Você está na página 1de 3

ORÍKÌ LOGUN-ÈDÈ

Olomi lodo mojuba!

O iyéiyé igbo mojuba o! Dona das águas do rio, eu te saúdo!

Ayagba Lógún-Èdè kekere òdè Aquela que vive no bosque, eu te saúdo!


mojuba o!
Soberana Jovem caçadora de Èdè, eu te saúdo!
Nònò bi owurò o ji guni mu irún
Ágil, levanta-se ao amanhecer, com armas
Òdè Dudu Igbo ilê. penduradas no pescoço.

Lógún owo tan titi fi awo ikun si Caçadora da floresta negra.


usi
Lógún olha e coloca a pele de leopardo aos pés e
liwi oko ti aja bi èni gboni mãos do seu marido que controla os cães e condu
as pessoas (Ògún),
O kan okun gantí o to lo lowi òko o
d’aja bi éni da uran. Ela possui um anel poderoso nas mãos,

Bagba mi éni kiniun ri ti birú lisu É a soberana que controla pessoas e animais.

O di ganté o to lolowi Minha soberana, quando o leão lhe vê, treme de


pavor.
Éni òla o ri òla lohun o wa ni
Na mão ela coloca um anel poderoso (talismã).
Lògún luèyè,
Aquela que é rica e vê onde a riqueza está.
O fi wa kòla. O ki toye
Senhora proprietária do Pássaro,
Pà omi dá o dagbotutu
Aquela que alcança o sucesso com humildade.
Òrina gbègbi àjè mami.
Senhora de muitos Títulos (muitos nomes).
Omobirin a gbe ìbi.
Ela que transforma água em Agbotutu. (banho da
Lógún ni ki oni awo gbo awo ervas fresca medicinal)
Òsoròngà.
Òrina, ela que é auxiliada pelas Bruxas sobrenaturais.
Lógún ni k’èyè kan òdè,
Filha de respeito.
Lógún ni k’obirin kan lagbara.
Lógún que possui seus mistérios no culto de
Logun èdè laalu Osoronga.

Lógún ni ki o Òsún Lógún diz que é um Pássaro predador!


Òsún ni ki o Lógún. Lógún diz que é uma mulher poderosa!

Lógún t’obirin l’agbara. Lógún que cobre a cidade Èdè

Lógún ki jéjé lalè ewure Lógun diz que ela é Òxún.

Lógun pade nigbo Ajè gbogbo gbe Òxún diz que ela é Lógún.
èrò lòla
Lógún é mulher poderosa!
O de hun da gbe ire kankan.
Lógún que come a cabra pela noite.
O pade nigbo gbogbo Ajè pàka
Lógún se reúne no bosque com as Ajè para dá
O pa eran. riqueza e proteção.

O pa lona lodo nigbo éni Ela dá proteção e felicidade rapidamente.

O pa lagbaja Ela se reúne com as Ajè no bosque para matar


cruelmente.
O èyè lawo kode-kode èni raja rija
Ela mata o animal.
O rele mi moku iyiyu jéjé ago o pa
Ela mata pessoas no rio, na estrada e dentro do
O yení omo a lawo bosque

didi-didi ti ma rin gbamu-gbamu Ela mata qualquer um.

Omo ereku gbagba-lada Ela é o pássaro sagrado que fareja a pessoa como
um cão raivoso.
Òlò segi, e k’ado ninu awo
Ela vai à casa de Moku (morte) onde muitos
o mamu mamu félé gegere, morrem.

O muti ayankan Ela mata e come.

Omo a gbòla o ilu a gbogun ma Ela é admirável, filha de pele brilhante que
sun igbo caminha graciosamente.

Oogun tele rin dója ló Filha que anda como um vento suave.

Tima léhin yèyè re, Proprietária do Segi (pedra azul).

Okan nosso gudugu Oda dohun Ela que possui seus fundamentos dentro de uma
cabaça
Ajangolo òkunrin a ti bitibi ilebe
Aquela que gosta de beber e bebe até ficar
Odara deyin oju, satisfeita.
Okunrin se mbe luju Filha que trás riqueza para cidade.

Na kota a bi ará fini Ela ouve sobre a guerra, não dorme no mato.

Oda bi òdudu, jójó bi agbotutu. Ela sai de casa e vai ao mercado. (do além para o
mundo)
O da hun agan lohun kankan.
Apoiada nas costa de sua mãe, ela é solitária e
Lógún gegere obirin muito bela.

Bela até na voz.

Mulher esbelta, ela usa roupas finas, ela usa muit


penas em seu corpo.

Ela é bela até nos olhos.

Aquela que é bela.

Orgulhosa que tem um corpo muito belo e

fresco como a folha de Odundun.

Ela é altiva como um carneiro

Ela dá rapidamente um filho à mulher estéril.

Lógún é mulher brilhante!