Você está na página 1de 23

Escola Talmídica

Cotia – São Paulo


Centro de Estudos Hebreus do Brasil

Desmascarando a trindade Gênesis 1:02

Olá, primeiramente quero agradecer o Eterno


pela oportunidade de expor a verdadeira natureza
do Criador. Esse estudo será dedicado à análise da
doutrina tri-divindade. Milhões de pessoas ao redor
do mundo adoram 3 pessoas da trindade, são elas: O
DEUS PAI, O DEUS FILHO E O DEUS ESPIRITO SANTO.
Desde criança me perguntava – Pode 1 ser 3? Posso
adorar 3 e ao mesmo tempo adorar apenas um?
Levou mais de 22 anos para que minhas respostas
fossem respondidas a luz das sagradas Escrituras.

Começaremos os estudos com o primeiro


versículo da bíblia utilizado pelos nossos amigos
cristãos, para provar a veracidade da trindade.
Estamos falando de Gênesis 1:2 que diz: “...e o
Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.”
Dizem nossos amigos: “Isso prova que o Espirito
Santo fez a terra junto com Deus.” Mas será mesmo
que Genesis 1:2, fala do DEUS ESPIRITO SANTO DA
TRINDADE? Se não, como podemos entender?

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

Gênesis 1:2, em português:


“E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre
a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia
sobre a face das águas.”

OBSERVAÇÃO: No hebraico e no grego não existem


diferenciação de maiúsculas e minúsculas, tanto
cursiva quanto quadrática (no hebraico) elas seguem
o mesmo padrão. Portanto quando existe uma letra
maiúscula numa palavra comum é o resultado de
uma interferência causada pela fé do tradutor (ou
porque está seguindo regras da língua portuguesa), a
exemplo disso, veja: “e o Espírito de Deus”. Aqui o
JFA preferiu colocar a letra “E” em maiúscula em um
nome comum.

Gênesis 1:2, em hebraico:

“ ‫וְ הָ אָ ֶרץ הָ יְ תָ ה תֹ הּו וָבֹ הּו וְ חֹ שֶ ְך‬

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

‫ֹלהים‬ ִ ֱ‫עַ ל פְ נֵי ְתהֹום | וְ רּוחַ א‬


‫” ְמ ַרחֶ פֶ ת עַ ל פְ נֵי הַ מָ יִ ם‬

Para responder primeiramente precisamos


entender o significado da palavra “Ruach”-“ ַ‫”רּוח‬,
existem uma quantidade elevada de significados
para essa palavra, são elas: Vento, sopro, ar, brisa,
estado mental e interior da alma. O autor deve levar
em consideração o contexto para fazer
adequadamente a tradução, algumas bíblias, tais
como: Bíblia TEB, Bíblia de Jerusalém, Bíblia do
Peregrino e a Bíblia Israelita fizeram a tradução
adequada. Observe abaixo as traduções dessas
bíblias e observem que elas têm algo em comum;
Não traduziram por “Espírito”, mas resolveram
traduzir segundo o contexto e não pela crença. Vale
destacar que a maioria das bíblias que traduziram

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

assim, foram feitas por cristãos sinceros e não


manipularam a verdadeira interpretação.

BÍBLIA TEB.

“O sopro de Deus pairava”

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

BÍBLIA DO PEREGRINO.

“E o alento de Deus revoava”

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

BÍBLIA DE JERUSALÉM.

“e um sopro de Deus agitava”

Vale lembrar que todos os tradutores dessas


renomadas bíblias (exceto o da bíblia israelita) creem
na trindade, eles são cristãos, mas não deixaram que
a fé os influenciassem na tradução. Os teólogos e
doutores em divindade traduziram a passagem sem
o viés religioso.

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

Compreendendo o significado de “Ruach - ַ‫” רּוח‬


Para que você compreenda, perfeitamente a boa
colocação da palavra hebraica “ruach”, vou trazer à
tona alguns textos que verteram a palavra em
questão, para “vento”.

A tradução da bíblia a ser analisada será JFA, a


mais famosa das bíblias no Brasil e por isso mesmo a
utilizaremos em nossos estudos afim de
comparação, leia agora Êxodo 10:13

Êxodo 10:13 em português:


“Então estendeu Moisés sua vara sobre a terra do
Egito, e o Senhor trouxe sobre a terra um vento
[Ruach - ַ‫]רּוח‬ oriental todo aquele dia e toda
aquela noite; e aconteceu que pela manhã o vento
oriental trouxe os gafanhotos. Êxodo 10:13”

Êxodo 10:13 em hebraico:

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

“ ‫ַויֵט מֹ שֶ ה אֶ ת מַ טֵ הּו עַל אֶ ֶרץ‬


‫ִמ ְצ ַריִ ם וַיהוָה נִ הַ ג רּוחַ קָ ִדים בָ אָ ֶרץ‬
‫כָל הַ יֹום הַ הּוא וְ כָל הַ לָיְ לָה | הַ בֹ קֶ ר‬
‫וְ רּוחַ הַ קָ ִדים נָשָ א אֶ ת הָ יָה‬
:‫”הָ אַ ְרבֶ ה‬
Aqui em Êxodo 10:13 a palavra “ruach” foi traduzida
por “vento”, mas a mesma palavra foi traduzida por
“Espírito” em Gn 1:2.

Números 11:31 em português:


“ Então soprou um vento [Ruach - ַ‫ ]רּוח‬do Senhor e
trouxe codornizes do mar, e as espalhou pelo arraial
quase caminho de um dia, de um lado e de outro
lado, ao redor do arraial; quase dois côvados sobre a
terra.”

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

Números 11:31 em hebraico:

‫וְ רּוחַ נָסַ ע מֵ אֵ ת יְ הוָה ַו ָיגָז שַ לְ וִ ים‬


‫ִמן הַ יָם וַיִ טֹ ש עַל הַ מַ ֲחנֶה כְ דֶ ֶרְך יֹום‬
| ‫כֹ ה ּוכְ דֶ ֶרְך יֹום כֹ ה ְס ִביבֹות הַ מַ ֲחנֶה‬
:‫”ּוכְ אַ מָ תַ יִ ם עַ ל פְ נֵי הָ אָ ֶרץ‬
OBSERVAÇÃO:

Mais uma vez o JFA traduziu corretamente a


palavra “Ruach - ַ‫ ”רּוח‬para “vento”. A pergunta que
faço é; Por que em Gênesis 1:2 ele traduziu por
“Espirito”? Acreditamos que ele verteu assim para
fazer conexão com esse verso, leia: “Envias o teu
Espírito, e são criados, e assim renovas a face da
terra. Salmos 104:30” Observe que ele colocou a
primeira letra o “E” em maiúscula para destacar a
ideia de se tratar do Espirito Santo da trindade, mas

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

vamos observar cuidadosamente esse texto em


hebraico.

Compreendendo o significado de “Ruachcha -


‫” רּוחֲָך‬
Salmos 104:30, em hebraico:

ְ | ‫ְתשַ לַח רּוחֲָך יִ בָ ֵראּון‬


“ ‫ּותחַ דֵ ש‬
‫) יְ ִהי כְ בֹוד יְ הוָה‬31( :‫פְ נֵי אֲדָ מָ ה‬
:‫”לְ עֹולָם | יִ ְשמַ ח יְ הוָה ְבמַ עֲשָ יו‬
A diferença é que, a palavra é “ruachcha” um
composto da palavra “ruach” e nesse caso pode ser
traduzido por “Espírito” (para representar o íntimo
de uma pessoa), como vemos, “Ruach” não é o
mesmo que “Ruachcha - ‫” רּוחֲָך‬, existem diferenças
no entendimento. Veremos agora algumas
passagens onde a mesma palavra “ruachcha” é

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

traduzida por “espírito” porque o verdadeiro sentido


é falar da própria pessoa de quem pertence o
espírito e não tornar o espírito uma pessoa distinta,
vejam:

1 Reis 21:5 em português:


“Porém, vindo a ele Jezabel, sua mulher, lhe disse:
Que há, que está tão desgostoso o teu espírito
(Ruach-cha), e não comes pão?”

OBSERVAÇÃO:
Não se trata de outra pessoa, mas da própria pessoa
e por isso que é usado a expressão “o teu espírito”

Em hebraico:

“ ‫וַתָ ב ֹא אֵ לָיו ִאיזֶבֶ ל ִא ְשתֹו | ו ְַתדַ בֵ ר‬


‫אֵ לָיו מַ ה זֶה רּוחֲָך סָ ָרה וְ אֵ ינְ ָך אֹ כֵל‬
:‫”לָחֶ ם‬

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

Salmos 143:10 em português:


“Ensina-me a fazer a tua vontade, pois és o meu
Deus. O teu Espírito (Ruach-cha) é bom; guie-me
pela planície da terra.”

OBSERVAÇÃO:
A palavra “Ruachcha” fala do próprio D-us ao falar
do Espírito dele.

Salmos 143:10 em hebraico:

“ ‫ל ְַמדֵ נִ י ַלעֲשֹות ְרצֹונֶָך כִ י אַ תָ ה‬


‫אֱ לֹוהָ י | רּוחֲָך טֹובָ ה תַ נְ חֵ נִ י ְבאֶ ֶרץ‬
:‫” ִמישֹור‬

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

Eclesiastes 7:9 em português:


“Não te apresses no teu espírito (Ruach-cha) a irar-
te, porque a ira repousa no íntimo dos tolos. “

OBSERVAÇÃO:
Quero que prestem bem atenção no verso citado
acima. Fica muito claro a ideia de que “espirito” é o
íntimo da pessoa no qual a palavra foi relacionada.
Em eclesiastes 7:9 é feita uma advertência para não
permitir que a ira chegue no íntimo do sábio e para
isso o autor usa a palavra “Ruachcha / espírito” que
é o íntimo de cada pessoa, ou seja quando falamos
do Ruachcha de D-us, falamos dele mesmo. Se você
discordar disso e afirma que: “Ao falar ‘Espírito de
Deus’ o texto fala de outra pessoa e não da mesma”
Nesse caso você terá que usar os mesmos
paramentos para o verso de 1 Reis 21:5 e concordar
que: Quem estava desgostoso não era Acabe mas
outra pessoa. Releia:

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

“Porém, vindo a ele Jezabel, sua mulher, lhe disse:


Que há, que está tão desgostoso o teu espírito
(Ruachcha), e não comes pão?”

Eclesiastes 7:9 em hebraico:

“ ‫אַ ל ְתבַ הֵ ל ְברּוחֲָך לִ כְ עֹוס | כִ י כַעַ ס‬


: ַ‫” ְבחֵ יק כְ ִסילִ ים יָנּוח‬
Abaixo colocarei várias passagens que mostram de
forma clara que, quando usa a expressão “teu
espírito”, “seu espirito” ou “o espirito de” e etc, fala
da mesma pessoa e não de uma outra distinta. Veja:

Espírito de Faraó - Foi Perturbado (Gênesis 41:8)


Espírito de Ciro - Foi Despertado (Esdras 1:1)
Espírito de Jó - Sorve (Suga) o Veneno (Jó 6:4)
Espírito de Zofar - Responde por Zofar (Jó 20:3)
Espírito de Asafe - Desfalece (Salmo 77:3)
Espírito de Davi - Desfalece (Salmo 143:7)
Espírito de Yeshayahu (Isaías) - Buscou a Deus

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

(Yeshayahu (Isaías) 26:9)


Espírito de Ezequiel - Excitou-se (Ezequiel 3:14)
Espírito de Nabucodonosor - Perturbou-se (Daniel
2:1-3)

OBSERVAÇÃO:
Em nenhuma dessas passagens é entendido que se
trata de outra pessoa ao falar “espírito de”, mas do
próprio indivíduo. Quando o espírito de Ciro foi
despertado, não era outra pessoa, mas o próprio
Ciro (Esdras 1:1). Quando o espírito de Zofar
responde, não se trata de outra pessoa, mas o
mesmo Zofar (Jó 20:3).

O que a palavra “Merachefet” tem a ver com a


Trindade? Nada!

Os pastores sabem que a palavra ruach, não poder


ser traduzida apenas por “Espírito” e ainda mais com
letra maiúscula e por isso criaram outra ideia para

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

reforçar o comprometimento dessa passagem (Gn


1:2) com a doutrina da trindade. Eles fizeram uma
má interpretação conjugada da palavra “Merachefet
– ‫”מ ַרחֶ פֶ ת‬,
ְ para trazer justiça a falsa ideia que, em Gn
1:2, fala do ESPIRITO SANTO DA TRINDADE.

O comentário bíblico Adventista do sétimo dia 1º


volume, na página 189 5º parágrafo diz: “O verbo
traduzido como ‘pairava’ é Merachefet, que não
pode ser corretamente traduzido como ‘pairar’…”

No livro eles afirmam que a verdadeira ideia seria


a mesma de uma águia que cuida de seus filhotes e
os protegem. Para tal afirmação usam a passagem
de Dt 32:11, leiamos.

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

Deuteronômio (Devarim) 32:11 em português:

“Como a águia desperta a sua ninhada, move-se


sobre os seus filhos, estende as suas asas, toma-os, e
os leva sobre as suas asas,”.

Deuteronômio (Devarim) 32:11 em hebraico:

“ ‫ִשאֵ הּו‬ ָ ‫ֶשר יָעִ יר ִקּנֹו עַ ל ּגֹו ָזלָיו י ְַרחֵ ף | י ְִפרֹׂש כְ נָפָ יו יִקָ חֵ הּו י‬
ֶ ‫כְ נ‬
‫עַ ל אֶ ְב ָרתֹו‬:”

Os autores do comentário adventista do sétimo


dia na página 189 5º paragrafo tiveram a
desonestidade intelectual para associar a ação de
cuidar do filhote, com o ato de pairar “Yerachef”,
para dar a ideia de que da mesma forma que uma

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

águia paira para cuidar dos seus filhotes e protege-


los, assim é também a terceira pessoa da trindade.
Tal associação é de tamanha desonestidade
intelectual com os mais leigos.

Vou dizer o porquê não se pode associar o ato de


pairar com a ação subsequente ao ato de mover
sobre. E se fosse o voou de uma águia para comer
um filhotinho da galinha? Então concluiríamos que a
terceira pessoa da trindade, voa sobre a água para
caçar? Percebeu que é uma associação desonesta?
Não posso usar a palavra “caminhar” e condiciona-la
ao destino do viajante. Por mais que estejam ligadas
em uma frase elas são distintas.

O Espírito do Santo, pensa, fala, anda e chora, seria


ele uma pessoa da trindade?

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

Segundo o dogma da “Santíssima Trindade”, o outro


Consolador, é uma terceira pessoa na divindade,
chamada de “Deus espírito do Santo”. O principal
argumento é que, se o espírito do Santo, fala
(Mateus 10:20), intercede (Romanos 8:26),
entristece (Efésios 4:30), se mentimos para ele (Atos
5:3-4), etc., então Ele é uma 3ª Pessoa, um 3º Ser
Pessoal. O fato de o Espírito ter ações Pessoais o
torna uma Pessoa, um Ser Pessoal da mesma forma
que o Pai e o Filho? Será que o Onipotente Deus, não
pode praticar ações pessoais através de Seu próprio
Espírito?

Quem é o Espírito segundo Paulo?

“Ora o Eterno é o Espírito; e onde está o Espírito de


Deus aí está à liberdade.” II Coríntios 3:17.

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

NOTA: Segundo o dogma da “Santíssima Trindade” o


Consolador, é outra Pessoa, além do Pai e do Filho,
porém Paulo é claro em afirmar que o Espírito É O
Deus II Coríntios 3:17.

O fato de alguns versos atribuírem ao “espírito”


adjetivos e ações típicas de um ser pessoal não
significa que o “espírito” seja um ser pessoal da
mesma forma que o Pai e o Filho. O “espírito” do
homem também tem ações pessoais e isso o torna
uma Pessoa? Claro que NÃO! Vejamos alguns
exemplos:

Espírito de Faraó – Foi Perturbado (Gênesis 41:8)

Espírito de Ciro – Foi Despertado (Esdras 1:1)

Espírito de Jó – Sorve (Suga) o Veneno (Jó 6:4)

Espírito de Zofar – Responde por Zofar (Jó 20:3)

Espírito de Asafe – Desfalece (Salmo 77:3)

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

Espírito de Davi – Desfalece (Salmo 143:7)

Espírito de Yeshayahu (Isaías) – Buscou a Deus

(Yeshayahu (Isaías) 26:9)

Espírito de Ezequiel – Excitou-se (Ezequiel 3:14)

Espírito de Nabucodonosor – Perturbou-se (Daniel

2:1-3)

Espírito de Paulo – Revoltou-se (Atos 17:16)

Espírito de Paulo – Ora e Canta (I Coríntios 14:14 e

15)

Espírito de Paulo – Recreou-se (I Coríntios 16:18)

Espírito de Tito – Recreou-se (II Coríntios 7:13)

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

NOTA: Como vimos na lição 10, a palavra traduzida


para “espírito” no Antigo Testamento é “ruach” e no
N.T é “pneuma”. Os escritores bíblicos escreveram
“ruach” de Davi, “ruach” de Deus, “pneuma” de
Paulo, “pneuma” de o Ungido, “pneuma” de Deus,
“pneuma” Santo, etc. Em nenhum momento, os
escritores bíblicos, queriam dizer que o “ruach”
(espírito) de Davi ou o “pneuma” (espírito) de Paulo
era outra pessoa.

Quando o salmista diz que o seu espírito estava


amargurado, na realidade quem estava amargurado
era o próprio salmista. Quando Paulo diz que o
Espírito dele revoltou-se em Atenas, na verdade foi
Paulo que se revoltou!

Da mesma forma o Espírito de Deus. Quando a


Sagradas Escrituras diz que o Espírito de Deus se
entristece ou fala, é o próprio Deus quem se
entristece e fala. Quando alguém mente para o

Autor: Eliyahu Pinho


Escola Talmídica
Cotia – São Paulo
Centro de Estudos Hebreus do Brasil

Espírito de Deus, na verdade mentiram para o


próprio Deus e não para uma 3ª Pessoa. Vejamos:

10) Ananias mentiu a Quem?

“Disse então Kefa(Pedro): Ananias, por que encheu


Satanás o teu coração para que mentisses ao espírito
do Santo, retendo parte da propriedade? Não
mentiste aos homens, mas a Deus.” – Atos 5:3-4

Conclusão:

A melhor tradução para gênesis 1:2 é “o vento de D-


us pairava sobre as águas”

Autor: Eliyahu Pinho