Você está na página 1de 28

DIREITOS HUMANOS

Declaração Universal de Direitos Humanos


PROFA. ALICE ROCHA
Lei ou Carta Internacional dos Direitos Humanos
(International Bill of Rights)
Declaração Universal dos Direitos do Homem
+
Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos e seus dois protocolos
opcionais (sobre procedimento de queixa e sobre pena de morte) A1966-
V1976 Brasil 1992
+
Pacto Internacional dos Direitos Econômicos, Sociais e Culturais e seu
protocolo opcional
A1966-V1976 Brasil 1992
3
Instrumentos normativos do Sistema Global
• Instrumentos normativos gerais: Carta Internacional de Direitos
Humanos (Declaração Universal dos Direitos do Homem + Pacto
Internacional dos Direitos Civis e Políticos + Pacto Internacional dos
Direitos Econômicos, Sociais e Culturais)

• Instrumentos específicos: Convenções Internacionais


fundamentalmente voltadas à prevenção da discriminação ou à
proteção de pessoas ou grupos particularmente vulneráveis, que
merecem tutela especial como mulheres, crianças, etnias, raças etc.

4
Questão – CESPE/DPE-RR – Defensor Público - 2013
No que concerne à proteção internacional dos direitos humanos, julgue
o item abaixo.
O sistema global de proteção dos direitos humanos está estruturado
com base em uma série de documentos, entre os quais se destacam o
Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos e o Pacto Internacional
dos Direitos Econômicos, Sociais e Culturais?

5
Questão – CESPE/PRF - Policial Rodoviário Federal - 2013
Julgue o item subsecutivo:
O sistema global de proteção dos direitos humanos foi instaurado pela Carta
Internacional dos Direitos Humanos?

Comentários
• O Sistema Global de Direitos Humanos é coordenado pela ONU, que foi
criado pela Carta das Nações Unidas. Em seguida, a Assembleia Geral da
ONU edita a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Esse documento,
juntamente com o Pacto Internacional dos Direito Civis e Político e os Pacto
Internacionais dos Direitos econômicos, sociais e culturais formam-se o
que a doutrina denomina de Carta Internacional dos Direitos Humanos.

6
1. Declaração Universal de Direitos Humanos (DUDH)
• Universal Declaration of Human Rights (UDHR)
• Principal instrumento do sistema global de proteção dos Direitos
Humanos;
• Principal contribuição para a universalização da proteção ao ser
humano (proteção que decorre da condição humana);
• Adotada pela Assembleia Geral da ONU em 10 de dezembro de 1948
(48 votos a favor, nenhum contra e 8 abstenções);
• Consagra diversos direitos: consenso sobre os direitos de primeira
dimensão (civis e políticos), mas embate sobre direitos sociais,
econômicos e culturais reflexo da Guerra Fria.
7
• Prevalece a tese de que direitos de liberdade (art. 1º ao 21º) e de
igualdade (art. 22º ao 30º) possuem o mesmo valor e integrariam um
todo único, indivisível. Declaração como um ideal comum, com
direitos assegurados em paridade hierárquica.
• Direitos de terceira dimensão: marco teórico para o desenvolvimento
dos direitos de solidariedade e de fraternidade, direitos de terceira
geração, visto que não os aborda de forma específica.

8
Questão – VUNESP/TJM-SP Juiz substituto 2016
A Declaração Universal dos Direitos do Homem foi adotada em 10 de dezembro de
1948. A seu respeito, assinale a alternativa correta.
a) Dada sua correlação com os direitos naturais, houve grande consenso em torno do
documento que contou com a aprovação unânime dos Estados, sem reprovações ou
abstenções.
b) Estabelece três categorias de direitos: os direitos civis e políticos, os direitos
econômicos, sociais e culturais e os direitos coletivos, combinando, de forma inédita,
os discursos liberal, social e plural.
c) Não tratou do direito à propriedade, tendo em vista que esse ponto poderia ser
objeto de impasse com os Estados do bloco socialista.
d) Embora sem grande repercussão, garante o direito à felicidade que, nos últimos
anos, tem sido tema de grande debate nacional e internacional.
e) Não apresenta força de lei, por não ser um tratado. Foi adotada pela Assembleia das
Nações Unidas sob a forma de resolução. Contudo, como consagra valores básicos
universais, reconhece-se sua força vinculante.
9
Questão – CESPE/DPU Defensor Público 2010.
Os direitos humanos são indivisíveis, como expresso na Declaração
Universal dos Direitos Humanos, a qual englobou os direitos civis,
políticos, econômicos, sociais e culturais?

10
Questão – CESPE/DPE-PI Defensor Público 2009
A UDHR foi redigida à luz das atrocidades cometidas durante a 2.ª Guerra
Mundial. Nesse documento, marco da proteção internacional dos direitos
humanos, foi afirmado que
a) o meio ambiente é um direito das presentes e futuras gerações.
b)o Fundo Monetário Internacional não deve conceder empréstimos para
países que usem mão de obra infantil.
c) liberdade, igualdade e fraternidade são os três princípios axiológicos
fundamentais em matéria de direitos humanos.
d) sanções econômicas deverão ser aplicadas pela ONU às nações que não
adotarem as recomendações da UDHR.
e) deverá ocorrer intervenção humanitária pela ONU caso as nações não
adotem as recomendações da UDHR.

11
Artigo 1º : “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em
dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir
uns para com os outros em espírito de fraternidade.”

12
1.1. Direitos e garantias reconhecidas na DUDH
- Vida, liberdade e segurança pessoal;
- Proibição de escravidão e servidão;
- Proibição de tortura e tratamento cruel, desumano ou degradante;
- Reconhecimento como pessoa;
- Igualdade;
- Proibição de prisão arbitrária;
- Justa e pública audiência perante um tribunal independente e imparcial;
- Presunção de inocência;
- Vida privada;
- Liberdade de locomoção;
- Direito de asilo, que não pode ser invocado em caso de perseguição legitimamente motivada
por crime de direito comum;
13
- Direito a ter uma nacionalidade;
- Contrair matrimônio e fundar uma família;
- Propriedade;
- Liberdade de pensamento, consciência e religião;
- Liberdade de reunião e associação pacífica;
- Fazer parte do governo do país;
- Acesso ao serviço público do país;
- Segurança social;
- Trabalho;
- Repouso e lazer;
- Padrão de vida capaz de assegurar-lhe, e a sua família, saúde e bem-estar, inclusive
alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis;
- Instrução (educação); e
- Participar livremente da vida cultural.
14
1.2. Natureza Jurídica: tratado ou resolução?
• Norma cogente ou norma diretiva?
• Status formal não-vinculante, mas POSSUI CARÁTER JURÍDICO:
• Fonte de interpretação de todo direito internacional dos direitos humanos
(autorização nos arts. 1º e 55 da Carta da ONU);
• Integra direito costumeiro e os princípios gerais de direito (inspira
constituições, remissões ao seu texto nos documentos da ONU e
reconhecimento em cortes internacionais como fonte do direito);
• Constitui uma materialização dos princípios da Carta da ONU.

15
Questão – MPT/PGT Procurador 2007 adaptada
Sobre o sistema de promoção e proteção dos direitos humanos,
a Declaração Universal de Direitos Humanos de 1948 da ONU não
constitui, sob o ponto de vista formal, instrumento jurídico vinculante,
em termos gerais, embora, no aspecto material, venha sendo utilizada
como importante elemento de interpretação dos tratados e
convenções internacionais e como fonte de inspiração para a
aprovação e interpretação das normas internas dos Estados?

16
Questão – FCC/DPE-PA Defensor Público 2009
A Declaração Universal de Direitos Humanos
a) apresenta força jurídica vinculante, por constituir uma interpretação autorizada das modernas
Declarações de direito, conforme sustenta parte considerável da doutrina, consagrando ainda a
ideia de que, para ser titular de direitos, basta ser nacional de um Estado membro da ONU.
b) apresenta força jurídica vinculante, seja por constituir uma interpretação autorizada do artigo
55 da Carta das Nações Unidas, seja por constituir direito costumeiro internacional, conforme
sustenta parte considerável da doutrina, consagrando ainda a ideia de que, para ser titular de
direitos, basta ser nacional de qualquer Estado.
c) não apresenta qualquer força jurídica vinculante, consagrando a ideia de que, para ser titular de
direitos, basta ser nacional de um Estado.
d) apresenta força jurídica vinculante, seja por constituir uma interpretação autorizada do artigo
55 da Carta das Nações Unidas, seja por constituir direito costumeiro internacional, conforme
sustenta parte considerável da doutrina, consagrando ainda a ideia de que, para ser titular de
direitos, basta ser pessoa.
e) não apresenta qualquer força jurídica vinculante, consagrando a ideia de que, para ser titular de
direitos, basta ser nacional de um Estado membro da ONU.

17
1.3. Estrutura da DUDH

A) Fundamento no preâmbulo: DIGNIDADE (núcleo dos direitos


humanos), relações amistosas entre os Estados.
B) Direitos substantivos: artigos

18
Questão – VUNESP/TJM-SP Juiz de Direito Substituto 2016
Ainda sobre a Declaração Universal dos Direitos do Homem, é correto
afirmar que
a) prevê expressamente o direito à participação política, mas não o de
acesso a serviços públicos.
b) garante a todos, sem qualquer tipo de distinção, educação, direito ao
trabalho e saúde pública gratuita.
c) prevê a criação de um tribunal internacional para julgamento de violações
aos direitos humanos.
d) não estabelece nenhuma forma de governo para garantir a aplicação dos
direitos humanos, pois entende que isso deve ser livremente decidido pelas
nações individualmente de acordo com sua realidade.
e) prevê o direito ao trabalho e ao repouso e lazer, inclusive a limitação
razoável das horas de trabalho e as férias remuneradas periódicas.
19
A) Preâmbulo
- Dignidade decorre da condição humana e independe de concessão
política ou social;
- As consequências da Segunda Guerra foram determinantes para a
internacionalização dos Direitos Humanos;
- A comunidade internacional deve se esforçar para implementar os
direitos previstos na Declaração.

Atenção: recomenda-se leitura atenta da DUDH!

20
B) Direitos subjetivos
• Destaque para o direito à igualdade como princípio informador da DUDH.
Igualdade em sentido formal e material, revelando o princípio da isonomia.
Não se justifica discriminação, sendo todos humanos e iguais.
• Direitos à vida, à liberdade, à segurança (art. III) e à propriedade (art. XVI)
• Vedação à escravidão e à tortura, tratamento cruel, desumano ou
degradante (arts. IV e V): direito humano absoluto
• Direitos e garantias processuais:
• devido processo legal,
• vedação à prisão/detenção/exílio arbitrários (art. IX),
• igualdade no processo, imparcialidade do julgador, publicidade dos atos processuais
(art. X),
• princípio da presunção de inocência, princípio da irretroatividade da lei penal (art.
XI). ATENÇÃO: diferente do princípio da irretroatividade maléfica da CF/88.
21
• Princípio da legalidade (art. 24.2 da DUDH)

Questão – FUNIVERSA/SESIPE-DF – Agente Penitenciário - 2015


Com relação aos direitos humanos, julgue os itens seguintes:
Segundo a Declaração Universal dos Direitos Humanos, toda pessoa, no
exercício de seus direitos e de suas liberdades, estará sujeita apenas às
limitações determinadas por lei, exclusivamente com o fim de assegurar o
devido reconhecimento e respeito dos direitos e das liberdades de outrem e de
satisfazer às justas exigências da moral, da ordem pública e do bem-estar de
uma sociedade democrática?

22
Questão – CS-UFG/DPE-GO Defensor Público 2014
Um dos documentos mais importante das Nações Unidas é a Declaração Universal
dos Direitos Humanos, assinada em 1948, que, em seu preâmbulo, enumera
considerações e, em seguida, declara pontualmente direitos humanos universais
por meio de vários artigos. No preâmbulo, considera-se que :
a) ninguém será mantido em escravatura ou em servidão; a escravatura e o tráfico
dos escravos, sob todas as formas, são proibidos.
b) ninguém será submetido a tortura nem a penas ou tratamentos cruéis,
desumanos ou degradantes.
c) todos são iguais perante a lei e, sem distinção, têm direito a igual proteção da
lei.
d) todos têm direito à proteção igual contra qualquer discriminação que viole a
declaração e contra qualquer incitamento a tal discriminação.
e) todas as nações devem ser encorajadas ao desenvolvimento de relações
amistosas entre si.
23
• Direito à intimidade e à vida privada e à inviolabilidade domiciliar (art. XII)
• Direito de ir e vir (art. XIII, abrange trânsito, saída e retorno ao país de origem)
• Direito de asilo (art. XV, ATENÇÃO: “Este direito não pode, porém, ser invocado
no caso de processo realmente existente por crime de direito comum ou por
atividades contrárias aos fins e aos princípios das Nações Unidas.)
• Direito de nacionalidade (art. XV, abrange direito de mudar de nacionalidade e
veda retirada arbitrária)
• Direito de constituir família (art. XVI)
• Direito à liberdade de expressão (arts. XVIII e XIX, abrange liberdade de
expressão, de pensamento e de religião)
• Direito de reunião (art. XX, abrange direito individual dos participantes e coletivo
no exercício conjunto)
• Direitos políticos (art. XXI, exercido pela soberania popular, exercício
democrático) 24
• Direitos trabalhistas (arts. XXIII e XXIV, abrange direito ao trabalho,
liberdade de escolha do emprego, condições justas e favoráveis de
trabalho, proteção contra o desemprego, igualdade de remuneração para
igual trabalho, direito à remuneração justa e satisfatória, liberdade de
associação em sindicatos, direito à repouso e lazer, direito à jornada
limitada e direito às férias)
• Direitos sociais (arts. XXV, XXVI e XXVII, direito à educação gratuita nos
graus elementares e fundamentais e obrigatória no grau elementar.
Abrange a garantia de vida socialmente digna, proteção à maternidade,
direito à instrução e direito de participação dos bens culturais)
• Interpretação ampliativa: não pode limitar, de qualquer modo, os direitos
previstos (art. XXX)
25
Questão – CESPE/MPU - Técnico do MPU – Apoio Técnico Administrativo 2015
A Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada e proclamada pela Assembleia
Geral da Organização das Nações Unidas em 1948, marcou um novo tempo na proteção
internacional dos indivíduos. Considerando o preâmbulo desse documento, julgue os itens
a seguir.
O respeito aos direitos humanos pelo império da lei é essencial para que as pessoas não
sintam necessidade de recorrer à rebelião contra a tirania e a opressão?
Os estados-membros da Organização das Nações Unidas se comprometem a promover o
respeito universal aos direitos e às liberdades humanas fundamentais?
Não se pode impor tratamento diferenciado nem impedir a entrada nas dependências da
administração pública à pessoa que exteriorize credo religioso por meio da utilização de
palavras, sinais, símbolos ou imagens?
A apreensão de bem alheio não precisa ser formalmente justificada quando estiver
evidente que o bem apreendido possa vir a ser utilizado para prejudicar a continuidade do
serviço público?
Medidas degradantes podem ser utilizadas para impedir a depredação do patrimônio
público quando se revelarem a única maneira de se preservar o interesse social?
26
27