Você está na página 1de 15

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROFª.

ANA TELES 
DISCIPLINA: FÍSICA PROFESSOR: JÚLIO 
SÉRIE: 3° ANO 
EXERCÍCIOS PARA 4ª AVALIAÇÃO
1) Em relação às teorias da relatividade restrita e geral, marque o que estiver correto:
a) A teoria da relatividade restrita estuda fenômenos em relação a referenciais não inerciais.
b) A teoria da relatividade geral é uma segunda teoria feita por Einstein, na qual erros em
relação à teoria da relatividade restrita foram corrigidos.
c) A teoria da relatividade geral aborda fenômenos do ponto de vista não inercial.
d) Ambas as teorias foram desenvolvidas na segunda metade do século XIX.
e) A teoria da relatividade não pode ser comprovada e por esse motivo é inválida.
2) Sobre os postulados da relatividade, marque o que for falso:
a) As leis da Física são as mesmas em todos os referenciais que mantêm velocidade constante
ou que estão parados.
b) A velocidade da luz no vácuo tem o mesmo valor para qualquer referencial inercial e vale
3x108m/s.
c) A velocidade da luz tem seu valor máximo no vácuo e tem o mesmo valor para
qualquer referencial inercial, que é 300000 m/s.
d) Os postulados da teoria da relatividade fundamentam a teoria da relatividade de Einstein.
e) A velocidade da luz no vácuo é considerada a velocidade limite do universo.
3) A teoria da relatividade restrita prevê que a velocidade da luz é a mesma para todos os
observadores, independentemente do estado de movimento relativo entre eles. Com base nessa
afirmação, imagine duas naves que viajam no espaço com velocidades altíssimas em uma
mesma direção, mas com sentidos opostos. Se cada nave possui velocidade V e a velocidade da
luz no vácuo é c, a luz percebida pelo piloto teria velocidade:
a) V + c b) c – V c) V – c d) c e) 2c
4) Sobre a teoria da relatividade, marque o que for verdadeiro:
a) O tempo é uma grandeza absoluta,
b) Para objetos na velocidade da luz, ocorre a contração do tempo.
c) Para objetos na velocidade da luz, ocorre a contração dos comprimentos.
d) Para objetos na velocidade da luz, ocorre a dilatação dos comprimentos.
e) Para objetos na velocidade da luz a massa é considerada uma grandeza absoluta.
5) (UEG-GO) Antes mesmo de ter uma ideia mais correta do que é a luz, o homem percebeu
que ela era capaz de percorrer muito depressa enormes distâncias. Tão depressa que levou
Aristóteles – famoso pensador grego que viveu no século IV a.C. e cujas obras influenciaram
todo o mundo ocidental até a Renascença – a admitir que a velocidade da luz seria infinita.
GUIMARÃES, L. A.; BOA, M. F. “Termologia e óptica”. São Paulo: Harbra, 1997. p. 177
Hoje sabe-se que a luz tem velocidade de aproximadamente 300.000 km/s, que é uma
velocidade muito grande, porém finita. A teoria moderna que admite a velocidade da luz
constante em qualquer referencial e, portanto, torna elásticas as dimensões do espaço e do
tempo é:
a) a teoria da relatividade.  d) o princípio de Heisenberg.             
b) a teoria da dualidade onda – partícula.  e) a lei da entropia.                    
c) a teoria atômica de Bohr.
6) (CFT-CE) Em 2005, Ano Mundial da Física, comemora-se o centenário da Teoria da
Relatividade de Albert Einstein. Entre outras consequências esta teoria poria fim à ideia do éter,
meio material necessário, semelhantemente ao som, através do qual a luz se propagava. O
jargão popular “tudo é relativo” certamente não se deve a ele, pois seus postulados estão
fundamentados em algo absoluto: a velocidade da luz no vácuo – 300.000 km/s.
Hoje sabe-se que:
I. O som propaga-se no vácuo. (Não)
II. A luz propaga-se no vácuo.
III. A velocidade da luz no vácuo é a velocidade limite do universo.
É (são) verdadeira(s):
a) todas b) nenhuma c) somente II d) II e III e) somente III
7) (UEL-PR) A teoria da Relatividade Restrita, proposta por Albert Einstein (1879 – 1955) em
1905, é revolucionária porque mudou as idéias sobre o espaço e o tempo, mas em perfeito
acordo com os resultados experimentais. Ela é aplicada, entretanto, somente a referenciais
inerciais. Em 1915, Einstein propôs a Teoria Geral da Relatividade, válida não só para
referenciais inerciais, mas também para referenciais não-inerciais.
Sobre os referenciais inerciais, considere as seguintes afirmativas:
I. São referenciais que se movem, uns em relação aos outros, com velocidade constante.
II. São referenciais que se movem, uns em relação aos outros, com velocidade variável.
III. Observadores em referenciais inerciais diferentes medem a mesma aceleração para o
movimento de uma partícula.
Assinale a alternativa correta:
a) Apenas a afirmativa I é verdadeira.                                          
b) Apenas a afirmativas II é verdadeira.
c) As afirmativas I e II são verdadeiras.                                       
d) As afirmativas II e III são verdadeiras.
e) As afirmativas I e III são verdadeiras.
8) (UFRN-RN) A teoria da Relatividade Especial prediz que existem situações nas quais dois
eventos que acontecem em instantes diferentes, para um observador em um dado referencial
inercial, podem acontecer no mesmo instante, para outro observador que está em outro
referencial inercial. Ou seja, a noção de simultaneidade é relativa e não absoluta.
A relatividade da simultaneidade é consequência do fato de que:
a) a teoria da Relatividade Especial só é válida para velocidades pequenas em comparação com
a velocidade da luz.
b) a velocidade de propagação da luz no vácuo depende do sistema de referência inercial em
relação ao qual ela é medida.
c) a teoria da Relatividade Especial não é válida para sistemas de referência inerciais.
d) a velocidade de propagação da luz no vácuo não depende do sistema de referência
inercial em relação ao qual ela é medida.
e) a teoria da Relatividade Especial não considera a simultaneidade.
9) (UFRN) Nos dias atuais, há um sistema de navegação de alta precisão que depende de
satélites artificiais em órbita em torno da Terra. Para que não haja erros significativos nas
posições fornecidas por esses satélites, é necessário corrigir relativisticamente o intervalo de
tempo medido pelo relógio a bordo de cada um desses satélites. A Teoria da Relatividade
Especial prevê que, se não for feito esse tipo de correção, um relógio a bordo não marcará o
mesmo intervalo de tempo que outro relógio em repouso na superfície da Terra, mesmo
sabendo-se que ambos os relógios estão sempre em perfeitas condições de funcionamento e
foram sincronizados antes do o satélite se lançado.
Se não for feita a correção relativística para o tempo medido pelo relógio de bordo:
a) ele se adiantará em relação ao relógio em Terra enquanto ele for acelerado em relação à
Terra.
b) ele ficará cada vez mais adiantado em relação ao relógio em Terra.
c) ele atrasará em relação ao relógio em Terra durante metade de sua órbita e se adiantará
durante a metade da outra órbita.
d) ele ficará cada vez mais atrasado em relação ao relógio em Terra.
e) ele ficará atrasando durante certo tempo e depois manterá o atraso inicial.
10) (UEPB-PB) A relatividade proposta por Galileu e Newton na Física Clássica é reinterpretada
pela Teoria da Relatividade Restrita, proposta por Albert Einstein (1879-1955) em 1905, que é
revolucionária porque mudou as idéias sobre o espaço e o tempo, uma vez que a anterior era
aplicada somente a referenciais inerciais. Em 1915, Einstein propôs a Teoria Geral da
Relatividade válida para todos os referenciais (inerciais e não inerciais).  
Ainda acerca do assunto tratado no texto, resolva a seguinte situação-problema: Considere uma
situação “fictícia”, que se configura como uma exemplificação da relatividade do tempo.
Um grupo de astronautas decide viajar numa nave espacial, ficando em missão durante seis
anos, medidos no relógio da nave.
Quando retornam a Terra, verifica-se que aqui se passaram alguns anos.
Considerando que c é a velocidade da luz no vácuo e que a velocidade média da nave é 0,8c, é
correto afirmar que, ao retornarem a Terra, se passaram:
a) 20 anos
b) 10 anos Eles irão retornar mais velhos, ou seja, Δt é maior que Δtp  —  Δt=
c) 30 anos Δtp/√(1 – V2/c2)  —  Δt= 6/√(1 – (0,8)2/c2)  —  Δt= Δtp/√(1 – 0,64c2/c2) 
d) 12anos —  Δt= 6/0,6  —  Δt= 10 anos  —  R- B
e) 6 anos
11) (UFRJ-RJ) O conceito de éter surgiu na Grécia antiga, significando uma espécie de fluido
sutil e rarefeito que preenchia o espaço e envolvia a Terra. Esse conceito evoluiu para
representar um referencial privilegiado, a partir do qual se poderia descrever toda a Física,
inclusive seria o meio material no qual se propagariam as ondas eletromagnéticas (a luz). No
entanto, as experiências de Michaelson-Morley, realizadas em 1887, mostraram a inconsistência
desse conceito, uma vez que seus resultados implicavam que ou a Terra estava sempre
estacionária em relação ao éter ou a noção de que o éter representava um sistema de referência
absoluto era errônea, devendo, portanto, ser rejeitada.
As inconsistências do conceito de éter levaram Einstein a elaborar a teoria de que a velocidade
da luz
a) é constante para qualquer observador e dependente de qualquer movimento da fonte ou do
observador.
b) é constante para qualquer observador e independente de qualquer movimento da
fonte ou do observador.
c) é constante e dependente do observador, porém independente de qualquer movimento
relativo da fonte.
d) é constante e independente do observador, porém dependente de qualquer movimento
relativo da fonte.
e) é variável e independente do observador, porém dependente de qualquer movimento relativo
da fonte.
12) (UNIMAT-MT) Com o advento da Teoria da Relatividade de Einstein, alguns conceitos
básicos da física newtoniana, entre eles, o espaço e o tempo, tiveram de ser revistos. Qual a
diferença substancial desses conceitos para as duas teorias?
Física Newtoniana Teoria da Relatividade
Alternativas
Espaço Tempo Espaço Tempo
a) Absoluto Absoluto Dilata Contrai
b) Dilata Absoluto Contrai Dilata
c) Absoluto Contrai Dilata Absoluto
d) Absoluto Absoluto Contrai Dilata
e) Contrai Dilata Absoluto Absoluto
13) (UFRGR-RS) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do texto a seguir,
na ordem em que aparecem.
De acordo com a relatividade restrita, é ___________ atravessarmos o diâmetro da Via Láctea,
uma distância de aproximadamente 100 anos-luz (equivalente a 1018m), em um intervalo de
tempo bem menor que 100 anos. Isso pode ser explicado pelo fenômeno de ___________ do
comprimento, como visto pelo viajante, ou ainda pelo fenômeno de ___________ temporal,
como observado por quem está em repouso em relação à galáxia.
a) impossível – contração – dilatação  d) impossível – dilatação – contração       
b) possível – dilatação – contração               e) impossível – contração – contração
c) possível – contração – dilatação
14) (UNISINOS-RS) Segundo a Teoria da Relatividade de Einstein, uma pessoa que viaja a uma
velocidade próxima à da luz, vista por outra considerada em repouso.
I – envelhecerá menos rapidamente.
II – terá um tamanho menor.
III – terá uma massa maior.
Das afirmativas acima,
a) apenas a I é correta            d) apenas I e III são corretas
b) apenas a II é correta            e) I, II e III são corretas.
c) apenas I e II são corretas            
15) (UNIFOR-CE) Albert Einstein revolucionou o modo de pensar o espaço e o tempo ao lançar,
no início do século XX, as bases da Teoria da Relatividade.
Analise as seguintes afirmações:
I. A Mecânica Clássica não impõe limite para o valor da velocidade que uma partícula pode
adquirir, pois enquanto durar a ação de uma força sobre ela haverá aceleração e sua velocidade
poderá aumentar indefinidamente.
II. Corpos em movimento, com velocidades próximas à da luz, sofrem contrações em suas três
dimensões em relação às que possuem quando em repouso.
III. A velocidade de um objeto, em relação a qualquer referencial, não pode superar a
velocidade da luz no vácuo.
É correto o que se afirma SOMENTE em:
a) I. b) II. c) III. d) I e II. e) I e III.
16) (UNIFOR-CE) Sobre a Teoria da Relatividade são feitas as afirmações abaixo.
I. Corpos em movimento sofrem contração na direção desse movimento em relação ao tamanho
que possuem quando medidos em repouso.
II. Um relógio em movimento funciona mais lentamente que o relógio em repouso, para um
observador em repouso.
III. A velocidade de qualquer objeto em relação a qualquer referencial não pode ser maior que a
velocidade da luz no vácuo.
Está correto o que se afirma em
a) III, somente.           b) I e II, somente.           c) I e III, somente.          
d) II e III, somente.           e) I, II e III.
17) (UFSE) A teoria da relatividade de Einstein formaliza adequadamente a mecânica para os
corpos que viajam a velocidadesmuito altas, evidenciando as limitações da Mecânica
Newtoniana.
De acordo com essa teoria, analise as informações:
00) A velocidade limite para qualquer corpo é a velocidade da luz no vácuo, aproximadamente,
3,0. 108 m/s.
11) O tempo pode passar de maneira diferente para observadores a diferentes velocidades.
22) As dimensões de um objeto são sempre as mesmas, quer ele esteja em repouso, que em
movimento.
33) A massa de um elétron viajando à metade da velocidade da luz é maior que a do elétron em
repouso.
44) A célebre equação E= mc2 pode explicar a energia que o sol emite quando parte da sua
massa se converte em energia.
A sequência correta é
a) VVFVV b) FVFVV c) FVFVF d) FFFVV e) FVVVV
18) (UFSC-SC) A Física moderna é o estudo da Física desenvolvido no final do século XIX e
início do século XX. Em particular, é o estudo da Mecânica Quântica e da Teoria da Relatividade
Restrita.
Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) em relação às contribuições da Física moderna.
(01) Demonstra limitações da Física Newtoniana na escala microscópica.
(02) Nega totalmente as aplicações das leis de Newton.
(04) Explica o efeito fotoelétrico e o laser.
(08) Afirma que as leis da Física são as mesmas em todos os referenciais inerciais.
(16) Comprova que a velocidade da luz é diferente para quaisquer observadores em referenciais
inerciais.
(32) Demonstra que a massa de um corpo independe de sua velocidade.
A soma das alternativas corretas é:
a) 6 b) 13 c) 18 d) 24 e) 31
19) (UFSC-SC) Com base nos tópicos de Física Moderna, assinale a(s)
proposição(ões) CORRETA(S).
01. Corpo negro ideal é todo corpo capaz de absorver toda a radiação que nele incide. Quando
um corpo negro é aquecido, ele é uma fonte ideal de radiação térmica.
02. O efeito fotoelétrico só ocorre se a frequência da luz incidente sobre o metal for superior a
um valor mínimo e a emissão de cargas elétricas deste material independe da intensidade da
radiação incidente.
04. A Teoria da Relatividade Especial, proposta por Einstein, está baseada em dois postulados,
sendo que um deles é enunciado da seguinte forma: “As leis da Física são as mesmas em todos
os referenciais inerciais. Ou seja, não existe nenhum sistema de referência inercial preferencial”.
08. A apresentação do trabalho do físico Maxwell sobre a quantização da energia é considerada
hoje como o marco oficial da fundação da Física Moderna.
16. A Teoria da Relatividade Restrita tem como consequência a contração espacial e a dilatação
temporal.
32. O fenômeno da radiação do corpo negro é explicado pela Física Clássica e pela Moderna
como sendo uma distribuição contínua de energia de um sistema.
64. O comportamento dualístico de uma onda-partícula é descrito e aceito pela Física Clássica,
sendo mais aprofundado e explicado pela Física Quântica.
Dê como resposta a soma dos números correspondentes às afirmações corretas.
a) 6 b) 21 c)
38 d) 70 e)
110
20) (UFCG-PB) Um carro viajando com
velocidade constante comparável à da luz
possui uma fonte de luz no seu interior a
igual distância dos detectores 1 e 2
localizados em suas extremidades como
mostra a figura.
Num dado instante a fonte emite um pulso
de luz. Os observadores inerciais A e B,
encontram-se no carro e na superfície da Terra, respectivamente. De acordo com a Teoria
Especial da Relatividade, pode-se afirmar, EXCETO, que
a) para o observador A, a luz chega simultaneamente aos detectores.
b) para o observador B, a luz não chega simultaneamente aos detectores.
c) para o observador B, a luz chega primeiro ao detector 1.
d) a simultaneidade é um conceito relativo, depende do observador.
e) tanto para o observador A quanto para o observador B, a luz sempre chegará
simultaneamente aos detectores.
21) (PUC-RS) Um átomo excitado emite energia, muitas vezes em forma de luz visível, porque:
a) um de seus elétrons foi arrancado do átomo.
b) um dos elétrons desloca-se para níveis de energia mais baixos, aproximando-se do
núcleo.
c) um dos elétrons desloca-se para níveis de energia mais altos, afastando-se do núcleo.
d) os elétrons permanecem estacionários em seus níveis de energia.
e) os elétrons se transformam em luz, segundo
Einstein.
22) (ITA-SP) O diagrama ao lado mostra os níveis de
energia (n) de um elétron em certo átomo.
Qual das transições mostradas na figura representa a
emissão de um fóton com o menor comprimento de
onda?
a) I                                  
b) II                                       
c) III                                        
d) IV                                           
e) V
23) (UFMG-MG) Nos diodos emissores de luz, conhecidos como LEDs, a emissão de luz ocorre
quando elétrons passam de um nível de maior energia para um outro de menor energia. Dois
tipos comuns de LEDs são o que emite luz vermelha e o que emite luz verde. Sabe-se que a
freqüência da luz vermelha é menor que a da luz verde.
Sejam λverde o comprimento de onda da luz emitida pelo LED verde e Everde a diferença de
energia entre os níveis desse mesmo LED. Para o LED vermelho, essas grandezas são,
respectivamente, λvermelho e Evermelho .
Considerando-se essas informações, é CORRETO afirmar que
a) Everde > Evermelho e λverde > λvermelho.                                       
b) Everde > Evermelho e λverde < λvermelho.
c) Everde < Evermelho e λverde> λvermelho.                                        
d) Everde < Evermelho e λverde < λvermelho.
e) Everde = Evermelho e λverde = λvermelho. 
24) (ITA-2002) Um trecho da música “Quanta”, de Gilberto Gil, é reproduzido no destaque a
seguir.
Fragmento infinitésimo,
Quase que apenas mental,
Quantum granulado no mel,
Quantum ondulado do sal,
Mel de urânio, sal de rádio
Qualquer coisa quase ideal.
As frases “Quantum granulado no mel” e “Quantum ondulado do sal” relacionam-se, na Física,
com
a) Conservação de Energia.
b) Conservação da Quantidade de Movimento.
c) Dualidade Partícula-onda.
d) Princípio da Causalidade.
e) Conservação do Momento Angular
25) (UFBA-2006) A escolha de 2005 [como o Ano Mundial da Física] coincide com o centenário
da publicação dos primeiros trabalhos de Albert Einstein que revolucionaram a Física. As cinco
contribuições extraordinárias, que apareceram na prestigiosa revista alemã Annalen der Physik,
foram a teoria da relatividade especial, a introdução do conceito de quantum de luz, a
explicação do movimento browniano, a equivalência entre massa e energia e um método de
determinação de dimensões moleculares (sua tese de doutorado). O ano de 2005 assinala ainda
o cinqüentenário de sua morte e o octogésimo ano de sua passagem pelo Brasil. (STUDART,
2005, p.1).
Considerando-se as teorias físicas conhecidas à época das publicações de Einstein e as
contribuições advindas de seus trabalhos para o desenvolvimento das Ciências Naturais, é
correto afirmar:
(01) O movimento browniano de um meio coloidal é incompatível com o princípio de
organização próprio do sistema vivo.
(02) A temperatura de um gás ideal é diretamente proporcional à energia cinética média das
suas moléculas.
(04) A velocidade da luz, no vácuo, é menor do que em um meio material transparente.
(08) Um referencial é dito inercial, quando ele está em repouso ou se move com velocidade
constante em relação a outro referencial inercial.
(16) A excitação da clorofila por um fóton de luz propicia a conversão de energia solar em
energia química da glicose.
(32) Se a quantidade de energia resultante da transformação total de 1,0kg de matéria é igual a
9,0.1013kJ, então essa mesma quantidade de energia é Freqüência
gerada a partir de 6,02.1023 moléculas de hidrogênio, H2, (1014Hz) Cor
ou de sacarose, C12H22O11. 6,9 azul
Dê como resposta a soma dos números correspondentes
azul -
às afirmações corretas. 6,2
esverdeada
a) 6 b) 26 c) 38
5,1 amarela
d) 50 e) 63
3,9 vermelha
26) (FMTM-2002) A medicina encontra nos raios LASER,
2,6 infravermelha
cada dia que passa, uma nova aplicação. Em cirurgias,
têm substituído os bisturis e há muito são usados para “soldar” retinas descoladas.
Teoricamente idealizados em 1917 por Albert Einstein, podem hoje em dia ser obtidos a partir
de sólidos, líquidos e gases. O primeiro LASER a gás empregava uma mistura de hélio e neônio
e produzia um feixe de ondas eletromagnéticas de comprimento de onda 1,15.10-6 m. Com base
na tabela que segue e considerando-se a velocidade de propagação da luz 3.108 m/s, a “cor” do
feixe emitido por este LASER era:
a) azul. b) azul - esverdeada. c) amarela.
d) vermelha. e) infravermelha.
27) (UEPB-2006) “ Quanta do latim
Plural de quantum
Quando quase não há
Quantidade que se medir
Qualidade que se expressar Fragmento infinitésimo
Quase que apenas mental...”
(Gilberto Gil)
O trecho acima é da música Quanta, que faz referência aos quanta, denominação atribuída aos
pequenos pacotes de energia emitidos pela radiação eletromagnética, segundo o modelo
desenvolvido por Max Plank, em 1900.Mais tarde Einstein admite que a luz e as demais
radiações eletromagnéticas deveriam ser consideradas como um feixe desses pacotes de
energia, aos quais chamou de fótons, que significa “partículas de luz”, cada um transportando
uma quantidade de energia. Adote, h = 6,63. 10-34J.s e 1ev = 1,6 .10-19J. Com base nas
informações do texto acima, pode-se afirmar que:
a) quando a frequência da luz incidente numa superfície metálica excede um certo
valor mínimo de frequência, que depende do metal de que foi feita a superfície, esta
libera elétrons;
b) as quantidades de energia emitidas por partículas oscilantes, independem da frequência da
radiação emitida;
c) saltando de um nível de energia para outro, as partículas não emitem nem absorvem energia,
uma vez que mudaram de estado quântico;
d) a energia de um fóton de frequência 100MHz é de 663.10-28ev;
e) o efeito fotoelétrico consiste na emissão de fótons por uma superfície metálica, quando
atingida por um feixe de elétrons.
28) (UFG-2007) O efeito fotoelétrico, explorado em sensores, células fotoelétricas e outros
detectores eletrônicos de luz, refere-se à capacidade da luz de retirar elétrons da superfície de
um metal. Quanto a este efeito, pode-se afirmar que:
a) a energia dos elétrons ejetados depende da intensidade da luz incidente.
b) a energia dos elétrons ejetados é discreta, correspondendo aos quanta de energia.
c) a função trabalho depende do número de elétrons ejetados.
d) a velocidade dos elétrons ejetados depende da cor da luz incidente.
e) o número de elétrons ejetados depende da cor da luz incidente.
29) (UFSC-2005) O ano de 2005 foi o ANO INTERNACIONAL DA FÍSICA, pois estaremos
completando 100 anos de importantes publicações realizadas por Albert Einstein. O texto abaixo
representa um possível diálogo entre dois cientistas, em algum momento, nas primeiras
décadas do século 20:
“Z - Não posso concordar que a velocidade da luz seja a mesma para qualquer referencial. Se
estivermos caminhando a 5 km/h em um trem que se desloca com velocidade de 100 km/h em
relação ao solo, nossa velocidade em relação ao solo será de 105 km/h. Se acendermos uma
lanterna no trem, a velocidade da luz desta lanterna em relação ao solo será de c + 100 km/h.
B - O nobre colega está supondo que a equação para comparar velocidades em referenciais
diferentes seja v’ = v0 + v. Eu defendo que a velocidade da luz no vácuo é a mesma em
qualquer referencial com velocidade constante e que a forma para comparar velocidades é que
deve ser modificada.
Z - Não diga também que as medidas de intervalos de tempo serão diferentes em cada sistema.
Isto é um absurdo! B - Mas é claro que as medidas de intervalos de tempo podem ser diferentes
em diferentes sistemas de referência.
Z - Com isto você está querendo dizer que tudo é relativo! B - Não! Não estou afirmando que
tudo é relativo! A velocidade da luz no vácuo será a mesma para qualquer observador inercial.
As grandezas observadas poderão ser diferentes, mas as leis da Física deverão ser as mesmas
para qualquer observador inercial. ”
Com o que você sabe sobre teoria da relatividade e considerando o diálogo acima apresentado,
assinale a (s) proposição(ões) CORRETA(S).
01. O cientista B defende ideias teoricamente corretas sobre a teoria da relatividade restrita,
mas que não têm nenhuma comprovação experimental.
02. O cientista Z aceita que objetos podem se mover com velocidades acima da velocidade da
luz no vácuo, pois a mecânica newtoniana não coloca um limite superior para a velocidade de
qualquer objeto.
04. O cientista Z está defendendo as ideias da mecânica newtoniana, que não podem ser
aplicadas a objetos que se movem com velocidades próximas à velocidade da luz
08. De acordo com a teoria da relatividade, o cientista B está correto ao dizer que as medidas
de intervalos de tempo dependem do referencial.
16. De acordo com a teoria da relatividade, o cientista B está correto ao afirmar que as leis da
Física são as mesmas para cada observador.
A soma das alternativas corretas é:
a) 6 b) 13 c) 18 d) 24 e) 30
30) (UEL-2006) A existência de sistemas físicos que funcionam durante muito tempo só foi
conseguida com o domínio da tecnologia de produção de baixas temperaturas, próximas do zero
absoluto. Por exemplo, qualquer anel metálico torna-se supercondutor se for levado a uma
temperatura próxima do zero absoluto. Nessas condições, a resistência elétrica é reduzida ao
valor zero e uma corrente pode permanecer fluindo constantemente no anel. Sobre o tema,
considere as afirmativas a seguir.
I. Como o sistema é um exemplo de um moto perpétuo, no qual não haverá dissipação de
energia, poderemos extrair indefinidamente trabalho do mesmo, já que a energia do sistema é
infinita.
II. A existência deste sistema demonstra que a ideia clássica de irradiação de cargas aceleradas
tem que ser repensada com a descoberta dos fenômenos quânticos.
III. O sistema pode ser encarado como um exemplo de um moto perpétuo, no qual não
haverá dissipação de energia nem por atrito, nem por radiação. No entanto, não poderemos
extrair indefinidamente trabalho do mesmo, já que a energia do sistema é finita.
IV. A existência desse sistema demonstra que as leis da conservação da energia e do
crescimento da entropia encontram seus limites nos fenômenos da Mecânica Quântica.
Estão corretas apenas as afirmativas:
a) I e III. b) II e III. c) II e IV. d) I, II e IV. e) I, III e IV.
31) (UFSC-2002) Em um laboratório, são fornecidas a um estudante duas lâmpadas de luz
monocromática. Uma emite luz com comprimento de onda correspondente ao vermelho ( 6,2
x 10-7 m) e com potência de 150 Watts. A outra lâmpada emite luz com comprimento de onda
correspondente ao violeta (3,9 x 10-7 m) e cuja potência é de 15 Watts. O estudante deve
realizar uma experiência sobre o efeito fotoelétrico. Inicialmente, ele ilumina uma placa de lítio
metálico com a lâmpada de 150 W e, em seguida, ilumina a mesma placa com a lâmpada de 15
W. A frequência-limite do lítio metálico é aproximadamente 6,0 x 1014 Hz.
Em relação à descrição apresentada, assinale a (s) proposição(ões) CORRETA(S).
01. Como a lâmpada de luz vermelha tem maior potência, os elétrons serão ejetados da
superfície metálica, ao iluminarmos a placa de lítio com a lâmpada de 150 W.
02. Ao iluminar a placa de lítio com a lâmpada de 15W, elétrons são ejetados da superfície
metálica.
04. A energia cinética dos elétrons, ejetados da placa de lítio, é diretamente proporcional à
frequência da luz incidente.
08. Quanto maior o comprimento de onda da luz utilizada, maior a energia cinética dos elétrons
ejetados da superfície metálica.
16. Se o estudante iluminasse a superfície de lítio metálico com uma lâmpada de 5 W de luz
monocromática, com comprimento de onda de 4,6 x 10-7 m (luz azul), os elétrons seriam
ejetados da superfície metálica do lítio.
32. Se o estudante utilizasse uma lâmpada de luz violeta de 60 W, a quantidade de elétrons
ejetados da superfície do lítio seria quatro vezes maior que a obtida com a lâmpada de 15 W.
64. A energia cinética dos elétrons ejetados, obtida com a lâmpada de luz vermelha de 150 W, é
dez vezes maior que a obtida com a lâmpada de luz violeta de 15 W.
Dê como resposta a soma dos números correspondentes às afirmações corretas.
a) 6 b) 22 c) 38 d) 70 e) 110
32) (UEL-2003) A tela da televisão é recoberta por um material que emite luz quando os
elétrons do feixe incidem sobre ela. O feixe de elétrons varre a tela linha por linha, da esquerda
para a direita e de cima para baixo, formando assim a imagem da cena transmitida. Sobre a
formação da imagem na tela fotoluminescente, é correto afirmar:
a) Na televisão em preto-e-branco, há apenas a emissão de duas cores: a branca e a preta; e as
diferentes tonalidades de cinza são proporcionadas pela variação da intensidade do feixe
eletrônico.
b) Na televisão em cores há três feixes eletrônicos com intensidades diferentes, que ao
incidirem na tela proporcionam a emissão das três cores primárias de luz: azul, vermelho e
verde.
c) Cada região da tela da televisão em cores é um emissor de luz, constituído por três
partes diferentes de material fotoluminescente, que emitem as cores primárias de luz
- azul, vermelho e verde - dependendo da energia dos elétrons incidentes.
d) Na televisão em preto-e-branco, cada região da tela é composta por dois emissores de luz,
que emitem nas cores preta e branca, conforme a intensidade do feixe eletrônico. e) e) A
emissão das três cores primárias da tela de televisão em cores depende da energia cinética com
que os elétrons incidem: o vermelho corresponde à incidência de elétrons de baixa energia
cinética, e o azul, à incidência de elétrons de alta energia cinética.
33) (UFBA-2002) Considerando-
se o espectro eletromagnético,
cujo esquema está apresentado
na figura, onde  é o
comprimento de onda, é correto
afirmar:
(01) Os raios gama, no vácuo,
têm velocidade maior do que as ondas de rádio.
(02) Os raios gama são constituídos de elétrons emitidos na desintegração de núcleos atômicos.
(04) Os raios X são bastante absorvidos pelos ossos humanos e atravessam, com facilidade, a
pele humana.
(08) Todas as ondas do espectro são transversais e se propagam na direção perpendicular às
direções dos campos elétricos e magnéticos oscilantes que as constituem.
(16) A microscopia ótica constitui uma técnica eficiente na observação dos detalhes da
estrutura das membranas celulares, cuja espessura é da ordem de 10nm.
(32) A energia cinética dos elétrons ejetados por um metal, no efeito fotoelétrico, é tanto
maior quanto maior for a intensidade da luz incidente.
Dê como resposta a soma dos números correspondentes às afirmações corretas.
a) 9 b) 14 c) 38 d) 50 e) 63
34) (UFBA-2002) Investigando a estrutura do núcleo
atômico, Rutherford conseguiu, pela primeira vez,
transformar artificialmente um elemento químico em
outro, fazendo um feixe de partículas alfa passar através
de uma camada de nitrogênio gasoso. A transformação
ocorrida, de nitrogênio em oxigênio, está representada,
de maneira sintética, na figura a seguir.
Com base nessas informações, na análise da figura e nos
conhecimentos sobre física nuclear, é correto afirmar:
(01) A estabilidade de núcleos atômicos se mantém pela ação de forças de natureza
eletromagnética.
(02) A partícula alfa é formada por dois núcleons.
(04) O nitrogênio libera um próton mediante reação nuclear espontânea.
(08) O oxigênio obtido é resultante de um processo de transmutação.
(16) A conservação do número de massa ocorre em reações nucleares.
(32) A carga elétrica total, antes da reação, é igual à carga elétrica total após a reação.
Dê como resposta a soma dos números correspondentes às afirmações corretas.
a) 9 b) 14 c) 38 d) 49 e) 63
35) (PUC-RS) Considere as afirmações:
I. Elétron-volt (eV) é uma unidade de energia.
II. Os raios são radiações eletromagnéticas de comprimento de onda maior que o da luz
visível.
III. A energia equivalente à massa de repouso de uma partícula é igual ao produto da massa
(em repouso) da partícula pelo quadrado da velocidade da luz.
São corretas:
a) somente a afirmação I. d) somente as afirmações II e III.
b) somente as afirmações I e II. e) todas as afirmações.
c) somente as afirmações I e III
36) (UFSC 2017) As radiações características emitidas pelos átomos dos elementos ao
serem aquecidos em uma chama ou submetidos a descargas elétricas foram
investigadas exaustivamente no final do século XIX. Quando observada através de um
espectroscópio, essa radiação forma um conjunto de linhas de várias cores ou
comprimentos de onda, e as posições e as intensidades dessas linhas são características
de cada elemento. O estudo dessas linhas é importante, ainda hoje, em campos como a
astrofísica e foi fundamental para a compreensão da estrutura da matéria no início do
século XX.
Sobre espectros atômicos, é correto afirmar que:
1) espectros de emissão discretos são obtidos de luz proveniente de corpos densos e
quentes (sólidos, líquidos e gases altamente comprimidos).
2) espectros de emissão contínuos são obtidos por intermédio de aquecimento ou
descargas elétricas em matéria pouco densa, como gases rarefeitos.
4) espectros de absorção apresentam linhas escuras que representam os comprimentos
de onda de gases relativamente frios e rarefeitos que se interpõem entre a luz
proveniente de uma fonte que emite um espectro contínuo e um espectroscópio.
8) o Modelo Atômico de Rutherford não explicava os espectros de emissão discretos.
16) o Modelo Atômico de Bohr teve sucesso em explicar o espectro de emissão do
hidrogênio ao propor que: os átomos emitem radiação quando um elétron sofre
transição de uma órbita para outra e a frequência da radiação emitida está relacionada
às energias das órbitas através da equação hf = Ec - Uo .
32) as regularidades nos espectros foram inicialmente interpretadas por fórmulas
obtidas empiricamente, como a série de Balmer, a de Paschen e a de Lyman.
Dê como resposta a soma dos números correspondentes às afirmações corretas.
a) 9 b) 14 c) 38 d) 44 e) 63
37) A energia lançada no espaço pelo Sol:
a) provém das reações nucleares que ocorrem em seu interior por causa da alta
pressão e da temperatura.
b) ocorrem na superfície.
c) ocorrem na fotosfera.
d) ocorrem na cromosfera.
e) não ocorrem no Sol.
38) (UFU-MG) Leia com atenção o texto abaixo e responda a questão proposta.
Quando o físico francês Antoine Henri Becquerel descobriu, em 1896, que o urânio emitia
espontaneamente uma radiação que ele denominou “raios urânicos”, seguiu-se uma grande
revolução no conhecimento científico. Sua descoberta contribuiu para a hipótese de que o átomo
não era o constituinte último da matéria e abriu caminho para a área da física nuclear. O próprio
Becquerel identificou que os “raios urânicos” eram constituídos de três partes distintas. Mais
tarde, essas partes foram denominadas radiação alfa (núcleo do átomo de hélio), radiação beta
(elétrons altamente energéticos) e radiação gama (de natureza eletromagnética). Marie Curie e
seu marido Pierre Curie verificaram esse mesmo fenômeno em dois novos elementos, rádio e
polônio, por eles descobertos.
Podemos afirmar que o texto:
a) trata da descoberta da radioatividade.
b) trata da descoberta do efeito fotoelétrico.
c) mostra a origem da radiação eletromagnética.
d) apresenta a origem do conceito de átomo.
e) n.d.a
39) (UFRS) Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna do parágrafo abaixo.
O Sol é a grande fonte de energia para toda a vida na Terra. Durante muito tempo, a origem da
energia irradiada pelo Sol foi um mistério para humanidade. Hoje, as modernas teorias de
evolução das estrelas nos dizem que a energia irradiada pelo Sol provém de processos de
_______ que ocorrem no seu interior, envolvendo núcleos de elementos leves.
a) espalhamento
b) fusão nuclear
c) fissão nuclear
d) fotossíntese
e) combustão
40) (ENEM)
A bomba Durante uma reação de fissão nuclear, a divisão de um
reduz neutros e neutrinos, núcleo a partir de um nêutron produz novos elementos
e abana-se com o leque da reação em cadeia e novos nêutrons. Esses novos nêutrons formados são
ANDRADE, C. D. Poesia completa e prosa. capazes de bombardear outros núcleos e assim
sucessivamente.
Rio de Janeiro: Aguilar, 1973 (fragmento).
Nesse fragmento de poema, o autor refere-se
à bomba atômica de urânio. Essa reação é dita “em cadeia” porque na
a) fissão do 235U ocorre liberação de grande quantidade de calor, que dá continuidade à reação.
b) fissão de 235U ocorre liberação de energia, que vai desintegrando o isótopo 238U,
enriquecendo-o em mais 235U.
c) fissão do 235U ocorre uma liberação de nêutrons, que bombardearão outros núcleos.
d) fusão do 235U com 238U ocorre formação de neutrino, que bombardeará outros núcleos
radioativos.
e) fusão do 235U com 238U ocorre formação de outros elementos radioativos mais pesados, que
desencadeiam novos processos de fusão.
41) (UFPE) O programa nuclear do Irã tem chamado a atenção internacional em função das
possíveis aplicações militares decorrentes do enriquecimento de urânio. Na natureza, o urânio
ocorre em duas formas isotópicas, o U-235 e o U-238, cujas abundâncias são, respectivamente,
0,7% e 99,3%. O U-238 é radioativo, com tempo de meia-vida de 4,5 x 109 anos,
independentemente do tipo de aplicação desejada. Sobre o uso do urânio, considere a equação
abaixo e analise as afirmativas a seguir.
235
92U  + 0n1 → 56Ba140 + xKry + 30n1
1. O U-238 possui três prótons a mais que o U-235.
2. Os três nêutrons liberados podem iniciar um processo de reação em cadeia.
3. O criptônio formado tem número atômico igual a 36 e número de massa igual a 96.
4. A equação acima
1. Falsa: U-238 e U-235 são dois isótopos do Urânio, ou seja, apresentam o mesmo número
representa a fissão atômico (mesmo número de prótons) e diferentes números de massa.
nuclear do urânio.
5. Em virtude do tempo 2. Verdadeira: O fenômeno da fissão nuclear depende da presença de nêutrons livres no
de meia-vida meio reacional.

extremamente longo, o
3. Falsa: O número atômico e o número de massa do criptônio formado são 36 e 93,
U-238 não pode, de respectivamente. Eles são calculados de forma isolada da seguinte forma:
forma alguma, ser
descartado no meio  Para o número atômico:
ambiente.
Estão corretas apenas: Soma dos números atômicos dos reagentes é igual à soma dos números atômicos dos
produtos:
a) 1, 2 e 5
b) 2, 3, 4 e 5 92 + 0 = 56 + x + 3.O
c) 1, 3 e 4
d) 2, 4 e 5 92 = 56 + x
e) 3, 4 e 5
42) O processo de x = 92 – 56

fissão nuclear é x = 36
bastante utilizado na
produção de energia  Para o número de massa:
elétrica em alguns
Soma das massas dos reagentes é igual à soma das massas dos produtos.
países por produzir a- Representa uma reação de transmutação artificial, em que o núcleo de um
uma excelente OBS.: Caso tenhamos
átomo é bombardeado por uma partícula qualquer, formando um novo
coeficiente na frente do participante, devemos multiplicar o coeficiente
elemento ao lado de outro elemento ou partícula.
quantidade de energia pela massa, como no caso do nêutron (n) no produto, que apresenta coeficiente 3 e massa 1.
b- Representa uma reação de fusão nuclear por apresentar dois átomos de
térmica. Porém, um Hidrogênio no reagente.
235 + 1(transformação
c- Reação de transmutação = 140 + y + 3.(1)
em um novo elemento químico)
grande malefício natural de um elemento ao emitir radiação beta.
d- Reação de transmutação236natural
= 140 de
+ yum elemento ao emitir radiação alfa.
promovido pela fissão +3
e-  A equação que representa um processo de fissão deve apresentar, no
nuclear é a produção reagente, o nêutron bombardeando um átomo e, no produto, pelo menos
dois átomos diferentes ao236
lado– dos
140nêutrons.
–3=y
de lixo radioativo, que
deve ser armazenado y = 93
em local apropriado.
Esse lixo geralmente é 4. Verdadeiro: É uma equação de fissão por ter um átomo sendo bombardeado por nêutron,
resultando em novos núcleos e mais nêutrons.
composto por
elementos químicos 5. Verdadeiro: O elemento Urânio apresenta uma meia-vida de 4,5 bilhões de anos.
formados durante o
processo de fissão.
Assim, qual dos
processos abaixo representa um processo de produção de lixo radioativo, ou seja, uma
fissão nuclear?
a) 7N14 + 1H1 → 6C12 + 2He4
b) 1H2 + 1H3 → 2He4 + 0n1
c) 6C14 → -1β0 + 7N14
d) 92U235 → 2α4 + 90Th231
e) 92U235 + 0n1 → 38Sr95 + 54Xe139 + 20n1
43) (UFU) - Considere a figura abaixo, retirada da
matéria da Revista Época, de 1º. de junho de 2009,
sobre os testes nucleares da Coreia do Norte liderada
por Kim Jong-il.
Sobre os fenômenos radioativos, suas aplicações e as
discussões suscitadas pela polêmica em torno da
provocação nuclear da Coreia do Norte nas últimas
semanas, assinale a alternativa INCORRETA. 
a) A reação em cadeia da fissão nuclear é o processo
de quebra de núcleos grandes em núcleos menores,
liberando uma grande quantidade de energia. 
b) Nos produtos da fissão nuclear do urânio-235, é
possível identificar vários isótopos pertencentes a
diferentes elementos químicos que emitem radiação α, β
e γ. 
c) O lixo nuclear deve ser armazenado em recipientes
de chumbo e/ou concreto e guardados em locais
seguros por tempo suficiente para que a radiação caia a níveis não prejudiciais. 
d) Os reatores nucleares norte-coreanos produzem energia limpa e não oferecem
nenhum risco ao ambiente e à população local. 
e) A fusão nuclear é a junção de núcleos atômicos produzindo um núcleo maior, com liberação
de uma enorme quantidade de energia.
R= Os reatores nucleares não produzem energia limpa e portanto geram diversos impactos ambientais tais como:
dano para a fauna/flora marinha devido ao superaquecimento da água, contaminação com resíduos radioativos e
risco de acidente no local.
44) (FGV) - Fissão nuclear e fusão nuclear: 
a) Os termos são sinônimos 
b) A fusão nuclear é responsável pela produção de luz e calor no Sol e em outras estrelas 
c) Apenas a fissão nuclear enfrenta o problema de como dispor o lixo radioativo de forma
segura 
d) A fusão nuclear é atualmente utilizada para produzir energia comercialmente em muitos
países 
e) Ambos os métodos ainda estão em fase de pesquisa e não são usados comercialmente.
45) MACKENZIE 2017 - A respeito dos processos de fissão e fusão nuclear, assinale a alternativa correta. 
Alternativa a: está errada. Não são sinônimos. a)
Alternativa b: está correta. A luz e o calor do Sol e outras estrelas é proveniente da fusão de núcleos de átomos de
hidrogênio, processo este chamado de fusão nuclear.
A
Alternativa c: está errada. A fusão nuclear também enfrenta o problema do lixo radioativo.
Alternativa d: está errada. A fusão nuclear ainda está em fase de testes para produzir energia comercialmente, quem sabe
no futuro...
Alternativa e: está errada. No momento, somente os reatores que atuam por fissão são utilizados para produzir energia
comercialmente.

fusão nuclear é o processo de junção de núcleos atômicos menores formando núcleos atômicos maiores,
absorvendo uma grande quantidade de energia. 
b) A fissão nuclear é o processo utilizado na produção de energia nas usinas atômicas, com baixo impacto
ambiental, sendo considerada uma energia limpa e sem riscos. 
c) No Sol ocorre o processo de fissão nuclear, liberando uma grande quantidade de energia. 

d) A equação , representa uma reação de fissão


nucelar. 
e) O processoa: de está
Alternativa fusão nuclear
errada. Afoi primeiramente
fusão nuclear dominado
libera pelos
uma americanos
grande para a construção
quantidade de das bombas
energia.
atômicas
Alternativadeb:Hiroshima e Nagasaki.
está errada. A fissão nuclear não é energia limpa, pois gera muitos resíduos (lixo atômico/nuclear).
Alternativa c: está errada. No Sol ocorre fusão.
Alternativa d: está correta. Note o núcleo maior se dividindo em núcleos menores.
Alternativa e: está errada. As bombas de Hiroshima e Nagasaki são baseadas no processo de fissão nuclear.
46) (UDESC-SC)  Foi determinado experimentalmente que, quando se incide luz sobre uma
superfície metálica, essa superfície emite elétrons. Esse fenômeno é conhecido como efeito
fotoelétrico e foi explicado em 1905 por Albert Einstein, que ganhou
em 1921 o Prêmio Nobel de Física, em decorrência desse TRABALHO.
Durante a realização dos experimentos desenvolvidos para compreender
esse efeito, foi observado que:
1. os elétrons eram emitidos imediatamente. Não havia atraso de tempo
entre a incidência da luz e a emissão dos elétrons.
2. quando se aumentava a intensidade da luz incidente, o número de
elétrons emitidos aumentava, mas não sua energia cinética.
3. a energia cinética do elétron emitido é dada pela equação Ec = mv²/2 =
hf – W, em que o termo hf é a energia cedida ao elétron pela luz, sendo h a
constante de Planck e f a frequência da luz incidente. O termo W é a energia que o elétron tem
que adquirir para poder sair do material, e é chamado função trabalho do metal.
Considere as seguintes afirmativas:
I – Os elétrons com energia cinética zero adquiriram energia suficiente para serem arrancados
do metal.
II – Assim como a intensidade da luz incidente não influencia a energia dos elétrons emitidos, a
frequência da luz incidente também não modifica a energia dos elétrons.
III – O metal precisa ser aquecido por
certo tempo, para que ocorra o efeito
fotoelétrico.
Assinale a alternativa correta. I- Correta  —  Ec=0  —  W=hf  —  observe que a energia
a) Somente a afirmativa II é cedida ao elétron pelo fóton incidente é a energia que ele
verdadeira; precisa receber para ser arrancado pelo metal
II- Falsa  —  a freqüência influencia (freqüência de corte – fo)
b) Todas as afirmativas são III- Falsa  —  a temperatura do metal não influi na emissão de
verdadeiras; elétrons.
c) Somente as afirmativas I e II são verdadeiras;
d) Somente a afirmativa III é verdadeira;
e) Somente a afirmativa I é verdadeira.      
47) (UFRGS-RS) Considere as seguintes afirmações sobre o efeito fotoelétrico.
I. O efeito fotoelétrico consiste na emissão de elétrons por uma superfície metálica atingida por
radiação eletromagnética.
II. O efeito fotoelétrico pode ser explicado satisfatoriamente com a adoção de um modelo
corpuscular para a luz.
III. Uma superfície metálica fotossensível somente emite fotoelétrons quando a frequência da
luz incidente nessa superfície excede um certo valor mínimo, que depende do metal.
Quais estão corretas?
a) apenas I.       b) apenas II.         c) apenas I e II.          d) apenas I e III.          e) I, II e
III.
48) (UFSC) Assinale a(s) proposição(ões) correta(s):
01) a luz, em certas interações com a matéria, comporta-se como uma onda eletromagnética;
em outras interações ela se comporta como partícula, como os fótons no efeito fotoelétrico.
02) a difração e a interferência são fenômenos que somente podem ser explicados
satisfatoriamente por meio do comportamento ondulatório da luz.
04) o efeito fotoelétrico somente pode ser explicado satisfatoriamente quando consideramos a
luz formada por partículas, os fótons.
08) o efeito fotoelétrico é consequência do comportamento ondulatório da luz.
16) devido à alta frequência da luz violeta, o “fóton violeta” é mais energético do que o “fóton
vermelho”.
Dê como resposta a soma das alternativas corretas.
a) 6 b) 13 c) 18 d) 23 e) 30
49) (UEG-GO)  Leia a tirinha a seguir.
Para validar a proposta do analista, ocorrência da dualidade onda-partícula, o senhor Fóton deve
ser capaz de sofrer
a) interferência e refração.                   
b) interferência e polarização.                           
c) difração e efeito fotoelétrico.                                         
d) efeitos fotoelétrico e Compton. 
e) ressonância e refração.
50) (UFBA-BA) A vida moderna não poderia oferecer muitos dos serviços sem o uso do laser.
Esse feixe de luz concentrada, que se propaga em uma mesma direção, por meio de ondas de
comprimento idêntico, com suas múltiplas funções, é, sem dúvida, a invenção mais impactante
do mundo moderno.
Na medicina, ele corta (com muita precisão e pouco sangue) músculos, pele e ossos e é a
principal indicação para 95% das terapias antienvelhecimento — da remoção de manchas ao
aumento da produção de colágeno. Estimula a renovação celular e pode ser capaz até de
diagnosticar lesões na retina. Charles Campbell (1926-2007), oftalmologista norte americano,
utilizou-o pela primeira vez em 1961 para eliminar um tumor maligno da retina de um paciente.
Desde os anos 50, os médicos empregavam a luz solar para queimar lesões na retina. Com uma
lente, eles convergiam os raios de sol diretamente para o olho do doente.
Hoje, graças à exatidão dos cortes a laser, 95% dos pacientes deixam de usar óculos depois de
uma operação de miopia. Para se ter uma ideia da tecnologia dos aparelhos empregados nesse
tipo de cirurgia, os feixes de luz que eles emitem têm a duração de cerca de 10
femtossegundos, sendo um femtossegundo equivalente a 1 segundo dividido por 1 quatrilhão.
(LOPES, 2010, p. 68-75).
Considerando-se essas informações e os conhecimentos das Ciências Naturais a elas associados,
é correto afirmar:
01) Os átomos têm a capacidade de emitir luz no exato momento em que elétrons saltam de
camadas mais internas para outras mais externas da eletrosfera atômica. 
02) Os médicos utilizavam lentes de borda grossa com o índice de refração maior que o do ar,
de modo a convergir os raios de sol diretamente para o olho do paciente. 
04) Os aparelhos empregados na cirurgia de miopia a laser emitem feixes de luz cuja duração é
da ordem de 10-14 segundos. 
08) O aumento da produção de colágeno pelo laser exemplifica um evento molecular, expresso
na relação genes-ambiente. 
16) As células que integram os músculos, pele e ossos compartilham a origem endodérmica no
curso  da embriogênese, sendo, por isso, menos irrigadas. 
32) A renovação celular é consequência da multiplicação de células altamente diferenciadas por
um  processo que reduz à metade o complemento cromossômico diploide. 
64) Aparelhos que usam o argônio para a produção de raios laser trabalham com átomos que
possuem a mesma estrutura eletrônica dos íons cálcio.
Dê como resposta a soma dos números correspondentes às afirmações corretas.
a) 6 b) 21 c) 38 d) 76 e) 107
01) Falsa  —   os átomos têm a capacidade de emitir luz no exato momento em que elétrons saltam de
camadas mais externas para outras mais internas da eletrosfera atômica. 
02) Falsa  —  lentes de bordas grossas com índice de refração maior que o do ar são divergentes.
16) Falsa  —   1 quatrilhão = 1015  — duração do pulso  —  ∆t=1/1015  —  ∆t=10-15 s