Você está na página 1de 19

Relatório

Social
4 Apresentação
5 Pro bono
19 Investimento Social
29 Responsabilidade Socioambiental
32 Demonstrativos de Investimentos
34 Expediente

Sumário

COMPARTILHAR
CONHECIMENTO FAZ PARTE
DA MISSÃO DE PINHEIRO
NETO ADVOGADOS
4 Apresentação

Estar no Mundo
É com satisfação que distribuímos nosso terceiro relatório de atividades sociais. Não só
porque ele reafirma o compromisso filantrópico de nossa banca, mas também porque
nos faz refletir sobre aspectos de nossa postura institucional que compõem o nosso
“estar no mundo”.

Pro Bono
Em termos de investimento social, fechamos o biênio 2012-2013 com quase R$ 7
milhões, destinados a 22 organizações sociais. A quantia resultou em cerca de 55 mil
pessoas diretamente beneficiadas e outras 165 mil atingidas de forma indireta. A maioria
são crianças e jovens de famílias com poucas oportunidades. Mais uma vez, a maior parte
desse volume de recursos (42%) foi para a educação.
Ao mesmo tempo, o pro bono — a assistência legal gratuita do escritório — auxiliou
28 organizações sociais. E essas horas e horas de dedicação dos advogados foram
remuneradas, como se eles estivessem atendendo a qualquer um de nossos clientes. Ou
seja, o pro bono no Pinheiro Neto Advogados é institucional e implementado por um
sistema que envolve compensação financeira ao associado, em vigor desde 2010.
Em paralelo, nosso capital humano demonstrou que, individualmente, também almeja
uma sociedade mais justa e igualitária e, por isso, foi a campo em ações voluntárias. A
participação de Pinheiro Neto para concretizar o voluntariado corporativo consiste em
organizar as iniciativas e dar suporte para que essa força se manifeste.
No âmbito interno, ampliamos o estímulo ao desenvolvimento pessoal e profissional,
com a criação da pioneira Escola de Formação Pinheiro Neto, em 2012. Também
continuamos a aprimorar talentos, subsidiando palestras e cursos em diferentes
instituições de ensino, e avançamos nos temas de equidade e diversidade.
A neutralização de gases causadores de efeito estufa gerados por nossas atividades — e
que promovemos desde 2007 — ganhou um sistema de medição personalizado. Ele
acompanha as emissões periódicas, formula um inventário anual e fixa metas para
melhorarmos nossa “pegada verde”.
Enumerar esses dados, ao longo do preparo desta publicação, deixou-nos honrados, mas,
proporcionalmente, conscientes da responsabilidade de ampliar e multiplicar impactos
cada vez mais transformadores.
Boa leitura!
Alexandre Bertoldi
Sócio gestor

Comissão de Responsabilidade Social


Sérgio Pinheiro Marçal – sócio da área contenciosa
José Carlos Junqueira S. Meirelles – sócio da área empresarial
Marcelo Roncaglia – sócio da área tributária
Rodrigo Persone P. Camargo – sócio da área contenciosa
6 Pro Bono 7

Para o bem público


Pro bono é uma expressão latina que significa “para o bem”. Na advocacia, representa a
prestação de serviços jurídicos sem custos para quem não consegue arcar com o valor
de honorários.
Em Pinheiro Neto Advogados (PNA) pro bono é uma engrenagem virtuosa: de graça
para quem recebe, remunerada para quem atua. Desde 2010, o escritório faz uso de
um sistema de pagamento para os advogados associados que se dedicam ao pro bono,
como se estivessem alocando seu tempo para qualquer outro cliente. Em PNA, pro
bono não se confunde com voluntariado; é uma atividade institucional.
Os advogados entram com seu talento e experiência para solucionar pendências de
organizações sociais que já fazem a diferença na vida de milhares de brasileiros todos
os dias. Os casos são triados, escolhidos e encaminhados internamente pela Comissão
de Responsabilidade Social.
No biênio 2012-2013, o escritório fez pro bono para 28 organizações sociais (leia lista
na página ao lado). Especialistas das três sedes se envolveram com ações do gênero.
As principais estavam relacionadas a revisão ou elaboração de contratos e estatutos,
constituição de novas instituições, análise de aspectos fiscais e obtenção de isenções
tributárias. Além disso, os gestores das ONGs beneficiadas também receberam
orientações em diversas questões legais.
Por isso PNA recebeu em 2012 e em 2013 o Pro Bono Leading Lights, prêmio da
ABC Trust Brasil publicação especializada Latin Lawyer e do The Vance Center, que reconhecem o
Ação Comunitária do Brasil elevado comprometimento com temas sociais de escritórios de advocacia. Engajar
Amani Institute ainda um número maior de profissionais de PNA no pro bono é o principal desafio
Associação Águas Claras do Rio Pinheiros da banca para o próximo biênio. A seguir, sete casos ilustram a atuação nessa frente
Associação Comunitária Monte Azul de trabalho.
BENEFICIADOS Associação Curso Vencedor
PRO BONO Associação Parceiros da Educação – Rio de Janeiro
2012-2013 Associação Saúde Criança São Paulo
Associazione Azione Per Famiglie Nuove
Bandeirantes Rugby Club Atividade amplia o
Casa de Apoio da Pastoral de Saúde da Granja Viana
Casa Transitória de Brasília
amparo legal
Centro Acadêmico 22 de Agosto No Brasil, a advocacia pro bono já é exercida em várias cidades, embora a atividade
Centro Educacional Assistencial Profissionalizante - Pedreira ainda não seja regulamentada pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados nem
Fundação Faculdade de Medicina esteja prevista em seu Código de Ética.
Grupo de Institutos, Fundações e Empresas
Instituto Bcause É fundamental que não se confunda pro bono com a assistência prestada pelos
Instituto More defensores públicos. O defensor assegura ao cidadão, com renda familiar de até três
Instituto Tellus salários mínimos, representação no âmbito do Poder Judiciário. Qualquer amparo
Instituto Verdescola legal que uma pessoa ou instituição precise para ser representada em outras esferas de
Mission to Seafarers Poder deve contar com os serviços de um advogado.
Mocaph (Movimento Comunitário de Assistência e Promoção Humana)
Na América Latina, a atividade é incentivada no Chile, Colômbia, Peru e Venezuela.
Moradia Associação Civil – Casas Taiguara
Os Estados Unidos estimulam historicamente o pro bono, que conta com regras
Movimento LiveWright
específicas em vários estados. Lá, a American Bar Association – órgão semelhante
Street Child United
à OAB – orienta os profissionais a dedicarem pelo menos 50 horas por ano em
Tucca – Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer
demandas sem custo para os clientes que precisam de ajuda.
United Way Brasil
Universidade de Chicago – Bolsa Nelson P. Germanos
8 Pro Bono 9

Street Child World Cup


Com a tradução para Campeões da Rua 2014 – Crianças Unidas para Virar o Jogo, o campeonato
aconteceu durante dez dias, no Espaço Lonier, onde os times ficaram hospedados, no bairro
carioca de Vargem Pequena. Participaram 230 adolescentes, de 14 a 17 anos, de 19 países, incluindo
futebol pelos direitos das crianças o Brasil, que contou com 15 meninos do Ceará e 15 meninas do Rio. Para que as equipes pudessem
aportar em terras brasileiras, 14 advogados da sede carioca de PNA se dedicaram a mais de 300
Advogados de PNA ajudaram a trazer ao país da Copa do Mundo 2014 meninos e meninas que horas de pro bono, a maior parte delas durante o ano de 2013. A missão abarcava apoiar a obtenção
já viveram em ruas de várias partes do planeta. Mas esses garotos não vieram assistir ao grandioso de vistos de entrada no país, revisar contratos com patrocinador e apoiador, registrar a marca do
confronto de seleções de futebol. Na verdade, em março de 2014, agrupados em mais de 20 torneio e a constituição formal da Associação das Crianças de Rua Unidas — versão nacional da
equipes, participaram de uma competição, o Street Child World Cup, na cidade do Rio de Janeiro. Street Child United —, que ganhou ainda um estudo de possíveis incentivos tributários.
Ela visa chamar a atenção do público para os direitos das crianças que não têm casa nem cuidados.
O trabalho para a concessão de 198 vistos foi o mais complexo. Sem essa formalidade, a maioria
Esse torneio esportivo juvenil acontece desde 2010 nas nações que sediam a Copa do Mundo dos participantes não teria conseguido vir ao torneio. Os trâmites envolveram consulados e
de Futebol. O evento é promovido pelo Street Child United, um movimento global, associado embaixadas brasileiras em 13 países, além do Ministério das Relações Exteriores em Brasília. “O fato
à organização Save The Children, baseada em Londres, e que agrega 20 países. A ONG cobra de todas as equipes terem conseguido viajar foi um sucesso inacreditável, quando consideramos
medidas governamentais para o problema dos milhões de crianças em situação de rua, que todos os obstáculos que ex-crianças de rua enfrentam com documentos”, relata Karin Joseph,
ficam vulneráveis à violência, ao abuso, à exploração sexual, ao consumo de álcool e drogas, e gerente de participação internacional da Street Child World Cup. “Não sei como teria sido possível
não têm voz nem direitos garantidos. sem o apoio do Pinheiro Neto. Eles nos responderam a todo tempo e até mesmo em feriados.”
Na passagem pelo país, os jogadores também participaram de um festival de artes e de uma
conferência pelos direitos da criança em situação de rua, visitaram a Favela do Vidigal e o Cristo
Redentor, além de realizarem um ato simbólico no local do Massacre da Candelária. Um grupo
visitou a sede de PNA no Rio e confraternizou com os profissionais.

“FOI UM PRAZER CONTAR


COM UMA EQUIPE QUE PÔS
A NOSSA ORGANIZAÇÃO
EM SEUS CORAÇÕES”
Joe Hewitt, diretor do escritório
brasileiro da Street Child World Cup
10 Pro Bono 11

MARCELO VALENÇA COM SUA EQUIPE NO INSTITUTO


TELLUS: CONCEPÇÃO DE EMPRESA DO SETOR 2,5 QUE
ATUA PARA UM ESTADO MAIS EFICIENTE
12 Pro Bono 13

Amani Institute
formação de líderes inovadores do século 21

Concebido por pesquisadores das universidades de Harvard e de George “MINHA MELHOR EXPERIÊNCIA
Washington e com sedes nos Estados Unidos e no Quênia, o Amani Institute acaba COM ADVOGADOS”
de ser constituído no Brasil. Seu foco é preparar graduandos ou pós-graduandos
Ilaina Rabbat, cofundadora
como líderes empreendedores, capazes de enfrentar os desafios do século 21 e de
criar soluções inovadoras e de grande impacto.
A atuação prática dos advogados de PNA começou em 2013, com orientação
Por meio de uma imersão no tema negócios e de vivências práticas no território sobre modelos societários e associativos (fundação, instituto, associação, título
africano do Quênia, os estudantes do Amani trabalham valores como visão, de Oscip) e apresentação de estruturas possíveis para a capitalização do instituto
coragem, empatia e disposição. Entre 2012 e 2013, 81 alunos, de 24 países, foram e de aspectos fiscais, como imunidade tributária ou isenção, além da discussão
beneficiados pela vigorosa formação cidadã da instituição, que conta com o apoio de documentos constitutivos, como estatuto e certidões. Optou-se por criar o
financeiro e a parceria de universidades e fundações de ponta, além da Ashoka, Amani como associação.
tradicional fomentadora de empreendedores sociais no mundo. Ao ajudar o
instituto a operar aqui, PNA estabeleceu a ponte para que nosso país passe a “Essa foi a minha melhor experiência com advogados”, conta Ilaina Rabbat,
integrar esse circuito. A partir de 2015, o Brasil sediará, por exemplo, um curso de cofundadora e diretora executiva do Amani Institute. “O pessoal do PNA
pós-graduação em gestão de inovação social e empreendedorismo, a ser ministrado respondeu a todas as nossas perguntas. Deram-nos uma grande quantidade de
por professores do Amani na capital paulista. informações e apresentaram prós e contras. Foi um trabalho surpreendente.”
14 Pro Bono 15

“O TRABALHO EXECUTADO FOI

Tucca IMPORTANTE PARA NOS DAR UM


RESPALDO JURÍDICO NO QUAL
nos bastidores da cura PODÍAMOS CONFIAR”
Vera Carvalho Oliveira, fundadora
Pode soar estranho à primeira vista, mas é com música que a Tucca — Associação para da ONG paulistana
Crianças e Adolescentes com Câncer mantém boa parte dos 5 mil atendimentos anuais a
meninos e meninas, de famílias de baixa renda, em um hospital da zona leste paulistana. Nos
bastidores desse espetáculo solidário, atuam associados de PNA.
Duas iniciativas compõem o Projeto Tucca Música pela Cura, concebido pela ONG. A Série
Tucca de Concertos Internacionais traz celebrados artistas da música clássica para se apresentar
na prestigiada Sala São Paulo, na capital paulista. A versão infantil, Série Tucca Aprendiz de
Maestro, promove adaptações de balés, óperas e textos teatrais.
Como todas as apresentações estão inscritas em leis de incentivo à cultura, a bilheteria destina-
se totalmente ao tratamento das crianças. “Raras são as ocasiões em que arte e educação se
unem assim, de forma tão exemplar, a uma ação social”, observa Cassio Scapin, ator e diretor
artístico do Aprendiz de Maestro.
No último biênio, os advogados de PNA prestaram assessoria em 40 contratos. A papelada
produzida e conferida por eles tratava do escopo do serviço, preço, forma de pagamento,
propriedade intelectual e obrigações acessórias de músicos, diretores artísticos e de produção
e consultor musical. “Contar com o conhecimento e a ampla experiência do Pinheiro Neto
nos ajuda a obter melhores condições na celebração dos contratos”, avalia Eliana Cardinali
Sardenberg, assessora executiva da Tucca.
A organização também foi beneficiada em 2012 em uma consulta jurídica sobre os
mecanismos de incentivo fiscal do Pronon (Programa Nacional de Apoio à Atenção
Saúde Criança São Paulo
Oncológica) e do Pronas/PCD (Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa cuidado e inclusão social
com Deficiência). Em paralelo, o escritório investiu na instituição (leia na página 28), que tem É como um estigma: as organizações soci
alcançado taxas de cura de câncer infantojuvenil similares aos dos mais bem-sucedidos centros ais que cuidam dos cidadãos de classes
menos favorecidas precisam, invariavelm sociais
ente, de amparo legal pelo qual não con
de oncologia pediátrica do mundo. pagar. Nessa lista está a Associação Saúde seguem
Criança São Paulo, que se estabeleceu na
paulista em 2012. Ela auxilia famílias de capital
crianças pobres, com doenças graves, aten
pela Santa Casa de Misericórdia de São didas
Paulo. Foi mais uma instituição que bus
pro bono de PNA recentemente. cou o apoio

A filosofia da Saúde Criança nasceu no


Rio de Janeiro, no início da década de 199
o trabalho da médica Vera Cordeiro. Ela 0, com
identificou que os pequenos pacientes
de mais do que tratamento pontual para prec isam
os males que os arrastam para um hospita
preciso compreender a saúde de uma form l. É
a integrada e prover o bem-estar biopsico
de todos os familiares de uma criança doe ssocial
nte. Assim, a organização mantém profissi
treinados em locais estratégicos , próxim ona is
os a casas de saúde que atendem a pop
baixa renda, como as Santas Casas. Eles ulação de
prestam orientação em cinco áreas esse
profissionalização, moradia, educação e nciais: saúde,
cidadania.
A unidade de São Paulo é uma franquia
social da instituição carioca. Entre as dem
apresentadas à equipe de PNA estava a andas
obtenção de certificações, como Cebas,
Oscip (Organização da Sociedade Civil o título de
de Interesse Público) e a isenção de imp
doação no estado de São Paulo. Os asso osto sobre
ciados também reviram e ajustaram o esta
social vigente para permitir, por exemplo, tuto
a emissão de notas fiscais. Os laços dess
estão cada vez mais firmes. A ponto de a parceria
advogadas da banca visitarem a sede da
para ministrar sete palestras gratuitas sob ONG
re legislação e cidadania para mães de fam
beneficiadas (leia mais na página 24). ílias
16 Pro Bono

Assistência em certificações
e documentos em prol do
desenvolvimento local

Um dos pontos mais críticos era a renovação da Cebas


(Certificação de Entidade Beneficente de Assistência Social), que
permite a isenção de alguns impostos, mas tramita de forma
morosa nas instâncias governamentais. Enquanto o processo
corria, seria necessário manter uma reserva financeira, para o caso
de a ONG ter de recolher tributos posteriormente.
O corpo gestor da instituição não reservou essa verba, pois
comprometeria a execução dos projetos para a comunidade.
Uma opção arriscada, segundo auditores financeiros. Por isso, eles
recomendaram que advogados da área ajudassem na avaliação
da possibilidade de obtenção do certificado, o que lhes daria
fundamento para organizarem melhor o caixa e destinarem
recursos às atividades.
“Saí de PNA com uma carta na mão”, relata Valéria Carrilho, gestora
administrativa da ONG. “Contra tudo e contra todos, porque até
colegas próximos haviam dito que não conseguiríamos. Mas o
escritório avaliou que a chance de perdermos a Cebas era mínima
e referendou nossa opção.” Em maio de 2014, a certificação foi
aprovada. “Voltei a dormir em paz”, suspira, aliviada.
O diagnóstico oferecido por PNA foi tão salutar que a Monte
Azul estabeleceu uma dinâmica de consultas aos advogados sobre
temas até corriqueiros que ficavam de lado, sem solução à vista.
Especialistas do escritório também trabalharam na redefinição
do estatuto da organização (ainda em curso) e para regularizar a
venda de um veículo automotivo da entidade.

Educação, Diante de tantas dúvidas e impasses, nasceu um tutorial sobre


certificados para ONGs, que solucionou problemas e facilitou

SAÚDE a gestão. “Eles me deram muitos feedbacks e me deixaram


segura para seguir. Foram orientações básicas para quem tem
e Cultura conhecimento legal, mas pérolas para quem gere organizações
sociais”, destaca Valéria.

Monte Azul Uma série de procedimentos internos continua em revisão.


Também está na pauta a aprovação das alterações estatutárias.
aprendizado eficaz para ser compartilhado Mas com a caixa de pendências devidamente organizada, ocorreu
à Monte Azul replicar o que aprendeu para outras organizações
Educação, saúde e cultura: com esses três ingredientes básicos da dignidade sociais. “Estamos crescendo por conta desses processos com
humana, a Associação Comunitária Monte Azul auxilia, desde 1979, perto o escritório e até conseguimos fazer um planejamento. Nele,
de 5 mil famílias da região do Campo Limpo, bairro da zona sul de São Paulo incluímos a possibilidade de compartilhar tudo o que já
(SP). Em 2013, a instituição passou por um exame de sua situação jurídica, que aprendemos, nesses anos, por meio de uma nova área, a de
gerou preocupações, e pediu socorro aos profissionais de PNA. consultoria”, prevê a gestora.
18 Pro Bono

Universidade de Chicago
portas abertas para o MBA

Investimento
Brasileiros que sonham em frequentar o MBA da Chicago Booth, e não podem arcar com o
custo, tiveram sua chance ampliada. PNA colaborou para fortalecer financeiramente a Bolsa
Nelson P. Germanos, que, desde 2008, oferece acesso à University of Chicago Booth School of
Business, uma das instituições mais conceituadas do mundo.
De 2010 para cá, seis brasileiros já usufruíram dessa bolsa, que também beneficia cidadãos de
outras nacionalidades, embora dê preferência aos nascidos aqui. Além de ter de comprovar sua
capacidade pessoal, o candidato deve demonstrar atitude exemplar em ética e princípios, tais
como empenho em compartilhar conhecimento e interesse por diferentes culturas.
Social
Ela foi criada nos Estados Unidos após o falecimento de Nelson Pitaguari Germanos, brasileiro
morto em um acidente de carro em 2005, apenas três anos após ter concluído o MBA naquela
tradicional instituição. Em 2012, um grupo de ex-alunos da Chicago Booth, empenhados em
aumentar o benefício, esteve na sede paulista de PNA, solicitando orientação legal para uma
campanha que angariaria doações no Brasil.
A demanda, portanto, consistia em obedecer à legislação e às normas bancárias do país e
garantir transparência à remessa do investimento de mais de cem doadores para o território
norte-americano, em conformidade com as leis tributárias vigentes, mas de forma otimizada.
Tudo isso respeitando-se também as regras de governança da Universidade de Chicago.
“Sem as soluções de PNA, o montante teria sofrido
retenção de impostos no Brasil, diminuindo o
benefício aos bolsistas”, avalia Janet Ortega,
representante do Global Advisory Board, da
Chicago Booth.
Para tanto, os advogados ajudaram a firmar um
contrato de parceria entre a universidade e o
Instituto Ling, pertencente ao setor educacional
e com sede em Porto Alegre (RS). O Ling
se tornou o responsável por repassar os
valores a Chicago, onde já havia sido criado
um endowment (fundo patrimonial), que
garantirá longevidade à generosa iniciativa
que homenageia Germanos.

ASSESSORIA TRIBUTÁRIA PARA


ASSEGURAR A FORMAÇÃO ACADÊMICA
DE EXECUTIVOS BRASILEIROS, COMO
MARCELO MOURÃO SILVEIRA
20 Investimento Social 21

O último biênio
MAIS
DE 55.000
em números
BENEFICIADOS DIRETOS

EDUC AÇÃO ALCANCE EM


4 ESTADOS
E NO DISTRITO FEDERAL
ESPO
RTE E
RECR
EAÇÃ
FORMAÇ
O TR ABA ÃO DE JOVENS
LHO E CID
O
P/
Áreas às quais
ADANIA
destinamos nosso
DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO

C I AL 1.693
o SETOR
investimento social
CIA S O
O DO 3
À GE STÃ
APOIO
IREIT
OS 2012-2013 TÊN

DE D
D EF
ESA
PEÇAS
SI S
AS
ME

DOADAS
IO

22 INSTITUIÇÕES BENEFICIADAS
AM

IEN EM CAMPANHAS
B

TE
CU
LTU DE
DO AGASALHO
R A E AR SA Ú
TE S

SERVIÇOS
PRO BONO
PARA 28
CERCA
DE R$
7 ORGANIZAÇÕES SOCIAIS

421
E M TO RN O D E
MILHÕES INVESTIDOS
NO BIÊNIO, DO CAIXA E
POR INCENTIVO FISCAL
165 MIL
BENEFICIADOS INDIRETOS LIVROS E REVISTAS DOADOS
À CIP - LAR DAS CRIANÇAS
22 Investimento Social 23

Reforma na Acaji
(Associação à Criança, ao Adolescente e Jovem do Icaraí)

Rolo de pintura, lata de tinta, estopa, martelo, chave de fenda e uma enorme vontade de
dar novos ares a um espaço de convivência para crianças e jovens de baixa renda. Assim
equipadas, 70 pessoas — entre funcionários de PNA, seus cônjuges e filhos — seguiram
num sábado de setembro para a Acaji (Associação à Criança, ao Adolescente e Jovem do
Icaraí), na Capela do Socorro, zona sul da capital paulista.
O ano era 2013, e o grupo entrou no clima de renovação da primavera que se avizinhava.
Com o empenho coletivo, as instalações da Acaji foram ganhando pinturas interna e

Educação e novas gerações


externa e reparos gerais. Ao mesmo tempo, outra parte da turma divertia 40 crianças
com contação de histórias, oficinas e brincadeiras. No fim, um lanche, com direito a
apresentação musical dos pequenos, selou a confraternização.
no topo das prioridades PNA convidou a Construtora Compasso, que faz reformas em sua sede paulistana, para
participar. Ela doou kits de pintura para o mutirão e seguiu com os reparos por mais
Os cerca de R$ 7 milhões investidos em 2012 e 2013 mantiveram o foco prioritário na área 15 dias, passando por banheiros, copa, cozinha e salas de aula. “O ambiente azulejado
de educação e foram destinados, principalmente, a crianças e jovens de baixa renda em e limpo se tornou mais agradável. E o impacto estético e a melhoria da iluminação
regiões periféricas. A decisão e o acompanhamento da alocação de recursos estão a cargo das salas também ajudam no aprendizado”, avalia o engenheiro Robson Gomes,
de sócios, advogados associados, funcionários administrativos e da área financeira que sócio da Compasso.
dialogam e seguem preceitos claros para as ações filantrópicas, em uma Comissão e um
Conselho de Responsabilidade Social. A Acaji havia sido sugerida pela Ação Comunitária, da qual é parceira desde 1997 na
aplicação dos programas Primeiras Letras, na faixa de 4 a 6 anos, e Crê-Ser, de 7 a 14 anos.
Esse entendimento permeia tanto a alocação de recursos diretos do caixa, como o Sediada em área marcada pelo baixo poder aquisitivo, a associação surgiu para ocupar de
direcionamento de incentivos fiscais, a organização das ações de voluntariado e a adesão a forma proveitosa o contraturno escolar. Hoje, oferece atividades para cerca de
campanhas. Como resultado, está o benefício direto a, pelo menos, 55 mil pessoas, ligadas 170 beneficiários.
a 22 organizações sociais. Outras 165 mil, de forma indireta, também colheram os frutos
desse empenho.
Os montantes em dinheiro (do caixa ou provenientes de renúncia fiscal) fortaleceram o
trabalho de entidades que atuam na ponta, oferecendo, todos os dias, à população mais
vulnerável, estudo, tratamentos de saúde, acolhimento, cultura, esportes, em suma, um
projeto de futuro. A maior parte das iniciativas acontece em São Paulo, sobretudo na
capital, na cidade do Rio de Janeiro, no Distrito Federal, além de municípios no interior de
Pernambuco e de Santa Catarina.
O leque de atividades voluntárias está aberto a todos os que desejam doar sua disposição,
talento e tempo. Independentemente do cargo que ocupam, quando vão a campo, formam
um exército do bem, que encara todo tipo de batalha: mutirões de reforma e pintura,
entrega de brinquedos a crianças e adolescentes, palestras de temas jurídicos para famílias
de poucos recursos, simulação de processo seletivo para ingresso de jovens no mercado,
além de adesões a campanhas de doação de dinheiro, roupas e livros. Os principais
descritivos desses desafios estão resumidos nas próximas páginas.
24 Investimento Social 25

ADVOGADOS VOLUNTÁRIOS VISITAM


INSTITUIÇÕES SOCIAIS E FÓRUNS DE
DEBATES CONCEITUAIS PARA DAR SUA
CONTRIBUIÇÃO JURÍDICA

Palestras
no Lar das Crianças, Saúde Criança São Paulo e GIFE

Falar sobre sua área de conhecimento é algo natural para um profissional do


direito. E uma simples palestra, em tom descontraído, pode elucidar dúvidas
essenciais para um cidadão de poucas oportunidades ou até para um especialista
de outra área. Por isso, informações sobre direitos fundamentais e acesso à Justiça
estiveram no centro da conversa “Entenda seus Direitos”, para 25 famílias, no Lar
das Crianças, no Alto da Boa Vista, zona sul da capital paulista, em 3 de agosto de
2013. Para facilitar a participação, outros voluntários cuidaram da recreação dos
filhos dos presentes durante o encontro.
“Foi enriquecedor o apoio jurídico dado às famílias, que, com suas histórias de
vida sofridas, puderam ver uma esperança para difíceis situações”, avalia Eve
Pekelman, responsável pelo Desenvolvimento Institucional da CIP (Congregação
Israelita Paulista), que administra o Lar. Desde 1937, ele proporciona atividades
educativas, alimentação e assistência médica para crianças e atualmente atende a
cerca de 400 todos os dias.
Para a Associação Saúde Criança São Paulo, auxiliada por PNA com pro bono (leia
na página 15), foram realizadas sete palestras, na sede da instituição, em Santa Simulado
Cecília, região central de São Paulo, em outubro de 2013. Como orienta famílias de processo seletivo de jovens com a Ação Comunitária
de crianças doentes, a ONG costuma promover discussões sobre cidadania. Entre
15 e 20 mães e pais participaram de cada roda de conversa, de cerca de uma hora,
com especialistas do escritório. Uma entrevista pode ser decisiva para a contratação em um posto de trabalho. Ainda
mais se o candidato está começando a vida profissional. Para orientar jovens no
Ainda em 2013, PNA atendeu ao convite do GIFE (Grupo de Fundações, Institutos aperfeiçoamento dessa performance, a Ação Comunitária criou o Simulado de Processo
e Empresas) – do qual é o primeiro escritório de direito associado – para ministrar Seletivo, dentro do seu Programa de Preparação para o Trabalho. PNA, importante e
palestra a representantes dos maiores investidores sociais do Brasil. Na pauta, o histórico investidor da ONG, continua a mobilizar seus colaboradores para participar
Pronon (Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica) e o Pronas/PCD dessa tarefa.
(Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência),
mecanismos federais de incentivo fiscal criados em 2012. Em 23 de novembro de 2012, 10 voluntários de PNA da sede de São Paulo realizaram
uma simulação de entrevista para 20 jovens ligados à Amai (Associação dos Moradores
da Vila Arco-Íris), que opera no Jardim Lucélia, bairro do distrito do Grajaú, zona sul de
São Paulo (SP), e é parceira da Ação Comunitária na aplicação do programa. Essa foi a
terceira vez que a iniciativa ocorreu nas dependências da banca.
Na ocasião, o time aplicou testes de conhecimento para os candidatos e conversou
com eles e com os educadores da Amai sobre as principais questões que envolvem a
busca pelo primeiro emprego. Entre as dicas, a adoção de uma postura que demonstre
interesse claro em aprender e a apresentação de um currículo objetivo e organizado.
26 Investimento Social 27

Recursos diretos MONTANTE


DO CAIXA
Em 2012 e 2013, PNA aplicou cerca de R$ 2,08 milhões de
recursos de seu caixa (veja demonstrativo de investimentos na 2012 R$ 1.056.210,00
página 32) para apoiar projetos sociais variados. A maior parte
2013
Natal lúdico do dinheiro subsidiou iniciativas em educação e meio ambiente, R$ 1.029.708,00
a exemplo das elencadas a seguir.
TOTAL R$ 2.085.918,00
e fraterno com crianças no Mocaph

Uma manhã de brincadeiras, oficinas, jogos, lanche


e bolo, bem como entrega de presentes, com direito
a Papai Noel voluntário, marcou a tradicional Festa
de Natal do Mocaph (Movimento Comunitário de
Assistência e Promoção Humana), proporcionada
todos os anos por PNA, e realizada em 15 de
dezembro de 2012 por 50 voluntários do escritório e PROJETO POMAR URBANO
seus familiares. 2 km de área verde conservada nas margens do rio Pinheiros
Crianças, de 4 a 12 anos, beneficiadas pela
instituição com atendimento de educação infantil
ou contraturno escolar, em Itapecerica da Serra, ASSOCIAÇÃO ASSOCIAÇÃO
Grande São Paulo – uma região que carece de opções PARCEIROS DA EDUCAÇÃO - ALFABETIZAÇÃO SOLIDÁRIA
educacionais e de lazer –, participaram de atividades - RIO DE JANEIRO
recreativas, coordenadas pelos monitores do 720 alunos em 2012 355 jovens e adultos em 2012
escritório, e ganharam bonecas, carrinhos e 706 alunos em 2013
267 indivíduos em 2013
brinquedos para montar.
tiveram acesso, na E. E. Prof. Ernesto Faria, ao foram alfabetizados em Manari (PE).
Laboratório de Informática e à Sala de Leitura, PNA investe na Alfasol há uma década.
equipados por PNA, e foram preparados para o
Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e os
exames vestibulares.

. mobilização do poder público paulista


. propostas de intervenções eficazes
Outubro Rosa ASSOCIAÇÃO . testes de tipos de despoluição
O prédio da sede de São Paulo foi
ÁGUAS CLARAS . Ministério Público
DO RIO PINHEIROS . Sabesp
iluminado no Outubro Rosa, em 2013, em
adesão ao movimento mundial sobre a
importância da prevenção e da detecção
. discussões
precoce do câncer de mama, que eleva as . divulgações públicas
chances de cura.
. Advocacy
. estratégias de revitalização
. Secretaria de Energia do Estado de São Paulo
. projeto técnico para despoluição futura
do canal de Guarapiranga
28 Investimento Social

Recursos
incentivados MONTANTE POR
ISENÇÃO FISCAL
No biênio, PNA destinou cerca de R$ 4,82 milhões a projetos 2012 R$ 2.035.000,00
inscritos em leis de incentivo fiscal (veja demonstrativo de
investimentos na página 32). A maior parte do montante 2013 R$ 2.790.000,00
subsidiou iniciativas sociais e culturais beneficiadas pelo Fumcad

Responsabilidade
(Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), TOTAL R$ 4.825.000,00
Lei de Incentivo ao Esporte e Lei Rouanet. Um pouco desse
resultado está relatado a seguir.

AÇÃO
COMUNITÁRIA
Socioambiental
PNA é um dos fundadores e o maior 4 mil crianças e adolescentes,
patrocinador corporativo da instituição.
ligados a 19 organizações,
Com o projeto Academia de Jovens
Líderes, apoiado via Fumcad, em 2013, 96 educadores sociais,
44 líderes e gestores comunitários
tiveram acesso a conhecimento sobre a formação de novos
líderes infantojuvenis, capazes de transformar suas vidas e as
comunidades onde vivem. O alvo são 25 localidades parceiras
da ONG, na periferia da região sul de São Paulo (SP).

TUCCA BANDEIRANTES
Associação para Crianças
e Adolescentes com Câncer
RUGBY CLUB
(São Paulo Saracens Bandeirantes)

PNA fortaleceu o trabalho da ONG via Lei Rouanet, Valores como disciplina, hierarquia, respeito, prática
para realização da Série Tucca de Concertos esportiva sadia e cidadania são levados a crianças de
Internacionais. A atuação com a oncologia pediátrica baixa renda por meio do rugby. O apoio financeiro e
do Hospital Santa Marcelina, em Itaquera, São Paulo jurídico de PNA, por meio da Lei do Esporte, em
(SP), resultou, no biênio, em: 2013, custeou:

1.540 atendimentos de crianças e adolescentes; formação de 200 atletas, em diversas categorias;


543 desses atendimentos eram novos casos;
presença de 300 crianças no Festival Paulista de
12.700 consultas; Rugby Infantil;
17.400 sessões de quimioterapia.
1.500 estudantes de escolas públicas usufruindo
de clínicas desse esporte.
30 Responsabilidade Socioambiental 31

Garantia de recursos
para as gerações futuras

Primeira empresa de advocacia no Brasil a compensar suas emissões, em 2007, PNA passou
a desenvolver, em 2013, um sistema de gestão interno de emissões, previsto para entrar em
funcionamento até o fim de 2014. Ele permitirá à equipe fazer seu próprio inventário, medir

Universidade corporativa
as emissões mês a mês e obter, de maneira prática e rápida, o total das emissões anuais, com
o estabelecimento de metas para redução.
27,7 mil mudas plantadas em área de reflorestamento no Alto Vale do Itajaí, em Santa
e impulso à diversidade Catarina, compensaram a emissão de gases de efeito estufa, pelas sedes de PNA, entre
2011 e 2013.
Para fortalecer seus recursos humanos, PNA mantinha 13 comissões internas no fim de 2013,
que deliberavam sobre questões institucionais, recrutamento, aprimoramento, diversidade Em fevereiro de 2013, teve início no prédio da sede de São Paulo o processo de Certificação
e gênero, entre outros temas. Um dos principais resultados desse cuidado foi a Escola de LEED. Ela é importante porque introduz as melhores práticas mundiais de uso de recursos
Formação Pinheiro Neto, que tomou forma em janeiro de 2012. O modelo, concebido pela naturais, não apenas com vistas a diminuir custos, mas à sustentabilidade do local.
Comissão de Aprimoramento, em parceria com a Saint Paul Escola de Negócios, oferece aulas 250 m3 de água ao mês foi a economia registrada no edifício paulistano com a instalação
gratuitas, na sede paulistana, com docentes da FGV (Fundação Getulio Vargas), Fundação de torneiras poupadoras e a readequação das rotinas de lavagem das garagens e áreas
Dom Cabral e Insper. Em cada ano, 428 profissionais foram treinados em negócios, temas do externas.
direito e relacionamento interpessoal. Todos eles receberam certificação.
20% de redução no consumo de energia na sede paulista aconteceu com a adoção de
Merecem destaque também as realizações da Comissão da Diversidade para tornar o acionamento automático de equipamentos elétricos e a transferência do CPD (Centro de
escritório mais inclusivo e igualitário. Ações de comunicação (site, boletim, concurso Processamento de Dados) para um Data Center, em um município vizinho.
de fotografias e consulta sigilosa, com adesão de 49,5% dos integrantes) balizaram o
aprimoramento da política de diversidade de PNA. A Comissão da Mulher proporcionou 8,25% a menos de cópias impressas foram registradas de 2012 para 2013. A média mensal
coaching para sócias e associadas sênior, palestra sobre carreira para advogadas de PNA e de de PNA passou de 922 mil para 846 mil no período, mesmo com o aumento das demandas
fora e assessoria jurídica na constituição do Women Professional Network SP. O programa de do escritório, pelo contínuo incentivo ao uso e ao compartilhamento de documentos
mentoria foi eleito o melhor da América Latina, no Americas Women In Business Law Awards digitalizados. A separação de papeis para reciclagem continuou na rotina das três sedes de
2013, premiação do Euromoney Legal Media Group. PNA, e a sede de São Paulo manteve a triagem de vidros e plásticos.
A banca continuou a incentivar práticas esportivas e cuidados com a saúde, além de subsidiar
pós-graduação, MBA e mestrado no Brasil (média de 50 advogados ao ano) e em outros países
(média de 10).

O TIME EM NÚMEROS
No fim de 2013, PNA somava
PNA GANHOU O SELO PAULISTA DA 757 integrantes, sendo:
DIVERSIDADE, DO GOVERNO DO
ESTADO DE SÃO PAULO, DADO A 248 advogados;
ORGANIZAÇÕES QUE INCLUEM NO 78 sócios;
MERCADO GRUPOS MAIS VULNERÁVEIS 18 jovens aprendizes.
33

Demonstrativo RECURSOS EM ESPÉCIE VALOR (R$)

de Investimentos
Associação à Criança, ao Adolescente e Jovem do Icaraí – alimentação em ação de voluntariado 2.237
Ação Comunitária – Programas Crê-Ser, Primeiras Letras e Família: Participação Cidadã
Ação Comunitária – 8o Torneio de Golfe da Ação Comunitária Bradesco Private Bank
94.824
3.000
2013
Associação Águas Claras do Rio Pinheiros – Manutenção das atividades 127.200
Associação Alfabetização Solidária – Projeto Alfabetização Inicial 100.000
Associação Parceiros da Educação - Rio de Janeiro – Manutenção das atividades e projeto na
208.678
RECURSOS EM ESPÉCIE VALOR (R$) Escola Estadual Prof. Ernesto Faria
Ação Comunitária – Programas Crê-Ser, Primeiras Letras e Cultura e Lazer 89.472 Bravo Consultoria – Plantio de mudas para neutralização de emissões de Gases do Efeito Estufa 90.000

2012 Associação Águas Claras do Rio Pinheiros – Manutenção das atividades


Associação Alfabetização Solidária – Projeto Alfabetização Inicial
105.200
90.000
Campanha McDia Feliz – Aquisição de lanches e apadrinhamento de lojas com renda revertida
para combate ao câncer
10.330

Casa de Apoio da Pastoral da Saúde da Granja Viana – Programas de Proteção Básica 60.000
Associação Parceiros da Educação - Rio de Janeiro – Manutenção das atividades e projeto na
243.274
Escola Estadual Prof. Ernesto Faria Centro Acadêmico XI Agosto da Faculdade de Direito da USP – Depto. Jurídico do XI de Agosto
60.000
– Manutenção das atividades
Bravo Consultoria – Plantio de mudas para neutralização de emissões de Gases do Efeito Estufa 90.000
Centro Acadêmico 22 de Agosto da Faculdade de Direito da PUC-SP – Manutenção das
Campanha McDia Feliz – Aquisição de lanches e apadrinhamento de lojas com renda revertida 25.000
10.250 atividades
para combate ao câncer
Congregação Israelita Paulista - Lar das Crianças – doação de artigos de cozinha e roupas 200
Casa de Apoio da Pastoral da Saúde da Granja Viana – Programas de Proteção Básica 60.000
Grupo de Institutos, Fundações e Empresas – Anuidade de membro associado 8.954
Centro Acadêmico XI Agosto da Faculdade de Direito da USP – Depto. Jurídico do XI de Agosto
60.000
– Manutenção das atividades Instituto Pro Bono – Manutenção das atividades 61.200
Grupo de Institutos, Fundações e Empresas – Anuidade de membro associado 8.358
Liga Solidária – doação de artigos de cozinha 500
Instituto Pro Bono – Manutenção das atividades 61.200
Mocaph – Pagamento de guias DARF 41.008
Liga Solidária – Espetáculo Bibi – Histórias e Canções 5.000
Mocaph – Chocolates e presentes para Páscoa, Dia das Crianças e Natal 7.332
Mocaph – Pagamento de guias DARF 42.202
Projeto Pomar Urbano – Manutenção de área ajardinada na marginal do rio Pinheiros 76.324
Mocaph – Chocolates e presentes para Páscoa, Dia das Crianças e Natal 13.172
Sociedade Cristã Maria e Jesus - Nosso Lar – Projeto de Estimulação Precoce 35.200
Projeto Pomar Urbano – Manutenção de área ajardinada na marginal do rio Pinheiros 72.419
Unesco – Aquisição de sacolas para notebook distribuídas no 19 Encontro Nacional do
o

Projeto Pomar Urbano – Serviços de estaqueamento com mourões de eucaliptos na área 7.500
60.340 Programa das Escolas Associadas
mantida pelo escritório
United Way Brasil – Manutenção das atividades 10.222
Sociedade Cristã Maria e Jesus - Nosso Lar – Projeto de Estimulação Precoce 35.100
TOTAL 1.029.708
United Way Brasil – Manutenção das atividades 10.222

TOTAL 1.056.210
RECURSOS POR LEI DE INCENTIVO VALOR (R$)
Ação Comunitária – Projeto Conexão Jovem (Fumcad) 235.000
RECURSOS POR LEI DE INCENTIVO VALOR (R$) Ação Comunitária – Projeto Som, Ritmo e Movimento (Lei Rouanet) 780.000
Ação Comunitária – Projeto Academia de Jovens Líderes (Fumcad) 210.000 Associação Amigos do Projeto Guri – Projeto Educação Musical e Desenvolvimento Humano (Lei
200.000
Rouanet)
Ação Comunitária – Projeto Som, Ritmo e Movimento (Lei Rouanet) 720.000
Bandeirantes Rugby Club – Projeto Bandeirantes Rugby Club (Lei do Esporte) 465.000
Associação Amigos do Projeto Guri – Projeto Educação Musical e Desenvolvimento Humano
180.000
(Lei Rouanet) Congregação Israelita Paulista - Lar das Crianças – Projeto Crescer para a Vida (Fumcad) 89.000
Congregação Israelita Paulista - Lar das Crianças – Projeto Crescer para a Vida (Fumcad) 80.000 Instituto Verdescola – Projeto VerdeFestival (Lei Rouanet) 100.000
Liga Solidária – Projeto Nutrir e Acolher (Fumcad) 75.000 Liga Solidária – Projeto Refazendo Vínculos (Fumcad) 85.000
Moradia Associação Civil - Casas Taiguara – Projeto Casa Taiguara de Cultura Digital (Fumcad) 50.000 Moradia Associação Civil - Casas Taiguara – Projeto Casa Taiguara de Cultura Digital (Fumcad) 56.000
Tucca - Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer – Projeto Série Tucca de Concertos Tucca - Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer – Projeto Série Tucca de Concertos
720.000 780.000
Internacionais (Lei Rouanet) Internacionais (Lei Rouanet)

TOTAL 2.035.000 TOTAL 2.790.000

TOTAL GERAL REALIZADO EM 2012 3.091.210 TOTAL GERAL REALIZADO EM 2013 3.819.708
34

Expediente
Concepção e coordenação
Comissão de Responsabilidade Social de Pinheiro Neto Advogados
Sérgio Pinheiro Marçal – sócio da área contenciosa
José Carlos Junqueira S. Meirelles – sócio da área empresarial
Marcelo Roncaglia – sócio da área tributária
Rodrigo Persone P. Camargo – sócio da área contenciosa 

Apoio
Maria do Rosário Perez Vilas – assessora da Comissão de Responsabilidade Social
Odair Marangoni – controller 

Conselho de Responsabilidade Social


Augusto Guizelini Ferreira da Silva – estagiário da área empresarial
Bianca Municelli Espindola – analista de aprimoramento
Camila Martino Parise – associada da área contenciosa
Carla Cavalheiro – associada da área contenciosa
Lisa Shayo Worcman – associada da área tributária
Maria Christina M. Gueorguiev – associada da área contenciosa ambiental
Maria do Rosário Perez Vilas – assessora da Comissão de Responsabilidade Social
Mariana Gracioso Barbosa – associada da área contenciosa ambiental
Marília Maia Beserra Crivelaro – associada da área contenciosa ambiental
Martina Zajakoff – associada da área empresarial
Odair Marangoni – controller
Renata Ginatário – tradutora jurídica
Ricardo Dalmaso Marques – associado da área contenciosa
Rodrigo Scatambulo de Lima – coordenador de assuntos institucionais

Agradecimentos
Camila Spadoni Mahfuz
Cristhiane Regina Lourenço Maluly
Gabriele Costa B. Garcia
Nady Dequech
Marli G. Simionato Borges

Pesquisa, redação, edição e produção editorial


P&B Comunicação

Projeto gráfico, tratamento de imagens e diagramação


Oz Estratégia+Design

Fotografias
Arquivo Amani Institute
Ary Diesendruck
Augusto Jr.
Gabriela D’Andrea (fotógrafa da festa de Natal 2012 no Mocaph)
Gabriele Costa B. Garcia A madeira usada na fabricação dos papéis dessa publicação provém de florestas certificadas de acordo
Marina Cavalheiro (fotógrafa do voluntariado 2013 na Acaji) com rigorosos critérios sociais, ambientais e econômicos e de outras fontes renováveis.
Shutterstock O Relatório Social 2012-2013 foi composto com as tipografias Cronos MM e Kings Caslon e impresso nos papéis Alta
Wilf Whitty Alvura 120g/m2 (miolo) e Markatto Concetto Bianco 320g/m2 (capa), na Tom Artes Gráficas, em setembro de 2014.
“É obrigação de todos
nós contribuir para o
desenvolvimento, ou
melhoria, do grupo a
que pertencemos.”
J. M. Pinheiro Neto