Você está na página 1de 10

EQUIVALENTE THEVENIN PARA CIRCUITOS COM SOMENTE FONTES DEPENDENTES

Um circuito com somente fontes dependentes não pode se


auto energizar.

Uma vez que o circuito não pode se auto energizar o


é necessário fornecer energia com uma fonte externa

A fonte pode ser: tensão ou corrente.


Seus valores podem ser arbitrários!
O valor escolhido da fonte de tensão é irrelevante.
ESCOLHENDO UMA FONTE DE CORRENTE…

( 1 1
+ −
a
R 2 R 1 R1 R 2
V P =I P )
VP
RTH 
IP

O valor da fonte de corrente é irrelevante.

quando o circuito contiver fontes controladas, a resistência equivalente pode assumir valores
negativos, significando que o circuito está fornecendo potência. Fontes dependentes são
também utilizadas para simular o efeito de resistências negativas.
EXEMPLO
Deseja-se determinar o circuito equivalente de Norton e Thevenin para o circuito mostrado na Figura abaixo.

Uma análise simplificada: transformar a fonte de corrente de 10 A em paralelo com a resistência de 6 Ω para uma
fonte de tensão de 60 V em série com a resistência de 6 Ω .

A tensão de Thevenin é a tensão com os


terminais a-b em circuito aberto, podendo ser
calculada pela Lei de Kirchhoff das Tensões
(LKT) para a única malha do circuito:

Assim, a tensão de Thevenin será:


A corrente de curto-circuito nos terminais a-b é obtida determinando-se a corrente que circula do terminal a para o b
conforme indicado na Figura abaixo:

a tensão vx também será zero ( vx = 0 ). A corrente de curto-circuito será dada pela equação de malha:

A resistência de Thevenin (idêntica à resistência de Norton) será dada pela relação:


TRANSFERÊNCIA DE POTÊNCIA MÁXIMA (TFM)
RL
VL2 RL P = V 2
PL  ; VL  VTH L 2 T
R TH RL RTH  RL ( R TH + R L )

+ RL Para toda escolha de R_L tem-se uma potência diferen
-
VL Como achar o valor máximo?
VTH (LOAD)
 Carga Considere P_L como uma função de R_L e ache o
máximo desta função
SOURCE
Fonte
dPL  1 2 RL 
 VTH
2
  3 
dRL (
 THR  RL ) 2
( RTH  RL ) 
Fazendo a derivada zero tems:

O valor da potência máxima


RTH  RL  2 RL  0  RL  RTH
que pode ser transferida é: Teorema da TFM
2
VTH
PL (max) 
4 RTH

Você também pode gostar