Você está na página 1de 9

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA 13ª VARA

DO TRABALHO DE BELO HORIZONTE /MG.

PROCESSO Nº: 0110800-77.2005.503.0013


AUTOR: UNIÃO FEDERAL
RÉU: RENAN MAMBRINI

MM. Juiz,

os únicos herdeiros de Renan Mambrini falecido em


22.09.2012, conforme Certidão de Óbito de fls. 227,
- Luiz Renan Mambrini, brasileiro, maior, divorciado, comerciante,
residente e domiciliado na Rua Luiz Chagas de Carvalho, n° 540, apto
102, bairro Dona Clara, Belo Horizonte/MG, carteira de identidade sob o
n° M-521.284, inscrito no CPF sob o n° 156.436.116-00;
- Paulo César Mambrini, brasileiro, maior, casado, comerciante, residente
e domiciliado na Rua das Gaivotas, n° 114, casa 4, bairro Vila Clóris,
Belo Horizonte/MG, carteira de identidade sob o n° M-310.823, inscrito
no CPF sob o n° 131.659.256-15;
- Carlos Henrique Mambrini, brasileiro, maior, casado, comerciante,
residente e domiciliado na Rua Álvares Maciel, n° 472, apto 102, bairro
Santa Efigênia, Belo Horizonte/MG, carteira de identidade sob o n° M-
619.537, inscrito no CPF sob o n° 295.838.536-15;

1
Rua Tenente Brito Melo, n.º 342, sala 1401, 14º andar, Bairro Barro Preto - Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP: 301180-072 - Tel.: (031) 3291.9390 – e-mail: vmcadvogado@gmail.com
- Flavio Chaves Mambrini, brasileiro, maior, casado, comerciante,
residente e domiciliado na Rua U, n° 144, bairro Morro Alto, Belo
Horizonte/MG, carteira de identidade sob o n° M-1.101.438, inscrito no
CPF sob o n° 097.418.176-57, vêm, por seu advogado, nos autos do
processo epigrafado, PELO PINCÍPIO DA FUGIBILIDADE DOS
RECURSOS, requerer que a presente manifestação seja recebida como,
ARGUIÇÃO DE PRÉ-EXECUTIVIDADE, EMBARGOS A EXECUÇÃO
OU EMBARGOS A PENHORA, pelas razões, fáticas e jurídicas, para o
que passa a expor e, a final, requererem.
I – DA SUBSTITUIÇÃO PROCESSUAL
Os Requerentes são os únicos herdeiros do co-
obrigado Renam Mambrini que, neste ato, se dão por citados, na
qualidade de sucessores do Réu, conforme despacho de fls. 262, de 20
de julho de 2017, requerendo o cadastramento do subscritor, no
Douto Serviço de Distribuição, para que doravante sejam intimados
de todos os Atos e Termos do Processo, sob pena de nulidade.
II – DAS MATÉRIAS DE ORDEM PÚBLICA
Neste tópico, requerem a implicação das matérias de
Ordem Pública, que couberem, especialmente a Prescrição, Decadência,
Nulidade da Penhora, Excesso de Penhora e Impenhorabilidade do bem
de família constrito pela penhora de fls. 95/96.
É o que, desde já, requer.
III – DA MARCHA PROCESSUAL
Pede desculpas, para destacar a marcha processual,
que, por si só, demonstra a Prescrição Intercorrente e a Decadência
da Ação.

2
Rua Tenente Brito Melo, n.º 342, sala 1401, 14º andar, Bairro Barro Preto - Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP: 301180-072 - Tel.: (031) 3291.9390 – e-mail: vmcadvogado@gmail.com
Senão vejamos.
- Fls. 46: Conforme despacho de fls. 46, o MM Juiz
Federal, em 19 de fevereiro de 2004, suspendeu o processo por 1 (um)
ano, e assim permaneceu até que, depois de diligências contra a 1° Ré
executada, TEVE A AÇÃO REDIRECIONADA PARA O SÓCIO RENAN
MAMBRINI EM 23 DE JULHO DE 2009, CONFORME DESPACHO DE
FLS. 87.
Tem-se, pois, que decorrido o prazo de 5 (cinco) anos
para o redirecionamento da execução contra o sócio da empresa;
- Fls. 92: A segunda parte do despacho de fls. 87, só
foi cumprida em 20 de agosto de 2009, com a penhora DO ÚNICO
IMÓVEL DO PAI DOS MANIFESTANTES, QUE É TOTALMENTE
IMPENHORÁVEL, POR SER RESIDÊNCIA E BEM DE FAMÍLIA,
PENHORA QUE CONFIGUROU EXCESSO DE PENHORA HAJA VISTA
QUE O VALOR DO DÉBITO ERA R$22.000,00 (VINTE DOIS MIL
REAIS) E O IMÓVEL FOI AVALIADO EM R$200.000,00 (DUZENTOS
MIL REAIS);
Tem-se, pois, que nula a penhora, requerendo, desde
já, seja acatada e desconstituída a penhora de fls. 95/96;
- Fls. 99/133: Após idas e vindas do processo, os
Embargos opostos, a tempo e a modo, foram JULGADOS
PROCEDENTES É O QUE SE CONCLUI COM DESPACHO DE FLS.
134 QUANDO ESTE MM JUÍZO DIRECIONOU A EXECUÇÃO PARA
OUTROS BENS DO 2° EXECUTADO, ISSO EM 15 DE MARÇO DE
2010;

3
Rua Tenente Brito Melo, n.º 342, sala 1401, 14º andar, Bairro Barro Preto - Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP: 301180-072 - Tel.: (031) 3291.9390 – e-mail: vmcadvogado@gmail.com
- Fls. 154: O PROCESSO FOI NOVAMENTE
ARQUIVADO EM 14 DE DEZEMBRO DE 2010, A REQUERIMENTO DA
UNIÃO, INCLUSIVE COM EXPEDIÇÃO DE CERTIDÃO DE INSCRIÇÃO
NO BNDT, POSITIVADO, CONSTANDO INDEVIDAMENTE A
PENHORA DE FLS. 95, QUE JÁ ESTAVA DESCONTITUÍDO;
- Fls. 161 (não numerada por esta secretaria):
Constatando que nos autos não existe as fls. 160, HOUVE NOVO
PEDIDO DE SUSPENSÃO DA EXECUÇÃO, ISTO EM 09 DE
SETEMBRO DE 2013;
- Fls. 162: Em 14 de agosto de 2014, já decorrido, em
muito a prescrição Intercorrente a Decadência da Ação, a União
requereu a penhora do mesmo imóvel residencial que tinha sido
desconstituído pelas razões suscitadas nos Embargos, conforme
despacho de fls. 134 proferido pela Dra. Fabiana Alves Marra em 15
de março de 2010;
- Fls. 172: Equivocadamente, em 25 de agosto de
2014, já desconstituída a penhora sobre o imóvel residencial, a Dra.
Ana Carolina Simões Silveira, indeferiu o requerimento de penhora,
revivendo o Auto de Penhora de fls. 95/96, IGNORANDO O
DESPACHO DE FLS. 134;
- Fls. 173: As fls. 173, a União requer o
prosseguimento da execução com Leilão do bem penhorado;
- FLS. 175: O MM JUIZ DR. CRISTIANO OLIVEIRA

LANSKY INDEFERIU A DESIGNAÇÃO DE LEILÃO/PRAÇA, NOS


TERMOS DO DESPACHO FLS. 146,

4
Rua Tenente Brito Melo, n.º 342, sala 1401, 14º andar, Bairro Barro Preto - Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP: 301180-072 - Tel.: (031) 3291.9390 – e-mail: vmcadvogado@gmail.com
REAFIRMANDO O ENTENDIMENTO DA
IMPENHORABILIDADE DO BEM DE
FAMÍLIA DO CO-OBRIGADO.
PASME VOSSA EXCELÊNCIA!
NÃO EXISTE, POIS, A ALUDIDA PENHORA DE FLS.
95/96, EIS QUE ACATADA A IMPENHORABILIDADE;
- Fls. 176: Transcorrido em in albis o prazo para a
União Agravar do Despacho de Fls. 175, proferido em 24 de setembro de
2014, a União requereu a suspensão do processo por 6 (seis) meses;
- Fls. 171: Em 11 de novembro de 2014 a execução
fiscal foi suspensa por 180 (cento e oitenta) dias;
- Fls. 182: Às fls. 182, sem nenhuma diligência ou
manifestação da União, DOIS ANOS DEPOIS, O MM DR. ANDRÉ
BARBIERI AIDAR EM 11 DE JANEIRO DE 2016, DETERMINOU A
CONSULTA PELO SISTEMA RENAJUD, PARA LANÇAMENTO DE
IMPEDIMENTO JUDICIAL EM VEÍCULOS DE PROPRIEDADES DOS
RÉUS.
PASME VOSSA EXCELÊNCIA!
NOVAMENTE FOI CONFIRMADO POR ESTE JUÍZO
A NULIDADE DA PENHORA DE FLS. 95/96, NÃO TENDO A UNIÃO SE
MANIFESTADO OU DILIGENCIADO QUALQUE ATO PROCESSUAL;
- Fls. 189: O Oficial de Justiça em 22 de janeiro de
2016, informa o falecimento do co-Réu Renan Mambrini, passamento

5
Rua Tenente Brito Melo, n.º 342, sala 1401, 14º andar, Bairro Barro Preto - Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP: 301180-072 - Tel.: (031) 3291.9390 – e-mail: vmcadvogado@gmail.com
que ocorreu em 22 de setembro de 2012 conforme comprova certidão
de fls. 227;
- Fls. 214: Em 14 de abril de 2016 foi dado vista a
União, formalizado em 22 de abril de 2016, conforme certidão do verso
das fls. 2014;
- Fls. 224: Somente em 05 de setembro de 2016, a
União se manifestou, REQUERENDO NOVA SUSPENSÃO DA
DEMANDA POR MAIS 6 (SEIS) MESES, o que foi deferido, por 180
(cento e oitenta) dias às fls. 235;
- Fls. 236: Em 06 de outubro de 2016 REQUERENDO
NOVA SUSPENSÃO DA DEMANDA POR MAIS 6 (SEIS) MESES;
Fls. 240: Em 23 de maio de 2017, este MM Juiz abriu
vista para a União, que foi intimada em 26 de maio de 2017, conforme
certidão do verso de fls. 240;
- Fls. 241: Somente no dia 10 de julho de 2017 foi
requerido o redirecionamento da Ação para os herdeiros para o 2° co-
responsável, o que foi deferido às fls. 262 em 20 de julho d e2017,
SENDO CERTO QUE ATÉ O MOMENTO OS SUCESSORES
DE RENAN MAMBRINI, ORA MANIFESTANTES, NÃO FORAM
CITADOS OU NOTIFICADOS DA EXECUÇÃO;
- Fls. 277: EM 30 DE AGOSTO DE 2017, DECORRIDO
MAIS DE 5 (CINCO) ANOS DO FALECIMENTO DO CO-RÉU – RENAN
MAMBRINI, FOI DETERMINADO POR ESTE MM JUÍZO QUE A UNIÃO
FEDERAL INDICASSE MEIOS NOVOS DE PROSSEGUIMENTO DA
EXECUÇÃO.

6
Rua Tenente Brito Melo, n.º 342, sala 1401, 14º andar, Bairro Barro Preto - Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP: 301180-072 - Tel.: (031) 3291.9390 – e-mail: vmcadvogado@gmail.com
REPETE-SE, PORQUE NÃO MENOS IMPORTANTE,
MEIOS NOVOS DE PROSSEGUIMENTO DA EXECUÇÃO.

PASME, NOVAMENTE, VOSSA EXCELÊNCIA!

- Fls. 278: A União, negligenciando todas as decisões,


reafirmados em vários atos processuais, tenta dar vida ao Auto Penhora
de Fls. 95/96, mas contraditoriamente, requer o prosseguimento da
execução para pesquisa de endereços, via BANCEJUD, o que foi
deferido às fls. 285, APENAS EM FACE DOS SÓCIOS EXECUTADOS;
- Fls. 289: Em 03 de outubro de 2017 foi dado vista a
União intimando-a para INDICAR MEIOS NOVOS DE
PROSSEGUIMENTO DA EXECUÇÃO;
- Fls. 292: Fazendo ouvidos moucos a determinação
deste MM Juízo, SEM FORNECER NOVOS MEIOS PARA
PROSSEGUIR A EXECUÇÃO, INDUZIDO EM ERRO ESTE MM JUIZ
AO ALEGAR QUE A PENHORA DE FLS. 95 E 96 ESTAVA
CORRETAMENTE CONSTITUÍDA E QUE TERIA PERMANECIDO
PERFEITA E REGULAR, FALTANDO COM SEU DEVER CÍVIL EM
DIZER A VERDADE, EM ATO DE MÁ FÉ REQUEREU PESQUISA

DE ENDEREÇOS E UM ABSURDO MANDADO DE


AVERIGUAÇÃO E REVALIAÇÃO, QUE FOI DEFERIDO EM
PARTE ÀS FLS. 296, ISTO EM 18 DE OUTUBRO DE 2017;
- Fls. 304/305: Fica impugnado, neste ato as certidões
do Dr. Oficial de Justiça, uma vez que, conforme informa a Sra. Hannah,

7
Rua Tenente Brito Melo, n.º 342, sala 1401, 14º andar, Bairro Barro Preto - Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP: 301180-072 - Tel.: (031) 3291.9390 – e-mail: vmcadvogado@gmail.com
não dominando o nosso idioma, não soube responder as perguntas, mas
utilizou o apartamento, o bem de família, IMÓVEL SOBRE O QUAL
NÃO RECAI NENHUMA PENHORA, EIS QUE, CONFORME
DEMONSTRADO À SACIEDADE QUE OS EMBARGOS DE FLS.
99/103, FORAM ACATADOS E JULGADOS PROCEDENTES, E AINDA
HOJE, É UTILIZADO PELA FAMÍLIA, ONDE RESIDE BRUNO MOSCI
MAMBRINI, FILHO DE LUIZ RENAN MAMBRINI, NETO DO FALECIDO
SEGUNDO EXECUTADO, RENAN MAMBRINI CONFORME FAZ
PROVA A CERTIDÃO DE NASCIMENTO ANEXA (CÓPIA QUE
COFERE COM A ORIGINAL).
Neste tópico, fica expressamente impugnado a decisão
de fls. 306, de que “nenhum herdeiro do executado reside no imóvel”,
requerendo, se for o caso, provar o fato por todos os meios de prova,
isto se for necessário, UMA VEZ QUE NÃO EXISTE A ALEGADA
PENHORA DE FLS. 95/96.
- Fls. 307: A União, EM FLAGRANTE MÁ FÉ,
TENTANDO INDUZIR ESTE MM JUÍZO EM ERRO REQUER SEJA
DESIGNADO O LEILÃO DO IMÓVEL, BEM DE FAMÍLIA, DE UMA
PENHORA QUE JÁ FOI DESCONSTITUÍDA.
Assim, requer, desde já, seja indeferido o requerimento
de fls. 307, por absoluta falta de amparo legal.
- Fls. 308: Às fls. 308 junta o valor atualizado do
débito, como sendo de R$28,550,44, QUE ESTÁ ABAIXO DO VALOR
AUTORIZADO PARA PROSSEGUIMENTO DE EXECUÇÕES FINAIS,
CONFORME LEGISLAÇÃO PERNINENTE, RAZÃO PELA QUAL,
REQUER, DESDE JÁ, SEJA, ARQUIVADA A EXECUÇÃO, CERTIDÃO

8
Rua Tenente Brito Melo, n.º 342, sala 1401, 14º andar, Bairro Barro Preto - Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP: 301180-072 - Tel.: (031) 3291.9390 – e-mail: vmcadvogado@gmail.com
DE DÉBITOS QUE JÁ NÃO CONSTAM O CO-OBRIGADO, RAZÃO
PELA QUAL DEVE SER DECLARA EXTINTA A EXIGIBILIDADE.
IV – CONCLUSÃO
Pelos aspetos abordados, e, pelo princípio da
Fungibilidade dos Recursos quer que a presente manifestação seja
admitida com Pré-Executividade, Embargos à Execução ou Embargos a
Penhora, para acatar a Prescrição Intercorrente, a Prescrição para o
Redirecionamento da Execução (conforme já decidiu o Egrégio STJ), a
Decadência da Ação, a Inexistência da Penhora de fls. 95/96, a
impenhorabilidade do bem de família, o excesso de penhora, ou ainda, a
suspensão da exigibilidade do débito e sua extinção, pelo seu valor, tudo
como medida de justiça, julgando extinta a execução, com a consequente
baixa do Douto Serviço de Distribuição, condenando a União, as
cominações legais.
Requer provar o alegado, por todos os meios de
provas em direito admitidos.
Requer seja desconstituído a penhora de fls. 21, e as
demais constrições do co-obrigado – Renan Mambrini.
Requer seja intimado em todos os atos e termos do
processo, sob pena de nulidade.
Nestes termos,
Pede e espera,
Deferimento.
Belo Horizonte, 14 de junho de 2019.

Vander Martins de Carvalho - Adv.


OAB/MG n.º 50.510

9
Rua Tenente Brito Melo, n.º 342, sala 1401, 14º andar, Bairro Barro Preto - Belo Horizonte - MG - Brasil - CEP: 301180-072 - Tel.: (031) 3291.9390 – e-mail: vmcadvogado@gmail.com

Você também pode gostar