Você está na página 1de 1

Titulo:IMRT em cancro da vulva: posicionamento e verificação no Código:

tratamento

A Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) permite criar Planning Target Volumes (PTV)
conformacionados a volumes de tratamento, com formas bastante complexas, através da manipulação da fluência
do feixe. Esta capacidade possibilita a administração de doses mais elevadas no volume de tratamento –
escalonamento de dose – que se traduz numa maior eficácia no controlo tumoral. Pela sua conformação, permite
igualmente uma significativa redução na toxicidade dos órgãos de risco.
A utilização da técnica de IMRT em tumores ginecológicos tem vindo a ser alvo de estudo com o objectivo
de assegurar a sua utilização como alternativa terapêutica plenamente aceite na prática comum.
Especificamente, a implementação da IMRT com Dynamic Multi Leaf Collimator (DMLC) no tratamento
do cancro da vulva apresenta novos desafios, relacionados com o posicionamento e verificação no tratamento da
paciente.
Este trabalho focaliza o seu interesse nessas fases, colocando ênfase nos seguintes parâmetros:
- Posicionamento utilizado para esta técnica, referenciando os acessórios e possíveis alternativas;
- Métodos de verificação on-line do set-up com o sistema On-Board Imager:
Imagens ortogonais de Kilovoltagem (kV-kV);
Cone-Beam CT (CBCT);
- Aplicabilidade e especificidade dos acessórios e métodos de verificação, referindo vantagens e
desvantagens com base na experiência adquirida.

Resumo de (por favor assinale 1): Comunicação Livre Poster


(CAMPO OBRIGATÓRIO – assinale apenas uma categoria):
Mama Cabeça e Pescoço Pulmão Cuidados Paliativos e Psicológicos
Ginecologia SNC Digestivo Física
Urologia Dermatologia Hematologia Outros
Nome do Autor: Vanessa Coelho
Nome dos Co-Autores: João Santos, Vilson Guise
Instituição: Instituto Português de Oncologia de Lisboa Telf.: