Você está na página 1de 18

SIMULADO POLÍCIA MILITAR DO PARANÁ 2020

NOME: _________________________________________________________________

INSTRUÇÕES:

1 Ao receber a ordem do fiscal de sala, confira este caderno com muita atenção, pois nenhuma reclamação sobre o
total de questões e/ou falhas na impressão serão aceitas depois de iniciada a prova.
2 Cartão de respostas:
a) Tem, obrigatoriamente, de ser assinado e não poderá ser substituído, portanto, não o rasure nem o amasse;
b) Marque, no cartão de respostas, para cada questão, uma única resposta. A ausência de marcação, a rasura ou PROVA 1
a marcação de mais de um campo implicará anulação dessa questão;
c) No cartão de respostas, a marcação das letras correspondentes às respostas deve ser feita cobrindo a letra
e preenchendo todo o espaço do campo, de forma continua e densa. A leitora ótica é sensível a marcas
escuras; portanto, preencha fortemente os campos de marcação completamente, veja o exemplo:
29/03/2020

d) Reserve os trinta (30) minutos finais para marcar seu cartão de respostas.
3 Será eliminado o candidato que:
a) Utilizar-se, durante a realização das provas, de máquinas e/ou relógios de calcular, bem como de rádios
gravadores, headphones, telefones celulares ou fontes de consulta de qualquer espécie;
b) Ausentar-se da sala em que se realizam as provas levando consigo o caderno de questões e/ou o cartão de
respostas;
c) Recusar-se a entregar o caderno de questões e/ou o cartão de resposta quando terminar o tempo estabelecido.

Observações: Recursos até terça-feira às 12 horas.


2

01 - No fragmento retirado do texto, “Somente a esposa não conhece o Museu Nacional de Belas Artes, pois, aos sábados e
domingos, ela vai à igreja.”, observa-se o uso correto da crase. A alternativa em que o emprego da crase está correto, de acordo
com a norma culta da língua, é:
a)  Infelizmente, o acesso à cultura no Brasil ainda é muito precário.
b)  A memória que se evoca em um museu corresponde à conscientizar historicamente o público.
c)  O museu permite ao visitante à visão de elementos que não percebemos em nosso cotidiano.
d)  Exposições itinerantes são aquelas cujo acervo é removido à outros museus ou eventos culturais.
e)  Deve-se aos museus à preservação da memória de um povo.

Ao chegar, a surpresa, para Frederico, foi ver muita gente em sua casa. Esperando encontrar sossego, ficou indignado, irritado.
Quis voltar, mas a curiosidade fez com que entrasse. Todos o olharam com espanto enquanto ele avançava em direção à sala de estar
com aparência hostil. E ali estavam o caixão, as velas, seus irmãos Raul e Geremias, a sobrinha Carla e outros.
- O que está acontecendo? Indagou Frederico. Seu irmão mais velho, Raul, aproximou-se trêmulo – Você não está morto,
mano? – Morto, eu? Você não está falando comigo? Carla, então, contou o que tinha acontecido: – Você sumiu e ficamos pensando
no pior. E as suspeitas se confirmaram quando a polícia nos chamou para ver um cadáver no necrotério. Era a sua cara. Concluímos
que você tinha morrido e agora o estamos velando.
- A mim não, protestou Frederico. Quero ver o rosto desse sujeito. De fato – disse por fim. Esse cara é parecido comigo. A
não ser por um detalhe, sabem qual é? E como ninguém respondesse, ele reclamou, vermelho de raiva: esse homem é careca, diabos!
Enquanto eu tenho, desde a minha juventude, a cabeleira mais bela da cidade. Como puderam nos confundir?
- É verdade, tio, disse Carla, mas achamos que era você. Nada impede que alguém raspe a cabeça antes de morrer. Se você
quis morrer careca, bem, era sua vontade. – Mas não estou morto - gritou Frederico. – Isso depende de você – respondeu Carla. Para
nós você está morto. Até registramos o seu óbito, veja a certidão na gaveta da mesa. E cá entre nós, para você será um bom negócio.
Os seus credores vão desistir de cobrar o que você deve. Siga o meu conselho, considere-se morto e desapareça.
Frederico suspirou. – Acho que você tem razão. Vou embora. Pegou a certidão na gaveta da mesa e já ia saindo, mas retornou:
- Escutem, vocês vão me enterrar careca? Não façam isso. Atendam ao meu derradeiro pedido.
Os familiares se olharam e logo Raul sorriu: – Não se aflija, vamos comprar uma bela peruca. E lhe garanto, você vai ter,
morto, a mesma cabeleira que teve em vida.
(Moacyr Scliar. Folha de S. Paulo. 23.09.02. Adaptado)

02 - Em – Atendam ao meu derradeiro pedido. (5.º parágrafo) – o significado oposto ao da palavra destacada é:
a)  Veemente.
b)  Primeiro.
c)  Despretensioso.
d)  Emocionado.
e)  Indiferente.

03 - A expressão destacada no trecho – ... avançava em direção à sala de estar, com aparência hostil. (1.º parágrafo) – pode ser
corretamente substituída, sem alteração do sentido do texto, por: com aparência
a)  Indiferente.
b)  Desanimada.
c)  Agressiva
d)  Acovardada.
e)  Entusiasmada.

04 - No trecho – ... ele reclamou ... (3.º parágrafo) – colocando-se a frase no plural, com o verbo no tempo futuro, obtém-se: eles
a)  Reclamaram.
b)  Reclamam.
c)  Reclamavam.
d)  Reclamem.
e)  Reclamarão.
3

05 - Em – Quis voltar, mas a curiosidade fez com que entrasse. (1.º parágrafo) – o termo destacado pode ser substituído, sem
alteração do significado do texto, por:
a)  Portanto.
b)  Porque.
c)  Entretanto.
d)  Pois.
e)  Por conseguinte.

06 - Pode-se afirmar, de acordo com o texto, que Frederico:


a)  Surpreendeu a todos ao entrar em sua casa com a cabeça raspada.
b)  Ouviu do seu irmão mais velho o relato do que havia ocorrido.
c)  Discordou de sua sobrinha Carla a respeito de tudo que ela lhe disse.
d)  Pegou, ao sair, o papel que podia demonstrar a sua nova situação.
e)  Antes de ir embora de casa, mandou buscar uma peruca para o falecido.

07 - No trecho – Enquanto eu tenho, desde a minha juventude, a cabeleira... (3.º parágrafo) – o termo destacado inicia expressão
que dá ideia de:
a)  Lugar.
b)  Tempo.
c)  Modo.
d)  Causa.
e)  Oposição

Desespero de causa
1 As manifestações que deslancharam a Primavera Árabe tiveram início num ato isolado de desespero. Em dezembro
de 2010, o tunisiano Mohamed Bouazizi ateou fogo ao corpo e desencadeou uma revolta contra a situação econômica em seu
país, onde o desemprego afligia um quarto da população.
Tendem ao simplismo, como se sabe, as explicações puramente econômicas para eventos sociais. São ainda menos
5 consistentes as tentativas de atribuir um motivo genérico e unilateral a reações eminentemente complexas, como as que atraves-
sam a psicologia e a história peculiar a cada indivíduo.
Contra o pano de fundo do desemprego estrutural, o ato de desespero do jovem tunisiano surgiu após os violentos
achaques da polícia, aos quais ele era submetido por tentar a sobrevivência como vendedor ambulante sem licença.
Autoritarismo, repressão, conflitos religiosos e economia misturaram-se naquele momento, e seria incerto transferir
10 esse quadro específico para os países europeus, por exemplo, onde a crise tem determinado índices similares de desemprego, e
ainda mais elevados entre os jovens.
O desespero, entretanto, não é menor no mundo desenvolvido e produz efeitos equivalentes, no plano individual, aos
que se abateram sobre o ambulante da Tunísia.
[...] Não é apenas a privação econômica, certamente grave, mas ainda assim amenizada por décadas de progresso social,
15 o que se abate sobre largas parcelas da população nos países desenvolvidos.
A ausência de perspectivas, especialmente entre os mais jovens, propicia uma sensação psicológica em que o indiví-
duose vê como que dispensado de prosseguir numa vida útil, diante de um mecanismo impessoal e cego, que a esfera política só
aparentemente se acha em condições de administrar.
Talvez seja exagero prever uma "Primavera Europeia" em países como Espanha, Grécia e Portugal, caso ali persistam
20 os atuais índices de desemprego. É inegável, entretanto, que pouco se tem feito para dissipar tamanho surto de aflições.
(Folha de S.Paulo, opinião, p. 2A, 7/ 11/2012)

08 - O texto confirma que o editorialista tem a seguinte convicção:


a)  Ainda que, no caso da Primavera Árabe, a revolta social tenha sido deflagrada por um ato individual, envolto em conjunção
de vários fatores, movimentos sociais reivindicatórios são decorrência direta de cenário econômico desfavorável à população.
b)  A história particular e o perfil psicológico de um indivíduo, que determinam reações únicas e complexas a fatores externos de
variada ordem, são os elementos fundantes de mobilizações sociais por melhores condições de vida.
c)  O desenvolvimento favorável dos países avançados no que se refere aos direitos dos cidadãos, desenvolvimento que cria auspi-
ciosas expectativas de vida e veda inquietações, é a razão pela qual prever uma "Primavera Europeia" é exagero.
d)  Dirigentes da Espanha, Grécia e Portugal não têm sido aptos a neutralizar o desalento de suas populações, incapazes que eles
estão de adequadamente gerir a obtenção e a utilização dos recursos materiais necessários ao bem-estar dos indivíduos.
e)  O mecanismo impessoal e cego da esfera política gera o desemprego estrutural visível nos países árabes e europeus, crise que
leva a juventude mais exaltada a desistir da vida, o que acarretaria altos índices globais de suicídio.
4

09 - Acerca de verbos encontrados no texto é correto afirmar, tomando como parâmetro o padrão culto escrito:
a)  "Prever" − Está adequadamente empregado na frase "Quando os analistas preverem baixa dos juros, os empréstimos aumentarão".
b)  "Atribuir" − Está corretamente grafado na frase "Ela sempre atribuia ao auxiliar os equívocos nos documentos
c)  "Afligir" − A única forma de particípio aceitável é "Aflito", pois "Afligido" é forma incorreta.
d)  "Submeter" − Tem duplo particípio.
e)  "Abater" − Está adequadamente empregado na frase "Se eles abativessem pelo menos 10% do valor total, eu pagaria à vista".

Talvez seja exagero prever uma "Primavera Europeia" em países como Espanha, Grécia e Portugal, caso ali persistam os atuais
índices de desemprego. É inegável, entretanto, que pouco se tem feito para dissipar tamanho surto de aflições.

10 - Considerado o trecho acima transcrito, é correto afirmar:


a)  O verbo "prever" está empregado em conformidade com o padrão culto escrito, como o está o verbo "rever" na frase "A diretoria
espera que o departamento revê a prestação de contas apresentada ontem".
b)  A formulação "São inegáveis as ações, poucas entretanto, que têm sido levadas a efeito para dissipar tamanho surto de aflições"
mantém a direção argumentativa da frase original.
c)  Se em vez da palavra caso fosse empregada a palavra “se”, a substituição de persistam por “persistirem” preservaria o sentido e
a correção originais.
d)  A substituição de Talvez seja exagero por “Talvez seja escessivo” preserva a correção da frase original.
e)  Se, na frase É inegável, entretanto, que pouco se tem feito para dissipar tamanho surto de aflições, tivesse sido empregada a
forma “que pouco se fez” não haveria perda de nenhum traço de sentido.

As cotas raciais deram certo porque seus beneficiados são, sim, competentes. Merecem, sim, frequentar uma universidade
pública e de qualidade. No vestibular, que é o princípio de tudo, os cotistas estão só um pouco atrás. Segundo dados do Sistema de
Seleção Unificada, a nota de corte para os candidatos convencionais a vagas de medicina nas federais foi de 787,56 pontos. Para os
cotistas, foi de 761,67 pontos. A diferença entre eles, portanto, ficou próxima de 3%. IstoÉ entrevistou educadores e todos disseram
que essa distância é mais do que razoável. Na verdade, é quase nada. Se em uma disciplina tão concorrida quanto medicina um
coeficiente de apenas 3% separa os privilegiados, que estudaram em colégios privados, dos negros e pobres, que frequentaram escolas
públicas, então é justo supor que a diferença mínima pode, perfeitamente, ser igualada ou superada no decorrer dos cursos. Depende
só da disposição do aluno. Na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), uma das mais conceituadas do País, os resultados
do último vestibular surpreenderam. “A maior diferença entre as notas de ingresso de cotistas e não cotistas foi observada no curso
de economia”, diz Ângela Rocha, pró-reitora da UFRJ. “Mesmo assim, essa distância foi de 11%, o que, estatisticamente, não é
significativo”.
(www.istoe.com.br)

11 - As informações iniciais do texto permitem inferir que pessoas contrárias ao sistema de cotas nas universidades públicas
acreditam que:
a)  Os cursos menos concorridos podem ser extintos por falta de candidatos.
b)  Os alunos beneficiados têm pouca qualificação para frequentar os cursos.
c)  Os resultados dos cotistas podem ser superiores aos dos demais estudantes.
d)  Os cursos, em geral, são beneficiados com alunos de perfis diferenciados.
e)  O desempenho dos alunos beneficiados é similar ao de outros estudantes.

12 - De acordo com o autor, o desempenho dos estudantes cotistas:


a)  Ratifica a ideia de que as cotas lograram êxito no sistema educacional brasileiro.
b)  Reforça a ideia de que os cursos mais concorridos são difíceis de acompanhar.
c)  Sugere que a avaliação atual é menos democrática e mais difícil que no passado.
d)  Revela a necessidade de que seja feita uma ampla revisão no sistema de cotas.
e)  Sinaliza diferenças expressivas nas universidades públicas brasileiras.

Para responder a questão, considere a passagem – A diferença entre eles, portanto, ficou próxima de 3%.

13 - O pronome “eles” tem como referente:


a)  Candidatos convencionais e cotistas.
b)  Beneficiados.
c)  Dados do Sistema de Seleção Unificada.
d)  Dados do Sistema de Seleção Unificada e pontos.
e)  Pontos.
5

14 - Assinale a alternativa em que a vírgula foi empregada para separar oração introduzida por pronome relativo, a exemplo do que
ocorre em: ...um coeficiente de apenas 3% separa os privilegiados, que estudaram em colégios privados...
a)  Ela estava pensando em que lugar estaria, que dia seria, que pessoas eram aquelas ao seu redor.
b)  Ficou encantada com a história, acabara de ler o livro, que já tinha sido traduzido para o inglês.
c)  Ele observou o local, sabia, com certeza, que ali já estivera em outra ocasião, mas quando?
d)  Era possível, àquela altura da vida, que todos os seus maiores desejos se realizassem enfim.
e)  Estou vendo essa tempestade se formar, entre, que aqui estaremos bem mais protegidos dela.

15 - Os dados do Sistema de Seleção Unificada comprovam que a diferença de percentual entre os candidatos à medicina egressos
tanto de escolas particulares quanto de escola públicas foi quase __________ , pois eles tiveram desempenho _______________.
Em conformidade com a norma-padrão da língua portuguesa, as lacunas devem ser preenchidas, respectivamente, com:
a)  nula … bastantes semelhantes
b)  nulo … bastante semelhante
c)  nula … bastante semelhante
d)  nula … bastante semelhantes
e)  nulo … bastante semelhantes

16 - Dada a função composta g(f(x)) = 12x + 35 e f(x) = 3x + 10, determine a função afim g(x).
a)  g(x) = 3x + 8
b)  g(x) = 5x + 4
c)  g(x) = 5x – 4
d)  g(x) = 4x – 5
e)  g(x) = 4x + 5

17 - Dada a função quadrática f, de R em R, definida por f(x) = x2 – 5, determine a solução da equação modular x + f(-3) = 10.
a)  S = {-14, 6}
b)  S = {-4, 4}
c)  S = {-10, 10}
d)  S = {-6, 14}
e)  S = {-3, 5}

Considerando a sequência 25, 10, 50, 20, 100, 40, 200, 80...

18 - O 15º termo da sequência é:


a)  640
b)  1280
c)  2400
d)  3200
e)  4000

Considere a sequência cujos três primeiros termos são:

19 - De quantos círculos é formado o 20º termo dessa sequência:


a)  58
b)  59
c)  60
d)  61
e)  62
6

20 - A razão entre a área e o perímetro de uma circunferência de raio R vale:


a)  R/π
b)  π/2
c)  πR/2
d)  2R
e)  R/2

A área de um quadrado circunscrito a uma circunferência é de 36m².

21 - Adotando π = 3, então a área da figura sombreada é de:


a)  3m²
b)  5m²
c)  7m²
d)  9m²
e)  11m²

22 - Para uma festa foram convidadas 350 pessoas, mas 20% não compareceram e, das pessoas que estavam presentes, 50% foram
embora antes do final. Em relação ao total de pessoas convidadas, ficaram até o final da festa uma porcentagem de pessoas
igual a:
a)  60%
b)  50%
c)  20%
d)  30%
e)  40%

Observe os conjuntos abaixo:


A = {1,5,6,7}
B = {2,5,6,8}
C = {1,5,6}

23 - Os conjuntos (A ⋂ B) e (A U C) valem, respectivamente:


a)  {5,6} e {1,5,6,7}
b)  {1,5,6} e {1,2,5,6,7}
c)  {7} e {1,5,6,7}
d)  {1,5,6,7} e {1,5,7}
e)  {1,2,5,6,7,8} e {1,5,6}

24 - João recebeu seu salário, gastou dele 40% nas despesas habituais e, do restante, 30% foram colocados na caderneta de poupança.
A quantia que restou representa, do salário total, a porcentagem de:
a)  18%;
b)  30%;
c)  36%;
d)  40%;
e)  42%.
7

25 - Em uma oficina de reparo de pintura automotiva, um funcionário, procurando encontrar o tom exato da cor do veículo a ser
reparado, preparou uma mistura de três tintas, X, Y e Z. Usou outra lata como medida e misturou, em um recipiente, 2/5 de
lata de tinta X, 1/4 de lata de tinta Y e 3/4 de lata de tinta Z. Da mistura preparada, reservou uma quantidade equivalente a
uma lata (medida) completamente cheia e usou totalmente o restante para pintar uma área de 4,2 m², como teste. Desse modo,
é correto afirmar que, aplicada de forma idêntica à aplicada na área teste, a lata reservada (medida) dessa mistura permite
pintar uma área igual, em m², a:
a)  13,5.
b)  12,7.
c)  11,3.
d)  10,5.
e)  9,8.

26 - A sequência (10; 17; 31; 59; 115; …) foi criada seguindo um padrão pré-determinado. O maior número da sequência que
é menor do que 1000 é:
a)  698.
b)  713.
c)  899.
d)  902.
e)  999.

27 - Uma empresa oferecia vagas de emprego nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Os candidatos pré-selecionados
poderiam escolher um ou os dois Estados em que tivessem interesse em trabalhar. Sabe-se que 26 pessoas escolheram São
Paulo,12 optaram pelos dois Estados e 20 escolheram apenas um dos dois Estados. O número de candidatos pré-selecio-
nados foi:
a)  32.
b)  34.
c)  40.
d)  46.
e)  58.

Com o objetivo de representar, o mais próximo possível do real, o espaço geográfico, os cientistas usaram as projeções cartográficas.
As mais utilizadas são as de Mercator e Peters, representadas pelas figuras a seguir.

28 - Com base nos conhecimentos sobre projeções cartográficas, assinale a alternativa correta:
a)  Na projeção de Peters, o espaçamento entre os paralelos aumenta da linha do equador para os polos, enquanto o espaçamento
entre os meridianos diminui a partir do meridiano central.
b)  Na projeção de Mercator, o espaçamento entre os paralelos diminui da linha do equador para os polos, enquanto o espaçamento
entre os meridianos aumenta a partir do meridiano central.
c)  Na projeção de Peters, o plano da superfície de projeção é tangente à esfera terrestre (projeção azimutal); já, na projeção de
Mercator, o plano da superfície de projeção é um cone (projeção cônica) envolvendo a esfera terrestre.
d)  Na elaboração de uma projeção cartográfica, o planisfério de Peters mantém as distâncias proporcionais entre os elementos do
mapa, aumentando o comprimento do meridiano central.
e)  A projeção de Mercator é desenvolvida em um cilindro, sendo mantida a propriedade forma; essa projeção mostra uma visão
de mundo eurocêntrica.
8

O estado do Paraná é constituído por três Planaltos, que se apresentam como típica paisagem de degraus estruturais ou escarpas de estratos.

29 - Com base nos conhecimentos sobre os Planaltos paranaenses, assinale a alternativa correta.
a)  O Primeiro Planalto é formado pelos campos de Curitiba e Castro e divide-se em três regiões: Planalto de Curitiba, Região
Açungui e Planalto Maracanã.
b)  O Primeiro Planalto é formado pelos campos de Cambará e Iguaçu, onde se encontram os principais bens minerais energéticos,
como carvão mineral, urânio e xisto pirobetuminoso.
c)  O Segundo Planalto, formado pelos campos de Palmas, é a região onde se localizam os minerais metálicos, como ouro e prata.
d)  O Segundo Planalto representa o plano de declive que forma a encosta Serra Geral do Paraná, denominada de escarpa mesozoica.
e)  O Terceiro Planalto, formado pelos campos Gerais e pelo Aquífero Carste, apresenta várias quedas d’água, como Salto São
Francisco.

30 - Assinale a alternativa correta a respeito da colonização europeia no Sul do Brasil, com destaque para o estado do Paraná.
a)  A principal característica da imigração asiática (notadamente a japonesa) e a europeia são traços que definem a ocupação do
Oeste paranaense.
b)  No Sul do estado do Paraná há presença significativa de eslavos e descendentes que até hoje trabalham em atividades agrope-
cuárias em pequenas propriedades.
c)  A Colônia Cecília em Palmeira, região dos Campos Gerais é um exemplo da presença significativa da imigração árabe no
estado.
d)  Assaí, Arapoti, Araucária são alguns municípios que se destacam na sericicultura e café com presença marcante da imigração
japonesa iniciada no século XIX.
e)  Na região serrana gaúcha a imigração eslava é a de maior destaque, principalmente na produção de vinhos.

31 - As paisagens naturais de uma região resultam das interações entre os seus elementos como relevo, geologia, clima, hidrografia e
vegetação. Com relação ao quadro climato-botânico brasileiro e sua área de ocorrência, identifique a única associação FALSA:
a)  Clima: semi-árido => vegetação: caatinga => área de ocorrência: ao sul do Trópico de Capricórnio.
b)  Clima: subtropical => vegetação: campos => área: sudoeste do Rio Grande do Sul.
c)  Clima: tropical úmido => vegetação: mata Atlântica => área: costa oriental do país.
d)  Clima: tropical sub-úmido => vegetação: cerrados => área:centro do país.
e)  Clima: equatorial => Vegetação: floresta amazônica => área: parte setentrional do país.

Leia o texto transcrito a seguir.


As riquezas naturais do Brasil são legendárias. O País tem o maior bioma de floresta úmida do mundo, a Amazônia, que
contém de longe a maior parcela das florestas úmidas remanescentes. A Amazônia Legal cobre cerca de 60% do território brasileiro
e abriga 21 milhões de habitantes, 12% da população total, dos quais 70% vivem em cidades e vilarejos. O Brasil também tem o
maior manancial de água doce do mundo, e a região amazônica sozinha responde por quase um quinto das reservas mundiais. O uso
sustentável dessas enormes riquezas não apenas garantiria os recursos para o futuro, como poderia ser também uma fonte de maior
equidade e redução de pobreza, uma vez que os recursos naturais representam uma proporção muito maior dos bens dos pobres (cerca
de 80%) do que dos ricos.
(Banco Mundial. Causas do Desmatamento da Amazônia Brasileira. 1ª edição, Brasília, 2003.)

32 - Acerca do tema abordado no texto, analise a alternativa errada:


a)  A floresta latifoliada perenifólia observada em amplos setores da Amazônia brasileira, um dos ricos biomas brasileiros, é heteró-
clita e reflete condições atmosféricas (temperatura, umidade e precipitação) reinantes no ambiente bioclimático equatorial.
b)  Do ponto de vista social, é correto dizer que os benefícios privados da pecuária em larga escala na Amazônia são distribuídos
de forma excludente, pouco colaborando, assim, para reduzir a desigualdade econômica e social da região.
c)  As evidências geoecológicas disponíveis indicam que, na Amazônia, os custos dos desmatamentos, do ponto de vista ambiental,
são significativos, superando, inclusive, os benefícios privados da pecuária, especialmente no tocante ao patrimônio genético e
ambiental.
d)  O cultivo da soja vem-se expandindo, consideravelmente, no bioma Cerrado, provocando uma pressão à expansão da fronteira
agrícola para as regiões florestadas amazônicas
e)  Apesar da intensa pressão antrópica sobre o espaço florestal amazônico, a existência local do processo de lixiviação dos solos,
que os enriquece em fósforo e matéria orgânica, pode ser um fator fundamental para colaborar no reflorestamento da Região.
9

Analise o texto abaixo.


“No Brasil a __________ e a __________, juntamente com a ação __________ em todo o território, explicam porque a
maioria dos climas são ___________.”

33 - Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do texto.


a)  Latitude; altitude; das massas de ar; tropicais
b)  Corrente do Golfo; latitude; das massas de ar; equatoriais
c)  Latitude; altura; das correntes marinhas; tropicais
d)  Altitude; corrente das Malvinas; da latitude; subtropicais
e)  Latitude; altitude; da corrente de Humboldt; quentes

34 - O mapa representa as formas do relevo brasileiro. O número 2 corresponde à forma de relevo conhecida como:
a)  Planície Amazônica.
b)  Planície Costeira.
c)  Planalto Central.
d)  Planalto das Guianas.
e)  N.D.A.

35 - Palmas no Paraná é um município localizado em partes altas do Terceiro Planalto Paranaense e apresenta clima subtropical
do tipo Cfb que reúne condições ideais para a produção de energia:
a)  Eólica.
b)  Termoelétrica.
c)  Nuclear.
d)  Hidrelétrica.
e)  Geotérmica.

36 - A análise da realidade social e o conhecimento da multidimensionalidade da pobreza é um tema fundante no exercício profis-
sional do assistente social. Desse modo, compreende-se a pobreza:
a)  Pela ausência total de renda e a não detenção dos meios de produção, conceito que permite identificar o maior determinante
para a superação da desigualdade social.
b)  Como uma categoria capaz de explicar, por si só, os conceitos de risco e vulnerabilidade social, cuja recuperação está na ordena-
ção do mercado.
c)  Resultante da trajetória de cada sujeito e do modo como cada um aproveita as oportunidades que a sociedade lhe oferece para
a superação de sua condição.
d)  Sem se limitar apenas pela insuficiência de bens materiais, mas também compreendê-la como uma categoria política que se
traduz pela ausência de direitos, de desproteção, de possibilidades e de esperanças.
e)  Como um amplo espectro de determinações, mas que, do ponto de vista pessoal e individual, a condição material tem menos
impacto do que aspectos culturais e sociais.
10

37 - O problema da expansão urbana nas periferias das áreas metropolitanas, no Brasil e no restante da América Latina, tem
criado desafios para os cientistas sociais, governantes e para as populações pobres que, em escala crescente, passam a habitar
essas periferias. Nesse contexto, assinale a opção correta.
a)  No Brasil, somente em pequenos e médios municípios podem ser encontrados os contrastes da cidade formal ao lado da cidade informal.
b)  As favelas desenvolveram-se no Brasil como uma expressão mais cultural que uma expressão de segregação econômica.
c)  A conurbação é definida como o crescimento urbano ordenado de acordo com os padrões técnicos de planejamento.
d)  Um dos desafios dos planejadores urbanos é administrar a macrocefalia urbana.
e)  No Brasil, o uso e a ocupação do solo urbano baseiam-se nos princípios de planejamento racional do uso do solo.

38 - O crescimento da população urbana no Brasil teve início nos anos 50 do século passado e atingiu a cifra de 67,7% no final dos
anos 1980. Dentre os fatores que favoreceram o crescimento da população urbana do Brasil estão:
a)  A melhor distribuição de renda e a qualidade de vida nas áreas rurais.
b)  A expansão das fronteiras agrícolas em direção ao oeste e ao noroeste do País e a mecanização das lavouras.
c)  A ampliação das oportunidades de emprego no setor industrial e o crescimento de empregos no setor terciário.
d)  A mecanização das atividades urbanas e a reforma nos registros das propriedades existentes nas cidades.
e)  O surgimento das favelas e a presença do Estado na implantação da infraestrutura necessária para o atendimento das necessi-
dades da população.

O uso da água aumenta de acordo com as necessidades da população no mundo. Porém, diferentemente do que se possa
imaginar, o aumento do consumo de água superou em duas vezes o crescimento populacional durante o século XX.
TEIXEIRA, Wilson et al. Decifrando a Terra. São Paulo, Companhia. Editora Nacional, 2009,

39 - Uma estratégia socioespacial que pode contribuir para alterar a lógica de uso da água apresentada no texto e consequentemen-
te, reduzir os efeitos do estresse hídrico é a:
a)  Ampliação de sistemas de reutilização hídrica.
b)  Expansão da irrigação por aspersão das lavouras.
c)  Intensificação do controle do desmatamento de florestas.
d)  Adoção de técnicas tradicionais de produção.
e)  Criação de incentivos fiscais para o cultivo de produtos orgânicos.

40 - No estado do Paraná, as disputas por limites territoriais e os conflitos pela posse de terra acarretaram alguns episódios
sangrentos que exigiram a atuação da Polícia Militar do Paraná. Sobre o tema, assinale a alternativa INCORRETA.
a)  A Conflagração do Sudoeste foi a luta de colonos contra companhias de terras que queriam cobrar pela terra que os colonos
haviam recebido em doação.
b)  A Rebelião em Porecatu, também denominada Revolta do Quebra Quilo, foi um conflito que ocorreu no vale do rio Paranapanema.
c)  O conhecido Cerco da Lapa ocorreu na década de 1970, quando militantes comunistas tentaram tomar posse de terras de
propriedade privada.
d)  A Guerra do Contestado foi motivada por uma disputa entre os estados do Paraná e Santa Catarina pela posse da região de Palmas.
e)  O Combate do Irani, ocorrido no início do século XX, é considerado o principal episódio da Guerra do Contestado.

Sobre a História do Paraná, julgue os itens a seguir e assinale a alternativa que contenha todas as respostas certas:
I -  O nome Paraná, teve origem no rio que separa o Brasil do Paraguai, e tem sua origem na língua Tupi.
II -  O
termo Paraná Moderno faz referência ao processo de urbanização do estado, enquanto que o termo Paraná em Desenvolvi-
mento faz referência ao processo de industrialização.
III -  O início da colonização do Paraná, aconteceu no século XVI por portugueses que exploravam a agricultura no interior do estado.

IV -  Um dos rios mais importantes do estado é o rio Iguaçu, que tem um considerável potencial energético.
V -  A província do Paraná, como era conhecida, sempre foi autônoma.
41 - Estão corretas
a)  I, II e V
b)  II, III e IV
c)  I, II, IV e V
d)  I, II e IV
e)  I, II, III e V
11

42 - O Roteiro dos Imigrantes destaca a colonização europeia ocorrida no Estado do Paraná, inicialmente com a promoção de dois
roteiros no Segundo Planalto, na Região:
a)  Dos Campos Gerais.
b)  Do Primeiro Planalto.
c)  Do Terceiro Planalto.
d)  Do Litoral.
e)  De Matinhos.

No desenvolvimento histórico do estado do Paraná desde o século XVI até os dias atuais são registros significativos:
I -  A expansão cafeeira no século XX atraiu imigrantes de outros estados para o Paraná, além de europeus e japoneses.
II -  Noperíodo do Império, o estado do Paraná tornou-se uma província independente, tendo sua economia impulsionada pelo
cultivo da erva-mate.
III -  Grandescompanhias de colonização, como a Paraná Plantation, do Reino Unido, atuaram no estado derrubando matas e
abrindo caminhos para lavouras e cidades.
43 - É correto o que se afirma em:
a)  I, somente
b)  I e II somente.
c)  I, II e III.
d)  I e III, somente.
e)  II e III, somente.

44 - No século XVI, as terras que hoje fazem parte do estado do Paraná, pertenciam a Capitania de São Vicente. Nessa época, a
região era visitada por exploradores europeus em busca de madeira de lei. Somente no século XVII, foi iniciada a colonização,
com a fundação:
a)  Da Vila de Paranaguá, por colonos e jesuítas espanhóis.
b)  Da vila de Matinhos, por colonos e paraguaios.
c)  De matinhos, por jesuítas franceses.
d)  De vila da lapa, por colonos e jesuítas espanhóis.
e)  De Paranaguá, por exploradores catarinenses.

Leia o texto a seguir:


E se foi o pinheiro a árvore providencial de nossos primeiros dias, é ainda aquela que pela sua utilidade possibilitou a coloni-
zação sistemática do solo, e assim, a figura será também para a população de todas as origens que aqui habita o símbolo integrador
do passado ao presente e alvorada promissora de nossa atualidade a esse futuro que há de ser fatalmente grandioso, porque grandiosas
também são as linhas da estrutura física e moral da nossa terra e da nossa gente.
(MARTINS, R. Editorial da Revista Ilustração Paranaense, 1927. Apud PETERS, A. P. O movimento paranista. In REZENDE, C. J.;TRICHES, R. I. (Orgs.).
Paraná: espaço e memória. Curitiba, Editora Bagozzi, 2005, p 273.)

45 - O movimento paranista procurou criar uma identidade para o Paraná. Neste discurso de Romário Martins o pinheiro simbo-
lizaria o Estado inclusive:
a)  Como concepção que articulava as várias regiões do estado dado a sua importância na economia do século XX
b)  Como elemento de unificação do passado e do presente dos povos que, através do trabalho, construíam o presente e preparavam
o porvir.
c)  No destaque dado ao discurso universalista que fundava no extrativismo a identidade paranaense no século XIX e XX.
d)  Na expressão da formação moral de homens e mulheres que naquele período começavam a colonizar o norte do Paraná.
e)  Na narrativa mítica de fundação, pois, segundo os guaranis, do pinhão haviam nascido os primeiros homens e mulheres da terra.
O dia em que o capitão-mor Pedro Álvares Cabral levantou a cruz [...] era a 3 de maio, quando se celebra a invenção da
Santa Cruz em que Cristo Nosso Redentor morreu por nós, e por esta causa pôs nome à terra que se encontrava descoberta de Santa
Cruz e por este nome foi conhecida muitos anos. Porém, como o demônio com o sinal da cruz perdeu todo o domínio que tinha sobre
os homens, receando perder também o muito que tinha em os desta terra, trabalhou que se esquecesse o primeiro nome e lhe ficasse
o de Brasil, por causa de um pau assim chamado de cor abrasada e vermelha com que tingem panos [...].
(Frei Vicente do Salvador, 1627. Apud Laura de Mello e Souza. O Diabo e a Terra de Santa Cruz, 1986. Adaptado.)
12

46 - O texto revela que:


a)  A Igreja católica defendeu a prática do extrativismo durante o processo de conquista e colonização do Brasil.
b)  Um esforço amplo de salvação dos povos nativos do Brasil orientou as ações dos mercadores portugueses.
c)  Os nomes atribuídos pelos colonizadores às terras do Novo Mundo sempre respeitaram motivações e princípios religiosos.
d)  O objetivo primordial da colonização portuguesa do Brasil foi impedir o avanço do protestantismo nas terras do Novo Mundo.
e)  Uma visão mística da colonização acompanhou a exploração dos recursos naturais existentes nas terras conquistadas.

Em 1808, a família real portuguesa, fugindo do cerco napoleônico, transferiu-se para o Brasil que, de colônia, se tornou sede
da monarquia e do vice-reino. Os treze anos durante os quais a corte permaneceu no Rio de Janeiro tiveram grande importância
política e econômica e foram seguidos pela declaração de independência do Brasil em 1822.
OLIVEN, Rubem George. “Cultura e modernidade no Brasil”.In: http://www.scielo.br/pdf/spp/v15n2/8571.pdf (Adaptado).

47 - Uma das principais características socioeconômicas desse período foi a(o):


a)  Diminuição do fluxo de mercadorias.
b)  Início do ciclo econômico da borracha.
c)  Abertura dos portos ao comércio exterior.
d)  Ampliação das relações bilaterais com os EUA.
e)  Elevação do Brasil à condição de protetorado da Inglaterra.

“A grande lavoura açucareira na colônia brasileira iniciou-se com o uso extensivo da mão de obra indígena (...) Do ponto de
vista dos portugueses, no período de escravidão indígena, o sistema de relações de trabalho era algo que fora pormenorizadamente
elaborado. Tal período foi também aquele em que o contato entre os europeus e o gentio começou a criar categorias e definições
sociais e raciais que caracterizaram continuamente a experiência colonial.”
(Schwartz, Stuart B. Segredos Internos: Engenhos e escravos na sociedade colonial. São Paulo: Cia das Letras, 2005, p. 57)

48 - Sobre o trabalho escravo durante o período colonial é correto afirmar que:


a)  O uso da mão de obra indígena estendeu-se durante todo o período colonial. No primeiro momento, durante a extração do
pau-brasil, os portugueses utilizavam o escambo. No segundo momento, a partir da produção canavieira, foi organizada a escra-
vidão dos povos indígenas.
b)  Desde o primeiro contato com os portugueses, os indígenas foram submetidos ao trabalho escravo. Seja na extração do pau-brasil seja
na grande lavoura canavieira, o sistema escravista baseado na mão de obra nativa predominou diante de outras formas de trabalho.
c)  A partir da necessidade de mão de obra para a produção canavieira, os povos indígenas foram submetidos à escravidão. Porém,
a partir da chegada dos primeiros grupos de africanos, a escravidão indígena foi paulatinamente abandonada até chegar ao fim
em meados do século XVII.
d)  A escravidão indígena foi implantada durante o chamado Período Pré-colonial e tinha como objetivo usar o máximo de mão
de obra para a extração do pau-brasil. Com a implantação da grande lavoura e a chegada dos africanos, a escravidão indígena
perdeu força e foi abandonada no século XVIII.
e)  Após utilizar o trabalho indígena com o escambo, os portugueses recorrem à sua escravização. Isso se deve à necessidade portu-
guesa de mão de obra para a grande lavoura e à indisposição indígena para o trabalho aos moldes europeus. No século XVII, é
substituída definitivamente pela escravidão africana.

Leia o enunciado abaixo.


Em 1989, Fernando Collor de Mello, candidato à presidência da República pelo Partido da Reconstrução Nacional (PRN),
foi eleito no segundo turno por defender __________ e prometer atacar a “ineficiência do Estado”, posicionando-se contra a corrupção
e atacando os “marajás” e “privilegiados” do serviço público. Entre as principais iniciativas de seu governo, pode-se citar __________
de estatais e __________ de preços e salários. Essas medidas econômicas foram orientações provenientes de um encontro de técnicos
do FMI, do BID, do Bando Mundial e de economistas latino-americanos, ocorrido em novembro de 1989, que elaboraram indica-
ções conhecidas como __________.

49 - Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado acima.


a)  O liberalismo econômico – o fortalecimento – o congelamento – Foro de São Paulo
b)  O nacional-estatismo – a encampação – o aumento – Consenso de Washington
c)  O nacional-estatismo – o fortalecimento – a indexação – Consenso de Porto Alegre
d)  O desenvolvimentismo – a privatização – o aumento – Foro de São Paulo
e)  O liberalismo econômico – a privatização – o congelamento – Consenso de Washington
13

50 - A imagem acima refere-se a uma manchete publicada em um site de notícias da internet sobre um ataque de hackers ocorrido
na Alemanha. Os hackers se aproveitam das vulnerabilidades de segurança da informação, utilizando vários tipos de malwares
para auxiliá-los nos ataques. Entre os vários tipos de malwares, aquele que é capaz de se propagar automaticamente pelas
redes, enviando cópias de si mesmo entre computadores, é conhecido como:
a)  Spyware.
b)  Keylogger.
c)  Worm.
d)  Botnet.
e)  Hansomware.

51 - Sobre Internet e Intranet assinale a alternativa Incorreta:


a)  A Internet também é conhecida como rede das redes, e por isso permite acesso a todo conteúdo de todas as redes, inclusive
arquivos que estejam em uma Intranet sem restrições.
b)  A Intranet é uma rede privada de computadores, através da qual é possível se compartilhar vários recursos internos a uma empresa
c)  Extranet é parte de uma Intranet disponibilizada na Internet
d)  Ethernet é um padrão de infraestrutura de cabeamento
e)  Nenhuma das anteriores.

52 - Considerando o Ms-Word 2010, versão português em sua configuração padrão, assinale a alternativa que apresenta as funcio-
nalidades correspondentes às respectivas teclas de atalho: Ctrl + X, Ctrl + V, Ctrl + C e Ctrl + P.
Obs. O caractere “+” foi utilizado apenas para a interpretação da questão.
a)  Copiar, Colar, Recortar e Imprimir.
b)  Recortar, Colar, Copiar e Imprimir.
c)  Colar, Copiar, Recortar e Imprimir.
d)  Colar, Copiar, Imprimir e Recortar.
e)  Recortar, Imprimir, Colar e Copiar.

53 - Considerando o MS-EXCEL 2007, versão português, e a planilha a seguir, assinale a alternativa que apresenta o valor correto
que será exibido após a execução da seguinte fórmula: =B2*C1+B3

a)  0
b)  3
c)  5
d)  10
e)  15
14

54 - No contexto da arquitetura, o Linux é um núcleo:


a)  Bilítico.
b)  Trilítico.
c)  Quadrilítico.
d)  Não-referencial.
e)  Monolítico.

55 - Assinale a opção correta acerca do sistema operacional Linux.


a)  O Linux é um software que equivale ao pacote de ferramentas Microsoft Office no ambiente Windows, as quais são usadas
para a edição de documentos, apresentações e planilhas.
b)  Os programas próprios para o sistema Linux do pacote de produtos BROffice não funcionam no ambiente Windows.
c)  O Linux e suas distribuições são softwares de código aberto que podem ser usados, copiados e redistribuídos sem restrições.
d)  Para fins de segurança e também para evitar o uso de programas não autorizados, não é possível instalar o Windows em uma
máquina na qual o Linux esteja instalado.
e)  Por ser um sistema operacional muito rápido, o Linux funciona somente em máquinas que utilizem processadores Intel ou Pentium.

56 - No BrOffice Calc, para se eliminar casas decimais de um número, utiliza-se, exclusivamente, a função:
a)  COMBINA.
b)  EXP.
c)  RADIANOS.
d)  TRUNCAR.
e)  SOMASE

Acerca das disposições do Estatuto da Criança e do Adolescente, julgue as assertivas acerca do direito a vida e a saúde:
I -  É assegurado a todas as mulheres o acesso aos programas e às políticas de saúde da mulher e de planejamento reprodutivo e,
às gestantes, nutrição adequada, atenção humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério e atendimento pré-natal, perinatal e
pós-natal integral no âmbito do Sistema Único de Saúde
II -  Os serviços de saúde onde o parto for realizado assegurarão às mulheres e aos seus filhos recém-nascidos alta hospitalar respon-
sável e contrarreferência na atenção primária, bem como o acesso a outros serviços e a grupos de apoio à amamentação.
III -  É
obrigatória a aplicação a todas as crianças, nos seus primeiros dezoito meses de vida, de protocolo ou outro instrumento
construído com a finalidade de facilitar a detecção, em consulta pediátrica de acompanhamento da criança, de risco para o seu
desenvolvimento psíquico.
57 - Estão corretas as assertivas:
a)  I
b)  II
c)  I e III
d)  II e III
e)  Todas estão corretas

A Lei nº. 8.069, de 13 de julho de 1990, dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Do direito à
vida e à saúde é assegurado à gestante, através do Sistema Único de Saúde, o atendimento pré e perinatal.

58 - Assinale a alternativa incorreta sobre o texto:


a)  A parturiente será atendida preferencialmente pelo mesmo médico que a acompanhou na fase pré-natal.
b)  Os serviços de saúde onde o parto for realizado assegurarão às mulheres e aos seus filhos recém-nascidos alta hospitalar respon-
sável e contrarreferência na atenção primária, bem como o acesso a outros serviços e a grupos de apoio à amamentação.
c)  Os serviços de unidades de terapia intensiva neonatal deverão dispor de banco de leite humano ou unidade de coleta de leite
humano. O poder público, as instituições e os empregadores propiciarão condições adequadas ao aleitamento materno, inclusive
aos filhos de mães submetidas a medida privativa de liberdade.
d)  Incumbe ao poder público proporcionar assistência psicológica à gestante e à mãe, no período pré e pós – natal, inclusive como
forma de prevenir ou minorar as consequências do estado puerperal.
e)  É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação
dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade,
ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária.
15

59 - Acerca das medidas socioeducativas previstas no ECA, assinale a Incorreta:


a)  A advertência consistirá em admoestação verbal, que será reduzida a termo e assinada
b)  A prestação de serviços a comunidade consiste na realização de tarefas gratuitas por período não excedente a seis meses.
c)  O regime de semi-liberdade será sempre forma de transição para o meio aberto.
d)  A internação constitui medida privativa de liberdade.
e)  Entre os direitos do adolescente privado de sua liberdade é ser informado de sua situação processual, sempre que solicitada.

60 - Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) é um(a):


a)  Lei que dispõe sobre a proteção integral à criança e ao adolescente.
b)  Decreto presidencial para proteção aos jovens e crianças.
c)  Resolução do Senado Nacional para auxiliar o conselho tutelar.
d)  Lei que se dirige às crianças e jovens até os 24 anos de idade.
e)  Conjunto de resoluções e decretos a fim de proteger as crianças dos crimes e violências.
PROPOSTA DE REDAÇÃO

Observe a charge de Paixão publicada durante a realização no Rio de Janeiro da Conferência das Nações Unidas sobre
Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20. Considerando os elementos representados na charge e sua relação com a foto ao lado,
escreva um texto explicitando a opinião de Paixão sobre a Rio+20.

Seu texto deve:


• Ter de 10 a 12 linhas;
• Indicar não apenas o ponto de vista do autor, mas também os elementos gráficos em que se fundamenta sua interpretação.
PMPR

CENTRAL DE
SIMULADOS
WWW.QSTÃO.COM.BR

FOLHA DE RASCUNHO

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Você também pode gostar