Você está na página 1de 61

1

E-BOOK
AUTORIZADO
PELA ABAC
3
4

UMA CAMPANHA EM
MEIO À PANDEMIA
5

FAMÍLIAS QUE VENCEM


21 Dias de oração
Devocional na Quarentena
6

Copyright ©2020, por:


Associação Brasileira dos Apologistas
Cristãos- ABAC

AUTORES
Ailton Bezerra
Eduardo Mauricio
Guilherme Pamplona

REVISÃO
Guilherme Pamplona

CAPA
Ailton Bezerra

DIAGRAMAÇÃO
Equipe Editorial

Impressão e Acabamento:

www.teologiaparaobrasil.com.br
Tel.:(21) 3650-7101
graficacrescimento@gmail.com

21-984618-7463
7
Como Fazer os 21 Dias de Quebrantamento
em Oração pela Família.

A sua participação é importante, tanto como


importante é o tempo no qual você dedicará durante
os 21dias, em oração pela família.
Davi disse: “Os sacrifícios para Deus são espírito
quebrantado; a um coração quebrantado e contrito
não o desprezarás ó Deus.” (Salmo. 51.17).

Coração quebrantado é o segredo da vitória

Procure afastar-se de tudo aquilo que tentará


tirar a sua atenção nesses dias. Separe um tempo
para estar a sós com Deus.
O Senhor se agrada quando tomamos as atitudes
certas.

Tempo de comunhão com Deus

Vivemos dias turbulentos e estressantes,


entretanto, podemos ser vitoriosos na vida de
oração. Faça um propósito diário de separar 30
minutos ou mais para comunhão com Deus. O
compromisso tornar-se-á um hábito em sua vida
devocional; o hábito é mais forte que a vontade.
Dedique-se e seja surpreendido com a resposta de
Deus para sua família.

Medite diariamente com uma devocional e ore


pelas necessidades propostas.

Cada dia haverá uma meditação, com princípios


bíblicos, elaborada com propósitos afins. Por isso, a
8
cada dia uma nova perspectiva devocional temática
o desafiará a orar por você, por sua família e por
todas as famílias do seu bairro.

Onde pode ser feito a Jornada dos 21 Dias?

Deve ser realizado em casa ou onde for possível,


individual ou em pequenos grupos, células ou
ministérios específicos da igreja.

Um instrumento de Evangelização

Abrace o propósito de orar nesses 21 dias e


utilize os devocionais como um meio de
evangelização. Que Deus te use como benção na tua
casa, na tua família e nas famílias do teu bairro.
É tempo de quebrantamento e oração, desta vez,
pela família!

Os Editores
9
SUMÁRIO
FAMÍLIAS QUE VENCEM

1º Dia
Vencendo o Desânimo – Sl. 27.14

2º Dia
Vencendo a Angústia – Na. 1.7

3º Dia
Vencendo a depressão – Sl. 116.3

4º Dia
Vencendo o medo – Is. 41.10

5º Dia
Vencendo a Opressão - I Pe. 5.6-8

6º Dia
Vencendo as más notícias – Sl. 112.7

7º Dia
Vencendo pela Palavra – Cl. 3.15-18

8º Dia
Vencendo o abandono – Sl. 27.10

9º Dia
Vencendo o fardo – Gl. 6.2

10º Dia
Vencendo o trauma social – Sl. 73.3
11º Dia
Vencendo a baixa autoestima – Jz. 6.12
10

12º Dia
Vencendo a decepção – Gn. 13.11

13º Dia
Vencendo através do clamor – Jr. 33.3

14º Dia
Vencendo com a Graça – IPe. 5.10

15º Dia
Vencendo através do perdão – IICo. 2.10-11

16º Dia
Vencendo com sentimento de pertencimento –
Ef. 2.19

17º Dia
Vencendo através da confiança na promessa –
Lc. 2.25-35

18º Dia
Vencendo através perseverança – Hb. 10.38-39

19º Dia
Vencendo a incredulidade – Jo. 11.40

20º Dia
Vencendo as barreiras – Mt. 15.28

21º Dia
Vencendo através do Nome de Jesus – Cl. 3.17
11

Introdução
Orar é uma jornada conflituosa pelos
desafios das trilhas espirituais. Nessa
perspectiva, convidamos você para percorrer as
obscuridades do isolamento social através de 21
dias de quebrantamento em oração pela família
e com a família.
Enfrentaremos esse desafio baseados na
palavra de Deus.
Neste livreto você será encorajado (a) a
buscar uma intimidade maior com Deus.
Vivemos a era da relativização, alienação,
desesperança, medo e crises, por esses e outros
fatores, um tempo de qualidade consagrado ao
Senhor se torna essencial, deste modo,
lançamos o desafio de nos conectarmos com
Deus no mesmo propósito.
Nossa meta é orar 21dias em favor da família,
que atravessa o momento mais obscuro de toda
sua história. Vamos batalhar contra as hostes
espirituais da maldade orando, se humilhando,
buscando maior intimidade com Cristo por meio
do quebrantamento espiritual.

“Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito


quebrantado; coração compungido e contrito não
o desprezarás, ó Deus”. (Salmo 51.17).
12

Vamos aos Desafios


13

1º Dia - Vencendo o Desânimo

Versículo de hoje

“Espera pelo Senhor, tem bom ânimo, e


fortifique-se o teu coração; espera, pois, pelo
Senhor.”
(Salmo 27.14)

O desânimo é um sentimento desolador, que


vem nos destruindo por dentro, é uma forte
emoção que nos coloca pra baixo. Nesse Salmo
Davi invoca a Deus e afirma: “Ele é a sua Luz e a
sua Salvação”, observemos que nesse momento o
salmista evoca as emoções positivas ao trazer à
memória a grandeza de Deus, e a sua força em
mantê-lo vivo até aquele momento (V.1). Não
obstante, às tantas perseguições e embates
familiares que ele estava vivendo, agora ele muda a
tônica do Salmo, e trabalha a ideia de ter sempre
esperança do verbo esperançar.
O filósofo Mario Cortella em uma de suas
palestras ao falar sobre esperar, ele afirma:

“Nunca o conjugue no sentido de Espero


que dê certo, espero que resolva. Isso é
espera, não esperança.”
14

De outro modo, esperança é oriundo do


substantivo cognato do verbo esperançar, que,
por sua vez, significa “levantar-se e ir atrás;
agir; construir alternativas e soluções).”
O que percebemos nesse Salmo é que Davi
encontrou a forma teológica de conjugar essa
palavra na forma mais exata em dizer:

“Espera pelo Senhor, tem bom ânimo”.

O ânimo é o agente ativado do ser, é o radical


da palavra alma.
Sendo assim, nesse dia, coloque todos os
seus temores nas mãos do Senhor, esperando
nEle e com certeza o desânimo vai embora e a
alegria do Senhor brotará no seu coração e o
ânimo que vem do céu te envolverá.

É hora de Orar!

 Ore e peça ao Senhor que tire o


desânimo da sua casa, da sua vida e da sua
família.
15

2º Dia - Vencendo a Angústia

Versículo de hoje

O Senhor é bom, é fortaleza no dia da


angústia e conhece os que nele se refugiam.
(Naum 1.7)

A angústia é algo terrível. Quando estamos


angustiados não refletimos, não produzimos e
não temos paz. A angústia é como uma erva
daninha que vai consumindo nossa energia,
tirando a nossa força que é o resultado da
alegria do Senhor em nós. Naum foi um profeta
Vetero-testamentário, que profetizou a
destruição de Nínive, povo este, que ouviu a
mensagem do Senhor 100 anos antes pela boca
do profeta fujão, Jonas. Eles se converteram,
mas os seus pais não ensinaram os caminhos do
Senhor aos seus filhos e os Ninivitas
rapidamente voltaram às práticas pagãs que em
722 a.C. destruíram Samaria e em 702 a.C.
quase capturaram Jerusalém.
Curioso que o profeta cujo nome significa
consolação estava profetizando destruição, que
se deu em 612 a.C. Os Ninivitas causavam
angústia às nações que ficavam perplexas com
tamanha crueldade na qual eles agiam, sendo
16

assim, a mensagem do profeta vem de encontro


aos santos que haviam sido vitimados por esse
povo. A afirmativa do profeta é: voltem a
depositar a fé no caráter de Deus.

Ele afirmou:

1. O Senhor é bom;
2. É fortaleza;
3. No dia da Angústia;
4. Ele conhece os que nele se refugiam.

A crença no caráter de Deus tira a angústia


da nossa alma, pois bem, quando o assunto for
esse, o nosso escape é a fé em Deus. Não
adiantará terapias ou práticas psicoterápicas,
nesse caso, o nosso apego maior deverá ser ao
mundo espiritual, as coisas de Deus. Tanto é
que, quando Davi enfrentou angústias do
inferno, ele disse; Amo ao Senhor porque ele me
ouve, na minha perturbação disse: todo homem
é mentiroso, mas, creio que verei a bondade do
Senhor na terra dos viventes. (Salmo 116.1-12).

É hora de Orar!
 Ore ao Senhor e se aproprie na
Palavra do caráter de Deus.
17

3º Dia - Vencendo a depressão

Versículo de hoje

Laços de morte me cercaram, e angústias do


inferno se apoderaram de mim; caí em tribulação
e tristeza.
(Salmo 116.3)

A depressão é um dos males do século, que


cresce a cada dia, ela esteve presente na vida de
grandes homens de Deus. No texto em questão,
temos em destaque o Rei Davi, um homem
segundo o coração de Deus, que viveu diversas
emoções desde sua tenra idade.
Do sucesso ao fracasso, do triunfo a
derrota familiar. Além de ter cometido um
adultério, vivenciou a morte da criança que era
fruto do seu pecado com Bate-Seba. Além do
adultério, Davi cometeu um Homicídio quando
orquestrou a morte de Urias, o seu fiel
escudeiro. As consequências foram rápidas:
 Absalão seu filho, se tornou seu principal
algoz no reino, tentando matá-lo e tomar seu
trono;
 Amnon estuprou Tamar, eles eram
irmãos, filhos de Davi;
18

 Absalão matou Amnon. Tudo isso


aconteceu com seus filhos dentro de casa.
Por isso, e muito mais, entendemos que a
depressão invadiu a sua alma e angústias do
inferno vieram atormentá-lo.
Bom, você pode estar se perguntando:

O que é depressão?
“É uma vontade extrema de não ser nada,
não fazer nada. É um desânimo agressivo,
progressivo e duradouro.” 1

Dessa forma estava o rei Davi, mas ele


venceu. Sua fé, seus olhos se voltaram para o
caráter de Deus, e ele disse:

“Amo o Senhor, porque ele ouve a minha voz e


as minhas súplicas.” (V.1)
Nosso desafio é olhar para o caráter de Deus,
buscar ajuda pastoral e até mesmo profissional.

É hora de Orar!
 Ore ao Senhor, pois Ele te
iluminará e te livrará dessa depressão.

1
(Revista Saúde Emocional à Luz da Bíblia- Ailton
Bezerra, p.32, Crescimento, RJ-2019.
19

4º Dia - Vencendo o medo

Versículo de hoje

“não temas, porque eu sou contigo; não te


assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te
fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha
destra fiel.”
(Isaías 41.10)

O medo é um sentimento terrível que pode


paralisar a vida de uma pessoa. Todos nós
temos medo em alguma área da vida, ele é até
mesmo salutar em alguns casos. Evitamos
muitas coisas, falamos menos, ouvimos mais,
deixamos de fazer determinadas coisas por
medo. De outro modo, existe um medo ruim,
que paralisa a nossa vida, que nos impede de
avançar, esse tipo de medo rouba a nossa paz,
tira a nossa alegria nos embates da vida. O
próprio Deus falou com Israel: Não temas.
Vários estudiosos afirmam que na Bíblia está
escrito essa palavra por 365 vezes, como se
Deus estivesse dizendo “Não tenha medo!”
O desconhecido sempre mexeu com o coração
do homem e o conduziu a zona do medo, o que
pode desencadear problemas psicopatológicos
como a síndrome do pânico, agorafobia etc.
20

Todavia qual é a saída bíblica

1ª É o Amor, o verdadeiro Amor lança fora


todo medo. (I João 4.18).

2ª Se apegar a Deus, e buscar sua face.

Foi o que Josafá fez:

Então, Josafá teve medo e se pôs a buscar ao


Senhor; e apregoou jejum em todo o Judá.
(II Crônicas 20.3).

Vença o medo com a Palavra.

É hora de Orar!
 Ore ao Senhor e busque sua face.
21

5º Dia - Vencendo a opressão

Versículo de hoje

Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso


adversário, anda em derredor, como leão que
ruge procurando alguém para devorar;
(1 Pedro 5.8)

A opressão é uma ação de fora pra dentro,


enquanto a depressão é de dentro para fora.
Nessa carta, Pedro utiliza o texto do verbo no
imperativo:
“‘sede” hoje, seja amanhã, seja sempre.

A opressão é uma pressão externa na


tentativa de invadir a alma do homem. Segundo
Pedro, Satanás fica ao derredor de cada servo
do Senhor procurando alguém para devorar.
Tendo em vista que ao nosso redor está o Anjo
do Senhor para nos livrar (Salmo 34.7).
Pedro destaca a “sobriedade” como ponto
importante de ataque da opressão, seja através
de palavras negativas, notícias negativas,
preocupação demasiada, que gera pavor e
pânico, isto é tudo que vivemos num tempo
pandêmico.
22

A “vigilância” é outro ponto de destaque, se


estamos tão focados na pandemia, todo nosso
ser, se volta para ela, e nossas emoções se
abalam, nossa fé se esvai. A partir de, está tudo
preparado para o inimigo agir contra nós.

A saída:
1- Mantenha a sobriedade, lançando sobre
Deus toda vossa ansiedade. De fato, Ele tem
cuidado de nós (v.6)
2- Sujeitai-vos, pois, a Deus e resiste-lhe
firme na fé (v.8) e, ele fugirá de vós, (Tiago 4.7)

É hora de Orar!
 Ore ao Senhor, repreendendo todo mal
em Nome de Jesus.
23

6º Dia - Vencendo as más notícias

Versículo de hoje

Não se atemoriza de más notícias; o seu


coração é firme, confiante no Senhor.
(Salmos 112.7)

Tristemente, as más notícias são as que


mais vendem, que geram resultados
publicitários astronômicos, que garantem
muitas visualizações nas mídias sociais.
Existem telejornais que agregam grande
audiência devido à maximização da má notícia.
A psicanálise com suas teorias traz para
nós um pouco de entendimento nesse assunto
ao abordar:

 O pulso de vida e
 O pulso de morte.

Ou seja, uma vez que o indivíduo tem a


pulsão de morte, sua inclinação para o terror, o
caos e a curiosidade para o mal lhe são
peculiares. De outro modo, o Salmista coloca de
forma enfática que o homem que teme ao
Senhor não temerá as más notícias, pois ele
tem como respaldo sua confiança no Senhor.
24

Outro destaque do Salmista:

É a firmeza do homem que teme ao Senhor,


o que se deduz que a má notícia tem a proposta
de dissolvê-lo da sua fé, de tirar a firmeza do
seu coração. Uma vez que ela consiga esse
intento, o homem de Deus se torna presa fácil
para opressão, a depressão e as angústias da
vida.

Em tempo de pandemia e isolamento


social, todos nós estamos mais suscetíveis a
esses ataques, por conta do quadro de
incertezas na política, na economia e na saúde.
Sendo assim, como nunca, consagre seu
coração ao Senhor.

É hora de Orar!
 Ore ao Senhor e consagre a Deus seus
pensamentos. Nesse dia desligue um pouco a
televisão e se ligue mais com Deus.
25

7º Dia - Vencendo pela Palavra

Versículo de hoje

Habite ricamente em vós a palavra de Cristo;


instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em
toda a sabedoria, louvando a Deus, com salmos,
e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em
vosso coração.
(Colossenses 3.16).

A Palavra é a força da nossa vida em Cristo.


Ela nutre e rega o nosso coração e alimenta a
nossa fé. Nesse texto, Paulo orienta aos irmãos
de Colossos a ficarem ricos, mas da Palavra.
Eles estavam cercados de heresias, e isso
infundia direto na vida cotidiana da
comunidade, pois nós agimos como resultado
do que cremos.
Sendo assim, Paulo volta o seu olhar nesse
texto, em especial, para o convívio familiar. Ele
destaca algumas palavras que devemos praticar
dentro de casa no contexto (Colossenses 3.12-
16):

 Ternos afetos de misericórdia;


 Bondade, humildade, mansidão e
longanimidade;
26

 Suportai-vos;
 Perdoai-vos;
 Amor como vínculo da perfeição;
 A paz de Cristo como arbitro;
 Gratidão.

Paulo combate a heresia quase em toda


carta, mas aqui, nesse texto ao se voltar pra
família, essas palavras saltam no pergaminho e
atravessam os oceanos e séculos e chegam até
nós. Resumindo, se suportamos uns aos outros
dentro de casa e praticarmos os afetos de
misericórdia com humildade e mansidão, o
nosso lar será uma bênção, uma vez que a
benção que sou para os de fora, serei também
dentro da minha casa.

É hora de Orar!
 Ore ao Senhor e consagre seu lar e peça a
ele para que essas verdades se tornem realidade
na sua casa.
27

8º Dia - Vencendo o abandono

Versículo de hoje
Porque, se meu pai e minha mãe me
desampararem, o Senhor me acolherá.

(Salmo 27.10)

A palvra abandono significa esquecimento,


afastamento, falta de amparo ou de assistência.
Pode ser comum em nossa vida, onde nos
momentos mais difíceis, nos encontrarmos a
sós e teremos que enfrentar os desafios
sozinhos, e essa solidão pode nos levar a um
enfraquecimento na disposição para vencer;
todavia, é justamente nesses momentos que
temos que empreender mais forças para
superar as dificuldades.
O que diferencia o perdedor do vencedor não
é o agente externo, mas sim a força interna
evidenciando a coragem em não desanimar e
em continuar prosseguindo adiante.
Davi sabia muito bem expressar coragem nos
momentos difíceis e quando se encontrava só,
por exemplo ao apascentar o rebanho do seu
pai, ele mata um leão e um urso para proteger
uma ovelha (1Samuel 17.34-37). Demonstrou
28

coragem também para lutar e vencer o gigante


Golias sozinho (1Samuel 17.41-58); para decidir
não ferir o Rei Saul dentro da caverna (1Sm
24.1-6), mesmo vivendo como fugitivo por cerca
de 10 anos da ira de Saul.
O que nos chama a atenção, é que Davi no
Salmo 27 ele não evidencia o abandono mas
sim uma confiança em Deus nos desafios da
sua vida.

Como por exmplo nos versos:

Verso 1: O Senhor é a minha luz e a minha


salvação, a quem temerei
Verso 5: Pois, no dia da adversidade, ele me
ocultará no seu pavilhão
Verso 10: Porque, se meu pai e minha mãe
me desampararem, o Senhor me acolherá.
Verso 13: Eu creio que verei a bondade do
Senhor na terra dos viventes.
Amado, quando você estiver só, que Deus te
ajude a tomar as decisões mais importantes da
sua vida com coragem, depositando a sua
cofiança no Senhor.

É hora de Orar!

 Ore ao Senhor e deposite a sua confiança


Nele.
29

9º Dia - Vencendo o fardo

Versículo de hoje
Levai as cargas uns dos outros e, assim,
cumprireis a lei de Cristo.
(Gálatas 6:2)

Paulo escreve aos Gálatas sobre a cooperação


que cada crente tem que manifestar em auxiliar
ao outro na condução das suas cargas; cargas
essas que podem ser de várias ordens:
emocional como a perda de um ente querido;
social como a dificuldade de superar traumas
de relacionamentos; biológica como, por
exemplo, enfrentar uma debilidade física ou
espiritual como executar as nossas tarefas
diante do Reino de Deus.
Quando ajudamos aos nossos irmãos em
Cristo em seus desafios, Paulo afirma que
“assim, estaremos cumprindo a lei de Cristo”, lei
essa que é baeada no amor, como Jesus falou
em João 13.34 “Um novo mandamento vos dou:
que vos ameis uns aos outros; assim como eu
vos amei”, porque quando amamos, cooperamos
com o próximo para o seu sucesso.
Vale salientar que no verso 5 e 6 de Gálatas 6
Paulo escreve:
30
“Mas prove cada um o seu labor e, então, terá
motivo de gloriar-se unicamente em si e não em
outro. Porque cada um levará o seu próprio
fardo.”
Isso nos aponta que não podemos nos tratar
com vitimismo, terceirizando ao outro a sua
responsabilidade bíblica em nos ajudar, mas
sim que devemos ser os autores da nossa
história e levantarmos a nossa cabeça para
dirigirmos e nos responsabilizarmos pela nossa
vida.
Devemos aprender que o vitimismo, que é a
crença de que os nossos fracassos são
responsabilidades de outrem, produzirá um
estilo de vida parasitado, onde a pessoa não
possui desafios e nem cargas legítimas e visíveis
para que outros possam ajudar.
Diferentemente daquele que assume a
responsabildiade da sua vida entregando-a na
direção de Deus, obterá uma vida produtiva
com desafios e superações, e então, assim Deus
trabalhará no céu e moverá a terra para dispor
pessoas para te ajudar a levar as suas cargas.

É hora de Orar!
 Ore ao Senhor para que você possa
enfrentar os seus desafios e de que Ele
providencie verdadeiros amigos e cooperadores
para o seu auxílio.
31

10º Dia – Vencendo o trauma social

Versículo de hoje

Pois eu tinha inveja dos soberbos, ao ver a


prosperidade dos ímpios.
(Salmo 73.3)

A palavra trauma significa impacto, lesão,


algo que deixa uma marca; e o salmista Asafe
declara que a sua vida já chegou a ser marcada
pela inveja, pois mediante as suas aflições ele
contemplava a prosperidade dos ímpios.
A inveja significa desejar a vida do outro
menosprezando a sua própria vida, e vale
ressaltar o que o homem mais sábio do mundo
disse:
“a inveja corrói como um câncer”. (Pv. 14.30)
Portanto, nós temos duas opções de marcas
para a nossa vida: A marca de inveja vivendo a
vida do outro, ou a marca divina vivendo a
nossa vida em dependência de Deus.
Se o resultado da inveja é uma corrosão
emocional interna como um câncer, a marca
divina é composta por diversas virtudes, como
segue descrito pelo próprio salmista nos versos
abaixo:
32

Verso 23 destaca a Segurança: Todavia,


estou de contínuo contigo; tu me seguraste pela
mão direita.
Verso 24 a Orientação: Guiar-me-ás com o
teu conselho e, depois, me receberás em glória.
Verso 25 a Alegria: A quem tenho eu no céu
senão a ti? E na terra não há quem eu deseje
além de ti.
Verso 26 a Confiança: A minha carne e o
meu coração desfalecem; mas Deus é a
fortaleza do meu coração e a minha porção para
sempre.
Verso 27 a Justiça: Pois eis que os que se
alongam de ti perecerão; tu tens destruído
todos aqueles que, apostatando, se desviam de
ti.
Verso 28 a Companhia:Mas, para mim, bom
é aproximar-me de Deus; pus a minha
confiança no Senhor Deus, para anunciar todas
as tuas obras.
Todas essas características constroem a
marca de umapessoa que desejaviver a vida
desejando a Deus.
Então onde está o divisor de águas que
mudou a visão do salmista? Ela se encontra no
verso 17:
“até que entrei no santuário de Deus; então,
entendi eu o fim deles”
33
É no santuário onde você encontrará o desejo
de viver a vida de Deus e obter sucesso na sua
história.

É hora de Orar!

 Ore ao Senhor e tenha uma vida dedicada


a estar no templo em comunhão com Ele e a
Igreja para que Deus te encha de vida
abundante.
34

11º Dia - Vencendo a baixa


Autoestima

Versículo de hoje

Então o anjo do Senhor lhe apareceu, e lhe


disse: O Senhor é contigo, homem valoroso.
(Juízes 6:12)

A autoestima significa o valor que cada um


atribui a si mesmo.
Ela pode estar baixa provocando medo,
timidez, dificulade em lidar com as críticas, ou
pode estar alta trazendo segurança, cofiança,
coragem entre outras virtudes saudáveis.
A autoestima não é determinada pelo
ambiente, mas sim por 2 visões:
1. A de si mesmo
2. Como Deus te vê
Gideão até tinha uma visão social coerente
da sua situação, pois quando recebe uma
missão de Deus ele responde:“Eis que a minha
família é a mais pobre em Manassés, e eu o
menor na casa de meu pai.” (Juízes 6.15b).
Esta visão até poderia ser a sua realidade
social, porém dificultava o entendimento correto
35

de si mesmo, pois enquanto todos estavam


fugindo e apavorados da invasão destruidora
dos inimigos, Gideão procurava estar num lagar
trabalhando com os seus pés e malhando o
trigo para sustentar a sua família, até que o
Anjo do Senhor aparece e o chama de Varão
Valoroso!
Deus conseguiu enxergar um homem com
muitas limitações, mas que buscava atitudes
para superá-las.
Como resultado, Gideão recebeu e executou
os seguintes chamados:
1. Correção da sua autoestima, pois Gideão
já era um homem forte:
Juízes 6.14: “Então o Senhor olhou para ele, e
disse: Vai nesta tua força”
2. Promoveu libertação na casa de seu pai:
Juízes 6.25: “derruba o altar de Baal, que é
de teu pai”
3. Promoveu liebrtação para o seu povo:
Juízes 7.7: “E disse o Senhor a Gideão: Com
estes trezentos homens que lamberam as águas
vos livrarei e darei os midianitas na tua mão”
Não se estime pelo ambiente, mas sim pelas
suas virtudes.
É hora de Orar!
 Ore ao Senhor pedindo que Ele te mostre o
teu verdadeiro valor e revele o seu chamado.
36
12º Dia - Vencendo a decepção

Versículo de hoje

Então Ló escolheu para si toda a campina do


Jordão, e partiu Ló para o oriente, e apartaram-
se um do outro.
(Gênesis 13:11)

Decepção é um tipo de desapontamento ou


frustração gerado por alguém de nossa
proximidade.
A realidade da vida nos ensina que estamos
sujeitos a passar por decepções em nossa
história, provocadas por pessoas que às vezes
jamais imaginávamos experimentar. Não foi
diferente com Abraão, que sendo o tio de Ló,
mas ministrando um cuidado de um pai para
com ele, num momento de contenda entre os
seus pastorese de divisão de terras, Ló escolheu
as verdejantes campinas do Jordão ficando sob
a tutela do Rei de Sodoma deixando o lado de
Canaã para Abraão.
Com tudo isso, Abraão não se magoou e nem
deixou de ministrar o seu cuidado de “pai” para
com o seu sobrinho Ló.

Exemplo 01. Agindo com as forças


naturais:
37
Quando Ló e sua família foram levados
cativos junto com todos os seus bens (Gênesis
14:12), Abraão liderou um grupo de 318
homens e feriu a Quedorlamoer e resgatou a Ló,
sua família e todos os seus pertences.

Exemplo 02. Agindo com as forças


espirituais:
Mas, quando o próprio Senhor declara a
destruição de Sodoma (Gênesis 18.20-21),
Abraão busca a oração e começa a interceder
insistentemente pela salvação do seu sobrinho
e, quando os dois anjos chegam já as portas da
cidade de Sodoma, Ló os avista e os reconhece.
Resultado, Ló foi salvo junto com suas duas
filhas.
O texto bíblico relata que: “E aconteceu que,
destruindo Deus as cidades da campina,
lembrou-se Deus de Abraão, e tirou a Ló do
meio da destruição” (Gênesis 19.29).
Mesmo Ló escolhendo a melhor terra e
vivendo na pecadora cidade de Sodoma, Abraão
não guardou mágoas e tomou atitudes para
prover a salvação do seu sobrinho.
Não deixe as decepções habitarem em seu
coração, e jamais desista de lutar pela salvação
da sua família
38
É hora de Orar!

 Ore ao Senhor pedindo a Ele um coração


blindado contra as decepções e forças para
buscar a salvação da sua família.
39

13º Dia - Vencendo através do clamor

Versículo de hoje

Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-


ei coisas grandes e firmes que não sabes.
(Jr.33.3)

A Bíblia nos ensina que devemos entrar no


mundo espiritual com autoridade, pelo novo e
vivo caminho que Jesus nos consagrou. Esse
tipo de clamor é o grito mais intenso da alma, o
qual é ouvido nas regiões celestiais. Muitas
vezes somos tímidos, não sabendo orar e buscar
a Deus para tomar uma posição na oração.
Além disso, existem determinadas batalhas
dentro da nossa própria casa que não se ganha
com argumentos, nem com discussões ou com
gritos. Há vitórias que nós conseguiremos de
joelhos, orando, clamando e derramando a
nossa alma perante o Senhor.

A importância do clamor

O clamor abre os céus sobre a nossa cabeça e


traz uma bênção especial sobre a nossa vida,
40

“Clama a mim, e responder-te-ei, ...” (Jr. 33. 3),


o Senhor garante que se clamarmos, Ele

responderá, pois o Senhor se alegra quando


clamamos confiando que o Senhor tem prazer
em abençoar nossa família.
Homem, mulher, jovem, casais, este é o
tempo da intercessão, é o tempo da busca, do
clamor, da oportunidade. É o tempo da
visitação do Senhor. Esta é a hora de
clamarmos pela família!

É hora de Orar!
 Ore e, peça ao Senhor que abençoe sua
família e sobre ela revele grandes coisas e
a use para grandes conquistas nesta
terra.
41

14º Dia - Vencendo com a graça

Versículo de hoje

E o Deus de toda a graça, que em Cristo Jesus


vos chamou à sua eterna glória, depois de
haverdes padecido um pouco, ele mesmo vos
aperfeiçoará, confirmará, fortificará e fortalecerá.
I Pe. 5.10

Graça é algo bom que é dado, não porque a


pessoa que recebe merece, mas porque a pessoa
que dá é generosa. Quando alguém oferece um
presente de graça, significa que quem recebe
não tem de pagar pelo presente e nem se
esforçar por merecê-lo.

Graça é um ato de amor incondicional.

A graça revela o bom caráter de quem dá não


de quem recebe. Sendo assim, ela é a
misericórdia de Deus não apenas revelada, mas
dada ao ser humano.
A graça não somente nos aceita na família de
Deus, mas também supre nossas necessidades
para vivermos a vida cristã.
Há muitos elementos que são utilizados na
tentativa de merecer o favor de Deus como:
42

penitências, sacrifícios e promessas, entretanto,


nada disso é necessário (Hb.9.14).

A dimensão da graça

A graça não pode ser conquistada por mérito,


mas está a disposição como favor e
benevolência.
A graça é a manifestação do grande amor de
Deus por nós.
A graça não é exclusividade de um grupo,
mas é para todos.
A graça de Deus está ao alcance de todo
aquele que crê (Tt. 2.11).
É por meio da graça que nossa comunhão
com Deus é restaurada.
A graça é o maior presente que nossa família
pode receber do Criador. Definitivamente, nada
se compara com a graça.
Portanto, decida viver amparado pela graça
de Deus.

É hora de Orar!
 Ore e peça ao Senhor que lhe encha da
sua graça e que sua família seja cheia da
graça e que a graça de Deus encha seu
bairro.
43

15º Dia - Vencendo através do perdão

Versículo de hoje

E a quem perdoardes alguma coisa, também


eu; porque, o que eu também perdoei, se é que
tenho perdoado, por amor de vós o fiz na
presença de Cristo; para que não sejamos
vencidos por Satanás; Porque não ignoramos os
seus ardis.
(II Co. 2.10-11)

O perdão é basicamente a dispensa do


pagamento de uma dívida. Esse é o sentido
mais natural e aplica-se no caso em que o
devedor não tem como pagar sua dívida e
depende apenas da misericórdia do credor.
Logo, o perdão significa que não haverá mais
cobrança, nem castigo. A Bíblia estende essa
compreensão para nossos pecados e as nossas
ofensas como sendo nossas mais altas dívidas.

Resolvendo os conflitos na família


O verdadeiro mediador dos nossos conflitos e
inimizades é o Espírito Santo. Deste modo, os
conflitos na família podem ser resolvidos com a
graça, o amor e a presença do Espírito Santo.
44

Peça ao Senhor que o ensine a lidar com o


outro e com suas diferenças. Que Ele nos ajude
a alcançar a união para que possamos “levar as
cargas uns dos outros” a fim de nos
complementarmos como família cristã.
Se Deus, tão graciosamente nos perdoou de
todas as nossas dívidas, devemos também
perdoar aqueles que nos ofendem (Mt. 6.12). Se
não perdoarmos, também Deus não nos
perdoará (Mt. 6.14). Se Deus é bom para
conosco, não podemos ser maus para com os
nossos familiares e nem para o nosso próximo.
Pedro perguntou quantas vezes por dia ele
deveria perdoar ao seu irmão. Jesus disse:
"setenta vezes sete". Assim, Jesus nos mostra
que não devemos economizar o perdão.

Perigos da falta de perdão

A ausência do perdão traz mágoa,


ressentimento e ódio, o que pode causar sérias
doenças. Guardar a mágoa no coração é como
tomar veneno em pequenas dosagens, até que
esteja todo contaminado (a), o estrago pode ser
grande. Portanto, é tempo de praticar o perdão
na família e com todos que nos ofendem.
45
É hora de Orar!
 Ore e peça ao Senhor que lhe conceda
um coração perdoador e que lhe ensine a
perdoar quem lhe magoou,
principalmente na sua parentela.
46

16º Dia - Vencendo com sentimento de


pertencimento

Versículo de hoje

Assim que já não sois estrangeiros, nem


forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da
família de Deus;

(Ef.2.19)
O não pertencimento é o sentimento de não
se encaixar em nada que nos cerca. Seja entre
amigos, entre colegas de trabalho, na igreja e
até mesmo na família. Aquele sentimento de que
nada faz sentido e tudo parece que vai
desmoronar. Assim, entre as estratégias do
inimigo, uma das preferidas é nos fazer pensar
que não pertencemos.

O sentimento de não pertecimento adoece


O sentimentimento de não pertencimento é
danoso pois nos faz sentir só, abandonados,
isolados e impotententes, entretanto a Palavra
de Deus nos garante que pertencemos a família
de Deus, ou seja, qualquer um independente de
raça, classe social, cultura ou origem pode
pertencer à família de Jesus. Portanto,
47

independentemente de você ter ou não uma


família ou se relacionar bem ou não com ela, se
você for um cristão legítimo, você pertence a
melhor das famílias, a família de Deus.

Pertencemos a família de Jesus

Que bom sermos da família de Jesus, sermos


irmãos, parentes d’Ele! Que bom estarmos
unidos a Ele! Não é uma questão sanguínea ou
de parentesco familiar que nos une a Jesus,
mas é outro grau de familiaridade que nos une
a Ele, pois fomos comprados por seu próprio
sangue.
Esse laço nunca se rompe, é eterno, não é
um laço frágil que se rompe com qualquer
vento. Se procurarmos com autenticidade,
verdade e seriedade e colocarmos em prática a
Palavra de Deus em nossa vida, seremos cada
dia mais íntimos, amigos e irmãos de Jesus.
Não fomos nós quem escolhemos pertencer a
Jesus, foi Ele quem desceu até nós para nos
tornar irmãos e para nos fazer pertencer a sua
grande e maravilhosa família.

É hora de Orar!
 Ore: Senhor obrigado por me incluir na
família Cristã. Eu e minha família somos
48
parte da tua família e a ela pertencemos
eternamente, amém!
49

17º Dia - Vencendo através da confiança na


promessa

Versículo de hoje

Havia em Jerusalém um homem cujo nome era


Simeão; e este homem era justo e temente a
Deus, esperando a consolação de Israel; e o
Espírito Santo estava sobre ele. E fora-lhe
revelado, pelo Espírito Santo, que ele não
morreria antes de ter visto o Cristo do Senhor.

(Lc. 2.25-26)

Quando começamos a conhecer a Deus


através das Sagradas Escrituras, logo
encontramos textos que chamam a nossa
atenção, são as promessas.
“Deus não é homem para que minta, nem filho
de homem para que se arrependa. Acaso ele
fala, e deixa de agir? Acaso promete, e deixa de
cumprir?” (Nm. 23.19).
Deus nos assegura que Ele mesmo cuida
para que sua Palavra e suas promessas se
cumpram. (Jr.1.12).
Promessas que renovam a esperança
O Senhor nos faz promessas para renovar e
manter firme a nossa esperança, por essa razão
50

a Bíblia está repleta de passagens que nos


enchem de esperança que são as mais ricas e
verdadeiras promessas.
Quando nosso mundo parece que está
desmoronando, o próprio Senhor Jesus é a
garantia do cumprimento das promessas de
Deus.
“Porque todas quantas promessas há de
Deus, são nele sim, e por ele o Amém, para glória
de Deus por nós” (2 Co. 1.20).
“Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho
poupou, antes o entregou por todos nós, como
nos não dará também com ele todas as coisas?”
(Rm. 8.32).
Promessas que fortalecem a fé

O Senhor nos faz promessas para fortalecer


nossa fé e nos manter de pé, assim, podemos
crer em Deus e exercer a fé em favor das
bênçãos que é prometida na Bíblia. Devemos,
no entanto, basear a nossa fé apenas naquilo
que a Palavra de Deus diz.
"E, tudo o que pedirdes na oração, crendo, o
recebereis." (Mt. 21.22).
51
É hora de Orar!
 Ore ao Senhor e peça para Ele renovar
sua esperança e fortalecer sua fé, e de
toda sua casa em nome do Senhor Jesus!
52

18º Dia - Vencendo através da perseverança

Versículo de hoje

Mas o justo viverá da fé; E, se ele recuar, a


minha alma não tem prazer nele. Nós, porém,
não somos daqueles que se retiram para a
perdição, mas daqueles que creem para a
conservação da alma.
(Hb.10.38-39)

A perseverança ou constância tem o sentido


de persistir na espera, permanecer na sentinela,
aguardar firme. Deste modo a Bíblia destaca a
perseverança e aponta que ela é essencial para
uma vida vitoriosa, portanto, ser perseverante é
ser possuidor de uma qualidade extraordinária,
que permite àquele que a possui superar os
mais difíceis e terríveis obstáculos na jornada
da vida.

Qualidades do perseverante

A pessoa perseverante não desiste com


facilidade, não se deixa abater por eventuais
derrotas e nem se apavora diante dos inimigos,
sejam eles visíveis ou invisíveis.
53

Para Paulo, a perseverança é o elo entre a


tribulação e a experiência (Rm 5.3-4) e em 2.7,
aprendemos que a perseverança nos projeta
para a vida eterna em glória.
Aprenda a ser perseverante, a ser firme em
suas lutas e disposto a lutar pelos seus sonhos
e pelos sonhos da sua família!
Assim, a luta do crente requer perseverança.
Perseverança na oração (Rm.12.12);
perseverança na obra do Senhor (1Co. 15.58) e,
sobretudo, perseverança na fé (At. 14.22).

É hora de Orar!

 Senhor, muitas vezes eu não consigo


entender por que a minha caminhada na
vida é tão difícil. Eu sei, entretanto, que se
eu quiser conquistar alguma coisa
importante para mim e para a minha família,
eu terei que ser perseverante. Por isso, eu
peço a sua ajuda e a sua misericórdia. Que o
Senhor me ajude a ter forças para
perseverar, em Nome de Jesus, amém!
54

19º Dia - Vencendo a incredulidade

Versículo de hoje

Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres,


verás a glória de Deus?
(João 11:40)

A incredulidade para o cristão significa não


acreditar nas promessas de Deus na sua vida, e
no quesito salvação da família é fundamental
confiarmos nas providências milagrosas do
Senhor.
Nesse episódio do Capítulo 11, do Evangelho
segundo João, encontramos Cristo
confrontando a incredulidade dos seus
discípulos, a sociedade e até mesmo a própria
família de Lázaro.
Confrontou os seus discípulos quando ao
dizer que iria “despertar” a Lázaro, eles
julgaram se tratar da vida eterna quando, na
verdade, Jesus afirmava que iria ressuscitá-lo
em Betânia (verso 11).
Confrontou a sociedade quando alegaram a
falta de ação de Jesus em curar a Lázaro no
verso 37, mas Jesus diante de todos levantou
suas mãos aos céus, rogou ao Pai e ordenou a
55
ressurrieção de Lázaro relatado nos versos 41 a
43.
Confrontou até mesmo a incredulidade das
irmãs de Lázaro, que possuíam uma crença
limitada em Jesus, que se estivesse presente
poderia manifestar a cura ao seu irmão, mas
não conseguiam enxergar a possibilidade de
ressurreição acontecendo de frente aos seus
olhos na pequena aldeia em Betânia.
Jesus respondeu para Marta no verso 23:
“Teu irmão há de ressuscitar.”
Jesus responde para Maria no verso 40: “se
creres, verás a glória de Deus?”
Louvamos a Cristo que pela sua misericórdia
e amor a essa família, enfrentou tudo e a todos
e operou o milagre da ressurreição a vista de
todo o povo.
Mediante as fortes batalhas espirituais,
precisamos nos agarrar nas promessas de Deus
de salvação da nossa família, não sendo nós um
instrumento de impecílio ou incredulidade, mas
sendo sim o agente ativo nas mãos de Deus,
para que Ele venha operar o seu milagre em
nossa família.

É hora de Orar!
 Ore ao Senhor pedindo a Ele forças para
suportar as batalhas e que você seja usado
como instrumento de salvação dentro da sua
casa.
56

Dia 20º - Vencendo as barreiras

Versículo de hoje

Então respondeu Jesus, e disse-lhe: Ó mulher,


grande é a tua fé! Seja feito como tu queres.
(Mateus 15.28)

Barreiras podem significar dificuladades


diversas na nossa vida, que temos que
ultratapassar para alcançarmos o obejtivo, e
quando se trata de uma respota de Deus para a
nossa família, devemos estar dispostos a
enfrentar todas as barreiras até obtermos, de
Deus, a Palavra final.
Nesse texto é nitidamente visível a enorme
dispoisção da mãe em buscar a liberação
espiritual para a sua filha, mediante ao seu
clamor relatado no verso 22 de Mateus, capítulo
11: “Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de
mim, que minha filha está horrivelmente
endemoninhada.”
A primeira barreira superada é o silêncio de
Cristo (v. 23), mas a mulher insiste em seu
pedido nos ensinando que o fato de Cristo não
respondê-la, não siginifica que Ele não esteja
57
ouvindo a nossa oração.
A segunda barreira também relatada no verso
23 é a barreria da recusa feita pelos próprios
discípulos de Cristo, para que Ele despedisse a
mulher, não lhe dando a atenção devida, e isso
nos ensina que não podemos creditar ao
homem a palavra final, mas sim para Deus.
A terceira barreira superada vem das
palavras de Cristo apresentando a ordem da
sua revelação como Salvador, que deveria ser
primeiro para os judeus e depois a todos os
povos, mas a mulher cananéia agora utiliza a
demonstração de adoração e ratifica o seu
pedido nos versos 24 e 25, nos ensinado que a
adoração não pode faltar diante de um pedido
de auxílio a Deus.
A quarta barreira foi ouvir de Jesus
novamente a ordem de prioridade onde os
“filhos” eram os judeus e os “cachorrinhos” os
povos gentios, pois nesse momento ainda havia
a divisão cultural, entre judeus e gentios,
divisão essa que foi abolida com a morte de
Cristo unificando todos os povos como um só
povo, A SUA IGREJA.
A mulher, entendendo essa divisão cultural
regente na época, agora utiliza o poder da
humilhação e declara: “Sim, Senhor, mas
também os cachorrinhos comem das migalhas
que caem da mesa dos seus senhores.”
58
Essa mãe então ouve de Cristo uma
admiração da sua fé e a libertação de sua filha.
Precisamos estar dispostos a enfrentarmos
tudo, se realmente quisermos o favor de Deus
para a nossa família.

É hora de Orar!

 Ore ao Senhor pedindo a Ele entendimento


e fé para que você não recue, mas sim avance
adiante até obter de Deus a Sua reposta.
59

21º Dia - Vencendo através do Nome de Jesus

Versículo de hoje

E, quanto fizerdes por palavras ou por obras,


fazei tudo em nome do Senhor Jesus, dando por
ele graças a Deus Pai.
(Cl. 3.17)

O nome do Senhor Jesus é infinitamente


poderoso. O nome de Jesus Cristo é o único
capaz de nos salvar (At. 4.12).
O nome de Jesus Cristo é tão poderoso que
espíritos malignos se sujeitam a ele (Atos
16.18). O diabo, os demônios, feitiços,
maldições, nenhum desses males pode
prevalecer contra o poder do nome de
Jesus. “contra o povo de Deus não vale
encantamento”
Ainda hoje se você invocá-lo com a fé
necessária, você verá a glória de Deus na sua
vida e na sua família.

Porque devemos usar o Nome de Jesus

O nome do Senhor Jesus é “a chave que abre


o céu” (Jo. 14.13-14).
60
O nome do Senhor Jesus funciona quando
nos aproximamos dEle em oração. Quando as
nossas orações são feitas em nome dEle, há
garantia de que Ele nos responderá.
Nossos momentos de comunhão, como
família, não devem ser separados apenas para
assuntos terrenos, porém, quando nos
reunirmos em família devemos, entre tantas
atividades, adorar a pessoa do Senhor Jesus. A
palavra de Deus deve estar presente no nosso
lar e em tudo que assistimos, ouvimos e
falamos deve refletir a nossa fidelidade ao Nome
de Jesus, pois Ele é o Pastor e Bispo da nossa
alma (IPe. 2.25). Ele é o Apóstolo e Sumo
Sacerdote da nossa confissão (Hb.3.1). É mais
sublime que os céus (Hb.7.26) e seu Nome é
Excelente (Hb.1.4). Jesus, Jesus, Jesus!

É hora de Orar!
 Ore: Senhor Jesus, o teu Nome é sobre todo
o nome, o teu Nome é sublime, eterno,
poderoso e soberano, eu me rendo a ti e te
entrego toda a minha vida, minha casa e
minha família, em Nome de Jesus, Amém!
59

Tel. Whatsapp: (21)96418-7463


graficacrescimento@gmail.com
Seu Livro em pequena tiragem.
Seu sonho realizado!

Você também pode gostar