Você está na página 1de 8

POWER LINE ENGENHARIA E SERVIÇOS Fone: (54) 30288044 – (54) 991015632

www.powerline.eng.br

MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO


OBRA: PROJETO SUBESTAÇÃO 112,5 KVA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO XV DE NOVEMBRO

1. OBJETO:

O presente memorial especifica e determina as principais características do projeto, e os


procedimentos para a construção da subestação particular de energia elétrica desabrigada (ao
tempo com transformador em poste), de 112,5kVA, localizada na rua Cel. Soares, na cidade de
São Gabriel, visando atender a demanda de energia elétrica necessária para o perfeito
funcionamento da Escola XV DE NOVEMBRO. Atualmente existe um padrão de entrada em BT
instalado, UC referência é 3092480366, este está localizado na rua duque de caxias , 238 e será
desativado após conclusão da instalação da nova Subestação. A subestação será instalada na rua
Cel. Soares.

2. NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS:

As normas aplicáveis a esse projeto são disponibilizadas pela concessionária de energia elétrica
RGE Sul, uma distribuidora do grupo CPFL. O presente projeto foi elaborado de acordo com os
GED’s números 2855, 2856, 2858, 2859, 2861 da CPFL Energia.
Os equipamentos e serviços a serem fornecidos deverão estar de acordo com as normas da
ABNT (Associação Brasileiros de Normas Técnicas), normas da Concessionária de Energia Elétrica,
e demais normas regulamentadoras vigentes e aplicáveis. O projeto foi elaborado considerando
a relação de normas acima, contudo o responsável pela execução dos serviços, deve efetuar
verificação criteriosa, na época daexecução, sobre novas normas ou alterações de normas que
tenham entrado em vigor ou ainda, que não se encontram aqui relacionadas, mas que sejam
aplicáveis à execução.

Rua Visconde de Pelotas, 2548 –Bairro Pio X – CEP 95.020-500Caxias do Sul - RS


3. FINALIDADE:

O projeto em questão é uma obra pública, para uma subestação de energia elétrica de
112,5kVA, a qual irá suprir a energia necessária para o perfeito funcionamento da Escola Estadual
de Ensino Fundamental XV DE NOVEMBRO, na cidade de São Gabriel, no estado do Rio Grande
do Sul.

4. PROTEÇÃO REDE MT

As proteções da rede Média Tensão projetadas para a entrada de serviço de acordo com os
GED’s específicos, são compostas por chaves fusíveis de 25 kV, e corrente nominal de 300 A base
C, com elos fusíveis na derivação de 15K, com elos na subestação de 6K.

5. CARACTERÍSTICAS DE MT DA ENTRADA DE SERVIÇO

O circuito de entrada de serviço de Média Tensão até a chave base C 300A classe 25kV, ELO 6K
da nova subestação em 25kV possuem condutores suspensos através de isoladores poliméricos
de 25kV, já os condutores da chave até as buchas de média tensão do transformador 112,5kVA
são de cobre isolado classe II de 16mm² de 1kV.

6. PARA-RAIO

Os para-raios são poliméricos de 20kV e 10kA, com disparadores automáticos e com cabos de
aterramento de cobre nú 25mm².

7. ATERRAMENTO

O sistema de aterramento possui caminhos elétricos independentes, porém referenciados ao


mesmo sistema, ou seja, neutro, partes metálicas do transformador, medição e para-raios estão
equipotencializados. Haverá 04 hastes de aterramento em aço cobreado enterradas em torno da
cabine, e interligadas com condutor de cobre nu 50 mm², para onde deverão convergir todos os
cabos de aterramento (ligação equipotencial), conforme indicado no projeto. A haste de
aterramento possui 2,40 metros.

Rua Visconde de Pelotas, 2548 – CEP 95020.500 – Pio X – Caxias do Sul – RS


SAC, DÚVIDAS E SUGESTÕES: (54)3067.5157
8. CONDUTORES DE BT

Os condutores do circuito de BT são de cobre isolado EPR ou XLPE, são necessárias 4 vias de 95
mm² com isolação de 0,6 à 1 kV , que interligarão os bornes de baixa tensão do transformador
até os transformadores de corrente na caixa de medição, seguindo ao disjuntor de proteção
geral, este, deverá ser trifásico, 175A com capacidade de interrupção de curto circuito de no
mínimo 10kA, 380 V/60 Hz, NBR 60947, termofixo, modelo caixa moldada, certificado pelo
INMETRO.

9. POSTE DO TRANSFORMADOR

O poste de concreto será do tipo tronco cônico, com altura de 11 metros, e capacidade de 600
daN, o qual será utilizado para a fixação do transformador, conjunto de medição e demais
acessórios. O poste deverá ser instalado obedecendo a dimensão mínima à ser enterrado, bem
como observar a correta fixação do mesmo ao solo.

10. MEDIÇÃO INDIRETA DE ENERGIA

Será instalada caixa de medição metálica, com mureta de concreto ao envolto, a medição será
indireta em BT (220/380V) e atende os padrões GED’s, atualizado a partir de 01/01/2019, com
dimensões de 1800 x 1600 x 400 mm, onde serão instalados, disjuntor termomagnético tripolar
de 175A – 380V – 10kA, 4 Dispositivos de proteção contra surtos (DPS) de 60kA tipo 1
monofásicos, ou um tetra polar que proteja todos os circuitos, esses na ligação F+N+T, um
disjuntor Bipolar de 1A, 3 tomadas monofásicas de 2P+T, e os TC’s, estes instalados pela
concessionária de energia RGE.

11. CERCA AO ENTORNO DA SUBESTAÇÃO

Será instalada cerca metálica ao entorno da subestação, respeitando as distâncias de 1,7,


metros da mesma, na divisa com a via pública existe um muro, este será utilizado como parte de
proteção contra acesso a subestação. Exatamente nesse local será aberto uma passagem, a qual
será instalado o portão, este com cadeado padrão RGE, todas as partes metálicas deverão ser
aterradas.
12. CÁLCULO DA DEMANDA

Carga total declara antes do aumento:

45kW.

Carga Total a ser Instalada:

Equipamentos Escola:

Circuitos de Aquecimento: 7250W / FP: 1,00 = 7250VA;

Circuitos de Climatização: 45380W / FP: 1,00 = 45380VA;

Circuitos de Iluminação: 19613W / FP: 0,5 = 39226VA;

Circuitos de Tomadas de Uso Geral: 26548W / FP: 0,8= 33185VA;

Carga Total Instalada: 125041VA.

Potência Ativa Total: 98791 W

O fator de potência médio será:

𝐬𝐨𝐦𝐚 𝐤𝐖
𝐅𝐏 =
𝐬𝐨𝐦𝐚 kVA

98791
𝐅𝐏 = = 0,79 .
125041
Fator de Demanda Médio Aplicado:

FD= Fator de demanda (0,85)

Ci= Carga instalada

P= Potência Ativa (KW)

D= Demanda Provável (KVA)

Total carga instalada: 98,791 KW

𝐏 = 98791 𝐱 𝟎, 𝟖𝟓 = 83,97𝐊𝐖

Cálculo do capacitor:

O Fator de potência deve ser corrigido de 0,79 para 0,92.

Para 98,791kW e k=0,350(tabela 20 GED- 2856)

kVAr = 98,791 x 0,350 = kVAr

Deve ser instalado um capacitor de 35 kVAr.

Dimensionamento do transformador:

83,97
𝐃= = 91,27 𝐤𝐕𝐀
𝟎, 𝟗𝟐

De acordo com a tabela 2 do GED-2856, o transformador é de 112,5kVA.

13. TRANSFORMADOR

A subestação rebaixadora terá potência de 112,5 kVA, com um transformador a óleo, com
tensão primária de 23,1 kV, e secundária de 220/380 V , frequência de 60Hz, impedância
percentual de +/- 5%, ficará exposto ao tempo, fixo em poste por abraçadeiras especiais para
esse tipo de aplicação, estas, de aço.
14. CÁLCULO CORRENTE DE CURTO CIRCUITO

A corrente de curto circuito no ponto de instalação da proteção geral de baixa tensão é de


3,5kA, sendo necessário que o disjuntor de BT tenha capacidade de ruptura igual ou superior a
esse valor, assim assegurando proteção aos circuitos de distribuição, limitando os efeitos do
curto.

Pelo método simplificado, considerando barra infinita e desprezando as impedâncias, segue:

TR 112,5 kVA-13,8kV-380/220V-60HZ.

Icc = I x100então:
Z

Icc = 175 x 100


5

Icc = 3,5 kA

15. PROTEÇÃO GERAL BT

O dispositivo de proteção geral da rede BT é um disjuntor termomagnético possui uma corrente


nominal de 3x175A, com capacidade de interrupção em curto circuito de no mínimo 3,5kA.

16. MATERIAS DIVERSOS

Os demais materiais necessários para a perfeita montagem e construção da subestação que


estão relacionados no projeto, e que não estão prescritos nos itens anteriores, seguem expressos
neste tópico:
 Grampo linha viva;
 Caixa de medição metálica com 3 portas 1800x1600x400mm;
 Tomada 2P+T;
 Cinta galvanizada a fogo;
 Cruzeta madeira tratada ou concreto;
 Piso concreto polido 5cm;
 Parafuso cabeça quadrada 150 x 16mm;
 Mão francesa galvanizada a fogo 619mm;
 Conector splitbolt 35mm²;
 Conector sapata 35mm²;
 Curva PVC 100mm² (4”);
 Luva PVC 32mm² (4”);
 Eletroduto rígido PVC 100mm² (4”);
 Eletroduto rígido PVC 32mm² (1”);
 Curva PVC 32mm² (1”);
 Isolador de Ancoragem 15 kV Polimérico;
 Cruzeta metálica perfil “U” padrão RGE;
 Cabo cobre coberto #16 mm eletrolítico 99,9%;
 Ramal de ligação entrada 3#70mm XLPE alumínio 15kV, suspensos por mensageiro
cabo de aço 9,5mm;
 Transformador trifásico 112,5kVA-15kV-220/380V-60hZ;
 Cabo cobre nú 35mm;
 Para-Raio 12kV-10kVA;
 Poste de Concreto tronco Cônico 11 metros 600 DAN.

17. OBSERVAÇÕES

O projeto em questão é uma obra pública Estadual, para suprir a energia elétrica necessária da
Escola Estadual de Ensino Médiol XV de Novembro, localizada na cidade de São gabriel, no Rio
Grande do Sul.
Atualmente existe uma medição de BT no terreno em questão que está vinculada a UC
3092480366, a qual será desativada quando for realizada a implementação da subestação, que
estará situada neste mesmo terreno em local diferente da atual medição, estando definida a sua
localização conforme consta no projeto da subestação.
18. NOTAS IMPORTANTES

 Será assegurado o livre acesso a medição;


 Os materiais a serem utilizados na obra devem ter sua qualidade comprovada de
acordo com as exigências padronizadas pela concessionária de energia elétrica RGE;
 Os serviços devem ser executados de acordo com os procedimentos de segurança
estabelecidos pelas Normas Regulamentadoras vigentes;

Responsável Técnico:
ENGENHEIRO ELETRICISTA JADIEL BENHUR – CREA/RS: RS226802