Você está na página 1de 69

Conhecimento Profundo:

Ministério Pastoral

Ministério Pastoral – Pastor Gustavo Fernando

O Foco deste estudo é: Que todos reconheçam o Ministério dos


Obreiros de Deus, mais em Especial o Ministério do Pastor. E que
possamos entender que é Deus que vocaciona e não homens.

(Jeremias 3:15) E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os


quais vos apascentarão com ciência e com inteligência.

A Palavra de Deus é Soberana

(Efésios 4:5-7) há um só Senhor, uma só fé, um só batismo, um só


Deus e Pai de todos, que é sobre todos, por meio de todos e em
todos. E a cada um de nós foi concedida a graça, conforme a medida
repartida por Cristo.

(2 Timóteo 3:16-17) Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para


o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na
justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente
preparado para toda boa obra.

(Provérbios 30:5-6) Cada palavra de Deus é comprovadamente pura;


ele é um escudo para quem nele se refugia. Nada acrescente às
palavras dele, do contrário, ele o repreenderá e mostrará que você é
mentiroso.

(2 Coríntios 2:17) Ao contrário de muitos, não negociamos a palavra


de Deus visando lucro; antes, em Cristo falamos diante de Deus com
sinceridade, como homens enviados por Deus.

(Hebreus 4:12) Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada


que qualquer espada de dois gumes; ela penetra ao ponto de dividir
alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e
intenções do coração.

(Gálatas 1:8-9) Mas ainda que nós ou um anjo do céu pregue um


evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja
amaldiçoado! Como já dissemos, agora repito: Se alguém lhes
anuncia um evangelho diferente daquele que já receberam, que seja
amaldiçoado!
(Mateus 22:29) Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não
conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.

Nestes versículos entendemos que a palavra de Deus é a nossa regra


de fé, é o manual do cristão, é o nosso manual de ética e conduta.
Por isso reconhecemos que a palavra de Deus é soberana, Palavra
das palavras, o Livro dos livros, porque esta sim é a palavra de Deus
para a humanidade, e nós não negociamos esta palavra. O que está
escrito, está escrito e ponto final. É a palavra de Deus que tira a
humanidade dos caminhos tortuosos e a leva aos caminhos retos da
salvação divina. Sem sombra de duvidas a Bíblia Sagrada é o manual
do ser humano.

1 – O Ministério Pastoral

1.1 – Alguns requerimentos:

1.1.1 – Tem que viver de maneira Digna, Humilde, Dócil,


Paciente, Suportador, Amoroso, Esforçado e Pacificador.

(Efésios 4:1-3) Como prisioneiro no Senhor, rogo-lhes que vivam de


maneira digna da vocação que receberam. Sejam completamente
humildes e dóceis, e sejam pacientes, suportando uns aos outros com
amor. Façam todo o esforço para conservar a unidade do Espírito pelo
vínculo da paz.

Paulo nos adverte para vivermos de maneira honrosa com a vocação


a qual recebemos de Deus tais como Apóstolos, Profetas, Evangelista,
Pastores, Doutores, (Efésios 4:11). Ele nos aconselha a ser:
Humildes, Dóceis, Pacientes, Suporta-dores e Amorosos com o nosso
próximo, e esta pequena lista faz parte dos Frutos do Espirito Santo
descritos em (Gálatas 5:22-23). E ele nos adverte a fazermos todo e
possível esforço para que haja comunhão de Espirito entre todos os
irmãos, e tudo isso para que possamos viver em Paz com Deus e com
os homens.

1.1.2 – Tem que Vigiar o Rebanho, Por livre Vontade, Tem que
Servir, Tem que ser Exemplo.

(1 Pedro 5:1-3) Portanto, apelo para os presbíteros que há entre


vocês, e o faço na qualidade de presbítero como eles e testemunha
dos sofrimentos de Cristo, como alguém que participará da glória a
ser revelada: Pastoreiem o rebanho de Deus que está aos seus
cuidados. Olhem por ele, não por obrigação, mas de livre vontade,
como Deus quer. Não façam isso por ganância, mas com o desejo de
servir. Não ajam como dominadores dos que lhes foram confiados,
mas como exemplos para o rebanho.
Quando Pedro diz apelo os Presbíteros, ele está nos dizendo algo
muito interessante a se destacar, porque se estudarmos a palavra de
Deus entenderemos que Presbítero, Bispo e Pastor são dotados das
mesmas funções em questão de cuidar de Ovelhas ou do Rebanho de
Deus. Os três cargos tem algo em comum que é o Pastoreio.

(Atos 20: 17, 28) Nos diz a Respeito de Presbíteros que Pastoreavam
Igrejas. Paulo diz aos “Presbíteros” que o Espirito Santo os Colocou
como “Bispos” para “Pastorearem” a Igreja de Deus.

(1 Pedro 5: 1-3) Nos diz a Respeito de Presbíteros que também eram


Pastor de Igreja. Pedro diz aos “Presbíteros” que “Pastoreiem” o
Rebanho de Deus que está aos seus cuidados.

Presbítero – no grego, πρεσβυτερος, presbyteros, pessoa de idade,


ancião.

Bispo – no grego επίσκοπος, epíscopos, inspetor, superintendente,


supervisor ou administrador.

Pastor – o termo “poimen” é definido em poucas palavras: como


guardião, cuidador, defensor, apascentador, em fim, é aquele que
cuida das ovelhas, em termo das escrituras sagradas, Jesus compara
pessoas a ovelhas, porque as ovelhas necessitam de guia, e o líder ou
o Ministro do Evangelho ao Pastor, porque ele tem a função de guiar
o povo de Deus ao caminho certo.

Pela palavra de Deus, entendemos que Presbítero é um Pastor de


Idade ou um Ancião da Igreja, Bispo é um Pastor Superintendente,
ou seja, um Pastor que Administra e supervisiona o povo de Deus e
as coisas de Deus, e o termo Pastor abrange o Geral, que seria
aquele que cuida do povo de Deus e os guia independente de idade
ou função.

Então o Pastor para ser Pastor a advertência é:

Olhem por ele, isto é, ele tem que Vigiar o Rebanho para que o
rebanho não saia do lugar que Deus preparou para ele.

Não por Obrigação, isto é, ele não pode vigiar o rebanho de Deus
porque tem que fazer, Porque Deus mandou, porque é obrigado a
fazer.

Mais de Livre Vontade, isto é, você tem que cuidar, vigiar e guiar o
rebanhado de Deus, porque você ama fazer isso, porque você nasceu
para isso, porque você tem prazer em fazer isso.
Como Deus quer, isto é, Deus se agrada do Pastor quando ele
Pastoreia as ovelhas, feliz da vida, quando ele pastoreia porque
gosta. Quando ele ama fazer isso, e assim Deus se agrada, esse é o
modelo que Deus quer que o Pastor seja.

Não façam isso por Ganância mais com Desejo de Servir, isto é,
Pastoreie não pensando em lucro, pensando em ganhar alguma coisa
depois, mais pastoreie com o desejo de servir os irmãos e a Deus. Os
irmãos em questão de ensinar o caminho certo a eles segundo a
palavra de Deus, e a Deus em questão de cumprir o chamado que ele
pela sua graça e misericórdia o concedeu, A Deus em questão que
fazer sua vontade.

Não ajam como Dominadores, isto é, agir como dono do rebanho,


querer controlar o rebanho do seu jeito, o Pastor não deve agir desta
maneira, porque o rebanho é de Deus, e foi apenas confiado ao
Pastor para cuidar até que o Sumo Pastor venha pegar todo o seu
rebanho que no caso é Jesus o Pastor sobre todos os Pastores.

Mais como Exemplos para o Rebanho, isto é, agir como


referência, ser para o rebanho exemplo de um Homem de Deus, Ser
como um representante de Deus para todo o povo, ser exemplo em
todas as áreas da vida. Seja no modo de falar, no modo de Agir, no
modo de apaziguar situações, no modo de aconselhar, em fim em
tudo ser exemplo para as ovelhas.

1.1.3 – Tem que ser Irrepreensível, ter uma só esposa, ser


Sóbrio, Prudente, Respeitável, Hospitaleiro, Apto a Ensinar,
Não apegado ao Vinho, Não pode ser Violento, Tem que Ser
Amável, Pacífico, Não apegado ao Dinheiro, Tem que Governar
os Filhos e a Esposa, Não Pode ser recém Convertido, e Tem
que ter Boa Reputação diante do mundo.

(1 Timóteo 3:1-7) Esta afirmação é digna de confiança: se alguém


deseja ser bispo, deseja uma nobre função. É necessário, pois, que o
bispo seja irrepreensível, marido de uma só mulher, sóbrio, prudente,
respeitável, hospitaleiro e apto para ensinar; não deve ser apegado
ao vinho, nem violento, mas sim amável, pacífico e não apegado ao
dinheiro. Ele deve governar bem sua própria família, tendo os filhos
sujeitos a ele, com toda a dignidade. Pois, se alguém não sabe
governar sua própria família, como poderá cuidar da igreja de Deus?
Não pode ser recém-convertido, para que não se ensoberbeça e caia
na mesma condenação em que caiu o diabo. Também deve ter boa
reputação perante os de fora, para que não caia em descrédito nem
na cilada do diabo.

O versículo 1 começa dizendo se alguém deseja ser Bispo que no


caso é o mesmo que Pastor e Presbítero em questão de Pastoreio.
Então quer dizer que eu escolho ser Pastor, Bispo ou Presbítero? Sim.
Você e Deus. Mais para ser o que deseja, existe várias exigências
para tal cargo.

Irrepreensível, isto é, um homem que não há nada para ser


repreendido, um homem que sabe em que caminho pisa, um homem
que faz o que é certo aos olhos de todos, e é fiel a palavra de Deus.

Marido de uma só Mulher, isto é, ele deve ser um homem casado


com uma mulher, não duas, muito menos três, apenas uma mulher.
Tem que ter um casamento Monogâmico e não Polígamo.

Sóbrio, isto é, Aquele que não está bêbado, aquele que não tem
distúrbio físico ou mental por ingerir bebida com álcool ou até drogas.
Moderado no comer e no beber. Uma pessoa Sã.

Prudente, isto é, Moderado, controlado, cauteloso, precavido, que


evitar situações arriscadas ou perigosas, atento, Ponderado, Sério,
Vigilante.

Respeitável, isto é, Merecedor de Respeito, que Impe Respeito,


Formidável, extraordinário, temeroso, descente, estimável, temível.

Hospitaleiro, isto é, Que recebe pessoas com bondade ou caridade.


Um homem que acolhe pessoas, que é gentil em recepcionar alguém
com atenção, cuidador, ajudador, atento.

Apto a Ensinar, isto é, Tem que estar preparado para ensinar em


tempo ou fora de tempo, a todo o momento independente da
circunstância ou local, ensinar a palavra de Deus com Sabedoria e
Conhecimento, seja a quem for.

Não deve ser Apegado ao Vinho, isto é, não deve ser junto, unido,
próximo, inseparável, do vinho. Ou seja, o Camarada não pode ter
vicio pelo vinho, não pode beber vinho desenfreado,

Não pode embriagar-se com vinho.

Nem Violento, isto é, Que atua com força, ou brutalidade,


impetuoso, intenso, tumultuoso. Ele não pode ser uma pessoa
violenta, que faz tudo pela força do seu próprio braço.

Mais sim Amável, isto é, que pode ser amado, que merece amor e
consideração, simpático, cordial, dedicado. Que seja um bom homem,
um homem confiável. Que ama e é amado.
Pacifico, isto é, Amigo da paz, manso, sereno, tranquilo, aquele que
conduz as pessoas a terem paz, um homem apaziguador, que tem
prazer em um ambiente de paz.

Não apegado ao Dinheiro, isto é, Que não ama o dinheiro, um


homem que consiga viver sem a ganancia do dinheiro, um homem
que não se preocupa com o dinheiro, um homem que não viva para o
dinheiro, e que não tenha prazer no muito dinheiro.

Tem que Governar a Família com Dignidade, isto é, Cuidar da


sua esposa e dos seu filhos de modo agradável diante de Deus, ele
tem que ter sua família submissa a Deus, ele tem que ter autoridade
diante da esposa e dos filhos como o Cabeça da sua casa, ele tem
que ter filhos obedientes. E tem que ensinar o caminho certo a sua
família.

Não pode ser Recém-convertido, isto é, não pode ter pouco tempo
como cristão, porque requer experiência, para tal cargo requer ser
um homem experiente, na vida cristã e na palavra de Deus, porque
um recém-convertido não terá base e nenhuma estrutura para
ensinar alguém, ou aconselhar alguém. Não deve ser recém-
convertido porque é obrigatório que seja um homem de fé experiente
e experimentada.

Deve ter boa reputação, isto é, ter uma avaliação boa diante dos
homens, ser respeitado diante da sociedade, ter um bom testemunho
diante dos outros, não ter nada a se envergonhar diante de ninguém,
ter uma conduta aprovada pelo povo e ter boa fama.

Outra Referência Bíblia paralela a esta está na carta de Paulo a Tito


que diz: (Tito 1:6-9) É preciso que o presbítero seja irrepreensível,
marido de uma só mulher, e tenha filhos crentes que não sejam
acusados de libertinagem ou de insubmissão. Por ser encarregado da
obra de Deus, é necessário que o bispo seja irrepreensível: não
orgulhoso, não briguento, não apegado ao vinho, não violento, nem
ávido por lucro desonesto. É preciso, porém, que ele seja
hospitaleiro, amigo do bem, sensato, justo, consagrado, tenha
domínio e apegue-se firmemente à mensagem fiel, da maneira como
foi ensinada, para que seja capaz de encorajar outros pela sã
doutrina e de refutar os que se opõem a ela.

Se o homem tiver todas essas exigências que a Bíblia requer, este


está aprovado a ter tal cargo. Caso o contrário não está apto ao
cargo Pastoral.

1.1.4 – Reconhecer que Jesus é o Pastor dos pastores, ele é o


Supremo Pastor e o dono das ovelhas as quais nos confiou
para cuidar para ele.
(1 Pedro 5:4) Quando se manifestar o Supremo Pastor, vocês
receberão a imperecível coroa da glória.

(João 10:11) “Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas
ovelhas.

(João 10:14) “Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas; e


elas me conhecem;

(Hebreus 13:20) O Deus da paz, que pelo sangue da aliança eterna


trouxe de volta dentre os mortos a nosso Senhor Jesus, o grande
Pastor das ovelhas,

(1 Pedro 2:25) Pois vocês eram como ovelhas desgarradas, mas


agora se converteram ao Pastor e Bispo de suas almas.

(Apocalipse 7:17) pois o Cordeiro que está no centro do trono será o


seu Pastor; ele os guiará às fontes de água viva. E Deus enxugará
dos seus olhos toda lágrima”.

Nestes versículos nos mostra que Jesus é o Supremo Pastor que


significa literalmente Aquele que está acima de todos. Aquele que
está em um lugar mais elevado que todos. Isto quer dizer que Jesus
é o Pastor dos pastores, em momento nenhum a Bíblia nos fala que
Jesus “é” no presente o único Pastor, a Bíblia nos afirma que Jesus
“será” no futuro o único Pastor

(João 10:16), a Bíblia nos ensina que Deus dará a seu povo
“Pastores” segundo o seu coração que os guiaria com sabedoria e
inteligência (Jeremias 3:15). O Pastor tem que compreender que o
dono das ovelhas é Jesus Cristo, e que ele está cuidando delas até
que Jesus volte e forme um só pasto e ele será o único Pastor, o
Pastor Perfeito, Aleluia!

Jesus compara o povo a ovelhas pelo seguinte motivo, as ovelhas


precisam de um guia, porque elas se perdem facilmente, a ciência é
comprovada, dizendo que a ovelha por ter uma visão limitada, não
consegue enxergar o mato verde a longa distância, ela enxerga
somente o que está debaixo do seu nariz, por esse motivo ela não
consegue comer o que há de melhor na sua frente e nem ir ao riacho
para beber água, por esse motivo ela precisa de um guia para
sobreviver. E este guia é o Pastor, que a leva para comer, para
beber, arranca o carrapicho da lã, penteia a lã embaraçada e etc.
Assim deve ser o Pastor, ele tem que mostrar ao povo de Deus o
caminho certo, ele tem que ensinar, ele tem que ajudar, ele tem que
conduzir as águas tranquilas, ele tem que conhecer a voz das ovelhas
e elas conhecer a dele, ele tem que servir as ovelhas, ele tem que
amar as ovelhas a ponto de dar a vida por elas, no sentido de viver
por elas assim como Jesus.

2 – Saber que o Pastor merece consideração e honra dos


irmãos.

(1 Tessalonicenses 5:12) Agora lhes pedimos, irmãos, que tenham


consideração para com os que se esforçam no trabalho entre vocês,
que os lideram no Senhor e os aconselham.

(1 Timóteo 5:17-18) Os presbíteros que lideram bem a igreja são


dignos de dupla honra, especialmente aqueles cujo trabalho é a
pregação e o ensino, pois a Escritura diz: “Não amordace o boi
enquanto está debulhando o cereal”, e “o trabalhador merece o seu
salário”.

(Hebreus 13:17) Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles;


porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta
delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não
vos seria útil.

Os Pastores merecem consideração pelo o esforço que fazem para


liderar o rebanho de Deus que é a Igreja, a Bíblia nos diz que eles
são merecedores de Dupla Honra, ou seja, eles merecem honra
dobrada, muito mais aos que tem como foco ensinar a palavra de
Deus aos irmãos, e a palavra de Deus diz que o Trabalhador merece
o seu salário, isto é, o Pastor que se dedica a Igreja, que se esforça
para ter uma Igreja estruturada, que trabalha em prol dos irmãos,
ensinando, pregando a palavra de Deus para eles, merecem tal
honra.

3 – O Próprio Deus chama e levanta homens para serem


Pastores:

(Efésios 4:11-14) E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para
profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e
doutores, Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do
ministério, para edificação do corpo de Cristo; Até que todos
cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a
homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, Para que
não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o
vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia
enganam fraudulosamente.

O próprio Deus levantou pessoas para serem Apóstolos, Profetas,


Evangelistas, Pastores, Doutores, e Deus faz isso para que a Igreja
seja edificada, para que a Igreja se torne sábia, para que os irmãos
se aperfeiçoe na santificação para Deus, para que o corpo de Cristo
que é a Igreja no geral seja fortalecida em todas as áreas. Deus
levanta esses homens para que a Igreja aprenda o certo e o errado,
para que a Igreja chegue a fé genuína, para que a Igreja conheça o
Senhor Jesus de forma profunda, e viva para ele, e pratique em suas
vidas os exemplos e as palavras que Jesus deixou para toda a Igreja.
E também para que os irmãos não caiam em qualquer doutrina, esses
homens de Deus são levantados para ensinar a verdadeira e pura
palavra de Deus, para que quando alguém deturpe a palavra de
Deus, os irmãos saiba o que é certo e o que é errado. E para que a
Igreja de Jesus saiba quem está pregando a verdade ou quem está
pregando a mentira.

(Colossenses 1:25-26) Dela me tornei ministro de acordo com a


responsabilidade por Deus a mim atribuída de apresentar-lhes
plenamente a palavra de Deus, o mistério que esteve oculto durante
épocas e gerações, mas que agora foi manifestado a seus santos.

Paulo está nos dizendo que se tornou ministro da palavra de acordo


com a responsabilidade que o próprio Deus deu pra ele, em momento
nenhum ele diz que os homens o concedeu a mando de Deus. Paulo
se tornou ministro do evangelho porque o próprio Deus o colocou
como tal.

4 – Ter a consciência de que as ovelhas tem como referencia


de fé, ética e conduta o Pastor.

(Hebreus 13:6-7) Podemos, pois, dizer com confiança: O Senhor é o


meu ajudador, não temerei. O que me podem fazer os homens?
Lembrem-se dos seus líderes, que lhes falaram a palavra de Deus.
Observem bem o resultado da vida que tiveram e imitem a sua fé.

O Escritor da Carta aos Hebreus está nos alertando de algo muito


sério, Ele nos adverte de algo que muitos fazem até nos dias de hoje,
O camarada diz: Só o Senhor é meu Ajudador, o Homem não pode
me ajudar em nada, somente Deus. O Escritor pergunta Por acaso
você pode dizer isto com confiança: O Senhor é o meu ajudador, não
tremerei. O que me podem fazer os homens? E ele continua dizendo
Lembrem-se dos seus Líderes, ou seja, Os Apóstolos, Os Profetas, Os
Evangelistas, Os Pastores, Os Mestres, Os Doutores (Efésios 4:11)
que são os cargos que Deus permitiu por sua graça para
aperfeiçoamento dos crentes, para que os crentes aprendam a fazer o
certo, para que os crentes conheçam verdadeiramente quem é Jesus
Cristo, em fim, para que a Igreja seja edificada. Então o escritor diz
Lembrem-se dos seus Líderes, aqueles que lhes ensinaram a palavra
de Deus. Mais tem um grande, essencial e majestoso ensinamento
aqui no final do versículo, porque ele diz Observem bem o resultado
da vida que tiveram e imitem a sua fé, ou seja, Observe Bem o
resultado da vida do seu Pastor, se ele foi bem sucedido ou não, se
ele é uma boa pessoa ou não, se ele tem bons testemunhos ou não e
imitem a fé deles, ou seja se eles se deram bem nesta caminhada,
Imitem a fé deles, caso o contrário não imitem porque tem coisas na
vida dele que o atrapalham, e se o seu pastor tem uma vida mal
sucedida em todas as áreas ele não merece ser imitado, porque
quem o imitar será mal sucedido como ele em todas as coisas que o
imitar. A Bíblia diz que aquele que não segue o conselho dos ímpios e
medita na palavra de Deus de dia e de noite tudo que ele faz
prosperará (Salmo 1:1-3), Quando a Bíblia diz tudo, não está falando
de dinheiro está falando em todas as áreas da vida, para melhor
entendimento, Se ele ora, Deus responde. Se ele abre um negócio,
dá certo. Se ele dá um conselho a alguém, funciona.

(2 Timóteo 2:23-24) Evite as controvérsias tolas e fúteis, pois você


sabe que acabam em brigas. Ao servo do Senhor não convém brigar
mas, sim, ser amável para com todos, apto para ensinar, paciente.

Corra de conversas sem fundamento ou que há contradições,


conversas tolas, conversas fracas, porque sempre acabará em brigas
e discussões. Para quem é Obreiro Servo de Deus, não é lícito brigar,
mais sim amar e ser amado por todas as pessoas ao seu redor, esteja
sempre preparado para ensinar a palavra de Deus e paciente com as
pessoas.

(2 Timóteo 2:25-26) Deve corrigir com mansidão os que se lhe


opõem, na esperança de que Deus lhes conceda o arrependimento,
levando-os ao conhecimento da verdade, para que assim voltem à
sobriedade e escapem da armadilha do diabo, que os aprisionou para
fazerem a sua vontade.

Corrija com temperança, com mansidão, com paciência os que tem o


pensamento contrário ou oposto ao da palavra de Deus, ensine
acreditando que Deus irá abrir o entendimento desta pessoa e ela
arrependerá e conhecerá o caminho certo da verdade da palavra. E
depois de aprenderem, escaparem da armadilha do diabo que é a
contradição, a mentira, a inverdade.

5 – Apresente a Deus aprovado e administre bem o dom que


Deus te deu para a glória dele.

(2 Timóteo 2:15-16) Procure apresentar-se a Deus aprovado, como


obreiro que não tem do que se envergonhar, que maneja
corretamente a palavra da verdade. Evite as conversas inúteis e
profanas, pois os que se dão a isso prosseguem cada vez mais para a
impiedade.

(1 Pedro 4:10-11) Cada um administre aos outros o dom como o


recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus. Se
alguém falar, fale segundo as palavras de Deus; se alguém
administrar, administre segundo o poder que Deus dá; para que em
tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória
e poder para todo o sempre. Amém.

O Apóstolo Pedro está nos ensinando algo crucial e importante para a


vida do Obreiro de Deus, ele diz: Cada um ministre sobre a vida dos
outros o dom como recebeu, como bons ministrantes da “Multiforme”
graça de Deus, primeiro ponto do versículo que quero destacar é que
em momento algum ele diz a “Uniforme” graça de Deus, porque Deus
não tem somente uma forma de distribuir sua graça, tá para nascer
um individuo e dizer que Deus só age de uma forma! A palavra de
Deus é bem clara, concisa e objetiva em nos dizer que, cada ser ou
cada homem de Deus seja um bom despenseiro da Multiforme Graça
de Deus, ou seja, cada um isto é individualmente, sejam bons
ministrantes do dom que Deus vos concedeu conforme as suas várias
formas de manifestar a sua graça. E ele continua dizendo ministre
segundo o poder que Deus dá, ele não está falando do poder que os
homens dão, é o poder que Deus concede a nós. Para que em tudo
Deus que te deu poder, seja glorificado. Ou seja, se Deus me deu o
dom de ser um Pastor eu serei um pastor verdadeiro, serei um pastor
segundo o coração de Deus, serei um Pastor que cuida bem das
ovelhas de Deus. Seja um Pastor que não tenha nada para se
envergonhar. Conheça a Palavra de Deus e maneje bem ela. Evite
conversas inúteis e profanas, pois elas levam ao pecado.

6 – Advertência aos Falsos Pastores que cuidam de si próprios,


que pensam em si próprios em vez de pensar nas ovelhas.

(Ezequiel 34:1-10) Veio a mim esta palavra do Senhor: “Filho do


homem, profetize contra os pastores de Israel; profetize e diga-lhes:
‘Assim diz o Soberano Senhor: Ai dos pastores de Israel que só
cuidam de si mesmos! Acaso os pastores não deveriam cuidar do
rebanho? Vocês comem a coalhada, vestem-se de lã e abatem os
melhores animais, mas não tomam conta do rebanho. Vocês não
fortaleceram a fraca nem curaram a doente nem enfaixaram a ferida.
Vocês não trouxeram de volta as desviadas nem procuraram as
perdidas. Vocês têm dominado sobre elas com dureza e brutalidade.
Por isso elas estão dispersas, porque não há pastor algum, e, quando
foram dispersas, elas se tornaram comida de todos os animais
selvagens. As minhas ovelhas vaguearam por todos os montes e por
todas as altas colinas. Elas foram dispersas por toda a terra, e
ninguém se preocupou com elas nem as procurou.” ‘Por isso,
pastores, ouçam a palavra do Senhor:
Juro pela minha vida, palavra do Soberano Senhor, que visto que o
meu rebanho ficou sem pastor, foi saqueado e se tornou comida de
todos os animais selvagens, e uma vez que os meus pastores não se
preocuparam com o meu rebanho, mas cuidaram de si mesmos em
vez de cuidarem do rebanho, ouçam a palavra do Senhor, ó pastores:
Assim diz o Soberano Senhor: Estou contra os pastores e os
considerarei responsáveis pelo meu rebanho. Eu lhes tirarei a função
de apascentar o rebanho para que os pastores não mais se
alimentem a si mesmos. Livrarei o meu rebanho da boca deles, e ele
não lhes servirá mais de comida.

Deus está falando acerca dos maus “Pastores” aqueles que cuidam de
si mesmos, ou seja, eles só pensam no próprio bem, eles só querem
a própria satisfação, eles não se preocupam com o que de fato
deviam que são as ovelhas, ou seja, o rebanho de Deus, a Igreja de
Deus. Eles estavam comendo do bom e do melhor, vivendo da melhor
maneira e o rebanho estava sem guia, o rebanho estava mal tratado.
Está profecia está nos dizendo acerca daqueles que tem o título de
“Pastor” mais não é um “Pastor”, porque o verdadeiro Pastor, se a
ovelha está machucada ele cuida dela, passa curativo na ferida,
enfaixa ela, se uma fugir ele vai atrás dela e a traz de volta ao
rebanho, se uma se perder ele procura até achar, mais esses
Pastores que Deus se refere através da boca de Ezequiel, eles não
estavam cumprindo o chamado. Eles não estavam exercendo a
função a qual Deus os chamou. Os Pastores estavam maltratando as
ovelhas com brutalidade, tratando com desprezo, e é por esse motivo
que elas estão dispersas, e os animais selvagens estão lá fora do
pasto prontos para devorar as ovelhas. O próprio Deus desabafa
dizendo as minhas ovelhas, isto é, o meu povo vagou pelos montes
perdidos e ninguém se preocupou com eles, nem os procurou
preocupados. Deus diz, eu o Senhor juro pela minha vida visto que o
meu rebanho está sem guia, ou sem pastor, Eu sou contra esses
Pastores, e eles serão responsáveis pelo rebanho, isto é, tudo que
acontecer ao rebanho será cobrado do Pastor, e esses Pastores que
fazem tais coisas, serão tirados da tal função, e não aproveitaram
mais das ovelhas.

(Ezequiel 34:11-15) Porque assim diz o Soberano Senhor: Eu mesmo


buscarei as minhas ovelhas e delas cuidarei. Assim como o pastor
busca as ovelhas dispersas quando está cuidando do rebanho,
também tomarei conta de minhas ovelhas. Eu as resgatarei de todos
os lugares para onde foram dispersas num dia de nuvens e de trevas.
Eu as farei sair das outras nações e as reunirei, trazendo-as dos
outros povos para a sua própria terra. E as apascentarei nos montes
de Israel, nos vales e em todos os povoados do país. Tomarei conta
delas numa boa pastagem, e os altos dos montes de Israel serão a
terra onde pastarão; ali se alimentarão num rico pasto nos montes de
Israel. Eu mesmo tomarei conta das minhas ovelhas e as farei deitar-
se, palavra do Soberano Senhor.

O entendimento do texto é que Deus diz que ele mesmo buscará as


suas ovelhas quando, os pastores não buscarem, Deus diz que ele
mesmo vai buscar e cuidar das suas ovelhas quando os pastores não
fizerem. Deus cuidará delas como faz um verdadeiro Pastor, com
todo o cuidado, trazendo suas ovelhas de volta ao pasto, dando água,
levando ao pasto verdejante para que elas se alimente, com o que há
de melhor.

(Ezequiel 34:16-22) Procurarei as perdidas e trarei de volta as


desviadas. Enfaixarei a ferida e fortalecerei a fraca, mas a rebelde e
forte, eu a destruirei. Apascentarei o rebanho com justiça. Quanto a
você, meu rebanho, assim diz o Soberano Senhor: Julgarei entre uma
ovelha e outra, e entre carneiros e bodes. Não lhes basta comerem
em boa pastagem? Deverão também pisotear o restante da
pastagem? Não lhes basta beberem água límpida? Deverão também
enlamear o restante com os pés? Deverá o meu rebanho alimentar-se
daquilo que vocês pisotearam e beber daquilo que vocês enlamearam
com os pés? Por isso assim diz o Soberano Senhor a eles: Vejam, eu
mesmo julgarei entre a ovelha gorda e a magra. Pois vocês forçaram
passagem com o corpo e com o ombro, empurrando todas as ovelhas
fracas com os chifres até expulsá-las, eu salvarei o meu rebanho, e
elas não serão mais saqueadas. Julgarei entre uma ovelha e outra.

Deus trará de volta todos aqueles que se perderam, mais os rebeldes


ele destruirá. Deus está falando daquelas pessoas da Igreja que são
ignorantes e rebeldes. Deus julgará cada uma com justiça, isto é,
Deus irá atribuir a cada indivíduo o que lhe compete, dará a cada
pessoa o que ela merece. Ele fará separação entre os bons e os
maus. As ovelhas estavam comendo, enchendo a barriga e pisando
na comida, impedindo as outras ovelhas de comerem. Ovelhas com
pensamento egoísta somente elas comem e as outras que se virem.
Refere-se aos crentes egoístas que pensam em si próprios, que não
tem amor pelo próximo, não se preocupa com o próximo, eles
enchem a barriga e não se importa se o outro está com fome, ele
enche o prato não consegue comer tudo, cospe na comida e joga no
lixo, sem se importar se o outro vai comer, ou com algum está com
fome. Deus julgará os glutões, os gulosos, os egoístas. Deus julgará
os crentes fortes que passam por cima dos mais fracos, os crentes
saudáveis que maltratam os doentes. Deus julgará cada um conforme
as sua s obras (Romanos 2:5-6).

7 – Entender que pessoas são lentas no aprendizado, e


precisam de um Pastor.

(Hebreus 5:11-14) Quanto a isso, temos muito que dizer, coisas


difíceis de explicar, porque vocês se tornaram lentos para aprender.
De fato, embora a esta altura já devessem ser mestres, vocês
precisam de alguém que lhes ensine novamente os princípios
elementares da palavra de Deus. Estão precisando de leite, e não de
alimento sólido! Quem se alimenta de leite ainda é criança, e não tem
experiência no ensino da justiça. Mas o alimento sólido é para os
adultos, os quais, pelo exercício constante, tornaram-se aptos para
discernir tanto o bem quanto o mal.

Estes versículos nos diz que algumas pessoas da Igreja estavam


lentas para aprenderem a Palavra de Deus, na verdade se eles se
esforçarem mais poderiam estar na estatura de “Mestres”, por serem
vagarosos no entendimento, estão precisando de algum Obreiro que
os ensine os princípios fundamentais da palavra de Deus novamente.
O Escritor da Carta aos Hebreus diz que eles precisam de Leite e não
de Comida Mastigável, porque em questão de entendimento são
crianças na fé, sendo que já deviam ser Mestres na palavra de Deus.
Eles deviam estar ensinando a palavra de Deus e não aprendendo.
Porque a Comida Mastigável é para adultos e o leite para crianças.
Em questão de fé se o adulto se esforçar em aprender ficará
inteligente o bastante para saber o que é certo e o que é errado.

8 – Pregar a Palavra de Deus a todo o momento fazendo a


Obra de um Evangelista

(2 Timóteo 4:2) Pregue a palavra, esteja preparado a tempo e fora


de tempo, repreenda, corrija, exorte com toda a paciência e doutrina.

Fale de Deus para as pessoas, conheça a palavra de Deus, conheça


as passagens, maneje bem a Bíblia, em todo tempo, seja de manhã,
a tarde, a noite, de madrugada pregue a palavra de Deus, em tempo
ou fora de tempo, isto é, em qualquer lugar a qualquer hora, advirta,
aconselhe, corrija aquele que está errado, ensine o certo com toda
mansidão, paciência, com todo temor, a verdadeira doutrina, a
verdadeira Palavra de Deus.

(2 Timóteo 4:5) Você, porém, seja sóbrio em tudo, suporte os


sofrimentos, faça a obra de um evangelista, cumpra plenamente o
seu ministério.

Seja atento, vigilante em todo tempo, aguente os sofrimentos,


suporte as dores, faça como faz um Evangelista, seja um
representante do evangelho, proclame as boas novas, fale de Deus
para todos que encontrar, cumpra o seu ministério que é Pastorear.

(Tiago 3:1-2) Meus irmãos, não sejam muitos de vocês mestres, pois
vocês sabem que nós, os que ensinamos, seremos julgados com
maior rigor. Todos tropeçamos de muitas maneiras. Se alguém não
tropeça no falar, tal homem é perfeito, sendo também capaz de
dominar todo o seu corpo.
Nos alerta dizendo que o ministério de Mestre (Efésios 4:11) é muito
difícil, porque Deus cobrara mais desta pessoa porque foi confiado a
ela um alto e precioso cargo (Lucas 12:47-48)

Esse homem por ser mestre saberá a palavra de Deus do começo ao


fim, ele saberá ensinar a todos do começo ao fim da Bíblia, ele saberá
manejar a palavra de Deus como ninguém, e por isso será cobrado
deles mais do que dos outros, se alguém sabe que fazer tal ato é
errado e faz será julgado, mais se alguém não sabe que é errado e
faz não será julgado. Por isso Tiago nos diz que os Mestres serão
julgados com mais rigidez ou rigor.

Todos erram de varias maneiras, ou de varias formas. Mais se


alguém não tropeça no falar ou não erra no falar, ou mede as
palavras antes de falar, ou pensa bem antes de falar, esse homem
tem o domínio próprio com seu corpo e com sua língua.

9 – A ordenação do Pastor segundo a Bíblia – Baseado na Vida


de Timóteo

9.1 – Timóteo era filho de Judia e seu pai era Grego, ele era
um jovem mais tinha um bom testemunho:

(Atos 16:1-2) Chegou a Derbe e depois a Listra, onde vivia um


discípulo chamado Timóteo. Sua mãe era uma judia convertida e seu
pai era grego. Os irmãos de Listra e Icônio davam bom testemunho
dele.

(1 Timóteo 4:12) Ninguém o despreze pelo fato de você ser jovem,


mas seja um exemplo para os fiéis na palavra, no procedimento, no
amor, na fé e na pureza.

9.2 – Timóteo Aprendeu a Doutrina com o Apóstolo Paulo:

(1 Timóteo 1:2) a Timóteo, meu verdadeiro filho na fé: Graça,


misericórdia e paz da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus, o nosso
Senhor.

(2 Timóteo 1:13) Retenha, com fé e amor em Cristo Jesus, o modelo


da sã doutrina que você ouviu de mim.

(2 Timóteo 1:2) a Timóteo, meu amado filho: Graça, misericórdia e


paz da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus, nosso Senhor.

(2 Timóteo 3:10) Mas você tem seguido de perto o meu ensino, a


minha conduta, o meu propósito, a minha fé, a minha paciência, o
meu amor, a minha perseverança,
(2 Timóteo 3:14) Quanto a você, porém, permaneça nas coisas que
aprendeu e das quais tem convicção, pois você sabe de quem o
aprendeu.

9.3 – Timóteo recebeu o dom do Ministério pela imposição de


mãos e foi aprovado:

(2 Timóteo 1:6) Por essa razão, torno a lembrar-lhe que mantenha


viva a chama do dom de Deus que está em você mediante a
imposição das minhas mãos.

(1 Timóteo 4:14) Não negligencie o dom que lhe foi dado por
mensagem profética com imposição de mãos dos presbíteros.

(Filipenses 2:22) Mas vocês sabem que Timóteo foi aprovado, porque
serviu comigo no trabalho do evangelho como um filho ao lado de seu
pai.

(2 Timóteo 1:5) Recordo-me da sua fé não fingida, que primeiro


habitou em sua avó Lóide e em sua mãe Eunice, e estou convencido
de que também habita em você.

9.4 – Timóteo sempre estava com Paulo seu Líder:

(Filemom 1:1) Paulo, prisioneiro de Cristo Jesus, e o irmão Timóteo,


a você, Filemom, nosso amado cooperador,

(Romanos 16:21) Timóteo, meu cooperador, envia-lhes saudações,


bem como Lúcio, Jasom e Sosípatro, meus parentes.

(2 Coríntios 1:1) Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de


Deus, e o irmão Timóteo, à igreja de Deus que está em Corinto,
juntamente com todos os santos de toda a Acaia:

(Filipenses 1:1) Paulo e Timóteo, servos de Cristo Jesus, a todos os


santos em Cristo Jesus que estão em Filipos, juntamente com os
bispos e diáconos:

(Colossenses 1:1) Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de


Deus, e o irmão Timóteo,

(1 Tessalonicenses 1:1) Paulo, Silvano e Timóteo, à igreja dos


tessalonicenses, em Deus Pai e no Senhor Jesus Cristo: A vocês,
graça e paz da parte de Deus e de nosso Senhor Jesus Cristo.

(2 Tessalonicenses 1:1) Paulo, Silvano e Timóteo, à igreja dos


tessalonicenses, em Deus nosso Pai e no Senhor Jesus Cristo:
9.5 – Timóteo foi enviado a pregar e evangelizar em vários
lugares:

(1 Coríntios 4:17) Por essa razão estou lhes enviando Timóteo, meu
filho amado e fiel no Senhor, o qual lhes trará à lembrança a minha
maneira de viver em Cristo Jesus, de acordo com o que eu ensino por
toda parte, em todas as igrejas.

(1 Coríntios 16:10) Se Timóteo for, tomem providências para que ele


não tenha nada que temer enquanto estiver com vocês, pois ele
trabalha na obra do Senhor, assim como eu.

(Filipenses 2:19) Espero no Senhor Jesus enviar-lhes Timóteo


brevemente, para que eu também me sinta animado quando receber
notícias de vocês.

(1 Tessalonicenses 3:2) e, assim, enviamos Timóteo, nosso irmão e


cooperador de Deus no evangelho de Cristo, para fortalecê-los e dar-
lhes ânimo na fé,

(Atos 17:14-15) Imediatamente os irmãos enviaram Paulo para o


litoral, mas Silas e Timóteo permaneceram em Beréia. Os homens
que foram com Paulo o levaram até Atenas, partindo depois com
instruções para que Silas e Timóteo se juntassem a ele, tão logo
fosse possível.

9.6 – Timóteo agora pode impor as mãos sobre alguém:

(1 Timóteo 5:22) Não se precipite em impor as mãos sobre ninguém


e não participe dos pecados dos outros. Conserve-se puro.

Segundo o chamado de Timóteo ao Ministério Pastoral, nós


entendemos algo certo e Bíblico, colocarei resumidamente em ordem
as etapas do chamado ministerial segundo a vida de Timóteo
baseados na palavra de Deus, isto é claro, depois do processo de
conversão a Jesus:

1 – A pessoa tem que ter bom Testemunho (Aprovado por todos)

(Atos 16:1-2)

2- A pessoa tem que aprender a Palavra de Deus e sua Doutrina


(Aprender de quem Conhece)

(2 Timóteo 1:13) (2 Timóteo 3:10) (2 Timóteo 3:14)

3 – A pessoa tem que ser ordenada por outro Pastor (Timóteo por
Paulo e Outros Presbíteros)
(2 Timóteo 1:6) (1 Timóteo 4:14)

4 – A pessoa tem que ser aprovada (Diante da Sociedade)

(Filipenses 2:22) (2 Timóteo 1:5)

5 – A pessoa tem que andar com seu Líder (Timóteo sempre andava
com Paulo)

(Filemom 1:1) (2 Coríntios 1:1) (Filipenses 1:1)

6 – A pessoa é enviada a pregar e ensinar as outras (Timóteo fez a


obra de um Evangelista)

(1 Coríntios 4:17) (1 Coríntios 16:10) (Filipenses 2:19)

7 – A pessoa agora pode ordenar outras (Timóteo tem autoridade de


ordenar outras pessoas)

(1 Timóteo 5:22)

O que acabamos de entender é algo muito importante, porque este é


o parâmetro bíblico comum de um Pastor ser ordenado, mais não
significa que seja o único e exclusivo, ser normal ou comum, não
quer dizer que seja o único exemplo e modelo de chamado para a
vida ministerial de uma pessoa que se tornará um futuro Pastor.

Vamos entender no tópico abaixo um dos exemplos mais


extraordinários, acerca do chamado ministerial seja para Apóstolo,
Profeta, Evangelista, Pastor ou Mestre (Efésios 4:11) baseado na vida
de Paulo, baseado no chamado de Paulo, em sua ordenação, e na sua
vida ministerial.

Coisas que os Pastores de hoje rejeitam, escondem, passam batido,


arquivam, jogam em baixo da cama, e não ensinam ao povo de Deus.
Eu particularmente os chamo de Assassinos de Profetas, Ignorantes,
Sepulcros Caiados e Hipócritas.

10 – A Vida de Paulo

10.1 – Paulo era um Jovem que foi instruído rigorosamente na


lei de Moises:

(Atos 7:58) arrastaram-no para fora da cidade e começaram a


apedrejá-lo. As testemunhas deixaram seus mantos aos pés de um
jovem chamado Saulo.
(Atos 22:3) “Sou judeu, nascido em Tarso da Cilícia, mas criado nesta
cidade. Fui instruído rigorosamente por Gamaliel na lei de nossos
antepassados, sendo tão zeloso por Deus quanto qualquer de vocês
hoje.

10.2 – Paulo tinha duas cidadanias e uma vida correta


segundo a Lei de Moisés e era letrado:

(Filipenses 3:4-7) embora eu mesmo tivesse razões para ter tal


confiança. Se alguém pensa que tem razões para confiar na carne, eu
ainda mais: circuncidado no oitavo dia de vida, pertencente ao povo
de Israel, à tribo de Benjamim, verdadeiro hebreu; quanto à lei,
fariseu; quanto ao zelo, perseguidor da igreja; quanto à justiça que
há na lei, irrepreensível. Mas o que para mim era lucro, passei a
considerar perda, por causa de Cristo.

(Atos 22:27-28) E, vindo o tribuno, disse-lhe: Dize-me, és tu


romano? E ele disse: Sim. E respondeu o tribuno: Eu com grande
soma de dinheiro alcancei este direito de cidadão. Paulo disse: Mas
eu o sou de nascimento.

(Atos 22:2) Quando ouviram que lhes falava em aramaico, ficaram


em absoluto silêncio. Então Paulo disse:

10.3 – Paulo tinha como profissão fabricante de tendas, e esse


era o seu sustento:

(Atos 18:3) e, uma vez que tinham a mesma profissão, ficou


morando e trabalhando com eles, pois eram fabricantes de tendas.

(2 Tessalonicenses 3:8) nem comemos coisa alguma à custa de


ninguém. Pelo contrário, trabalhamos arduamente e com fadiga, dia e
noite, para não sermos pesados a nenhum de vocês,

10.4 – Paulo perseguia os Cristãos por causa da Lei de Moisés:

(Atos 22:4-5) Persegui os seguidores deste Caminho até a morte,


prendendo tanto homens como mulheres e lançando-os na prisão,
como o podem testemunhar o sumo sacerdote e todo o Conselho, de
quem cheguei a obter cartas para seus irmãos em Damasco e fui até
lá, a fim de trazer essas pessoas a Jerusalém como prisioneiras, para
serem punidas.

10.5 – Paulo se encontra com Jesus a caminho de Damasco:

(Atos 22:6-11) “Por volta do meio-dia, eu me aproximava de


Damasco, quando de repente uma forte luz vinda do céu brilhou ao
meu redor. Caí por terra e ouvi uma voz que me dizia: ‘Saulo, Saulo!
por que você está me perseguindo? Então perguntei: Quem és tu,
Senhor? E ele respondeu: ‘Eu sou Jesus, o Nazareno, a quem você
persegue’. Os que me acompanhavam viram a luz, mas não
entenderam a voz daquele que falava comigo. “Assim perguntei: Que
devo fazer, Senhor? Disse o Senhor: ‘Levante-se, entre em Damasco,
onde lhe será dito o que você deve fazer’. Os que estavam comigo
me levaram pela mão até Damasco, porque o resplendor da luz me
deixara cego.

(Atos 9:1-9) E Saulo, respirando ainda ameaças e mortes contra os


discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote. E pediu-lhe
cartas para Damasco, para as sinagogas, a fim de que, se
encontrasse alguns deste Caminho, quer homens quer mulheres, os
conduzisse presos a Jerusalém. E, indo no caminho, aconteceu que,
chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de
luz do céu. E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo,
Saulo, por que me persegues? E ele disse: Quem és, Senhor? E disse
o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti
recalcitrar contra os aguilhões. E ele, tremendo e atônito, disse:
Senhor, que queres que eu faça? E disse-lhe o Senhor: Levanta-te, e
entra na cidade, e lá te será dito o que te convém fazer. E os
homens, que iam com ele, pararam espantados, ouvindo a voz, mas
não vendo ninguém. E Saulo levantou-se da terra, e, abrindo os
olhos, não via a ninguém. E, guiando-o pela mão, o conduziram a
Damasco. E esteve três dias sem ver, e não comeu nem bebeu.

10.6 – A mando de Jesus o discípulo Ananias batiza Paulo:

(Atos 9:10-18) E havia em Damasco um certo discípulo chamado


Ananias; e disse-lhe o Senhor em visão: Ananias! E ele respondeu:
Eis-me aqui, Senhor. E disse-lhe o Senhor: Levanta-te, e vai à rua
chamada Direita, e pergunta em casa de Judas por um homem de
Tarso chamado Saulo; pois eis que ele está orando; E numa visão ele
viu que entrava um homem chamado Ananias, e punha sobre ele a
mão, para que tornasse a ver. E respondeu Ananias: Senhor, a
muitos ouvi acerca deste homem, quantos males tem feito aos teus
santos em Jerusalém;
E aqui tem poder dos principais dos sacerdotes para prender a todos
os que invocam o teu nome. Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque
este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante
dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel. E eu lhe mostrarei
quanto deve padecer pelo meu nome. E Ananias foi, e entrou na casa
e, impondo-lhe as mãos, disse: Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que te
apareceu no caminho por onde vinhas, me enviou, para que tornes a
ver e sejas cheio do Espírito Santo. E logo lhe caíram dos olhos como
que umas escamas, e recuperou a vista; e, levantando-se, foi
batizado.
(Atos 22:12-16) “Um homem chamado Ananias, piedoso segundo a
lei e muito respeitado por todos os judeus que ali viviam, veio ver-me
e, pondo-se junto a mim, disse: ‘Irmão Saulo, recupere a visão’.
Naquele mesmo instante pude vê-lo. “Então ele disse: ‘O Deus dos
nossos antepassados o escolheu para conhecer a sua vontade, ver o
Justo e ouvir as palavras de sua boca. Você será testemunha dele a
todos os homens, daquilo que viu e ouviu. E agora, que está
esperando? Levante-se, seja batizado e lave os seus pecados,
invocando o nome dele’.

10.7 – Agora aquele que perseguia é perseguido, e tem que


fugir:

(Atos 9:23-24) E, tendo passado muitos dias, os judeus tomaram


conselho entre si para o matar. Mas as suas ciladas vieram ao
conhecimento de Saulo; e como eles guardavam as portas, tanto de
dia como de noite, para poderem tirar-lhe a vida,

(Atos 22:17-19) “Quando voltei a Jerusalém, estando eu a orar no


templo, caí em êxtase e
vi o Senhor que me dizia: ‘Depressa! Saia de Jerusalém
imediatamente, pois não aceitarão seu testemunho a meu respeito’.
“Eu respondi: Senhor, estes homens sabem que eu ia de uma
sinagoga a outra, a fim de prender e açoitar os que creem em ti.

(Atos 22:21-24) “Então o Senhor me disse: ‘Vá, eu o enviarei para


longe, aos gentios’ “.
A multidão ouvia Paulo até que ele disse isso. Então todos levantaram
a voz e gritaram: “Tira esse homem da face da terra! Ele não merece
viver! “Estando eles gritando, tirando suas capas e lançando poeira
para o ar, o comandante ordenou que Paulo fosse levado à fortaleza e
fosse açoitado e interrogado, para saber por que o povo gritava
daquela forma contra ele.

(Atos 13:50) Mas os judeus incitaram algumas mulheres religiosas e


honestas, e os principais da cidade, e levantaram perseguição contra
Paulo e Barnabé, e os lançaram fora dos seus termos.

10.8 – Paulo é ordenado por Deus em sua total essência:

(Atos 13:2-4) E, servindo eles ao Senhor, e jejuando, disse o Espírito


Santo: Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho
chamado. Então, jejuando e orando, e pondo sobre eles as mãos, os
despediram. E assim estes, enviados pelo Espírito Santo, desceram a
Selêucia e dali navegaram para Chipre.
(Gálatas 1:1) Paulo, apóstolo (não da parte dos homens, nem por
homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o
ressuscitou dentre os mortos),

(1 Timóteo 1:1) Paulo, apóstolo de Cristo Jesus, por ordem de Deus,


nosso Salvador, e de Cristo Jesus, a nossa esperança,

(2 Timóteo 1:9) que nos salvou e nos chamou com uma santa
vocação, não em virtude das nossas obras, mas por causa da sua
própria determinação e graça. Esta graça nos foi dada em Cristo
Jesus desde os tempos eternos,

(2 Timóteo 1:1) Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de


Deus, segundo a promessa da vida que está em Cristo Jesus,

(2 Timóteo 1:11-12) Deste evangelho fui constituído pregador,


apóstolo e mestre. Por essa causa também sofro, mas não me
envergonho, porque sei em quem tenho crido e estou bem certo de
que ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele dia.

O próprio Deus em sua total essência que ordenou Paulo a Apóstolo:

Pela vontade do Pai (2 Timóteo 1:1), Pela vontade do Filho (1


Timóteo 1:1), Pela vontade do Espírito Santo (Atos 13:2).

Paulo se converteu ao Evangelho porque o próprio Senhor Jesus o


chamou, quando ele estava a caminho de Damasco quando ele
estava pronto para prender, maltratar e matar vários cristãos. (Atos
22:6-11) (Atos 9:1-9).

Jesus manda Ananias batizar Paulo, para que ele seja um Cristão
também, mais Ananias fala para Jesus: Senhor, a muitos ouvi acerca
deste homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém
e ele recebeu poder dos principais dos sacerdotes para prender a
todos os que invocam o teu nome. Mais Jesus disse Vai, porque este
é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos
gentios, e dos reis e dos filhos de Israel. E eu lhe mostrarei quanto
deve padecer pelo meu nome. (Atos 9:10-18) (Atos 22:12-16).

Ananias batiza Paulo (Atos 9:18), então se inicia uma grande jornada
pelo evangelho , quanto maior for a sua chamada maior serão as
dificuldades.

Então Paulo é rejeitado por muitas pessoas, e o povo começa a


querer a morte dele, o povo começa a caluniar Paulo e o Rejeitar
(Atos 9:23-24) (Atos 22:17-19) (Atos 22:21-24).
Mais em um belo dia o Espírito Santo diz aos discípulos: Separem
para mim Barnabé e Saulo que é Paulo para a Obra que eu os tenho
chamado (Atos 13:2).

Mais que obra é essa? Leia o contexto a seguir em (Atos 13:4-5) E


assim estes, enviados pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali
navegaram para Chipre. E, chegados a Salamina, anunciavam a
palavra de Deus nas sinagogas dos judeus; e tinham também a João
como cooperador.

A Obra que o Espírito Santo chamou Barnabé e Saulo (que é Paulo)


era a obra de pregar o evangelho em vários lugares, entre eles
Chipre, Salamina, e nas Sinagogas dos Judeus. Aquele momento foi
uma chamada do Espírito Santo a Barnabé e Saulo para pregarem em
lugares específicos, aonde havia carência do Evangelho Verdadeiro.

Paulo diz em (2 Coríntios 12:2) que há 14 anos foi arrebatado ao


terceiro céu, Essa experiência maravilhosa ocorreu quatorze anos
antes de ele escrever esta carta, e você pergunta qual carta? E eu te
respondo: A segunda carta de Paulo a Igreja de Corinto, ou seja, 2ª
Aos Coríntios, a qual a data precisa seria por volta do ano 43 d.C. que
corresponde ao período entre sua partida de Tarso após a sua
conversão a Cristo (Atos 9:30) e a visita que recebeu de Barnabé
(Atos 11:25-26), ou seja, o tempo que Paulo ficou abandonado pelos
homens, mais Deus tinha um proposito porque neste tempo que
Paulo ficou isolado dos homens, Deus o arrebatou ao terceiro céu, e
mostrou coisas que ninguém viu, coisas que ninguém ouviu, coisas
que ninguém sentiu, e por isso Paulo deixou um recado aos Cristão
de Corinto dizendo que Deus reservou estas coisas para aqueles que
o ama (1 Coríntios 2:9), Paulo usa as palavras “Coisas Inefáveis, que
ao homem não é lícito falar.” (2 Coríntios 12:4), que significa “Vi
coisas indescritíveis, coisas que não se pode explicar com palavras, e
por isso não é possível, não é permitido falar aos homens.” Isto pelo
fato de estar muito além da compreensão do homem.

(Gálatas 1:13-17) porque já ouvistes qual foi antigamente a minha


conduta no judaísmo, como sobremaneira perseguia a igreja de Deus
e a assolava. E na minha nação excedia em judaísmo a muitos da
minha idade, sendo extremamente zeloso das tradições de meus
pais. Mas, quando aprouve a Deus, que desde o ventre de minha mãe
me separou, e me chamou pela sua graça, Revelar seu Filho em mim,
para que o pregasse entre os gentios, não consultei a carne nem o
sangue, Nem tornei a Jerusalém, a ter com os que já antes de mim
eram apóstolos, mas parti para a Arábia, e voltei outra vez a
Damasco.

Paulo diz algo fenomenal e crucial para o nosso entendimento,


porque ele diz que quando Deus deu a revelação a ele, que seria
pregar o evangelho de Jesus aos gentios, ele não consultou nenhum
Homem, e nenhum Apóstolo, Paulo simplesmente após receber esta
revelação ele saiu a pregar o evangelho!

10.9 – Paulo dedicou sua vida Ministerial a Pregação do


Evangelho:

(Atos 18:5) Depois que Silas e Timóteo chegaram da Macedônia,


Paulo se dedicou exclusivamente à pregação, testemunhando aos
judeus que Jesus era o Cristo.

(1 Coríntios 9:22) Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os


fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a
salvar alguns.

11 – A ordenação do Pastor segundo a Bíblia – Baseado na


Vida de Paulo

A Ordenação de Paulo ao Ministério Pastoral é totalmente oposta a de


Timóteo, Paulo é o maior e grande exemplo de que Deus escolhe
quem quer, na hora que quer, e do jeito que quer. Observe.

11.1 – Paulo perseguia, prendia e matava cristãos. (Paulo


tinha mau testemunho perante a Igreja, Paulo tinha zelo em
perseguir a Igreja, Paulo tinha raiva dos Cristãos)

(Atos 7:58) arrastaram-no para fora da cidade e começaram a


apedrejá-lo. As testemunhas deixaram seus mantos aos pés de um
jovem chamado Saulo.

(Atos 8:1) E também Saulo consentiu na morte dele. E fez-se naquele


dia uma grande perseguição contra a igreja que estava em
Jerusalém; e todos foram dispersos pelas terras da Judéia e de
Samaria, exceto os apóstolos.

(Atos 8:3) E Saulo assolava a igreja, entrando pelas casas; e,


arrastando homens e mulheres, os encerrava na prisão.

(Atos 9:1) E Saulo, respirando ainda ameaças e mortes contra os


discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote.

(Filipenses 3:6-7) quanto ao zelo, perseguidor da igreja; quanto à


justiça que há na lei, irrepreensível. Mas o que para mim era lucro,
passei a considerar perda, por causa de Cristo.

(Atos 9:13-14) Respondeu Ananias: “Senhor, tenho ouvido muita


coisa a respeito desse homem e de todo o mal que ele tem feito aos
teus santos em Jerusalém. Ele chegou aqui com autorização dos
chefes dos sacerdotes para prender todos os que invocam o teu
nome”.

(Atos 22:4-5) Persegui os seguidores deste Caminho até a morte,


prendendo tanto homens como mulheres e lançando-os na prisão,
como o podem testemunhar o sumo sacerdote e todo o Conselho, de
quem cheguei a obter cartas para seus irmãos em Damasco e fui até
lá, a fim de trazer essas pessoas a Jerusalém como prisioneiras, para
serem punidas.

(Atos 22:19-20) “Eu respondi: Senhor, estes homens sabem que eu


ia de uma sinagoga a outra, a fim de prender e açoitar os que crêem
em ti. E quando foi derramado o sangue de tua testemunha Estêvão,
eu estava lá, dando minha aprovação e cuidando das roupas dos que
o matavam.

(Atos 26:9-11) “Eu também estava convencido de que deveria fazer


todo o possível para me opor ao nome de Jesus, o Nazareno. E foi
exatamente isso que fiz em Jerusalém. Com autorização dos chefes
dos sacerdotes lancei muitos santos na prisão, e quando eles eram
condenados à morte eu dava o meu voto contra eles. Muitas vezes ia
de uma sinagoga para outra a fim de castigá-los, e tentava forçá-los
a blasfemar. Em minha fúria contra eles, cheguei a ir a cidades
estrangeiras para persegui-los.

(1 Timóteo 1:12-13) Dou graças a Cristo Jesus, nosso Senhor, que


me deu forças e me considerou fiel, designando-me para o ministério,
a mim que anteriormente fui blasfemo, perseguidor e insolente; mas
alcancei misericórdia, porque o fiz por ignorância e na minha
incredulidade;

11.2 – Paulo é escolhido por Jesus como um exemplo da


grandeza de sua misericórdia:

(Atos 9:15-16 ) Mas o Senhor disse a Ananias: “Vá! Este homem é


meu instrumento escolhido para levar o meu nome perante os
gentios e seus reis, e perante o povo de Israel. Mostrarei a ele o
quanto deve sofrer pelo meu nome”.

(1 Timóteo 1:15-17) Esta afirmação é fiel e digna de toda aceitação:


Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu
sou o pior. Mas, por isso mesmo alcancei misericórdia, para que em
mim, o pior dos pecadores, Cristo Jesus demonstrasse toda a
grandeza da sua paciência, usando-me como um exemplo para
aqueles que nele haveriam de crer para a vida eterna. Ao Rei eterno,
ao Deus único, imortal e invisível, sejam honra e glória para todo o
sempre. Amém.
11.3 – Paulo é ordenado a Apóstolo pelo próprio Deus:

(Gálatas 1:1) Paulo, apóstolo (não da parte dos homens, nem por
homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o
ressuscitou dentre os mortos),

(1 Timóteo 1:1) Paulo, apóstolo de Cristo Jesus, por ordem de Deus,


nosso Salvador, e de Cristo Jesus, a nossa esperança,

(2 Timóteo 1:1) Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de


Deus, segundo a promessa da vida que está em Cristo Jesus,

(2 Timóteo 1:11-12) Deste evangelho fui constituído pregador,


apóstolo e mestre. Por essa causa também sofro, mas não me
envergonho, porque sei em quem tenho crido e estou bem certo de
que ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele dia.

Como eu já havia escrito escreverei outra vez que o próprio Deus em


sua total essência que ordenou Paulo a Apóstolo: Pela vontade do Pai
(2 Timóteo 1:1), Pela vontade do Filho (1 Timóteo 1:1), Pela vontade
do Espírito Santo (Atos 13:2).

Em toda a história não se encontra versículos, ou achados


arqueológicos, de que algum homem ou de outro Apóstolo que
consagrou Paulo a Apóstolo, isto também se prova pelas cartas do
próprio Paulo, mais o fato é que nas Igrejas não se falam disto, e isto
tem sido o que o próprio Senhor Jesus disse:

(Mateus 23:13) “Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas!


Vocês fecham o Reino dos céus diante dos homens! Vocês mesmos
não entram, nem deixam entrar aqueles que gostariam de fazê-lo.

Os “Líderes” dos dias de hoje, querem sempre estar no foco, eles


querem sempre estar na tribuna, onde tiver muita gente, lá estão
eles. Esses Sepulcros Caiados, a parte externa está muito bonita,
mais a parte interna está morta, podre, fedida e leprosa.

Quando não houver ninguém que te enxergue não se preocupe,


existe um que conhece o seu coração, quando não houver ninguém
que te consagre ao ministério, não se preocupe Jesus está te
esperando, lá no meio do caminho de Damasco, Jesus vai te mostrar
a verdadeira luz e o verdadeiro caminho! Quanto mais difícil e
doloroso for o seu caminho maior será o seu ministério e a sua
vocação! Que Deus levante muitos homens e mulheres com uma
vocação que vem da linha vertical e não na horizontal! Deus te
abençoe!

Publicado em Perguntas & Respostas


Deixe um comentário

Conhecimento Profundo: Batismo com


Espírito Santo e Línguas Estranhas
30 maio

Publicado por Pastor Gustavo

9 Votes

Batismo com Espírito Santo e Línguas Estranhas – Pastor


Gustavo Fernando

(1 Tessalonicenses 1:5) porque o nosso evangelho não chegou a


vocês somente em palavra, mas também em poder, no Espírito Santo
e em plena convicção. Vocês sabem como procedemos entre vocês,
em seu favor.

1 – Batismo com o Espirito Santo:

1.1 – O que é o Batismo com o Espirito Santo:

(Lucas 24:49) Eu lhes envio a promessa de meu Pai; mas fiquem na


cidade até serem revestidos do poder do alto”.

Revestir significa: Vestir novamente, tornar a vestir. O interessante é


que ele não disse e fique aqui até serem vestidos do Poder, mais ele
disse fiquem aqui até serem revestidos do Poder. Ou seja, eles já
foram vestidos, mais agora seriam revestidos. O Batismo com o
Espirito Santo é para quem foi batizado nas águas e agora precisam
de um poder a mais. É como quando você coloca piso novo no chão
da sua casa, e fica muito bom, mais para ficar 100% você precisa
colocar o revestimento, que seria nas paredes também, ás vezes até
no teto, isto é, você foi batizado nas águas mais agora você precisa
ficar 100%, ou seja, agora você precisa do Revestimento, que seria o
Batismo com o Espirito Santo. O Batismo com o Espirito Santo
completa o crente. Por esse motivo varias passagens da Bíblia nos
dizem: “e foram cheios do Espirito Santo, que é o mesmo que foram
completos pelo Espirito Santo”.

(1 João 2:26-27) Escrevo-lhes estas coisas a respeito daqueles que


os querem enganar.
Quanto a vocês, a unção que receberam dele permanece em vocês, e
não precisam que alguém os ensine; mas, como a unção dele
recebida, que é verdadeira e não falsa, os ensina acerca de todas as
coisas, permaneçam nele como ele os ensinou.

O Apóstolo João está nos dizendo acerca da unção que recebemos


dele, e eu te pergunto dele quem? Jesus é claro. Que é o Batismo
com o Espirito Santo (Marcos 1:8), digo isto porque a unção que
recebemos de Jesus foi o poder para sermos testemunhas dele em
todos os lugares da terra (Atos 1:8). Quando João fala que nos não
precisamos que alguém nos ensine, ele se refere aquelas pessoas que
nos querem enganar, ele está falando de algo muito profundo, que é
o Discernimento Espiritual (1 Coríntios 2:14). Porque com o poder
que recebemos de Jesus que vem através do Batismo com o Espirito
Santo nos faz entender todas as coisas pelos dons que nos é
concedido (1 Coríntios 12:7-8).

(Atos 1:8)“Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre


vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia
e Samaria, e até os confins da terra”.

O Batismo com o Espirito Santo que João tanto pregava (Lucas 3:16),
é o poder que Jesus nos dá para sermos testemunhas dele, em que
sentido? No sentido de testemunhas as maravilhas que ele operou e
opera. Jesus não nos deu poder para falar em línguas, Jesus não nos
deu poder para curar, Jesus nos deu poder para sermos testemunhas
dele, para toda a terra. Línguas, Interpretação das Línguas, Dom de
Curas, Da Sabedoria e etc… São Dons que Deus nos dá através do
Batismo com o Espirito Santo. Isto é uma capacitação que ele nos dá
para sermos testemunhas dele, ou acerca dele para o mundo todo.
Algumas versões da Bíblia diz virtude, e isto significa poder em ação.
Concluímos que o Batismo com o Espirito Santo é uma capacitação, é
um revestimento que Jesus dá ao homem para testemunhar das suas
maravilhas.

1.2 – Quem Batiza com o Espirito Santo:

(Mateus 3:11)“Eu os batizo com água para arrependimento. Mas


depois de mim vem alguém mais poderoso do que eu, tanto que não
sou digno nem de levar as suas sandálias. Ele os batizará com o
Espírito Santo e com fogo.
O Profeta João Batista desde quando começou a pregar no deserto
ele nos disse quem Batizava com Espirito Santo: (Marcos 1:8), (Lucas
3:16), (João 1:33), (Atos 1:5).Ele nos ensina que quem Batiza com o
Espirito Santo é o próprio Senhor Jesus Cristo. João plantou na terra
o Batismo nas Águas para arrependimento dos pecados, e Jesus
plantou na terra o Batismo com o Espirito Santo para Revestimento
de Poder. Um completa o outro.

1.3 – Qual a Diferença do Batismo com o Espirito Santo e o Batismo


nas Águas?

(Mateus 28:19-20) Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações,


batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;
Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e
eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos
séculos. Amém.

O Batismo nas Águas é uma ordenança! É um mandamento de Jesus


para Apóstolos fazerem a todos os que acreditam em Jesus, a todos
querem ser salvos, e a todos que querem viver uma nova vida
(Marcos 16:15-16), porque a palavra de Deus diz que se alguém está
em Cristo é nova criatura e as coisas velhas se passaram e tudo se
fez novo (2 Coríntios 5:17), O Batismo nas Águas é para os novos
convertidos ao Evangelho de Jesus, é para todos os que aceitam a
Jesus, estes sim, devem ser batizados nas águas. Veja alguns
exemplos:

Em (Atos 2:38) Pedro convoca as pessoas ao arrependimento, e


depois ao batismo. Para que depois de tudo isso eles recebessem o
Espirito Santo.

Em (Atos 8:12-13) Depois que Filipe falou de Jesus para eles, e eles
creram foram batizados nas Águas.

Em (Atos 8:27-40) Percebemos que quando o Evangelista Felipe fala


de Jesus para o Eunuco e ele confessa acreditar em Jesus, logo em
seguida ele é Batizado nas Águas.

Em (Atos 16:32-33) Paulo prega o evangelho e depois que o povo


acreditava em suas palavras eram batizados.

Então percebemos que o Batismo nas Águas acontece depois que as


pessoas creem em Jesus e confessam a sua fé nele, depois disto elas
são batizadas nas águas.

Em (Romanos 6:1-8) diz que o Batismo simboliza o morrer para o


mundo, e viver para Cristo. Esses versículos nos diz, que nós
morremos para o mundo com Jesus por meio do Batismo, e Paulo
compara o Batismo com a morte para a Ressureição. Ou seja, você
morre no Batismo, isto é você morre pro mundo, e Ressuscita para
Deus. Vive para Deus depois do Batismo. Isto se confirma em
(Colossenses 2:12).

Agora Paulo nos mostra a Diferença entre o Batismo nas Águas e o


Batismo com o Espírito Santo, em (Atos 19:1-6), aconteceu que o
povo foi batizado por João Batista nas Águas para Arrependimento,
então Paulo pergunta vocês receberam o Espírito Santo quando
creram? Mais o povo disse: nós nem sabemos quem é o Espírito
Santo! Então Paulo perguntou qual Batismo vocês receberam? E eles
responderam o Batismo de João, então Paulo fala João Batizou com
água para arrependimento, mais João disse que era para crer naquele
que viria após ele, este é, Jesus, então Paulo fez oque Jesus Ordenou
aos Apóstolos em (Mateus 28:19-20) e então os que o ouviram foram
Batizados em Nome de Jesus, e logo em seguida Paulo impõe as
mãos sobre eles e eles recebem o Batismo com o Espirito Santo, e
eles falaram em Línguas e Profetizaram.

(Atos 11:14-18) O qual te dirá palavras com que te salves, tu e toda


a tua casa. E, quando comecei a falar, caiu sobre eles o Espírito
Santo, como também sobre nós ao princípio.
E lembrei-me do dito do Senhor, quando disse: João certamente
batizou com água; mas vós sereis batizados com o Espírito Santo.
Portanto, se Deus lhes deu o mesmo dom que a nós, quando
havemos crido no Senhor Jesus Cristo, quem era então eu, para que
pudesse resistir a Deus? E, ouvindo estas coisas, apaziguaram-se, e
glorificaram a Deus, dizendo: Na verdade até aos gentios deu Deus o
arrependimento para a vida.

Pedro também nos ensina a Diferença entre o Batismo com Água e o


Batismo com o Espirito Santo. Aconteceu que quando Pedro estava
pregando para eles, o Espirito Santo caiu sobre o povo, então Pedro
fala Algo muito incrível, fundamental e importante, Pedro neste
momento ele desvenda o segredo para todo o povo de Deus, porque
quando o Espirito Santo caiu sobre o Povo ele disse: Agora eu me
lembrei do que foi dito pelo Senhor Jesus, que João Batizou com água
mais vocês serão batizados com o Espirito Santo, Pedro nos mostra
que a outra maneira de falar sobre o Batismo com o Espirito Santo é
quando se diz Caiu sobre eles o Espirito Santo.

E a prova mais concreta sobre isso, é que Pedro diz que quando
começou a pregar o Espirito Santo caiu sobre eles como com a nós no
principio. E ele diz Deus está dando aos gentios o mesmo que deu
aos Apóstolos. Pedro diz que Deus deu o Dom aos gentios do mesmo
jeito que deu a eles. Eu te pergunto, que Dom e este? O Batismo com
o Espirito Santo é claro. Pedro também chama o Batismo com o
Espirito Santo de Dom. Percebesse aqui duas maneiras de se
identificar o Batismo com o Espirito Santo na linguagem dos
Apóstolos, a primeira é: Caiu sobre eles o Espirito Santo, e a palavra
Dom.

A Diferença é que o Batismo nas Águas é um mandamento de Jesus


para que todo novo convertido o faça afim, de ser lavado dos pecados
para uma nova vida, e o Batismo com o Espirito Santo é um Dom que
Deus nos dá! É uma capacitação divina. E a Bíblia é bem clara em nos
dizer que o Espirito Santo distribui o Dom a quem quer e como quer
(1 Coríntios 12:11).

1.4 – O Batismo com o Espirito Santo é Depois do Batismo nas


Águas?

(Atos 10:44-48) E, dizendo Pedro ainda estas palavras, caiu o


Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra. E os fiéis que
eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro,
maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse
também sobre os gentios.
Porque os ouviam falar línguas, e magnificar a Deus. Respondeu,
então, Pedro: Pode alguém porventura recusar a água, para que não
sejam batizados estes, que também receberam como nós o Espírito
Santo? E mandou que fossem batizados em nome do Senhor. Então
rogaram-lhe que ficasse com eles por alguns dias.

Biblicamente falando e observando as passagens Bíblicas


normalmente é depois do Batismo nas Águas, vemos isto em (Atos 8:
15-17), (Atos 19:1-6).

Mais em (Atos 10:44-48) vemos uma exceção de Jesus, porque nesta


passagem o povo Recebeu o Batismo com o Espirito Santo antes do
Batismo nas Águas, então o Apóstolo Pedro diz por acaso pode
alguém recusar o Batismo nas Águas a estes? Porque eles creram na
mensagem e foram Batizados com o Espirito Santo, Então Pedro
cumpre a ordem de Jesus (Mateus 28:19-20) e manda que eles
também fossem Batizados nas Águas em nome de Jesus. Deus
sempre nos surpreende com o seu modo de agir. Mais uma vez
entendemos que o Espirito Santo dá o Dom a cada um
individualmente como ele quer (1 Coríntios 12:11). E entendemos
também que o vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não
sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é
nascido do Espírito. (João 3:8).

1.5 – Como evidenciar o Batismo com o Espirito Santo:

A maior evidencia do Batismo com o Espirito Santo é o falar em


Línguas, mais isto não quer dizer que é a única evidencia do Batismo
com o Espirito Santo.
Em (Atos 10:46) diz que Depois que foram Batizados com o Espirito
Santo os ouviam falar línguas, e magnificar a Deus.

Em (Atos 19:6) também aconteceu coisa semelhante porque


impondo-lhe Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e
falavam línguas, e profetizavam.

Mais isto não significa ser as únicas evidencias do Batismo com o


Espirito Santo que João Batista tanto falava, porque em (1 Coríntios
12) nos fala acerca dos dons que o Espirito Santo concede as
pessoas, inclusive o Dom de Línguas, vamos entender alguns Dons:

Dom da Sabedoria: Que é a uma Inteligência extraordinária da


parte de Deus, também pode se dizer que é a Capacidade de
entender as coisas sobrenaturalmente fazer o certo na hora certa,
simplesmente e porque viu alguém fazer, é ter qualidade ao falar, ao
instruir, ao expor algo. Em fim é uma habilidade para agir de maneira
certeira, ter o Dom da Sabedoria é ter o conhecimento profundo das
coisas. Muitas das vezes mesmo sem ter vivido a experiência na pele,
saber como fazer e oque fazer. O Dom da Sabedoria é a compreensão
e a transmissão das coisas profundas de Deus. Leia: (Tiago 1:5-6)
(Provérbios 2:6) (1 Reis 3:16-28) (1 Reis 4:29)

Dom do Conhecimento: Que é o ato ou o efeito de conhecer as


coisas, o Dom do Conhecimento garante a pessoa ater hipóteses,
conceitos, teorias, princípios e procedimentos uteis para todo e
qualquer tipo de assunto, principalmente sobre assuntos que
envolvem as coisas de Deus. Também garante a pessoa ter guardado
na memoria experiências de vida para quando passar pelas mesmas
situações saber como agir de modo correto. O Dom do Conhecimento
é conseguir guardar no cérebro todas as experiências passadas na
vida e poder aconselhar, ensinar ou pratica-las depois.
Espiritualmente falando é um Dom que quando dado pelo Espirito
Santo a pessoa ela se torna quase inexplicável ou inefável. O Dom do
Conhecimento se refere principalmente aquilo que e aprendido,
adquirido, e então transmitido ás pessoas, e é claro em questão
espiritual, isto é, em questão das coisas de Deus. Leia: (Salmo
119:66) (Provérbios 1:22) (Provérbios 8:12) (Provérbios 14:18)

Dom da Fé: Que é quando não há mais saídas, quando tudo diz que
não vai dar certo, a pessoa consegue acreditar em uma solução da
parte de Deus. O Dom da Fé significa que mesmo diante do
impossível a pessoa consegue acreditar que tudo ficara bem e que o
impossível se tornará possível. Concede a pessoa a perseverar na
confiança em Deus, concede a pessoa a Esperar em Deus, acreditar
que Deus está no controle e que tudo vai ficar bem, e que tudo vai
dar certo. Ter o Dom da fé é estar diante de uma situação difícil e ter
autoridade e confiança em dizer que vai dar tudo certo, que o melhor
de Deus ainda está por vir, é acreditar que a solução de Deus é maior
do que todos os problemas. O Dom da fé está relacionado ao
depender de Deus, ao confiar em Deus, ao acreditar em Deus, ao
esperar em Deus. Leia: (Romanos 10:17) (2 Coríntios 5:7) (Hebreus
11:1) (Lucas 17:6) (1 João 5:4)

Dom de Cura: Este Dom não é comum, porque possibilita a pessoa a


fazer grandes coisas na presença dos homens. A pessoa ora para
haver cura na vida de outra e a pessoa doente é curada
imediatamente, o Dom de Cura permite curar qualquer enfermidade
existente na vida de alguém, seja psicológico, seja física, a cura vem
para todo o tipo de doença, da lepra até a dor de cabeça. O Dom de
Cura possibilita fazer voltar á visão para aquelas pessoas que por
acidente ficaram cegos, fazer voltar audição aquelas pessoas que
ficaram surdas pelo tempo, fazer voltar á voz daquelas pessoas que
ficaram sem voz, dar animo aqueles que estão desanimados e etc. O
Dom de Cura concede autoridade para pessoa fazer toda a doença,
fazer toda enfermidade cair por terra ou sair do corpo da pessoa.
Leia: (Salmo 103:3) (Provérbios 13:17) (Atos 9:34) (Lucas 9:11)
(Marcos 6:4-6) (Mateus 8:14-15)

Dom de Operação de Maravilhas: Este Dom ele desafia a lógica


Humana em todos os sentidos, porque com apenas uma palavra ou
um ato ele se faz em frente uma multidão que seja e todos ficam
embasbacados. Este Dom possibilita a pessoa não ter um braço e
com apenas uma palavra o braço nasce no mesmo momento, este
Dom possibilita o camarada que é tem as pernas atrofiadas desde
nascença e com apenas uma palavra as pernas do homem se
arrumam e ficam normal como a de qualquer ser humano comum.
Este Dom dá visão aqueles que não tinham visão, dá voz aqueles não
tinham voz, dá audição aqueles nunca tiveram. Esse Dom possui uma
reação muito surpreendente porque provoca uma reação de ficar de
olhos regalados e boca aberta. É um Dom extraordinário da parte de
Deus porque faz oque é impossível tornar-se possível diante de todos
os que estão ao redor, tem a mesma grandiosidade dos milagres que
Jesus fez como transformar água em vinho, multiplicar pães,
multiplicar peixes e vários outros milagres. Acontecem coisas que vão
contra as leis da química e da física, coisas que vão contra todas as
leis da natureza humano. Leia: (Atos 3:6) (João 9:1-7) (João 2:1-10)
(2 Reis 6:17) (2 Reis 4:1-7) (2 Reis 4:32-37)

Dom de Profecia: Este Dom exorta e capacita as pessoas a


transmitirem revelações de Deus para toda a Igreja. Um Dom que
capacita á pessoa por inspiração de Deus a exortar, advertir e instruir
o povo de Deus. É uma inspirada pregação predizendo o futuro,
expondo verdades escondidas a fim de ensinar o povo o caminho
certo. É um dom que faz com que a pessoa fale não aquilo que o
povo quer ouvir, mais sim aquilo que o povo precisa ouvir da parte de
Deus. Dá capacidade para pessoa prever algo antes de acontecer. O
profeta pode falar por intuição, inspiração e revelação, mediante
alguma forma de discernimento que ultrapasse o que é natural e seja
sobrenatural. Deve-se levar em conta que nenhuma profeciapassa
aos limites da verdade de Deus revelada na Bíblia, mais a profecia
deve contribuir para interpretar tais verdades, além de abordar
necessidades específicas da igreja local, envolvendo questões de
ensino, questões éticas ou morais, que as pessoas leigas não
saberiam resolver com sucesso.

O verdadeiro Dom da Profecia exerce a função de advertir os homens


dos seus maus caminhos e correrem para o caminho de Deus. O Dom
profético é uma inspiração sobrenatural que Deus dá ao homem para
advertir ou abençoar o seu povo. O Dom profético é como se fosse o
porta-voz de Deus aqui na terra, é a voz de Deus aos homens. Leia:
(Ezequiel 2:7) (Mateus 23:37) (1 Tessalonicenses 5:19-21) (1
Coríntios 14:29-32) (Atos 2:17-18) (Amós 3:7-8)

Dom de Discernir Espíritos: Este é um dom de discernir oque é de


Deus e oque é do diabo ou do homem, esse dom nos permite
enxergar e distinguir as operações do Espirito Santo e as operações
dos espíritos malignos. Nos dias de hoje existem pessoas dotadas de
conhecimentos e oratória que falam ao povo, mais com este Dom a
pessoa obtém o discernimento se a pessoa fala inspirado por Deus ou
pelo diabo. O Dom de Discernimento de Espíritos nos dá a capacidade
de distinguir ou discernir o verdadeiro do falso, ou o joio do trigo.
Esse dom é útil no critério de um lobo disfarçado de ovelha subir no
púlpito da nossa igreja e falar das coisas mais bonitinhas até as
coisas mais legalistas e o irmão que tem o Dom de Discernimento de
Espíritos saber se essa pessoa que está pregando é verdadeira ou
falsa, se ela somente prega ou se ela vive oque prega. Esse Dom nos
dá a capacidade de saber se é Deus que está falando com o Povo ou
se é o capeta disfarçado querendo enganar o povo de Deus. Também
nos permite saber se a pessoa que você está conversando é faladora
ou se ela é uma pessoa serva de Deus, é a capacidade que Deus
concede para detectar o hipócrita do sensato, o santo do profano.
Leia: (1 João 4:1) (Atos 16:16-18) (1 Coríntios 2:13-15) (Hebreus
5:14) (Provérbios 2:11) (Provérbios 14:6)

Dom de Línguas: Este Dom é uma dadiva de Deus para os homens,


porque este Dom possibilita o Espirito do Homem comunicar com
Deus, Paulo diz que quem fala em línguas não fala a homens mais
sim a Deus, e Paulo continua dizendo que quem fala em línguas
edifica a si mesmo e em mistérios fala, e seu espirito ora bem. O
Dom de Línguas é uma comunicação do espirito do homem com o
Espirito de Deus para edificar o próprio homem na presença de Deus,
mais o Dom de línguas também pode ser usado pelo Espirito Santo
na vida de um homem para falar aos infiéis, para comunicar com o
povo de outra nação, que fala em outra língua como aconteceu no dia
de Pentecostes, e quando os Apóstolos começaram a falar em línguas
conforme o espirito os capacitava a falar, o povo estrangeiro que
estava naquele lugar ouvia aquelas línguas em sua própria língua.

É como um homem que fala somente em Hebraico mais ele possui o


Dom de Línguas, e com ele estiver mais três pessoas, e uma fala
somente em Espanhol, e a outra fala somente em Inglês e a outra
fala somente em Português, então esse homem que fala somente em
Hebraico se comunica com os outros que falam linguagens diferentes
da dele, mais acontece que nesta simples comunicação entre
pessoas, mais acontece algo sobrenatural porque o homem que fala
somente em Hebraico mais possui o Dom de Línguas fala com os três
homens de línguas diferentes de forma que eles entendem oque ele
está falando, mais como isso pode acontecer? Calma! Eu explico, é
que o Dom de línguas serve para duas coisas na vida de um homem,
ele serve para seu Espirito comunicar com Deus, e também serve
para você se comunicar com pessoas de linguagem diferente da sua,
é como se fosse uma linguagem Universal que se adquire de Deus
pela sua maravilhosa graça.

As pessoas que se dizem Intelectuais leem a Bíblia Sagrada de


qualquer maneira sem interpreta-la corretamente, esquecem a
hermenêutica, passam por cima da exegese bíblica e a pulam em
cima da semântica da palavra bíblica, e esquecem que Paulo adverte
a Igreja de Corinto sobre as línguas no sentido de que o povo só
queria falar em línguas e ninguém estava entendendo o culto, o
maior exemplo é quando estamos em um culto e o pregador fala mais
em línguas do que explica a passagem, as pessoas saem do culto
sem entendimento algum, mais se o pregador focasse na explicação
da passagem o povo sairia do culto avivado, sairia dos cultos cheios
de esperança e felicidade com Deus.

Paulo adverte ao povo da Igreja de corinto que quem fala em línguas


edifica a si mesmo mais o que profetiza edifica a Igreja, então
quando forem reunir se for para falar em línguas que falem dois ou
três e orem para que haja interpretação para edificar a Igreja.
Notamos aqui que Paulo em momento algum proíbe o falar em
línguas, ele simplesmente proíbe muita gente de falar em línguas na
Igreja, isto porque a Igreja de Corinto estava virando uma “Bagunça
Espiritual” todo mundo falando em línguas e nenhum interprete.

Paulo cita um grande exemplo: Se você estiver louvando a Deus em


espírito, como poderá aquele que está entre os não instruídos dizer o
“Amém” à sua ação de graças, visto que não sabe o que você está
dizendo? Pode ser que você esteja dando graças muito bem, mas o
outro não é edificado (1 Coríntios 14:16-17).
Deixo um conselho: Se for falar em línguas na Igreja fale! Mais ore
para que haja interpretação para que as pessoas ao seu redor
entendam oque foi dito pela sua boca. Mais se for falar em línguas
em casa fale! E sinta a presença maravilhosa e incomparável do
Espirito Santo na sua vida e seja edificado. Leia: (Atos 2) (1 Coríntios
12) (1 Coríntios 14) (Atos 10:46) (Atos 19:6)

Dom de Interpretação de Línguas: Este Dom faz com que a


pessoa consiga interpretar, ou traduzir as línguas faladas pela pessoa
que possui do Dom de Línguas.

Antes de começar a falar sobre este Dom que Deus concede ao


homem eu quero destacar algo para você pensar: Porque Paulo
Diferencia o Dom de Línguas do Dom de Interpretação de Línguas?
Por Acaso o que fala não consegue interpretar? Por acaso se eu falo
em língua inglesa eu não saberia interpretar essa língua? Por acaso
se você estudou a língua portuguesa e sabe falar o idioma português
e porventura alguém ao seu lado fala em português também você
não conseguiria entender e comunicar com ela?

Se realmente o Dom de Línguas fosse línguas conhecidas pelos


homens como Espanhol, Português, Hebraico, Grego, Latim e etc…
Como poderia existir oque somente fala ou oque somente interpreta?
Por acaso se você fala uma língua você não conseguiria entender ela?

Eu li os comentários bíblicos mais fortes e aceitos pelo povo de Deus,


entre eles o de: Champlin, Matthew Henry, Beacon e outros, e o mais
interessante e que todos dizem que essas línguas de Corinto eram
línguas que as pessoas ficavam em êxtase, isto é, fora de si, ou como
se fosse arrebatada do corpo, um momento em que parece que a
pessoa está fora do seu próprio corpo, e suas faculdades mentais
estava inconsciente, ou algo do tipo.

Oque me impressiona é que em algumas Igrejas dos dias de hoje,


dizem que isto é coisa do “Diabo”, outras diz que é “Meninice”, outros
dizem que é coisa de “Louco” e assim vão falando coisas absurdas
sobre esse Dom que Deus dá de presente ao homem. E isso para
mim é Blasfémia contra o Espirito Santo, porque Blasfémia contra o
Espirito Santo se estudarmos profundamente o significado disto,
seria: Atribuir ao diabo algo que é Deus que está operando, ou
fazendo, certa vez Jesus estava operando Milagres e Maravilhas e
expulsando demônios entre o povo, então de repente os fariseus
hipócritas e malditos disseram este homem expulsa demônio pelo
príncipe dos demônios que é belzebu, ou seja eles atribuíram ao
Diabo algo que era Deus que estava fazendo, então Jesus disse: Por
esse motivo eu lhes digo: todo pecado e blasfêmia serão perdoados
aos homens, mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada.
Todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do homem será
perdoado, mas quem falar contra o Espírito Santo não será perdoado,
nem nesta era nem na era que há de vir (Mateus 12:31-32).

Em fim, o Dom de Interpretação de Línguas é um complemento para


o Dom de Línguas, digo isto porque diante do povo o Dom de Línguas
para nada serve se não houver alguém que tenha o Dom de
Interpretação de Línguas. O Dom de Interpretação de Línguas serve
para todo o povo entender as Línguas e serem edificados no
entendimento, isto é, a pessoa consegue entender oque é falado e
compreender a mensagem através das Línguas. Leia: (1 Coríntios 12)
(1 Coríntios 14)

O Fato é que os Dons do Espirito são para todos, mais o Espirito


Santo que opera todos estas coisas, e reparte a cada um como quer
(1 Coríntios 12:11), apesar da e ser vários Dons, mais é o único e
mesmo Espirito Santo que opera tudo e em todos para oque for útil
na obra de Deus.

A Maior evidencia do Batismo com o Espirito Santo na Vida de um


Crente é os Dons do Espirito Santo, sendo o mais comum deles o
Falar em Línguas, não que seja o único e exclusivo. Repito “A Maior
Evidencia do Batismo com o Espirito Santo são os Dons do Espirito”,
quer saber se a pessoa foi Batizada com o Espirito Santo? Veja se ela
tem os dons do Espirito Santo, sendo eles o Dom da Sabedoria, o
Dom do Conhecimento, o Dom da Fé, o Dom da Cura, o Dom de
Operação de Maravilhas, o Dom de Profecia, o Dom de Discernimento
de Espíritos, o Dom de Línguas e o Dom de Interpretação de Línguas
(1 Coríntios 12:8-10).

1.6 – Qual a diferença dos Frutos do Espirito e do Dom do Espirito?

Os Frutos do Espirito Santo na vida de uma pessoa é nada mais e


nada menos do que a maior prova ou a maior evidencia de que a
pessoa mudou de vida, a maior prova de que a pessoa se converteu
verdadeiramente a Jesus, é a maior prova de que ouve uma
transformação de conduta. Em (Gálatas 5:22) nos cita os frutos do
Espirito, e para nós cristãos verdadeiros ao lermos estes versículos já
nos identificamos com a maioria deles. Isto porque em nossas vidas
passamos pela transformação que ocorre ao aceitarmos
verdadeiramente Jesus em nossas vidas (2 Coríntios 5:17). As coisas
que ele fazia antes de aceitar Jesus, ele não faz mais porque agora é
uma nova criatura e as coisas velhas se passaram e eis que tudo se
fez novo. E a pessoa tem uma vida nova, um sentimento novo, uma
nova História pela frente.

Os Dons do Espirito Santo na vida de uma pessoa é nada mais e


nada menos que capacitações que Deus concede ao ser humano para
abençoar o próximo e a si mesmo. Os Dons do Espirito Santo (1
Coríntios 12) é um poder que Deus dá ao povo através do Batismo
com o Espirito Santo. O maior exemplo é que sempre que a pessoa
era batizada com o Espirito Santo, automaticamente se manifestava
um dos Dons pela capacidade concedida pelo Espirito Santo a pessoa,
(Atos 10:46) e falavam em línguas e magnificavam a Deus, (Atos
19:6) e falavam em línguas e profetizava. O Dom de Línguas, que é
mais conhecido como “Línguas Estranhas” é um dos Dons do Espirito
Santo descritos em (1 Coríntios 12). Entendemos que os “Dons do
Espirito Santo” são dados a quem é Batizado com o Espirito Santo. Os
Apóstolos só operaram algum tipo de “Dom do Espirito” somente
depois de receberem o Batismo com o Espirito Santo no Dia de
Pentecostes (Atos 2), e a prova disto está em (Atos 3:6) que Pedro
opera o Milagre da cura do coxo de nascença, que pela história da
Bíblia foi o Primeiro Milagre Apostólico, que foi o Dom de Operação de
Maravilhas descrito em (1 Coríntios 12:10).

A diferença entre os “Frutos do Espirito” e os “Dons do Espirito” é que


os frutos se recebe ao deixar a velha vida e viver uma nova vida em
Cristo Jesus, e os dons se recebem ao ser batizado com o Espirito
Santo.

2 – Línguas Estranhas:

2.1 – O que são as Línguas Estranhas

(1 Coríntios 14:2) Porque o que fala em língua desconhecida não fala


aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e em espírito
fala mistérios.

Primeiramente nós temos que entender algo muito importante,


porque a pessoa que fala em línguas ela não fala aos homens, mais
em espirito fala em mistérios que somente Deus entende. Porque a
pessoa que fala em línguas ela edifica a si mesma (1 Coríntios 14:4).
O Apóstolo Paulo diz que queria que todos nós falacemos em línguas
(1 Coríntios 14:5), mais ele nos chama atenção na seguinte questão,
tem muita gente falando em línguas na Igreja em vez de profetizar
ou ensinar. Paulo adverte os crentes no critério de que se As línguas
nãos se falam a homens mais a Deus, porque a maioria do povo
estava falando em línguas na Igreja? Oque adianta se os irmãos não
vão entender? E ele continua falando e faz uma comparação aos
instrumentos musicais, como vamos entender ou saber que musica
está tocando se o som não estiver no ritmo certo? Se todo mundo
falar em línguas na Igreja estaremos falando como se fosse ao ar.
Porque ninguém ira entender, somente Deus (1 Coríntios 14:6-11).

(1 Coríntios 14:4-5) O que fala em língua desconhecida edifica-se a si


mesmo, mas o que profetiza edifica a igreja. E eu quero que todos
vós faleis em línguas, mas muito mais que profetizeis; porque o que
profetiza é maior do que o que fala em línguas, a não ser que
também interprete para que a igreja receba edificação.

Paulo diz que o que fala em línguas edifica a si mesmo, isto é, ele
levanta sua moral, ele aumenta sua Auto Estima, ele é abençoado.
Paulo diz: Eu quero que todos vocês falem em línguas, ou seja, eu
quero que todos vocês tenham está experiência da parte de Deus,
mais eu quero muito mais que vocês profetizem, ou seja, que fale por
revelação divina, para que edifique os irmãos e toda a Igreja quando
estiver profetizando. Porque oque profetiza é maior do que o que fala
em línguas no critério das línguas não terem interpretação, O
ministério profético é maior que o ministério das línguas a não ser
que essas línguas sejam interpretadas para eles se igualarem em
questão de dom. Por exemplo: o que Profetiza ele fala da parte de
Deus para a Igreja e oque fala em Línguas ele também fala da parte
de Deus, mais somente é entendido pelos homens se houver
interpretação.

(1 Coríntios 14:13-14) Por isso, o que fala em língua desconhecida,


ore para que a possa interpretar. Porque, se eu orar em língua
desconhecida, o meu espírito ora bem, mas o meu entendimento fica
sem fruto.

Paulo em momento nenhum proíbe os crentes de falarem em línguas,


mais ele adverte o povo no critério de quando vocês forem reunir,
quando estiver na Igreja. Paulo diz que o Dom de profetizar é maior
que o de falar em Línguas a não ser que essas línguas sejam
interpretadas por ela mesma ou por outra pessoa para edificação da
Igreja (1 Coríntios 14:5), porque Paulo faz perguntas afirmativas que
nem todos tem o dom de falar em línguas e de interpreta-las ao
mesmo tempo (1 Coríntios 12:29-30). Por isso ele continua
advertindo que quando alguém fala em línguas seu espirito ora bem,
ou seja, seu contato com Deus está bom, mais se não tiver
interpretação destas línguas o meu entendimento fica sem fruto,
porque nem eu saberei o que estou falando, ou como estou orando.

(1 Coríntios 14:15-17) Então, que farei? Orarei com o espírito, mas


também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas
também cantarei com o entendimento. Se você estiver louvando a
Deus em espírito, como poderá aquele que está entre os não
instruídos dizer o “Amém” à sua ação de graças, visto que não sabe o
que você está dizendo? Pode ser que você esteja dando graças muito
bem, mas o outro não é edificado.

Paulo diz se eu oro com meu espirito, isto é, se eu falo em línguas,


falarei com entendimento, ou seja, se estiver em minha casa sozinho
que seja, falarei em línguas porque meu espirito está falando
mistérios com Deus (1 Coríntios 14:2), Paulo pergunta como alguém
vai dizer “amém” para as palavras que você falou se a pessoa não
sabe o significado destas palavras? Na verdade você está fazendo o
certo, mais a pessoa não vai entender, ou seja, ela não será
edificada, porque simplesmente não entendeu oque você falou, e se
ela tivesse entendido oque você disse ai sim ela seria edificada. Paulo
está dizendo orarei com o Espirito, mas também orarei com
entendimento, isto é, se eu estiver na Igreja e orar em línguas e não
tiver interpretação eu não estarei orando com entendimento, porque
ninguém vai entender nada. Agora se eu orar em línguas e alguém
interpretar, a Igreja será edificada porque todo mundo entendeu. O
que estava acontecendo na Igreja de Corinto é que todo mundo
queria falar em línguas, e interpretação das línguas que é bom nada!
Então por isso um pouco mais a frente dos versículos Paulo diz se for
falar em línguas na Igreja que fale dois ou três, mais ore para que
haja interpretação, e logo em seguida Paulo nos diz que o Dom de
Profecia é maior que o Dom de Línguas, porque o Dom de profecia
serve para toda a Igreja, mais o dom de línguas só se entende se
houver um interprete.

(1 Coríntios 14:18-19) Dou graças a Deus por falar em línguas mais


do que todos vocês.
Todavia, na igreja prefiro falar cinco palavras compreensíveis para
instruir os outros a falar dez mil palavras em língua.

O Apóstolo Paulo falava mais em línguas do que todo o povo da


Igreja de Corinto, isto porque ele tinha mais contato com Deus, mais
intimidade, mais aproximação de Deus. Mais na Igreja ele prefere
falar poucas palavras que o povo entenda e seja edificado, do que
falar muitas palavras que ninguém entenda e saia da Igreja sem
edificação nenhuma.

(1 Coríntios 14:20-21) Irmãos, não sejais meninos no entendimento,


mas sede meninos na malícia, e adultos no entendimento. Está
escrito na lei: Por gente de outras línguas, e por outros lábios, falarei
a este povo; e ainda assim me não ouvirão, diz o Senhor.

Paulo está dizendo para não sermos meninos no entendimento, isto


é, não sermos inexperiente no entendimento, não sermos fracos ou
carentes no sentido de estarmos passando fome em questão de
entendimento, estarmos debilitados no entendimento, mais ele diz
seja assim na malícia, sejam inexperientes nas coisas maldosas. Mais
sejam Adultos no entendimento, ou seja, sejam fortes, experientes,
sábios, preparados no entendimento.

Paulo nos dá uma ênfase sobre a desobediência do povo, porque


Deus fala e fala, e manda seu profetas, e faz sinais e maravilhas para
o povo e manda gente de outra nação falar com seu povo e eles
mesmo assim não dão ouvidos a Deus, Paulo está nos dizendo que
mesmo ele dando todas estas instruções da parte de Deus o povo
ainda assim poderia não ouvir, e continuar fazendo as mesmas coisas
erradas.

(1 Coríntios 14:22-25) Portanto, as línguas são um sinal para os


descrentes, e não para os que crêem; a profecia, porém, é para os
que crêem, e não para os descrentes. Assim, se toda a igreja se
reunir e todos falarem em línguas, e entrarem alguns não instruídos
ou descrentes não dirão que vocês estão loucos? Mas se entrar algum
descrente ou não instruído quando todos estiverem profetizando, ele
por todos será convencido de que é pecador e por todos será julgado,
e os segredos do seu coração serão expostos. Assim, ele se
prostrará, rosto em terra, e adorará a Deus, exclamando: “Deus
realmente está entre vocês!”.

Paulo nos exorta na seguinte questão, que As “Línguas Estanhas” é


um sinal para os descrentes e não para os crentes, mais a profecia é
um sinal para os crentes e não para os descrentes, no contexto deste
capitulo Paulo está nos dizendo que “Línguas sem Interpretação” é
para os Descrentes como no dia de Pentecostes, mais “Línguas com
Interpretação” equivale a uma profecia porque serve para toda a
Igreja.

Paulo diz: Se toda a Igreja se reunir e todo mundo falar em línguas, e


nesta reunião entrar pessoas leigas no assunto e descrentes, eles vão
dizer que tá todo mundo doido. Mais se entrarem pessoas leigas e
descrentes quando todo mundo estiver profetizando, eles serão
convencidos que estão errados e se prostrará diante de Deus, ou se
renderá a Deus, e verá que Deus existe e que ele está no meio desta
Igreja. Então concluímos aqui que “Línguas Interpretadas” serve para
Crentes e não Crentes. E que na Igreja temos que falar palavras que
tenham significados de modo que edifiquem ou abençoem a vida dos
que ali estão.

(1 Coríntios 14:26) Que fareis pois, irmãos? Quando vos ajuntais,


cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua,
tem interpretação. Faça-se tudo para edificação.

Quando nos reunirmos na Igreja, se cada um tiver um salmo, isto é


um poema ou um cântico a Deus, se tiver doutrina, isto é ensino ou
princípios da palavra de Deus, ou tiver revelação, isto é uma
denúncia, uma declaração, um aviso ou uma palavra da parte de
Deus, ou tem línguas, isto é, tem palavra do Espirito, ou tem
interpretação, isto refere as Línguas, ele diz faça tudo para edificação
da Igreja. Ou seja, se souber fazer alguma coisa na Igreja faça tudo
para edificação dela.
(1 Coríntios 14:27-28) E, se alguém falar em língua desconhecida,
faça-se isso por dois, ou quando muito três, e por sua vez, e haja
intérprete. Mas, se não houver intérprete, esteja calado na igreja, e
fale consigo mesmo, e com Deus.

Paulo está dizendo que se alguém falar em língua estranha ou


desconhecida, isto é se eu falo em uma língua que você não conhece
ele automaticamente para você ela é estranha ou desconhecida, a
não ser que você tenha o Dom da Interpretação das línguas, ai sim
você entenderia e as Línguas não seriam mais estranhas e nem
desconhecidas para você e para aqueles que te ouvem, então Paulo
diz se for falar em Línguas Desconhecida, fale dois ou três no máximo
e que haja interprete, porque se não houver interpretação fale
consigo mesmo, ou seja, deixe seu Espirito Orar com Deus (1
Coríntios 14:2).

(1 Coríntios 14:29-33) E falem dois ou três profetas, e os outros


julguem. Mas, se a outro, que estiver assentado, for revelada alguma
coisa, cale-se o primeiro. Porque todos podereis profetizar, uns
depois dos outros; para que todos aprendam, e todos sejam
consolados. E os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas.
Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas
as igrejas dos santos.

No original o sentido é: Assim também os Profetas se forem


profetizar na Igreja que profetizem dois ou três, e Paulo ainda diz se
um estiver profetizando, e tiver um que recebeu uma revelação
espere que cale o primeiro, e depois profetize o segundo, e assim por
diante. Porque toda a Igreja pode Profetizar, e eu te pergunto por
acaso quem profetiza é chamado de? Profeta. Então Todos na Igreja
podiam Profetizar e ser Profetas. Então Paulo diz um profetiza e
quando terminar, que profetize o outro, tudo isso para que os irmão a
aprendam e sejam consolados por Deus através dos Profetas.

Quando Paulo diz que o Espirito dos Profetas estão sujeitos aos
profetas ele está dizendo que você consegue controlar o seu Espirito,
você sabe o momento certo de agir, você sabe a hora certa de falar
oque Deus quer que você fale. Você pode controlar o seu intimo, você
sabe oque fazer e quando fazer, porque Deus não é Deus de deixar o
seu povo confundido, mais sim de deixar o seu povo em Paz, e
tranquilo em todas as Igrejas.

As línguas são para edificação do homem que as fala, é um contato


do espirito dele com o Espirito de Deus. Mais também é utilizada por
Deus para edificar outras pessoas mais somente no caso de haver
interpretação, ou no caso de houver proposito evangelístico da parte
de Deus como aconteceu em Pentecostes, que Deus usou das línguas
para que o povo ouvisse tudo em sua própria língua. Naquele
momento saiu da boca dos apóstolos uma língua universal, uma
língua diferente de todas as línguas da terra, porque parece que Deus
colocou um filtro de voz no ouvido de cada pessoa que ali estava no
dia de Pentecostes em (Atos 2).

3 – Relação Entre o Batismo com o Espirito Santo e as Línguas


Estranhas:

Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar noutras


línguas, conforme o Espírito os capacitava. (Atos 2:4)

Quando Paulo lhes impôs as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo, e
começaram a falar em línguas e a profetizar. (Atos 19:6)

A Relação é que a maior evidencia do Batismo com o Espirito Santo


são as línguas estranhas, mais como vimos antes não é a única
evidencia porque Paulo nos diz algo excelente a se destacar:

(1 Coríntios 12:29-31) Porventura são todos apóstolos? são todos


profetas? são todos doutores? são todos operadores de milagres?
Têm todos o dom de curar? falam todos diversas línguas? interpretam
todos? Portanto, procurai com zelo os melhores dons; e eu vos
mostrarei um caminho mais excelente.

Paulo está dizendo que nem todos os que falam em línguas


interpretam as línguas, por isso a vários tipos de manifestações dos
dons do Espirito Santo, mais é o Espirito Santo que as distribui a cada
um da maneira que ele quer, da maneira que todos sejam uteis na
obra de Deus. A questão é que o Dom de Línguas somente é dado ás
pessoas após o Batismo com o Espirito Santo.

(Romanos 11:29) Porque os dons e a vocação de Deus são sem


arrependimento.

4 – Alguns complementos para melhor entendimento:

(Marcos 16:17-18) E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu


nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; Pegarão nas
serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano
algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão.

O Evangelho de Marcos é o único que sita as palavras “Falaram novas


línguas”, isto é, poderão se comunicar com pessoas de outras
línguas. Isto seria o Dom de Línguas, usado Pelo Espirito Santo não
para edificar ao que fala mais da outra maneira como no dia de
Pentecostes, para fins evangelísticos.
(1 Coríntios 12:13) Pois em um só corpo todos nós fomos batizados
em um único Espírito: quer judeus, quer gregos, quer escravos, quer
livres. E a todos nós foi dado beber de um único Espírito.

No Original do texto fala sobre o poder do Espirito, o qual une a todos


os homens, sem importar sua raça ou estado anterior, escravos ou
livres, pagãos ou santos, moldando-os em um só corpo. A influência
do Espirito e que os transforma e une, conferindo-lhes uma
mentalidade espiritual e um só estado metafisico. Faz deles uma só
entidade espiritual.

(Efésios 4:5) Um só Senhor, uma só fé, um só batismo;

O contexto desta passagem se refere á Salvação do homem, por isso


ele diz que há uma só Senhor que é Jesus Cristo, uma só fé que é a
crença de que Jesus morreu na cruz por todos os que creem nele
(João 3:16), e um só Batismo que salva os homens que é o Batismo
nas águas mediante a confissão de fé. E a prova de que o contexto é
a Salvação, a mensagem que Paulo enfatiza neste capitulo é esta: “E
não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para
o dia da redenção” (Efésios 4:30).

Publicado em Perguntas & Respostas

Deixe um comentário

COMO ENTENDER “OS CÉUS” E O “CÉU


DOS CÉUS”
21 mar

Publicado por Pastor Gustavo

2 Votes

ENTENDENDO OS CÉUS E O CÉU DOS CÉUS (II CR. 2:1-6) (Pastor


Gustavo Fernando)
INTRODUÇÃO: É através dos céus que nós podemos entender a
grandeza de Deus ver o grande poder de Deus, como Deus é
maravilhoso. Vemos que Deus fez os céus e o céu dos céus, porque
Ele é o único Criador, criou tudo para a Sua glória, e para mostrar a
todos os incrédulos e também aos seus inimigos (Satanás e os seus
demônios) que Ele é o único, e que tudo foi feito por Ele, para Ele.
Não conheço ninguém maior que Deus. Sl. 77: 13; Sl. 63: 1 e 2; Is.
44: 23 e 24.

Quando falamos dos céus é lógico que a Palavra de Deus mostra que
não existe apenas um céu, mas sim três céus. Vamos ver na Bíblia e
entender esta obra de Deus. Gn. 1: 1; Dt. 10: 14; II Co. 12: 1 e 2.

PRIMEIRO CÉU: O FIRMAMENTO. Deus criou três céus, mas o


primeiro céu é visível e está ao nosso alcance, ou seja, até aonde
nossa visão humana pode alcançar e se chama Firmamento. Gn. 1: 7
e 8.

O Primeiro céu, o firmamento, Deus fez para toda a humanidade,


para crente ou não crente. Todos têm acesso a este céu. Mt. 5: 44 e
45.

Lógico que além do homem se beneficiar com o céu, o firmamento,


Deus o fez para a sua glória, e para que o homem independente de
raça, cor ou credo O glorificassem e saber que existe um Criador que
criou todas as coisas. Is. 42: 8; Sl. 19: 1.

O homem comum pode olhar para o céu, o firmamento, e achar


muito bonito, e também glorificar a Deus, mas na maioria das vezes
o homem não glorifica a Deus pelo céu, firmamento. Rm. 1: 18-32;
Is. 44: 6-25.

Mas nós compreendemos o fato do homem natural não glorificar a


Deus pelo céu, firmamento, Gn. 1: 1-6; I Co. 2: 14. Agora os crentes
sim têm que glorificar a Deus, pois olhando o céu com olhos humanos
e glorificando com os olhos Espirituais. I Co. 2: 9-13.

O céu, firmamento, está ai, não para nós conhecedores da Palavra de


Deus apenas olhar, mas através dele ver a grandeza de Deus e O
adorar por causa das Suas maravilhas. Ne.9: 6; Sl.136: 1-9; Ap. 14:
6 e 7; Is.66: 23.

E através do céu, firmamento, vemos a obra Espiritual que Deus fez,


faz e fará em nossas vidas, se nós olharmos para ele com olhos
Espirituais. I Co. 15: 40-44. Acesse o estudo O SEGREDO DA
CRIAÇÃO DE DEUS.
OLHANDO O CÉU, FIRMAMENTO, COM OLHOS ESPIRITUAIS: O astro
rei, o maior, aquele que nos dá luz. O Sol. O Sol se encontra em um
lugar, ou seja, em uma posição de rei, de poder, porque a Terra, a
Lua os Planetas, e as Estrelas menores dependem da luz dele. Ec 11:
7; Sl. 136: 1-8.

A Bíblia nos compara com estrelas Gn. 15: 1-5; Gn. 22: 17, só que
como estrelas, para que brilhemos precisamos do Sol, e este Sol é
Jesus. Nós como crentes dependemos totalmente de Jesus para
brilharmos. Jõ. 15: 1-5; Ml. 4: 1 e 2.

A Lua também depende do Sol para ter a sua luz, pode-se interpretar
espiritualmente que a Lua seria a igreja e as estrelas os crentes.
Tanto a igreja como os crentes dependem totalmente da luz de
Cristo. Lc. 2: 25-32; Jõ. 8: 12. Ap.12: 1 A mulher aqui interpretamos
como o Reino de Deus, o Sol é Jesus, a Lua a Igreja, doze estrelas os
Apóstolos, os primeiros membros desta Igreja. Lc. 9: 1 e 2.

SEGUNDO CÉU: AS REGIÕES CELESTES. Ef. 6: 10-12. As regiões


celestes, mais conhecidas como o segundo céu, não pode ser visto
com olhos carnais. É um céu onde se encontram tudo o que é
Espiritual, o Reino de Deus é Espiritual. Lc. 17: 20. E também onde
os anjos de Deus travam as batalhas Espirituais com Satanás e seus
demônios. Ap. 12: 7; Dn. 10: 1-13.

É o lugar onde se encontram os Anjos e os demônios os quais não


podemos ver com olhos humanos. Onde Satanás e seus demônios
planejam as suas estratégias, para derrubar os crentes e destruir
igrejas inteiras. Mas também é o lugar onde os Anjos de Deus estão a
todo o momento preparado para nos defender. I Pd. 5: 8; Sl. 34: 7 e
8.

Podemos até entender biblicamente este assunto apenas lendo, mas


conhecer este mundo, entrar nele, fazer a diferença nele, assim como
fez Daniel. Somente com uma mudança de vida. Crente com visão
carnal não podem compreender isto. I Co. 2: 14. Somente com uma
postura Espiritual podemos fazer parte deste Reino. I Co. 2: 6-16.

É impossível um crente que vive de forma carnal, que não deixa a


Palavra de Deus produzir mudança em sua vida, fazer parte deste
Céu, Região Celeste. Rm. 8: 1-8; Gl. 5: 16-21.

Muitos falam que Satanás morre de medo do crente, mas na verdade


Satanás recua, afasta e até sofre derrota para o crente. Mas somente
os crentes Espirituais conseguem esta façanha. Jõ. 4: 23 e 24; Tg. 4:
4 ao 7.
Para vencer Satanás e seus demônios, somente com Poder Espiritual.
E Poder Espiritual só alcança quem é Espiritual. I Co. 12: 1-11.

É também no segundo céu, região celeste, que estão as promessas,


profecias e bênçãos para as nossas vidas, nós não podemos ver, mas
sabemos que está lá. Rm. 4: 17-21.

A melhor maneira de entrarmos no segundo céu, região celeste, e


alcançarmos as promessas, profecias e as bênçãos para as nossas
vidas são jejuar, orar, e muita Palavra de Deus, e muita fé no
invisível. Lc. 2: 36-38; I Ts. 5: 17; Sl. 119: 11 e 1o5; II Co. 5: 7; Hb.
11: 1.

Também é no segundo céu, região celeste, que nós temos contato


com Deus, é neste céu que nós recebemos informações, revelações e
correção de Deus para as nossas vidas através do Espírito Santo. Rm.
8: 26 e 27; Ap. 2: 7.

A igreja, ou seja, o conjunto de membros, que juntos formam o


Corpo de Cristo. Obs: A Igreja é o Corpo de Cristo formado por um
conjunto de membros Espirituais.Têm como habitação as Regiões
Celeste, ou seja, ela está em terreno Celestiais. II Co. 5: 20; Ef. 6:
19 e 20.

TERCEIRO CÉU: O CÉU DOS CÉUS. O PARAISO, II Co. 12: 1 ao 4.


Terceiro céu, o Céu dos Céus, lugar que Deus fez para a sal
habitação, lugar que Deus escolheu para colocar o seu Trono. Dt. 26:
15; Is. 66: 1; Is. 63: 14 e 15; Sl. 47: 8; Sl. 103: 19.

Embora que a Bíblia diga que Deus é Onipresente, e Ele enche toda a
Terra, e está em todo lugar. Mas o Céu dos Céus é o lugar do seu
repouso, de descanso. Sl. 139: 1-10; Jr. 23: 23 e 24; Gn. 2: 1-3; Hb.
4: 1-4.

Lugar onde Deus observa toda a Terra, onde continuamente Deus


olha os filhos dos homens. Sl. 11: 4; II Cr. 16: 9.É um lugar que nem
com os olhos Espirituais podemos enxergar, é um lugar onde nem
com toda a nossa santidade, espiritualidade, podemos entrar.
Somente Deus, por Sua Soberana Vontade pode nos fazer ver o Céu
dos Céus.m (paraíso). Ap.4: 1 e 2; Is. 6: 1-7; II Co. 12:1-9.

É um lugar que já está preparado para os verdadeiros adoradores,


espirituais e fiéis morar. Jõ. 4: 23 e 24; Rm. 8: 1; Sl. 1-1: 6.
Os espirituais, verdadeiros adoradores e fiéis estes vivem com os
olhos humanos vendo o primeiro céu, com a vida espiritual nas
regiões celestes, mas gemendo de vontade de ir para o paraíso. Fp.
1: 15-23; Fp. 3: 20 e 21; Hb. 11: 13 e 16.
Mas é o lugar onde está preparada a cidade feita só para nós. Ap. 21:
1-11; Hb. 12: 14-22.Um lugar que com certeza um dia iremos morar.
Porque Jesus foi preparar um lugar para nós.Jõ. 14: 1-3.

É um lugar onde iremos contemplar a Glória de Deus e de Jesus.


Vamos ter contato com os nossos irmãos da primeira Igreja: Atos dos
Apóstolos. E junto vamos participar da Bodas do Cordeiro. Ap. 19: 1-
9.

Um lugar onde não teremos que sofrer mais as acusações de


Satanás. Ap. 12: 10 e 11.Onde não haverá mais dor, tristeza e
morte. Mas juntos com os anjos e nossos irmãos, estaremos alegres
e glorificando ao Senhor Jesus Cristo e o nosso Deus. Ap. 7: 9-12.

É um lugar maravilhoso que nós devemos tomar o maior cuidado


para não perder o direito de entrar. Ap. 16: 15; Ap. 3: 11.

Porque pode ser que no ultimo momento podemos deixar de entrar.


Podemos viver uma vida Espiritual e de santidade e perder o direito.
Dt. 3: 23-27; Hb. 12: 14-17.

Publicado em Perguntas & Respostas

Deixe um comentário

Conhecimento Profundo – Conhecendo o


nosso Inimigo
5 out

Publicado por Pastor Gustavo

2 Votes

Comprimentos a todos os leitores com a Paz do Senhor!


(Shalom Adonai), escrevo este texto hoje 01-10-13 em prol
de edificar a Igreja, ou seja, edificar os meus irmãos em
Cristo Jesus nosso Senhor e Salvador, atravez de uma
Teologia Sistemática Comentada, isto é, um estudo profundo,
organizado e comentado, acerca do nosso inimigo.

Eu profetizo que após você ler este estudo, você nunca mais
será o mesmo, você vai conhecer o seu inimigo e saberá a
autoridade que Deus te deu através de Jesus Cristo! Se
acredita em profecia recebe agora!

1 – Quais são os nomes e Títulos dele ?

Ele tem vários nomes e títulos, eis aqui algumas, não todas!
referências Bíblicas dos nomes e títulos dados a Satanás
sendo elas:

Lucifer: que quer dizer portador de luz, que representa a


“Estrela da manhã”(Isaías 14:12)

Acusador: porque já o “acusador” de nossos irmãos é


derrubado, o qual diante do nosso Deus os acusava de dia e
de noite. (Apocalipse 12:10)

Satanás: que quer dizer “inimigo” ou “adversário” (Zacarias


3:1-2), (1 Pedro 5:8).

Dragão: E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos


batalhavam contra o “dragão”, e batalhavam o dragão e os
seus anjos; (Apocalipse 12:7)

Diabo, Pai da Mentira, Homicida e Mentiroso: Vós tendes por


pai ao “diabo”, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai.
Ele foi “homicida”desde o princípio, e não se firmou na
verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere
mentira, fala do que lhe é próprio, porque é “mentiroso”, e
“pai da mentira”. (João 8:44), (1 Pedro 5:8)

Enganador: quem engana é um enganador. “E o “diabo”, que


os “enganava”, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde
estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão
atormentados para todo o sempre. (Apocalipse 20:10)

Principe deste Mundo: esta palavra é porque a maioria do


mundo faz os desejos de satanás, se afastando de Deus,
procurando o pecado! por causa disso esse titulo foi dado a
ele. Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso
o“príncipe deste mundo”.(João 12:31)

Principe das Potestades do Ar: este título é dado a ele porque


a maioria do povo é levado por todo vento de doutrina,
andando na carne e automaticamente desobedecendo a Deus.
Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste
mundo, segundo o “príncipe das potestades do ar”, do
espírito que agora opera nos filhos da desobediência (Efésios
2:2)

Tentador: E, chegando-se a ele o “tentador”, disse: Se tu és o


Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães.
(Mateus 4:3)

Maligno: O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos


do reino; e o joio são os filhos do “maligno”. (Mateus 13:38)
(1 João 5:19)

O deus deste Seculo: este título foi dado a ele porque a


maioria do ser humano prefere servir ao diabo do que a Deus,
e muitos fazem isso automaticamente quando se desvia da
verdade, e das coisas de Deus, porque permitiu que o diabo
cegue o seu entendimento. Nos quais o “deus deste século”
cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não
resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a
imagem de Deus. (2 Corintios 4:4)

2 – Quem era Satanás ?

(Ezequiel 28:12) “Filho do homem, erga um lamento a


respeito do rei de Tiro e diga-lhe: ‘Assim diz o Soberano
Senhor: ” ‘Você era o modelo de perfeição, cheio de sabedoria
e de perfeita beleza.

“Ele era um modelo de perfeição”, ou seja, quando


dizemos isso podemos imaginar que ele era o exemplo de
criatura obediente no céu, ele era um exemplo de como se
anda no caminho de Deus. A palavra “perfeição” é colocada
neste texto, no critério de que Lucifer obedecia a Deus
exatamente no propósito para o qual Deus o criou para fazer.
“Ele era cheio de sabedoria”, a palavra sabedoria significa
você conheçer de tudo um pouco, fazer o certo na hora certa,
respeitar o pensamento alheio, ser gentil para com as
pessoas, ser humilde, ser paciente, observar tudo ao seu
redor, tratar o outro como gostaria de ser tratado, pensar ou
planejar algo antes de agir e etc… A palavra sabedoria
contém uma infinidade de significados, então o próprio Deus
disse que Lucifer era cheio de tudo isso que significa
sabedoria.

“Ele havia perfeita beleza”, ou seja, ele tinha uma beleza


consideravel de aparência, para nós seres humanos
entendermos oque é perfeita beleza, temos que imaginar uma
paisagem, por exemplo uma cachoeira em uma cavidade de
uma rocha cainda águas brancas e cristalinas, ou também,
um ilha com um coqueiro alto e verde cravado em uma
pequena moita de areia branca, em baixo de aguás razas,
tranquilas e azuis, que de perto dá para ver o fundo do lago,
ou até mesmo um campo todo gramado com grama verde
clara e cheio de arvores de todos os tipos, e também flores e
frutos e passaros, um mais lindo que o outro. Ufa! que
viagem! Mais quando diz “perfeita beleza” se imagina algo
muito lindo e detalhado, se imagina que tudo está em seu
devido lugar perfeito e belo.

(Ezequiel 28:13)Estiveste no Éden, jardim de Deus; de toda


a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônia, topázio,
diamante, turquesa, ônix, jaspe, safira, carbúnculo,
esmeralda e ouro; em ti se faziam os teus tambores e os teus
pífaros; no dia em que foste criado foram preparados.

“Ele estava no Éden, no jardim de Deus”, A origem do


termo “Éden” em hebraico parece derivar da palavra “acade
edinu”, que deriva do sumério E.DIN. Em todas estas línguas
a palavra significa “planície” ou “estepe”, muitos pensam que
o significado de Éden seria “paraiso” talvez sim no grego,
mais o velho testamento foi escrito em hebraico então temos
que examinar o hebraico e não o grego. Uma “planície” é uma
grande área geográfica com pouca ou raramente com
nenhum tipo de variação de altitude, como um deserto ou um
pântano. “Estepe” é uma formação vegetal de planície com
poucas árvores, composta por “herbáceas” (que seria plantas
e ervas) e pequenos bosques. Satanás estava neste jardim de
Deus, um jardim muito lindo, que tinha uma superfice reta e
havia algumas árvores com ervas e plantas (herbáceas) e
pequenos bosques, que são formações florestais com árvores,
arbustos e outras plantas, e era um lugar que possivelmente
havia um pântano por ser um lugar vegetal, porque o
“Pântano” é uma área plana de abundante vegetação
“herbácea” e “arbustiva” que permanece grande parte do
tempo inundada. Pois bem, ele estava neste lindo jardim.

“Todas as pedras preciosas o enfeitavam”, E o próprio


Deus fala o nome das pedras preciosas que enfeitavam
Satanás, sendo elas o sárdio, topázio, diamante, berilo, ônix,
jaspe, safira, carbúnculo, esmeralda e ouro.

Sárdio – é uma variedade cristalina com cor castanha a


castanha avermelhada e translúcida.

Topázio – apresenta-se um tom metálico, cor de vinho ou


amarelo-claro. Pode também ser branco, cinza, verde, azul,
ou amarelo-avermelhado e transparente ou translúcido.
Quando aquecido, o topázio amarelo torna-se frequentemente
rosa-avermelhado.

Diamante – Tipicamente amarelo, marrom ou cinza incolor.


Menos frequente azul, verde, preto, translúcido branco, rosa,
violeta, laranja, roxo e vermelho.

Berilo – O puro é incolor, mas é matizado freqüentemente


por impurezas; as cores possíveis são verde, azul, amarelo,
vermelho, e branco.

Ônix – Tem cores distribuídas em faixas retas e paralelas e a


preta é a mais apreciada. Mas, pode ter qualquer cor, exceto
vermelha alaranjada e marrom.

Jaspe – tem um coloração vermelha, amarela ou variada.

Safira – o termo safira refere-se à variedade azul. Existem


safiras cor-de-rosa, amarelas, verdes, brancas e multi-
colorida. A safira pura é transparente. Traços de ferro e
titânio dão a coloração azulada.
Carbúnculo – é uma pedra preciosa, da cor vermelha, é uma
espécie de rubi com um brilho muito intenso.

Esmeralda – cor verde reluzente.

Ouro – é um metal de transição brilhante, amarelo.

Entendemos aqui que Satanás era um ser belo, brilhoso e


colorido. Repleto de pedras preciosas de várias cores, uma
pedra mais linda que a outra.

“Em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros“,


segundo a história da humanidade os primeiros instrumentos
feitos pelos homem foi a flauta e o tambor. Segundo a revista
recreio e outras mais conceituadas, “O primeiro instrumento
musical de que se tem registro é a flauta. Ela foi criada por
povos pré-históricos que usaram ossos ocos com furos para
fazer o instrumento e registraram a experiência em pinturas
nas cavernas. Depois disso, surgiram os tambores.” e a Bíblia
nos mostra que Deus fez os pifaros e os tambores para o dia
que Lucifer, que agora chamado Satanás foi criado. Até o ser
humano sabe que os primeiros instrumentos musicais foram o
pifaro e o tambor, mais não criado por homens da caverna,
porque Deus fez adão e eva e pelas passagens biblicas
entendemos que eles eram inteligentes até de mais, porque
adão deu o nome a todos os animais da terra, e etc…

Pifaro – é uma pequena flauta transversal, aguda mas com


um timbre mais intenso e estridente, devido ao seu diâmetro
menor.

Tambor – é uma especie de pedaço de arvore com uma


cavidade oca na parte de dentro, que serve para produção de
música, para rituais e festas. Os tambores, devido à sua
grande potência sonora, também foram usados como meios
de comunicação do povo antigo.

Se pararmos para pensar veremos que a música foi criada


quando ele foi criado, Deus havia preparado tudo para o dia
que Lucifer fosse criado. Por isso diz “Em ti se faziam os teus
tambores e pífaros”, muitos estudiosos dizem que a música
brotava de dentro dele, a musica foi criada quando ele foi
criado, por isso não podemos descartar nunca a possibilidade
de ele ser o Ministro de Louvor no Céu, até mesmo porque ele
tinha muita influência entre os anjos, e ele era respeitado
abaixo de Deus, porque a Bíblia diz que quando ele caiu ele
levou com ele a terça parte dos anjos no céu (Apocalipse
12:4), ou seja, ele coseguiu convercer a terça parte dos
anjos do céu a pecar contra Deus. E as palavras pifaros e
tambores estão no plural, ou seja, eram muitos instrumentos
musicais. É obvio que ele não tocava esses pifaros e
tambores sozinho! Ele tocava com o seu coral que são os
anjos que cairam com ele.

“Tudo foi preparado no dia em que você foi criado”, ou


seja antes do Eterno Deus criar Satanás ele já havia
preparado tudo para ele, Deus reparou o Éden para ele ficar,
preparou as pedras preciosas para o enfeitar e também
preparou os pifaros e os tambores, ou seja, os instrumentos
musicais. E para que serve um instrumento se não para ser
tocado. Porque será que no céu Deus criou os instrumentos e
depois criou Lucifer ? É claro que foi para ele tocar os
instrumentos para Deus ouvir, isso é algo muito interessante
que eu tenho que destacar denovo, para ficar na sua mente
porque a Bíblia diz “Pifaros e Tambores” no plural, ou seja
vários pifaros e vários tambores, talvez seja para Lucifer e
essa terça parte dos anjos que com ele caiu, tocarem
louvores para Deus!

(Ezequiel 28:14) Você foi ungido como um querubim


guardião, pois para isso eu o determinei. Você estava no
monte santo de Deus e caminhava entre as pedras
fulgurantes.

“Você foi ungido como um querubim guardião”, Deus


está dizendo que Satanás foi ungido no céu como Queribim
Guardião, ou seja, ele foi consagrado, ele foi escolhido, ele foi
criado para ser Querubim Guardião no céu. Os Querubins na
Bíblia tinham a incumbência de guardar, de cuidar, de vigiar,
de proteger o que Deus ordenava idependente do que seja.

Guardar o caminho para a árvore da vida, no jardim do Éden


(Gênesis 3:24)

Querubins simbolicamente protegiam os objetos guardados


na Arca da Aliança (Êxodo 25:17-22)
Trono-carruagem de Deus era salvaguardado por Querubins
(Ezequiel 10)

“Você estava no monte santo de Deus”, Satanás estava


no céu, no monte santo de Deus porque ele guardava aquele
lugar, por isso não se sabe exatamente como é lá dentro do
Monte Santo, poque somente o Querubim Ungido da Guarda
guardava e caminhava naquele lugar, que é um mistério para
o ser humano. Porque não existe referência Bíblica exata
sobre como é este lugar. Mais provavelmente é um lugar
onde a Glória de Deus está, porque só o nome já nos faz
imaginar muitas coisas boas “Monte Santo de Deus”. E o
próprio Deus diz que lá havia pedras fulgurantes, que seria
pedras resplandecentes, pedras brilhosas. Há um versiculo
que nos dá a entender que o monte santo é um lugar onde
Deus se reune porque Satanás dizia em seu coração “Eu me
assentarei no monte da assembléia, no ponto mais elevado
do monte santo. (Isaías 14:13c), ou seja, ele queria sentar
no monte da assembléia, e assembleia significa: um conjunto
de representantes de uma comunidade que possuem poderes
de legislação, ou seja, ele queria assentar no lugar mais alto
do céu aonde estava o Pai o Filho e o Espirito Santo que
representam o céu, e que tem todo poder sobre tudo.

(Ezequiel 28:15)Você era inculpável em seus caminhos


desde o dia em que foi criado até que se achou maldade em
você.

“Você era inculpável em seus caminhos desde o dia em


que foi criado” ou seja, ele era certo no que fazia, desde
quando ele foi criado nunca havia desagradado a Deus, ele
ainda não havia falhado em nada com Deus, e muito menos
desobedecido a Deus, ele era perfeito em seus caminhos, ele
agia com sabedoria, ele era exemplo de perfeição.

“Até que se achou maldade em você.” Você que dizia no


seu coração: “Subirei aos céus; erguerei o meu trono acima
das estrelas de Deus; eu me assentarei no monte da
assembléia, no ponto mais elevado do monte santo. Subirei
mais alto que as mais altas nuvens; serei como o Altíssimo”.
(Isaías 14:13-14), Ele quis ser igual a Deus, ele era perfeito
e então quis ser mais perfeito que Deus, ele queria ser como
Deus, porque Deus o criou, e oque ele devia a Deus; é
pelomenos obediencia e reverência, mais ele quis ser como
Deus e lutou por isso.

(Ezequiel 28:16) Por meio do seu amplo comércio, você


encheu-se de violência e pecou. Por isso eu o lancei em
desgraça para longe do monte de Deus, e eu o expulsei, ó
querubim guardião, do meio das pedras fulgurantes.

“Você encheu-se de violência e pecou.” A Bíblia diz que


ouve peleja no céu, “E houve batalha no céu; Miguel e os
seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o
dragão e os seus anjos; Mas não prevaleceram, nem mais o
seu lugar se achou nos céus. E foi precipitado o grande
dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que
engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus
anjos foram lançados com ele. (Apocalipse 12:7-9)

“Por isso eu o lancei em desgraça para longe do monte


de Deus”, Deus o expulsou do céu do meio da Glória de
Deus que estava nas pedras fulgurantes, por se achar
formoso de mais e querer se acentar no lugar de Deus.

Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura,


corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por
terra te lancei, diante dos reis te pus, para que olhem para ti.
(Ezequiel 28:17)

Como você caiu dos céus, ó estrela da manhã, filho da


alvorada! Como foi atirado à terra, você, que derrubava as
nações! (Isaías 14:12)

Mas às profundezas do Sheol você será levado, irá ao fundo


do abismo! (Isaías 14:15)

Ele respondeu: “Eu vi Satanás caindo do céu como


relâmpago. (Lucas 10:18)

3 – Conclusão

Depois que Lucifer por causa da sua formosura (Ezequiel


28:17), quis acentar no lugar de Deus que era o mais alto
lugar do do Monte Santo, que era o Monte da Assembleia
(Isaías 14:13-14), Deus criou o Arcanjo Miguel para lutar
contra ele, porque Satanás disse eu serei semelhante ao
Altissimo (Isaías 14:14), e o nome Miguel significa “Quem é
Semelhante a Deus ?”, creio que Miguel foi uma resposta de
Deus para Lucifer, então Miguel com seus anjos impediu
Satanás e seu dêmonios de chegar ao Monte da Assembleia
de tal forma que não se achou nenhum lugar para eles no céu
(Apocalipse 12:7-8), então Deus o expulsou do céu
(Ezequiel 28:16), e o lançou como um relâmpago (Lucas
10:18) no planeta terra (Ezequiel 28:17), e em (Gênesis
1:2) diz que a terra estava sem forma e vazia e havia trevas
na face do abismo e o Espirito de Deus pairava sobre a face
das águas, e eu paro aqui para te perguntar, oque será que o
Espirito de Deus, que é o Espirito Santo

estava mouvendo sobre a face das águas ? No original da


Bíblia do velho testamento que é o Hebraico diz que a terra
estava um (tôhu vabôhu) “Caos Absoluto” e sabemos que
caos absoluto quer dizer nos dicionários “uma grande
rachadura”, “confusão extrema e irremediável” ou até
“destuição”, ou seja, com a queda de Satanás e seus
dêmonios aqui na terra, ouve uma grande colisão que deixou
a terra em um verdadeiro “Caos Absoluto”.

Porque entre Gênesis capitulo 1:1 e Gênesis 1:2 existe um


tempo que não se pode saber, porque (Gênesis 1:1) Diz:
“No princípio Deus criou os céus e a terra.” Ponto final.
Quando a Bíblia fala “Céus e a Terra.” “Céus” no plural e
“Terra” no singular, para quem entende de Bíblia sabe que o
Apóstolo Paulo disse que conheceu um Homem que foi ao
terceiro céu

(2 Corintios 12:2) e nós sabemos que esse homem era o


próprio Apóstolo Paulo, e nós entendemos que existe 3 Céus,
1º O Céu da Atmosféra aonde estão as Nuvéns, 2º O Céu Das
Nebulosas que é o Universo aonde estão os Planetas e o
Sistema Solar, 3º O Céu da Glória de Deus aonde um dia
todos os salvos por Jesus Cristo iremos morar. E “Terra” no
singular que é o Planeta Terra onde nós moramos. Ou seja,
primeiro foi criado os céus e tudo que nele há, por exemplo
os anjos de todas as categorias e todas as outras coisas que
tem no céu, e depois Deus criou a terra, então quando
Satanas caiu aqui na terra ela ficou sem forma e vazia, ficou
um caos absoluto.
E eu tenho mais uma prova de que foi para o Planta Terra,
que Satanás e seus Dêmonios foram lançados por Deus,
porque Deus disse a Satanás, “Por isso eu o atirei à terra; fiz
de você um espetáculo para os reis.”(Ezequiel 28:17) ou
seja, Deus lançou Satanás na terra e fez dele um espetáculo
aos reis da terra. O Apóstolo Paulo disse que todos os
Apóstolos nesta terra é um espetáculo ao mundo, aos anjos e
aos homens (1 Corintios 4:9), a palavra mundo está
referindo ao universo, e a palavra anjos ao céu e a palavra
homem a terra. A Bíblia diz que nós somos “Imagem e
Semelhança de Deus, ou seja, “Imagem” quer dizer
aparencia, nós somos feitos com a mesma aparencia de Deus,
“Semelhança” quer dizer que somos iguais a Deus em
questão de dominar, de ter autoridade, de tomar posse das
coisas, de ter sabedoria e etc..

Nós somos os únicos seres a Imagem e Semelhança de Deus,


nem os Anjos, nem os Dêmonios, nem Satanás, nem os
Animais, nem nada, é oque nós somos. De todas as criaturas
nós somos as criaturas mais parecidas com Deus. Nós somos
espetáculo ao céu, Deus quando olha para terra ele não vê as
arvores, ele não vê os carros ou os grandes predios ele olha
para terra e olha para mim e para você!

A Bíblia diz em (Gênesis 1:2) “Era a terra sem forma e


vazia; trevas cobriam a face do abismo, e o Espírito de Deus
se movia sobre a face das águas.” E eu te pergunto porque
trevas cobriam a face do abismo ? Trevas na Biblia significa
Satanás e seus Dêmonios, sempre significa coisas ruins,
sempre significa o contrario de Deus e das coisas de Deus (2
Coríntios 6:14-15), (1 João 1:5),

(João 12:35), (1 João 2:9), E porque será também o


Espirito Santo sendo Deus, e sendo um ser inteligente oque
será que ele estava se mouvendo sobre a face das águas ? Se
Satanás foi lançado no Planeta Terra, e as trevas cobriam a
face do abismo e o Espirito Santo que é luz estava mouvendo
sobre a face das águas, ou seja, ele estava segurando
Satanás e seus Dêmonios ali naquele local, até Deus começar
a organizar a terra e criar o homem, para mostrar para
Satanás que Deus faz oque ele quer, na hora que ele quer, e
do jeito que ele quer.
Como Satanás havia dito que seria semelhante ao Altissimo
(Isaías 14:14), Deus já sabia de tudo, por isso Deus
planejou criar o homem. Como Satanás estava no Éden do
Céu (Ezequiel 28:13), Deus o expulsou de láe criou um
Èden na Terra para o homem cultivar e viver nele (Gênesis
2:8), e depois Deus criou o Homem a sua Imagem e
Semelhança, e lhe deu autoridade para dominar sobre toda a
terra (Gênesis 1:26-28). Abaixo de Deus é só você!

Em fim. As pessoas leigas na fé pensam que Satanás te odeia


porque você é crente! E estas pessoas estão redondamente
enganadas, Satanás te odeia porque você foi criado e existe!
Tudo que você tem ele sempre quis. É por isso que sempre
quando uma pessoa está no buraco, Satanás quer sempre
empurrar ela mais para baixo. Isso é porque ele sabe que
quando você está de pé ninguém te segura! Satanás é o
nosso inimigo aceite isso! Ele atormenta pessoas, o maior
desejo dele é fazer você se afastar de Deus como ele se
afastou. Satanás é o nosso inimigo Nº1, ele faz de tudo para
você ser mal sucedido nesta vida e tenta com todas as suas
forças fazer com que você não seja salvo, fazer com que você
não aceite a Jesus Cristo como Salvador.

È por isso que eu sempre digo Satanás não descansa! Por isso
sempre que ele lembrar o seu passado lembre o futuro dele
que é ir de cabeça para baixo pro inferno! Eu profetizo que
Satanás e seus Dêmonios tem 2 trabalhos na sua vida apartir
de agora, o 1º é de se levantar contra você, e o 2º é de cair
diante dos seu pés!

E como diz a palavra de Deus “Em breve o Deus da paz


esmagará Satanás debaixo dos pés de vocês. A graça de
nosso Senhor Jesus seja com vocês.” (Romanos 16:20).

Agradeço primeiramente a Deus pela sua Graça e


Misericordia, e depois a todos vocês por ler este estudo até o
fim, Deus abençoe todos em nome do Senhor Jesus Cristo
amém!

Publicado em Perguntas & Respostas

Deixe um comentário
006 Porque nós Cristãos não
concordamos com a Homossexualidade?

2 Votes

Primeiramente, porque temos a Biblía como o nosso manual de


sobrevivência. Nós temos a Biblía como nossa regra de fé e conduta.
Acreditamos com toda convicção e veemência que a Biblía é a Palavra
de Deus.

1 – É a Biblía que nos diz se estamos certos ou errados, é pela Biblía


que sabemos quando agradamos a Deus, e quando desagradamos a
Deus.

A Biblía em geral é inspirada por Deus e é util para tudo em nossas


vidas.

(2 Timóteo 3:16-17)
Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a
repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o
homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa
obra.
E todo o Cristão verdadeiro vive para Deus.

(Romanos 14:8)
Se vivemos, vivemos para o Senhor; e, se morremos, morremos para
o Senhor. Assim, quer vivamos, quer morramos, pertencemos ao
Senhor.

2 – A Biblía condena a Homossexualidade!

Este texto nos fala de Homens e Mulheres que deixaram o uso


natural, e ficaram Homens com Homens e Mulheres com Mulheres. E
se inflamaram de paixão uns pelos outros, e desprezaram o
conhecimento de Deus, e inventam maneiras de praticar o mal,
embora conheçam o justo decreto de Deus, de que as pessoas que
praticam tais coisas merecem a morte, não somente continuam a
praticá-las, mas também aprovam aqueles que as praticam.

(Romanos 1:26-32)
Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas
mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras,
contrárias à natureza. Da mesma forma, os homens também
abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram
de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes,
homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido
pela sua perversão. Além do mais, visto que desprezaram o
conhecimento de Deus, ele os entregou a uma disposição mental
reprovável, para praticarem o que não deviam. Tornaram-se cheios
de toda sorte de injustiça, maldade, ganância e depravação. Estão
cheios de inveja, homicídio, rivalidades, engano e malícia. São
bisbilhoteiros, caluniadores, inimigos de Deus, insolentes, arrogantes
e presunçosos; inventam maneiras de praticar o mal; desobedecem a
seus pais; são insensatos, desleais, sem amor pela família,
implacáveis. Embora conheçam o justo decreto de Deus, de que as
pessoas que praticam tais coisas merecem a morte, não somente
continuam a praticá-las, mas também aprovam aqueles que as
praticam.

Este outro texto nos diz que nem os idólatras, adúlteros,


homossexuais, ladrões, avarentos, alcoólatras, caluniadores,
trapaceiros irão herdar o Reino de Deus, e ainda diz que alguns antes
de ser crentes eram assim, mais agora que aceitaram Jesus não são
mais.

(1 Coríntios 6:9-11)
Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus?
Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros,
nem homossexuais passivos ou ativos, nem ladrões, nem avarentos,
nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino
de Deus. Assim foram alguns de vocês. Mas vocês foram lavados,
foram santificados, foram justificados no nome do Senhor Jesus
Cristo e no Espírito de nosso Deus.

É por isso que o Cristão não concorda com a Homossexualidade. Nós


amamos todos os seres humanos, mais não amamos suas praticas.
Tanto é que nas Igrejas hoje tem muitos ex-homossexuais, que dão
testemunhos de que tem uma vida muito melhor e que reconhece
que estava desagradando a Deus.

3 – O Perdão de Deus é para todos os pecadores!

Quero esclarecer algo, quando a Biblía fala de impio é o mesmo que


pecador, o mesmo que aquele que despreza Deus, aquele que não
tem fé, aquele que não segue Deus.

(Salmos 9:17)
Os ímpios serão lançados no inferno, e todas as nações que se
esquecem de Deus.

O destino do impio é o inferno, mais Deus é misericórdioso, então


existe uma palavra que nos liberta do inferno e de uma vida de
pecado, que é o perdão, se reconhecermos que estamos errados e
pedirmos perdão a Deus ele nos perdoa, então como eu e nem você
somos falsos, nós temos que pedir perdão a Deus e não voltarmos ao
erro, então Deus nos perdoa.

Deus quer que todos se arrependam!

(2 Pedro 3:9)
O Senhor não demora em cumprir a sua promessa, como julgam
alguns. Pelo contrário, ele é paciente com vocês, não querendo que
ninguém pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento.

O pecado nos leva a morte eterna!

(Romanos 6:23)
Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a
vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.

Deus tem uma promessa para os impios e pecadores!

(Ezequiel 18:21)
“Mas, se um ímpio se desviar de todos os pecados que cometeu e
obedecer a todos os meus decretos e fizer o que é justo e direito,
com certeza viverá; não morrerá.
Por isso converta-se de seu pecado, deixe o homossexualismo,
busque o caminho certo e justo, aceite a Jesus, obedeça a ele e será
salvo do inferno, e terás a vida eterna.

CUIDADO! JESUS PODE ESTÀR VOLTANDO! E NINGUÉM SABE O DIA


E NEM A HORA!

005 A Bíblia fala sobre Lobisomem ?

Muito parecido. Houve na Bíblia um caso interessante na vida de um


rei chamado “Nabucodonosor” em um certo momento de sua vida ele
disse em (Daniel 4:30) “Falou o rei, dizendo: Não é esta a grande
babilônia que eu edifiquei para a casa real, com a força do meu
poder, e para glória da minha magnificência?”.

Então no mesmo momento que ele estava falando essas palavras


veio uma voz do céu diz a Bíblia em (Daniel 4:31-32) “Ainda estava a
palavra na boca do rei, quando caiu uma voz do céu: A ti se diz, ó rei
Nabucodonosor: Passou de ti o reino. E serás tirado dentre os
homens, e a tua morada será com os animais do campo; far-te-ão
comer erva como os bois, e passar-se-ão sete tempos sobre ti, até
que conheças que o Altíssimo domina sobre o reino dos homens, e o
dá a quem quer.

(Daniel 4:33) “Na mesma hora se cumpriu a palavra sobre


Nabucodonosor, e foi tirado dentre os homens, e comia erva como os
bois, e o seu corpo foi molhado do orvalho do céu, até que lhe
cresceu pêlo, como as penas da águia, e as suas unhas como as das
aves”.

Ou seja acabamos de ler sobre alguém que ficou semelhante a um


lobisomem, mais na verdade a Bíblia é o livro mais antigo do mundo,
então possivelmente o homem que inventou a história do Lobisomem
se inspirou neste momento da vida do rei Nabucodonosor.

Imagine um homem comendo capim, e seu corpo cheio de pelo como


o corpo da aguia, e suas unhas grandes e afiadas como as das aves.
Seria uma especie de Homem Aguia, parecido com um Lobisomem.

E o mais lindo deste momento é no final, porque ele reconheceu que


a glória pertence somente a Deus, e com sua proprias palavras ele
diz:

(Daniel 4:34) Mas ao fim daqueles dias eu, Nabucodonosor, levantei


os meus olhos ao céu, e tornou-me a vir o entendimento, e eu
bendisse o Altíssimo, e louvei e glorifiquei ao que vive para sempre,
cujo domínio é um domínio sempiterno, e cujo reino é de geração em
geração.

(Por Gustavo Fernando)

Publicado em 10 de setembro de 2013 | Imagem

004 A Bíblia fala sobre Dinossauro ?

1 Vote

Sim. Há uma passagem interessante na Biblia no Livro de Jó no


capitulo 40, que fala sobre um animal cujo é chamado de “Beemote”
que significa “Besta Fera Gigante” ou “Animal Grande”.

Behemoth é descrita como a mais poderosa de todas as criaturas de


Deus, um gigante cuja cauda é comparada à árvore de cedro (Jó
40:15-24). Alguns estudiosos tentaram identificar Behemoth como
um elefante ou hipopótamo. Outros dizem que tanto elefantes quanto
hipopótamos têm caudas muito finas, nada que se possa comparar ao
cedro. O dinossauro Braquiossauro, por outro lado, tinha cauda
enorme que poderia facilmente ser comparada à árvore do cedro.

(Jó 40:15) Contemplas agora o beemote, que eu fiz contigo, que


come a erva como o boi.

(Jó 40:16) Eis que a sua força está nos seus lombos, e o seu poder
nos músculos do seu ventre.

(Jó 40:17) Quando quer, move a sua cauda como cedro; os nervos
das suas coxas estão entretecidos.

(Jó 40:18) Os seus ossos são como tubos de bronze; a sua ossada é
como barras de ferro.

(Jó 40:19) Ele é obra-prima dos caminhos de Deus; o que o fez o


proveu da sua espada.

Oque acabamos de ler não tem nada a ver com Hipopótamo ou


Elefante, porque a calda do elefante é fina e sem estrutura, e o
hipopótamo quase não tem cauda.

Examine comigo, se a palavra Beemote significa Besta Fera Gigante,


ou Animal Grande, já entendemos que é um animal pelomenos
“Grande”, e diz que esse animal come erva como o boi, diz também
que quando ele quer ele balança sua calda como o “Cedro”, quem
conhece sabe que o cedro é uma arvore com mais ou menos 200
metros de altura e muito grossa, e isso não tem nada a ver com
esses dois animais. Também diz que seus nervos são entrelaçados, e
seus ossos são duros como barra de ferro.

Então entendemos que se examinarmos esse animal descrito em (Jó


40:15-24) veremos que se encaixa perfeitamente ao Braquiossauro
que é um Dinossauro.

(Por Gustavo Fernando)

Publicado em 10 de setembro de 2013 | Imagem

003 A Bíblia fala sobre OVNI ?


1 Vote

Sim. “OVNI” é a abreviação de “Objeto Voador Não Identificado”,


esse termo foi criado pelas Forças Armadas dos Estados Unidos, que
indica quaisquer objetos voadores ainda não identificados. Um OVNI
não é necessariamente um disco voador, já que entre os significados
do seu termo original e literal inclui qualquer objecto voador ou
fenômeno não identificados, detectados visualmente ou por radares,
cuja natureza não é conhecida de imediato.

Em (Ezequiel 1:1-14) veremos 4 seres com 4 cabeças, 4 asas. Sendo


1 cabeça de Homem, 1 de Leão, 1 de Boi e 1 de Aguia, suas mãos
eram mãos humanas, e seus pés eram pés de bezerro, e esses seres
eram brilhosos e reluzentes, uma mistura de lampada,fogo e
relampago.

O interessante é que em (Ezequiel 1:15-21) nos mostra esses seres


envolvidos por uma especie de carro. Ezequiel diz que viu rodas
brilhantes e cada roda parecia estar entrosada uma na outra. Seus
aros eram altos e impressionantes e estavam cheios de olhos ao
redor. Quando os seres viventes se moviam, as rodas ao seu lado se
moviam; e, quando se elevavam do chão, as rodas também se
elevavam.

Acabamos de ler na Bíblia sobre “OVNI”, porque são “Objetos


Voadores não Identificados”, eu não acredito em “Discos Voadores”
com luzes coloridadas e piscando como nas arvores de natal, mais eu
acredito em objetos voadores que os Anjos usam para visitar a terra.
(Por Gustavo Fernando)

Publicado em 10 de setembro de 2013 | Imagem

002 A Biblia fala sobre Extraterrestres ?

1 Vote

Sim. Primeiramente eu queria que você entendece essa palavra


“Extraterrestre”, a palavra “extraterrestre” refere-se a qualquer coisa
concreta que é de fora do planeta Terra, que foi originada fora do
planeta em que vivemos ou está lá. Eis aqui uma definição concreta e
direta de “Extraterrestre”, são seres que não são do planeta Terra.

Então veja bem, vamos analisar o texto de (Ezequiel 1)

(VS 5-6) E do meio dela saía a semelhança de quatro seres viventes.


E esta era a sua aparência: tinham a semelhança de homem. E cada
um tinha quatro rostos, como também cada um deles quatro asas.

(VS 7) E os seus pés eram pés direitos; e as plantas dos seus pés
como a planta do pé de uma bezerra, e luziam como a cor de cobre
polido.
(VS 8) E tinham mãos de homem debaixo das suas asas, aos quatro
lados; e assim todos quatro tinham seus rostos e suas asas.

(VS 10) E a semelhança dos seus rostos era como o rosto de homem;
e do lado direito todos os quatro tinham rosto de leão, e do lado
esquerdo todos os quatro tinham rosto de boi; e também tinham
rosto de águia todos os quatro.

(VS 13) E, quanto à semelhança dos seres viventes, o seu aspecto


era como ardentes brasas de fogo, com uma aparência de lâmpadas;
o fogo subia e descia por entre os seres viventes, e o fogo
resplandecia, e do fogo saíam relâmpagos.

Então acabamos de ler na Bíblia sobre 4 seres “Extraterrestres”!


Seres que não são da terra, seres com 4 cabeças sendo uma de
homem, outra de leão, outra de boi e outra de aguia, e 4 asas. Eu
não acredito em “Extraterrestres” como o E.T de varginha, mais
acredito em “Extraterrestres” como Querubins, Serafins, e Anjos de
Deus que não são da Terra, mais sim do Céu e do Universo.

(Por Gustavo Fernando)

Publicado em 10 de setembro de 2013 | Imagem

001 O que é o Pecado ?

A palavra “Pecado” no original da Biblia no Velho Testamento que é a


lingua Hebraica se pronuncia “hhatá” que significa “Errar o Alvo”, eis
aqui uma definição sistematica em poucas palavras: Deus
estabeleceu principios e regras para o ser humano seguir, mais o ser
humano não segue esses principios e regras, e isso é pecado!

A Biblia diz creia em Jesus e você não crê, é pecado!


A Biblia diz faça o bem e você não faz, é pecado!

Porque você está errando o alvo, Deus quer que você acerte o alvo,
tudo que Deus mandou você fazer e você não faz é pecado.

Entendemos aí que “Pecado” não é somente adulterio, não é somente


mentir, não é somente enganar e etc… Pecado é errar o alvo que
Deus quer que você acerte.

É por isso que vivemos pela “Misericordia de Deus” todos pecamos,


mais existe uma palavra essencial na vida o Homem ou da Mulher de
Deus que nos diferencia dos Impios que é a Santificação nos pecamos
mais pedimos perdão a Deus, e não voltamos ao erro, nós pecamos
mais arrependemos, nós pecamos mais nos sentimos mal, porque
sabemos que desagradamos ao nosso Senhor e Criador.