Você está na página 1de 3

DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL

Lei n. 10.693/2003
Viu algum erro neste material? Contate-nos em: degravacoes@grancursosonline.com.br

LEI N. 10.693/2003

A Lei n. 10.693/2003 cria a carreira de agente penitenciário federal no quadro de pessoal


do Ministério da Justiça e dá outras providências.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a


seguinte Lei:
Art. 1º Fica criada no Quadro de Pessoal do Ministério da Justiça a Carreira de Agente Penitenciário
Federal, composta por quinhentos cargos efetivos de Agente Penitenciário Federal.

Obs.1: o agente penitenciário federal é denominado, atualmente, de agente federal de execu-


ção penal.

Obs.2: a Lei n. 11.907/2009 criou oitenta e cinco cargos de especialistas e trinta cargos
de apoio dentro do Sistema Penitenciário Federal. Esses cargos não estão incluídos
nos quinhentos cargos de agentes federais de execução penal criados pela Lei n.
10.693/2003.

Art. 2º Compete aos ocupantes do cargo de Agente Federal de Execução Penal o exercício das
atividades de atendimento, vigilância, custódia, guarda, assistência e orientação de pessoas reco-
lhidas aos estabelecimentos penais federais e das atividades de natureza técnica, administrativa e
de apoio a elas relacionadas. (Redação dada pela 13.327, de 2016)
5m

Altera a remuneração de servidores públicos; estabelece opção por novas regras de incor-
poração de gratificação de desempenho a aposentadorias e pensões; altera os requisitos de
acesso a cargos públicos; reestrutura cargos e carreiras; dispõe sobre honorários advocatí-
cios de sucumbência das causas em que forem parte a União, suas autarquias e fundações;
e dá outras providências.

Dica: utilizar o mnemônico “VAGA CO” (referente à “vaga no concurso”) das atribuições:

• Vigilância;
• Atendimento;
• Guarda;
ANOTAÇÕES

1 www.grancursosonline.com.br
DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL
Lei n. 10.693/2003
Viu algum erro neste material? Contate-nos em: degravacoes@grancursosonline.com.br

• Assistência;
• Custódia;
• Orientação.

Obs.: as atribuições aplicam-se aos presos e às atividades técnica e administrativa.

Art. 3º O ingresso na Carreira de Agente Penitenciário Federal dar-se-á na classe inicial, mediante
aprovação em concurso público específico de provas, exigindo-se certificado de conclusão do ensi-
no médio para acesso ao cargo efetivo que integra.
Art. 4º (Revogado pela Lei n. 10.768, de 19.11.2003)
Art. 5º O Ministro de Estado da Justiça estabelecerá programa de capacitação para os servidores
ocupantes do cargo de Agente Penitenciário Federal.

ATENÇÃO
Caso a questão de prova utilize o termo “agente penitenciário federal”, a afirmação não
estará incorreta.

Art. 6º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Brasília, 25 de junho de 2003; 182º da
Independência e 115º da República.

A Lei n. 10.693/2003, portanto, trata da criação, da competência, do ingresso e da


capacitação:
10m

Criação Competência Ingresso Capacitação


Vigilância, atendimento,
Programa de Capa-
Quinhentos cargos guarda, assistência, custó- Classe inicial, por con-
citação estabelecido
de agente federal de dia e orientação aos presos curso público, de nível
pelo Ministro da
execução penal. e às atividades técnicas e médio.
Justiça.
administrativas.

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO

1. Conforme expressamente previsto na Lei n. 10.693/2003, que cria a carreira de agente


federal de execução penal, analise os itens a seguir, indiciando a assertiva correta:
a. A Lei criou a carreira de agente federal de execução, composta por trezentos cargos
ANOTAÇÕES

2 www.grancursosonline.com.br
DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL
Lei n. 10.693/2003
Viu algum erro neste material? Contate-nos em: degravacoes@grancursosonline.com.br

efetivos.
b. O ingresso na carreira de agente federal de execução dar-se-á na classe especial.
c. O ingresso na carreira de agente federal de execução dar-se-á mediante aprovação em
concurso público específico de provas, exigindo-se certificado de conclusão do ensino
superior.
d. Compete aos ocupantes do cargo de agente federal de execução penal o exercício
das atividades de atendimento, vigilância, custódia, guarda, assistência e orientação de
pessoas recolhidas aos estabelecimentos penais federais e das atividades de natureza
técnica, exceto atividades administrativas e judiciais.
e. O Ministro de Estado da Justiça estabelecerá programa de capacitação para os servido-
res ocupantes do cargo de agente penitenciário federal.

COMENTÁRIO
a) A Lei criou quinhentos cargos efetivos (art. 1º).
b) O ingresso ocorre na classe inicial (art. 3º).
c) É exigido certificado de conclusão do ensino médio (art. 3º).
d) As atividade administrativas estão incluídas nas atribuições das competências do agen-
te federal de execução penal (art. 2º).
e) Refere-se ao art. 5º).
15m

GABARITO

1. e

�Este material foi elaborado pela equipe pedagógica do Gran Cursos Online, de acordo com a aula
preparada e ministrada pela professora Deusdedy de Oliveira Solano.
A presente degravação tem como objetivo auxiliar no acompanhamento e na revisão do conteúdo
ministrado na videoaula. Não recomendamos a substituição do estudo em vídeo pela leitura exclu-
siva deste material.
ANOTAÇÕES

3 www.grancursosonline.com.br