxílio os
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE
DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

diferentes recursos didáticos, como imagens, letras de músicas, indicação de textos para o
aprofundamento dos conteúdos, filmes e blogs com conteúdos sociológicos;
- Interpretação de textos sociológicos e textos didáticos;
- Resolução de questões de vestibular e ENEM;
- Realização de testes, exercícios, quizz e desafios interativos com os estudantes;
- Instigar a curiosidade e a imaginação sociológica, articulando a teoria e a prática social;
- Produção de mapas mentais e formas de fixação dos conteúdos.

1. RELAÇÃO DA AULA COM O A disciplina de Sociologia possui uma grande contribuição para o desenvolvimento das dez
DESENVOLVIMENTO DAS competências gerais da Educação Básica. Elas se relacionam entre si, com o objetivo de realizar
COMPETÊNCIAS GERAIS a educação de maneira integral. Nesse sentido, a Educação Básica tem em vista uma sociedade
igualitária, ética e sustentável que tenha como premissas formativas o conhecimento e sua
vinculação às questões emocionais, culturais, tecnológicas, socioambientais, etc. O
desenvolvimento das aulas de Sociologia promove as Dez Competências Gerais da Educação
Básica, mobilizando: (1) as múltiplas dimensões do conhecimento para explicar a realidade,
(2) a mobilização do pensamento científico, crítico e criativo, (3) a valorização e o exercício de
atividades artístico-culturais, (4) a utilização de diferentes linguagens da comunicação, (5) a
compreensão a utilização de tecnologias digitais, (6) o trabalho e o projeto de vida, (7) a
argumentação, (8) o autoconhecimento e o autocuidado, (9) a empatia e a cooperação, e (10)
a responsabilidade e a cidadania. A explicação da sociedade mundial, brasileira e paranaense
é perpassada por estes pontos de mobilização de conhecimentos, procedimentos, atitudes e
valores, possibilitando aos estudantes entendimentos sobre si mesmos e sobre os outros
através do incentivo às reflexões sobre o projeto de vida, o mundo do trabalho e a preparação
para o exercício pleno da cidadania.
A mobilizar estas competências, o professor pode trazer em suas aulas diálogos
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE
DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

interdisciplinares, situações cotidianas, problemas mundiais, contribuições científicas e uma


série de abordagens que fomentem sua curiosidade e pensamento crítico.

2. DESCRITORES Os descritores de Língua Portuguesa e Matemática podem ser trabalhados de maneira


relacional com a Sociologia, uma vez que a disciplina opera com múltiplas habilidades, que
envolvem a leitura e a interpretação de textos sociológicos e a análise quantitativa dos
fenômenos sociais. O trabalho com os descritores é uma ação contínua no decorrer das aulas,
e contemplam encaminhamentos metodológicos que contribuem para a melhoria da
proficiência nas frentes de leitura e resolução de problemas.
A Sociologia, através da interpretação de textos, mobiliza permanentemente descritores como
“Localizar informações explícitas em um texto”, “Inferir uma informação implícita em um
texto”, “Identificar o tema de um texto”, “Interpretar texto com auxílio de material gráfico
diverso (propagandas, quadrinhos, foto etc.)”, entre outros descritores. A disciplina também
possui uma importante relação com análise quantitativa dos fenômenos sociais,
estabelecendo conexões com os descritores como “Resolver problema envolvendo
informações apresentadas em tabelas e/ou gráficos” ou “Resolver problema que envolva
porcentagem”, entre outros descritores.

3. DIRECIONAMENTO PARA O As aulas contarão com a indicação de textos e sites complementares para os estudantes. Os
TRABALHO DOMICILIAR mesmos serão incentivados a darem continuidade nas pesquisas domiciliares, aprofundando
os conteúdos transmitidos pelas aulas.

AVALIAÇÃO A avaliação leva em consideração a aprendizagem dos conteúdos e a apreensão dos mesmos
pelos estudantes. Não há atribuição de notas ou valores de desempenho, mas sim uma
análise sobre a transmissão dos conhecimentos e a reflexão entre os atores envolvidos no
processo de ensino-aprendizagem.
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE
DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

REFERÊNCIAS ARON, Raymond. As etapas do pensamento sociológico. Lisboa: Leya, 2016


COSTA, Cristina. Sociologia: Introdução à ciência da sociedade. São Paulo: Moderna, 2010.
COSTA, Ricardo Cesar Rocha da; OLIVEIRA; Luiz Fernandes de. Sociologia Para Jovens do
Século XXI. Rio de Janeiro: Imperial Novo Milênio, 2014.
FREIRE-MEDEIROS, Bianca (et all). Tempos Modernos, Tempos de Sociologia. Rio de Janeiro:
Editora do Brasil, 2016.
LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.
MACHADO, Igor José Renó; AMORIM, Henrique; BARROS, Celso Rocha. Sociologia Hoje. São
Paulo: Ática, 2015.
MOTIM, Benilde Lenzi (et all). Sociologia. São Paulo: Editora Scipione, 2016.
MILLS, Charles Wright. A imaginação sociológica. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1965.
GIDDENS, Anthony. Sociologia, 6ª ed., Porto Alegre: Penso, 2012.
PARANÁ. Diretrizes Curriculares da Educação Básica. Curitiba: SEED, 2008.
TOMAZI, Nelson. Sociologia para o Ensino Médio. São Paulo: Saraiva, 2010.
SILVA, Alfrânio (et all). Sociologia em movimento. São Paulo: Moderna, 2015.
Sites
BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Ensino Médio. Educação é a base. Brasília:
Ministério da Educação, 2018. Disponível em:
http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=85121-
bncc-ensino-medio&category_slug=abril-2018-pdf&Itemid=30192. Acesso em 31.mar.2020.
Documento em PDF que apresenta a versão homologada da Base Nacional Comum Curricular
para a etapa Ensino Médio. Nele, é possível visualizar a lista das dez competências gerais da
Educação Básica.
CAED. Matriz de referência. Disponível em: http://www.portalavaliacao.caedufjf.net/pagina-
exemplo/matriz-de-referencia/. Acesso em 11. mai.2020. Neste link, são apresentadas as
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE
DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

definições de matriz de referência, tópico ou tema, descritor e item.


MATRIZ DA AVALIAÇÃO PROVA PARANÁ. Disponível em:
http://www.provaparana.pr.gov.br/sites/prova/arquivos_restritos/files/documento/2020-
02/matriz_2020.pdf. Acesso em 31.mar.2020. Neste link, é possível visualizar a matriz da
Prova Paraná- 1º Edição.