Você está na página 1de 266

JORNAL CINFORMONLINE EDIÇÃO 1945 | ANO 38 |20/7/2020

A NOVA ERA DA NOTÍCIA

ENTREVISTAS

OPÇÃO PARA
FORMAR CHAPA
COM EDVALDO
JORGINHO ARAUJO
Sou testemunha da transparência,
do zelo com a coisa pública e
do compromisso com a ética
de Edvaldo Nogueira”
ACESSE P. 31

UM BOLSONARISTA
MUDARÁ O RUMO
DESTAS ELEIÇÕES?
LÚCIO FLÁVIO
Defende o fim da era da esquerda
na Capital Sergipana e aposta na
maioria silenciosa conservadora
ACESSE P. 42

ENTREVISTA COM AIRTON COSTA


“O momento é de salvar vidas, união
de todos, nosso povo está morrendo”
ACESSE P. 73
A NOVA ERA DA NOTÍCIAS

IMPORTANTE
Para ler e navegar melhor no seu
jornal CINFORMONLINE digital, instale
a versão gratuita do Adobe Acrobat Reader,
acessando o Play store ou Apple store
do seu celular, table ou computador.

TOQUE NOS ÍCONES ABAIXO E FAÇA O DOWNLOAD

Receba o seu jornal CinformOline


digital GRÁTIS toda semana através
do WhatsApp, às segundas-feiras

CLIQUE AQUI E
CADASTRE-SE
ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 2
A NOVA ERA DA NOTÍCIA

ÍNDICE t ÍNDICE CADERNO 1


TOQUE E ACESSE

OPINIÃO
EDITORIAL – O risco do líder messiânico 7

CINFORMANDO – Prorrogação do
auxílio de R$ 100 do Estado foi garantida
com verba do governo federal! 11

POLÍTICA
Opção para formar chapa com Edvaldo 31

Um bolsonarista mudará
o rumo destas eleições? 42

PANORAMA –
Despesas de campanha 65

“O momento é de salvar vidas, união


de todos, nosso povo está morrendo” 73

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 3


Sheyla Galba lança pré-candidatura
a vereadora por Aracaju 83

GERAL
Senac inicia capacitação gratuita de
600 profissionais em quatro áreas 87

Oficinas vão orientar profissionais


do setor de alimentação fora do lar 92

Pesquisa mostra que empresários continuam


enfrentando dificuldade para obter crédito 56

PROPAGANDA & NEGÓCIOS


Tendências e negócios pós-pandemia 96

OFICINA DE ADVOCACIA
A hodierna ideia da mediação familiar 108

MEDIAÇÃO & ARBITRAGEM


Importância e desafios dos métodos
resolutivos de solução de conflitos 114

CANTINHO DA CRÔNICA
“Alguma coisa está fora da ordem...” 120

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 4


ARTIGO DA SEMANA
Votando de dois em dois anos, o eleitor
amadureceu; já os políticos... 124

A eleição para reitoria da Universidade


Federal de Sergipe (UFS) está longe de um
modelo de democracia 128

FALANDO DE MODA
Loucas por Moda? SIM! 136

STREAMING
Dicas da semana 139

ESPÇO REFLEXÃO
Escolhas fazem você 148

ANUNCIE
AQUI

CONTATE SUA AGÊNCIA DE PUBLICIDADE OU


TOQUE u E FALE COM OS NOSSOS CONSULTORES
uElenaldo Santana (79) 99949-9262
uEmail: comercial@cinform.com.br

SE PREFERIR, FALE DIRETAMENTE


COM O CINFORM SOLICITANDO UMA VISITA
(79) 3304-5414
ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 5
ÍNDICE GERAL
E ACESSE
TOQUE

ANO 38 - ED. 1942


1945 -29/6/2020
-20/7/2020 - 6
OPINIÃO 1/4

EDITORIAL

O RISCO DO LÍDER
MESSIÂNICO
A esperança de reverter o estado sindical
em que se transformava em passos rápidos
o Brasil levou a sociedade a acreditar em um
milagre. O Partido dos Trabalhadores, com
seu “Messias” Lula, já era bem maior do que
o Estado, tal e qual aconteceu na Alemanha
nazista dos anos 1930, anos precursores da
Grande Guerra Mundial.

O Partido Nazista, com suas milícias


armadas, já era maior que o governo, maior
que o próprio Exército, e logo o seu semideus
Hitler assumia a chancelaria do Reich, cooptava
a plenipotenciária posição de comandante
do governo, do estado e das forças armadas,
inicialmente de forma democrática e depois,
com o poder se acumulando, pela força.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 7


OPINIÃO EDITORIAL 2/4

A sociedade brasileira temia esse desfecho


de forma inversa, já que, por aqui era um partido
de esquerda que caminhava a passos largos
para subjugar as instituições, através do seu
aparelhamento lento e progressivo, seguindo passo
a passo o que ensinou o comunista italiano Antonio
Gramsci nos seus Cadernos do Cárcere, quando
disse que o capitalismo não se destruía com
confronto direto, mas sim, atacando-o por dentro.

O maior criminoso da história, sem qualquer


sombra de dúvida, Adolf Hitler era um paranoico
que odiava a todos, jamais teve um amigo
sequer, nem mesmo seu ministro da propaganda
ou seu arquiteto. Aos mais próximos, seus
generais, seus ministros, a quase todos que
tentaram mediar suas loucuras ele escarneceu,
humilhou, destituiu. Ela era o cara. Mas, não se
pretende aqui comparar Hitler com Lula nem
com Bolsonaro. Seria uma insensatez.

O que se quer dizer aqui é que um Messias


não vai resolver a crônica falta de liderança deste
país, porque um homem só jamais conseguirá
conduzir os passos de uma nação como esta.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 8


OPINIÃO EDITORIAL 3/4

Nem Lula, nem Bolsonaro, individualmente, pode


harmonizar os interesses pontuais dos políticos
e dos poderes constituídos desta República.

Aquele discurso, belíssimo, de que “A esperança


venceu o medo”, na primeira e histórica vitória de
um operário que virou presidente, constitui-se em
uma das maiores decepções do Brasil, quando
se instalou por aqui a maior bandalheira nunca
vista antes na história deste país, ou de outro
qualquer, a bem da verdade.

Então, na plenitude de uma crise moral


e econômica que afundaram o Brasil numa
recessão jamais vista, brilha no olho do mais
crédulo uma esperança que reverbera em
60 milhões de brasileiros de que chegara,
finalmente, a hora da mudança.

Eis aí um novo Messias, até no nome. Na


plenitude da crise que extinguia milhões de
empregos e empresas, o Capitão toma posse
com ares confiantes e a decisão explícita
de acertar as coisas no Brasil. Encontra
obstáculos intransponíveis no establishment

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 9


OPINIÃO EDITORIAL 4/4

que manda de fato na organização política,


social, jurídica e econômica do país.

O brasileiro precisa refletir antes de escolher


seus candidatos. Claro que a simpatia, a
proximidade, o pedido do amigo, da amiga, o
conhecimento, tudo isso colabora para uma
escolha por simpatia e não por pragmatismo.

Outro inimigo da escolha imparcial é o fator


emocional que tem levado milhões de brasileiros a
uma competição inútil entre “nós e vocês”, quando,
na verdade, somos um só povo e lutamos pelos
mesmos ideais de um Brasil livre, progressista,
laico, comandado por pessoas honestas.

Então, de tanto levar na cara, é tempo de a


sociedade esquecer que não é um líder que vai
resolver o problema crônico do seu município, do
seu Estado ou do Brasil, mas sim, o compromisso
de um partido sério, histórico, com um ideário
lógico, que apresente projetos realizáveis e
homens de passado limpo, homens honestos e
voltados para o bem da coletividade e não para se
perpetuar no poder, ou para se locupletar.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 10


OPINIÃO 1/20

Habacuque Villacorte
CINFORMANDO

PRORROGAÇÃO DO AUXÍLIO
DE R$ 100 DO ESTADO
FOI GARANTIDA COM VERBA
DO GOVERNO FEDERAL!
Por HABACUQUE VILLACORTE | habacuquevillacorte@gmail.com

Este colunista não faz a linha do


“quanto pior, melhor”, mas diante de tanta
“desinformação” que tem sido propagada
por aí, inclusive por alguns veículos de
comunicação, sente-se a necessidade de dizer
a verdade para a sociedade sergipana, até por
uma questão de justiça. E há a necessidade de

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 11


OPINIÃO CINFORMANDO 2/20

um “esclarecimento” a respeito do Cartão Mais


Inclusão (CMAIS), benefício social proposto
pelo Governo do Estado, apreciado e aprovado
pela Assembleia Legislativa.

Ele consiste no repasse mensal de um


auxílio de R$ 100 para famílias de baixa
renda, devidamente cadastradas pela
SEIAS (Secretária de Estado da Inclusão
e Assistência Social) e que já não estejam
contempladas em outros programas sociais.
Essa foi uma das alternativas encontradas
pelo governo do Estado, durante três meses,
para auxiliar quem mais precisa neste período
difícil de enfrentamento à pandemia do novo
coronavírus (COVID-19),

Recentemente o governo do Estado


anunciou algo bastante positivo: a
prorrogação por mais dois meses do
benefício social, um ato de sensibilidade e
compromisso social. Este colunista acha
pouco, mas não vai entrar nesse mérito
da discussão, porque quem sabe da
necessidade é quem será contemplado e, em

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 12


OPINIÃO CINFORMANDO 3/20

tempos de desemprego em massa e de fome,


toda ajuda do Estado é válida, sobretudo
para os mais pobres. Agora é preciso olhar
esse auxílio por “outros ângulos” também...

Em Sergipe nós temos mais de 2 milhões


de habitantes; tudo bem que os beneficiários
de outros programas não recebem este
auxilio de R$ 100, mas será que no nosso
território nós temos apenas 25 mil pessoas
com renda de até R$ 89? Detalhe: dessa
quantidade, o governo do Estado não atingiu
a meta e cadastrou um pouco menos. O
pior veio depois: quase nove mil pessoas
não foram localizadas, já morreram ou
melhoraram de condição de vida...

Pra valer, o benefício social atingiu cerca


de 16 mil sergipanos, um número muito
“ínfimo”, diga-se de passagem! E onde está
o erro? Quem deve ser responsabilizado?
O governador? A secretaria? Ou o governo
como um todo? Mas, voltando ao início do
comentário, a prorrogação de dois meses foi
anunciada com festa pelo governo do Estado

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 13


OPINIÃO CINFORMANDO 4/20

e propagada por aliados e por setores da


imprensa. Só que essa turma esqueceu de
dizer algo para os sergipanos...

No último dia 14 o Estado abriu, via


decreto, um crédito adicional extraordinário
para reforço de dotações orçamentárias
consignadas no Orçamento, através de
ajuda federal chegando na ordem de R$
156,2 milhões, sendo R$ 151,2 mi para o
combate à COVID e outros R$ 5 mi para
o Combate à Pobreza, ou seja, está claro
no decreto que, graças a esse montante
repassado pelo governo do presidente Jair
Bolsonaro, o “galeguinho” Belivaldo Chagas
vai poder conceder mais duas parcelas do
auxílio de R$ 100. Uma verdade, esquecida
por “muitos”, mas lembrada por este espaço.
Justiça seja feita...

Veja essa!
Este colunista faz um alerta aos órgãos
fiscalizadores do Estado, em especial para
o Ministério Público Federal, CGU e Tribunal
de Contas. Em muitas prefeituras pelo

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 14


OPINIÃO CINFORMANDO 5/20

interior sergipano existem rumores sobre


os gastos de recursos que chegam para o
combate à COVID-19.

E essa!
A coluna está apurando mas tão surpreendente
quanto uma empresa conhecida por realizar
shows construir um hospital de campanha, é
também uma empresa do ramo de “triciclos
e bicicletas” participar de concorrências para
montar um “mini hospital”. Tem até empresa do
ramo de materiais esportivos. Essa Covid vai
dar o que falar...

Dispensas de licitação
Se os órgãos fiscalizadores acompanharem, com
precisão, as dispensas de licitação realizadas
por algumas prefeituras nesse período de
“calamidade pública”, vai perceber que a atividade
econômica de algumas empresas contratadas
estão muito longe de se relacionarem com a
saúde. É a chamada “emergência amiga”...

Bomba!
Teve uma concorrência em um município

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 15


OPINIÃO CINFORMANDO 6/20

sergipano para a compra de EPIs


(Equipamentos de Proteção Individual),
por exemplo, e segundo informações, duas
das três empresas que concorreram estão
localizadas em Aracaju. Até aí tudo bem, mas
na Avenida Chanceler Osvaldo Aranha, no
mesmo número...Isso pode Arnaldo?

Coisas de Ará
Não é de hoje que a Secretaria Municipal
de Saúde da capital tem como “mandante”
uma “primeira ministra”. Os rumores é que
quem manda e desmanda por lá é a esposa
do secretário da Fazenda de Aracaju, já sob
investigação. Lembram das denúncias sobre
a empresa ACL (ADECON)? Havia a suspeita
de tratamento diferenciado por parte da
chefe do setor de engenharia da saúde,
reconhecida como uma antiga parceria
da secretária de fato, desde a época da
Secretaria de Estado da Saúde...

Foi fito aqui


Quem não se lembra também, durante essa
mesma gestão, do casal composto pelo

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 16


OPINIÃO CINFORMANDO 7/20

fiscal do contrato e esposo da servidora


responsável por licitar e contratar? Foi dito por
este colunista que era uma relação onde “se
cobrava o escanteio, corria para cabecear e
ainda saia celebrando o gol”...

Exclusiva!
Os órgãos fiscalizadores não deram ouvidos a
este colunista. Resultado? O que acontece hoje
no Hospital de Campanha, simplesmente, é a
continuidade do que já vinha acontecendo e foi
denunciado desde o início! Sempre existiu essa
“forte parceria” envolvendo “marido e esposa”
na Secretaria da Fazenda do município. Os
procedimentos técnicos arrumados pela
Sra. Carla (eng.chefe) juntamente com seus
subordinados! Depois dessa mais essa “dica”
só resta esperar os desdobramentos da
Operação Serôdio. Se puxar o “fio do novelo”...

Alô Ribeirópolis!
A disputa política no município começa a
“esquentar”! O prefeito Antônio Passos
(DEM) deve disputar a reeleição e terá como
adversários três nomes da oposição: Tião Bila

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 17


OPINIÃO CINFORMANDO 8/20

(PSC); o vereador Silveira (PT), apoiado pelo


senador Rogério Carvalho e pela ex-prefeita;
e Rogério Sobral (PL), apoiado pelo deputado
federal Bosco Costa (PL) e pelo deputado
estadual Talysson de Valmir (PL).

Unidade na oposição
Para muita gente no município que faz
oposição ao prefeito, os adversários só teriam
chance de impedir a reeleição se caminhassem
unidos em um único projeto. Setores ligados
ao governo do Estado avaliam que o nome de
Silveira é hoje o que mais reúne condições de
disputar, em igualdade, com Antônio Passos.
Há um trabalho em andamento para “costurar”
esse apoio em torno da sua candidatura.

Alô Arauá!
Este colunista vem recebendo várias
denúncias sobres supostos desmandos e
possível malversação de recursos públicos
que estariam ocorrendo no município. Tudo
concentrado em secretarias comandadas
por um “grandão” e pelo responsável pelo
“$$$$”. A informação é que documentos

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 18


OPINIÃO CINFORMANDO 9/20

estão sendo encaminhados ao DEOTAP e


que ninguém se surpreenda com alguns
“procedimentos”, no “mês do desgosto”...

Operação LIGNUM
Na manhã da quarta-feira (15), foi deflagrada
a Operação LIGNUM, no bojo de investigação
conduzida pela 6° Procuradoria de Justiça
Criminal do Ministério Público de Sergipe,
com auxílio do GAECO. Foram cumpridos
mandados de busca e apreensão expedidos,
em endereços diversos, residenciais,
empresariais e de órgãos públicos, nos
Municípios de Laranjeiras e Aracaju,
por equipes do GAECO do MPSE, dos
departamentos da Polícia Civil, DEOTAP e
DENARC, da Polícia Militar do Estado de
Sergipe, através da Agência Central de
Inteligência (ACI).

Operação Citrus
As investigações correm em sigilo e são um
desdobramento de outra investigação anterior
conduzida pelo Ministério Público Estadual,
que veio à tona por meio da Operação

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 19


OPINIÃO CINFORMANDO 10/20

Cítrus, que investiga supostos desvios de


recursos públicos destinados à aquisição de
medicamentos e insumos de saúde.

Supostos desvios
Apura-se, agora, suposto desvio na aquisição
de portas, peças de madeiras e outros
materiais e insumos de construção, os quais
em tese deveriam ser destinados à reforma de
escolas porém nunca chegaram ao destino.
Não há, no momento, mandados de prisão a
serem cumpridos. E as equipes do Ministério
Público e da Polícia ficaram divididas nos
nove alvos abrangidos pela ordem judicial de
inspeção, buscas e apreensões.

Alô Laranjeiras!
Não é de agora que este colunista vem alertando
sobre “coisas estranhas” que acontecem
naquele município, sempre relacionadas com
um cidadão conhecido por “Valdecir”. Ele
costuma aparecer sempre como o “maior
intermediador” e dizendo que representa
pessoas muito conhecidas da cidade. Todos os
olhos estão voltados para a cidade...

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 20


OPINIÃO CINFORMANDO 11/20

“Suco de laranjas”
Com um assunto sempre puxa o outro, já
existem rumores de que as buscas e apreensões
realizadas em Laranjeiras podem acontecer,
normalmente, em outras cidades. Em outra
cidade, inclusive, já houve discussão entre
vereadores sobre o assunto e já quem defenda
uma CPI da Saúde no município. E olhe que isso
não tem nada a ver com os recursos relacionados
à pandemia do novo coronavírus. É coisa antiga...

Alô Gaeco!
A ação do GAECO em defesa do patrimônio
público é sempre bem-vinda e necessária. Na
investigação dos contratos relacionados ao
Hospital de Campanha da Prefeitura de Aracaju
estranhamente os técnicos não encontraram
nada e arquivaram as denúncias. Menos mal
que os técnicos da CGU e da PF tanto acharam
que promoveram uma Operação na capital.
Em tempo, a retomada de ações de campo do
GAECO tranquilizam a população.

Dores sem limites


Acontece de tudo naquele município. Agora tem

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 21


OPINIÃO CINFORMANDO 12/20

um áudio de um vereador da cidade onde ele


admite pagar débitos da campanha do prefeito
com cargos comissionados. E o mais grave: fala-
se em outra gravação onde o “prefeito de
fato” exige de um empresário o pagamento
de um cabo eleitoral mediante recebimento
de fatura devida por serviço prestado! A
“gravação” feita no sítio, já está circulando
por aí e, a depender de onde ela vai chegar,
as consequências serão “desastrosas”...

Alô Belivaldo!
O “galeguinho” Belivaldo Chagas (PSD)
foi infectado com o novo coronavírus,
infelizmente. O governador vem a frente
do Executivo no combate à essa pandemia
e, acertando e errando, mesmo com as
críticas que este colunista faz à sua gestão,
no campo pessoal respeita a vontade da
maioria dos sergipanos e, sobretudo, o ser
humano que vai entrar em um processo de
isolamento e recuperação. Mesmo sem fazer
parte do “núcleo”, este colunista é cristão e
deseja boa saúde e melhoras ao governador
de todos os sergipanos.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 22


OPINIÃO CINFORMANDO 13/20

AMUSE
A Associação dos Municípios Sergipanos
(AMUSE) – antiga Associação dos Municípios
da Barra do Cotinguiba e Vale do Japaratuba
– externa o desejo de boa recuperação para o
governador Belivaldo Chagas em nota, após
a confirmação de que ele positivou para o
COVID-19. “Externamos ao nosso governador
Belivaldo Chagas que sua saúde seja
reestabelecida. Força e melhora o mais rápido
possível. Vai dar tudo certo. Estamos juntos”.

Indicadores Sociais
Durante a oitiva da Secretária de Estado da
Inclusão e Assistência Social (SEIAS), Lêda Lúcia
Couto de Vasconcelos, na manhã da quinta-feira
(16), a respeito das ações de sua Pasta durante
a pandemia, em mais uma sessão remota da
Assembleia Legislativa, o autor do requerimento
de convite, deputado estadual Zezinho Guimarães
(MDB), questionou à auxiliar do Executivo sobre
os indicadores sociais de Sergipe.

Zezinho Guimarães I
Zezinho agradeceu a auxiliar do governo

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 23


OPINIÃO CINFORMANDO 14/20

na Pasta comandada pelo Partido dos


Trabalhadores por esta ter atendido o
convite, mas pontuou que há muitos anos
que Sergipe vem sofrendo com “indicadores
sociais desastrosos”! Segundo Guimarães “a
Secretaria de Inclusão sempre está ‘estudando’
alguma coisa, mas precisa colocar as ações,
efetivamente, em prática! O que foi feito pelo
governo com os recursos provenientes do
Fundo de Combate à Pobreza?”.

Zezinho Guimarães II
Ainda segundo o deputado, o Estado arrecada
por ano mais de R$ 50 milhões com o Fundo
e que, após 10 anos de sua criação, é preciso
que o governo explique o que foi feito com os
R$ 500 milhões. “Será que o Fundo acabou,
realmente, com a Pobreza em Sergipe? O que
foi feito com esse volume grande de dinheiro?
É preciso estudar menos e praticar mais”,
ressaltando que o combate à pobreza no
Estado é carente de uma “coordenação”.

Secretária
Por sua vez, Lêda Lúcia explicou que parte

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 24


OPINIÃO CINFORMANDO 15/20

(ou a totalidade) dos recursos que são


depositados no Fundo não são geridos por
sua Pasta, mas a Secretaria da Fazenda.
Como professora da Universidade Federal
de Sergipe (UFS), ela reconheceu que os
indicadores sociais de Sergipe não são
animadores, pontuando que se trata de
uma questão “estrutural”. “Não se muda de
um ano para o outro e eu discordo dessa
coisa de excesso de estudos, quando, na
realidade, não se tem estudo, tem sim que
aprofundar mais”.

Queda de braço
Esta semana promete o início de uma forte
quebra de braço entre um secretário de
Estado “fortemente” apadrinhado e tido como
“durão” e um empresário “casca dura”! Tudo
por conta dos “esquecimentos” do gestor e
do “desconhecimento” dos compromissos
firmados! Para “entornar o caldo”, o dito
secretário ainda tenta elevar o tom com
cobranças desproporcionais, na visão do
empresário, que, com certeza, não ficará
inerte! Em Sergipe só tem besta...

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 25


OPINIÃO CINFORMANDO 16/20

Sargento Vieira
Por uma questão de justiça este colunista
tinha que registrar que o sargento Vieira
(Cidadania), pré-candidato a vereador
de Aracaju, foi o primeiro a protocolar no
Ministério Público Federal denúncias sobre
supostos indícios de irregularidades na
montagem do Hospital de Campanha da PMA
no estádio João Hora. Ele questionou também
o local por se tratar de uma área habitacional
bem ao lado. Este espaço registrou vários
posicionamentos e não seria justo não citar o
trabalho de Vieira em defesa da sociedade.

Laércio Oliveira
O deputado federal Laércio Oliveira (PP)
conseguiu liberar R$ 7,5 milhões, para o
combate ao coronavirus para 19 municípios.
São eles: Boquim, Brejo Grande, Campo do
Brito, Estância, Itabaiana, Itaporanga, Malhada
dos Bois, Malhador, Monte Alegre, Neópolis,
Nossa Senhora do Socorro, Pacatuba, Porto da
Folha, Propriá, Riachão do Dantas, Santana do
São Francisco, Santo Amaro das Brotas, Tobias
Barreto e Tomar do Geru.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 26


OPINIÃO CINFORMANDO 17/20

Alô Seduc!
Fontes de alta credibilidade garantem que,
por falta de atuação do MPE e demais
órgãos competentes, esta semana o
MPF e PF devem entrar em cena também
para analisar as dispensas de licitação
(aquelas inúmeras em que empresas são
contempladas com o preço máximo e
quando participam de licitações abertas
oferecem descontos de 35%) da Seduc.

Estamos de olho!
É possível que os órgãos citados “enxerguem”
indícios tão ou mais fortes do que os que
levaram a operação realizada no Hospital de
Campanha de Aracaju! Não esquecendo que a
SEDUC já é alvo de uma operação (Marcha Ré),
onde à época, alguns dos atuais servidores
também estavam à frente da contratação! A
população aguarda, ansiosamente, o desfecho
final que não deverá ser diferente daquilo que
muita gente já imagina...

Geverson Santana
Pré-candidato a vereador em Aracaju,

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 27


OPINIÃO CINFORMANDO 18/20

o jovem Geverson Santana, o “Gegê da


Veneza” denuncia que já são 18 anos de
abandono da gestão municipal com a
região do Jardim Centenário, conhecida
por “Quilombo”. “São muitos anos com o
povo daquela região sofrendo com a falta
de saneamento básico e asfaltamento;
quando chove forte a canal que está ao lado
transborda e a água suja invade as casas de
muitos moradores, sem contar os ratos e
baratas que circulam por ali, um risco para
as crianças da região”.

Sobre o PT
Semana passada este colunista questionou o
fato do presidente estadual do PT, deputado
federal João Daniel, e o deputado estadual
Francisco Gualberto, terem ficado “solidários”
com o prefeito Edvaldo Nogueira após a
Operação Serôdio. Isso porque o petista
Márcio Macedo é pré-candidato a prefeito de
Aracaju e hoje está na oposição a atual gestão.

Direito de resposta I
Em nota, o deputado João Daniel explica

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 28


OPINIÃO CINFORMANDO 19/20

que “a solidariedade é a maior qualidade


de um revolucionário, já dizia o grande
Ernesto Che Guevara. Desta forma,
convém informar que assinamos a nota em
solidariedade ao prefeito Edvaldo Nogueira,
no que se refere ao episódio de busca
e apreensão de documentos realizados
pela Polícia Federal na Secretaria de
Saúde Aracaju, na semana passada, por
entendermos que o devido processo
legal deve ser respeitado e porque somos
contra todo processo de criminalização
e linchamento público que vem sendo
feito no país desde o golpe de 2016, que
desrespeitou a nossa Constituição”.

Direito de resposta II
“Entretanto ressaltamos que ser solidário
não tem nada a ver com ser eleitor de
Edvaldo, até porque o nosso partido, o
Partido dos Trabalhadores, tem candidato
à Prefeitura de Aracaju, o companheiro
Márcio Macedo, o qual temos ajudado a
construir sua candidatura na capital, como
um dos coordenadores da sua campanha

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 29


OPINIÃO CINFORMANDO 20/20

para retomarmos uma gestão democrática


e comprometida com os interesses da
classe trabalhadora na nossa capital”,
completa João Daniel.

Sobre Lula
Diante da colocação feita por este
colunista questionando a liderança do ex-
presidente Lula, que recentemente fez
críticas a Edvaldo, João Daniel pontua
que “quanto ao crédito do presidente
Lula no Nordeste, isso pode ser atestado
em qualquer pesquisa, ou melhor, em
qualquer conversa com nordestinos que
conheceram bem a realidade do país e
as políticas públicas voltadas para os
brasileiros e brasileiras, em especial os
nordestinos e nordestinas, que hoje se
veem refém de um governo que faz de
tudo para desconstrui-las e prejudicar,
o quanto for possível, as condições para
nossa população”. Feito o registro...

CRÍTICAS E SUGESTÕES
habacuquevillacorte@gmail.com e
habacuquevillacorte@hotmail.com

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 30


POLÍTICA ENTREVISTA 1/11

POLÍTICA
ENTREVISTA Jorginho Araujo
FOTOS DIVULGAÇÃO

OPÇÃO PARA
FORMAR CHAPA
COM EDVALDO
l“Sou testemunha da transparência,
do zelo com a coisa pública e do compromisso
com a ética de Edvaldo Nogueira”

A reportagem do jornal CinformOnline


entrevistou Jorginho Araújo, muito provável
pré-candidato a vice-prefeito de Aracaju na

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 31


POLÍTICA ENTREVISTA 2/11

chapa de Edvaldo Nogueira (PDT), que leva


a vantagem de estar ocupando o cargo de
prefeito e contar com o apoio irrestrito do
governador do Estado, Belivaldo Chagas (PSD).

Jorge Araujo Filho, mais conhecido como


Jorginho, nasceu em Aracaju, filho da advogada
Helenita Carvalho e do jornalista e ex-deputado
Jorge Araujo, casado com a tabeliã Maria Luiza,
é advogado, especialista em Direito de Estado e
pós-graduando em Direito e Gestão Municipal.
Atualmente está como Secretário-Geral do
Partido Social Democrático (PSD) de Aracaju
e já foi vice-presidente do Diretório Central dos
Estudantes (DCE) da Universidade Tiradentes.
Há alguns anos vem tendo experiências na
gestão pública, com passagens pelo Governo do
Estado de Sergipe e pela Prefeitura Municipal
de Aracaju. No Governo teve passagens pela
Secretaria de Estado do Trabalho, Secretaria de
Estado da Inclusão Social e Secretaria de Estado
da Justiça. Já na Prefeitura de Aracaju, desde
o início desta atual gestão do Prefeito Edvaldo
Nogueira, desempenhou importantes funções,
iniciou como Secretário Municipal da Juventude

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 32


POLÍTICA ENTREVISTA 3/11

e do Esporte (SEJESP), acumulou por um


período a presidência da Fundação Municipal
de Formação para o Trabalho (FUNDAT) e foi
Secretário Municipal de Governo (SEGOV),
cargo este do qual se desincompatibilizou
no início de junho atendendo a um pedido do
diretório municipal do seu partido.

CinformOnline: Nos últimos anos você


ocupou cargos de destaque na gestão
municipal. O que você apontaria de mais
relevante nesse período?

Jorge Araujo: Sou muito grato ao PSD pela


indicação do meu nome e ao prefeito Edvaldo
pelas oportunidades a mim confiadas na sua
gestão. Iniciei na SEJESP, onde destaco a
transformação da tradicional Corrida Cidade
de Aracaju não somente em uma mera prova
local, mas também num evento que colocou a
nossa Cidade no roteiro do turismo esportivo
nacional e se mostrou um grande gerador de
renda para a nossa economia. Cito, também, a
construção do Centro de Iniciação ao Esporte
(CIE) no Bugio, a implantação da área de

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 33


POLÍTICA ENTREVISTA 4/11

proteção para a prática do ciclismo na Orla de


Atalaia, o “Projeto Praia para Todos”, com foco
em crianças e adolescentes com deficiência,
realizado em parceria com a ONG Estrelas do
Mar, entre tantas outras ações. Já na FUNDAT,
saliento a implantação da nova sede da
Fundação, que passou a funcionar num prédio
no Calçadão da João Pessoa, cedido sem custos
pela Superintendência Regional do Trabalho,
que trouxe mais comodidade para a população

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 34


POLÍTICA ENTREVISTA 5/11

e gerou economia para os cofres públicos, como


também o alinhamento do portfólio de cursos
com a demanda do mercado de trabalho e o
fortalecimento das ações de captação de vagas
de trabalho através do reforço na interlocução
com as empresas. Na SEGOV, atuei como
interlocutor com o Poder Legislativo Municipal,
acompanhando de forma criteriosa a tramitação
dos projetos de lei de interesse do Executivo na
Câmara de Vereadores, bem como estreitando
a relação com os eminentes representantes do
povo aracajuano, por quem guardarei sempre
muita estima pela relação harmônica que
instituímos e, ainda, ressalto o início do processo
de modernização do Diário Oficial do Município,
com a digitalização de mais de 2.700 edições,
tornando-o significativamente mais acessível
para a população. Com o sentimento de dever
cumprido, afirmo que os bons propósitos e o zelo
com a coisa pública sempre irão me nortear.

Você recebeu influência paterna na sua


inclinação para a política? Sem dúvidas. Tive
a oportunidade de desde pequeno conviver
e acompanhar de perto as andanças de meu

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 35


POLÍTICA ENTREVISTA 6/11

pai, Jorge Araujo, que é meu maior guia e


exemplo de retidão na vida pública. Costumo
dizer que não poderá existir herança material
que supere a herança moral que carregarei
sempre comigo, tanto por levar o seu nome
quanto seus ensinamentos. Sabemos que
existe parte da classe política desgastada
perante a sociedade e, num estado pequeno
como o nosso, poder caminhar por aí e, ao
dizer de quem sou filho, sempre ouvir boas
referências representa certamente uma
grande influência para a minha vontade de
participar da política, seja partidariamente ou
da gestão pública. Dito isto, destaco que não
enxergo a política como profissão, esta já a
tenho, a advocacia. Encaro a participação na
vida pública como missão e vocação.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 36


POLÍTICA ENTREVISTA 7/11

O seu nome é um dos mais comentados


para vice-prefeito na chapa do prefeito
Edvaldo Nogueira, que é pré-candidato à
reeleição, qual a sua expectativa? Mesmo o
Congresso Nacional já tendo definido as novas
datas para as eleições, acredito que o momento
ainda exige muita cautela, prudência e foco
no combate à pandemia do coronavírus. As
discussões sobre composição de chapa deverão
ficar para frente, num momento mais oportuno.
De toda forma, não me furto em afirmar que
muito me honra ter o nome lembrado pelo meu
partido para uma possível pré-candidatura
a vice-prefeito. Contudo, mesmo disposto
e preparado para futuros desafios, não me
vanglorio pela lembrança do meu nome. Estou
no PSD desde a sua fundação em 2011, partido
que aqui no estado já nasceu grande, obtendo
bons resultados em eleições e agregando
valorosos nomes aos seus quadros, dentre
estes vários que também podemos ofertar
como opção para uma possível indicação.

Há outros nomes indicados para formar


chapa com Edvaldo? Sim, em relação ao PSD,

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 37


POLÍTICA ENTREVISTA 8/11

afirmo que temos em nossas fileiras quadros


qualificados para pleitearmos esta vaga.
Entendo, ainda, que todos os partidos da base
aliada possuem o direito legítimo de também
pleitear e observo bons nomes em todos eles.
Apesar de muitas especulações, o entendimento
deverá ocorrer no futuro, com base numa ampla
e madura conversa entre todos aqueles que
fazem parte da nossa base aliada em Aracaju.

Como você avalia o efeito dessa operação


da Polícia Federal relacionada com a obra do
hospital de campanha? Fiz parte da gestão do
prefeito Edvaldo Nogueira e sou testemunha
da transparência, do zelo com a coisa pública

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 38


POLÍTICA ENTREVISTA 9/11

e do compromisso com a ética. Atuando com


extrema dedicação, retidão e competência, se
consolidou como um gestor extremamente
criterioso e responsável. Acompanhei, ainda
dentro da gestão, a forma proativa e antecipada
como o prefeito conduziu a preparação, o
planejamento e a execução de diversas ações
para o enfrentamento da pandemia. Posso
garantir que, quer seja nesse momento ou em
outros, é visível o quanto Edvaldo coloca a ética
em primeiro lugar, sua vida pública fala por si.
Avalio que o oportunismo eleitoral deve ficar
de lado neste momento, afinal respeitamos e
confiamos nas instituições, portanto deixemos
que os fatos sejam devidamente apurados,
esclarecidos e que a verdade prevaleça.

As chances de quem ocupa a prefeitura


são bem maiores, ainda mais com o apoio
do governador e das mais fortes lideranças
políticas do Estado. Você considera o
favoritismo de Edvaldo? Não gosto dessa
história de favoritismo e para mim a disputa
só se encerra depois das 17h do domingo de
eleição, mesmo tendo um grupo político forte e

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 39


POLÍTICA ENTREVISTA 10/11

coeso. Quanto à questão de estar na prefeitura,


trata-se da possibilidade de reeleição, prevista
na legislação, todavia, algo muito relativo, uma
vez que a depender das gestões podemos ver
influências positivas, mas também desastrosas.

No caso do prefeito Edvaldo, em sendo


pré-candidato, a gestão que ele vem
desenvolvendo, com obras estruturantes
por todos os lados, salários e direitos de
servidores colocados em dia, contas da
prefeitura ajustadas, ferramentas de gestão
e ações inovadoras, dentre tantos outros
feitos, trazem segurança para os cidadãos
aracajuanos e naturalmente influenciam de
forma bastante positiva.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 40


POLÍTICA ENTREVISTA 11/11

Você acha que a eleição ficará polarizada


entre Edvaldo e o PT, ou desta vez vai
ocorrer uma divisão dos eleitores entre
Edvaldo, Valadares Filho, Danielle Garcia,
Zezinho Sobral, Márcio Macedo...? Temos
hoje apenas pré-candidaturas postas e
especuladas. Só saberemos realmente quem
estará de fato na disputa após a realização das
convenções partidárias e, consequentemente,
dos registros de candidaturas. Esta é uma
pergunta que só poderemos ter uma noção e
responder depois disto e com o desenrolar da
campanha eleitoral.

Receba o seu jornal CinformOline


digital GRÁTIS toda semana através
do WhatsApp, às segundas-feiras

CLIQUE AQUI E
CADASTRE-SE
A NOVA ERA DA NOTÍCIAS

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 41


POLÍTICA ENTREVISTA 1/22

ENTREVISTA Lúcio Flávio

FOTOS DIVULGAÇÃO

UM BOLSONARISTA
MUDARÁ O RUMO
DESTAS ELEIÇÕES?
lLúcio Flávio defende o fim da era da
esquerda na Capital Sergipana e aposta
na maioria silenciosa conservadora

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 42


POLÍTICA ENTREVISTA 2/22

Ele tem 41 anos, é empresário, formado


pela Unit e pós-graduado pela UFS nas áreas
de comunicação e gestão de marketing,
respectivamente. É pai de dois filhos que são
frutos de um casamento com uma aracajuana
que nasceu no mesmo dia, mês e ano que
ele. “Eu e minha esposa somos gêmeos de
barrigas diferentes”, brinca o empresário que
também é Coordenador Nacional do maior e
mais respeitado grupo político de direita do
país, o Brasil200, que tem em sua formação
uma grande predominância de lideranças
empresariais, políticas e religiosas sem
vinculação partidária.

Evangélico, frequentador da igreja Verbo


da Vida, Lúcio Flávio é defensor de bandeiras
ligadas aos valores morais conservadores
como a defesa da vida intrauterina, da família,
dos valores judaico-cristãos, assim como os
seus amigos famosos, a ministra Damares
Alves e o ex-senador da República Magno
Malta, pessoas que ele tem como referência.

Lúcio Flávio, que nesta pandemia esteve

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 43


POLÍTICA ENTREVISTA 3/22

fazendo incursões
às ruas, distribuindo
refeições para
desabrigados e
cestas básicas para
instituições de caridade,
deflagrou em seu
grupamento uma
campanha de outdoors
em apoio ao presidente
Bolsonaro. Além disto,
moveu uma ação
judicial contra o prefeito Edvaldo Nogueira, em
defesa da reabertura do comércio, dos salões
de beleza, das academias e das igrejas.

Descubra o que pensa este novo nome


da política, nesta entrevista exclusiva do
Cinform on line:

Cinform on line: Você se tornou


coordenador nacional do mais respeitado
grupo de direita do país. Como você
começou a atuar nestes movimentos?
Lúcio Flávio: Comecei a estudar a política

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 44


POLÍTICA ENTREVISTA 4/22

com mais profundidade em 2010, a partir


da primeira eleição da Dilma, mas foi na
segunda eleição dela que a minha participação
tornou-se mais ativa. Foi tudo muito rápido.
Nos movimentos de rua pró-impeachment
eu já estava integrado aos líderes e a sala de
reuniões de minha empresa transformou-
se em um verdadeiro “QG” para organizar
as ações. Naquela época, ser de direita ou
conservador era muito diferente de hoje. Nos
reuníamos praticamente escondidos. Foi
quando a Dilma caiu e passei a acompanhar
os passos do empresário Flávio Rocha, da
Riachuelo. Assim que ele fundou o Brasil200,
nós combinamos a formação do núcleo aqui no
estado. Sergipe foi o primeiro núcleo estadual
formado após São Paulo, e se tornou um case
de sucesso. Isto me credenciou para replicar a
fórmula em outros estados. O atual presidente
do Instituto formado por voluntários é o meu
amigo Grabriel Kanner, sobrinho do fundador.

O grupamento do Brasil200 tornou-


se uma referência séria das discussões
das pautas políticas do país, assim como

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 45


POLÍTICA ENTREVISTA 5/22

ocorreu na reforma da previdência. A que


você credita todo este reconhecimento?
Eu credito toda essa boa reputação ao DNA
dos fundadores deste grupo. O Brasil200 foi
formado por empresários sérios, os maiores do
país, homens e mulheres que geram milhares
de empregos e milhões em impostos. Não
tinha como ser diferente. Não se tratava de
mais um grupo de whatsapp ou página na
internet. Nascia ali um grupo verdadeiramente
interessado em pavimentar um novo futuro
para o país. Empresários saíram da moita
e passaram a pautar e influenciar o debate

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 46


POLÍTICA ENTREVISTA 6/22

político. Nosso grupo senta com presidente,


com vice-presidente, com ministros, com
parlamentares de todas as esferas e já nos
reunimos até com a primeira-dama, que atua
no projeto Pátria Voluntária, que organiza
voluntários de ações sociais ao longo de todo
o território nacional. Já fizemos até sabatina
entre candidatos na última eleição. Na reforma
da previdência, por exemplo, nos somamos
com a líder do Governo no Congresso, à época,
para visitar diversos estados com o objetivo
de conseguir virar votos para aprovação.
Nosso grupo foi fundamental para aprovar
a reforma tida como improvável. Lançamos
o Empregue+1 no primeiro mês do Governo
Bolsonaro e agora estamos alinhados em
pautas sociais com o Ministério de Direitos
Humanos, junto à ministra Damares Alves.
Estamos neste momento lançando a nossa
primeira turma de formação político-ideológica
para candidatos às próximas eleições e para
os seus assessores. Um dos nossos instrutores
será o jornalista Lacombe. Nossa próxima
pauta será a defesa de um modelo da reforma
tributária chamada de imposto único ou e-tax.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 47


POLÍTICA ENTREVISTA 7/22

Em Sergipe, o Brasil200 ajudou na


organização da campanha de Bolsonaro,
apoiando o partido do candidato à época,
o PSL. Quais ações foram feitas? Nosso
grupamento aderiu voluntariamente à
campanha de Bolsonaro. Tudo que temos
como princípio estava visível na campanha
dele: Deus, família, liberdade, patriotismo. Por
isto foi muito fácil entrar com força através
dos nossos apoiadores para ajudar o partido à
época. Havia muita gente disposta a participar
ativamente das ações. O diretório estadual
estava fazendo um excelente trabalho, eram

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 48


POLÍTICA ENTREVISTA 8/22

incansáveis, mas estava rachado e fragilizado


por conta de divergências entre as lideranças.
Era normal os ânimos exaltados dada a
tensão da disputa. O país inteiro estava numa
imensa expectativa e em Sergipe não foi
diferente. Um grupo antigo de jovens de direita
também foi bastante importante para ajudar
na mobilização em todo o estado, da capital
ao interior. Foi tudo feito à quatro mãos, de
forma voluntária e espontânea. Foram diversas
iniciativas, como por exemplo: uma casa de
encontro dos apoiadores voluntários, reuniões
com lideranças de Sergipe, sem falar no apoio
às inúmeras carreatas que o partido organizou.
Os apoiadores de Bolsonaro lotaram as ruas
de Aracaju por mais de uma vez com seu
mar de carros e trios elétricos. Chegamos a
contar com a presença do Magno Malta e o
José Medeiros por aqui, que à época eram
senadores. Quem também veio foi a Damares,
que era assessora do Magno. Foi então que
finalmente conseguimos eleger, juntos, um
presidente genuinamente conservador.

Inclusive foi por conta destas iniciativas

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 49


POLÍTICA ENTREVISTA 9/22

que você foi convidado pelo então senador


Magno Malta para ir à casa do Bolsonaro.
Como foi esta experiência? A experiência de
estar na casa do meu candidato à presidência
da república, no meio da efervescência entre
o primeiro e segundo turno, foi impagável
e inesquecível. Passamos quase todo o dia
na casa dele, num entra e sai enorme de
autoridades e imprensa. Ele estava sempre
solícito, mas bastante atento, colocando ordem
na casa. Seus filhos se revezavam sempre
ao redor, inclusive a Laurinha, e seus fiéis
escudeiros Ônix e Magno, estavam sempre
por perto monitorando tudo. Os telefones não
paravam e a tensão na casa era muito grande.
Estávamos com um grupo de empresários do
Brasil200 da Bahia que queria explicar o nosso
projeto Empregue+1 diretamente ao Bolsonaro.
Mas pra mim, o ponto alto do encontro foi
quando eu pedi a oportunidade para fazermos
uma oração por ele e pelo Magno Malta. Foi
realmente emocionante.

E qual o resultado deste apoio de vocês?


Funcionou? O resultado do trabalho dos

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 50


POLÍTICA ENTREVISTA 10/22

chamados Bolsonaristas de Sergipe, não


apenas do Brasil200, mas de alguns outros
grupos também, foi uma expressiva votação
de frente que juntos entregamos ao presidente
no primeiro turno. Bolsonaro largou com quase
120 mil votos, ou seja, quase 40% dos eleitores,
contra 85 mil votos do Haddad. Considero este
número um marco histórico para um estado
como o nosso, que tinha predominância de
esquerda. A diferença foi grande. No segundo
turno percebemos que conseguimos ganhar
mais 20 mil eleitores, cravando quase 140
mil votos. O candidato do PT até conseguiu
herdar mais votos de outros candidatos, mas
perceba que não foram eleitores naturais ou
diretos. Foram votos por exclusão. Os números
do primeiro turno nos dizem muita coisa.
Há diversas informações preciosas nestas
entrelinhas. Sem falar que Bolsonaro aumentou
recentemente a sua base de apoio, alcançando
uma grande faixa da população mais humilde,
por conta dos R$ 600,00 de auxílio na
pandemia. Este número cresceu muito.

Estas entrelinhas dos números tem

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 51


POLÍTICA ENTREVISTA 11/22

algo a ver com o potencial eleitoral deste


grupo? Sim. Tudo a ver. Estou convicto de
quatro coisas nas eleições para prefeito de
Aracaju. A primeira convicção é que Bolsonaro
está sem representante legítimo dentre os
candidatos postos à mesa em Aracaju. Os
eleitores de Bolsonaro não se identificaram
com nenhum dos nomes que se apresentaram
como pré-candidatos. A segunda convicção
é que, depois de Dória, Witzel, Frota, os
eleitores de Bolsonaro em Aracaju estão
bastante reticentes e desconfiados por
conta do sentimento de traição relacionado

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 52


POLÍTICA ENTREVISTA 12/22

inclusive à Alessandro Vieira, que é a maior


decepção eleitoral de Sergipe na atualidade.
A expressiva rejeição a Alessandro é o que se
chama na justiça eleitoral de “vício insanável”.
A terceira convicção é que, dada a força que
se percebeu dos eleitores de Bolsonaro nas
urnas de Aracaju em 2018 e no engajamento
da população em defesa do Governo Federal
em iniciativas recentes, a exemplo das
manifestações e das campanhas de outdoor
por aqui, tenho certeza que o presidente da
república tenha plenas condições de apontar
o dono de uma das vagas do segundo turno
por aqui. A quarta e última convicção que
tenho é que, infelizmente, acredito que a
outra vaga do segundo turno permaneça na
esquerda, sendo de Edvaldo Nogueira ou de
Márcio Macedo, a depender do estrago que
a investigação do hospital de campanha
faça à imagem do prefeito e a depender do
ímpeto do Lula e de sua filha para fazerem a
campanha de Márcio Macedo. Tenho certeza
que a esquerda não tem votos suficientes
para levar os dois ao segundo turno, mas
certamente levará um deles.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 53


ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 54
POLÍTICA ENTREVISTA 13/22

E por falar em hospital de campanha, o


que você acha da investigação? Obviamente
não serei precipitado ao acusar, da mesma
forma que achei completamente descabidas
as menções de apoio recebidas pelo prefeito
por autoridades políticas do estado. Achei
constrangedor e de uma “forçação de barra”
incrível. Certamente uma contrapartida exigida
pelo marqueteiro de Edvaldo para tentar

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 55


POLÍTICA ENTREVISTA 14/22

apagar o incêndio, operando na chamada


“gestão de crise de imagem” criando uma
sensação artificial ou falsa de que está tudo
bem e que o acusado é uma vítima perseguida.
Nada mais fake do que isto. É óbvio que não
está tudo bem e que a ação não colou. O preço
de certas alianças é caro e a fatura às vezes
é amarga, por isto estes todos receberam
ligações e convocações do gabinete do prefeito
para cobrar a contrapartida. Aquele apoio
“espontâneo” e “voluntário”, sabe? Viu quantos
vereadores assinaram a cartinha do “beija
mão”? Quase a câmara toda assinou sem
sequer terem informações aprofundadas sobre
o teor da investigação. Assinaram um cheque
em branco em favor de Edvaldo. Apressados
em abafar a história. Os eleitores deles
deveriam perguntar a cada um: a troco que
quê? Isto nos lembra bastante os defensores
cegos do Lula Livre. Será que se o desfecho
chegar à prisão dos acusados, teremos gritos
“Edvaldo Livre”? Não há nada que esteja oculto
que não seja revelado, diz a Bíblia Sagrada.

E quanto aos outdoors que seu grupo

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 56


POLÍTICA ENTREVISTA 15/22

fez, já viu que muitos foram vandalizados


com tintas? Sim, já vi. E adivinhe qual a cor
das tintas? Vermelha, é claro. Igual a cor
que o Edvaldo quer colocar no terminal de
ônibus do mercado. A pergunta é: existe a cor
vermelha na bandeira de Aracaju? Aqueles que
nos chamam de intolerantes são os mesmos
que não suportam ouvir a opinião contrária.
Um certo sindicato chega ao ponto de fazer
outdoors horríveis agredindo a imagem de
nosso presidente, mas nós só fizemos uma
mensagem de apoio. Eles não suportam ver
as palavras Deus, Família, Liberdade sendo
divulgadas e defendidas aos quatro cantos. Dá
comichão nos ouvidos deles. Babam e rosnam.
Estas pessoas devem sofrer tanto. Haja
tarja preta. Não vandalizaremos os outdoors
deles, mas encaminhamos denúncia à AGU
em Brasília, que é quem cuida da imagem
pública do presidente da república deste país.
A pergunta que faço é: Faz parte do escopo
de atuação de um sindicato de educadores
agredir a imagem do presidente? É isto que
fazem com o dinheiro do trabalhador da
educação? Que exemplo!

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 57


POLÍTICA ENTREVISTA 16/22

O seu grupo impetrou uma ação na


justiça pela reabertura do comércio. Quais
as razões e como anda a ação? Sim. Nós
entramos com uma ação popular que teria
cerca de três autores, apenas os líderes do
Brasil200, mas, depois de divulgada pela
imprensa, passou a ter mais de trinta pessoas
participantes. E só não tivemos mais pessoas
por conta de diversas documentações que
chegaram incompletas. Assinaram a ação
conosco: líderes empresariais, autônomos,
advogados, funcionários públicos, delegados,
trabalhadores, pastores e até aposentados.
Nosso pedido foi a imediata reabertura de

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 58


POLÍTICA ENTREVISTA 17/22

comércios, salões de beleza, academias e


igrejas. Nós entendemos que ninguém pode
ser proibido de lutar pela própria sobrevivência
e pela subsistência de sua família. Estamos
em um estado em que o poder público fecha
igrejas e abre motéis. Um absurdo. Além disto,
fizemos o pedido para que o prefeito repare
todos os danos causados ao município. O
Juiz da 12 vara cível intimou a Prefeitura a
se manifestar e, adivinhe, as argumentações
da defesa de Edvaldo confirmaram as
nossas acusações. Na própria peça de
defesa eles confirmaram que, se fechassem
comércios, teriam que prover o sustento dos
comerciantes. Mas eles não sustentaram
ninguém. Diante de tanto totalitarismo e
desumanidade destes decretos, enviamos
também uma cópia da nossa ação para o
Governo Federal sob forma de denúncia de
violação aos direitos humanos. Quero fazer
apenas o registro de honra, reconhecendo
o nome do nosso advogado desta ação, o
brilhante Dr. José Paulo Leão, um grande e
ferrenho defensor de nossas liberdades e da
nossa fé. Tenho aprendido muito com ele.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 59


POLÍTICA ENTREVISTA 18/22

Além desta ação pela


reabertura do comércio,
você também travou um
debate com o senador
Alessandro Vieira sobre
o projeto de regulação
da internet. Você mudou
de opinião quanto ao
senador? Na verdade eu
não considero que mudei
de opinião. Na verdade
eu mantenho minhas
convicções mas o senador claramente mudou
de lado e agora se apresenta como oposição
ao grupo que o elegeu. O Brasil200 continua
mantendo-se coerente ao que sempre pregou
e defendeu. Veja como são as coisas: O
senador Alessandro Vieira foi aprovado pelo
Renova.Br mas foi reprovado pela Sabatina
do Brasil200. Mesmo assim ele nos procurou,
pedindo apoio e se comprometendo a defender
as nossas pautas. Eu particularmente fiz
campanha e pedi votos pra ele. Infelizmente
ele não cumpriu o compromisso conosco e tem
se mostrado uma profunda decepção, além de

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 60


POLÍTICA ENTREVISTA 19/22

mostrar que tem uma grande dificuldade de


ouvir opiniões diferentes das dele. Alessandro
mostra-se um senador inflexível que não
quer dar ouvidos aos seus eleitores. Tem
costumeiramente bloqueado comentários
e pessoas que o seguem, nas redes sociais.
Além de uma clara fixação de ficar criticando
o Bolsonaro o tempo todo, Alessandro agora
está aficionado neste projeto completamente
descabido de fiscalizar a internet, uma idéia
sem noção que não existe em lugar nenhum do
mundo. Logo ele que se elegeu com a força das
redes sociais, quer agora limitar seu uso para
os outros. Lamentável.

E quanto aos recados que você mandou


aos jornalistas David Leite e Rita Oliveira?
Você se sentiu ofendido? Quando eu
vejo jornalistas do nosso estado ofender
conservadores chamando-nos pejorativamente
de “manada” ou até de “lunáticos”, como foram
nestes dois casos, não dá para fazer vista
grossa, não é? Não vou responder no mesmo
baixo nível, mas encontrarão em mim um
contraponto. A velha política rasteira e odiosa

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 61


POLÍTICA ENTREVISTA 20/22

de ofensas deveria ser sepultada das eleições


há muito tempo. Não vou silenciar enquanto
tentarem intimidar a quem tem opinião
contrária. Eu não acho que ninguém seja
obrigado a concordar com meus princípios,
mas que pelo menos os respeite. Nenhuma
ofensa ficará sem resposta. Terão meu
respeito, mas não o meu silêncio. Isto é uma
questão mínima de justiça.

Você e a Ministra Damares Alves mantêm


afinidades em muitas pautas. Como vocês
se conheceram? Conheci a Damares bem
antes dela ser ministra, em uma das suas
peregrinações por aqui, quando eu sonhava
em amparar mulheres que passavam por
uma gravidez inesperada, com o objetivo de
tentar evitar que estas mamães abortassem
ou perdessem seus bebês. Era apenas uma
idéia que eu sequer sabia como fazer. Foi
quando fui convidado para assistir a uma
palestra desta guerreira aqui em Aracaju,
organizada pelo Pastor Antônio dos Santos.
Fiquei completamente encantado com a luta
da Damares em favor de crianças, jovens,

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 62


POLÍTICA ENTREVISTA 21/22

índios, mulheres, bebês, cristãos. Trocamos


nossos números de telefones e daquele dia
em diante comecei a me conectar com a rede
de contatos de pessoas de bem que ela tinha.
Através dela e de meu pastor, comecei a me
aproximar de pessoas incríveis como o próprio
Pastor Antônio dos Santos, Pastor Ari, Pastor
Valdemar, dr. José Paulo Leão e o Davi Calazans.
Foi aí que fiz treinamentos junto ao Centro de
Restauração para a Vida, o CERVI, tanto em São
Paulo como em Brasília, e comecei o trabalho
de doação de fraldinhas descartáveis para
gestantes em condição de vulnerabilidade. Foi
através do Davi que também conheci a cantora
Zezé Luz e a Sara Winter, uma ex-feminista que
se transformou em militante pró-vida, que foi
recentemente presa por conta de suas opiniões
duras sobre o STF.

A pergunta que não quer calar é: Você


participará das eleições municipais deste
ano como pré-candidato ou como apoiador?
Tenho sido perguntado sobre isto por
muitas pessoas. Tem saído diversas notas na
imprensa sobre esta especulação com meu

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 63


POLÍTICA ENTREVISTA 22/22

nome. Reconheço que fizemos um trabalho


brilhante ao longo de todo este tempo. São
dez anos de atuação político-ideológica que
me renderam respeito, credibilidade e muita
amizade. E o fiz durante todo este tempo de
forma independente, sem nenhuma vinculação
partidária, sem nunca ter concorrido a
eleições. Pela primeira vez, por orientação
de amigos no Governo Federal, me filiei a um
partido aqui em Aracaju e me coloquei aberto
para o diálogo. Quem me conhece de perto
sabe das minhas bandeiras, do que defendo,
que não são bandeiras eleitorais, mas de toda
uma vida. Tenho conversado com muitos
partidos e lideranças que participarão do pleito
deste ano. O nosso time quer participar e tem
me cobrado muito isto. Acho que o Brasil200
terá um papel fundamental nestas eleições,
assim como teve em 2018. Estou pronto
para disputar as eleições e meu nome está à
disposição, sim, como pré-candidato. Por que
não? Certamente não nos omitiremos de nossa
responsabilidade, seja qual for o meu papel.
Mas fiquem certos que não negociaremos em
nenhuma hipótese os nossos valores.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 64


POLÍTICA 1/6

André Barros
PANORAMA

DESPESAS DE
CAMPANHA
O dia 31 de agosto será o prazo final para
a Justiça Eleitoral dizer qual o limite de
gastos para cada cargo eletivo em disputa,
nas eleições deste ano. De acordo com essa
definição, candidatos que gastarem recursos
além dos estabelecidos estarão sujeitos
à multa no valor equivalente a 100% da
quantia que exceder o limite determinado. Os
infratores também poderão responder por
abuso do poder econômico, conforme previsto
no artigo 22 da Lei Complementar nº 64/1990,
a conhecida Lei de Inelegibilidades.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 65


POLÍTICA 2/6

A definição dos gastos vai estabelecer,


por exemplo, valores para a confecção de
material impresso de qualquer natureza,
a propaganda e publicidade direta ou
indireta por qualquer meio de divulgação;
aluguel de locais para a promoção de atos
de campanha eleitoral; e despesas com
transporte ou deslocamento de candidato
e de pessoal a serviço das candidaturas.
Além de contratação de pessoal de forma
direta ou indireta, com detalhamento
dos prestadores de serviço, dos locais
de trabalho, das horas trabalhadas, da
especificação das atividades executadas e
da justificativa do preço contratado.

Também vão entrar nessa conta: Gastos


com correspondências e despesas postais;
instalação, organização e funcionamento
de comitês de campanha; remuneração ou
gratificação paga a quem preste serviço a
candidatos e a partidos políticos; montagem
e operação de carros de som; realização
de comícios ou eventos destinados à
promoção de candidatura; produção de

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 66


POLÍTICA 3/6

programas de rádio, televisão ou vídeo;


realização de pesquisas ou testes pré-
eleitorais; criação e inclusão de páginas na
internet; impulsionamento de conteúdos; e
produção de jingles, vinhetas e slogans para
propaganda eleitoral.

Nas últimas eleições municipais, em


2016, o limite de gastos foi definido pela
Justiça Eleitoral pela primeira vez. À época,
o cálculo foi feito com base nos números
declarados na prestação de contas das
eleições municipais de 2012.

AMORIM FOI “RIFADO”


Eduardo Amorim confirmou que não
será candidato a prefeito de Itabaiana e
que apoia o nome escolhido pelo grupo do
prefeito Valmir de Francisquinho. “Adailton
é o escolhido, participei dessa decisão, e
tem o meu apoio. Ele conhece muito bem
a realidade de Itabaiana e os projetos
da gestão de Valmir. Com certeza está
preparado para dar continuidade à gestão.
E esse é o caminho que seguiremos em

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 67


Reformamos e estendemos a promoção dos pacotes para
até o final do ano. Lembramos ainda que o nosso expediente
externo é das 8 às 14 e, nos sábados das 9 às 12.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 68


ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 69
POLÍTICA 4/6

Itabaiana”, disse o ex-senador, totalmente


desprestigiado em sua terra natal.

APOIO A DANIELLE
O presidente do PSDB, Eduardo Amorim,
disse esta semana que o partido deve apoiar
a pré-candidata do Cidadania a prefeita de
Aracaju, Danielle Garcia, e que apresentou
o nome do empresário Valter Soares para
compor a aliança como vice. “Valtinho é
um amigo, uma pessoa que nunca exerceu
mandato político, mas que conhece muito
bem a realidade de Aracaju. Um empresário
que gera emprego e renda há mais de 27
anos aqui em Aracaju na área do turismo. É
preciso que gente nova entre para somar a
esta luta que é de todos nós por uma cidade
melhor e mais justa”, salientou, dizendo
ainda que o PSDB quer participar da aliança
com ideias e projetos.

CIDADANIA QUER VALADARES


Enquanto isso, a turma do Cidadania
corre mesmo é atrás do PSB do ex-
deputado federal Valadares Filho, que já

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 70


POLÍTICA 5/6

concorreu nos últimos pleitos a cargos


majoritários e bateu na trave em todas
as disputas. Há um consenso hoje que o
nome de “Vavazinho” é o mais forte para
unir os interesses da oposição em Sergipe
e com mais densidade eleitoral para bater
o candidato da situação, que se mostra
unida. O problema é que ninguém quer
ser vice. A vaidade mata toda e qualquer
possibilidade de vitória.

EDVALDO QUER HENRI CLAY


Apesar de os principais aliados do prefeito
Edvaldo Nogueira já terem apresentado os
nomes de Jorginho Araujo Filho e de Katarina
Feitoza como prováveis vices na chapa de
situação, nos bastidores, alguns amigos bem
próximos do prefeito sabem que ele gostaria
mesmo era de indicar o conhecido advogado
sergipano, ex-presidente da OAB-SE, Henri
Clay Andrade, para a vaga de vice. Nas
últimas eleições, Henri Clay surpreendeu em
Aracaju e foi o candidato ao Senado mais bem
votado na capital. Poderia ser o diferencial na
campanha à reeleição de Edvaldo.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 71


POLÍTICA 6/6

IPVA PRORROGADO
As condições especiais para pagamento
do IPVA 2020 foram mantidas pelo Governo
do Estado até o final do mês e continua
oferecendo desconto de 5% na quitação à
vista ou parcelamento em até seis vezes. Os
veículos de numeração de placa com finais
de 1 a 5 também tiveram a prorrogação
da data de vencimento e podem fazer o
pagamento do IPVA nas condições especiais
disponíveis no site www.sefaz.se.gov.br. O
serviço de atendimento da Sefaz também
está sendo feito através do WhatsApp, onde
os proprietários podem enviar mensagens
através dos telefones (79) 9-9191-2205 e
(79) 9-9175-4758. Para obter o Certificado
de Licenciamento de Veículo (CRLV), além
de pagar o IPVA, é necessário quitar as taxas
vinculadas ao Licenciamento no Departamento
Estadual de Trânsito (Detran/SE). Assim,
após compensado o pagamento à Sefaz, é
necessário emitir e quitar as demais taxas
no site www.detran.se.gov.br. Concluída essa
etapa é possível imprimir o CRLV em casa,
através de sua versão eletrônica (CRLV-E).

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 72


POLÍTICA 1/10

ENTREVISTA

FOTOS DIVULGAÇÃO
AIRTON COSTA
Presidente do
Partido Democracia
Cristã em Aracaju

“O MOMENTO É
DE SALVAR VIDAS,
UNIÃO DE TODOS,
NOSSO POVO ESTÁ
MORRENDO”
ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 73
POLÍTICA 2/10

A reportagem do CinformOnline entrevistou,


com exclusividade, o presidente do Democracia
Cristã, em Aracaju, levantando questões de
interesse da população deste município, bem
como da comunidade política em geral. A seguir,
os melhores trechos da entrevista.

CinformOnline: Fale um pouco acerca de


quem é “Airton Democrata Cristão”
Airton Costa, cursou ciências biológicas
na UFS. Fomos candidato a vice Nordeste
da UNE, presidente da juventude do PMDB,
coordenador de umas das maiores centrais
sindicais do país, lutamos pelas diretas para
presidente da República, fomos candidato
a governador em Sergipe, deputado federal
em 2018, além de ter ajudado a fundar
a USES União sergipana dos Estudantes
Secundaristas. Atualmente, sou presidente do
DC - Democracia Cristã de Sergipe.

Airton, você se considera um político


de direita ou de esquerda? Olha, não gosto
muito de rótulos, costumo dizer que não sou
nem de esquerda nem de direita, sou um

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 74


POLÍTICA 3/10

democrata cristão. DC é uma força política


mundial [que está] em cerca de 100 países
do mundo, foi fundado na Europa através
dos fundamentos do Cristianismo Libertário.
Tivemos na Itália o ex-primeiro-ministro
sequestrado e morto Aldo Moro. Lutamos
contra o fascismo na Segunda Guerra
Mundial e hoje temos a primeira-ministra da
Alemanha Ângela Merkel, como presidente
da Federação Internacional Democrata
Cristã. No Brasil, fizemos esse mês nossos
75 anos de existência, [pois o partido foi
fundado] em 9 de julho de 1945, no centro
de São Paulo, nas escadarias do Teatro
Municipal. Ali, um grupo de jovens, entre eles
o líder, um jovem negro, que, depois seria o
maior nome no Direito do Trabalho no Brasil,
Cesarino Junior. Ao seu lado, outro jovem,
mais tarde senador da República, Queiroz
Filho e um ideólogo, Alceu Amoroso Lima,
conhecido como Tristão de Ataíde. Fundaram
o PDC partido democrata Cristão, trazendo
a Democracia Cristã ao Brasil. É lógico que
estamos até hoje na luta por um Brasil livre,
próspero e digno para todos.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 75


POLÍTICA 4/10

Para que
a população
identifique melhor
o seu perfil, qual
a sua avaliação
com respeito do
período de governo
do Partido dos
Trabalhadores no
Brasil? Olha, essa
pergunta é muito
importante para
termos uma ideia do momento atual que
passamos. O PT governou o País por cerca
de 14 anos, foi ao governo com uma proposta
de melhorar a vida dos trabalhadores e o que
se viu, principalmente no mandato de Dilma,
foi uma traição à classe operária, aderiu à
ideologia do inimigo, ou seja, ao sistema
financeiro, [aos] monopólios internos e
externos, quem não se lembra do ajuste fiscal
que entregou as nossas ferrovias, rodovias,
estradas e portos ao capital financeiro com
um falso nome de concessões? Sem falar nas
MP 664 e MP 665 que retiraram direitos de

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 76


POLÍTICA 5/10

viúvas, pescadores e do seguro desemprego.


Formaram uma organização criminosa para
lesar a nossa maior empresa do Brasil, símbolo
do nosso nacionalismo que é a Petrobras,
formando um Cartel do Bilhão para cobrar
propina nos contratos da empresa. Mas veio
a Lava Jato e se colocou tudo isso a limpo,
com um desgaste político para o PT sem
precedente na história. Costumo dizer que a
eleição do Bolsonaro teve como principal ajuda
o próprio PT com sua política entreguista e
lesa-pátria. Agora precisamos procurar um
novo rumo que não seja essa falsa polarização
entre uma extrema direita fundamentalista e a
extrema esquerda sectária e mentirosa.

Da mesma forma, para que não restem


dúvidas, como você avalia o atual
governo de Bolsonaro, principalmente na
condução da pandemia no País? Veja, o
governo Bolsonaro estimula o discurso de
ódio, tem uma política econômica voltada
para o mercado financeiro, fica bajulando
o governo estadunidense, o ministro Paulo
Guedes, é um homem do mercado colocado

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 77


POLÍTICA 6/10

para defender os seus interesses, rasgaram


a CLT, alegando que gerariam empregos e o
que se vê hoje é uma taxa de desemprego
de cerca mais de 14 milhões de pessoas.
Entregaram a Base Aérea de Alcântara ao
governo estadunidense, estão a caminho de
privatização da Eletrobras, Infraero e outra
estatais estratégicas para o Brasil. Quanto
à pandemia, o governo federal fica batendo
cabeça com os prefeitos e governadores,
não tem uma política concreta para o
enfrentamento do Covid 19, a melhor forma
ainda seria o isolamento social, testagens em
massa da população. O SUS ainda é o maior
sistema de saúde do mundo e até pouco
tempo queriam privatizar, mas quem está
salvando vidas é o estado, para isso o estado
serve. O Brasil precisa voltar a crescer, ter
uma política nacional de desenvolvimento,
aumentar o poder de compra das famílias
brasileiras, através do aumento real do salário
mínimo, procurar ter investimento público, dar
prioridade às empresas nacionais, estancar
a sangria de pagamento de juros aos bancos;
cerca de 600 bilhões de reais foram pagos

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 78


POLÍTICA 7/10

ao capital financeiro em 2019. Investir nas


indústrias de máquinas e equipamentos
e deixar de ser só um país agrícola para
sermos uma país industrial.

Sobre a administrador do prefeito


Edvaldo Nogueira avalio como uma
catástrofe, usa de maquiagem para enganar
o povo de Aracaju, deixou de enfrentar
a pandemia e jogar para plateia

Como você tem acompanhado essa


batalha entre governadores, prefeitos e o
Governo Federal? Vejo essa queda de braço
do governo federal, prefeitos e governadores
como prejudicial para o Brasil. O momento é
de salvar vidas, união de todos, nosso povo
está morrendo, deixar as questões políticas,
ideológicas de lado e buscarmos enfrentar
essa pandemia com responsabilidade. Até
porque sem povo não vai existir país.

Aqui em Aracaju, como Airton analisa a


gestão de Edvaldo Nogueira, principalmente

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 79


POLÍTICA 8/10

na questão da saúde e da condução


administrativa da pandemia? Sobre a
administrador do prefeito Edvaldo Nogueira
avalio como uma catástrofe, usa de maquiagem
para enganar o povo de Aracaju, deixou de
enfrentar a pandemia e joga para plateia, sem
uma política concreta de enfrentamento, uma
administração medíocre, com obras eleitoreiras,
sem um planejamento e feita a toque de
caixa, a todo custo para sua sobrevivência
política. Instituiu um gabinete do ódio dentro
da prefeitura para atacar seus adversários e,
junto com seu grupo político, tenta a todo custo
se manter no poder. Mas esquece que o povo é
soberano e responsável pelo seu destino.

Como disse anteriormente, essa forma


de governar já perdeu o prazo de validade,
se exauriu deixou de governar para os
verdadeiros chefes que são povo para agradar
seus financiadores de campanhas que são
as empreiteiras, empresas de ônibus e de
lixo. E aqui venho fazer também uma crítica
ao senador Alessandro do Cidadania, que ao
invés de se preocupar com nossa economia

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 80


POLÍTICA 9/10

e a pandemia fica preocupado em censurar a


população através de uma fajuta lei da Fake.

O Partido Democracia Cristã sente que


pode eleger o prefeito de Aracaju? Bem,
o DC democracia cristã colocou como pré-
candidato a prefeito de Aracaju, o delegado e ex-
presidente da ADEPOL Paulo Márcio. Achamos
que Aracaju precisa de uma renovação política,
esse grupo político que aí está já se exauriu,
perdeu o prazo de validade, governa Sergipe
há mais de 20 anos e virou as costas para povo
dando prioridade às empreiteiras, empresas
de ônibus e empresas de lixo. Pensando em
tudo isso é que o DC, junto com sua executiva
estadual, avaliamos que chegou a hora de
propor uma alternativa para os aracajuanos
lançando o nome do delegado Paulo Márcio a
pré-candidato a prefeito da capital.

Você considera adequada a ação da Polícia


Federal em Aracaju, em virtude dos indícios de
irregularidades na construção do Hospital de
Campanha? Certíssimo, independente de que
Edvaldo seja nosso adversário nessas eleições,

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 81


POLÍTICA 10/10

temos que prezar pela correta aplicações do


dinheiro público. Aracaju recebeu do governo
federal mais 20 milhões de reais para o combate
à pandemia e não se tem nenhuma transparência
desses recursos. Temos denúncias inclusive feitas
por nosso pré-candidato, o delegado Paulo Márcio,
que existem várias dúvidas sobre a licitação da
construção desse hospital que no nosso ponto
de vista é uma UPA, até porque para ser um
hospital teria que ter UTI e pessoal qualificado
para monitorar. A licitação, quem ganhou foi o
irmão de um diretor da PMA, que do ponto de
vista legal parece que não é proibido, mas do
ponto de vista moral sim. Vamos aguardar o
desdobramento desse episódio e a Justiça está
investigando essa licitação suspeita.

Esta eleição de Aracaju, na sua concepção, é


para ser decidida no primeiro turno? Acho que
sim. Temos bons candidatos de oposição à atual
administração de Aracaju. É claro, esperamos
estar no segundo turno com nosso pré-
candidato delegado Paulo Márcio, uma proposta
nova para mudar a forma de governar a capital,
participativa, transparente, seria e popular.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 82


POLÍTICA 1/4

SHEYLA GALBA
LANÇA PRÉ-
CANDIDATURA
A VEREADORA POR
ARACAJU
A 1ª suplente de deputada estadual e
integrante do Movimento Mulheres de Peito,
Sheyla Galba, anunciou nesta quarta-feira,
15, que é pré-candidata a vereadora por
Aracaju. Através das redes sociais, ela afirmou
que vem lutando por um tratamento digno
contra o câncer há alguns anos e que essa
batalha deve ser levada à esfera política nas
eleições deste ano. “Durante meu tratamento
contra o câncer vi de perto os problemas de
falta de medicação, quebras constantes da
máquina de radioterapia, grande fila para o

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 83


POLÍTICA 2/4
DIVULGAÇÃO

tratamento, falta de
políticas públicas
para a prevenção e
tratamento e quase
nada sendo feito
para os cuidados
paliativos. Em 2018,
fui convencida de que
poderia ser uma voz
ativa na Assembleia
e me candidatei a
deputada estadual
obtendo 11.969 em todo o Estado e 7.474
votos em Aracaju. Ou seja, as pessoas
compreenderam nossa luta”, lembrou Sheyla.

Ela garante que a luta contra o câncer será


uma das suas bandeiras de campanha. Sheyla
lembra que em Sergipe são diagnosticados
5 mil novos casos câncer todos os anos. De
acordo com ela, falta à Prefeitura políticas
de atuação de prevenção fortes nas nossas
escolas e melhor acolhimento às famílias nas
UBS, por exemplo. “A nossa atenção básica
precisa atuar para que a gente diminua os

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 84


POLÍTICA 3/4

índices de pessoas com câncer. Precisamos


desenvolver campanhas de conscientização
em toda a esfera municipal. Por si só, o
tema câncer é gigantesco e merece um
debate amplo e sério da parte de toda a
sociedade”, afirmou Sheyla.

A pré-candidata a vereadora critica


ainda a falta de debates de interesse para
a população e o baixo número de mulheres
na Câmara. “Eu acredito na renovação de
nomes e ideias. Acredito que a Câmara de
Aracaju pode ser um local de debates mais
interessantes para a sociedade.

Os debates que estamos vendo nos últimos


anos interessam realmente ao Aracaju?
Outro fato que temos de lamentar são os
episódios de piadinhas e ironias na Câmara
de Vereadores de Aracaju contra nossas
vereadoras. Graças a Deus tínhamos mulheres
fortes e guerreiras como Emília e Kitty que
combateram isso. Confio que nestas eleições
vamos reverter este quadro e aumentar o
número de mulheres no parlamento”, disse.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 85


POLÍTICA 4/4

Ainda segundo Sheyla, a luta por


um tratamento digno já rendeu alguns
resultados para a população como um todo.
“Ainda estamos longe do ideal. Mas a luta
pela redução da fila, a falta de medicamentos
e, principalmente, toda a chegada da carreta
da mulher resultaram numa melhoria do
atendimento. A população compreendeu a
nossa luta. Mas muito ainda precisa ser feito
e deve ser feito, temos recursos o que falta é
vontade política”, destacou.

Receba o seu jornal CinformOline


digital GRÁTIS toda semana através
do WhatsApp, às segundas-feiras

CLIQUE AQUI E
CADASTRE-SE
A NOVA ERA DA NOTÍCIAS

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 86


GERAL 1/4

GERAL

SENAC INICIA
CAPACITAÇÃO
GRATUITA DE 600
PROFISSIONAIS
EM QUATRO ÁREAS
O Senac de Sergipe começará na próxima
segunda-feira (20), a qualificação de
profissionais de quatro áreas das atividades de
comércio e serviços nos cursos de prevenção e
combate ao COVID nas atividades de hotelaria,
beleza e estética, comércio varejista de lojas
e serviços de alimentação. O curso será
totalmente online, por meio da plataforma
Microsoft Teams, com aulas digitais dos
instrutores, ao vivo para os alunos.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 87


GERAL 2/4

Cada capacitação terá a duração de 15


horas/aula, atendendo 150 profissionais
de cada área contemplada, totalizando
600 pessoas. As vagas gratuitas foram
preenchidas no período de inscrição que
aconteceu entre 13 e 18 de julho, recebendo
centenas de pessoas interessadas no
aprendizado proporcionado pelo Senac.

Os cursos visam promover a melhoria


da qualidade do atendimento nos
estabelecimentos comerciais e de serviços,
focando nas ações de profilaxia, controle
e cuidados pessoais e com o cliente nos
tempos de pandemia, objetivando combater a
transmissão do coronavírus.

Com isso, o Senac cumpre mais uma vez seu


papel de formador profissional, atendendo aos
trabalhadores, qualificando-os neste momento
complexo que a economia está vivendo. A
diretora regional do Senac, Priscila Felizola,
lembrou que os cursos ampliam a realidade
dos profissionais preparados pela instituição,
dando-lhes novas oportunidades.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 88


GERAL 3/4

“Quem está no mercado de trabalho e vai


fazer esse curso, segue com uma vantagem
diante do cenário de pandemia, para garantir
que sua ocupação seja mais valorizada. E

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 89


GERAL 4/4

quem está fazendo para se preparar para


voltar ao mercado de trabalho, abre um leque
amplo de novas oportunidades, pois no novo
mercado durante e pós-pandemia demandará
esses que sairão na frente com a qualificação
direcionada para combater o COVID-19.

Nosso objetivo é fazer as


pessoas crescerem e se projetarem
profissionalmente, e para isso, contamos
com o apoio do nosso presidente, Laércio
Oliveira, que apoia as ações para que o
Senac abra cada vez mais vagas, nesse
momento foram essas 600 vagas gratuitas.
Em breve outros cursos serão realizados,
para que possamos capacitar mais pessoas
para o novo mercado de trabalho”, comentou.

Com a realização dos cursos, os


trabalhadores do comércio de bens, serviços
e turismo seguem com a abertura de novos
horizontes profissionais, destacando-se
no cenário profissional, com a qualificação
proporcionada pela maior e mais antiga
escola profissionalizante de Sergipe.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 90


GERAL

Fale
conosco
ESTE É O NÚMERO
ESTE
DO É O NÚMERO CINFORM:
ATENDIMENTO
DO ATENDIMENTO CINFORM:

(79)3304-5414
(79) 3085-0554
(79)3304-5414
PARA MAIS INFORMAÇÕES, TIRAR DÚVIDAS, SUGESTÕES,
PARA
OU MAIS PARA
MESMO INFORMAÇÕES, TIRAR
ANUNCIAR, DÚVIDAS,UMA
SOLICITANDO SUGESTÕES,
VISITA.
OU MESMO PARA ANUNCIAR, SOLICITANDO UMA VISITA.

ANUNCIE AQUI
CONTATE SUA AGÊNCIA DE PUBLICIDADE
OU TOQUE E FALE COM OS NOSSOS CONSULTORES

Elenaldo
Cláudio Santana
Sousa (79) 999499262
(79)99971-9179
Email: elenaldosantana@yahoo.com.br

Acesse mais notícias


www.cinform.com.br

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 91


GERAL 1/4

OFICINAS VÃO
ORIENTAR
PROFISSIONAIS
DO SETOR DE
ALIMENTAÇÃO
FORA DO LAR
lCapacitações buscam apresentar
protocolos de segurança para o
funcionamento dos negócios

O Sebrae promove essa semana uma série


de capacitações para orientar os empresários
do setor de alimentação fora do lar na adoção
dos protocolos de segurança durante o
processo de retomada das atividades. As ações

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 92


GERAL 2/4
DIVULGAÇÃO

Capacitações são direcionadas aos


empreendimentos de alimentação fora do lar

são gratuitas e destinadas a proprietários de


bares, lanchonetes, cafeterias e panificadoras,
além de microempreendedores individuais que
atuam no comércio de alimentos.

As oficinas fornecerão orientações sobre a


maneira correta de atender os clientes com
segurança, como receber as mercadorias,
higienização de superfícies e equipamentos,
destinação do lixo, medidas para evitar
aglomeração e contaminação cruzada, dentre
diversas outras que contribuam para mitigar o
risco de contágio das pessoas.

A programação terá início na quarta-feira,


às 15h, com a oficina ‘Protocolos de Retomada

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 93


GERAL 3/4

para Bares e Restaurantes. Na quinta,


dia 16, serão duas atividades: às 17h será
realizado o Webinar ‘Planejando a Retomada
– MEI de Alimentação’ e às 19h será a vez
da Oficina ‘Protocolos de Retomada para as
Panificadoras’. As capacitações prosseguem na
sexta-feira, às 15h, com uma oficina destinada
aos donos de lanchonetes e cafeterias.

As inscrições para todas as atividades são


gratuitas e podem ser feitas no endereço
eletrônico lojavirtual.se.sebrae.com.br. O
participante deverá ter um computador,
smartphone ou tablet com internet, além do
aplicativo Teams, que servirá como ponte entre
o mesmo e o mentor/facilitador.

CARTILHAS
Além das capacitações, o Sebrae também
oferece gratuitamente aos profissionais do setor
de alimentação fora do lar uma série de materiais
como cartilhas e vídeos com informações
práticas, alinhadas às recomendações das
autoridades de saúde, para ajuda-los na
adaptação dos seus negócios às exigências

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 94


GERAL 4/4

do poder público assim que eles tiverem o seu


funcionamento liberado. Todo o material está
disponível no site clicando aqui:

Isso inclui ainda materiais de visualização


e sinalização para impressão, que podem ser
utilizados na empresa tanto no piso quanto na
parede, com orientações para distanciamento
e medidas preventivas de higiene. A ideia é que
as micro e pequenas empresas, com orientação
do Sebrae, disponibilizem um QR Code para os
clientes de forma a possibilitar a checagem das
medidas implementadas nos estabelecimentos.

Receba o seu jornal CinformOline


digital GRÁTIS toda semana através
do WhatsApp, às segundas-feiras

CLIQUE AQUI E
CADASTRE-SE
A NOVA ERA DA NOTÍCIAS

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 95


GERAL 1/4

PESQUISA MOSTRA
QUE EMPRESÁRIOS
CONTINUAM
ENFRENTANDO
DIFICULDADE PARA
OBTER CRÉDITO
lMais de 80% daqueles que tentaram
não conseguiram contrair empréstimos

Uma nova pesquisa do Sebrae realizada


em parceria com a Fundação Getúlio Vargas
mostra que cresceu o número de empresários
sergipanos que buscou crédito junto às
instituições financeiras para manter o negócio
em funcionamento. Apesar da tentativa, a grande

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 96


GERAL 2/4
DIVULGAÇÃO

Mais de 80% dos empreendedores que


buscaram crédito não tiveram o pedido atendido

maioria teve o pedido negado ou ainda aguarda


algum tipo de resposta por parte dos bancos
e cooperativas. O levantamento revelou que
48% dos proprietários de pequenos negócios
já tentaram contrair algum tipo de empréstimo
desde o começo da pandemia. No estudo
realizado no mês de maio esse percentual era
de 28%. Porém, 86% desses empresários não
tiveram sucesso na busca por novos recursos.

Os principais motivos para a não liberação,


segundo os entrevistados, se dá pelo fato
de a empresa estar negativada no Cadin/
Serasa (16,1%), o CPF do empresário estar

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 97


GERAL 3/4

negativado (14,3%) ou pelo pouco tempo


de funcionamento do empreendimento
(12,5%). A pesquisa indica que um terço
desse público buscou linhas de crédito de até
R$ 20 mil. Com a dificuldade para viabilizar
a entrada de novos recursos, as finanças das
pequenas empresas estão cada vez mais
comprometidas. Pouco mais de 43% dos
entrevistados relataram já possuir dívidas ou
empréstimos em atraso. Para se ter uma ideia
do agravamento dessa situação, na pesquisa
anterior esse percentual era de 23%.

“ Os dados mostram que apesar do


lançamento de diversas medidas para permitir
o acesso desses empresários às linhas de
crédito, é notório que os recursos não estão
chegando a quem mais precisa. É preciso mais
agilidade nesse processo, além de um trabalho
de sensibilização do poder público junto aos
bancos para que eles facilitem a liberação dos
financiamentos. A situação tem se agravado e
se nada nesse sentido for feito veremos ainda
mais empresas fechando suas portas”, explica
o superintendente do Sebrae, Paulo do Eirado.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 98


GERAL 4/4

QUEDA DE FATURAMENTO
O levantamento feito pelo Sebrae mostrou
ainda que 86,5% das empresas relatou
ter registrado diminuição no faturamento
durante a crise. A queda nas vendas foi
em média de 61% nos últimos meses. Para
tentar minimizar esse impacto, 65% desses
empresários passaram a utilizar as redes
sociais e aplicativos na comercialização de
seus produtos e serviços.

Entre as medidas adotadas pelos


empreendedores para evitar demissões, 30
% das empresas suspenderam contratos
de trabalho durante a crise, enquanto
29% reduziram a jornada de trabalho com
redução de salário e 24% deram férias
coletivas aos empregados.

A pesquisa foi realizada pelo Sebrae


em parceria com a Fundação Getúlio
Vargas entre os dias 25 e 30 de junho
junto a microempreendedores individuais,
microempresas e empresas de pequeno porte
do estado utilizando formulários online.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 99


GERAL 1/8

PROPAGANDA & NEGÓCIOS

Nathalie Fontes
PUBLICITÁRIA

TENDÊNCIAS E NEGÓCIOS
PÓS-PANDEMIA
São nítidas as diversas mudanças que o
novo coronavírus trouxe para os negócios. Se
já estávamos vivenciando grandes mudanças
agora, mesmo que forçados, tivemos que
acelerar algumas tendências de consumo.

Segundo Luis Rasquilha, CEO da Inova


Consulting & Inova Business School, quando

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 100


GERAL PROPAGANDA & NEGÓCIOS 2/8
DIVULGAÇÃO

acontecem grandes fenômenos nunca o


ser humano voltará como antes e, quando o
fenômeno acaba as pessoas levam ainda de 3 a
6 meses para acreditar que tudo passou.

O novo cenário trouxe realidades de home


office, videoconferências, crianças com aulas
online mas o que permanecerá pós pandemia?
O que podemos esperar quando tudo passar?

Conforme mapeamento de tendências da


Inova Consulting & Inova Business School, as
mudanças que vieram para ficar são:

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 101


GERAL PROPAGANDA & NEGÓCIOS 3/8

01 VEÍCULOS E MÍDIA DIGITAL


A informação continuará sendo primordial,
a tendência é que mais pessoas busquem
informação e que aconteça um aumento na
criação de conteúdo em mídia digital.

02 TECNOLOGIA
Existe uma grande revolução tecnológica
porém, conforme conversamos no tema
da semana passada sobre “transformação
digital” a tecnologia vem a serviço da
comunicação e dos negócios.

03 MODELO DE TRABALHO
E COMUNICAÇÃO
Muitas pessoas já perceberam que conseguem
realizar reuniões da sua casa, o home office
despertou uma vontade de trabalhar e ficar ainda
mais tempo com a família. Essa comunicação
também irá mudar, surge um olhar de empatia

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 102


GERAL PROPAGANDA & NEGÓCIOS 4/8

e de servir ao próximo compartilhando seus


conhecimentos em diversas mídias.

04 AULAS ONLINE E
EDUCAÇÃO DOS FILHOS
Com a experiência durante as aulas online,
alguns pais irão participar muito mais da vida
educacional dos filhos. A proximidade terá
grande impacto para a geração alpha (nascidos
a partir de 2010), essa geração é mais inteligente
e acelerada tanto no aprendizado como na
execução das tarefas, com o auxílio dos pais
conseguirá atingir o seu máximo potencial.

Empresas tradicionais não tem garantia


de sobrevivência pós pandemia e precisam
se reinventar com urgência. O CEO Luis
Rasquilha, citou alguns setores que estarão
em desvantagens e outros com previsão de
crescimento. Confira:

DESVANTAGENS:
- Automóvel, combustível, construção,
negócios imobiliários, petróleo e turismo.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 103


GERAL PROPAGANDA & NEGÓCIOS 5/8

TENDÊNCIA DE CRESCIMENTO:
- Agricultura, bem-estar, e-commerce, EAD -
Educação à distância, energia, entretenimento
digital, logística, saúde e medicina.

Quando falamos de tendência, estamos


falando sobre a nova linha comportamental do
consumidor. Porque tudo acaba gerando novos
valores e hábitos. Para as empresas esse é o
momento crucial onde as marcas necessitam
garantir presença e fidelizar seus clientes.

O Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo


– Ibevar, apresentou tendências que devem
impactar no comportamento do consumidor:

MOVIMENTO “FAÇA VOCÊ MESMO” E


CIRCUITO DE CONSUMO LOCAL
O consumidor será incentivado a fazer seus
próprios produtos, a mídia deverá apresentar
essa visão de pessoalidade dos produtos. Esse
conceito torna-se mais forte à medida que as
pessoas continuam em confinamentos devido a
Covid-19. O consumo local também será levado
em conta para fortalecer o comércio da região.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 104


GERAL PROPAGANDA & NEGÓCIOS 6/8

SLOWLIFE E O CONSUMO CRÍTICO


O movimento do slowlife é desacelerar,
chama-se Vida Lenta, onde você irá alterar
o seu ritmo de vida e eliminar o que
não é essencial. Dessa maneira, alguns
consumidores irão repensar suas necessidades
de compra e consumir produtos de maneira
mais crítica.

O importante é mapear as tendências,


adaptar ao seu negócio, marcar presença
digital e garantir que o cliente esteja, mais do
que nunca, no centro das atenções.

NOVIDADE EM ARACAJU
CINEMA NO CARRO
PubliMídia trará drive-in para Aracaju
através de parceria com a Flix Média!

Aracaju está prestes a viver a sua primeira


experiência em rede de cinema dentro do carro.

O projeto Drive-in Aracaju da rede Centerplex


está a todo vapor, em breve você poderá ter
uma nova e incrível experiência. Quer sair na

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 105


GERAL PROPAGANDA & NEGÓCIOS 7/8

frente e anunciar sua empresa? A captação


de anunciantes e parceiros no estado e sua
comercialização está sob a tutela da PubliMídia.
Demais informações podem ser obtidas através
do telefone: 79 99151-2227. Aguarde!

SHOW DE ATENDIMENTO
DURANTE A PANDEMIA
Riachuelo Riomar Drive- Thru
Atendimento rápido, educado, sério e
cumprindo todas as normas.

TINA BANQUETERIA
Impressionantes cuidados com a higiene e
pontualidade britânica, além do excelente sabor.
Feedback do Relações Públicas Hudson Mauad.

Receba o seu jornal CinformOline


digital GRÁTIS toda semana através
do WhatsApp, às segundas-feiras

CLIQUE AQUI E
CADASTRE-SE
A NOVA ERA DA NOTÍCIAS

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 106


GERAL PROPAGANDA & NEGÓCIOS 8/8

PICOLÉS O ESTANCIANO
Incrível a qualidade e o atendimento do
Tiago - O Estanciano apresenta diversas
delícias artesanais no palito. Sabores
tradicionais como: graviola, mangaba,
ameixa, coco. Novidades como: picolé de
açaí, sabores sem lactose e recheados. Vocês
precisam provar os sabores: cafezinho, tabarito,
cabueta e sergipaninho. Sério, provem! A alegria
e criatividade do Tiago são ingredientes que
compõem esse sucesso. Parabéns pela qualidade
e carinho com cada cliente. Confira essas delícias
no palito via instagram @estanciano.se

Uma semana abençoada para nós!


Gostou da coluna, realizou algum tipo
de ação na sua empresa e quer partilhar?
Converse comigo no 79 9 8115-2779 ou pelo
instagram @nathaliefontes

“Porque o Senhor dá a sabedoria, e


da sua boca vem o conhecimento e o
entendimento”. Provérbios 2:6
lNathalie Fontes – é graduada em Publicidade e Propaganda pela UNIT, atua
na área há mais de 10 anos. Seu propósito é auxiliar empresas e pessoas a terem
mais resultados unindo estratégias de gestão da inovação em negócios com
marketing digital e produtividade.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 107


GERAL 1/6

Dr. EDUARDO RIBEIRO

A HODIERNA IDEIA DA
MEDIAÇÃO FAMILIAR
Por AILTON NUNES JUNIOR

O método da mediação consiste em


despertar nas partes envolvidas a ideia de
assumir as responsabilidades decorrentes de
seus atos ou omissões. Decorre do contexto
no qual às partes caberá reconhecer seus atos
e se curvar perante as consequências deles
oriundas. Ressurgindo no final do Século XX,
fruto de dois movimentos concomitantes
ocorridos nos Estados Unidos e na Grã-
Bretanha, chegando depois ao Canadá e à

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 108


GERAL OFICINA DE ADVOCACIA 2/6

França, a mediação se encaixa perfeitamente


tanto no clássico sistema românico como
na “Common Law”, estando bastante
desenvolvida neste último.

Em 1982, Estados Unidos, Noruega e


Canadá tornaram-na obrigatória na fase que
antecede a deflagração do processo judicioso
e o Canadá criou, em abril de 1984, o primeiro
serviço de mediação familiar de Montreal
(SMF), albergando profissionais do Direito, da
assistência social e da psicologia. A França foi
seduzida mais tarde. E embora já estivesse em
uso na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos, os
especialistas franceses preferiram ir aprender
a prática em Montreal, devido à facilidade de
comunicação, já que a cidade é a capital da
província canadense de Québec, cuja língua, ao
contrário do restante do país, é a francesa.

Na França, a mediação elegeu como


alicerce a interdisciplinaridade, não se atendo
simplesmente à resolução do conflito e sim
tencionando transformar o conflito. Os ideais
franceses de mediação familiar ramificaram-

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 109


GERAL OFICINA DE ADVOCACIA 3/6

se pela Europa, consolidando-se como um


modelo europeu, adotado como ideal fundante
da Associação pela Promoção da Mediação
(APPM), associação legitimada e reconhecida
pela Comunidade Europeia.

Um movimento mundial de reforma do


Poder Judiciário, que já propugnava pelo
acolhimento da mediação, passou a também
pleitear a mediação familiar. O interesse por esta
modalidade de mediação, diga-se, é decorrente
da especificidade das lides travadas no âmago
da família. O conflito familiar, com efeito, antes
de ser jurídico, revela-se como de essência
afetiva, psicológica e relacional, precedido de
sofrimentos. Direcionar-se-á a mediação familiar
aos casais que deverão forçosamente, mesmo
após a ruptura de vida em comum, conservar
relações de coparentalidade em respeito a
interesses próprios e a interesses das crianças.

Voltando-se os olhos à realidade judiciária


nacional, destaca-se que a mediação, em
seu sentido lato, chegou ao Brasil por duas
vertentes: a primeira alojou-se em São Paulo

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 110


GERAL OFICINA DE ADVOCACIA 4/6

em 1989 e representa o modelo francês; a


segunda alcançou a Região Sul, no início da
década de 1990, através da Argentina e traduz
o sistema estadunidense.

A nossa praxe judiciária, entretanto,


ainda não absorveu a prática por completo,
inclusive no que toca aos litígios familiares,
confundindo-a frequentemente com a
conciliação (onde as partes admitem perdas
recíprocas para que seja finalizada a lide) e
com a arbitragem (onde as partes elegem um
terceiro, neutro e imparcial, para que decida
o litígio). Entretanto, o sistema que tem
sido sistematizado e tende a ser o adotado
como modelo pátrio é a mediação familiar
interdisciplinar, que se afeiçoa ao modelo
europeu praticado pela APPM.

Movimentos legiferantes surgiram


pretendendo inserir a mediação no
ordenamento jurídico positivado. Destaca-se
o Projeto de Lei n.° 4.827/98, de autoria de
Zulaiê Cobra Ribeiro, que foi posteriormente
condensado com o Anteprojeto de Lei

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 111


GERAL OFICINA DE ADVOCACIA 5/6

apresentado pelo grupo de juristas dirigidos


por Ada Pelegrini Grinover e se encontra em
trâmite legislativo no Congresso Nacional.

O Instituto Brasileiro de Direito de Família


(IBDFAM) prepara, atualmente, um Projeto de
Lei cujo mote será a alteração de dispositivos
encontrados no novo Código Civil, com o escopo
de que seja introduzida a mediação em casos
de separação e divórcio, regulando os efeitos
pessoais e patrimoniais da ruptura da vida a dois.

Destaque-se que o ainda infante CPC, em


seu art. 165, § 3º, pincelou o instituto, ainda
que de forma tímida, ao nosso sentir, ao
não adentrar no âmago da relação familiar,
trazendo a genérica previsão de “casos em
que houver vínculo anterior entre as partes”.
Portanto, ainda há muito a se trilhar.

A mediação familiar interdisciplinar, acaso


venha a realmente ser implantada em nosso
ordenamento jurídico, será de imensurável
relevância, posto que traz como base as
relações afetivas encontradas no âmbito da

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 112


GERAL OFICINA DE ADVOCACIA 6/6

família e não poderá limitar-se ao profissional


do Direito. Haverá de trazer em sua composição,
também, estudiosos da assistência social e
da psicologia, para um maior, melhor e mais
eficiente suporte aos casais.

A compreensão do amor será o objeto da


mediação familiar. Ela haverá de buscar incutir
nos casais a capacidade de reconhecer que o
amor foi a mola mestra de sua união; despertar
nos cônjuges ou companheiros o ainda vivo
amor e garimpar o amor que sentem pelos
filhos, para que percebam se são ainda dignos
do amor de sua prole. A mediação familiar,
enfim, propiciará a recuperação das relações
afetivas. Extirpará os motivos que levaram ao
abandono afetivo decorrente da reorganização
familiar após a separação dos cônjuges ou
companheiros, permitindo uma real e célere
mudança na dinâmica das relações familiares,
em consonância com o moderno conceito de
família nuclear, ou seja, as relações familiares
pautadas no afeto e na lealdade.

lAilton Nunes Junior - Advogado, sócio do Escritório Eduardo Ribeiro Advocacia

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 113


GERAL 1/6

ANA SARMENTO

IMPORTÂNCIA E DESAFIOS DOS


MÉTODOS RESOLUTIVOS DE
SOLUÇÃO DE CONFLITOS
Os métodos resolutivos de solução de
conflitos como instrumentos de pacificação
social, têm como principal objetivo, fomentar
uma nova visão em relação aos mesmos, onde
o Poder Judiciário não seja em tese a primeira
possibilidade a ser utilizada quando da
necessidade de se realinhar as situações onde
as controvérsias já se instalaram;

Faz-se necessária a compreensão, não só pelos

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 114


GERAL MEDIAÇÃO & ARBITRAGEM 2/6

operadores do direito, mas por todos que se


interessam pelo tema, de que pacificar o diálogo,
estabelecer a escuta ativa, aplicar as técnicas
para realinhar a escalada do conflito, dentre
outros mecanismos que nos impõe os métodos
alternativos, possibilita a ressignificação do litígio,
vez que a prática e a utilização da comunicação
não violenta/CNV, viabiliza a identificação dos
interesses e necessidades dos envolvidos;

A retomada do diálogo pelas partes as


empodera da real possibilidade de encontrar
a decisão oportuna e necessária para a
situação conflituosa, quando há acordos
firmados e alinhavados, pelas próprias partes
estatisticamente são cumpridos em sua íntegra,
vez que os próprios protagonistas delinearam e
decidiram a situação conflituosa, diferentemente
de decisão proveniente de um Juiz de Direito,
onde recorrentemente alguém sai e/ou se
sente prejudicado, insatisfeito, sem por termo
ao processo, invariavelmente se utilizando de
recursos, perpetuando e acirrando o conflito.

A Arbitragem como método heterocompositivo

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 115


GERAL MEDIAÇÃO & ARBITRAGEM 3/6

prevê para melhor eficiência, a utilização das


técnicas mediatórias, podendo advir uma
sentença homologatória, ou seja, mesmo com
o auxílio de um Árbitro, Juiz sem toga, ás partes
foi possibilitado compor o acordo, o que por si já
demonstra a humanização da heterocomposição,
consequência da cultura da paz, o que de fato
se busca com esse novo olhar sobre o litígio,
uma demanda submetida a Arbitragem não
se submete e recurso, vez que com a sentença
arbitral exarada, há o trânsito em julgado da
decisão imediatamente, ou seja, não cabe recurso;
É razoável refletirmos que o tempo, o custo
econômico financeiro, o desgaste emocional
das partes, a insatisfação com as sentenças
prolatadas, credibiliza e fortalece a utilização dos
métodos resolutivos diante da concreta eficiência
dos resultados obtidos através da mediação,
conciliação e/ou arbitragem;

Conhecer a cultura da paz, estabelecer


a não violência, a escuta ativa, readequar
os protagonistas nos seus devidos papéis,
gera segurança, confiança, tranquilidade ás
partes, pois, que se depara com a essência

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 116


GERAL MEDIAÇÃO & ARBITRAGEM 4/6

da verdadeira Justiça que é desmistificar a


figura do conflito, vez que está presente no
cotidiano de cada um de nós;

Com a implementação dos métodos


resolutivos, o Estado está devolvendo uma
parcela significativa de sua função jurisdicional
á esfera privada. Todavia, apesar dos esforços
empreendidos, para esta implementação deve
ser estabelecido um novo olhar, um novo e
grande desafio que seria a implantação de uma
verdadeira política pública que vise difundir
e divulgar os métodos resolutivos, através da
popularização dos mesmos, possibilitando
a sociedade utilizar-se de maneira eficiente,
das “novas” possibilidades, oferecendo novos
caminhos a serem percorridos pela justiça
contemporânea. Como bem ressalta Marina
Matos Sillmann (2012, p. 2):

“[...] uma lide julgada nem sempre é


sinônimo de lide resolvida. Apesar do juiz de
direito ter determinado uma sentença e com
isso colocado um ponto final ao processo,
para as partes a lembrança deste perdurará

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 117


GERAL MEDIAÇÃO & ARBITRAGEM 5/6

por um bom tempo: a angústia, o longo tempo


de espera, a raiva, isso sem falar que é muito
provável que o relacionamento que uma parte
possuía com a outra, antes do confronto,
nunca venha a se restabelecer”.

O maior desafio para os crédulos, os visionários


que têm nos métodos resolutivos um novo
caminho para reestabelecimento da paz, é a
implementação de uma nova cultura a partir de si
mesmo, onde como nos diz o I. Martin Luther King,
“o ser humano deve desenvolver, para todos os
seus conflitos, um método que rejeite a vingança,
a agressão e a retaliação. A base para esse tipo de
método é o amor”. A utilização da mediação pode
ocorrer em qualquer área das relações humanas
onde existirem conflitos que envolvam interesse de
pessoas, como; área cível na relação de consumo,
bancário, trabalhista, escolar, familiar, empresarial,
condominial dentre outros ramos, bastando para
tanto que as partes estejam disponíveis ao diálogo,
a recomporem a comunicação.Através do diálogo
as partes retomam o poder de decisão, para que
as soluções tomadas possam ser duradouras,
levando em consideração as necessidades de

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 118


GERAL MEDIAÇÃO & ARBITRAGEM 6/6

cada uma dessas partes, assim, estas podem


ser protagonistas de suas vidas, não passando
o poder de decisão somente para um juiz de
Direito, um árbitro ou outra pessoa qualquer. A
mediação leva as partes a entenderem a origem
do conflito para resolvê-lo sem a necessidade de
enfrentar longas e custosas demandas jurídicas,
gerando uma qualidade de vida infinitamente
melhor para as pessoas envolvidas.

A Mediação requer a utilização de técnicas


e para tanto que os (as) interessados (as)
façam um curso de formação de mediador(a),
a MEDIA ESTÁ FINALIZANDO O V CURSO DIA
17/07/2020, ENTREGANDO A SOCIEDADE
PESSOAS MELHORES CAPACITADAS PARA
CONDUZIR COM AS PARTES AS PRÓPRIAS
DEMANDAS, BREVE NOVOS CURSOS, NOVA
SPOSSIBILIDADES PARA O MERCADO QUE
SE ABRE DE MANEIRA PROPOSITIVA, OS
TEMPOS NOVOS PEDEM EMPATIA, RESILIÊNCIA,
DIÁLOGO, PEDEM MEDIAÇÃO DE CONFLITOS.

lAna Sarmento – Advogada, Mediadora Judicial e Árbitra,


especialista em gestão de conflitos, professora, sócia da media.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 119


GERAL Cantinho da 1/4

Ednalva F. Caetano
Cantinho da

“Alguma coisa está


fora da ordem...”
Em novembro de 1991, no contexto do
final da guerra fria, o músico Caetano
Veloso, considerado com muita justiça um
dos grandes artistas latino-americanos da
atualidade, lançou a composição que dá título
a esta crônica e considerando que, a arte é
sempre atual, se enquadra perfeitamente ao
momento que estamos vivendo.

O conceito de ordem mundial refere-se


ao equilíbrio de poder entre os povos. Até o
início do século XX o mundo era multipolar e
ainda não havia se tornado uma aldeia global

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 120


GERAL Cantinho da 2/4

como afirmou o filósofo canadense Herbert


Marshall McLuhan pelos idos de 1964 ao
tratar das transformações que seriam
trazidas pela tecnologia. Com o final da
segunda guerra mundial em 1945, o mundo
tornou-se bipolar, numa disputa ferrenha
entre dois blocos ideológicos que assombrou
gerações convivendo com o fantasma
de uma guerra real que poderia eclodir a
qualquer momento dado o poder bélico das
duas superpotências como eram chamadas.

Na passagem do dia 9 para o dia 10 de


novembro de 1989 o mundo assistiu (já
éramos então uma aldeia global) a queda
do muro de Berlim atacado que foi por uma
multidão de cem mil alemães, munidos
de pás e picaretas, impacientes que
estavam entre o anúncio feito pelo governo
da derrubada do muro e as tratativas
burocráticas necessárias para fazê-lo. Os
alemães orientais Já haviam esperado 28
anos para terem o direito de viver do outo
lado, em liberdade. Não podiam mais esperar.
Um muro não poderia cindir uma nação.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 121


GERAL Cantinho da 3/4

Em 1991 houve a dissolução da União das


Repúblicas Socialistas Soviéticas e a nova
ordem mundial volta a ser multipolar, daí a
canção “alguma coisa está fora da ordem,
fora da nova ordem mundial”. A nova ordem
era um avanço, posto que tudo que polariza
empobrece, avilta, amesquinha , reduz as
múltiplas possibilidades do gênero humano,
então o que estaria fora da nova ordem
mundial? Os que insistiam em ignorá-la! E
sempre há os que, para usar uma citação
bíblica “têm olhos mas não veem, têm
ouvidos mas não ouvem”.

Em 2020, como aldeia global que nos


tornamos, estamos convivendo com uma
pandemia que nos coloca de forma inevitável
diante da constatação de que alguma coisa
está fora da ordem e que, necessariamente,
alguma nova ordem mundial há de ser
estabelecida. Como ela será, quais serão os
novos parâmetros que nos guiarão nessa nova
jornada? Certamente não poderão ser aqueles
que se firmavam ou talvez ainda se firmem em
grandes manobras políticas e econômicas com

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 122


GERAL Cantinho da 4/4

o intuito de controlar os destinos do planeta.


Não deverão ser também os guiados por
ideologias ou crenças baseadas em dogmas
que geram a intolerância como regra e que
justificam qualquer tipo de discriminação,
dividindo as pessoas em metades.

As ordens mundiais modificam-se à


medida que vão se modificando os contextos
históricos aos quais elas estão circunscritas.
O mundo em pandemia mostra que
alguma coisa está fora da ordem e por isso
necessitamos, com urgência, de uma nova
ordem mundial. Uma nova ordem na qual a
solidariedade seja maior que o egoísmo, as
parcerias sejam mais importantes que as
desavenças, a cooperação seja mais forte
que a beligerância e a crença seja acima
de tudo a confiança na capacidade do ser
humano como conjunto da humanidade,
e a certeza de que, só nessa condição
poderemos vencer os grandes desafios que
por certo ainda nos aguardam.

lEdnalva Freire Caetano – É pedagoga e mestra em Educação pela UFS

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 123


GERAL 1/4

Flávia Lima Moreira


Artigo da semana

Votando de dois
em dois anos, o
eleitor amadureceu;
já os políticos...
A recente democracia brasileira tem exigido
do eleitor seu voto a cada dois anos. Isso
quando eleições suplementares não fazem
os cidadãos voltarem às urnas em intervalo
menor. O resultado desse processo intenso
de participação popular nas urnas tem
gerado um amadurecimento de boa parte do
eleitorado. Já dos políticos, parece que nem
tanto. É sobre isso que escrevo hoje.

O eleitor é um carente. No bom sentido,

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 124


GERAL 2/4

claro! Ele quer atenção, quer ser ouvido,


quer ter proximidade com o político que
escolhe. Ele acredita e tem esperança.
Ele vota, ele apoia, ele divulga. Ele ajuda
a eleger os... políticos de sempre. É
nesse ponto que começa o processo de
amadurecimento do eleitor.

Pense: você já votou em alguém e se


arrependeu do seu voto? As pesquisas
mostram que a maioria dos brasileiros
responde sim a essa pergunta. Mas nem
precisaria de pesquisa, sua resposta
provavelmente é sim.

Só que você não deixou de acreditar. Dois


anos depois, voltou às urnas, acreditou e de
novo e votou de novo. Em outro, mas votou! A
chance de ter se arrependido de novo é alta.
E assim tem acontecido repetidamente há
décadas. Esse processo cansa o eleitor e o
faz amadurecer à força, na marra. Acreditar
em mentiras passa a ser mais difícil, acreditar
em promessas grandes, também. Os eleitores
aprenderam! Já os políticos....

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 125


GERAL 3/4

Os políticos não percebem esse


amadurecimento porque não lhes interessa
ver esse amadurecimento. É mais fácil
apostar nas velhas práticas e prometer
o impossível. Assim, a cada dois anos
eles enganam mais uma leva de eleitores
esperançosos. E será assim até que acabe a
esperança. Mas ela não acaba.

Só que mentir está cada vez mais caro.


Exige, além de campanhas milionárias e
esquemas de corrupção gigantes, a compra
do silêncio de parte da população com
esmolas dadas no lugar da garantia de
direitos constitucionais. Exige equipes de
comunicação imensas para tentar mascarar
a verdade. Exige marketing profissional.

Felizmente, prometer o impossível


é, hoje, facilmente desmascarado com
simples vídeos que mostram a realidade
nua e crua. Enquanto promessas ficam
no papel e nos panfletos; enquanto as
propagandas institucionais de governos
insistem em mostrar cidades, estados e

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 126


GERAL 4/4

um Brasil que não existe; enquanto tudo


isso acontece, o povo pega seu celular e
faz filmes a custo zero. Custo zero para
eles, porque o custo para os políticos que
insistem nas velhas práticas hegemônicas,
arrogantes e de pura vaidade, o preço é
alto. Terão de reinventar suas mentiras e
tentar convencer outra parte da população:
aquela a quem ainda não decepcionou.

A vida dos políticos não parece muito fácil


não. E promete ser cada vez mais difícil. Até
mesmo aqueles que chegam como heróis
escorregam. Já o povo... esse está cada vez
mais alerta e com a paciência cada vez menor.

Um erro basta. A era da incoerência parece


estar chegando ao fim. A eleição de 2020
promete um bom duelo! Vencerá aquele que
usar e abusar da verdade. A pergunta que
fica é: quem pode falar verdades?

lFlávia Lima Moreira – É jornalista pela UFSM, Esp. em comunicação


política. Atuou am campanhas presidencias, governos estaduais e prefeitura.
Coordenou a comunicação digital no Palácio do Planalto e o jornalismo na
Prefeitura de Porto Alegre.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 127


n line 1/8

politicandose@gmail.com @politicandose

FLÁVIO
OLIVEIRA

A eleição para reitoria da


Universidade Federal de
Sergipe (UFS) está longe de
um modelo de democracia

A
eleição ocorrida para a reitoria da Universidade
Federal de Sergipe (UFS) na última quarta-feira,
15 de julho, ficou longe do que deveria ser um

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 128


2/8

modelo de eleição democrática. A eleição ocorreu sem


a participação da comunidade acadêmica, deixando
alunos, servidores e professores de fora do processo, sem
direito ao voto. Em um ambiente como o universitário,
onde se fala tanto em democracia, é lamentável que a
eleição para o cargo máximo da universidade tenha se
dado de forma tão antidemocrática.

Em artigo publicado nesta coluna em junho, já


abordei a situação da educação brasileira e de como
o aparelhamento ideológico e político, implementado
por grupos de esquerda que dominam, em especial,
as universidades, prejudica a melhoria e o progresso
em nosso sistema de ensino. Tal aparelhamento se
mostra presente também nos processos eleitorais
para escolha de representantes docentes, discentes
e também para o cargo máximo das universidades.
Outro fator que contribui para que situações
bizarras como a ocorrida na eleição para reitoria
da UFS aconteçam é a tão propalada autonomia
universitária, que praticamente transforma as
universidades em lugares autossuficientes, onde as
leis brasileiras parecem não valer.

O processo para eleição da chapa que comandará a

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 129


3/8

UFS pelos próximos 4 anos começou em fevereiro com a


convocação de uma consulta informal por entidades de
classe da UFS. Ou seja, o processo não foi iniciado pelo
atual reitor, Angelo Antoniolli, o qual tinha a obrigação
de iniciá-lo 150 dias antes do término do seu mandato,
que expira em novembro deste ano.

No mês em que foi iniciada a consulta informal


estava vigente a Medida Provisória (MP) 914, que
regulava o processo para a eleição de reitores nas
universidades federais, garantindo a participação
da comunidade acadêmica e, com isso, a eleição
democrática de uma lista tríplice. Inclusive, o
Ministério Público Federal (MPF) enviou uma
recomendação à atual gestão da UFS em duas
situações para que esta convocasse e desse
prosseguimento ao processo de escolha do novo
reitor com base na MP 914, mas tais recomendações
foram sumariamente ignoradas.

Diante da convocação para a consulta informal,


tradicionalmente reconhecida, inscreveram-se 4
chapas, as quais produziram vídeos, material de
campanha, participaram de debates, apresentaram
propostas, enfim, fizeram tudo aquilo que cabe em

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 130


4/8

um processo eleitoral a fim de alcançar o máximo


de eleitores apresentando suas propostas e ideias a
fim de obter maioria na votação.

Em março, faltando apenas 2 dias para


esta votação da comunidade universitária, em
decorrência da decretação da paralisação das
atividades na universidade, devido à pandemia
da COVID-19, a consulta informal foi suspensa,
ficando o processo suspenso. Por muitas vezes a
pandemia foi usada como justificativa para que se
mantivesse o processo eleitoral paralisado, mas
menos de 1 mês após o término do prazo de vigência
da MP 914, o reitor resolveu convocar o processo
formal para a eleição do novo reitor. Coincidência ou
conveniência? Se a pandemia era justificativa para
não realizar o processo eleitoral, por que deixou de
ser quando a MP perdeu a validade?

Não bastasse toda essa incoerência, uma nova


chapa, que não havia se inscrito para a consulta
informal, não havia participado de debates e nem
apresentado um plano de gestão, fazendo uma
campanha mal disfarçada, foi introduzida no processo.
E vejam só! Tal chapa foi encabeçada pelo atual vice-

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 131


5/8

reitor, Valter Joviniano, apoiado pelo reitor Angelo


Antoniolli. Mais uma coincidência?

Não bastasse tudo isso, na “eleição” convocada


pelo reitor, tiveram direito a voto apenas os membros
dos conselhos superiores da universidade, sendo
que grande parte deles são indicados pela reitoria e
outros tantos por grupos de militantes esquerdistas
que controlam os sindicatos dos servidores e o DCE
(Diretório Central Estudantil), ou seja, uma eleição de
cartas marcadas, semelhante às eleições que ocorrem
nas ditaduras comunistas de partido único. A diferença
é que nestas eliminam-se os candidatos de oposição e
manipulam-se votos, naquela elimina-se o eleitorado
para que uma minoria de votantes manipulada possa
eleger o candidato de quem está no poder.

E, no fim das contas, foi o que aconteceu, a chapa com


maior quantidade de votos nos conselhos foi a chapa
encabeçada por Valter Joviniano, o vice-reitor escolhido
por Angelo Antoniolli. Em segundo lugar ficou a chapa
do candidato ligado ao PT e ao MST (Movimento Sem
Terra), André Maurício. E, encerrando a lista tríplice,
em terceiro lugar ficou a chapa ligada ao PSoL e ao
movimento feminista, da professora Vera Núbia.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 132


6/8

A lista, salvo se a Justiça Federal determinar


a nulidade dessa reunião de votação diante de
graves ilegalidades e irregularidades praticadas,
será enviada ao Ministério da Educação (MEC) e o
presidente Bolsonaro será obrigado a escolher entre
as 3 chapas de extrema esquerda (2 do PT e uma do
PSoL) qual delas irá comandar a UFS nos próximos
4 anos, gerir os recursos – só no ano passado, mais
de R$ 700 milhões –, determinar políticas de ensino
e pesquisa, determinar critérios para que trabalhos e
projetos de alunos sejam ou não aceitos, etc.

Lembrando que tudo isso é financiando com


seu dinheiro, dinheiro do pagador de impostos, do
trabalhador que pega ônibus 6 da manhã para
trabalhar e nunca vai por os pés numa universidade
pública, e que pouco ou nada será beneficiado por
aquilo que nela é produzido – a continuar o quadro
caótico no qual se encontra a qualidade da produção
científica nas universidades brasileiras.

A única chapa não esquerdista encabeçada pela


professora Denise Albano teve apenas 5 votos ante
os 37 obtidos pela chapa do reitor que nomeia ou
distribui cargos comissionados para cerca de metade

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 133


7/8

dos eleitores desses quase 80 votantes dos conselhos


superiores da UFS. E não se pode ignorar o fato de
que isso serve de alerta e até punição para aqueles,
em especial alunos, que não concordam que a
universidade seja tomada por grupos que utilizam a
estrutura da universidade para impor uma visão de
mundo ou uma ideologia hegemônica

Não é de agora que os conselhos superiores


são dominados pela esquerda e estamos vendo a
dificuldade que o governo federal atual está tendo
para mudar o processo de escolha de reitores – já
foram 2 MPs rejeitadas pelo congresso.

Será que não já passou da hora da direita, dos


sensatos e daqueles que só querem terminar o seu
curso fazerem um esforço coletivo para ocupar os
poucos cargos possíveis nesses conselhos para,
ao menos, deter um poder maior de decisão?
Diferente de um DCE, um reitor pode fazer muito
pelos estudantes, inclusive garantir que estes não
tenham seus projetos e pesquisas censurados por
professores militantes.

Chamem de “jeitinho brasileiro”, de malandragem,

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 134


8/8

de artimanha. O que aconteceu no processo eleitoral


para escolha do novo reitor da UFS, ainda que possa
sem aparentemente legal – vencidos na justiça os
questionamentos que corretamente serão feitos – é
imoral, arbitrário e inaceitável para quem preza pelo
verdadeiro conceito de democracia.

Uma eleição marcada pela fraude e pelo


autoritarismo que desrespeitou a vontade de
professores, estudantes, servidores e especialmente
das chapas, que dedicaram tempo e se empenharam
em suas campanhas. O que não surpreende vindo
de um reitor que não teve o menor pudor e vergonha
ao entregar um título de doutor Honoris Causa ao
criminoso condenado, o ex-presidente Lula.

É lamentável que em um espaço onde tanto se fala


em democracia, esta tenha se tornado uma palavra
vazia e emitida da boca pra fora. Que a Justiça possa
reverter a indecência e a aberração que assistimos nesta
escolha do novo reitor da UFS.

lFlavio Oliveira Rodrigues – Coordenador


do Movimento Direita Sergipana

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 135


GERAL 1/3

Helen Anjos
Empresária

Loucas por
Moda? SIM!
Gostar de moda vai muito além de seguir
padrões pré-estabelecidos por grifes famosas
e tendências inatingíveis a determinadas
realidades. Está muito mais relacionado à
versatilidade feminina de observar o que está
em alta circulação, ao que melhor se adapta
ao seu corpo, à sua rotina e principalmente
ao seu gosto. Não significa necessariamente
dizer que você é o tipo de mulher que ousa
mesclar animal print e poá no mesmo
look (eu particularmente, adoro!) mas que

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 136


GERAL FALANDO MODA 2/3

você prioriza o SEU bem-estar pessoal ao


conhecer, informar-se e decidir aderir (ou não)
àquela nova tendência, seja ela de roupa, de
maquiagem, de sapato, de tratamento estético
ou capilar, ou outras vertentes que englobam
esse mundo que é tão particularmente nosso.

É verdade que muitas vezes o sexo oposto


nos rotula como “loucas” por pagarmos,
na visão deles, por procedimentos ou
produtos que nos “causam dor” como um
microagulhamento, uma depilação a laser,
um sapato de salto alto desconfortável, um
modelador etc. Mas só a gente sabe como essa
“loucura” faz parte de nós, do nosso processo

Receba o seu jornal CinformOline


digital GRÁTIS toda semana através
do WhatsApp, às segundas-feiras

CLIQUE AQUI E
CADASTRE-SE
A NOVA ERA DA NOTÍCIAS

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 137


GERAL FALANDO MODA 3/3

de aceitação própria e de reconhecimento


próprio com nosso corpo, o espelho e muitas
vezes a nossa nova realidade cotidiana.

Então, deixem que digam que somos loucas


quando o rosto descama e a nova pele tem
menos melasmas, quando nos vestimos
despreocupadas com o escurecimento da pele,
quando o salto machuca o mindinho mas eleva
não apenas o corpo mas a também autoestima,
quando impactamos com um look simples,
causal e elegante ao pôr um tênis e um vestido,
ou quando o modelador aperta a respiração
mas liberta a mulher envergonhada que não
se sente bem com aquela gordurinha a mais
que ainda não conseguiu eliminar. Deixem que
digam. São homens né? E entender o nosso
mundo particular nunca foi um ponto forte deles.
Há uma rede cheia de loucas para empoderar,
compreender e dar suporte a tantas outras
que como nós fazem dessas “loucuras” um
trampolim para o aumento do seu amor próprio,
seu sucesso pessoal e profissional.
lHelen Anjos – é Graduada em Letras Português-Inglês pela UFS. Pós-graduada em
Metodologia do Ensino de Inglês (Atlântico), Língua Portuguesa e Docência do Ensino Superior
(Faveni). Empresária doramo da moda feminina, proprietária da Loucas por Tudo Fashion Store.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 138


GERAL 1/9
FOTOS DIVULGAÇÃO

“DEUSES
AMERICANOS”
Série original da Amazon Prime Video
estabeleceu os alicerces para futuras
parcerias com Neil Gaiman

Por Kreitlon Pereira | colunavia@gmail.com

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 139


GERAL DICAS DA SEMANA 2/9

Com a publicação da série em quadrinhos


“Sandman” de 1989 a 1996, o autor britânico
Neil Gaiman se tornou um dos refundadores
do gênero “super-heróis para adultos”, que
andava em baixa desde o final dos anos 1960.
Jornalista, também foi responsável por várias
obras que foram adaptadas para o cinema,
como a animação “Coraline”, indicada ao Oscar
em 2009. Além disso, em 2013 , “O Oceano no
Fim do Caminho” recebeu o prêmio de melhor
livro no “British National Book Awards”. Em
resumo, quase tudo que Neil Gaiman produz
se torna um sucesso instantâneo, o que
explica a ânsia da Amazon Prime Video em
estabelecer uma parceria duradoura com o
autor, concretizada com o lançamento da série
“Deuses Americanos”, em 2017.

Na trama, após ser preso por agressão e ter


sua pena de seis anos reduzida pela metade
devido ao bom comportamento, Shadow
Moon (Ricky Whittle) recebe a notícia que será
solto alguns dias antes do previsto. Não se
trata de um erro administrativo, mas sim de
uma decisão judicial para que Shadow possa

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 140


GERAL DICAS DA SEMANA 3/9

participar do funeral da esposa Laura (Emily


Browning), que sofreu um fatídico acidente
de carro. No embarque de volta para casa, ele
conhece o Senhor Wednesday (Ian McShane),
um homem de meia idade rico e misterioso
que lhe oferece um emprego de segurança
particular. Confiante de que ainda possui seu
emprego como instrutor na academia do
melhor amigo, recusa essa inusitada proposta.
No entanto, devido ao mau tempo, o voo é
cancelado e Shadow decide esperar em um
bar, onde reencontra Wednesday, que decide
apostar o emprego lançando uma moeda com
duas coroas. Apesar de Shadow escolher o lado
viciado, o lançamento magicamente resulta em
cara e ele aceita trabalhar para Wednesday após
o funeral da esposa. No fim, essa decisão foi
a mais sensata, já que o melhor amigo estava
num caso com sua mulher e também morreu
no acidente de carro. Assim, Shadow embarca
numa longa viagem com Wednesday pelos
Estados Unidos com o objetivo de reunir velhos
amigos para um inevitável combate.
Link para o trailer de
“Deuses Americanos”clicando aqui:

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 141


GERAL DICAS DA SEMANA 4/9

BEIJO
MALDITO
A Série fictícia brasileira,
“Boca a Boca” retrata um vírus
desconhecido transmitido pelo beijo

Por Kreitlon Pereira | colunavia@gmail.com

Diversas vezes os telespectadores se


deparam com séries que, sem querer, preveem
o futuro. Dentre estas, a campeã é “Os
Simpsons”, que já antecipou desde a vitória

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 142


GERAL DICAS DA SEMANA 5/9

alemã contra o Brasil numa Copa do Mundo à


vitória eleitoral de Trump nos Estados Unidos.
Apesar de não ter de a mesma fama, a Netflix
entrou nessa categoria com o filme “Contágio”.
Agora, chegou a vez de “Boca a Boca”, uma
produção original da plataforma criada por
Esmir Filho e com estreia marcada para 17
de julho, retrata a incerteza e o pânico que é
despertada por um vírus desconhecido e letal.

Em Progresso, uma pequena cidade


pecuarista no interior do país, uma jovem
acorda com uma ressaca diferente, além do
enjoo e dores na cabeça, manchas escuras
se espalham por sua boca. Trata-se de uma
infecção desconhecida e letal, causada por
um vírus transmitido pelo beijo. Surge assim
uma sensação de desconfiança geral, pois
no dia anterior ocorreu uma festa, regada a
álcool e música, onde todos ficaram muito
alterados e o agarramento foi generalizado,
o que dificulta o rastreamento dos possíveis
infectados. Apesar da preocupação dos pais
só aumentar à medida que mais adolescentes
adoecem, a diretoria da escola local faz um

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 143


GERAL DICAS DA SEMANA 6/9

esforço conjunto com as autoridades policiais


para minimizar a questão. Essa negação
sistémica faz com que muitos moradores
decidam agir por conta própria, o que altera
profundamente a rotina da comunidade e gera
um clima de desconfiança.

Além de o surto epidêmico intensificar as


desigualdades na região, já que aqueles com
mais recursos conseguem um atendimento
médico especializado, ele evidencia
preconceitos velados.

Afinal, é necessário traçar um caminho entre


todos os possíveis infectados, o que obriga
os adolescentes a revelar suas preferências,
algumas delas inconfessáveis. Assim, ao longo
de seis episódios com 45 minutos cada, “Boca
a Boca” explora os atritos entre uma juventude
que ânsia por liberdade em um contexto de
pânico generalizado.

Link para o trailer de


“Boca a Boca” clicando aqui:

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 144


GERAL DICAS DA SEMANA 7/9

MUITO ALÉM
DA ESPADA
Uma releitura singular da lenda do
Rei Arthur, “Cursed - A Lenda do Lago”
chega à Netflix no dia 17 de junho

Por Kreitlon Pereira | colunavia@gmail.com

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 145


GERAL DICAS DA SEMANA 8/9

A lenda do Rei Arthur já foi adaptada


para o cinema e para a televisão inúmeras
vezes. Porém, a nova série original da Netflix,
“Cursed - A Lenda do Lago”, possui uma leitura
diferente do conto. Para começar, possui uma
protagonista feminina. A produção é baseada na
história em quadrinhos de mesmo nome escrita
por Tom Wheeler e ilustrada por Frank Miller. Os
dois também foram responsáveis pela produção
executiva da série, que vai ter os 10 episódios de
sua primeira temporada disponibilizados pela
plataforma de streaming no dia 17 de julho.

“Cursed” tem como protagonista Nimue


(Katherine Langford), uma menina que
mora em um vilarejo de feéricos - como são
chamados aqueles que possuem relação com
magia -, mas que sempre foi excluída pela
população local por conta de sua ligação com
magia maléfica, fruto de uma maldição que a
assombra desde criança. Um dia, o vilarejo é
atacado pelos Paladinos Vermelhos, radicais
religiosos e apoiadores do Rei Uther Pendragon
(pai do Rei Arthur na lenda), que consideram
hereges aqueles que lidam com magia. Além

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 146


GERAL DICAS DA SEMANA 9/9

de destruírem a vila, os paladinos matam a


mãe de Nimue que, em seu leito de morte,
pede para que a filha entregue uma antiga
espada para o feiticeiro Merlim e, assim, ajude
a salvar o povo feérico.

Tomada por um desejo de vingança contra


os Paladinos e seu Rei corrupto, Nimue parte
em uma perigosa aventura para realizar o
derradeiro desejo de sua mãe e salvar seu povo.
Para tal, a protagonista vai unir forças com um
charmoso mercenário chamado Arthur, que
encontra em sua jornada, e com refugiados
feéricos espalhados por toda Inglaterra. Assim,
Nimue (que na lenda original é a Dama do
Lago, personagem que entrega a espada ao Rei
Arthur) vai se tornar um símbolo de resistência
e coragem contra ao reino do tirano Uther.

Link para o trailer de


“Cursed - A Lenda do Lago”
clicando aqui:
Curta a página da coluna
“Via Streaming” no Facebook clicando aqui:
www.facebook.com/colunaviastreaming

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 147


GERAL 1/6

Shirley Vidal
Jornalista

Escolhas
fazem você
Se aquilo que se pensa tem força, imagine
o que se fala, faz e o que se eterniza com
o que se escreve. Uma comunidade de
roteiristas, escritores, jornalistas têm
um papel relevante quando se trata de
levar reflexões, intercâmbio de histórias
e contextualizar comparações a público.
É importante se perceber como agente
de mudanças ao exercer esses ofícios, ou
não, de apurar em si, as resistências. Um
dos cartunistas mais enfáticos em suas

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 148


GERAL 2/6

colocações e jornalista que sempre me


provocou um grande despertar é Henfil
(Henrique de Souza Filho). “Você faz suas
escolhas e suas escolhas fazem você”, foi
uma das suas pérolas que jamais esqueci. É
a plena responsabilidade pelo protagonismo
da própria história. Isso rege a forma até
como escrevemos. Em uma nota de jornal
li sobre alguém ter falecido ‘vítima’ de
AIDS. Ora, vítima é aquele ser que está
isento do ato, é passivo ao que lhe ocorre.
Não era esta a biografia do personagem,
pois sabemos os riscos implícitos quando
alguém se relaciona sexualmente sem
preservativos. Vítima? Não era.

Algumas doenças também recebem novas


nomenclaturas. O ‘Mal’ que acompanhava
Alzheimer e o Parkinson está dispensado. Não
que se trate de um ‘bem’ ser paciente destas
moléstias, mas o termo maléfico cria estigmas
que não temos como dimensionar. Familiares
e cuidadores das pessoas diagnosticadas
como tal, também são pacientes por estarem
envolvidas emocionalmente no processo

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 149


GERAL 3/6

de cuidados, não de cura, porque ainda não


existe. Mal? Mau gosto seria continuar casando
doença com classificações.

O alemão judeu, Joseph Gleber, conta


no livro ‘Medicina da Alma’, como a
consciência/inconsciência rege a nossa
estadia na Terra. Mais do que um olhar
espiritual, o médico e físico testemunha com
a sua própria vida. Cientista, ele era uma
inteligência necessária para os planos do
nazismo. Por isso foi mantido vivo, para que
pudesse contribuir com o desenvolvimento
do que seria o projeto-piloto de uma bomba
atômica. Quando ele se deu conta do que se
tratava, começou a atrasar ao máximo as
ideias de Hitler. Eis que a liderança nazista
deu um prazo fatídico. E o juízo final, aquele
que não é dado pelos homens deste globo,
mas sim pela consciência, voz de Deus
em nós, reverbera. Entregar um projeto de
destruição em massa ou render-se junto
aos seus filhos e esposa? Adentrar no
crematório vivos foi o destino deles, assim
como milhares de judeus.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 150


GERAL 4/6

“As escolhas fazem você”, de Henfil,


torna-se gigante. Não por sentir-se super-
herói(na), mas por fazer as pazes consigo
mesmo. Quando precisamos escolher, tomar
decisões, é necessário consultar onde
reside a nossa paz de consciência. Não por
fazer o que os outros desejam, ou o que a
sociedade diz ser correto, mas o que dentro
do nosso coração soa ser prova evolutiva.
Pôncio Pilatos lavou as mãos por não querer
desagradar aos gritos de ‘crucifica-o’,
comando de um gatilho de inconsciência
coletiva há mais de dois mil anos. Assim
funcionam os políticos, intencionados por
aprovação popular. Quer errar na vida?
Busque aprovação externa, aplausos com
consequências gravíssimas.

Mais de cem cartas foram encontradas


embaixo da cama de Lucy Page Mercer após
a sua morte, em 31/07/1948. O remetente
era o mesmo: Franklin Delano Roosevelt,
seu grande amor desde a época em que
ele havia trabalhado na Marinha, antes de
ser presidente dos EUA. Em trinta anos

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 151


GERAL 5/6

mantiveram uma relação secreta entre


aquela que havia sido sua secretária e até
assessora de relações institucionais pelo
teor das correspondências. A matriarca
dos Roosevelt, Sara, deu o veredicto: se ele
oficializasse um divórcio com Eleanor, ela o
excluiria do patrimônio da família, incluindo aí,
o arruinamento de sua carreira política.

Anna, escritora e uma das filhas do casal


presidencial, era testemunha e a principal
incentivadora. A mesma organizava os
encontros entre Lucy e Delano, e me
questiono aqui se era para obter insumo de
obra de romance literário, pois conseguia
se desprender completamente do papel de
filha de Eleanor também. Foi entre as duas
que o mesmo faleceu no último encontro
e mesmo que oculta, a escolha havia sido
feita. “Ao social o social. Ao amor o amor”,
sentenciou o escritor, Arly Cravo.

E assim as escolhas vão desenhando


o nosso caminho. Até quando a opção é
não decidir, esta também é uma escolha

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 152


GERAL 6/6

que nos define o caráter. Escolhe-se as


palavras, faladas ou escritas, o peso e
força que damos a cada vírgula, em cada
pausa. Somos os capatazes e anjos de nós
mesmos, desde o que sentimos e como
agimos. É o roteiro de nossas vidas sendo
dia a dia construído por uma narrativa que
nos define. Joseph Gleber escolheu não ser
o autor da bomba atômica. Lucy poderia ter
queimado provas, mas preferiu denunciar
aos quatro ventos o amor que durante
toda uma vida foi ocultado. Roosevelt
selecionou o poder e as inúmeras doenças
que o acompanhavam. Anna fazia de tudo,
rompia laços maternos, para obter uma grande
história. E nós, o que temos feito, escolhido
para nós mesmos? Nem Pilatos poderia prever
que seu teatro de bom moço mais tarde se
tornaria o principal enredo do Cristianismo,
com a ressurreição daquilo que nunca morre:
a verdade que vive em nós, o estado de pura
consciência. Boas escolhas pelo caminho!

lShirley Vidal – É mãelabarista, cronista, jornalista e designer gráfico.


Pilota a agência VIP há 8 anos. É especialista em Comunicação Organizacional
e MBA em Marketing Digital pela ESPM.
E-mail: shirley@comunicacaovip.com.br | Instagram: @shirley_vidal

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 153


EDIÇÃO 1945

Covid-19 “Itabaiana é
o município que mais
testa em Sergipe”
ÍNDICE TOQUE E ACESSE

GERAL
Covid-19 “Itabaiana é o município
que mais testa em Sergipe” 156

Secretaria Municipal de Saúde adquire novo


veículo para o transporte de pacientes 162

ANUNCIE
AQUI

CONTATE SUA AGÊNCIA DE PUBLICIDADE OU


TOQUE u E FALE COM OS NOSSOS CONSULTORES
uElenaldo Santana (79) 99949-9262
uEmail: comercial@cinform.com.br

SE PREFERIR, FALE DIRETAMENTE


COM O CINFORM SOLICITANDO UMA VISITA
(79) 3304-5414
ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 155
| GERAL 2/7

GERAL

COVID-19
“ITABAIANA É O
MUNICÍPIO QUE
MAIS TESTA EM
SERGIPE”
lA declaração é do professor Lysando
Borges, que passou na cidade paa tratar de
assuntos relacionados com a pandemia

O professor doutor da Universidade Federal


de Sergipe (UFS), Lysandro Borges, esteve em
Itabaiana nesta quarta, 15, para trazer mais
novidades e firmar parcerias no combate à
pandemia do novo coronavírus. E uma de suas
frases foi exemplar: “Itabaiana é o município

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 156


| GERAL 3/7
FOTOS DIVULGAÇÃO

que mais testa em Sergipe e eu sempre


digo: cidade que não testa, está no escuro.
Cidade que testa está enxergando o futuro,
pois sabe o que está acontecendo”, disse
Lysandro, que é farmacêutico bioquímico
com doutorado em Ciências Biológicas.

Além de discutir novos métodos de


testagem para a Covid-19 com a secretária
de Saúde do município, Mara Rúbia, Lysandro
esteve na Prefeitura de Itabaiana, em visita ao
prefeito Valmir de Francisquinho, e também
conheceu o Centro de Referência para o
Enfrentamento da Convid-19, montado pela
Prefeitura no bairro Sítio Porto.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 157


| GERAL 4/7

“A gente veio trazer uma nova metodologia


de testagem, baseada em antígenos, para
ser feita aqui em Itabaiana, e que vai agilizar
muito o processo de diagnóstico médico”,
destacou Lysandro Borges, reforçando
que o campus da UFS em Itabaiana tem
sido também de suma importância para o
estabelecimento dessas parcerias com os
municípios. “Destaco o trabalho do professor
Marcelo, que tem composto conosco essa
força-tarefa da UFS no combate a pandemia”,
disse Lysandro em referência a Marcelo
Alves Mendes, diretor geral do campus da
universidade em Itabaiana.

Para o prefeito de Itabaiana, a presença


de Lysandro Borges é a confirmação de que
a prefeitura, em todas as suas frentes, tem
atuado da melhor forma possível nesse período
pandêmico. “Enquanto alguns falam bobagens,
tentando aterrorizar a população por questões
politiqueiras, nós temos feito a nossa parte. E
em um momento tão difícil para a humanidade,
sei que escolhemos o melhor caminho ao,
como tenho dito sempre, dar vez e voz à

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 158


| GERAL 5/7

ciência na luta contra o novo coronavírus”,


destacou Valmir de Francisquinho.

Para a secretária de Saúde de Itabaiana,


Mara Rúbia, as parcerias são o caminho
ideal para se alcançar bons resultados. “Não
se trata de um trabalho isolado. Desde o
início da pandemia que pedimos o apoio da
população. Mas não paramos por aí: fomos
em busca de diversas parcerias e seguimos
buscando mais. E a nossa atuação conjunta
com a UFS tem feito a diferença para melhor
nesse momento”, afirmou Mara Rúbia.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 159


| GERAL 6/7

Ao analisar as ações tomadas pela


administração itabaianense, Lysandro
Borges parabenizou o prefeito Valmir de
Francisquinho. “À frente do seu tempo, o
prefeito está investindo em metodologia
de qualidade, a mesma dos melhores
laboratórios de Sergipe e do Hospital
Albert Einstein (SP), trazendo isso para a
população de Itabaiana.

Enquanto outros municípios optaram por


testes de menor qualidade, que não refletem
a realidade, o prefeito de Itabaiana optou
por seguir a orientação de sua Secretaria de
Saúde, que tem sido uma grande parceira
nossa”, analisou Lysandro.

Lysandro ainda complementou a avaliação


positiva de Itabaiana indicando qual o melhor
caminho a ser seguido. “É a testagem. Pois
quanto mais testa, mais identifica quem está
contaminado, mais pessoas curadas aparecem
e isso garante segurança quando se fala em
reabertura do comércio, em segurança no
distanciamento social. É o que eu chamo de

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 160


| GERAL 7/7

inteligência epidemiológica. Por isso que a


prefeitura de Itabaiana está de parabéns”.

Ainda durante sua passagem por Itabaiana,


Lysando aproveitou para conhecer o Centro
de Referência que a Prefeitura montou para
atender a população. “Uma estrutura muito
boa e vocês estão de parabéns pela iniciativa”,
disse o professor doutor da UFS, tecendo uma
observação: de que seria interessante contratar
um farmacêutico para cuidar da farmácia do local,
o que liberaria a enfermeira, que atualmente atua
no espaço, para atendimento ao público.

“Já disse e repito: quem tiver boas ideias


para combater essa epidemia, pode nos
sugerir. Nossa equipe técnica avaliará a ideia e
a colocaremos em prática se for para melhorar
a vida das pessoas. É o caso dessa sugestão do
professor Lysandro. Já a acolhemos e vamos
contratar, sim, um farmacêutico. Sempre
digo: a luta contra a Covid-19 não é apenas
de Valmir, é de todos. Estou na linha de frente
para proteger nosso povo. Mas a ajuda de todo
mundo é bem-vinda”, finalizou o prefeito.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 161


| GERAL 1/2

FOTOS DIVULGAÇÃO

SECRETARIA
MUNICIPAL DE
SAÚDE ADQUIRE
NOVO VEÍCULO PARA
O TRANSPORTE DE
PACIENTES
ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 162
| GERAL 2/2

A Prefeitura de Barra dos Coqueiros, por


meio da Secretaria Municipal de Saúde,
adquiriu um novo veículo que irá ser utilizado
para o transporte de pacientes que fazem
tratamento fora de domicílio, além de auxiliar no
atendimento de outras demandas da Pasta. O
veículo Spin modelo 2019/2020 comporta até
6 pessoas e foi adquirido através de recursos
próprios - provenientes do Fundo Municipal de
Saúde -, com investimento de R$ 94.900,00
(noventa e quatro mil, novecentos reais).

ACESSE MAIS NOTÍCIAS EM WWW.CINFORM.COM.BR

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 163


EsporteS
EDIÇÃO 1944

arena sergipana

EMPOSSADOS NOVOS
MEMBROS DO TJD DE SERGIPE
ÍNDICE TOQUE E ACESSE

Empossados novos
membros do TJD de Sergipe 166

Protocolo da PM 169

ANUNCIE
AQUI

CONTATE SUA AGÊNCIA DE PUBLICIDADE OU


TOQUE u E FALE COM OS NOSSOS CONSULTORES
uElenaldo Santana (79) 99949-9262
uEmail: comercial@cinform.com.br

SE PREFERIR, FALE DIRETAMENTE


COM O CINFORM SOLICITANDO UMA VISITA
(79) 3304-5414
ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 165
ESPORTES 2/4
FOTOS DIVULGAÇÃO
FOTOS DIVULGAÇÃO FSF

EMPOSSADOS NOVOS
MEMBROS DO TJD DE SERGIPE
Por JORNALISTA KEIZER SANTOS | DRT/SE 2099

Em cerimônia restrita em virtude da


pandemia do novo coronavírus (COVID-19), na
noite da última sexta-feira (17), no auditório
do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado
de Sergipe (TJD/SE), em Aracaju, aconteceu
a posse dos novos membros da entidade
para o próximo quadriênio. O experiente
advogado Manuel Cruz e a advogada
Conceição Vasconcelos foram conduzidos
por aclamação aos cargos de presidente e
vice-presidente, respectivamente.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 166


ESPORTES 3/4

Além do presidente e
da vice-presidente, foram
empossados também os
novos auditores e membros
das comissões disciplinares
para o período de 17 de julho
de 2020 a 16 de julho de
2024 serão: André Barros, Manuel Cruz
Carlos Henrique Brito,
Danilo Pereira, Franklin Ribeiro, Marcos
Fellipe, Julyana Gentil e Sílvio Alves como
auditores; Ruy Carlos como secretário-
geral; na 1ª Comissão Disciplinar tem como
presidente Dalmo Bezerra, vice-presidente:
Carlos Augusto Lima Neto e membros
Uarlei Nascimento, Clara Campos, Catiuscia
Tavares, Marlisson Grigório (Suplente) e
Dryelle Santos (Suplente); 2ª Comissão
Disciplinar: Presidente: Antônio Paes, vice-
presidente: Mariana Diniz e membros
Vinicius Bispo, João Paulo Passos, Brunno
Ornellas, Thaiça Góes (Suplente) e Matheus
Valença (Suplente); 3ª Comissão Disciplinar:
Presidente: Willian de Jesus Santos; vice-
presidente: Humberto Siquara Filho,

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 167


ESPORTES 4/4

Tatiely Costa de Andrade, Daniel da Silva


Barreto, Rennan Gonçalves Silva, Felipe
Ângelo Silva (Suplente) e Marília Gabryelle

Vale (Suplente). A cerimônia de posse


contou com a participação do presidente da
Federação Sergipana de Futebol (FSF/SE),
Milton Dantas e do ex-presidente do TJD/
SE e membro do Superior Tribunal de Justiça
Desportiva (STJD), Ramon Rocha. O TJD/SE
tem a responsabilidade de apreciar os atos
decorrentes dos recursos interpostos das
decisões das Comissões Disciplinares, além de
analisar outros processos previstos no Código
Brasileiro Disciplinar de Justiça.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 168


1/5
ESPORTES

ARENA
SERGIPANA

Keizer Santos
E-mail: keizerse@gmail.com

P PROTOCOLO DA PM
Por JORNALISTA KEIZER SANTOS | DRT/SE 2099

O presidente da Federação Sergipana de


Futebol, Milton Dantas e o comandante-geral
da Polícia Militar, coronel Marcony Cabral
reuniram-se no Quartel do Comando Geral
(QCG), na quarta-feira (15), com objetivo de

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 169


ESPORTES 2/5

FOTOS DIVULGAÇÃO

debater o planejamento de retomada das


atividades do futebol no estado. Mesmo
com os portões fechados, foi apresentada a
necessidade de policiamento para garantir a
segurança interna e externa.

PROTOCOLO DA PM II
Os policiais escalados serão testados
antecipadamente para contribuir com
um ambiente livre de contaminação. Os
profissionais de imprensa, atletas e comissão
técnica também serão testados. Existe a
possibilidade de retomada do campeonato

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 170


ESPORTES 3/5

sergipano de futebol no dia 25 deste mês. Os


dirigentes estão aguardando o posicionamento
do governador Belivaldo Chagas.

RETOMADA DO SERGIPANO
Com a possibilidade da liberação da
retomada do Campeonato Sergipano de
Futebol no dia 25 de julho, a Federação
Sergipana de Futebol liberou a tabela
detalhada para o quadrangular decisivo. Os
jogos serão disputados na Arena Batistão,
em Aracaju. O primeiro jogo será no
sábado (25), às 16h, entre Freipaulistano e
Itabaiana. na segunda-feira (27), às 20h15,
Confiança enfrenta o Sergipe.

Receba o seu jornal CinformOline


digital GRÁTIS toda semana através
do WhatsApp, às segundas-feiras

CLIQUE AQUI E
CADASTRE-SE
A NOVA ERA DA NOTÍCIAS

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 171


ESPORTES 4/5

RETOMADA DO SERGIPANO II
As partidas serão retomadas na segunda
rodada e terminarão em agosto. Antes da
paralisação em virtude da pandemia, a
Associação Desportiva Confiança venceu a
Associação Olímpica Itabaiana pelo placar
de 1x0. Já o Club Sportivo Sergipe ficou no
empate em 1x1 com a Associação Desportiva
Freipaulistano.

TOINHO ARUBA
O ex-atleta de futebol e presidente do
Centro Sportivo Maruinense (CSM), Toinho
Aruba, venceu a COVID-19. Ele enfrentou
a doença, chegou a ficar internado no
Hospital Renascença, em Aracaju. Já em
plena recuperação, concedeu entrevista, por
telefone, a este jornalista, que será veiculada
na próxima semana no caderno de Esportes.

SERGIPE NO STJ
O advogado e ex-presidente do TJD/SE,
Ramon Rocha, assumiu o cargo de julgador
no Superior Tribunal de Justiça Desportiva
(STJD). Ele foi nomeado para a 1ª Comissão

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 172


ESPORTES 5/5

Disciplinar do STJD e tornou-se o primeiro


representante do Estado de Sergipe a ocupar
um cargo de auditor na alta corte desportiva.

ZÉ QUEIROZ
No dia 14 de julho, a Associação Olímpica
Itabaiana homenageou no site oficial do
clube, o patrono José Queiroz da Costa
pelos 84 anos de vida. Queiroz foi peça
fundamental para o clube serrano conquistar
oito títulos sergipanos e o tão comentado
título do Nordestão de 1971. Parabéns!

ACESSE MAIS NOTÍCIAS EM WWW.CINFORM.COM.BR

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 173


EDIÇÃO 1945

A Land Rover traz


para o Brasil a
quinta geração
do Defender,
reinventado
na tecnologia
e no design

LAND ROVER
DEFENDER
ÍNDICE TOQUE E ACESSE

O retorno da lenda 176

Resgate do carisma 188

Novatas no “front” 199

Nova expressão 207

Em nome da força 212

NOTAS – 221

ANUNCIE
AQUI

CONTATE SUA AGÊNCIA DE PUBLICIDADE OU


TOQUE u E FALE COM OS NOSSOS CONSULTORES
uElenaldo Santana (79) 99949-9262
uEmail: comercial@cinform.com.br

SE PREFERIR, FALE DIRETAMENTE


COM O CINFORM SOLICITANDO UMA VISITA
(79) 3304-5414
ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 175
2/13
FOTOS DIVULGAÇÃO

O retorno da lenda
A Land Rover traz para o Brasil a
quinta geração do Defender,
reinventado na tecnologia e no design

Por Daniel Dias


Agência AutoMotrix

A Land Rover anuncia a abertura da pré-venda


do novo Defender no Brasil. Considerado um dos
SUVs com maior capacidade off-road do mundo,
o ícone surgido em 1948 retorna ao mercado

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 176


3/13

brasileiro em sua quinta geração, com lote inicial


de cento e cinquenta unidades na configuração
110, com opção de cinco ou sete lugares. Os
preços partem de R$ 400.750 na versão S, de
R$ 426.750 na SE e atingem R$ 461.150 na topo
de linha HSE. A opção para até sete lugares
está à disposição nas três configurações. Os
interessados podem entrar em contato com uma
das quarenta concessionárias espalhadas pelo
Brasil para fazer a encomenda de seu modelo.
Os critérios para a efetivação da reserva serão
definidos em cada revenda.

O novo Defender é produzido na fábrica da


Jaguar Land Rover em Nitra, na Eslováquia,
onde o Discovery também é montado. Chega
ao país na configuração de quatro portas 110,
sempre com motor P300 de quatro cilindros
a gasolina de 300 cavalos de potência a 5.500
rotações por minuto e 40,8 kgfm de torque a
partir de 1.500 giros. O motor Ingenium 2.0l está
combinado a uma transmissão ZF automática
de 8 velocidades (com a alavanca elevada e
localizada junto ao painel central) que entrega
força ao sistema 4x4, com diferencial central

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 177


4/13

com travamento ativo – configuração indicada


para enfrentar todo tipo de terreno. A quinta
geração do Defender é baseada na nova
arquitetura D7x da Land Rover, projetada para
situações extremas, feita de uma construção
monobloco leve e forte de alumínio. Conforme
a marca, é a carroceria mais resistente que
a Land Rover já produziu – é dez vezes mais
rígida do que o Defender anterior. O chassi na
quinta geração é protegido por uma chapa
de aço de alta resistência, que preserva os
principais componentes e sistemas da parte de
baixo do carro. Na nova geração do Defender,

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 178


5/13

as características clássicas foram preservadas,


porém, repensadas e aprimoradas. A elas,
somou-se a tecnologia embarcada de ponta,
como o novo sistema de conectividade Pivi
Pro, o painel de instrumentos digital de
12,3 polegadas e o novo Terrain Response II
(configurável). Ainda no design, a fabricante
manteve a concepção básica do modelo, com
linhas retas, alto e estreito, inclusive com a
tradicional “Janela Alpina” na parte de cima
das laterais – pequenas aberturas horizontais

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 179


6/13

envidraçadas. Em todas as versões, a Land Rover


oferecerá quatro pacotes de acessórios para o
modelo, aumentando as funcionalidades. As
combinações são as mais variadas, do Urban
Pack, para uso no dia a dia, ao Explorer Pack,
que se propõe a levar o carro ao extremo,
adicionando todos os elementos necessários
para enfrentar qualquer terreno e situações
severas de off-road, sem perder o conforto.

O Defender 110 é equipado com sistema de


suspensão a ar de série, novidade no modelo.
Traz o Adaptive Dynamics, capaz de monitorar
os movimentos do veículo quinhentas vezes
por segundo e fazer o modelo reagir quase

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 180


7/13

instantaneamente às condições de piso


e dirigibilidade, para proporcionar maior
controle e conforto ao motorista. Também
detecta condições off-road, otimizando a
altura da suspensão automaticamente de
acordo com o momento.

O sistema de ar pode elevar a carroceria


a até 14,5 centímetros acima de seu normal,
quando necessário. O Terrain Response 2
configurável é outra novidade da quinta geração
do Defender e exclusividade da Land Rover.
O sistema inteligente permite que motoristas
experientes de off-road ajustem as configurações

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 181


8/13

individuais para se adequarem perfeitamente às


condições, enquanto condutores inexperientes
podem deixar ao sistema a escolha da
configuração mais adequada para o terreno,
automaticamente. Em termos de tecnologia
em assistência ao motorista, o modelo traz o
Controle de Cruzeiro Adaptativo e o Monitor de
Colisão Traseiro (de série na versão HSE), que
alertam aproximações de veículos ou obstáculos
ao piscar automaticamente luzes de perigo, bem
como o Blind Spot Assist, o Rear Traffic Monitor e
o Clear Exit Monitor (a partir da versão SE).

A nova arquitetura da carroceria oferece 29,1


centímetros de distância em relação ao solo –

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 182


9/13

dois centímetros mais alto do que em qualquer


SUV da Land Rover – e uma geometria off-road
de classe mundial dá ao modelo ângulos de
ataque (na frente) de 38 graus, central de 28 graus
e de saída (atrás) de 40 graus. Sua capacidade
de transposição em trechos alagados é de até
90 centímetros, sustentada pelo novo Wade
Programme do sistema Terrain Response 2.

Essa capacidade pode ser aumentada com o


uso do opcional snorkel. A tecnologia ClearSight
Ground View ¬– “capô transparente” – ajuda o
condutor para aproveitar as capacidades do
Defender, revelando na tela central as áreas
normalmente escondidas pelo capô logo à frente
das rodas dianteiras, além da possibilidade de

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 183


10/13

visão traseira livre de obstáculos no interior do


carro com o retrovisor interno ClearSight Rear
View – na verdade, uma câmera afixada na parte
de cima da traseira transmite imagens para o
espelho central. “Ver a nova geração do Defender
chegar ao mercado brasileiro é um marco
histórico para nós e para todos os fãs do modelo.
Estamos ansiosos para que todos possam
ver e ter a experiência de sentir e explorar
a capacidade off-road que o carro oferece”,
orgulha-se Frédéric Drouin, presidente da Jaguar
Land Rover América Latina e Caribe.

HISTÓRIA E CONECTIVIDADE
Depois de ter seus primeiros rabiscos
desenhados nas areias de uma praia

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 184


11/10

imediatamente após à Segunda Guerra Mundial, o


Defender foi apresentado em 1947 e lançado um
ano seguinte como Série 1.

Dizer que o modelo inglês tem setenta e


dos anos de estrada é um eufemismo, pois ele
andou em todo esse tempo muito mais por
terrenos extremamente difíceis, alguns dos quais
a mentalidade sadia do ser humano duvidasse
que um veículo sobre quatro rodas pudesse
transpor. Tornou-se uma espécie de carro-oficial
da Cruz Vermelha, das ações humanitárias da
ONU – especialmente no continente africano –
e o veículo típico dos safáris.

No entanto, o novo Defender não vive apenas

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 185


12/13

de seu passado. A nova geração leva a tecnologia


Software-Over-The-Air (SOTA) a um novo patamar,
com quatorze módulos individuais capazes
de receber atualizações remotas, ao fazer
“download” dos dados enquanto os clientes estão
dormindo em casa, via Wi-Fi, sem a necessidade
de visita a uma concessionária.

A Land Rover introduz no novo Defender o


sistema de infoentretenimento Pivi Pro, que
pode ser acessado por meio de uma nova tela
“touchscreen” mais intuitiva e amigável. O
sistema exige menos passos para executar tarefas
frequentes, enquanto seu design atual garante
respostas praticamente instantâneas.

Já o sistema de navegação usa algoritmos


de autoaprendizagem capazes de otimizar a
rota, com mapas sempre atualizados graças à
tecnologia SOTA. Em combinação com o painel
de instrumentos interativo de 12,3 polegadas
TFT, o sistema avançado fornece mapeamento
3D de alta definição dentro da instrumentação,
deixando a tela sensível ao toque central livre
para controlar outros aplicativos.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 186


13/13

FICHA TÉCNICA
NOVO LAND ROVER DEFENDER 110

MOTOR Ingenium 2.0 turbo, a gasolina, quatro


cilindros, válvulas de admissão e escape de
abertura variável, injeção direta POTÊNCIA
300 cavalos a 5.500 rpm TORQUE 40,8 kgfm
de torque de 1.500 a 4 mil rpm TRANSMISSÃO
automática de 8 marchas e uma a ré, reduzida
e bloqueio do diferencial DIREÇÃO elétrica
TANQUE DE COMBUSTÍVEL 90 litros PESOS 2.284
quilos (5 lugares) e 2.318 quilos (7 lugares)
SUSPENSÃO dianteira SLA com dois links
inferiores iguais, traseira com link integral RODAS
8.0J x 18 polegadas, 8.0J x 19 polegadas, 8.5J
x 20 polegadas e 9.0J x 22 polegadas PNEUS
255/70R18, 255/65R19, 255/60R20 e 275/45R22
DIMENSÕES 4,75 metros de comprimento, (5,01
metros com o estepe na traseira), 1,99 metro de
largura, 1,96 metro de altura, 3,02 metros de
entre-eixos PORTA-MALAS: de 231 litros a 2.233
Porta-objetos na lateral externa: 40,2 litros
ÂNGULO DE ATAQUE: 38 graus ÂNGULO DE SAÍDA:
40 graus ÂNGULO DE RUPTURA DE RAMPA:
28 graus CAPACIDADE DE SUBMERSÃO: 90
centímetros (sem o uso do snorkel – opcional)
FREIOS: ABS com EBD PREÇOS: R$ 400.750 na
versão S, R$ 426.750 na SE e R$ 461.150 na HSE

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 187


1/11
FOTOS DIVULGAÇÃO

Resgate
do carisma
A Ford promove o retorno do Bronco, seu
utilitário que fez história por três décadas,
com grandes chances de vir para o Brasil

Por Daniel Dias


Agência AutoMotrix

Para reviver o icônico modelo Bronco –


produzido por três décadas (de 1996 a 2006), a
Ford montou um show nesta segunda-feira, dia
13 de julho, em horário nobre na América do
Norte nos canais de transmissão a cabo, digital

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 188


2/11

e de streaming da Disney nos Estados Unidos,


incluindo ABC, ESPN, National Geographic e Hulu.
O novo utilitário Bronco será um veículo global,
vendido em vários países, incluindo o Brasil.
No mercado norte-americano, o modelo será
comercializado a partir de US$ 30 mil (R$ 162 mil).
Transformado em uma família de SUVs, o carro
é composto por três versões – de duas e quatro
portas e a Sport –, as duas primeiras programadas
para o início da produção no começo do próximo
ano, enquanto a terceira já entra em linha de
montagem em 2020. Apesar de a marca norte-
americana não confirmar a venda do novo
Bronco no mercado brasileiro, algumas unidades,
camufladas, já foram vistas rodando pelo país.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 189


3/11

Os carros viriam via México, dentro do acordo


entre os dois países de isenção do imposto de
importação. “O Bronco é um ícone que capturou
a imaginação das pessoas e as inspirou a explorar
os cantos mais remotos da América e do mundo
desde os anos 60. Neste início de uma nova era
para o Bronco, estamos orgulhosos de explorar os
pontos fortes de aventureiros épicos e contadores
de histórias da Disney para ajudar a dar vida ao
carro e inspirar milhões de pessoas a se aventurar
na natureza”, discursou o emocionado Jim Farley,
diretor de Operações da Ford.

A fabricante norte-americana não escolheu


a Disney para fazer o lançamento do novo

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 190


4/11

Bronco por acaso. “Na Disney, temos orgulho


de criar cultura e alavancar nosso portfólio
incomparável de marcas para contar histórias
de maneira autêntica e criativa em momentos
significativos. Com a Ford, estávamos imaginando
como poderia ser a revelação de um produto,
usando nossas melhores marcas de esportes,
entretenimento e streaming para dar vida à nova
família Bronco, de uma maneira que honra sua
herança e proporciona aos espectadores uma
experiência inesquecível”, justificou Rita Ferro,
presidente da Disney Advertising Sales. Nas
três versões do novo Bronco, as duas primeiras
têm maior aptidão off-road, enquanto a Sport
traz um apelo mais urbano, para concorrer no

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 191


5/11

segmento que mais cresce no planeta. Um ponto


em comum com as três configurações é a tração
4x4. Os Bronco de duas e quatro portas sairão de
fábrica com duas motorizações, ambas da família
EcoBoost (turbo), uma 2.3 de quatro cilindros
com 270 cavalos e outra 2.7 V6 com 310 cavalos,
com opções de câmbio manual de 7 marchas ou
automático de 10 velocidades. A Sport também
tem dois tipos de motorização, igualmente
EcoBoost, uma 1.5 de três cilindros com 181
cavalos e uma segunda 2.0 com 245 cavalos, com
transmissão automática de 8 marchas.

Conforme a Ford, o novo Bronco foi idealizado


para ter “a dureza da Série F (de picapes grandes

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 192


6/11

dos Estados Unidos, das quais o modelo antigo


foi originado) e o espírito de desempenho do
Mustang”. Reconhecidos pela sua robustez, os
primeiros Bronco eram rivais nada menos do que
do Jeep Wrangler, o maior herdeiro dos lendários
jipes da Segunda Guerra Mundial. Agora, o nome
“Bronco” estará estampado no lugar do logotipo
da Ford. Na versão de duas portas, o novo Bronco
tem 4,42 metros de comprimento, 1,85 metro de
altura e 2,55 metros de distância de entre-eixos,
enquanto na de quatro portas chega a 4,82 metros
de comprimento e generosos 2,95 metros de entre-
eixos, com a mesma altura. A Sport – que é a versão
mais cotada para vir para o Brasil – tem 4,38 metros

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 193


7/11

de comprimento, 1,78 metros de altura e 2,67


metros entre os dois eixos, dimensões bastante
similares às do atual Jeep Compass.

O novo Bronco tem sete modos de condução:


“Normal”, “Eco”, “Sport”, “Terreno Escorregadio”,
“Baja”, “Lama” e “Pedras”, com dois sistemas
de tração integral, uma mais simples – com
uma caixa de transferência eletrônica de
duas velocidades - e outra avançada – como
opcional, com uma caixa eletromecânica de
duas velocidades, adicionando um modo
automático para o 4x4 sob demanda. Utiliza
um eixo traseiro sólido Dana 44 AdvanTEK e um
diferencial independente Dana AdvanTEK, os

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 194


8/11

dois com travamento eletrônico. De acordo com


a engenharia da Ford, o Bronco é o melhor em
seu segmento em capacidade off-road. Com
meio metro de distância em relação ao solo, tem
ângulo de ataque (o da frente) de 29 graus e o de
saída (atrás) de 37,2 graus e pode submergir a
uma profundidade de até 85 centímetros.

Em termos de configuração, o Bronco de


duas portas conta com um teto dividido em
três partes removíveis, duas nas extremidades
da frente e uma na traseira. Na versão quatro
portas, a capota tem quatro seções removíveis,
incluindo uma no centro, como um teto solar
aberto. O trabalho de remoção das partes pode
ser feito por apenas uma pessoa. O Bronco tem
ainda opção de teto de tecido, e as portas e as
janelas também podem ser retiradas. Essas duas
versões serão oferecidas em sete acabamentos,
Base, Big Bend, Black Diamond, Outer Banks,
Wildtrak, Badlands e First Edition.

Dentro da cabine, o novo Bronco tem quadro


de instrumentos digital e central multimídia de
12 polegadas. Fora, existem câmeras por toda

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 195


9/11

a carroceria do veículo, proporcionando visão


de 360 graus ao motorista. Como opcional, a
fabricante põe à disposição do cliente o pacote
Ford Co-Pilot360, com frenagem automática de
emergência com detecção de pedestres, aviso
de colisão frontal, alertas de pontos cegos e
de tráfego cruzado, sistema de manutenção
de faixa, controle de velocidade adaptativo e
reconhecimento de placas de trânsito.

A Sport é mais “comportada”, inclusive no


visual. Mesmo assim, nas configurações Badlands
e First Edition, existem os sete modos de
condução encontrados nos seus “irmãos casca-
grossa”, ficando sem os de “Lama” e de “Rochas”
nas versões mais simples. Nas vocações de off-

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 196


10/11

road, a Sport tem um controle de velocidade


específico para terrenos acidentados, com
velocidades de até 32 km/h, dando a chance
para que o motorista preste atenção apenas
na navegação, e uma câmera para trilhas com
lavador de lente. As imagens são mostradas na
tela de 8 polegadas da central multimídia. A
versão “urbana” do Bronco conta com o pacote
Ford Co-Pilot360 de série.

Merchandising insólito
A Ford fez o possível para escapar do dia 9 de
julho para fazer a apresentação do novo Bronco,
embora a direção da fabricante não admita isso.
Tudo devido à data ser a de nascimento de OJ

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 197


11/11

Simpson, o ex-craque do futebol americano


que se transformou em ator e protagonista de
um dos casos criminosos mais conhecidos do
mundo. Jogador do Buffalo Bills, de Nova York,
equipe pertencente à NFL, a famosa liga norte-
americana, Simpson foi acusado de matar a
facadas sua ex-mulher, Nicole Brown Simpson, e
o amigo dela Ron Goldman, em 12 de junho de
1994, na casa do ex-atleta em Los Angeles.

Antes do início do julgamento, que durou mais


de um ano e acabou inocentando OJ Simpson, em
um resultado considerado pela imprensa norte-
americana de absurdo até hoje, o ex-jogador
foi protagonista de uma perseguição policial a
bordo de um Bronco, que se prolongou por mais
de cem quilômetros pelas ruas e freeways de Los
Angeles, sendo assistida ao vivo pela TV por mais
de 95 milhões de pessoas. A atitude patética de
OJ Simpson – pois a fuga fora feita com o veículo
sempre em baixa velocidade – só terminaria
na chegada a sua residência. Quem estava na
direção do carro era seu ex-companheiro de time
Al Cowlings. Os dois foram detidos, depois de
quarenta e cinco minutos de negociações.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 198


1/8
FOTOS DIVULGAÇÃO

Honda CB 650R e CBR 650R 2020

Novatas
no “front”
Honda anuncia pré-venda dos modelos
CB 650R e CBR 650R linha 2020

Por Edmundo Dantas


especial para AutoMotrix

Depois de se destacarem no estande da


Honda no último Salão Duas Rodas, no ano
passado, as versões 2020 dos modelos a CB
650R e CBR 650R já estão à disposição nos mais
de 1.100 pontos de vendas da marca japonesa
em todo Brasil. Compacta e agressiva, a CB

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 199


2/8

650R se caracteriza pela curta rabeta e grupo


óptico circular aderente à suspensão e ao painel
de instrumentos. Inspirada no conceito Neo
Sports Café, inaugurado no Brasil pelo modelo
CB 1000R, a moto vem com um longo tanque,
de formato musculoso, que praticamente se
funde com o motor de quatro cilindros em linha.
A chave de ignição está posicionada na parte
frontal do tanque e o painel retangular LCD Black
out, em conjunto com o guidão cônico plano,
se apresentam como protagonistas do design
da novíssima naked. Já a CBR 650R investe
mais na esportividade. Os faróis duplos com
extremidades voltadas para o alto remetem
imediatamente à fonte de inspiração de seu

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 200


3/8

design, a superesportiva Fireblade. O tanque tem


formas estudadas para o necessário contato físico
que requer a pilotagem esportiva, enquanto o
conjunto formado pelo assento em dois níveis e
pela rabeta compacta complementa a silhueta,
valorizando a centralização de massas, qualidade
intrínseca de todas motocicletas esportivas.

A nova CB 650R mescla design minimalista


com a agressividade típica das café racer. A
substituição do sufixo “F” pelo “R”, que desde
sempre designa as Honda de verdadeira
inspiração esportiva, serve para explicitar o estilo
mais dinâmico. A CB 650R explora o conceito Neo
Sports Café por meio de proporções compactas,
exaltando o motor de quatro cilindros e conciliam

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 201


4/8

agressividade com elegância. Com peso reduzido


em cerca de quatro quilos, a nova naked traz uma
suspensão dianteira tipo invertido, cálipers do
freio dianteiro com fixação radial e rodas ainda
mais leves. A posição de pilotagem permite um
posicionamento agressivo graças ao guidão de
alumínio cônico e pedaleiras levemente recuadas.
A iluminação full-led destaca o novo grupo óptico
dianteiro, circular, elemento característico do
estilo Neo Sports Café. O painel de instrumentos
é do tipo Black out LCD e inclui indicador de
marchas engatadas e luz-alerta “shift-up”, que
avisa o momento ideal para as trocas. Disponível
nas cores azul perolizado, vermelho e prata
metálico, a naked CB 650R tem preço público de
pré-venda sugerido de R$ 39.416, base Estado

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 202


5/8

de São Paulo, não inclusos despesas de frete


e seguro. A CBR 650R 2020 tem nas formas de
sua carenagem uma clara identidade com a
Fireblade. Além disso, a sport-touring segue o
conceito “Total Control”, e mesmo com a troca
do “F” pelo “R” no nome segue sendo acessível
para usuários de diferentes níveis, dos mais
experientes a novatos que desejam evoluir na
pilotagem. Na CBR 650R, a carenagem tem como
destaque a parte frontal, composta pelo novo
grupo óptico duplo e tomadas de ar, elementos
que evidenciam a forte esportividade do
modelo. O novo banco em dois níveis, a rabeta
e os semiguidões fixados sob a mesa superior,
oferecendo posicionamento ideal para pilotagem
esportiva. Disponível nas cores vermelho e cinza

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 203


6/8

metálico, a CBR 650R tem preço público de pré-


venda sugerido de R$ 41.080, base Estado de São
Paulo, não inclusos despesas de frete e seguro.

Comum às duas novas Honda 650, o


tetracilíndrico DOHC arrefecido a líquido é
dotado de câmbio de 6 marchas com embreagem
assistida, deslizante e sistema HSTC – Honda
Selectable Torque Control. O chassi tubular de
aço segue a arquitetura tipo Diamond, com a
zona da fixação do eixo da balança feita em
aço estampado e não mais em aço forjado, o
que resultou em uma economia de peso de
1,9 quilo se comparado com o chassi da “F”. A
atualização técnica do motor que equipa a CB
650R e a CBR 650R teve por objetivo oferecer

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 204


7/8

desempenho mais esportivo aos modelos. Desse


modo, o motor DOHC de 16 válvulas e exatos
649 centímetros cúbicos recebeu alterações que
visaram a aumentar a entrega de potência em
médias rotações. A potência máxima é de 88,4
cavalos à 11.500 rpm e o torque é de 6,13 kgfm
a 8 mil rpm. Segundo a Honda, o motor entrega
um torque mais linear, com elevação progressiva
à partir das 7 mil rpm. A embreagem é deslizante
de acionamento assistido. Iluminação full-led,
painel black out e indicador de marchas também
estão presentes em ambas as motos, assim como
a inédita suspensão invertida, a frenagem com
cálipers radiais e as rodas aliviadas.

A CB 650R e a CBR 650R compartilham ainda


o chassi tubular de aço tipo Diamond, que
difere daquele usado nas “F” principalmente na
região do eixo da balança de suspensão traseira,
alteração que resultou em economia de peso
de 1,9 quilo. As traves que sobem em direção ao
guidão tiveram sua especificação modificada,
estando mais flexíveis na região central e mais
rígidas na conjunção com a coluna de direção.
Tal alteração foi motivada pela introdução

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 205


8/8

de uma nova suspensão dianteira, a Showa


SFF do tipo invertido. Suspensões invertidas
têm como vantagem a redução do peso não
suspenso. A sigla SFF vem de “Separated
Function Fork”, remetendo à tecnologia que
separa as funções entre as bengalas, na qual
uma age como amortecedor de dupla ação e
outra como mola. A suspensão traseira tem um
conjunto mola-amortecedor regulável na pré-
carga da mola em sete posições, trabalhando
vinculado diretamente à balança de suspensão
traseira assimétrica. As novas motos da Honda
têm garantia de três anos, sem limite de
quilometragem e contam com a cobertura do
Honda Assistance (assistência vinte e quatro
horas), durante o período que durar a garantia.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 206


1/5
FOTOS DIVULGAÇÃO

Nova expressão
A Hyundai apresenta a linha 2021 do HB20 com
retoques na grade e aprimoramentos nos itens
de segurança, conforto e conveniência

Por Daniel Dias


Agência AutoMotrix

Depois de ter atualizado em junho as versões


1.0 do vice-líder de vendas do mercado brasileiro,
a Hyundai promove mudanças nas configurações
equipadas com motor 1.6 Vision para a linha
2021 do HB20. Como aconteceu nas versões 1.0,

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 207


2/5

o destaque é a chegada de pacotes envolvendo


itens de segurança, conforto e conveniência. No
visual, pequenas alterações na polêmica grade
frontal com um toque “bem bolado” – um novo
acabamento interno com contornos em preto
brilhante, que diminuíram o impacto visual da
peça originalmente cromada. O HB20 Vision
1.6 com câmbio manual de 5 marchas passa a
sair de fábrica com acendimento automático
dos faróis, rodas de liga leve diamantadas de
15 polegadas e lanternas do tipo Black Bezel
oriundas da versão aventureira X.

Com o acessório Pack, acrescenta dois airbags


laterais, totalizando quatro bolsas de segurança,
câmera de ré, sensor de estacionamento, faróis de

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 208


3/5

neblina, vidros elétricos com antiesmagamento,


abertura e fechamento dos vidros pela chave,
controles de tração e de estabilidade, assistente
de partida em rampa e sinalização de frenagem
de emergência. O HB20 Vision 1.6 automático
de 6 marchas traz agora de série faróis com
acendimento automático, rodas de liga leve
diamantadas de 15 polegadas e apoia-braço
deslizante no console central. A exemplo do HB20
1.6 manual, as lanternas são as do HB20X. As
alterações foram implantadas tanto nas versões
hatch quanto nas sedãs.

Em termos de motorização, o HB20 – lançado


em 2012 e produzido em Piracicaba (SP) – conta
nas versões de entrada com o 1.0 aspirado
bicombustível de três cilindros com 80 cavalos de

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 209


4/5

potência abastecido com etanol a 6 mil rotações


por minuto e torque de 10,2 kgfm a 4.500 rpm.
Esse propulsor está associado à transmissão
manual de 5 velocidades. As configurações mais
sofisticadas são equipadas com o motor 1.6
aspirado de quatro cilindros com 130 cavalos
de potência a 6 mil giros e torque de 16,5 kgfm
a 4.500 rpm. Maior novidade na família do carro
desenvolvido exclusivamente para o Brasil, o
próximo passo na atualização da linha 2021
será nas versões com o motor 1.0 turbo de três
cilindros, que segundo a Hyundai, tem potência
de 120 cavalos tanto com gasolina quanto a
etanol a 6 mil rotações e torque de 17,5 kgfm a
partir de 1.500 giros. Esse propulsor está sempre
ligado à transmissão automática de 6 marchas.

Internamente, a linha 2021 do HB20 segue


com as propostas implantadas na segunda
geração do modelo, lançada no ano passado,
mas aprimoradas nos itens carregamento rápido
de smartphones no painel e central multimídia
BlueMedia com tela sensível ao toque de 8
polegadas, espelhamento para Android Auto e
Apple CarPlay, conexão Bluetooth com streaming

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 210


5/5

de áudio, acesso à agenda e ao histórico de


chamadas, MP3-player, reprodutor de fotos e
vídeos, conexões USB, comandos de áudio e do
Bluetooth no volante e reconhecimento de voz.

A linha 2021 do Hyundai HB20 passa a ter os


preços a partir de R$ 47.990 na versão de entrada
a R$ 51.690 na Vision para o hatch e de até R$
56.690 na mesma configuração mais completa
do sedã. Com o Pack, os dois chegam a R$ 52.690
(hatch) e a R$ 57.690 (três volumes). As versões
topo de linha do HB20 – as três equipadas com
motor 1.6 e câmbio automático de 6 marchas –
saem a R$ 66.090 no hatch, a R$ 71.090 no sedã e
a R$ 68.590 na aventureira X hatch.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 211


1/9
FOTOS DIVULGAÇÃO

Em nome da força
Com a proposta de revolucionar o modelo de
operação das montadoras de veículos, a icônica
marca FNM ressurge em caminhões elétricos

Por Luiz Humberto Monteiro Pereira


Agência AutoMotrix

A Fábrica Nacional de Motores (FNM), conhecida


popularmente como “FeNeMê”, foi inaugurada em
1942 em Xerém, distrito de Duque de Caxias, no
Estado do Rio de Janeiro, para produzir motores
aeronáuticos. Mas quando saiu o primeiro avião

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 212


2/9

com motor FNM, em 1946, a Segunda Guerra


Mundial já havia acabado e a demanda estava
retraída. Em 1949, em uma parceria com a
marca italiana Isotta Fraschini, a FNM tornou-
se a primeira fabricante de caminhões no Brasil.
Seu primeiro produto foi o D-7.300, com motor a
diesel e capacidade para 7,5 toneladas de carga.
Quando a Isotta teve problemas financeiros e
deixou de fornecer tecnologia e componentes,
deu lugar à também italiana Alfa Romeo. Em 1958,
foi lançado o D-11.000, um pesado que se tornou
“figura fácil” nas estradas brasileiras e marcou
presença nas obras de construção de Brasília, com
seu jeito abrutalhado e o som grave do motor a
diesel de seis cilindros. Em 1960, a FNM lançou o
automóvel JK 2000, que foi reestilizado em 1969
e renomeado como 2150. O sedã foi produzido
até 1973 e tornou-se uma espécie de “sonho de
consumo” dos brasileiros mais abastados, porém
nunca obteve a empatia dos caminhões da marca.
Em 1968, o regime militar resolveu privatizar a FNM,
que foi repassada à Alfa Romeo. Em 1977, a marca
italiana foi vendida à Fiat, que continuou a fabricar
o caminhão pesado FNM 180 em Xerém por mais
dois anos e depois passou a produzir caminhões

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 213


3/9

com sua própria marca até 1985. No local da


fábrica, atualmente funciona a Marcopolo Rio,
unidade fluminense da encarroçadora de ônibus
gaúcha. Mais de quarenta anos depois de deixar
as linhas de montagem, a marca FNM voltará em
breve às ruas e estradas brasileiras, agora à frente
de modernos caminhões elétricos.

O renascimento da FNM começou em 2008,


quando uma empresa carioca do ramo de
mobilidade adquiriu os direitos no Instituto
Nacional da Propriedade Industrial (INPI) para usar
o nome da histórica marca brasileira – inclusive a
logomarca, inspirada no clássico logotipo da Alfa

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 214


4/9

Romeo. Em sua nova versão, a sigla FNM passou


a significar Fábrica Nacional de Mobilidades. Sua
divisão FNM Elétricos será voltada para soluções
em mobilidade de alta tecnologia, com projetos de
ônibus e caminhões com zero emissões. A empresa
também desenvolve o sistema “RePower”, para
transformação de veículos a diesel em elétricos.
A proposta é produzir modelos para transporte
de cargas e de passageiros que proporcionem
uma logística sem poluentes, silenciosa, segura,
sustentável e sem emissão de carbono.

Em novembro, começam a ser fabricados


em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, os
caminhões elétricos FNM 832, com PBT de 13
toneladas, e FMN 833, com PBT de 18 toneladas.
Os irmãos e empresários gaúchos Zeca Martins e
Alberto Martins, sócios da holding proprietária da
FNM, atraíram a unidade industrial da empresa
para a cidade, em parceria com uma montadora
local – ainda mantida sob sigilo. Em um primeiro
momento, a montagem dos caminhões será feita
com a maioria dos componentes importada.
A expectativa é que a parceria para montagem
com empresas locais renderá frutos para a futura

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 215


5/9

instalação de fornecedores na região, reduzindo


os custos de produção. Os preços dos caminhões
FNM ainda não foram divulgados. “A fábrica da
FMN trará um novo impulso de modernidade para
o Rio Grande do Sul”, prevê Zeca Martins.

Os novos FNM ostentam uma cabine


de aspecto “vintage”, em uma releitura
contemporânea dos antigos “FeNeMê” fabricados
nos anos 60. O estilo dos caminhões elétricos foi
desenvolvido por uma equipe própria, liderada
por Celso Santos, Roberto Renner e Vicente
Azevedo. A equipe contou ainda com a ilustre
participação do consagrado designer automotivo
paulistano Anísio Campos, morto em setembro
do ano passado, aos 86 anos. Responsável por

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 216


6/9

automóveis como os esportivos Puma GT DKW


e Carcará e o microcarro Dacon 828, o veterano
designer tornou-se um grande entusiasta
do resgate da marca FMN e colaborou no
desenvolvimento do visual do produto.

A FNM não quer adiantar muitos detalhes


técnicos sobre os seus caminhões 832 e 833.
O modelo com PBT de 13 toneladas tem 6,30
metros de comprimento e o com PBT de 18
toneladas tem 7,20 metros. O motor elétrico
tem tecnologia norte-americana, sistema de
650 volts e gera 355 cavalos. A produção dos
veículos utilizará nióbio em componentes como
chassis, freios, suspensões, rodas e demais

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 217


7/9

peças e estruturas, para diminuir o peso dos


veículos e aumentar a resistência, a performance
e a autonomia. A FNM afirma que todos os
caminhões da marca serão conectados ao
fabricante e às respectivas empresas operadoras.
“O novo FNM é um ‘smart-truck’. Utiliza
tecnologias de ponta, com tablet ligado com a TI
operacional e com os sistemas de logística das
empresas, incluindo monitoramento, soluções
inovadoras de vídeo-telemática de câmeras anti-
colisão com inteligência artificial, mudança de
pista, alerta de partida de veículos à frente, alerta
de motorista fumando e distraído, acelerômetro,
avanço de sinal de trânsito vermelho, aviso de
distância mínima dos veículos no trânsito, aviso
de riscos de colisão, para-choques virtuais, telão
de alta resolução na traseira, que pode transmitir
imagem da câmera da frente ou anúncios,
reconhecimento de sinais de trânsito, aviso de
perigo de colisão com motocicletas e bicicletas
e quatro câmeras – duas laterais, na dianteira e
na traseira. Tudo sendo transmitido em tempo
real para o centro de gestão dos frotistas e para
a ‘nuvem FNM. E com tudo pronto para se tornar
um ‘caminhão autônomo’ no futuro”, explica

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 218


8/9

Marco Aurélio Rozo, diretor de Tecnologia de


Informação da FNM. Se tecnologicamente a
aposta é na modernidade, em termos de modelo
de negócios, a FNM é ainda mais ousada. A
empresa planeja uma disrupção total com o
atual modo de operação das montadoras de
veículos nacionais. Pretende trabalhar com
“planilha aberta”, na qual todos os custos de
produção dos veículos são apresentados –
até a margem de lucro da montadora será
aprovada pelos compradores. Não existirá rede
de concessionárias FNM e a comercialização
será direta com os operadores logísticos dos
compradores, por meio de demanda pré-
contratada, com pagamento antecipado.

Sem concessionárias, a assistência técnica


também será diferente. Como os caminhões da
FNM estarão todos online com a fábrica, quando
for necessário, a assistência técnica da fabricante
irá até o caminhão para resolver, direto nas
garagens dos frotistas. As pré-vendas já estão
acontecendo e, segundo a empresa, o interesse
pelo produto é surpreendente. “As montadoras de
caminhões instaladas no Brasil estão ‘agarradas’

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 219


9/9

ao diesel e suas matrizes determinam que aqui


será o último país a evoluir para os modelos
elétricos. Mas a nova FNM pensa diferente
e entrega uma logística segura, silenciosa e
conectada, que traz economia para os seus
clientes, não opera com revendas, abre todos
os custos e margens e produz sob demanda. A
FNM é fora do normal”, sintetiza Zeca Martins.
A FNM ainda não anunciou oficialmente a sua
equipe, entretanto, o marketing está a cargo de
Rubem Roberto Duailibi, ex-DPZ Publicidade, e
o departamento comercial é coordenado por
Marcos Pettinati, ex-Dacon Veículos.

Receba o seu jornal CinformOline


digital GRÁTIS toda semana através
do WhatsApp, às segundas-feiras

CLIQUE AQUI E
CADASTRE-SE
A NOVA ERA DA NOTÍCIAS

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 220


1/10

CIDADE & CAMPO


FOTOS DIVULGAÇÃO

Por Daniel Dias


Agência AutoMotrix

Duas séries especiais da linha de SUVs


compactos foram apresentadas pela
Mitsubishi: a Eclipse Cross Sport, reforçando
o aspecto esportivo do carro, e a Eclipse
Cross Outdoor, com apelo mais voltado
para o fora-de-estrada. Toda linha Eclipse
Cross conta com o motor 1.5L turbo MIVEC
de dupla injeção, 165 cavalos de potência e

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 221


2/10

25,5 kgfm de torque. Desenvolvido sobre o


conceito de downsizing, o propulsor entrega
o torque máximo em baixas faixas de giro,
proporcionando maior eficiência energética e
desempenho, menor consumo de combustível
e um rodar mais agradável. O “powertrain”
é combinado à transmissão CVT de 8
velocidades, com sistema INVECS III, que se
adapta ao modo de dirigir de cada motorista.
Há ainda “paddles shifs” na coluna de direção
para trocas manuais de marchas. As duas séries
limitadas oferecem a tração integral. “A Sport e
a Outdoor valorizam ainda mais as aptidões do
Eclipse Cross, exaltando dois atributos marcantes
no modelo: esportividade e capacidade 4x4.
O design é o ponto alto e realça a virilidade e
sofisticação no Cross Sport e a robustez e valentia
no Cross Outdoor”, resume Fernando Julianelli,
diretor de Marketing da HPE Automotores do
Brasil. Produzidas em Goiás sobre a configuração
topo de linha da gama, HPE-S S-AWC, ambas
as versões oferecem elementos exclusivos de
design e já estão nas concessionárias em todo
o país, com preços de R$ 170.990 para a Cross
Sport e de R$ 171.990 para a Cross Outdoor.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 222


3/10

LENDAS NÃO MORREM

Ícones são atemporais, mas para trazê-los à


modernidade de uma maneira contemporânea
é necessário um plano que dialogue com
os tempos atuais. Com isso em mente, a
Fiat apresenta a campanha integrada para
o lançamento da nova Strada revivendo
Elvis Presley, o Rei do Rock, de um jeito
completamente inovador. Com o conceito “Nova
Fiat Strada. A Lenda se Superou”, a fabricante

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 223


4/10

italiana desenvolveu, em parceria com a Globo


e a agência Leo Burnett TM, uma estratégia que
torna o público parte da história para dar início
a uma série de conteúdos multiplataforma. Após
o filme “A Lenda”, produzido pela Alice Filmes,
ser divulgado em uma “live” por influenciadores
digitais, estreou em uma veiculação nas
plataformas da Globo. Foi criada também
uma estratégia adicional em todas as redes
sociais da Fiat e outros “players”, promovendo
a chegada da nova Strada em todo o Brasil.
“Neste importante lançamento, criamos um
ecossistema completo para mostrar como é
possível uma lenda se superar. De maneira
grandiosa, mostramos como o cliente sempre
está em primeiro lugar para a Fiat e dividimos
o filme com ele antes mesmo de veiculá-lo na
mídia tradicional. Depois de a nova Strada virar
assunto no digital, promovemos uma verdadeira
explosão multicanais, apresentando de maneira
integrada a versatilidade, a força e a tecnologia
do carro pensado para superar as expectativas
dos clientes”, explica Frederico Battaglia, diretor
de Brand Marketing Communication da Fiat
Chrysler Automóveis (FCA) para a América Latina.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 224


5/10

AJUSTES ESTÉTICOS
FOTOS DIVULGAÇÃO

Por Edmundo Dantas – Agência AutoMotrix

A Yamaha acaba de apresenta a nova geração


da XTZ 150 Crosser ABS. Não há novidades na
mecânica, eletrônica ou nos equipamentos. O
modelo apenas recebeu novas cores e novos
grafismos nas já conhecidas versões S e Z – a
primeira com para-lama dianteiro baixo e a
segunda com para-lama dianteiro alto. O novo
visual valoriza a família XTZ, estampando em
destaque no tanque a sigla que representa um dos
principais sucessos da Yamaha. A Z é oferecida nas
cores azul (Competition Blue) e bege (Dakar Areia),

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 225


6/10

enquanto a S é disponível em branco (Sports


White) e preto (Black Eclipse). O propulsor continua
sendo um monocilíndrico flex, arrefecido a líquido,
com 149 cm³, que produz 12,4 cavalos a 7.500 rpm
e 1,3 kgfm de torque a 6 mil se abastecido com
etanol. Em 2019, a Yamaha equipou a Crosser 150
com freios ABS na roda dianteira, e a tecnologia
segue presente na linha 2021 – um diferencial na
categoria, visto que as concorrentes têm apenas
sistema combinado CBS. A Crosser Z tem preço
sugerido de R$ 13.990 e a versão S começa nos R$
14.447, tendo como base o Estado de São Paulo e
sem considerar despesas como frete ou seguro.

TUDO BEM NO ANO QUE VEM


A BMW Motorrad Brasil anunciou a extensão da
condição comercial que paga as seis primeiras
parcelas e deixa o cliente livre desse custo até 2021.
A oferta é válida até o final de julho e abrange vários
modelos da marca. Além disso, desde março, todas
as motos da marca bávara contam com três anos de
garantia de fábrica. Durante o período promocional,
a fabricante arcará com as seis primeiras parcelas
na compra de uma moto zero-quilômetro e o cliente
começa a pagar apenas em fevereiro de 2021. Essa

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 226


7/10

condição vale para os modelos G 310 R, G 310 GS,


F 750 GS, F 850 GS, F 850 GS Adventure, R 1250 GS,
R 1250 GS Adventure e S 1000 RR. Para a compra,
a marca oferece o plano de financiamento em
trinta e seis meses meses, com entrada mínima de
30% ou 40% do valor da motocicleta (a depender
do modelo). Por fim, é acrescentada parcela
intermediária de 20% no décimo oitavo mês e
parcela final de 20% do valor. E o primeiro semestre
de pagamentos é feito pela Motorrad. No caso de
financiamento de uma BMW G 310 GS, há entrada
de 30% mais trinta e seis parcelas mensais de R$
467, seguida pela parcela intermediária de R$ 5.550
no décimo oitavo mês e outra – de mesmo valor –
no final do financiamento.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 227


8/10

ENQUANTO HOUVER SOL


Por Luiz Humberto
Monteiro Pereira
Agência AutoMotrix

A representação
brasileira da
multinacional
norte-americana de
alimentos e bebidas
PepsiCo e a Sunew,

FOTOS DIVULGAÇÃO
empresa brasileira
de tecnologia de
energia solar, se
uniram para o desenvolvimento de um projeto
de energia solar pioneiro para caminhões de
distribuição. A Sunew iniciou a instalação de filmes
fotovoltáicos orgânicos (OPV) em dez caminhões
Volkswagen Delivery da frota de distribuição da
PepsiCo, em um projeto-piloto para melhorar a
gestão da recarga da bateria dos veículos e do
seu sistema de iluminação. A solução proposta
consiste na instalação de um sistema de geração
de energia solar composto por filmes Sunew Light,
posicionados na parte superior externa (teto)
do implemento e um controlador de carga que

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 228


9/10

fará a gestão da recarga da bateria do caminhão


e do sistema de iluminação. A instalação tem o
objetivo de manter a carga da bateria em níveis
operacionais, fornecendo energia para os sistemas
de carga de stand-by do caminhão, luzes internas
do implemento e impressora fiscal. Além disso, um
prolongamento da vida útil da bateria é esperado,
o que reduziria custos e impactos ambientais
associados ao seu descarte. “A PepsiCo tem o
compromisso de tornar a sua cadeia logística cada
vez mais sustentável. Este projeto em parceria com
a Sunew, em conjunto com outras inciativas como
a inclusão de veículos movidos a GNV e elétricos,
visam contribuir para mitigar as nossas emissões de
CO2 no ambiente, com meta global de redução de
20% até 2030”, explica Eduardo Sacchi, diretor-sênior
de Supply Chain da PepsiCo Brasil.

TECNOLOGIA VISCOSA
No Brasil, aproximadamente 65% do transporte
de carga é feito pelo modal rodoviário, em um
setor que consome mais de 300 milhões de litros
de lubrificantes por ano. A Petronas Lubrificantes
do Brasil (PLB), representação brasileira da estatal
petrolífera malaia, acaba de apresentar a nova

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 229


10/10

linha de lubrificantes para


veículos comerciais Urania,
com a tecnologia StrongTech.
O objetivo do novo produto
é fornecer confiabilidade ao
motor, maior eficiência de
custo operacional e uma
experiência aprimorada ao
motorista em meio à crescente
demanda por distribuição de suprimentos aos
consumidores. Segundo a fabricante, o Urania
foi preparado para permanecer mais forte por
mais tempo, à medida em que mudanças rápidas
no ambiente operacional global aumentam as
expectativas dos clientes para os caminhões viajarem
mais em prazos mais curtos. A nova linha chega a
partir de julho às prateleiras das principais lojas do
país. “O investimento em lubrificantes representa em
torno de 1% do custo total de manutenção, porém,
se a escolha do lubrificante for errada, poderá afetar
de 30% a 35% do valor do custo de manutenção com
troca de peças e reparos inesperados”, contabiliza Luiz
Sabatino, diretor-geral da Petronas no Brasil.

ACESSE MAIS NOTÍCIAS EM WWW.CINFORM.COM.BR

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 230


EDIÇÃO 1945
OLHO VIVO

DIA DA AMIZADE
NA QUARENTENA
Use a tecnologia e comemore
a data especial com seus amigos
ÍNDICE
CLIQUE E ACESSE
Editorial 233

Capa da semana 237

Cabelos saudáveis no verão 246

Sociedade 248

Roteiro cultural 256

Circulando 257

ANUNCIE
AQUI

CONTATE SUA AGÊNCIA DE PUBLICIDADE OU


TOQUE u E FALE COM OS NOSSOS CONSULTORES
uElenaldo Santana (79) 99949-9262
uEmail: comercial@cinform.com.br

SE PREFERIR, FALE DIRETAMENTE


COM O CINFORM SOLICITANDO UMA VISITA
(79) 3304-5414
ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 232
EDITORIAL 1/4

ARQUIVO PESSOAL

OLHO VIVO

ESTREITANDO OS LAÇOS
Por conta da alta disseminação do novo
coronavírus, o Ministério da Saúde anunciou algumas
orientações para combater a pandemia. Não é hora
de pânico mas de seguir atitudes recomendadas pelo
órgão como uma tentativa de minimizar o contágio
pela doença. É hora de ficar em casa aproveitando a
família e amigos. É hora de usar a tecnologia à favor.
É hora de abusar das ligações e vídeoschamadas
para matar a saudade e manter o convívio social com
quem amamos. Vamos aproveitar também as redes
sociais para levar a mensagem de conscientização
para todos. Juntos, vamos vencer essa batalha!

Em Sergipe, as instituições de ensino das redes


federais, estaduais, municipais e particulares
paralisaram as atividades de forma temporária

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 233


EDITORIAL 2/4

durante este período. Com as crianças em casa,


muitas mães e pais estão tendo que conciliar os
afazeres profissionais e os cuidados com os filhos.

Confira formas de proceder com o trabalho em


casa e proteger os pequenos da infecção.

Pensando nisso, diversas empresas decidiram


disponibilizar serviços e funcionalidades para as
famílias, ajudando a contornar esta época de crise.
Assim, os baixinhos podem se divertir – e quem sabe
o período em casa passe até mais rápido, né? Confere
só! O grupo The Walt Disney Company, em conjunto
com as operadoras televisivas, abriu o sinal de seus
canais de TV por assinatura no Brasil. Assim, até 31
de março, os usuários poderão assistir gratuitamente
aos programas da Disney. A medida também libera
o acesso ao Nat Geo Kids, ESPN, FOX e National
Geographic. Ou seja, diversão pra família toda.

Além do canal queridinho pelos baixinhos, outros


que normalmente funcionam por assinatura estão
temporariamente gratuitos. Os seis da rede Telecine,
por exemplo, que possuem a programação voltada
para a exibição de filmes, estarão disponíveis em

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 234


EDITORIAL 3/4

todas as operadoras de TV por assinatura por tempo


indeterminado. O serviço de streaming do canal, o
Telecine Play, que conta com mais de 2 mil filmes,
também estará disponível para uso gratuito por 30
dias para novos assinantes. Dentre os destaques para
o público infantil, está o longa “Turma da Mônica”.

A plataforma de streaming Globoplay fará o


mesmo. Durante um mês inteiro, todos os conteúdos
poderão ser acessados sem assinatura. A maioria do
conteúdo é infantil, tendo em vista que os baixinhos
ficarão mais tempo em casa nesta época. Dentre
os mais de 30 títulos, estão o seriado “Detetives do
Prédio Azul”, a telenovela “Escola de Gênios” e a
animação “Mya Go”. Quem também liberou o acesso
por 30 dias foi a Spcine, empresa de fomento ao
cinema da prefeitura de São Paulo. Na plataforma
de streaming, a Spcine Play, existe uma categoria
chamada “comKids”. Lá, os pais encontram diversos
curtas infantis produzidos por brasileiros, muitos
deles tratando de temas como diversidade e inclusão
social de forma leve – como o título “Bá”, que trata da
dinâmica familiar de uma família japonesa.

A plataforma infantil PlayKids resolveu disponibilizar

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 235


EDITORIAL 4/4

conteúdos educativos gratuitos para as crianças no


período de suspensão das aulas. Além das atividades
lúdicas, os pequenos poderão ter acesso a materiais
sobre higiene pessoal, conscientização e outros temas
importantes para a prevenção do coronavírus. Os
conteúdos estão disponíveis na plataforma da PlayKids,
compatível com smartphone ou tablet. Basta baixar
o aplicativo pelo Play Store ou pelo App Store. Por
conta da pandemia do novo coronavírus, a ideia é ficar
mais em casa. Mas haja repertório de brincadeira pra
entreter as crianças o dia todo! Neste quesito, uma
boa iniciativa é a da A Tribo Educação, comandado
pela educadora Aline França, e de seu parceiro
Colorê Espaço Criativo, ambiente infantil dedicado ao
aprendizado por meio da criatividade.

De segunda à sexta-feira, das 14h30 às 15h30,


Aline fará lives nas redes sociais para que as crianças
acompanhem de suas casas. Já o Colorê Espaço
Criativo, postará todos os dias uma ideia de atividade
brincante para as famílias. As intervenções são
pensadas para auxiliar no desenvolvimento natural
das crianças, e por isso envolvem o uso de arte e
criatividade. Clique nos links acima para não perder
nenhuma brincadeira!

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 236


CAPA DA SEMANA 1/9
FOTOS DIVULGAÇÃO

Homenagens serão feitas através das Redes sociais

AMIGOS VÃO SE REUNIR


ATRAVÉS DAS FERRAMENTAS
TECNOLÓGICAS
DIA DA AMIZADE É COMEMORADO
NESTA SEGUNDA-FEIRA

Hoje, 20 de julho, é comemorado o Dia


da Amizade, mas com a pandemia do novo
coronavírus o isolamento social em casa é uma
das principais medidas para a diminuição da

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 237


CAPA DA SEMANA 2/9

proliferação do vírus. Com isso, muitas pessoas


não veem seus amigos pessoalmente há muito
tempo. Para nós, brasileiros, povo caloroso,
a contenção é ainda mais difícil. Mas não
impossível usando a tecnologia como aliada
para matar a saudade.

Estudo ‘The Relational Mobility’, publicado


na revista da National Academy of Sciences,
dos Estados Unidos, reforça essa característica
nacional de forma científica: o Brasil é considerado
o terceiro país mais sociável do planeta, atrás
somente de Porto Rico (2ª) e México (1ª).

O estudo considerou o conceito de mobilidade


relacional, que representa o grau de liberdade e
de oportunidade que as pessoas têm, a partir de
suas preferências pessoais, para escolher, iniciar
e romper seus relacionamentos interpessoais. A
pesquisa analisou 39 países e colocou o Brasil no
ranking das sociedades mais abertas e sociáveis,
com relações mais próximas e íntimas.

Para Fernanda Moraes, professora do curso


de Psicologia, o cenário de pandemia é propício

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 238


CAPA DA SEMANA 3/9

Durante quarentena é importante manter os laços de amizade

para problemas como insegurança, estresse, falta


de motivação, pensamentos negativos, visão
pessimista, ansiedade e medo. Para os brasileiros,
mais acostumados com gestos de carinho,
como dar as mãos, abraçar e tocar nos outros, a
reclusão pode ser ainda mais difícil.

“Romper, mesmo que momentaneamente


esses laços físicos, pode trazer mudanças na
rotina e até abalos profissionais, familiares e
sociais. Por isso, encontrar alternativas que nos

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 239


CAPA DA SEMANA 4/9

Cada um vai comemorar de casa, mas com muita festa

conectem com quem gostamos é fundamental


para driblar a falta da presença física, além
de nos manter saudáveis mentalmente neste
período de isolamento”, orienta.

Para a especialista, é importante ressaltar


que a quarentena não precisa significar o
fim da conversa, mas apenas um período
temporário em que se deve evitar o contato
físico. “Fazer ligações telefônicas e ficar

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 240


CAPA DA SEMANA 5/9

horas conversando com quem a gente ama


pode encurtar essa distância. Assistir filmes
que lembrem momentos divertidos, recordar
de uma viagem entre amigos e até uma
experiência com uma pessoa querida também.
E por que não voltar à época antiga e escrever
uma carta a alguém que temos saudade?
Quem sabe até olhar pela janela e conversar
com um vizinho?”, orienta.

Nesse contexto, a tecnologia é uma grande


aliada. “As plataformas digitais são ótimas
soluções para encurtar as distâncias físicas.
Para quem se encontra sozinho em casa por
um longo período, por exemplo, uma vídeo-
chamada entre amigos ou família é uma ótima
pedida, assim como conversas em grupos,
com imagens e vídeos divertidos são ótimos
passatempos para diversão e socialização. A
tecnologia tem desempenhado um grande
papel nesses momentos de isolamento social”,
defende a professora.

Nos últimos meses, tem se tornado cada vez


mais comum vermos nas redes sociais, registros

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 241


CAPA DA SEMANA 6/9

Diversas opções de videochamadas são disponibilizadas

de comemorações de aniversário, encontros de


família e reuniões de trabalho sendo realizadas de
forma remota por meio de plataformas interativas.
Não importa a celebração ou o momento do
dia, o importante é não se sentir sozinho. E a
tecnologia tem mostrado que isso é possível,
mesmo estando em casa e respeitando as
medidas preventivas de combate à pandemia.

E para te ajudar a comemorar o Dia do


Amigo com os seus amigos de maneira segura,

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 242


CAPA DA SEMANA 7/9

separamos algumas ferramentas da tecnologia


que podem suprir a saudade. Confira:

Zoom
Encabeçando a nossa lista, o Zoom Cloud
Meetings invadiu home offices de todo o mundo,
tornando-se um dos aplicativos mais baixados
na Google Store e na Apple Store. A plataforma
oferece uma versão gratuita para Android e IOS
que permite fazer videoconferências de duas
até 25 pessoas. Para adicionar participantes à
conversa, basta enviar um convite através de
e-mail, SMS ou até pelas redes sociais

Houseparty
Queridinho dos americanos, o Houseparty
começou a ganhar (muitos) adeptos no Brasil. Em
março, o aplicativo recebeu mais de 2 milhões de
downloads ao redor do mundo, ultrapassando
concorrentes como o Hangouts e o próprio Zoom.
Mas o que essa ferramenta tem de tão interessante?
Os grandes destaques da plataforma estão na oferta
de jogos dentro do app para criar interação entre
usuários e o compartilhamento de tela, que permite
que amigos assistam à TV juntos, por exemplo.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 243


CAPA DA SEMANA 8/9

O importante é celebrar a data com seus melhores amigos

Hangouts
Plataforma de videoconferências do Google
possui versões para IOS e Android, além de
possibilitar o acesso através do computador
via navegador. Durante a quarentena, a
ferramenta disponibilizou uma modalidade
empresarial gratuita. Com isso, todos os
usuários terão acesso às funcionalidades
do Hangouts, que incluem chats para trocas
de mensagens, videochamadas com até 25
pessoas e também ligações telefônicas. Já com
a ferramenta Hangouts Meet, também aberta
ao público durante a pandemia, é possível

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 244


CAPA DA SEMANA 9/9

fazer videochamadas com até 250 pessoas e


transmissão ao vivo para até 100 mil espectadores.

Skype
Mais conhecido dos brasileiros, o Skype é uma
plataforma de videoconferência gratuita e disponível
para IOS, Android e Windows. Na versão “Reuniões
do Skype”, é possível adicionar até 10 integrantes
na mesma videochamada. A ferramenta oferece
diversos recursos, como chat entre usuários, ativação
de legendas e desfoque da tela de fundo durante
uma chamada. A plataforma também oferece a
possibilidade de realizar ligações para celulares, mas,
nesse caso, taxas são cobradas dos usuários.

Whatsapp
Presente no celular de quase todas as pessoas,
o Whatsapp também é uma plataforma de
videochamadas. Através do aplicativo, é possível
realizar calls privados e com até quatro pessoas.
A ferramenta permite que você adicione novos
participantes mesmo com a chamada já em
andamento. Por lá, também é possível transformar
uma ligação de vídeo só em chamada telefônica,
sem ter que reiniciar a conversa.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 245


1/2

ECLEDSON CENTRO DE BELEZA


Não é difícil encontrar quem se delicie com
horas na praia ou à beira da piscina, pena que a
relação do cabelo com a estação mais vibrante do
ano não seja assim tão bem resolvida. Pensando
nisso, resolvemos mostrar alguns tratamentos para
evitar que seu cabelo fique ressecado, com pontas
duplas, fios quebrados e principalmente a queda .

Cauterização FOTOS DIVULGAÇÃO

Vai trazer
reconstrução do fio
de dentro para fora,
repondo á queratina
e recuperando
á maleabilidade.
Tem o objetivo de
devolver saúde aos
cabelos, deixando os
fios mais brilhantes
e menos porosos.
Tem a função
de hidratar sem
alisar, eliminando

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 246


2/2

o aspecto arrepiado e suavizando as pontas


duplas e pode ser repetido á cada 1 mês.

Hidratação Profunda
Trás o efeito de brilho e maciez imediato e
pode ser feito com auxílio de tecnologias como
laser ou secador de coluna para trazer ainda mais
eficácia no resultado .

Tratamento Capilar
É um dos tratamentos de reconstrução
mais eficaz para quem tem fios extremamente
danificados por químicas ou ação de pranchas
e secadores. O procedimento age a um nível
mais profundo da fibra
capilar, repondo proteínas
e preenchendo á
porosidade dos fios, além
de selar a cutícula.
Agende seu horário pelo
(79) 3246-4011 ou (79) 99809-
2486 e venha conferir qual melhor
tratamento pra seu cabelo.

Rua Teixeira de Freitas


n°175 - Salgado Filho

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 247


1/8

SOCIEDADE

FOTOS DIVULGAÇÃO
A jornalista Claudia Brito
comemora mais um ano de
vida nesta terça-feira e vai
celebrar a data com a família
em casa. Muito querida
pelos colegas de profissão,
amigos e familiares,
Claudinha vai receber muito
carinho e homenagens
através das redes sociais. A
comunicadora que também
atua na assessoriade
imprensa do Hospital
Primavera é referência no
telejornalismo sergipano.Ja
passou pela TV Sergipe, TV Atalaia, Aperipê TV
e agora reforça o time da TV Alese. Parabéns,
meu amor!. Parabéns, meu amor! l

Amanhã também é aniversário do produtor e


repórter da TV Atalaia, Bruno Cavalcante. O
comunicador se destaca nesta nova geração
do jornalismo sergipano pela sua versatilidade.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 248


SOCIEDADE 2/8

Chegou na emissora
como estagiária do
portal A8 SE e logo foi
contratado. Bruno já
apresentou o Balanço
Geral e foi muito elogiado
pelos telespectadores e
colegas. Parabéns! l

O cantor Devinho Novaes já gravou seu novo


disco que será lançado em breve, mas para
presentear os fãs, vai lançar na próxima terça-
feira, o novo hit que promete ser um grande

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 249


SOCIEDADE 3/8

sucesso será disponibilizado no ‘Sua Música’


e também em todas as plataformas digitais.
Todos ligados no Boyzinho ‘Save The Date’
21 de julho às 10h. O artista faz parte do
casting Teo Santana Produções. l

No dia 25 de Julho, às 20h, os integrantes da


The Baggios se reunirão pela primeira vez
nessa quarentena para fazer uma live por uma
causa nobre. A banda está fazendo essa ação
por acreditar que não devemos olhar apenas
pelos nossos, mas também pelos que passam
maiores dificuldades nesses tempos, que

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 250


SOCIEDADE 4/8

nos clamam por empatia e por solidariedade.


Seguindo essa linha de pensamento, a live,
que aconcerá no canal da banda, no Youtube,
terá intuito beneficente a fim de arrecadar
fundos e ajudar pequenas comunidades de São
Cristóvão, além dos técnicos parceiros e dos
músicos que, assim como eles, estão a meses
sem trabalhar de forma remunerada. l

O Projeto Live em
Ação do vereador
Thiaguinho
Batalha teve
um convidado
especial. O
parlamentar
recebeu o ex-
Ministro da Saúde
Luiz Henrique
Mandetta, que
foi ministro do
governo de Jair
Bolsonaro. Os
seguidores participaram do bate papo e entre os
temas que foram debatidos na conversa estão:

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 251


SOCIEDADE 5/8

um panorama da saúde no Brasil em meio a


pandemia, sugestões na ótica dele para a saída
desta crise, pontos que ele acha que o Brasil
deve melhorar, como está a relação dele com o
presidente após a saída do ministério, ações que
ele fez enquanto ministro, planos para o futuro
político e muito mais. l

Muito querido
e popular no
município, o jovem
Natanael da Lojinha
lançou a sua
pré-candidatura
a vereador de
São Domingos
e a novidade foi
aprovada pelos
seguidores. Natanael
comemorou a
repercussão e disse
que esse ato marca
a realização de um sonho de infância que é a sua
vontade de contribuir pelo município que tanto
ama. Ele adiantou que uma de suas principais

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 252


SOCIEDADE 6/8

bandeiras será a luta contra as desigualdades


sociais e o fortalecimento da juventude por meio
de ações e políticas públicas. O pré-candidato
do DEM é sinônimo de festa e se destaca como
um jovem com forte atuação na comunidade por
meio de projetos sociais. Ele ficou conhecido
por trabalhar como vendedor de uma loja da
cidade. Boa sorte, Nata! l

Erick Barros assumiu


a coordenação
estadual dos
Centros de
Especialidades
Odontológicas há
um ano e vem se
destacando pelo seu
profissionalismo e
ética. O trabalho
conjunto faz a
diferença e ele
é elogiado por
trabalhar com
maestria juntamente com a sua equipe da
Fundação Estadual de Saúde. l

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 253


SOCIEDADE 7/8

Expectativas, planos
e sonhos projetados
para o ano de 2020
foram abruptamente
suspensos com a
chegada de um
inimigo invisível a
olhos nus. Um vírus
que obrigou a utilizar,
como estratégia de
proteção, o isolamento/
distanciamento
social, culminando
em impactos econômicos, sociais, políticos e,
especialmente, na saúde mental da população.
As escolas, por sua vez, foram uma das primeiras
instituições a suspenderem as atividades
presenciais, deixando estudantes, professores,
gestores, pais e/ou responsáveis mergulhados
em sentimentos de incerteza, medo e frustração.
Como será o ano letivo? Meu filho conseguirá
aprender? Como ministrar conteúdos frente a
esse novo desafio? Estas e outras indagações
fizeram-se presentes na comunidade escolar. “De
um dia para o outro (leia-se: sem preparação ou

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 254


SOCIEDADE 8/8

qualquer treinamento), professores tornaram-


se “youtubers”, e suas casas, salas de aula. Pais
assumiram o papel de docentes dos filhos,
convertendo lares em espaços pedagógicos
formais. Novos tempos que exigem novos
comportamentos”, disse a psicóloga Milena
Aragão, Mestre e Doutora em Educação, membro
do GT de Psicologia Escolar, do Conselho
Regional de Psicologia de Sergipe- CRP19. l

Jefson Reis, de 25 anos e forte


atuação política na região, filho
de uma artesã geruense, formado
em Técnico de Reabilitação de
Dependentes Químicos, está
dialogando com diversos setores
da sociedade sobre os problemas
locais e vem se destacando pela
capacidade de buscar o melhor
para a comunidade. O jovem
lançou a sua pré-candidatura
a vereador no município e
recentemente filiou-se ao PSD em Tomar do Geru.
Vem como um nome positivo para trilhar um
novo cenário político no município.l

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 255


ROTEIRO CULTURAL
DIVULGAÇAO

PROGRAMA EM CASA
Todas as programações musicais e culturais foram
canceladas ou adiadas por orientação do Ministério
da Saúde e do Governo de Sergipe para evitar a
contaminação do novo Coronavírus que está em
pandemia. A situação é delicada e exige cuidados
e muita atenção, mas não é motivo para pânico. É
hora de aproveitar a família e ficar em casa. Além
de ajudar as crianças nas atividades da escola, é
hora de inovar e usar a criatividade para aproveitar
esse tempo da melhor forma. Escolher bons filmes
para assistir na NetFlix, Youtube ou GloboPlay
são boas alternativas. Além de brincadeiras com
videogames, contação de histórias e até mesmo
jogos como ‘Banco Imobiliário’, ‘Xadrez’, ‘Dama’,
‘Cartas’ e ‘Dominó’ podem ser muito divertidos e
vão entreter toda a família. Fica a dica!!! l

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 256


1/9

CIRCULANDO
FOTOS DIVULGAÇÃO

CAPACITAÇÃO PARA
REPARADORES AUTOMOTIVOS
O Programa de Qualificação Automotiva - PQA,
da Auto Peças Macedo, iniciou, o sistema de aulas
a distância para reparadores automotivos. O
propósito do programa é capacitar os profissionais
por meio de uma proposta inovadora que
promova a melhoria de vida através da educação à
distância. O modelo inicial era de aulas presenciais,
mas devido a pandemia o curso terá que ser
na modalidade online. As aulas estão sendo

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 257


CIRCULANDO 2/9

realizadas por meio da plataforma Zoom, com


uma videoconferência com os reparadores já
inscritos no programa durante os meses de janeiro
e fevereiro de 2020. Os encontros serão semanais
e cada aula terá a duração de 40 minutos de
conteúdo. A ementa do curso é formada por quatro
disciplinas: Mecânica Geral, Gestão, Inovação e
Marketing. A grade foi escolhida com base em
enquetes com os reparadores e as necessidades
do mercado. Ao final do curso, o reparador que
tiver no mínimo 75% de presença e participação
receberá um certificado e os cinco melhores alunos
ainda receberão prêmios. l

VEM AÍ...
Um time de profissionais
muito bacanas foi
formado com o
propósito de produzir
conteúdos diversos que
prometem agradar o
público sergipano. O
In Sergipe traz como
slogan “moderno, criativo
e sempre com você”.

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 258


CIRCULANDO 3/9

Nas mídias digitais do projeto, os amantes da


internet poderão se deliciar com uma nova
maneira de fazer jornalismo e entretenimento.
A jornalista Luzia Teles fará parte do novo
projeto. Já estamos ansiosos pela estreia desse
novo projeto, que chegará em breve com muita
ousadia e irreverência. l

FAÇA
REEDUCAÇÃO
ALIMENTAR
Aline
Nascimento
se reinventou
nesta pandemia
e se tornou
uma grande
empreendedora
oferecendo
os clientes
uma melhor
qualidade de vida com mais saúde com os
produtos de primeira linha do ‘Ervas Finas’. Com
muita atenção, carinho e dedicação, Aline orienta
cada cliente como consumir corretamente os

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 259


CIRCULANDO 4/9

produtos para alcançar os resultados desejados.


Ela conta com o apoio da filha, Anny Kandyce.
Siga a musa fitness no Instagram @ervasfinas.
vendedoraaju ou entre em contato através do
número (79) 9 9918-8505.l

FESTIVAL DA MANDIOCA
Os deputados estaduais de Sergipe aprovaram
o projeto de autoria do deputado estadual
Ibrain Monteiro (PSC) que declara o ‘Festival da
Mandioca’ como Patrimônio Cultural Imaterial
de Sergipe e o inclui no Calendário Oficial de
Eventos do Estado. O evento é tradicionalmente

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 260


CIRCULANDO 5/9

celebrado no período dos festejos juninos. “O


Festival da Mandioca, além de trazer grande
proveito econômico e social para a cidade
de Lagarto, envolve todas as secretarias
municipais, trazendo programas, palestras,
cursos para a população, além da apresentação
de artistas locais e nacionalmente conhecidos”,
justifica o parlamentar. l

NOVIDADE DA
TYRESOLES
A Tyresoles Aracaju,
revendedora oficial da
Goodyear, está com
uma novidade. É a linha
calçados Footwear
da Goodyear. Você já
conhece a qualidade
dos pneus Goodyear.
Agora essa qualidade
e tecnologia também
estão presentes na
linha footwear de calçados da marca que utiliza
materiais como couro e sola worker de borracha
exclusiva Goodyear. Por enquanto a Tyresoles

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 261


CIRCULANDO 6/9

está trabalhando com os novos calçados da


marca sob encomenda. Para conferir o catálogo
de modelos e encomendar o seu é só entrar em
contato pelo WhatsApp no (79) 9.9693-3901.l

LIVE DO
RECANTO do
Chorinho
O Bar e
Restaurante
Recanto do
Chorinho fará
uma live no dia
26 de julho, a
partir das 17h.
A transmissão
será realizada
via Youtube.
A live será
comandada
pelo grupo Regional Recanto do Chorinho e
pela cantora Anna Aparecida. Também haverá
participações de Mimi do Acordeon e Sergival.
A live é solidária e acontecerá no canal Recanto
do Chorinho Oficial no Youtube. l

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 262


CIRCULANDO 7/9

CAPACITA OFERECE CURSOS GRATUITOS


UNINASSAU - Centro Universitário Maurício
de Nassau Aracaju e o Instituto Êxito estão
disponibilizando mais de 70 cursos de
qualificação, com 7000 vagas até o dia 31 de
julho, para quem deseja se qualificar de forma
gratuita. Esse ano o Projeto Capacita reali
acontece em casa e estará disponibilizando aulas
online que poderão ser acompanhadas pelo
celular, computador ou tablets. A programação
conta com cursos que abordarão temas como:
formação de preços e vendas, soluções e
estratégias para o enfrentamento da Pandemia:
uma visão jurídica e empresarial, Marcas, pouco e

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 263


CIRCULANDO 8/9

influenciadores digitais em tempo de isolamento


social. Ainda Análise e Soluções de Problemas,
Introdução a fotografia e edição de imagens além
de congressos e Curso de Empreendedorismo e
Sobrevivência pelo Instituto Êxito, além de muitos
outros em diversas áreas. l

‘TRAMAS DE SERGIPE’
O Projeto ‘Tramas de Sergipe’ pretende estimular
o hábito da leitura e escrita, além de homenagear
a Sergipanidade e os 200 anos de emancipação
política do Estado de Sergipe. Organizado pela

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 264


CIRCULANDO 9/9

Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e


da Cultura (Seduc), a ação busca ofertar os mais
variados gêneros da literatura para dialogar com os
estudantes da rede estadual e público interessado,
através de encontros semanais (às quintas-feiras)
nas redes sociais da secretaria. Com comentários
sobre os escritores sergipanos. l

ACESSE MAIS NOTÍCIAS EM WWW.CINFORM.COM.BR

BAIXE NOSSO JORNAL


DIRETAMENTE DO SITE:
www.cinform.com.br/edicoes

Todas as notícias do
CINFORM na palma da
sua mão, a qualquer hora,
em qualquer lugar

A NOVA ERA DA NOTÍCIAS

ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 265


FUNDADO EM 2 DE DEZEMBRO DE 1982
PUBLICADO EM DIGITAL DESDE 17 DE JULHO DE 2017

CINFORMONLINE CNPJ 35.851.783/0001-00


Rua Sílvio César Leite nº 90 – CEP49055-540
Salgado Filho – Aracaju (SE)

Diretor de Jornalismo
Edvar Freire Caetano – DRT –591/SE
edvar@cinformonline.com.br

Jornalistas
Fredson Navarro–DRT–1145–jornalistanavarro@gmail.com (Freelancer)
Habacuque Villacorte DRT – 947/SE
habacuquevillacorte@gmail.com (Freelancer)

Caderno de Veículos
Agência Automotrix (RJ)

Editoração Eletrônica
Altemar Oliveira – oliveiraltemar@gmail.com

Colunistas
Dra. Ana Sarmento – Mediação & Arbitragem
Dr. Eduardo Ribeiro – Oficina de Advocacia
Dr. Roberto Wagner – Espaço Literário
Flávia Lima Moreira – Artigo da semana
Jornalista André Barros – Panorama
Nathalie Fontes – Propaganda & Negócios
Profª Ednalva F. Caetano – Cantinho da Crônica
Jornalista Shirley Vidal – Espaço Reflexão

Diretoria Comercial
elenaldosantana@yahoo.com.br
Elenaldo Santana comercial@cinformonline.com.br
WhatsApp (79) 99949-9262

Municípios
Noel Lino Santos-ME – DRT 986/SE – Fone: 79 99645-6858

Estatística responsável: Drielly Rodrigues


Registro CONRE 10.591 5° Região
VOLTAR
1ª PÁGINA
ANO 38 - ED. 1945 -20/7/2020 - 266

Você também pode gostar