Você está na página 1de 5

Transcrição: Como estudar de verdade

O que nós temos, na face da terra, capaz de processamento lógico? 

Computador e o cérebro humano.

- Computador: muito rápido e idiota.


- Cérebro humano: gênio e lento.

As pessoas hoje valorizam mais o idiota rápido, enquanto o gênio lento vai
perdendo atribuições.

O Gênio é infinitamente melhor que o idiota. Pra construir o hardware de


um cérebro humano, você precisaria de 15 mil computadores.

15 mil computadores dentro de você, mas que vêm sem manual de


instruções

Qual a linguagem de programação do cérebro? A linguagem que você fala.


A maneira com a qual você fala é a maneira que você pensa.

Quem fala errado, pensa errado.

Falar errado é considerar sinônimos, coisas que não são.

Aluno e Estudante não são sinônimos.

Aluno é alguém que assiste as aulas.


Estudante é quem estuda.

Assistir aulas é coletivo e passivo

Estudar é solitário e ativo!

Ninguém está estudando se não estiver sozinho.


Não existe “grupo de estudos”.

A única forma de estudar é escrevendo.

Estudar é escrever a mão.

Ler não é estudar.

“Tenho estudado 14 horas por dia pro concurso, mas quando chego no
final, já esqueci o começo”.

Você não está estudando, está lendo.

Digitar não é estudar.


Escrever é gravar no HD do cérebro.
Digitar é gravar no HD do computador.

“Professor me ajuda, minha filha estuda de manhã, vai pra escola pra
aprender...”

Ela não estuda de manhã, ela assiste aula de amanhã..

Professor não serve pra ensinar, professor serve pra explicar.

Ninguém aprende com o professor. Só se aprende em casa, sozinho,


escrevendo.

O maior erro do sistema educacional é achar que em aula se aprende.


Portanto para se aprender mais deve-se aumentar o número de aulas.

Deve-se estudar menos, mas na hora certa.

Você pode subir um degrau na escada da inteligência todo dia.


O processo de aprendizagem dura exatamente 24 horas. Começa,
acontece e termina um dia.
Ou seja, não dá pra deixar pra amanhã. 

Um dia que não se sobe um degrau na escada da inteligência é um dia


perdido.

O QI médio de um inglês é 100. O QI médio de um japonês é 113.

Biologicamente, o cérebro deles são iguais. Isso significa que o sistema


educacional japonês proporciona mais subidas de degraus.

Inteligência se aprende.

O sistema educacional brasileiro faz descer escada.

O que o ministério da educação faz pra aumentar a inteligência dos


alunos?
Todo o sistema educacional que tem foco em aula está no fundo do poço.
Modelos da América do Sul e Estados Unidos vão de mal a pior.
_________________________________________________

Ninguém sobe a escada da inteligência se não for um leitor.


Ninguém é leitor se não lê muito.
Ninguém lê muito se não por prazer.

É preciso incentivar a busca por literaturas que agradem, até que a pessoa
encontre uma leitura que a prenda.
O sistema educacional força leituras pesadas e difíceis. Desestimulando o
desenvolvimento do hábito de ler. O sistema cria um trauma.
_________________________________________________

O modelo que funciona é aquele em que o estudo pós aula é mais


importante que aula. Finlândia e Hong Kong.

A escola filandesa é de tempo integral. Pela manhã as escolas estão


abarrotadas de alunos assistindo aula. Porém, na parte da tarde eles
praticam esportes e estudam.
É estudante que faz Primeiro Mundo, não aluno.

Não adianta aumentar o número de aulas, aperfeiçoar os equipamentos e


dar mais verba. Se não existe o devido foco no estudo pós aula.

Não adianta aplicar a escola integral para se ter mais aulas. É preciso
incentivar o estudo.

Assistir aula é coletivo e passivo.


Estudar é solitário e ativo.

A maior besteira que um aluno brasileiro pode fazer é estudar pra prova.

Quem estuda pra prova consegue passar na prova, consegue passar de


ano, consegue se formar.. Mas não consegue aprender nada.

Dividindo o cérebro em três partes:


Cerebelo, Sistema límbico e Córtex.
O que se coloca no cerebelo e no córtex não se esquece.
O que se coloca no Sistema límbico é esquecido.

Cerebelo recebe tudo relativo a equílibro e ritmo. Por isso não se esquece
como andar de bicicleta. Isso é aprender, pois não se esquece mais.

Algo que chama atenção vai pro sistema líbico, mas depois de um tempo
aquilo é perdido. O conteúdo não sobrevive à uma noite de sono.

A informação recebida na aula vai pro sistema límbico. Durante o sono a


informação sai do sistema límbico para o cortex, caso seja estudada
ativamente. Ou seja, através do lápis.

Existem três coisas a se fazer para subir a escada da inteligência:

a) Assistir a aula para entender.


b) Estudar ativamente para aprender.
c) Ter uma boa noite de sono para fixar.

E assim, a informação não é perdida. Como andar de bicicleta, você


realmente aprendeu.
Toda aula assistida hoje, deve ser estudada hoje. Antes que se passe uma
noite de sono.

Quem assiste aula de manhã, tem que fazer a lição a tarde ( e não
dormir ).
Quem assiste aula de tarde, tem que fazer a lição a noite.
Quem assiste a noite...

Que durma meia hora mais tarde. 


É preciso aprender antes de dormir.

Estas são as cinco palavras mágicas:

Aula dada, aula estudada hoje!


“Filho vá estudar porque você teve aula hoje!”

E não

“Vá estudar porque você tem prova amanhã.”

Seguindo este hábito, não se tem necessidade de estudar para a prova.

Ter diploma não significa ter inteligência.

Você pode conseguir uma formação sem subir nenhum degrau. Apenas
decorando e esquecendo.

O Ditado chinês diz:

“Se ouço, eu esqueço. Se vejo, eu entendo. Se faço, eu aprendo”.

“ Ahh, meu filho entende na aula tudo e chega na hora da prova já


esqueceu”.
Sim, pois ele não fez. Não escreveu. Não aprendeu.

AULA DADA, AULA ESTUDADA HOJE.

Você também pode gostar