Você está na página 1de 3

Escola Bíblica Dominical ADSA Caetanos

Pr. Anderson Urcino

Tema: oração
Texto Áureo: Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e
vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos. ( Efésios 6:18)

1. O que é oração? E qual a sua importância? A oração é o meio de comunicação


entre o homem e Deus.

A oração é importante porque nos proporciona intensa intimidade com Deus. É através
dela que descobrimos grandes tesouros escondidos na sua palavra. Esta direciona o
centro da vontade de Deus para nossas vidas.

É através da oração que o soldado cristão obtém a energia que lhe fortalece e o
encoraja para usar a armadura de Deus e segurar a espada.

Pois, não somos capazes de lutar com as forças e habilidades que julgamos ter, pois o
inimigo é bem mais forte do que nós.

Observe: Quando Amaleque atacou Israel, Moises foi para o monte a fim de orar
enquanto Josué pelejava e usava a espada no vale (Ex 17:8-16). A intercessão de
Moises e a espada de Josué foram os dois elementos essenciais para derrotar o
inimigo na guerra. Desse modo, sem a oração de Moises, Josué não teria vencido a
peleja.

2. Como devemos orar? Devemos orar em particular. Assim, antes de orar em


publico, precisamos nos aproximar de Deus com um coração sincero, submisso, com
Fé, humildade e espírito de perdão, pois diante de Deus não podemos usar máscara
porque ele nos conhece .(MT 6:5-15)

 Orar no secreto. Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua
porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te
recompensará publicamente.( MT 6:6)(Ex João batista)

 Orar com Coração sincero e humilde. Como o do Publicano. (Luc 18:9-14).

 Orar com submissão a palavra de Deus. Portanto, vós orareis assim: Pai nosso,
que estás nos céus, santificado seja o teu nome; Venha o teu reino, seja feita a tua
vontade, assim na terra como no céu; (MT 6:9-10)
 Orar com espírito de perdão. Devemos Consider a oração ensinada por Jesus a
seus discípulos. (Mc 6:12). E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós
perdoamos aos nossos devedores. Orar com um coração sublime. (ver At 7:60.
Luc 23:34).

 Orar com Fé. Sem Fé é impossível agradar a Deus (Hb 11.6). Jesus disse aos
discípulos: “Em verdade vos digo que, se tiverdes fé e não duvidardes, não só
fareis o que foi feito à figueira, mas até se a este monte disserdes: Ergue-te, e
precipita-te no mar, assim será feito; não podemos duvidar daquilo que pedimos
em nome de Jesus”. (Mt 21:21.)

 Orar com perseverança. É na perseverança que encontramos a resposta. Veja


o que falou Jesus em (Lc 18:1-8). A insistência da viúva importunou o juiz mal que
não temia a Deus e nem respeitava homem algum para julgar sua causa.

Não devemos comparar o juiz mal com Deus. Deus é perfeito em sua bondade e
ele não tardará em responder com justiça e amor. Por isso, não podemos perder a
esperança e assim, persistir. Veja ( Mt 7:7-11)

 Orar vigiando. Voltando para os seus discípulos, achou-os adormecidos; e disse


a Pedro: Então nem uma hora pudeste velar comigo? Vigiai e orai, para que não
entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca. (Mt
26:40-41)

Dessa forma, precisamos ficar acautelados quando formos orar para não sermos
atraídos pelas astúcias do inimigo. Por exemplo, ao orarmos em publico devemos
manter os nossos olhos abertos, para não sermos pego de surpresa pelo
adversário.

 A oração de intercessão. Devemos orar intercedendo. Veja o benefício que há na


intercessão. (Jó 42;10). Deus concedeu livramento a Ló por conta da intercessão
de Abraão. (Gn 18:22-33; 19:29)

 A oração no espírito. De acordo com o modelo bíblico, devemos orar ao pai por
meio do filho e no espírito, porque não sabemos orar como convém. “E da mesma
maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que
havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com
gemidos inexprimíveis. É aquele que examina os corações sabe qual é a intenção
do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos”. (Rm 8:26-27)

Se a oração não for no espírito, não iremos orar conforme a vontade de Deus, e,
por isso, muitas orações não são respondidas. E por isso não recebeis, porque
pedis mal, para esbanjares em vossos prazeres carnais .(Tg 4:3)

No antigo testamento antes do véu que dava acesso ao santo dos santos, havia
um pequeno altar de ouro em que o sacerdote queimava incenso (Êx 30:1-10 Lc
1:1-11). O incenso retrata, então, a oração. Desse modo, para ser queimado no
tabernáculo ou templo, deveria ser preparado de acordo com as instruções de
Deus não segundo alguma formula humana. O fogo do altar, portanto, retrata o
espírito santo, pois é ele quem “acende” nossas orações dentro da vontade de
Deus .