Você está na página 1de 162

Rio Comprido

Luis Carlos de Morais Junior


sábado, 16 de dezembro de 2017
Oi
Oi
É grande a responsabilidade
De estar escrevendo o pensamento humano
Eu que sou tudo
Inclusive humano
Mas muito mais
E que fico mudo
Olhando as mudanças
Daquilo que dança
E que não tem nome
Por isso resolvi procurar
Na sabedoria dos velhos e futuros tupis
A palavra chave
A palavra senha
A palavra clave
A palavra lenha
Pra esta lida insana:
Pororoca
Que quer dizer: estourar, rebentar,
E ainda: macaréu; onda gigante
Que com estrondo
Percorre longos trechos de certos rios
No começo da enchente de águas vivas
Principalmente o nosso Amazonas  
às dezembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
2

Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no


FacebookCompartilhar com o Pinterest
Amo ler a mulher

A alguns, a que tal graça se consente


Augusto de Campos/John Donne

Seus lábios são alfarrábios


Livros que o homem escreve pelos séculos afora
São sábios são antigos e são jovens
Linda senhora
Sua pele é igual às páginas gravadas
E guarda os segredos dos sábios alquimistas
É o mapa e é o portulano e é o meu caminho
A pista do tesouro a trilha prà ilha e prà terra nova
Sua pele é um pergaminho liso e sedoso
Minha senhora
Seus braços são os rolos
Da Biblioteca e do Farol de Alexandria
Neles toda a poesia humana está escrita
Seus braços são papiro de papel e criptonita
Como você é bonita
Minha jovem, cheirosa e linda senhora
E eu confesso pra você:
Eu quero ler e ler e ler e ler e ler e ler e ler
às dezembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Rico
Ia me declarar e agarrar uma mulher que eu acho linda
Se eu fosse rico ou pobre

2
3

Cheio de charme ou esnobe


Brasileiro ou árabe
Árcade ou pós-moderno
Tudo quanto cabe na vontade
É verdade
Desde quando olhei
Seu jeito de gazela
E ela sorri tão singela
E eu gosto do jeito dela
É isso que eu faço toda vez que eu aspiro esta verdade  
às dezembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Formigas que mordem
Um poema uma flor uma tiara
As formigas nos mordem com vontade
E o sol enche o planeta de energia
Estou cheio do cheiro desta rara
Criatura que é pura preciosidade
Está nascendo o sol de um novo dia
Que jorra a alegria e o perfume
Pela rua e pela ilha e que é um lume
Que surge das estrelas e me ensina
Em toda parte só dá essa menina   
às dezembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
ragnarök
eu vi você
uma menina magra e branca
e pensei

3
4

o que me importa
aí eu vi você de novo
cada vez mais bonita
porque fria
e quente
igual
e diferente
mais uma
e única
e eu fiquei com frio com calor e cheio de sorrisos sem cor
porque olhava nos olhos da explosão
de cores e amores
dos seus olhos
aí eu falei
isso é bom
é uma ilha
um continente
e um avião
que me liga contente a tudo que eu escravo livre
do amor
queria quando olhava pro vulcão
prà tv
pro verão
pro furacão
e eu falei
gata
que gata
mas você nunca fala nada
e sua boca mexe sem parar
eu gosto dos seus mexilhões seu paladar
suas ostras e seus olhos

4
5

e seu jeito carioca


ah mas você não é carioca
você é assim como uma
pilha
você nasceu na sua própria
ilha
você é sua própria
filha
mas eu quero sentir em mim
no meu ser
no meu estar
sua maravilha  
às dezembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Qual seu signo?
Qual o seu signo
Que é isso que esconde
Responde
Quem é você
De onde vem o seu nome
E o que responde
A esfinge
Que fica a olhar
Nesse seu olhar
Ao menos me fala
Mais
Ou então me diga
Oi
Revele que é minha
Amiga

5
6

Ou antes
Somos amantes
Nas altas
Da madrugada
Mas você não fala nada
Intriga atriz boa má trilha
Você é uma charada
Uma coringa
Uma artista
Qual o seu signo
Que enigma esconde
Responde
Quem é você
às dezembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Genial
Fiquei tão feliz
Quando ela falou
Que eu sou um grande poeta
Depois fiquei tão triste
Com seu outro e-mail
Eu sou um bobo, mesmo, um pateta
Fico feliz
Quando vejo suas fotos
Tudo nela me enche de energia
Não sei por quê
Não sei como
Vivenciar essa
Forçalegria  
às dezembro 16, 2017 Nenhum comentário:   

6
7

Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no


FacebookCompartilhar com o Pinterest
Sétimo céu
Depois no sétimo dia
Houvemos vista de terra
E das silvícolas lindas
Que habitavam seu olhar
Nesse dia nos conhecemos
Oi foi há dez anos atrás
Ou foi há décadas
Milênios
Alla en Helada
Encontros que tivemos
No jardim dos caminhos
Que se bifurcam
Esse é o efeito labiríntico do amor  
às dezembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Moça da ilha
Eram três ou quatro em uma
Tão nuas e tão gentis
Com suas vergonhas
Tão perfumadas e tão lindas
Que eu de as muito bem olhar
Ouvir tatear cheirar gostar
Não sentia nenhuma vergonha
Sentia desejo isso sim
E uma grande paixão
E se ela olhasse pra mim
E pegasse a minha mão

7
8

E me fizesse um carinho
E seus lábios roçassem os meus
E meus lábios roçassem os seus
E nossos corpos se entregassem
Um ao outro com tesão
Como iriam ser felizes
O meu e o seu
Coração  
às dezembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Ilha
A ilha é o lugar mais bonito do mundo
O grego é a língua mais genial
A psicologia o meu saber
Como eu quero você
Meu amor
Fale comigo
Escreva o máximo possível
Me mande mensagens sem parar
Porque é tudo que eu preciso
O tesão o compromisso
Com esse sorriso
De alegria
Quando eu vejo
O meu desejo
Em seu olhar
às dezembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

8
9

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017


Nós dois
Há um mês
Que eu te conheço
Há um mês
Que eu te peço
Há um mês
Que eu te mereço

Há um mês
Que eu te vejo
Há um mês
Que eu te beijo
Há um mês
Que eu te desejo

(Te conheço desde o dia


Em que nasci
O que eu te peço
Não é segredo
Pois nós dois
Merecemos ser felizes)

(Eu te vejo o tempo todo


No meu sonho e acordado
Eu te beijo toda vez
Que o ar toca meus lábios
Eu desejo o que nós dois
Merecemos: ser felizes) 
às dezembro 15, 2017 Nenhum comentário:   

9
1
0
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
quinta-feira, 14 de dezembro de 2017
Nave mãe
Você deveria me chamar pra andar no seu carro
Ou de táxi
E me levar pra onde você desejasse
Pro mato ou pro motel de moto ou de metrô
Rapte-me camaleoa
E saiba
Que com você eu vou
Aonde você quiser
Porque eu te quero
Como jamais quis outra mulher
Quero te capturar
E levar você pra passear
Na minha nave espacial

Faço as rimas mais lindas que eu posso


Pura e simplesmente porque eu quero te encontrar no hiperespaço
Por que você não corresponde aos meus apelos?
às dezembro 14, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
terça-feira, 12 de dezembro de 2017
Cá cá

Naquele prédio
Todo de tijolinho
Mora aquela menina que balança
Como samba brasileiro

10
1
1

Na ilha maravilha
Mora aquela menina
Que conhece mágicas
E sonhos

No meio daquele mato


Tem uma casinha branca
Ela senta na varanda
E ouve walkman

Eu sou o Super-Homem
Fico acordado de noite
Subo nas torres mais altas
E olho pro céu
às dezembro 12, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Perfume
Sou alguns
E isso pode desaparecer
Mas sou um
E isso
Eu tenho certeza
Vai ficar

É justamente esse lado único em mim


Que quer te amar
às dezembro 12, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

11
1
2
Macumba
Luta de bruxas
Pelo meu coração
Ela não quer nada
Comigo
Mas fez feitiço
De bruta paixão
Ela prefere
Esse caminho
Mas fez vudu
De puro carinho
Ela despreza
O meu amor
Mas fez o encantamento
Da abelha e da flor
às dezembro 12, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Cantiga de Amor
Minha Senhora tão linda,
Já não consigo viver,
Desde o dia em que vos vi,
Como um sol aparecer
Na minha vida, que agora
Se liga à vossa, Senhora.

Minha Senhora tão bela,


Já não consigo dormir,
Pois acordo num enlevo,
Anelando a vossa vinda
Na minha vida, que agora

12
1
3
Se liga à vossa, Senhora.

Minha Senhora formosa,


Mesmo havendo tanto mar,
Pra navegar, eu agora
Desejo a vós, como a um lar
Na minha vida, que agora
Se liga à vossa, Senhora.
às dezembro 12, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Cantiga de Amigo
Ai, Cristo Redentor, que daqui vejo,
Por que ela não me deu seu doce beijo?
Ai, Deus, é o amor!

Ai, Cristo Redentor, que eu acompanho,


Por que ela não me quis, meu doce sonho?
Ai, Deus, é o amor!

Porque ela não me deu seu doce beijo,


Acordo insone e ardente de desejo...
Ai, Deus, é o amor!

Porque ela não me quis, meu doce sonho,


Eu perco o tino e o senso e a fome e sono...
Ai, Deus, é o amor!

Acordo insone e ardente de desejo


E em tudo que eu avisto eu só a vejo.
Ai, Deus, é o amor!

13
1
4

Eu perco o tino e o senso e a fome e o sono,


Mas sempre a reencontro, no meu sonho.
Ai, Deus, é o amor!
às dezembro 12, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
Lado B
Ela parece
Um enorme lagarto
Um marsupial
Um ornitorrinco
Tudo misturado

Ela parece
Uma arqueoptérix
Uma múmia de queóps
Um cristal de quartzo
Tudo potencializado

Ela parece
Um tsunami
Um vulcão
Um abalo no magma e nas placas tectônicas
Tudo magnificado

Ela aparece
E me faz mistério
E me faz potente
E me faz feliz

14
1
5
Tudo do seu lado

Eu e seu jeito
às dezembro 11, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Ademane
Eu sei que você vai dizer
Que você não sabe nada e não pode me ver
E que a vida é assim toda cheia de regras
E que as ruas são cinzas e as nuvens são negras
Mas eu gostaria que você soubesse
Que olhar seu olhar me esfria e me aquece
Que ver o seu rosto me enche de vida
E que só pra mim o seu nome é querida
Que eu fico feliz porque você existe
E que longe de ti eu me sinto tão triste
Que fico doidão com seu jeito sapeca
Seu ademane charmoso sua face moleca
às dezembro 11, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Banho quente
Enquanto eu banho você com palavras
Uma enxurrada mais que um chuveiro ou uma chuva
Uma cachoeira ou uma tromba d’água de palavras
Que não para
Você só me enviou uma palavra
Que eu não sei o que fala ou o que quer
Assim como você
Minha querida

15
1
6
Mulher
Essa sua única palavra
Nem sim nem não nem talvez
Me fez ficar mais aflito
Querendo mais ver você
Ouvir seu grito
Mudo
Que o seu corpo inteiro dá
Quando me vê
Também pensei em outro banho
Nada de palavras melhor água e sabão
Espuma, óleo e massagem
Nós dois numa banheira
Pelo dia inteiro
Sem fazer
Nem falar nada
Nenhuma bobagem
Só olhando pro teto
Esquecendo de tudo
De olhos fechados
Sentindo a quentura
Da água e do mundo
E a nossa presença
Esse banho de silêncio
Será com certeza
Muito mais terapêutico
E profundo
Do que tudo que nós
Já dissemos e fizemos
Mas, porém, todavia, contudo

16
1
7
Pra isso é preciso
Coragem
às dezembro 11, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Amor Quântico 2
Você alguma vez já quis alguma coisa com tanta força e certeza
Que sentiu que todo o seu corpo cada órgão cada tecido
Cada célula cada molécula cada átomo cada partícula
Assim o desejavam?
É assim que eu quero você.
às dezembro 11, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Presente
Eu quereria ver você
Eu quererei ver você
Eu queria ver você
Eu vou querer ver você
Eu quis ver você
Eu queira ver você
Eu quiser ver você
Eu quisera ver você
Eu querido ver você
Eu quero ver você
às dezembro 11, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Farol
Isso não faz sentido
Isto faz todo o sentido do mundo

17
1
8
No raso
No fundo
É pelo amor que vivo
O amor nos faz nos fez e nos fará
Puro amor
às dezembro 11, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Esfera
A lâmpada de Aladim
A redondeza da esfera
Ela olhou de longe quando nos vimos e aí percebi
Quem não gostaria de ter uma gênia
Eu por mim
Adoro tê-la
Ela é boa é foda é fera
Quando ela me olhou de longe eu vi
A lâmpada mágica é minha
Como no mito platônico
Ela é minha feiticeira
Ela é loura é castanha e é morena
O nosso amor é carnal sobretudo corpóreo
O homem e a mulher juntos formam um só
Quando ela me viu ela viu que sim
A mulher é necessária
Para o homem para o mundo
A redondeza da terra
Ela é uma pantera
Ela é mais que um avião um jato supersônico
Ela é super-luminosa
Nosso amor é uma rosa rosa

18
1
9
Que viceja sem descanso
Ela é uma pantera
Uma geniosa criatura macho/fêmea andrógina
Nosso amor não cansa é criança
Ela é minha por inteiro
Eu sou redondo e certeiro
Com ela
às dezembro 11, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
domingo, 10 de dezembro de 2017
Blá blá blá
Nada é igual a nada
Quero nadar em você
Mas você esqueceu de ligar
E não me deu seu telefone
Tem um monte de outras coisas
Assim tanto quanto
Tão importantes pra mim
Que você não me deu
Como o seu amor
A sua paz
A sua cidade secreta
A sua identidade de mulher gata
De fato a sua capacidade
De fazer a gente pirar
E ficar feliz de verdade
E a sua amizade
A sua fúria daninha
Eu não sei por quê
Eu não sei porquê

19
2
0
Você não quis
Fazer-me feliz
Me dar nada
Ficou calada
Ou nós
Não pudemos nos dar
E será que você vai saber
Essa loucura é absurda
E sem contemporização
O que foi então que você
Me deu?
Só o seu
Coração
às dezembro 10, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O fora
Ruas e avenidas
Aves e falcatruas
Tudo que você vê
É bem coisa sua
A Avenida Brasil
A seleção do Dunga
Tv cabo celular
Made by você
Se ela te deu um chute
E o porquê se ignora
Junte tudo que há no mundo
Porque o momento é agora
às dezembro 10, 2017 Nenhum comentário:   

20
2
1
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Lâmpada mágica cândida e cálida
Aqui não ficou nada
Do tanto e tão enorme amor da gente
Eu queimei os poemas
Deletei as fotos apaguei os vídeos
Quebrei os seus presentes inexistentes
Você poderia ser a pessoa mais amada
Do mundo porém quis ser diferente
De nós pra ser igual aos aracnídeos
E outros insetos mistos dos sistemas
Mais iguais do que a gente e o que os separa
Mas o futuro é luz que ofusca de tão clara
Minha amiga meu amor minha mística fada
A sua boca quando beija é toda enluarada
às dezembro 10, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O fio de Ariadne
E eu vou adorar
Se você me ligar
O que não implica necessariamente no ato
De você me telefonar
Eu sonho muito contigo
Você é sempre linda no sonho
Aparece como uma fada
Uma luz que me ilumina
Você pode ligar
Comigo no sonho
Se ligar no meu sonho

21
2
2
Também pode me mandar
Uma cartinha
Um pombo-correio
E até mesmo uma linha
Que eu vou segurar nela
Pra sempre
Porque ela será
O meu
Fio de Ariadne
às dezembro 10, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Sahara
Estou perplexo
com tanta coisa pra falar e perguntar
mas desconfiando que você não vai responder
ou sequer ler
ah como eu queria que você
fosse pra mim
o que eu sinto
o tempo todo em você
um oásis no deserto
antes de tudo eu queria esclarecer
que acho você muito inteligente
mas não sei se você ia saber me responder
se a miragem que um cara vê no deserto
é ótica neurológica ou psicológica
e supondo que você saiba
também nem sei se ia ter a educação de responder
acho você ótima competente e tudo
e respeito até o fim a sua opção lacaniana

22
2
3
mas não acho sentido no seu diagnóstico
eu não gosto de sofrer
eu liguei tanto e escrevi tanto porque quero falar com você
e sinto sua falta
não sou masoquista
o que é isso, companheira
eu queria esclarecer uma coisa pra você
porque preciso, é precioso dizer isto
o que significa minha feiticeira
os três sentidos do poema
dos versos que dizem:
“um dia eu explico só pra você
o que minha feiticeira quer dizer”
primeiro sentido
minha feiticeira e gênia
que é como eu chamo você
é porque na minha infância
a feiticeira e a jeanne
se inscreveram na minha alma
como a mais bela imagem
da mulher amada, aquela com quem se casa
segundo sentido
a explicação prática disso
seria a realização da magia
do nosso encontro
que é mágico
algo a fazer a praticar a realizar
nosso ato amoroso
terceiro sentido
o que minha feiticeira quer dizer
só ela pode fazer

23
2
4
falar
dizer o que quer
mas eu quero dizer
que você é uma
pessoa com energia dupla
que pode realizar
muito mais do que pensa
e do que pensa a maioria
vi isso quando olhei pra você
e está comprovado
nos fatos e nas fotos
de que seus dois olhos
são diferentes
têm tamanhos diferentes
e olham cada um pra um lado
às dezembro 10, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
A beleza
Eu sei que
Kalé é bela
Eidos é forma
E skopeo é eu vejo
Mas nunca antes
Tinha juntado as palavrinhas
Veja que coisa linda:
Caleidoscópio
Tanta gente pensa
Que são formas
Confusas e caóticas
E a palavra

24
2
5
Grega significa:
Vejo formas bonitas
Isso foi você que me ensinou
E você é assim, também,
Pra mim
às dezembro 10, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
sábado, 9 de dezembro de 2017
Thomas Rhymer
Você pode me chamar de Thomas Rhymer
Eu sei que você é a Rainha das Fadas
Você pode ligar pra minha nave
Geralmente eu estarei bastante acolhedor
O que eu sei das coisas
O que você sabe
Há algo pequeno em nós simples animais
Mas também há algo muito mais legal
Percorro os caminhos com a viola no saco
Quando posso paro e como e bebo e comemoro
Me sento me encosto na árvore e saco
Da minha viola
E canto como eu canto com amor e prazer
Pensando no rosto da minha amada
Pensando no seu jeito
Pensando na sua voz
Depois eu me canso ah eu também me canso
E deito na relva e durmo o sono das crianças
Até que algo me acorde como notas da canção
E sigo meu caminho sempre em frente pela estrada
Na direção do palácio divino da Terra das Fadas

25
2
6
Atravessando o rio subindo a colina
Recebendo as bênçãos
Eu encontrei uma menina tão diferente
Ela é quase bonita, ela é quase interessante
Mas ela é a mulher mais linda que eu já vi
Na minha vida
E eu fico pensando que esse encontro
É o encontro místico com a Rainha da Terra
Das Fadas
Veja só
Ela não fala nada
Mas colocou a mão no meu cabelo
E ficou calada
E assim me fez ver
Outros caminhos vários castelos novas dimensões
Você
É a Rainha
Eu
Sou o Poeta
Nós somos dois
Corações
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Minha Senhora
Quero olhar nos seus olhos
Mas não sei mais
Se vou querer falar
Talvez eu fique calado
Fazendo força de Atlas 
Pra segurar o desejo

26
2
7
Do meu lado
Pra esta paixão não transbordar
Não invadir a minha vida
E a sua, minha querida
Porque o desejo que eu sinto
É mais forte do que a distância
Do que a convenção e todas 
As regras da convivência
Ele é certeza, força e afirmação
Não tem fronteiras ou barreiras
Nem psicológicas nem físicas
Não tem rótulo nem hora
É pura afirmação, minha senhora
Agora
Se eu pudesse, se as coisas fossem 
De modo que eu pudesse me abrir pra você
Eu ia dizer que eu quero
Beijar sua boca tão linda
Beijar seus olhinhos tão lindos
Beijar o seu corpo todinho
Beijar beijar beijar beijar e beijar
Sem parar, por toda a minha vida 
Sem precisar falar mais nada
Sem mais nada pra falar
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Seu nome
Minha amiga, você fala que sente medo
Toda vez que eu me derramo em sentimentos
E lhe revelo a minha graça e o meu segredo

27
2
8
Que já não é segredo pra você nem pra ninguém
Eu sinto medo do escuro e do claro
E fico acordado e durmo igual a um lobo
Sempre com a orelha em pé esperando pelo raio
De luz que vai iluminar todo o meu globo
Ocular e planetário
Como se uma estrela anunciasse o nascimento
Do amor sobre o mundo e as pessoas todas ficassem felizes
Porque eu estou feliz porque eu estou aqui e você está aqui
No meio do mundo
E já não sinto medo
Esse é o meu segredo, o meu desejo, e o meu caminho
Você compreende?
Do que é que eu estou falando?
O que é isso que urra
Pelas madrugadas caladas e escuras
Quando quase todos dormem
E a sua alma acorda
E não concorda com nada
Que você lhe dá como alimento
Distração e palhaçada
A sua alma iluminada corre pelos campos do seu sonho
E encontra a verdade, a felicidade, tudo aquilo que eu suponho
Que ela queira, porque quer, porque é mulher, porque é humana
É gigante e delicada
E está em toda a parte
No oco fundo do mundo
E na estrela da manhã
Tenha fé
Diga que eu sou o seu melhor amigo
Passe recibo

28
2
9
De cada poema que lhe mando
Diga que sonha comigo
Como eu sonho com você
O tempo todo
Eu ouço reggae
E penso em você
Essa vibração tão transcendental
Me lembra de nós
Eu e você
Juntos, num tempo justo
Que eu nem sei qual é
Mas que eu sinto no fundo
Quem sabe no futuro
Ponto de Equilíbrio
Nati Rutis
Cidade Negra
E principalmente Bob Marley
O tempo todo eu ouço
O tempo na sua roupa
No seu sorriso
No seu cabelo
Nos seus olhos lindos
No seu jeito feiticeiro
E no seu nome
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Phile déspoina
Por que você não me deixou te contar
A volta de Ulisses para casa
Como ele enfrentou Polifemo

29
3
0
Fugiu de Circe e Medéia
Derrotou os pretendentes
Venceu a prova do arco tenso
E reconquistou Penélope
Não você preferiu o festim
Dos porcos que festejam
O fim dos sonhos seus
E eu
Que não sou Eris
Mas que sou Eros
Vou colocar um pomo
Ou melhor uma adâmica maçã
Do Jardim do Éden
Toda de um tipo raro de ouro
Na mesa do banquete
Pra você
A Deusa mais bela
Minha Afrodite
Minha Eva
Minha Psiquê
Minha Penélope
Minha Feiticeira

Conversa com os ventos

Queria sair berrando aos quatro ventos


Mas eles vieram aqui hoje e eu contei tudo pra eles em segredo
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

30
3
1
Lady Gaga
Depois de tantas horas acordado
Não tem jeito acho que eu tenho que dormir
E ainda preciso me disciplinar
Pra não ficar escrevendo melado
Pra você e outras pessoas não acharem chato
Mas que me importa se alguém acha isso ou aquilo
O que eu quero é menos sono menos grilo e mais recado
Mas recado que eu não falo não é palavra
Sou e não sou fã da Lady Gaga
O que eu quero é seus olhos pra eu olhar
O que eu quero é falar pra você poder escutar
E eu poder te acarinhar com a minha brava
E branda ternura que não cessa
E que te faz promessa sobre promessa
Como quem constrói um castelo sobre o gelo
Sabe como é rio de fogo em neve derretido
Estou sentindo frio e calor e o apelo
Que nunca cessa deste meu ardor
Fico olhando suas fotos e meus olhos
Querem guardar você para os meus sonhos
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
A noite acordado
A noite acordado
É um caleidoscópio
Como posso dormir
Se o sol explode
Em visões

31
3
2
E audições
Do amor maior
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Você me chama
Você
Me chama
De dentro da chama
Você
Me fala
De dentro da fala
Você
Me luz
De dentro da luz
Você
Me quer
De dentro do ser
E eu
Que eu posso fazer
Eu
Chamo você
Eu
Falo você
Eu
Luzo você
Eu quero você
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

32
3
3
Fala comigo
Fala comigo
Não consegui esquecer de você
Desde aquele dia
Eu estava com pressa
Como um cretino
Mas você virou um sinal
Que brilha através da fumaça
Do stress e dos dias calmos
Que brilha e que não passa
De qualquer madeira
Olorosa
Capim rosa chá
Onde é que está
Sua doce face agora
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Eu sempre faço versos de amor
Eu sempre faço versos de amor
Mas neste livro eu faço versos em geral
Não quero falar da sua ingratidão
Eu posso falar pra sempre e mesmo assim não digiro
Essa sua burrice a gente podia ter sido o céu
Tudo de bom e a aventura sem direção
Tipo um fundo do mar em toda parte
Com muita ação e muita piração
Ah mas você não quer ser sereia
Não ama pirata nem gosta de nada
Você gosta de areia porque desmancha
Você gosta de nata porque sobrenada

33
3
4
E fica por fora, eu entendo agora, mas eu
Não entendo você e nunca vou entender
E a culpa dessa porcaria que você fez
Pra você mesma é toda sua então tá
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O verão que virá
Você não bota banca
Mas você bota banca
E a banca que você bota é bacana

Nem sei de onde conheço você


E sei que este papo é manjado
Mas parece um manjar dos deuses

De onde quer que eu te conheça


Fico bem naquele estrado
Lembra da nossa versão

Do verão passado em Marienbad


Então deve ser lá
Ou se não for é do lado, só se for, do seu lado
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
A minha intenção
A minha intenção
É escrever em você um pergaminho gigante
Que fale de tudo do mundo
Sobre o que a gente quiser falar

34
3
5
Mas está chovendo
Estou vendo tv
E você nem ganhou o seu ovo de chocolate
Ainda
Então
Numa forma de energia de boas vindas
À Páscoa que sempre existiu
E que volta mais linda
A cada ano
Eu te mando este chocolate de versos diversos
Por enquanto
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Amar é
O amor é um espelho
O amor é um milhão milhões de espelhos
Onde você vê refletido
O sentido
Dobrado

O amor é um avião
Avariado
O amor está ao lado
Com a boca aberta
O amor é um bebê
Fazendo carinho
Numa fera

O amor é um ser
De pé

35
3
6
Em sentido
Com a alma sempre alerta
Para a beleza e a vida que ele vê
Na sua alma
Desperta
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Conhecer você
Conhecer você me fez ver
O que eu não podia ou não queria ver
Agora eu só quero você

Conhecer você me fez mudar


Me fez ver a vida o céu e o mar
Agora eu preciso falar

Conhecer você me deu força


Pra encarar seja lá o que for
– Agora eu conheço o amor
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Vejo no canal futura
Descalça vai para a fonte
Lianor pela verdura;
Vai fermosa, e não segura.

Uma ode do Anacreonte


Ou uma epopeia homérica
Não poderiam dar conta

36
3
7
Da poesia que ela é.
Procura pisar na relva
Pera não molhar os pés
Mas o orvalho lhe salva;
E é no meio da selva
Que o seu coração se esconde.
Entre o leão e a fonte...
Onde está seu coração?

Traja as coisas mais comuns


E é incomum sempre assim;
Mas suas roupas escuras
Já não me fazem sorrir;
Quando ela veste amarelo
Aí ela fica tão bela
O meu coração se alegra...
Se penso que ela está perto
O que em mim é leão feroz
E o que em mim é fonte grega
Tudo berra a uma só voz,
Tudo urra real e veraz!
(É um oásis no deserto.
Só ela me faz feliz
Com seu sorriso voraz.) 
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Gosto
Vamos ver
Pizza, lasanha, chocolate, sorvetes
Brasil Espanha United States

37
3
8
Europa França Bahia
Tijuca Copabana Ipanema Leblon
Qualquer lugar onde meu ser caminha
Eu acho que fica muito bom
Quando privo da sua companhia
Ou simplesmente estou com você
Minha flor, meu bebê,
Meu amor, meu bombom
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Elementos
Salve moça no bosque
É sempre um momento alegre
Quando eu encontro contigo
Eu rio muito e não minto
Fico feliz em te ver

Como no antigo e sábio conto


Da pequena Cinderela
Eu vi seus gestos ponto por ponto
Até o dia nascer
E aí você foi embora correndo

Eu achei o seu sapatinho


Na verdade sua sandália que estava
Quebrada. Agora a tenho comigo
E prossigo até encontrá-la,
Digo – com engenho e arte – até encontrar-te
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   

38
3
9
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
El Camino del Sol
Y ¿por qué no? despacio
Todo tiene su tiempo
La vida es el elemento
El medio ambiente del amor

Uno desea ser bueno


Tener solo buena dicha
¡Oh, cuán fuerte es nuestro sueño!
Despierto y el sueño viene conmigo

Se dice que en este bosque


Vivió un hombre feliz
La gente habla mucho, no más
Quieren hacer todo gris

Lo que realmente importa


No se puede decir, sin embargo
Este sentimiento es mudo
Tiene mil ojos, mil luces

Pero aún no sabe hablar.


Había una vez una senda
Y por ella andaram juntos
Para encontrar el sol...

Hay dos niños amistosos


Dos personas sin iguales
Rompecabezas secretos

39
4
0
El poeta y la musa reales

Tú eres mi inspiración
Tú eres todo en la ciudad
Tú vives en mi corazón
Yo te llamo en realidad

You are my sweet inspiration


You are all the things in the city
You live with love in my heart
And I call 'n' call you really

Tu és minha inspiração
Tu és tudo na cidade
Vives em meu coração
E eu te chamo de verdade
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Meu bem
bem
ela é muito perceptiva
inteligente
sensível
mas é muito simples também, parece que ela não percebe que é tão sagaz assim
parece tímida
e meio com medo
de mim
ou do que eu falo
acho que ela acha que eu brinco com ela
porque brincamos muito, é claro

40
4
1
mas eu falo sério quando brinco
e não sei o que ela pensa de tudo que ela fala e faz quando me vê
ela sempre foi muito reservada comigo
eu tinha um pouco de timidez de falar com ela
parecia que ela sempre estava achando tudo muito ridículo
e que eu era meio nerd meio atrevido
demais pra ela
um dia ela me deu conversa e eu fiquei feliz
com isso
eu não imaginava que ia me sentir assim com ela
na verdade eu fiquei muito surpreso
porque ela falou comigo
isso dá outro livro
bem
estou te contando
como aconteceu
está saindo em poesia
mas é porque sempre que penso nela
vem em versos
aos borbotões
então
você tá acompanhando?
quando ela quis conversar comigo
eu fiquei muito surpreso
com ela querer conversar comigo
e com a alegria que eu sentia
sempre que falava com ela
então
eu pulei um dia o muro do medo
e convidei essa tal moça pra passear
e ela aceitou encontrar comigo

41
4
2
como quem também não sabe bem o que quer
ou porque foi ali
fazer o quê
nós só nos vimos três vezes
e ela me parece que não está tão impressionada assim
sabe
me falou que me acha um galanteador
misturado com nerd
e que sou exagerado
quando mando versos pra ela
e digo o quanto fico feliz
quando estou ao seu lado
agora ela anda ocupada
com o trabalho
fazendo planos e projetos
de estudar no exterior
e quando eu lhe envio meus humildes versos de rapaz enluarado
ela simplesmente ri
e não fala mais nada
agora eu fiquei querendo muito a rever
e sentindo na boca o gosto do doce
que parece que ela nunca vai querer comer
junto de mim
e fiquei assim
tão ensolarado
e ao mesmo tempo frio
que ri pra mim
o que eu faço
então
aconselha
o que você acha que ela quer?

42
4
3
o que eu devo fazer/dizer pra ela?
assim quando puder
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Babe
Есть нет слов на любом языке, сказать, что я хочу
‫ال توجد كلمات في أي لغة أن أقول ما أريد‬
Δεν υπάρχουν λέξεις σε οποιαδήποτε γλώσσα για να πω τι θέλω
有任何语言无以言说我想要的
Não há palavras nas línguas todas pra dizer o que eu quero
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Scriu poezie
Eu scriu un alt poem
Pentru îmi place să scriu poezie
Pentru că îmi place cuvintele
Libere în spaţiu de culoare
Pentru că simt o bucurie
Pentru a scrie pentru tine
Frumoasa mea melodie
Vino la mine şi zâmbeşte

Escrevo mais um poema


Porque me apraz fazer poesia
Porque gosto das palavras
Soltas no espaço da cor
Porque sinto uma alegria
De escrever para você

43
4
4
Minha linda melodia
Vem para mim e sorri
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
L'amore romantico
Lennon ha parlato
Happiness is a warm gun
E dirò di più per Lei
Che è ancora un artefatto
Multidimensionale
Sai, un ragazzo come Lui
Quando si parla non fa errori
Anche se non capiamo ancora
Siamo sicuri di capire
Quando è tempestivo
De essere così
Mi amore
Questa calda pistola
Lega universi
Multi versi
Due vite
E nostri cuori
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Coração e razão
o coração tem sempre razão
entende
não foi a minha razão
nem a minha vontade

44
4
5
foi a vontade do meu coração
agora é a minha vontade
e é a minha razão!!
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Fala
Diga
Se der vontade
Ou então só diga quando você quiser
Que é a mesma coisa, claro
Pra falar a verdade
Fatinha do meu coração
Quem fala mesmo é o olhar
É a alma
E a palma da nossa mão
É o nosso coração
Que só sabe ser sincero
E sabe tudo
Sem erro!!
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Sim
Gostei muito de ter te encontrado hoje...
Você me faz bem, me divirto com você
E me sinto à vontade contigo! 
Não escrevo poeticamente, 
Mas te deixo responsável por essa parte! 
Como sempre, achei lindo o que você escreveu! 
Será isso paixão? Admiração? Não sei, 

45
4
6
Acho que um pouco de tudo! Beijos

Estas palavras estão gravadas a fogo e mel


No meu e no seu céu
Que é o mesmo 
Minha querida
Desde aquele dia
(Há 15 dias! Como assim! Quinze dias?!)
Que os poetas não param de fazer poesias de amor
As estrelas brilham mais vivas e fortes
Tudo canta de alegria
Há muitas e muitas luas no céu
E eu vejo esses seus lindos olhos
Em toda parte que eu olho
Meu amor
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Faz assim
Rimos 
Poeta você já é
Porque sabe soletrar letras de luz e cor
E esses sons de construção
Beleza fora da caixa
E o padrão ouro da poesia
Quando você sorria
Quando você sorri
Quando você sorrirá?
Em todos os tons eu canto em Fá
Sol La Si Dó Ré Mi Fá
Faz assim

46
4
7
Meu amor
Sorri pra mim

Ver você sorrindo


Você tem sua vida
Seu trabalho
Seus amigos

Você tem suas dúvidas


Suas viagens
Seus perigos

Mas eu só te peço isso


Pensa como pode ser bom

Você escreveu no facebook:


O que faz respirar melhor é neossoro

Amor é outra coisa

Mas eu acho que não é


Descongestionante
O fato de que
Me sinto tão bem a seu respeito

Me fala você não sente


Como a gente respira com mais vontade
Quando tá feliz?

Você é um enigma
Tão lindo

47
4
8
Cada pequeno pedaço
Da gente

Eu guardo como um cômodo quente


Iluminado
E bom pra mim

Ver você sorrindo


às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Pedra que transmuta
É justo eu dizer que você é azul
Mas na verdade quando eu olho você
Eu vejo uma explosão de todas as cores
Você é o arco-íris
Você é a pedra que transmuta
E torna o mundo todo colorido
Quando eu ouço a sua voz etc etc e tal
Quando eu olho nos seus olhos 
Você já reparou que quando a gente caminha lado a lado
De vez em quando eu peço pra gente parar
E quero olhar na sua face
Olhar dentro dos seus olhos
E ficar assim como uma vertigem
Uma floresta as flores mais maravilhosas
Uma viagem ao fundo do mar
Ao centro da terra
É a paz e a guerra
Sintetizadas num olhar
Eu ainda estou lá

48
4
9
Parado naquele segundo
Pedindo pra você me beijar
Embriagado e feliz
Pelo teu olhar
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Sua aura é azul
Sua aura é azul
Adoro você
Ontem foi perfeito
Hoje quando acordei
Vi sua mensagem
Já tinha sido desse jeito
Na floresta
E na nossa festa
Particular
E a nossa loja
E a nossa viagem
E o nosso almoço de paella
E caminhar na beira do mar
Eu sempre sonhei com você
Andar pela praia até o Leblon
Eu te liguei
Não pude ligar
Eu sempre penso na gente
Naquele lugar
Naquela hora
Em que a gente se demora
Com todo prazer
Assim que pude

49
5
0
Eu telefonei pra você
Viva a telefonia
O autofalante o motor o hidrômetro
A internet e a faina secular
Ah minha grande querida
Como eu quero – de novo – de encontrar
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Eu e você
Elementar
Vamos combinar então
Sol no céu pra sempre
Quando for dia
Lua, estrelas e sombras
Pra gente sonhar
E o resto deixa vir
Deixa que o tempo dirá
Pois cabe ao amor
Decidir
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Alegria
Com as cordas da lira
Que eu firo quando a sua linda presença
Fere a minha vista
Eu faço quantos poemas você quiser
Porque você mulher
Pra mim é um universo
Onde eu vejo o fundo o futuro

50
5
1
O presente o passado
Todos os versos do mundo
E toda a alegria
Do universo!
às dezembro 09, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
sexta-feira, 8 de dezembro de 2017
Bem
Aposto que se houvesse uma quinta estação
Você ia querer
Então fique sabendo
Eu bem que posso ser
Essa superprimavera
Pra você
às dezembro 08, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
D'accord
De que serve falar de amor
Em tantas línguas
Gostaria de falar a língua dos anjos
Mas a verdadeira angelica lingua
É o olhar
Dos olhos que olham com amor
Cheios da cor de amor
Amar
às dezembro 08, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

51
5
2
Oi, Lua, oi, Sol
Joga as cartas, A vezes 4, ou mais, a matemática não é uma ciência, mas é
exatamente confusa, como tudo mais, menos o cosmos, quer dizer, mais o caos,
(ou o caosmos), a damavisão.
E a resposta das cartas é: Sim.
A minha via láctea é só minha, ela nasceu comigo e eu a trago sob e sobre a
pele, nos meus olhos, nos meus medos, nos meus elementos feromônios e
hormônios que servem pra fazer revolucionar o verso, o reverso, o anverso, o
controverso, o diverso, o converso; eles fazer fazem ferver o caldeirão, não,
sim, sim, não, e eu sei que eles fazem cometas, loucuras, asteróides, curas,
revoluções das órbitas celestes e procuras. O quê!
Sim. 

Não chora, meu amor, moça, me ouça


Eu quero te falar de muitas coisas
Que vão fazer você ficar feliz
E ao ver o seu sorriso eu penso e realizo
O quanto é bom fazer feliz a quem se ama
E vou pro show do mar pro mato pro almoço
Depois pra cama dormir e sonhar com você
Que a gente se revê
Que eu converso com você
E nós dois sabemos por quê
Nosso amor, meu amor, meu bebê 

Você é tão loura


Mas se você ficar morena
Pelo mistério das químicas do mundo
Eu vou continuar amando você 

Vejo você chegar

52
5
3
Linda como o luar

E fico feliz e falo: Oi lua


Que esquenta os meus sonhos bons

Vejo você chegar


Linda como a luz solar

E você fala pra mim: Oi sol


Que esquenta o sonho maior 
às dezembro 08, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Come
Honey
I feel the wind the breeze the air
I want to say so many things to you
Freedom and frightness
Like a pair
Make dreams came true
Make the night awake a nightmare
And then
When I less was waiting
This becomes paradise
The pot of gold
At the end of the rainbow
The sound of your voice
And the sight of your glory
In my ears
In my eyes
às dezembro 08, 2017 Nenhum comentário:   

53
5
4
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Coisas que falamos
Chove
Chuva
Chove
Chuva
Chove
Chuva
Sem parar
Cada
Gota
É uma pergunta
Que eu te quero
Perguntar
Cada
Gota
É uma
Coisa
Que eu
Quero te
Falar
Eu sou
Seu bem
Isso é
Pergunta
Ou é resposta
Storgé
Eros
Filia
Ágape

54
5
5
Que nome
O amor
Tem
Ele é
Nosso
Ou é
Só meu
Eu sou
Seu
Sincero
Ou mero
Passageiro
De um
Trem
Estou lá
Estou cá
Já sei
Que quero
Seu bem
Amor
E paz
Pra nós
Dois
Eu sou
Capaz
Você
Também

?
às dezembro 08, 2017 Nenhum comentário:   

55
5
6
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
quinta-feira, 7 de dezembro de 2017
Caminha, por aqui
Nem sei por que escrever
Não posso dizer seu nome
Não posso chamar você
Então eu fico insone
E nada falo porque
O que eu quero é conversar
O que eu quero é te rever

Se eu fosse um escultor
Ou um cantor ou um mago
Que fizesse poções num show
Mas na verdade o que eu trago
Pra você tem mais calor
É bem maior que uma casa
É uma canção que nunca acaba
E faz a mágica do amor
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Gata
Eu agradeço às runas
Pelos oráculos
E as orientações
Você é brasileira
É americana
Hispânica
Mas de alguma forma

56
5
7
Estranha
Você também é nórdica
Não sei de onde vem
Tudo isso em você
Nem sei de onde venho
Eu
O ser mais maluco
Que o céu já conheceu
O seu mais total amor
O mais teu
Se assim quiser
A força do seu
Sol
Se assim quiserem
Os fótons do seu
Céu
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Carinho
O segredo do amor
É o amor, o carinho e a cumplicidade
Isso eu li num site
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Dois corações
Ver você sorrindo
Me deixa tão feliz
Ver você chorando
Me deixou ainda mais

57
5
8
Apaixonado por você
Como eu queria te dar
O meu ombro a minha mão
A minha certeza o meu sim
Eu quero você pra mim
Nós dois somos um coração
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Cor de amor
E eu não penso em mais ninguém
Já te falei
E eu olho pra você
Como o astro rei
Da emoção da paixão e do amor
E quando eu vejo a sua aparição
Fico com a alma na palma da mão
Eu te conheço como o mar e o sertão
Eu te conheço como o lugar aonde vou morar
Eu te conheço de cor de amor de amar
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Podemos
Se eu pudesse
Te cobriria de carinhos
Sinceros
O resto todo é complemento
E vem com o tempo
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   

58
5
9
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Poeminha adolescente
Eu sou a água que flui
A geleira do Himalaia
A pedra que desce do céu
O seu amor o seu querer

Eu sou o que nunca fui


Eu sou assim da sua laia
Eu sou meu mas eu sou seu
O meu amor o meu querer

Poeminhas adolescentes
Que vontade de poder
Olhar de perto seus dentes
Ficar perto de você
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Day by day
Each and every day
It's getting stronger
It's getting bigger
It's getting higher
It's getting truer
It is like who says
The time is ours
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

59
6
0
Luar
Sim
A sua cara é rara
E esses olhos que sabem ver
Espalham luz
Mais que faróis
São sóis
Ou universos
Não cabem nos meus versos
Colorem meu olhar
Como um lugar
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Versos de amor verdadeiro
O amor é como um rio
Que começa no alto
Das montanhas
Como um fio d'água
E que cresce a cada dia
Enquanto corre pro mar
O mar é o encontro do rio
Com o amar
Hoje é mais um dos meus santos dias
Que eu quero que sejam eternos
Um oceano de vida e amor verdadeiro
Por todos os universos
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

60
6
1
Edifício do intento
Do you want
To know the
Real state
O empreendimento imobiliário
Desta hora agora que invade
Todos os tempos de todos os
Tempos
Pois então
Now and then
The time is yours
E você sabe sim
Como é precioso que seja assim e um dia venha a ser assim
The time is ours
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor em nós
Eu amei você
Desde o momento em que amei você
E não me pergunte quando foi
Porque nem eu mesmo saberia dizer
Mas foi será e é
Da ponta do dedão do pé
Até a galáxia de Andrômeda
Que não rima com amor
Nem com medo
Eu mexo meu dedo
Pra ver você não me ver
E nem querer
Pra que que serve você ser igual a mim

61
6
2
Um boneco que dança
Nas cordas e notas
Dessa guitarra
Que amarra
O amor em mim
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
you y yo
Sapeca moleca doideca levada da breca
Chegada fincada escada escalada estaca no coração
Do vampiro do pirado do pirata do pirralho do suspiro
Que solto ao ouvir sua voz na minha imaginação assim solta no ar
A cantar a cantar a cantar a cantar a cantar a cantar

Ah como eu queria ser uma nota musical especial que vibrasse no ar


Pra poder penetrar no segredo desse encanto bom sem medo
Com perfeição e a perfeita noção da harmonia
Dos dias e das noites dos trabalhos e dos dias
E dos cantos tantos tantas
Notas muito mais

Mas eu prefiro ser um ser humano


Que joga jogos veste panos e ergue planos
Pra intercomunicar las dimensiones
Existenciales
E si es asi
Do re mi fa sol la si
Son las notas
Musicales
That

62
6
3
You
Sing
Y
Que
Yo
Quiero pa mi
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Shì bu shì?
O sol
E eu gostando de um futebol sem bola nem rede nem idiotice
Ele com seu fogo
E eu gastando palavras logo idéias logo logos logo gago logo lago logo nada
logo tudo
Eu debaixo do sol
Adorando a imagem da mulher egípcia com os seus raios alimentando o mundo
todo
O sol e eu
Tatuando a pele da mulher egípcia com o bom do dom do amor do prazer
cócegas que o tempo desdobra
Sol amor
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Just ice
Your eyes are ice
It's justice
I see
We are
Bright

63
6
4
Light
Right
That is why I like you so much
My girl
Hey
Wake up make up stand up
Get up
And I'll see you and you'll see me
Just to see
If you really understand
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Ai oi
Pelo menos fala oi
Ou então me fala amor
Mas me fala alguma coisa
Afinal que amigo seu eu sou
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
título da postagem
Você é a mulher lua 
Falo e você não responde
Se esconde
Por entre flores astrais
O que é que você quer mais
Poderíamos ter conversado
Através da madrugada
Que não acaba e dá paz
Mas agora eu já sei qual é a sua

64
6
5
Você é a mulher lua
Tu est la femme lune
Tu eres la mujer luna
Tu sei la donna luna
You are the woman moon
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Yosoy Usted o el jardín del desierto u otras holas de voluntad
El guía del desierto:

Me gustaría saber decir to


do qu es nada que nadie pu
ede decir pero mientras pi
enso el mundo todo non pi
de pa sonrir e nadie mis
mo pide su permiso pa se
ntir por lo más talvez
quizás
qui
zás

hola acá ahora voy a te ensenãr


el guía del tesoro del antiguo
Egipto
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Hoje é um dia
Hoje é um dia
Igual a qualquer outro

65
6
6
E isso quer dizer
Que hoje é um dia
Único em todo o
Canto centro conto quanto
Ou melhor quanta ou mel
Hor relações
Quer dizer então ho
Je é o dia g
Ou o ponto d
Ou o que a gente
quero dizer Q
uente gente ur
Gente
Quiser
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Quando eu vi você
Eu tenho todo o tempo
Eu tenho toda a paciência do mundo
Na cozinha faço um caldo
Bom
E tenho um doce na mão
Pro caso de querer
Aproveitar o tempo
Sentindo que o tempo é o nosso amigo
O nosso pé de chinelo
A vida inteira nas mãos
O amor que eu trago comigo
Desde os tempos de menino

66
6
7
Em que eu vi você sorrindo
Na palma da minha mão
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Felicidade genuína
Sabe por que você
Pra mim é a mulher lua
Porque eu ando pela rua
Eu como pão
Eu fico em frente à tv
Eu faço um monte de coisas
E penso sempre em você
Tenho você comigo
Como uma grande alegria
No meu coração
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Quer
Minha querida
Você pode ser minha melhor amiga
Se você quiser
Então me aconselha
Me fala
Como eu faço
O que posso esperar
O que devo fazer e dizer
Pra você
Me fala o que você quer
Me fala

67
6
8
Se você quer
É só o que eu quero saber
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Mundo musa
De onde vem a inspiração?
Do sol da luz da madrugada
Sem dormir
Pensando em você
Do mar da lua das estrelas
Da chuva que teima em cair
Sempre que eu vejo você
Do som do bom do avião
De todas as coisas do mundo
No raso no fundo
O tudo e o nada
Desse tudo que é seu
Porque assim o quer Deus
Já que fez o mundo inteiro
E a mim também
E te deu!
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Ainda mais
Por que será
Que você não me responde?
Eu falo em termos gerais
Nos sentidos mais
Vitais

68
6
9
Ou mesmo como uma onda
Que vem e vai
Nos inunda
Levanta a gente e nos faz
Ficar olhando pro firmamento
Desejando que este momento
Dure pra sempre
E ainda mais
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Linda
Eu nunca vi ninguém assim
Quero ser seu melhor
Amigo
Amor
Fala comigo
Olha pra pra mim
Ragazza
às dezembro 07, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
quarta-feira, 6 de dezembro de 2017
Talvez
Talvez seja seu sono
Talvez seja seu sonho
Talvez seja você no sonho
Sinto que você tá me chamando
E não posso dormir
Quero falar com você
Mesmo que nada fale

69
7
0
Quero ver você
Mesmo que seja uma imagem
Através dos pixels e telas
Vejo na internet
Que você esteve online
Alguns minutos atrás
E eu que pensava em tudo que eu quero
Te dizer
E tudo que vou fazer
No dia em que eu realmente puder
Ver você
Mulher
Bebê
Camelo desperto sol lua estrela vento decerto
Você quer e eu quero e o mundo quer
Você é o meu oásis
No deserto
às dezembro 06, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Quando penso em você
Menina
Sempre fico
Imaginando você
Enquanto não durmo
Antes de dormir
Durante o sono
E entre os sonhos
E nos sonhos
E ao acordar
Os versos que posto

70
7
1
Eu não penso em nada
Simplesmente gosto
De ver seu rosto
E imaginar que estou fazendo
O que eu estou sempre fazendo
Quando penso
Em você
Porque eu penso
E muito
Em você
às dezembro 06, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Olha os fótons
Olha os fótons dos
Dias bons e avenidas
Sente a força-alegria
Tudo é som
Numa onda de energia e de amor
Que vem do coração
às dezembro 06, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Multinós nos pluriversos
Um presente
É um passado
É um futuro

Na teoria das cordas


Tudo fica mais harmonioso
E mais complexificado

71
7
2

E na prática sente
Sem sono sem fome sem nada
O som puro
às dezembro 06, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Quem sou eu
Ligo não atende
Digo não entende
Ou não
Quer entender
Quer estender
Seu poder
De amar
Até chegar
No outro ser?
Pois é
Esse sou
Eu
às dezembro 06, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
terça-feira, 5 de dezembro de 2017
Fala
Querida
Eu sempre volto
Eu sempre estou aqui
Pra ver você
Ou mesmo que não veja
Pra poder te dizer

72
7
3
E mesmo que não diga
E seja como for
Eu quero dia a dia
Te falar minha amiga
Te rever meu amor
às dezembro 05, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Pra você
Gardênia azul
Sobre a serra
Eis-me aqui por toda a terra
Sempre a buscar
Por você
A flor do mandacaru
Debaixo do céu azul
Os seus olhos
São você
Bonina linda flor do campo
De noite tem pirilampo
E o meu cantar
Pra você
Flor que brilha sob o luar
Eu sempre vou encontrar
O meu canto
Pensando
Em você
De dia mil girassóis
Buscam a alegria do sol
E eu olhando nos seus olhos

73
7
4
Fico feliz
Com você
às dezembro 05, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
segunda-feira, 4 de dezembro de 2017
Mundo sem fim
Eu sou todas as palavras
Quando sonho com isso
Eu sou todas as palavras
Quando quero falar com você

Que gosta das palavras simples


E complicadas
E ama poesias românticas
E eu entendo o porquê

Mas sou todas as palavras


Que eu quero e não quero dizer
Moro em cada uma delas
Que é um mundo sem fim

Eu sou as nossas palavras


Só quero dizer pra você
Isso
Mais nada
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

74
7
5
Mulher guerra
pelo k vc troca a gente
garota moça mulher
éramos fomos seríamos
já sei que vc n quer
nossa alegria q é kente
nossa grande e sorridente
kreta pela madrugada
mas vc prefere o nada
então tá minha kerida
boitatá dor de barriga
vc faz o seu caminho
comigo tinha carinho
com as pessoas que não te amam
vc só tem suas keixas
suas penas suas deixas
mas os fortes sim reclamam
nossa altivez era pra isso
tudo que era preciso
nossa paz nosso sorriso
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Radar
Na hora que eu olho
Seus olhos tão nus
Por trás desses óculos
Eu vejo que são uns
Seres de outra dimensão
Que estão nesta aqui
Como se toda você fosse um coração

75
7
6
Sempre a sorrir
O tempo todo a sentir
Eu sou um sentimento também
E não sei falar ou fazer versos
Bonitos ou feios eu não faço versos eu faço
Sinais de fumaça batuques na praça
E ondas que atravessam
Todo o universo
Como uma mensagem de afeto
Que arfando o elemento marinho
Envia pra outro que esteja
Longe ou perto
No mesmo mar
Sempre a questionar
Sempre a sugerir
O tempo todo a brincar
Com o tempo que está aqui
Nesse seu olhar
Feito de magia
Mistério alegria
E amor, mulher
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Camada dos encontros
No fundo do mar
Um animal que não é peixe
Nem mamífero
Um ser que não é planta nem é bicho
Nem pedra 
Nem pertence a algum reino

76
7
7
Filo classe ordem
Família gênero espércie
Raça credo cor
Ou pensamento
Esse que eu chamei de ser e animal
Mas que poderia chamar de qualquer coisa
Porque ele não possui nome
Nem identidade
Ele voa também
Mais alto que os balões meteorológicos
E corre pro seu bem
Como um trem um bólide um ilógico
Relógio ou um zoológico que é zen
E não tem nada nas jaulas
Nem tem aulas ou malas
Ele só sabe que gosta
Do voar
É pra isso que ele quer cantar
E encontrar
Você
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Massage
the time will come
that we can be face to face
and you will really know
by my smell and taste
if you wish to hold me
really
and if it be so

77
7
8
hug my soul
kiss my kisses
and let your lips
be one with mine
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Galera
Parabéns
Por tanta coisa boa que você traz
E tanta loa que te encanta
E como canta uma leoa no cartaz
Aliás foto pessoa legal que rima
Tudo da vida e ensina a si e a sua sina
Aqui ou na China é sempre
Tão bonita
Como um jogo de Fla Flu na Maraca
No nosso bom e velho Maracanã
Lembra
E o Nense faz um gol
E o grito se eleva na geral
E alegra até o sol
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Center shopping
Homem tanque mulher fruta 
Homem canhão mulher bazuca
Homem macaco mulher gorila
Homem carimbo mulher clichê

78
7
9
Se mexer pra pensar
Nem pensar
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Eu e você
Você e eu
Eu e você
Dá certo
Ou não tá certo
A força do amor está
Mais perto
É algo que é preciso se viver
Pra poder crer
Querer criar
É alga que flutua em nosso mar
Da gente se inventar
Meu bem
Meu quem
Que me transporta Luis veloz mais que uma luz
Pra algum lugar
Que a gente vai amar
Ao vislumbrar
Que a gente pode até gostar
E que se chama sol
Chama luar
Lar arrebol
Lareira
E voo
No mais
Ovos estrelados e pão

79
8
0
Que dão a energia
No encontro matinal da nossa boca
Com a azáfama do dia
Em toda parte
Não mais
O som estatelado dos cds
As paixões hiperfakes da internet
As burras que abrem a broca
Na trevê
O nosso trem
Meu bem, já te falei, é tao e zen
E é tão legal
E é assim que é bom
Veja você
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Sim
Há muitas formas de se tornar zumbi
Como eu não dormir e saber de cor
Os sonhos acordados que tenho aqui
Quando invento no meu quarto sua cor
E sei que você é aquilo que eu quis

Eu também faço o devir ganga zumba


Toda vez que sua imagem no cine da mente
Se faz presente e qual clarão retumba
Igual trovão e vibra assim na gente
Que sente porque sim, e orquídeas raras
Em nossos sonhos sem dormir, nas nossas caras
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   

80
8
1
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Nosso país
Eu sei que vocês vão dizer
Mas seus ditos e escritos são como cartas
De um baralho que voa pela casa
Como uma louca barata
Como os nobres do país de Alice
E quem disse isso
Quem foi que disse essa tolice
Abracadabra
O tempo não passa nem classifica
O tempo altera a sua mente
E faz tudo diferente
O tempo é feito de trilhões de trilhões
De trilhões de trilhões de tijolinhos
Todos eles são um ser
Que mistura eu e você
E cada um desses ninhos
Eu sei que gosta disso
Desse louco compromisso
Com o prazer
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Motiva
De onde vem tanta ideia
Da aveia do queijo do trigo
Do leite da carne e do pão
Isso não explica nada
Eu te vejo pela estrada

81
8
2
No meio da noite a lua clara
Ilumina todas as pedras
E os postes de iluminação
Há uma luz por trás de toda luz
E um vão por trás de cada vão
Nada é em vão, tudo reluz
Tudo é alimento
E criação
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Sinaliz/ação
nove + ah! = nova coisa
sensação que renova x vezes se ousa
essa pessoa/soa : fogo & gelo
e eu anelo > em anexo < o resto
vc já leu vc já leu vc já leu
a poesia e a poesia que passa e fica
é um teletipo bonito na sua vida
minha amiga
minha amiga

Rio Comprido
Luis Carlos de Morais Junior

82
8
3
segunda-feira, 4 de dezembro de 2017
A situação é assim
Agora vou ficar fazendo poemas sem parar
Eu sei que é assim
Até você dormir até você se cansar
De tantas letras e doces que eu te dou pelo ar
Pelas ondas telepáticas e outras coisas assim
Então, como eu fiquei falando pra você
O tempo todo
Vem cá, olha pra mim, a situação atual
Permite que os versos jorrem dos meus dedos
Sem igual, como um rio e um mar, moça linda,
Imagine como será quando um dia a gente for à praia
Eu que amo tanto quando vou à praia
E quando formos juntos o que os versos dirão
E as bênçãos de todos os santos
Iemanjá
A Senhora das Águas
Quando a gente rindo
Mergulhar
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Nossos nós
Faltou um olhar
Um ameno vento de Ipa
Uma palavra simples como um sim
O beijo que minha boca
Ainda quer dar
Musa tremenda
Interessantíssima

83
8
4
Eu sei tu sabes e só nós dois sabemos
Que não faltou nada
Onde há esse afeto
A alegria chega e faz morada
E fica assim a nossa volta
Sempre perto
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Folhinha
Segunda terça quarta quinta sexta
Quando for quando der quando o mar
E o sol e o luar quiserem
A gente poderia por exemplo passear
Na beira da praia
Tem um bilhão de coisas que eu quero lhe falar
Ou não quero dizer nada
Algo assim
Mas vamos combinar?
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Café expresso, sem pressa
Não escrevo versos em inglês
Quando derivo pro idioma bretão estou fazendo uma espécie
De pop português = de brasileiro supercolorido
E é isso que eu quero quando uso a língua
Fazer
Brotar
Expressar
Vivenciar

84
8
5
Poder
E ao ver você
Bem essa é uma outra história que eu nem sei como contar
E nem quero
Tudo que eu quero é encontrar essa força tão mansa
Olhar de corça = olho de ciclone
Devir conversação
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Os totens
Os totens:
A Dona da Banda
O Dono da Bola
O Dono da Moral

Parar pra pensar


Nem pensar
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
You'n'me
Wake up in the middle of night
Just to eat or sing or dance
And turn on the radio
And listen rock'n'roll

Everything I want is to be happy


So I won't use a dictionary or the google translator
The language I use when I see you
It is as natural as the blue of the sky

85
8
6

I don't care if it is wrong, or weak, or strong


I just care about your smiley, and your heart
I just want to find the road to the shine,
The heat and the warmless, that is so mine

Everytime I hear your voice, everytime


I feel your soul, I feel the choice
Of the golden happinnes that is in any language
A single word: "YES", when it happens
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Vem, princesa
Na noite escura o vento canta
E a gente fica assim, num canto, vendo
Teia a aranha e outros bichos sinistros
Ou direitos, toda nossa imaginação
Está na teia, está nas nuvens,
Está no vento, na chuva, no trovão

Amanhã eu tenho a mais absoluta certeza


De que vai fazer sol, virá brilhar o gol
Certeiro no sol, na nossa visão
E o seu coração generoso e bom, princesa,
Vai sorrir de novo, como quando canta o povo
Bom do nosso país, seu canto, seu samba, com paixão
às dezembro 04, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

86
8
7
domingo, 3 de dezembro de 2017
Minha
Então
O conteúdo do que eu quero te dizer
E as nuvens chovem ou trovejam
Ao seu bel prazer
O sol racha os cabelos dos cariocas
E eu fico dia e noite olhando o céu
Mesmo quando escrevo umas bobagens
Com meu toco de lápis no papel
São umas penugens, babugens, barberagens
O que eu quero mesmo, a música toca,
Mesmo quando o silêncio é escuro como um véu
Ou blau ou anil ou qualquer outra cor-brasão
An ti ga men te havia a crença numa terra
Cheia de papagaios mel chamada Hy Brazyl
Hoje eu e você somos os brasileiros
E o Brasil é nosso grito e nosso meio
O que eu posso te dizer mais?
Haja telepatia
Haja paciência e pressa e calma
E alegria
Na nossa festa
Com ciência e de vidência
Mina
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Ver-te
Dizem por aí
E geralmente o que dizem tá errado

87
8
8
Mas e daí?
O problema não é o erro, mas a má vontade
E a minha vontade é boa, não é a toa
E soa e voa e traça loas
Pelo ar

Dizem por aí
Que o melhor da festa é esperar por ela
Mas eu não sei por quê, tenho a certeza
De que o melhor será a festa
Na sua vigência plena
Este momento lindo e infinito
De te ver
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Mist
Que vontade de rever
A luz que vi nos olhos
Daquela moça faceira
Que parece uma princesa
Feiticeira e bailarina
Aquela moça me chama
De dentro da luz
Da chama da voz
Dos dias de chuva e de sol
A melhor coisa do mundo
É passear com alguém que se gosta
Tomar sorvete e papear
E nessa brincadeira ir fundo
No mistério de gostar

88
8
9

às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   


Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Nego nega
Rio das águas rasas
Que corre pra um mar
E sobre a profundidade dele
É bom falar
Mas impossível
Só dá pra saber
Tipo navegar
Tipo nadar
Tipo mergulhar
Nego
Nas cores vermelha e preta
O chato o vão a careta
Tudo que dá vontade
Da gente dizer chega
E afirmo
Com todas as cores
A sua beleza
Linda como a própria natureza
E a sua aura luminosa
De princesa
Nega
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Amanhecer
Do jeito que a coisa foi
Teria sido meu pai com sua mãe

89
9
0
A minha mãe com seu pai
Seu pai e meu pai
Sua mãe e minha mãe
Nossos avós todos
E todos os outros avos
De uma equação de escravos
De uma nação de desanimados
Enojados que não queriam
Se fôssemos eu e você
Aí a gente ia ver
Mas isso fica na crônica
Do que pode(ria)
Do que (ex)plode
Acontecer
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Contatos imediatos do milésimo grau
O homem fabricou
A câmara escura
A câmara lúcida
A câmara clara
Eu posso entendê-las muito
Bem, bem, meu bem,
Mas não dá pra explicar
(De nada adiatariam
Palavras obscuras, tipo:
Trata-se de um microscópio
Com visão binocular)
Prefiro dizer que a câmara clara
É uma forma única e rara

90
9
1
De ver o mundo
Quando então tudo
Ganha uma visão e um sentimento
Mágico e único
Sensível e claro
Sub/lim/in/ar
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Rede
No mundo não me sei parelha
Só eu e você nesse aparelho
Olho por olho, queijo por queijo
Já sei o gosto do teu beijo
Os livros não dizem nada
E a carne fica feliz
Ao ver o mar, o olhar da amada
E tudo que ela me diz
Quando não me fala nada
Mas me fala tudo, e eu mudo
Eu já antevejo seu vulto
Seu jeito em redor de tudo
E sinto o gosto do seu beijo
No ar
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Sobre nós dois
Você é sim é rara
Como uma aurora austral ao meio dia de Copa
Não se envaideça; até mesmo uma arara

91
9
2
Tem sua raridade e tem a sua claridade
Então nossa conversa fica assim:
Encontros astrais
Eu te conto lá o que quiser saber de mim
E você me fala mais
Sobre nós dois
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Vamos pintar a sete
Dois beijinhos no rosto
Como cantarolou seu Jorge
Pode ser até aceitável, mas
Mira no meu beijo, e veja
O quanto eu te desejo, e seja
O que nosso amado Deus
Eros quiser, que venha
A ser, e acontecer,
O verdadeiro sentimento
Não tem pressa, não tem preço
Mas sabe o nosso endereço
E sempre quer o que quer
Minha professora
Morde a maçã que eu te ofereço
E vamos combinar
Você me ensina a fazer renda
Que eu te ensino a me beijar
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

92
9
3
Controle
O que tem pra gostar
Nos fantoches da mídia? Ganham
Louvores e glórias, muita ajuda
Pecuniária dos proletários da alma
E se enchem de torpor e calma
E opiniões sinceras
Sabem que são o supra sumo
Da quimera, e que mera
Mas eles com seus milhões de fãs
E dobrões amealhados
Nas ilhas caimãs
Nada trazem de bom
Só seus bombons amargos
E seus conceitos travados
Que fazem olhar pro lado
E obrigam a olhar pra trás 
Antes não havia a tv
E as pessoas se divertiam
Comiam cantavam ouviam
E ficavam de bobeira
Ah principalmente conversas
Espalhadas pelo ambiente
Agora há tv mas a tv nunca tem nada
É um vazio estranho que hipnotiza
Quem olha prà tv necessariamente se imbeciliza
Pelo menos pelos longos momentos em que a fixa
A sua tela plana os seus pixels o seu inumano frio
Cheio de nojo e tédio e uma sensação
De que nada vale ou vai valer
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   

93
9
4
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Puzzle
Concordo com tudo
Não entendo nada
E falo quando calo
E mudo quando falo
Escher e Lewis Carroll
Explicam isso melhor
Do que o romantismo
Ou o modernismo
Brasileiros
Não é brasileira
Não é americana
Não é de nenhum lugar
Por isso é tão estranha
É de Gaia e é do cosmos
Sem nem saber como
Por isso (não) concordo
E falo assim calado
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Musa e corsário
Aves e aviões
Pássaros que não passam
Cavaleiros e peões
E outros seres engraçados
Gnomos fadas duendes
Ninfas sílfides ondinas
E outros seres enigmáticos

94
9
5
Mas que todos somos, nós
Os seres da floresta
Os bichos urbanos
As feras do rock
As liras dos vinte anos
Vieram todos ver a sua festa
Pessoa neste planeta
Brindando à alegria e aos cometas
E às gerações de musas e poetas
Os dias são uma coisa mágica
Onde tudo é relativo e nada para
Então tudo de bom pra você
São os votos deste corsário
Que veio antes aqui pra te dizer
Ou desejar feliz aniversário
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Prestante
Como o pensamento inconstante
Pode ficar assim fixado e cativado
Se muda mas não muda a cada instante
E tem na sua própria alma um teclado

De piano em que escreve sem parar


Mas não quer escrever só quer talvez
Poder ler outro seu no seu pulsar
No seu teclado da alma, por sua vez

(É bom lembrar que hoje acontecerá


Um fenômeno bem raro: a Super Lua

95
9
6
Que brilha mais que tudo, lá e cá,
E se verá ao ir-se à noite à rua)

Vivo entre feras sinto muito orgulho


Da nossa vocação vital prà festa
Esse silêncio eloquente entre o barulho
Onde tudo é relativo, isso é o presta
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Fática
Quando eu olho pra você
É outro mundo e não sei falar
Mas eu falo mesmo assim
Porque sou especialista em observar
Fenômenos intergaláticos
E vê-los com olhos fáticos
E mesmo assim simpáticos
Não sei o que dizer
Mas digo pra você
E essa parte que liga
Universos infindos
Infinitamente diversos
É que é a mais bonita
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Versos quentinhos
está chovendo
fico imaginando você no seu edredon
e isso me aquece

96
9
7

às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   


Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Real
Vou te agarrar pelo colarinho
E fazer você olhar
Para ver e entender
Que a humanidade está numa encruzilhada
E não há nada que possa mudar
A nossa real necessidade
De termos nosso mundo
Nosso lar

Olhe escute leia


Ande pare e pense
Seja de verdade

Salve a Humanidade
Salvem as Baleias

I'll grab you by the collar


And make you stare
Just to see and understand
That mankind is at a crossroad
Nothing can change the real need
Of our world and our home

Look listen read


Walk around and think
Always be true

97
9
8
Save Humanity
Save the Whales
It is up to you
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Trekkie
Uma fenda na estação espacial 9
Mostra uma cascata de possi-realidades
Kirk salva Spock e a Terra
Tantas vezes que não dá pra contar
Uma nova viagem ao passado
E o futuro pra reinventar
Os romulanos estão irados
Dizem que os vulcanos são marionetes intelectuais da Federação
Agruras do projeto Gênesis
Um pseudo-deus no centro da Galáxia
E o amor interespecífico
De uma moça klingon e um terráqueo
A Primeira Lei da Metafísica de Kiri-kin-tha
Não existe nada de irreal
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Liveshine
I have nine billion friends
Enemies, sometimes
And I feel that they all
Gossip and spy on my profile
And I want say nothing
For you to them for the sunshine

98
9
9
And yet even so
I can not stop talking
And they can not stop stalking
Our sun is so bright 
Intent 
And who says I can sleep
Neither tried a pill
Or a cell phone call
Cause I don't know your number
And you don't have a number
And I don't know what to say
If I said hello
What you would reply
I suppose it is ridiculous
If a guy is so shy
I suppose you'll remember
All the days of your life
If I say you hello
If I say you goodnight
But you can be so sure
It will be pretty and bright
And I can really assure you
Never will be goodbye
If we intend to try
às dezembro 03, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
sábado, 2 de dezembro de 2017
Sol sol
Que coisa engraçada
Nos sonhos eu falo nos poemas nas horas

99
1
0
Em que fico parado olhando pro ar
Igual uma montanha que olha pro sol
E uma chuva que sempre cai junto com o sol
Eu falo com você
El tiempo todo, corazón
Mas se você por algum acaso me responde
Não é que o idiota aqui se esconde
E sai correndo
Sem saber o que falar
Quem é que entende
Esse mundo infinito do gostar
às dezembro 02, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Você
Alguém aqui parece um ET
Talvez seja eu talvez você
Me falaram que a poesia não está mais na moda
Os grandes tempos de Castro Alves e Maiakóvski
Os tempos voam mas não de forma linear
E tudo nunca para de voltar
Como o famoso parafuso que o nosso querido amigo
Henry James apertou com o seu umbigo
Eu fico aqui na esquina interplanetária de novecentos trilhões de universos
Olhando pra você puxando assunto fazendo versos
Igual fazia Salomão no seu sublime cântico
Pois ser romano ioruba tupi brasuca é ser romântico
às dezembro 02, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

100
1
0
So try
Rains of invitations
Nothing new bellow the sun
Seas for navigations
If just someone
Try it
às dezembro 02, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
best
You are bitter
What can mankind do
The ice floats
The sky is blue
I hear a beat
From the core of the sun
A little bit
Wild a little handsome
And you know what
The good things of life
The wine the wheat
Were made for our delight
As long as your way
Was made for you
It is like the sky totaly blue
And in you heart you know it is ok
You are better
às dezembro 02, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

101
1
0
Sapatinho vermelho
Lembra daquele tempo
Das vezes em que estivemos
Juntos no sonho
E no vento

Eu me recordo bem
De você rindo
Só você ri assim, e é lindo
Mesmo se for de mim

Mesmo quando é comigo


Eu não posso esquecer
A floresta a praia
A conversa e você
às dezembro 02, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Nossos avós
Meu nome é Lui
Sob o sol ou o luar
O seu nome linda
Me faz viajar
E toda vez que eu vejo sua linda silhueta
Eu me sinto numa galáxia distante
Um pintor e sua paleta
Um ET e seu planeta
E eu o único colono desta sensação constante e colorante
De olhar seu olhar
Não sei mais quem sou
Vamos viajar

102
1
0
Juntos neste voo
E a cada vez que sua voz soa (essa voz tão linda ah se você soubesse como
gosto dela) misteriosa e colorida
Com tantas cores de tons tão variados e incríveis
Eu vejo essa obra prima e penso: como é linda a vida
Quando se tem coragem de sonhar que nossos sonhos são possíveis
Voar nos seus olhos
Nadar na sua voz
Mergulhar depois
Nesse mar que somos nós
às dezembro 02, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
ATEOPOEMAAMEOPOETA
Toda vez que eu olho
Nas malhas trançadas de cores variegadas
Eu sinto assim
E quando você vem perto de mim
Bem então
O mundo fica bom
Como nunca houve outro igual
É tudo tão normal, maquiavel
E ao mesmo tempofenômeno
Feromônio
Tipo kinda
Único e novo
Novelo e ovo
Polvo e povo
Como uma comuna
Alterna/tiva e natureba
De res interdimensionabilis

103
1
0
Que quer e quer dizer amor e paz
E a guerra e/terna das partículas
às dezembro 02, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Tower label
Eu já escrevi
Poemas em inglês
Francês espanhol italiano
Russo esperanto provençal galego
Grego latim alemão
Pra chamar sua atenção
Sem exagero escrevi mesmo
Sem nenhuma hipérbole ou metonímia
E é claro português
Este português índio e negro mestiço que Deus me deu
Ou que eu dei pra Deus
Algo assim
Mas você não me responde
Não fala nada pra mim
E você não precisa mesmo falar
Você olha com os olhos e pronto
Você tem uma luz feroz no olhar
às dezembro 02, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
sexta-feira, 1 de dezembro de 2017
Olhos irmã
Olhos que me puxam
Não são olhos ímã
Porque se fossem ímãs

104
1
0
Puxariam apenas o ferro que há em mim
Olhos que me embriagam
Não são licores de cassis
Nem outro néctar dos deuses
Pois a embriaguez que causam
Não passa de manhã
Só aumenta e aumenta sempre
A cada instante
Olhos primavera
Mas que têm todas as estações
Como um sonho bonito de menina
Olhos dos planetas
Porém me fazem ver bilhões de pluriversos
Nas íris que se acendem pra brilhar
Olhos dos meus versos
Que são só reflexos dos versos dos olhos dela
Olhos de quimera
Sendo a quimera um ser que é mau e bom
E abrange todas as realidades virtuais
E isso é uma experiência transcendental e genial
Experimento e estou num plano mais vital
Por isso eu quero mais
às dezembro 01, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
quinta-feira, 30 de novembro de 2017
Conversas astrais
Eu fico calado
E olho pro lado em que ela não está
Quando olho pra ela é uma estrela que explode
Ou pior/melhor ainda

105
1
0
Um universo em cada olhar
Ela é tão vinda
Ela é tão indefinível
Quero conversar
E pra poder realizar este intento eu entro no elemento
Etéreo no ar na água no fogo na terra e no ar
E na quintessência
E a nossa conversa na elegância
Da nossa presciência
E da nossa santa ignorância
Não para
Nunca vai querer parar
às novembro 30, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Semper niver
De que estrela veio o brilho
Que está no seu pai no seu filho
E em todos que você conhece?
(Nós nascemos das estrelas
E na verdade somos elas
Encarnadas nesta peça
De teatro que é um filme
E um programa de rádio
Tudo junto ao mesmo tempo
No elemento oceano)
Eu já lhe desejei
Feliz Aniversário Hoje?
Em que sorriso se esconde
A alegria mais genuína?

106
1
0
Assim é a luz
Da vida
às novembro 30, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Faz horas que te quero
Fazem horas que te espero
Debaixo de uma bruta chuva
E enquanto espero eu te vejo
Na tela da minha mente

Eu sinto o seu perfume


E vejo você penteando seus cabelos
Esses seus cabelos lisos e cheirosos
O sol brilha sempre sobre nós

Enquanto espero eu quebro carros


Destruo esquinas e tudo do mundo
No meu mundo não cabe mais nada
Mas eu ainda estou lá na esquina
Minha amada
às novembro 30, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Tatoo
Você quer uma tatuagem simbolizando
Nossas duas essências abraçadas
Na parte direito ou esquerda do seu pé
Tudo bem meu amor, essa é a sua raiz

Mas se você quiser saber mesmo de verdade

107
1
0
A minha opinião ouça então com toda atenção
Eu acho que você realmente deveria tatuar
Nós dois o mais próximo possível do seu coração

You want a tattoo symbolizing


Our two essences embraced
On the right or left of your foot
Okay my love, this is your root

But if you want to know the very truth


My opinion then listen with full attention
I think you should tattoo we both me and you
The closest as possible to your heart
às novembro 30, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Gestar
Quem é você? Tipo eu vou gostar
De saber, se um dia você falar.
Eu acho que vou gastar uma tarde
Pra poder entender toda a realidade
Do logos que arde na sua poesia-dade
Que é como uma pólis poética sua.
A verdade vestida de luz, a pura rua
De mão dupla da verdade, que arte,
Que arde
às novembro 30, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

108
1
0
Won
Hot night, and why not?
As they say in the language of Britain:
War m
That means we are the war
It's in us
A strange way to fight
Or is our voice?
A wander
And I wonder
And somehow I can see and hear
The way you look tonight
às novembro 30, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Simple quest
I wish you a happy Sunday
And all be always the same
A shiny flame inside your eyes
Or are our sights that sustain
The bright light of so many stars
And suns and days?
às novembro 30, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
sexta-feira, 24 de novembro de 2017
Seus olhos
Não se pode dizer que eu fiquei a noite inteira acordado
Não se pode dizer que eu fiquei a noite inteira dormindo
Eu fiquei num estado hipnotizado
Vendo em seus olhos lindos

109
1
1
Infinitos e universos infinitesimais
E vi a gente vindo
E muito mais
às novembro 24, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Cantiga de amor
Señora desde que che coñecín
Quedei con este estraño costume
De facer poesía cada día
Non quero durmir nin comer
Nin sequera ver televisión
O que quero mesmo
É chamar a túa atención
Neste poema eu fago o mesmo
Que fago cando unha película vexo
Na pantalla da imaxinación
Do soño máis fermoso que eu quero
Anhelo ensejo e prevejo
Miña señora miña señora
Veña escoitar a miña canción

Senhora desde que te conheci


Fiquei com esta estranha mania
De fazer poesia todo dia
Eu não quero dormir nem comer
Nem sequer ver televisão
O que eu quero quero mesmo
É chamar a sua atenção
Neste poema eu faço o mesmo
Que faço quando um filme vejo

110
1
1
Na tela da imaginação
Do sonho mais bonito que eu almejo
Anseio ensejo e prevejo
Minha senhora ah minha senhora
Venha ouvir minha canção
às novembro 24, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Simply
If I really could make good verses
On going I would make a lot of them
Only for you
And there is no reason for this
Just the pleasure I feel
When I do them For you
às novembro 24, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
The nightingale and the lark
And I see and hear Doris Day
Chanting in the classical movie
"The man who knew too much" 
"Today you're craziest than you use to"
I hearken you say, but I think: "No way!"
I remain wanting to chat with you 
Must I wake up now, or should I dream?
Is it the light of dawn, or still dark stream?
Is it only the nightingale we listen 
Who keeps moon and sun apart?
Or is it the lark, the herald of the morn,
Who sings in my eyes and in my heart?

111
1
1

às novembro 24, 2017 Nenhum comentário:   


Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Hello hello
When you show yourself
That won’t be a test
This will be the best
For you and for me
When you go home
I am sure that
I will always ask
You to come back
When our sun shines
In a golden day
In a blue sky
I know we will say
Forever hello
Never good bye
às novembro 24, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
quarta-feira, 22 de novembro de 2017
Beside
This is the first poem of my secret book
That only you will read
It crosses the mist and the limbus
And appears here as an umbilical cord
Among the secret of my poems
And the noise of the world
I want to speak a single stuff to you
But since you are the mistress of all the words

112
1
1
I'm here saying nothing
Just looking at you
I do not need a telescope or a microscope to see you
I do not need anything to do it
Neither words nor books nor machines
All I need is the feeling that I already have
Everything is here strong and true inside my will 
às novembro 22, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Simple mind
Every move you make I just stare in my imagination
Cause I don't know where you are or what is going on on your mind
And you can be sure I really mind have you ever heard my invitation
I really would like to move on with you 
às novembro 22, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Aos convencedores
Então tá
Por aqui tudo morno
Tipo não tem Apolo 11 ou boitatá
Tipo o bolo no forno
Que quem sabe se assa
Que quem sabe dizer se sola
Que quem sabe na verdade não sabe nada
E mesmo assim elabora
Então sem rimas nem ramas
Nossa epopeia é a energia
Na verdade é algo mais mas
Não saberia quer dizer sabe sim, ria

113
1
1
Se quiser, eu aconselho que ria
A grande alegria da vida está nas frestas
Entre os mundos, tipo comer batata frita
E cantar fora do tom, mas bem à beça
às novembro 22, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Winter verses
Cold and rain it’s winter
I drink at home she reads alone
But there is a link between us

It will be dawn in some hours


The snow still covers the window
But her arms the morning embrace

And since I know her it is sunny


I forgot this reality show
All I do now is to dream of her face 
às novembro 22, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Me
I know you like to walk on cold empty streets
Because people can be so unbearable sometimes
And they are so friendly all the times
That the girl feels the urge to vomit
I understand your need to escape
Through the cracks of the hypocritical parties
And I promise to always try not to disturb
Your overriding need to be just who you are

114
1
1
Know that in the world only you are on your way
But also know that someone else feels like you say
And some day perhaps in your solitary walk
You can even find a guy with whom you can talk 
às novembro 22, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Te ver
Porque você é tão especial
Me coloca pra ver tv como quem fala com um bebê
Mas isso não seria nada mal
Se ver tv fosse igual a ver você
Eu sou tão especial também
Se fosse você eu seria especial pra mim
Mas como sou eu (às vezes) eu me quero bem
E gosto do seu jeito ser assim
Perfeito e imperfeito
Todo feito de luz
Quando você me olha desse jeito
O mundo todo reluz 
às novembro 22, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
segunda-feira, 20 de novembro de 2017
Eros
Quanto mais penso nos erros
Mais te desejo
Mais te quero
Quanto mais eu sinto Eros
Entre nós
Eu quero nós

115
1
1
Do jeito que você quiser
Você menina
Ou esfinge
Eu aceito
Eu quero pra mim
E beijo daquele jeito
Que você sabe
Você inteira
Sem fim
Saiba que me tem na mão

É seu o meu coração


às novembro 20, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
domingo, 19 de novembro de 2017
Você
Você é linda e elegante como um pássaro
Mágico, um ser de um reino encantado
No entanto, você é humana demais
Feminina ao extremo
E ao mesmo tempo forte
Seu signo mesmo não explica explode
Essa fusão nuclear de seres
Que é você
Cada um mais maravilhoso que o outro
Em todos a gente pode se perder
Ao mesmo tempo você é urbana
E coloca as máscaras que deve colocar
Pra fazer tudo certo e administrar o seu mundo
Que é a ponta do iceberg de um outro mais profundo

116
1
1
O qual você cultiva cotidianamente
Com a calma a constância e a pertinácia
Das mães
Ah e você é mãe também
Meu Deus que ser enigmático
Que traz as forças ctônicas e cósmicas
Juntas em seus olhos que sempre emanam
As cores todas que há no mundo
E outras que aqui ainda não tem
Mas que vai ter com certeza, princesa
Quando uma pessoa possui a realeza
Que você possui
As suas criações se tornam reais
E o que seus olhos emanam traz a verdade
E a felicidade possível dos seres magistrais
às novembro 19, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
sábado, 18 de novembro de 2017
Bom dia eu dizia à moça
Só mesmo maluco
Pra ficar fazendo verso
Com o horário das coisas
Berrando a céu aberto
E ele fica ali
Olha e olha de novo
Tá na hora da moda
Do descarrego novo
Ele é um conversador
Um prosador barato
E fica pela madrugada

117
1
1
Fala até com o gato e o rato
E quer falar com as pessoas
Soa sua voz em companhia
Da poesia que entoa
Quando diz: onça, me ouça
Quando diz: moça, me ouça

Quando diz: moça, bom dia

Rio Comprido
Luis Carlos de Morais Junior
sábado, 18 de novembro de 2017
Jardim do Éden
Quem disse que eu durmo
Mesmo quando o faço fico acordado
No fundo e no raso
Olhando nos seus olhos
Fazendo carinho na sua mão
Meu coração
Quem disse que eu saio
Eu logo volto
Procurando por você
Como eu queria ficar com você
Para além do sono do sonho
E de todas as conexões 
às novembro 18, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

118
1
1
Bom dia
Bom dia boa tarde boa noite
Olá moça bonita
Sorridente elegante legal genial e cheirosa
Eu vejo esse seu lindo jeito e seu semblante sorrindo
Todas as  horas
No filme divino nas fontes
Nas florestas
Nas manhã
No verso e na prosa
às novembro 18, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Sábado à noite
Sábado de noite
Uma sopa de elétrons
Misturados com germens
E um clima virótico
Pelo ar

Sou um simples símio


Como todos nós
Mas similarmente
Aos seres mais fortes
Do fundo do mar
Invent(am)o(s) o (ar)mar

Que pode ser técnicas


Xamânicas e prânicas
De pura bruxaria
Mas podem ser poesia

119
1
2
Ou podem ser nada
Como quem nada a piscina
De um sentir que vibra
E a toda hora - vib ra 
às novembro 18, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Weather
I intend to write a chapter of ours
Today or tomorrow, but I'm not sure
Because I keep waiting for the inspiration

I would like to give you a bottle of palms


And know if you’re better, it’s a cold weather
And there is a strange climate in the air

But since it is unclear whether it is known


I will put some sentences on the google translator
And pretend that these loose words are poetry 
às novembro 18, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
The obvious secret
Someone built seven and a half billion robots
That lived around the world
And now you guess they are the bearers of truth
But they are just pieces of a huge machinery
That produces other robots
Reproduces all its complex structure
On and on
And in the end of this dream

120
1
2
You dream of a movie
In which each sorcerer and witch
Moves against the stream
Towards the beach 
às novembro 18, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Estar aqui agora
Onde tudo é relativo?
A toda hora e lugar
O passado reativo
E o futuro a iluminar
Toda magia do vivo
Toda alegria de estar
No aqui e agora o inclusivo
Sentir pensar e criar 
às novembro 18, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
sexta-feira, 17 de novembro de 2017
Dois corações
Ver você sorrindo
Me deixa tão feliz
Ver você chorando
Me deixou ainda mais
Apaixonado por você
Como eu queria te dar
O meu ombro a minha mão
A minha certeza o meu sim
Eu quero você pra mim
Nós dois somos um coração 

121
1
2

às novembro 17, 2017 Nenhum comentário:   


Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Amor
Sou eu quem a quero
Ou é ela quem me quer
Tanto
E eu só espelho
Esse sentimento imenso e santo
Na sua loucura pura
Sou eu quem a quero
Quando recebo a força do seu olhar
De espanto e prazer
Toda vez que a gente
Se vê
E a luz que vem do céu
Nos ilumina
E tudo vem
E tudo bem
E nós olhamos no olho divino
Do sol 
às novembro 17, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
Espera
Espera
Uma fera com dentes de diamante
E um grande fogo central 
às novembro 17, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

122
1
2
O Amor Indefinível
às novembro 17, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é simples
Você me aparece assim
Tão simples e linda
A vida vale a pena ser vivida
Sei disto quando você olha pra mim
Dormi e sonhei um sonho genial
Pura alegria e prazer e felicidade
Quando acordei olhei em volta
E vi o labirinto gótico da cidade
Encontrar ou reencontrar a fonte
Que jorrou tão divina no meu sonho
Tornou-se o meu trabalho mais real
E é aí que as minhas esperanças eu ponho
E aí dormi e me tiraram uma costela
E desta mesma carne se fabricou
A mulher mais bela
Que este pobre mortal já contemplou
E você é essa mulher sonhada
E é por isso para isso que eu quero
Tempo mais tempo muito tempo do teu lado
Pois aprendi que o paraíso é verdadeiro
às novembro 17, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é fogo
Eu nasci ontem
Você também

123
1
2
Esqueça que existe esse troço de idade
Para o seu próprio bem
Meus bolsos estão vazios
De ordens e notas
Não quero nada com os gerentes da vida
Eu sou poeta
Só me interessam notas musicais
E as ordens da águia
Aprendi com o tempo
Que a vida é mágica
Gosto de caminhar
Pela estrada sem fim
E adoro sentir o calor do teu olhar
Quando olha pra mim
às novembro 17, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é bom
Precisamos da Terra
Do verde das plantas do plâncton
E de todos os outros seres vivos
A ecologia é nossa saúde
Precisamos da vida
Como ela precisa de nós
Esta sensação lívida
É boa pra nós
E esquenta os ânimos e os corações
Quando estamos a sós
Com nossas emoções
O amor é um tombo
Na realidade

124
1
2
É como andar de bicicleta
Faz bem prà saúde
E não polui a cidade
O amor faz a gente crescer
E às vezes até faz outro ser
O amor é uma bomba
Que explode estruturas atávicas
E critica com criptonita
Os segredos da gruta da mania
O amor é o tom
E a cor
Dos dias que vêm
às novembro 17, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é pirata
Sinto e gostaria de expandir esta sensação
Pelo Universo inteiro
Ou gostaria de fazer todo o planeta
Saber que eu amo você
Por outro lado ainda não tive nem coragem de te dizer
Amo você
Eu gosto do Cosmos e de seus tesouros
Apenas porque brilham com uma luz inaudita
Eu gasto os dobrões de ouro
Nas adegas do caminho
Eu sou o arauto de uma nova vida
Pros tripulantes deste navio
Posso te falar isso pra você saber quem eu sou
Assim fica mais fácil pagar mico
Abrir o bico e andar na corda bamba

125
1
2
Agora me diga: qual é a sua graça?
Que apito você toca?
Do que você gosta?
Você gostaria de navegar comigo?
às novembro 17, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
quinta-feira, 16 de novembro de 2017
O amor é lindo
Puxa como você é linda assim sem saber
Você pensa que é bonita porque é mas acontece
Que você tem algo mais que a simples estética
Não explica. Tipo assim: você é linda porque
Tem uma força tremenda cheia de vontade
De fazer coisas certas e melhorar o mundo
Dentro de você. Ou melhor: você tem um desdém
Por tudo que se deve desdenhar que é certo e tem
Também um respeito quase iconoclasta
Pelo bem. Não sei dizer. Preferia poder lhe fazer
Entender o que sinto por você
Com versos simples e lindos
Assim como você
Eu sou um homem comum, e mesmo assim
Tenho que escrever um livro sobre o amor
E tento então descrever você que é o meu amor
Mesmo que não saiba, mas não sabe mesmo?
Acima de tudo admiro esse seu compromisso
Com a verdade e com a beleza, e essa sua certeza
De que tudo vai dar certo, e a fé no amor.
Você é linda demais
O seu sorriso tem a força de mil sóis

126
1
2
E as estrelas estão no seu olhar
E essa sua razão
É cheia da força quente e boa
Que vem do coração
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é fada
“Quem ama sofre quem não ama sofre mais”
É bom demais estar assim apaixonado
E ficar pensando na mulher amada
A incerteza é que incomoda mas não bota
Água na fervura deste caldeirão de bruxa
E só coloca
Lenha na fogueira desta festa
Do ano inteiro
Ela diz que é meio feiticeira
Depois diz que não suporta nada pela metade
Depois diz que o início e o fim estão além
Da consciência humana e que só temos
Acesso e olhe lá ao meio
E vem dizer que quer tudo cem por cento
Nas questões do sentimento
No entanto não tem certeza de nada
É minha querida fada
O amor é uma brigada ligeira
Um ataque do astronauta flibusteiro
Mesmo se for mentira é uma verdade
Dura e fria como um diamante
E igualmente brilhante
Nos olhos e mentes

127
1
2
Amantes
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é triste
Depende de tudo que existe
Tudo está em conjunção
Mesmo assim meu coração
Se arroja em nova empreitada
Quero conquistar o espaço
E o tempo em clara harmonia
Quero viver poesia
Recuperar meu começo
Quero tudo que há de bom
Sou único assim igual
Não quero nada com o mal
Sou o coração do Brasil
Meu amor cresce e se espalha
Já ocupa mil universos
Quanto mais eu faço versos
Mais eu amo minha amada
E não sei o que ela pensa
Quer sonha deseja faz
Só com você terei a paz
Guerreira da presença
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é delicado
Meu bem se você quiser ser o meu grande amor
E só vale se for de verdade se você quiser

128
1
2
Então tudo vai ser tão esplendoroso como a rosa
Que nasce na manhã da primavera
Eu quero fazer todos os passeios com você
Como quero te ver do meu lado
Quero te dar de comer e de beber
E ver você feliz e realizada
Se o nosso amor for verdade como eu sinto
Então o tesão vai ser sensação contínua
Em minha vida e o meu desejo infinito
De te amar vai ser a luz do meu caminho
Eu já fui um poetinha bem legal
Que sabia fazer imagens cristalinas
Agora eu me sinto um menino apaixonado
Com a anartria que o deslumbre traz
Não sei como dizer o quanto é mágico
Cada instante que eu passo do teu lado
Eu só sei te adorar porque pra mim
Você é a síntese do que já aconteceu
E do que ainda virá
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é timoneiro
Das tempestades do tempo
Piloto da onda viva
Eu preferia te falar
Ou escrever cartas de amor
A gente fica feito bobo
Quando está amando assim
E eu sinto que te amo
Desde o dia em que nasci

129
1
3
É doce morrer no mar
E a gente foi barca pegar
Pra comemorar as canções
De Caymmi e Tom Jobim
A coisa tava fechada
E aí pudemos comer
Depois eu disse o trocadilho
I love you
E você disse não saber
Fazer trocadilho
Por isso não ia responder
E eu me perdi na noite
Amarrado no fio de linha
Que você tinha
Amarrado no seu pulso
Você sabe tudo isso
Não sei porque o repito
Aqui neste momento feito
De espera e recordação
Estou com os ouvidos cheios
De marulho e serração
E nos olhos os espelhos
Dos acordes de sua voz
Eu amarrado nas cordas
Dos teus nós
Aqui agora em toda parte
O tempo todo trazendo
Você no meu coração
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

130
1
3
O amor é morte
Não tenho medo de nada
Só do que pode não acontecer
Não sei direito quem ela é
Nem o que quer
E não sei onde vai dar
Não quero é que dê em nada
Há um trilhão de preconceitos
Envolvendo meus afetos
Minha presença meu modo
Sempre enfrentei tudo isso
Não quero ficar me queixando
É que sinto falta de amor
De carinho e compreensão
Talvez todo mundo o sinta
Não posso me queixar
Tem sido uma linda vida
Amar a mulher que eu amo
Agora neste momento
Talvez seja um bom perigo
Um genial contratempo
Um maravilhoso risco
Um desbundante precipício
Ao encará-la eu sinto
Que me chama e que me queima
Na chama de sua paixão
Na beleza de sua alma
Na fartura de seu carma
Na grandeza de suas vistas
No amor de seu coração
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   

131
1
3
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é generoso
Os raios do sol descem à terra
E alimentam todos os seres
A água ocupa os espaços
Se amolda e mata toda a sede
O ar está à nossa volta
Na cidade e na mata
A terra é base e sustenta
Toda a vida
Meu amor é pelo mundo
Eu não estou mais confuso
Não sei se ela está confusa
Hoje em dia todo mundo
Anda assim meio obtuso
Meu amor é generoso
Quero seu corpo gostoso
Do lado do meu, acuso
Necessidade de calor
Do fogo da mulher
Da água que ela me der
Do ar que ela respirar
E da terra que ela é
A minha amada tem tudo
Será se ela vai me querer
Feita dos quatro elementos
Como cada ser humano
Ela é de um signo de fogo
Ela não é brincadeira
Ela e eu

132
1
3

às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   


Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é amor
Amo e tanto que dói quando me espanto
O vento passa em meus cabelos como os dedos
Da amada que eu espero em meus castelos
E anelo e sonho com o seu amor flagrante
Fragrante e flamejante ela me adora e chegará
A hora em que ela vai descobrir o quanto ama
O poeta que a espera em sua chama
Com gravata florida e bombons caros
E um livro de poemas tão pirados
Quanto inspirados no amor são seus olhares
E um cd que eu gravei só pra você
Que festival que nada eu não quero nem saber
Do festival da canção eu a gravei pra te cantar
Pra tentar te encantar pedir um grão
Do teu amor pro paladar deste homem bom
Cheio de fome do pão que só você pode me dar
Cheio da sede
Da saliva tão boa de tua boca
Cheio da saúde
Cheio da saudade
Do abraço que você já me deu tantas vezes
Fora do tempo numa espécie de templo
Do momento mais lindo deste plano
Nesta estrela
E na outra
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   

133
1
3
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é caldeirão
A minha alma sofre a sua espera
Sem saber o que pode em toda volta
Quer pegar quer fazer quer abraçar quer beijar
E você deve estar dormindo agora
Tranquila na plenitude de seus anos
Preenchidos das certezas mais amargas
E plenos qual o recheio do bombom
Que eu não quis comer porque doce demais
É coisa de adolescente assim como você
Você que agora deve estar deitada
Nas certezas da vida mais quadrada
Incompleta e inconstante com suas armas
Eu sei que você se revolta e clama aos céus
Na beira do abismo na escuridão alada
Mas eu sei que o não é duro e cru e faz ferro
No meio da noite fria e aberta de qualquer um
É aqui que os espíritos de outro mundo aparecem
Pra nos assustar e só eles não podem proteger
Nada protege nada os espíritos são como moscas
Que rondam os doces bons que nós queremos comer
Eu sei que você dorme calma e se remexe quente
Pacífica em sua certeza na fortaleza da gente
Quero dizer dos seres humanos ou o que o valha
Ah como eu queria que os seus sonhos fossem verdade
Porém eu queria mais que a minha vontade
Fizesse valer o sol que eu quero que ilumine a nossa madrugada
Por dentro e por fora da sua sombrinha colorida
Do sonho e da vida minha amada acorda já é dia

134
1
3

às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   


Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é uma droga
Nos faz dormir nos faz sonhar nos faz acordar
Nos faz comer demais nos faz ficar sem fome
E sem sono sem comer e sem dormir pela noite
Andando pelas maravilhosas construções da nossa ânsia
Sem saber o que o valha e sem entorno
A esperança nasce nos cantinhos e frinchas, nas frestas
Do chão cimentado como erva sem nome
Cresce pelos muros e chega até as telhas finas
Que cobrem a consciência do homem cheio de si
A esperança dói e faz uma sensação barulhenta
A noite cheia de um esporro de final de ano ou guerra
E ninguém ouve só eu o que houve só eu
Ouço e escuto e presto atenção e vejo tudo mudo
A esperança do amor é uma substância calmante
Que nos faz rir no escuro sozinhos crentes nos delírios
Do álcool do amor que nos induzem a ver cenas
Em que há beijos abraços juras trocas de alianças
E aí muita gente boa fica assim feito criança
Eu preciso precisar eu preciso escrever eu preciso acreditar
E eu preciso de você e você tem uma autonomia própria
Que nem a droga do amor que não quer saber o que eu quero
Faz o que faz, faz e desfaz me tira a paz e eu espero
Cheio da alegria da manhã de domingo com pássaros onde desperto
E venho digitar poemas ou sexta-feira à noite a qualquer
Hora a toda hora no meu computador
O que me dá uma alegria ave veloz e leve
O amor vai dar certo

135
1
3
O amor está perto
Eu clico no ícone salvar
E uma ampulheta indica que eu espere
Enquanto a tela me diz
O Word está salvando Amor
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é marinheiro
No amor chove
A noite inteira
Eu estou cheio de sono
E fico pensando nela
Sua imagem à frente do espanto
E do encanto que me causa
É melhor que qualquer sonho
Não durmo por sua causa
Quero tê-la em minha tela
No cinema do que penso
Quero nadar no mar dela
E dormir no seu relento
O orvalho cai de seus olhos
Os cheiros tantos da mata
Me molham com brevidade
E me enchem de saúde
E de vontade
Eu saúdo sua volta
Sua linda juventude
Ela é um oceano de fósforo
E sinto que nele me afogo
Ou quase eu não sei nadar

136
1
3
Mas eu aprendo a nadar
Ou então há uma bóia
Um amigo salva-vidas
Espere aí eu estava confuso
Minha amada que é tão linda
E tão sabida do que é bom
Ela é o mar onde bracejo
Ela é o barco onde velejo
E a água que me inunda
E a tempestade que assusta
E o naufrágio e a chuva fria
E é o meu salva-vidas
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é persistente
Toda vez que eu penso
Que eu não aguento mais isso
Eu lembro do seu sorriso
O portal do paraíso
Aí pondero
Ela não iria mesmo
Querer nada comigo
Pelos motivos sabidos
Então eu deixo pra lá
Não vou mais me angustiar
Eu resolvi amar você
Só pelo prazer de amar
Porque o amor é um prazer

Para lá de singular

137
1
3

às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   


Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é gostoso
Ah meu Deus
Que menina linda
Não existe no mundo língua
Capaz de poder descrevê-la
Ela é feita de carinho
E tudo nela é perfeito
É um perfeito contínuo
Que muda conforme a vida
Tê-la é ganhar as estrelas
É viver no paraíso
E mesmo se for inferno
Se for terra ou outro círculo
É legal e compreensível
Com essa mulher divina
Qualquer coisa vale a pena
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é harmonia
Eu falei para você
Todos os nomes do amor
Em uma prosaica viagem
No Castelo-Bancários
Era um tapete voador
O meu momento mágico
De te falar de amor
Mesmo que em grego

138
1
3
Dizendo os nomes dele
E as suas harmonias
Nas sinfonias vivas
Feitas de sentimentos
Suas transmutações
Eros vira Filia
Mas Eros pode virar Ágape
É esse o meu prêmio
É realmente o que eu quero
Te acenei com a possibilidade
E até inglês eu falei
That’s why I love you
And I want to live a lifetime
With you
By my side
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é revoltado
Eu não vou no show de rock
Não quero saber de mais nada
Os oráculos me disseram
Esquece isso tudo de vez
Então não sei se vou falar
Nem se ela quer escutar
Tirei a dedicatória
O nome está oculto agora
Disfarçado entre dois sons
Numa cabala fonética
Quem quiser que conte outra
Eu estou cheio de fome

139
1
4
E de revolta sem nome
Ela não sabe quem sou
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é desconhecido
Se um dia eu te der rosas rosas
Saiba que elas querem dizer amor de verdade
Amor com tudo paixão sensação corpo e amizade
Muito mais do que o sonho e a realidade
Se eu tiver coragem e sorte e a alegria
For a consorte do dia em que te vi
Pela primeira vez chegar tão linda
A mais linda mulher que conheci
Se tal felicidade me couber
Um salto no escuro um pulo só
No abismo de um outro ser humano
Eu vou querer você pro que vier
Minha desconhecida
Minha melhor amiga
Minha menina
Mulher
Tenho de reconhecer que não sei
Nada de nada sobre nós os astros
E as cartas e os demais métodos
Divinatórios me deixam sem saber
E eu te peço cigana astral
Leia a minha mão
Jogue as cartas pra mim
Interprete o meu signo
Veja na sua bola de cristal

140
1
4
O que vai ser deste amor lindo
E cheio de palavras e canções
Que eu sinto agora
E já sentia mesmo antes de nascer
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é cara-de-pau
Eu não vou desistir
Renovo as esperanças
Só de saber que estamos
Nas mesmas ondas
Do tempo e do ramo
Do pensamento
Eu vou acreditar
Que vai rolar
Por causa do tanto
Que sinto e o quanto
Preciso dela
Eu vou persistir
Na vontade de ter
O teu amor pra mim
Porque assim é mais certo
E é bem melhor assim
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é alquimista
Eu fico um tempo precioso pensando em você
Isto não é bobagem nem perda de tempo
Pois a imagem amada me dá prazer

141
1
4
E esse prazer transmuta as ondas e vibrações
Fazendo com que o meu dia fique mais
Feliz e eu fique mais simpático e calmo
O revertério da química do amor
É ou o medo de que nada dê certo
O medo de perder
Ou o baixo astral em que se entra
Se nada suceder
Meu conselho é o que eu quero seguir
A presença atual ou virtual da minha amada
Sempre me faz feliz
Porque ela existe
E o amor existe
E o encontro existe
E eu os encontrei
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é amarcord
Nada me consola o amor pode ser uma pedra dura
Que aparece no meio do nosso caminho e que dura
O tempo suficiente pra acreditarmos em carinho
Aí a gente diz nunca me esquecerei da pedra
E o iceberg se desmancha vira uma mancha de água
Uma poça no chão e todo o titanic fica parecendo filme
Tipo os romances de hollywood onde todo mundo
Se dá bem no final bem não vou ficar contando
As verdadeiras histórias do cinema brasileiro
Eu tu eles dona flor etc e tal nada disso é bom
Aliás que porcarias de filmes cretinos
Muito melhor um ótimo filme colonizador

142
1
4
Que doma a dor e faz a gente crer no amor
Ou então cinema arte a via láctea e la nave va
A revolta do encouraçado polenguinho
A vida hoje em dia é uma coisa meio muito maluca
Parece que a gente tá num filme de fellini
E nossa seleção joga mal paca
Este poema quase não fala de amor
Tanta coisa esquisita essas pessoas todas
Parecem uns ets ou um circo medieval
Stultifera navis ou nave espacial
Ou o brasil em si é batô muche
Submarino russo tudo considera afundar
E a gente querendo voar
Meu amor me ensinou a ser simples
E eu ensinei o meu amor a ser infinito
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é professor
Eu lhe disse agora mesmo que você
Não vai acreditar numa palavra que eu disser
Sobre filosofia agora que lhe confesso
Tantas dúvidas tanta coisa sem sentido
Aí ela sorriu e debochou citando a frase
Só sei que nada sei eu sei que é fácil
Dizer que é fase tipo ritmo dos tempos
O oráculo diz conhece-te a ti mesmo
Ela quer verdades eternas e eu respondi
Aí viro socrático e pensei tudo bem
Só não quero mais saber de amor platônico
A partir de hoje só o amor lusíada

143
1
4
O amor desejo de um mundo novo
Dois seres de luz que se aproximam
Pra gerar o super-homem isso faz sentido
O resto é balela baleia encalhada mar de vícios
Nada disso eu falei porém telepatizo
Muito bem ela deve saber e respondeu
Sorrindo e me jogando aos céus com seu sorriso
Então está bem agora você senta e ouve
Agora eu sou a sua professora
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é solidão
Por mais paradoxal que seja
Vivemos nesse oxímoro
Da mesma sina viemos
Quiasmo próprio da vida
Estou só e acompanhado
Quando penso em você
Fico todo agoniado
Penso nisso muitas vezes
Eu quero beijar seus lábios
Eu quero abraçar seu corpo
Eu quero ficar grudado
Eu quero te acarinhar
A poesia sublima
O que não dá pra sublimar
É apenas ritmo e rima
Não é nada diante do amor
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   

144
1
4
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é esperança
Fico feito uma criança
Quando você vem me visitar
Ainda não acontece se vier a acontecer
Você vai ver como é que eu vou ficar feliz e rindo
Sozinho sem parar durante o dia
Todo e a noite e nada vai ser melhor
Do que falar besteira com você
A coisa do mundo mais linda é comer pipoca
Se tiver o nosso amor do nosso lado
E como eu sei que é amor você pergunta
Porque é uma mulher desconfiada
Eu sei porque eu tenho uma tela límpida
Onde eu vejo o futuro e o passado
Neste globo transparente eu vejo tudo
Que eu sei que é bom pra mim e eu não me iludo
Eu posso ver o quanto vai ser sensacional
Se um dia você vier
Se me disser sim
Etc e tal
Aí eu vou ficar feliz igual a uma criança
Que conseguiu o que ela mais queria
Afinal somos crianças toda vida
A tela onde vejo isso é a esperança

145
1
4
Rio Comprido
Luis Carlos de Morais Junior
quinta-feira, 16 de novembro de 2017
O amor é paixão
Mesmo que a paixão nem sempre seja amor
O que é que você sente?
Ontem fiquei horas te esperando
E você nada de aparecer
A tristeza ia virando uma goma arábica ou tenda
Que se estendia por toda parte
Eu pensei em arte em artifícios em deixar tudo pra lá
Queria comer um bombom com você
Basicamente era isso
Também queria que você conhecesse meu mundo
E realmente o amasse como ele é
Por isso teria sido importante você ir lá
Agora deixa pra lá
Entrei no seu condomínio ali perto
Pra te telefonar
Você não sabia de nada
Estava extasiada com a tarde assim parada
E o nada pelos canos das pias e tormentos
Nos livros nas pessoas na tv
Como eu te odiei
Depois me conformei
E fui dançar a dança do nosso mundo no centro do olho
Do furacão
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

146
1
4
O amor é inumano
Há pelo mundo menina mais linda
Do que boneca da vitrine da loja
De um lado você tem o shopping
Do outro você encontra as modas
E as comidas do supermercado
Ônibus e carros passam
E pessoas dão a volta
Parecem mesmo robôs
Ou bonecos com cordões
Definindo seus movimentos
Linhas nos membros
Que alguém além manipula
Eu mesmo me sinto assim
Se o amor nasceu e cresceu
Igualmente ao capim
Que o jardineiro esqueceu
No jardim do condomínio
Novo horizonte pra mim
O nome da escolinha
Onde eu comecei a estudar
Era mesmo Novo Horizonte
Eu morava em Botafogo
As coincidências acabam aí
Com qualquer gata do mundo
Um cachorro vira-latas
Feito eu acha coincidências
Elas não têm importância
A ânsia as dispensa e pesca
Peixes de que se alimenta
Na lata de lixo aberta

147
1
4
No super mercado lógico
No shopping de porcos-ódio
E na vitrine das bonecas
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é cavernoso
É uma chibata que bate sem piedade na alma escrava se ela
Se deixa levar pela corrente que a prende e a solta ao tempo
Em que se deita no leito do deleite no meio do tempo que se
Apreende quando a lição está pelo meio e o leite derramado
Não deve ser chorado porque nada é encontrado nesse mato
De sensações dúbias difusas nessa confusão de fusos
Horários ou do fuso que a menina não pode tocar
Porque poderia dormir por mil anos já que a bruxa
Lançou essa mandinga e veja só hoje no nosso tempo
E espaço tão cínico tão descrente de tudo e tão sem
Sentimento em que amor é coisa de tolo e todo
Jovem se satisfaz no tudo nada que é ficar
Neste nosso mundo mesmo cada menina é uma bela
Adormecida em si mesma pela bruxa da intriga
Pela inveja felina e fidedigna que arrepia os instintos
Mais cretinos de cada um dar de si e crer que o fato
É esse mesmo e o amor é um barato tão barato
E falso e tecnológico como pó ou tela
Então é preciso muita coragem preciso tê-la
Sempre em mente e nos olhos em frente sempre
Em frente vou andando pra despertar alguém
Desse estado leviano pra acreditar que vale a pena
Ser cavaleiro e pirata e rei e democrata
Um cavaleiro andante que enfrenta como antes

148
1
4
Os moinhos de vento e os mouros os de antes
Agora os ventos do mesquinho e os infiéis
Do amor
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é uma janela
Entre as naves solitárias
Que se cruzam nos espaços
Interdimensotemporais
Da janela deste ap
Posso olhar exatamente
Na direção do seu prédio
Mesmo que o não veja
Sei que ele está lá
Mesmo que não seja
Não sei se será
Então canto essas músicas
Doces meladas do rádio
No último volume
Debruçado na janela
Vendo o sol da tarde
Que brilha com esplendor
E cantando afinado
O meu amor por você
Na direção da janela
Da sua nave secreta              
às novembro 16, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

149
1
5
quarta-feira, 15 de novembro de 2017
O amor é divino
E tem grutas vampiros
Um lago no fundo da cripta
Uma escrita secreta o amor
Tem morcegos voando de noite
E tem dor
Tem revolta e a volta da crença
Igual criança
Tem vampiros e outros bichos
Eu não quero falar disso
Não quero ficar
Fazendo falsos
Poemas de amor
Verdadeiro
Façamos assim
Fica combinado assim
Você já sabe de tudo
E tem o meu telefone
Se um dia você quiser
E se quiser mesmo
Basta me ligar
E dizer uma senha qualquer
Digamos, diga assim
“É doce morrer no mar”
Nome do show que vimos
No primeiro dia
Se você disser
Eu vou entender
às novembro 15, 2017 Nenhum comentário:   

150
1
5
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é absurdo
Esquisito como possa parecer eu passo
O tempo todo pensando em você
Achei até engraçado
Quando me falou que lembra de mim
Toda vez que olha prà capa do cd
Do Alice in Chains
(Porque eu tenho uma camisa
De divulgação com a mesma
Imagem)
Pois eu penso em você o tempo inteiro
Igual ao comilão com a comida
Ou o hipocondríaco com as drogas
Ou o usurário com o dinheiro
Sei que isso pode parecer alguém pode dizer
O que vão pensar o que vão falar em vão
De tal proceder
Ou padecer
Veja, estou aqui e não dá pra dormir
Então resolvo tomar um chá que me desperte e acalme
De cadeira ou camomila
Porém também não tem chá
Então fico enchendo o copo dágua
E bebendo vagarosamente pela noite
Como não há mais o que fazer
Aclaro as horas pensando em você
Aí, ao ver a toalha de papel que cobre a mesa
Me vem o absurdo desejo de escrever
Um enorme poema de amor por ela toda

151
1
5
Encher toda essa toalha quadrada com a tinta
De meus versos azuis e descabidos
Porém isso seria um desperdício
De algo que não está bem determinado
Escrevo versos claros como um vício
Ou um alimento celeste abençoado
A vida me parece um precipício
O amor é a ponte frágil de madeira
Que treme
E que tem falha lado a lado
A poesia e o poema não importa o que sejam
O amor é a coragem de cruzá-la
O amor é cair da ponte abaixo
No rio do devir que corre embaixo
E passa sem parar e não relaxa
E ao mesmo tempo o amor é alcançar a outra margem
Ambas as coisas se passando simultaneamente
Com o mesmo pobre diabo apaixonado
A paixão faz sofrer e dá prazer
Ela nos faz viver com mais vontade
Chegar do outro lado é o momento
Por cada um de nós
Mais esperado
às novembro 15, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é claro
Passo a noite em claro
Por vários motivos
Só um deles me deixa
Feliz de ficar acordado

152
1
5
Tenho tanto trabalho
Com tanta coisa cretina
Há algo no entanto que faço
Com a maior alegria
Tudo tudo tudo
É tão absurdo
Mas um som cristalino
Põe sentido em tudo
Não quero mais nada
Do museu de cera
Estátuas sem cor
Eu só quero vê-la
Ao ouvir sua voz
Tudo faz sentido
Eu só faço bem
Amar o meu bem
Que me despertou
Em um mundo muito
Muito mais bonito
Muito mais divino
E muito mais claro
O amor é água
É um copo dágua
Depois de um deserto
Chega de repente
Está sempre perto
Dessedenta a gente
E me faz contente
Eu quero essa água
Eu quero prová-la
Minha sede é vária

153
1
5
Eu quero bebê-la toda
Ninguém vai tomá-la
De mim
Eu quero essa água
Minha até o fim
às novembro 15, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é pedra
O que exatamente você quis dizer com “todos os sentidos”?
Será se é realmente o que eu penso?
O que falta prà gente prà gente ser feliz?
Você conhece a história da sopa de pedra?
Era um cara tão simples
Que só comia uma sopa de pedra:
Ele pegava ela
Botava numa panela
Com água
E temperava
Com legumes, batatas, carnes, ovos, massas,
Cebola, tomate, alho, pimenta e sal.
Depois ele comia a sua boa sopa de pedra.
O amor é assim também, meu bem,
Não me pergunte por quê eu não saberia dizer
Eu não sei mais nada eu só sei que eu quero ter você
Do meu lado com tudo que é bom ou sem nada
Só o que me importa é você
Minha amiga
Minha amada
Você é a pedra
A água

154
1
5
O alimento
A panela
O fogo
A terra
O ar
E a fome sem nome e enorme que eu tenho
às novembro 15, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é prova
Eu queria te dar algo então por acaso encontrei
As provas do vestibular que você fez no meu colégio
Bem, isso você já sabe, se eu ficar escrevendo poema
Só pra repetir bobamente o que acontece e você sabe
Como vou te interessar?
Como vou te ganhar?
Como vou fazer você querer?
Como vou fazer pra ter você?
Eu te dei duas provas o que é que isso prova
Além do fato de que eu sou um professor
Ou um bom amigo
Ou um “mestre espiritual”?
(Espero que você tenha entendido a ironia, era só brincadeira).
Eu não te peço que me leve até o céu
Basta o banco da ruela do Village
Ao pé do orelhão que ouve tudo...
Quem ama não pede prova
Quem ama não pode dar prova
Além da prova sem dúvida do próprio amor
Porque o amor é uma prova
às novembro 15, 2017 Nenhum comentário:   

155
1
5
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é animal
Olhos passarinhos
Voam entre as folhas
Estão escondidos
Entre seus muitos voos

Olham com carinho


Pro alpiste da atenção
Esses descendentes
Dos dinossauros são

Engraçados e leves
Sábios e proféticos
Afinal eles são
Mesmo nossos parentes

Nossos olhos têm


Os olhos dos pássaros
Em nossas bocas há
Um canto como o bico deles

E os nossos braços
Se precipitam
Na vontade de voar
Por cima de tudo isso
às novembro 15, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest

156
1
5
O amor é uma flor
Logo o amor é vegetal além de ser animal humano e divino
E qual seria a melhor metade (entre tantas que ele tem) do amor
Eu não saberia dizer, na verdade o professor
É aquele que sabe tudo mesmo que não saiba nada
Só que eu sou mais poeta e o poeta
É aquele que não sabe nada mesmo que saiba tudo
Assim tipo você
Você parece mais com uma vitória-régia
É grande quando chove ou bate sol de verão sobre você
Você parece que bebe toda a água
Sem beber
O saber do sabor é sobre o ser
Surrealismo? Positivismo? Ou mais o quê? Pergunta
Você e eu não sei se você quer mesmo saber
Eu vou te explicar por via das dúvidas
Você vê as estrelas? Olhe
Para as estrelas de noite de dia na ida na volta o tempo todo
Olhe para as estrelas como quem colhe rosas
(As rosas rosas que querem dizer amor verdadeiro
E que eu queria te dar mas estou todo enredado
Na vegetação selvagem e dos cipós da ilha)
Há uma ilha dentro de nós
Mas também há uma Floresta Amazônica
E até mesmo flores canibais
Flores vermelhas e grandes que comem homens
E mulheres como a gente come poesia
E arroz com feijão
Haja força
O resto é o tudo mais
Amor e medo

157
1
5
Guerra e paz
Liberdade e segredo
Gueixa e rapaz
Está tudo
- Mas tudo ouviu bem será se você pode entender isso? -
Exatamente
Na ponta de seu dedo
às novembro 15, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é supérfluo
Num mundo onde as ondas do tempo são tão violentas
Ultravioletas
E as flores carnívoras comem toda energia sincera
Num estado de coisas onde o erro é o ferro que se enterra
Na marca que toda carne escrava traz e (quase) não se vê
Onde é urgente mentir e ultrapassar
Os pássaros as plantas e o planeta
E as ilhas da solidão são a única garantia
De solo pra absorver teu choro
De plataforma pra se pisar
(Enquanto os pólos não derretem de todo
Depois será a volta dos atlântidas)
E de certeza de suposta proteção
Num modo de vida assim tão comezinho
Os homens-bunda e as mulheres-bunda abundam
Neste país de merda
O país dos cínicos covardes e cúmplices
Extasiados com os países baixos da mulata e da loura
E os passes errados dos gênios da bola
E as babas gostosas dos ritmos debilóides

158
1
5
E à noite ninguém sente tristeza ou solidão
Porque o Ratinho enche todo mundo de alegria
E diversão
Neste Planeta dos Ratos Adoradores do Esgoto
Os sonhadores e os lógicos estão absolutamente esgotados
E os estrategistas ganham altos salários
Para bolar um jeito de tudo melhorar
Neste tempo e lugar só existe uma verdade
Só há uma esperança na verdade
O verde da verdade invade tudo
Como a volta de toda a Mata Atlântica
É o amor
É preciso amar
É preciso sentir amor
Ter a coragem
De saber que somos feitos de amor
Pelo amor fomos feitos e faremos
Um mundo novo
Totalmente novo
Se tivermos a coragem de fluir com o tempo
O super-tempo que chega nas divinas
Ondas radiantes e vibrantes e energéticas
Do amor
às novembro 15, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é corajoso
Porque coragem é aquilo que vem do coração
E só quem ama pode ter ouvido
Pra ouvir
Olho pra ver

159
1
6
Pele pra sentir
E coragem pra saber
às novembro 15, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é lívido
No sentido de que é todo vida
E também em todos os sentidos
O amor é forte é a coisa mais forte que existe
Mesmo que esteja por um fio
E pareça ser apenas um menino
Mesmo que seja um menino feliz
Que brinca e ri e dá um doce prà menina
O amor é o poder
De dizer e fazer e pensar o que a gente quer
Se você encontrar
Pela frente uma árvore de cem metros de altura
Um gato genial e super-rápido
Um ratinho lindo que parece um bonequinho de pelúcia
Um passarinho que canta um canto divino
Uma construção linda
Uma nave espacial
Uma máquina do tempo
Uma boa comida
Uma nova estrutura
Uma ordem política
Uma forte cultura
Um povo feliz
Uma mulher geratriz
Linda e radiante trocando a fralda suja de seu bebezinho
Saiba que tudo isso e muito mais

160
1
6
Foi feito pelo amor
Sutil alquimista
Sábio construtor
Menino levado
Deus criador
às novembro 15, 2017 Nenhum comentário:   
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no
FacebookCompartilhar com o Pinterest
O amor é indefinível
Ele não tem limites
Não tem início nem fim
Ele está além
De tudo que existe
E está nos interstícios
Mais mínimos
Da matéria e do pensamento
Sempre houve amor
Sempre haverá amor
Tudo dele vem
Pra ele tudo vai
Não dá pra explicar
E dá vontade de falar sem parar
Explicando pra sempre este amor
Contando como ele é
Confessando pra você
Quando nada há a dizer
Pois o amor já falou tudo
Num olhar rápido
Que durou uma fração de segundo
E eu vi e você viu e eu vi que você viu
Num ônibus qualquer

161
1
6
Ao lado de qualquer um
Como um grande segredo
Uma subversão
Uma revolução clandestina
Uma revelação
Que durou um tempo ínfimo
Há três anos atrás
E que ainda vibra com o som do big bang
Sempre vai vibrar
Na nossa canção
No nosso coração
Na nossa coragem
Na nossa esperança
E na nossa criação

Eu faço versos como quem veleja


E vela todo o tempo
Sem alento
Mas cheio do sutil contentamento
De saber
O que vim te dizer
E que é só isso
Minha amiga
Minha amada
Minha menina
Minha aluna
Minha mestra
Minha mulher
Eu amo você
às novembro 15, 2017 Nenhum comentário:   

162

Você também pode gostar